Você está na página 1de 6

26/02/2019

Adaptabilidade e performance!
Adeodato Netto
A marca principal da combinação das análises técnica e fundamentalista é a adaptabilidade.
Estrategista Chefe
A capacidade de compreender como cada uma das variáveis influencia o comportamento dos
ativos é fundamental. Raphael Figueredo
Analista, CNPI-T
Trabalharemos com a evolução da metodologia Fusion Analysis by Eleven, incluindo dois Carlos Daltozo
indicadores proprietários que convergem para escolha dos ativos e determinação de Co-Head de Renda Variável
momentum para cada movimentação.
Jéssica Feitosa
Analista, CNPI-T

1. E.C.A. (Escala de Convergência das análises). Determinada em um range de 1 a 10, esta medida aponta o nível de
combinação entre assimetria de valor intrínseco (valuation) versus preço de tela, janela de oportunidade macro
(abordagem top down) e por fim os principais aspectos de análise técnica, como acumulações, reversões e tendências.
Quanto maior o indicador, maior o alinhamento entre as duas vertentes e maior tende a ser a assertividade da operação.
Não pretendemos utilizar, em nenhum momento, ativos em escala menor do que 6. Vale ressaltar que o alinhamento é
igual tanto para operações compradas, quanto para vendidas.

2. M.O.T. (Máxima Otimização de Timing). Aqui reside muito do que buscaremos com a adaptabilidade da nova estratégia
Fusion. Trabalharemos todos os aspectos ligados à gestão ativa do portfólio, inclusive (e em destaque) a proteção de
lucros, visando acumular o máximo de performance combinada. Exemplificando, mesmo que ainda exista potencial
eventual em um determinado ativo, mas estejamos antevendo uma potencial reversão de mercado e o resultado até
determinada linha do tempo for significativo na estratégia, manteremos o foco na proteção dos lucros e
rebalanceamento do portfólio em qualquer momento do tempo. Assim, conforme comprovado em backtests,
buscaremos trabalhar pontos ótimos de entrada e saída com a visão do portfólio combinado e não do ativo observado
isoladamente. Eficiência nas correlações é premissa determinante das escolhas.

Aspectos importantes:

• Respeite o percentual de alocação dos ativos,


• Nenhum ativo deve ser tratado de forma individual, a menos quando expressamente apresentado em relatório de
ajuste do portfólio.
• Não há mais a obrigatoriedade de encerrar operação na sexta feira. Construímos adaptabilidade ao portfólio, portanto
só faremos nova alteração quando uma nova recomendação surgir.
• As recomendações aqui listadas estão válidas até que haja um relatório alterando. Todas as segundas-feiras serão
publicados acompanhamentos do portfólio com análise de performance versus mercado e intrasetorial quando
pertinente.
• Para efeito de apuração de rentabilidade, consideraremos os preços do leilão de fechamento do dia em que forem
apresentadas as recomendações.
• Um dos aspectos mais importantes da mitigação de risco de execução e confiança na performance da estratégia está
exatamente na possibilidade de realizar a operação em qualquer momento do pregão.
• Será sempre apresentado preço limite de entrada em cada ativo. Até este ponto, pode-se executar a operação a
qualquer tempo
• Visando evitar distorções e desequilíbrios de entrada e saída, o novo Portfolio Fusion Analysis, respeitará restrição de
papéis cuja liquidez não seja, em nossa visão, adequada ao volume de operações esperada, deixando-os fora do filtro.

ELEVEN FINANCIAL RESEARCH | 1

Este relatório tem distribuição permitida para os clientes de BR ADVISORS elevenfinancial.com


2-mar-20

Nosso portfólio: Escolhemos criteriosamente os papéis cuja combinação dos fatores e indicadores acima apresentados
apresentam convergência ideal para alocação. Equilibramos entre setores, dinâmicas macro e micro, além da avaliação
fundamental de momentum. A faixa amarela indica que houve alteração em relação aos últimos valores.

AÇÃO PERCENTUAL FAIXA PERMITIDA P/ EXECUÇÃO E.C.A

AZUL4 (COMPRA) 20% 37,34 até 52,90 8,5

MOVI3 (COMPRA) 20% 14,40 até 21,26 8,4

JBSS3 (COMPRA) 20% 20,20 até 27,50 8,4

BBDC4 (COMPRA) 20% 27,96 até 34,01 8,9

LOGN3 (COMPRA) 20% 17,11 até 23,58 9,0


O preço atual estando entre os valores da faixa permitida p/ execução da ordem. Ainda vale entrada? Sim, vale!

Racional de stock picking:

AZUL4

Análise Fundamentalista (AF): Com um plano de acelerada renovação da frota, expansão da malha e forte diluição dos custos
pelo aumento da etapa média, a Azul reportou bons números no 3T19, porém afetados por eventos não recorrentes e impacto
negativo de variação cambial na ordem de R$ 879,4 milhões. A Azul é a nossa top pick do setor e esperamos em 2020, uma maior
redução de CASK com a entrada em operação dos novos EMBRAER E2 (6 até o final de 2019).

Análise Técnica (AT): O papel confirmou um suporte nas imediações dos 44,10 (semanal), mas sem deixar sinais de que poderá
formar um fundo. Devido a queda vertiginosa, as bandas de bollinger (volatilidade) abriu fortemente, ainda que tenha deixado
um candle de indefinição no gráfico diário. Os extremos (máxima e mínima) de sexta-feira passada são números de força
importante para entendermos o direcionamento do fluxo, especialmente se as bandas apontarem uma para outra.

BBDC4

AF: O Bradesco reportou um lucro líquido recorrente de R$ 6,6 bilhões no 4T19, 0,7% inferior à nossa projeção, representando
crescimentos de 1,6% T/T e 14,0% A/A. No ano consolidado, o lucro líquido de R$ 25,9 bilhões foi 20,0% superior ao resultado de
2018. O Retorno sobre o Patrimônio Líquido médio (ROAE) atingiu 20,6% em 2019 (vs. 19,0% no 2018). De forma geral, o Bradesco
entregou um sólido crescimento operacional e financeiro em 2019, com dois dígitos de aumento da carteira de crédito e do lucro
líquido anual. Para 2020, as esperanças foram renovadas por um guidance que consideramos positivo, dado o ambiente de
acirramento da competição e mudanças regulatórias. Em nossa visão, o Bradesco reportou um bom resultado em 2019, com um
sólido crescimento operacional – destaque para o avanço de dois dígitos da carteira de crédito, mantendo a inadimplência
controlada – além de aumento das receitas totais e melhora do índice de eficiência operacional.

AT: De todos os papéis de nosso portfólio, o BBDC4 é o que me trás mais conforto. Seu posicionamento é tático e defensivo nesses
momentos de crise. O papel, até agora, vem confirmando um suporte importante na faixa dos 29,70 e o rompimento dos 30,91
poderá abrir caminho para buscar os 33,15 podendo ter algum enrosco pelo caminho.

ELEVEN FINANCIAL RESEARCH | 2

Este relatório tem distribuição permitida para os clientes de BR ADVISORS elevenfinancial.com


2-mar-20

MOVI3

AF: A Movida reportou um resultado excepcional no 3T19. Indicadores que foram objeto de preocupações do mercado no setor
de locadoras (taxa depreciação, tarifas e taxa de utilização do RAC) mostraram-se em franca evolução com a Movida (utilização e
tarifas) e as taxas de depreciação estão em patamares saudáveis. A combinação entre aceleração dos resultados, com o follow-
on e o reperfilamento da dívida, permitiram a redução do indicador dívida líquida / Ebitda para 2,3x LTM e 1,93x 12mFW. Há
espaço para novas captações caso o ciclo permaneça com a tendência demonstrada nos últimos trimestres, sem prejuízo de
rentabilidade, dada a taxa de juros prospectiva. Seguimos extremamente construtivos com papel sendo ele top pick do setor.

AT: O candle de indefinição deixado na última sexta feira dá sinais de exaustão da queda. Mesmo assim, ainda é muito difícil saber
onde será o fundo dado a volatilidade muito elevada. A boa notícia é que o papel se aproximou da MME200, que certamente vai
servir como ponto de suporte e retomada na compra pelo método fusion.

JBSS3

AF: A febre suína africana e as recentes aquisições realizadas pela companhia vão permitir que continue crescendo com
rentabilidades atrativas. No Brasil, os spreads de carne bovina têm surpreendido positivamente, apesar da recente alta do preço
do boi, reflexo do crescimento da demanda global, especialmente da China. É um case amplamente conhecido em nossas
estratégias, mas que andou sofrendo um pouco mais pelo noticiário da venda das ações por parte do BNDES. O setor como um
todo vem sendo beneficiado pela dinâmica da oferta mundial de proteínas, mas especificamente a JBS, que fez mais uma aquisição
estratégica já em meio a este cenário (no Reino Unido), abriu importante margem de segurança em nossa visão.

AT: O papel confirmou um suporte na faixa dos 21,40, onde tínhamos, inclusive, um fechamento de gap para cumprir. A resistência
mias forte está em 22,98 que precisa ser rompida para dar sequência ao quadro de recuperação e aproximação da MME200 para
dar novas compras. Suporte mais forte do papel está em 20,50. O OBV já começa divergir nos fundos, o que nos dá um sinal
antecipado de recuperação do ativo.

LOGN3

AF: Log-in passa por um bom momento de aquecimento do setor de cabotagem através do novo incentivo federal que zera a
alíquota do imposto de importação de novas embarcações. O recente follow-on da companhia permitirá que dobre de tamanho
nos próximos anos. Esperamos o resultado sólido para o 4T/19 com aceleração no crescimento da navegação via cabotagem como
alternativa para o modal brasileiro.

AT: O papel fez um zigue zague descendente, mas o OBV não confirmou. O fato de o papel voltar se aproximar da MME200 nos
dá uma condição muito boa para compra pensando no portfólio, especialmente se as bandas de bollinger sinalizarem fechamento,
isto é, apontarem uma para outra. Os pontos mais fortes de resistência são 20,47 e 21,17. Suportes são 18,03 e 16,95.

ELEVEN FINANCIAL RESEARCH | 3

Este relatório tem distribuição permitida para os clientes de BR ADVISORS elevenfinancial.com


2-mar-20

Ficou com alguma dúvida em relação ao Portfólio Fusion Analysis? Acesse a explicação deste e outros relatórios Fusion em:
https://www.youtube.com/watch?v=A0PmOronLqw&list=PLoOmv1jYaMZRWAIIbjddpaOyPRFEmP1iY&index=4

ELEVEN FINANCIAL RESEARCH | 4

Este relatório tem distribuição permitida para os clientes de BR ADVISORS elevenfinancial.com


2-mar-20

PESQUISA DE SENTIMENTO

A pesquisa de sentimento divulgada neste relatório é feita a partir de metodologia proprietária, utilizando os canais abertos de
comunicação entre a Eleven e os investidores em geral, sem a intenção (até então) de apontar valor estatístico ou ser capaz de
determinar “margem de erro”. Nosso intuito é estimular o pensamento e análise dos investidores perguntando “Qual é o
sentimento do bolsa de valores para a próxima semana?”. As opções de escolhas são de compra ou venda, mas optando por qual
escola de análise seguir.

ANÁLISE:

Oportunidades técnicas e táticas. Esta é a principal conclusão que podemos chegar ao analisar a pesquisa de sentimento desta
semana. A “compra por fundamento” segue em níveis bem baixos, mas a “compra pelo gráfico” acelerou mais fortemente. Depois
de todo o sell off da semana passada, os investidores seguem mais atentos ao curto prazo no desejo de fazer operações mais
táticas e oportunistas se beneficiando da alta volatilidade.

ELEVEN FINANCIAL RESEARCH | 5

Este relatório tem distribuição permitida para os clientes de BR ADVISORS elevenfinancial.com


2-mar-20

ACUMULANDO AS COMPRAS E VENDAS

DISCLAIMER
Este documento foi elaborado e distribuído pela Eleven Financial Research unicamente para uso do destinatário original, e tem como objetivo somente informar
os investidores, não constituindo oferta de compra ou de venda de nenhum título ou valor mobiliário contido neste relatório. As decisões de investimentos e
estratégias financeiras devem ser realizadas pelo próprio leitor.
Nossos analistas elaboraram o presente relatório de forma independente, e o conteúdo do mesmo não pode ser copiado, reproduzido ou distribuído, no todo ou
em parte, a terceiros, sem prévia e expressa autorização.
Todas as informações utilizadas neste documento foram redigidas com base em informações públicas, de fontes consideradas fidedignas. Embora tenham sido
tomadas todas as medidas razoáveis para assegurar que as informações aqui contidas não são incertas ou equívocas no momento de sua publicação, a Eleven
Financial e os seus analistas não respondem pela veracidade das informações do conteúdo.
Conforme o artigo 20, parágrafo único da ICVM 598/2018, o analista Raphael Figueredo declara-se inteiramente responsável pelas informações e afirmações
contidas neste relatório de análise. De acordo com a exigência regulatória do artigo 21 previsto na ICVM 598, de 18 de abril de 2018, o analista de valores
mobiliários, responsável principal por este relatório, declara:
(i) que as recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente sua opinião pessoal sobre a companhia analisada e seus valores
mobiliários e foram elaborados de forma independente e autônoma.
(ii) que as informações, opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e estão sujeitas às mudanças, não
implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal mudança.
Para maiores informações, pode-se ler a Instrução CVM 598, de 2018, e também o Código de Conduta da Apimec para o Analista de Valores Mobiliários.
Este relatório é destinado exclusivamente ao assinante da Eleven que o contratou. A sua reprodução ou distribuição não autorizada, sob qualquer forma, no todo
ou em parte, implicará em sanções cíveis e criminais cabíveis, incluindo a obrigação de reparação de todas as perdas e danos causados, nos termos da Lei nº
9.610/98 e de outras aplicáveis.

ELEVEN FINANCIAL RESEARCH | 6

Este relatório tem distribuição permitida para os clientes de BR ADVISORS elevenfinancial.com

Powered by TCPDF (www.tcpdf.org)