Você está na página 1de 8

NORMA ABNT NBR

BRASILEIRA 5752
Terceira edição
27.06.2014
Válida a partir
par tir de
27.07.2014

Materiais pozolânicos — Determinação do índice


de desempenho com cimento Portland
aos 28 dias
Pozzolanic materials — Determination of the performance index with Portland
cement at 28 days 

   3
   4
  -
   1
   0
   0
   0
   /
   3
   2
   1
 .
   9
   7
   4
 .
   2
   3
  -
   O
   T
   N
   A
   S
   O
   T
   I
   R
    Í
   P
   S
   E
   O
   D
   L
   A
   R
   E
   D
   E
   F
   E
   D
   A
   D
   I
   S
   R
   E
   V
   I
   N
   U
  -
  o
  v
   i
  s
ICS 91.100.30 ISBN 978-85-07-05016-2
  u
   l
  c
  x
  e
  o
  s
  u
  a
  r Número de referência
  a
  p
  r
ABNT NBR 5752:2014
  a
   l
  p 4 páginas
  m
  e
  x
   E

 © ABNT 2014
Nota: Este procedimento é cópia não controlada quando impresso. É válido o documento disponível na Intranet Corporativa. Somente para uso interno
ABNT NBR 5752:2014

   3
   4
  -
   1
   0
   0
   0
   /
   3
   2
   1
 .
   9
   7
   4
 .
   2
   3
  -
   O
   T
   N
   A
   S
   O
   T
   I
   R
    Í
   P
   S
   E
   O
   D
   L
   A
   R
   E
   D
   E
   F
   E
 © ABNT 2014
   D Todos os direitos reser vados. A menos que especificado de outro modo, nenhuma par te desta publicação pode ser
   A
   D
   I
reproduzida ou utilizada por qualquer meio, eletrônico ou mecânico, incluindo fotocópia e microfilme, sem permissão por
   S escrito da ABNT.
   R
   E
   V
   I
   N
ABNT
   U Av.Treze de Maio, 13 - 28º andar
  -
  o 20031-901 - Rio de Janeiro - RJ
  v
   i
  s Tel.: + 55 21 3974-2300
  u
   l Fax: + 55 21 3974-2346
  c
  x abnt@abnt.org.br
  e
  o
  s www.abnt.org.br
  u
  a
  r
  a
  p
  r
  a
   l
  p
  m
  e
  x
   E

ii  © ABNT 2014 - Todos os direitos reservados

Nota: Este procedimento é cópia não controlada quando impresso. É válido o documento disponível na Intranet Corporativa. Somente para uso interno
ABNT NBR 5752:2014

Sumário Página

Prefácio ...............................................................................................................................................iv
Prefácio Nacional ..............................................................................................................................vii
1 Escopo ................................................................................................................................ 1
2 Referências normativas .....................................................................................................1
3 Aparelhagem....................................................................................................................... 1
3.1 Balança................................................................................................................................ 1
3.2 Moldes ................................................................................................................................. 1
3.3 Mesa para índice de consistência .................................................................................... 1
3.4 Misturador mecânico .........................................................................................................1
4 Materiais .............................................................................................................................. 1
4.1 Cimento Portland ...............................................................................................................2
4.2 Areia normal ....................................................................................................................... 2
4.3 Aditivo Superplastificante ................................................................................................. 2
4.4 Material pozolânico ............................................................................................................2
4.4.1 Material pronto para uso ................................................................................................... 2
4.4.2 Material a ser beneficiado ou prospecção de novos materiais .....................................2
   3
   4
  -
   1 5 Execução do ensaio ...........................................................................................................2
   0
   0 5.1 Dosagem das argamassas ................................................................................................ 2
   0
   /
   3
   2
   1
5.2 Mistura dos materiais ........................................................................................................3
 .
   9
   7
   4
5.3 Moldagem dos corpos de prova ....................................................................................... 3
 .
   2 5.4 Condições de cura .............................................................................................................3
   3
  -
   O 5.5 Determinação da carga de ruptura à compressão .......................................................... 3
   T
   N 6 Resultados .......................................................................................................................... 3
   A
   S
   O 6.1 Cálculos .............................................................................................................................. 3
   T
   I
   R
    Í 6.2 Determinação do índice de desempenho com cimento Portland aos 28 dias ............. 3
   P
   S 7 Relatório .............................................................................................................................. 4
   E
   O
   D
   L
   A
   R Tabela
   E
   D Tabela 1 – Quantidade de material, em massa, para moldagem de seis corpos
   E
   F
   E de prova cilíndricos............................................................................................................3
   D
   A
   D
   I
   S
   R
   E
   V
   I
   N
   U
  -
  o
  v
   i
  s
  u
   l
  c
  x
  e
  o
  s
  u
  a
  r
  a
  p
  r
  a
   l
  p
  m
  e
  x
   E
 © ABNT 2014 - Todos os direitos reservados iii
Nota: Este procedimento é cópia não controlada quando impresso. É válido o documento disponível na Intranet Corporativa. Somente para uso interno
ABNT NBR 5752:2014

Prefácio

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é o Foro Nacional de Normalização. As Normas


Brasileiras, cujo conteúdo é de responsabilidade dos Comitês Brasileiros (ABNT/CB), dos Organismos
de Normalização Setorial (ABNT/ONS) e das Comissões de Estudo Especiais (ABNT/CEE), são
elaboradas por Comissões de Estudo (CE), formadas por representantes dos setores envolvidos,
delas fazendo parte: produtores, consumidores e neutros (universidades, laboratórios e outros).
Os Documentos Técnicos ABNT são elaborados conforme as regras da Diretiva ABNT, Parte 2.
A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) chama atenção para a possibilidade de que
alguns dos elementos deste documento podem ser objeto de direito de patente. A ABNT não deve ser
considerada responsável pela identificação de quaisquer direitos de patentes.
Ressalta-se que Normas Brasileiras podem ser objeto de citação em Regulamentos Técnicos. Nestes
casos, os Órgãos responsáveis pelos Regulamentos Técnicos podem determinar outras datas para
exigência dos requisitos desta Norma, independente de sua data de entrada em vigor.
A ABNT NBR 5752 foi elaborada no Comitê Brasileiro de Cimento, Concreto e Agregados
(ABNT/CB-18), pela Comissão de Estudo de Cimento, Materias Primas e Adições (CE-18:100.01).
   3
O Projeto circulou em Consulta Nacional conforme Edital nº 04, de 01.04.2014 a 30.05.2014, com
   4
  -
   1
o número de Projeto ABNT NBR 5752.
   0
   0
   0
   /
   3
   2
Esta terceira edição cancela e substitui a edição anterior (ABNT NBR 5752:2012), a qual foi tecnica-
   1
 .
   9
mente revisada.
   7
   4
 .
   2
   3 O Escopo desta Norma Brasileira em inglês é o seguinte:
  -
   O
   T
   N
   A
   S Scope 
   O
   T
   I
   R
    Í This Standard specifies a test method for determining the performance index of pozzolanic materials
   P
   S with Portland cement at 28 days. This Standard does not apply to silica fume and metakaolin.
   E
   O
   D
   L
   A
   R
   E
   D
   E
   F
   E
   D
   A
   D
   I
   S
   R
   E
   V
   I
   N
   U
  -
  o
  v
   i
  s
  u
   l
  c
  x
  e
  o
  s
  u
  a
  r
  a
  p
  r
  a
   l
  p
  m
  e
  x
   E

iv  © ABNT 2014 - Todos os direitos reservados

Nota: Este procedimento é cópia não controlada quando impresso. É válido o documento disponível na Intranet Corporativa. Somente para uso interno
NORMA BRASILEIRA ABNT NBR 5752:2014

Materiais pozolânicos — Determinação do índice de desempenho com


cimento Portland aos 28 dias

1 Escopo
Esta Norma especifica um método para determinação do índice de desempenho de materiais
pozolânicos com cimento Portland aos 28 dias. Esta Norma não se aplica a sílica ativa e metacaulim.

2 Referências normativas
Os documentos relacionados a seguir são indispensáveis à aplicação deste documento. Para
referências datadas, aplicam-se somente as edições citadas. Para referências não datadas, aplicam-se
as edições mais recentes do referido documento (incluindo emendas).
ABNT NBR 7214, Areia normal para ensaio de cimento – Especificação 
ABNT NBR 7215, Cimento Portland – Determinação da resistência à compressão
ABNT NBR 8952, Coleta e preparação de amostras de materiais pozolânicos – Procedimento 
   3
   4
  -
   1
   0 ABNT NBR 11578, Cimento Portland composto – Especificação 
   0
   0
   /
   3
   2 ABNT NBR 11768, Aditivos químicos para concreto de cimento Portland – Requisitos 
   1
 .
   9
   7
   4
 .
ABNT NBR 15894-3, Metacaulim para uso com cimento Portland em concreto, argamassa e pasta –
   2 Parte 3: Determinação da finura por meio da peneira 45 µm 
   3
  -
   O
   T
   N
   A 3 Aparelhagem
   S
   O
   T
   I
   R
    Í
3.1 Balança
   P
   S
   E Conforme a ABNT NBR 7215.
   O
   D
   L 3.2 Moldes
   A
   R
   E
   D Conforme a ABNT NBR 7215.
   E
   F
   E 3.3 Mesa para índice de consistência
   D
   A
   D
   I
   S
Conforme a ABNT NBR 7215.
   R
   E
   V
   I 3.4 Misturador mecânico
   N
   U
  -
  o
Conforme a ABNT NBR 7215.
  v
   i
  s
  u
   l
  c
  x
  e
  o
4 Materiais
  s
  u
  a
  r 4.1 Cimento Portland
  a
  p
  r
  a
   l
  p
Deve ser do tipo e classe CP II-F-32, conforme a ABNT NBR 11578, e apresentar resistência
  m
  e
à compressão aos sete dias de (33 ± 3) MPa.
  x
   E
 © ABNT 2014 - Todos os direitos reservados 1
Nota: Este procedimento é cópia não controlada quando impresso. É válido o documento disponível na Intranet Corporativa. Somente para uso interno
ABNT NBR 5752:2014

4.2 Areia normal

Conforme a ABNT NBR 7214.

4.3 Aditivo Superplastificante

Conforme a ABNT NBR 11768.

4.4 Material pozolânico

4.4.1 Material pronto para uso

Os materiais pozolânicos devem ser coletados conforme a ABNT NBR 8952 e ensaiados nas mesmas
condições em que serão utilizados, isto é, sem qualquer preparação, a não ser secagem em estufa
a (105 ± 5) °C, durante 24 h.
4.4.2 Material a ser beneficiado ou prospecção de novos materiais

No caso de prospecção de novos materiais pozolânicos ou de materiais a serem submetidos


a beneficiamentos posteriores no processo industrial, a amostra deve ser preparada para o ensaio.
Neste caso, além de secagem, que deve seguir o procedimento estabelecido em 4.4.1, a amostra
   3
deve ser moída até que o resíduo na peneira com abertura de malha de 45 µm seja inferior a 20 %,
   4
  -
   1
preferencialmente entre 10 % e 15 %.
   0
   0
   0
   /
   3
   2
Especificamente para materiais argilosos destinados à fabricação de pozolanas de argila calcinada,
   1
 .
   9
estes devem ser calcinados a temperaturas adequadas, antes da preparação especificada
   7
   4
 .
anteriormente.
   2
   3
  -
   O
   T
   N 5 Execução do ensaio
   A
   S
   O 5.1 Dosagem das argamassas
   T
   I
   R
    Í
   P
   S Devem ser preparadas argamassas com duas dosagens diferentes:
   E
   O
   D
   L
a) a argamassa A deve conter cimento CP II-F-32, areia normal e água;
   A
   R
   E
   D
b) a argamassa B deve conter 25 % em massa de material pozolânico, em substituição à igual
   E
   F porcentagem de cimento CP II-F-32, areia normal e água.
   E
   D
   A
   D
As quantidades de materiais necessárias para a moldagem de seis corpos de prova para as argamassas
   I
   S A e B constam na Tabela 1. Para cada dosagem de argamassa estabelecida, devem ser moldados
   R
   E
   V
quatro a seis corpos de prova cilíndricos de (50 × 100) mm.
   I
   N
   U
  -
  o
  v
   i
  s
  u
   l
  c
  x
  e
  o
  s
  u
  a
  r
  a
  p
  r
  a
   l
  p
  m
  e
  x
   E

2  © ABNT 2014 - Todos os direitos reservados

Nota: Este procedimento é cópia não controlada quando impresso. É válido o documento disponível na Intranet Corporativa. Somente para uso interno
ABNT NBR 5752:2014

Tabela 1 – Quantidade de material, em massa, para moldagem de seis corpos


de prova cilíndricos
Massa
Material g
Argamassa A Argamassa B a
Cimento CP II-F-32 624 ± 0,4 468 ± 0,4
Material pozolânico – 156 ± 0,2
Areia normal b 1872,0 1872,0
Água 300 ± 0,2 300 ± 0,2
Aditivo superplastificante – c
a O material pozolânico e o cimento CP II-F-32 devem ser previamente misturados
e homogeneizados em recipiente fechado, durante 2 min, aproximadamente.
b Quatro frações de (468,0 ± 0,3) g.
c Quantidade de aditivo superplastificante necessária para manter o índice de consistência
normal da Argamassa B em ±  10 mm do obtido com a argamassa A, determinado
conforme ABNT NBR 7215:1997, Anexo B. O aditivo deve ser adicionado na água
de amassamento diretamente na cuba. O uso de aditivo é dispensável quando o índice
de consistência da argamassa B for igual (± 10 mm) ou maior que o da argamassa A.
   3
   4
  - 5.2 Mistura dos materiais
   1
   0
   0
   0
   /
   3
Conforme a ABNT NBR 7215.
   2
   1
 .
   9
   7
5.3 Moldagem dos corpos de prova
   4
 .
   2
   3
  -
Conforme a ABNT NBR 7215.
   O
   T 5.4 Condições de cura
   N
   A
   S
   O Conforme a ABNT NBR 7215.
   T
   I
   R
    Í
   P 5.5 Determinação da carga de ruptura à compressão
   S
   E
   O Conforme a ABNT NBR 7215.
   D
   L
   A
   R
   E 6 Resultados
   D
   E
   F
   E 6.1 Cálculos
   D
   A
   D
   I
   S
Calcular a resistência à compressão individual, a média da resistência à compressão dos corpos
   R
   E
de prova cilíndricos e o desvio relativo máximo, conforme prescreve a ABNT NBR 7215.
   V
   I
   N
   U 6.2 Determinação do índice de desempenho com cimento Portland aos 28 dias
  -
  o
  v
   i
  s
O índice de desempenho com cimento Portland aos 28 dias deve ser calculado pela equação a seguir:
  u
   l
  c f cB
  x I cimento = ⋅ 100
  e
  o
f cA
  s
  u
  a
onde
  r
  a
  p
  r I  é o índice de desempenho com cimento Portland aos 28 dias. O resultado, expresso
  a
   l
  p em porcentagem (%), deve ser arredondado ao inteiro;
  m
  e
  x
   E
 © ABNT 2014 - Todos os direitos reservados 3
Nota: Este procedimento é cópia não controlada quando impresso. É válido o documento disponível na Intranet Corporativa. Somente para uso interno
ABNT NBR 5752:2014

f cB  é a resistência média aos 28 dias dos corpos de prova moldados com cimento CP II-F-32
e 25 % de material pozolânico (argamassa B), aproximada ao décimo e expressa
em megapascals (MPa);
f cA é a resistência média aos 28 dias dos corpos de prova moldados apenas com cimento
CP II-F-32 (argamassa A), aproximada ao décimo e expressa em megapascals (MPa).

7 Relatório
No relatório de ensaio devem constar os resultados expressos do seguinte modo:
a) identificação da amostra (fornecedor, procedência, marca, lote e outros, quando disponíveis);
b) o valor da finura do material pozolânico, determinado conforme a ABNT NBR 15894-3 na peneira
45 µm (no 325);
c) o valor da resistência à compressão do cimento Portland, aos sete dias, conforme 4.1;
d) os valores individuais de resistência à compressão, as médias e os desvios relativos máximos
das argamassas A e B;
   3
   4
  -
   1
e) índice de desempenho com cimento Portland aos 28 dias, expresso em porcentagem;
   0
   0
   0
   /
   3 f) índice de consistência normal das argamassas A e B;
   2
   1
 .
   9
   7
   4
g) teor e tipo de aditivo utilizado.
 .
   2
   3
  -
   O
   T
   N
   A
   S
   O
   T
   I
   R
    Í
   P
   S
   E
   O
   D
   L
   A
   R
   E
   D
   E
   F
   E
   D
   A
   D
   I
   S
   R
   E
   V
   I
   N
   U
  -
  o
  v
   i
  s
  u
   l
  c
  x
  e
  o
  s
  u
  a
  r
  a
  p
  r
  a
   l
  p
  m
  e
  x
   E

4  © ABNT 2014 - Todos os direitos reservados

Nota: Este procedimento é cópia não controlada quando impresso. É válido o documento disponível na Intranet Corporativa. Somente para uso interno