Você está na página 1de 2

Autoridade Espiritual – Parte 2

A minha relação com o líder


Hebreus 13.7-17

Introdução
- O escritor de Hebreus nesse capítulo fala de deveres dos crentes. Até o verso 6, ele fala dos deveres sociais e a
partir do verso 7, ele trata sobre os deveres espirituais. Importante tocar nesse assunto, porque nesse tempo parece
que todos só têm direitos. Quando na verdade temos os dois: direitos e deveres, porém inclinamos nosso olhar
somente aos direitos porque achamos que vai nos beneficiar de alguma forma.
- Verso 8 fala sobre a imutabilidade do Cristo
- Verso 9 orienta a não nos deixarmos envolver com doutrinas estranhas.
- Dos versos 10 a 13 fazem uma referência ao sacrifício de Jesus. Assim como no antigo testamento, o cordeiro para
o perdão dos pecados era sacrificado fora, era necessário que o Cristo, o Cordeiro de Deus, fosse exposto para o
perdão de todos.
- Verso 14 faz referência à Jerusalém celestial. Devemos viver nessa terra mirando a volta de Jesus.
- Verso 15 e 16 faz a referência ao sacrifício de louvor: a) confessar Jesus, b) praticar o bem c) mútua cooperação.
Deus se agrada de tudo isso.

Importante:
- Cristão de verdade se submete a autoridade. Desde os membros até os líderes. Deus desde o princípio estabelece
princípios e um deles é a autoridade. Deus deu a Adão a autoridade pra comandar a criação, chamou homens e
mulheres para liderar, enfim, liderança é assunto divino e merece a devida atenção.
- Há de se convir que muitos líderes usam mal essa bênção de liderar o povo, o rebanho. Esses darão conta a Deus
de seus atos pecaminosos. Aliás, muitos já têm sofrido isso. Pode ter certeza.
- Uma observação importante: No verso 7 fala dos líderes que já se foram. A orientação é que imitemos sua vida.
Claro, se estamos falando de uma vida piedosa, de adoração.

1 – Obedeçam aos vossos guias (líderes) e sejam submissos.


- No original: Obedecer = Confiem, se deixem persuadir. Importante deixar claro: Sempre quando o líder estiver no
centro do querer de Deus. Tem pessoas que não obedecem quando o líder tem opinião contrária. Isso é um erro.
Quando o líder está cometendo erros na área do caráter, da ética, você faz as suas obrigações por causa de Cristo e
não dele.
- Muitos não se submetem por egocentrismo. Se sentem o centro do universo. É um erro. UM exemplo: Quando
você está dirigindo em uma estrada e na dúvida de quem deve dar a passagem. A atitude de dar a preferência é
sempre sua. Isso é submeter-se.
- Vejam o texto de Jeremias 6.17. Os profetas eram as sentinelas, os que avisavam o povo do que viria. Deus coloca
os seus homens e mulheres (líderes) para ajudar o povo e esse povo diz: “Não daremos atenção”. São pessoas que
precisam rever seus conceitos de cristão.
- No livro “Lealdade e Deslealdade”, do Pr. Dag Herward-mills, ele fala de vidas independentes. O que seria isso? São
pessoas que não se submetem a autoridade. O seu individualismo é mais importante. Exemplo do jejum.

Por que obedecer?


2 – Porque os líderes cuidam da sua vida.
- Ez 3.17-18: O tamanho da responsabilidade. Deus vai cobrar de cada líder a sua responsabilidade. Assim como vai
tratar com aqueles homens que abandonaram suas famílias quando deveriam cuidar e provê-las, ele vai cobrar dos
seus ministros a mesma postura. Por isso nossa tarefa como líderes é orar, cuidar, dar suporte aos nossos liderados.
Quem estiver negligenciando isso vai ter que se resolver com o dono da igreja.

3 – Porque os líderes prestarão contas a Deus.


- A igreja é de Cristo e Ele a deixou em nossa responsabilidade. Qualquer coisa que fizer que não seja da vontade de
Deus, que não seja para a glória Dele, para promoção pessoal ou qualquer outro motivo que não seja o qual Cristo
me chamou que é para cuidar de parte do seu rebanho e fazê-lo se desenvolver, eu estou falhando na minha missão
como pastor. Nada é nosso. Tudo é Dele. Somente sou seu mordomo, seu administrador. E como estou nessa
função, devo satisfações ao dono da obra: Deus.

Essa frase do texto significa: “Porque eles estão contínua e incessantemente envolvidos na luta espiritual de vocês,
porque Deus esperará uma prestação de contas deles”.
4 – Para abençoar e honrar seus líderes.
- Quando você se nega a reconhecer a autoridade de quem te lidera você está dificultando o propósito de Deus, você
atrapalha os planos de Deus para aquele tempo e para aquelas pessoas.
- Porém quando eu me submeto à autoridade, eu estou fazendo com que o a missão do meu líder seja feita com
alegria e não gemendo. Em outras palavras: quem abençoa o líder trabalhando, não dá trabalho. Faz com que a sua
estrada seja menos dolorida.
- Importante ressaltar que essa postura deve ser a todos que velam por suas almas, ou seja, àqueles que cumprem a
missão dada por Deus de maneira piedosa.

Conclusão
- A tarefa de pastorear/liderar é pesada. As lutas são pesadíssimas dentro e fora da igreja. Preciso da sua ajuda nessa
missão. É óbvio que amo o que faço, mas andando perto de outros pastores, percebia o quanto era complicado e só
estou aqui porque o Mestre não me deixou escapar.
- Minha autoridade como pastor não é para te controlar, mas para que eu tenha voz na sua vida. Você considere a
opinião, você busque outro olhar que talvez você não tivesse.
- Precisamos ser mais próximos. Precisamos de mais respeito, de mais carinho. Somos muito secos, precisamos ser
mais amorosos. Isso vale para a relação ovelha-pastor, mas também para os líderes-liderados.
- Lembre-se: para ser um bom líder, eu preciso ser um bom liderado.