Você está na página 1de 28

Buscando o Equilíbrio

Através do

Auto
Conhecimento

Publicado por:
Faculdade Flamingo
R. George Smith, 122
Lapa, São Paulo - SP
Central de Atendimento:
(11) 3833-3000

© Copyright 2019 Faculdade Flamingo


Todos os direitos reservados

Colaboração de Texto: Caio Felipe


Diagramação: Filipe Dantas
Supervisão Geral: João Paulo De Podestà
Nós acreditamos que cada
ser humano tem o seu valor,
e que ninguém deve ser
menosprezado por causa
da sua renda.

Na Faculdade Flamingo,
vemos cada aluno como
sendo o herói da sua própria
história e a nossa missão é
prepará-los para vencer!

>> faculdadeflamingo.com.br
Conhecemos a biografia, os
gostos, os projetos, as virtudes
e os defeitos de muitas
pessoas, mas muitas vezes não
temos as mesmas informações
sobre nós mesmos.

Considerando esse fato, a busca pelo autoconhecimento


se torna uma das tarefas fundamentais para o avanço da
consciência e equilíbrio de cada indivíduo.

E para realização do caminho de autodescoberta,


nosso olhar deve se voltar do exterior para o interior.
Somente com uma visão interdisciplinar, fruto do
autoconhecimento, o ser humano chegará a integração
consigo mesmo e com seu entorno, seja com os outros
seres humanos, seja com o meio ambiente.

Alguns passos podem lhe ajudar com sua busca e eles


estão elencados a seguir:

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 03


Meditar e se conhecer

Os 30 minutos diários que me dedico a silenciar a mente


e me atentar para minha respiração são fundamentais
para um mergulho interno mais consciente e cheio de
significados. Quando meditamos, nos aproximamos mais
das verdades que tanto buscamos. A meditação nos alinha
com quem somos em essência e anula os efeitos negativos
da mente, que tanto nos impedem de enxergar a beleza
que trazemos em nós. Quanto mais tivermos a mente
quieta, mais conseguiremos nos desviar da identificação
com o ego, despertando a voz da nossa alma. Uma vez
desperta, essa voz nos convida a olhar com amor para
dentro de nós mesmos, sem julgamentos, rejeição ou
mesmo culpa.

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 04


Revisitar os cantinhos da infância

Quando somos crianças, todas essas cobranças e dores


não existem. É que, enquanto pequenos, ainda não fomos
tomados pelos medos, incertezas e armadilhas que nos
distanciam tanto da nossa essência. O resgate das nossas
raízes e memórias é importante nesse processo de busca
interna e pode, muitas vezes, nos devolver diversas
certezas que perdemos ao longo do caminho. Pense,
puxe lá do fundo do baú da lembrança quais eram seus
lugares preferidos, quais cheiros o faziam sorrir, quantos
sonhos corriam com você no quintal de casa. Há muita
espontaneidade e liberdade guardada nos lugares em que
crescemos e em tudo o que amávamos. Por isso, devemos
ouvir aquela voz que ditava nossas brincadeiras, desejos e
guiava nosso mundo com pureza e fantasia. Ela tem muito
a nos contar sobre esse infinito que somos.

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 05


Ver as belezas do mundo

O escritor Rubem Alves, em uma de suas crônicas, nos


convida a ver um infinito de encantos também em volta de
nós. Mas, para ele, só conseguem vê-los “aqueles que têm
belezas dentro de si”. Fazer o caminho inverso também é
possível: recolher o que há de belo por perto e trazer para
si por meio do olhar, como faz o fotógrafo Lucas Gobatti.
Em suas andanças (ou movimentos, como prefere chamar),
Lucas caminha com o objetivo de conhecer o outro e
capturar esses encontros através de suas lentes (e seu
coração). “Só me conheço tão bem hoje por me permitir
viver a vida às vezes tão mínima que parece até primitiva
e, assim, poder perceber as coisas mais sutis em mim”,
ressalta. Mais do que uma profissão, a fotografia é para ele
uma oportunidade de compartilhar aquilo que vivencia e
despertar consciência para o que o rodeia.

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 06


Congelar momentos

Esse exercício de observação pode contar muito sobre


nossas emoções, sentimentos e valores. Quando somos
movidos por uma paixão, por algo que é valoroso para
nós, temos nas mãos uma chave importante para nos
aproximarmos mais de quem somos. Esses momentos
congelados em fotos são capazes de reavivar em nossa
memória, de forma instintiva, parte do que é realmente
essencial para nós. E perceber isso é uma forma bonita de
se conhecer.

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 07


Escrever, escrever…

As palavras também têm esse poder de guardar as


memórias e devolver para nós algum sentido. Seja
uma carta, um poema, uma rima, um conto: quando
escrevemos, temos a chance de colocar para fora aquilo
que se passa dentro de nós e que, muitas vezes, não
conseguimos expressar de outra forma. Colocar no
papel aquilo que sentimos é também um jeito de se
conhecer melhor e de encarar medos, dores e alegrias,
com um olhar mais acolhedor. É importante também
que deixemos de lado armadilhas como a autocrítica
ou o perfeccionismo excessivo, ambos uma forma de
auto sabotagem. Quando essas pequenas coisas são
“esquecidas”, tendemos a ser mais verdadeiros com aquilo
que transformamos em palavras e deixamos livre a nossa
capacidade de criar e de nos reinventarmos.

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 08


Mexer o corpo

Esse despertar da consciência também pode vir da prática


de uma atividade física. Tem gente, por exemplo, que
sente que está mais perto de si quando nada por alguns
minutos. Há quem goste de correr, dançar e outros que se
satisfazem com as manobras cadenciadas do pilates. Cada
um deve encontrar aquilo lhe agrada, porque apenas dessa
maneira terá foco e prazer no que faz. Quando estamos
em movimento, condicionando nosso corpo às energias
que o alimentam e que o fazem pulsar, temos consciência
plena do espaço que ocupamos, das nossas emoções e
nossos sentidos. Esse reconhecimento é parte importante
no processo de se autoconhecer, pois é a partir dele que
aprendemos mais sobre nossos limites, nos colocamos
disponíveis e respeitamos mais a vulnerabilidade do nosso
próprio corpo e também da nossa mente.

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 09


Identificar os símbolos

As diversas formas de expressão também remontam


parte daquilo que somos. Os trabalhos criativos, a
dança, as artes visuais e o teatro, por exemplo, são
para a arteterapia símbolos que podem nos ajudar a
jogar luz em nossos cantos escuros. Em seus estudos, o
psiquiatra suíço Carl Gustav Jung aponta o processo de
“individuação da psicologia analítica” como um sinônimo
de autoconhecimento. De acordo com o pensamento de
Jung, é preciso amplificar esses símbolos, identificar sua
representação e a influência dela dentro de cada um.

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 10


Aprender a silenciar o ego

No entanto, nada disso faz sentido se deixamos o ego


falar primeiro. Aquela voz que diz bem baixinho tudo o
que devemos ser ou o que não devemos fazer, sempre
deixando de lado as nossas verdadeiras vontades, nada
mais é que o ego, cheio de regras, criticas e julgamentos.
Por isso, é tão importante olhar para dentro, em silêncio, e
identificar o que fazemos por nós e o que movimentamos
apenas por vaidade ou capricho. Assim, começamos a
encontrar onde o ego se esconde e temos uma chance
maior de deixar de acreditar em todas aquelas condições
que nos foram ditas ao longo da vida. Aí, damos voz ao
nosso eu mais íntimo (aquele que fica guardado atrás
dos nossos medos), conseguimos enxergar com mais
amor quem realmente somos e encontrar o que nos traz,
realmente, mais felicidade e paz.

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 11


Aceitar nossas imperfeições

Quando nos distanciamos do ego, esquecemos também


daquela ideia de que devemos acertar sempre e de
que não há chance para os nossos erros. Sem aceitar as
próprias imperfeições como parte do caminho e do nosso
aprendizado de vida, sofremos muito e corremos o risco de
ficar sempre presos entre mágoas e desavenças. Exercitar
o olhar de compaixão para as nossas ações e perdoar os
nossos erros é parte também dessa trajetória longa pelo
autoconhecimento. Só nos conhecemos bem quando
somos capazes de compreender que a vida é um constante
aprendizado, suscetível a obstáculos que só vêm para nos
ensinar que podemos sempre superar a nós mesmos e
que nada é permanente. Tudo passa. E por isso devemos
aceitar com leveza cada fase que estamos vivenciando, das
mais felizes às mais duras e tristes.

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 12


Permitir-se conhecer o outro

Quando nos desvinculamos das cobranças que


depositamos em nós mesmos, além de enxergar com
mais clareza o próprio reflexo no espelho e aceitar com
leveza nossa companhia, conseguimos ver o outro sem
prejulgamentos e entender que cada um passa pelo seu
próprio processo de reconhecimento. E isso não nos torna
melhores ou piores que ninguém.

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 13


Aprender com a solitude

Diferente da solidão, que carrega em si aquele pesar por


se estar só, a solitude vem para nos ensinar a importância
de convivermos com nossa própria companhia. Sair
para tomar um café, ler um livro em uma praça, ir ao
cinema ou até fazer uma pequena viagem sozinho é um
exercício e tanto nessa jornada. É a partir desse silêncio
oferecido pela própria companhia que somos levados a
um mergulho na alma. E é só nessa imersão que podemos
perceber com clareza (longe de qualquer julgamento)
onde estamos errando, onde escondemos nossas
qualidades e, principalmente, temos a chance maior de
expandir os pensamentos e ouvir o coração.
E para obtenção de sucesso total na busca da unidade do
ser, você também deve fazer algumas perguntas que são
necessárias nesse processo, chamamos das 5 perguntas
mais importantes da vida:

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 14


1) Quem eu sou?
2) De onde vim?
3) Por que estou aqui?
4) O que eu posso fazer?
5) Para onde vou?

Refletir sobre cada uma delas, formulando suas devidas


respostas pautando em seu mais íntimo sentido, se
conectando aos seus valores, princípios, se conectando ao
que te incomoda, se conectando aos seus sonhos, você
estará exercitando o aprofundamento em si mesmo. Criar
uma rotina nesse mergulhar em si mesmo, trará maior
bem-estar em se aceitar do jeito que se é. Assim, o que
acontecer no ambiente externo não impactará mais da
mesma maneira, porque você terá avançado mais um
degrau para dentro de si.

Além disso, é necessário conhecer o MAPA DA VIDA, onde


você encontra todas as áreas fundamentais, separadas
por blocos, afinal, cada uma delas necessita de atenção
exclusiva e cuidado específico. Você deve observar cada
área e refletir se está cuidando de cada uma delas como
deveria. Se não esqueceu algum ponto que, abandonado,
poderá gerar desequilíbrio em sua própria roda da vida.
Afinal, a vida está em contínuo movimento, e o que
estagna adoece.

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 15


Em um processo mais aprofundado de autoconhecimento,
outras perguntas devem ser respondidas para que cada
vez mais o comportamento dos outros indivíduos não
afetem seu equilíbrio conquistado. E são elas:

1) Como eu me vejo?
2) Quais são meus medos?
3) O que me prende?
4) Como eu me sinto?

Depois dessa reflexão, com certeza você terá feito um


passeio interessante por si mesmo e estará mais confiante
e apaixonado por quem você se tornou ao decorrer de sua
jornada.

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 16


Nesse momento passa a ser importante observar o que
se deve fazer para ter Equilíbrio Emocional em sua vida.
O comportamento humano acontece de duas maneiras
diferentes. A primeira é a ação, que geralmente é tomada
de maneira pensada, quando se tem a oportunidade de
refletir antes de tomar uma decisão. Já a segunda maneira
é a reação, que se refere à forma com a qual um indivíduo
lida com situações inesperadas. É exatamente nesses
momentos, em que se é pego de surpresa, que o equilíbrio
emocional se mostra necessário.

Como você reage quando alguém faz um comentário


negativo ao seu respeito ou algo que não esperava
acontece? Se irrita ou releva e deixa aquilo para lá? Ao
observar esse tipo de reação em seu comportamento
é possível identificar quais são os pontos que precisa
trabalhar para encontrar o equilíbrio e desenvolver a sua
inteligência emocional. Assim, terá serenidade para lidar
com as coisas que lhe acontecem e impedir que certos
tipos de situações te desestabilizem e comprometam o seu
bem-estar.

Em uma escala de 0 a 10, o quanto


você se considera uma pessoa
equilibrada emocionalmente?
Independente da sua resposta, saiba que sempre é possível
melhorar e trabalhar essa questão em seu interior. Afinal, o
equilíbrio emocional é conquistado através de uma busca
constante, que deve acontecer por toda a vida. Dessa
forma, aprenderá a lidar com os mais diferentes tipos de
situações e saberá reagir positivamente a elas.

Alguns passos irão te ajudar a ter mais equilíbrio


emocional. Ao colocá-los em prática terá uma vida
muito mais tranquila e feliz, pois irá eliminar chateações
desnecessárias e que não levam ninguém a lugar algum.

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 17


Comece a se
auto-observar

O primeiro passo para ter mais


equilíbrio emocional é identificar os
pontos que precisam ser trabalhados
em seu comportamento.

Nesse sentido, comece a observar as reações que tem


frente a situações inesperadas, como quando alguém
diz algo que não gosta ou quando leva uma fechada no
trânsito, por exemplo. Pense em coisas que ocorrem no
seu cotidiano e que acredita que poderia aprender a lidar
de maneira mais positiva. Lembre-se que o intuito desse
exercício não é se julgar, mas sim identificar para melhorar.

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 18


Veja o Que Pode
Fazer Diferente

Se continuar reagindo ao inesperado


da mesma maneira de sempre,
provavelmente continuará tendo os
mesmos resultados.

Por isso, após identificar os pontos a serem melhorados,


veja o que pode mudar em seu comportamento para
que as suas reações intempestivas sejam transformadas
em respostas, ou seja, ações guiadas pela serenidade
e pelo autocontrole. Ouse fazer diferente e o poder da
transformação e da evolução lhe será dado.

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 19


Tire um Tempo
Para Se Acalmar

Sempre que sentir que a raiva está


tomando conta de você e que irá ter
reações negativas a algum tipo de
estímulo externo, tire um tempo para
se acalmar.

Não há uma fórmula pronta para isso, pois cada um tem a


sua maneira de se tranquilizar, entretanto, os exercícios de
respiração podem ser usados por todos e de uma forma
bastante simples. Basta que vá até um lugar tranquilo,
como o banheiro da empresa em que trabalha, por
exemplo, e respire profundamente durante alguns minutos.

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 20


Concentre-se no
Momento Presente
Muitas das reações negativas que
se tem estão relacionadas a uma
mistura de emoções que combinam o
presente com lembranças do passado
e pensamentos ansiosos em relação
ao futuro.

Dessa forma, quando algo te chateia, logo se lembra de


uma situação parecida que ocorreu no passado, e acaba
criando fantasias que transformam algo simples em uma
verdadeira tragédia. Portanto, é importante que aprenda
a se concentrar no aqui e agora, que é o momento em que
realmente pode agir e fazer a diferença.

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 21


Faça da Gratidão
um Hábito Diário

Adotar o hábito de ser grato


diariamente é um passo importante
para ter mais equilíbrio emocional
porque faz com que tire o foco das
ausências para valorizar as presenças.

Uma pessoa que sente gratidão pela sua vida, de uma


maneira geral, não dará tanta atenção para coisas
pequenas, evitando que elas a afetem e comprometam
o seu bem-estar. Por isso, todos os dias antes de dormir,
pense em pelo menos três motivos que tem para agradecer.
Com o tempo verá o quanto esse exercício irá te ajudar a
adotar uma postura positiva e mais equilibrada.

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 22


Adote
Hábitos Saudáveis

Corpo e mente estão completamente


conectados, por isso, quando há
algo de errado com um, isso irá
automaticamente se refletir no outro.

Nesse sentido, procure adotar hábitos que façam bem


para você de uma maneira geral, como se alimentar de
forma saudável, praticar atividades físicas, dormir bem,
evitar guardar mágoas e ressentimentos, cercar-se de
pessoas positivas, ter uma rotina organizada, enfim, evitar
qualquer tipo de excesso que possa prejudicar a sua
qualidade de vida.

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 23


Aceite os
Seus Sentimentos
Ao buscar o equilíbrio emocional não
espere nunca mais sentir raiva, medo
ou qualquer outra emoção que, à
primeira vista, pareça ruim.

Lembre-se sempre do significado da palavra equilíbrio,


que é exatamente a compensação entre os sentimentos
positivos e os negativos. Então, a intenção não é a de
suprimir emoções, mas sim de aceitá-las, aprender a lidar
com elas e utilizá-las ao seu favor, para que tome boas
decisões e seja feliz. Cuidar do seu bem-estar emocional
irá te ajudar a desfrutar com mais qualidade de cada dia
de sua vida. Quando uma pessoa está emocionalmente
equilibrada, ela se torna mais produtiva, motivada, toma
decisões com mais sabedoria e chega cada vez mais perto
de se tornar a melhor versão de si mesma. Por isso, busque
sempre o equilíbrio, em todos os âmbitos da sua vida!

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 24


Mas também é necessário colocar em
práticas as dicas abaixo:

1) Reconheça onde está e onde quer chegar: Olhe para


você nesse instante e admire quem você se tornou, assim
conseguirá mapear para onde você quer ir.

2) Escolha o caminho com coerência: Quando honramos


os caminhos por onde já passamos e tudo que já sentimos
em cada passo, conseguimos discernir o preço de cada
novo caminhar. Então ao decidir qual novo trajeto trilhar,
escolha aquele que respeita seus princípios.

3) Siga regras: Porque sem elas você não irá muito longe.

4) Supere os obstáculos: A cada obstáculo milhões de


aprendizados, a cada passo novas sensações e expectativas.
Caminhe reconhecendo que só valerá a pena se for
enfrentando suas próprias limitações.

5) Busque ajuda de pessoas de sua confiança: Porque não


somos nada sem nossa família, sem nossos amigos. Afinal,
juntos somos realmente mais fortes.

6) Busque orientação de Deus: Todo o poder superior do


qual você acreditar sempre está disposto a ajudar quem faz
por merecer.

Buscando o Equilíbrio Através do Autoconhecimento 25



E acima de tudo, seja sempre muito feliz
porque sua felicidade depende do qual
acolhedor você é consigo mesmo. Há milhões
de oportunidades por aí para você;

ao se conhecer melhor você se equilibrará e
assim se sentirá seguro para encontrar
o que te pertence.

Vanessa Barbieri
Profissional e Coach da área de
Marketing da Faculdade Flamingo
Faça o teste de Seleção
de Bolsa para ser
qualificado e ganhar
uma bolsa de estudos
na Faculdade Flamingo

QUERO UMA BOLSA