Você está na página 1de 4

A arriba fóssil da Costa da Caparica

A Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da Caparica situa-se na península de Setúbal,


numa região limitada a norte pelo estuário do Tejo e a sul pelo estuário do Sado. Desenvolve-se,
mais exatamente, na região entre a Costa de Caparica e a Lagoa de Albufeira, ocupando uma
área de 1570 hectares ao longo da costa atlântica, que abarca os concelhos de Almada e
Sesimbra. A paisagem da área protegida é constituída por uma planície costeira, que é
acompanhada a oeste, em toda a sua extensão, por uma arriba fóssil. Grande parte da
plataforma de topo da arriba é ocupada pelos medos, designação atribuída ao conjunto de
dunas fixas que se desenvolve sobre as arribas. A arriba fóssil insere-se na unidade
morfoestrutural da Bacia Sedimentar do Tejo e Sado (figura 1).
No início do Cenozoico, a Bacia Sedimentar do Tejo e Sado foi uma vasta depressão tectónica,
aberta às influências oceânicas, sendo, progressivamente, preenchida por estratos
sedimentares sub-horizontais, com enorme conteúdo fossilífero, nomeadamente gastrópodes,
lamelibrânquios e peixes tropicais do Miocénico que indicam mares ou correntes quentes. Os
sedimentos tiveram origem nas sucessivas e alternadas transgressões e regressões marinhas,
com uma idade de cerca de 15 M.a. Só em 1755, depois da ocorrência do sismo de Lisboa, a
linha de costa regrediu definitivamente, formando esta arriba fóssil que deixou de estar em
contacto direto com o mar.
Na Península de Setúbal, da base para o topo, ocorrem formações com idades do Miocénico
médio ao Holocénico, conforme quadro 1.

Figura 1 – Corte geológico simplificado da Península de Setúbal.


Quadro 1
FORMAÇÃO IDADE
Formação das Argilas de Xabregas Miocénico médio
Formações dos Calcários de Marvila e dos Grés de Grilos
Miocénico médio a superior
indiferenciadas
Areolas de Braço de Prata, Areolas de Cabo Ruivo e
Miocénico superior
Depósitos de Ribeira da Lage
Formação de Santa Marta Pliocénico
Conglomerado de Belverde Plistocénico
Dunas antigas e areias eólicas indiferenciadas, areias de
Holocénico
praia, depósitos de vertente e aluviões e/ou aterros.
Fontes:
http://www.m-
almada.pt/portal/page/portal/AMBIENTE/AMB_NAT_BIO/?amb=0&ambiente_ambiente_bio=14103731
&cboui=14103731 (consultado em 24 abril 2018)

http://www2.icnf.pt/portal/ap/p-prot/ppafcc/geo (consultado em 24 abril 2018)

Cruces, A., Lopes, I., Freitas, M. C. & Andrade, César (2002) – Geologia no Verão 2002 – Guia de Excursão. A
Geologia no Litoral - Parte I: Do Tejo à Lagoa de Albufeira. Departamento de Geologia. Faculdade de Ciência da
Universidade de Lisboa.

Nas questões de escolha múltipla selecione a única opção que permite obter uma afirmação
correta.

1. A arriba fóssil da Costa da Caparica corresponde a uma zona costeira _____ que já não é
modelada pela ação _____ das águas atlânticas.

(A) alta … diagenética


(B) baixa … erosiva
(C) alta … erosiva
(D) baixa … sedimentar

2. As rochas que afloram no cabo Espichel pertencem

(A) à Era paleozoica.


(B) ao Período Mesozoico.
(C) à Época cenozoica.
(D) ao Éon Fanerozoico.
3. No topo da arriba fóssil da Costa da Caparica encontram-se dunas fixas. Estas estruturas
sedimentares formaram-se em zonas onde a ação dos agentes de erosão é _____ e o
transporte é _____.

(A) elevado … elevado


(B) quase nula … reduzido
(C) reduzido … elevado
(D) elevado … reduzido

4. Os sedimentos datados do Miocénico Médio foram transportados, predominantemente,


por fenómenos de

(A) suspensão.
(B) dissolução.
(C) deslizamento.
(D) saltação.

5. No Plistocénico, a energia do ambiente sedimentar era _____ e os sedimentos detríticos


foram _____ rolados.

(A) baixa … muito


(B) alta … pouco
(C) baixa … pouco
(D) alta … muito

6. Os fósseis de peixe que ocorrem nos estratos sedimentares do Miocénico são bons
indicadores de fácies porque possuem

(A) grande distribuição geográfica e grande distribuição estratigráfica.


(B) pequena distribuição estratigráfica e pequena distribuição geográfica.
(C) grande distribuição geográfica e pequena distribuição estratigráfica.
(D) pequena distribuição geográfica e grande distribuição estratigráfica.

7. Os fósseis de gastrópodes que se encontram na arriba fóssil resultaram de processos de

(A) preservação da atividade do animal.


(B) moldagem interna ou externa da sua estrutura e morfologia.
(C) substituição da matéria orgânica por matéria mineral.
(D) mumificação.

8. Explique de que forma o aquecimento global poderá colocar em risco o património


geológico da Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da Caparica.
Propostas de solução

1. Opção (C).
2. Opção (D).
3. Opção (B).
4. Opção (A).
5. Opção (D).
6. Opção (D).
7. Opção (B).
8. Tópicos de resposta:
 Com o fenómeno de aquecimento global, o nível do mar em muitas zonas do nosso
país tenderá a aumentar e a invadir áreas emersas.
 Na Costa da Caparica, caso o nível do mar aumente, os afloramentos da Paisagem
Protegida da Arriba Fóssil poderão estar sujeitos à ação direta das águas atlânticas e
aos processos de meteorização e erosão por ela induzidos, transformando a arriba
fóssil numa arriba viva, pondo em causa a manutenção deste património geológico.

Você também pode gostar