Você está na página 1de 56
ACORDO ENTRE 0 GOVERNO DA REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 0 GOVERNO DOS ESTADOS UNIDOS DA AMERICA REFERENTE ‘A PROIETOS DE PESQUISA, DESENVOLVIMENTO, TESTE E AVALIAGAO (ACORDO RDT&E) SUMARIO. PREAMBULO 3 armico! DEFINIGDES 4 ‘ARTIGO oaiervo 9 ‘ARTIGO Mt CAMPODEATUAGRO 8 aRriGo1v {GERENCIAMENTO (ORGANIZAGO E RESPONSABILIDADES) annigov DISPOSIGOES FINANCEIRAS. 13, ‘aRTIGO VI DISPOSICBES CONTRATUAIS 16 ARTIGO Vi EQUIPAMENTO E MATERIAL 38 10 armico DIVULGAGAO E UTILZAGAO DA INFORMAGKO 19 ARTIGO INFORMAGRO NAO-CLASSIFICADA CONTROLADA 25 ARTIGOX VISITAS A NSTALACOES 26 rmiGo x! SEGURANGA 26 ‘ARTIGO XH \VENDAE TRANSFERENCIA ATERCEIROS 29, ARTIGO x! RESPONSABILIDADES E REIVINDICAGOES 30 ‘armigo xv TARIFAS ALFANDEGARIAS, IMPOSTOS E ENCARGOS SIMILARES ArmiCLe xv SOLUGAO DE CONTROVERSIAS a [ARTIGO XVI DISPOSIGOES GERAS a2 ‘ARTICLE XVI EMENDA, RESCISAO, ENTRADA EM VIGOREDURAGAO 32 AMEX A MODELO DE CONTRATODEPROJETO. 35 AAPENDICE 1 DDESIGNAGAO DO PESSOAL DEPROJETO COOPERATIVO 45 APENDICE2 DDESCRICAO DA FUNCAO DO PESSOAL DF PROIETO COOPERATIVO ApENDICE 2 CERTIFICACKO DO PESSOALDE PROJETO COOPERATIVO (CPP) CONDIGOES EATRIBUIGBES 50 ANIEKOB 'MODELO DOS TERMOS DE REFERENCIA 00 GRUPO DE TRABALHO a “9 82 PReAMBULO (0 Governo da Replica Federativa do Bras, representado pelo Ministero da Defesa da Republica Federatva do Brasil (88 1400 em ingles) ‘9 Governo dos Estados Unidos da América, ‘epresentado pele Departamento de Defeza doz Estados Unidos do América {US Dad em inglés}, oravante denominades partes" Tendo interessecomum am dafosa; Reconhecendo os beneficios a serem abtidos com a padronizagio,raconalizacdo elnteroperabiidade de equipementos miltares; ‘Buscando fazer 0 melhor uso de suas respectivas capacidades de desenvolvimento de pesquise € de tecnologia, elminar a duplcasi0 desnacessaria do trabalho, incenthar 3 Interoperabitdad e obter os resultados mais efiientes« econémicos através da cooperagio em projetos de pesquisa, desenvohimenta, teste eavaliacSo ROTRE em ingles); Desejendo melhorar suas capacidades mituas de defesa convencional, por Intermédlo da apicario de teenologla emergento; Reconhecendo o Acardo entre © Governo da Republica Federativa do Brasil © 0 Governo dos Estados Unidos da América sobre Cooperacio em Defesa, que entrou em vigor em 26 de junho de 2035 (OCA em inglés): econhecendo 0 fcordo entre © Governo da Repiblica Federativa do Brasil © 0 Governo dos Fstadas Unidos da América @ sobre Medldas de Seguranca para a Protegao de Informaries Militares Clssificadas, que entrou em vigor em 26 de junho de 2015, canforme temendado (Acordo CM em inglés); CChogaram ao segulnteacordo: aRTIGO| DEFINIGOES Para os propéstos deste Acordo ROTEE 0 suas atvidades, ncluindo seus Acordos de Projeto (PAS em ings), aplicam-se as seguintes definigbes: Informagio Militar Clasificada Informapes geradas pelo ov para o Departamento de Defesa dos Estados Unidos dda América ou 0 Ministério da Defesa da Replica Federativa do Brasil, ouque estejam sob sua jurisigdo ou controle ¢ que exijam protecdo no interesse da seguranca raconal da Parte, ou Partes, por ou para quem a Informagio fol gerada, e so designadas pea aplicagdo de uma marcagao de classificaglo de seguranca, conforme o Acordo CMll A Informago poder ser erm forma oral, visual, eletrnica, magnética ou documenta, ou na forma de equipamento, material outecnolog ‘Banco de Dados de Computador Uma colegio de dads gravados em um formato capaz de ser processado por um ‘computador. Esta definicdo no inclu Software de Computado: Programa de Computador Um conjunto de instruses, ragra ou rotinasregstradas em um formato capae de fazer com que um computador execute uma operacdo espectics ou uma sée de operarSes. Software de computador Software de computador, cédigo fonte,lstagens de céiige font, detalhes de projeto, algoritmos, operagdes,fuxogramas, formulas e materia relacionados que pecmitiiam 2 reproduo, recriagdo ou recpilacdo do software. Software de computador no Incul bancos, de dados ou documentagio de software de computador. Documentagio de Software de Computador Manuals do proprietrio, manuals do usurio, Instrugbes de Istlagao,Instrupdes 4 operagio e outros itens somelhantas, independentemente do melo de armazenamento, que ‘epliquem os recursos ou fornegam instrugGes para o uso do Software de Computador. Ccontrato ‘Qualquer rlacionamento miétuo, juridcamente vinculante sob 2 leis nacionais, que obriga 2 um contratante a ferecer suprimentes ou servigos obriga uma ou ambas a: Partes @ pagar por contratarao [A obtengio de suprimentos ou servos, por Contrato, d2 fontes externas 3s corganizagSes.governamentale das Partes. A contratag3o inclu! uma dascrco (mas nto eterminagao) dos suprimentos € servcos necessérios, solcitagdo e selecdo de fontes, preparacio eadjudicagio de contatos, e todas as fases da administraczo do Contato ‘Agéncia Contratante ‘A entidade, dentro da organleacio governamental de una Parte, que tenhe ‘autoridade para celebrar, administar ou rescindirContratos. ‘Agente de Contratasso Um ropresentante de uma Agéncia Contratante de uma Parte que tenha ‘autoridade para celebrar, administrarou rescind Contratos. Ccontratado {Qualquer entidade acjuaieada por um contrato peta AgSnci Contratante de uma Pare. Pessoal de Apolo 30 Contratado essoas especficamante identiicadas como prestadoras de servgos de suporte administrativo, gerencial, centfico ou técnico @ uma Parte sob Contato. Informagio Néo Clessificada Controlada Informagio no dassifieada, que Incl informacEo de Acesso Restrito,conforme designada pelo Governo da Repiblica Federativa do Brasil, « que exige conioles de salvaguarde ‘ou disseminaglo de acordo e consistente com as leis nacionais,regulamentos ou polticas ‘overnamentais eplicivels. Podera Incuirinformacio que foi desclassiicada, mas continua controlada, Pessoal de Projeto Corporativo (CPP em inglés) ‘Membros militares ou funcionslos cis de uma Parte de Origem designads pare tum Eseritrie de Preto Coaperativo (CPO em inglés) ou para as nstalacSes da outra Parte © ‘que desempenha fungBes gerencals, de engenharia, técnicas, administratvas, Contratos, logisticns, inanceres, de planejamento ou ovtras fungSce no cumprimenta de um Projet, Objetivos de Detesa Fabricaglo ou outro uso, em qualquer parte do mundo, por au para as Forcas ‘Armadas de qualquer uma das Partes ‘Autoridade de Segurance Designada (DAS em inglés) [A autoridade de seguranca designada pelas autoridades nacionals para ser responsive pela coordenacio e implementacao dos aspectos naconals de seguranca industrial deste Acordo ROTEE. Equipamento e Material ‘Qualquer material, equipamento, suprimento, item final, subsstema, componente, ferramental especial ou equipamento de teste adquirido em canjunto ou fornecide para uso ne desempenho de um PAnos termas deste Acordo RDT&E. Agente Executive © cepresentante de uma Parte para a implementacao deste Acordo ROT&E. O [Agente Executiva para os Estados Unidos da América seré o Departemento de Defesa dos Estados Unidos da América, € 0 Agente Executivo para o Brasil serd 0 Mirstério de Defesa da Republica Federatva do Bras ‘custosFinanceiros Custos do projto suportados por contribu finances Parte anfitra ‘A arte cuja nacSo serve como a localizasdo do CPO ou pars culasinstalagbes 0 Pessoal de Projeto Cooperativo (CPP) estiverdesignada, Informagio CConhecimento que pode ser comunicado por qualquer malo, independentemente ‘deforma ou tip, inluindo, mas nio lmitado aos de natureza clentfs,téenea, comercial ou financera, @ também Incluindo fotografas, relatsris, manuals, dadas de risco, dados ‘experimentas, dados de teste, sofware de computador, designs, especficarBes, processos, ‘dcncas,invengBes,projetos, publcecdes técnica, gravacbes de som, representagdespictricas ‘outros apresentacées gréfias, sla em ta magnétiea, meméra de computador ou qualquer ‘tra forma ese est ou ndosujeltoadireito de propriedade intelectual, Propriedade intelectual em cancondncia com 0 Artigo 2 da Convengée que Estabelece a Organizagio ‘Mundial da Propriedade intelectual, realizada em Estocolmo, em 14 de julho de 1967, conforme alterada,e outro assunto acordado pelas Parte, Custos Nio-financeiros Custos do projeto supartados sem contibulgo financelra, Parte de Origem [A Parte que envia seu CPP a0 CPO localizado no pals da outra Parte ou as Instalagées da outra Parte. Um signatério deste Acordo ROTRE, ou no caso de PAs, um signatério do um PA Sob este Acordo ROTAE, representado por seu pessoal miltar ou civil Os Contratantes e 0 Pessoal da Apolo 20 Contratante nio sero representantes de uma Parte nos termos deste ‘cord ROTRE ou PAs segundo este Acordo RDT&E. atente Uma outorga por qualquer governo ou um escrtéro regional que atue por mals de um governo, do direlto de exclu outros de fazer, usar, importar, vender ou oferecer 8 venda de uma invengfo, 0 termo refere-se a todas e quaisquer patentes, Inciindo, mas nBo limitadas 2, patentes de Implementacio, aperfelgoamento ou adiglo, pequenas patentes, modolos de | | utilidade, patentes de design de aparéncia, designs registrados e certificados de inventor ou come protecées astatutéras, bem como divsdes, reedigSes, continuardes, renovaptes © extensbes de qualquer um destes Projeto Colaboragio especica realizada de acorda com um PA estabelecido sob este ‘Acordo ROTAE. ‘cordo de Projet (8) -Acordo de implementagao separado e celebrad entre os Agentes Executives, 20 abrigo deste Acordo ROTE, que espectica os termos de colsborocbo ene as Parte noquele PA Informagio de Base de Pojeto Informagéo nBo gerada na execucdo de um Projet i InformagSo Nova de Projet I Informagto gerada na execugso de um Projet. Informagio de Projeto ‘Qualqerinformacéo fornecida, gerada ou utiizada em um Projeto. Invenglo de Projeto ‘ualquer invencio em qualquer campo da tecnologia, desde que sela nova, que envolva um passo inventivo, que sejacapaz de aplcacso industrial e que seleformulada ou feta (concebida ou “primeramente colocada em uso") no decorrer do trabalho realizado sob um Projet. termo “primelramente colocada em uso” significa 2 primelra éemonstracao sufciente para estabelecer a um perito na técnica & qual a Invenclo pertence, 2 operablldade de uma Invengao para oprepésitoe amiblente pretend. Planejamento de Projeto Um documento que fornece uma descri¢do detalhada de um Projto, incluindo, entre outras, suas tarefas, cronograma de trabalho, requisitas de entrega e marcos, que sic atuaizados conforme necessério pelos responsévels do Projeto durante toce a vida dtl de um Projeto. O Planejamento de Projeto também Incluiré orientagbes sobre a marcario dt Inforrago Nie Classificada Controlada e referéncias aos processose documentos de aprovacio ‘de aquisilo aplicdvels,conforme apropriado } Instrupio de Seguranca do Projeto (PSI em inglés) Um documento que detalha os procedimentos operaclonals radrdo relacionados 8 seguranga de um projeto e harmoniza,estarece e artcula as poltcase pticas nacionals de seguranca das Partes. ‘Contratante Potencial ‘Qualquer entidade que desele clebrar um Cantrato a ser concedido pela Agéncia Contratante de uma Parte e que, no caso de uma solictacio envolvendo a liberacio de informagio controlada de exportago,estejaqualiicada a recaber tal nformso Atividade do Acordo ROTRE ‘Qualquer cooperagio das Partes, em conformidade com 0 objetivo do Arti I {objetivo} e com o trabalho do Artigo I (Campo de Atuagio) deste Acordo RCTAE. Terceito Um outro governo difrante ao das Partes e qualquer outra pessoa ou entidade cj governo ndo & 0 de uma das Partes. AaRTIGO oBlETIVO 24, 0 objetivo deste Acordo RDTAE & defi @ estabelacer os termes ¢ condlgses {gerais que deverdo ser aplicados 20 Inco, conducio e gerenciamento de atidades de pesquisa, desenvolvimento, teste e avallag3o, detalhadas em Acordes de Projeto (PAs) separados, que estio habilitados de acordo com os respectivos procedimentos, les eregulamentos nacional, das Partes. Estes PAS serdo executados pelos Agentas Executives, em corsondncia com este ‘Acordo ROTAE e ser incorporades, por referencia, os termos deste Acorde ROTEE. Além disso, ‘esto Acordo RDT&E permit oIntercambla de informaches, Inclusive por Imermaédlo de Grupos de Trabalho (WGs em inglés) instituldos pelos Agentes Executivas, com 0 propésito de harmonizar os requisitos militares das Partes, para ajudar a definie melhor os potenclasesforcos cooperatives sob este Acordo ROT & E 22, (Os termos @ condigdes detalhadas de cada PA individual deverto ser consctentes com este Acordo ROTAE. Cada PA deverd incur disposigbes especficas relitivas aos objetivo, campo de atuacio, compartihamento de trabalho, esrutura de gestio, acordes fnanceros € Classificaglo de seguranca para o PA aplicivel, de acordo com o formato estabelecido no Anexo 1A (Modelo de Acordo de Projeto}, deste Acordo RDT&E, na medida apicvelepraticivel. ‘aRrigo ‘CAMPO DE ATUAGAO an (© campo de atuacao para este Acordo RDT&E deve abranger 2 colaboragio em pesquisa, desenvolvimento, teste e avaiagso, potenclalmente levando a novas ou melhores ‘apacidades militares. Os PAs poderio abranger uma cu mals das seguates mividades: pesquisa bsica; pesquisa apicada; desenvolvimento de tecnologia avancada; desenvohimento avangado ‘de componentes e pretétipos; conceto de estudos e andlises de operario: demonstragées de tecnologia de concelto avancado; protétipos de sistema; desenvolvimento e demonstrap80 de sistemas (engenharia e desenvolvimento de fabricasio}; desenvalvirento de sistemas ‘peracionals; empréstimo de equipamento e material, sob um PA, para fins de pesquisa, rojeto, essa outra Informapio de Base de Projeto de Contrateda poders ser usada pela Parte requerente, para fins de defes,sujeltas 20s temas jstose raxoavels ave forem necessiris para serem acordados com 0 Contratado. A Parte fornecedora, em consulta com a Parte solctante, determinaré se essa utes Informapio de Bace de Projeto de Contratado é necesséria para 0 uso da Informagio Nova de Projeto. A Parte fornecedore reterd todos os seus dirltos com relar30 8 informarao de Base de Projeto de Contratado, UtlizagéoAlternativa para aInformacSo de rojeto 86.1. Qualquer Informagzo de Base de Projeto fomecida por uma Parte devers ser utilzada pela outra Parte apenas para os propéstos definidos neste ‘corde ROTAE, ano ser que acordada de outra forma, por escito, pela Parte fornecedora. 8.62. 0 cansentimento prévio, por escrito, de cada Parte Sord necessrio para 0 ‘so daInformagio Nova de Projeto para outros fins que nio os prevstos neste ‘Acordo RDT&E Informagao propretiria. ara, ‘Toda a informagio sujeita a restrigbes de dligacéo © uso, com Telacio 20s direitos de Propriedade Intelectual, deverd ser identfcada e ‘marcada e deveré ser tratada como Informacées Nao Casificada Controladas, ‘ou come informagees MittaresClssifeadas, dependendo de sua cassfcacz0 de seguranga, B72. 0 PS), ou Plano ¢e Projeto se nenhum PSI for necesséro, devers ‘conter as dispsigbes necessria para garanti a comunizaezo protegida das Informagbes de Projetocujeltas aes direitos de Proprladade intalectual InvengSes de Projeto ePatentes esa, ‘Cada Parte incur em todos os seus Conratos de um Projeto uma proviso que rege « uisposiyao de dritos en telagio 2s Ivensies de Projeto fe direitos de Patentes relacionados a ele que: 88.1.1, Estabelece que a Parte deters o titulo de tals lnvangées de Projeto, juntamente com o dirito de fazer pecidos de Patente para as mesmas, livre de nus do Contratado em questo; 04 88.1.2, Estabelece que o Contratado detenha o thulo (ou poderd optar por Teter o titulo] de tais nvengdes de Projeto, juntamente com 0 dicito de fazer solctagbes de Patentes pare 0 mesmo, enquanto assegura para as artes uma licenga para as InvengBes de Projeto © qualsquer Patentes ‘dacorrentes, nos termas em canformidadle com as condigbes do pardgrafo 882 deste Antigo. 8.8.2, Caso urn Contratado pozsua 0 titulo (ou opte por rter 9 ttula) de qualquer Tnvengio do Projeto, a Parte Contratante garantiré 8 outa Parte Ienas no cexcusias,revogavelse entas de royalties de acordo ccm todas as Patentes fatantidas para a Invenio do Projeto, pare patiar ou pratcaram a InvencSo do Projeto patenteada em tado 0 mundo, para Obetivos de Defess. 8.3. As condigbet dos parderafos 8.8.4. 2 88.7. deste Arig, seré aplicada em Felagio 20s direitos de Patente para todas as Invencbes de Projeto fetas pelos funcionérios elvis ou mlltares das Partes, incuindo aquelas instalagBes pertencentes a0 governo, e @ todas as InvengBes de Projeto feitas por Contratados para os quals a Parte Contratante detenh 0 titulo ou tenha direito do adquirr thu. 1884, Quando uma Parte tiver garantido ou puder garantir dieito de registrar lum pedido de Patente em relacio a uma Invencio de Projet, essa Parte ddeverd concutar a outra Parte sobre a apresantarao desse pacido de Patonte [A Parte que possui ou recebe o titulo de tal Invengio do Projeto devers, em ‘outros pases, apresentar, fazer com que sejaapresentada, ou fornecer& outra Parte a oportunidade de epresentar, em nome da Parte detentora do titulo, os peeldos de Patente que contemplem essa Inveng3o do Projeto. Uma Parte hotiicars @ outra Parta, imediatamente, que um pedldo de Patente fol ‘aprasentado, Se uma Parte, que apresentou ou fez com que sea apresentado lum pedido de Patente, abandonar o processo ou debar €e manter a patente concedida ou emitida no pedido, essa Parte notficard 2 outra Parte dessa decisSo e permits que 2 outra Parte continue a processar ou manter a Patante, conforme 0 caso. ‘885, Cada Parte deverdreceber céplas dos pedidos de Patentes apresentadas e das Patentes concedidas em relaglo as Invengdes de Projet 8.86, Cada Parte concederd 3 outra Parte uma leenga no exclusiva irrevogével ‘eisonta de royalties, de acordo com suas patentes para Irueng6es de Projeto, para praticar outer praticado @ InvencBo do Projeto em todo 0 mundo para fins de defesa, 88.7. 0s pedidos de patentes a serem apresentados, ou almagties de outros ‘ietos de Propriedade intelectual, nox termos deste Acorde NOTEE, que Contenham Informagoes Miltares Classficedas, dever ser protesidos salvaguardados de scordo com as disposgBes do Artig XI (Seguranca) deste ‘cordo ROTSE. 83, Cada Parte natificars a outra Parte de qualsquer relvindicarées de violasio de Propriedade intelectual movidas conta essa Parte, decorrentes do curso do trabalho realizado sob um Projeto, em nome do outra Parte. Na medida do posshel, a oulra Parte pertinente ‘daverd fornecer as informagbes dsponivels que passam ajudar na defesa de tas reivindicacbes. Cada Parte serd responsivel por Idar com sas reivindicagbes de violario de Propriedade Intelectual, movida contra ela, «dovord consular 2 outa Parte durante ctratamento e antes de qualquer solucdo dessa: revindicagbes. As Parts compartihardo os custos da resolugio de fais reclamagies por vielagio de Propriedade Intelectua, proporconalmente is suas contriouigdes financeras para o trabalho especfcado no Artigo referonte as lsposigoes financeiras do PA aplicévl nos termos deste Acordo ROBE. ARTIGO x INFORMAGAO NAO CLASSIFICADA CONTROLADA oa Exceto quando dispesto em contrério neste Acordo ALTA, ou conforme ‘autorzado por escrito pela Parte ariginadora, as Informagées Nao Classficadas Controladas {ernecidas au geradas, de acordo com este Acordo ROTAE e qualguer ume de suas atividades, serd controlada da segunte forma: p14, Essae informagies deverdo ser usadas apenas para. os fins autoriads para o uso das informagdes, conforme especticado no Artigo Vil (ivulgario e Utliago da informacsa) deste Acordo ROTAE 912, (0 acesso a estas informagBes deverd ser Imltado a0 pessoal cujo acesio & nacesséro para o uso, permite nas termos do subpardgrafo 9.1.1 deste Ariga, @ estard sujelto as dlspesigbes do arigo Xl (Vendas € Transferéncas aTerclras) deste Acordo ROTAE. 923. Cada Parte tomard todas as medidas legals 2 sua dlsposigao, Incluindo a classificagio nacional, para manter essas informagdes livres de ‘divalgagso adiional_(inciuindo” solictagBes sob qualsquer dlsposigBes legislatives), exceto conforme dlsposto no subparigrafo €.1.2. deste Artigo, 2 menos que a Parte originadora consente com essa divtlgario. No caso de divulgegio nfo autorzade, ou se for provavel que as informacses precsem ser ‘divulgadas posteriormente, sob qualquer disposipioleglslativa, uma notificagso imediata sora dada 2 Parte originadora 92. Para auxllar no fornecimento das controles apropriados, a Parte de origem deverd garantic que as InformagBes Néo Classificadas Controladas sejam adequadamente ‘marcadas para garantirsu2 natureza do "confdenclalidade". As Informactes contoladas para exportaydo, ds Partes, deverdu ser matcadas de acordo com as marcarSes de controle de ‘exportagao da Parte, conforme documentado no PSI au, se nenhum PS) for necesséro, ne Plano do Projeto parao PA pertinente. As Partes também dacidirio, com antacadncia @ por escrito, as ‘maccagBes a serem colocadas em qualsquer outros tipos de Informagdes Nao Clssiiadas Controladas © descreverio ess2s marcac6es no PSI ou, se nenhum PSI far necesséio, no Plano 4 Projeto, pata 0 PA pertinent 9. {As Informagdes Nao Classficadas Controladas fornecidas ou goradas de acordo com este Acorda ROTAE e qualquer uma de suas PAs deverio ser tata de manelra a garantir ‘controle, conforme previsto no parigrafo 9.2. deste Atigo. 94. Antes de autorizar a dvulgagao de Informagdes Néo Clasificzdas Controladas 20s CContratadas, as Partes garantiedo que os Contratadosestejam legalmente cbrigados 2 controlar ‘essasinformagBes de acordo com as condigBes deste Artigo, aRmiGo x VISITAS A INSTALAGOES 104, cada Parte deveré permitic visitas a seus estabelecimentes, agéncias & laboratérios do govero einstalagSes industrials de Contratades por funcionérios da ura Parte, ‘ou por funcionérios dos Contratados da outra Parte, desde que a visita estoja autoizada por Aambas as Partese os funciondrios tenham quaisquer credencials de Seguranca pertinentes © @ necessidade de conhecimento, 102, Todo © pessoal vsitante deveré cumprir com as normas de seguranca da Parte Anfit8, Qualquer informagS0 dlvulgada ou dspontblizada aos vstantes deverd ser tratada como se force fornecida & Patte que patrocina o pessoal vistante eestarisieta as dsposicBes deste Acorda ROTRE. 103, ‘As solictagBes de vistas de pessoal de uma Parte a uma instalacSo da cutra Parte deverio ser coordenadas pelos canals ofals © davor30 estar em conformidade com os procedimentos de visita estabelecidos pela Parte Anfiris. As solicitacdes do vistas deverso, conter o nome deste Acordo RDTAE e do Projetoaplicével ou outa Atlvidade do Acordo ROTA, 104, As lstas de pessoal de cada Parte que precise visitar, de forma continua, 9s InstalagBes da outra Parte, deverdo ser enviadas por meio de canals oftias, de acordo com os procedimentos recorrentes de sitasintermacionas. amigo xt SEGURANGA aa, ‘Todas a InformagSes MiitaresClasifcadas fornecidas ou gers de acordo com ‘este Acordo RDT&E deverdo ser armazenadas, menuseadas,transmitidese protegidas de acorde ‘como Acordo CML m2. {As InformagBes Mlitares Classificadas deverlo ser transferdas apenas pelos canais ofciais de governo a governo ou pelos canais aprovados pelos DSA das Parkes. Essas Informagdes Militares Classificadas deverSo canter 0 nivel de classfcacso 2 denotar o pais de corigem, 32 condigBas de liberagio ¢ 0 fato do que as Informaptes Miltaras Classfcadas esto 26 ‘relacionadas a este Acordo ROTSE e 20 PA partinente ou qualquer outra Atvidade do Acordo ROTEE. 113. Cada Parte tomaré todas as medidas legals disponiveis para garantir que as, InformagBes Milittes Cassficadas fornecdas ou geradas em conformidade com este Acordo ROTRE e seus PAS, ou qualquer outra Atildade do Acordo ROTAE, sejam protegidas de divulgagSo adicional, exceto conforme permitide por este Artigo, a menos que a outra Parte ‘consente com ess divulacSo, Consequentemente, cada Parte garantiré que 31.2, ExsasInformagBes ilitares Classificadas no sero dhulgadas a Tereslros, ‘exceto conforme permitida nos procedimentos estabelecidos no Artizo Xi (Wendas e Transferéncas aTerceres) deste Acordo RDT&E 11.32 Essar Informapées Miltares Classifcadas no sero ullizadas para outros fine que no os prevstor neste Acordo RDT&E e em qualquer um de seus PA, ‘0 qualquer outra Atividade do Acordo ROTSE; 11.33 0 destinatério cumpriré todas as restriées de dstibugdo e acesso a essas InformagBes tiltares Classficadas, forecas Sob este Acordo ROTAE e seus PAs, ou qualquer outra Atividade do Acordo ROTRE. aa, ‘As Partes deverto Investiger todos os casos em que se tenka conhecimento, ot ‘quando hé motives para suspeitar que informagies Miltares Cassificadas fernecidas ou geradas de acordo com este Acordo ROTRE e seus PAs, ou qualquer cutra Atividade do Acordo ROT&E tenham sido perdides ou divulgadas a pessoas néo autorizadas. Cada Parte também deveré Informat, pronta e totalmente, & outra Parte dos detalhes de qualquer ocorréncia, dos resultadas finals da investigacdo e das agBes corretivas adotadas para imped a recorrénc as (0s POs preperardo um PSI e um CG para seus respectvos PAs, que exjam a troca fu geragdo de Informacbos Militares Clasifcadas, 0 PSI e 0 CG descreverzo 05 métodos pelos {quae a InformagSes Miitares Clatificadas sero caseieadas, marcadas (quando pratievels), Usadas, transmiidas e protegidas e exigirdo que as marcagbes para tolas as Informagdes Iilitares Classiicadas controladas para exportagio incluam 0 8 marcardo do controle de ‘exportacéo pertnente,identiticadas no PSI em conformidade com 0 pardgrafo 9.2. do Artigo IX (Informagoes Nao Classiicadas Controladas) deste Acordo RDT&E. O PSI 2 0 CG deverz0 ser produzidos pelos PO dentro de trés (3) meses ap6s a entrada em vigor do PA pertinente. Fes ddeverdo ser revisados e encaminhados aos DSAS das Partes, para aprovagao, © dever30 ser textensivos a todo pessoal da Governa e do Contratado partiipante do PA. O CG estarésujeto 8 revisio e reavallagso regular, com o objetivo de rebalxar a classfiagdo, sempre que apropriado. 0 PSI e © CG dver80 ser aprovados por ambos os DSA, antes da transferéncia de ‘ualsquer informacdes MiltaresClassifcadas 116, (© DSA da Parte que conceder um Contrato classifcado deverd assumir 2 responcabiidade pela administragio, om sou terrtéri, de medidas de seguranca para 2 protecdo des Informagées Miltares Classficadas, de acordo com Suas lls eregulamentos. Antes a liberagto para qualquer Contratado, Contratado em Potendal ou subcontratado, de ‘quaisquer Informagées Miltares Clasiicadas recebldas cu geradas sob este Acordo ROTRE € ‘seus PAs, os DSAS ou seus designadas deverfo: 2 11.6.1, Garantr que tal Contratado, Contratado em Potencialou subcontratado (& ‘suas Instalages) tenha a capacidade de proteger adequadamente as Informag6es Miltares Classificadas; 12.6.2 Conceder uma eredoncal de seguranga apropriada as instalagSes; 11.6.3. Conceder uma credencial de segurance apropriada para todo 0 pessoal carn fungies que exam acesso&sInformacSes Militares Classficadas; 11.64, Garantir que todas as pessoas que tenham acesso is rformagbes Miltares Cassifieadas seam informadas de suas obrizacbes de proteer 2 informaches IMiltares Cassificadas, de acordo com as les e regulamentos de seguranga nacional eas condicSes deste Acoréo ROTAE: 11.65, Reallear inspegbes de seguranca nas instalagbes Nberadas, conforme ‘propria, para garantir que as Informagées Miltares Clasificadas estjam ‘adequadomente protegidas; 11.66, Cettiicar de que o acesso as Informagies Miltares Cassficadas estojam limitadas as pessoas que precisam conhecer, para os fins deste Acordo ROTSE edeseus PA 117, (Os Cantratados, Contratados em Potencial ou subcontratados, que forem festabelecidos por um ou por ambos os DSAs como estando sob controle financelro, ‘administrative, poco ou de gerenclamento de nacionals ou enidades de um Terceir, poderio participar de um Contrato au subcontrto que exige acesso és Informecées Miltares Cssieadas fornecidas ou geradas de acordo com este Acordo RDTRE e seus PAs, somente quando 0 DSA, da Parte que conceder um Contrato clasifiado, determinar que medidas executévelss80 efetivas para garantr que naclonals ou outras entidades de Terceiros no ‘tenham acesso as nformacées Miltares Classificadas. Se as medidas em execugSo no forem ‘efetivas para Impedir 0 acesso de nacionals ou outras entidades ce um Tercelro, © ‘conzentimanto da outra Parte davers ser obtido antes da permissio de tal acess. m8, Para qualquer istalaclo em que Informagtes Miltares Classficadas deverd0 ser utlizadas, @ Parte ou Contratado responsével deverd aprovar a nomeagio de uma pessoa ou pessoas para exercer, efetivamente, as obrigngdes de salaguardar, nessa instalagio, 25 Informagbes referentes a este Acordo ROTEE ¢ seus PA. Esser resresentantes serio responsivels por imitr 0 acesso as Informacbes Militares Classiicadas envelvides neste Acordo ROTAE © seus PA ds pessoas que tenham sido devidemente ceriicadas pare acesso © que precisam conhecer. na, ‘cada Parte deverd garantic que 0 acesso As Informagbes Mlitares Clasiicadas recebldas ou geradas, de acordo cam este Acorda ROTRE, estejam limitadas Aquelas pessoas ‘que possuem credencinis de segurange necesséras e tenham uma necessidade especfica de ‘acesso 3s Informages Miltares Classficadas pare partciparem deste Acordo RDT&E e seus PAs, (0 qualquer outras Atividadas do Acordo ROTAE. 2 11.10, __nformagBes fornecdas ou geradas, em conformidade com este Acordo ROTEE @ ‘seus PAs, ou qualquer autra Atividade do Acordo ROTRE, poder ser classiicadas até o nvel de SECRETO. A existéncla deste Acordo ROTRE no é dlssficada e o conteido no & clasificado. A clasificagio da ensténcia de um PA ede seu contedido deverd ser declaradano PA. VENDA E TRANSFERENCIA A TERCEIROS 4. xcoto pelos limites admissivels no parigrafo 12.2. deste Artig, as Partes nao Venderio, transferirdo 0 titulo, divuigario ou transferirlo a posse de Isformacso Nova de Projeto, qualquer tem produzido total ou parcialmente a partir de Informacio Nova de Projeto, | equipamentos e meterais adquiridos ou produzidos em conjunto, a qualcuerterceiro, sem o consentimento prévio, por escrito, do governo da outa Parte. Além sso, nenhuma das Partes permitrd essa venda, dvulgacio ou transferéncia, inclusive pelo proprietiio do item, sem 0 | cansentimento prévio, por escrito, do Governo da outra Parte. Esse consentimento no serd atribuido, a menos que o governo do destinatério pretendido confirme, por escrito, com as Partes que: | ‘ARTIGO Xi, 12.1.1, NBo retransferiré ou permitré a retransteréncia adcional de qualquer } ‘equipamento.e materal au informagao fornecda; @ 12.12. Usaré ou permitiré 0 uso do equipamento, material ou informacio formoeidos apenas para as fins especiicadospelas Parts. m2, Cada Parte reteré 0 cirelto de vender, transferro tule, divulgar ou transferir 2 posse de Informacio Nova do Projeto ou qualquer tem produzido, total ou parcialmente, de Informacso Nova de Projeto: 122.1, Que for gerada exclusivamente por essa Parte ou por seus contratantes no ddesempenho da aloeaslo de trabalho deara Parte sob ume? A; © 122.2. Que ndo incurs nenhuma Informagio Nova do Projeto ou Informagso de Base de Projeto da outra Parte e cuja garacio, teste cu avaliacio nio se baseou no uso de equipamenta e material da outra Parte | aa. No caso de surgirem dvidas se a Informagdo Nova do Projet (ou qualquer item | produzido total ou parcialmente a partir de Informagio Nova do Projeto) que uma Parte pretenda vender, transferire ul, dhvulgar ou transfert a posse a um Tercero esté dentro do 20 cexcopo do pardgrafo 12.2, deste artigo, 0 assunto deverd ser levat imediatamente & consideragie do PO da outra Parte. As Partesreselverdo o problema, antes de qualquer venda fu outra transteréncia dessa Informa¢l0 Nova do Projeto (ou qualquer ite produride total ou parcialmente a partir da InformacSo Nova do Preto) a um Tercelr. 324, Uma Parte ndo devers vender, transferir o titulo, divulgar ou ansfarir a posse de ‘equipamento, material ou informacze Nova do Projto fornecidas pela outra Parte 2 qualquer Terceir, sem © consentimento prévio por escrito do governo da outra Parte que forneceu esse Equipamento e Material cu Informaclo. © governo da Parte fomnecedora seré 0 Unico responsivel por autorizar as transferéncias descritas neste pardgrafo © conforme © caso, ‘espeeificar 0 método eas conlicbes para implementa tals transferéncas. ARTIGO Xi RESPONSABILIDADES E REIINDICAGOES 334, Para 2 responsabilidade decorrente de, ou em conexdo com, as atividades realizadas no desempenho de uma atividade oficial, na execucio deste Acorde ROTAE, serio ‘aplieadas as segulntescondgoes: 13.1.1, As revindicages contra uma Parte ou seu pessoal nilitar ou cl sero ttetadas de acordo com os terms dos tratados e acordes mutilaterais ou bilateraispertinentes das Partes, 13.1.2. Para as relvindicagdes is quals nfo seam aplicdvesostratados ou acardos ‘muitlaterals ou bilaterals, sero aplicadas as seguntes condigoes: 33.124. Com excego. das reivindicagBes por peda ou dano 20 EEquipamento © Meterial, abordadas no Amigo VI (Equipamento © Material], desto Acordo ROT&E, cada Parte renuncia a todas as ‘eivindicagSes contra a outra Parte por danos ou morte de seus militares ‘ou pessoal cil e por danos ou perda de sua proprielade (incluindo seu Interesse em Equipamento o Material adquiride em conjunto) causados por esse pessoal da outra Parte. No entanto, se as Partes determinarem {que tals lesdes, morte, dano ou perda resultaram de atos ou omissbes Inmprudentes, mé conduta intencional cu negligéncia grave do pessoal miltar ou el de uma Parte, 05 custos de qualquer ressonsablidade serdo suportados apenas por essa Parte. 19.122, Relvindicagdes de qualquer outra pessoa por ferimentos, morte, ano ou perda de qualguer tipo, causados por pessoel militar ou chil de uma das Partes, devorio sor processadas pola Parte mais adequada, conforme determinado pelas Partes, de acordo com asleis eregulamentos nacionals da Parte adequada. Qualsquer custos determinados, 2 serem ‘evidos a0 reclamante,serBo suportados peas Partes na mesma razbo de sas contibuiges financeras e no financelras espeiicadas no PA sob ‘este Acordo RDT&E. No entanto, se apés consulta, as Parts determinarom {que tas ferimentos, morte, dano ou perda resutaram de atos ou omissbes Imprudentes, conduta dolosa ou negligéncia grave d> pessoal miltar ou vil de_uma Parte, os custos de qualquer responsabiidade serio suportados apenas por essa Part. 132 Se uma pessoa ou entidade, que nto soa 0 pessoal miltr ou civil da Parte, danificar equipamento e material adquirido em conjunto, sob um A, @ 0 casto de reparar esse ddano nio for recuperivel por essa pessoa ou entidade, esse custo sed suportado pelas Parts, ‘na mesma razio de suas contribuicdes financeiras © no fnancelras especiiadas no PA pertinente a0 abrigo deste Acordo ROTA. 133, ‘As relvndieagbes decorrentes de qualquer Contato frado sob este Acardo ROTAE sero reslvidas de acordo com os termos desse Contato, 334. Funclonirios e agentes de Contratados no sero considerados pessoal chil de uma Parte para os fins deste artigo RTIGO XIV TARIFAS ALFANDEGARIAS, IMPOSTOS € ENCARGOS SEMELHAVTES san ‘As tarfas alfandegérias, impostos de importarSo © expertacio © encargos semelhantes sero administrados de acordo com as respectvas leis e resulamentos de cada Perte, Na medida em que as lise regulamentagdes nacionas exstentes permitirem, a5 Partes, procuraréo garantir que tals tarifas alfandegérias, impostos de Importacio @ exportacio prontamente identificévels © encargos semalhantes, bem como restrigdes quanttativas ou ‘utras sobre Importagies exportagbes, ndo sejam Impostos em relagl0 a2 trabalho realizada tem cada PA sob este Acordo ROTAE. 142. (Cada Parte envidard seus melhores esforsos para garartir que as tarifas alfandegéras, os Impostos de importacio @ exportacio @ os encargos semelhantes sejam _adminstrados de mancira favordvel & conducio efcientee econémica do trabalho realizado sob cada PA, Se qualsquer imposte, taxa ou encargos semelhantes forem cobrados, em conexio ‘com um Projeto, a Parte em cujo pas elas ser30 cobrados arcaré com essa custos,além dos custos compartihados do Projto pola Part. ARTIGO XV SOLUGAO DE CONTROVERSIAS 15.4, ‘As caputas entre as Partes decorrentes de ou relacionadas a eite Acordo ROTA © qualquer um de seus PA, ou qualquer ovtre atvidede do Acordo RDTAE, sero resolvidas epenas or consulta dreta entre as Partes no serdo encaminhadas a um tribunal nacional, um ‘tribunal internacional ou a qualquer outra pessoa ou entdade para solucéo, SS ‘ARTIGO XVI DISPOSICOES GERAIS 164, [As Partes concordam que os dispestivos deste Acordo ROTBE e dos PA sob esto Acordo ROTRE deverio constiuir obrigacdes Juridicamente vinculartes sob 0 dleito Intemacional 162. ‘Todas as Atvidades do Acordo RDTE, incluindo os PAs, deve'do ser realzadas de corde com as respeciva lei eregulamentosnacionais da Parte, ineluindo suas respectiva leis © regulamentos de controle de exportagio. As obrigagBes das Partes, com excesio das responsabilidades relacionadas ® seguranca das informacBes e & protedio dos diretos de Propriedade intelectual, estardo sujeitas 3 cisponibiidade de fundos para ta firs. 163, "No caso de confito entre um Artigo deste Acorde ROTA @ qualquer Anexo deste ‘Acorde ROTBE, 0 Artigo do Acordo ROTBE deverd prevalecer. 164. No caso de urn confita entre os termos deste Acordo ROTAE e qualquer PA sob teste Acordo ROTBE, o Acordo ROTAE prevaleceré Arrigo xv. EMENDAS, RESCISAO, ENTRADA EM VIGOR E DURAGAO wa, Este Acordo ROTRE @ sous PA poderio ser alterados por corsentimento mituo, por escrito, das Partes. Os anexos dos PA paderdo ser emendados pelo SC 0, se nao houver SC, 05 POs, exceto 0 Apéndice 1 (Designaco do Pessoal de Projeto Coopeativo} 20 Anexo A (Contrata Modela de Projetc), deste Acorco ROTRE, que poderé ser aterado apenas pelas Parte. As alteragSes aos anexos de um PA palo SC (ou os POs, se no hover SC) deverso ser ‘onslstentes com 0s artigos do PA. 172, Este Acordo ROTAE € seus PAs poderso ser rescindidos, a qualquer memento, pelo consentimento, por escito, das Partes. No caso de ambas as Partes consentirem em rescindir este Acoréo RDT&E, ou decdirem rescindr qualquer PA, as Partes deverio consultar-se antas da data de rescisdo para garantic que esta ocorra da maneira mais ecorémica e equitatva. 173, ‘ualquer uma das Partes poderd rescind este Acordo ROTAE, ou qualquer um de seus PA, apés 90 (novente) dias de notifeagdo, por eszrito, & outra Parte, de sua intengio de rescindir. Essa notifcacSo sera objeto de consulta imediata pela ADs, no caso de rescsio do ‘corde ROTEE, para decidir sobre © curso de 2¢30 apropriado para conclu 35 atvidads sob este Acordo ROTAE e 0 assunto de imediata consulta pelo SC (ou MAS, se nenhum SC tver sido estabelecco), para discutir como concluir qualsquer PAs terminadas da manelra mals econémica equtatva, No caso de tl resis, zerSo apicadas as seguntes egras: 373.1 A Parte que rescind este Acordo ROTRE ou qualquer de seus PA ‘continuaré partcipando, fianeeira ou de outra forma, no Acardo ROTRE au os PA afetados pela notificagdo de rescisso, até a data eftiva da rescisdo. 173.2. _Exceto quanto aos Contratos concedidos em nome de ambas as Partes, cada Parte serd responsével por seus préprios custos associados & rascsfo de um PA. Nos Contratos concedidos em nome de ambas as Partes, a Perte responsével pela rescisio do PA pagaré todos os eistos de modificacso fu cancelamento do Contrato, que de outra forma néo teriam sido incoridos, ras sim pela decisdo de resciso. Excato por davos relacionados FeivindiagBes decorrentes do tal rascisio, os quals s30 tratados de acordo ‘com a Artigo Xl (Responsabilidade e Reivincicagbes), dese Acordo ROTAE, 05 Custos Financeros totals de uma Parte que rescinde, induindo custos de rmadificacio ou eancelamento do Contrato, nfo deverSe exceder 0 total de Custos conforme estabelecdo PA sendo finalizado, 1733. Todas as informagBes e direitos nele recedos, de acordo com as csposifes deste Acordo ROTRE e de seus PA, antes da rescisio deste Acordo ROTRE ou de seus PAs, serio retidos pelas Portes, sujeitass isposicbes deste ‘corde RDTEE @ do seus PAS. 17.34, Se solictado pela outra Parte, a Parte que rescindir poders contiouar a adminstrar queisquer Contratos do Projeto que tenha concedido fem nome da outra Part, deforma reembolsével. ya, (0 respectivos direitos © obrigagbes das Partes em rele 20 Artigo Vl (Equinamento © Materia), Arto Vil (DivulgaGio e Utlleagdo da Infermarao), Artigo (informacées N30 Classficadas Controladas), Artigo XI (Seguranca], Artigo ll (Vendas € ‘Transferéncias a Terciros),Artigo Kil (Responsabildade e Reivindicagdes),o Aigo XV Solucdo de Controvérsas)e este Artlgo XVI (Emenda, Resclsdo, Entrada em Vigor e DuracS} do Acorde RDTRE continuardo a ser aplcdves,ndo obstante otérmina ou expragio deste Acordo ROTAE € ‘qualquer um de seus PAs. 1s, Este Acordo ROTBE, que consiste em dozessote (17) Atigos e dole (2) Anexos, ‘deverd ser assinaco pela ambas as Partes e deverd entrar em vigor na data da thima notificagio, por Intermédio da. qual az Partes informam uma a outrs, por via diplomdtica, que 0 Cumprimento de seus respectivos procedimentos intemos necesséros para 2 entrada em Viéncia deste Acordo ROTBE, e permanecerd em vigor por vinte (20) anes, padendo ser prorrogedo mediante acordo escrito das Parts. Em f@ do que, os abalto-assinados, devidamente autoriados por suas respectivas Partes, ‘assinaram este Acordo RDTBE. FEITO em dupicata, nos Idiomas inglés © portuguts, sendo ambos o: textos igualmente auténticos, PELOGOVERNO DA REPUBLICA _PELO GOVERNO DOS ESTADOS UNIDOS. DA AMERICA Crag $. Fouce, ALTE usr! Tome CHEFS 99 eeemps noi Coss LernAnspnTE Do LonAvee Sv DoS Thus Oe eae Reames — Thu Tiler ESTADES UnrEoS Bb wrongs de 2OZS 2 de parce da 2020 i Datar Mita cL Miami EL, Toa Tea ANEXO A. 'MODELO DE ACORDO DE PROIETO ACORDO DE PROUETO (PA) XK-NH-nnon® ENTRE ‘© MINISTERIO DA DEFESA DA REPUBLICA FEDERATIVA DO BFASIL e (DEPARTAMENTO DE DEFESA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMERICA ‘RO AMPARO DO ‘ACORDO ENTRE (OGOVERNO DA REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL e (© GOVERN DOS ESTADOS UNIDOS DA AMERICA PARA PROJETOS DE PESQUISA, DESENVOLVIMENTO, TESTE E AVALIACAO REFERENTE A (DESCRIGKO COMPLETA DO PROJETO) (Titulo abreviado: : [Anumeragto do Projeta de Acordo ser4 organizada conformea seguir: 2c nnn onde 1% € 0 designador da AgEncia do Departamento Militar dos EUA ou da Agéncia 4e tal qual N para Marinha, A para Exérito, AF para Forea Aérea, DA for DARPA, etc; NN ¢ © ‘ano; ennnn & um ndmere sequencil w vu vu ApeNDICE 1 SUMARIO veri IChO DOS TERMOS ABREVIATURAS ‘oBlETIVoS: ‘caMpo De ATUAGKO ‘COMPARTILHAMENTO DE TAREFAS GeRENCIAMENTO DISPOSICOES FINANCEIRAS cUassiFICAGKO PRINCIPAIS ORGANIZAQDES ENVOLVIDAS EQUIPAMENTO E MATERIAL DisposicBes ESPECIAIS ENTRADA EM VIGOR, DURAGAO, EMENDA E TERMINO DDESIGNAGKO DO PESSOAL DO PROIETO COOPERATIVO Pagina as aa as a3 a as ar a8 a9 a9 a9 a0 PREAMBULO Em conformidade cam o Acordo entre 0 Gaverne dos Estados Unies da América 2 0 Govemo da Repihien Federation da Arstl relerante a Prootor do. Pesquisa, Desenvolvimento, Teste e Avaliagzo (doravante denominado ‘Acordo RDT&E”), que entrou em vigor em (data), € celebrado 0 Projato de Acordo (PA) entre o Departamento de Defesa dos Estatlos Unidos da América (Departamento de Defesa dos EUA) e 0 Minktério da Defese da RepibicaFederativa do Breil (BR MOD). seguir denominados "Pates", para fins deste PA, ARTIGO | DDEFINIGAO DE TERMOS E ABREVIATURAS (Qetina apenas os termos usados neste PA que no foram definidas no Acorco RDTALE) ARTIGO IL ‘oaserivos, 2.1 Os objetvos deste PA. 0: (Por exempio: 2.1.1 0 desenvolvimento de 2.1.2 Amelhorla de ARTIGO A campo 08 ATUAGEO 3.1 Oseguinte trabalho deverd ser realizado sob este PA: (or exemplo: $3.4: Desenvoler 3.2 Avaie. 4.10 compart (Por exemplo: 3.13 Projetar, fabricar etestar anvico iv CCOMPARTILHAMENTO DE TAREFAS ihamento de tarefas deve ser a seguint: 441 © Departamento de Dees dos «UA deverd 4.41.20 8R MoD devers 4.13 0 Departamento de Defesa dos EUA e o BR MOD deverdo,conjuntamente, 4.13.x Desenvolvere aprovar um Plano de Proto; 44.3. Preparar um reltéro final do Projeto) (Para os PA que envoliem a geragdo ou troca de informagdes militares classfcadas, a seguinte provisdo deve serinclida: 4.13.2, Desenvolver um Guia de Instrugdes © Cassifcagio de Soguranga do Projeto obter sua aprovario pola respectiva Autorilade de Seguranca Designada de cada Parte;) aRTIGOV (GERENCIAMENTO [se um PA no exigir um Comit8 Diretor, use 0 seguinte formato pare defrir como o PA deveré ser gerenclada) Alternativa 1 5.1 Este PA deverd ser gerenciado e administrado, em nome das Pertes, por um Oficial de Projeto (PO) de cada Parte. Os PO so. POdo US. Do Tiulo/Cargo: Organiza: Enderego: PO do BR MoD Titulo / Cargo: Organiza: Enderese: 5.2. Os eseritios do projeto deverSo ser estabelecidos em (ome da locaizacio nos EUR) @ om {nome da localzacio no Bras Os POS serto responsiveis pelo _Eerenciamento das tarefasVstadas como obrigages nacionals no artigo IV (Compartihamento de Taree) deste PA 5.3.0 Projeto deverd prosseguir de acardo com o cronograma do Plano do Projeto desenvohido aprovado pelas POs. 54. 0 relatério final do Projeto deverd ser transmitido aos Agentes Gastoras (MAS), sels (6) meses antes da date de venelmento deste PA. 5.5, Procedimentos de Gerenclamento Especticos (encione apenas as responsablidadesadicionals de gerenciamento nfo cobertas pelo Artigo IV (Gerenciamento (OrganizagSo e Responssbilidsde)} do Acordo RDT&E, Por ecemplo, se 0 Pessoal fo Projeto Looperstivo (CP?) for fornecido por uma Parte Origem, 0 ndmero do CPP & as) Focalzagdo(6es), a designagio para esses CPP deverd ser mencionada reste Artigo. Nesse sentide, se um PA Tor administrade por um CPO que inclua CPP, o seguinte pardgrafo devers ser adicionado: 55%. Uma Parte de Origem poders designar (oreencher © nimero} Pessoal de Projeto Cooperativo (CPP) para 0 CPO para ajudar na administragao deste PA. A Parte Anfiri deverd fornecer espago de esritéro e apolo administrative Aqueles CPP da outra Parte, de acordo com 1 prética habitual da Parte Anfitri. A conduta do CPP deverd estar suleta is disposibes do Apne 1 (DesignagSo do Pessoal de Projeto Cooperative) 2 este PA.) (Se um Projeto exigr © estabelecimento de um Comit® Diretor, use o seguinte formato para define como o Preto deverd ser gerenciado.) Alternativa2 5. Este PA deverd ser gerenciado e administrado, em nome das Partes, for uma organizasso ‘ompasta por ui Comité Dietor (SC) e um Oficial de Projeto (PO) de cada Parte, Os membros doc sic: CorCharperson do US. DoD “Titlo/ Cargo: Organizacto: Enderego: Co-Chairperson do BR MOD: Trulo/Cargo: Organizagbo: Endereso: 5.2, 05 POs fo: PO do US. Dod Thulo/Cargo: Organizacé: Endereso: PO do BR MoD Titulo / Cargo: Organizes: Endoreso: 5.3. Os escritérios do projeto deverdo ser estabelecidos em (nome da locaizagso ‘nos EUA) © em (nome da ocallzaglo no Brasil, Os POS serio responsdvels pelo ferenciamento das tarefas Istadas como ebrigagBes nacional no artigo NV (Compartilhamento de Tarefas) deste PA, 5.4, 0 Projeto deveré prosseguir de acordo com o cronograma éo Plane do Frjeto desenvolvido pelos POs e aprovado pel SC 55, 0 relatério final do Projeto deverd ser transmitido aos Agentes Gestores (MAS), seis meses antes da data de vencimento desta UC 5.6, Procedimentos de gorenciamento especiieos: (Mencone apenas as responsabiidades adiionals de gerenciamento no cobertas pelo Artigo IV (Gerenciamento (Organizacio e Responsabildade)) do ‘Acordo ROTE. Por exemplo, se © Pessoal do Projeto Ceoperativo (CPP) for fornecido por uma Parte de Origem, o nimoro do CPP @ 2 localzacio|s) da designagio para esses CPP deve ser mencionada neste Arti, Neste sentido, se lum PA for administrado por um CPO que inclua um CPP, ¢ seguinte parégrafo ddeverd ser adkionado: 5.6%. Uma Parte de Origem poderd designar (preencher © nero) Pessoal de Projeto Cooperativo (CPP) para © CPO para ajudar na administracao deste PA. A Parte Anftris forneceré espago de escritério e apoio adminitrativo bqueles CPP da outra Parte, de acordo corn a prtica habitual da Parte Asfit8. A conduta do CPP estarésujelta as dzpasigdes do Apénlce 1 (Designagso do Pessoal do Projeto Cooparativ) este Pa.) antigo DISPOSIGOES FINANCEIRAS 6.1. As Partes estimam que o custo 2 execucéo das tarefas sob este PA nfo deverd excede «ares americanos($) ou reas brasliros. 46.2 Os esforgos cooperativos das Partes que uitrapasse os limites das tarefas acordadas em conjunto,estabelecidas no Artgo Il (Campo de AtuacSo) e no Arigo IV (Compartihamento de Tatefas) deste PA, estario sults aalteragdes deste PA ou 2 entrada em vigor de um novo PA. (Se um PA envolver @ atribulglo de CPP, doversincluir uma disposigto que se Fefira 205 paragraas 5.5 = 8.7 do Amigo V (Olsposigoes Financeras) do Acordo ROTAE, ientiicar qual Parte estard enviando ou hospedando um CPP e tespecificar 0 nimero de CPP 2 ser designado. Além disso, 0 PA devers incluir 0 olor das contribuigdes financelras e no financeras relacionadas ao CPP em uma des duas alterativas aba neste artigo.) (Se uma AP nao envolver una Parte Contratante para a outra Parte ou para ambas as Partes e nenhum fundo for trocado entre as Parte, use o seguinte formato para 0s arranjos financelros. AS contribuigées financelras endo eee 9 financeiras deverdo ser incluidas nos custos totals do Departamento de Defesa dos EUAe BR MOD.) 16.2.1, As tatefas do Departamento de Defesa dos EUA ndo deverdo custar mats do que: Délares norte-americanos () brasileiros. ow {Se um PA envelver uma Parte Contratante para a cutra Parte ou para ambas as Parte, ou se as Partestransferirem ou trocarem fundos entre elas, use 0 seguinte formato para as Dispos Finaneciras,) 16.2.2. As tarefas do BR MOD no deverso custar mais do que Reais Atermativa 2 (custo de execugio inclu custosfinanceirose no fanceros,) Custos Fnancelres | Custos Ndo Financeiros [ Total US.dod BRIO Total (Usando a tabela acima e qualquer descricko necessria, expique © demonstre como 0 PA deverd ser financiado. Identiique ambas as contribuigSes financeira (monotirio) © nio financera(Informagdo de Apoio de Projeto, uso dainstalagao, teste, Interalo ce tempo, uso de Equipamento e Material, etc) ¢ identfique o valor dos fundos a serem tansferidos entre as partes) 6, Um Documento de Procedimentos de Gerenciamento Financeiro [FMPD) deverd ser tlaborado pelos PO e submetido 20 SC para aprovacso. 0 FMPD deverd indir, no minimo, um ‘ronograma de contibuigbes, procedimentos para gestto. dos fundos,nives de financiamento por ano e procedimentos de audtoria para conteibulgBes monetélas prevstas para esse PA. ‘agriGo vi ‘cLAssiFICAGKO 7A. Este Pe seu contedde nto so clasificados. ‘Somente uma das ceguntes possibiidades sera selecionad: 7.2.1, nenhuma informacso miltarcassificadaserétrocada sob este PA; ou 7.1.2, nivel mai alto de informagbes miltarescassificadas2serem trocadas sob este PA 6 Secreto ARTIGO vi PRINCIPAIS ORGANIZAGOES ENVOLVIDAS 8.2, As principals organizagbes do Departamento de Defesa cos EUA envolvdas na Implementaraa deste PA so: inser ista de nomese locals das instalaes /organeagbes}. 8.2, As principals organzages BR MOD envoWidas na implomentago desse PA so: (inser lista de instalagbes / nomese locais das organlzagbes) ARTIGO IX EQUIPAMENTO E MATERIAL 9.4, De acordo com o pardgrafo 7.2, do Artgo Vl (Equipamento e Materia) do Acordo ROTRE, no caso de 0s esforcas cooperatvos, sob este PA, exigrem o fornecimente de equipamentos © materiais de qualquer uma das Partes, 05 POs desenvolverto e manterio uma lista desses ‘equipamentos e materials, de acordo com a tabela a seguir: Parte] Parte | Qiantidade | DescrgSo | Part/ | Parmanente/| Valor Provedora | Recebedora stock# | Mio | Estimado Permanente | de Substituigio (Se 0 equinamento e material terem de ser adauirides em conjuro, sob este PA, a5 AisposigBes para o descarte desses equipamentos e materia adquiridas, ¢m conjunto, deverao ser inclidas neste PA). ARTIGO x DISPOSIGOES ESPECIAIS 410.3. Em conformidade com o pardgrafo 16.1. do Artigo XVI (Disposies Gerais) deste Acordo ROTEE, 2s sposigbes deste PA deverfo constituir obrgag8es juridicamente vinculantes sob 0 Aieto Internationa 402. Todas as atividades das Partes, neste PA, deverdo ser realzadas de acordo com suas respectvas lls © regulamantas nacionais, incluindo suas respectvas lis e regulamentos de controle de exportagio, (identifique também quaisquer dsposieSes - por exemplo, Contratagdo, etc, necessrias para a implementagdo do Projeto que sejam especificas as ccunstincas do PA especifico e que no ‘jam tratadas de outra forma no Atigos de outra PA). a eeaea_€yg— Ss MS ARTIGO xi ENTRADA EM VIGOR, DURAGKO, EMENDAS RESCISAO este A, um Projeto sob o Acordo entre 0 Governo dos Estados Unidos da América e © Governo da Repiblica Federativa do Brasil referente a | Projetos de Pesquisa, Desenvolvimento, Teste e Avaliagio, que entrou em vigor (data, entraré fem vigor na data da assinatura pelasPartes e permaneceré em vigor por _ anos, a menos, ‘awe sea reseindido por uma das Paes, Ele poderd ser alterado por acordo escrito das Partes. Felto, em dols exemplares, nos idamas inglés © portugués, sendo ambos os textos gualmente sutanticos PELO MINISTERIO DA DEFESADAREPUBLICA _PELO DEPARTAMENTODE DEFESA DOS. FEDERATIVA DO BRASIL ESTADOS UNIDOS CA AMERICA ‘esinator i ‘sinatra Tome oe Teale: Tate: Data Data Toa Toca APENDICE 1 [DESIGNAGHO DO PESSOAL DE PROJETO COOPERATIVO 10. Finalidade e Ambito. 1. Este Apéndlce 20 (Utulo do PA) Acordo de Projeto (PA) estatelece as aisposigdes ‘que regem a conduta do Pessoal de Projeto Cooperativo (CPP} designado para trabalhar de ‘acordo com 0 Acordo RDTRE e o Aigo V(Gerenciamento) deste PA. © CPP deveré ser capaz de ‘desompenhar todas as responsabildades atribuldas a eles sob este PA. O inicio das aribugoes festard sujelto @ qualsquer requsitos que possam ser impostos pela Parte Anftrié ou por seu GGoverno com relagbo > acetago do CPP, como, entre outros, vistos « documentagio de soliltaglo de visita. 0 SC, ou no caso de nenhum SC tr sido estabelecido, es POs determinarso ‘8 duraglo da miss3o para as fungbes no momento da designa¢io inal 12. (0.cFP deveré ser designad para 0 CPO ou a outrasinsalagdes 6o Departamento de Defesa dos EUA ou BR MOD para trabalhar no Projeto deverd se eportar a um supervisor a ze indicado pela Parte Anfiti. © PO da Parte Anfitrié soré rasponsivel pela criagS0 de um documenta descrevendo os deveres de cada funcio do CPP, as quals estardo sujetas & Aaprovagto do SC, na caro de um SC tr sido estabelecdo. O CPP nio devers atuar come oficial de igagio da sua Parte de Origem. © CPP poderé agi, de tempos em tempos, em nome de seu respectiva representante do SC* (ou PO, conforme pertinente), se este Gkimo o autorkzar por exit, Revise a terminologia, conforme apropriado, caso um termo diferente de "SC* tenha sido usado, 13. (0 CPP nfo deverd ser designado para comandar ou outros cargos que exjam que les exergam responsabldades reservadas por le ou regulamento a um oftal ou funciondrio do sgoverno da Parte Anfiti 20. Seguranca 24, SC (ou PO, conforme aplicivel) deverdestabelacer o nivel maximo de credencial de seguranga neceztério, se houver, para permitie que 0 CPP tenha acesso as Informacbes Iauinares Cassfcadas e &s Instalagbes nas quals as Informacdes Milteres Classificadas serio tusadas, de acordo com a Instrugbo de Seguranca do Projet (PSI) e Guia de Cassificagso (CG). ‘acesso ts InformacBes Miltares Oassficodase a instalagSes nas quais as Iformacbes Militares Classifieds serdo uradas, deverso cer consistentas com @limitadas polo Artigo Il (Objethvos) & Aiea It (Campo de atuacto) deste PA, e deverio ser mantas no minimo necessério para ‘realizar as atribuigdes do trabalho, 22, ‘A Parte de Origem devers regstrar as solctagbes de visita por intermédio dos canals preseritos em conformidade com os procadimentos a Parte Anfit is. Como parte dos pracedimentos de solicitagdo de vst, cada Parte fornecers garatias de sequrange, por meio da Embabada da Replblica Federative do Brasl em Washington, DC, no cato de pessoal da BR. MOD, e por melo da Embaixada dos EUA em Brasla, Brasil, no caso de Pessoal o Departamento de Defesa dos EUA, ¢ especiicar as credencals de seguranga para o CPP que estd sendo Aesignado, 28, [A Parte Anfitrié © a Parte de Origem envidarBo seus mehores esforcos para faranti que o CPP atribuido as instalacdes da Parte Anfirid estelaciente e obrigado a cumprir com as les e regulamentos pertinentes, ber como 0s requisitos do Artigo IX (Informagbes No Classifcadas Controladas}, Aigo X (Visitas a Estabelecimentos), Atign XI (Seguranca) & parigrafo 17.1. do Artigo Xvi (Emenda, RescisHo, Entrada em Vigor e DuragSo) do Acordo ROTAE, eas dsposigdes correspondantes deste PA, do PSI e do CG, Antes de incar as tarefas stribuldas, @ CPP devers, 2 exledo plas li, ragulamentas, palitieas ou pracadimentos do [Eoverno anfirio, assinar uma cerlifcagio referente as condigdese cbrigacbes da CP. 24 (0 CPP deverd, sempre, cumprir as lels, regulamentos e procedimentos de seguranga © controle de exportagio do governo da Parte Anfitrié. Qualquer violacSo dos procedimentos de seguranca, por parte do CPP, durante sua missio, deverd ser relatada @ Parte dde Origam para a agio apropriada. O CPP que cometer volagces sigificatvas das tegulamentos ou procedimentos de seguranca ou de exportagso, por ocasiio de suas atribuigbes, deveré ser retiada da Projeta com vistas a agies administratives ou discilinares apropriadas da Parte de Origem, 2s, Todes as Informagées Miltares Clasificadas dlsponlbllaadas 20 CPP dever30 ser consideradas como Informagdes Miltares lassiicadas fornecidas 3 Parte de Origem e estar30 sujeltas a todas as disposgBes e salvaguardas previstas no Artigo XI (Seguranca) do Acordo ROTAE. 26. 0 CPP nfo terd a custédla pessoal de Informagdes Miltaras Clasieadas ou Informages io Classificadas Contoladas, a menos que aprovado pela Parte Anfirid conforme autorizado pela Parte de Origem, Eles terio acesso a essasinformagdes de acordo com a Artigo IX (Informacies NBo Clssfcadas Controladas) e o Artigo X (Seguranca] do Acordo ROTAE, durante o hordro normal de servigo, quando 0 acesso for necessirio para oxocutar 0 trabalho do Projeto, 27. (0 CPP designado para um estabelecimento de uma Parte Arfivi, para conduzi- (05 trabalhos do Projta, nfo deverd servir como um canal entre a Parte Anfitra'e a Parto de Crigem para solitagBes e / ou transmissio de Informagdes Miltares Classcadas e material ou Informagses Nio Classieadas Controladas fora do escopo de sua desigrapio, a menos que expecificamente autorizado pelas Partes, 30, (Questdes administrativas. 3a, CO tratamento tributério dos rendimentos recebidos pelo CPP da Parte de Origem serd determinado com referéncia & legisla tributério do governo da Parte Anfitis © do toverno da Parte de Origer, suet a0s termos de qualquer acordo de duplatributagfo em vigor entre o gaverno da Parte Anfitil e do Govere da Parte de Origom 32. ‘Apés ou logo depots de sua chegada,o CPP ser informado, pelos representantes da Parte Anfva, sobre as lls, ordens,regulamentos e costumes pertinentes a necessidade de ana cumprélos. CPP também deveréreceber instrucdes organizadas pelos representantes da Parte Afi sobre direitos, prilégos eobrigacdes prtinontes, tals como: 3.21, Qualquer atendimento médico ou odontoligico que possa ser fornecido ao CPP e seus dependentes, nas instalagtes médias locals, sujet 20s requistos das leis eregulamentos pertinentes,incluindo 0 reembolso, quando necessirio, 3.22 Prvilégios de compra em comissarias miltares, mercados, cinamas e clubes pelo CPP & ‘seus dependentes, sujetos aos requistos das lls eregulamentosaplcéves 2.2 Responsahidade do CPP e de seus dependontes acompanhantas em obtor cobertura de seguro de responsablidade clil para veicuss automotores, de acorda com a lei eregulamentos apicdvels, a drwa em que raider. No caso ‘de redamagbes envelvendo 0 uso de velules particulares, pelo CPP, 0 recurso serd contra esse seguro. 23, 0 PO, por intrmédlo do supervisor da Parte Anfitri, deverio, em consulta com (0 CPP, estabelecer procedimentos operacionals padr8o para o CPP nas segultesSreas: 3.4. Horio de trabalho, incluindo horérios de ras. 3.3.2. Autorzagio de dispensa consstonte na medida do possivel com os ‘egulamentos e préticas de pessoal militar e cvl da Part» Anfiié eda Parte de Origer 3.33, Regulsmento de vestuéro, consistentes na medida do possivel com os regulamentos pritieas de pessoal miltare civil da Part» Ania da Parte e origem, 13.34 Avalagbes de desempenho, reconhecendo que essusavaliagbes deverBo ser realizadas de acordo com os regulamentose praticas militares ou cis da Parte se Origem. 34, (0 CPP que cometer uma infacéo, de acordo com as leis do governo da Parte ‘Anfitié ou da Parte de Origem, poderd ser retirado do Projeto, com vistas 2 outras acbes audministrativas ou dscipinares pola Parte de Origem. Acio discipina, no entanto, no devers ‘ser tomada pela Parte Anfitrit contra o CPP, nem o CCP deverd exeroer faderes dlsciplnares sobre 0 pesioal da Parte Anite, De acocdo com as les e regulamentos do governo da Parte Anfitri, a Parte Anfitié deverd auxliar a Parte de Origem ne realizcio de investigaées de ‘afensas erwolvendo 0 CPP. 35. Durante sua missio, 0 CPP nto devard ser colacado nos seguintes status ou ambientes de trabalho, a menos que seja decidido mutuamente pela Parte Anfirie pela Parte ddeOriger: 3.5: Arees de sensblidade poltica em que sua presenga pede comprometer 05 Interesses da Parte Anftrit ou da Parte de Origem cu onde, no curso normal ‘de suas atribuigbes, eles poderdo ser envohidos em athidades que possam ‘onstranger uma das Partes aaa 3.5.2 Mobileacao para situagSes de hostiidadeindieta, como Operacies de Paz ‘da ONU ou operagties mutinacionals ou Tercorospatses. 35.3 Designacao de atividades em que as hostlidades direas sio provévels de focorrer. Se as InstalagSes de uma Parte Anfirid se envolver, ‘nesperadamente, em hostildades, o CPP designado para essa instalacéo no doverd ser envolido nas hostldades. Qualauer CPP autorizado pela Parte Anfitria e pela Parte de Origem, a ser implicado em hostlidades, deverd recober orientagto especfica quanto as candles sob as quals a tarefa sera teallzads, pelas autoridades competentes da Parte Anitrid e da Parte de (tiger. APENDICE 2 [DESCRIGAO DE FUNGKO DO PESSOAL DE PROIETO COOPERATIV 1 “Tule da Fungo: Pessoal do Preto Cooperatio— (INSERIK TITULO BO PA) 2 Localnag ca Fungi: 3 Nivel de eredenclamento de segurancaexiido para aFuncbo: ‘ uaticagBes/ Habildades Necessivas para a Fungo: (sa dados aproprads, por exemplo, nivel eredenciado em um assunto centfico ou relacionado, equpe terest e / ov experiéncia operaclonal em sistemas terrestres, especialidade miltar semehante a um gerente

Você também pode gostar