Você está na página 1de 3

Brasil Seikyo - Edição 2023 - 13/02/2010 - pág.

A2 - Em Dia

Brasil Seikyo - Em Dia

“Mais um dia feliz”

As mães Soka possuem uma vigorosa de viver todos juntos pelo grande desejo
canção, na qual se inspiram para superar do Kossen-rufu que conduz a humanidade
com alegria os momentos de adversidade. para a paz e felicidade. De forma prática,
É a canção “Mais um dia feliz” da Divisão essa disposição é a de incentivar a
Feminina. “pessoa” que está diante de cada um; é
ampliar o diálogo e a amizade de pessoa a
Esta canção nasceu na época em que pessoa.
Tokiko Tada, uma companheira quase irmã
de minha esposa, era coordenadora da “O Kossen-rufu será realizado pelas mãos
Divisão Feminina. Foi apresentada por das integrantes da Divisão Feminina.” —
ocasião da convenção realizada em agosto este foi o sentimento do meu mestre
de 1968 no auditório da Universidade do Jossei Toda e é também o meu anseio.
Japão, em Tóquio. As vozes sonoras do Correspondendo a esse chamado do
Coral Lírios Brancos ainda ecoam em meus mestre, a DF levantou-se com intrépida
ouvidos. Já se passaram mais de 40 anos, coragem. Como heroína do Kossen-rufu
mas o vigor que essa canção nos transmite difundiu a Lei Mística para o mundo todo.
continua o mesmo. [...]Não há fronteiras [...]
para as canções. A melodia de “Mais um
dia feliz”, que as mães do Kossen-rufu A tarde o sol queima o meu rosto feliz /
vieram entoando, atravessou os mares e Porém, o que, no coração, queima é forte
ecoa nos Estados Unidos da América, no paixão / Marejando em suor sem fim, sigo
Brasil, no Panamá, na Coreia do Sul e no a divulgar / Este Ensino ímpar, base da
mundo inteiro. nossa vida / Suprema força motriz...

[...] O verso “marejando em suor sem fim”


retrata os esforços para vencer vales e
É luz, é sol, é manhã, mais um dia vem / montanhas no caminho em direção ao
Raiando, eu me vou preparando pra lutar / estabelecimento da harmonia familiar. Os
Levo avante a minha missão, sem irmãos Ikegami foram deserdados pelo
desanimar / Momento alegre sinto, tendo próprio pai devido à influência de bonzos
meus companheiros / Feliz lutando maléficos. Nessa ocasião, Nitiren Daishonin
também... incentivou as esposas deles dizendo que
fossem corajosas nas horas cruciais:
No verso “tendo meus companheiros / “Tornem-se modelo de mulheres,
feliz lutando também” pulsa a disposição alcançando a iluminação nos Últimos Dias
de “lutar junto com os companheiros” e de da Lei repleto de maldades”. (As Escrituras
“lutar junto com o mestre”. É a disposição de Nitiren Daishonin, vol. 1, pág. 238.)

Yara Falcone dos Santos (1315-3) / pág. 1.


Brasil Seikyo - Edição 2023 - 13/02/2010 - pág. A2 - Em Dia

relacionamento é o exercício para polir a si


Entre os nossos membros existem próprio. Na jornada da vida não há
certamente pessoas que enfrentam a caminhos fáceis. Porém, a felicidade será
oposição dos familiares em relação à proporcional ao esforço empenhado para
prática da fé. Certa vez uma integrante da superar as dificuldades. Da mesma forma,
Divisão Feminina confidenciou-me com poderá também conduzir os outros para a
tristeza: “O meu pai ainda não está felicidade. Isto se chama budismo. Nunca
praticando...” deixo de pensar na seriedade com que as
mães se esforçam para conquistar a
Eu respondi de imediato: “Não há compreensão de seus familiares. E para
problema algum. Isto se chama essas devotadas mães poderem se
benevolência. É um ato de benevolência orgulhar com peito inflado é que construí o
de seu pai. Ele quer que você seja uma grande castelo Soka.
pessoa de profunda benevolência”.
[...]
Há casos em que se requer mais tempo
para conquistar a confiança de pessoas A noite vem mas eu não cesso o meu labor
mais próximas. E não se deve criar brigas / Por que parar se meu país só terá de
nem discórdias familiares só porque progredir / Arriscando a vida enfim, hei de
alguém é contra a prática do budismo. construir / Junto dos companheiros, fiéis
em toda luta / Nação de grande valor...
Veja o exemplo do farol. Mesmo que seja
único, ele é capaz de guiar inúmeros Mais um ponto que gostaria de frisar é
navios por uma rota segura. Da mesma sobre a “criação de jovens herdeiros”. No
forma, se houver um único praticante que verso “hei de construir [...] nação de grande
leva avante a prática da fé com coragem, valor” está inclusa a criação de jovens
será capaz de conduzir os familiares, valores que assumirão o futuro. E a chave
parentes e amigos pela jornada da vida em da criação desses valores encontra-se em
direção à vitória. cada família, isto é, criar os “herdeiros da
prática da fé”. Neste sentido, as integrantes
Não devemos rotular ninguém como da Divisão Feminina, por serem o sol da
inconvertível ao budismo. De toda forma, a família, são muito importantes.
questão não se encontra nos outros, mas
em nós mesmos. O importante é Em fevereiro de 1963, escrevi um artigo
tornarmo-nos pessoas de confiança que se intitulado “Dedico à Divisão Feminina”, no
preocupam com os outros, agindo qual destaquei: “Até que se alcance o
dignamente como pais, como filhos e Kossen-rufu, espero que as integrantes da
como cônjuges. DF mantenham-se inabaláveis na prática
da fé para apoiar o marido e os filhos dos
O ser humano desenvolve-se por meio do bastidores do lar”.
relacionamento com as pessoas. Isto
ocorre também no seio de uma família. O

Yara Falcone dos Santos (1315-3) / pág. 2.


Brasil Seikyo - Edição 2023 - 13/02/2010 - pág. A2 - Em Dia

A mãe é como o comandante do navio


chamado lar, é o seu timoneiro. Quando
ela leva avante a prática da fé com
coragem e sabedoria, a qualidade de vida
em seu lar vai mudar sem falta para
melhor.

Se o lar se transforma, a vizinhança e a


comunidade ao redor também irão melhor.
Consequentemente, a sociedade e até a
humanidade se transformarão. Essa é a
fórmula da “revolução humana”. Existem
membros da Divisão Feminina que moram
sozinhas e também aquelas que não têm
marido nem filhos. Porém, todas são “mães
do Kossen-rufu” são o “sol da
humanidade”.

Yara Falcone dos Santos (1315-3) / pág. 3.