Você está na página 1de 16

ANHANGUERA

Curso de Bacharelado em Farmácia

Farmacologia

Prof. Wendell Oliveira


Introdução à Farmacologia
Farmacologia
 Estudo das substâncias que interagem com sistemas
vivos por meio de processos químicos (Katsung &
Beltram);
 Estudo do modo pelo qual a função dos sistemas é
afetada pelos agentes químicos (Rang & Dale);
 Estuda substâncias químicas capazes de alterar as
funções dos organismos vivos.
Histórico
 Queriam explicar tudo da biologia e das doenças sem
experimentações ou observações. (ABSURDO). Somente
no final do século XVII isso mudou;
 Somente final do século XVIII e início do XIX, começou-
se a desenvolver os métodos da fisiologia e
farmacologia animal experimental.
Terapêutica + Ciência FARMACOLOGIA

Entendimento científico da ação de uma droga


Introdução à Farmacologia

 Os ensaios clínicos controlados foram


reintroduzidos na medicina há certa de apenas 50
anos.
 A partir daí desenvolveu-se um maior conhecimento
sobre ação dos fármacos, receptores dos fármacos.
 A terapêutica como uma ciência surgiu na metade
do século XIX.
 “A terapêutica é um estágio empírico apreciado por
clínicos e médicos práticos, e é através da
combinação com a fisiologia que precisa ascender
para uma ciência”(Virchow).
 Conhecimento sobre farmacologia são essenciais
para a utilização eficaz das drogas na terapia.
Introdução à Farmacologia

 Farmacologia: estuda as interações entre as drogas e


os sistemas vivos
 Ramos da farmacologia:
 Farmacocinética e farmacodinâmica;
 Toxicologia - lida com os efeitos indesejáveis das
substâncias químicas nos sistemas vivos, desde a
célula isolada até os ecossistemas complexos;
 Farmacologia clínica;
 Farmacogenética – estuda a relação da composição
genética de um indivíduo com sua resposta a
fármacos específicos – está bem próximo de se
tornar uma prática na terapia.
Introdução à Farmacologia

 A farmacologia não inclui a farmácia, que consiste


no preparo e manipulação das drogas.
 O objetivo terapêutico é alcançar o efeito
benéfico desejado com o mínimo de efeito
adversos.
Algumas definições

 Droga – qualquer agente químico capaz de alterar as funções


do organismo com efeitos benéficos (droga-medicamento) ou
efeito maléfico (droga-tóxica);
 Fármaco – é a droga que provoca efeitos benéficos ou úteis no
organismo;
 Pró-droga/pró-fármaco – termo usado para indicar quando a
substância química precisa transformar-se no organismo a fim
de tornar-se ativa;
 Placebo – preparação inativa administrada para satisfazer a
necessidade psicológica do paciente de tomar um
medicamento.
Usado em ensaios clínicos controlados;
 Posologia – a maneira de se tomar o medicamentos, com
qdade, intervalos e incluindo período de tratamento.
Farmacologia e a indústria
farmacêutica

 Produção cara e demorada de medicamentos;

 Investi-se em torno de 300 a 500 milhões de


dólares;

 Demora-se e por volta de 10 anos para o


desenvolvimento de um medicamento novo.
Emprego de medicamentos:
 Combater infecções e infestações:
Quimioterápicos, antibióticos, antiparasitário...
 Bloqueio temporário de uma função normal:
Anestésicos gerais e locais, anticoncepcionais...
 Correção de uma função orgânica defeituosa:
Anti-hipertensivo, antiarrítmicos, diuréticos...
 Fornecimento de elementos carentes:
Vitaminas, ferros, sais minerais...
 Prevenção de doenças:
Soros, vacinas...
 Desintoxicação do organismo:
Carvão ativado
Farmacologia

Farmacocinética Farmacodinâmica

O que o organismo O que a droga faz no


faz com a droga organismo

Percurso da droga: Ex.: ácido acetil salicílico


Desintegração Mecanismo de ação:
Absorção Inibição da cicloxigenase
Transporte-distribuição
Metabolização prostaglandinas
Excreção
Inflamação
Farmacocinética
 Estuda a relação entre a administração de um
fármaco, a evolução temporal de sua distribuição
e a magnitude da sua concentração obtida em
diferentes regiões do corpo.
 Refere-se ao processamento dos fármacos no
organismo, incluindo sua:
 absorção
 distribuição
 biotransformação
 excreção.

OBS: estuda o que o organismo faz com a droga.


Farmacocinética - Percurso da Droga
no Organismo
Tecidos: gordura, ossos, etc.
Membrana DEPÓSITO

ADMINISTRAÇÃO EFEITO
Droga Livre Local de ação para
COM ABSORÇÃO TERAPÊUTICO
efeito terapêutico

ABSORÇÃO Droga + Proteina DISTRIBUIÇÃO

ADMINISTRAÇÃO Droga Livre Local de ação para EFEITO


SEM ABSORÇÃO efeito colateral COLATERAL
PLASMA

Fígado: Rins, Pulmões,


Ativação V. Biliar, etc. EXCREÇÃO
Inativação
ELIMINAÇÃO
BIOTRANSFORMAÇÃO
Urina, Fezes, Ar
Expirado, etc.
Farmacocinética

Fármaco Efeitos desejados

Concentrações adequadas
em seus locais de ação

FATORES FARMACOCINÉTICOS
Taxa de absorção
Distribuição
Ligação ou localização nos tecidos
Biotransformação
Excreção
Farmacocinética
 A via de administração é o local onde a droga é
introduzida no organismo;

 Via de administração dos fármacos


 Para que um fármaco possa exercer seus
efeitos terapêutico, este deve ser
administrado por alguma via;
 A via de administração do fármaco vai
influenciar no seu deslocamento no organismo
até o seu local de ação;
 A escolha da via de administração do fármaco
vai depender do objetivo a ser alcançado com
a terapêutica;

 Via de Administração ≠ Local de Absorção.


Farmacocinética

 Uma vez estabelecida a farmacocinética de um


fármaco, pode-se elaborar esquemas racionais de
posologia.
Farmacodinâmica
 Estuda os efeitos bioquímicos e fisiológicos
dos fármacos e os seus mecanismos de ação.

Obs: estuda o que a droga faz com o organismo


Muito obrigado pela atenção!!!!

WENDELL OLIVEIRA
FARMACÊUTICO
wendell.silva@kroton.com.br

Você também pode gostar