Você está na página 1de 6

DOUTRINA DA IMPOSIÇÃO DE MÃOS

Poucas vezes se ouve em nossos dias estudos ou mensagens sobre o tema “imposição
de mãos”, mas ele é um dos rudimentos da fé cristã. O escritor da carta aos Hebreus o
coloca entre os “princípios elementares da doutrina de Cristo”, (Hb 6: 1,2) ou doutrinas
primarias e que qualquer cristão maduro tem a obrigação de conhecer essas doutrinas
aqui mencionadas
O livro aos Hebreus 6:1-3
1. Por isso, pondo de parte os princípios elementares da doutrina de Cristo, deixemo-
nos levar para o que é perfeito, não lançando, de novo, a base do arrependimento de
obras mortas e da fé em Deus, 2. o ensino de batismos e da imposição de mãos, da
ressurreição dos mortos e do juízo eterno. 3. Isso faremos, se Deus permitir.

Ao que parece a igreja primitiva incluía esse assunto em seu discipulado básico. Esta
era uma das coisas que o novo crente aprendia logo, na teoria ou na prática.

Texto Chave
Salmos 24:3,4a
Quem subirá ao monte do Senhor, ou quem estará no seu lugar santo? Aquele que é
limpo de mãos e puro de coração,

O salmista Davi nos apresenta uma pergunta preocupante para todos nós: Quem
subirá ao monte do Senhor?
Quem é digno de estar na presença de Deus?
Quem poderá contemplá-lo face a face?

Mas o Senhor nos mostra os requisitos para subir, um deles se chama “santificação”.
A palavra do Senhor nos fala que será feliz (bem aventurado) aquele cujo o coração é
limpo e puro (Mt 5:8).
Coração limpo significa um coração que pertence a Deus, um coração que não está
sujo pelo pecado.
Que constantemente se arrepende quando erra, mas que não vive pecando.
Buscar o Senhor em arrependimento e em santificação é um dos grandes trunfos para
quem quer subir ao monte.
A palavra diz que as mãos também devem estar limpas.
Mãos limpas significam mãos desimpedidas para a escalada.
Mãos que não são usadas para pecar (Mt 5:30), mas que são usadas para servir ,tanto
ao Senhor como a seus irmãos, para orar e para louvar a Deus.(I Tm 2:8).
A pureza das mãos significa justiça e retidão pelo qual o Senhor recompensará ante
sua presença(Sl 18:20-24).

O que seria isso?


A imposição de mãos é o ato de colocar as mãos sobre alguém com intenção de
transferir uma verdade espiritual.
A imposição de mãos é seguida por uma oração, uma profecia, uma exaltação a Deus,
uma cura, uma libertação, uma liberação de dons espirituais, entre outros.
Segundo o ensino bíblico, as mãos representam a extensão da própria pessoa e
colocadas sobre alguém têm o poder de transferência ou impartição. Isso quer dizer
que quando alguém impõe as mãos com um objetivo espiritual, está de fato lhe
transferindo algo. Por isso é preciso zelo e entendimento sobre o assunto.

O registro do ANTIGO TESTAMENTO


A imposição de mãos no Antigo Testamento foi usada com o seguinte propósito:
1. Transferência de benção espiritual ou autoridade. [Transferência significa que
algo espiritual flui daquele que está impondo as mãos para o que está sendo
tocado.]
2. Compromisso para com Deus para um ministério especial.
3. Transferência da culpa do pecado no cerimonial do tabernáculo.

1) Gênesis 48.14 é o primeiro registro da imposição de mãos para um proveito


espiritual. José tomou consigo a seus dois filhos, Efraim e Manasses, e os levou a seu
Pai Israel para abençoá-los.
Genesis 48.14 “Mas Israel estendeu a sua mão direita e a pôs sobre a cabeça de
Efraim, que era o menor, e a sua esquerda sobre a cabeça de Manassés, dirigindo as
suas mãos propositadamente, não obstante Manassés ser o primogênito”.

2) Em outro momento vemos Moisés impondo as mãos sobre Josué, seu ajudante,
deixando claro diante do povo que este estava sendo investido de autoridade para
conduzir o povo após sua morte.
Números 27:18-20, 22-23 “Disse o SENHOR a Moisés: Toma Josué, filho de Num,
homem em quem há o Espírito, e impõe-lhe as mãos; apresenta-o perante Eleazar, o
sacerdote, e perante toda a congregação; e dá-lhe, à vista deles, as tuas ordens. Põe
sobre ele da tua autoridade, para que lhe obedeça toda a congregação dos filhos de
Israel. Fez Moisés como lhe ordenara o SENHOR, porque tomou a Josué e
apresentou-o perante Eleazar, o sacerdote, e perante toda a congregação; e lhe
impôs as mãos e lhe deu as suas ordens, como o SENHOR falara por intermédio de
Moisés”

Os resultados desta imposição de mãos estão registrados em Deuteronômio 34:9.


A imposição de mãos de Moisés sobre Josué foi importante tanto para o próprio Josué
como para a congregação de Israel. Por este ato, Moisés transferiu para Josué uma
medida de sabedoria e honra que ele havia recebido de Deus. Moisés também
confirmou ao povo a escolha de Josué por Deus como o novo líder.

3) A imposição era usada na transmissão de pecado do ofertante para um animal. No


grande dia da expiação, por exemplo, o sacerdote impunha suas mãos sobre a cabeça
do bode que teria de ser enviado ao deserto e sobre ele confessava os pecados do
povo, assim transferindo-os ao animal (Lv. 16.21,22)
Levítico 16.21,22 “E Arão porá ambas as suas mãos sobre a cabeça do bode vivo, e
sobre ele confessará todas as iniquidades dos filhos de Israel, e todas as suas
transgressões, e todos os seus pecados; e os porá sobre a cabeça do bode, e enviá-lo-
á ao deserto, pela mão de um homem designado para isso. Assim aquele bode levara
sobre si todas as iniquidades deles para uma região solitária; e esse homem soltará o
bode no deserto”

O registro do NOVO TESTAMENTO


Quatro propósitos gerais para a imposição de mãos no Novo Testamento.

1. SINAIS SOBRENATURAIS:
Jesus praticou a imposição de mãos em Seu ministério e trouxe consigo os sinais do
reino de Deus, como está escrito em Mt 11:4-5 Jesus respondeu: "Voltem e anunciem
a João o que vocês estão ouvindo e vendo: os cegos vêem, os coxos andam, os
leprosos são purificados, os surdos ouvem, os mortos são ressuscitados, e as boas
novas são pregadas aos pobres;
Estes milagres quase sempre foram operados através da imposição de mãos,

O cego de Betsaida Mc 8:22-25 Eles foram para Betsaida, e algumas pessoas


trouxeram um cego a Jesus, suplicando-lhe que tocasse nele. Ele tomou o cego pela
mão e o levou para fora do povoado. Depois de cuspir nos olhos do homem e impor-
lhe as mãos, Jesus perguntou: "Você está vendo alguma coisa? " Ele levantou os
olhos e disse: "Vejo pessoas; elas parecem árvores andando". Mais uma vez, Jesus
colocou as mãos sobre os olhos do homem. Então seus olhos foram abertos, e sua
vista lhe foi restaurada, e ele via tudo claramente.

O leproso Mc 1:40-42 Um leproso aproximou-se dele e suplicou-lhe de joelhos: "Se


quiseres, podes purificar-me! " Cheio de compaixão, Jesus estendeu a mão, tocou
nele e disse: "Quero. Seja purificado! "

O surdo e gago de Decápolis Mc 7:32-35 32 Ali algumas pessoas lhe trouxeram um


homem que era surdo e mal podia falar, suplicando que lhe impusesse as mãos.
Depois de levá-lo à parte, longe da multidão, Jesus colocou os dedos nos ouvidos
dele. Em seguida, cuspiu e tocou na língua do homem. Então voltou os olhos para o
céu e, com um profundo suspiro, disse-lhe: “Efatá!”, que significa “abra-se!” Com
isso, os ouvidos do homem se abriram, sua língua ficou livre e ele começou a falar
corretamente.

Ressuscitando a filha de Jairo Mateus 9:18-19, 23-25 Dizendo-lhes ele estas coisas,
eis que chegou um chefe, e o adorou, dizendo: Minha filha faleceu agora mesmo;
mas vem, impõe-lhe a tua mão, e ela viverá. E Jesus, levantando-se, seguiu-o, ele e
os seus discípulos. Quando ele chegou à casa do dirigente da sinagoga e viu os
flautistas e a multidão agitada, disse: "Saiam! A menina não está morta, mas
dorme". Todos começaram a rir dele. Depois que a multidão se afastou, ele entrou e
tomou a menina pela mão, e ela se levantou.

Lucas 4:40 “Ao pôr-do-sol, todos os que tinham enfermos de diferentes moléstias
lhos traziam; e ele os curava. Impondo as mãos sobre cada um”
Além de estar abençoando pessoas, estava formando discípulos. Cada ministração era
uma “aula prática” de como operar no Poder de Deus. Por isso, depois os apóstolos
continuaram praticando e ensinando a respeito da imposição de mãos.

2. BATISMO DO ESPÍRITO SANTO:


Outro propósito da imposição de mãos é o batismo do Espírito Santo.
Há três exemplos registrados no livro de Atos pelos quais as pessoas receberam o
batismo no Espírito Santo.
 Os novos convertidos em Samaria em
Atos 8:14-17 “Os apóstolos, pois, que estavam em Jerusalém, ouvindo que Samaria
recebera a palavra de Deus, enviaram para lá Pedro e João. Os quais, tendo descido,
oraram por eles para que recebessem o Espírito Santo (Porque sobre nenhum deles
tinha ainda descido; mas somente eram batizados em nome do Senhor Jesus). Então
lhes impuseram as mãos, e receberam o Espírito Santo”.
 Saulo de Tarso em
Atos 9:17 17 “E Ananias foi, e entrou na casa e, impondo-lhe as mãos, disse: Irmão
Saulo, o Senhor Jesus, que te apareceu no caminho por onde vinhas, me enviou, para
que tornes a ver e sejas cheio do Espírito Santo”.
 Os discípulos em Éfeso
Atos 19:1-6 “Enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo, atravessando as regiões
altas, chegou a Éfeso. Ali encontrou alguns discípulos e lhes perguntou: "Vocês
receberam o Espírito Santo quando creram? " Eles responderam: "Não, nem sequer
ouvimos que existe o Espírito Santo". "Então, que batismo vocês receberam? ",
perguntou Paulo. "O batismo de João", responderam eles. Disse Paulo: "O batismo
de João foi um batismo de arrependimento. Ele dizia ao povo que cresse naquele que
viria depois dele, isto é, em Jesus". Ouvindo isso, eles foram batizados no nome do
Senhor Jesus. Quando Paulo lhes impôs as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo, e
começaram a falar em línguas e a profetizar”.

A imposição de mãos não é o único modo das pessoas receberem o batismo no


Espírito Santo.
Em Jerusalém e na casa de Cornélio as pessoas receberam a experiência sem a
imposição de mãos.

3. TRANSMITIR OS DONS ESPIRITUAIS:


Outro propósito para a imposição de mãos é transmitir os dons espirituais e
capacitações ministeriais.
Paulo escreve a Timóteo:
1Tm 4:14 “Não te faça negligente para com o dom que há em ti, o qual te foi
concedido mediante profecia, com a imposição das mãos do presbitério”.

Paulo refere-se novamente a experiência espiritual de Timóteo:


2Tm 1:6 “Por esta razão, pois, te admoesto que reavives o dom de Deus que há em ti
pela imposição das minhas mãos”
A imposição de mãos foi unificada com o dom da profecia para direcionar, encorajar, e
fortalecer Timóteo no cumprimento do seu ministério dado por Deus.
É óbvio que isto precisa ser feito debaixo de revelação, pois quem distribui dons é o
Espírito, conforme lhe apraz, (1Co 12:11). Portanto devemos ministrar segundo sua
vontade.

4. COMISSIONAR OS OBREIROS CRISTÃOS:


Outro propósito da imposição de mãos é comissionar os obreiros Cristãos.
“Comissionar” significa autorizar, designar, ou enviar em uma missão.
Os irmãos escolhidos para o diaconato, em Atos 6, receberam a imposição de mãos
dos Apóstolos. Atos 6:6 “Apresentaram-nos perante os apóstolos, e estes, orando,
lhes impuseram as mãos”

Observemos novamente que eles já eram reconhecidamente cheios do Espírito Santo


antes da imposição de mãos (v.3). Este ato, no entanto, autenticou diante da
comunidade o que Deus já estava fazendo em suas vidas e deu-lhes autoridade para o
serviço que passariam a desempenhar.

A mesma cerimônia e o mesmo princípio acompanharam os primeiros missionários At


13:1-4 “Havia na igreja de Antioquia profetas e mestres: Barnabé, Simeão, por
sobrenome Níger, Lúcio de Cirene, Manaém, colaço de Herodes, o tetrarca, e Saulo.
E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Separai-me, agora,
Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado. Então, jejuando, e orando, e
impondo sobre eles as mãos, os despediram. Enviados, pois, pelo Espírito Santo,
desceram a Selêucia e dali navegaram para Chipre”

Deus os separa, a igreja reconhece o seu chamado, impõe as mãos sobre eles e os
envia.

Nestes casos o chamamento, a fé viva, o desprendimento para o trabalho, a atuação


do Espírito Santo, antecederam a imposição de mãos e a designação para as tarefas
designadas.

A prática da imposição de mãos para comissionar obreiros hoje é um sinal externo


daquilo que Deus já proporcionou na vida de uma pessoa. Ela não inicia uma vocação,
mas a reconhece e a homologa diante da igreja. Os demais líderes concordam que
Deus está trabalhando na vida do noviço e aspirante, veem nele as qualificações para o
ministério e impõem as mãos autenticando o seu chamado ou delegando-lhe
autoridade.

CUIDADO COM A IMPOSIÇÃO DE MÃOS


Como já vimos há um tremendo poder quando, em fé, colocamos nossas mãos sobre
alguém, são necessários alguns cuidados no exercício desta prática.
Deve-se, especialmente os pastores, zelar para não delegar autoridade e estabelecer
no ministério pessoas despreparadas.

É neste sentido que Paulo adverte para que neófitos não sejam ordenados, (1Tm 3: 5-
6), e para que não se imponha precipitadamente as mãos sobre alguém, (1Tm 5: 22).
1Tm 5:22 “A ninguém imponhas precipitadamente as mãos. Não te tornes cúmplice
de pecados de outrem. Conserva-te a ti mesmo puro”.

Isto é, se uma pessoa não demonstrar diante da igreja o seu chamado, vocação e
compromisso, bem como uma vida de boa reputação, não deverá receber a imposição
de mãos. A precipitação poderia fazer, dos que impuseram as mãos, cúmplices dos
erros do irmão recém-ordenado.

Trazendo para o nosso presente


A igreja legitima pessoas com essa responsabilidade, com essa atribuição de fazer a
imposição de mãos, que na linguagem bíblica eram os apóstolos, pessoas de mais
tempo na comunidade de fé
E hoje nas nossas igrejas as pessoas que são atribuídas essas funções são;
Os Pastores,
Os Seminaristas,
Líderes de Ministérios,
As pessoas que são responsáveis pelo cuidado como o são os Líderes de Célula.

Agora surge uma dúvida???


Uma pessoa que eu não conheço chega na comunidade. Pode impor as mãos sobre
mim?
Bom eu não deixo...
Ai vai de cada pessoa

O cuidado que se deve ter:


Não devemos permitir que qualquer pessoa coloque as mãos sobre você para orar,
porque você não conhece essa pessoa, você não sabe o testemunho dela, não sabe de
onde vem

Na igreja nós temos pessoas com essa atribuição, mais o que não impede de uma
pessoa for dirigida no Espirito Santo, é membro da comunidade de fé, é uma pessoa
conhecida e ela for dirigida pelo Espirito a impor as mãos sobre alguém acho que não
há dificuldade desde que seja feito na direção do Espirito.
E quando há direção do Espirito há Paz,
há paz no coração da liderança,
há Paz no coração da pessoa que está sendo ministrada
e há paz no coração da pessoa que está ministrando

Você também pode gostar