Você está na página 1de 16

ORÇAMENTO BASEADO EM ATIVIDADES

CONCEITOS Da Literatura Contábil

Custeio Baseado Em Atividades (ABC) - “O Custeio Baseado em Atividades,


conhecido como ABC (Actívity-Based Costing), é uma metodologia de custeio
que procura reduzir sensivelmente as distorções provocadas pelo rateio
arbitrário dos custos indiretos” (Martins, Pág. 60)
“A Gestão Baseada em Atividades apóia-se no planejamento, execução e
mensuração do custo das atividades para obter vantagens competitivas; utiliza
o Custeio Baseado em Atividades e caracteriza-se por decisões estratégicas
como:
Alterações no mix de produtos;
Alterações no processo de formação de preços;
Alterações nos processos;
Redesenho de produtos;
Eliminação ou redução de custos de atividades que não agregam valor;
Eliminação de desperdícios;
Elaboração de orçamentos com base em atividades etc.”
(Martins, Pág. 210)

Orçamento Baseado Em Atividades (ABB) – O ABC passou a ser


disseminado do meio acadêmico a partir da década de 80 e a ser aplicado na
prática por empresas do E.U. A, logo demonstrou ser útil na capacidade de
ampliar o conhecimento sobre custos, dar apóio gerencial a tomada de decisão
e dar base para planejamentos de predição,em relação ao futuro se tornando a
essencial para a elaboração do ABB – Orçamento Baseado em Atividades em
conjunto com a contabilidade por atividades para planejar e controlar os fluxos
de custos.
O orçamento por atividades permite identificar os recursos a alocar
como de pessoal, de tecnologia, de ativos, etc. Para a consecução dos
objetivos da entidade de forma eficaz para cada atividade que está ligada a
fabricação de bens ou de venda de serviços. O orçamento decompõe os custos
indiretos em centro de custos por atividade e utilizam o critério de efeito causal
para identificar os direcionadores de custo de cada um dos centros de custo
indiretos.
Na elaboração do orçamento por atividades (ABB) se faz necessário
definir conceitos básicos do ABC como o que é processo, recursos, atividades,
direcionadores de custos e qual é a relação entre eles.
O ABB é mais amplo e conecta-se com outras funções da
administração, baseado no sistema de custos o ABB tem o papel de participar
na elaboração do planejamento estratégico global, assim como faz parte do
sistema de controle e monitoramento das operações em um período específico,
para Kaplan e Cooper apud Lunkes (p.124) “O orçamento por atividade nada
mais é do que a contabilidade por atividade invertida-CPA”. Ver figura 1.1.
(Esquema do ABC, O ABB faz o caminho Inverso)

CUSTEIO BASEADO NA
ATIVIDADE- ABC ABB

RECURSOS
F
L
U
DIRECIONADORES X
DE RECURSOS
O
I
N
ATIVIDADES V
E
R
DIRECIONADORES DE CUSTOS T
I
D
SERVIÇO A SERVIÇO B SERVIÇO C O
Fonte: Adaptado KAPLAN E COOPER, 1998, p. 328 apud Lunkes (p.124)
Figura 1.7 O orçamento por atividade inverte as relações causais da CPA

A simulação do orçamento por atividades permite incluir maior número


de parâmetros que ainda são formados pela contabilidade por recurso e
proporciona projetar a demanda de direcionadores de recursos, permite traçar
um controle mais sistemático dos recursos financeiros e este pode ser
empregado conforme o grau que se deseje de complexidade e de elaboração
se adaptando as necessidades e condições da empresa.
IMPLEMENTAÇÃO DO ORÇAMENTO POR ATIVIDADE: Aplicação em uma
empresa prestadora de serviços contábeis

Custos e despesas são determinados pelo volume e o mix de produtos


e/ou serviços e pelo clientes atendidos, portanto o ABB é uma base sólida para
a análise operacional e segundo Lunkes (2003, p.126) são oito (8) os passos
para elaboração do orçamento por atividades.
O orçamento por atividade flui dos produtos, serviços e clientes para os
recursos nas etapas que seguem:
1. Determinar a demanda projetada para cada produto (objeto de
custo).
2. Identificar a taxa de consumo da atividade (direcionador da
atividade).
3. Multiplicar a demanda projetada do produto pela taxa de consumo da
atividade, para então calcular as necessidades de atividade (quantidade).
4. Prever a demanda de atividades.
5. Identificar a taxa de consumo dos recursos (direcionador de
recursos).
6. Multiplicar o total das atividades requeridas (quantidade) com a taxa
dos recursos consumidos, para calcular a quantidade de recursos necessários.
7. Converter o total dos recursos requeridos (quantidade) com o custo
dos recursos exigidos.
8. Acumular o custo total dos recursos estimados.

1ª Etapa: Determinar a demanda projetada para cada serviço


(objeto de custo)
A empresa Capital Contabilidade e Assessoria Empresarial começam
com a estimativa do volume e do mix de produtos e serviços contábeis
esperados (Mensalmente apurados) como também o número de novos clientes
que possivelmente utilizarão os serviços.

Tabela 1.1 Estimativa de demanda de Serviços Prestados (Vendas)


TABELA 1.1 Estimativa da
demanda de Vendas (valores Hipotéticos)
Demanda Preço Total Receita Impostos
Estimada
Produto/Serviços Clientes Estimado Estimado de Total IR+CSLL+ISS Receita
ao por Hora Hora Por Estimada Líquida
Mês (Mercado) Cliente = 29%
Consultaria 20 50,00 8 8.000,00 2.320,00 5.680,00
Gestão Contábil 200 25,00 10 50.000,00 14.500,00 35.500,00
Gestão Fiscal 200 25,00 10 50.000,00 14.500,00 35.500,00
Gestão de RH 100 25,00 10 25.000,00 7.250,00 17.750,00
Gestão
Societária 30 50,00 20 30.000,00 8.700,00 21.300,00
Segurança do
Trabalho 20 25,00 10 5.000,00 1.450,00 3.550,00
Pacote Completo 15 120,00 68 122.400,00 35.496,00 86.904,00

TOTAIS 585 320,00 136 290.400,00 84.216,00 206.184,00

Para fixação de preços de prestação de serviços adotou-se o critério de


hora e não mensal a preço médio de mercado, porém pode se adotar uma
estratégia de precificação diferenciada. As políticas de preço devem ser
examinadas em termos de objetivos que a empresa deseja alcançar.

2 ª Etapa: Identificar a taxa de consumo da atividade pelo objeto


de custo (direcionador da atividade).

Tabela 1.2 Taxa de Consumo da atividade pelo objeto de custos

Atividade1 Atividade 2 Atividade 3 Atividade 4 Atividade 5


Produto/Serviços Direcionador/ Direcionador/ Direcionador/ Direcionador/ Direcionador/
Horas Horas Horas Horas Horas
Consultoria 1
Gestão Contábil 6 2 1
Gestão Fiscal 1 1
Gestão de RH 4
Gestão Societária
Segurança do
Trabalho
Pacote Completo 6 2 2 1 10
Atividade 6 Atividade 7 Atividade 8 Atividade 9 Atividade 10
Produto/Serviços Direcionador/ Direcionador/ Direcionador/ Direcionador/ Direcionador/
Horas Horas Horas Horas Horas

Consultaria 7
Gestão Contábil 8
Gestão Fiscal 8
Gestão de RH 6
Gestão Societária 20
Segurança do
Trabalho 10
Pacote Completo 6 8 15 8 10

Nessa etapa, devem ser definidos todos os direcionadores das


atividades, ou seja, o tempo e materiais necessários à produção de produtos e
serviços. No nosso caso foram identificados 10 direcionadores, são serviços
distintos e, portanto taxas de consumo e direcionadores diferentes.

3ª Etapa: Multiplicar a demanda projetada do produto pela taxa de


consumo da atividade, para então calcular as necessidades de atividade
(quantidade).
Calcula-se a quantidade total de trabalho por atividade para atender a
demanda projetada.

1.3 Taxa demanda total de consumo da atividade necessária para produzir os


dez (10) serviços.

Demanda Atividade1 Atividade 2 Atividade 3 Atividade 4 Atividade 5


Produto/Serviços Estimada
Clientes Direcionador Direcionador Direcionador Direcionador Direcionador
ao Mês /Horas /Horas /Horas /Horas /Horas
Consultaria 20 20
Gestão Contábil 200 1200 400 200
Gestão Fiscal 200 200 200
Gestão de RH 100 400
Gestão Societária 30
Segurança do 20
Trabalho
Pacote Completo 15 90 30 30 15 150
Demanda Atividade 6 Atividade 7 Atividade 8 Atividade 9 Atividade 10
Estimada
Produto/Serviços Clientes Direcionador Direcionador Direcionador Direcionador Direcionador
ao Mês /Horas /Horas /Horas /Horas /Horas
Consultaria 20 140
Gestão Contábil 200 1600
Gestão Fiscal 200 1600
Gestão de RH 100 600
Gestão Societária 30 600
Segurança do 20 200
Trabalho
Pacote Completo 15 90 120 225 120 150

4ª Etapa: Prever a demanda das atividades organizacionais

O ABB continua com a previsão da demanda das atividades da


empresa necessárias para suprir o volume e o mix de serviços. O ABB prevê
as demanda referentes a todas as atividades primárias e secundárias e estima
a quantidade esperada de todos os direcionadores de custos das atividades.

Tabela 1.4 Identificação das atividades necessárias


Atividade

Atividade 1 Atividade 2 Atividade 3 Atividade 4 Atividade 5


s

Registro Encerrament Análise das Constituição Contratação


Contábil o Apuração D.C e/ou Baixa de Demissão
Conciliações Elaboração Empresas Homologação
Produto / Obrigações das D.C.
Serviços Acessórias
Consultaria X
Gestão Contábil X X X
Gestão Fiscal X X
Gestão de RH X
Gestão Societária
Segurança do Trabalho
Pacote Completo X X X X X
Atividades
Atividade 6 Atividade 7 Atividade 8 Atividade 9 Atividade 10
Elaborar Análise Direito Apuração de Estudo e
Folha de Gerencial e Societário Impostos, Implantação
Pagamento Estratégica Mercado de Taxas e de Programa
Empresarial Ações e Contribuições de Segurança
Produto / Investimen- do Trabalho
Serviços tos
Consultaria X
Gestão Contábil X
Gestão Fiscal X
Gestão de RH X
Gestão Societária X
Segurança do Trabalho X
Pacote Completo X X X X X

A título de exemplo o serviço Gestão contábil necessita passar pelas


atividades 1, 2, 4 e 9 conforme levantamento efetuado na fase inicial do
processo de levantamentos de dados.
5ª Etapa: Identificar a taxa de consumo dos recursos (direcionador
de recursos).
Conhecendo as quantidades esperadas de demanda de atividades
efetuados na etapa 3 agora é necessário fazer um levantamento dos recursos
que devem ser supridos para realizar as atividades programadas, orçadas
.Tabela 1.5 Taxa de consumo dos recursos.
Atividades

Atividade1 Atividade 2 Atividade 3 Atividade 4 Atividade 5


Registro Elaboração das Análise das Constituição Contratação,
Contábil e Dem. D.C e/ou Baixa de Demissão,
Conciliações e Contábeis Empresas Homologação
Produto / Obrigações
Serviços Acessórias
Recurso Pessoal Pessoal Pessoal Pessoal Pessoal
Consultaria 30 min.
Gestão Contábil 180 min. 60 min. 30 min.
Gestão Fiscal 30 min. 30 min.
Gestão de RH 120 min.
Gestão Societária
Segurança do
Trabalho
Pacote Completo 180 min. 60 min. 60 min. 30 min. 300 min.
Atividades
Atividade 6 Atividade 7 Atividade 8 Atividade 9 Atividade 10
Elaborar Análise Direito Apuração de Estudo e
Folha de Gerencial e Societário, Impostos, Implantação
Pagamento Estratégica Mercado de Taxas e de Programa
Produto / Empresarial Ações e Contribuições de Segurança
Serviços Investimentos do Trabalho
Recurso Pessoal Pessoal Pessoal Pessoal Pessoal
Consultaria 210 min.
Gestão Contábil 240 min.
Gestão Fiscal 240 min.
Gestão de RH 180 min.
Gestão Societária 600 min.
Segurança do
Trabalho
Pacote Completo 180 min. 240 min. 450 min. 240 min. 300 min.

O mercado determina o preço de venda para determinar o custo dos


serviços e dar suporte as decisões em permanecer no mercado, sair, mudar a
política, resumidamente utilizar gerenciamento estratégico na prestação de
serviços contábeis (nosso caso em estudo). O orçamento permite estabelecer
os padrões de custo para que os objetivos sejam atingidos por meio de custo-
meta.
6ª Etapa: Multiplicar o total das atividades requeridas (quantidade)
com a taxa dos recursos consumidos, para calcular a quantidade de
recursos necessários
Define-se a quantidade de trabalho ou recursos aplicados necessários
para atender as atividades, mas é importante salientar que deve se buscar o
equilíbrio operacional de recursos e precisa ser comparada com a quantidade
atual de recursos disponíveis.
Estimando-se a oferta de recursos que cada atividade consumirá logo o
ABB estima a relação às demandas e os recursos que devem suprir e permitir
a execução do objetivo da empresa.
Nosso estudo de caso é específico foi omitido outros custos indiretos
específicos para simplificação e fácil entendimento do exemplo analisado, o
único custo incorrido é com salário do pessoal (funcionários e estagiários)

Tabela 1.6 Quantidade total de direcionadores de recursos necessários


Atividades
Atividade1 Registro Atividade 2 Atividade 3 Atividade 4 Atividade 5
Contábil e Elaboração das Análise das D.C Constituição Contratação,
Conciliações e Dem. Contábeis (Direcionadores) e/ou Baixa de Demissão,
Obrigações (Direcionadores) Empresas Homologação
Produto / Acessórias (Direcionadores) (Direcionadores)
Serviços (Direcionadores)
Recurso Pessoal (min.) Pessoal (min.) Pessoal (min.) Pessoal (min.) Pessoal (min.)
Consultoria 600
Gestão Contábil 36000 12000 6000
Gestão Fiscal 6000 6000
Gestão de RH 12000
Gestão Societária
Segurança do
Trabalho
Pacote Completo 2700 900 900 450 4500
Atividades

Atividade 6 Atividade 7 Atividade 8 Atividade 9 Atividade 10


Elaborar Folha de Análise Direito Apuração de Estudo e
Pagamento Gerencial e Societário, Impostos, Taxas Implantação de
(Direcionadores) Estratégica Mercado de e Contribuições Programa de
Empresarial Ações e (Direcionadores) Segurança do
Produto / (Direcionadores) Investimentos Trabalho
Serviços (Direcionadores) (Direcionadores)
Recurso Pessoal (min.) Pessoal (min.) Pessoal (min.) Pessoal (min.) Pessoal (min.)
Consultoria 4200
Gestão Contábil 48000
Gestão Fiscal 48000
Gestão de RH 18000
Gestão Societária 18000
Segurança do
Trabalho 6000
Pacote Completo 2700 3600 6750 3600 4500

Com os resultados encontrados na tabela 1.6 pode se calcular o


número de empregados necessários em cada atividade considerando que cada
funcionário trabalha 8 horas e 50 minutos por dia convertendo em minutos se
chega ao total de minutos / mês 11.660 [8 horas/dia x 60 + 50 x (22 dias úteis)].

Tabela 1.7 Número de empregados necessários para atender às atividades.


Atividades
Atividade1 Atividade 2 Atividade 3 Atividade 4 Atividade 5
Registro Contábil Elaboração das Análise das D.C Constituição e/ou Contratação,
Produto / Conciliações obri- Dem. contábeis Direcionadores Baixa de Empresas Demissão,
Serviços gações Acessórias Direcionadores Direcionadores Homologação
Direcionadores Direcionadores
N° N° N° N° N°
Pessoal Entre Pessoal Entre Pessoal Empre Pessoal Empre Pessoal Empre
Recursos (min.) gados / (min.) gados / (min.) gados / (min.) gados / (min.) gados /
Ativ. Ativid. Ativid. Ativid. Ativid.
Consultaria 600 0,05
Gestão
Contábil 36000 3,09 12000 1,03 6000 0,51
Gestão Fiscal 6000 0,51 6000 0,51
Gestão de RH 12000 1,03
Gestão
Societária
Segurança do
Trabalho
Pacote
Completo 2700 0,23 900 0,08 900 0,08 450 0,04 4500 0,39
Total
Funcionários 3,83 1,62 0,13 0,55 1,42
/Atividade
Atividades

Atividade 6 Atividade 7 Atividade 8 Atividade 9 Atividade 10


Elaborar Folha de Análise Gerencial Direito Societário, Apuração de Estudo e Implan-
Produto Pagamento e Estratégica Mercado de Ações Impostos, Taxas e tação de Progra-
/ Direcionadores Empresarial e Investimentos Contribuições ma de Segurança
Serviços Direcionadores Direcionadores Direcionadores do Trabalho
Direcionadores

N° N° N° N° N°
Pessoal Empre Pessoal Empre Pessoal Empre Pessoal Empre Pessoal Empre
Recurso (min.) gados / (min.) gados/ (min.) gados / (min.) gados / (min.) gados /
Ativid. Ativid. Ativid. Ativid. Ativid.
Consultaria 4200 0,36
Gestão
Contábil 48000 4,12
Gestão Fiscal 48000 4,12
Gestão de RH 18000 1,54
Gestão 18000 1,54
Societária
Segurança do 6000 0,51
Trabalho
Pacote
Completo 2700 0,23 3600 0,31 6750 0,58 3600 0,31 4500 0,39
Total
Funcionários 1,78 0,67 2,12 8,54 0,90
/Ativ.
Tabela 1.8 Funcionários total por atividade (Quadro Simplificado).

Funcionários Necessários 3,83 1,62 0,13 0,55 1,42 1,78 0,67 2,12 8,54 0,90 21,56
Nº da Atividade 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Total

Como se constata o número total de funcionários necessário para


executar as atividades enumeradas de 1 a 10 conta na tabela 1.8,
selecionados por meio do seu grau de relevância dentro do funcionamento
operacional da empresa em estudo. Para se desempenhar as atividades de
forma eficiente será necessário aproximadamente 22 funcionários.
Segundo Kaplan e Cooper apud Lunkes (2003, p132) o orçamento por
atividades utiliza três perfis básico: os recursos variáveis ou flexível, os
recursos fixos comprometidos e semi-variáveis e os recursos comprometidos
por etapa ou fixos. como por exemplo a energia elétrica utilizada na execução
das atividades, o material de expediente, etc.

7ª Etapa: Converter o total dos recursos requeridos (quantidade)


com o custo dos recursos exigidos.
Um empregado recebe R$ 930 por mês de trabalho, aproximadamente
R$ 0,08 por minuto de trabalho (R$ 930 /11.660 Min.) os outros custos
envolvidos rastreados são a energia elétrica e o material de expediente, o
Kilowatts/hora custa R$ 1,25 e o material de expediente (papel a4, canetas,
lápis, borracha, etc.) foi criado uma cota de gasto por funcionário ao preço de
R$ 25 cada ao todo são 22 kits ao mês. (feito uma média na coleta inicial de
dados e será denominado na tabela 2.1 como outros custos). Ver dados da
tabela 1.9.
Depois de identificar todos os recursos das atividades do escritório, a
empresa pode determinar a capacidade prática, que é a capacidade do
primeiro recurso que limita a capacidade da empresa de realizar a atividade o
próximo passo é calcular o total de recursos necessários em Valores
monetários calculados ao mês.
Procede-se ao calculo da seguinte maneira os gastos com pessoal são
convertidos em valores por minuto que tem o custo de R$ 0,08 tomasse esse
valor e multiplica-se pela quantidade total de minutos gastos por atividade esse
calculo será demonstrado na tabela 2.1. Da mesma maneira se procede com
os custos de energia elétrica e material de expediente, porém se utiliza os
valores encontrados na tabela 1.9 para se chegar aos valores que serão
utilizados para compor o demonstrativo ABB na 8ª etapa.
Tabela 1.9 Composição do serviço (itens de custo)
Serviços

Itens Gestão Gestão Gestão Segurança do Pacote Total


de Consultoria Contábil Fiscal Gestão de RH Societária Trabalho Completo Geral
custo
Qua Qua Qua Qua Qua Qua Qua
Fórmula ntida Total ntida Total ntida Total ntida Total ntida Total ntida Total ntida Total
Qtd x R$ de de de de de de de
Energia
Elétrica 20 25 25 31,3 20 25 35 43,75 15 18,75 20 25 150 188 356,3
R$ 1,25
Kw/H
Mater. de
Expedien. 3 75 3 75 3 75 3 75 3 75 3 75 4 100 550
R$ 25/m
TOTAL
POR 23 100 28 106 23 100 38 118,8 18 93,75 23 100 154 288 906,3
SERVIÇO

T
Tabela 2.1 Total de recursos
Atividades

Atividade 1 Atividade 2 Atividade 3 Atividade 4 Atividade 5


Reg. Contábil, Elaboração das Análise das D.C Constituição Contratação,
Produto Conciliações e Dem. Contábeis Direcionadores e/ou Baixa de Demissão,
/ Totais
Obrigações Direcionadores Empresas Homologação Parciais
Serviços Acessórias Direcionadores Direcionadores
Direcionadores

Recurso Pessoal R$ Pessoal R$ Pessoal R$ Pessoal R$ Pessoal R$


Consultoria 48,00 48,00
Gestão Contábil 2.880,00 960,00 480,00 4.320,00
Gestão Fiscal 480,00 480,00 960,00
Gestão de RH 960,00 960,00
Gestão Societária -
Segurança do
Trabalho -
Pacote Completo 216,00 72,00 72,00 36,00 360,00 756,00
Total Custo
/Atividade 3.576,00 1.512,00 120,00 516,00 1.320,00 7.044,00
Atividades
Atividade 6 Atividade 7 Atividade 8 Atividade 9 Atividade 10
Elaborar Folha Análise Direito Apuração de Estudo e
Produto de Pagamento Gerencial e Societário, Impostos, Taxas Implantação Totais Parciais
/ Direcionadores Estratégica Mercado de e Contribuições de Programa d
Serviços Empresarial Ações e Inv. Direcionadores Seg. do Trab.
Direcionadores Direcionadores Direcionadores

Recurso Pessoal R$ Pessoal R$ Pessoal R$ Pessoal R$ Pessoal R$

Consultoria 336,00 336,00

Gestão Contábil 3.840,00 3.840,00

Gestão Fiscal 3.840,00 3.840,00

Gestão de RH 1.440,00 1.440,00


Gestão 1.440,00 1.440,00
Societária
Segurança do 480,00 480,00
Trabalho
Pacote 216,00 288,00 540,00 288,00 360,00 1.692,00
Completo
Total Custo 1.656,00 624,00 1.980,00 7.968,00 840,00 13.068,00
/Atividade
Atividade
s

Produto / Serviços Custos Comuns a todas as atividades Total Custo Por Serviços

Outros Custos (Energia Elétrica e Totais parciais + Outros


Recurso Material De Expediente) R$ Custos R$
Consultoria R$ 100,00 R$ 484,00
Gestão Contábil R$ 106,00 R$ 8.266,00
Gestão Fiscal R$ 100,00 R$ 4.900,00
Gestão de RH R$ 118,80 R$ 2.518,80
Gestão Societária R$ 93,75 R$ 1.533,75
Segurança do Trabalho R$ 100,00 R$ 580,00
Pacote Completo R$ 288,00 R$ 2.736,00
Total do Custo por Atividade R$ 906,55 R$ 21.018,55

Após apurados todos os valores dos custos das atividades do nosso


estudo de caso se procede à próxima etapa que é a final, montar o
demonstrativo ABB montado na tabela 2.2 a seguir.
E xe m p lo d o A B B (M E N SA L)
E M PR E SA C A PIT A L C O N T A B ILID A D E E A SSE SSO R IA E M PR E SA R IA L
G estã o G estã o G estã o d e G estã o Segu ra n ça d o P a co te
E lem en to s Bá sico s C o n su lto ria T O T A IS
C o n tá b il Fisca l RH So cietá ria T ra b a lh o C o m p leto
D e m an d a (R e ce ita B ru ta) 8.000,00 50.000,00 50.000,00 25.000,00 30.000,00 5.000,00 122.400,00 290.400 ,00
(-) Im p o sto s (2.320,00 ) (14.500,00 ) (14.500,00 ) (7.250,00 ) (8.700,00 ) (1.450,00 ) (35.496,00 ) (84.2 16,00 )
R e ce ita Líq u id a 5.680,00 35.500,00 35.500,00 17.750,00 21.300,00 3.550,00 86.904,00 206.184 ,00
(-) C u sto T o tal d a s A tiv. (384,00) (8.160,00 ) (4.800,00 ) (2.400,00 ) (1.440,00 ) (480,00) (2.448,00 ) (20.1 12,00 )
A tivid ad e 1 2.880,00 480,00 216,00 3.576,0 0
A tivid ad e 2 960,00 480,00 72,00 1.512,0 0
A tivid ad e 3 48,00 72,00 120,00
A tivid ad e 4 480,00 36,00 516,00
A tivid ad e 5 960,00 360,00 1.320,0 0
A tivid ad e 6 1.440,00 216,00 1.656,0 0
A tivid ad e 7 336,00 288,00 624,00
A tivid ad e 8 1.440,00 540,00 1.980,0 0
A tivid ad e 9 3.840,00 3.840,00 288,00 7.968,0 0
A tivid ad e 10 480,00 360,00 840,00
Lu cro Bru to 5.296,0 0 27.340,00 30.700,00 15.350,00 19.860,00 3.070,0 0 84.456,00 186.072 ,00
8ª Etapa: Acumular o custo total dos recursos estimados para
atender a demanda projetada dos objetos de custo.
Segundo Kaplan e Norton apud Lunkes (2003, p135) O orçamento ABB
compõe-se da previsão de receitas constantes na tabela 1.1 da prestação de
serviços contábeis e outros e da previsão das despesas que serão incorridas
durante o processo levando em consideração a eficiência subjacente para que
a execução dos trabalhos se realize. O ABB especifica as despesas contínuas
que são necessárias a manutenção das atividades. No nosso estudo de caso
foram identificados os gastos com pessoal (salários fixos), gastos com energia
elétrica (rateados a base de kwatts/horas/atividade) e material de expediente
(limitado a kits por funcionário, custo fixado mensalmente).
De forma arbitraria são rateados os custos indiretos (fixos e variáveis),
não é uma forma totalmente correta essa medição, porém a título de exemplo e
simplificação para o entendimento da dinâmica do ABBA e seu funcionamento
foram omitidos outros custos e despesas, que poderiam ser tratados de forma
diferenciada e diretamente despejados na apuração do resultado por meio do
custeio variável sem influenciar os custos dos serviços prestados do período.
Análise das Vantagens do ABB
Com o demonstrativo ABB elaborado se encontra os dados que se
precisa para que uma análise seja executada de forma a perceber quais são as
atividades mais relevantes em matéria de lucratividade, custos, tempo de
execução e outros índices que podem ser extraídas para uma melhor análise
gerencial.
Para Leahy apud Lunkes (2003, p137) o orçamento por atividade não
elimina o orçamento tradicional, no entanto, é uma ferramenta gerencial
importante na medição da quantidade necessária de equipamentos e
funcionários necessários à empresa para atender a demanda projetada para o
período. O ABB em sua essência é quem pode estimar a demanda de
atividades da empresa, traduzindo essa demanda em valores monetários,
materiais, energia, e outros recursos necessário a consecução dos objetivos
estratégicos da entidade.
Considerações Finais

Referências:

Lunkes, Rogério João. Manual de Orçamento. São Paulo: Atlas, 2003.


Martins, Eliseu. Contabilidade de Custos. São Paulo: Atlas, 2003.
Schnorrenberger, Darci. Material desenvolvido pelos Professores. Florianópolis,
2010.