Você está na página 1de 40

PÁGINA EM BRANCO

2 MANUAL SISMATEC
ÍNDICE
PREZADO USUÁRIO...................................................................................................................................................4
A SISMATEC................................................................................................................................................................4
O PRODUTO ................................................................................................................................................................5
LAMPADA CIRÚRGICA AUXILIAR ..........................................................................................................................5
INSPEÇÃO INICIAL .....................................................................................................................................................6
INSTRUÇÕES PARA PRÉ-INSTALAÇÃO..................................................................................................................8
INFORMAÇÕES TÉCNICAS .......................................................................................................................................9
MECÂNICA...............................................................................................................................................................9
MOVIMENTOS .........................................................................................................................................................9
MASSAS SUSPENSAS..........................................................................................................................................10
ELÉTRICA ..............................................................................................................................................................11
INFORMAÇÕES ELÉTRICAS DAS LÂMPADAS CIRURGICAS AUXILIARES: ....................................................12
EMISSÕES ELETROMAGNÉTICAS......................................................................................................................13
IMUNIDADE ELETROMAGNÉTICA.......................................................................................................................14
CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ..............................................................................................................................16
ÓPTICA ..................................................................................................................................................................17
NOME COMERCIAL ..................................................................................................................................................19
MODELO DE CÚPULAS ........................................................................................................................................20
COMPONENTES BÁSICOS ......................................................................................................................................21
COMPONENTE CÂMERA .....................................................................................................................................21
SÍMBOLOS UTILIZADOS ..........................................................................................................................................22
DEFINIÇÃO DOS TERMOS.......................................................................................................................................23
INSTRUÇÕES DE USO .............................................................................................................................................24
AJUSTAR O POSICIONAMENTO DO CONJUNTO ..............................................................................................25
AJUSTAR A INTENSIDADE LUMINOSA DA LÂMPADA CIRÚRGICA ..................................................................25
SISTEMA ENDO.....................................................................................................................................................26
SISTEMA DE CONTROLE TEMPERATURA DE COR ..........................................................................................26
PARA INICIAR O USO DA LÂMPADA CIRÚRGICA AUXILIAR PARABÓLICA .....................................................27
PRECAUÇÕES...........................................................................................................................................................27
MANUTENÇÃO PREVENTIVA..................................................................................................................................28
CABOS: ....................................................................................................................................................................28
BATERIAS:................................................................................................................................................................28
EXAUSTOR: ..............................................................................................................................................................29
MANUTENÇÃO CORRETIVA....................................................................................................................................30
A) REPOSIÇÃO DO BULBO HALÓGENO ........................................................................................................................30
B) REPOSIÇÃO DO BULBO DICRÓICO ..........................................................................................................................31
C) REPOSIÇÃO DO BULBO MONOFOCAL .....................................................................................................................32
D) AJUSTES NO FREIO DA ARTICULAÇÃO....................................................................................................................33
E) AJUSTES NO CONJUNTO ARTICULAÇÃO PRINCIPAL .................................................................................................33
F) O EQUIPAMENTO NÃO LIGA ....................................................................................................................................34
RECOMENDAÇÕES DE CONSERVAÇÃO E ASSEPSIA........................................................................................35
GARANTIA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA ...................................................................................................................36
RESPONSABILIDADES ............................................................................................................................................36
CERTIFICADO DA QUALIDADE...............................................................................................................................37

MANUAL SISMATEC 3
PREZADO USUÁRIO
Parabéns pela escolha da Lâmpada Cirúrgica Auxiliar Sismatec. Com ele, você adquiriu a mais
completa e avançada tecnologia em iluminação cirúrgica.

Para obter melhor desempenho da lâmpada cirúrgica auxiliar, é muito importante que você leia
e siga as instruções deste manual antes de utilizá-lo. Ele contém informações detalhadas que
facilitarão os serviços de utilização e manutenção.

A SISMATEC
Atuando no mercado desde 1980, a Sismatec vem a cada ano se especializando em atender o
segmento médico-hospitalar, com atuação mais efetiva nos centros cirúrgicos.

Sua linha de produtos engloba: focos cirúrgicos, monitores suspensos, suporte para
equipamentos, mesas cirúrgicas, serras para osteotomia e perfuradora óssea, aspirador
cirúrgico e sistema de integração de sala cirúrgica.

Sua filosofia de atuação é o comprometimento com o cliente, onde objetiva desenvolver


produtos adaptados às necessidades do cliente, mantendo um estreito e duradouro
relacionamento, por meio de uma ampla rede de representantes e assistência técnica, atinge
todo mercado nacional e uma grande fatia do mercado internacional.

Com foco na qualidade e nos padrões internacionais, desenvolveu o Sistema de Gestão da


Qualidade baseado nas normas ABNT NBR ISO 9001-2008 e ISO 13485 - 2004 certificado
pela TÜV Rheinland Brasil. Possui também o certificado de Boas Práticas de Fabricação de
Produtos Médicos (RDC nº59-2000) outorgado pela ANVISA - Agência Nacional de Vigilância
Sanitária. Cumpre os requisitos essenciais para a marca CE (Conformidade Européia) em sua
maioria de produtos garantindo excelência na fabricação dos equipamentos seja para o
mercado nacional como para exportação.

“Acreditamos nas relações que cultivadas e


preservadas, criam um vínculo de respeito e
fidelidade, buscando sempre fortalecer o
nosso compromisso com o cliente”.

Para maiores informações, entre em contato conosco pelos meios:


Telefone: 55 (41) 3213-5900 • Fax: 55 (41) 3213-5901
DDG - DISCAGEM DIRETA GRATUITA - 0800 41 3735
E-mail Comercial: comercial@sismatec.com.br
E-mail Assistência Técnica: assistenciatecnica@sismatec.com.br
Home Page: www.sismatec.com.br

4 MANUAL SISMATEC
O PRODUTO
LAMPADA CIRÚRGICA AUXILIAR

• As Lâmpadas Cirúrgicas Auxiliares foram desenvolvidos para auxiliar cirurgias de


pequeno, médio e grande porte. Todas estas configurações de produto permitem ao
usuário posicionar o equipamento de acordo com a necessidade de cada tipo de cirurgia
e da técnica a ser empregada.

• A Lâmpada Cirúrgica Auxiliar Parabólica é destinada ao uso em enfermarias e clínicas,


somente para procedimento de curta duração. Não possui focalização regulável;

• São equipamentos eletro-médico alimentados com energia AC, destinados ao uso em


centros cirúrgicos, unidades de terapia intensiva, enfermarias e clínicas, onde
procedimentos médicos exijam maior iluminação. Possuem focalização regulável, por
meio de manopla esterilizável e grande liberdade de movimentos.

• Design moderno visando facilitar os procedimentos cirúrgicos, grande mobilidade,


máxima redução de sombras e calor no campo cirúrgico, proporcionando ainda
condições facilitadas para limpeza e desinfeção.

• O projeto foi elaborado visando atender aos requisitos das normas (ABNT NBR IEC
60601-1, ABNT NBR IEC 60601-1-2 e IEC 60601-2-41 ).

• A pintura empregada nos equipamentos produzidos é eletrostática a pó, lisa na cor


branco total brilhante (outros acabamentos e cores consultar fábrica).

• Cúpulas fabricadas em PU (Poliuretano), Al (alumínio) e/ou PSAI (poliestireno de alto


impacto).

• O modelo auxiliar vem acompanhado de um sistema de emergência que é acionado


automaticamente por meio de bateria. Opcionalmente o equipamento pode ser fornecido
com Filtros de absorção de calor (nos modelos FALC® é obrigatório o uso destes filtros).

• Obs.: No modelo de cúpula parabólico não é possível a instalação de bateria e


filtro Uro H9.

• Base fundida em alumínio coberta por carenagem moldada pelo processo de vacuum
forming em Poliestireno de Alto Impacto (PSAI).

MANUAL SISMATEC 5
INSPEÇÃO INICIAL
Conduzir o equipamento até o local onde será instalado.

Ao desembalar o equipamento certifique-se de que o mesmo encontra-se em perfeito estado, e


se não sofreu nenhum dano aparente no transporte. Caso haja dúvidas quanto ao aspecto da
embalagem entre em contato imediatamente com a fábrica pelo telefone (41) 3213-5900 ou
0800 41 3735.

Na parte externa da embalagem estão fixadas as seguintes etiquetas:

• Símbolos para transporte e acondicionamento do produto.

6 MANUAL SISMATEC
• Dados do destinatário, produto e informações iniciais para desembalar o equipamento.

Para desembalar seguir as instruções abaixo:

• Abra a parte superior da embalagem, retire dela cada um dos componentes avulsos e
verifique se todos estão devidamente intactos. Em caso de avaria contate o Fabricante.

Antes de iniciar qualquer procedimento com o equipamento ler o manual de


instruções. Ele contém as informações necessárias para a correta instalação e
utilização.

Obs.: Ao desembalar o equipamento você encontrará os componentes básicos e


pode haver acessórios opcionais, dependendo do modelo e conforme solicitação
prévia.

Obs.: A Lâmpada Cirúrgica Auxiliar Parabólica vai montada na embalagem.

MANUAL SISMATEC 7
INSTRUÇÕES PARA PRÉ-
PRÉ-INSTALAÇÃO
NOTA ESPECIAL: A instalação do equipamento deverá ser realizada apenas por
pessoas qualificadas. A SISMATEC não garante qualquer dano que ocorra como
resultado de instalação inapropriada.

Antes da instalação, assegurar-se que as seguintes condições mínimas sejam providenciadas:

É importante verificar se a tensão da rede (VAC) e a freqüência (Hz) no local de


instalação correspondem àquela indicada na etiqueta nº de série.

Falha do usuário em fornecer um circuito de acordo com os padrões mínimos ou de


acordo com os códigos locais de construção pode causar risco de choque.

É importante certificar-se de que o equipamento seja conectado ao aterramento


local. Lembre-se de que a função deste fio é aterrar o equipamento e proteger o
usuário. Jamais deixe de conectá-lo ao seu sistema de aterramento, conforme
exigências da norma ABNT NBR-5410 “Instalações Elétricas em Baixa Tensão”.
A não utilização do fio terra acarretará em perda da garantia do equipamento.

8 MANUAL SISMATEC
INFORMAÇÕES TÉCNICAS

As lâmpadas cirúrgicas auxiliares podem ser fornecidos com grande variedade de cúpulas
variando de 1 a 9 bulbos ou de 6 a 120 power leds por cúpula.

MECÂNICA

• O sistema de montagem permite movimentos leves e precisos como torção, flexão,


basculação e circulação. Os movimentos dos braços são com parada auto estabilizada e
realizados por meio da manopla e/ou alça;

• Focalização regulável por manopla (exceto Lâmpada Cirúrgica Auxiliar Parabólico),


fabricada em polímero flexível, destacável e esterilizável em autoclaves conforme
normas/ requisitos locais;

MOVIMENTOS

As lâmpadas cirúrgicas auxiliares possuem quatro articulações que realizam movimentos


circular com giro livre (pedestal), de torção com giro livre sem batente (cúpula em torno do tubo
da articulação), básculo (±65°) e flexão (giro de 300° em torno do eixo da cúpula). Sistema de
autobalanceamento sem a necessidade de contrapeso (ver figura a seguir)

MANUAL SISMATEC 9
Para a Lâmpada Cirúrgica Auxiliar Parabólica o posicionamento da cúpula é realizado por meio
de duas articulações, facilitando os movimentos circulares (giro de 360°em torno do tubo
pedestal), básculo (+25º / -100°) e elevação (1,27 - 1,90 m) (ver figura a seguir);

MASSAS SUSPENSAS

O sistema é composto por dois limitadores de curso na própria articulação que atuam
simultaneamente e são dimensionados para garantir a segurança do usuário. A mola trabalha
sempre em regime de compressão e garante fator de segurança 8 calculado em relação da
massa suspensa.

O sistema de articulação também é provido de um freio (fator de segurança extra) que pode ser
utilizado tanto para minimizar o esforço que a mola exerce ou travar por completo os
movimentos da articulação em um determinado ponto mesmo com a ausência da mola.

10 MANUAL SISMATEC
ELÉTRICA

As Lâmpadas Cirúrgicas Auxiliares são fornecidas com controle de intensidade luminosa.


Abaixo seguem as características de cada modelo de cúpula:

• Cúpulas 1B, 3B e 4B: são fornecidas opcionalmente com controle eletrônico linear de
intensidade luminosa (potenciômetro 20% - 100% opcional).

• Cúpulas M31B, M32B, 33B e M4B: são equipadas com controle de intensidade
luminosa escalonada por meio de interruptores, localizados no arco da cúpula, para
reduzir ou ampliar a iluminação periférica.

• Cúpulas M1 e M2: são equipadas com dimmer eletrônico numérico: 08 posições,


localizado na cúpula;

• Cúpulas 3L, 4L, M1L, M4L, M1LC, 3LE, 4LE, M1LE, M4LE e M1LEC: são equipadas
com dimmer eletrônico com regulagem de intensidade luminosa de oito estágios,
localizado no arco da cúpula.

• Cúpulas 3L, 4L, M1L, M4L, M1LC, 3LE, 4LE, M1LE, M4LE e M1LEC: são equipadas
com controle eletrônico de temperatura de cor com regulagem de oito estágios. A
regulagem pode ser feita no arco cúpula e ou na manopla estéril (opcionalmente).

• Cúpulas 3LE, 4LE, M1LE, M4LE e M1LEC são equipadas com sistema “ENDO”,
iluminação para videocirurgia.

• O modelo M1LC e M1LEC permitem ser equipados com câmera localizada na manopla
central.

• Nos modelos de cúpula M1 e M2 há 01 bulbo ativo e 01 bulbo de reserva, reversão com


acendimento automático para o bulbo reserva com aviso (led indicativo luminoso), caso
o bulbo primário falhe ou queime; quando o bulbo reserva está queimado ou não está
conectado corretamente o display digital ira acender e apagar a luz do display
intermitente; opcionalmente o sistema pode vir equipado com sinal sonoro;

• Nos modelos de cúpla 3B, 4B, M31B, M32B, 33B e M4B o esquema elétrico é composto
de bulbos interligados em paralelo, evitando deste modo que o defeito de um deles
impeça o funcionamento dos demais;

• As cúpulas de LED possuem placas fabricadas com substratos isento de chumbo e seu
projeto é elaborado de forma que impeça que a queima, ou defeito, de um dos leds
impeça o funcionamento dos demais;

• Possui fácil acesso em eventuais manutenções, permitindo a rápida reposição dos


bulbos, caso necessário sem o uso de chaves;

• Chave liga/desliga na cúpula (alguns modelos de cúpula), e na carenagem de cobertura


do pedestal;

MANUAL SISMATEC 11
INFORMAÇÕES ELÉTRICAS DAS LÂMPADAS CIRURGICAS AUXILIARES:

DESCRIÇÂO

Tensão de alimentação [VAC] 110-127 / 220-240

Tensão de alimentação dos bulbos halógenos [VAC] *1


Tensão de alimentação dos bulbos halógenos dicróicos [VAC] *1
Tensão de alimentação dos LEDS [VAC] *1
Freqüência [Hz] 50 / 60

Tipo de proteção contra choque elétrico Equipamento Classe I

Grau de proteção contra choque elétrico Tipo B

Grau de proteção contra penetração nociva de água IPX0

Classificação do equipamento quanto ao uso na presença de


Não adequado
anestésicos inflamáveis com o ar oxigênio ou óxido nitroso
Modo de operação Contínuo
Potencia consumida pelo equipamento [VA] *2

Nota:

*1 - Consultar informações da cúpula e esquemas elétricos disponíveis com o fabricante.


*2 - Consultar informações da configuração do produto correspondente com o fabricante

Utilizar somente peças originais Sismatec.

Não é recomendado empregar junto com as Lâmpadas Cirúrgicas Auxiliares


equipamentos que não atendam as mesmas normas. A empresa SISMATEC não se
responsabiliza por danos sofridos e/ou causados quando o equipamento for
utilizado junto com outros equipamentos não certificados pelas mesmas normas.

As lâmpadas cirúrgicas auxiliares apresentam emissões conforme tabelas a seguir:

12 MANUAL SISMATEC
EMISSÕES ELETROMAGNÉTICAS

Guia e Declaração do fabricante – Emissões Eletromagnéticas


A Lâmpada Cirúrgica Auxiliar é destinada a ser utilizado nos ambientes eletromagnéticos
especificados abaixo. O cliente ou o usuário do equipamento deverá assegurar que é
utilizado em tal ambiente.
Ensaio - Emissão Conformidade Ambiente Eletromagnético - guia
A Lâmpada Cirúrgica Auxiliar utiliza energia RF
Emissões de RF apenas para sua função interna. Entretanto, suas
ABNT NBR IEC Grupo 1 emissões RF são muito baixas e não é provável
CISPR 11 causar qualquer interferência em equipamentos
eletrônicos próximos.
Emissões de RF
ABNT NBR IEC Classe A A Lâmpada Cirúrgica Auxiliar é conveniente para
CISPR 11 utilização em todos os estabelecimentos domésticos e
Emissões de aqueles diretamente conectados a uma rede pública
Harmônicos Classe C de fornecimento de energia elétrica de baixa tensão
IEC 61000-3-3 que alimenta edificações utilizadas para fins
Flutuações de domésticos.
Conforme
Tensão / Flicker

Distâncias de separação recomendadas entre equipamentos de comunicação de RF


móveis e portáteis e a lâmpada cirúrgica auxiliar
A Lâmpada Cirúrgica Auxiliar é destinado para utilização em um ambiente eletromagnético
no qual as perturbações de RF são controladas. O cliente ou o usuário da Lâmpada
Cirúrgica Auxiliar pode ajudar a prevenir interferência eletromagnética, mantendo uma
distância mínima entre os componentes de comunicação de RF (transmissores) móveis e
portáteis e a Lâmpada Cirúrgica Auxiliar como recomendado abaixo, de acordo com a
máxima potência de saída do equipamento de comunicação.
Distância de separação de acordo com a freqüência do transmissor
Potência máxima
[m]
de saída do
150 kHz até 80 MHz 80 MHz até 800 MHz 800 MHz até 2,50 GHz
transmissor [W]
d=1,16√P d=1,16√P d=2,3√P
0,01 0,11 0,11 0,23
0,10 0,36 0,36 0,73
1 1,16 1,16 2,30
10 3,66 3,66 7,30
100 11,60 11,60 23,0

Para transmissores com uma potência máxima nominal de saída não listada acima, a
distancia de separação recomendada “d” em metros (m) pode ser determinada utilizando-se
a equação aplicável à freqüência do transmissor, onde “P” é a potência máxima nominal de
saída do transmissor em watts (W), de acordo com o fabricante do transmissor.

NOTA 1: Em 80 MHz e 800 MHz, aplica-se a distância de separação para a faixa de


freqüência mais alta.
NOTA 2: Estas diretrizes podem não se aplicar a todas as situações. A propagação
eletromagnética é afetada pela absorção e reflexão de estruturas, objetos e pessoas.

MANUAL SISMATEC 13
IMUNIDADE ELETROMAGNÉTICA
Diretrizes e declaração do fabricante - Imunidade eletromagnética
A Lâmpada Cirúrgica Auxiliar é destinada para uso em ambiente eletromagnético
especificado abaixo. O cliente ou o usuário da Lâmpada Cirúrgica Auxiliar deverá garantir
que ele seja utilizado em tal ambiente.
Nível Ensaio Nível de Ambiente Eletromagnético -
Ensaio de
ABNT NBR IEC Conformidade diretrizes
Imunidade
60601
Pisos deveriam ser de madeira,
Descarga
concreto ou cerâmica. Se os pisos
Eletrostática ± 6 kV - contato ± 6 kV - contato
forem cobertos com material
(ESD) IEC ± 8 kV - ar ± 8 kV - ar
sintético, a umidade relativa deveria
61000-4-2
ser pelo menos 30%.
Transitórios
elétricos Recomenda-se que a qualidade do
± 2 kV – na(s) ± 2 kV – na(s)
rápidos / Trem fornecimento de energia seja a de
linha(s) de linha(s) de
de pulsos um ambiente hospitalar ou comercial
alimentação alimentação
(“Burst”) IEC típico.
61000-4-4
± 1 kV – linha(s) ± 1 kV - linha(s) Recomenda-se que a qualidade do
Surtos a linha(s) a Linha(s) fornecimento de energia seja aquela
IEC 61000-4-5 ± 2 kV - Linha(s) ± 2 kV - Linha(s) de um ambiente hospital ou
a terra. a terra. comercial típico.
< 5% UT < 5% UT
(> 95% queda (> 95% queda
Recomenda-se que a qualidade do
em UT) para 0,5 em UT) para 0,5
fornecimento de energia seja aquela
Redução, ciclo; ciclo;
de um ambiente hospitalar ou
Interrupção e
comercial típico.
variação de 40% UT 40% UT
Se o usuário da Lâmpada Cirúrgica
tensão em (60% queda em (60% queda em
Auxiliar exige operação continuada
linhas de UT) para 5 UT) para 5
durante interrupções da energia, é
entrada de ciclos ciclos
recomendado que a Lâmpada
alimentação
Cirúrgica Auxiliar seja alimentada por
IEC 61000-4-11 70% UT 70% UT
uma fonte de alimentação
(30% queda em (30% queda em
ininterrupta ou uma bateria.
UT) para 25 UT) para 25
ciclos. ciclos.
Campo Recomenda-se que a qualidade do
Magnético na fornecimento de energia seja aquela
freqüência de de um ambiente hospital ou
3 A/m 3 A/m
alimentação comercial típico.
(50/60 Hz) IEC
61000-4-8
NOTA: UT é a tensão de alimentação C.A. antes da aplicação do nível de ensaio.

14 MANUAL SISMATEC
Diretrizes e declaração do fabricante - Imunidade eletromagnética
A Lâmpada Cirúrgica Auxiliar é destinada para utilização no ambiente eletromagnético especificado abaixo. O
cliente ou o usuário deverá assegurar-se de que seja utilizado em tal ambiente.
Nível Ensaio Nível de
Ensaio de
ABNT NBR IEC confor- Ambiente eletromagnético - diretrizes
Imunidade
60601 midade
Recomenda-se que equipamentos de
comunicação de RF portátil e móvel não
sejam usados próximos a qualquer parte
da Lâmpada Cirúrgica Auxiliar, incluindo
cabos, com distância de separação
menor que a recomendada, calculada à
partir da equação aplicável à freqüência
do transmissor.

RF Conduzida 10 Vrms Distância de separação recomendada:


3 Vrms
IEC 61000-4-6 150 kHz a 80 MHz d=1,16 √P 80 MHz a 800 MHz
d=2,3 √P 800 MHz a 2,5 GHz
10 V/m
RF Radiada 3 V/m
IEC 61000-4-3 80 MHz a 2,5 GHz Onde “P” é a potência máxima nominal
de saída do transmissor em watts (W),
de acordo com o fabricante do
transmissor, e “d” a distância de
separação recomendada em metros
(m).

Recomenda-se que a intensidade de


campo a partir de transmissor RF, como
determinada por meio de inspeção
eletromagnética no local, “a” seja menor
que nível de conformidade em cada
faixa de freqüência. “b”

Pode ocorrer interferência nas


proximidades do equipamento
marcado pelo seguinte
símbolo:
NOTA 1: Em 80 MHz e 800 MHz, aplica-se a faixa de freqüência mais alta.
NOTA 2: Estas diretrizes podem não ser aplicáveis em todas as situações. A propagação eletromagnética é
afetada pela absorção e reflexão de estruturas, objetos e pessoas.
“a” As intensidades de campo estabelecidas pelos transmissores fixos, tais como estações
de rádio base, telefone (celular/ sem fio), Rádios móveis terrestres, rádio amador,
transmissão AM e FM e transmissão de TV não podem ser previstos teoricamente com
exatidão. Para avaliar o ambiente eletromagnético devido a transmissores RF fixos;
recomenda-se considerar uma inspeção eletromagnética do local. Se a medida da
intensidade de campo no local em que a lâmpada cirúrgica auxiliar é usada excede o nível
de conformidade de RF aplicável acima, recomenda-se observar a lâmpada cirúrgica
auxiliar para verificar se a operação está normal. Se um desempenho anormal for
observado, procedimentos adicionais podem ser necessários, tais como a reorientação ou
recolocação da lâmpada cirúrgica auxiliar.
“b” Acima da faixa de freqüência de 150 kHz até 80 MHz, recomenda-se que a intensidade
do campo seja menor que 3 V/m.

MANUAL SISMATEC 15
Características Técnicas

Características Técnicas

Alimentação do conjunto (VAC) 110 - 127/ 220 - 240


Potencia total do conjunto (VA) 62 a 1840
Iluminância (KLux) 35 a 200
Material da cúpula: ¹ PU / PSAI /Al
Diâmetro circunscrito da cúpula (em
250 a 630
mm)
Número de refletores / bulbos(por
1a9
cúpula)
Números de leds: ²(por cúpula) 12 a 120
Comprimento focal (em mm) 1000
Temperatura de cor [° Kelvin] 3.200 – 6.500
Índice de reprodução de cor (IRC) 90 - 97
Dimmer (controle intensidade luminosa) 20% - 100%
Controle de Temperatura de cor: ² Ajustável até 8 níveis
Alimentação dos bulbos (VAC) 12 a 36
Alimentação dos leds (VCC) 24 a 36
Bulbos(W) 50 / 150
Vida média dos bulbos (h) 1.000 a 4.000
Vida média dos LEDS (h) 30.000 s 50.000
Manopla destacável e autoclavável sim

Notas:
¹ PSAI: Poliestireno de alto impacto / PU: Poliuretano injetado / Al:Alumínio.
² Disponível somente nos modelos de cúpulas terminados em "L", "LE" e "LEC"

16 MANUAL SISMATEC
ÓPTICA
Os refletores multifocais compõem uma linha produtos com a finalidade de atender a
iluminação necessária para uso médico cirúrgico.

A luz refletida é corrigida em seu espectro, fornecendo uma temperatura de cor no espectro
branco que assegura uma visualização da área sob a cúpula sem distorções. É filtrada por um
filme nano-estruturado dielétrico para o comprimento de onda infravermelho e ultravioleta,
geradores de calor.

Os refletores são manufaturados com um substrato vítreo ou polímero resistente a temperatura


e não deformável. Possui ao longo de sua superfície multifacetas que formam diversas
unidades independentes de reflexão, permitindo a minimização do sombreamento na área de
operação eventualmente causado pela disposição de objeto ou membro de profissional que
utiliza o produto.

A Lâmpada cirúrgica auxiliar pode ser opcionalmente equipada com um segundo filtro de
dissipação de calor e correção de cor (filtro URO H9) que elimina o raio infravermelho e
ultravioleta e corrige a temperatura de cor, resultando assim uma luz fria e branca como a luz
do dia exceto modelos com fonte geradoras de luz por meio LED (diodo emissor de luz).

Os refletores das cúpulas monofocais são multifacetados prismáticos fabricados em


policarbonato com cobertura “COATING” ótico que garante a reflexão da luz visível e a
passagem dos raios infravermelhos com excelente iluminação fria, minimização de sombras e
de aquecimento no campo cirúrgico.

A tecnologia de “COATING” dos refletores garante uma luz fria com aumento da temperatura
em apenas 2 °C na cabeça do cirurgião e no Maximo 10 °C no campo operatório.

Os colimadores das cúpulas de LED são fabricados com tecnologia óptica de última geração,
resultando em um campo bem definido e eficiência de iluminação incontestável.

As lâmpadas cirúrgicas montadas com cúpulas com descrição terminando em “LE” e “LEC” são
equipados com sistema de iluminação para vídeo cirurgia, esta iluminação reduz a fadiga dos
olhos durante os procedimentos endoscópicos e diminui o reflexo nos monitores LCD durante o
procedimento e mantém o ambiente com iluminação suficiente para o trabalho

As lâmpadas cirúrgicas montadas com cúpulas com descrição terminando em “L”, “LE” e “LEC”
podem ser equipados opcionalmente com sistema de iluminação de penumbra, também usado
para vídeo cirurgia.

As lâmpadas cirúrgicas montadas com cúpulas com descrição terminando em “L”, “LE” e “LEC”
podem ser equipados com sensor de presença de cabeça (opcional), sistema este que apaga
uma determinada área e reforça a intensidade luminosa nas demais áreas mantendo assim
sempre a mesma quantidade de lux no campo operatório.

As lâmpadas cirúrgicas montadas com as cúpulas 3L / 4L / 3LE / 4LE / M4L e M4LE possuem
ajuste do diâmetro do campo (campo ajustável).

As lâmpadas cirúrgicas montadas com cúpulas com descrição terminando em “L”, “LE” e “LEC
podem vir equipados (opcionalmente) com sistema de LED com controle RGB , sistema este
onde o cirurgião pode dosar a intensidade de leds vermelhos ,verdes ou azuis de acordo com a
necessidade da cirurgia a ser realizada.

MANUAL SISMATEC 17
Descrição Lâmpada Cirúrgica Auxiliar
Tipo de refletor para bulbos halógenos Espelho de vidro metalizado multifacetado
Tipo de refletor para bulbos halógenos Espelho de vidro com coating de alumínio
dicróicos multifacetado
Multifacetado prismático em policarbonato,
Tipo de refletor para cúpula monofocal
cobertura metalizada (coating a vácuo)
Tipo de colimador para cúpulas com
iluminação por diodo emissor de luz Colimador injetado em polímero
(LED)

Visando atender aos mais diversos procedimentos as cúpulas das lâmpadas auxiliares são
produzidas baseadas em 03 conceitos (campo, profundidade e campo + profundidade) para a
concentração do feixe de luz, detalhado a seguir:

1) Cúpulas com bulbos halógenos 1B / 3B / 4B / M1 / M2 e cúpulas com LEDS (1L / 3L /


4L / M1L / M1LC / 1LE / 3LE / 4LE / M1LE e M1LEC)

Indicada para cirurgias que necessitem de iluminação de profundidade, ou seja, feixe de luz
concentrado para iluminar dentro de uma cavidade (ver Fig. 1).

As cúpulas 1B, 3B e 4B são montadas com bulbos halógenos 12 V x 50 W.

As cúpulas M1 / M2 são montadas com um bulbo halógeno 24 V x 150 W.

As cúpulas 1L / 3L / 4L / M1L / M1LC / 1LE / 3LE / 4LE / M1LE e M1 LEC são montadas com
placas leds (LEDS) de 36 W a 270 W por cúpula

2) Cúpula com bulbos halógenos dicróicos - FALC® (13B / 33B)

Indicada para cirurgias que necessitem de iluminação de campo, ou seja, feixe de luz
caracterizando por iluminar campo (maior área), ver Fig. 2.

As cúpulas 13B e 33B são montadas com bulbos halógenos dicróicos (12 V X 50 W), com
variação de 3 e 9 bulbos respectivamente (consultar informações da cúpula).

3) Cúpulas com bulbos mistos, halógenos e halógenos dicróicos - FALC® (M31B/ M32B/
M4B e LEDS (M4L / M4LE)

Indicada para cirurgias que necessitem de iluminação de campo e profundidade


simultaneamente (ver Fig. 3).

As cúpulas (M31B, M32B, M4B) são montadas com bulbos halógenos e halógenos dicróicos
(12 V X 50 W), com variação de 5, 7 ou 8 bulbos (consultar informações da cúpula).

As cúpulas M4L e M4LE são montadas com placas intercaladas de profundidade e de campo
de diodos emissores de luz (LED) de 144 W a 350 W por cúpula

18 MANUAL SISMATEC
Fig.1 Fig. 2 Fig. 3

Nome Comercial
Comercialmente as Lâmpadas Cirúrgicas Auxiliares terão variação no nome de acordo com a
combinação de cúpulas. Por exemplo:

• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar 1B


• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar 13B
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar 3B
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar 4B
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar M31B
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar M32B
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar 33B
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar M4B
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar M1
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar M2
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar LED 1L
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar LED 3L
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar LED 4L
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar LED M4L
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar LED M1LE
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar LED M1LEC
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar LED M1L
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar LED M1LC
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar LED 1LE
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar LED 3LE
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar LED 4LE
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar LED M4LE
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar Parabólica
• Lâmpada Cirúrgica Auxiliar Parabólica LED

MANUAL SISMATEC 19
MODELO DE CÚPULAS
1B 13B Falc® 3B 4B

M31B Falc® M32B Falc® 33B Falc® M4B Master

M1 M2 1L 3L

4L M4L M1LE M1LEC

M1L M1LC 1LE 3LE

4LE M4LE PARABOLICA PARABOLICA LED

20 MANUAL SISMATEC
COMPONENTES BÁSICOS

COMPONENTE CÂMERA
Câmera Alta Definição com fixação na manopla da cúpula, a câmera é montada na parte
central (manopla) das cúpulas, possibilitando a equipe cirúrgica grande facilidade no
posicionamento da câmera, obtendo assim uma angulação perfeita para geração de imagem.A
câmera de alta definição equipa os modelos M1LEC e M1LC.

MANUAL SISMATEC 21
SÍMBOLOS UTILIZADOS
Símbolo Descrição Símbolo Descrição
Limites de temperatura para
Marca CE
armazenamento e transporte
(mín 0°C - máx. 55°C)

Selo de Segurança
Não expor à chuva ou
umidade.
Superfície quente
Sentido de posicionamento
da embalagem para
transporte e armazenamento Boas práticas de fabricação

Frágil, cuidado no transporte Número de série.


e armazenamento

Empilhamento máximo Atenção


permitido, onde “N” é o limite
máximo de empilhamento.
Risco de choque elétrico
Tipo de proteção contra
choque elétrico.
Bateria com carga.

Grau de proteção contra Não descartar em lixo


choque elétrico (Tipo B) doméstico.

Grau de proteção contra Fusível


penetração nociva de água

Terminal de aterramento para


proteção.
Representante autorizado na
Comunidade Européia.
Desligado (Sem tensão
elétrica de alimentação).

Fabricante. Ligado (Com tensão elétrica


de alimentação).

Data de fabricação.

22 MANUAL SISMATEC
DEFINIÇÃO DOS TERMOS
Centro do Campo de Luz Equipamento Eletro-Médico
Ponto da área iluminada (iluminação Equipamento elétrico destinado a
central) onde a intensidade (medida em lux) diagnosticar e/ou tratar o paciente sob
é máxima. Este é o ponto de referência supervisão médica.
para as medições do tamanho do campo de
luz e da distribuição da luz. Falc®
Feixe de luz altamente concentrado.
Conjunto Articulação Principal ou
Articulação Principal Auxiliar Iluminação do Campo (Diâmetro) da Luz
O conjunto que sustenta a cúpula e permite Diâmetro do círculo em que a iluminação
o posicionamento exato do foco de luz por atinge em torno do centro do campo de luz.
meio de molas e freios.
Iluminação Central
Conjunto Cúpula Região iluminada pelo feixe de luz, medida
A parte que inclui a fonte de luz, o sistema a 1 metro dos pontos de emissão (bulbos),
de remoção de calor, o sistema de sem nenhuma obstrução, expressa em Lux.
focalização da luz e o braço de
posicionamento vertical da cúpula. Índice de Reprodução de Cor (Ra)
Um método empregado para estratificar
Contato Giratório uma fonte de luz com objetivo de fornecer
Dispositivo que permite manter conectados outras cores quando as iluminar com base
todos os cabos elétricos nas articulações do em oito coordenadas cromáticas CIE,
equipamento mesmo quando estiver sendo medidas com um espectro radiômetro.
executado o movimento de rotação em
torno de um eixo. Permite giro irrestrito na Irradiação Total
movimentação do equipamento. A quantidade total de energia dada ao
paciente pelo sistema de iluminação
Conjunto Sistema de Emergência expressa em Watts / metros².
Sistema de comando com fonte auxiliar de
energia para suprir eventuais faltas de Lâmpada Cirúrgica Auxiliar
energia elétrica no momento do uso do Descrição comercial do equipamento.
equipamento, contém chaves, fusíveis de
proteção e dimmer (opcional). Ligação Terra (Proteção)
O condutor usado para conectar as partes
Diâmetro do Campo da Luz metálicas da Lâmpada cirúrgica auxiliar até
Diâmetro do círculo em que a iluminação o eletrodo de aterramento do local em que o
atinge em torno do centro do campo de luz. equipamento foi instalado.

Diluição de Sombra Manopla Esterilizável


A capacidade do equipamento em minimizar Quando esterilizado de forma apropriada, o
as áreas de sombras no campo de trabalho instrumento mantém uma área estéril, a fim
devido à obstrução parcial pelo operador ou de manuseá-lo em condições assépticas
outros membros da equipe médica. quando estiver preso ao equipamento.

Dimmer Temperatura de cor


Dispositivo eletrônico que permite regular a Temperatura de cor da luz do foco quando
intensidade de luz. comparado a um corpo negro radiante,
expressa em graus Kelvin

23 MANUAL SISMATEC
INSTRUÇÕES DE USO
Todos os equipamentos Sismatec passam por limpeza e assepsia na expedição da Fábrica,
todavia, devido ao transporte e manuseio deve-se fazer a assepsia.

Para iniciar o uso da Lâmpada cirúrgica auxiliar:

• Conecte o cabo de alimentação à rede elétrica;

• Ligue a chave liga/desliga, indicada como “REDE” no painel do equipamento, observe se


o led rede acende. Caso esta chave esteja desligada, o equipamento funcionará, porém
consumindo carga da bateria até esgotá-la. As Lâmpadas Cirúrgicas Auxiliares são
equipadas com um sistema de apoio para auxiliar em eventuais faltas de energia elétrica
quando em utilização. Com a simples instalação de uma bateria automotiva de 12V, o
equipamento passará a ser alimentado pela mesma, retornando o fornecimento da
energia, automaticamente o sistema retorna ao funcionamento normal.

Obs.: Se o led “EMERGÊNCIA” do painel estiver aceso, indica o acionamento automático


do sistema de emergência (bateria), que acontece imediatamente após a interrupção do
fornecimento de energia elétrica ao equipamento.

• Ligue a chave liga/desliga, indicada como “LÂMPADA” no painel do equipamento. Neste


momento a cúpula deverá acender;

Obs: Se o led “CARGA” do painel estiver aceso, indica que a bateria está com carga
baixa. Para manter a carga da bateria, certifique-se de que o aparelho esteja conectado à
rede elétrica e a chave liga/desliga, indicada como “REDE” no painel do equipamento
esteja na posição ligada. O sistema administrará automaticamente a carga necessária à
bateria.

• .Para os modelos de cúpulas M1, M31B, M32B, 33B, M4B e os modelos de cúpulas cuja
nomenclatura termine com as letras “L” “L”, ”LE” e “LEC” após acionar a tecla liga /
desliga no painel, pressionar o botão liga / desliga na cúpula (figura abaixo). Há um
botão liga/desliga para cada cúpula.

24 MANUAL SISMATEC
AJUSTAR O POSICIONAMENTO DO CONJUNTO

• Deslocar a cúpula, por meio da alça ou manopla, para a posição desejada.


• Ajustar a cúpula (basculação) em relação ao ponto que se deseja iluminar a mesma.
• Ajustar a focalização.

Para ajustar o foco, basta girar a manopla


no sentido horário ou anti-horário, até o
ajuste estar apropriado às condições
desejadas.

Aumentar o tamanho do facho pode agir como um redutor de intensidade, pois


expandirá a área do feixe luminoso reduzindo a intensidade.

Dependendo do modelo a lâmpada cirúrgica auxiliar possui campo e profundidade


simultâneos.

AJUSTAR A INTENSIDADE LUMINOSA DA LÂMPADA CIRÚRGICA

• Para ajustar a intensidade da luz, basta acionar o botão Dimmer, localizado na


cúpula conforme figura abaixo.
• Para ajustar o padrão de luz (tamanho do facho) segurar e girar a manopla
esterilizável. Girar no sentido anti-horário aumenta o tamanho do facho. Girar no
sentido horário focaliza e intensifica o facho.

MANUAL SISMATEC 25
SISTEMA ENDO

O sistema “ENDO” proporciona ao ambiente iluminação apropriada para vídeo cirurgia, luz de
penumbra e luz verde, esta iluminação evita reflexos nos monitores. O sistema “ENDO” pode
ser acionado na cúpula.

SISTEMA DE CONTROLE TEMPERATURA DE COR

O controle de temperatura de cor permite ao cirurgião selecionar a temperatura de cor de


acordo com a cirurgia a ser realizada. O controle de temperatura de cor pode ser acionado na
cúpula.

SUBSTITUIÇÃO DA MANOPLA

Pressione a área indicada e puxe a manopla para fora, girando-a levemente.

26 MANUAL SISMATEC
PARA INICIAR O USO DA LÂMPADA CIRÚRGICA AUXILIAR PARABÓLICA

• Conecte o cabo de alimentação à rede elétrica;

• Ligue a chave liga/desliga na base do equipamento;

• Para efetuar a regulagem da altura do braço solte a peça fixadora do braço;

• Para movimentar a cúpula, afrouxe o manipulo, incline para a posição desejada e aperte
novamente

PRECAUÇÕES

Antes de iniciar a manutenção do equipamento, certifique-se de que a chave


geral esteja desligada e desconectar os cabos de alimentação do equipamento.

Apenas pessoal autorizado pela fábrica poderá realizar reparos nas lâmpadas auxiliares.
Reparos feitos por pessoal não autorizado poderá resultar em ferimentos às pessoas e podem
invalidar a garantia.

• As lâmpadas auxiliares operam em altas temperaturas. Assim, permita que a unidade


esfrie pelo menos 30 minutos antes de realizar qualquer correção de problema,
manutenção ou reparos;

• Usar para troca apenas bulbos aprovadas pela Sismatec. Usar um bulbo de potência
mais alta causa riscos de incêndio;

• Não prensar ou prender quaisquer fios ou cabos durante a instalação. Isso causa perigo
de choque elétrico;

• Se for necessária a troca de algum fusível, usar fusível de valor igual ao especificado;

• Não expor a lâmpada cirúrgica auxiliar à umidade excessiva;

• Antes de realizar procedimento cirúrgico checar se todos os movimentos do


equipamento estão funcionando;

• Antes de realizar procedimento cirúrgico proceder à assepsia do equipamento;

• Após cada procedimento cirúrgico fazer a limpeza e assepsia do equipamento, com


pano umedecido, tomando sempre o cuidado para que não entre líquidos dentro da
carenagem do equipamento.

MANUAL SISMATEC 27
Caso haja derramamento de líquido sobre o equipamento e escoamento deste
para as partes internas, contatar o pessoal de Engenharia Clínica e/ou entre em
contato com a Assistência Técnica Autorizada.

• Não retirar a bateria do sistema de emergência enquanto estiver utilizando o


equipamento, pois a mesma serve de contra peso para equilibrar o sistema.

• Promova um treinamento com todos os envolvidos na utilização do equipamento e não


permita o manuseio por pessoas não habilitadas

MANUTENÇÃO PREVENTIVA
A manutenção preventiva deverá ser realizada periodicamente e por pessoal tecnicamente
habilitado conforme recomendações abaixo:

Antes de iniciar a manutenção do equipamento, certifique-se de que a chave geral


esteja desligada e desconectar os cabos de alimentação do equipamento.

Cabos:
• Mensalmente, verifique as condições do cabo de alimentação, plug de conexão e
tomada . Cabo rompido ou em curto pode causar danos imprevisíveis.

Baterias:
• Mensalmente, desligue a chave geral e utilize por 2 minutos a carga da bateria, a fim de
certificar-se do seu funcionamento;

• As baterias das lâmpadas auxiliares são recarregáveis, seladas e livres de manutenção.


No equipamento elas estão colocadas em local apropriado para uso e não oferecem
risco ao usuário;

• Uma vez por ano, com a bateria carregada, desconectar os cabos da bateria e medir a
tensão entre os pólos. Se a tensão for inferior a 11 V é necessário efetuar a sua
reposição. Antes de iniciar a manutenção da lâmpada cirúrgica auxiliar, certifique-se de
que a chave geral do equipamento esteja desligada e desconectar os cabos de
alimentação do equipamento.

No caso da lâmpada cirúrgica auxiliar não ser utilizada por um tempo prolongado,
as baterias devem ser retiradas e guardadas em local seguro

Quando a lâmpada cirúrgica auxiliar ficar parada por um período superior a 30 dias,
a sua bateria deve ser carregada por pelo menos uma hora antes de iniciar a
utilização do equipamento.

28 MANUAL SISMATEC
Exaustor:

• Retirar os parafusos que fixam o Chapéu na Tampa da Cúpula;


• Retirar o chapéu;
• Desconectar o ventilador;
• Limpar o pó acumulado nas hélices do exaustor.

Obs.: Nas cúpulas 13B o exaustor é fixado na tampa da cúpula sendo necessário
remover a mesma para ter acesso ao exaustor.

MANUAL SISMATEC 29
MANUTENÇÃO CORRETIVA
Antes de iniciar a manutenção do equipamento, certifique-se de que a chave geral
esteja desligada e desconectar os cabos de alimentação do equipamento.

A) Reposição do bulbo Halógeno

Obs.: Trabalhar com a cúpula voltada para cima para evitar a queda do vidro / filtro
URO H9.

30 MANUAL SISMATEC
B) Reposição do bulbo Dicróico
Obs.: Trabalhar com a cúpula voltada para cima para evitar a queda do vidro / filtro
URO H9.

1. Desligar o equipamento por no mínimo 30 minutos antes de qualquer intervenção;

• Para modelos 1B/13B

Retirar as porcas de fixação do aro;


Retirar o aro;
Retirar o vidro frontal, tomando sempre o cuidado
com o vidro que estará apoiado diretamente no aro;
Seguir com etapa 2

• Para demais modelos

a. Retirar a manopla de silicone


b. Retirar a ponteira com a tampa de
policarbonato
c. Seguir com etapa 2.

2. Retirar o filtro (se houver). O filtro estará fixado por meio das borrachas suporte do filtro.
Girar para fora uma das três borrachas e desencaixe o filtro;
3. Soltar o parafuso central do espelho de sustentação dos focos;
4. Retirar o bulbo puxando-o para desencaixar; nunca realize esta substituição com o bulbo
quente;
5. A tensão nominal e potência do bulbo em watts estão mercadas nas mesmas, utilizar
bulbos originais de fábrica;
6. Para montar o conjunto fazer o procedimento inverso.

MANUAL SISMATEC 31
C) Reposição do bulbo Monofocal

Obs.: Trabalhar com a cúpula voltada para cima para evitar a queda do conjunto
focalizador.

32 MANUAL SISMATEC
D) Ajustes no Freio da Articulação

Se o braço articulado estiver movendo-se indesejadamente após o posicionamento, será


necessário ajustar o freio-fricção, localizado no curso da barra da mola.

• Com uma chave Phillips, retirar os parafusos que fixam as carenagens;


• Remover as carenagens com auxílio de uma chave fenda;
• Inserir chave Allen 4 mm no orifício localizado no tubo do braço e girar no sentido horário
para apertar e anti-horário para afrouxar;

E) Ajustes no Conjunto Articulação Principal

Com uma chave Phillips, retirar os parafusos que fixam as carenagens;


• Remover as carenagens com auxílio de uma chave de fenda;
• Com uma chave Allen 4 mm soltar o parafuso do sistema de freio da articulação
principal;
• Abaixar a extremidade do braço até que a furação de ajuste tubo da mola fino esteja
acessível;
• Inserir o pino ajuste mola por meio do chicote e encaixá-lo na furação do tubo da mola
fino;
• Girar a porca do tubo da mola fino no sentido anti-horário para aumentar a tensão na
mola (necessário quando o peso da cúpula tende a curvar o braço para baixo);
• Girar em sentido horário para diminuir a tensão na mola;
• Continuar o ajuste até que o conjunto da cúpula esteja novamente balanceado;
• Com uma chave Allen 4 mm, girar o parafuso do sistema de freio da articulação principal
vagarosamente até encostar;
• Recolocar as carenagens do braço encaixando-as na posição;
• Colocar os parafusos de fixação das carenagens.

MANUAL SISMATEC 33
F) O equipamento não liga

• Checar se a tomada elétrica está energizada;

• Checar se o plug está devidamente conectado;

• Checar se a chave geral está na posição ligada;

• Checar se os fusíveis estão rompidos ou desconectados;

• Checar se há corrente elétrica na rede e a corrente está chegando até o transformador;

• Checar se os cabos que vem da cúpula estão conectados no secundário do


transformador e/ou na parte traseira do conjunto sistema de emergência e/ou no sindal
da base (dependendo do modelo);

• Remover a carenagem (se necessário) e verificar se da base da lâmpada cirúrgica


auxiliar estão queimados. Em caso afirmativo faça a substituição por outro de mesmo
valor;

• Remover a tampa da cúpula e verificar se está chegando corrente no bulbo. Em caso


afirmativo, substituir o bulbo por outro.

34 MANUAL SISMATEC
RECOMENDAÇÕES DE CONSERVAÇÃO E
ASSEPSIA
• Para a limpeza das partes em alumínio ou plástico recomenda-se a utilização de um
detergente multiuso, pouco alcalino. O detergente deve conter ainda agentes
tensoativos e fosfatos como componentes ativos de limpeza. Não usar produto com
agente decapante ou produto abrasivo.

• Caso as superfícies contenham muita sujeira, aplicar o detergente de forma


concentrada. Tal procedimento requer passar em seguida um pano umedecido em água
limpa (não utilizar o pano encharcado de água). Para concluir a tarefa, remover todos os
possíveis restos de água com um pano seco.

• Para a desinfecção das partes em alumínio ou plástico usar um desinfetante feito a base
de aldeído e dissolvido numa solução aquosa de uso corrente. Aplicar a solução com o
pano apenas umedecido.

Os desinfetantes não devem conter os seguintes componentes: Cloro ou


compostos dissociativos de cloro. Estes agentes corroem as partes metálicas.

• Não usar limpadores, solventes ou detergentes ácidos e cáusticos.

• Não usar lubrificantes à base de silicone.

• O vidro frontal, filtro URO H9, conjunto restante do braço, cúpula e articulações devem
ser limpos com limpador de vidro ou sabão suave misturado com água. É muito
importante usar um pano limpo e macio para evitar qualquer risco na superfície. Nunca
vaporizar o fluido de limpeza diretamente sobre a superfície do refletor ou no braço, mas
sim vaporizar sobre um pano limpo e então passar no refletor e no braço.

• Remover a manopla esterilizável pressionando-a, torcendo-a e puxando-a para fora.


Esterilizar a manopla usando esterilização a vapor de acordo com recomendações da
ANVISA, (Boas Práticas Hospitalares, Esterilização a Vapor e Assegurando a
Esterilidade) ou método equivalente.

MANUAL SISMATEC 35
GARANTIA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA
Os equipamentos Sismatec saem da fábrica, testados e calibrados tendo garantia de 01 (um)
ano contra defeitos de fabricação, a contar da data de emissão da nota fiscal. Em caso de
defeito o equipamento deverá ser encaminhado ao fabricante ou agente autorizado para
conserto, consulte lista no site: www.sismatec.com.br. A abertura do equipamento, por oficina
ou pessoa não autorizada, dentro do período de garantia, acarreta na perda da mesma.
Erros de uso, ligação e utilização inadequada do equipamento, assim como uso de materiais
inadequados na instalação, não tem cobertura de garantia.

RESPONSABILIDADES
É DA RESPONSABILIDADE DO FABRICANTE

• O Fabricante concorda em substituir gratuitamente as partes ou peças do equipamento,


caso apresentem defeitos durante o período de garantia, desde que o defeito não tenha
sido ocasionado por mau uso do equipamento, ou reparado por pessoal não habilitado;

• O Fabricante concorda em restituir ao cliente, as peças cobertas por esta garantia, com
frete e mão de obra pagas.

NÃO É DE RESPONSABILIDADE DO FABRICANTE


O Fabricante não oferece garantia às peças julgadas com defeitos ocasionados por:

• Mau uso do equipamento;


• Transporte inadequado;
• Queda ou batidos no equipamento ou em peças que o compõe.

O uso impróprio dos produtos e/ou sistemas descritos neste manual ou nos itens
relacionados, podem causar danos pessoais e/ou materiais.
Os produtos fornecidos pela SISMATEC são de alta confiabilidade e destinados à
utilização por usuários tecnicamente habilitadas. Devido à variedade de condições de
aplicação e operação, o usuário, por meio de análise e teste é o único responsável
para assegurar que todo o desempenho, segurança de utilização e cuidados sejam
atingidos.

Após expirar o período da garantia do equipamento, caso seja necessário alguma


manutenção, a Sismatec recomenda solicitar a uma assistência técnica autorizada. Os
técnicos da rede de assistência técnica Sismatec são treinados para melhor atendê-
los. A Sismatec não se responsabiliza por serviços de assistência técnica prestados
por terceiros.

COMO PROCEDER PARA SOLICITAR REPAROS DURANTE O PERÍODO DE GARANTIA

Entrar em contato com o Representante ou a Fábrica;


Caso seja necessário enviar o equipamento ou parte dele à fábrica, redigir documento
constando a falha ou defeito observado no mesmo.
36 MANUAL SISMATEC
CERTIFICADO DA QUALIDADE
Este documento certifica a qualidade em todos os nossos equipamentos.

Aspectos técnicos, administrativos e legais foram considerados na adequação para garantir a


qualidade contínua dos produtos, bem como, foram criteriosamente analisados os nossos
fornecedores, parceiros e matéria-prima durante este processo.

Para maiores informações, entre em contato conosco pelos meios:

Telefone: 55 41 3213-5900 • Fax: 55 41 3213-5901


DDG - Discagem Direta Gratuita: 0800 41 3735
E-mail: Assistência Técnica: assistenciatecnica@sismatec.com.br
Comercial: comercial@sismatec.com.br
Home Page: www.sismatec.com.br

Código Revisão Data Idioma


090013 D 03/11/2011 Português

Figuras meramente ilustrativas;


Quadro técnico sujeito a alterações sem aviso prévio

MANUAL SISMATEC 37
ANOTAÇÕES
___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

38 MANUAL SISMATEC
ANOTAÇÕES
___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________

MANUAL SISMATEC 39
SISMATEC IND. E COM. DE EQUIPAMENTOS HOSPITALARES LTDA.

DDG - DISCAGEM DIRETA GRATUITA - 0800 41 3735


Departamento de Assistência Técnica e Engenharia
Rua Omílio Monteiro Soares, 1614
81030-001 Curitiba Paraná
Fone/Fax: (41) 3213-5900

assistenciatecnica@sismatec.com.br
comercial@sismatec.com.br

www.sismatec.com.br
ENGENHEIRO RESPONSÁVEL:
Juliano Goldberg Godoy
CREA-PR 83097/D • Reg. ANVISA: 10250269004
engenharia@sismatec.com.br

RESPONSÁVEL LEGAL:
Mário Sergio Fontoura

Figuras meramente ilustrativas. Quadro técnico sujeito às alterações sem aviso prévio.

ASPIRADORES CIÚRGICOS • FOCOS CIRÚRGICOS • MESAS CIÚRGICAS


MONITORES CIRÚRGICOS • PERFURADORAS ÓSSEAS • SERRAS PARA ESTERNO E OSTEOTOMIA
SUPORTE PARA EQUIPAMENTOS

40 MANUAL SISMATEC