Você está na página 1de 10

S / A

W E B E R I N F O R M A T I V O T É C N I C O
S E C A D O R K W A D S
L I N H A P E Q U E N O P O R T E
K E P L E R

FEVEREIRO/2015

1—APRESENTAÇÃO
NESTE INFORMATIVO
A linha de pequeno porte de secadores KW ADS apresenta

APRESENTAÇÃO 01 gama de capacidades que variam de 10 a 30ton/h, com


NOMENCLATURA 01 possibilidades de torres de secagem de colunas ou cavaletes,
DIMENSÕES 06 com ou sem resfriamento, atendendo as severas exigências
ITENS PADRÃO 06 do mercado.
OPCIONAIS 07
Esta linha foi desenvolvida visando atender pequenas
VANTAGENS 08
produções com baixo custo do equipamento. Permite a
secagem de soja, milho, trigo e arroz (somente para secagem
sem resfriamento).

2—NOMENCLATURA
INTERESSES FIGURA 1—SECADOR KW ADS
ESPECIAIS:

• Dados Técnicos A nomenclatura da linha de secadores KW ADS está muito mais moderna, auto explicativa e
atende às exigências de padronização, globalização e conceito.
• Forma Construtiva

• Segurança Utilizou-se a simbologia ADS, iniciais de AUTOMATIC DRYING SYSTEM (Sistema de Secagem

• Acessórios
Automático), que não só engloba as possibilidades de automação do secador e a limpeza
automática do secador de coluna, mas também incorpora o conceito de segurança do equipamento
• Capacidades
em si (operação e manutenção) e de todo o sistema de produção em que está inserido (fabricação,
transporte e montagem).
OBSERVAÇÃO:
As imagens contidas O modelo indica a capacidade de secagem considerando soja de 18% de umidade inicial para
neste descritivo são 13% de umidade final.
meramente ilustrativas
e de posse da empresa Exemplo: Secador KW 30 ADS R CA (Secador da linha KW: ADS, Tipo de torre: Cavalete; Modelo:
Kepler Weber. 30ton/h; Fluxo de Ar: R).

SECADOR KW MODELO ADS MODELO TIPO DE TORRE

10 R CA
20 Recirculação do ar Cavalete
30 de resfriamento
CO
Coluna
FEVEREIRO/2015
Página 2

3—TORRE DE SECAGEM

A torre de secagem é constituída por uma série de painéis modulares, que dependendo do tipo de configuração da câmara,
possuem em seu interior cavaletes ou colunas perpendiculares ao escoamento de grãos, dimensionados para garantir a vazão
específica ideal do ar de secagem.

A vazão do ar é do tipo fluxo misto, com uma combinação de fluxos concorrentes e contracorrentes de grãos e ar de secagem. No
fluxo concorrente os grãos e o ar tem a mesma direção, enquanto no fluxo contracorrente a direção é contrária. O fluxo de ar misto
garante uma secagem mais homogênea, com menor choque térmico e menor quebra técnica do grão.

3.1—TORRE DE COLUNAS

As colunas são calhas direcionadoras auto-limpante que


possibilitam a formação de uma coluna única de produto.

A configuração das calhas do secador de coluna proporciona


redução na queda de grãos pelas entradas e saídas de ar, além de
evitar o acúmulo de impurezas e consequentemente reduzir riscos
FIGURA 2— TORRE DE COLUNA
de incêndio (possibilitando secar produtos com até 4% de
impurezas). Assim a secagem é mais homogênea e obtém-se uma Os painéis e as calhas são confeccionados em

eficiência energética em torno de 1.400kcal/kg água evaporada, (fluxo R). chapa galvanizada NBR 7008 com espessura de
1,95mm e 1,55mm, respectivamente.

3.2—TORRE DE CAVALETE

Os cavaletes são dutos paralelos de ar em forma de “V” invertido,


de boa eficiência energética (em torno de 1.200kcal/kg água evaporada

fluxo R), alta capacidade estática e para produtos com no máximo


1% de impurezas.

Os painéis e dutos são confeccionados em chapa galvanizada


NBR 7008 com espessura de 1,95mm e 1,25mm, respectivamente.

FIGURA 3— TORRE DE CAVALETE

4—DIFUSORES

Estão localizados antes e após a torre de secagem, são construídos em chapas


de aço galvanizado NBR 7008 de espessura de 1,25mm, liso do lado interno para
evitar o acúmulo de pó e impurezas na chaparia e na sua finalidade é a distribuição e
direcionamento do ar através da câmara de secagem e resfriamento da torre de
secagem.

FIGURA 4— DIFUSORES
FEVEREIRO/2015
Página 3

5—VENTILADORES

Os secadores KW são equipados com ventiladores axiais com hélice em alumínio


fundido e com pás de passo variável em perfil aerofólio.

Permitem uma maior vazão de ar, menor potência de acionamento, menor nível de
ruído e maior pressão estática. São dimensionados de acordo com as normas
internacionais: AMCA 210/74 (determinação de performance) e ACMA 300/67
(determinação de ruído).

Possuem rotores balanceados dinamicamente e acoplados diretamente ao eixo do


FIGURA 5— VENTILADOR
motor.

DISTÂNCIA X RUÍDO (Pressão Sonora do Espectro — Campo Livre ou Direto)

DISTÂNCIA (m) RUÍDO (dBA) DISTÂNCIA (m) RUÍDO (dBA)


1 93 10 73
2 87 20 67
5 78 100 53

6—FLUXO DE AR

A torre de secagem pode ser configurada de acordo com o fluxo de ar


escolhido: com ou sem resfriamento. As configurações de fluxo de ar podem
ser modificadas através de tampas de fechamento instaladas no difusor do
secador.

- Fluxo de Ar R: Recirculação do resfriamento:

Neste tipo de configuração do ar, existe uma seção de secagem e uma

FIGURA 6— FLUXO DE AR SEM RESFRIAMENTO

seção de resfriamento que corresponde a 30% da torre de


secagem (utilizada para reduzir a temperatura da massa de grãos
e possibilitar a sua imediata armazenagem). O ar de saída do
resfriamento é então reaproveitado para o ar de secagem,
aproveitando a energia ainda contida no grão e resultando em
uma considerável economia de energia e de vazão do ar,
reduzindo a potência instalada e o consumo de combustível.

Há ainda a possibilidade de se trabalhar sem resfriamento


(sem aumento da ventilação e da fornalha) aumentando em 4% a
capacidade de secagem e resultando em um grão de saída
quente. Esta mudança de fluxo é realizada através do
FIGURA 7— FLUXO DE AR R — SECAGEM COM RECIRCULAÇÃO
DO AR DE RESFRIAMENTO
reposicionamento das tampas de fechamento.
FEVEREIRO/2015
Página 4

7—DESCARGA

A descarga é realizada através de bandejas basculantes, acionadas por um excêntrico acoplado a um motoredutor. O fluxo de
descarga é controlado por um inversor de frequência, e também pela regulagem da amplitude e abertura de saída de produto,
possibilitando um ajuste fino de acordo com o tipo de grão.

A manutenção é reduzida com menor quantidade de componentes móveis, além disso, a configuração das bandejas evita sua
quebra por obstruções de objetos estranhos (parafusos, pedras, etc).

Como não há dano físico ao grão pode ser utilizada em arroz (apenas para a opção de secagem sem resfriamento).

7.1—DESCARGA SECADOR CAVALETE 7.2—DESCARGA SECADOR COLUNA

A descarga do secador cavalete é formado por módulos, os A descarga do secador Coluna é formado por módulos,
quais são composto por 6 bandejas. os quais são composto por 3 bandejas.

FIGURA 8— DESCARGA SECADOR CAVALETE FIGURA 9— DESCARGA SECADOR COLUNA

8—QUADRO DE COMANDO

Sistema de controle e monitoramento do secador possibilitando facilmente operá-lo pelo quadro de


comando.
“Kepler Weber
aplicando
9—KOMANDER NET (OPCIONAL) conhecimento
e tecnologia
O avançado sistema eletrônico de controle e monitoramento da KW possibilita um controle preciso da nos seus
temperatura do ar de secagem e da descarga do produto. Proporciona uma grande economia de energia,
produtos.”
um melhor aproveitamento da capacidade de secagem, reduz os riscos de incêndio e evita erros de
operação.
FEVEREIRO/2015
Página 5

10—DADOS TÉCNICOS

Ao total são 6 modelos de secadores, divididos em torre de secagem de coluna ou cavalete, com recirculação do ar de
secagem:

10.1—SECADOR ADS CAVALETE

Capacidade secagem Consumo de Combustível


Potência Energia
de 18% para 13% Capacidade Vazão de ar
Modelo Ventilador Necessária (kg/h)
Estática (m³) (m³/h)
(cv) (kcal/h)
Soja Milho Lenha Diesel Gás GLP
KW 10 ADS 10 8 21 31.000 1 x 10 580.000 207 59 46
KW 20 ADS 20 15 42 48.000 1 x 15 890.000 318 90 71
KW 30 ADS 30 23 55 72.000 1 x 25 1.330.000 475 135 106
Tabela 1 – Dados Técnicos Secadores ADS – Torre de Cavalete com Resfriamento R.

10.2—SECADOR ADS COLUNA

Capacidade secagem Consumo de Combustível


Potência Energia
de 18% para 13% Capacidade Vazão de ar
Modelo Ventilador Necessária (kg/h)
Estática (m³) (m³/h)
(cv) (kcal/h)
Soja Milho Lenha Diesel Gás GLP
KW 10 ADS 10 8 15 31.000 1 x 10 580.000 207 59 46
KW 20 ADS 20 15 29 63.500 1 x 20 1.180.000 421 120 94
KW 30 ADS 30 23 37 85.000 1 x 30 1.570.000 561 159 125

Tabela 2 – Dados Técnicos Secadores ADS – Torre de Coluna com Resfriamento R.

NOTA 1: As capacidades de secagem bem como a quantidade de energia necessária e o consumo de combustível estão
definidos para as seguintes condições: temperatura ambiente = 20ºC, umidade relativa ambiente = 60%, pressão atmosférica =
717mmHg (490m de altitude), peso específico = 750kg/m3, impurezas = 1% (cavalete) e 4% (coluna) máximo, temperatura de
secagem = 110ºC, poder calorífico lenha = 2.800kcal/kg, poder calorífico gás natural = 15.667kcal/kg, poder calorífico gás GLP
= 12.600kcal/kg, sem tempos de carga e descarga.

NOTA 2: A temperatura de saída do grão nos secadores de cavalete é de 6 a 10ºC acima do ambiente, e no secador de
coluna é de 10 a 14ºC acima do ambiente, para soja com 13% de umidade de saída. Para os secadores coluna inteira a
temperatura de saída do grão é de 15 a 20ºC acima do ambiente para ambos os secadores, soja com 13% de umidade de
saída. Estes valores são dependentes das: condições ambientais, condições do produto (temperatura e umidade de entrada
e saída), composição química do produto, propriedades físicas do produto (área exposta e isotermas de sorção) e
propriedades térmicas do produto (calor específico e calor latente de vaporização).
FEVEREIRO/2015
Página 6

11—CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS

11.1—SECADOR ADS CAVALETE

Torre de secagem Plataformas do


Difusores Descarga Funil Superior Funil Inferior
Painéis Dutos Reforços Funil de Carga

Fe Cant
3,17mm
CH Z 1,55mm
CH Z 1,95mm CH Z 1,25mm CH Z 1,25mm CH 2,65mm CH Z 1,95mm CH Z 1,95mm
6,35mm conformada

7,93mm

CH Z = Chapa Galvanizada NBR 7008

11.2—SECADOR ADS COLUNA

Torre de secagem Plataformas do


Difusores Descarga Funil Superior Funil Inferior
Painéis Calhas Reforços Funil de Carga

Fe Cant
3,17mm
CH Z 1,55mm
CH Z 1,95mm CH Z 1,55mm CH Z 1,25mm CH 2,65mm CH Z 1,95mm CH Z 1,95mm
6,35mm conformada

7,93mm

CH Z = Chapa Galvanizada NBR 7008

12—DIMENSÕES

Como todos os secadores da linha de pequeno porte da KW são


padronizados, as medidas externas são iguais, não importando o
tipo da torre de secagem.

Dimensões (mm)
Modelo
A B
KW 10 ADS 12.060 1.740
KW 20 ADS 12.258 3.340
KW 30 ADS 15.018 3.340
FEVEREIRO/2015
Página 7

13—ITENS PADRÃO
• Quadro de comando simplificado com:

- Inversor de frequência;

- Entrada para sensor de nível mínimo;

- Indicação das temperaturas;

- Memória para 15 dias de secagem;

- Saída para bloqueio dos ventiladores;

- Controle da descarga;

- Alarmes de aviso quando algum parâmetro atingir valores fora do especificado.

• Dois sensores de temperatura (temperatura de secagem e temperatura do ar de exaustão);

• Torre de secagem galvanizada;

• Sensor de nível mínimo;

• Estrutura inferior metálica em cantoneira;

• Funil de carga por cano D 240mm;

• Funil de descarga redondo com registro sem revestimento;

• Descarga mecânica por bandejas basculantes;

• Saída para cano ladrão;

• Ventilador na posição superior vertical pintado em alumínio;

• Motor trifásico 4 tensões IP-55;

• Placa de chumbação;

• Registro de resfriamento.

14—ITENS OPCIONAIS
• Funil de descarga por gravidade com cano quadrado;

• Prolongamento do difusor da fornalha;

• Komander NET.
FEVEREIRO/2015
Página 8

15—ITENS NÃO CONTEMPLADOS NESTA LINHA


• Captação de partículas;

• Descarga pneumática;

• Escadas e plataformas internas e externas;

• Funil de descarga com revestimento;

• Estrutura inferior em alvenaria;

• Kit de secagem em lotes;

• Kit de controle de temperatura;

• Motores alto rendimento;

• Sensor de nível máximo;

• Funil de carga por TCRA;

• Ventiladores galvanizados.

16—VANTAGENS OFERECIDAS PELOS SECADORES KW ADS


• Linha completa padronizada e específica para pequenas produções;

• Menor número de peças de reposição em função de itens padronizados;

• Custo, tempo de entrega e de montagem reduzidos;

• Segurança na montagem e na operação;

• Montagem modular;

• Menor consumo energético (kcal/kg de produto seco)

• Menor potência instalada;

• Controle de nível de grãos no funil de carga;

• Difusores lisos internamente, evitando o acúmulo de impurezas e pó na chaparia do secador;

• Chapas de fechamento dos difusores com dobras e pingadeiras, que evitam a entrada de água no secador;

• Utilização de parafuso com arruela de neoprene para vedação nas chaparias externas;

• Colunas metálicas para sustentação da torre de secagem;

• Estrutura inferior metálica (não necessitando de estrutura em alvenaria);

• Possibilidades de ampliações (dentro da linha);

• Possibilidade de secar sem resfriamento;


FEVEREIRO/2015
Página 9

• Preparado para qualquer tipo de combustível: lenha, casca de arroz, gás (natural ou GLP), fuel-oil, trocador de calor a
vapor d’água ou óleo, etc;

• Controle preciso do fluxo de descarga;

• Monitoramento da temperatura do ar de secagem

17—VANTAGENS ESPECÍFICAS DOS SECADORES KW ADS COLUNA


• Possibilita secagem com até 4% de impurezas;

• Limpeza automática da torre de secagem: evita o acúmulo e não necessita interrupções;

• Secagem mais homogênea (menos de 1% de variação de umidade);

• Sem queda de grãos na torre durante a carga;

• Menor risco de acidentes operacionais;

• Facilidade de operação (apenas 1 operador);

• Possibilita que o secador permaneça carregado úmido durante a noite;

• Impureza seca: armazenada ou ração animal;

• Grande desenvolvimento tecnológico.

18—VANTAGENS ESPECÍFICAS DOS SECADORES KW ADS CAVALETE


• Secagem com boa eficiência energética;

• Secagem de produto com no máximo 1% de impurezas;

• Secagem com boa qualidade do produto;

• Secadores com alta capacidade estática.


S I S T E M A D E S E C A G E M D E G R Ã O S

UNIDADES KEPLER WEBER

KEPLER WEBER Com sede administrativa em São Paulo (SP) a Kepler Weber possui unidades fabris nas
cidades de Panambi (RS), e Campo Grande (MS) e escritório em Porto Alegre. O complexo de
Endereços: Panambi concentra a maior parcela da produção industrial da empresa - com foco para
Armazenagem e Armazenagem Especial -, além do setor inteligente de desenvolvimento de
Panambi (RS) produto. Na unidade de Campo Grande, também são fabricados equipamentos voltados à
Av. Adolfo Kepler Júnior, 1500 armazenagem.
Bairro Piratini
CEP: 98280-000
Tel./Fax: +55 55 3375-9800

Campo Grande (MS)


Av. Solon Padilha, 4169, BR262 KEPLER WEBER NO MUNDO
CEP: 79108-550
Tel.: +55 67 3368-9200
Fax: +55 67 3368-9146

Porto Alegre (RS)


Rua Carlos Gomes, 1859, Sl 405
Bairro Petrópolis
CEP: 90480-002
Tel.: +55 51 3361-9600

São Paulo (SP)


Rua do Rocio, 84, 3º andar
Bairro Olímpia
CEP: 04552-000
Tel.: +55 11 4873-0300
Fax: +55 11 4873-0301

Atendimento no Brasil Se não existem representantes KW em seu país, entre


0800.512.104 em contato:

atendimento@kepler.com.br comex@kepler.com.br

+55 51 3361-9615.

LINHAS DE ATUAÇÃO

- Silo Plano - Máquinas de Limpeza e Pré-limpeza


www.kepler.com.br
- Silo Elevado - Rosca Varredora

- Silo Chapa Lisa - Correia Transportadora


Kepler Weber S.A - Tulha - Elevador
© Copyright
- Secador Pequeno Porte - Transportador de Corrente
Todos os direitos reservados
- Secador Médio Porte - Rosca Transportadora

- Secador Grande Porte - Estrutura Metálica

- Secador Arroz - Canalização

- Captação de Pó