Você está na página 1de 9

PONTO DOS CONCURSOS

REGIMENTO INTERNO DO TRE/ES – TODOS OS CARGOS


2º SIMULADO
PROFESSOR: RICARDO GOMES

AVISOS:
Estamos ministrando os seguintes CURSOS:
• REGIMENTO INTERNO DO TRE/ES
• DIREITO ELEITORAL – TRE/ES – TÉCNICO E ANALISTA
ADMINISTRATIVO
• DIREITO ELEITORAL – TRE/ES – ANALISTA JUDICIÁRIO
• DIREITO ELEITORAL - TRE/RN – CURSO BÁSICO –
TÉCNICO E ANALISTA
• CURSO REGULAR DE DIREITO ELEITORAL p/ TREs.
• DIREITO ELEITORAL – EXERCÍCIOS CESPE
Em breve lançaremos os seguintes Cursos:
• CURSO DE DIREITO ELEITORAL P/ TRE/TO – TÉCNICO E
ANALISTA.
• CURSOS COMPLEMENTARES – TRE/RN – ANALISTA
Maiores informações, acessem os links:
http://www.pontodosconcursos.com.br/cursos/produtos_descricao.asp?desc=n&lang=pt_BR&codig
o_produto=1049
Ou acesse o SITE do PONTO dos CONCURSOS:
www.pontodosconcursos.com.br
Após, siga os passos:
CURSOS ON-LINE Æ POR DISCIPLINA Æ DIREITO ELEITORAL
CURSOS ON-LINE Æ POR CONCURSO Æ TRE/ES ou TRE/RN
No nosso Curso Regular de Direito Eleitoral estamos
recebemos 100% de Aprovação dos Alunos!!

ricardogomes@pontodosconcursos.com.br
Prof. Ricardo Gomes www.pontodosconcursos.com.br 1
SIMULADOS DE DIREITO ELEITORAL
PONTO DOS CONCURSOS
REGIMENTO INTERNO DO TRE/ES – TODOS OS CARGOS
2º SIMULADO
PROFESSOR: RICARDO GOMES

Olá Prezados(as) Colegas Concurseiros de TREs!

Fizeram o 1º Simulado do REGIMENTO INTERNO do TRE/ES?.

Para melhor impressão e visualização, acessem e baixem os


Arquivos dos Simulados em PDF no site do Ponto dos Concursos:

O Regimento Interno do TRE/ES será cobrado na parte de


Conhecimentos Específicos (PESO 3) de TODOS os Cargos!. Isto mesmo,
para qualquer cargo que o candidato for concorrer será exigido conhecimentos
acerca do Regimento do Tribunal:
1. TÉCNICO JUDICÁRIO – todos os cargos;
2. ANALISTA JUDICIÁRIO – todos os cargos.
Agora vamos praticar 2º Simulado do REGIMENTO INTERNO do
TRE/ES.
Ademais, aviso que NOVOS SIMULADOS serão disponibilizados
SEMANALMENTE.

Por fim, informo-lhes que estamos disponibilizando o Curso do


REGIMENTO INTERNO DO TRE/ES:
http://www.pontodosconcursos.com.br/cursos/produtos_descricao.
asp?desc=n&lang=pt_BR&codigo_produto=1049

Bons estudos!
Ricardo Gomes

QUESTÃO 1: TRE-ES - Analista Judiciário – Administrativa [FESAG] -


22/05/2005.
São atribuições do Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo, EXCETO:
a) empossar seus membros efetivos.
b) criar Postos Eleitorais.

ricardogomes@pontodosconcursos.com.br
Prof. Ricardo Gomes www.pontodosconcursos.com.br 2
SIMULADOS DE DIREITO ELEITORAL
PONTO DOS CONCURSOS
REGIMENTO INTERNO DO TRE/ES – TODOS OS CARGOS
2º SIMULADO
PROFESSOR: RICARDO GOMES

c) conceder aos membros e aos demais Juízes Eleitorais licença e férias, assim
como afastamento do exercício dos cargos efetivos, submetendo, em relação
aos seus membros, a decisão à aprovação do Tribunal Superior Eleitoral - TSE.
d) processar e julgar os recursos interpostos contra sentença proferida por juiz
de direito de cancelamento do registro de candidatos a Governador, Vice-
Governador, Senador, Deputado Federal e Deputado Estadual.
QUESTÃO 2 (RITRE/ES – CESPE): Compete ao Tribunal Superior Eleitoral
dar posse aos Membros dos Tribunais Regionais Eleitorais.
QUESTÃO 3 (RITRE/ES – CESPE): O Tribunal Regional Eleitoral do Espírito
Santo poderá propor ao Congresso Nacional a criação ou a extinção de cargos
públicos, desde que seja realizada por intermédio do Tribunal Superior
Eleitoral.
QUESTÃO 4 (RITRE/ES – CESPE): O Presidente e o Vice-Presidente do
TRE/ES são eleitos pelo próprio Tribunal. O Corregedor Regional Eleitoral, no
entanto, por ser Desembargador do Tribunal de Justiça, é escolhido pelo
próprio TJ.
QUESTÃO 5 (RITRE/ES – CESPE): O TRE/ES tem competência para
responder, sobre matéria eleitoral, às consultas que lhe forem feitas por
autoridade pública ou partido político, por intermédio do respectivo Diretório
Regional ou Delegado credenciado junto ao Tribunal, dentro dos processos
judiciais tramitantes no Tribunal.
QUESTÃO 6 (RITRE/ES – CESPE): O dia e a hora das sessões ordinárias e
extraordinárias poderão ser fixados pelo TRE/ES.
QUESTÃO 7 (RITRE/ES – CESPE): Enquanto que para o TRE/ES conceder
licença, férias e afastamento do exercício dos cargos efetivos dos Juízes
Eleitorais não é necessária aprovação do Tribunal Superior Eleitoral, para
outorgar o mesmo direito aos membros do Tribunal será imprescindível a
aprovação da Corte Superior Eleitoral.
QUESTÃO 8 (RITRE/ES – CESPE): Cabe ao Presidente do Tribunal aplicar as
penas disciplinares de advertência e suspensão, por até trinta dias, aos Juízes
Eleitorais.
QUESTÃO 9 (RITRE/ES – CESPE): Ao Presidente do Tribunal compete o
encargo de determinar a abertura de concursos públicos para provimento de
vagas no quadro, bem como homologá-los, decidindo sobre sua prorrogação

ricardogomes@pontodosconcursos.com.br
Prof. Ricardo Gomes www.pontodosconcursos.com.br 3
SIMULADOS DE DIREITO ELEITORAL
PONTO DOS CONCURSOS
REGIMENTO INTERNO DO TRE/ES – TODOS OS CARGOS
2º SIMULADO
PROFESSOR: RICARDO GOMES

quando do término do biênio inicial de validade.


QUESTÃO 10 (RITRE/ES – CESPE): O Juiz Eleitoral de 1º Grau tem a
atribuição de constituir a Junta Eleitoral que fará parte como Presidente. Por
outro lado, a designação da sua sede e jurisdição é competência do Tribunal
Regional Eleitoral.
QUESTÃO 11 (RITRE/ES – CESPE): O TRE/ES deve apurar os resultados
totais das eleições para Presidente e Vice-Presidente da República,
encaminhando-os ao Tribunal Superior Eleitoral para consolidação.
QUESTÃO 12 (RITRE/ES – CESPE): A expedição de diplomas para os cargos
eletivos estaduais (Governador, Vice-Governador e Deputado Estadual)
compete ao Tribunal Regional Eleitoral, competindo ao Tribunal Superior
Eleitoral a expedição de diplomas para os cargos federais (Senador, Deputado
Federal).
QUESTÃO 13 (RITRE/ES – CESPE): O Presidente do TRE/ES poderá
consultar diretamente o Tribunal Superior Eleitoral sobre matéria eleitoral de
alcance nacional.
QUESTÃO 18 (RITRE/ES – CESPE): Os conflitos de competência entre um
Juiz Eleitoral de Vitória/ES e Cariacica/ES devem ser julgados pelo TRE/ES,
com exclusividade de jurisdição.
QUESTÃO 15 (RITRE/ES – CESPE): Os conflitos de competência entre um
Juiz Eleitoral do Tocantis e um Juiz Eleitoral do Rio Grande do Norte podem ser
julgados por qualquer dos Tribunais Regionais Eleitorais dos respectivos
Estados.
QUESTÃO 16 (RITRE/ES – CESPE): Os conflitos de competência entre um
Juiz Eleitoral do Espírito Santo e o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais
são julgados pelo Tribunal Superior Eleitoral.
QUESTÃO 17 (RITRE/ES – CESPE): O Tribunal Superior Eleitoral é a Corte
competente para julgar a suspeição ou impedimento dos membros do TRE/ES
e do Procurador Regional Eleitoral do ES.
QUESTÃO 18 (RITRE/ES – CESPE): Os crimes comuns conexos aos crimes
eleitorais cometidos por Juiz Eleitoral são julgados pelo Tribunal Regional
Eleitoral ao qual se vincula.

COMENTÁRIOS:

ricardogomes@pontodosconcursos.com.br
Prof. Ricardo Gomes www.pontodosconcursos.com.br 4
SIMULADOS DE DIREITO ELEITORAL
PONTO DOS CONCURSOS
REGIMENTO INTERNO DO TRE/ES – TODOS OS CARGOS
2º SIMULADO
PROFESSOR: RICARDO GOMES

QUESTÃO 1:
Item A – correto. Compete ao Tribunal dar posse aos seus Membros
efetivos. Com efeito, além destes Membros efetivos, existem os Membros
substitutos para suprirem eventuais ausências dos efetivos.
Estes substitutos não são empossados pelo Tribunal, mas pelo seu
Presidente.
Resumo da Posse dos Membros do TRE/ES:
Membros Efetivos – posse conferida pelo Tribunal
Membros Substitutos – posse conferida pelo Presidente do Tribunal.
Item B – correto. Criar postos eleitorais é competência dos Tribunais Regionais
Eleitorais.
Item C – correto. Estudamos que compete ao Tribunal conceder aos Membros
e aos demais Juízes Eleitorais afastamentos diversos (licença, férias e
afastamento do exercício dos cargos efetivos). No entanto, a decisão
relacionada aos seus Membros deve ser submetida à aprovação do TSE.
Item D – errado. A competência para julgar o cancelamento de registro de
candidatos a cargos estaduais e federais é originária do TRE e não de um Juiz
de Direito, que no caso nem Juiz Eleitoral é. Ademais, por ser originária,
afastaria possibilidade de decisão do TRE em grau de recurso de decisão de
instância inferior.
RESPOSTA CERTA: LETRA D
2: RESPOSTA: E. O TSE não tem competência para dar posse aos Membros de
TREs. Quem dá posse aos Membros do TRE é o próprio TRE.
Art. 10. Compete privativamente ao Tribunal, além de outras
atribuições que lhe forem conferidas por lei:
III – empossar seus membros efetivos;
3: RESPOSTA: C. Quem tem competência para propor ao Congresso Nacional
projeto de lei de criação/extinção de cargos é o Tribunal (TRE). No entanto,
para assim proceder precisa da intermediação do TSE, não sendo autorizado o
TRE propor diretamente no Congresso Nacional a criação/extinção de cargos
públicos. Isto porque o TSE deve consolidar as propostas de todos os TREs do
país, encaminhando-se de forma conjunta ao Congresso.
TRE – competência de propor no Congresso PL sobre cargos

ricardogomes@pontodosconcursos.com.br
Prof. Ricardo Gomes www.pontodosconcursos.com.br 5
SIMULADOS DE DIREITO ELEITORAL
PONTO DOS CONCURSOS
REGIMENTO INTERNO DO TRE/ES – TODOS OS CARGOS
2º SIMULADO
PROFESSOR: RICARDO GOMES

TSE – encaminha propostas consolidadas de todos os TREs ao Congresso


Art. 10. Compete privativamente ao Tribunal, além de outras
atribuições que lhe forem conferidas por lei:
II – organizar sua Secretaria, a Corregedoria Regional e os
Cartórios Eleitorais, provendo-lhes os cargos na forma da lei, e
propor ao Congresso Nacional, por intermédio do Tribunal
Superior Eleitoral, a criação ou a extinção de cargos;
4: RESPOSTA: E. A Eleição do Presidente, do Vice-Presidente e do Corregedor
Regional é feita quando já empossados pelo próprio Tribunal (TRE), dentre
os Desembargadores oriundos do TJ Estadual. Ou seja, necessariamente os
2 Desembargadores do TJ serão o Presidente, Vice-Presidente, bem como o
Corregedor Regional. Portanto, o TJ não escolhe o Corregedor Regional, é
apenas oriundo de seus Desembargadores.
Art. 10. Compete privativamente ao Tribunal, além de outras
atribuições que lhe forem conferidas por lei:
IV – eleger seu Presidente e Vice-Presidente e Corregedor.
5: RESPOSTA: E. O TRE/ES, igualmente ao TSE, poderá ser demandado acerca
de alguma matéria eleitoral que se apresenta ainda duvidosa no meio jurídico.
É uma faceta do poder regulamentar da Justiça Eleitoral.
No entanto, a consulta deve ser realizada apenas em tese, nunca no bojo de
um processo já instaurado, pois as consultas visam apenas sanar dúvida de
cunho jurídico no âmbito ainda abstrato, distante do caso concreto.
Art. 10. Compete privativamente ao Tribunal, além de outras
atribuições que lhe forem conferidas por lei:
VI – responder, sobre matéria eleitoral, às consultas que lhe forem
feitas, em tese, por autoridade pública ou partido político, por
intermédio do respectivo Diretório Regional ou Delegado
credenciado junto ao Tribunal;
6: RESPOSTA: E. O Tribunal tem competência para fixar dia e hora das
Sessões Ordinárias (aquelas previstas no Regimento para ocorrerem
regularmente, com data e horários previamente previstos), não especificando
o regimento acerca do horário das sessões extraordinárias.
Art. 31. O Tribunal reunir-se-á, ordinariamente, às segundas e

ricardogomes@pontodosconcursos.com.br
Prof. Ricardo Gomes www.pontodosconcursos.com.br 6
SIMULADOS DE DIREITO ELEITORAL
PONTO DOS CONCURSOS
REGIMENTO INTERNO DO TRE/ES – TODOS OS CARGOS
2º SIMULADO
PROFESSOR: RICARDO GOMES

quartas-feiras, às 17 horas e, extraordinariamente, tantas


vezes quantas forem necessárias, mediante convocação do
Presidente ou do Tribunal.
7: RESPOSTA: C.
TRE/ES – competência para conceder licença, férias e
afastamentos a seus Membros (Desembargadores) e aos Juízes Eleitorais
(1ª instância)
TSE – apenas as concessões aos Membros (Desembargadores)
do TRE devem ser submetidas à aprovação do TSE
Cuidado porque apenas serão submetidas ao TSE as concessões aos Membros
do TRE e não aos Juízes Eleitorais. Tem até fundamento, pois imaginem
quantas aprovações o TSE teria que realizar de tantos Juízes Eleitorais
espalhados neste país.
8: RESPOSTA: E. Cabe ao Tribunal e não ao Presidente aplicar
penas disciplinares aos Juízes Eleitorais (penas de advertência e de
suspensão de até 30 dias).
Art. 10. Compete privativamente ao Tribunal, além de outras
atribuições que lhe forem conferidas por lei:
IX – aplicar as penas disciplinares de advertência e suspensão, por
até trinta dias, aos Juízes Eleitorais;
9: RESPOSTA: E. O Presidente não tem competência autônoma para
determinar a abertura de concurso público e homologá-lo. Tal atribuição é do
próprio Tribunal.
Art. 10. Compete privativamente ao Tribunal, além de outras
atribuições que lhe forem conferidas por lei:
XIV – determinar a abertura de concursos públicos para
provimento de vagas no quadro, bem como homologá-los,
decidindo sobre sua prorrogação quando do término do biênio
inicial de validade;
10: RESPOSTA: E. O Juiz Eleitoral não constitui a Junta Eleitoral, apenas a
compõe como Presidente. O TRE é que a constitui e designa sua sede.
TRE – constitui as Juntas Eleitorais e designa suas sedes

ricardogomes@pontodosconcursos.com.br
Prof. Ricardo Gomes www.pontodosconcursos.com.br 7
SIMULADOS DE DIREITO ELEITORAL
PONTO DOS CONCURSOS
REGIMENTO INTERNO DO TRE/ES – TODOS OS CARGOS
2º SIMULADO
PROFESSOR: RICARDO GOMES

(Presidente também)
Presidente do TRE – nomeia os membros das Juntas Eleitorais
em até 60 dias antes da eleição e designa-lhes a sede
11: RESPOSTA: E. O TRE deverá finalizar as apurações das eleições
Presidenciais (Presidente e Vice da República) e encaminhar os dados
consolidados parciais (especificamente do Estado) para o TSE.
Eleições Presidenciais – TRE apura os resultados parciais do
Estado.
Eleições Estaduais (Governador, Vice, Senador, Deputado
Federal e Estadual) – TRE apura os resultados finais.
12: RESPOSTA: E. Como disse em Aula, este é ponto comumente cobrado e
que sempre confundimos.
Os TREs têm competência para não somente apurar os resultados finais das
eleições, mas também para EXPEDIR DIPLOMAS de Governador, Vice, e
Membros do Congresso Nacional (Senadores e Deputados Federais).
13: RESPOSTA: E. Apenas o Tribunal Regional Eleitoral poderá consultar o TSE
sobre matéria de âmbito nacional, não havendo previsão de tal competência ao
Presidente da Corte Regional.
14: RESPOSTA: C. É competência dos TREs julgar os conflitos de competência
entre juízes a eles vinculados, de cada Estado. Os conflitos entre Juízes
Eleitorais de mesmo Estado são julgados pelo TRE respectivo – regra: se
o TRE tem jurisdição sobre os Juízes, é o próprio Tribunal Regional quem julga
os magistrados a ele vinculados. Assim, cabe ao TRE/ES julgar os conflitos de
competência entre os Juízes Eleitorais do Espírito Santo.
15: RESPOSTA: E. É o TSE que julgará os conflitos de competência entre
Tribunais Regionais Eleitorais (entre TREs) - ex: TRE/ES com TRE/RN).
16: RESPOSTA: C. Não está expresso no Regimento e na lei, mas é o TSE que
julgará conflitos de jurisdição entre um TRE de um Estado e um juiz
eleitoral de outro Estado. Ex: TRE/ES versus Juiz Eleitoral do Ceará.
17: RESPOSTA: E.
É o TRE/ES que julgará as exceções (ações) de suspeição ou impedimento de:
a) seus Membros (Desembargadores do TRE/ES);
b) Procurador Regional Eleitoral;

ricardogomes@pontodosconcursos.com.br
Prof. Ricardo Gomes www.pontodosconcursos.com.br 8
SIMULADOS DE DIREITO ELEITORAL
PONTO DOS CONCURSOS
REGIMENTO INTERNO DO TRE/ES – TODOS OS CARGOS
2º SIMULADO
PROFESSOR: RICARDO GOMES

c) funcionários da Secretaria do TRE/ES;


d) Juízes Eleitorais;
e) Escrivães eleitorais.
18: RESPOSTA: C. Os crimes eleitorais, e os comuns que lhes forem
conexos, cometidos por autoridades sujeitas originariamente à jurisdição
do Tribunal de Justiça. Por sua vez, a CF-88 prevê que compete ao Tribunal
de Justiça julgar os Juízes Estaduais e do DF, bem como os Membros do
Ministério Público (Estadual) pela prática de crimes comuns. No entanto,
ressalva a competência da Justiça Eleitoral.
Com isso, é competência do TRE respectivo julgar os Juízes Estaduais e
Eleitorais, como também os Membros do Ministério Público Estadual pela
prática de crimes eleitorais e crimes comuns conexos com os eleitorais.

Bons Estudos a todos!


Ricardo Gomes
Por sua aprovação!

ricardogomes@pontodosconcursos.com.br

ricardogomes@pontodosconcursos.com.br
Prof. Ricardo Gomes www.pontodosconcursos.com.br 9
SIMULADOS DE DIREITO ELEITORAL