Você está na página 1de 150

Contabilidade

FINANCEIRA
Configurações
Contabilidade FINANCEIRA
Criação de nova EMPRESA
Contabilidade FINANCEIRA
Criação de nova EMPRESA
Contabilidade FINANCEIRA
Criação de nova EMPRESA
Contabilidade FINANCEIRA
Criação de nova EMPRESA
Contabilidade FINANCEIRA
Criação de nova EMPRESA
Contabilidade FINANCEIRA
Criação de nova EMPRESA
Contabilidade FINANCEIRA
Criação de nova EMPRESA
Contabilidade FINANCEIRA

Antes de iniciar a utilização do módulo Financeira, é aconselhável a


definição de um conjunto de configurações que vão condicionar o
comportamento do ERP.

As configurações estão divididas em:

1. Propriedades da Empresa

2. Parâmetros da Empresa

3. Parâmetros do Exercício

Apesar destas configurações deverem ser definidas antes de iniciar a


utilização do módulo, as mesmas poderão ser alteradas a qualquer
momento.
Contabilidade FINANCEIRA
CONFIGURAÇÕES – Propriedades da Empresa

 Id. Geral - propriedades globais da empresa

 Id. Fiscal - informações de âmbito fiscal relativas à empresa

Informação da empresa
no âmbito dos mapas da Logística
Contabilidade FINANCEIRA
CONFIGURAÇÕES – Propriedades da Empresa
Contabilidade FINANCEIRA
CONFIGURAÇÕES – Parâmetros da Empresa

Os parâmetros da Empresa estão divididos em várias áreas. Em cada


uma das áreas existem um conjunto de opções a definir. Estas
definições são válidas independentemente do exercício económico.

Gerais:
Ano Trabalho Ano, por defeito, para trabalho na CBL
Declaração Selecção do modelo de declaração disponível para emissão
Contabilidade FINANCEIRA
CONFIGURAÇÕES – Parâmetros da Empresa
Contabilidade FINANCEIRA
CONFIGURAÇÕES – Parâmetros da Empresa

Activar Funcionalidades:

 Permite activar ou não um conjunto de funcionalidades que serão tratadas no


ERP no âmbito da Financeira.

 As opções que não forem activadas vão “esconder” os acessos nos menus, ou
seja, deixa de ser possível trabalhar com essas opções a nível de Exploração,
Movimentos, Utilitários, etc.

 As configurações efectuadas a este nível são aplicadas de forma transversal a


todos os exercícios económicos.
Contabilidade FINANCEIRA
CONFIGURAÇÕES – Parâmetros da Empresa
Contabilidade FINANCEIRA
CONFIGURAÇÕES – Tabelas

Para garantir o correcto funcionamento da aplicação, é


necessário efectuar o preenchimento de algumas tabelas:

Entidades (Clientes, Fornecedores, Outros Terceiros)


Planos:
–Contas
–IVA
Tipos de Lançamento
Diários
Documentos
Os Elementos Base da Contabilidade
CONFIGURAÇÕES – Entidades

O registo de movimentos contabilísticos é baseado em contas definidas


no Plano de Contas.
No entanto quando se trata movimentos referentes a entidades, deve-se
ter em consideração a criação da ficha da entidade.

A criação da ficha garante a informação necessária à recolha de


informação para Mapas Fiscais, nomeadamente mapa de Recapitulativos.
Contabilidade FINANCEIRA

Abertura de Contas em Parâmetros do Exercício:

Deve ser indicado o perfil de contas utilizado na Abertura Automática de


Contas

A abertura de contas é sugerida no momento da gravação de uma nova ficha


de entidade.

O número de “pontos de Interrogação” (?) corresponde ao número de dígitos


reservados ao número da contabilidade.
Contabilidade FINANCEIRA
CONFIGURAÇÕES – Entidades
Contabilidade FINANCEIRA
CONFIGURAÇÕES – Entidades
Contabilidade FINANCEIRA

Exercício Prático
Contabilidade FINANCEIRA

Proceda à criação da empresa “UPS– Assistência Técnica, Lda” tendo em


consideração os seguintes elementos:

 Indentificador: UPS

 Periodicidade de declaração de IVA: Mensal

 CAE da empresa: 722002

 NUIT da empresa: 400 018070

 Período do exercício económico: ano civil.

 Considere que o nº de contabilidade para as entidades Clientes e Fornecedores é


constituído por 4 dígitos.
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Exercício – Criação de Entidades

Efetue a criação das seguintes entidades. Considere que todas as


entidades pertencem ao mercado nacional e ao segmento de terceiro
“Geral”.

Cliente Nome Nº CBL NUIT


C001 Maria Jose da Silva, Lda 0001 881818181

C002 Sociedade Vidreira, Lda 0002 111222333

Fornecedor Nome Nº CBL NUIT


F001 Energia, Lda 0001 222333444

F002 Tudo para todos, Lda 0002 999111222


Plano de Contas
USING ERP – Contabilidade

Os Elementos Base da Contabilidade


Plano de Contas

Definição
O Plano de Contas consiste numa uma tabela que contém a definição
da estrutura de contas, para cada exercício contabilístico, da sua
contabilidade.

O Plano de Contas do ERP PRIMAVERA


O ERP PRIMAVERA, por defeito, já contém um
plano de contas base, ficando ao critério do
utilizador adaptar (modificar ou criar) o plano
proposto em cada exercício, para atender às reais necessidades
da empresa.
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Os Elementos Base da Contabilidade


Plano de Contas

A Estrutura do Plano de Contas Constituídas


por 2 dígitos

Contas Razão

Constituídas
Contas por 3 ou
Integradoras mais dígitos

Constituídas
Contas de por 3 ou
mais dígitos
Movimento
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Os Elementos Base da Contabilidade


Plano de Contas

A ter em
consideração Uma conta é criada no âmbito de um exercício económico

Só é possível criar contas em exercícios contabilísticos existentes

Nunca é possível criar uma conta com um código com menos de 2


dígitos

Caso se crie uma conta com o mesmo radical que outra já existente
mas com maior número de dígitos são copiados automaticamente
todos os movimentos dessa conta para a nova conta

Caso se crie uma conta com mais de 2 dígitos e não existir a


correspondente conta razão será automaticamente criada

Não é possível anular contas com movimentos registados


Contabilidade FINANCEIRA
PLANO de CONTAS Entidades

Esta tabela permite definir a estrutura do plano de contas.


A criação das contas pode ser manual ou automática:

Manual Tabelas de Contabilidade, opção Plano


de Contas

Contas geradas a partir da gravação de


Automática uma nova entidade, de acordo com as
configurações definidas no
Administrador PRIMAVERA.
Contabilidade FINANCEIRA
PLANO de CONTAS

Campos a Definir na Criação de uma Conta. Uma conta é criada


no âmbito de um exercício económico.

Conta Código da conta


Descrição Descrição da conta
Classe IVA Código da classe de IVA sugerido nos movimentos
Classe Selo Código da classe de Selo sugerido nos movimentos
Tratamento de Indicação das funcionalidades a tratar nesta conta
conta
Diferenças Indicação da moeda sobre a qual se irá efetuar o tratamento
cambiais cambial
Reflexões Configurações no âmbito da Reflexão para cada
funcionalidade (Centros de custo, Analítica, Funções)
Contabilidade FINANCEIRA
PLANO de CONTAS
Contabilidade FINANCEIRA
PLANO de IVA

 Apesar do conceito não existir em termos contabilísticos, o


ERP Primavera permite trabalhar com um Plano de IVA

 O Plano do IVA tem como objectivo:


- Preenchimento das Declarações periódica e anual do IVA
- Automatismo no registo de Documentos
Contabilidade FINANCEIRA
PLANO de IVA

Configurações

Administrador PRIMAVERA:
- Activar Funcionalidade “Tratamento de IVA”
- Prefixos de Conta

ERP:
- Definição da Estrutura do Plano de IVA
- Associação de Classes do IVA a contas do Plano de Contas
Contabilidade FINANCEIRA
PLANO de IVA
Contabilidade FINANCEIRA
PLANO de IVA

Campos a Definir na Criação de uma Classe de IVA. Uma conta é


criada no âmbito de um exercício económico.

IVA Código da classe de IVA


Descrição Descrição da classe
Taxa Taxa de IVA para calculo de valor de IVA e de Incidência
% N/ Dedutível % de IVA não dedutível (exemplo: Gasóleo).
Conta Conta de IVA do plano de contas associada a esta classe. Irá permitir obter o lançamento
automático do IVA, assim como obter os valores correctos a colocar na declaração periódica.
Diários e Documentos
Contabilidade FINANCEIRA

Todos os movimentos registados na Contabilidade são classificados


por Diário e Documento.
O diário vai permitir classificar o documento,
garantindo uma organização lógica dos
movimentos inseridos.
DIÁRIO
Garante análises específicas na Exploração,
nomeadamente extracto do Diário

O Documento vai permitir identificar os


movimentos por tipo, por exemplo: N/Fatura,
V/Fatura, etc.
DOCUMENTO
Permite também um conjunto de
configurações que permitirão recolher
informações para mapas Fiscais
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Os Elementos Base da Contabilidade


Diários

São a base do registo de


Garante análises
movimentos contabilísticos,
específicas, nomeadamente
permitindo classificar/
um extrato por diário
organizar os documentos

Diário

Aos diários está associada A ordenação dos


uma numeração automática documentos nos diários
dos documentos que lhe pode ser contínua (para
são atribuídos todo o ano) ou mensal
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Os Elementos Base da Contabilidade


Diários

Diários

Código Código do diário

Descrição Nome do diário

Lançamento Tipo de lançamento associado ao Diário e Exercício

Indicação dos numeradores a utilizar no registo de


documentos neste diário.
Numeradores A numeração poderá ser mensal ou anual, conforme
definido nos Parâmetros da Empresa.
Os números podem ir de 0 a 99999.
Contabilidade FINANCEIRA
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Os Elementos Base da Contabilidade


Documentos

Permite um conjunto de
São a base para o registo de configurações que permitirão
movimentos contabilísticos recolher informações para
mapas fiscais

Documento

Permite identificar os Automatizar o lançamento de


movimentos por tipo. movimentos de naturezas
Exemplo: N/Fatura, V/Fatura diferentes
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Os Elementos Base da Contabilidade


Documentos

Documentos

Código Código do Documento

Descrição Nome do Documento

Indicação do diário utilizado por defeito no registo do


Diário
documento. Pode ser contrariado no momento do registo

Lançamento Tipo de lançamento associado ao documento

Numerador Indicação do último documento emitido

Lançamentos Indicação das contas que serão sugeridas no registo de um


Automáticos documento. Não é obrigatório

Geral Activação de características no âmbito do documento.

Fluxos Configuração da reflexão para fluxos de caixa.


Contabilidade FINANCEIRA

Lançamento Automático
Contabilidade FINANCEIRA

Lançamento Automático
Contabilidade FINANCEIRA

Exercício Prático
Contabilidade FINANCEIRA
Registe os seguintes movimentos. Deverá efectuar a abertura das contas de Sócios.

Data Operação Contas Débito Crédito


02.01 Realização da quota do Sócio Pedro Matos com a entrega 111 2.500.000
do cheque nº 42366789 5101 2.500.000
Valor........................................... 2.500.000 MZN
02.01 Realização da quota do Sócio Almiro Castro com a entrega 111 1.250.000
do cheque nº 24555301 5102 1.250.000
Valor........................................... 1.250.000 MZN
02.01 Guia de Depósito nº 122653 121101 3.750.000
Valor.......................................... 3.750.000 MZN 111 3.750.000

06.01 Cheque nº 200201 da UPS Lda. 111 27.500


Reforço de Caixa 121101 27.500
Valor..................................................... 27.500 MZN
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Exercício – Criação de diários e documentos

Foi detetado um conjunto de operações contabilísticas que não se


enquadram nos diários existentes. Para tal a empresa decidiu criar:

• Um diário de “Operações Diversas” atribuindo o código 99

• Um documento “Operações Diversas” atribuindo o código 991

(1) O documento deverá sugerir o diário 99

(2) O documento deverá garantir o balanceamento do lançamentos efetuados


Contabilidade FINANCEIRA

1 -Crie um documento de Fornecimentos e serviços de terceiros, para


registar os movimentos do custo de despesas de transporte de
pessoal pagas por caixa, usando o diário Diversos.

Lance um movimento no valor de 1200Mt

(1) Considere que a numeração dos diários é mensal


Contabilidade FINANCEIRA

2 - Crie um documento especifico para lançamento de despesas de


Comunicação com IVA que movimente uma conta de Outro Credor:
Ex: MCEL

Efectue lançamento de movimento no valor de 2.000,00 MT utilizando


este documento.
Registo de Movimentos
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Registo de Movimentos Contabilísticos

› O editor de movimentos é o centro operacional de todo o módulo da


Contabilidade.

› Esta opção permite o registo de movimentos na contabilidade.

› É a partir do editor que são lançados novos documentos, editados e


anulados já existentes.

› A introdução de documentos é feita de uma forma intuitiva e eficiente

› O registo de movimentos está disponível a partir da opção


Contabilidade | Movimentos.
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Registar Movimentos Contabilísticos

Registo direto na
Contabilidade

Por importação de Ficheiro

Por integração de outros


módulos
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Registar Movimentos Contabilísticos


Registo direto na Contabilidade – Manualmente

Registo Direto na Contabilidade

Manualmente

Através de Lançamentos Automáticos

Através de Modelos de Lançamento


USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Registo de Movimentos Contabilísticos


Registo direto na Contabilidade

Operações sobre Movimentos Contabilísticos:

• Definir informações de cabeçalho: Exercício,


Novo Data, Diário, Documento
Registo • Opção Novo para ser atribuído nº de Diário e nº
de Documento

• Definir informações de cabeçalho: Exercício,


Data, Diário, Documento
• Se a opção Ver só data, estiver ativa, só
Editar e/ou mostra documentos na data definida, caso
Anular contrário mostra documentos até à data
definida
• Duplo clique sobre documento permite ver
detalhe. Para anular premir o botão Anular
Configurações
Registo de Movimentos:

Parâmetros da Empresa / Movimentos:


Documentos Indica o numero de Documentos visíveis no editor de
Visíveis introdução de documentos.
Pede Data Se activada, solicita a introdução de datas entre movimentos
Mostrar valor na Se activada, na introdução de valores, mostra a conversão
moeda alternativa para a moeda alternativa
Fazer lançamentos Se activada, força a introdução de valores na moeda base,
na moeda base não permitindo inserir valores na moeda alternativa
Passa sempre pela Se activada, força a passagem pela opção de selecção de
moeda moeda de introdução
Visualizar Doc. de Se activada, é possível efectuar Liquidação de Pendentes
abertura na Liq. referentes a movimentos do documento de abertura
Pendentes
Validar moeda Se activada, é efectuada a validação da moeda no momento
do lançamento, para as contas de diferenças cambiais
Configurações

Parâmetros da Empresa / Movimentos (cont.):


Imputações Na janela de inserção de movimentos vai ou não aparecer a
grelha de reflexões para as várias funcionalidades
Descritivos nas Seleccionar qual o descritivo do movimento quando é
linhas de reflexão efectuada uma reflexão para Centros de Custo ou Funções.

Parâmetros da Empresa / Reflexões: as reflexões são efectuadas no âmbito dos


vários planos existentes (IVA, Selo, etc)
Força Reflexão Quando seleccionada, esta opção garante que
nenhuma conta é movimentada sem a respectiva
reflexão (no caso de a conta estar configurada com
reflexões)
Força Conta Quando seleccionada, esta opção garante que
Definida nenhuma conta é movimentada sem a respectiva
reflexão. Garante ainda que a reflexão é exactamente
a que está definida no plano de contas.
Configurações
Registo de Movimentos:
Configurações
Registo de Movimentos:

Parâmetros do Exercício
Os parâmetros do exercício incluem todas as configurações necessárias ao
tratamento das opções do ERP, no âmbito do exercício seleccionado. A selecção
do exercício é sempre a primeira definição, antes de configurar as opções
seguintes.
Gerais:

Data da CBL Indica o dia e o mês do movimento mais recente em termos


cronológicos. Vai ser sugerido, por defeito, na inserção de
novos movimentos
Doc. Outros Se activado, permite a alteração de movimentos registados a
módulos partir de outros módulos
Funcionalidades Complemento às funcionalidades activadas nos Parâmetros da
Empresa. Se não activadas, as funcionalidades não são
controladas para o ano em questão, mas as opções de menu
continuam disponíveis para consulta dos dados de anos
anteriores onde a funcionalidade era tratada.
Configurações
Registo de Movimentos:
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Registo de Movimentos Contabilísticos


Registo direto na Contabilidade – Manualmente

Novo Documento
A seleção das contas a movimentar pode ser efetuada de duas formas:

Conta NUIT

• Introdução direta da conta a • Se a conta for de um terceiro


movimentar (digitação do nº (cliente, fornecedor, outro
da conta), por exemplo, terceiro) e se a ficha estiver
conta 111 corretamente preenchida, é
possível selecionar a conta
• Seleção da conta a pelo NUIT: *123456789
movimentar através do F4 (NUIT:123456789)
Contabilidade FINANCEIRA
Registo de Movimentos:
Contabilidade FINANCEIRA
Registo de Movimentos:
Contabilidade FINANCEIRA
Registo de Movimentos:

Estorno de Movimentos
Contabilidade FINANCEIRA
Registo de Movimentos:

Estorno de Movimentos
Contabilidade FINANCEIRA
Registo de Movimentos:

Estorno de Movimentos
Contabilidade FINANCEIRA
Registo de Movimentos:

Rascunho
Contabilidade FINANCEIRA
Registo de Movimentos:

Validações:
 Ao efectuar a gravação de um movimento são efectuadas algumas
verificações, de acordo com a configuração activa:

Balanceamento - Permite ou não gravar documento não balanceado.


- Definido no Documento

- Permite ou não gravar documento sem reflexões


para C. Custo, Analítica, IVA, Selo, Fluxos de Caixa
Reflexão
e Funções.
- Definido no Administrador
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Exercício – Registo de Movimentos

Registe os seguintes movimentos utilizando o documento 991 de


operações diversas:
N. Op. Data Operação Contas Débito Crédito
Transferência do BIM para o BCI no
121102 10.612.800
1 31.01 Valor........................................... MZN
121101 10.612.800
10.612.800

Empréstimo do BCI no
121102 15.919.100
2 31.01 Valor.......................................... MZN
4311 15.919.100
15.919.100
Cheque nº 200201 do BCI para
pagamento a Aguas de Moçambique, Lda,
46110003 7.959.560
3 31.01 Lda.
121102 7.959.560
Valor.......................................... MZN
7.959.560
Cheque nº 200202 do BCI para
pagamento a Energia, Lda. (utilize o
NUIT 100 000 037 para a realização do 42110004
4 31.01 3.979.780
lançamento) 121102 3.979.780
Valor.......................................... MZN
3.979.780
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Exercício – Registo de Movimentos

Registe os seguintes movimentos utilizando o documento 991 de


operações diversas:

N. Op. Data Operação Contas Débito Crédito

Verificou-se que a transferência feita na


5 30.06 p.n.º1 estava errada. Anule esse
Lançamento

Transferência do BCI para o BIM no


12101 10.612.800
6 30.06 Valor........................................... MZN
12102 10.612.800
10.612.800

Verificou-se que o Cheque nº 200201 do


BCI pagou divida ao fornc. 421110001. 421110001
7 30.06 7.959.560
Realize o estorno da op.n.º3 e o respetivo 12102 7.959.560
lançamento corretivo:
Contabilidade FINANCEIRA
1. Configure os documentos das Facturas de Compras e de Vendas

Compras
Data Operação Contas Débito Crédito
28.06 Fatura nº 522 do Fornecedor “F0001” 4210001 175.000
211 XXXX
4432xxx XXXX
29.06 Fatura nº 46 do Fornecedor “F0002” 4210002 125.000
211 XXXX
4432xxx XXXX

Vendas
Data Operação Contas Débito Crédito

29.06 N/Factura nº 5 4110001 340.000


711 XXXX
4433xxx XXXX
30.06 N/Factura nº 6 4110002 750.000
711 XXXX
4433xxx XXXX
Contabilidade FINANCEIRA
2. Configure documento no diário 50 para processamento dos
vencimentos

Salários
Data Operação Contas Débito Crédito

30-06 Processamento de Salários fim de mês 622 200.000


449 14.000
4421 16.000
4622 190.000
623 20.000
Contabilidade FINANCEIRA
Registo de Movimentos: - Data do Documento
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Registo de Movimentos Contabilísticos


Registo direto na Contabilidade – Através de Lançamentos Automáticos

O módulo da Contabilidade permite também otimizar o lançamento


manual de movimentos contabilísticos através de Lançamentos
Automáticos.

Os Lançamentos Automáticos consistem na sugestão automática por


parte do sistema das contas a movimentar no registo de determinado
documento.

Cada lançamento consiste numa conta, na indicação se o valor


introduzido será a crédito ou a débito e o grupo correspondente, se
aplicável, (contas do mesmo grupo são lançadas com o mesmo valor).

A existência dos lançamentos automáticos permite ao utilizador uma


otimização do tempo necessário ao registo dos movimentos, uma vez
que parte da informação já se encontra preenchida.
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Exercício

Crie o documento 905 – “Recebimento por transferência bancária”


para ser movimentado no diário 90 – “Diversos”, e configure-o como
se segue:
Db) 121?? / Cr) 4111????

Garanta o Balanceamento.
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Exercício – Registo de Movimentos

Registe os seguintes movimentos utilizando o documento 905 de


operações diversas:

N. Op. Data Operação Contas Débito Crédito


Recebimento do cliente Maria Jose da
Silva, Lda 12101 1.061.280
1 28.02
Valor........................................... MZN 41110001 1.061.280
1.061.280
Recebimento do cliente Sociedade
Vidreira, Lda. 12102 1.591.910
2 28.02
Valor.......................................... MZN 41110002 1.591.910
1.591.910
Recebimento do cliente Branco &
Guimarães, Lda. 12101
3 28.02 795.956
Valor.......................................... MZN 41110003 795.956
795.956
Recebimento do cliente Almeida Lopes e
Companhia, Lda. 12103 397.978
4 28.02
Valor.......................................... MZN 41110004 397.978
397.978
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Registo de Movimentos Contabilísticos


Registo direto na Contabilidade – Plano de IVA

› Apesar do conceito não existir em termos contabilísticos, o ERP


permite trabalhar com um Plano de IVA

› O Plano do IVA tem como objectivo: ERP:


• Preenchimento das • Definição da Estrutura
Declarações periódica e do Plano de IVA
anual do IVA • Associação de Classes
do IVA a contas do
• Automatismo no registo Plano de Contas
de Documentos
Financeira I

Exercício – Registo de Movimentos

Registe os seguintes movimentos sabendo que o IVA é à taxa


Normal:
Doc. Data Operação Contas Débito Crédito

Fatura nº 521 do Fornecedor


42110001 1.857.230
301 29.06 “Sociedade de Fornecimentos,
211
Lda.”
4432111

Fatura nº 45 do Fornecedor 42110002 3.183.830


301 29.06
“Cardoso e Pereira, Lda” 211
4432111

Doc. Data Operação Contas Débito Crédito


41110003
N/Factura nº 1 ao Cliente 4.245.100
401 30.06 711
“Branco & Guimarães, Lda.”
44331111

N/Factura nº 2 ao Cliente
41110004 1.326.590
401 30.06 “Almeida Lopes e
711
Companhia, Lda.”
44331111
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Contabilidade e Fiscalidade

Report Financeiro
Extratos de Contas
Balancetes
Conferência de movimentos
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Report Financeiro

Balancete

Extratos

Acumulados
Contabilidade FINANCEIRA
Registo de Movimentos: - Análise de Dados

Extractos Balancetes

 Onde: Contabilidade > Exploração >  Onde: Contabilidade > Exploração >
Extractos Balancetes
 Como: Seleccionar o separador  Como: Seleccionar o balancete a emitir e
pretendido, indicar as contas que se definir as restrições pretendidas
pretendem analisar, o período de
 Resultado: lista de contas e respectivos
análise
saldos
 Resultado: Listagens de conferência
relativas aos movimentos da
contabilidade
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Report Financeiro
Balancete

Onde?: Contabilidade | Exploração | Balancetes

Balancetes:
Como?: Selecionar o balancete a emitir • Razão
e definir as restrições pretendidas • Analítico
• IVA
• Selo
Resultado: lista de contas e respetivos
saldos • Livros Selados
• Planos Alternativos

Restrições: As contas visíveis podem


ser filtradas mediante um filtro que poderá usar os seguintes caracteres
* → qualquer carácter
? → exatamente 1 caracter
X → 1 carácter (não obrigatório)
Contabilidade FINANCEIRA
Registo de Movimentos - Análise de Dados

Exclusão de contas nos Balancetes – Chave de Exclusão


Contabilidade FINANCEIRA
Registo de Movimentos: - Análise de Dados
Contabilidade FINANCEIRA
Registo de Movimentos - Análise de Dados
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Report Financeiro
Extratos

› No extrato da contabilidade existem


entradas separadas por cada Extratos:
elemento que queremos analisar • Conta
• IVA
• Funções
› Desta forma consegue-se separar
• Fluxo
os acessos de consulta pelos
• Selo
diversos papeis que se encontram
na organização, bem como permite • Diário
análises conjuntas de dados • Plano Alternativo
• Itens de Tesouraria
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Report Financeiro
Extratos

Considerações

› Seleção multi tipo de lançamento;

› Seleção de mais do que uma moeda;

› Seleção de várias contas, por exemplo podemos juntar o extrato de


dois centros de custo;

› Filtrar por uma conta integradora. Por exemplo, podemos filtrar o


extrato de IVA pela conta de IVA dedutível;

› Campos do cabeçalho do movimento (referência e data de


documento, por exemplo);
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Report Financeiro
Extratos

Considerações (cont.)

› Os filtros são gravados à saída;

› Possibilidade de incluir/excluir documentos estornados (e o seu


estorno);

› Possibilidade do extrato incluir ou não os movimentos em rascunho;

› Utilização dos grupos hierárquicos. Por exemplo no extrato de


funções podemos pedir o extrato para um grupo de funções;

› Possibilidade de encolher a grelha de restrições para manipular a


grelha de forma autónoma;
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Report Financeiro
Extratos

Considerações (cont.)

› À exceção do extrato de conta, em todos os outros podemos filtrar


por conta origem;

› Emissão de um extrato com múltiplas contas. O saldo de cada


conta é calculado de forma independente e respeitando a ordem
cronológica de cada movimento. Assim, o saldo apresentado
representa sempre o valor da conta após cada movimento, de
acordo com as restrições e as opções escolhidas pelo utilizador;

› De forma a facilitar também a exploração dos extratos, estes estão


agrupados por conta e respetiva descrição.
Contabilidade FINANCEIRA
Registo de Movimentos: - Análise de Dados
Contabilidade FINANCEIRA
Registo de Movimentos: - Análise de Dados
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Report Financeiro
Acumulados de Conta

Restrições
› Seleção multi tipo de lançamento

› Possibilidade de selecionar várias contas, por exemplo podemos


analisar os acumulados de dois centros de custo

› Possibilidade de indicar uma conta integradora

› Os filtros são gravado à saída da aplicação para serem repostos


quando se volta à janela

› Possibilidade de incluir/excluir documentos estornados (e o seu


estorno) [tabulador de opções]
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Report Financeiro
Acumulados de Conta

Restrições (cont.)

› Possibilidade do extrato incluir ou não os movimentos em rascunho


[tabulador de opções]

› Utilização dos grupos hierárquicos. Por exemplo nos acumulados de


Funções podemos pedir os resultados para um grupo funções.

› À exceção do extrato de conta podemos agora filtrar por conta origem.


Contabilidade FINANCEIRA

Exercício Prático
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Exercício

A empresa pretende verificar todos os lançamentos efetuados por


mês do diário 40 referentes ao ano anterior.
• Utilizando os extratos de contas, configure o que achar
necessário para obter o pretendido.
Contabilidade FINANCEIRA

Recorrendo às explorações disponíveis no módulo de contabilidade, emita


os seguintes mapas:

1. Extracto com os movimentos realizados no diário de vendas.

2. Balancete analítico do mês 1 até ao mês 12.

3. Balancete analítico omitindo todas as contas dos fornecedores e as contas


movimento de clientes. Para este efeito use as chaves de exclusão de balancetes
disponível no Administrador Primavera.
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Contabilidade e Fiscalidade

Operações de Validação dos


Movimentos Contabilísticos
Operações de Validação

Conferência de Movimentos
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Operações de Validação
Conferência de Movimentos

› O objetivo da Conferência de Movimentos é permitir efetuar a


validação dos movimentos registados nas contas.
› A conferência é efetuada através da atribuição de estados a cada
movimento
› São ainda visualizados os saldos anteriores à data inicial, os totais
periódicos e os totais acumulados. Para cada um destes grupos de
totais existem três subtotais:
• Conta – indica o total independentemente do estado;
• Conta/Estado – indica o total para os movimentos que tenham
o estado definido na Conferência, incluindo os do separador
Opções;
• Diferença – indica a diferença entre os dois itens enumerados
anteriormente
Contabilidade FINANCEIRA
Registo de Movimentos: Conferência
USING ERP – Contabilidade e Fiscalidade

Exercício – Conferência de Movimentos

A empresa pretende conferir a conta de depósitos à ordem do BCI,


referentes ao ano anterior.

1. Efetue a conferência da conta 121102 para o mês de Janeiro do


ano anterior sabendo que alguns lançamentos foram
corretamente reconciliados e outros não.

2. Imprima relatório com os lançamentos por conferir.

3. Efetue a conferência da conta 121101 para o mês Fevereiro do


ano anterior, tendo em conta os lançamentos de Janeiro por
conferir.
Bloqueios
Contabilidade FINANCEIRA

EXERCÍCIO Impossibilita o lançamento de movimentos para o


exercício (o mesmo se aplica aos orçamentos).

Impossibilita o lançamento de documentos para o


diário num determinado exercício e até a um mês
em específico.
DIÁRIO p.e., quando bloqueado o diário 21 até ao mês 9,
torna-se impossível lançar documentos para o
diário 21, do mês 0 até ao mês 9 (não se aplica aos
orçamentos)

Impossibilita o lançamento de contas para um


CONTA determinado tipo de lançamento, durante um
período em específico.
Contabilidade FINANCEIRA
Bloqueios
Contabilidade FINANCEIRA
Bloqueios
Contabilidade FINANCEIRA
Bloqueios
Contabilidade FINANCEIRA
Bloqueios
Fluxos de Caixa
Contabilidade FINANCEIRA
Fluxos de Caixa

A estrutura de Fluxos é definida na opção


Tabelas\Contabilidade\ Planos\Fluxos de Caixa

Administrador ERP

Nos Parâmetros activar a utilização


de Fluxos de Caixa. Plano de Fluxos de Caixa

Indicar o perfil de contas Documento: Configuração e


sujeitas a tratamento de Fluxos de registo
Caixa
Contabilidade FINANCEIRA
Fluxos de Caixa

Administrador – Parâmetros do Exercício


Contabilidade FINANCEIRA
Fluxos de Caixa

Administrador – Parâmetros do Exercício


Contabilidade FINANCEIRA
Fluxos de Caixa

Administrador – Parâmetros da Empresa


Contabilidade FINANCEIRA
Fluxos de Caixa
Contabilidade FINANCEIRA
Fluxos de Caixa

Fluxos de Caixa:
 A utilização dos Fluxos está dependente da configuração dos
documentos.

 Aceder à tabela de documentos e configurar a reflexão para os Fluxos


de Caixa:

Equitativamente
Distribuição
Não sugere
Contabilidade FINANCEIRA
Fluxos de Caixa
Contabilidade FINANCEIRA
Fluxos de Caixa
Contabilidade FINANCEIRA
Fluxos de Caixa
Contabilidade FINANCEIRA

Exercício Prático
Imprima o fluxo de caixa
Utilitários
Contabilidade FINANCEIRA
Utilitários

Transferência de movimentos entre contas

Esta operação permite transferir todos os movimentos de uma


conta para outra, de acordo com um intervalo de datas pretendido.

Quer a conta origem, quer a conta destino terão que ser contas de
movimento, não sendo possível transferir os movimentos para
contas Razão ou Intermédias.
Contabilidade FINANCEIRA
Utilitários
Apuramentos
Contabilidade FINANCEIRA
Apuramento de IVA

O ERP disponibiliza a possibilidade de realizar Operações


de Apuramento.

Estão disponíveis os tipos de apuramento: IVA, Selo e


Outros (onde se inclui o apuramento de Resultados)

Os apuramentos são configuráveis à medida das


necessidades do utilizador.
Contabilidade FINANCEIRA
Apuramento de IVA

O apuramento do IVA é tratado pela aplicação com o objectivo de


calcular a natureza do IVA e de preencher a declaração Periódica do
IVA.

Periodicidade da Declaração do IVA

MENSAL TRIMESTRAL
Contabilidade FINANCEIRA
Apuramento de IVA
Contabilidade FINANCEIRA
Apuramento de IVA
Contabilidade FINANCEIRA
Apuramento de IVA
Contabilidade FINANCEIRA
Apuramento de IVA
Contabilidade FINANCEIRA
Apuramento de IVA
Contabilidade FINANCEIRA

Exercício Prático
Apuramento
Financeira II

Mapas Legais e de Gestão

Nesta opção estão disponíveis mapas relevantes para o tratamento


contabilístico da empresa:

› Balanço
› Demonstração de Resultados
› Demonstração de Resultados por Funções
› Fluxos de Caixa

Estes mapas têm uma configuração por defeito, podendo no entanto ser
alterada pelo utilizador.
Financeira II

Mapas Legais e de Gestão – Alteração

Na janela de emissão de mapas Legais e de Gestão, é possível efetuar um


conjunto de operações:

Efetuar um mapa novo de raiz, onde todas as informações e formulas


Novo
deverão ser inseridas manualmente.

Duplicar Permite duplicar o mapa selecionado.

Anular Permite eliminar o mapa selecionado

Modificar Permite modificar o mapa selecionado

Renomear Permite alterar o nome do mapa selecionado

Definições Permite definir a categoria e localização do mapa selecionado.


Contabilidade FINANCEIRA
Demonstração de Resultados
Contabilidade FINANCEIRA
Demonstração de Resultados
Contabilidade FINANCEIRA
Apuramento de Resultados
Contabilidade FINANCEIRA
Apuramento de Resultados
Contabilidade FINANCEIRA
Apuramento de Resultados
Financeira I

Operações Fim / Início de Ano


Financeira I

Operações Fim / Início de Ano

O ERP PRIMAVERA, é baseado atualmente numa BD


contínua. Isto significa que todos os exercício económicos
estão registados na mesma BD.

No entanto, e considerando que a contabilidade tem


especificidades próprias e trabalha com exercícios económicos, existe um
conjunto de passos a realizar para que seja possível iniciar o trabalho
num novo exercício económico.
Financeira I

Operações Fim / Início de Ano

As operações de Fim / Início de ano pressupõem os seguintes passos:

Apuramento
Operação que vai permitir criar a estrutura de
Resultados suporte ao funcionamento da Contabilidade:

• Criação dos Planos para o novo ano


• Criação das Chaves de Repartição para o novo
Abertura Exercício ano
Económico • Criação da estrutura que vai permitir registar
movimentos no novo ano

Documento que vai permitir lançar no novo


Documento de ano os saldos de abertura das contas que
Abertura não estão saldadas.
Financeira I

Abertura de Exercício Económico

A criação do exercício Económico, é realizado através de opção própria


no Administrador PRIMAVERA: Gestão de Exercícios.

Esta opção permite efectuar uma de três opções:

Criar Novo Exercício

Anular Exercício Existente

Copiar elementos entre dois Exercícios


Financeira I

Abertura de Exercício Económico

As opções de “Criar um novo exercício” e “Cópia de elementos entre dois


exercícios” vai permitir colocar os elementos selecionados no exercício de
destino.

Por elementos consideram-se:

• Planos diversos: P. Contas, P. IVA, P. Funcional, P.


Alternativo, etc;

• Chaves de Repartição associadas;

• Configurações da Ligação à Contabilidade dos vários


módulos
Financeira I

Documento de abertura

Este serviço, destina-se a criar automaticamente um documento contendo os


movimentos a que correspondem os saldos de abertura das classes (passagem de
saldos do ano n para o ano n+1): Disponibilidades, Terceiros, Existências,
Imobilizações e Capital.
Esse documento torna-se necessário em dois tipos de situações:

Quando se cria um exercício novo, Quando se iniciou um novo exercício,


baseado numa empresa existente, mas se manteve em utilização o
para o qual pretendemos passar os exercício anterior. Neste caso, o serviço
dados da Contabilidade do exercício reconstrói automaticamente o
anterior documento de abertura com os saldos
das classes do exercício anterior
Financeira I

Documento de abertura

Administrador | (Selecionar a Empresa) |


Contabilidade | Criação do Documento de
Abertura

Indicar: exercício + Lançamento + Diário


+ Documento

Definir o período de contas de ordem e


da analítica
Ativar a opção
"Balancear documento"

Opcionalmente, balancear documento


Definir a conta, do
Plano de Contas, de
balanceamento

Confirmar
Financeira I

Documento de abertura

Opções na realização de um documento de abertura:

Definir o exercício destino onde será criado o documento de abertura com os


Exercício respetivos saldos (por omissão sugere o ano de trabalho)

Definir o diário e o documento assim como os respetivos numeradores para o


Documento e Diário documento que irá ser gerado. Os valores sugeridos correspondem à
a Gerar configuração definida nos Parâmetros do Empresa, no separador “Doc. de
Abertura”

O documento de abertura é sempre registado no mês 0. Aqui define-se em que


Dia Documento dia do mês é registado o movimento

Período para contas Indicação do período a considerar para a passagem de saldos para o novo
de Ordem e Analítica exercício económico o que respeita a contas de Ordem e analítica

Classes das Contas Selecionar as contas de Custo e Proveito para não serem considerados os
de Custo/Proveito saldos para o exercícios seguintes
Financeira I

Documento de abertura

Opções na realização de um documento de abertura:

Se selecionada, então o sistema processará as diferenças, caso existam,


Balancear
entre créditos e débitos na conta selecionada e o documento gerado será
documento balanceado na conta financeira.

É possível criar o documento de abertura com base nos movimentos de outra


empresa que esteja definida no sistema.

Criar o documento Esta opção é muito útil em situações, por exemplo, em que para a mesma
empresa um exercício se encontra numa base de dados, e o novo exercício
de abertura com os está noutra fisicamente distinta. Para o efeito, basta ativar a opção “Criar o
dados da empresa documento de abertura com os dados da empresa...”, e selecionar a empresa
com os movimentos de origem. Apenas é possível selecionar empresas que
possuam a mesma moeda base, alternativa e de referência, da empresa para
a qual estamos a criar o documento.
Financeira I

Documento de abertura

Considerações na criação de documento de abertura:


› As contas sujeitas à passagem de saldos serão aquelas cujo o seu grupo se encontra
definido como do tipo "Balanço" (campo Tipo = “Balanço”).

› É possível executar a opção de criação de documento de abertura várias vezes. No


entanto, não existem registados vários documentos de abertura em simultâneo, isto é, ou o
utilizador elimina o Documento de Abertura antes de lançar um novo documento, ou o
próprio ERP elimina o documento existente antes de lançar o novo.
Este novo documento irá conter o saldo de todas as contas no momento da realização da
operação.

› Ao criar o documento de Abertura, se houverem alterações nos planos, ou seja, o plano


do ano n for diferente do plano do ano n+1 são despoletados alguns mecanismos:
• Se a conta no ano n for de movimento e no ano n+1 for integradora é
despoletada uma janela para indicar a conta que irá receber o saldo;
• Se a conta com saldo no ano n não existir no ano n+1, a mesma será criada no
ano n+1 de forma a receber o saldo.
Contabilidade FINANCEIRA
Abertura e passagem de saldos
Contabilidade FINANCEIRA
Abertura e passagem de saldos
FIM