Você está na página 1de 8

Norma Técnica

NTC-057

VENTOSA COMBINADA
Especificação

Sumário
1. APRESENTAÇÃO………………………………………………………………………………………………….2
2. REFERÊNCIAS NORMATIVAS…………………………………………………………………………………..2
3. DEFINIÇÕES………………………………………………………………………………………………………..2
4. GENERALIDADE…………………………………………………………………………………………………...3
5. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS………………………………………………………………………………...3
6. PINTURA……………………………………………………………………………………………………………5
7. QUALIFICAÇÃO TÉCNICA………………………………………………………………………………………..6
8. INSPEÇÃO E ENSAIOS…………………………………………………………………………………………...7
9. GARANTIA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA…………………………………………………………………………8
10. EMBALAGEM, TRANSPORTE E ARMAZENAGEM ………………………………………………………….8
11.RECEBIMENTO FINAL …………………………………………………………………………………………..8
12. REVISÕES ……………………………………………………………………………………………………...10

COMPESA – Companhia Pernambucana de Saneamento


DGC – Diretoria de Gestão Corporativa

GLD – Gerência de Logística e Controle de Qualidade


Avenida da Recuperação, s/n Dois Irmãos
Recife – PE | CEP 52171-340
Email: gld@compesa.com.br

Este documento, como qualquer outro, é um documento dinâmico, podendo ser revisado sempre que for necessário. Sugestões e
comentários devem ser enviados à GLD.
NORMA TÉCNICA DA COMPESA NTC-057-08

1. APRESENTAÇÃO

1.1. A Companhia Pernambucana de Saneamento – COMPESA, ao publicar esta “Norma Técnica” visa
padronizar os requisitos básicos necessários e demais condições a serem adotadas e exigidas pela
COMPESA para a aquisição de Ventosa combinada;
1.2. A Gerência de Logística e Controle de Qualidade - GLD, subordinada à / Diretoria de Gestão
Corporativa, é a autoridade funcional na COMPESA responsável pela elaboração deste documento.

2. REFERÊNCIAS NORMATIVAS

2.1. As normas relacionadas a seguir contêm disposições que, ao serem citadas neste texto, constituem
prescrições para esta norma. Nos casos de omissão, devem ser utilizadas as especificações presentes
nas últimas revisões das normas das principais organizações de normatização nacional e internacional.
2.2. As seguintes normas mencionadas devem ser adotadas em sua última revisão publicada:
2.2.1. ASTM A276 – Standard Specification for Stainless Steel Bars and Shapes;
2.2.2. ASTM A320 / A320M - Standard Specification for Alloy Steel and Stainless Steel Bolting for
Low Temperature Service;
2.2.3. ASTM B62 – Standard Specification for Composition Bronze or Ounce Metal Castings;
2.2.4. AWWA C512 – Standard for Air-Release, Air/Vacuum, and Combination Air Valves for
Waterworks Service;
2.2.5. NBR 7675 – Tubos e conexões de ferro fundido dúctil e acessório para sistemas de aquisição e
distribuição de água – requisitos;
2.2.6. NTC-003 – Inspeção de Produto;
2.2.7. NTC-004 - Garantia e Assistência Técnica de Produto;
2.2.8. NTC-052 – Ventosa simples;
2.2.9. ISO 8501-1 – Preparation of steel substrates before application of paints and related products --
Visual assessment of surface cleanliness-- Part 1: Rust grades and preparation grades of
uncoated steel substrates and of steel substrates after overall removal of previous coatings.

3. DEFINIÇÕES

3.1. Produto
3.1.1. Todo material, equipamento ou produto químico adquirido pela COMPESA nos diversos
processos de aquisição.
3.2. Descrição Longa
3.2.1. É a descrição de produto presente em todas as planilhas de cotação, estimativa de preço,
Ordens de Compra, Notas Fiscais de Remessa e outros. É gerada pelo ERP - Resource
Planning (sistema integrado de gestão empresarial) da COMPESA, chamado de ALPHA.
3.3. Ventosa combinada
3.3.1. É um dispositivo hidromecânico projetado para, automaticamente, liberar para a atmosfera
pequenas bolhas de ar que se acumulam em pontos altos localizados ao longo de uma
tubulação cheia e operando sob pressão, e também é projetado para, automaticamente, liberar
ou admitir grandes volumes de ar durante o enchimento ou drenagem da tubulação sem
pressão (pode ser chamada de ventosa de tríplice função, ou “combination air valve”).

3.4. Ventosa combinada No-slam


3.4.1. Ventosa com as mesmas características da combinada, acrescida de dispositivo de diminui a
vazão de saída de ar durante o enchimento da tubulação, a fim de minimizar o surgimento de
transientes hidráulicos.

4. GENERALIDADE

4.1. O produto deve ser fabricado conforme especificado neste documento;


4.2. O produto deve ter projeto funcional, que permita acesso fácil a todas as peças e de manutenção
simplificada;

VENTOSA COMBINADA 2/8


NORMA TÉCNICA DA COMPESA NTC-057-08

4.3. O Fabricante é responsável único pela adequada seleção de materiais de construção do produto. Caso
este documento indique o material para uma determinada peça, deve ser entendido como preferencial
e de padrão mínimo aceitável pela COMPESA. É obrigatório ao fabricante indicar materiais
equivalentes ou superiores aos aqui listados.

5. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

5.1. Identificação do produto


5.1.1. O produto deve possuir uma placa de identificação de material não oxidável firmemente fixado
com no mínimo as seguintes informações gravadas de forma indelével:
5.1.1.1. Fabricante;
5.1.1.2. Modelo;
5.1.1.3. Diâmetro nominal de entrada da ventosa (DN);
5.1.1.4. Pressão nominal (PN);
5.1.1.5. Norma de fabricação.
5.1.1.6. Norma da flange;
5.1.1.7. Data da fabricação.
5.2. Características Gerais
5.2.1. Características gerais são apresentadas na Descrição Longa do Produto, sendo:
5.2.1.1. VENTOSA COMBINADA [normal ou No-Slam] FERRO FUNDIDO DUCTIL PN [de
acordo com descrição] DN [de acordo com descrição] TIPO DE FIXACAO FLANGE
(NBR 7675) (CONFORME NTC-057).
5.2.1.1.1. Família de Produto: Ventosa combinada;
5.2.1.1.2. Tipo: Normal ou No-slam;
5.2.1.1.2.1. Não serão aceitas ventosas No-slam no lugar de
ventosas combinadas normais ou vice e versa..
5.2.1.1.3. Tipo de Fixação: Flange (conforme NBR 7675) para Pressão Nominal de
PN16;
5.2.1.1.4. Pressão Nominal (PN): Pressão Nominal da rede hidráulica;
5.2.1.1.5. Diâmetro Nominal (DN): Diâmetro nominal de entrada da ventosa.
5.3. Características do Fluido
5.3.1. Temperatura de Trabalho: 10°C a 60°C;
5.3.2. Tipo de Fluido: Água bruta e tratada.
5.4. Características Específicas
5.4.1. Padrão de fabricação e testes: AWWA C512;
5.4.2. Pressão admissível do flutuador: igual ou maior do que 6900 KPa para os diâmetros até 3 in e
igual ou maior do que 5180 kPa para os demais diâmetros;
5.4.3. Pressão de fechamento com água: A ventosa deve permanecer com fechamento estanque
para pressão na rede maior ou igual a 2,0 mca;
5.4.4. Coeficiente de eficiência (Cd): igual ou maior do que 60%.
5.4.5. Acessórios
5.4.5.1. Olhais de içamento: dois para DN maiores ou iguais a 150 mm (6 in);
5.4.5.2. Grade de proteção contra intrusão externa de objetos ou animais.
5.4.6. Detalhes Construtivos
5.4.6.1. Tipo de Flutuadores: Sólidos não colapsáveis;
5.4.6.2. Guias dos flutuadores (quando aplicável): Hastes que permitam perfeito alinhamento.
5.4.6.3. No caso da existência de ventosa simples (ou automática) deve atender a NTC-052.
Quando interna, deverá atender as características da NTC-052 correspondentes a
área de passagem mínima do orifício de saída de ar, pressão mínima de
estanqueidade e tipo de vedação.
5.4.6.4. Fechamento Prematuro: A ventosa deverá possuir dispositivo defletor na base ou
corpo com formato para evitar fechamento prematuro com ar;
5.4.6.4.1. Pressão de fechamento prematuro com ar: A ventosa deverá
permanecer aberta, permitindo a passagem de ar a qualquer vazão para
pressões de até 4mca.
5.4.6.5. Áreas de passagens seccionais: deverão possuir área superior ou igual ao diâmetro
nominal da flange da ventosa, não sendo admitidos redutores de área na saída da
ventosa.

VENTOSA COMBINADA 3/8


NORMA TÉCNICA DA COMPESA NTC-057-08

5.4.7. Deve:
5.4.7.1. Permitir manutenção em campo com a simples troca das borrachas de vedação;
5.4.7.2. As borrachas de vedação deverão ser instaladas nas cavidades por encaixe, sem a
necessidade de utilização de produtos químicos ou processos térmicos para fixação.
5.5. Material de fabricação
5.5.1. Corpo Principal: Ferro Fundido Nodular ou Aço Inoxidável AISI-304 em um único cilindro
(conforme AWWA C512)
5.5.1.1. Serão aceitas válvulas em que o corpo é desmontável em relação a tampa e flanges.
Nesse caso, o material dos flanges e tampa deve seguir o do corpo;
5.5.1.2. Será aceita Ventosa Simples Função externa ao corpo da ventosa de alta
capacidade, desde que atenda a NTC-052.
5.5.2. Tampa: Deverá seguir o material do corpo, quando a tampa realizar função mecânica de
anteparo/guia para os dispositivos móveis internos;
5.5.2.1. No caso em que as tampas não exerçam função mecânica, ou seja, utilizadas
apenas para deflexão do ar, poderão ser aceitas tampas em material polimérico com
tratamento anti-UV;
5.5.3. Flutuador: Polietileno, ASTM A276 tipo 316L policarbonato ou acetato;
5.5.4. Assentos de vedações: ASTM A276 tipo 303 com revestimento com borracha EPDM.
5.5.5. Elementos de Fixação (parafusos, porcas e arruelas): ASTM A320 Gr. B8 (AISI 304 ou 18-8);
5.5.5.1. NOTA: Apenas o plug poderá ser de construção em bronze ASTM B62;
5.5.6. Olhais de içamento: Aço Inoxidável, quando a tampa for metálica:
5.5.7. Placa de identificação: ASTM A276 tipo 304 (AISI 304) ou etiqueta adesiva anti-fraude de alta
aderência;
5.5.8. Grade de proteção: Quando a tampa for metálica deve ser em ASTM A276 tipo 304 (ou AISI
303), quando a tampa for polimérica deve seguir o material da tampa.

6. PINTURA

6.1. Para Material de Ferro Fundido:


6.1.1. A CONTRATADA deverá realizar, no mínimo, o seguinte preparo de superfície:
6.1.1.1. Realizar limpeza da superfície metálica, utilizando pano e solvente aromático não-
oleoso;
6.1.1.2. Preparar a superfície conforme a norma ISO 8501-1, jateamento Sa 2 ½” e St3 para
pequenas áreas;
6.1.1.3. Realizar limpeza da superfície jateada com ar comprimido limpo e seco.
6.1.2. A CONTRATADA deverá adotar o esquema de pintura abaixo:
6.1.2.1. REVESTIMENTO INTERNO pode-se adotar um dos seguintes esquemas de pintura:
6.1.2.1.1. Esquema de Pintura 01:
6.1.2.1.1.1. Aplicar as demãos de tinta de fundo e acabamento de epóxi
cura com poliamida de alta espessura (bi componente) isenta
de alcatrão, a espessura final de película seca deve ser no
mínimo de 200 µm.
6.1.2.1.2. Esquema de Pintura 02:
6.1.2.1.3. Aplicar pintura eletrostática a pó isenta de alcatrão ou
elementos tóxicos, com espessura final de película seca deve
ser no mínimo de 150 µm;
6.1.2.2. REVESTIMENTO EXTERNO pode-se adotar um dos seguintes esquemas de pintura:
6.1.2.2.1. Esquema de Pintura 01:
6.1.2.2.1.1. Aplicar as demãos de tinta de fundo de epóxi cura com
poliamida de alta espessura (bi componente) isenta de
alcatrão, a espessura final de película seca deve ser no
mínimo de 100 µm;
6.1.2.2.1.2. Aplicar as demãos de tinta de acabamento de poliuretano
acrílico alifático (protetor UV) de alta espessura isenta de
alcatrão, a espessura final de película seca deve ser no
mínimo de 50 µm;
6.1.2.2.2. Esquema de Pintura 02:

VENTOSA COMBINADA 4/8


NORMA TÉCNICA DA COMPESA NTC-057-08

6.1.2.2.3. Aplicar pintura eletrostática a pó isenta de alcatrão ou


elementos tóxicos, com espessura final de película seca deve
ser no mínimo de 150 µm;
6.2. Para Material de latão, aço inoxidável ou polimérico: Não há necessidade de pintura;
6.3. Cor externa predominante: azul RAL 5005 para pintura no ferro fundido.

7. QUALIFICAÇÃO TÉCNICA

7.1. O PROPONENTE deverá apresentar na etapa de HABILITAÇÃO – QUALIFICAÇÃO TÉCNICA os


seguintes documentos oficiais, autenticados e com os devidos responsáveis pela emissão, para cada
modelo ofertado:
7.1.1. Atestado de Fornecimento do produto: O PROPONENTE deverá comprovar, por meio de
atestado(s) fornecido(s) por pessoa jurídica de direito público ou privado, que forneceu
satisfatoriamente na avaliação sobre a qualidade na aplicação do produto e prazo de entrega
da demanda estimada para o período que será contratado o(s) produto(s) compatível(eis) com
o(s) item(ens) licitado(s);
7.1.2.Folha de dados (ou descrição detalhada) emitida pelo Fabricante: O PROPONENTE deverá
enviar documento(s) emitido(s) pelo FABRICANTE que conste todas as especificações técnicas
solicitadas nesta NTC para fins de comparação e análise, inclusive a pressão de colapso dos
flutuadores:
7.1.3. Desenho técnico de corte do produto: O PROPONENTE deverá apresentar documento emitido
pelo FABRICANTE, contendo o desenho técnico de corte típico, no mínimo, com as vistas
frontal, lateral, superior e corte indicando os componentes as dimensões internas e externas
(as passagens de ar), seus materiais de construção e as dimensões críticas para verificação de
áreas seccionais, o nome do fabricante, o modelo e os materiais de cada componente;
7.1.3.1. Indicar os olhais de içamento e a grade no desenho em corte, detalhando seus
aspectos construtivos;
7.1.3.2. Apresentar os desenhos em tamanho máximo de 1Gb, divididos em arquivos no
máximo de 500kb.
7.1.3.3. Área do Orifício de entrada e de saída:
7.1.4. Memorial de cálculo do Coeficiente de eficiência (Cd): O PROPONENTE deverá apresentar
documento emitido pelo FABRICANTE contendo a equação utilizada para cálculo do Cd , o
memorial de cálculo do Cd para cada ventosa ofertada e o método utilizado no ensaio para
medição do Cd .

7.1.5. Relatório de teste de desempenho: O PROPONENTE deverá apresentar documento emitido


pelo FABRICANTE contendo o relatório de teste de desempenho que demonstre em bancada
de testes apropriada, para tal finalidade, as vazões de expulsão de ar das ventosas (para cada
diâmetro ofertado) exibidas nos catálogos do produto.
7.1.5.1. Tal gráfico deve ser oriundo de testes de bancada, não sendo aceitos gráficos
produzidos por modelagem computacional;
7.1.5.2. ;Se a Compesa julgar necessário, deverão ser enviadas informações referentes à
bancada de testes que produziu o gráfico.
7.1.6. Termo de Garantia: O PROPONENTE deverá apresentar documento emitido pelo
FABRICANTE, informando as condições mínimas de garantia, prazo e recomendações;
7.1.7. Termo de Assistência Técnica no Brasil: O PROPONENTE deverá apresentar documento
emitido pelo FABRICANTE, indicando o nome, endereço, telefone e e-mail para contato das
assistências técnicas autorizadas em território nacional;
7.2. Quando qualquer documento for apresentado em outro idioma que não o português, somente serão
considerados válidos quando acompanhados da versão em português, firmada por tradutor
juramentado.
7.3. Caso a COMPESA julgue necessário, o PROPONENTE deverá disponibilizar:

VENTOSA COMBINADA 5/8


NORMA TÉCNICA DA COMPESA NTC-057-08

7.3.1. Gráfico de vazão versus diferencial de pressão: O PROPONENTE deverá apresentar


documento emitido pelo FABRICANTE contendo o gráfico de vazão versus diferencial de
pressão e demonstrar o método para cálculo e construção do gráfico com no mínimo 3 (três)
pontos na região crítica de vazão.
7.3.2. Relatório de teste hidrostático: O PROPONENTE deverá apresentar documento emitido pelo
FABRICANTE contendo o relatório do teste hidrostático (para cada diâmetro ofertado) com
pressão, no mínimo, de 150% da pressão nominal durante 1 (um) minuto de acordo AWWA
C512. Não deve ocorrer vazamento;
7.3.3. Relatório de teste de estanqueidade hidráulica: O PROPONENTE deverá apresentar
documento emitido pelo FABRICANTE contendo o relatório de teste de estanqueidade (para
cada diâmetro ofertado) com pressão de 2 mca durante 30 (trinta) segundos com uma
tolerância de ± 10% de acordo AWWA C512. Não pode ocorrer queda na pressão;
7.3.4. Atestado de capacidade produtiva: O PROPONENTE deverá enviar documento em que o
FABRICANTE ateste a sua capacidade produtiva mensal para o(s) produto(s) que solicita
qualificação. Tal documento poderá ser utilizado para fins de comprovação da capacidade
produtiva do FABRICANTE durante diligência
7.3.5. Laboratório de Controle de Qualidade: O PROPONENTE deverá enviar documento emitido
pelo FABRICANTE informando se este possui nas suas instalações laboratório de
qualidade/testes ou se o mesmo é terceirizado. Nesse ultimo caso, deverá ser indicado o
nome, endereço e CNPJ do(s) laboratório(s) informando quais ensaios são realizados.
7.3.6. Plano de pintura interna e externa: O PROPONENTE deverá apresentar documento emitido
pelo FABRICANTE com o esquema de pintura proposto com as informações de tinta, número
de demãos, preparação de superfície, espessura da tinta, ensaios de verificação, ficha técnica
das tintas, entre outros;
7.3.7.
7.3.8.Diligência: O acesso aos funcionários da COMPESA as instalações do Fabricante para cada
item ofertado para verificação das condições de fabricação, testes e ensaios e adequação as
normas técnicas, mediante prévia programação, para complemento da etapa de qualificação
técnica.
7.3.8.1. O PROPONENTE será responsável pelo custo dos exames, testes e ensaios exigidos
que não possam ser executados no laboratório do fabricante.
7.3.9.Amostras: A amostra de cada item do(s) lote(s) da licitação atendendo a todas as
características solicitadas.

8. INSPEÇÃO E ENSAIOS

8.1. Requisitos Gerais


8.1.1. O produto passará por: inspeção no recebimento (IR) e deve atender a NTC-003.
8.1.2. As inspeções não isentam o Fabricante da total responsabilidade pelo fornecimento.
8.2. Inspeção no Recebimento
8.2.1. A inspeção no recebimento de acordo com NTC-003 e deve abranger ao menos:
8.2.1.1. Exame visual (100% do lote);
8.2.1.2. Exame dimensional (100% do lote);
8.2.1.3. Exame no revestimento (teste de aderência, espessura de camada e outros) (100%
do lote);
8.2.2. O PROPONENTE deverá entregar junto com o produto os seguintes documentos:
8.2.2.1. Cópia do(s) relatório(s) de inspeção de:
8.2.2.1.1. Exame visual e dimensional (realizar em 100% do produto) (deve
apresentar certificado da realização);
8.2.2.1.2. Exame no revestimento (teste de aderência, espessura de camada e
outros) (realizar em 100% do produto) (deve apresentar certificado da
realização);
8.2.2.1.3. Ensaios químicos e de propriedades mecânicas (conforme AWWA C512)
(apresentar para o lote de corrida de cada ventosa) (deve apresentar
certificado da realização);

VENTOSA COMBINADA 6/8


NORMA TÉCNICA DA COMPESA NTC-057-08

8.2.2.1.4. Teste hidrostático (conforme AWWA C512, porém, com pressão do teste,
no mínimo, de 150% da pressão nominal durante 1 (um) minuto). Não
pode ocorrer vazamento (realizar em 100% do produto) (deve apresentar
certificado da realização para cada modelo entregue);
8.2.2.1.5. Teste de Estanqueidade (conforme AWWA C512, porém, com pressão de
2 mca durante 30 (trinta) segundos, tolerância de ± 10%) (realizar em
100% do produto) (deve apresentar certificado da realização para cada
modelo entregue);
8.2.2.1.6. Teste de Desempenho, apresentando as curvas de vazão versus
diferencial de pressão e demonstrar por meio de cálculos as vazões
correspondentes a 3 (três) pontos de cada curva (Performance
aerodinâmica para escoamento subsônico) (realizar para cada diâmetro da
Ordem de Compra) (deve apresentar certificado da realização para cada
modelo entregue);
8.2.2.2. Manual de montagem, operação e manutenção;
8.2.2.3. Termo de garantia do produto, indicando o prazo e o objeto da garantia do produto;

9. GARANTIA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA

9.1. O PROPONENTE deve atender ao documento “NTC-004 – Garantia e Assistência Técnica de


Produto”;

10. EMBALAGEM, TRANSPORTE E ARMAZENAGEM

10.1. O produto deve ser embalado individualmente, de forma a evitar danos durante o transporte e
armazenagem;
10.2. As partes usinadas devem ser protegidas por produtos anticorrosivos atóxicos facilmente removíveis e
resistentes ao tempo por 45 dias no mínimo após entrega.

11. RECEBIMENTO FINAL

11.1. O PROPONENTE deve apresentar no ato da entrega do produto os documentos listados no item 8.2.2;
11.2. Caracteriza-se pela comprovação do atendimento ao especificado.
11.3. Prestar assessoria e suporte técnico, todas as vezes que se faça necessária sua intervenção.
11.4. Ministrar treinamento às pessoas indicadas pela Compesa, sobre para o dimensionamento, operação e
manutenção do produto objeto desse edital, sem quaisquer ônus, cabendo a Compesa apenas o
espaço para realização do mesmo (para trinta colaboradores, única turma e 40 horas).
11.5. Apresentar a programação para o treinamento contendo:
11.5.1. Calendário do treinamento (com data de início logo em seguida à homologação da entrega do
produto);
11.5.2. Conteúdo didático dividido em duas partes: teórica e prática;
11.5.3. Carga horária do treinamento;
11.5.4. Número máximo de participantes por turma;
11.5.5. Fornecimento de todo material didático necessário para sua realização;
11.5.6. Sugestão mínima de 30 participantes e 40 horas (única turma).

VENTOSA COMBINADA 7/8


NORMA TÉCNICA DA COMPESA NTC-057-08

12. REVISÕES

Nº Data Objetivo Nome Setor Assinatura


Ermes Ferreira Costa Neto GCQ
01 02/07/2012 Emissão inicial.
Renato Victor GCQ

02 15/02/2013 Atualização de texto. Ermes Ferreira Costa Neto GCQ


Modificação do grupo de
03 04/06/2014 Ermes Ferreira Costa Neto GCQ
material.
04 25/07/2014 Atualização de texto. Ermes Ferreira Costa Neto GCQ
Melhoria na característica
05 25/08//2014 Ermes Ferreira Costa Neto GCQ
técnica.
Adequação da nova
estrutura da COMPESA e
06 16/04/2015 Milton Tavares de Melo Neto DGC
revisão dos documentos de
qualificação técnica.
Milton Tavares de Melo Neto DGC

Alterações gerais Vinícius Barbosa Bezerra CPA


07 13/07/2017 aprovadas pelo comitê de
padronização. Guilherme Fernandes Braga GLD
Ivonildo Cruz Lins Júnior CMM

Revisão e atualização de Ana Flávia Rodrigues GLD


08 07/03/2018
texto José Carlos de Oliveira GLD

VENTOSA COMBINADA 8/8