Você está na página 1de 8

Universidade Federal Fluminense

Instituto de História
Departamento de História
Disciplina: GHT04225
HISTÓRIA POLÍTICA DA AMÉRICA LATINA (SÉCULOS XIX E XX)
18h00 – 20h00 - terças e quintas.
Professor: Felipe Deveza
Ementa:
O curso abordará a história política da América Latina independente a partir das ideias,
dos processos políticos e dos movimentos populares que marcaram os grandes dilemas
do continente até a década de 1930.
Método de avaliação
Será realizada uma prova escrita em data já definida abaixo, com peso 6 e um atividade
ao longo do curso com peso 4. A atividade será combinada com os alunos.
A presença na aula é obrigatória.
Serão cobradas as leituras dos textos básicos para as aulas. Os textos complementares e
as fontes serão debatidos em sala e utilizados na atividade de avaliação.

Fonte: Archivo fotográfico Casasola, “Francisco Villa em la Silla presidencial”, fundo Casasola, autor Casasola, México, 6 dez. 1914. Disponível em:
<http://www.sinafo.inah.gob.mx/galerias/fotoperiodismo/fotoperiodismo.swf>. Acesso em: 2014.

1
13-15/03 – Apresentação do curso

UNIDADE 1 – AS REVOLUÇÕES DE INDEPENDÊNCIA


20-22/03 – A revolução nas Treze Colônias e suas influências na América Latina.
Texto básico:
VARNAGY, Tomás. O pensamento político de John Locke e o surgimento do
liberalismo. In BORON, Atilio. (org.) Filosofia Política Moderna – De Hobbes a Marx,
São Paulo: CLACSO, 2006.
Textos complementares:
BAILYN, Bernard. As origens ideológicas da Revolução Americana. Bauru: Edusc,
2003.
KARNAL, Leandro. História dos Estados Unidos: das origens ao século XXI. São
Paulo: Contexto, 2007
RODRIGUEZ, Jaime E. “La influencia de la emancipación de Estados Unidos en la
independencia de Hispanoamérica” In: Processos – Revista Equatoriana de História, nº
31, Quito: 2010.
Fontes:
PAINE, Thomas, Senso Comum.
Constituição dos Estados Unidos da América (1787)

29/03 e 05/04 – A Revolução Haitiana e a escravidão.


Textos:
MOYA PONS, Frank. “La independencia de Haití y Santo Domingo” In: BETHELL,
Leslie (Org.). Historia de América Latina. T.5. Barcelona: Crítica, 1991.

Textos complementares:
JAMES, C. L. R. Os jacobinos negros: Toussaint L'Ouverture e a revolução de São
Domingos. São Paulo, Boitempo, 2010.
GENOVESE, Eugene. Da Rebelião à Revolução. São Paulo: Global, 1983.
TOMICH, Dale W. Pelo prisma da escravidão: trabalho, capital e economia mundial.
São Paulo: Edusp, 2011
Fontes:
Declaração de Independência do Haiti (1804)
“Constituición del Império de Haiti (1805)” In HERRERA, Nelson Chavez, Primeras
Constituiciones - Latinoamérica y el Caribe, Caracas: Biblioteca Ayacucho, 2011.

2
10-12/04 – As Guerras de Independência na América Latina e suas ideias.
Textos:
WILLIAMSON, Edwin. “Reforma, Crise e Independência” In: _____. História da
América Latina, Lisboa: Edições 70, 2012.
GUERRA, François-Xavier. Modernidad e independencias. México: FCE, 2000
Textos complementares:
ÁVILA, Alfredo e JÁUREGUI, Luis. “La disolución de la Monarquia Hispánica y el
processo de Independencia” In: Nueva Historia general de México, México: Colégio de
México, 2010.
PRADO, Maria Ligia Coelho. “Sonhos e Desilusões nas Independências Hispano-
Americanas” In: _____. América Latina no século XIX: Tramas, Telas e Textos. São
Paulo: Edusp, 1999.
Fontes:
BOLIVAR, Simon.”Carta da Jamaica”, “Discurso Pronunciado por ocasião da
Instalação do Congresso de Angoustura”, “Carta de Cartagena” In _____.
Independência e Unidade Latino-Americana. Escritos Políticos. Rio de Janeiro:
Consequência, 2015.
“Carta ao General Juan José Flores (9/11/1830)”. In: BELLOTTO, Manoel Lelo &
CORRÊA, Anna Maria Martinez (orgs.). Simón Bolívar: Política. São Paulo: Ática,
1983.
“Proclama del cura Hidalgo a la nación americana (1810)” In: La Independencia de
Hispanoamérica Declaraciones y Actas, Caracas: Biblioteca Ayacucho, 2005.
Plano de Iguala (24 fevereiro de 1821)
El Libertador, Direção: Alberto Arvelo. Venezuela, 2014. 1 filme (2h 03min).

UNIDADE 2 – MODERNIZAÇÃO CONSERVADORA


19/04 – Conservadores, Liberais e Caudilhos.
Texto:
WILLIAMSON, Edwin. “A Demanda pela Ordem: Conservadores e Liberais no Século
XIX” In: _____. História da América Latina, Lisboa: Edições 70, 2012.
Textos Complementares:
SAFFORD, Frank. “Política, ideología y sociedade” In: BETHELL, Leslie (org.)
História de América Latina, tomo 5, Barcelona: Crítica, 1990
BRADING, David. “Nacionalismo Criollo y liberalismo mexicano” In _____. Los
Orígenes del Nacionalismo Mexicano, México: ERA, 2004.

3
24/04 – A Argentina do final do século XIX e o pensamento político de Sarmiento e
Alberdi.
Textos:
POMPEU, Ana Carollina Gutierrez. “A formação do Estado Nacional e a questão racial:
povos indígenas do Pampa argentino no século XIX” In Anais do XII Encontro
Internacional da ANPHLAC, Campo Grande: 2016
PRADO, Maria Ligia Coelho. “Para Ler o Facundo de Sarmiento” In: _____. América
Latina no século XIX: Tramas, Telas e Textos. São Paulo: Edusp, 1999.
Textos Complementares:
SECRETO, María Verónica. Fronteiras em movimento: história comparada, Argentina
e Brasil no seculo XIX. Niteroi: Editora da UFF, 2012..
PASSETTI, Gabriel. Indígenas e criollos - política, guerra e traição nas lutas no sul da
Argentina, São Paulo: Alameda, 2012
Fontes:
SARMIENTO, Domingo Faustino. “Governo Unitário” e “Presente e Futuro”. In:
_____Facundo. Civilização e Barbárie [1845]. Petrópolis: Vozes, 1997. pp.276-331.
ALBERDI, Juan Bautista. “Ação Civilizadora na Repúblicas da América do Sul”, “Da
Imigração como meio de progresso e de cultura para a América do Sul.”, “Continuação
do mesmo assunto. Sem nova população é impossível o novo regime” In _____.
Fundamentos da Organização Política da Argentina, Campinas: Unicamp, 1994.

26/04 – A “república aristocrática” e o enclave imperialista


KATZ, Frederich. “México: la restauración de la República y el Porfiriato, 1867-1910”
In: BETHELL, Leslie (Org.). Historia de América Latina. T.5. Barcelona: Crítica, 1991.
COTLER, Julio. “Formação capitalista–dependente: “república aristocrática” e
“Enclave imperialista” In: ______. Peru: Classes, Estado e Nação, Brasília: Funag,
2006.
Texto complementar:
ANSALDI, Waldo. “¿Clase social o categoria política? Uma propuesta para
conceptualizar el término oligarquia en América Latina” In E-l@tina. Revista
electrónica de estudios latino-americanos, vol.15, nº6, Buenos Aires: 2017.
FLORESCANO, Enrique. “La reinterpretación del siglo XIX” In El Nuevo Pasado
Mexicano, México: Cal y Arena, 2009.
Fonte:
“Entrevista del periodista norteamericano James Creelman con el Presidente Porfirio
Diaz, em La Ciudad de México. (março de 1908)” In ALTAMIRANO, Graziella e

4
VILLA, Guadalupe (orgs). La Revolución Mexicana – Textos de su Historia. Tomo II El
Derrumbe del Sistema. México: SEP, 1985.

3/05 – Prova escrita

UNIDADE 3 – OS RADICAIS E AS REVOLUÇÕES DA PRIMEIRA METADE


DO SÉCULO XX

10 - 15-17/05 - – Liberalismo radical, indigenismo e anarquismo


Textos:
BETANZOS, Oscar; MONTALVO, Enrique. “La transformación mundial durante el
siglo XIX” In: _____. Historia de la cuestión agraria mexicana, tomo 3, México: Siglo
Veitiuno, 1988.
DEVEZA, Felipe. O liberalismo radical que se torna anarquista: a crítica social de
Manuel González Prada e o PLM de Ricardo Flores Magón.
Textos complementares:
FLORES GALINDO, Alberto. Buscando un Inca: identidad y utopía en los Andes,
México: Grijalbo, 1993.
KAPSOLI, Wilfredo. Ayllus del Sol, Anarquismo y Utopia Andina, Lima: TAREA, 1984.
Fontes:
PRADA, Manuel Gonzalez. Nuestros Indios,
FLORES MAGÓN, Ricardo. “El Gran Congreso Liberal” In:. Regeneración, México,
DF, n. 27, 15 fev. 1901.
_____. “Al Presidente de la República”, Regeneración, México, DF, n. 34, 15 abr. 1901
_____. “El Pueblo Mexicano es apto para el comunismo”, Regeneración, nº 53, Los
Angeles: 2 set. 1911.

22-24-29/05 – A formação do movimento operário na América Latina


Textos:
MELGAR BAO, Ricardo. El Movimento Obrero Latinoamericano – Historia de una
Clase Subalterna, México: Alianza, 1988.
COGGIOLA, Osvaldo. “Historiografia do movimento operário latino-americano”,
Revista Brasileira de História, v.14, n°28, São Paulo: ANPUH-Marco Zero, 1994, p.209-
230.

5
Textos Complementares:
FERRERAS, Norberto Osvaldo. O cotidiano dos trabalhadores de Buenos Aires (1880-
1920), Niterói: Eduff, 2006.
DEVEZA, Felipe. “Astrojildo Pereira, o Primeiro Intérprete da Revolução Russa de
1917” In Convergência Crítica, No 10, Rio de Janeiro, 2017.
CLARK, Ruth. La organización obrera en México, México, DF.: ERA, 1981, 244 p.
ARICÓ, José. Marx e a América Latina, Rio de Janeiro: Terra e Paz, 1982.
Fontes:
KROPOTKIN, A Conquista do Pão
LENIN, Vladimir. O Estado e a Revolução

5-7/06 – O imperialismo norte-americano e a América Latina.


Textos:
JONES, Gareth Stedman. “A História do Imperialismo dos Estados Unidos”. In
BLACKBURN, Robin (Org.). Ideologia na Ciência Social: Ensaios Críticos Sobre a
Teoria Social. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982. pp.190-218.
SCHILLING, Voltaire. “Introdução”, “A Doutrina Monroe, 1823”, “O Destino
Manifesto e a Guerra contra o México”, “A Guerra Hispano-Americana”, “O Corolário
Roosevelt e a Diplomacia do Dólar” e “O delírio intervencionista”. In Estados Unidos e
América Latina: da Doutrina Monroe à ALCA. Porto Alegre: Editora Leitura XXI,
2002. pp.13-56.
Fontes:
“A Doutrina Monroe (2 de dezembro de 1823)”; “A Mensagem de Guerra de McKinley
(11 de abril de 1898)”; “A Porta Aberta na China: Circular de Hay (6 de setembro de
1899)”; “A Emenda Platt (2 de março de 1901)”; “Corolário de Roosevelt para a
Doutrina de Monroe (6 de dezembro de 1904)” e “Mensagem de Guerra de Wilson (2
de abril de 1917)”. In: MORRIS, Richard B. (org.). Documentos Básicos da História
dos Estados Unidos. Rio de Janeiro/Lisboa: Editora Fundo de Cultura, 1964. pp.123-
126; 172-183; 211-212 e 184-193.
MARTÍ, José. “Nossa América (1891)”. In: Nossa América. Antologia, São Paulo:
Hucitec, 1983. pp.194-201.

12-14/06– A Revolução Mexicana


Textos:
HERZOG, Jesus Silva. Breve Historia de la Revolución Mexicana. 2 tomos, México:
FCE, 1988.

6
WOMACK JR., John, Zapata y la Revolución Mexicana, México DF: Siglo Veintiuno,
1999.
TAIBO II, Paco Ignácio. Pancho Villa – Una Biografia, São Paulo: ERA, 2007.
Textos Complementares:
CORDOVA, Arnaldo. La Ideologia de la Revolución Mexicana, México: Era, 1991.
GILLY, Adolfo. Revolución Interrumpida: Una Guerra Campesina por Tierra y El
Poder, México, D.F: Ediciones “El Caballito”, 1980.
Fontes:

MADERO, Francisco. Plano de San Luis de Potosi. San Luis de Potosi, 5 out. 1910.
Disponível em: <http://es.wikisource.org/wiki/Plan_de_San_Luis_Potos%C3%AD>.
Acesso em: 30 mar 2014.

VIVA Zapata!. Direção: Elia Kazan. EUA: Fox Filmes, 1952. 1 filme (113 min.).
“Plano de Ayala”, “Ley Agraria del General Francisco Villa”, “Artículo 27 de la
Constituición de 1917”, “Artículo 123 de la Constituición de 1917” In: CORDOVA,
Arnaldo. La Ideologia de la Revolución Mexicana, México: Era, 1991.

UNIDADE 4 – OS ESTADOS LATINO-AMERICANOS E OS MOVIMENTOS


POPULARES.

19/06– A formação do Estado pós-revolucionário mexicano


Texto:
CARR, Barry. El Movimiento Obrero y la política en México – 1910-29, México: ERA,
1976.
Textos complementares:
PEREIRA, Wagner Pinheiro. “O Carisma do Poder e o Êxtase das Multidões: A Política
de Massas na América Latina”
MONSIVÁIS, Carlos. La Cultura Mexicana en el Siglo XX, México: El Colégio de
México, 2010.

21-26/06 – Primeiras Interpretações marxistas da América Latina


Texto:
DEVEZA, Felipe. Primeiras interpretações comunistas da América Latina (1919-1930)
Os casos peruano, brasileiro e mexicano.
Textos Complementares:
SCHLESINGER, Rudolf. La Internacional Comunista y el Problema Colonial, Caderno
52, México: PYP, 1977.

7
Fontes:
LÖWY, Michael (Org.). O Marxismo na América Latina: uma antologia de 1909 aos dias
atuais. Tradução de C. Schilling e Luís C. Borges. São Paulo: Ed. Fundação Perseu
Abramo, 1999.
Revista Amauta, Lima. (Trechos diversos)
AZUELA, Alicia et al. Antiguo Colegio de San Ildefonso, México: Area, 2008.
TIBOL, Raquel. Los Murales de Diego Rivera: Universidad Autónoma Chapingo,
Chapingo: RM, 2002.

28/06 e 03/07 – Movimentos populares, antimperialismo e identidade latino-


americana na primeira metade do século XX.
Texto:
KLARÉN, Peter F. “El desafio populista, 1919-1945” In _____. Nación y sociedad en
la historia del Perú, Lima: IEP, 2004.
Textos Complementares:
WASSERMAN, Claudia. “A primeira fase da historiografia latino-americana e a
construção da identidade das novas nações”. História da Historiografia. Ouro Preto:
Número 7 - nov./dez. 2011. pp.94-115.
URIARTEL, Montoya Urpi. “Hispanismo e Indigenismo: o dualismo cultural no
pensamento social peruano (1900-1930)”, Revista de Antropologia, vol.41- nº1, São
Paulo: 1998.
Fontes:
HAYA DE LA TORRE, Victor Raul. “O Antimperialismo y el Apra” In Obras
Completas. 7 vol. Lima: Juan Mejia Baca, 1984.
¿QUÉ ES EL ARPA?. In: MELLA, Julio. Julio Antonio Mella – Selección de textos.
Panamá: Ruth Libros, s.d., p. 80-118.
VASCONCELOS, José. “La raza cósmica”, In _____.Obras Completas, t. II, México:
Libreros Mexicanos, 1958, p. 903-942. Disponível em:
http://www.iphi.org.br/sites/filosofia_brasil/Jos%C3%A9_Vasconcelos_-
_La_raza_c%C3%B3smica.pdf. Acesso em: 22/04/2018.

5/07 – Entrega de trabalho final e segunda chamada


10-12/07 – Atividade ainda para ser definida.

Você também pode gostar