Você está na página 1de 3

Análise das refeições:

Café da manhã:

Dos 34 estudantes de nutrição que responderam o questinário QUADA, 70,6%


consome cereais como pães e biscoitos no café da manhã, que representa boa fonte
de carboidrato para a primeira refeição do dia, sendo que, se for na forma integral,
reprsenta também boa fonte de fibras. No consumo do grupo de leites, importante
fonte de proteína de alto valor biológico e cálcio, o café com leite apresenta maior
adesão no consumo com uma porcentagem de 35,3% . Algumas pessoas fazem o
consumo de iogurte durante esta refeição e queijo. O consumo de frutas nessa
refeição é de 38,2%, que representa um percentual baixo de consumo desse grupo
alimentar saudável, sendo uma ótima fonte de diversos micronutrientes e vitaminas.
Não foi constatado pessoas que consomem refrigerantes, salgadinhos e batatas fritas
durante esta refeição.

Lanche da manhã:

No lanche da manhã, 5 pessoas, das 34 que responderam ao questionário,


consomem alimento do grupo de cereais, como pães e bolachas. Há uma maior
adesão ao grupo alimentar das frutas durante esta refeição, porém, o consumo ainda
pode ser considerado baixo, alcançando 11 pessoas, ou 32,4%. O consumo de
alimentos não saudáveis, refrigerantes, salgadinhos, fritas e burguers, são
praticamente nulos.

No almoço, o consumo de feijão e arroz é alto, o que é muito benéfico, pois em


conjunto representam fonte de proteína completa, além de ser fonte de nutrientes
importantes, como ferro e vitaminas do complexo B. O consumo de carne bovina e
de frango é alto, representando a ingestão de proteína de alto valor biológico, sendo
uma boa fonte de ferro e vitamina B12. No questionário, 24 pessoas comem
folhosos no almoço, estes apresentam grande quantidade de vitamina A, vitamina E,
além de cálcio, magnésio e ferro. Pode ser avaliado como positivo, porém, o ideal
seria que a porcentagem de consumo de folhosos fosse maior, devido aos grandes
benefícios a saúde que estes proporcionam. 15 pessoas consomem legumes como
cenoura, abóbora, tomate, beterraba, fonte de muitas vitaminas, como a vitamina A,
vitamina C e minerais. Apenas 6 pessoas consomem frutas no almoço, que pode ser
avaliado como baixo.O consumo de salgadinhos, fritas e burguers é praticamente
inexistente, assim como o consumo de bebidas açucaradas como refrigerantes e
doces.

Lanche da tarde:

No lanche da tarde, muitas pessoas consomem cereais, como pães e bolachas. O


consumo de leite, como iogurte e café com leite, atinge 6 ou 7 pessoas
aproximadamente. Há uma boa aceitação por frutas nessa refeição, que pode ser
avaliado como positivo a preferência por esse tipo de alimento durante os lanches. O
consumo de alimentos não saudáveis é baixo. Há um pequeno consumo de doces.

Jantar:
No jantar, a maioria das pessoas consome cereais, como, pães, bolachas, carnes
de frango ou bovina. Há adesão por legumes e folhosos durante o jantar, apesar do
número ainda estar fora do ideal. O consumo de alimentos não saudáveis mostra-se
baixo nesta refeição.

Lanche da noite:

No lanche da noite há grande consumo de frutas. Algumas pessoas não fazem


esta refeição.

Análise geral de consumo entre todas as refeições:

Na análise geral do consumo dos estudantes de nutrição, há um grande consumo


de cereais, como pães, arroz e macarrão. O consumo do grupo de leites aparece com
boa frequência.
O consumo de bebidas açucaradas, como suco de frutas aparece em algumas
refeições.
O consumo de salgadinhos, fritas e burguers aparece com pouca frequência ao longo
das refeições, assim como os doces.
O consumo de frutas apresenta adesão dos estudantes.
O consumo de feijão é frequente.
O consumo de carnes, como bovina e frango aparece com frequência ao longo das
refeições, enquanto o consumo de peixes, frutos do mar é baixo.

Análise de acordo com o Guia Alimentar:

Na análise do consumo dos estudantes, de acordo com o Guia Alimentar, o


consumo de cereais, que segundo sua recomendação, seria na quantidade de 6
porções diárias, mostra-se em uma porcentagem de apenas 5,9% de adequação. É
necessário um maior consumo pelos estudantes desse grupo alimentar ao longo do
dia.
Apenas 29,4% dos estudante atingiu no dia alimentar, as três porções do grupo de
leites que o Guia recomenda. Sendo necessário aumentar o consumo para não
resultar em falta de nutrientes, como o cálcio.
O consumo de doces representa 97,1% , sendo que de acordo com a recomendação
do Guia é de no máximo uma porção por dia.
A recomendação do Guia para frutas é de 3 porções ou mais por dia em lanches e
sobremesas, porém, no consumo dos estudantes de nutrição, apenas 20,6% está
dentro do adequado.
No grupo de feijões, que segundo o Guia, deveria ser consumido diariamente, ou
pelo menos 5 vezes por semana, está com uma porcentagem de adequação de
47,1%.
O consumo de carnes está em torno de 82,4% de adequação, porém, o consumo de
peixes e frutos do mar é baixo.