Você está na página 1de 6

FICHA DE EXERCÍCIOS Nº1

11º Ano 2018/2019

TRAJETÓRIA, DESLOCAMENTO, ESPAÇO PERCORRIDO, VELOCIDADE E RAPIDEZ MÉDIA

1. Selecione a alternativa correta que completa a frase: “Uma partícula em movimento em relação a um dado
referencial…

A – está em movimento em relação a qualquer outro referencial.


B – descreve a mesma trajetória em relação a qualquer outro referencial.
C – tem, em cada instante, a mesma posição em relação a qualquer outro referencial.
D – pode estar em repouso em relação a qualquer outro referencial.

2. Uma bola é lançada, verticalmente para cima, de uma janela que se encontra a 3 m do solo. A bola sobe até
atingir uma altura de 5 m em relação ao nível de lançamento, inverte o sentido do movimento e desce até ao
solo. Considere o nível de lançamento como a origem do referencial e o sentido positivo do movimento o
ascendente.

2.1. Selecione a opção que contém os termos que tornam a afirmação correta: “As coordenadas da posição
da bola ao atingir a altura máxima é ______ e ao atingir o solo é ______.

A- 8 m… 0 m B- 5 m… 0 m C – 5 m… 3 m D – 5 m… - 3 m

2.2. Das seguintes afirmações escolha as corretas:

A. O módulo do deslocamento da bola ao atingir a altura máxima é de 5 m.


B. A distância percorrida pela bola, desde o instante em que inicia a queda até ao instante em que
passa pelo nível de lançamento, é de 10 m e a componente escalar do deslocamento é
deslocamento de - 5 m.
C. A distância percorrida pela bola, desde o instante de lançamento até ao instante em que, no seu
movimento descendente, passa pela origem do referencial é de 10 m e a componente escalar do
deslocamento é nula.
D. A distância percorrida pela bola no seu movimento descendente até atingir o solo é de 8 m e a
componente escalar do deslocamento é de – 3 m.
E. A distância percorrida pela bola durante todo o seu movimento é de 13 m e a componente escalar
do deslocamento total é de – 3 m.

3. Um atleta que corre numa pista retilínea encontra-se a 80 m da origem das posições na porção do
referencial convencionada como positiva. Corre no sentido arbitrado como positivo e, a 100 m da origem das
posições, inverte o sentido do seu movimento. Atinge a posição final situada a 20 m da origem das posições,
na porção do referencial convencionada como negativa, decorrido 1 minuto. (considere como referencial o
eixo Ox, coincidente com a trajetória)

3.1. Caraterize o vetor deslocamento do atleta.


3.2. Determine o espaço total percorrido pelo atleta.
3.3. Calcule a rapidez média do atleta.
3.4. Calcule a componente escalar da velocidade média do atleta, segundo o eixo Ox.
3.5. Trace um esquema representativo da trajetória descrita pelo atleta e represente nele, o vetor
deslocamento e o vetor velocidade média.

4. A cada um dos gráficos seguintes, associe uma possível descrição correta do movimento.

I. Uma bola foi atirada verticalmente para cima e depois caiu ao


chão.
II. Uma bola rolou no corredor até parar.
III. Uma pessoa subiu uma rampa, deslocou-se alguns metros na
horizontal e desceu outra rampa.
IV. Um carro estava parado num STOP e depois começou a andar.
V. Um jovem saiu para comprar pão na padaria e depois regressou a
casa.
VI. Uma pessoa corre para a frente sempre ao mesmo ritmo.

5. Um atleta percorreu no sentido anti-horário a pista representada na figura, completando uma volta em 80 s,
sempre ao mesmo ritmo. A pista tem a forma de um retângulo
ladeado por duas semicircunferências.

5.1. Determine a sua rapidez média.


5.2. Calcule o módulo da velocidade média do atleta:
5.2.1. Entre os pontos W e S;
5.2.2. No final de uma volta.
5.3. Pelo facto de o atleta manter o mesmo ritmo durante a
corrida poder-se-á dizer que ele se movimentou com velocidade constante? Justifique.
5.4. Represente, no seu caderno diário, os vetores velocidade nos pontos W, P, T e S indicados na figura.

6. Dois objetos, A e B, têm movimentos retilíneos no mesmo referencial, descritos pelos gráficos posição-
tempo das figuras seguintes:

6.1. Que objeto se moveu sempre no mesmo sentido?


6.2. Que objeto esteve parado num certo intervalo de tempo? Porquê?
6.3. Algum objeto inverteu o sentido de seu movimento? Se sim, em que instante (s)?
6.4. O objeto A passou pela origem do referencial? Quantas vezes? E o objeto B?
6.5. Qual dos objetos sofreu maior deslocamento no primeiro segundo de movimento? E qual foi o valor
desse deslocamento?
6.6. Qual dos objetos percorreu uma distância maior? Justifique.
6.7. Qual dos objetos teve maior rapidez média nos primeiros 3 s de movimento?
6.8. Qual dos objetos está mais longe da origem do referencial ao fim de 4 s de movimento?
6.9. Qual dos objetos teve maior velocidade média em módulo?

7. Analise a seguinte representação gráfica que traduz o movimento de uma partícula, segundo uma trajetória
retilínea.

7.1. indique:

A) A posição inicial.
B) Os instantes em que houve inversão de sentido do movimento.
C) Os intervalos de tempo em que houve paragens.

7.2. Calcule a componente escalar do deslocamento da partícula.

7.3. Calcule o espaço percorrido pela partícula.

7.4. Caracterize o deslocamento entre 3 a 5 minutos.

7.5. Descreva o movimento efetuado pela partícula nos primeiros 4 minutos.

7.6. Efetue a representação gráfica de v = f(t).

8. O gráfico x = f (t) descreve o movimento de um comboio eléctrico que se desloca segundo uma trajectória
rectilínea.

A partir da análise do gráfico:


8.1. Descreva o movimento do comboio.

8.2. Qual o espaço total percorrido no intervalo de


tempo de 0 s a 10 s ?

8.3. Determine o valor algébrico da velocidade no


instante 1 s.

9.Das afirmações que se seguem indique as verdadeiras e as falsas e corrija as falsas.

(A) O vetor velocidade média apresenta sempre o sentido do vetor deslocamento.


(B) O vetor deslocamento nulo indica que a partícula esteve em repouso durante o intervalo de tempo
correspondente.
(C) A velocidade instantânea é uma grandeza vetorial que, em cada instante, é tangente à trajetória.
(D) O módulo da velocidade permite concluir se o movimento é, num dado instante, mais ou menos rápido.
(E) Num movimento retilíneo, a rapidez média, num dado intervalo de tempo, é sempre igual ao módulo da
velocidade média, no mesmo intervalo de tempo.

10. O seguinte gráfico traduz a variação do valor da velocidade de um carro ao longo do tempo:

Da análise do gráfico pode concluir-se que:


A. O carro partiu da posição 20 m.
B. O carro esteve em repouso durante 5 segundos.
C. O movimento do carro ocorreu sempre no sentido positivo da trajetória.
D. A distância total percorrida pelo carro foi de 500 m.
E. O carro inverteu o sentido do movimento aos 45 segundos.
F. O valor da aceleração é sempre igual.
G. O carro inicia o movimento no sentido positivo da trajetória.
Selecione as proposições verdadeiras, corrigindo as falsas, sem recorrer à forma negativa.

11. O gráfico traduz a variação da componente escalar do vetor velocidade de uma partícula material que
descreve uma trajetória retilínea segundo o eixo dos xx’. A partícula partiu da posição 10 m. Selecione a(s)
opção(ões) verdadeira(s).

A. O gráfico pode traduzir o movimento de uma partícula


numa trajetória retilínea sem inversão de sentido.
B. A distância percorrida pela partícula nos primeiros 5
segundos do movimento foi 100 m.
C. O módulo do deslocamento efetuado no sentido negativo
é 50 m.
D. A posição da partícula no instante 5 s é 85 m.
E. A partícula nunca esteve em repouso.
F. A partícula inverteu o sentido do movimento no instante 5 s.
G. A partícula percorreu uma distância de 300 m com velocidade de módulo constante.

12. Considere os seguintes gráficos de cinco partículas A, B, C, D e E.

Utilizando as letras A, B, C, D e E, identifique as partículas para as quais, até ao instante t 1 …


A. … o movimento é acelerado.
B. … o movimento é retardado no sentido negativo da trajetória.
C. … a resultante das forças não se manteve constante.
D. … a resultante das forças tem sentido contrário à velocidade.
13. Entre os gráficos A,B,C,D e E escolha o que melhor descreve os movimentos dos centros de massa dos
seguintes objetos nas seguintes situações:

A. Um berlinde é lançado sobre um chão encerado, a


cerca de 1 m da origem do referencial, no sentido
negativo e move-se com velocidade constante.
B. Um gato corre atrás de um rato, primeiro devagar e
depois mais depressa.
C. Um berlinde rola sobre um chão em cimento, com
velocidade cada vez menor.
D. Uma bola é laçada verticalmente para cima, caindo no
mesmo sítio de onde tinha sido lançada.
E. Um berlinde rola sobre um chão encerado, com velocidade constante, partindo da origem do
referencial.
U umv loeíc Asg u en mastrd retilín a. Algu ns tai es dpo is ap or vut oeíc Bl nqu icae uod me ov enti

14. Um veículo A segue numa estrada retilínea. Alguns instantes depois passa por outro veículo B que
inicia o seu movimento, na mesma estrada, nesse preciso instante. O movimento dos dois veículos,
a partir desse instante, encontra-se registado no gráfico velocidade-tempo de figura seguinte.

14.1. Caraterize o movimento dos veículos A e B.


14.2. Verifique se o veículo B consegue alcançar o veículo A.

15.Faça a correspondência entre os gráficos posição-tempo e velocidade–tempo seguintes.

Você também pode gostar