Você está na página 1de 17

CONTABILIDADE FINANCEIRA

Análise Contábil das Lojas Americanas S.A.


Janeiro/2020
Elaborado por: Felipe Lopes Ferro
Disciplina: Contabilidade Financeira
Turma: 1119-9_3

2
Introdução
A era do conhecimento teve grande influência no desencadeamento agressivo
das organizações em busca por novas estratégias e tecnologias que fossem capazes
de trazer resultados mais eficientes aos seus balanços patrimoniais. Tendo em vista a
necessidade de melhorar o entendimento financeiro, foram desenvolvidas
metodologias voltadas para analises de dados contábeis através da verificação dos
fluxos de entrada e saída realizados internamente e externamente nas empresas.
Sendo assim, “Objetivo principal da contabilidade, portanto, conforme a Estrutura
Conceitual Básica da Contabilidade é o de permitir a cada grupo principal de usuários
a avaliação da situação econômica e financeira da entidade, num sentido estático,
bem como fazer inferências sobre suas tendências futuras. A contabilidade mede os
resultados das empresas e avalia o desempenho dos negócios, dando diretrizes para
as tomadas de decisões.” (Marion, 2005).

A partir das informações apresentadas, o presente projeto tem por objetivo


analisar os relatórios de Demonstrações de Resultado do Exercício e Balanço
Patrimonial da Lojas Americanas S/A, referente aos anos de 2016 e 2017 destacando
as seguintes etapas:

● Análise horizontal;
● Análise vertical;
● Cálculo dos índices de liquidez;
● Cálculo da estrutura de capital;
● Cálculo da lucratividade;
● Cálculo da rentabilidade e
● Conclusão sobre a situação econômica e financeira da empresa.

3
Desenvolvimento
ANÁLISE VERTICAL E HORIZONTAL

A principal diferença entre a análise vertical e a análise horizontal está no período


analisado. A análise vertical tem por objetivo estudar o desempenho do balanço
patrimonial das organizações dentro de um mesmo período de tempo, por exemplo,
o balanço anual. A análise horizontal tem por objetivo fazer esse mesmo estudo, mas
comparando diferentes períodos, por exemplo, comparação entre balanços anuais
diferentes.

Abaixo, seguem as analises horizontal e vertical da Lojas Americanas S/A, de acordo


com o Balanço Patrimonial e Demonstração de Resultados dos Exercícios de 2016 e
2017.

4
Quadro 1 – Balanço Patrimonial (em mil reais)
BALANÇO PATRIMONIAL LOJAS AMERICANAS S.A.
2016/2017
31/12/2017 31/12/2016 AV 2017 AV 2016 AH 2017/2016
ATIVO TOTAL 17.400.408 12.769.527 100.00 100.00 36.27
ATIVO CIRCULANTE 10.022.613 6.596.830 57.60 51.66 51.93
disponível (caixa e bancos) 2.029.213 293.239 11.66 2.30 592.00
aplicações financeiras 3.015.768 1.992.235 17.33 15.60 51.38
contas a receber 1.562.301 1.446.172 8.98 11.33 8.03
estoque 2.400.868 2.146.536 13.80 16.81 11.85
tributos a recuperar 408.889 340.554 2.35 2.67 20.07
despesas antecipadas 23.660 24.429 0.14 0.19 -3.15
outros ativos circulantes 581.914 353.665 3.34 2.77 64.54

ATIVO NÃO CIRCULANTE 7.377.795 6.172.697 42.40 48.34 19.52


realizável a longo prazo 900.528 785.025 5.18 6.15 14.71
investimentos 3.188.906 2.665.136 18.33 20.87 19.65
imobilizado 2.810.785 2.347.609 16.15 18.38 19.73
intangível 387.576 374.927 2.23 2.94 3.37

PASSIVO e PATRIMÔNIO LÍQUIDO 17.400.408 12.769.527 100.00 100.00 36.27


PASSIVO CIRCULANTE 5.519.766 4.336.474 31.72 33.96 27.29
obrigações sociais e trabalhistas 80.349 47.382 0.46 0.37 69.58
fornecedores 2.699.348 2.436.543 15.51 19.08 10.79
obrigações fiscais 241.729 232.744 1.39 1.82 3.86
empréstimos e financiamento 2.169.848 1.233.657 12.47 9.66 75.89
dividendos e JCP a pagar 101.733 115.007 0.58 0.90 -11.54
outros passivos operacionais 226.759 271.141 1.30 2.12 -16.37

PASSIVO NÃO CIRCULANTE 7.258.958 6.442.597 41.72 50.45 12.67


empréstimos e financiamentos 7.001.300 6.306.674 40.24 49.39 11.01
passivo com partes relacionadas 195.976 76.639 1.13 0.60 155.71
provisões fiscais previdenciárias 61.682 59.284 0.35 0.46 4.04

PATRIMÔNIO LÍQUIDO 4.621.684 1.990.456 26.56 15.59 132.19


capital social realizado 3.926.518 1.441.673 22.57 11.29 172.36
reservas de capital 71.587 46.142 0.41 0.36 55.14
reservas de lucro 597.146 482.214 3.43 3.78 23.83
ajustes de avaliação patrimonial 26.433 20.427 0.15 0.16 29.40

5
Quadro 2 – Demonstrações de Resultados do Exercício (em mil reais)
DEMONSTRAÇÕES DE RESULTADOS DO EXERCÍCIO (DRE)
2016/2017
31/12/2017 31/12/2016 AV 2017 AV 2016 AH 2017/2016
RECEITA LÍQUIDA DE BENS E SERVIÇOS 11.000.183 10.372.345 100.00 100.00 6.05
custo dos bens ou serviços vendidos -7.110.019 -6.676.398 -64.64 -64.64 6.49

LUCRO BRUTO 3.890.164 3.695.947 35.36 35.36 5.25


despesas operacionais -2.462.426 -2.281.406 -22.39 -22.39 7.93
despesas com vendas -1.599.579 -1.486.372 -14.54 -14.54 7.62
despesas gerais e administrativas -527.291 -425.286 -4.79 -4.79 23.99
resultado de equivalência patrimonial -283.484 -276.571 -2.58 -2.58 2.50
outras receitas e despesas operacionais -97.072 -93.177 -0.88 -0.88 4.18

RESULTADO ANTES DAS RECEITAS E DESPESAS FINANCEIRAS 1.427.738 1.414.541 12.98 12.98 0.93
receitas financeiras 480.869 404.262 4.37 4.37 18.95
despesas financeiras -1.515.602 -1.523.650 -13.78 -13.78 -0.53

RESULTADO ANTES DOS TRIBUTOS SOBRE O LUCRO 393.005 295.153 3.57 3.57 33.15
imposto de renda e contribuição social -155.377 -83.496 -1.41 -1.41 86.09

LUCRO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO 237.628 211.657 2.16 2.16 12.27

Como podemos observar no quadro de ativos, os ganhos totais do ano de


2017 foram superiores aos ganhos do ano de 2016, tendo um aumento de 36,3%.
Dentre esses ganhos, nota-se que, para o ano de 2017, os mais relevantes foram
relacionados aos estoques (13,8%), aplicações financeiras (17,3%) e disponibilidade
para caixa e bancos (11,7%), já para o ano de 2016, foram também concentrados
em estoques (16,8%) e aplicações (15,6%), mas com o diferencial das contas a
receber. (11,3%).

No quadro de passivos, observa-se um aumento de gastos entre os anos de


2016 e 2017 num valor de 27,% para passivos circulantes e 12,7% para não
circulantes. Mais especificamente, para o ano de 2017, a maior parte das obrigações
está relacionada a empréstimos e financiamentos (40,2% - Não Circulante, 12,5% -
Circulante) e fornecedores (15,5%). Para o ano de 2016, também tiveram o mesmo
padrão de gastos, empréstimos e financiamentos (49,2% - Não Circulante, 9,7% -
Circulante) e fornecedores (19,1%).

Em relação ao patrimônio líquido, o ano de 2017 teve um aumento de 132,2%


em relação ao de 2016.

Analisando o quadro 2 representado pelo DRE, podemos observar que o custo


das mercadorias vendidas teve um aumento de 6,5%, as despesas operacionais

6
aumento de 7,9%, e o lucro liquido do exercíciot teve um aumento de 12,3 de 2016
para 2017.

INDICADORES ECONÔMICOS FINANCEIROS

A análise de balanços por índices econômicos e financeiros é uma das técnicas


mais utilizadas, para se obter uma fotografia mais clara da situação e desempenho
recente das empresas. ou financeira de uma empresa. A seguir podemos observar de
forma mais detalhada o desempenho das Lojas Americanas para os anos
apresentados.

ÍNDICE DE ESTRUTURA DE CAPITAL

Endividamento Geral (EG)

Esse índice tem por objetivo expressar a relação entre o que a empresa deve
a terceiros e o que foi investido pelos acionistas. O EG pode ser calculado através da
seguinte equação (1):

EG(%) = (PC + PNC) ÷ Ativo total (1)

Onde,
PC = passivo circulante;
PNC = passivo não circulante;

Logo para as Lojas Americanas temos:

Em 2016:
[(4.336.474 + 6.442.597) ÷ 12.769.527] X100 = 84%

Em 2017:
[(5.519.766 + 7.258.958) ÷ 17.400.408] X 100 = 73%

Observando os dados acima, pode-se concluir que as dividas da empresa em


2016, em relação ao seu ativo total foi correspondente a 84%, e em 2017 73%,
demonstrando assim que existe uma maior dependência de financiamento
proveniente de terceiros mas ao longo do tempo poderá acontecer uma regressão
dessa dependência com um maior acumulo de capital próprio.

7
Composição do Endividamento (CE)

Segundo Silva (2010), a CE Indica quanto da dívida total da empresa deverá


ser pago a Curto Prazo, isto é, as obrigações a curto prazo comparadas com as
obrigações totais. O CE pode ser calculado através da equação 2 a seguir:

CE(%) = PC ÷ (PC + PNC) (2)

Em 2016:
[4.336.474 ÷ (4.336.474 + 6.442.597)] X 100 = 40%

Em 2017:
[5.519.766 ÷ (5.519.766 + 7.258.958)] X 100 = 43%

Esses índices nos mostram que, em 2016, A Lojas Americanas possuía uma
concentração de endividamento de 40% no passivo circulante e em 2017 o seu
endividamento de curto prazo sofrou um aumento, indo para 43%. Ou seja, mesmo
com o aumento do endividamento, a empresa encontra-se com índices favoráveis,
pois a maior parte das dividas estão concentradas em obrigações a longo prazo.

Imobilização do Patrimônio Líquido (IPL)

Esse índice indica quanto do Patrimônio Líquido da empresa está aplicado no


Ativo Permanente, ou seja, o quanto do Ativo Permanente da empresa é financiado
pelo seu Patrimônio Líquido, evidenciando, dessa forma, a maior ou menor
dependência de recursos de terceiros para manutenção dos negócios. O IPL pode ser
calculado pela equação 3 a seguir:

IPL(%) = (ANC – RLP) ÷ PL (3)

Onde:
ANC = ativo não circulante;
RLP = realizável a longo prazo;
PL = patrimônio líquido.

Em 2016:
[(6.172.697 – 785.025) ÷ 1.990.456] X 100 = 271%

8
Em 2017:
[(7.377.795 – 990.528) ÷ 4.621.684] x 100 = 138%

Os resultados nos mostram que de 2016 para 2017, ocorreu um decaimento


de 133% no IPL, representando assim, que ocorreu uma maior dependência de
capital de terceiros para para investimentos, imobilizado e intangíveis.

Imobilização de Recursos Não Correntes (IRNC)

O índice IRNC significa o quanto de capital próprio (PL) e capital de terceiros


(empréstimos) está investido em ativos permanentes e pode ser calculado pela
equação 5.

IRNC(%) = (ANC – RLP) ÷ (PL + PNC) (5)

Em 2016:
[(6.172.697 – 785.025) ÷ (1.990.456 + 6.442.597)] X 100 = 64%

Em 2017:
[(7.377.795 – 990.528) ÷ (4.621.684 + 7.258.958)] X 100 = 54%

A Lojas Americanas apresentou em 2016 um IRNC de 64%, enquanto que em


2017 abaixou para 54%, ou seja, significa dizer que, como o capital próprio não foi
suficiente para cobrir todo seu endividamento com investimentos, imobilizado e
intangíveis, sendo necessário recorrer à capital de terceiros.

Passivo Oneroso Sobre Ativo (POSA)

Índice de endividamento que mostra a participação de fontes onerosas de


capital no financiamento dos investimentos totais de uma empresa, revelando sua
dependência a instituições financeiras para a manutenção dos negócios. O POSA
pode ser calculado pela equação 6 a seguir:

POSA (%) = (PCF + PNC) ÷ Ativo total (6)

9
onde
PCF = passivo circulante financeiro.

Em 2016:
[(1.348.664 + 6.442.597) ÷ 12.769.527] X 100 = 61%

Em 2017:
[(2.271.581 + 7.258.958) ÷ 17.400.408] X 100 = 55%

Apesar dos índices estarem acima de 50%, o que representam um alto índice
de dependência de fontes onerosas, de 2016 para 2017 ocorreu uma redução de
6%, indicando uma boa progressão de entrada de capital próprio, mas ainda
mostrando que a Lojas Americanas possue elevadas despesas.

ÍNDICES DE LIQUIDEZ

Liquidez Imediata (LI)

Este índice indica, em determinado momento, a capacidade de pagamento das


dívidas da empresa de forma imediata. Quanto a empresa consegue pagar das suas
dívidas, com o que possui em disponibilidades (caixa, banco e aplicações financeiras
de liquidez imediata). A LI poder calculada através da equação 7:

LI = Disponível ÷ PC (7)

Em 2016:
(293.239 ÷ 4.336.474) = 0,07

Em 2017:
(2.029.213 ÷ 5.519.766) = 0,37

Podemos observar que para a Lojas Americanas, de 2016 para 2017, ocorreu
um aumento de 0,3 no seu LI, ou seja, para cada R$ 1,00 em dividas a curto prazo,
R$ 0,30 eram de recursos que estavam disponíveis, logo deve-ser montar estratégias
para que esse índice cresça cada vez mais e gere sempre mais patrimônio líquido.

Liquidez Corrente (LC)

10
Esse índice indica o quanto a empresa tem a receber no curto prazo em
relação ao quanto tem a pagar no mesmo período. O LC pode ser calculado pela
equação 8 a seguir:

LC = AC ÷ PC (8)

Em 2016:
(6.596.830 ÷ 4.336.474) = 1,52

Em 2017:
(10.022.613 ÷ 5.519.766) = 1,82

Como pode-se observar, a Lojas Americanas teve um aumento de R$ 0,30 de


2016 para 2017 na sua LC. Ou seja, para cada R$ 1,00 que em dividas circulantes
que ela possuía em 2016, ela tinha R$ 1,52 em 2016 de capital de giro e R$ 1,82 em
2017, o que mostra crescimento financeiro.
.

Liquidez Seca (LS)

Indica quanto a empresa consegue pagar das suas dívidas desconsiderando os


seus estoques, que podem ser obsoletos, não condizentes com a realidade dos
saldos apresentados no balanço. Nesse caso, retira-se do ativo circulante a conta
estoque. A LS pode ser calculada pela equação 9 a seguir:

LS = (AC – Estoque) ÷ PC (9)

Em 2016:
(6.596.830 – 2.146.536) ÷ 4.336.474 = 1,03

Em 2017:
(10.022.613 – 2.400.868) ÷ 5.519.766 = 1,38

Como podemos ver, índices de LC acima de 1, representamuma boa margem


de pagamentos independentes do seu estoque, ou seja, em 2016, a Lojas
Americanas possuía R$ 1,03 e em 2017 possuia R$ 1,38 diponiveis para quitar suas
dividas em curto prazo.

11
Liquidez Geral (LG)

Indica quanto a empresa possui em dinheiro, bens e direitos realizáveis a


curto e longo prazos, para pagar todas as suas dívidas (passivo exigível), caso a
empresa fosse parar suas atividades naquele momento. O LG pode ser calculado pela
equação 10:

LG = (AC + RLP) ÷ (PC + PNC) (10)

Onde:
RLP = realizável a longo prazo;

Em 2016:
(6.596.830 + 785.025) ÷ (4.336.474 + 6.442.597) = 0,68

Em 2017:
(10.022.613 + 990.528) ÷ (5.519.766 + 7.258.958) = 0,86

Apesar da dos índices LG estarem abaixo de 1, ou seja para cada R$ 1,00, a


Lojas Ameicanas teria R$ 0,68 em 2016 e R$ 0, 86 em 2017, como a mesma
possui capital de giro para pagar investimentos a curto prazo, não seria um problema
no momento caso tivesse que arcar com essa possibilidade.

ÍNDICES DE LUCRATIVIDADE E RENTABILIDADE

Margem Bruta (MB)

A margem bruta é o valor direto com a venda do produto tirando só o valor da


aquisição da mercadoria. A MB pode ser calculada através da equação 11:

MB(%) = (Lucro bruto ÷ Receita operacional líquida) X 100 (11)

Em 2016:
(3.695.947 ÷ 10.372.345) X 100 = 35,63

Em 2017:
(3.890.164 ÷ 11.000.183) X 100 = 35,36

12
Podemos observar que o Indice foi praticamente igual nos 2 anos, 35%, ou
seja, a sobra de lucro era de 35% retirando apenas o custo das mercadorias.

Margem Operacional (MO)

É o índice que determina a porcentagem de cada real de venda que restou


após a dedução de todas as despesas, à exceção do imposto de renda. O MO pode
ser calculado através da equação 12:

MO(%) = (Lucro operacional ÷ Receita operacional líquida) X 100 (12)

Em 2016:
(295.153 ÷ 10.372.345) X 100 = 2,85

Em 2017:
(393.005 ÷ 11.000.183) X 100 = 3,57

Como o MO representa a eficiência da empresa em relação ao seu


faturamento, ambos os índices de 2016 e 2017, 2,85% e 3,57% respectivamente,
foram extremamente baixos.

Margem Líquida (ML)

O índice ML determina a porcentagem de cada real de venda que restou após


a dedução de todas as despesas, inclusive o imposto de renda e pode ser calculada
através da equação 13 a seguir:

ML(%) = (Lucro líquido ÷ Receita operacional líquida) X 100 (13)

Em 2016:
(211.657 ÷ 10.372.345) X 100 = 2,04

Em 2017:
(237.628 ÷ 11.000.183) X 100 = 2,16

Para as lojas americanas, após a dedução de todos os valores, pode-se


perceber um aumento de 0,12% de 2016 para 2017 da sua ML, ou seja, um retorno
sobre o faturamento líquido de 0,12% em 2017.

13
Giro do Ativo (GA)

Este índice relaciona o total das vendas produzidas com o ativo da empresa.
Mostra quantas vezes o ativo girou no período. Corresponde a um índice de
eficiência no uso dos ativos. O GA pode ser calculado através da equação 14:

GA = Vendas líquidas ÷ Ativo total (14)

Em 2016:
(10.372.345 ÷ 12.769.527) = 0,81

Em 2017:
(11.000.183 ÷ 17.400.408) = 0,63

Pelos resultados apresentados, em 2016 para cada R$ 1,00 investido foi


gerado R$ 0,81 em vendas e em 2017 caiu para R$ 0,63. Logo as vendas não foram
suficientes.

Rentabilidade do Patrimônio Líquido (RPL)

O índice RPL mede o retorno para os acionistas do capital investido na


empresa e pode ser calculado através da equação 15 a seguir:

(Lucro líquido ÷ Patrimônio líquido) X 100 (15)

Em 2016:
(211.657 ÷ 1.990.456) X 100 = 10,63

Em 2017:
(237.628 ÷ 4.621.684) X 100 = 5,14

Esse indicador mostra a lucratividade ao patromonio líquido da empresa.


Avaliando os dois períodos, podemos dizer que houve uma queda na remuneração
dos acionistas de 10,6% para 5,1% entre um ano e outro.

14
Rentabilidade dos Investimentos (RI)

É o índice que determina o poder de ganho e reflete o quanto a empresa está


obtendo em retorno em relação aos investimentos totais. O RI pode ser calculado
através da equação 16:

LI = (Lucro líquido ÷ Ativo total) X 100 (16)

Em 2016:
(211.657 ÷ 12.769.527) X 100 = 1,66

Em 2017:
(237.628 ÷ 17.400.408) X 100 = 1,37

Podemos observar que em 2016, o lucro líquido da Lojas Americanas


repreentou 1,66 dos investimentos totais e, em 2017, essa relação deminuiu ainda
mais para 1,37.
.

15
Conclusão
Após análise dos dados contábeis, pudemos observar que a Lojas Americanas
S.A., durante os períodos de 2016 e 2017, possuem indicadores econonômicos
financeiros que devem ser levados em consideração durante os próximos anos para
que se obtenham uma saúde financeira mais positiva. Através desses indicadores e
de suas análises vertical e horizontal, pôde-se perceber que a mesma possui índices
relacionados a gastos operacionais extremamente elevados, alta dependência de
capitais externos para investimento de suas operações, retorno para os investidores
baixos e em ritmo decrescente, o que é considerado um ponto critico, pois sem
investidores, maior será a dificuldade de desenvolvimento empresarial. Logo, a
empresa deve se comprometer em criar novas estratégias de mercado e capitação
de Market share, para assim trazer mais rendimentabilidade para os seus
investimentos e garantir a prosperidade ao longo dos próximos anos.

16
Referências bibliográficas
LIMEIRA et all., Gestão Contabil Financeira. 2ª Ed. FGV. 2015.

MARION, José Carlos. Contabilidade Empresarial. 11ª Ed. Atlas. São Paulo, 2005.

Disponivel em: <https://blog.fortestecnologia.com.br/como-fazer-as-analise-vertical-e-horizontal-do-


balanco-patrimonial/> Acesso em 23/01/2020.

Disponivel em: <https://contadores.cnt.br/noticias/tecnicas/2016/05/04/os-principais-indicadores-de-


investimento-da-analise-financeira.html> Acesso em 20/01/2020.

Disponivel em: <https://www.infomoney.com.br/onde-investir/analise-financeira-conheca-os-


indicadores-mais-usados-pelos-analistas/> Acesso em 21/01/2020.

Disponivel em:
<https://www.bussoladoinvestidor.com.br/abc_do_investidor/imobilizacao_de_recursos_permanentes/
> Acesso em 20/01/2020.

Disponivel em: < https://www.jornalcontabil.com.br/margem-bruta-saiba-o-que-e-e-como-calcular/>


Acesso em 25/01/2020.

Disponivel em: <https://www.contabilidade-financeira.com/2012/03/giro-do-ativo.html> Acesso em


25/01/2020.

Disponivel em: <http://ead2.fgv.br/ls5/centro_rec/pag/verbetes/passivo_oneroso_sobre_ativo.htm>


Acesso em 25/01/2020.

17

Você também pode gostar