Você está na página 1de 3

LOGO DA LOJA

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO


(POP)
Data Emissão Vigência Próxima Revisão
nº. MI-04 Página 1/3 Set/2014 2014-2015 set/2015

ASSUNTO: ASSEPSIA DAS MÃOS

1. OBJETIVO
Objetivo: padronizar a sistemática para a rotina de assepsia das mãos. 
Executante: Todos os profissionais da equipe de saúde.
ÁREA: Higienização e antisepsia. 
2. DEFINIÇÕES
 É de responsabilidade do profissional farmacêutico e de todos os funcionários
realizarem a correta assepsia das mãos, para garantir a biosegurança do
procedimento a ser realizado.  
2.1 Sanitização: Conjunto de procedimentos que visam à manutenção das
Condições de higiene.
2.2 Soluções sanitizante: é um agente/produto que reduz o número de bactérias a
níveis seguros de acordo com as normas de saúde (Res. GMC Nº 26/96).
2.3 Desinfecção: Descreve o método capaz de eliminar a maior parte ou todos os
microorganismos patogênicos, com exceção dos esporos.
2.4 Desinfetante: são formulações que têm na sua composição substâncias
microbicidas e apresentam efeito letal para microrganismos não esporulados.
2.5 Germicida: É um produto de ação letal sobre os microorganismos,
especialmente os patogênicos.
2.6 Superfícies Fixas: Aquelas de grande extensão, tais como pisos, parede,
mobiliários etc.
2.7 Antissepsia: É o conjunto de medidas propostas para inibir o crescimento de
microrganismos ou removê-los de um determinado ambiente.
2.8 Assepsia: é o conjunto de medidas que utilizamos para impedir a penetração
de microrganismos num ambiente que logicamente não os tem, logo um ambiente
asséptico é aquele que está livre de infecção.
2.9 Infecção: Penetração, alojamento de um microrganismo corrompe ou
contamina outro organismo superior,desencadeando um conjunto de fenômenos
biológicos no organismo agredido, com liberação de toxinas, acarretando uma série
de reações locais e generalizadas de natureza imunológica e inflamatória em
diversos níveis. Podendo ser superficiais, profundas, localizadas ou generalizadas.
A causa pode ser principalmente de natureza viral, bacteriana e micótica (fungos).
2.10 INFECTANTE: Aquele que pode causar uma infecção.
DADOS DA LOJA NO RODAPÉ
LOGO DA LOJA
PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO
(POP)
Data Emissão Vigência Próxima Revisão
nº. MI-04 Página 2/3 Set/2014 2014-2015 set/2015

ASSUNTO: ASSEPSIA DAS MÃOS

3. RESPONSABILIDADE
3.1 É de responsabilidade dos Profissionais farmacêuticos e funcionários
realizarem a correta assepsia das mãos, para garantir a biosegurança do
procedimento.

4. PROCEDIMENTO
4.1 Abrir a torneira em um jato constante e com temperatura agradável ( sem
tocar a pia com o corpo, jaleco ou mãos);
4.2 Molhar as mãos;
4.3 Colocar quantidade suficiente de sabão líquido nas mãos;
4.4 Ensaboar as mãos friccionando as palmas e os espaços interdigitais;
4.5 Esfregar a palma da mão direita sobre o dorso da mão esquerda e vice-versa;
4.6 Esfregar o polegar direito com a mão esquerda e vice-versa;
4.7 Fazer movimentos circulares com as pontas dos dedos da mão direita unidos
sobre a palma da mão esquerda fechada em concha e vice-versa;
4.8 Esfregar com a palma da mão esquerda em concha sobre a mão direita
fechada em movimentos de vai e vem e vice-versa;
4.9 Esfregar o punho com movimentos circulares;
4.10 Enxaguar as mãos retirando totalmente os resíduos de sabão;
4.11Secar as mãos, com papel toalha, seguindo até os punhos;
4.12 Utilizar torneira que dispense o contato das mãos, para com seu
fechamento, ou papel toalha para fechá-la;
4.13 Desprezar o papel na lixeira utilizando pedal ou outro sistema que evite o
contato direto;
4.14 Anti-sepsia das mãos. É realizada após a lavagem das mesmas. Borrifando-
se álcool 70% e deixando secar naturalmente;
4.15 Produtos anti-sépticos que podem substituir o álcool 70%:
 Aclosept Gel (Johnson);
 Hand Wash (Ecolab);
 Plix Extra Glicerinado (Econ);
 Handy Sept (Diversay).

DADOS DA LOJA NO RODAPÉ


LOGO DA LOJA
PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO
(POP)
Data Emissão Vigência Próxima Revisão
nº. MI-04 Página 3/3 Set/2014 2014-2015 set/2015

ASSUNTO: ASSEPSIA DAS MÃOS

Elaborado por: Fabiana da Silva Fisnack


Revisado por: Fabiana da Silva Fisnack
Aprovado por: Fabiana da Silva Fisnack

Referência Bibliográfica:

Resolução nº 328, de 22 de julho de 1999

DADOS DA LOJA NO RODAPÉ