Você está na página 1de 106

Genevieve Behrend ( 3 em 1 )

- Como viver a vida e amá-la

- Alcançando seus desejos

- Seu poder invisível


Genevieve Behrend - Como viver a vida e amá-la

CONTEÚDO

1. Prefácio
2. Viva a vida e ame-a!
3. A arte de dar
4. A arte da reciprocidade
5. Consciência de Deus versus Consciência de Sentido
6. Intimidade pessoal com Deus
7. Individualidade
8. Ponteiros Pessoais no Sucesso
9. Cura Instantânea
10. Cura Instantânea (Continuação)
11. O desejo é um impulso divino?
12. Auto-Liberdade Suprema
13. Exercícios para a saúde
14. “Como viver a vida e amá-la!”
15. Imaginação e intuição
16. Maridos, esposas e filhos
17. Vida, Amor, Beleza

1. Prefácio

O propósito desta série de Lições pessoais, que são aqui compiladas em um volume, é indicar
de uma maneira clara e concisa “os princípios naturais que governam a relação entre a ação
criativa de todo poder de pensamento e coisas materiais”, ie , circunstâncias e condições.
Se esses poucos princípios simples forem cuidadosamente estudados e dominados para sua
satisfação, e depois aplicados de maneira prática e por hora, o estudante descobrirá muito em
breve que é possível ao homem fazer contato consciente com o Todo-Poderoso, Sempre
Presente, Nunca Falha de Deus; e isso significa naturalmente liberdade individual de todas as
formas de limitação e escravidão de qualquer natureza. (Leia Marcos 9:23.) Depois, tente
acreditar que o Espírito da Vida, que é a sua vida também, sabe “ Como Viver a Vida e Amá-
la ”.
Toda a alegria que a vida tem para dar é sua agora mesmo! Vamos começar na estrada para o
sucesso absoluto agora. Deus é nosso guia.
Seu amoroso companheiro
Genevieve Behrend

2. Viva a vida e ame-a!

Mestre: Vamos começar a lição desta manhã com o conhecimento certo de que todo ser vivo
realmente deseja desfrutar da Vida. Uma vez que alguém realmente tenha entrado no
verdadeiro Espírito da Vida, não se pode deixar de amar e de aproveitar a vida.
Pupilo: É só isso. Se alguém pudesse entrar no Espírito da Vida Viva, tenho certeza que um,
cada um, iria gostar disso. Mas parece-me que a corrida geral da humanidade vive no espírito
da morte e não da vida. A pessoa comum que conheço está sempre desejando que ele pudesse,
mas ao mesmo tempo sabendo que ele não pode. Isso não parece realmente vivo.
Mestre: De fato, isso não é viver e as pessoas que vivem nessa forma de ação mental são “os
mortos-vivos”. Vejamos se não conseguimos encontrar um método fácil e lógico de entrar no
verdadeiro Espírito da Vida. Sabemos que devemos entrar no Espírito de um livro, ou uma
imagem, ou de música, senão eles são totalmente sem sentido para nós. Para realmente
apreciar qualquer coisa, devemos compartilhar a atitude mental do pensamento criativo e do
sentimento que os trouxe para a forma exterior.
Pupilo: Agora eu estou querendo saber se entrar no espírito de uma coisa seria entrar no
protótipo espiritual da coisa que podemos desejar desfrutar. Por exemplo, eu gostaria muito
de ter uma casa própria, um marido e filhos. Pode-se realmente entrar no espírito dessas
coisas boas antes que alguém as tenha, ou antes que alguém possa vê-las em forma?
Mestre: Estou satisfeito por você mencionar que o protótipo espiritual é o propósito
espiritual, ou mental, de uma coisa, e é o verdadeiro lugar de origem de qualquer coisa. Então
você deseja uma casa, marido, filhos?
Pupilo: Sim, uma casa no campo, não uma casa grande, uma grande o suficiente para
podermos morar em todos os cômodos dela.
Mestre: A casa é para ser o lar?
Pupilo: Por que sim, claro.
Mestre: Eu perguntei isso, você vê, porque apenas uma casa pode nem sempre ser uma casa
enquanto uma simples tenda pode ser. Seu protótipo para a casa seria PROTEÇÃO, ABRIGO,
LIBERDADE. Para começar no começo, vamos entrar no sentimento de proteção perfeita,
abrigo, liberdade. Vamos nos sentir realmente sintonizados com essas qualidades do
Espírito; e eles, por sua vez, atrairão para nós os caminhos e meios para o lar.
Pupilo: Até agora eu tenho juntado tudo no meu pensamento. Não devo tomar cada coisa
separadamente e tentar entrar na origem ou propósito espiritual daquela coisa antes de ir
para outra?
Mestre: Por todos os meios, termine de plantar um pensamento com segurança na mente
antes de tentar introduzir outro. Depois que você realmente sintonizou o sentimento de
PROTEÇÃO, ABRIGO, SEGURANÇA, LIBERDADE, então comece a construir mentalmente
sua casa e as pessoas com um marido e filhos. Assim você está fazendo uma imagem mental
das formas que você deseja que a Energia Criativa tome. Seja específico e preciso ao fazer sua
imagem mental, lembrando que a imagem mental que você faz é o molde no qual o Espírito
não formado é despejado para se solidificar em forma real e externa. A casa em si pode ser um
bangalô, ou uma casa de dois andares, ou pode ser de tijolo, pedra ou madeira, ou o que
não. Pode ter qualquer número de cômodos, portas, janelas, uma lareira, etc. Em outras
palavras, você deve primeiro planejar mentalmente sua casa. Quando sua imagem mental
está perfeitamente terminada,
Pupilo: Mas a questão do marido certo, isso parece muito difícil para mim. Primeiro, não
estou na posição certa para entrar em contato com os homens e agora tenho apenas dois
conhecidos, com os quais não gostaria de morar na minha casa modelo.
Mestre: O que você diz não entra no assunto. Tudo o que o indivíduo faz é colocar no Poder
Criador Originador a QUALIDADE que deseja diferenciar, assim como se liga à corrente
elétrica da casa quando se deseja usá-la. A luz, o aquecedor, o Frigidaire, o ventilador, o ferro,
ou qualquer outra coisa que se queira usar, estão todos lá. Todo o poder já está lá
também. Está pronto e esperando; tudo o que é necessário é o seu RECONHECIMENTO e a
tomada de medidas para utilizá-lo. Seu reconhecimento e seu desejo fazem com que você faça
o contato certo; e o poder que existe faz todo o resto. As maneiras e meios de se encontrar com
o único marido não são da sua conta; eles se formam automaticamente em linha como
resultado de você ligar o interruptor correto.
Pupilo: Você quer dizer que não é necessário que eu faça alguma coisa para tentar conhecer
pessoas? Eu não tenho que ir a festas ou visitar amigos? Às vezes, quando eu deveria estar
muito mais feliz em casa, eu vou a esses lugares, e faço essas coisas, porque sempre há uma
chance de encontrar o certo ali.
Mestre: Tudo isso é totalmente desnecessário. O poder que você ativou dentro de você é um
poder de ATRAÇÃO, lembre-se! Para dar um exemplo: uma vez, quando estávamos em
Chicago, morando no Medinah Athletic Club, uma jovem veio até mim com a mesma atitude
que você expressa e recebeu a mesma resposta que eu dou aqui. Ela era uma enfermeira
treinada, formada pela St. Luke's. Ela estava cansada de viver sozinha, desejava um lar, um
marido, filhos. Depois que ela teve dez ou doze entrevistas pessoais e lições comigo, eu disse a
ela, certa manhã, quando ela estava saindo do nosso apartamento, que não seria necessário
que ela viesse me ver novamente. Ela tinha certeza também de que o contato havia sido
feito. Nosso apartamento ficava no quadragésimo segundo andar; e quando ela pegou o
elevador, ela disse que uma "grande onda de paz e contentamento veio sobre ela."
Em seu coração, ela tinha a consciência de amor e proteção até agora. No trigésimo quarto
andar, o elevador parou e um jovem que estava muito doente entrou no elevador. Quase
imediatamente ele se dobrou no chão, inconsciente. O operador do elevador o conhecia desde
que ele tinha um apartamento no prédio; e a enfermeira e a telefonista levaram o homem de
volta ao seu apartamento, na cama, e mandaram chamar o médico da casa que disse que a
enfermeira havia feito exatamente a coisa certa. Em cerca de uma hora, o homem recuperou a
consciência e mandou chamar seu próprio médico, que desejava designar uma enfermeira de
sua escolha para o caso. Mas a paciente insistiu em ter a enfermeira que o havia ajudado no
elevador e a manteve atendida até que ele estivesse totalmente recuperado. Apenas cerca de
seis meses depois, paciente e enfermeira se casaram.
Pupilo: Aquilo foi certamente um golpe de sorte para ela, que ela deveria pegar apenas
aquele elevador, naquele momento. Isso me parece como desenhar o número da sorte na noite
do banco no teatro. É claro que alguém sempre vence, mas não há certeza sobre isso, está lá?
Mestre: Realmente as duas posições não são de todo paralelas; eles nem são parecidos. Com a
enfermeira não foi sorte alguma. Deliberadamente, conscientemente, com fé, ela havia se
conectado a um circuito de grande poder dentro de si, o circuito do Poder Universal que
chamamos Deus, ou Vida, e que produzia uma perfeita reciprocidade de sentimento e um certo
senso de segurança, proteção, provisão. companheirismo. Em outras palavras, ela
deliberadamente "iniciou uma série de causalidade direcionada a seu propósito individual",
para citar Troward, da mesma forma que você ligaria o cordão ao ferro elétrico se quisesse
pressionar as roupas. Não houve sorte no assunto; era a mais pura ciência que se manifesta,
como sempre acontece e faz, em resposta a um forte desejo colocado cientificamente.
Pupilo: Eu estou começando a ver a luz. Mas o caso que você acabou de me contar ainda
parece bastante espetacular e incomum.
Mestre: Isso é porque você não treinou a qualidade objetiva de sua mente para saber que ela
pode sempre CONFIAR no Espírito Criativo Inteligente da Vida dentro de você. Você está
deixando idéias preconcebidas, e as mentais e falsas, precedem em sua mente o Princípio
científico puro. Você não acha que precisa conhecer os princípios da eletricidade antes de usar
seu aspirador de pó. Tudo o que sabemos sobre eletricidade é obtido a partir do que vemos. A
mesma coisa se aplica à vida. Os princípios mais íntimos da vida permanecerão sempre um
profundo mistério. Mas um pode, e deve, viver a vida ao máximo em si mesmo e amá-la.
Pupilo: Eu estou querendo saber se a enfermeira "viveu feliz para sempre" com seu marido
incomumente adquirido. E eles tinham a casa e os filhos que ela tanto desejava?
Mestre: O casal viveu muito feliz juntos há vários anos e tem uma casa confortável e três
filhos. Eu explicarei mais disso depois. O segredo de viver a vida e amar isso: Primeiro, seu
sentimento em relação à vida da vida em você, assim como em toda a vida, deve ser
RECONHECER a Vida como Inteligente e saber que, quando esta Inteligência está operando
através de você, não mudar sua natureza essencial. Sempre foi um poder receptivo, que é
agradável à sugestão, e é sempre RESPONSIVO e CRIATIVO. Esta é a base do significado de
Troward em suas palavras que eu uso para minha própria afirmação favorita, e que, citado, é
isto:
“Minha mente é um centro de operação DIVINA. A operação divina é SEMPRE para
EXPANSÃO e EXPRESSÃO mais completa; e isso significa a produção de algo além do que foi
antes, algo inteiramente NOVO, não incluído na experiência passada, embora procedendo de
uma seqüência ordenada de crescimento. Portanto, uma vez que o Divino não pode mudar sua
natureza inerente, ele deve operar da mesma maneira em mim; conseqüentemente, em meu
próprio mundo especial, do qual eu sou o centro, ele avançará para produzir NOVAS
condições, sempre antes de qualquer um que tenha acontecido antes. ”
Uma vez que você realmente conecte sua consciência individual ao grande poder do Universo,
o acima será sua linha de pensamento. Você vai involuntariamente olhar para o Princípio da
Vida em você, não apenas como a única Energia Criativa, mas também como um Poder
diretivo. Isto é, você permitirá a Deus determinar, através de sua mente consciente, as formas
e cursos reais que as condições para suas manifestações tomarão sempre em seu próprio
mundo individual. Lembre-se sempre que o Espírito de Origem da Vida (da SUA vida
também) é para sempre um Poder de FORMAÇÃO. É por essa razão que devemos usar tão
grande cuidado na seleção de nossos pensamentos e sentimentos HABITUAIS - para criar,
eles serão e sempre.
Pupilo: Como posso saber, por exemplo, que meu verdadeiro marido está sendo guiado para
mim ou eu para ele?
Mestre: Pelo seu sentimento de CERTEZA, mesmo que as condições externas não mostrem
nenhum sinal do fato. Ainda assim você está certo. Você se sente perto. Você SABE que está
protegido. Você sente a influência do amor sobre você. Você estimulou essas qualidades
especiais da Vida em seu mundo individual por ter persistentemente olhado para Deus,
sabendo que Ele se manifesta em você. Sua atitude mental de fé, confiança e expectativa
atraiu todas as alegrias da vida. Você percebe que tudo o que a Vida tem para dar está
presente com você AGORA, assim como tudo que a luz tem para dar está presente onde quer
que a luz esteja.
Pupilo: Eu entendo que se eu viver o mais próximo possível na consciência da reciprocidade
de sentimentos, e saber que o amor está me guiando, protegendo e provendo para mim com
sua abundância, eu posso atrair essas qualidades da vida na forma de um homem ?
Mestre: Sim. Para a casa e a casa sentir proteção, abrigo, harmonia perfeita. Pois o marido
sente amor e alegria; então VIVA NO SENTIR DESSAS COISAS. O sentimento é um dos
elementos mais fortes da vida e é também o mais responsivo.

3. A arte de dar

Pupilo: Parece-me que o ritmo que você está estabelecendo aqui será uma disciplina
bastante severa para mim. Mas como é para ser apenas por algumas semanas, se eu quiser,
vou tentar. Se não houver uma grande mudança para melhor, tanto dentro como fora, no final
desse tempo, posso parar. N'est-ce pas?
Mestre: Sim, mas por favor, não insista neste estudo. E não busque cultivar um
conhecimento com Deus por causa do que você poderá obter dele. Este é um erro trágico que
muitas pessoas cometem e que é difícil para muitos deles corrigir. Eles procuram primeiro
obter e prometer fielmente que eles irão dar. Mas, ao fazê-lo, inverteram a Lei de
Compensação do Espírito, que é boa, que é tão boa quanto é boa, e que é tão imutável quanto
boa e justa.
Pupilo: Isso parece interessante. O que é essa grande lei?
Mestre: A LEI é que primeiro devemos dar! E depois de termos dado a obtenção
automaticamente segue, assim como o dia naturalmente vem com o nascer do sol. Mas a
obtenção de qualquer coisa boa nunca precede a doação de algo de valor! É verdade que dar,
com amor como o próprio Deus, não pode empobrecer ninguém; nem a retenção do Espírito e
seu serviço jamais enriquecem verdadeiramente um. Em verdade, “é mais abençoado dar do
que receber!” DAR, assim como Deus, abre amplamente o Santuário de Jeová dentro de nós,
no qual sempre encontraremos a PAZ. DAR faz do doador um canal direto para a transmissão
do Amor e do Poder Infinitos em sua vida diária e horária. Então a adversidade fugirá; e certa
realização de “todas as coisas que quiserdes” segue imediatamente. Mas, repito, primeiro você
deve dar!
Pupilo: Mas o que podemos dar a Deus se Ele já tem tudo?
Mestre: Podemos dar-Lhe a única coisa da qual Ele não tem muito, do qual Ele nunca pode
ter muito, do qual nunca podemos esperar dar-Lhe muito. A única coisa que Deus deseja que
lhe demos, primeiro, por último e sempre, é nada menos que o maior presente do
Universo. Agora o que é isso?
Pupilo: Tenho certeza que é amor.
Mestre: Certo, mas o que é amor?
Pupilo: Por que Deus é amor?
Mestre: Isso também está correto. Mas se Deus é amor, o que é Deus? E se o amor é Deus, o
que é amor?
Pupilo: Isso é uma parábola? O que é o amor? O que é Deus? Isso é exatamente o que eu
gostaria de saber também. Diga-nos por favor!
Mestre: Apenas o que Deus é, exatamente o que é o amor, cada pessoa deve responder por si
mesmo. Pois afinal de contas a sua própria concepção de Deus e do amor é Deus e é amor para
você! Mas talvez possamos apresentar alguns pensamentos que possam ser úteis e que sejam
práticos. Para alguns, o amor é paixão e só pode ser conferido ou proveniente do sexo
oposto. Para alguns, o amor é a ternura de uma mãe por seu filho ou de um pai amoroso por
sua ninhada. Para os outros O amor é o amor de amigos, pais ou órfãos. E há alguns que se
amam acima de tudo. Mas o verdadeiro amor é amor de Deus e para Deus! Amá-lo é o
primeiro mandamento! E se alguém mantiver este grande mandamento, não há necessidade
de qualquer outro mandamento; porque se realmente amamos DEUS, que é o primeiro e
maior dos mandamentos, automaticamente mantemos todos os outros invioláveis!
Pupilo: Mas é suficiente apenas amar a Deus com todos os nossos corações, todas as nossas
almas e todas as nossas mentes? Não devemos também fazer algo sobre isso?
Mestre: Certamente devemos fazer algo sobre isso. O amor sem os frutos do amor está
morto! Se amamos a Deus, vamos servi-lo devotada, fiel, feliz e continuamente.
Pupilo: Como melhor podemos servi-lo?
Mestre: DANDO DE SI a nosso próximo! Dando de nós mesmos aos nossos vizinhos como a
nós mesmos. Um cientista, como o doutor Walter Reed, por exemplo, que dá a própria vida, e
amorosa e alegremente, para beneficiar a humanidade, conhece o verdadeiro amor de Deus. O
mesmo acontece com a enfermeira heróica que ministra à humanidade afligida por puro amor
da humanidade. O mesmo acontece com a mãe, ou pai, professor ou pastor auto-suficiente e
abnegado. Há muitas maneiras pelas quais alguém pode servir. Todos não possuem talentos
científicos, nem talentos de cura, nem talentos reconfortantes. Mas todos possuem algo que
eles podem dar! Alguns que se sentem incapazes de servir diretamente se doam doando
dinheiro para causas dignas, e estes também estão servindo a Deus porque amam seus
vizinhos e, portanto, o amam.
Pupilo: Sim, nos dê um exemplo. Eles sempre ajudam a esclarecer as coisas e nos mostram
como os outros fizeram o que desejamos fazer.
Mestre: Muito bem. Esta alma divina foi criada em uma casa de grande riqueza e
cultura. Mas, como uma mulher muito jovem, ela decidiu sair para o mundo "na própria linha
de fogo", como ela dizia, para servir ativamente com amor, lá. Ela se tornou freira e, como tal,
foi designada para um hospital como enfermeira treinada. Ao entrar em seu trabalho de vida,
ela se encheu de amor pela humanidade, com entusiasmo por servir a Deus, servindo a seus
sofredores. E ela servia amorosa, feliz, fiel e ternamente oito horas por dia, ou mesmo doze
horas por dia. Mas o hospital estava com falta de pessoal; e Marie, como a chamaremos aqui,
logo estaria sujeita a telefonar dezesseis horas por dia; e mesmo durante as oito horas em que
ela deveria descansar, era frequentemente convocada e solicitada a servir mais. Seus
aposentos ficavam no mesmo andar com muitos dos pacientes, e essa enfermaria era sua
carga dia e noite. Muitas vezes, às duas ou três horas da manhã, a campainha ao lado da
cama tocava com uma convocação urgente. Ela se levantaria imediatamente, iria ao paciente e
ministraria a seus desejos. Mas, no devido tempo, ela ficou fisicamente cansada e, é claro,
começou a se ressentir com as ligações que interromperam seu descanso, especialmente
quando lhe pareceu, como muitas vezes acontecia naqueles momentos, que o paciente
simplesmente desejava um copo de água ou Queria um travesseiro ajustado de uma certa
maneira, ou era apenas solitário, tudo o que eram ninharias irritantes para uma enfermeira
cansada. vá ao paciente e ministre a seus desejos. Mas, no devido tempo, ela ficou fisicamente
cansada e, é claro, começou a se ressentir com as ligações que interromperam seu descanso,
especialmente quando lhe pareceu, como muitas vezes acontecia naqueles momentos, que o
paciente simplesmente desejava um copo de água ou Queria um travesseiro ajustado de uma
certa maneira, ou era apenas solitário, tudo o que eram ninharias irritantes para uma
enfermeira cansada. vá ao paciente e ministre a seus desejos. Mas, no devido tempo, ela ficou
fisicamente cansada e, é claro, começou a se ressentir com as ligações que interromperam seu
descanso, especialmente quando lhe pareceu, como muitas vezes acontecia naqueles
momentos, que o paciente simplesmente desejava um copo de água ou Queria um travesseiro
ajustado de uma certa maneira, ou era apenas solitário, tudo o que eram ninharias irritantes
para uma enfermeira cansada.
Por um mês ou mais, esses julgamentos continuaram, aparentemente de mal a pior. Marie
resolveu quase desesperadamente fazer algo a respeito e imediatamente. Então, ela procurou
uma maneira de melhor remediar a situação. Durante dias ela pensou sobre o assunto,
pedindo orientação ao Espírito. Finalmente, o flash veio diretamente do Infinito! Ela pegou
um pequeno cartão, anotou o novo lema que lhe fora dado e prendeu-o na parede acima da
cama, bem ao lado do sino de serviço, para que pudesse vê-lo e ser novamente lembrado toda
vez que a campainha tocasse. No cartão, ela havia escrito: “O CHAMADO MESTRE!” Claro
que o sistema dela funcionava desde o começo. Muito em breve ela estava dizendo em resposta
imediata ao sino, mesmo enquanto sonolenta procurando sua luz: “O CHAMADOR MESTRE!”
E ela se levantava e ia servir sem impaciência, sem ressentimento, sim, regozijando-se com a
oportunidade de novamente servir em amor. Como conseqüência, sua energia era
incansável; Fez com facilidade e alegria o trabalho de três enfermeiros, sempre descansados,
sempre frescos, sempre eficientes, sempre sorridentes, sempre que chamados. Seus pacientes
a amavam muito. Ela sempre foi alegre, sempre encorajadora, sempre radiante, por assim
dizer, com um amor sagrado. E para aqueles que não conheciam seu segredo, como poucos o
faziam, os pacientes que ela freqüentava pareciam estar “miraculosamente curados”. Deixe
seu lema também: “O CHAMADOR MESTRE!” E lembre-se que o serviço mais humilde que
você pode prestar a o mais humilde de seus semelhantes, se prestado em AMOR, é um serviço
direto para Ele! sempre sorrindo, sempre que chamado. Seus pacientes a amavam muito. Ela
sempre foi alegre, sempre encorajadora, sempre radiante, por assim dizer, com um amor
sagrado. E para aqueles que não conheciam seu segredo, como poucos o faziam, os pacientes
que ela freqüentava pareciam estar “miraculosamente curados”. Deixe seu lema também: “O
CHAMADOR MESTRE!” E lembre-se que o serviço mais humilde que você pode prestar a o
mais humilde de seus semelhantes, se prestado em AMOR, é um serviço direto para
Ele! sempre sorrindo, sempre que chamado. Seus pacientes a amavam muito. Ela sempre foi
alegre, sempre encorajadora, sempre radiante, por assim dizer, com um amor sagrado. E para
aqueles que não conheciam seu segredo, como poucos o faziam, os pacientes que ela
freqüentava pareciam estar “miraculosamente curados”. Deixe seu lema também: “O
CHAMADOR MESTRE!” E lembre-se que o serviço mais humilde que você pode prestar a o
mais humilde de seus semelhantes, se prestado em AMOR, é um serviço direto para Ele!
Pupilo: Esta é uma ilustração muito bonita e poderosa. É esse o lema, ou o princípio, que
você usa para ajudar os muitos que vêm até você? Se não, qual é o seu segredo pessoal de
servir?
Mestre: Meu próprio método, de certa forma, é muito semelhante ao de Marie. Como ela, eu
desejava servir amorosamente, servir ao maior número possível de pessoas, ajudar até o
limite de meus poderes em aliviar todo e qualquer tipo de sofrimento, físico, mental, espiritual
ou outra forma de infelicidade. Não apenas me esforço sempre para ajudar aqueles que me
procuram. Cada pessoa cuja mão eu ponho na minha em saudação, toda pessoa em cujos olhos
eu olho, em todos os lugares o tempo todo, sim até a garota da loja que me vende minha
mangueira, o leiteiro que vem até a minha porta, o mendigo na rua Todos a quem eu falo a
qualquer momento recebem o mesmo forte impulso espiritual de mim! Eu, intencionalmente,
vejo o cristo radiante em tudo!
Pupilo: Mas eu pensei que você me disse uma vez que você nunca trata mentalmente as
pessoas a menos que elas peçam ajuda.
Mestre: Eu não, não especificamente, não especificamente sob quaisquer outras
circunstâncias. Meu segredo é este: eu formulei deliberadamente o hábito de contemplar o
Cristo em cada alma sobre a qual meus olhos caem! Eu nunca vejo ninguém como sendo
pobre, ou velho, ou doente, ou enlutado, ou solitário, ou caseiro, ou mal ou imperfeito de
qualquer forma. Eu e tudo ERA COMO SOMENTE PERFEITO! Eu vejo apenas o cristo
radiante em cada um deles, porque o Cristo está em cada um deles!

4. A arte da reciprocidade

Mestre: A Bíblia, os sábios de todos os tempos, todas as fontes da verdadeira VERDADE,


unem-se em absoluto acordo sobre uma grande coisa, a saber: Que Deus e o homem são um e
não dois, que os dois não estão separados, mas unidos indissoluvelmente. UNIÃO perfeita e
harmoniosa. O Invisível (Espírito) e o visível (forma ou matéria) estão realmente conectados
de maneira insuperável. Cada um é um complemento do outro. E toda a Verdade deve ser
encontrada APENAS na combinação dos “dois”, que realmente não são “dois”, mas UNIDOS
através da UNIÃO ETERNA!
Pupilo: Estou particularmente feliz com esta conclusão porque eu costumava pensar que
uma pessoa não poderia ter bênçãos espirituais e físicas ao mesmo tempo. Eu pensei que o
mundo físico não tinha nada de Deus nisso. Sim, eu pensava que o Espírito estava totalmente
separado da forma ou da matéria. Agora eu tenho certeza que a razão pela qual eu não fiz
nenhum progresso real foi que eu estava tentando ter um interior para a Vida sem um
exterior, e um exterior sem qualquer interior. Em outras palavras, eu estava simplesmente
vivendo no mundo físico sem estar consciente do fato de que para sempre eu tenho uma
conexão direta com o Reino Espiritual. Estou certo, não estou, em acreditar e sentir que
preciso ter a REALIZAÇÃO de que cada um é vitalmente necessário ao outro para a formação
de uma Entidade Substancial.
Mestre: Sim, você está exatamente certo! Ninguém pode ir muito longe na grande estrada da
Verdade até que perceba que nunca houve, e nunca haverá, um interior para qualquer coisa
sem um exterior também. Enquanto um é visível e o outro invisível (para o olho humano), a
ÚNICA REALIDADE está na combinação dos dois. Uma consciência constante deste fato de
nossa parte nos traz aquela radiante realização de UNIDADE, de UNIÃO, que devemos ter se
esperamos fazer algum progresso na Verdade.
Pupilo: Depois dessa percepção básica, que outras verdades devemos ter?
Mestre: Devemos SABER que subjacente à totalidade de todas as coisas está a FONTE DE
TODAS AS COISAS, a Grande Inteligência Cósmica. Nós devemos saber que nenhuma coisa
física de si só pode criar algo. A forma física é o INSTRUMENTO que a Vida (Deus) construiu
de Sua própria Essência, a fim de ter algo através do qual Ele pudesse operar Suas
maravilhas, e dar-lhes forma também. Mas Ele sempre vive nesse instrumento! Nunca perca
de vista este fato: o poder é sempre maior do que a forma pela qual ele se manifesta, assim
como a eletricidade é infinitamente maior do que a lâmpada através da qual se manifesta
como luz. É através da UNIÃO de formas, positiva com negativa, ou masculina com feminina,
ou Espírito com Alma, que a criação de todas as formas, ou canais, ou coisas físicas,
resulta. Este princípio eterno percorre toda a Bíblia, é a urdidura e trama dela, toda a
substância dela. Buscai a resposta naquele grande livro!
Pupilo: Mas muitas pessoas dizem que a Bíblia é “antiquada”, que é um “livro de fábulas” e
“contos de velhas esposas”, etc.
Mestre: Como isso preocupa você? Qual é o guia mais confiável, vocês acham, os que se
espiritualmente obscurecidos que criticaram a Bíblia ou a tua própria alma que conhece a luz
quando a vê? Você vai fazer o seu próprio pensamento ou ficará satisfeito em deixar que os
outros façam isso por você e de forma errada? Se precisarmos ir a outras pessoas em nossa
busca da Verdade, resolvamos ir a pessoas que têm a luz do Espírito. Por exemplo, o que
Troward diz sobre a Bíblia? Deixe sua sabedoria ser nosso guia aqui. Ele nos diz que “a Bíblia
é o livro da emancipação do homem!” Ele acrescenta que isso significa a completa “libertação
da tristeza, doença, pobreza, luta, incerteza, da ignorância e limitação, e finalmente da
própria morte”. concepção nobre de Troward é exatamente o que a Bíblia é. Com um Livro tão
maravilhoso impresso, não devemos nos surpreender ao saber que ele tem a maior circulação
de qualquer livro já publicado, que ainda é o mais vendido do mundo. Se a Bíblia não fosse a
Verdade, ela não viveria por tantas gerações e ainda manteria sua posição
preeminente. Então, vamos prosseguir com a suposição de que Troward está certo, que a
Bíblia contém o segredo pelo qual a arte de viver uma vida perfeitamente livre e feliz pode ser
alcançada.
Pupilo: Mas a Bíblia nunca foi um livro muito interessante para mim. Eu pensei nisso como
"fábulas do velho mundo".
Mestre: Foi desinteressante para você porque você não entendeu. No entanto, é um livro
muito científico, cheio de fatos interessantes e da Verdade que dá vida, o melhor livro já
escrito sobre a maior de todas as ciências, a Ciência da VIDA.
Pupilo: Meus pais eram pessoas religiosas, igreja todos os domingos de manhã, orações todos
os dias e tudo isso. Mas eu nunca pude ver que eles estavam em melhor situação, ou mais
felizes - se tão felizes - do que os vizinhos que nunca iam à igreja. Mas ficarei feliz em fazer
um esforço honesto para entender e seguir o que você esboçar, até mesmo a Bíblia, se você
disser.
Mestre: Eu falei. E porque você é honesto em seu desejo, você será honesto em seu
pensamento; e pensamento honesto faz um verdadeiro estudante. Porque você realmente
deseja entender a arte de viver, você virá a conhecê-la, e quando você conhecer a Vida e
realmente viver, você com certeza a amará. A Bíblia é, repito o livro da vida e das leis
imutáveis da vida. Lembre-se sempre que as leis da vida contêm em si a solução para todos os
problemas humanos! De fato, “a sabedoria é o começo da magia”. O Espírito de Cristo, ou Vida
Inteligente, dentro de nós é a LUZ de cada um de nós. Isso sempre tornará o caminho fácil,
interessante e alegre SE só nós estudarmos e entendermos como usar nosso próprio Poder
Divino, e ENTÃO REALMENTE UTILIZÁ-LO. Uma vez que se tenha formado o hábito de
olhar para a Bíblia para a resposta a todos os problemas, torna-se para aquele como uma
lanterna realizada em uma noite escura. Os próximos passos adiante podem estar em total
escuridão, mas quando você se aproxima da luz que carrega, ilumina o caminho e você sabe
exatamente onde pisar e o que fazer. Seu sentimento é influenciado na direção certa.
É verdade que a Bíblia oculta seus mais profundos segredos em símbolos e parábolas; mas a
Sabedoria está lá para o buscador sincero e consagrado! Talvez o autor tenha razão quando
escreveu: “O verdadeiro artista acha que os materiais para sua arte estão sempre
presentes. Mas aqueles que podem discernir os usos possíveis desses materiais variados, e que
possuem o instinto, intuição e treinamento para colocá-los em seus melhores usos, são sempre
poucos em número. Os materiais dos quais a arte é feita estão sempre presentes; mas o
ARTISTA aparece apenas em intervalos! ”Assim é com a força misteriosa que chamamos de
Vida. Toda pessoa tem isso; mas aqueles que entendem e usam as melhores possibilidades da
vida, e que saem dela, conseqüentemente, seu crescimento mais rico é realmente muito
pequeno em número. Então, vamos colocar neste estudo da Vida nossa energia pessoal mais
nobre.
Pupilo: Parece-me, a julgar pelo que você diz aqui e pelo que você já nos ensinou nessas
lições, que nosso aperfeiçoamento da arte de viver e amar baseia-se no treinamento da mente
e do sentimento até o ponto em que encontraremos tanta alegria e satisfação na autodisciplina
como antigamente encontramos nas auto-indulgências. Estou certo?
Mestre: Sim. Uma vez que alguém tenha ido tão longe no caminho, ele estará então no
último turno e no “caminho que é reto”, o caminho do esplendor que leva diretamente à
consciência UNIÃO COM O PAI! A Bíblia diz que a arte de realmente VIVER e amar a Vida
gira em torno do registro dos pensamentos e sentimentos do homem, suas aspirações,
inspirações e experiências, em sua descoberta do Espírito da Vida como “uma ajuda sempre
presente em angústia”. encontrou seu verdadeiro eu (o eu de Deus ou radiância de Cristo)
dentro, quando ele descobriu as infinitas possibilidades e potencialidades com as quais ele
está para sempre cercado, quando ele vive essas coisas e ama a vida que ele vive se torna o
verdadeiro artista! Então ele usará os MATERIAIS CERTOS, então produzirá os
RESULTADOS DESEJADOS na forma da imagem que ele originalmente concebeu!
Pupilo: Suponha que alguém nunca tenha tido as vantagens do ensino superior, que toda a
sua vida tenha sido comum e restrita, será que alguém seria capaz de entender e aplicar essas
verdades belas e interessantes?
Mestre: Sim, de fato! A posição da pessoa na vida não faz a menor diferença.
Pode ser uma mulher que está tentando cozinhar uma boa refeição no único quarto que ela
tem, em um fogão a gás de um queimador. Pode-se ser um homem que é vendedor de sapatos,
e que passa todo o seu tempo todos os dias tentando satisfazer as mulheres clientes que
insistem em que ele tente encaixar perfeitamente e confortavelmente sapatos delicados nos
pés grandes. Um pode ser um rei ou uma rainha ou um servo ou um pobre. Alto ou baixo,
exaltado ou humilde, o homem é um ser espiritual! Contanto que ele possa pensar que ele
sempre pode mudar os efeitos externos, ou físicos, de acordo com o desejo de seu coração. E os
primeiros passos estão no pensamento e no sentimento!
Pupilo: Quando todo o ambiente é de pobreza, doença ou outras limitações obscuras, como
alguém pode ter pensamentos belos e esperançosos? Não é verdade que o ambiente influencia
os pensamentos e sentimentos da pessoa? Enquanto um é forçado a viver no mesmo ambiente
adverso, não vejo como pode haver muita mudança.
Mestre: Se alguém estivesse perfeitamente satisfeito com um ambiente como o descrito, não
poderia haver ou não haveria nenhuma mudança. Mas se alguém estivesse divinamente
insatisfeito com tais condições, e desejasse muitíssimo alterá-las, isso poderia ser feito a
qualquer momento, tão completamente quanto se desejasse, pelo recurso e uso das Leis da
Vida. Suponha, por exemplo, que você gostaria de uma posição que seja mais agradável, mais
lucrativa, com horários mais curtos, etc. Se você for à procura de tal “trabalho”, comece com a
sensação de ter algo valioso. dar a um empregador, e não sair para ver o quanto você pode
conseguir. Se você der a obtenção seguirá automaticamente. Leve a luz da consciência de Deus
com você, buscando a melhoria de sua posição; e quando você se aproxima de seu empregador,
deixe a luz brilhar. Suponha também que você deseja um melhor casa mais confortável para
se viver. O próprio fato de você desejar essa mudança é PROOF POSITIVO que é para você ter
SE você vai atender aos requisitos. Muitas pessoas tentam trazer a harmonia para um lar,
obtendo um lar maior e melhor, ou mudando de companheiros, mudando-se para outra
comunidade.
Pupilo: Isso ajudaria, não seria?
Mestre: Temporariamente, pode. Mas não suportaria de modo algum. Tentar trazer
felicidade ou liberdade para a vida através de mudanças externas não é sabedoria, não é arte
verdadeira. Tal é o uso indevido dos materiais divinos. A mudança deve ocorrer dentro e
dentro primeiro! Deve ser primeiramente estabelecido em mente, e firmemente entronado ali,
se for para ser diferente de apenas temporariamente efetivo. Enquanto uma tendência de
pensamento permanecer a mesma, o resultado será o mesmo. A LEI DA VIDA É: PARA
MUDAR UM EFEITO A CAUSA DEVE SER MUDADA PRIMEIRAMENTE. CAUSA
LIGA EFEITOS SEGUEM! O PENSAMENTO É A CAUSA; CONDIÇÕES SÃO OS EFEITOS!
Pupilo: O desejo de um ambiente bonito, de saúde e liberdade, de uma bela imagem em
perfeito equilíbrio, vem do Grande Artista que fez toda a Natureza? É Ele que pinta o quadro
ideal dele para nós na tela de nossas mentes individuais?
Mestre: Sim, Deus é Mente, Vida, Inteligência, Poder, Beleza, Amor, Harmonia, etc. Se
alguma destas coisas são desejadas por nós, e elas são, então certamente o Criador de todas
elas deve ter plantado aquela semente-pensamento. na mente. Ele deve ter sussurrado
naquele ouvido mental e no coração espiritual que A VERDADE É SUA! Deus escolheu você
como um instrumento sagrado para manifestar todas as suas belas e maravilhosas qualidades
de vida. É a ORDEM DIVINA e VOCÊ DEVE manifestar essa coisa em particular, aquele
lugar em particular na Vida!

5. Consciência de Deus versus Consciência de Sentido

Pupilo: Então, se nossos desejos verdadeiramente bons são os desejos do próprio Deus
tentando se manifestar em nós e através de nós como indivíduos, de alguma maneira
particular, por que há tantos desajustados na vida? Por que há tão poucos que estão
realmente fazendo o que gostariam de fazer? Por que existem tão poucos vivendo a vida que
eles realmente desejam viver? Por quê? Por quê? Por quê? Certamente Deus pode satisfazer
seus próprios desejos.
Mestre: A menos que TODAS as coisas sejam possíveis a Deus, então nada é possível a
ele. Deus projetou cada ser humano de Si mesmo, cada um de nós possuindo uma mente
individual, com o único propósito de manifestar a Si mesmo e Sua glória através de nós. Em
verdade, a mente do homem é o filho de Deus! O Filho recebeu absoluta liberdade. Cada um
pode sempre fazer da sua vida, pelo menos por um tempo, qualquer coisa que ele possa
escolher. O homem já possui tudo o que Deus tinha para dar a ele! Cada pessoa pode fazer ou
desfazer sua própria imagem, exatamente como deseja. Por natureza, o homem é livre para
extrair da Mente dos Pais Sempre Presente tudo e todas as coisas que ele requer para
satisfazer seus desejos. Se isto não é verdade, então a mais elevada criação de Deus, o homem,
é um mero nada, um algo automático como um relógio que, quando ferido, corre até que
desce. O homem é, no entanto, a própria ideia de Deus em carne. A vida inteligente no homem
é o divino pai do homem! O homem já é perfeito e completo, é feito da mesma essência que o
seu Pai (Deus)!
Há apenas uma razão pela qual todo mortal não manifesta e reproduz a Vida, o Amor e a
Beleza que vemos expelidos em tal radiância e perfeição em toda a Natureza, manifestados na
Natureza até o ponto extremo em que as ações mecânicas e automáticas podem trazê-los. Mas
nós, como indivíduos, temos uma Lei do Ser que é um pouco diferente de um modo do que
governa as outras criaturas que são do mundo que chamamos de Natureza. Para nós que
somos humanos, a única reprodução perfeita de Vida, Amor, Poder e Beleza que podemos
conhecer deve vir da Liberdade. Isso quer dizer que temos liberdade de escolha que é
proporcional àquela do próprio Espírito de Vida Originador. Em outras palavras, como
indivíduos, temos a liberdade de aceitar ou rejeitar o bem ou o mal, exatamente como podemos
escolhê-los. E a escolha que fazemos resulta do estado de nossa consciência. Se somos
conscientes de Deus, somos deuses. Mas se somos apenas conscientes dos sentidos, somos
criaturas da escuridão, da doença, da pobreza, da solidão e de todas as outras coisas
indesejáveis. “Escolhe bem, portanto, a quem servireis!” Consciência de Deus ou consciência
de sentido, qual?
Pupilo: Você nos deu uma "dose" poderosa e iluminadora aqui. Já temos uma lição
inteira. Mas eu ainda não vejo por que a mais elevada criação de Deus, o homem deveria
rejeitar alguma das boas coisas da vida.
Mestre: Se o homem realmente entendeu a Lei do seu próprio Ser, ele nunca deveria rejeitar
as coisas boas. Mas há POUCOS que compreendem totalmente esta Lei, que é uma porta
aberta para a LIBERDADE ABSOLUTA! A maioria das pessoas acredita que a “lei do seu ser”
(propositalmente escrita sem letras maiúsculas) é uma lei de limitação e não uma LEI DE
LIBERDADE ABSOLUTA! O homem “não espera encontrar o ponto de partida do processo
criativo reproduzido em si mesmo; então ele olha para o lado mecânico das coisas para a base
de seu raciocínio sobre a vida.
Consequentemente, seu raciocínio leva-o à conclusão de que a Vida é limitada porque ele
assumiu a limitação como sua premissa; e assim, logicamente, ele não pode escapar dela
(limitação) em sua conclusão ”. Aqui, nesta maravilhosa citação de Troward, você tem TODA
A HISTÓRIA de limitação. Aqui Troward mostra mais claramente que é tudo um assunto de
CONSCIÊNCIA! E assim a tragédia resulta porque o homem em sua densa ignorância
ridiculariza a idéia de TRANSCENDENDO a lei da limitação, esquecendo completamente (se
é que alguma vez a aprendeu) que A LEI pode incluir todas as leis inferiores tão
completamente a ponto de engoli-las completamente!
Pupilo: Pelo que você diz, parece que a única razão do homem para conhecer limitações de
qualquer tipo é a sua própria falta de compreensão. O homem é culpado porque ele não sabe?
Mestre: Nenhum homem é culpado pelo que ele não conhece. Mas certamente todas as
pessoas sofrerão por NÃO UTILIZAR O QUE SABEM! E eles continuarão sofrendo até que,
como crianças pequenas, aprendam com a experiência.
Pupilo: Parece "estranho", para dizer o mínimo, que cada um de nós deve aprender a
encontrar sua vida mais completa a seu próprio modo. Por que Deus não excluiu Sua idéia
(homem) de entender desde o nascimento que a Vida é Alegria, e Alegria é Liberdade, etc.?
Mestre: Por favor, pense por um minuto! Haveria QUALQUER LIBERDADE, QUALQUER
LIBERDADE, nesse tipo de pessoa? Tal indivíduo deve ser um mero autômato sem nenhum
sentido de LIBERDADE! Deus nos livre de que qualquer um de nós, Seus filhos, se tornem
robôs!
Pupilo: Parece-me que a maioria das pessoas acha que a vida é inteiramente feita de uma
rodada constante de atividades prosaicas e caseiras que somos obrigados a seguir: Para a loja,
ou escritório, vamos. Nós trabalhamos e escravo, e vamos para casa novamente, todos
desgastados e irritados. Nós dormimos, talvez, então surgem para repetir tudo de novo por
anos até que na misericórdia de Deus nós morremos. Não pode haver alegria real nesse tipo
de vida; mas para a maioria da humanidade isso é tudo. Ainda assim, isso não é tudo, é?
Mestre: Na verdade, isso não é tudo, nem mesmo para as pessoas mais escuras e mais
limitadas. Por mais obscuro, espiritualmente e materialmente, uma pessoa pode estar, no
fundo de sua alma, há uma convicção de que a Vida mantém seus desejos realizados de
alguma forma, em algum lugar, em algum momento! Ele também sente que SE ELE SABIA
COMO PODERIA ENCONTRAR UM MODO! Alguns acham que a verdadeira alegria da
LIBERDADE só pode vir depois de adiar o corpo na morte. Este não é o caso, no entanto, tudo
o que a vida (Deus) tem para dar é aqui no nosso meio, e agora!
À medida que nós humanos avançamos em conhecimento, seja de estudo ou experiência, ou
ambos, superamos uma lei de limitação após outra ao ENCONTRAR A LEI SUPERIOR E
SUPERIOR da qual todas as leis inferiores são apenas expressões PARCIAIS. Finalmente,
vemos claramente diante de nós, como nosso objetivo final, esta Verdade: "Nada menos que a
PERFEITA LEI DA LIBERDADE - não liberdade sem Lei, que é anarquia - mas LIBERDADE
DE ACORDO COM A LEI!" Quando o homem aprende a Lei por si mesmo Sendo, ele se
especializará em todos os seus caminhos e terá encontrado seu verdadeiro lugar. Assim ele
trará para a FORMA todos os desejos do seu coração; então ele saberá a REAL ARTE DE
VIVER!
Pupilo: Alguém que aprenderá com a Vida, seja por estudo ou experiência, que a Energia
Criativa, com TUDO o que ela tem a oferecer, é uma Qualidade de Vida Responsável, Sempre
Presente? Então, pode-se realmente materializar, realmente trazer à sua forma exterior, seus
desejos mais secretos e sagrados! Essa seria a arte de viver com certeza.
Mestre: A LEI DA VIDA É SEXUAL PARA SEMPRE! Está sempre chamando a você nestas
palavras, ou em outras como elas: “Vinde a mim! Aprenda sobre mim! Através de mim todas
as coisas são possíveis para você, porque nós, você e eu, somos eternamente um! Eu sou
vida! Eu sou criativo; Eu sou sempre responsivo aos pensamentos e emoções com os quais
estou impressionado por você! Eu estou MENTE! A lei da mente é minha lei! Porque isso é
verdade, é verdade também que "COMO VOCÊ PENSA NO SEU CORAÇÃO, VOCÊ
TAMBÉM!" Pensar DÁ FORMA à Vida Formada pela ONU! ”
Pupilo: Isso é esplêndido! Mas, novamente, está ficando “pesado”. Podemos ter outra
ilustração pessoal da adaptação desse princípio à vida cotidiana como as pessoas o
vivenciam? Isso ajudará, tenho certeza.
Mestre: Tudo bem; Fico sempre feliz em atender a essas solicitações, se elas realmente
ajudarem você. Certa vez conheci um dentista, um ótimo dentista e um bom homem. Ele me
confidenciou um dia que a música era sua própria vida, e não a odontologia prosaica. Ele disse
que estava cansado de estar “na boca o tempo todo”.
"Então", perguntei, "você sente que não está no lugar certo?"
“Eu sei que não sou!” Ele respondeu.
"Só porque você não está no seu groove certo?" Eu perguntei.
“Porque a música não me renderá dinheiro suficiente para manter minha família em algo
como conforto moderado. Eu sinto que o casamento e a família estão entre as mais profundas
alegrias da vida e as maiores bênçãos. Mas a música é como política; é preciso ter muita
'puxada' para entrar nos poucos lugares que realmente pagarão por um bom violinista ”.
"Você tem certeza disso?", Perguntei.
"Sim, completamente!"
"Bem, Sr. Dentista", eu disse, "eu conheço um Deus que é todo-inteligente, todo-poderoso,
sempre presente, sempre responsivo e criativo para sempre! Ele também é o Maior dos
Mestres Artistas, o Real Maestro! Ele vive para sempre no fundo de sua própria alma. Se você
vai tentar entrar nele, se você estabelecer harmonia lá, e vai conhecer e entender a beleza que
a sua música deve expressar lá, e se você vai se contentar apenas com a perfeição lá e na sua
música, eu sei que você pode e colherá toda a recompensa que qualquer um pode desejar na
música, assim como em qualquer outra profissão, arte ou negócio. ”
"Suas palavras fazem com que minhas esperanças disparem", disse ele. "Mas como alguém
pode gostar de mim, alguém que sabe muito pouco sobre Deus, entrar em contato com ele?"
“Vá para dentro de você! Percorra, ou abaixo, as experiências passadas confusas,
desconcertantes e desanimadoras. Viva totalmente e aproveite apenas o lado harmonioso de
sua natureza, que é sábio, belo e poderoso em todos os sentidos. Então pratique, pratique,
pratique colocando essa Beleza e Harmonia INNER em vibração através das cordas do seu
violino. ”
"Mas estou velho demais para aceitar isso agora."
"De modo nenhum! Amando música como você, você manteve sua prática, não é? Então tente o
que eu te disse! Experimente com fé e amor em seu coração. Mantenha-os lá com uma
determinação e orgulho que simplesmente não se renderão ”.
O dentista continuou a encontrar desculpas, muitas delas, como muitas pessoas,
tragicamente. Ele não teve tempo nem teve vontade depois de longos e difíceis dias no
escritório. Ele deveria ter que dar algum tempo para sua família, deve ter alguma recreação,
etc., etc. Mas eu não o ouvi. Eu continuei cantando brilhantes notas para ele, tentando-o a se
esforçar, inspirando-o com coragem. Quando ele parou de encontrar desculpas e pareceu
realmente interessado, ele pediu o método exato a ser usado. Eu disse a ele os seguintes
passos:
(1) Primeiro, ele deve decidir completamente que seu amor pela música, sua profunda paixão
pela expressão da harmonia não foi um acidente; ele deve saber que não foi nada menos que o
próprio Deus persistentemente, implacavelmente implorando por expressão através dele.
(2) Ele deve ir cuidadosamente e recitar para si mesmo a oração do Senhor, silenciosamente,
mas com muito amor e sentimento, não menos que duas vezes por dia, todas as noites ao se
aposentar e todas as manhãs quando ele acorda pela primeira vez.
(3) Ele deve VISUALIZAR-se fielmente tocando, tocando, tocando, com alegria,
harmoniosamente, entusiasticamente tocando para o público grande e mais apreciativo,
recebendo verificações realmente bonitas para seus shows, etc.
(4) Após seus períodos de visualização, ele deveria usar fielmente alguma afirmação que lhe
atraísse, que fortaleceria sua fé quando ela cedesse, que alimentaria sua alta determinação,
que alimentaria seu desejo ardente de uma chama sagrada.
(5) Ele deve praticar, praticar, PRATICAR sua música, esforçando-se sempre com todo o seu
coração e alma para fazer muito melhor com cada entrega do que ele já tinha feito antes.
Em menos de um ano, o dentista se tornou o músico! Ele estava fazendo mais de seus
concertos de "caldeira de panela" do que ele já tinha feito em odontologia. Dentro de outro
semestre, ele começou uma turnê nacional de concertos que, em poucos meses, rendeu-lhe o
suficiente para ir à Europa para um estudo adicional por dois anos, e para ter sua família com
ele por lá. Desde então, ele não fez nada profissionalmente, mas toca seu violino. Ele, é claro,
não acumulou uma grande fortuna, mas ele e seus entes queridos têm todas as coisas boas da
vida que desejam, e isso, combinado com um senso duradouro de felicidade, constitui a
VERDADEIRA RIQUEZA para qualquer pessoa!
Pupilo: Esse mesmo plano se aplica a todos e aos mesmos passos?
Mestre: OS MESMOS PRINCÍPIOS se aplicam a todos! O plano exato e as etapas que levam
ao seu cumprimento variarão um pouco, é claro, em cada caso específico. Mas não importa
qual seja o seu grande desejo, o desejo mais querido do seu pai por você é o cumprimento
absoluto desse desejo por você, por você em parceria com Ele! Ele sempre espera dar-lhe todas
as coisas boas! TODO O PROPÓSITO de ter criado você foi que ele poderia expressar-se
através de você! ISTO É EXATAMENTE POR QUE ELE CRIE INDIVÍDUOS, E ISTO É
PORQUE ELE ESTÁ VIVENDO NOS E PELOS! Se quisermos ter algum de seus
PRESENTES COMO NOSSA MUITO PRÓPRIA, precisamos SOMENTE DESPERTAR
NOSSA CONSCIÊNCIA CAÍDA A ESTA CRENÇA e, EM SEGUIDA, TRABALHAR EM
ALEGRIA E EXPECTATIVA EM RELAÇÃO À VISÃO BONITA QUE TEMOS EM VISTA!

6. Intimidade pessoal com Deus

Pupilo: Por favor, diga-me uma maneira definitiva de se aproximar de Deus, para empurrar
o pouco amor e compreensão que eu tenho mais para o Grande Ser Único até que minha visão
limitada esteja completamente absorvida no Ilimitado. Você vai fazer isso só para mim?
Mestre: Com prazer. Como este é o seu próprio livro, você pode tomar todo o tempo que
precisar e, a intervalos que quiser, para estudá-lo, estudá-lo ainda mais e praticá-lo até que
realmente o domine e o torne um parte de você mesmo. A melhor maneira de sublimar
completamente o seu eu humano, o seu eu sensorial com todas as suas limitações, no
INFINITO, é estabelecer dentro de si uma INTIMIDADE PESSOAL COM DEUS!
Pupilo: Mas isso pode ser feito? Você quer dizer que podemos estar em termos de intimidade
pessoal com Deus, como com um amigo ou outro ente querido? Tal coisa parece boa demais
para ser verdade, estranha demais e misteriosa para se acreditar.
Mestre: Sim, isso pode ser feito. Na verdade, isso é feito em cada um de nós em todos os
momentos, estejam ou não conscientes disso. Lembre-se sempre de que cada um de nós foi
criado e feito do mesmo material que a Vida Criativa, Inteligente e Sempre Presente. Cada
um de nós foi formado a partir de si mesmo; e cada um de nós é ele mesmo em uma forma
física. Sendo assim, segue-se automaticamente que cada um de nós está sempre em uma
INTIMIDADE MAIS PESSOAL com Deus! Deus é nosso Criador, nossa própria vida, nosso
corpo, nossos pensamentos, nossos desejos, nosso tudo!
Pupilo: Então, por que há algum problema neste mundo? Por que não é o destino de cada
pessoa paz, alegria e perfeição em todos os momentos?
Mestre: Essa pergunta eu respondi várias vezes, de uma forma ou de outra. Mas, mais uma
vez, deixe-me dizer que tudo depende da CONSCIÊNCIA de cada indivíduo. Nossos
pensamentos nos fazem o que somos! Toda a forma de nossas vidas e do que chamamos de
“condições” tomam sua forma do nosso pensamento e sentimento mais habituais! Nunca perca
de vista esse fato extraordinariamente importante. O Poder Criador Originador é UNformado
em relação à sua vida individual ATÉ QUE FLUBE ATRAVÉS DO SEU PENSAMENTO! É
através da CONSCIÊNCIA CONSTANTE da verdade que Deus é sempre residente dentro de
nós, está sempre fluindo através de nós como pensamento, que somos retirados dos velhos e
limitados hábitos de julgar tudo, desde aparências externas, ou de consciência sensorial. só.
Pupilo: Mas eu ainda não vejo como essa consciência vai mudar toda a vida das trevas para
a luz. Apenas como vai fazer isso?
Mestre: Se você está CONSTANTEMENTE CIENTE do fato de que VOCÊ REALMENTE É
DEUS em miniatura, que você está sempre em termos de intimidade pessoal com Ele, como
com você mesmo, então você não pensará mais em pensamentos que são diferentes dele. Você
não pensará em pensamentos de limitação de qualquer natureza; você não julgará nada nem
ninguém do ponto de vista da consciência dos sentidos. E quando você mudou seus
Pensamentos e Sentimentos ao ponto em que você está PENSANDO HABITUALMENTE
APENAS DO LADO ESPIRITUAL DAS COISAS, você descobrirá que, para realmente
SABER, DEUS É SER DEUS! Então, de fato, você está em constante intimidade pessoal com
Deus; e você deixará para trás os pântanos tristes do fracasso, falta, doença, solidão e
desespero. Você emergirá e permanecerá em segurança nos PASTOS VERDES do
cumprimento de todos os seus desejos preciosos!
Persistir, persistir e mais uma vez persistir, em seu constante reconhecimento da Verdade de
que o propósito real do Divino em ter projetado você para ser a partir de seu próprio peito era
isso e isso SOMENTE: Que poderia FLUIR CONTINUAMENTE POR VOCÊ COMO
CONSCIÊNCIA, e que pode sempre ESPECIALIZAR EM VOCÊ COMO SAÚDE, RIQUEZA,
PAZ E ALEGRIA! Através dessa percepção, você eleva seu pensamento e sentimento acima
das limitações, e esta é a solução para todo problema. Sim, através do portão radiante da
INTIMIDADE PESSOAL COM DEUS, entramos em um NOVO MUNDO no qual TODOS É
VIDA E LIBERDADE! Verdadeiramente Deus é um EVERPRESENTO EM TODO O LUGAR,
PODER AMOR, RESPONSIVO, CRIATIVO!
Pupilo: Como você freqüentemente nos encoraja a usar a Bíblia como padrão e como tomar
banho, você pode nos indicar um lugar na Bíblia em que nos é dado um meio de estabelecer
essa intimidade pessoal consciente com Deus?
Mestre: Certamente. A Bíblia está repleta de ilustrações desse mesmo princípio. Por
exemplo, vamos nos voltar para São Mateus, capítulo 22, versículos 36, 37, 38, 39 e 40; e
observe o que Jesus, o Maior de todos os Grandes Professores, diz lá. Vamos estudar e
analisar com cuidado. Aqui está:
(a) Versículo 36: “Mestre, qual é o GRANDE MANDAMENTO na Lei?” Esta questão, pedida a
Jesus pelo advogado, era de vital importância; e na resposta que Jesus deu é a CHAVE
DOURADA que milhões desejam. Observe a resposta abaixo:
(b) Versículos 37 e 38: “Jesus disse-lhe: 'Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração e
com toda a tua alma e com toda a tua mente! ESTE É O PRIMEIRO E O GRANDE
mandamento. ”Gentilmente observe com muito cuidado, e reflita profundamente, OS TRÊS
passos que estão unidos em UM através de Seu uso da palavra“ AMOR ”. O coração, a alma e
a mente constituem TODO o SER ESPIRITUAL ! Por isso, se realmente amamos a Deus com
todo o nosso coração, alma e mente, estamos de fato amando-o com TODO NOSSO TODO! Isso
não é verdade? Realmente é! Aqui, então, temos o próprio caminho de Jesus, seu próprio
método, de estabelecer em si mesmo INTIMIDADE PESSOAL COM DEUS!
(c) Os versos 39 e 40 dizem assim: “E o segundo (mandamento) é semelhante a ele (como o
primeiro) AMARás Teu próximo como a ti mesmo! Nesses DOIS mandamentos pendem TODA
A LEI e os profetas ”. Por favor, observe aqui a tremenda importância que Jesus coloca em
amar nossos vizinhos como nós mesmos amamos a nós mesmos. Há muitos que prestam
homenagem a essa injunção divina e que professam que realmente amam seus vizinhos como
a si mesmos. Mas quando se trata do teste crucial de dividir suas posses no amor com um
vizinho menos afortunado, ou de chegar a qualquer "problema" para ele, seus protestos de
amor pelos vizinhos são muitas vezes considerados meras palavras. , raso e vazio e vão. Então
lembre-se disto: em palavras SEM ATRIBUIÇÕES PARA APOIÁ-LOS, NÃO HÁ NENHUMA
VIRTUDE! É um fato que nossos vizinhos (cada um deles) são tão preciosos aos olhos de Deus
como nós somos; na verdade, nossos vizinhos são parte integrante de nós mesmos, em outras
formas. É um fato também que não podemos realmente amar a Deus a menos que amemos
nosso próximo; e ainda é uma VERDADE ainda maior que, se amarmos o próximo como
amamos a nós mesmos, estamos amando a Deus. Deus é um! No entanto, a maioria de nós
comete o erro trágico de pensar que Deus é muitos, que nosso próximo é uma pessoa e nós
outro, etc. A REALIDADE DIVINA, no entanto, é que TODAS AS PESSOAS (sim, cada uma
das milhões e milhões na terra) são UM CORPO UNIFICADO PARA SEMPRE EM
DEUS! Sendo assim, é impossível para nós ajudarmos um vizinho (quem é o nosso eu) sem
também nos ajudarmos. Nem podemos criticar condenar ou ferir um vizinho (quem é o nosso
ego) sem nos fazer mais mal do que se faz ao próximo. Na INTIMIDADE PESSOAL COM
DEUS não há, na realidade, “vizinho” e “eu”, como duas pessoas, separadas e afastadas umas
das outras; em vez disso, cada um de nós é também todas as outras pessoas, e todas as outras
pessoas são nós mesmos! Quando os habitantes da terra aprenderem esta lição
importantíssima que Jesus ensinou, e quando todas as pessoas forem obedientes a esta Lei,
então teremos o Milênio aqui no meio de nós - então todos seremos verdadeiros anjos do
ÚNICO CORPO DIVINO!
Pupilo: Esta é uma ilustração mais bonita e poderosa. Além de estudar sobre isso e pensar
sobre o que mais devemos fazer sobre isso?
Mestre: O mais importante de tudo é PRATICAR, VIVER! Caso contrário, não há nenhuma
virtude nisso. Se você puder aceitar estas palavras de Jesus como verdade, então alie-se com
elas em seu pensamento, sentimentos e ações, então todo o seu ser será alimentado com
MANNA espiritual. Você receberá constantes sugestões do Espírito sobre os métodos mais
saudáveis e frutíferos de viver sua própria vida pessoal na VERDADEIRA UNIDADE COM
DEUS.
Pupilo: E isso não irá desenvolver ainda mais em nós aquele grande essencial ao qual você
deu tamanha importância na Lição Número Um, a saber, uma boa disposição?
Mestre: Realmente será! E nenhuma idade em toda a história precisou aprender mais e
praticar essa grande lição de crescimento, desenvolvimento e verdadeiro enriquecimento do
que as pessoas de hoje. Muitos lêem a verdade; poucos assimilam isso! Muitos ouvem a
verdade; poucos prestam atenção! Muitos conhecem a verdade; ALGUNS FAÇA! É
exatamente por isso que existe um verdadeiro Mestre apenas em intervalos longos e raros. O
preço do MASTERY é realmente fácil; mas é muito contrário à consciência sensorial (da qual
todo o egoísmo nasce) que POUCOS têm a coragem, a fé e a resistência espiritual, e o AMOR,
para experimentá-lo seriamente ou para se ater a isso através da confusão exterior. até que
tenha sido provado!
Pupilo: Existe algum outro método que você possa imaginar para nos ajudar a entender
melhor essa Grande Lei? Há algum atalho? No estudo quero dizer, não na prática disso?
Mestre: Sim, existem atalhos dos quais uma pessoa verdadeiramente atenta e inteligente
pode achar que esta Lei realmente se cumpre em bela harmonia, e da qual nós humanos
podemos aprender muito, se quisermos. Talvez o maior desses atalhos para ILUMINAÇÃO
seja o mais amplamente distribuído, e ao qual cada última alma tenha acesso de uma forma
ou de outra, e com pouquíssimos “problemas”, se eles desejam sinceramente procurá-la. Quero
dizer NATUREZA, claro. TODA a Natureza mostra a GLÓRIA DA VIDA NA INTIMIDADE
PESSOAL CONSTANTE COM DEUS!
A título de exemplo do que quero dizer, vamos estudar brevemente as quatro estações do ano e
a reação da Natureza a cada uma delas. A primavera em toda a natureza é o período da
imortalidade expressa de novo, e em maravilhoso esplendor! É a estação de brotação, de
floração, de acasalamento, de geração e de regeneração, todas as quais estão entre as mais
sagradas das funções da natureza. E marque bem como todos os filhos de Dame Nature são
sempre OBEDIENTES ao impulso da Primavera, ao sublime canto do Espírito! Somente os
homens são rebeldes aos sagrados mandamentos do Espírito; e parece bastante óbvio que
apenas homens pecam. Quanto tempo levará até nós, humanos, despertarmos para a
VERDADEIRA GLÓRIA que é NOSSO DIVINO NASCIMENTO?
No reino da natureza, o verão é a época em que os frutos são formados, desenvolvidos e
amadurecidos no cumprimento da Lei do Espírito. É a estação em que as sementes são
formadas dentro dos frutos, de modo que, com o advento de outra primavera, toda a Natureza
possa obedecer novamente à grande injunção encontrada tantas vezes no relato da Criação em
Gênesis, a saber; "Frutificai e multiplicai-vos e enchai a face da terra com frutos."
Com o outono vem a COLHEITA PRECIOSA, a época em que a PROMESSA radiante que foi
dada na primavera é CUMPRIDA NA FORMA, assim como toda promessa do Espírito para os
EUA certamente se manifestará em forma em nossas vidas, e com uma colheita abundante.
SE TODOS os humanos aprenderem a OBEDECER ao Espírito sem questionar, assim como
os justos filhos da natureza, e cessar nossa rebelião tola que é a única fonte de todas as nossas
aflições!
Em seguida, segue o inverno e Nature RESTS de seus trabalhos da primavera, verão e outono,
assim como também devemos ter nossos períodos de descanso. Mas o inverno positivamente
NÃO é o envelhecimento, a decadência ou a morte, nem a natureza. É a temporada de
descanso, só de sono. Mas se você quiser pensar que o inverno é o símbolo da “morte”, como
algumas pessoas insistem em fazer, eu vou concordar com você por um minuto apenas com o
propósito de apontar a Falta da morte, ou a crença na morte, como claramente revelado pela
natureza. No inverno, a Natureza APARECE morta. MAS ESTÁ MORTO? De jeito
nenhum! Com os primeiros dias quentes da primavera, a VIDA, que tem sido simplesmente
SOMNOLENT na natureza, (mas que NÃO pereceu porque NÃO pode perecer, nem nunca)
RESPONDA novamente! Os botões, animados de novo pela vitalidade do Espírito, incham e
explodem; e as folhas e as flores que foram ESCONDIDAS da vista (mas HÁ, no entanto) vêm
harmoniosamente, alegremente adiante em sua beleza e glória para expressar a
IMORTALIDADE! Assim como a natureza, o homem também pode fazer, se ele apenas o
fizer. SE VOCÊ SABERIA VERDADEIRA ILUMINAÇÃO, e o PODER e a GLÓRIA que
nasceram disto, VAMOS À NATUREZA! ESTUDE SEUS CAMINHOS E SEJA
SÁBIO! ESTUDE SEUS CAMINHOS E VIVA REALMENTE!

7. Individualidade

(Qual é a verdade sobre o indivíduo e sua individualidade?)


Mestre: Você já pensou sobre a questão de COMO você veio a existir? Você está convencido
de que havia, e existe, um PROPÓSITO DEFINIDO na Mente Divina para explicar sua
existência aqui na terra? Ou você acha que cria o propósito de sua vida para si mesmo,
independentemente de todos os outros fatores, depois de vir a este mundo?
Pupilo: Você faz perguntas que eu mal sei como responder. Essas questões talvez tenham
sido de interesse leve e breve para mim no passado; mas nunca lhes dei nenhum pensamento
real. Deixei minha mente vagar com relação a esses pontos. Uma vez eu pensaria que a Mente
Criativa dos Pais tem um propósito definido em meu ser aqui, e que isso sendo assim não há
nenhum uso em minha tentativa de mudar as coisas. Mas então me ocorreria que essa
concepção das coisas significaria o “pré-destino” dos fundamentalistas. Então, eu mudaria de
ideia e decidi que precisava de alguma ajuda para determinar meu progresso mental e
espiritual. Isto está certo?
Mestre: De fato você tem uma mão no seu autodesenvolvimento. Você tem uma PARTE
MUITO GRANDE! A vida que é você como um indivíduo veio diretamente do Grande Todo da
Vida Inteligente (Deus), de seu próprio sagrado centro do coração. Sua própria vida é o DOM
do SEU PRÓPRIO EU PARA O ESPÍRITO! Em segundo lugar, o Divino DID tem um
propósito específico em tê-lo feito: Que ele possa ter uma NOVA FORMA, um novo centro,
através do qual ele possa operar como PENSAMENTO e SENTIMENTO, e através do qual ele
possa se apreciar ainda mais em um particular. caminho. Este também é o DOM do SEU
PRÓPRIO EU! MAS a maneira pela qual você, como indivíduo, usa esses DONS SANTOS fica
inteiramente em suas mãos, sem a interferência do Espírito. Você recebeu outros boons
sagrados; você recebeu INICIATIVA e SELEÇÃO; você recebeu absoluta LIBERDADE DE
ESCOLHA!
Pupilo: Mas não nos são dados certos desejos divinos, ou desejos em todas as fases de nossas
vidas que nos ajudarão a saber o caminho certo a seguir? Não nos são dados certos desejos,
impulsos ou estímulos?
Mestre: Certamente. E a menos que se siga esses impulsos divinos, nunca se está realmente
satisfeito, se está sempre inquieto, sempre sente que falta algum essencial, que o seu lugar
certo lhe escapa. Sua própria individualidade é um COMPLEMENTO EXATO do Grande
Todo, é uma ação especializada de toda a Vida. A única diferença na Vida, no Amor, na Beleza
ou no Poder do Universal (Deus) e do indivíduo (homem), expressos através do Universal e do
indivíduo, é uma diferença na ESCALA. A QUALIDADE DOS DOIS (que na realidade são
apenas UM) É EXATAMENTE O MESMO!
O mesmo Criador que criou e dirige o universo inteiro também fez e irá direcioná-lo, se você
permitir que Ele faça isso, porque ELE MESMO VIVE EM VOCÊ como a Vida de você. Seu
Poder Criativo infinito e Amor Inteligente são os MESMOS EM VOCÊ que estão em todas as
outras coisas criadas. Portanto, não é apenas o sentimento de dizer e sentir e saber, como fez
Jesus: 'O PAI (DEUS) E EU SOMOS UM! O PAI EM MIM, ELE FAZ O TRABALHO! ”Se ao
menos desenvolvêssemos um reconhecimento constante desta Verdade tão profunda, então
teríamos realmente um sentido permanente de LIBERDADE, de LIBERDADE EM UNIÃO,
de LIBERDADE NA UNIÃO CONSCIENTE COM TODA A VIDA. ! Esta não é apenas uma
rapsódia inativa, mas bela; é um simples, mas mais poderoso e esclarecedor, DECLARAÇÃO
DE FATO!
Pupilo: Estou certo, então, em acreditar que se eu pudesse realmente pensar em uma
convicção inabalável de que Deus está sempre presente em mim, e que TODO o Seu Poder
Criativo é MEU tirar de minha própria vontade e prazer, eu poderia realizar QUALQUER
COISA E TUDO que eu possa desejar, e PODERIA SER e TER o que eu desejasse?
Mestre: Sim você está certo. O Poder Criativo de Deus em nós está deformado em relação ao
que podemos desejar realizar até que nós mesmos lhe demos uma direção definida com nosso
pensamento e sentimento. É SEMPRE RESPONSIVO, lembre-se, de todos e quaisquer de
nossos pensamentos e sentimentos. Sendo estas coisas verdadeiras, e elas são verdadeiras,
qualquer pessoa pode ser, fazer e ter tudo o que se pode desejar, se, naturalmente, uma
trabalha ativamente em uma direção correspondente. É a lógica, é o evangelho mais puro, que
não há outro caminho a não ser aquele que o verdadeiro propósito da vida em nós é estar
sempre buscando expressar-se através de nós como a LIBERDADE! Lembre-se sempre, peço-
lhe, que nossos pensamentos e sentimentos se tornam coisas, e que eles determinam a forma
que a substância informe do Espírito assume em sua expressão viva em nossas vidas
individuais. É, como diz Troward, como a água que flui através de um tubo; a água assume
sempre a forma e o tamanho do tubo através do qual é enviada. É como a eletricidade
aproveitada que sempre se manifesta em correspondência exata com o tipo de instrumento
através do qual ela passa enquanto funciona. Na lâmpada, a eletricidade realmente se
acende; na campainha toca a campainha; na geladeira gera frio; no fogão, torna-se calor. É a
mesma eletricidade, o mesmo poder, em todos os casos; e o instrumento pelo qual ele passa
determina o que é o Poder e o que ele faz! Uma vez que uma pessoa compreenda
verdadeiramente o real significado dos Princípios do Espírito, então, nos damos conta de que
nós, como indivíduos, somos realmente enviados do próprio Coração de Deus para nos
tornarmos novos e perfeitos centros através dos quais ele possa operar. ALEGRIA,
Isto e isto somente, é a vontade de Deus para nós! Sim, a missão exaltada de cada um de nós é
que podemos ser novos instrumentos para a EXPRESSÃO DIVINA. Se quisermos nos tornar
isso, e faremos o necessário esforço mental e físico para realizar essa verdade, então
saberemos que estamos preenchendo nosso lugar certo na vida. Nós experimentaremos a
verdadeira e duradoura felicidade, pois estaremos fazendo as coisas que mais gostamos de
fazer. Haverá um senso de crescimento sempre presente em nossas vidas também. Apenas um
número muito pequeno de indivíduos alcançou essa altura empyrean na consciência enquanto
estava no plano da Terra; AINDA É POSSÍVEL A TODOS. Porque tão poucos atingem esse
nível exaltado, a maioria das pessoas tem a menor existência, uma que está cheia de
problemas aparentemente contínuos e desconcertantes de um tipo ou outro.
Pupilo: Parece-me que há muito mais pessoas que estão infelizes aqui do que felizes. Muitos
dos meus amigos pessoais sentem-se desajustados na vida, não acho que conheço nem mesmo
uma pessoa, inclusive eu, que seja perfeitamente feliz. Se alguém tem saúde, como alguns
fazem, então esse alguém pode ter problemas financeiros. Se eles não têm preocupações
financeiras, e não há problemas físicos reais, então eles têm discórdia familiar. E assim vai
até que alguém se pergunta se existe uma felicidade completa nesta fase da existência.
Mestre: Você está certo; e a verdadeira razão para todo esse desassossego é esta: esses
indivíduos não reconheceram que seus pensamentos e sentimentos são os únicos instrumentos
pelos quais a energia criativa pode se manifestar em suas vidas. Não adianta culpar a
Providência, ou outras pessoas, pelos seus problemas. Não importa que forma as condições
caóticas tomem em sua vida VOCÊ SÓ É RESPONSÁVEL POR ELES; e VOCÊ PODE
RECONHECER-LOS através do uso de seu contato insustentável com Deus. Uma vez que se
aprende através do estudo e da prática, ou através da experiência, PARA PERMITIR A
VONTADE DE DEUS (que é sempre BOM) TER UMA AÇÃO LIVRE EM E ATRAVÉS DELE,
TODA A BONDAGEM ÀS CONDIÇÕES TERMINARÁ!
Pupilo: Correndo o risco de parecer aborrecido, posso perguntar de novo como isso pode ser
feito por cada um de nós?
Mestre: Eu lhe dei a resposta várias vezes neste livro; mas vale a pena repetir de forma um
pouco diferente, pois é um item TODO IMPORTANTE. Aqui está a resposta mais uma vez:
(1) Mentalmente, vá fundo dentro do seu íntimo, seu próprio Divino íntimo, e pergunte a si
mesmo: “O que Deus realmente significa para mim?” “Como deve ser a Divina Natureza em
mim?”
(2) Depois de formar uma conclusão definitiva e positiva sobre esses pontos, tente reproduzir
esse mesmo sentimento durante todo o seu ser. Continue tentando, e você conseguirá fazê-
lo. Vale a pena o esforço necessário, um milhão de vezes.
(3) NÃO se deixe desencorajar com esta prática se você não obtiver resultados
imediatos. Lembre-se sempre que Troward diz “é a intenção que conta; é a intenção que
registra no disco reprodutivo da Vida Criativa ”.
(4) Outra ajuda poderosa, pelo menos para mim pessoalmente, é usar diligentemente essa
afirmação de Troward que começa: "Minha mente É um centro de operação Divina", etc. (Veja
"Seu Poder Invisível", ou "Dore Lectures" de Troward) ”). O Pai Nosso também é um excelente
auxílio, como escrevi repetidamente aqui.
(5) Tente, tente, tente com todo o seu propósito concentrado de VIVER HOURMENTE no
SENTIMENTO da afirmação ou da oração. NÃO se deixe escorregar e cair por indulgência no
que pode chamar de “impaciência justificável”, pois não existe tal coisa. A raiva, o ciúme, o
medo e todas as coisas semelhantes farão com que você escorregue também, pois essas coisas
são diferentes da sua ideia de Deus ou do pensamento de Deus.
Pupilo: Essa é uma tarefa muito difícil!
Mestre: Não quando você percebe constantemente que é a intenção que conta. Quanto mais
você mantiver sua intenção correta, menos freqüentemente você escorregará em sua prática
desses princípios; e logo toda a sua vida terá sido alterada até que seja como a sua própria
concepção de Deus.
Pupilo: Muitas pessoas que parecem ter uma boa idéia da Ciência Cristã, Ciência Divina,
Unidade, etc., se esforçam muito para obter mais dinheiro, melhor saúde, maior posição
social. No entanto, eles não parecem chegar longe. Por quê?
Mestre: Quer estejam ou não conscientes disso, estão olhando para o exterior como a fonte da
qual essas coisas devem vir para eles. Mas a ORIGEM DE TODAS AS BOAS COISAS ESTÁ
DENTRO! Tudo de bom está dentro de seu próprio fluxo de vida; e isso DEVE SER
RECONHECIDO! Nosso reconhecimento do DENTRO, do Espiritual, como a VERDADEIRA
FONTE de todas as coisas boas, OS DAR FORMA no EXTERIOR ou no mundo físico em que
vivemos. Uma vez que o contato é feito dentro e fielmente mantido, as coisas acontecerão
AUTOMATICAMENTE no exterior. Todo o segredo é este: temos que saber exatamente quem
somos, o que somos e por que somos! Sabendo disso, nosso contato com a FONTE DE TODOS
OS BONS nunca é interrompido. É nossa tarefa cuidar das coisas INTERNAS; e se o fizermos,
as coisas externas DEVERÁ CUIDAR DE ELAS. ENTÃO, AVANÇARemos E APENAS,
FELIZMENTE, HARMONIAMENTE,

8. Ponteiros Pessoais no Sucesso

Mestre: Ninguém nunca desliza para o sucesso real sem esforço pessoal. É preciso que todos
tenham que alcançar um sucesso real e sustentá-lo: mas pela mesma lei, cada pessoa TOMA
TUDO O QUE TOMA! Se estivermos dispostos a buscar realizações e usar todas as nossas
faculdades para esse fim, então o sucesso constante e sem reservas é certamente nosso. Já foi
dito que Napoleão nunca errou em uma vitória. Ele sempre ganhou suas batalhas em sua
mente antes de vencê-los no campo. Isto é exatamente o que toda pessoa bem sucedida faz!
Pupilo: Qual é o primeiro passo no caminho para o sucesso?
Mestre: O primeiro passo é decidir definitivamente e positivamente qual a forma de sucesso
que você quer. Henry Ford, por exemplo, desejava, com todo seu coração e alma, tornar
MELHORES AUTOMÓVEIS MAIS BARATOS, carros que estavam ao alcance financeiro de
todas as pessoas. Thomas A. Edison queria fornecer vários aparelhos elétricos eficientes a
preços moderados para a conveniência e conforto do mundo. Jesus, o Cristo, tinha um desejo
notável sempre presente em Sua consciência: MOSTRAR O CAMINHO para que cada ser
humano encontre o Princípio Pai dentro de si mesmo, para mostrar tudo como encontrar e
conhecer e confiar naquele Poder Divino Infinito que realmente o fará. FAZER, proteja tudo,
guie tudo, providencie para todos. Cada um desses homens tinha um desejo divino que ardia
dentro dele, uma paixão que tudo consome para fazer uma coisa melhor do que se poderia ter
feito antes.
Pupilo: Se alguém não sabe exatamente que linha de esforço buscar, o que é bom procurar ao
determinar o que é melhor fazer?
Mestre: Aqui está outro essencial mais importante para o sucesso; isso lhe dará sua
sugestão. Quanto mais boa pessoa uma pessoa pode fazer pelos outros com seu produto, sua
vida, seu trabalho ou o que quer que seja, o SUCESSO MAIOR terá essa pessoa! Ninguém
jamais obteve êxito em grande escala, cujo motivo dominante era apenas o ganho pessoal. Se
alguém realmente ajuda os outros, muitos outros, a viver vidas mais felizes, melhores e mais
bem-sucedidas, é preciso dar pouca atenção ao ganho que acompanhará o sucesso; porque, se
alguém faz isso, o ganho para si mesmo não pode ser negado. O motivo principal de alcançar o
sucesso não é ver o quanto ele pode se ajudar, mas ver até que ponto ele pode ajudar muitos
outros.
Pupilo: Estas duas etapas são muito úteis para mim. Mas antes de tomar outras medidas,
posso perguntar quais são as dificuldades que eu mais deveria procurar quando começo a
andar pela estrada?
Mestre: Aqui estão duas das armadilhas mais comuns, eu acho:
(1) Nunca o sucesso vem e nunca virá a qualquer pessoa que simplesmente deseje isso. Mero
desejo é ocioso e totalmente impotente, a menos que o desejo seja grande o suficiente para
INSPIRAR UM A UMA AÇÃO IMEDIATA. Sim, ação, não desejos, é a grande coisa.
(2) Manter sua mente centrada no grande sucesso que você “será” NUNCA fará com que isso
aconteça. Você deve saber bem-sucedido agora. Contanto que se considere o sucesso como uma
aquisição FUTURA, o sucesso será adiado, mas a sua realização permanecerá sempre
FUTURA. Desde o início, é preciso aprender a fazer backup do pensamento com o sentimento,
a absoluta convicção de que eu sou sucesso agora!
Pupilo: Eles são esplêndidos também. Agora estou pronto para outro passo em frente.
Mestre: Uma vez que você está firmemente decidido a fazer um negócio de adquirir o
verdadeiro sucesso de acordo com as Leis imutáveis da Vida, você deve lançar toda a sua
energia em tornar sua mente um centro apenas para pensamentos positivos, apenas para
pensamentos construtivos. Você é deliberadamente cuidadoso com as palavras que usa. Você é
deliberadamente cuidadoso com sua reação mental às palavras que pode ouvir. Por exemplo,
se você ouvir pessoas falando sobre um tornado, você não deve deixar que seus pensamentos
permaneçam sobre a destruição, mas sim sobre um tremendo poder usado
POSITIVELMENTE. Se você ouvir pessoas falando sobre doenças, você deve saber
internamente que, embora a doença seja um resultado natural de leis naturais desfeitas, ela
não é necessariamente má, e que na Vida como Vida Tudo é bom e perfeito. Em uma palavra,
será necessário evitar todos os desvios, mesmo que pareçam fáceis e curtos.
Pupilo: Quais são alguns desses desvios? Como eles serão marcados?
Mestre: Todos eles devem ser marcados com muitas lanternas vermelhas, pois certamente
são perigosos para quem busca sucesso. Aqui estão alguns deles que você reconhecerá como
perguntas que você mesmo fez, como milhões de outros que buscam a verdade; e, no entanto,
eles se perguntam por que o sucesso sempre os ilude.
(1) "Bem, por que não vem?"
(2) “QUANDO virá?”
(3) "Talvez seja assim que ele virá."
(4) “Talvez não seja a vontade de Deus que eu tenha isto.”
O sucesso não vem para aquele que pergunta: “Bem, por que não vem?” Simplesmente porque
ele está perguntando POR QUÊ, em vez de SABER QUE AGORA É! Para aquele que
choraminga: “Quando virá?” Nunca chegará enquanto ele perguntar a WHEN. O que eles
desejam agora é ou nunca será. E no que diz respeito à “vontade de Deus” para nós, a Sua
vontade para nós é algo de bom que possamos desejar.
Pupilo: Só porque é que, se desejamos sucesso apenas para nós mesmos, apenas para ganho
pessoal, não estaremos aptos a obtê-lo?
Mestre: Aqui está uma ilustração. Suponha que você tenha ido a seu próprio banqueiro
pessoal e lhe tenha pedido um empréstimo de cem mil dólares, sabendo que ele tinha tanto, e
mais a emprestar, e que seu valor justificava um empréstimo daquele valor. Sem dúvida, sua
primeira pergunta seria aquela que os banqueiros sempre perguntam primeiro de qualquer
pessoa que esteja buscando um empréstimo, ou seja, “Para que você quer o dinheiro?”
Suponhamos que você respondeu: “Oh, eu gostaria de fazer um cruzeiro de um ano no meu
iate. , não fazendo nada, apenas vadiando, descansando, dormindo; comendo. Eu preciso da
mudança, você vê. ”Você acha que ele deixaria você ter o dinheiro? Não, não uma alma! Não
mais o Grande Banqueiro Universal (Deus) estará sujeito a circunstâncias semelhantes ou
similares. Você deve se aproximar dEle com uma idéia realmente boa, que traga o bem para
muitos, não apenas para você mesmo. Eu conheço homens que têm milhões e que começaram
sem dinheiro, quem começou apenas com uma ideia. Suas ideias básicas eram tão universais
para a produção do bem que conseguiam obter de outros todo o dinheiro necessário para
financiar o início de seus empreendimentos. O grande segredo do sucesso individual é o
mesmo que o sucesso nacional que fez da América a terra mais rica do mundo, e é isto: Nossos
homens de negócios, de maior sucesso, aprenderam a compartilhar com todo o nosso povo
através do benefício. todas as pessoas, direta ou indiretamente, através da distribuição de
produtos de maior qualidade a um custo menor, compartilhando ganhos mais generosamente
com os empregados, etc. Eles aprenderam que é uma ciência absoluta que dar e compartilhar
com muitos sempre tem como objetivo correlativo natural! Tenha o seu pensamento
correto; capturar uma ideia que será útil para muitos; em seguida, desenhe em confiança no
banqueiro ilimitado para tudo o que você precisa. Você descobrirá que não pode manter o
dinheiro gravitando para você. Aqui está SUCESSO E SUCESSO CONTINUANDO!
Pupilo: Podemos ter aqui, em conclusão, a essência de todo este assunto de verdadeiro
sucesso, de forma sumária? Isso facilitará a pronta referência de nós que somos estudantes.
Mestre: Certamente você pode ter isso. Pode-se dizer que os passos para o sucesso são sete
em número; e aqui estão eles:
(1) Decida-se completamente o que você mais deseja agora.
(2) Certifique-se de que seu desejo tenha nele o elemento de bem para muitos. Então peça a
sua alma mais profunda a ideia mais perfeita, ou idéias, relativas ao seu desejo, idéias que
produzirão BOM PARA MUITOS.
(3) Faça uma imagem mental de seu desejo como CUMPRIDO AGORA, e AGORA somente,
tornando a imagem mental completa, vívida, viva com sentimento. Este é o significado da
grande declaração de Jesus para “PENSAR ACREDITANDO QUE VOCÊ (JÁ) TEM”. No
quadro mental você REALMENTE TEM (mentalmente, qual é o reino de toda VERDADEIRA
CAUSAÇÃO) seu desejo agora mesmo. Uma vez que você realmente sente que o que você quer
já é seu (mentalmente), você logo perceberá a rapidez com que ele se transforma em
FORMULÁRIO real. Mantenha fora de sua mente todos os hábitos de medo do
pensamento. Saiba que os hábitos de medo podem ser prontamente transformados em
HÁBITOS DE FÉ. O medo e a fé são os mesmos, um sendo um extremo do bastão e o outro o
outro extremo do mesmo bastão. O fim do medo da vara é um PA e certamente cavará a
sepultura do sucesso;
(4) Se necessário, DESCULTE-se para acreditar implicitamente que o mesmo Poder que lhe
dá o seu desejo no princípio também lhe dará as formas e meios de cumprir o seu triunfante.
(5) Medite cuidadosamente em intervalos frequentes sobre o verdadeiro propósito do seu
desejo. Este verdadeiro objetivo do desejo, ou a coisa, é o PROTÓTIPO ESPIRITUAL
IMPORTANTE para a coisa que você quer. Além disso, repasse o Pai-Nosso com muito
cuidado várias vezes ao dia, isso o ajudará muito a meditar mais profundamente, e SINTARÁ
SUA MENTE COM O PODER (DEUS).
(6) Todas as noites, antes de dormir, e todas as manhãs ao acordar, faça um voto solene de
viver TODA a hora consciente do seu Deus, para ver apenas o bem de todos, para entreter
apenas pensamentos bons e construtivos sobre tudo e todos.
(7) Frequentemente mentalmente se vê JÁ APROVEITANDO O DESEJO REALIZADO. Faça
isso toda vez que você pensar no desejo; e especialmente à noite e de manhã, pouco antes de
dormir e imediatamente ao acordar, pois nesses períodos o elemento subconsciente da mente é
especialmente receptivo a sugestões. Desta forma, você já tem seu desejo perfeitamente
realizado (mentalmente); e se você persistir, certamente a terá em sua forma física bem no
meio de sua vida. Por exemplo, a grande ponte que agora atravessa o Portão Dourado em São
Francisco foi primeiro retratada COMPLETA e EM USO por muitos da MENTE de seu
projetista antes de se tornar uma realidade real. Mas mentalmente imaginando a ponte como
JÁ COMPLETADA e SERVINDO MUITAS PESSOAS BEM o desenhista DESEJOU do
UNIVERSO TODO o poder necessário para ter isto realmente construído.
Estes SETE pontos são as chaves, ou passos, para a obtenção do sucesso real em qualquer
linha de esforço, MARQUE-OS BEM e, acima de tudo, UTILIZE-OS! Eles são verdade! ELES
TRABALHAM!

9. Cura Instantânea

Mestre: Parece estranho para alguém que fez um progresso real ao longo da grande estrada
da Verdade de Deus, apenas quantos mortais que estão na mesma jornada farão desvios que
são totalmente desnecessários, ou irão mesmo virar e ir na direção oposta à meta desejada.
. Por exemplo, quase todos, ao que parece, estão muito interessados em uma doença recém-
descoberta, ou apenas em uma doença como essa, enquanto a coisa que todos nós queremos
saber é SAÚDE PERFEITA e como alcançar aquela experiência rica que é falado nos
Apócrifos, Ecc. 30: 15-16, que diz: “Saúde e boa propriedade do corpo são acima de tudo ouro: e
um corpo forte acima da riqueza infinita!” É claro que todos nós sabemos que é impossível
encontrar a Verdade sobre a SAÚDE mantendo nosso interesse e atenção na doença.
Pupilo: Mas sabemos que existe doença. Não devemos contar com esse fato?
Mestre: Aquele que reconhece a doença como uma realidade, assim, fez sua própria lei sobre
isso, e para ele a doença é inevitável. Se a doença é o que você pensa e acredita, então a
doença é um fato para você. Toda desarmonia corporal é primeiro um pensamento e uma
crença; consequentemente, sua CURA é também do lado mental. Foi dito que “o Absoluto
(Espírito) é como o ar que carrega odores, bons e maus, mas que permanece para sempre
imaculado por eles”. No Absoluto tudo é saúde e harmonia; pode levar as crenças dos mortais
em doença com ele, mas nunca é contaminado por eles!
Pupilo: Mas uma vez que a crença na doença é tão amplamente prevalente, não é bom para
nós sabermos como lidar com doenças, ou crença em doenças, do ponto de vista espiritual?
Mestre: Seria mais científico saber como lidar com a SAÚDE; e dedicaremos esta lição à
Cura, a viver em harmonia consciente com as leis da Vida. Começaremos com a arte de dar
um tratamento espiritual eficaz ou tratamento mental. Há um número de pontos mais
importantes para o curador, ou praticante, sempre lembrar e sempre praticar a esse respeito.
Pupilo: Qual é o ponto mais importante de todos?
Mestre: Isso é difícil de responder, pois todos eles são de vital importância; mas um deles é
este: O praticante deveria ter firmemente fixado em mente o fato de que há apenas UMA
MENTE e apenas UMA EXPRESSÃO desta Mente única, embora preencha todo o espaço com
suas inúmeras manifestações. Essa consciência remove a linha de demarcação entre paciente
e curador. Outro essencial vital é o seguinte: se alguém espera ser de alguma ajuda para um
paciente, NÃO deve dar tratamento para a doença. Isso certamente INTENSIFICAR a
doença! Ao dar um tratamento espiritual, o praticante deve rejeitar completamente todos os
pensamentos de doença e de personalidade da mente. Manter o pensamento sobre a doença
significaria mais doença. Antes, o curador deve mentalmente ver a Vida TODA, LIVRE, EM
PAZ e EM HARMONIA, através do poder do Cristo Radiante interior.
Pupilo: Mas suponha que o paciente esteja bem na sua frente no momento do tratamento,
que ele esteja doente e com muita dor. Como o praticante pode evitar a doença?
Mestre: Se alguém não é suficientemente disciplinado em mente para ver através, ou além,
da condição, não se deve tentar ser um curador; ou então tal deve limitar seus esforços
exclusivamente a tratamentos mentais ausentes. Ver ou acreditar em qualquer condição que
um paciente possa ter desarmado um praticante imediatamente e torne seus esforços
impotentes em favor do paciente.
Pupilo: Os tratamentos mentais ausentes são sempre tão eficazes quanto os dados face a
face? A distância do paciente da fonte de tratamento não impede a eficácia dos tratamentos?
Mestre: Um praticante bem treinado e experiente é capaz de tratar com a mesma eficácia
que ausente atualmente; e há alguns que fazem melhor trabalho distraidamente. Em espírito
não há nem tempo nem espaço, e a distância entre o paciente e o curador não faz diferença
alguma. Você vê que o primeiro passo mental que o praticante toma é o de limpar sua mente
da presença de qualquer coisa exceto o ÚNICO ESPÍRITO DE DEUS. O pensamento é
inacreditavelmente rápido em sua transmissão e pode abranger a Terra instantaneamente; e
não perde nada do seu poder na transmissão! Ao dar um tratamento ausente, o curador deve
ser POSITIVO de que o pensamento enviado alcance o receptor AGORA e com o PODER
INFINITO.
Pupilo: Por que é tão importante saber que a verdade para o paciente é dele agora? Se ele
está doente, não parece muito razoável para mim que ele possa ser curado agora.
Mestre: No entanto, é agora ou nunca! No Absoluto, o ÚNICO TEMPO, existe o ETERNO
AGORA. Para isso não há passado; nem há futuro. Para isso, há apenas o presente. Se o
praticante sustentar que o paciente “ficará bem”, sempre será “para o paciente” porque o
curador está adiando a cura até algum tempo futuro, e não há futuro conhecido pelo Espírito,
como Eu tinha dito. Jesus alguma vez disse a qualquer um daqueles que foram curados por
Ele: “Você será curado. Levanta-te e vai ”? Não, nunca. Ele sempre falou com eles no tempo
presente; sempre Ele lhes disse algo para esse efeito: “VOCÊ ESTÁ INTEIRO! Vá em paz!"
Pupilo: Quais são as mecânicas de dar um tratamento mental àquele que está pessoalmente
presente ao praticante?
Mestre: Os passos para dar um tratamento bem sucedido em tais circunstâncias são estes:
(1) Faça com que o paciente RELAXE fisicamente o mais completamente possível, em todo o
corpo, dedos, tornozelos, joelhos, coluna, ombros, braços, mãos e até as pálpebras (pois os olhos
devem estar fechados no silêncio). Todo o corpo do paciente deve estar tão mole quanto
possível. Quanto maior o relaxamento físico que você pode induzir por parte do paciente,
maior será sua RECEPTIVIDADE ao tratamento mental.
(2) Faça com que o paciente “esvazie” sua mente consciente o mais completamente possível,
tentando pensar em nada na medida em que isso possa ser feito; faça com que ele tente fazer
um vácuo de sua mente, por assim dizer. Este completo RELAXAMENTO da mente consciente
também induz uma RECEPTIVIDADE muito maior.
(3) O curador DEVE remover completamente a linha de demarcação entre o paciente e o
eu. Não há duas pessoas presentes, não realmente, não pacientes e praticantes. Os dois são
UM, e o estabelecimento deste fato firmemente na mente do curador é de importância
incalculável. LEMBRE-SE de que a Sra. Jones, praticante, NÃO está dando à Sra. Smith,
paciente, um tratamento mental. Enquanto o tratador estiver ciente de qualquer sentimento
de separação, ou distinção, entre paciente e eu, haverá pouco ou nenhum resultado alcançado.
(4) Uma vez que todo senso de separação é realmente removido da consciência do praticante, o
tratamento real é dado. O paciente está agora em uma atitude passiva ou receptiva, tanto
mental quanto fisicamente. O curador está em uma posição ativa ou geradora. No entanto, os
“dois” são um, a única pessoa sendo o pólo negativo, o outro o positivo, e entre eles a corrente
de cura da Vida pode agora passar livremente.
No Absoluto, o praticante agora projeta um fluxo constante de energia-pensamento positiva,
construtiva e poderosa, no início de qual processo o nome do paciente é silenciosamente ou
audivelmente chamado, a fim de que o fluxo do Espírito possa receber uma DIREÇÃO
DEFINITIVA. A atitude receptiva do paciente capta o fluxo de poder e, assim, é ele próprio. A
afirmação que o curador usa no começo do silêncio pode ser dita em voz alta uma ou duas
vezes, embora isso não seja necessário. No Seio do Espírito, no Silêncio Frutuoso, o praticante
pensa e habita com intensa concentração e sentimento, mas sem qualquer sensação de tensão.
Pupilo: Com que pensamento o curador vive no silêncio?
Mestre: Sobre o PROTÓTIPO ESPIRITUAL para o órgão que pode parecer estar doente, ou
para a coisa ou condição que pode ser desejada. Este PROTÓTIPO ESPIRITUAL é outra coisa
que é de importância VITAL. Permanecer no pensamento sobre qualquer coisa física,
qualquer coisa que tenha forma, é estar no plano da LIMITAÇÃO, da CAUSAÇÃO
SECUNDÁRIA, do EFEITO. Mas pensar firmemente sobre o PROTÓTIPO ESPIRITUAL é
MENTALMENTE SER no reino do ABSOLUTO que é o INFINITO, que é a PRIMEIRA
CAUSA ou CAUSALIDADE PRIMÁRIA, que é a CAUSA PRÓPRIA e NÃO o efeito.
Pupilo: Para mim, esse protótipo espiritual, embora importante, tenho certeza, é a coisa
mais difícil em todo este estudo de “me apegar” mentalmente, o ponto mais difícil de
entender. Posso ter algumas dicas úteis sobre esse assunto?
Mestre: Isso é verdade para muitos, na verdade para quase todos os “iniciantes” neste
estudo. Talvez o protótipo espiritual seja difícil para você porque é FORMOSO. Então,
também, pode parecer difícil de entender, porque é uma idéia nova para você, com a qual você
não está familiarizado, do qual você não está acostumado a pensar. No entanto, é bastante
SIMPLES, uma vez que você conhece sua natureza. Aqui estão algumas boas regras a seguir
neste assunto:
(1) O protótipo espiritual de qualquer coisa é a própria coisa em seu estado mais incipiente, é
a verdadeira origem da coisa na Mente Universal.
(2) Para encontrar o protótipo espiritual para qualquer coisa, é necessário apenas determinar
em sua mente o PROPÓSITO da coisa, seja ela qual for. Esta é uma regra
INFALÍVEL. Suponha, por exemplo, que alguém desejasse um bom automóvel e gostaria de
conhecer o protótipo espiritual para ele. Alguém poderia perguntar mentalmente:
“Exatamente qual é o OBJETIVO de um automóvel? Para que serve? O que isso faz? O que eu
realmente quero com um carro? ”O automóvel é, naturalmente, um instrumento, um meio de
PROGRESSO, de PROGRESSO rápido, agradável e harmonioso. Sendo assim, o protótipo
espiritual de um automóvel é o PROGRESSO. Pelo menos é isso que um carro significa para
mim; mas, ao selecionar um protótipo espiritual para qualquer coisa, cada um deve pensar por
si mesmo, apenas qual é o OBJETIVO da coisa para você.

10. Cura Instantânea (Continuação)

Pupilo: Por favor, nos dê alguns outros protótipos e nos mostre como eles chegaram? Ainda
com mais alguns exemplos para servir como guias, tenho certeza de que então saberei como
formar meus próprios protótipos para qualquer coisa específica desejada ou requerida.
Mestre: Muito bem; aqui estão mais alguns. Vamos tomar a cabeça, por exemplo, supondo
que alguém tenha uma crença em uma dor de cabeça violenta. A cabeça é a casa do cérebro; e
o cérebro é o instrumento da mente, mas em nenhum sentido a própria mente. Qual é o
propósito da mente? É CONHECER, CONHECER DEUS, A CAPACIDADE DE CONHECER
A DEUS! Pode uma CAPACIDADE DE SABER realmente doer, ou ferir, sendo uma COISA
FORMOSA? Não, eu não posso! O protótipo espiritual para a cabeça então, como eu vejo, é a
CAPACIDADE DE CONHECER DEUS. Agora, por um minuto, vamos considerar os
olhos. Qual é o propósito do olho físico? É o instrumento do DISCERNIMENTO, que é um
fator puramente espiritual, o DISCERNIMENTO, como tal, não tendo forma própria. A
CAPACIDADE DO DISCERNIMENTO é o protótipo espiritual para os olhos, para mim. Aqui
estão alguns outros protótipos espirituais para você; e nestes que agora seguem, não
explicarei para você como cheguei à conclusão. Eu nomearei o órgão em particular, ou parte
dele, do corpo e do protótipo para ele, como eu vejo, e lhe darei o benefício de pensar por si
mesmo porque eu escolhi este protótipo específico para cada coisa específica.
DENTES -Capacidade de analisar e dissecar as idéias de Deus;
PULMÕES -Capacidade de conhecer a vida como a vida;
CORAÇÃO -Capacidade de AMOR;
ESTÔMAGO -Capacidade de compreensão;
FÍGADO -Capacidade de fé;
RINS - Capacidade de PUREZA e LIMPEZA.
O protótipo espiritual, lembre-se sempre, é o propósito da coisa. Toda coisa física tem um
propósito; consequentemente, tem uma CORRESPONDÊNCIA ESPIRITUAL. Deixando seus
pensamentos repousarem sobre o propósito de qualquer órgão físico, ou coisa, você faz contato
direto e poderoso com a FONTE DE TODAS AS COISAS, com a PRIMEIRA CAUSA que
projetou de si todas as coisas concentradas; pois, como Troward me disse, "A MATÉRIA É SÓ
O ESPÍRITO FECHOU PARA UM PONTO DE VISIBILIDADE".
Pupilo: Esses exemplos vão me ajudar muito, tenho certeza. Mas agora estou imaginando
qual é a melhor maneira de ajudar a nós mesmos, e outros, esquecer as fraquezas humanas,
dores e aflições, etc. Parece-me que a maioria de nós tem o hábito de pensar demais em tais
coisas negativas.
Mestre: Eu acho que a melhor maneira de fugir dos pensamentos e sentimentos negativos é:
TREINAR DELIBERADAMENTE O PENSAMENTO E SENTINAR-SE A VIAGENS AO
LONGO DE NOSSAS BÊNÇÃOS! Todos os nossos momentos conscientes têm uma bênção, se
apenas um olhar cuidadosamente para ele, reconhecê-lo e ser feliz por causa disso. Ao buscar
nossas bênçãos, ajudará muito recordar as muitas alegrias que experimentamos, bem como
aquelas que esperamos experimentar. Desta forma, somos capazes de esquecer as coisas
negativas das quais o lado humano de nós é tão propenso a nos acusar.
Pupilo: Podemos ter uma ilustração deste ponto, por favor? Algo fora de sua própria
experiência?
Mestre: Sim. Aqui está uma experiência real em que eu tive uma parte. Há alguns anos, em
Los Angeles, uma senhora veio até mim com o problema do câncer, com o qual, segundo a
desarmonia, ela havia sido gravemente afetada. Toda a sua atenção, pareceu-me, foi
rigidamente sustentada na limitação que a condição cancerígena estava causando a ela, ou
logo deveria fazer com que ela soubesse. Ela possuiu e operou um restaurante, e estava
fazendo muito do trabalho sozinha. Vários médicos, ela disse, disseram a ela que não havia
cura para ela, que a doença se espalhou até que uma operação não fosse considerada, que ela
deveria ficar de pé e passar a maior parte do tempo, como ficou com ela, Na cama, etc. Isso,
ela disse, significava que ela deveria sair do negócio, é claro, e quando fizesse isso ela estaria
em extrema necessidade, na verdade, um objeto de caridade.
Quando eu tinha falado sobre o assunto com ela, pedi-lhe que me deixasse pensar nas coisas
por três dias antes de lhe dar minha decisão sobre aceitar seu caso para tratamento
mental. Pedi esse atraso para poder verificar cuidadosamente quanto tempo eu poderia
dedicar a ela, para ver se poderia providenciar todo o tempo que ela pedisse. Depois de dois
dias mudando alguns compromissos e adiando alguns outros que não eram realmente
urgentes, eu disse à senhora para vir. Minha primeira pergunta para ela foi esta:
“Você absolutamente ACREDITA o que Jesus disse a Seus discípulos, conforme registrado em
Marcos 10:27, e que diz o seguinte: 'Com o homem é impossível, mas não com Deus; PARA
COM DEUS TODAS AS COISAS SÃO POSSÍVEIS! ?
Ela me assegurou positivamente que ela ACREDITO que apenas; mas disse que ela achou sua
própria mente muito destreinada e caótica para manter seu pensamento e sentir
DESATIVADO o que parecia ser o inevitável e sustentá-lo DE ACORDO QUE DEUS É O
ÚNICO PODER QUE HÁ, QUE ELE ESTÁ PARA SEMPRE PRESENTE, SEMPRE
AMENÍVEL À SUGESTÃO , ETERNAMENTE RESPONSIVO E SEMPRE CRIATIVO. Por
isso ela desejou a ajuda do Espírito através de mim.
Eu disse a ela que deveria pedir a ela que soubesse que, HOJE, continuamente, que sua
relação com Deus é sempre eu e eu, e sempre que ela pensava ou dizia “eu sou” para lembrar
que ela estava pensando ou dizendo, na realidade "DEUS É." Eu disse a ela também que Deus
a criou de Si mesmo, para Si mesmo, e que para Ele e Nele ela era para sempre completa,
completa, perfeita. "Deus é amor!" Eu disse a ela; e pedi a ela para sempre tentar sentir o Seu
Grande Amor surgindo através dela. Eu citei I João 4: 16-18 para ela: “Deus é amor; e aquele
que vive no amor em Deus e Deus nele! ”Eu também pedi a ela que soubesse que Deus é
VIDA, Inteligente, Amorosa, Harmoniosa, Vida Criativa, e pedi a Ela que MANTENHA O
PENSAMENTO E O SENTIDO CONSCIENTES dela nessas coisas.
"Mas", ela protestou, "você não me deu nenhuma afirmação para o meu câncer!"
"Você disse 'Meu câncer'?" Perguntei a ela com muito sentimento e ênfase. “Você realmente
quer câncer, minha querida? Você está determinado a tê-lo? Se não, então por que você está
reivindicando por si mesmo dizendo "meu câncer"? Lembre-se de pensamentos são coisas!
"Oh, não!" Ela exclamou. "Eu vejo o que você quer dizer. Apenas me escute. Eu devo
conquistar esse hábito negativo do pensamento ”.
Eu assegurei-lhe mais uma vez que ela era uma criança divina, que todas as suas
necessidades foram para sempre fornecidas através de seu reconhecimento deles. Eu então
disse a ela para tentar manter constantemente em sua consciência pensamentos que
continham alguma qualidade do seguinte:
Crença Confiança Convicção Crédito Honestidade Paciência Confiança Sinceridade .e outras
idéias em que havia um pouco da ESSÊNCIA DA FÉ. Salientei o fato de que, ao manter essas
coisas em mente, seu pensamento e sentimento teriam a essência da fé neles; e que ela logo
deveria formar o HÁBITO de pensar dessa maneira. Foi meu esforço fazer com que ela
mantivesse a mente longe de si e das coisas do espírito. Eu sabia que, se conseguisse fazê-la,
HABITUALMENTE, Deus deveria cuidar do resto do assunto.
Essa senhora me garantiu que tentaria fazer exatamente o que eu havia pedido, embora
parecesse mais plausível duvidar do que acreditar que ela poderia estar em perfeita saúde
novamente depois de tanto sofrimento, e a opinião de vários médicos de que ela estava
condenada.
Ainda mais uma vez eu disse a ela mais positivamente que está escrito: "DEUS É COM VOCÊ
PARA SALVAR VOCÊ!" Pedi a ela para lembrar que a fé é viva e que leva a mais vida que a
dúvida está morta e leva a lugar nenhum. A principal característica da fé é que ela flui
constantemente e queima com brilho e expectativa constantemente crescentes. A fé sempre
viaja na única direção do entendimento. A dúvida é um flagelo em todos os esforços em direção
à verdade.
Esse paciente vinha me ver regularmente todos os dias por cerca de duas semanas; e sua
condição começou a melhorar desde o início. Então ela só teve tratamento ausente em
intervalos freqüentes, com uma visita ocasional em pessoa, por mais seis semanas. Ao final de
dois meses, ela estava completamente livre de quaisquer evidências de câncer, livre no corpo,
na mente e nos assuntos. Imediatamente, ela começou a se erguer fisicamente e, quando a vi
pela última vez, dois ou três anos depois de ela ter vindo pela primeira vez, ela estava com
saúde forte, prosperando nos negócios e segura do contato com o Espírito.
Pupilo: Esta ilustração esclarece em minha mente, quando eu volto ponto por ponto, uma
série de idéias que eram muito nebulosas e incertas para mim. Obrigado. Eu sei que as
dúvidas fazem um miserável de manhã até a noite.
Mestre: Exatamente. E parece que, depois de um tempo, as pessoas que se entregam a eles
aprendem esse fato e fazem uma “cara a cara” e uma “marcha para frente” na direção da fé. A
fé é uma luz brilhante e vive dentro de nós. Tem sua fonte na fonte da INTUIÇÃO. Seu
esplendor é visto nas longas flechas de esplendor que levam sempre para cima, para o reino do
belo, do verdadeiro e do bom.
Pupilo: Se alguém não tem fé, como se entende?
Mestre: Não se tem fé. TODAS A ALMA JÁ TEM! Foi seu para sempre; é tanto uma parte de
ti, do teu Ser Divino, como o teu coração, os teus pulmões, a tua mente: é um dom tão precioso
como a própria Vida, e nasce da própria Vida, para sempre inata em todas as almas
viventes. É verdade que alguns estão menos conscientes da fé do que outros por tê-la
negligenciado, por tê-la arruinado com dúvidas, medos, ansiedade, etc. Mas a qualidade ainda
está lá, e por cultivo ela voltará à plenitude novamente. Tudo o que é necessário é o seguinte:
EXERCITAR A FÉ QUE JÁ TEM por apenas algumas semanas. Procure deliberadamente por
isso! Insista em vê-lo! PERSISTA EM USÁ-LO!

11. O desejo é um impulso divino?


Mestre: O desejo é um impulso divino? Ouve-se esta pergunta em tantas formas diferentes,
parece, como existem seres humanos. Tão freqüentemente é proposto e discutido, parece-me
que será útil responder do ponto de vista de Troward; depois de ter estudado e meditado sobre
isso a partir de seus pontos de vista, você chegará à sua própria conclusão satisfatória.
Pupilo: Estou feliz que você tenha trazido isso para nós. Muitas vezes desejei saber
exatamente o que Deus queria que eu fizesse quando estava indeciso sobre alguma mudança,
talvez uma decisão importante.
Mestre: A única maneira pela qual alguém pode entender completamente a lei da atração da
vida é ver o que ela faz sob certas condições dadas. Em uma árvore é crescimento; em um
animal é desenvolvimento; em toda a natureza é evolução. Das formas mais baixas às mais
altas, todo o crescimento é estimulado pela criatura organizada que avança em sua própria
realização. Não se pode fazer outra coisa senão acreditar na lei do desdobramento que é o
desejo sagrado da Vida de Toda a Origem para ver-se manifesta mais e mais plenamente. Já
que nós, como humanos, somos ramos da única e única árvore da Vida, esse fato também é
verdade para nós.
Pupilo: Posso fazer uma pergunta, por favor?
Mestre: Certamente, a qualquer momento.
Pupilo: Você quer dizer que todo crescimento é resultado de um DESEJO para auto-
expressão, que toda evolução está dentro da grande Mente Criativa?
Mestre: Só assim; e cada um de nós é um resultado direto desse desejo. Portanto, devemos
aprender a confiar nos nossos desejos! Há apenas o Grande Desejo e praticamente todos os
nossos desejos individuais são reflexos daquele. O desejo do homem, seu verdadeiro desejo, é
para o bem. Nenhuma pessoa racional desejaria qualquer outra coisa para si ou para outrem.
Pupilo: Mas muitas filosofias ensinam que devemos conquistar, devemos superar, devemos
superar todos os desejos para sermos aperfeiçoados. Como você responde isso?
Mestre: Estou firme no que já foi dito aqui. Seguro a firme convicção de que nossos desejos
são IMPULSOS DIVINOS que nos estimulam ao CRESCIMENTO e ao
DESENVOLVIMENTO CONSTANTE. Sem desejos, devemos ser meros autômatos, não
devemos desejar progredir e crescer. É impossível alguém esmagar todos os desejos sem
arruinar a si mesmo, a espiritualidade, fisicamente, moralmente e mentalmente. Os desejos,
os anseios que temos são ESTIMULOS, são URGAS para EXPRESSÃO, da sagrada cidadela
de Deus dentro de nós mesmos!
Pupilo: É verdade então que se nós atrairmos para nós algum benefício em particular, temos
apenas que impressionar firmemente o desejo por ele sobre a fase subconsciente da mente e
mantê-lo inabalavelmente? Devemos fazer isso apenas como uma impressão de som é feita em
um disco de fonógrafo antes de ser reproduzido? Deveríamos fazer isso sabendo que esse
desejo é transmitido instantaneamente para a Única Grande Energia Criativa, que é sempre
responsiva, e que com certeza se manifestará em nosso próprio mundo físico?
Mestre: Isso é mesmo o que quis dizer. Deixe-me dar outra ilustração. Conheço uma senhora
muito boa e muito sábia em Los Angeles que, depois de voltar do marketing, descobriu que
havia perdido as chaves do carro; e ela tinha um encontro urgente esperando por ela no centro
da cidade dentro de pouco tempo. Ela levou as compras do carro para a cozinha. Depois de
procurar as chaves em todos os lugares que ela logicamente poderia pensar, ela ainda não
havia conseguido encontrá-las. Então ela disse a si mesma (sua fase subconsciente da
mente); “Eu quero as chaves do carro. Eu devo tê-los. Agora onde eles estão? VOCÊ SABE!
”Quase imediatamente ela teve o desejo de esvaziar o saco de batatas na pia da cozinha. Mas
ela ridicularizou essa ideia e repetiu seu desejo de encontrar as chaves. Ela fez isso duas ou
três vezes, enquanto continuava procurando pelas chaves; e toda vez que ela recebia de volta a
sensação de que deveria esvaziar o saco de batatas. Era seu hábito deixar sua empregada
esvaziar as sacolas e guardar as compras; e a ideia de esvaziar o saco de batatas parecia tolo
de qualquer maneira. Mas o impulso permaneceu urgente com ela, embora ela não
conseguisse ver como as chaves do carro poderiam estar no saco de batatas. Então ela
esvaziou a bolsa na pia e quase instantaneamente ouviu um som metálico. Ela olhou e, eis que
havia as chaves que faltavam! Então ela esvaziou a bolsa na pia e quase instantaneamente
ouviu um som metálico. Ela olhou e, eis que havia as chaves que faltavam! Então ela esvaziou
a bolsa na pia e quase instantaneamente ouviu um som metálico. Ela olhou e, eis que havia as
chaves que faltavam!
Pupilo: Seu profundo desejo de encontrar as chaves lhe trouxe a resposta? Parece muito
simples.
Mestre: E é muito simples quando se conhece a capacidade de resposta da lei da mente
subjetiva. Essa senhora sabia essa lei.
Pupilo: Se ela realmente conhecia a lei, por que ela não reconheceu a resposta aos seus
desejos na primeira vez em que ficou impressionada em esvaziar o saco de batatas?
Mestre: A senhora a quem me refiro é uma mulher muito educada, uma estudiosa da
lógica. Enquanto ela realmente acredita no poder intuitivo da mente para capturar uma idéia
do Infinito, o velho hábito da raça de dar às RAZÕES o primeiro lugar não foi inteiramente
arrancado de sua consciência. Quando a intuição lhe disse claramente para esvaziar o motivo
da bolsa, iniciou uma discussão e disse-lhe que o impulso era tolo. A controvérsia entre razão e
intuição continuou dentro dela por vários minutos. Então, por causa de seu estudo da Verdade
e sua aplicação, ela foi lembrada de que a INTUIÇÃO, e não a lógica, É A VERDADEIRA
CHAVE DA VIDA! Então ela foi impelida a fazer o que lhe foi pedido. Quando ela fez isso, seu
desejo teve cumprimento como seu correlativo. Sempre o DESEJO e o CUMPRIMENTO estão
unidos como CAUSA e EFEITO através da lei universal da atração!
Pupilo: Ainda me parece que um verdadeiro estudante da Verdade deveria ter pensamentos,
sentimentos e desejos tão treinados na direção certa que a lógica não poderia dar errado em
suas conclusões.
Mestre: Não se modifica os hábitos de raciocínio ao longo da vida da noite para o dia. Como
tudo mais, a mudança completa é uma questão de crescimento. O fato de que ela obedeceu a
voz ainda pequena por dentro, e que assim foi seu problema resolvido, é tudo o que realmente
importava. Com o tempo, esta senhora, como todos nós, aprenderá a reconhecer
instantaneamente a voz da intuição quando fala e deixará de questionar, nem a razão, apenas
OBEDECERÁ. Quando todos nós chegarmos a esse ponto, como podemos e devemos através
de estudo e prática fiéis, NÃO haverá NENHUM PROBLEMA EM TODA A EXPERIÊNCIA
HUMANA QUE NÃO IRÁ RESPONDER À SUA RESPOSTA! Há muita verdade no velho
ditado: "Cuide do coração e a cabeça cuidará de si mesma".
Pupilo: Mas o caminho para a obtenção da verdadeira sabedoria não é o caminho longo e
difícil?
Mestre: Está muito bem, sendo Infinito no escopo; mas não é difícil. É como a história dos
dois homens que estão caminhando para Roma. Um perguntou ao outro por que ele havia
escolhido uma estrada tão cheia de pedras. Seu companheiro respondeu que não sabia de
nenhuma pedra na estrada e sugeriu que se sentassem à beira da estrada e tirassem os
sapatos. Isso eles fizeram; e aquele que estava reclamando encontrou um SEIXO EM SUA
SAPATA. Mas não havia nada de errado com a estrada em si.
Pupilo: A estrada é então o que cada um faz dela para si mesmo? Essa é a sua ideia?
Mestre: Isso está certo. A estrada larga da Verdade é, na verdade, para mim, pelo menos, o
caminho mais interessante de toda a vida. É preciso tempo e esforço interessante e feliz para
estabelecer uma consciência ininterrupta da AÇÃO RECIPROCAL PERFEITA entre o desejo
de expressão como existe na Energia Criativa e na mente individual. É verdade que, ao
ESTABELECER CERTAMENTE nossa relação com a Grande Mente, podemos gradualmente
nos tornar em qualquer condição que desejemos, desde que, é claro, primeiro façamos de nós
mesmos, por meio de nossa atitude mental habitual, a PESSOA QUE CORRESPONDE a
essas condições. Nunca se pode fugir da Lei das Correspondências. Essa CIÊNCIA DA
CORRESPONDÊNCIA, ou CAUSA E EFEITO, é tão infalível quanto a matemática; e como na
matemática seus princípios devem ser dominados antes que se possa sentir habitual: “Meu pai
e eu somos UM!” Sim, nossos DESEJOS são nossos próprios IMMORTAL SELVES
BUSCANDO A COMPLETA EXPRESSÃO; e logo se pode provar ao eu duvidoso e
desnorteado que alguém PODE ABSOLUTAMENTE CONFIAR NOS DESEJOS.
Pupilo: De alguma forma, ainda é um pouco difícil para mim aceitar a sensação de que meus
desejos são impulsos Divinos, ou a própria Natureza Divina buscando expressão através de
mim. Parece-me que o desejo é egoísta e muitas vezes errado, até mesmo ruim para um.
Mestre: Jesus não disse; "Procurar e você deve encontrar!" Só por que alguém iria procurar
uma coisa?
Pupilo: Porque ele queria aquilo para o qual ele estava procurando.
Mestre: Muito bem. Não são desejos e DESEJA o mesmo? Jesus também disse: “PERGUNTE
acreditando que você tem e você terá!” Por que alguém pediria algo?
Pupilo: Porque ele deseja e sente que seria bom para ele.
Mestre: Correto. Mais uma vez o Mestre disse: “A não ser que sejais como criancinhas, de
maneira alguma entrareis no reino dos céus.” Se alguém deseja crescer para a NOVA VIDA
DA LIBERDADE e DA ALEGRIA, de fato deve ser como uma criancinha.
Pupilo: E o que Jesus quis dizer com isso?
Mestre: Apenas o que ele disse. Observe uma criança, qualquer criança, rica ou pobre. Seu
próprio impulso é o desejo, é querer alguma coisa. Todas as crianças são simplesmente uma
encarnação contínua de “me dê” e “queira”. Naturalmente, os desejos da criança são apenas o
precursor do homem e suas necessidades; e nos desejos adultos são tão naturais quanto na
criança.
Pupilo: Essa ideia de desejo é verdadeiramente nova para mim. Mas eu gosto.
Mestre: Você aprenderá a amar e confiar em seus desejos à medida que sua compreensão
espiritual se expande. A vitalidade, que é a vida, nasce do desejo, é o filho do amor. Você ficará
surpreso com o rápido progresso que fará depois de ter realmente decidido confiar nos seus
desejos. Quanto mais você aprende a confiar em seus desejos, maior será seu fluxo de fé.
Pupilo: Mas não deve haver um cheque em algum lugar sobre os desejos? Uma classificação
do bem e do mal? Todos os desejos não são santos, são eles?
Mestre: É preciso ser racional, claro. Troward escreve em suas “Palestras de Edimburgo” que
“não há nada de errado com as evidências de uma MENTE SAUDÁVEL em um CORPO
SAUDÁVEL”. Este estudo pressupõe que um estudante sincero da Verdade não abrigará
maus desejos, que sua mentalidade é normal, o comportamento normal. Sendo assim, os
desejos de tal pessoa também devem ser apenas naturais, racionais e bons; e se assim é, então
os desejos daquele são impulsos Divinos. Deixe-me sugerir que você leia a carta pessoal que
Troward escreveu para mim, uma cópia exata do que é encontrada no meu livro, "Atingindo
seus desejos". Então você verá ainda mais claramente porque você deve confiar em seus
desejos, reconhecendo como você faz que DESEJOS SÃO DIVINOS IMPULSOS!

12. Auto-Liberdade Suprema

Pupilo: Então, SUPREMO AUTO-LIBERDADE é nosso assunto maravilhoso para hoje,


é? Tenho certeza que você deve provar para nós que a suprema auto-liberdade pode ser nossa,
que a MENTE NOS ORDENA O MUNDO.
Mestre: Você pode estar sempre certo de que SUA MENTE REGULA O SEU MUNDO; e
você pode sempre saber que o seu mundo individual é um ramo do mundo universal. Sua
mente faz do seu mundo uma coisa de BELEZA, PAZ e LIBERDADE ABSOLUTA, se você
quiser.
Pupilo: Estou convencido de que isso é verdade SE somente alguém puder realmente
controlar a mente, os pensamentos e os sentimentos em todos os momentos. Eu sei que outros
atingiram esse domínio, esse autocontrole; mas de alguma forma isso não parece ser para
mim, tanto quanto eu desejo.
Mestre: Em um momento de nossas vidas, cada um de nós pensou a mesma coisa sobre as
tabelas de multiplicação. Quão difíceis eles nos pareciam quando crianças; no entanto, cada
um de nós os dominou pelo ESFORÇO PERSISTENTE. É assim com o SELFFREEDOM
ABSOLUTO. Está adormecido dentro de cada alma, esperando apenas que a invoquemos, a
despertem, reconheçam, nos chamem a atenção, a nossa observação concentrada, em todos os
nossos pensamentos, em todos os nossos sentimentos, em todos os atos. Não é difícil ter, se
fizermos isso PRIMEIRO em nossas vidas, assim como um grande cientista coloca sua ciência
ANTES DE TUDO! Em teoria, pelo menos, todos nós percebemos que obtemos apenas o que
alcançamos e atingimos com estabilidade.
Pupilo: Não é Annette Kellerman, a grande nadadora, um exemplo disso? Ela não era uma
aleijada quando criança e considerada irremediavelmente aleijada?
Mestre: Sim, ela era. Mas através de esforços constantes, persistentes, determinados e
constantes, ela se tornou a mulher fisicamente perfeita, um modelo para as mulheres do
mundo. Sua ciência era a ciência da saúde, a ciência da beleza física e perfeição. Existem
muitas ciências; e cada um de nós pode escolher aquele com o qual estamos mais sintonizados
e persegui-lo a um objetivo deslumbrante.
Pupilo: Mas a ciência não se vangloriou de ter desprovado a Bíblia Sagrada?
Mestre: Pode ser que alguns cientistas façam isso. Mas isso não é verdade. O fato é que a
CIÊNCIA CONFIRMAU A VERDADE DA BÍBLIA! Pode-se dizer que a ciência escreveu uma
nova Bíblia para o PENSAMENTO meramente esclarecendo a antiga. A ciência fez da Bíblia o
livro supremo para aqueles que estão determinados a viver aqui e agora. A ciência provou que
“a palavra” da vida, do espírito, é uma palavra viva de poder! Verdadeiramente “os céus
declaram a glória de Deus, e o firmamento anuncia a obra das suas mãos”.
Ao ler sua Bíblia, sempre substitua a palavra “Mente Subconsciente” pela palavra “Senhor”.
Tente isso fielmente por algum tempo e veja que crescimento surpreendente você fará. Tente
isso com passagens como Isaías 40:31, Marcos 29:30, Lucas 18: 29-30 e uma série de
outras. Olhe por você; Veja os resultados alcançados por aqueles que aprenderam a AMAR,
USAR e CONFIAR na MENTE. Força, poder, beleza, televisão, fotografia com fios,
microscópio, telescópio, espectroscópio, tudo isso, sim, TODAS AS COISAS, são
RESULTADOS da Grande Energia Criativa cujo progresso, harmonia; telefone, wireless,
aviões, atributos principais são estes:
1. É EVER-PRESENTE, EM TODA PARTE;
2. É sempre amável a sugestão;
3. É PARA SEMPRE RESPONSIVO;
4. É ETERNAMENTE CRIATIVO.
Este Deus-ENERGIA, LEMBRE-SE, manifesta-se na MENTE DO HOMEM, de fato, é a
mente do homem. As três referências bíblicas dadas acima, e muitas outras, nos ensinam que,
se colocarmos o DESENVOLVIMENTO da DIVINA FAIXA DENTRO DE PRIMEIRO, acima
de tudo, o DIVINO, em troca, fará com que PRIMEIRA coisa com ele! Verdadeiramente, a
MELHOR Vida tem que dar é a posse daquela!
Pupilo: Estou certo em acreditar que as preciosas promessas da Bíblia dependem de tomar
decisões inteligentes, amando a vida (Deus) PRIMEIRAMENTE em tudo? E se eu fizer
TUDO, posso desejar ser o meu?
Mestre: Isso é certo, SE VOCÊ FAZ DEUS PRIMEIRO, se você realmente O FAZ
PRIMEIRO. Isso quer dizer que devemos fazer o nosso PRIMEIRO esforço para SABER AS
LEIS DA VIDA E VIVER ELES! Nessa conexão, por favor, leia uma e outra vez, ou melhor
ainda MEMORIZE a letra perfeita, o capítulo 22 de Job, começando no verso 21 e continuando
até o final do capítulo. As promessas dadas lá, o poder, a liberdade, a abundância, SÃO suas,
exatamente como prometido, se você tomar o tempo, o esforço, para se tornar ACEITO com o
AMOR PODER-PODER que é sempre CAPAZ, e sempre MAIS DO QUE DESEJAR Para fazer
estas coisas em você, através de você. Ao ler, não se esqueça de lembrar constantemente que o
verso 21 é a CHAVE para todos os outros que o seguem. A essência de toda esta passagem em
Jó é esta: saímos da vida exatamente o que colocamos nela, MAIS AUMENTAR COMO
INTERESSE EM NOSSA FÉ! Alguns afirmam isso de uma forma mais simples, dizendo que
"nós recebemos o que pagamos e não mais".
Pupilo: Muitas vezes me perguntei sobre isso em conexão com o dízimo. É verdade que o
dízimo é uma lei muito antiga que tem o maior poder de volta?
Mestre: Realmente dízimo é uma lei que tem muito poder nele! Eu tenho dízimo há vinte e
cinco anos, religiosamente. A prática do dízimo é uma virtude que forma o hábito divino. As
pessoas dão o dízimo porque reconhecem a Deus e desejam DESENVOLVER seu
reconhecimento e expectativa. Ditadores sistemáticos e regulares são aqueles que formaram o
HÁBITO de CONTAR SUAS BÊNÇÃOS. Como resultado, suas bênçãos aumentam
constantemente! Abraão não deu um décimo de TODOS a Melquisedeque como um TOKEN de
reconhecimento de que seus sucessos eram de Deus? E quando Jesus enviou Seus discípulos
para as cidades de Israel, Ele expressamente proibiu-os de levar consigo qualquer dinheiro ou
provisões. Por quê? Porque Ele desejava que o povo dessas cidades reconhecesse a Deus em
Seus servos e os apoiasse com seus dízimos. Como São Paulo disse:
Pupilo: Devo entender que o hábito do dízimo me daria uma consciência de uma PARCERIA
EM DEBATE COM DEUS? Porque meu dízimo é para Deus e Seus servos? Isso está
correto? Um dízimo à causa de Deus em reconhecimento, em reconhecimento amoroso, de
orientação divina? Alguém necessariamente tem que dar o dízimo somente às igrejas?
Mestre: Não, ninguém precisa dar o dízimo apenas às igrejas. Algumas pessoas dão dízias
regularmente a organizações missionárias, outras a instituições de caridade e muitos dízimos
a indivíduos que trabalham nas vinhas de Deus, independentemente de organizações ou
afiliações. O valor do dízimo está no ESTABELECIMENTO DO SENTIMENTO DA
PARCERIA DIVINA CONSTANTE. O dízimo traz um para a CONSCIÊNCIA ALTA E
FRUTADA de DEUS E EMPRESA, Ilimitada! Se alguém mantiver em contato CONSCIENTE
com a Sempre-Presente, Substância Responsiva da Vida, retornando regularmente a ela parte
da substância (fundos) que colocou em sua mordomia, isto constitui um reconhecimento
prático de bênçãos e, assim, AUMENTA O MANIFESTAMENTO DAS BÊNÇÃOS. Os antigos
israelitas PROVEDARAM este fato consistentemente; e durante séculos os judeus praticaram
o dízimo, como fazem hoje. Os mórmons de hoje provam esta lei constantemente
também. Quando eu estava falando em Salt Lake City durante a “Depressão”, não havia uma
MORMON ÚNICA, ou FAMÍLIA MORMONADA DE RELEVO! O motivo é óbvio. ELES
DIZEM!
Pupilo: Eu não percebi que o dízimo era um estimulante tão grande para o fluxo constante
de oferta; mas agora parece-me que daria a mesma sensação de segurança que se tem quando
os impostos são pagos integralmente.
Mestre: Isso está certo. Depois de todo seu dinheiro é você mesmo; Você é de Deus, seu
dinheiro também é dele. A humanidade troca suas habilidades, integridade, trabalho, etc., por
dinheiro. Nos meus trinta e cinco anos como praticante, tive milhares de pessoas que me
pediram ajuda espiritual para aumentar o suprimento; MAS, em todo esse tempo, NUNCA
TIVE UM TITULAR SOLITÁRIO buscar minha ajuda para aumentar financeiramente! Na
verdade, eu tive muito poucos dízimos, aqueles que religiosamente seguem a prática, sempre
procuram minha ajuda para QUALQUER TIPO DE INHARMONIA! O dízimo traz consigo
uma riqueza de bênçãos. DAR É ADORAÇÃO! Se alguém REALMENTE adora a Deus e o
considera o melhor parceiro de negócios, a pessoa reconhece Sua ajuda, dando à sua causa
PRIMEIRAMENTE. A pessoa média dá uma mera ninharia para Deus, DEPOIS de ter pago
todo o resto. Isso não é dízimo em nenhum sentido. Um dízimo não é um dízimo, a menos que
seja dez por cento. O dízimo deve ser pago primeiro, do lucro bruto; e deve ser oferecido em
genuíno amor, gratidão e alegria, se não em puro abandono.
Pupilo: O dízimo é exigido pelo Poder Criativo e Inteligente da Vida? Certamente Deus não
precisa do dinheiro, nem das terras nem do gado.
Mestre: O dízimo é voluntário. No entanto, é NECESSÁRIO se alguém deseja um aumento
contínuo de bênçãos. É uma grande alegria reconhecer Deus como um parceiro. Para mim, um
parceiro significa um dos quais gostamos, com quem trabalhamos para um bem comum e com
quem nos alegramos COMPARTILHAMOS em amor. Para receber os benefícios do dízimo,
DEVE haver ALEGRIA EM DAR. Para dar o dízimo relutantemente não produz bênçãos, ou
poucas, na melhor das hipóteses. “Aquele que se dá a si mesmo com seus dons alimenta três,
ele mesmo, seu vizinho faminto e ME!” O dízimo traz consigo um SENSOR DE SEGURANÇA,
tem em seu seio amoroso uma abundância de SUCESSO-IDÉIAS que quando adotados trazem
saúde, riqueza e felicidade . Esta é a lei do dízimo.
Pupilo: Obrigado por esta lição sobre o dízimo. Eu gostaria de ouvir muito mais sobre
isso. Mas você vai nos dizer hoje como nos raciocinar em segurança?
Mestre: Isto é dificilmente o que eu quis dizer quando estávamos discutindo o raciocínio de
uma afirmação antes de tentar absorvê-la. Por exemplo, vamos considerar a
liberdade. Liberdade é alegria; alegria é liberdade. Mas parece que há poucos que têm
liberdade ou alegria em grande medida. Muitos parecem estar limitados por misérias; todos os
dias estão cheios de discórdia. Para eles o trabalho, todo tipo de trabalho, é
desagradável. Para eles, a maioria das pessoas é insuportável; as coisas que acontecem são
horríveis. O clima é abominável; chove quando não deveria; quando deveria chover, não. Eles
compram coisas, depois se arrependem. Eles vendem coisas e depois se machucam porque não
receberam mais dinheiro. Se eles não vão a lugares, eles se sentem menosprezados; se eles vão
a lugares, eles sentem que foram esnobados. Se eles não têm coisas, estão desanimados; se
eles têm coisas, eles não são o que eles querem, etc., etc., etc.
Pupilo: Céus, essa é a pessoa comum que você está descrevendo?
Mestre: Não. Eu estou apenas dando a você um íntimo vislumbre de uma pessoa em
cativeiro, de pessoas que não treinaram suas mentes para MANTER SOMENTE
PENSAMENTOS DE LIBERDADE ABSOLUTA. Alegria e liberdade perfeitas são suas
AGORA. Tome-os e torne-os seus.
Pupilo: Como alguém pode entrar nesses pensamentos de alegria à vontade?
Mestre: Esse é o lugar para a afirmação. Tomemos, por exemplo, o pensamento: “A MUITO
MELHOR VIDA TEM DE DAR É MUITO AGORA!” Motive isso por um minuto. Por que isso é
verdade? Porque a Vida (Deus) me tirou de Si e VIVE EM MIM. A própria vida de mim é
Deus. A vida é feliz; a vida é livre; a vida é saúde; a vida é riqueza; A vida é boa.
Pupilo: Eu posso ver isso, MAS suponha que, quando você se satisfaz, isso é verdade, algum
membro da família, ou algum amigo, te faz uma observação muito indelicada? O que
então? Você deveria rir disso?
Mestre: Se você realmente é consciente de que o melhor que a vida tem a oferecer é seu, você
perceberá instantaneamente em todos os momentos que você não deve tentar viver para
outro. Você tem tudo o que pode fazer para manter a corrente de alegria fluindo através de
sua própria consciência. Quando comecei meu estudo com Troward, ele me advertiu todos os
dias: “Observe seus pensamentos e sentimentos! Eles tomam a forma, você sabe! ”E ele
realmente levou a grande Verdade à minha consciência. Quando fui a Ruan Manor para
estudar com ele, eu estava acostumado a uma empregada pessoal toda a minha vida. Eu levei
minha empregada comigo quando fui a Troward. Não havia uma conveniência moderna em
que eu morasse em Ruan Manor; e nenhum poderia ser obtido por aí. Estivemos lá apenas um
mês quando Marie veio a mim em lágrimas e me disse que estava com o coração partido por
me deixar, mas não podia ficar naquele lugar horrível por mais tempo; ela só precisa voltar
para Paris. Ela estava muito solitária, etc. Claro que meus primeiros pensamentos foram: “Se
Marie for, o que devo fazer? Aqui estamos a quilômetros de qualquer lugar, sem conveniências
de qualquer tipo.
O que isto significa? Por que esse desastre viria a mim agora, de todos os tempos, quando eu
realmente estou tentando conhecer a Deus? ”Quando meus pensamentos alcançaram essa
posição e estavam ganhando impulso, o aviso de Troward:“ ASSISTA AOS SEUS
PENSAMENTOS! ”Veio à minha mente e Eu parei bem aí. Comecei a usar o exercício de
vontade que ele me ensinou. Eu também usei as afirmações que ele me deu, para manter
meus pensamentos onde o Poder Criativo em PENSAMENTOS E SENTIMENTOS poderia
produzir o que eu queria. O que eu mais queria era LIBERDADE DE CONTINUAR COM
MEU ESTUDO. Eu deliberadamente mantive meus pensamentos no lugar CERTO.
Apenas dois dias depois, a senhora de quem eu aluguei nossos quartos veio até mim e disse
que acreditava que Marie estava tentando dizer a ela que estava me deixando (Marie era
francesa e não falava inglês) e que gostaria de me encontrar outra boa empregada pessoal
antes de ir a Paris. Eu disse a senhora que este era o caso. Ela disse que sua filha estava
voltando para casa de Londres em poucos dias, que sua filha havia trabalhado lá por vários
anos como uma boa empregada pessoal, e que ela tinha certeza de que a garota ficaria feliz em
trabalhar para mim nessa capacidade. Marie foi embora depois de ensinar a outra garota
como eu queria que as coisas fossem feitas; e a nova empregada era tão satisfatória quanto a
primeira. Neste episódio tive a minha primeira boa lição em saber que devo observar meus
pensamentos, que eles se tornam coisas!
Pupilo: Você disse que sua afirmação favorita é a oração do Senhor. Por favor, mostre-nos
como você raciocinaria isso para entender melhor antes de usá-lo, pelo menos parte dele.
Mestre: Muito bem. As duas primeiras palavras dessa oração carregam um tremendo poder,
se forem pensadas, ou faladas, com muito sentimento. O que sugere “Pai Nosso”? Pai nosso,
nosso próprio pai? Quando você era criança, qual foi a sua ideia do seu pai? Sua idéia dele
pode ter sido exagerada, mas você ACREDITA ele para ser rico além de todas as palavras,
influente, gentil, amoroso, bom, sempre pronto para dar, para ajudar, para consolá-lo, para
fazer você feliz e ver que você tinha tudo o que seu pequeno coração poderia desejar. Então
tente se sentir como um filho de Deus, com todo o entusiasmo de uma criança. Saiba que você
é tão parecido com ELE que Ele te adora, te guia, te protege, te protege, te dá tudo o que Ele
tem que dar em quantidade generosa, que você é, e que você tem, tudo.
Faça isso com toda a oração. Pense em tudo, entenda e assimile tudo; então USE-O TODO! Se
você fizer sua parte, descobrirá que o Princípio-Pai da vida É SEMPRE RESPONSIVO! Sua
qualidade mental objetiva pode não saber o que é melhor para você, porque ela só pode
realizar o lado objetivo e limitado da Vida. Mas O PAI EM VOCÊ, ELE SABE! Peça-lhe, seja
guiado por ele. Seus desejos reais são apenas reflexos Dele que brilham e se registram em sua
mente.
Pupilo: Não seria uma boa idéia nos referirmos frequentemente à lição sobre “Desejo, um
Impulso Divino” quando existe alguma confusão mental sobre os desejos?
Mestre: Sim, isso é recomendado; Na verdade, confio que você revisará freqüentemente todas
as lições deste curso. E eu sinceramente desejo que você sinceramente TENTE FAZER DEUS
PRIMEIRO em seu coração, e mente, e alma, e vida diária e horária. Se você quiser,
significará para você uma vida de AUTO-LIBERDADE SUPREMA e, verdadeiramente, você
fará de si mesmo um reflexo da IDEIA PRÓPRIA de Deus, que é o seu eu PERFEITO. Para
este fim eu recomendo o seguinte, todos os quais eu recomendo que você memorize, carta
perfeita. Também exorto você a usar e usar e, mais uma vez, USE esses pontos e afirmações,
fiel e regularmente. Aqui estão eles:
Para DIÁRIA, Sistemática, Uso Amoroso:
Seu esforço de hora em hora deve ser o de realizar plenamente o seu verdadeiro lugar no
Grande Plano de Vida.
Apenas o que é este lugar verdadeiro para cada indivíduo? É, como Troward me ensinou, as
três coisas seguintes:
1. ADORAÇÃO de Deus sozinho;
2. A IGUALDADE absoluta de todos os indivíduos;
3. Controle completo de tudo mais.
Afirmações:
1. EU SOU inteligente, amando o espírito, vivendo no amor e poder criativos! Nele eu vivo e
me movo e tenho todo o meu ser!
2. EU SOU uma PARTE especializada da auto-manifestação de Deus! Deus é especializado
em mim; portanto eu sou perfeita harmonia!
3. EU SOU conhecimento direto de TODA a Verdade! Eu sou perfeita intuição! EU SOU
percepção espiritual em sua plenitude! Há apenas uma sabedoria; portanto eu sou perfeita
sabedoria!
4. Minha mente é um centro de operação divina; portanto, eu estou sempre pensando bons
pensamentos, falando apenas palavras construtivas! O tempo é eterno; Deus é o único
doador! Sua Inteligência Amorosa está continuamente trabalhando IN e ATRAVÉS de
mim; portanto, eu estou sempre trabalhando corretamente. Eu estou pensando os
pensamentos certos, da maneira certa, na hora certa, em direção ao resultado certo! O
trabalho de Deus EM e através de mim está sempre bem feito!
5. EU SOU ESPÍRITO ESPECIALIZADO! EU SOU sempre recebendo inspirações ricas e
poderosas do Grande Espírito Universal e Pai. A Inteligência Divina está sempre pensando
em idéias novas, frescas e claras através de mim, muito além de qualquer outra que eu já
tenha conhecido antes. Minhas orações são o fluxo da Grande Superalma do Universo. Eles
saem em seu nome; e SEMPRE eles REALIZAM aquilo para o qual eu os envio. DEUS É
GLORIFICANDO-SE EM E ATRAVÉS DE MIM AGORA!

13. Exercícios para a saúde

1. Exercícios Respiratórios, de Banho e Curtos, Fáceis e Rentáveis para a Saúde:


Nota: (Esses exercícios são dados como um estimulante para a sua capacidade mental e física.
Mente e corpo são um. Quando o corpo e a mente são fortes, a felicidade e o sucesso
geralmente se seguem, especialmente se eles aumentarem sua eficiência mental e corporal.)
A respiração correta é um dos métodos mais poderosos da natureza para construir um corpo
poderoso, um corpo perfeito. Vamos começar agora a respirar corretamente e com lucro. Se
estes exercícios forem tomados como planejado, não haverá nenhum esforço. O primeiro
exercício é este:
Ao acordar de manhã, primeiro beba dois ou três copos de água. O efeito será melhor se você
pegar a água tão quente quanto puder beber, com o suco de meio limão nela. Então fique de
pé, ou então deite-se no chão. Expire completamente. Seja em pé ou deitado no chão, dobre
ligeiramente os joelhos. Ao expirar, contraia o peito e o diafragma, empurrando o último para
fora e para baixo o máximo possível, sem causar tensão. Naturalmente isso vai estender o
abdômen. Então, sem levantar o peito, puxe o abdômen o mais que puder. Então, sem
qualquer tentativa de respiração correta, empurre o abdômen para fora e para dentro
rapidamente pelo menos doze vezes.
Depois de ter dominado o exercício acima para o abdômen e o diafragma, faça o próximo
exercício - não mais do que dois minutos de cada vez. Este exercício é: Fique em pé ou deitado
de costas. Expire completamente, contraindo o peito. Então, inspire lentamente pelas narinas,
tentando não permitir que o peito se mova. Deixe o diafragma empurrar o abdômen para
baixo e, em seguida, segure a respiração por três ou quatro segundos. Expire devagar. Em
seguida, esqueça tudo sobre o abdome e o diafragma e inspire profundamente, deixando a
respiração elevar as paredes do tórax para cima e para fora em sua capacidade
máxima. Segure a respiração por alguns segundos e expire toda a respiração.
Se praticar estes dois exercícios simples todas as manhãs durante dez dias, notará uma
grande melhoria na condição física e vitalidade, a cabeça e a mente ficarão mais claras e terá
um verdadeiro entusiasmo pelo trabalho.
Sem dúvida, você sabe que o tipo certo de banho é um esplêndido tônico nervoso, bem como o
ponto mais importante para alcançar a perfeição física e mental. Ao tomar banho para
limpeza, a água deve estar com a temperatura do sangue, nunca quente ou fria. Após o banho
de limpeza, encha o lavatório com água fria. Pegue dois punhados e aplique na testa, e
esfregue o rosto para cima e para baixo. Mergulhe as mãos em água fria novamente e sacuda
toda a água excedente, depois esfregue o equilíbrio atrás das orelhas. Repita o processo na
parte de trás do pescoço. Essas coisas acalmam e fortalecem os nervos.

2. Um certo alívio para a constipação é o seguinte: primeiro, medite sobre a ação


perfeita e harmoniosa da vida. Na Natureza, não se encontra inação ou ação excessiva. Pense
sobre como a Vida em seu corpo regula o fluxo de sangue, a ação dos músculos, tanto
voluntária quanto involuntária, e como todas essas coisas são feitas em perfeita
harmonia. Para um exercício regulatório no alívio da constipação, o seguinte é
esplêndido. Primeiro, assim que você acordar de manhã, beba dois copos de água
quente. Então fique em pé ou deite-se de costas no chão.
Respire fundo. Ao inspirar, estenda o abdômen e contraia enquanto expira, contraindo tudo o
que puder. Faça isso sem deixar o peito subir. Faça o exercício rapidamente, vigorosamente,
sempre inalando pelas narinas e expirando pela boca. Tome cerca de oito segundos para cada
respiração completa. Faça isso por um minuto ou dois e depois use outro minuto para
recuperar a respiração normal. Um segundo exercício é recomendado; e é melhor se tomado
em conexão com o que acabou de ser dado. É isso: Novamente, fique de pé ereto ou deitado de
costas, de preferência o último. Desenhe primeiro o joelho direito e depois a esquerda até o
peito o mais confortável possível.
Inspire profundamente enquanto coloca o pé no chão e expire ao puxar o joelho até o
peito. Faça este exercício rapidamente, vigorosamente por um minuto. Depois do exercício,
tente entrar no sentimento de gratidão de que você CONSEGUE sintonizar-se com a ação
harmoniosa da vida. Se você continuar pensando profundamente no fato de que TODAS as
qualidades da Vida devem estar presentes em qualquer lugar e em toda parte que a Vida seja,
o sentimento de UNIDADE virá e você apreciará a emoção dela. O melhor que existe é o seu
agora e o movimento perfeito está se manifestando AGORA.

3. Como manter a juventude e banir os cabelos e rugas cinzentos se eles o


ofenderem:

Pense, saiba, sinta, seja grato pelo fato de que Vida como a Vida não tem idade e ainda é sem
idade. Dê a esse fato um pensamento profundo todos os dias. Logo você terá a consciência
profunda e duradoura disso. Em sua mente, e na memória, tente lembrar como você se sentiu
sobre certas coisas quando tinha vinte anos, como você parecia então, e agiu e borbulhou de
energia. Pergunte a si mesmo se o seu ponto de vista sobre a Vida em geral mudou
radicalmente, ou se você simplesmente esqueceu como Viver e Amar a Vida, como você fez
então. As emoções, o bom entendimento, o entusiasmo pela atividade, como você os teve na
juventude, não se dissiparam sem deixar vestígios no desenvolvimento de seus anos de
avanço.
Tente se dedicar mentalmente a cada dia, e viva um pouco a cada dia as experiências de sua
juventude, trazendo-as de volta ao seu SENTIMENTO. Talvez você diga: “Oh, mas a
juventude é tão tola!” Isso pode ser verdade; mas lembre-se sempre que faz coisas! Tente
eliminar e destruir as dúvidas de seus anos de avanço; tente arrancar de si mesmo, do seu
pensamento e sentimento, sua tendência a ser excessivamente conservadora. A velhice é
apenas uma IDEIA OSSIFICADA! Ser excessivamente conservador e contrário ao progresso e
à mudança são as coisas que tornam alguém velho e geralmente impotente. Sua juventude
estava bem; VIVA DE NOVO! Vivencie-o com SENTIMENTO e mantenha o sentimento
temporariamente sustentado fazendo imagens mentais de seu eu feliz e convencido como se
estivesse aos vinte anos. VEJA seu rosto, figura e cabelo como eram então.
E cada dia faça o seguinte exercício para o banimento dos cabelos grisalhos. Vigorosamente
esfregue todo o couro cabeludo, desde a nuca até a linha do cabelo na testa, usando a Mange
Cure de Glover. Este líquido não é apenas para cães, mas também é um excelente tónico e
estimulante para o cabelo humano. Esfregue bem o líquido no couro cabeludo. O cabelo
grisalho pode cair por algum tempo depois de ter feito este exercício fielmente por vários dias,
mas continue assim e o novo cabelo virá com a cor natural do cabelo da sua juventude. Sim,
mentalmente, volte para vinte e equilibre sua vitalidade com sua sabedoria atual! SAIBA com
todo o seu coração e alma, e todo o seu eu emocional, que a Vida como Vida está se
manifestando em você de uma maneira particular, para que ela possa encontrar novos
caminhos para se expressar como a ALEGRIA do viver.
Faça um esforço por hora para manter em sua consciência apenas suas ALEGRIAS. FAÇA-OS
REGISTRAR! Deliberadamente, seja feliz e seu corpo irá responder a ela em todos os
sentidos. Também ajudará, particularmente para as senhoras, sentar-se em frente à
penteadeira meia hora por dia, vendo-se NÃO como você é agora (se for idoso), mas COMO
VOCÊ ERA na juventude. Faça isso com profunda concentração, sentimento mais profundo,
afirmando algo assim: “EU SOU Vida. EU SOU JUVENTUDE, JUVENTUDE eterna! ”O
importante, porém, é VER-SE a si mesmo como jovem, SENTIR a juventude, saber que você é
jovem. Logo você encontrará uma melhoria decisiva. O pensamento é sempre criativo!
Logo você parecerá mais jovem; logo você se sentirá mais jovem; logo você será mais jovem,
não em anos, é claro, mas anos não envelhecem. Alguns são velhos aos vinte e cinco; outros
são jovens aos oitenta anos. É a flexibilidade da mente, um prazer intenso de viver, que
contribui para a elasticidade dos músculos e para a juventude.

4. Um método de atração de dinheiro:

Medite nas RIQUES da Vida como ela realmente é. Tudo o que podemos ver ou pensar na
Natureza nos mostra apenas ABUNDÂNCIA. Cada coisa crescente é amplamente prevista. A
grama e as árvores, e outras coisas crescentes, não conhecem a pobreza. No solo, no ar, ao sol,
há abundância de alimento para todos. PENSE sobre esta grande verdade fundamental
porque ela se aplica também a VOCÊ. Onde quer que você esteja, qualquer que seja a sua
posição na vida, o Criador de toda a Vida tem o mesmo provimento que você tem para a
grama, os pássaros, toda a natureza. Não é culpa Dele que nem todos expressem ou
manifestem essa generosidade; as pessoas são tão pobres, ou logo serão tão ricas, como
ACEITAM para si na CONSCIÊNCIA. Tudo o que sua natureza individual pode exigir JÁ FOI
FORNECIDO para você pelo Criador. Um só tem que ACEITAR, primeiro na consciência,
então, de fato. Seu RECONHECIMENTO CONTÍNUO deste fato forma um verdadeiro ímã na
mente que atrairá todos os requisitos para você, não como dinheiro que cairá em seu colo sem
esforço, mas como idéias que, quando ACTIVADAS, produzirão uma colheita abundante.
Tente isso. Comece agora mesmo a tomar o tempo, duas ou três vezes ao dia, para concentrar
seu pensamento na base do cérebro: “Espírito de Deus (Vida), estou grato a você pela
ABUNDÂNCIA que é minha agora!” Qualquer outra coisa boa A afirmação que pode apelar
para você, uma que você compõe para si mesmo, talvez faça, desde que o seu uso eleva seu
pensamento e sentimento em CERTEZA de que a abundância é sua agora. Quanto mais
completamente você puder inundar sua mente, sua CONSCIÊNCIA, com o reconhecimento da
abundância da Vida, tanto para você como para todos, mais rapidamente seu pensamento e
sentimento se manifestarão em FORMA. Idéias ricas chegarão a você intuitivamente,
particularmente se você impressionar as RICHAS que são suas agora em sua mente antes de
ir dormir.

5. O valor do sono e um novo método para induzi-lo:


O sono é o restaurador da natureza para tecidos cansados e, muitas vezes, é o único
refrescador eficaz da máquina do corpo. A quantidade exata de sono necessária varia de
acordo com indivíduos diferentes, dependendo muito de quão cansada a pessoa está se
aposentando. Se alguém sentir necessidade de relaxamento e sono, e ainda assim não
conseguir ir dormir facilmente, tente o seguinte método, que você pode ter lido em meu livro:
“O Poder de Cura é Vida”. sua banheira, pés fora da banheira. Pegue uma seringa e encha-a
com água quente (NÃO quente). Coloque a ponta do tubo na nuca e deixe a água morna
escorrer pela espinha até começar a sentir-se relaxada; depois vá para a cama rapidamente,
confortável, quente e relaxado.
Outra ajuda para o relaxamento (e relaxamento, se completo, é certo induzir o sono em uma
pessoa cansada) é esta: deitado na cama, nas costas, deliberadamente enviar a mensagem aos
seus pés, com firmeza, “Relaxe!” Continue enviando a mensagem mensagem até que os dedos
se espalhem e relaxem. Em seguida, relaxe os tornozelos da mesma maneira, também os
joelhos, a base da coluna e a própria coluna até a base da cabeça, também as mãos e os
braços. Via de regra, nunca chegaremos tão longe com o exercício de relaxamento; quase que
invariavelmente, a pessoa adormece profundamente e repousa antes de ter conscientemente
relaxado mais da metade do corpo. Ao acordar, se você se sentir recuperado, não se force a
permanecer na cama, seja qual for a hora.
Levante-se e faça algo que você esteja interessado em fazer. Certifique-se de que o quarto em
que você dorme esteja sempre bem ventilado; quase todas as pessoas respiram mais
profundamente ao dormir do que quando acordadas, a menos que se exercitem bastante
livremente. Não coma uma grande refeição antes de se aposentar.
Se você vai dar a este método de indução do sono um julgamento justo, você achará muito
eficaz em induzir o sono refrescante que terá um valor recuperativo real.

14. “Como viver a vida e amá-la!”

Mestre: Se você está ansioso e incerto sobre o futuro por causa das mudanças extremamente
caóticas e extremamente caóticas que estão acontecendo agora sobre você, aqui está uma lição
que irá ajudá-lo a encontrar seu verdadeiro eu e permanecer em paz. Uma vez que realmente
encontramos o verdadeiro eu, estamos em sintonia com a Vida como ela é. Então podemos
viver a vida e amá-la! A vida é realmente gloriosa quando se sabe como viver. Tente imaginar
por alguns minutos que você conhece um segredo que abre todas as portas fechadas da
aparente limitação e que você pode então entrar em um novo mundo no qual tudo é Vida e
Liberdade. Para entrar neste paraíso da liberdade, a mente deve ser treinada para escolher
cuidadosamente a tendência emocional do pensamento.
Pupilo: Você quer dizer que somente aqueles que desenvolveram suas diferentes faculdades
mentais através do estudo e prática da Verdade podem entrar neste reino?
Mestre: É exatamente isso que quero dizer, já que os pensamentos sozinhos são
criativos. Aqueles que inclinaram o valor da vontade treinada, imaginação, intuição e que
vivem de acordo com isso, podem realmente sentir-se seguros. A tendência do pensamento, os
hábitos de pensamento, determinam com precisão os assuntos externos. Assim, quando você
começa a viajar por esse caminho que leva à liberdade absoluta em todas as coisas, é
necessário deixar para trás todo excesso de bagagem, como autopiedade, intolerância, crítica,
medo, desânimo, sentimentos de superioridade e todos os demais ocupantes negativos e
destrutivos. sua casa mental. Pegue tudo isso e coloque-os em uma sacola segura; em seguida,
amarre firmemente uma corda de determinação resoluta em torno deles e despeje-os em uma
pilha de lixo. Cubra a bolsa inútil de males destrutivos com óleo e ative-a no fogo. Então você
está realmente pronto para começar sua jornada?
Pupilo: Parece que só é possível “ir a lugares” nesta estrada desenvolvendo o
autocontrole. Isso é tão necessário?
Mestre: Sim, vitalmente necessário. Por mais verdadeira e poderosa que seja a verdade, deve
haver um método de aplicação do princípio ao indivíduo. O melhor e mais seguro método de
manifestar a verdade de que Deus e o homem são um, e que Deus vive e pensa através de
cada um de nós, é cultivar deliberadamente o autocontrole com a consequente serenidade da
mente. Em seu esforço para usar este grande Poder para seu propósito individual nos
assuntos de sua vida horária, você deve ser capaz de captar seu pensamento no minuto em
que ele começar a se desviar para dúvidas, medos, condenações, críticas, etc. e direcioná-lo
para a direção. Você quer ir. Assim você construirá certeza em sua alma e corpo e a posse da
certeza interior significa certeza e todas as coisas boas nos assuntos.
Pupilo: Você faz parecer que minha disposição e autocontrole precisam de muita da minha
atenção. Admito que não sou paciente; e é claro que sou intolerante, mas apenas com aqueles
que o merecem - apenas com aqueles que parecem não tentar fazer a sua parte, perco a
paciência.
Mestre: Não é minha intenção ser pessoal sobre sua disposição. Mas eu sinceramente digo
que toda pessoa que deseja desfrutar das bênçãos da verdadeira liberdade DEVE aprender
cuidadosa seleção de pensamento, o que significa absoluto controle de pensamento, ou
autocontrole. Desta forma, muito em breve você entreterá apenas os convidados que você
admira e aprecia. Os pensamentos rudes, rabugentos, egoístas, condenatórios, suspeitosos,
vagabundos, todos os quais tentam fazer uma conveniência de seu domínio mental, devem ser
desviados de sua mente. A melhor maneira de fazer isso é colocar todo o seu sentimento em
uma afirmação, qualquer que seja a sua atração no momento. Segure-se firmemente a esse
pensamento e sentimento até que tudo ao contrário esteja fora de sua mente. Em seguida,
bloqueie suas portas mentais e use sua vontade para afastar os pensamentos que você
dispensou da sua presença.
Pupilo: Isso fazendo minha mente fazer minha nova vontade não será fácil. Eu praticamente
terei que superar completamente meus processos mentais habituais.
Mestre: Não, não será fácil. Mas o objetivo que a disciplina o levará a valer mil vezes o
esforço requerido, por mais esforço que seja. Se você se apegar mentalmente à sua
determinação de fazer da sua mente um centro consciente da operação divina, mesmo por uma
semana, vendo-se crescendo firmemente naquilo que deseja se tornar, ficará surpreso com seu
próprio crescimento e com o interesse genuíno que você tem. em tudo ao seu redor.
Além disso, você descobrirá muitas, muitas coisas maravilhosas sobre você mesmo que nunca
conheceu antes. Uma vez que você focalize sua atenção e sua intenção na Vida Inteligente
dentro de você, e tente reproduzi-la em seu próprio eu, você começará a obter resultados que
parecerão quase fenomenais para você, e de uma só vez. Mantenha sua consciência focalizada
no fato de que o Espírito da Vida não tem medos, nem ansiedade, e logo seu sentimento
corresponderá a Ele. Apenas tente isso, diga por duas semanas, sem escorregar; então
pergunte a si mesmo se você voltaria a sua antiga propriedade, se pudesse.
Pupilo: Alguém pode ser “hipnotizado” e, assim, prejudicado no progresso, pelos
pensamentos de outros sobre um? Às vezes pareço estar fazendo progresso real quando, de
repente, e sem motivo aparente, há um impulso e um sentimento quase incontroláveis de “oh,
o que é que serve!” Eu sou como um navio sem leme, tentando atravessar alguns invisíveis, e
invencível, força e "chegar a lugar nenhum rápido", como diz o ditado. Na melhor das
hipóteses, essas experiências são longos e longos desvios da estrada principal. O que causa
esses episódios?
Mestre: Você deu o nome certo no começo. É hipnotismo; mas, em regra, é o auto-hipnotismo,
quase inconscientemente feito por causa dos velhos hábitos de pensamento; e vem como
resultado de você deixar que outras coisas, além do seu objetivo, prendam sua atenção. Seus
esforços para controlar seus pensamentos devem ser constantes, contínuos, sem momentos
desprotegidos. Meros esforços espasmódicos, por mais vigorosos que sejam nos momentos de
sua ocorrência, nunca o levarão muito longe no caminho para o novo objetivo que você
estabeleceu. Antes de estudar mais nessas lições, sim, agora mesmo, decida positivamente que
você está entrando no estudo para vencer e que fará um esforço sério, constante e contínuo
para fazê-lo.
Meu remédio pessoal para superar qualquer tendência de voltar à velha rotina do pensamento
errado, e garanto-lhe que sempre achei uma panacéia mais potente e segura, é, acredite ou
não, aquela coisa maravilhosa, ironicamente chamada “ antiquado e desatualizado ”por
alguns,“ O Pai Nosso ”. Vá cuidadosamente sobre a oração do Senhor todos os dias. Se você
ainda não o conhece completamente, memorize-o, para que possa repeti-lo em qualquer lugar,
a qualquer momento, em silêncio, se quiser. Repeti-lo com cuidado, devagar, e com muita
profundidade de sentimento, quantas vezes houver a menor tendência para sair do seu
caminho.
Depois de ter terminado a sua leitura, ou a repetição da Oração, retome a sua imagem mental,
mentalmente vendo, sentindo, acreditando, sabendo que você já está de posse do que quer que
seja.
Isto é o que Jesus quis dizer quando Ele disse para nós sempre, "pedir acreditando que você já
tem e você deve ter!" Se você fizer essas coisas, muito em breve você vai achar que você está
no caminho para a liberdade e alegria, e será cada vez mais fácil para você ficar na estrada,
sem muitos desvios.
Pupilo: Só agora eu gostaria muito de ter mais dinheiro. Na verdade eu devo ter isso. Quer
dizer que posso atrair o dinheiro de que preciso vivendo com a Oração do Senhor, digamos,
meia hora todas as manhãs e todas as noites, apenas "precipitar" o dinheiro diretamente do
ar? Isso parece incrível!
Mestre: O que você pergunta é incrível! E você não está obtendo meu verdadeiro
significado. A mais bela declaração da Lei da Vida já proferida é, em minha opinião,
maravilhosa e maravilhosa declaração de Jesus, a saber: “Buscai primeiro o reino de Deus e
Sua justiça (uso correto) e (então) todas as coisas. será acrescentado a você. ”Mas, por favor,
note que PRIMEIRO você deve procurar o reino, deve fazer um esforço honesto para tornar
sua mente um centro de operação divina apenas, e por si só e não por qualquer motivo oculto.
Então todas as coisas serão adicionadas a você. O que acontece com você através do uso
constante e persistente da Oração do Senhor, como estávamos discutindo, é o seguinte: Com a
constante mudança em sua atitude mental à medida que você progride, você está
desenvolvendo mais e mais força e poder espiritual. Este autodomínio que você está
constantemente desenvolvendo é o crescimento da Sabedoria Divina, Poder e Beleza dentro de
você. Naturalmente, todo o seu mundo exterior mudará gradualmente para corresponder ao
seu novo mundo interior, porque o seu pensamento mais habitual assume a forma
exterior. Mudanças deliciosas entrarão no círculo do seu mundo individual. Seu pensamento e
sentimento atraem formas correspondentes; e você se sentirá muito encorajado a continuar e
continuar, em mais e mais alegria e liberdade.

15. Imaginação e intuição

Mestre: Hoje vamos discutir esse grande poder que chamamos de imaginação.
Pupilo: Posso perguntar o que é imaginação. Eu tenho ouvido você falar muitas vezes sobre
isso como nosso “avião espiritual”, e dizer que “nos alas”. Mas o que é isso?
Mestre: Nenhum mortal pode responder a essa pergunta. Com toda a nossa pesquisa
científica, ninguém encontrou qualquer pista racional quanto à fonte desse grande poder, fora
de Deus ou do Espírito. Nem ninguém foi capaz de determinar até que ponto o uso da
imaginação é capaz de carregar um. É infinito. É o mistério dos mistérios; e pode ser
comparado à eletricidade a esse respeito. No entanto, sabemos que existe e que seu poder para
o bem é inconcebível, se usado de forma construtiva, corretamente. O que devemos fazer é
investigar sua utilidade para nós. Cada pessoa normal está equipada com isso em algum
grau; e como a vontade a imaginação pode ser desenvolvida. Se corretamente entendido e
usado corretamente, ele fará milagres aparentes.
Pupilo: Mas por que você chama a imaginação de "avião espiritual"?
Mestre: Porque a imaginação, corretamente usada, pode e irá erguer uma, como se estivesse
nas asas, acima e além de toda limitação, acima de nossas visões baixas e estreitas da vida,
em um domínio sem nuvens da verdadeira perspectiva. Imaginação dá uma visão clara de
possibilidades em sua vida que você nunca foi capaz de ver antes. Então, enquanto você
percebe que é preciso determinação e esforço para alcançar o sucesso; você também sabe que
pode, com a imaginação, explorar a fonte de possibilidades ilimitadas e Energia
Inteligente. Num relance, aquela coisa misteriosa e alada, chamada imaginação, mostra onde
todas as riquezas da Vida podem ser encontradas.
Pupilo: Suponha que alguém se sinta fraco, obscuro, pobre, que você saiba que suas ideias
são boas, mas que você não tem dinheiro ou saúde para levá-las a efeito. O que a imaginação
pode fazer sobre essas coisas?
Mestre: A imaginação revelará que a força, o poder e os meios podem ser encontrados dentro
do seu eu Divino e que um melhor e melhor conhecimento e um uso mais frequente dos
poderes do Deus interior certamente levarão ao sucesso em qualquer linha.
Pupilo: A imaginação pode elevar uma pessoa a grandes alturas espirituais? Ou se refere
mais ao sucesso material?
Mestre: Jesus, o nazareno, elevou-se ao exaltado Cristianismo através da compreensão e do
uso de seus poderes de imaginação. Isso não está atingindo as alturas espiritualmente?
Pupilo: É a imaginação que abre a porta para o bem ilimitado entrar?
Mestre: Não, não falando corretamente. É a intuição, uma qualidade feminina, ou alma, que
primeiro capta uma ideia do Infinito e a transmite para a imaginação. A imaginação eleva a
pessoa a um lugar na consciência, onde todas as coisas não são apenas possíveis, mas estão
presentes, fatos espirituais. Olhe para todos aqueles que subiram acima de todas as
desvantagens imagináveis para um grande sucesso. Tomemos, por exemplo, Louis
Pasteur. Ele não tinha uma mentalidade melhor, nem mais força nem mais dinheiro do que
qualquer outro francês comum; e ele era tão obscuro quanto o mais baixo deles. Suas
ferramentas mentais, por natureza, não eram mais afiadas que as suas. Mas aquela coisa
estranha e misteriosa chamada imaginação era muito ativa nele e subiu muito além de seu
equipamento escasso e dificuldades iniciais em novos reinos de sabedoria.
Muitas vezes ele não tinha certeza; mas ele imaginou; e porque ele imaginou ter descoberto; e
porque ele descobriu que ele fez curas milagrosas e até hoje sua sabedoria previne doenças e
mortes em incontáveis milhões. Verdadeiramente Pasteur era um santo. O mesmo é verdade
para Paracelso. As pessoas diziam que ele tinha sorte. Pessoas invejosas e preguiçosas sempre
dizem isso de qualquer um que tenha sucesso. Mas as curas de Paracelso não foram sorte; eles
eram o resultado de sua imaginação e indústria. Jesus intimamente se familiarizou com Deus
através do uso de sua imaginação fértil; e através do uso do mesmo poder místico, ele foi capaz
de entrar em outras vidas. Seu sucesso facilmente pode ser atribuído à sua capacidade de ver
Deus (que é a perfeição) em cada pessoa que ele contatou, por mais trágica, solitária,
desesperada ou viciosa que alguém parecesse. Através de seu reconhecimento de Deus em
todos os homens, ele ajudou os homens a verem a Deus em si mesmos. Esta foi a fonte de seu
grande poder!
Pupilo: Então a imaginação é um verdadeiro dínamo e não apenas um meio de sonhar trivial
e ocioso?
Mestre: Sim. Reconheça sua imaginação como um dínamo de poder ilimitado. Use tudo o que
você possui sempre que precisar. Compreender isso e ter experiência em usá-lo, prontamente
provará que ele é a força mais poderosa em seu equipamento mental. Usado corretamente, ele
levará sua luz entre as estrelas mais brilhantes do mais alto céu. Não é suficiente sonhar e
desejar, não mais do que o suficiente para iniciar o motor de um avião apenas para ver a
hélice girar e girar. Você deve alimentar sua imaginação com conhecimento e propósito. Você
deve se orientar e seguir seu curso. Riscos, dificuldades, serão apenas maiores oportunidades
para usar sua imaginação em sua jornada através das nuvens.
Pupilo: Tudo isso soa muito interessante e inspirador. Mas quando olho para mim e vejo as
pessoas que estão tendo sucesso e que têm muito mais na vida do que eu, isso é confuso. Eles
não parecem saber ou se importar com algo de Deus. Que tal isso?
Mestre: Se eu fosse você, tentaria cuidar do meu próprio tricô e começar de uma vez a
desenvolver meu próprio poder; Também eu pararia de invejar os outros o seu sucesso.
Pupilo: Ah, não estou invejando ninguém. Eu simplesmente não entendo.
Mestre: Ajudaria se você tentasse evitar uma guinada de autopiedade. Assim que você
observar alguém que está se dando bem melhor do que você é, você deve se projetar
criticamente em sua vida. Tente fazer a mesma coisa de forma construtiva. Explore suas
táticas, seus gostos, sua imaginação e sua indústria; e depois pergunte a si mesmo se você
pode não se dar bem melhor e mais rápido se adotar alguns dos meios que ele emprega.
Pupilo: Como posso saber como o outro faz o trabalho dele para ter sucesso? E eu não percebi
que tenho sentido pena de mim mesma. Como seria tentar me ver como os outros me vêem?
Mestre: Ajudaria muito se você se voltasse sua imaginação sem quaisquer desculpas ou
álibis. Sua imaginação lhe mostrará seu verdadeiro eu, se você tiver a coragem de usá-lo e
confiar nele. E deixe sua intuição ajudá-lo também.

16. Maridos, esposas e filhos


(Crianças, como trazê-las adiante se você as deseja, lar, maridos, esposas, se você as
deseja.)
Pupilo: Parece-me que muitos dos meus amigos casados ficariam perfeitamente felizes se
apenas os filhos fossem até eles. Parece estranho que eles não possam ter nenhum.
Mestre: Não, não é estranho. Tudo está de acordo com a lei. “Princípio não é regido por
precedentes”. As crianças são o resultado de conhecer, sentir, viver essa Lei consciente ou
inconscientemente; eles são o nascimento de novas idéias, algo diferente. Todo bebê é uma
ideia nova, uma nova forma na qual a Vida vive. Adquira o hábito de desenvolver novas idéias
e você encontrará essas mesmas idéias tomando a forma de crianças. Não importa quais são
as novas idéias, desde que você as desenvolva completamente. Então, imagine mentalmente
quantos filhos você gostaria de ter. Quando prestes a dar à luz a nova idéia na forma (um
bebê), eu sugeriria a ajuda diária de um bom praticante de Ciências Mentais, também no
momento do nascimento. Com a devida compreensão, o nascimento da criança será tão
natural quanto a idéia espiritual que precedeu a forma.
Pupilo: Tudo isso soa muito maravilhoso e convincente enquanto eu falo com você. Correndo
o risco de você pensar em minha mente, posso pedir-lhe que ponha os três passos, marido, lar,
filhos, numa forma concisa e separada.
Mestre: Muito bem. A idéia de concentração não é um vazamento e terei prazer em
apresentá-los na ordem que você nomear. Mas primeiro, o que exatamente a palavra marido
significa para você? Quais características você deseja que o marido manifeste? Qual deve ser
sua disposição para estar em sintonia com a sua? Estes são seus primeiros passos ao longo do
caminho.
Pupilo: Para mim, o marido simboliza certas características que eu gostaria de atrair para
mim do lado masculino da Vida, ou qualidade de vida, um tipo de homem que eu admiro. Suas
principais qualidades devem ser, para mim, compreensão e amor. Com esses dois atributos
bem desenvolvidos em nós, acredito que a felicidade seria certa.
Mestre: Com amor e compreensão bem desenvolvidos em marido e mulher, a felicidade
certamente virá. A única maneira certa de atrair esse tipo de marido é desenvolver amor e
compreensão em si mesmo. É uma grande verdade que atrai semelhante! Então pense
primeiro cuidadosamente sobre o tipo de homem que você sente que poderia ser feliz com você.
Pupilo: Ah, eu pensei que deveria pensar nas qualidades que meu marido deveria ter para
me fazer feliz.
Mestre: Esse método ajudaria a desenvolver o egocentrismo, o egoísmo. Mas o outro caminho
é um alcance para dar o que você tem e tem um grande poder de atração. Quando você tiver
determinado o tipo de homem que você sente que seria feliz com você, então tome para si uma
manhã matutina e através da leitura e da meditação, pense na qualidade de vida que deseja
atrair e manter o sentimento. Aqui reside o valor real de manter o seu pensamento e
sentimento no lugar, assim como ligar a tomada de luz quando você quer luz. Se você
continuar puxando o plugue, não terá muita luz. O segredo é: FAÇA seu contato em
pensamento e sentimento e mantenha-o com uma atitude feliz e expectante. É claro que essa
capacidade de sustentar uma ideia é obtida pelo desenvolvimento da vontade.
Pupilo: Parece-me que a visualização não funcionará a menos que as imagens mentais feitas
sejam mantidas em mente. Isso esta certo?
Mestre: Isso é exatamente certo. Eles devem ser mantidos no lugar, novamente como o
contato elétrico para as luzes devem ser mantidos no lugar, se você for beneficiar pela luz que,
em seguida, permanecerá. Seu ímã de pensamento e sentimento extrai de todo o Universo
qualidades como Amor, Entendimento, Proteção, Provisão, marido, filhos, seja o que for que
você tenha visualizado.
Pupilo: É como um selo postal; só tem valor se aderir. Estou certo sobre isso: que o que eu
realmente sou que eu ATRAIR? Não seria esse o significado da declaração de Jesus em
Mateus 13:20 quando ele disse: “Pois quem a ele for dado será dado e ele terá mais
abundância; mas quem não tiver dele, será tirado até o que ele tem? ”Quando alguém
realmente tem um marido em sentir e mentalmente o retrata, alguém realmente tem aquele
marido; e ele está certo em aparecer na forma como um ser humano: isto não está tendo mais
abundância? Como lentamente eu cresço. Primeiro eu queria que meu marido
entendesse; agora vejo que ele está entendendo.
Mestre: É isso. Toda coisa concebível que a mente e o coração humanos podem desejar já
existe. Como a eletricidade, sempre esteve lá; e assim que alguém percebe e sintoniza o desejo
com essa qualidade de vida, é a corrente que começa a fluir nessa direção. Então, a pessoa tem
abundância real por ter continuamente o reconhecimento de que, seja o que for que ele queira,
já a tem.
Pupilo: O processo é o mesmo se alguém quiser vários filhos?
Mestre: Sim, fundamentalmente é o mesmo. Se quisermos manifestar nossas novas idéias de
vida na forma de crianças, é necessário tornar o desejo conhecido por Deus, o Grande, Sempre
Presente, Formador, Responsivo, Criativo, Poder Inteligente. Sendo responsivo e criativo,
manifesta-se na forma, como crianças.
Pupilo: Apenas o que alguém deveria começar a pensar e a sentir?
Mestre: Em primeiro lugar, suponhamos que o seu desejo por filhos esteja em perfeito acordo
com o Plano Divino para trazer à existência terrena um avanço contínuo da raça
humana. Portanto, sua ideia do novo nascimento é que você pode ser um meio, ou um canal,
através do qual o Princípio Todo-Criador da Vida Inteligente, Bonita e Perfeita pode se
reproduzir em uma nova forma, capaz de se reconhecer como uma ação individualizada. do
Espírito Puro. Então, lendo bons artigos ou livros ou meditando sobre uma afirmação que
agrada a você, você sintoniza seu pensamento e sentimento com a mais alta taxa de vibração.
Permaneça com o pensamento e sentimento até ter certeza de que você fez o seu contato com a
Inteligência Divina, assim como você está certo de que você deve acender a luz quando você se
conectar a uma tomada de luz. Você sabe, sob esta última circunstância, que o contato é feito
porque a sala está inundada de luz. E na instância mental você sabe que o seu contato é feito
porque todo o seu sentimento está inundado de certeza e uma sensação de segurança no Amor
e Poder de Deus, conforme eles se manifestam dentro e através de você.
Pupilo: Parece-me que é preciso ter sempre em mente o pensamento de gerar ideias perfeitas
em relação a cada ato.
Mestre: Jesus disse: “Vigiai e orai para que não entre em tentação”. Você se sente em relação
a Deus (Vida) da mesma forma que seu filho se sente em relação a você. Se você obedecer às
Leis da Vida porque ama seu Pai (Vida), seu filho fará o mesmo.
Pupilo: É necessário que pai e mãe desejem os filhos? Eles devem tomar suas meditações
juntos? Eles devem discutir a esperança das crianças?
Mestre: Se pai e mãe desejam filhos, a nova idéia será uma idéia mais perfeita de Deus. Não
é necessário tomar as meditações juntas, na verdade, eu pessoalmente prefiro ter todas as
minhas meditações sozinhas. E parece-me que quanto menos se discute um desejo com
alguém, mais rapidamente e perfeitamente o desejo se manifesta. Se alguém fala sobre uma
coisa, geralmente é colocado no futuro e raramente é discutido como um FATO
PRESENTE; daí a manifestação é adiada indefinidamente por causa do hábito de considerá-la
como uma manifestação futura, como algo que “será” ao invés de algo que é.
Pupilo: Como isso é para um método de trazer seus próprios filhos para a vida
pessoal? Primeiro, estude e pense sobre a Lei fundamental da Vida como sempre dando
expressão aos seus ideais e idéias mais elevados na forma humana. O homem é o ideal mais
elevado de Deus e os filhos dos homens são idéias especializadas da Única Grande Fonte
Criativa de todas as coisas. Nossos filhos não são os resultados das idéias de Deus de dar à luz
a nossos mais elevados desejos?
Mestre: Você tem a ideia certa. Tente realmente sentir que Deus, Vida, Amor, Sabedoria,
está gerando uma idéia particular através de você. Plante essa ideia, essa semente-
pensamento, no jardim da sua mente subconsciente individual. Ao usar sua qualidade de
mente subconsciente individual desta maneira você está fazendo sua parte para deixar toda a
Energia Criativa no Universo agir dentro e através de você sem limites.
Assim, vocês são uma ponte entre os dois extremos na escala da Natureza, um dos quais é o
mais íntimo Espírito Criativo da Vida e o outro, a forma particular e externa de uma
criança. Sua qualidade objetiva de poder mental vê seu filho perfeito, então passa o
pensamento e a imagem para o poder criativo de sua qualidade individual de mente
subconsciente que, por sua vez, transfere a semente do pensamento para TODO o poder
crescente que existe na Vida. Assim, colmatar os dois extremos da natureza. Sua semente-
pensamento crescerá em perfeita exteriorização, assim como um grão de milho quando
plantado nas condições apropriadas.
Pupilo: Esta ideia de uma semente de pensamento esclarece toda a idéia de que minha
mente subconsciente individual é a ponte entre mim e todo o vasto mar da vida.
Mestre: Se você plantar um grão de milho, primeiro certifique-se de que o solo e o clima
sejam do tipo adequado para cultivar milho.
Pupilo: Isso significa que eu deveria olhar para o meu próprio caráter e condição física, e
assim por diante, para determinar se eu realmente sou o tipo de mulher que tem filhos
perfeitos?
Mestre: Você está certo. É de vital importância conhecer essas coisas. Uma vez que você
tenha descoberto que estes são claros, e você e seu marido têm certeza em suas mentes que
você deseja criar na forma de seu mais elevado ideal de Amor, como crianças, então
prossiga. Lembre-se de que a semente que você planta, tendo toda a vitalidade, toda a
essência vital, é necessária para extrair de toda a Vida todo elemento necessário para que ela
se transforme em uma perfeita reprodução exterior, uma criança perfeita.
Todo pai, ou pai-filho, deve ser um pai iluminado, é claro, e deve fazer tudo dentro do poder
para gerar, nutrir, educar e criar as melhores crianças possíveis. Ajudará aqueles que são, ou
desejam ser pais, se eles se informarem completamente sobre as linhas mais científicas desta
questão. Isso pode ser feito de inúmeras maneiras, através da leitura de bons livros sobre o
assunto, escritos por especialistas, também fazendo cursos sobre o assunto que são oferecidos
quase que continuamente através de planos de extensão universitária, também em muitos
lugares por cidade e cidade. departamentos de estado; e, finalmente, buscar o conselho e
cuidado dos melhores médicos desde a concepção.

17. Vida, Amor, Beleza

Mestre: Em seus maravilhosos livros, o Juiz Troward enfatiza freqüentemente que o Espírito
da Vida também é um Amor e Beleza, e que onde o Um é os outros também será encontrado,
por necessidade. Onde a vida é amor é. Um é o correlativo do outro. Onde a vida e o amor são
a beleza deve ser.
Pupilo: Podemos ter outra ilustração para esclarecer isso?
Mestre: Certamente. Todas as pessoas têm uma apreciação do art. Os antigos gregos foram
supremos nas artes por muitos séculos. Até hoje muitos de seus trabalhos nunca foram
igualados. Eu nunca vi esse fato mais convincentemente ilustrado do que foi um dia no verão
passado em nossa casa no The Esplanade, Redondo Beach, Califórnia. Um cavalheiro amigo
do Sr. Smith (Worth Smith, meu marido) que, como o Sr. Smith, foi aluno da Grande Pirâmide
por muitos anos, nos chamou. Ele trouxe um livro maravilhoso e nos mostrou muitas fotos
lindas de deliciosos vasos gregos. Ao lado de cada fotografia havia um esboço do mesmo vaso
com o desenho básico destacado em geometria, muitas linhas desenhadas para características
salientes do esboço.
De toda a graça e beleza e perfeição absoluta de simetria que eu já vi, ou espero, aquelas fotos
e desenhos tinham, sem uma falha solitária em qualquer um deles. Cada um deles era a mais
pura harmonia, tanto que um deles ficou maravilhado e parecia que a própria música fluía
deles. Cada vaso era uma expressão de Deus e Suas leis de Vida, Amor, Beleza e Harmonia,
executadas com perfeição por artistas nos quais seu amor, beleza e harmonia viviam. Por
causa de sua adoração da beleza e sua fonte no pai, eles foram capazes de conceber beleza na
mente ao planejar os desenhos dos vasos. Sem dúvida, eles esboçaram os desenhos mostrados
no livro, empregando a geometria na qual se destacavam. Com o modelo diante deles, eles
então criaram as obras da soberba Harmonia para glorificar a terra.
Pupilo: Mas todos nós não podemos fazer tais obras-primas, você sabe, para todos nós não
temos tal talento artístico. Nós?
Mestre: Todos nós temos algum talento dentro de nós. Infelizmente, muitos parecem nunca
perceber e nunca fazer nada sobre isso. Mesmo assim, qualquer pessoa de inteligência pode
colocar em qualquer tarefa que alguém possa ter que fazer o Espírito da Vida, Amor, Beleza e
Harmonia, SE só um vai, e pode fazer dos frutos da tarefa muitas coisas da Beleza. Algumas
donas de casa, por exemplo, fazem da limpeza e educação das crianças algo penoso como
resultado de sua falta de iluminação sobre a verdadeira divindade do serviço
doméstico. Outros colocam Amor, Beleza, Harmonia, Ordem e Alegria na mesma tarefa e
fazem disso uma glória. É uma questão da consciência espiritual que se tem, ou adquire
através do estudo, se não existe de forma natural.
Pupilo: Por favor, cite um exemplo da Bíblia que apresenta essa questão da consciência de
nossa divindade como sendo a raiz de todas as bênçãos?
Mestre: Com alegria, de fato. Estude cuidadosamente São Mateus, capítulo 13, versículo 12.
Jesus proferiu essas palavras de ouro para ensinar à humanidade que o semelhante atrai
semelhante, invariavelmente e Incurável. Essa passagem declara a lei da atração no seu
melhor, incluindo uma fé inabalável, visualizando por meio do qual alguém TEM
espiritualmente, ou na mente, até mesmo aquilo que é procurado, e que serve como um imã de
poder infinito para atrair a um satisfação plena na forma, ou realidade física, desde que
apenas uma também trabalhe confiante e felizmente para levar a cabo as idéias que o Pai nos
dá, através da intuição, como passos no caminho para o objetivo brilhante.
Agora, vamos citar diretamente a passagem, depois desnudar de todo o “mistério” que muitos
afirmam conter para eles. Infelizmente, para muitos, esse versículo continua sendo um
enigma para a vida, a menos que eles estejam suficientemente interessados em procurar até
encontrar a chave para sua solução. A passagem diz:
“Porque a qualquer que lhe for dado, ele terá em abundância, mas quem dele não tiver será
tirado até o que ele tem”.
A grande questão é: “Para quem tem” o que? Significa aquele que tem riqueza em dinheiro,
propriedade ou outras posses terrenas? Não, embora aquele que tem a coisa que significa é
certo adquirir independência financeira e retê-la. Significa simplesmente que “todo aquele que
tem” a CONSCIÊNCIA DO PAI interior, que exaltou a consciência como uma convicção
permanente, que tem fé implícita nela e que realiza ativamente na obra que a pessoa faz, seja
ela qual for, idéias de Vida, Amor, Beleza e Harmonia que o Pai dá a essa pessoa em um fluxo
unending, àquele que será dado a tudo que ele pode requerer, e poupar. Mas a pessoa que
"não tem" a elevada consciência está sujeita a todas as tristezas, carências e outras
inarmonias que as circunstâncias e condições podem trazer sobre ele, até ao ponto de perder
tudo o que ganhou através do emprego habitual de causação secundária. . . pois desde que ele
não tem a consciência que ele é, ou será, "sob o domínio de um destino de ferro", para citar
Troward, e habita em ansiedade e medo, não sabendo que "o Deus eterno é o nosso refúgio e
uma ajuda muito presente em apuros."
Pupilo: Pode-se fazer com que Amor, Beleza e Harmonia fluam de uma pessoa, um
praticante, digamos, para dentro e através de outra, de modo que a segunda parte esteja
ciente da elevação espiritual e receba benefícios correspondentes?
Mestre: Sim, de fato, isso é feito facilmente. Essa é a missão do praticante, pois ele faz essas
coisas para os outros muitas horas por dia. Lembro-me bem de um incidente que ocorreu há
não muito tempo na bela casa de um amigo e aluno muito querido em Denver. Eu estava
sentada com ela em particular em sua adorável sala de estar, segurando sua mão esquerda à
minha direita, completando assim um circuito exatamente como um circuito elétrico é feito,
pólo positivo em contato com o pólo negativo. Com a minha mente eu fiz contato com o Amor,
Beleza e Harmonia que o Espírito é. Do Espírito Universal da Vida, essas qualidades fluíram
para dentro de mim, e através de mim para a minha querida amiga, e através dela de volta ao
Universal. Durante alguns minutos mantivemos o contato e ambos estávamos cientes da onda
de tremendo poder que fluía através de nós. Eu tenho a gentil permissão desse amigo para
mencionar o nome dela. Ela é Grace N. Northcutt. É ela cuja graciosa generosidade explica a
nova edição deste livro que você está lendo agora.
Pupilo: Então, é verdade que, como alguém faz disso um hábito de reconhecer
conscientemente a Deus em sua vida diária, horária e até mesmo minuto a minuto, nesse
grau, você obterá bons resultados?
Mestre: Sim. A correspondência é exata! À medida que aplicamos as leis da eletricidade,
estamos certos de obter resultados que correspondem apenas àquelas leis. É loucura aplicar
um conjunto de leis criativas a um problema e esperar obter resultados que correspondam a
um código diferente. É assim que se nos pusermos em movimento através do pensamento
concentrado e consagrado, as leis da Harmonia, então, somente a Harmonia se manifestará
em e através de nós e em nossos assuntos!
Mais uma vez, dou-lhe a chave de ouro que abrirá qualquer porta de escravidão e que nunca o
desapontará se você persistir em usá-la com sabedoria. É, repito, o décimo segundo verso do
treze capítulo de Mateus.
Pupilo: Como é obtido? Qual o preço que alguém tem que pagar pela chave?
Mestre: O preço é dado no décimo quinto capítulo de João e é, como Jesus disse: "ABIDE EM
MIM!" Isso vai colocar você em um relacionamento inteiramente novo com seu Pai e com seu
ambiente, abrirá muitas novas possibilidades até então jamais imaginadas. de, tudo por uma
seqüência ordenada de leis criativas que resultam de sua nova atitude mental. O pensamento
é a energia pela qual a lei da atração é posta em operação. É pelo pensamento que mantemos
a seiva da vida fluindo do tronco para os ramos. A afirmação que Jesus fez em Mateus 13:12 é
tão importante que Ele fez isso repetidamente, redigido de forma um pouco diferente, mas
contendo a mesma lei que Ele expressou nela.
Pupilo: Podemos ter um cronograma e algumas afirmações para uso diário? Se tivermos uma
antes de nós, impressa, isso deve ajudar muito, parece-me, no nosso follow-through.
Mestre: Em primeiro lugar, darei a vocês duas afirmações que achei muito eficazes e
poderosas quando consistentemente usadas com profundo sentimento.
1. “Pai, eu Te agradeço pelo conhecimento consciente de que todo o meu bem vem somente de
Ti, e que eu não mais vejo o homem como a fonte do meu suprimento!”
2. “Deus é meu suprimento sempre presente e grandes somas de dinheiro vêm a mim
rapidamente, sob graça e de maneiras perfeitas, para suprir abundantemente todas as
minhas necessidades e poupar!”
Além disso, um estudo cuidadoso dessas três referências será uma grande ajuda, isto é,
Marcos 5:36 e 9:23, João 20:29.
Por fim, estou feliz em lhe dar uma excelente rotina de uso diário que o próprio Troward me
deu. Eu o usei fielmente por trinta e cinco anos e é uma ajuda poderosa, de fato.
É isto:
Segunda-feira . . . Cuidado com as palavras!
Terça-feira . . . Assista seu sentimento!
Quarta-feira . . . Assista seus atos!
Quinta-feira . . . Assista seu recebimento!
Sexta-feira . . . Assista sua doação!
Sábado . . . Procure o Espírito da Vida e do Amor em todos e em tudo!
Domingo . . . Deixe o Pai Nosso habitar continuamente com você!

Fim
Genevieve Behrend - alcançando seus desejos

CONTEÚDO

1. Prefácio
2. Troward - filósofo e sábio
3. Interpretando a Palavra
4. Como conseguir o que você quer
5. Como superar as condições adversas
6. Fortalecendo sua vontade
7. Fazendo sua mente subjetiva trabalhar para você
8. De hora em hora ajuda
9. Colocando suas lições em prática

1. Prefácio

“Tudo o que desejamos, esperamos ou sonhamos com o bem, existirá, não a sua aparência, mas
a si mesmo.” Browning.
Aquilo que foi, é o que será; e o que é feito é o que será feito.
Eclesiastes 1: 9.
Os sábios dos séculos, cada um tinturando seu pensamento com sua própria essência de alma,
uniram-se em nos dizer que, “como um homem pensa em seu coração, ele também é”. Foi
estabelecido pela experiência das eras que sempre a lei é a mesma. Mas como alguém pensará
em seu coração, de modo que somente a bondade possa florescer e amadurecer em um ato rico
e raro? Qual é o segredo aparentemente misterioso pelo qual o metal opaco da vida é
transmutado em cunhagem preciosa?
É meu propósito contar a você neste pequeno livro. Desejo cristalizar as cunhas do meu
reverenciado mestre, o juiz Thomas T. Troward, refletidas no espelho da minha mente e
alma. Adotei como meu meio de expressão, o estilo de diálogo, familiar a todos os estudantes
do maior de todos os filósofos especulativos, Platão. Estou convencido, através de anos de
estudo desta mente quase sobre-humana, que esta forma literária é a mais quase calculada
para transmitir os mais sutis tons de significado, a profundidade mais rica da sonoridade.
Sei que meus leitores concordarão comigo que, se eles se colocarem no meu lugar, como
estudantes, e deixarem que eu responda a eles como meu mestre me respondeu, isso
esclarecerá seu interesse e intensificará sua alegria nessas lições.
O que eu particularmente desejo transmitir a você nestas páginas é o método do pensamento
correto científico, e despertar em você o desejo de tentar usar este método para formar o
hábito de pensar APENAS os pensamentos que você deseja ver cristalizados em um realização
ou resultado digno. Além disso, quero direcionar seus pensamentos para uma melhor
compreensão do Espírito de Deus, ou Bom, que aponta o caminho para o alvorecer rósea de
uma nova civilização. A rapidez com que as idéias do homem estão mudando leva a
humanidade a perceber que essa nova civilização já está se manifestando através de uma
compreensão mais clara da relação entre o homem e seu Criador.
A nota fundamental da atual geração é que a mente é o reino no qual o homem reina
supremo. Como diz o poeta: “Um bruto que eu poderia ter sido, mas eu não afundaria a
escala”. Ao tentar fazer uso consciente do poder do pensamento, fazendo com que ele produza
resultados materiais desejados, a humanidade está começando a entender a
indispensabilidade. de controle absoluto.
Minha principal idéia ao enviar esta mensagem é tornar mais fácil para você viver na
consciência de hora em hora de que você recebeu o domínio sobre todas as circunstâncias e
condições adversas que possam surgir. O uso consciente do poder criativo do pensamento para
protegê-lo e guiá-lo, bem como para provê-lo, só é atingível através da compreensão das
“relações naturais entre a ação mental e as condições materiais”.
Sua leitura dessas lições deve ser com uma firme determinação de pensar racional e
eficazmente em cada palavra, a fim de que todo o significado de cada pensamento seja
completamente compreendido e compreendido. O poder do pensamento é o reino de Deus em
nós, sempre criando resultados em nossas formas físicas correspondentes ao nosso
pensamento sustentado normal. Como Troward disse, “o pensamento é a única ação da
mente. Por seus pensamentos habituais você cria condições físicas externas correspondentes,
porque assim cria o núcleo que atrai para si sua própria correspondência, na devida ordem,
até que a obra final se manifeste no plano material ”.
Este é o princípio sobre o qual devemos proceder para elaborar uma base simples e racional de
pensamento e ação pela qual possamos trazer à expressão exterior qualquer meta
desejada. Vamos trabalhar juntos para esse fim.
GB
2. Troward - filósofo e sábio

Uma das realmente grandes mentes e almas dos tempos modernos - e de fato de todos os
tempos - foi Thomas Troward, falecido juiz de divisão do Punjab, na Índia. De seus escritos, o
falecido William James de Harvard disse: "De longe, a afirmação mais capaz dessa psicologia
que eu já conheci, bela em sua clareza sustentada de pensamento e estilo, é uma afirmação
realmente clássica". "O autor revela-se tão facilmente o mais profundo pensador que já
conhecemos sobre este assunto." O falecido arquidiácono Wilberforce, ao escrever para
Troward, assinou-se: "Seu grato aluno".
Respondendo aos muitos pedidos de amigos e admiradores de Troward para um vislumbre
mais íntimo deste grande homem, tenho o prazer de apresentar-lhe algumas fases de sua vida
diária, como eu os vi enquanto estudava com ele. Isso pode ser ainda mais interessante pelo
fato de eu ter desfrutado do privilégio único de ser o único aluno a quem ele deu instruções
pessoais.

A vida adiantada de um gênio

Thomas Troward nasceu no Ceilão, na Índia, no ano de 1847, de pais ingleses e ancestrais
huguenotes. Quando menino, foi enviado para a Inglaterra para ser educado na Escola de
Gramática de Burmshtead, mas estava muito infeliz lá, pois não conseguia se adaptar
totalmente à vida monótona do estudante inglês. Mais tarde, quando ele continuou sua
educação na bela Ilha de Jersey, seu charme entrou em seu sangue, e ele estava
completamente contente lá. Talvez a velha estirpe huguenote tenha encontrado um elemento
agradável no ambiente semi-francês do colégio. Na tenra idade de dezoito anos, a inclinação
natural de sua mente começou a se afirmar, e ele ganhou a medalha de ouro do Helford
College por literatura.
Quando seus estudos foram concluídos, Troward foi a Londres para o exame do funcionalismo
público indiano, um exame muito duro, que ele aprovou com alto crédito. Ele retornou à Índia
aos vinte e dois anos, na qualidade de Comissário Adjunto. Um incidente ocorrido durante o
curso de seu exame prenunciou a tendência da vida que substituiria a carreira judicial
regulatória quando os vinte e cinco anos de serviço tivessem expirado.

"Sua cabeça não é comum, jovem"

Um dos sujeitos, deixado para o final do exame, era metafísico. Troward estava
completamente despreparado para isso, não tendo tido tempo para pesquisa e nenhum
conhecimento de quais livros ler sobre o assunto, então meditou sobre isso nas primeiras
horas da manhã, e preencheu o jornal com suas próprias especulações. O examinador, ao lê-lo,
ficou surpreso e perguntou: “Que livro de texto você usou para este artigo?” “Eu não tinha
nenhum livro de texto senhor.” Respondeu Troward. “Eu escrevi da minha cabeça.” “Bem,
então, meu jovem”, foi o comentário do examinador, “sua cabeça não é comum, e se eu não
estiver enganado, nós ouviremos de você novamente.”
Durante a carreira de Troward na Índia, seu trabalho oficial o manteve muito ocupado. Sua
recreação era frequentemente passada com telas, tintas e pincéis. Ele era um artista sem
habilidade nenhuma, especialmente em assuntos marinhos, e ganhou vários prêmios em
exposições de arte na Inglaterra. Ele adorava estudar os túmulos da sagrada tradição indiana,
ou as escrituras dos hebreus e de outros povos antigos. Enquanto estudava esses assuntos
profundos, desdobrou-se para ele, como numa visão, um sistema de filosofia que trazia consigo
não apenas paz de espírito, mas também resultados físicos em saúde e felicidade.
Quando desobrigado de seus onerosos deveres oficiais no Tribunal Indiano, ele retornou à
Inglaterra, onde um manuscrito de algumas centenas de fólios começou a existir
lentamente. Naquela época, ele não tinha conhecimento de Ciência Mental, Ciência Cristã,
Novo Pensamento ou qualquer um dos "ismos" do pensamento moderno. Suas visões foram o
resultado da meditação solitária e um profundo estudo das escrituras. A primeira edição da
agora famosa “Edinburgh Lectures” foi publicada em 1904. Foi recebida com a opinião quase
unânime de que seu valor não poderia ser superestimado, como era o caso de seus volumes
subsequentes. O "Mistério Bíblico e o Significado da Bíblia" mostrou-se especialmente
atraente para os clérigos. Seus livros, por puro valor, encontraram o caminho quase todo o
mundo. Somente nos Estados Unidos, mais de 50.000 cópias foram vendidas.

Uma descrição íntima

No físico, o juiz Troward não era do tipo inglês usual, mas era mais parecido com um francês,
de estatura média, e não mais que um metro e noventa. Ele estava com a pele escura, olhos
pequenos e brilhantes, nariz grande e testa larga. Quando o conheci, ele tinha um bigode
caído salpicado de cinza. Ele teve o comportamento de um estudante e um pensador, como é
indicado em seus escritos.
Seus modos eram simples e naturais, e ele exemplificava um espírito de moderação em todas
as coisas. Eu nunca o vi impaciente ou o ouvi expressar uma palavra indelicada, e com sua
família ele sempre foi gentil e atencioso. Ele parecia depender inteiramente da Sra. Troward
para a gerência da casa. Apenas na intimidade de sua casa ele revelou inteiramente sua
encantadora genialidade e irradiando amizade. Sua maneira depois do jantar era de leveza e
humor cintilante. Ele entrava nas conversas ou jogos de salão da família com o espírito de um
menino. Ele não se importava com diversões públicas.
Uma noite, depois de um excelente jantar de sopa, junco de cordeiro, legumes, salada,
sobremesa e vinho, ele enrolou um cigarro e, para minha grande surpresa, me ofereceu a
pergunta: "Você fuma?" uma resposta negativa, ele começou a fumar ele mesmo. Percebendo
minha expressão mal disfarçada de surpresa, ele observou: “Por que você deveria ficar
chocado com qualquer coisa pela qual possa agradecer a Deus? Posso agradecer a Deus por um
cigarro depois, possivelmente um segundo, mas nunca um terço. ”Depois que ele terminou a
fumaça, sua filha mais nova, Budeia, tocou violino para nós. Observei que ele ficou
completamente absorvido na bela harmonia. Ele me disse depois que, embora gostasse
intensamente de ouvir música, ele não era em nenhum sentido músico.
Embora Troward não praticasse esportes ao ar livre, ele amava a natureza e ficava sentado
horas a fio no mar com seu caderno de desenho, ou passava pelos pântanos solitários em
meditação solitária. Ele disse que houve momentos em que ele obteve suas melhores
inspirações enquanto caminhava ao ar livre. Ele frequentemente me convidava para ir com
ele, embora freqüentemente parecesse inconsciente de minha presença, sendo inteiramente
absorvido em seus próprios pensamentos.
Verdade do transe
Às vezes ele caía em um desmaio trancelike (seu gato maltês na mesa ao seu lado), o desmaio
às vezes durando horas. Nessas ocasiões, os membros de sua família tomavam cuidado
especial para não perturbá-lo. Quando ele emergisse desses lapsos dos sentidos, anotaria as
verdades que lhe haviam sido reveladas. Uma vez que ele escreveu em seu bloco de
memorando, 'EU SOU' é a palavra de poder. Se você acha que seu pensamento é poderoso, seu
pensamento é poderoso ”.
Pode ser interessante lembrar que autoridades como Barnett e a nova Enciclopédia
Americana, em sua biografia de Sócrates, mencionam experiências parecidas com as suas
semelhantes. Enquanto servia no exército grego, Sócrates de repente encontrou seus pés
aparentemente enraizados na terra, onde permaneceu em transe por vinte e quatro horas. Ele
despertou com um conhecimento espiritual que transformou sua vida e, mais tarde, a vida de
muitos outros. A semelhança da vida desse filósofo ateniense com a de Troward é que ambos
se baseavam principalmente na intuição e no senso comum para sua teoria e sistema de vida.
Uma diferença entre o ensinamento de Troward e o da Ciência Cristã é que ele não nega a
existência de um mundo material. Pelo contrário, ele ensina que toda a existência física é uma
manifestação concreta correspondente do pensamento que lhe deu origem. Um é um
complemento do outro.
Uma vez eu perguntei a ele como alguém poderia transmitir aos outros as verdades profundas
que ele ensinava. "Sendo eles", ele respondeu. “Meu lema é: 'Ser e não possuir é a grande
alegria de viver'”.

Seguindo um guia confiável

O juiz Troward, embora modesto e reservado em seus hábitos de falar e lento para expressar
uma opinião pessoal, estava sempre disposto a discutir qualquer assunto atual, mas
extremamente reticente e desconfiado sobre seus próprios escritos. Nunca, até onde eu saiba,
ele as mencionou a menos que se aproximou do assunto. Como professor, ele era positivo,
direto e sempre impessoal.
Quando nossa aula era ministrada dentro de casa, ele sempre se sentava em uma grande
poltrona e, parecendo não estar ciente da minha presença, ele pensava em voz alta. Seguir o
pensamento dele era como seguir um guia confiável nos lugares mais difíceis, nas regiões mais
escuras e menos exploradas do pensamento. Enquanto eu a seguia, a personalidade do homem
tornou-se obscura, e eu só estava consciente da voz clara e autoritária e da luz da tocha
interna que ele trazia. Era indubitavelmente natural que aquele que deixara tão claro o
verdadeiro significado da individualidade, em seu ensinamento, traísse pouco do elemento
pessoal ou emocional.
Depois de ter sido cuidadosamente guiado para as conclusões mais reconfortantes, da mesma
maneira quieta e despretensiosa que no início de nossa jornada mental, meu guia gentilmente
me lembrou que ele havia me dado algumas sugestões que eu poderia seguir se me sentisse
inclinado. , mas que foram oferecidos apenas no espírito amigável de um companheiro de
viagem. Ele sempre tentou me convencer de que todo esforço para realizar o controle mental
(que, por sua vez, significava controle das circunstâncias) deveria ser empreendido com
absoluta confiança no sucesso.
A duração de uma aula dependia da minha capacidade de absorver o que ele estava me
dizendo. Se ele estava convencido, em quinze ou trinta minutos, que eu entendia muito
naturalmente a razão pela qual, por exemplo, “Se uma coisa é verdadeira”. Existe uma
maneira pela qual é verdade ”, essa lição foi concluída. Se levei uma hora ou mais para entrar
no espírito de seu pensamento, a lição foi prolongada. No final de uma aula, ele observava
calmamente: “Nunca se esqueça de que 'procurar' tem 'encontrado' como correlativo: 'bater',
'abrir'”. Com essa afirmação tranquilizadora, ele acendia sua lanterna e entrava na densidade.
da noite para andar três milhas para sua casa.
Um filósofo que ama a casa

Sendo um homem que amava a casa, Troward deleitou-se em seu jardim de flores e na
intimidade de sua casa, que ele havia fornecido com todo conforto. Ele particularmente
gostava da reclusão de seu estúdio e estudo, que foram organizados para atender às suas
necessidades e humores pessoais. Seu estúdio ficava na parte mais remota da casa, e aqui ele
passava horas de relaxamento com telas e pinturas. Seu estudo, no entanto, ficava no andar
térreo e, para isso, ele se retirava para meditação e pesquisa, geralmente nas primeiras horas
da manhã. Ele raramente trabalhava à noite.
Ele passou a maior parte do dia que ele morreu desenhando fora de portas. Quando ele não se
juntou à sua família na hora do jantar, a Sra. Troward foi em busca dele. Ela o encontrou em
seu estúdio, completamente vestido, deitado no sofá em um estado de colapso físico. Cerca de
uma hora depois, ele faleceu. O médico disse que a morte foi causada por hemorragia do
cérebro. Tenho certeza de que Troward teria dito: "Estou simplesmente passando do limitado
para o ilimitado". Ele faleceu em 16 de maio de 1916, em seu sexagésimo nono ano, no mesmo
dia em que o arquidiácono Wilberforce foi enterrado em Westminster. Mosteiro. Não era um
elo comum que ligava esses dois homens, como você notará na reprodução da carta que se
segue, a última carta de Troward para mim.
Thomas Troward considerava a morte muito como ele consideraria viajar de um país para
outro. Ele comentou comigo várias vezes, que ele estava interessado na vida além e estava
pronto para ir. Sua única preocupação parecia ser a tristeza que causaria à esposa e à
família. Quando chegou a hora, sua ida foi exatamente o que ele gostaria que fosse.
Espero que esses poucos toques íntimos dêem aos amigos e admiradores de Troward as
informações que eles desejam a respeito dele. Vou adicionar um toque mais pessoal para você,
apresentando aqui uma de suas primeiras cartas para mim com fac-símile de sua caligrafia.
31 Stanwick Rd.,
West Kensington,
8 de novembro de 1912
Cara Sra. Swink,
Acho melhor escrever-lhe algumas linhas em relação aos estudos propostos comigo, pois
lamentaria que você estivesse com algum mal-entendido e, assim, sofresse alguma decepção.
Eu estudei o assunto agora por vários anos, e tenho um conhecimento geral das principais
características da maioria dos sistemas que infelizmente ocupam a atenção em muitos círculos
atualmente, como a Teosofia, o Tarô, a Cabala e afins, e eu não hesito em dizer que, para o
melhor de meu julgamento, todos os tipos e descrições do chamado estudo oculto estão em
oposição direta à verdadeira Verdade doadora de Vida; e, portanto, você não deve esperar
nenhum ensinamento em linhas como essas. Nós ouvimos muito nestes dias sobre
“Iniciação”; mas, acredite em mim, quanto mais você tentar se tornar um chamado “Iniciado”,
mais você se colocará da Vida Viva. Falo depois de muitos anos de estudo e consideração
cuidadosos quando digo que a Bíblia e sua Revelação de Cristo são a única coisa que realmente
vale a pena estudar,
Você expressou um grau muito grande de confiança em meu ensino, e se sua confiança é tal que
você deseja, como você diz, colocar-se inteiramente sob minha orientação, eu só posso aceitar
isso como uma responsabilidade muito séria, e deveria ter que perguntar você exibe essa
confiança, recusando-se a olhar para os chamados "mistérios", como eu o proibiria de
investigar. Falo por experiência própria; mas o resultado será que muito do meu ensino
parecerá muito simples, talvez até certo ponto dogmático, e você dirá que já ouviu muito sobre
isso antes. Fé em Deus, Oração e Adoração, Abordagem ao Pai através de Cristo - tudo isso é,
em certo sentido, familiar para você; e tudo o que posso esperar é talvez lançar um pouco mais
de luz sobre esses assuntos, de modo que eles se tornem para você, não meramente palavras
tradicionais, mas apresentem fatos vivos. Fui assim explícito, pois não quero que você tenha
algum desapontamento; e também devo dizer que os nossos chamados “estudos” serão apenas
conversas amistosas nos momentos em que pudermos nos adaptar, seja você vindo a nossa casa
ou eu à sua, conforme for mais conveniente na ocasião. Também lhes empresto alguns livros
que serão úteis, mas são muito poucos e, em nenhum sentido, "ocultos".
Agora, se tudo isso coincidir com suas próprias idéias, com certeza ficarei muito feliz em vê-lo
na Mansão Ruan, e você descobrirá que os moradores de lá, embora poucos, são muito
amigáveis e a vizinhança é bonita. Mas, por outro lado, se você sentir que deseja algum outro
tipo de aprendizado, não se importe em dizer isso; somente você nunca encontrará nenhum
substituto para Cristo.
Eu confio em você não se importará com a minha escrita para você assim, mas eu não quero
que você venha até a Cornualha e depois fique desapontado.
Com os melhores cumprimentos
Sinceramente, (assinado) T. Troward

3. Interpretando a Palavra

Sentindo que uma explicação de algumas das palavras empregadas de maneira incomum
nessas lições pode ser útil para o aluno, eu ofereço aqui uma lista de tais palavras, junto com
minha interpretação e referências de Troward.

Absoluto
“Aquilo que está livre de limites, restrições ou qualificações.” (Webster.) “Uma ideia da qual os
elementos do tempo e do espaço estão totalmente ausentes.” (Troward.)
Exemplo: Pensar no absoluto seria simplesmente enfatizar as qualidades intrínsecas do amor
sem referência a quem você ama ou às várias formas pelas quais o amor se expressa.
A mente é absoluta por causa de sua auto-reação.

Ser
A vida, esse poder da vida que controla as circunstâncias e as condições. Leia “O Significado
da Bíblia e o Mistério da Bíblia” de Troward, páginas 77-79.

Crença
Uma certa qualidade no poder criativo do pensamento, que se manifesta no plano externo em
correspondência exata com a qualidade da crença que se tem. Se você acredita que seu corpo
está sujeito à doença, então o poder criativo do pensamento da doença resulta em um corpo
doente. Leia “Edimburgo Lectures of Mental Science” de Edimburgo, página 14 de Troward.

Corpo
O instrumento através do qual pensamentos e sentimentos são expressos. O envelope da alma
.
Cérebro
O instrumento através de e no qual a ação da Mente Universal se expressa de forma específica
como pensamentos individuais. Cérebro não é a mente, mas o instrumento da mente.

Cristo
Um estado de consciência que é completamente bom e uma qualidade de sentimento que se
manifesta na forma física. O conceito espiritual mais perfeito.

Circunstâncias
O efeito externo que corresponde à tendência interior do pensamento.

Concepção
William James diz que "... não denota nem o estado mental nem o estado mental, mas a
relação entre os dois".

Concentração
"Trazendo a mente para uma condição de equilíbrio que nos capacita a direcionar
conscientemente o fluxo do espírito para um propósito definido e reconhecido, e então
cuidadosamente para proteger nossos pensamentos de induzir um fluxo na direção oposta." -
Edimburgo Palestras da Ciência Mental. Página 88. (Troward.)

Condições
O resultado de tendências mentais. O pensamento harmonioso produz condições físicas e
materiais harmoniosas, que ainda reagem mais ao pensamento adocicado.

Consciência
Atividade da mente que permite distinguir-se da forma física em que se manifesta.

Crio
Para trazer à existência. O pensamento é criativo, porque sempre traz formas de existência
física ou objetiva que correspondem a si mesmo.

Morte
Ausência de vida. Perda de consciência, sem capacidade de recuperá-lo. Exemplo: Se um
pensamento foi absolutamente eliminado da consciência e não pode ser lembrado, está morto
para você.


“As promessas divinas e a fé individual são correlações.” Combine-as e não há limite para o
que você pode fazer através do poder criativo nesta qualidade de pensamento. ”Pensamento
essencial. Portanto, todo chamado para ter fé em Deus é um chamado para ter fé no poder de
seu próprio pensamento sobre Deus. ”(Troward)
Uma confiante atitude expectante da mente. Tal atitude mental torna sua mente receptiva à
ação criativa do espírito da vida. Tenha fé na força do seu próprio pensamento. Você já
experimentou muitas vezes o que vai fazer. A afirmação de Jesus, "Tenha fé em Deus e nada
será impossível para você" não é uma mera figura de linguagem; é um fato científico,
simplesmente afirmado. Seu pensamento individual é o trabalho especializado do poder
criativo da vida. (Toda a vida.)

Inteligência
A Mente Infinita Universal. A maior inteligência é aquela mente que se entende como o
instrumento através do qual a Inteligência que a trouxe à existência opera.

Ame
A Vida Universal e a Lei Universal são uma. A lei do seu ser (sua vida) é que você é feito à
imagem de Deus (o Poder Criativo que o trouxe à existência) porque você é o próprio eu de
Deus especializado.
A lei da sua vida é que a sua mente é “a individualização da Mente Universal no estado de
auto-evolução em que sua mente alcança a capacidade de raciocinar do visto para o invisível e
assim penetrar por trás do véu da aparência externa. Então, por causa da reprodução da
faculdade criadora divina em você, seus estados mentais ou modos de pensamento estão
fadados a se exteriorizarem em seu corpo e em suas circunstâncias. ”(Troward)

Espírito
É impossível analisar a natureza do Espírito (ou Vida), mas podemos perceber que, seja o que
for o Espírito, é um poder autocriador que age e reage sobre si mesmo, reproduzindo-se de
formas inconcebíveis do cosmos para o homem. (Assim como sua mente age e reage sobre si
mesma quando você está memorizando.)
Origem de todas as coisas visíveis. Como é independente do tempo e do espaço, deve ser puro
pensamento, a incorporação da consciência armazenada.
Uma força ou força criadora, não física, de auto-reação e auto-reação. Sua ação só pode ser
pensada porque o pensamento é a única ação não física concebível.

Pensamento
A ação especializada do espírito ou mente original e criativa.

Verdade
Aquilo que vive em você é verdade para você.

Visualizando
Visão interior ou mental. (Visioning) A vida está criando poder tomando forma particular. O
ato de produzir em sua mente a imagem de qualquer ideia contemplada.

Palavra
Seu pensamento individual é a palavra ou ação especializada do próprio poder mental
originário.
“Aquilo que inicia a vibração etérica da vida movendo-se em uma direção especial”,
correspondendo à palavra que origina um movimento especial.
“A semente que dá origem à coisa.” Plante sua semente da palavra na Mente Subjetiva do
universo, e você terá certeza de receber uma coisa correspondente, tão verdadeiramente
quanto a semente de papoula produz papoulas.
A fé dá substância às coisas invisíveis. (A palavra invisível ou pensamento.)

4. Como conseguir o que você quer

“Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.” - St. João 8:32

Sábio: Se uma coisa é verdadeira, há uma maneira definida em que é verdade. E a coisa
mais verdadeira na vida é que ela contém inerente alegria absoluta e liberdade de mente,
corpo e assuntos.
Aluno: Você quer dizer que minha compreensão das leis da Vida pode me dar a percepção da
liberdade perfeita em minha vida individual?
Sábio: Sim, desde que você não cometa o erro comum de julgar tudo apenas do ponto de vista
material. Pesquisas recentes em ciência física estabeleceram o fato de que há poder suficiente
em um pedaço de argila para destruir uma cidade. Tudo o que a mente mediana é capaz de
ver é o barro inerte, enquanto, na realidade, é o instrumento físico que contém o poder
invisível.
Aluno: Então, quando eu entendo a lei da vibração, posso conseguir o que eu
quiser; Conseguir qualquer coisa que eu deseje?
Sábio: A vida preenche todo o espaço, e através do entendimento e uso das leis da Vida, você
pode dar direção a uma qualidade particular de força criativa, a qual, se mantida no lugar
pela vontade, é absolutamente certa para reproduzir em uma forma física correspondente. O
que todo ser humano quer é mais liberdade e mais alegria na vida. Seja qual for o ângulo em
que você estuda o assunto da Vida, você descobrirá que graus de vida e liberdade são
invariavelmente manifestados por vários graus de inteligência. O que você chamaria de vida
inanimada representa as formas inferiores de inteligência; na vida vegetal, você reconhece um
grau mais alto de inteligência. Para ilustrar isso, olhe para uma flor. Não é lindo? Não lhe
prova a presença indiscutível de uma Grande Inteligência que se exprime como beleza, forma
e cor e, acima de tudo, alegria?
Aluno: Sim.
Sábio: Ainda assim, você não achará difícil reconhecer no reino animal uma qualidade de
Vida e Inteligência que seja muito anterior àquela manifestada na flor. Então, a inteligência
que se expressa na mente do homem como o poder da iniciativa e da seleção é a mais alta
expressão da Vida Inteligente. Assim, você vê que o inanimado, a planta, o animal e o
humano, todos representam a mesma Vida Universal, a única diferença está nos variados
graus de inteligência. Por exemplo: Você está expressando um alto grau de inteligência ao
desejar compreender as leis da Vida. Quando você descobrir alguma parte dessas leis, você
ascenderá à escala da inteligência à medida que fizer a aplicação prática de suas
descobertas. Outro exemplo: Dois homens saem da faculdade com os mesmos graus e se
situam de maneira muito semelhante em relação à posição social e financeira. Ambos estudam
as leis da Mente; ambos são obrigados a lutar. Um, fazendo um grande esforço mental,
mantém-se mentalmente acima das condições desanimadoras, e finalmente se torna uma
leitura suave, enquanto o outro fica desanimado e doente, mal conseguindo uma existência
miserável. Você pode facilmente ver onde a alta forma de inteligência foi manifestada nesses
dois casos. A inteligência estava lá, mas só podia crescer sendo usada de forma
construtiva. Você pode facilmente ver onde a alta forma de inteligência foi manifestada nesses
dois casos. A inteligência estava lá, mas só podia crescer sendo usada de forma
construtiva. Você pode facilmente ver onde a alta forma de inteligência foi manifestada nesses
dois casos. A inteligência estava lá, mas só podia crescer sendo usada de forma construtiva.

Como graus de inteligência provam o lugar do homem no universo

Sábio: Quanto maior a sua inteligência, mais facilmente você pode colocar em ação a mais
alta ordem de energia criativa. Quanto mais você desenvolver sua inteligência (e eu não quero
dizer com essa intelectualidade ou aprendizado de livros - quero dizer auto-educação), mais
você encontrará suas velhas idéias limitadas sobre o que você não é, não pode ser, fazer ou ter,
imperceptivelmente. escapando. Usando sua inteligência e repousando sobre ela para guiá-lo
em direção a Deus, você reconhecerá que é tanto uma parte da mais alta Inteligência quanto
uma gota d'água em uma parte do oceano. Esse reconhecimento constante de sua parte,
levado a seus afazeres cotidianos, lhe dará controle sobre circunstâncias adversas, que você
percebe que são, afinal de contas, apenas efeitos de graus mais baixos de inteligência, e o
livrará de ser vítima de um universo material. Você não é uma vítima;
Aluno: O que você quer dizer com "efeitos de graus mais baixos de inteligência?"
Sábio: quero dizer, por um menor grau de inteligência, aquele que é incapaz de se reconhecer
como sendo uma das formas mais elevadas de vida. O maior grau de inteligência é aquela
forma de vida que é capaz de se reconhecer como relacionada a toda a Inteligência
existente. Por exemplo: Você pode lembrar facilmente a última situação difícil pela qual
passou. Foi a expressão da mais alta forma de Inteligência que permitiu que você pensasse em
sair disso.

A inteligência que nos distingue do macaco

Sábio: Você reconheceu sua dificuldade, mas também reconheceu sua inteligência como
sendo capaz de atrair para si mesma, de todo o universo, maneiras e meios de enfrentar esse
problema desconcertante. A lei é sempre a mesma. Quando você está convencido de que cada
circunstância física ou coisa tem sua origem nas atividades correspondentes da mente
(pensamento), você é capaz de vencer a adversidade de qualquer forma, porque você sabe que
sempre pode controlar seus pensamentos. Você deve sempre estar determinado a fazer o seu
próprio pensamento.
Aluno: Não é difícil para mim entender que a flor é o resultado de algum poder invisível, que
deve ser Inteligência, mas para mim perceber que essa mesma vida e poder inteligente em
minha vida não é fácil. Eu não fui ensinado a pensar dessa maneira. No entanto, você me fez
perceber que, se eu quiser aprender, devo colocar em prática as instruções que você me
deu. Então, quando eu precisava ter quinhentos dólares em um determinado momento e não
conseguia ver nenhum meio possível de consegui-lo, tentei seguir suas instruções
mentalmente me vendo como fazendo o que eu queria fazer. Eu me visualizei pagando minha
obrigação, e de alguma forma, que ainda é um mistério, eu pude me sentir bastante calma
sobre isso. Eu fiz minha imagem mental e realmente esqueci de me preocupar com as formas e
meios, e o dinheiro veio. Eu não entendi muito bem então e eu não sei agora, apenas como isso
aconteceu. Tudo o que eu sou capaz de perceber é que, pela minha obediência ao seu ensino, o
dia foi salvo para mim, e não vou esquecê-lo.
Agora gostaria de saber se herdamos nossas tendências mentais?
Sábio: A maioria de nós herda nossos pensamentos, assim como herdamos a cor dos nossos
olhos. Se você pretende entender a relação existente entre a ação mental e as condições
materiais suficientemente bem para controlar suas circunstâncias, você deve pensar por si
mesmo, e do seu jeito, independentemente do que seus ancestrais pensaram, mesmo que
alguns deles tenham trazido os resultados desejados. .
Aluno: Isso parece tão impossível quanto alcançar o horizonte. Entretanto, se você me disser
que posso chegar ao lugar onde as circunstâncias e condições estarão sob meu controle,
através de um esforço firme e determinado para descobrir a verdade ao longo destas linhas,
farei meu próprio pensamento a partir deste momento. Minha condição atual, no entanto,
parece fora do controle de qualquer ser humano, muito menos eu e houve momentos em que
controlei certas condições, mas em outros momentos as mesmas condições estavam além do
meu controle. Por que isso?

O segredo de controlar suas forças de vida

Sábio: A razão pela qual você conseguiu, sem entender o poder que possui, foi que você a usou
inconscientemente, de acordo com a lei de sua própria natureza, e alcançou resultados
harmoniosos (como no incidente que você acabou de relatar). Sua habilidade, em todos os
momentos, de usar o poder infalível que é seu depende do reconhecimento de sua presença. A
razão para os seus momentos de fracasso é que a condição aflitiva absorve totalmente sua
atenção e você não consegue pensar em outra coisa. Nesses momentos, você perde
inteiramente de vista o fato de que sua mente individual é o instrumento através do qual a
mais alta forma de inteligência e poder infalível está se esforçando para se expressar. Além
disso, isso sempre toma a forma do seu pensamento habitual. Portanto, quando você acredita
que uma situação está além do seu controle, ela também está.
Aluno: O que significa que o meu controle das circunstâncias é inteiramente medido pela
minha capacidade de saber que a vida e a inteligência em mim são a mesma Vida e
Inteligência que me trouxe à existência? A mesma vida nas árvores e toda a natureza, e eu
sintonizo com toda a vida? Esse reconhecimento constante me dará contato direto com todo o
poder e inteligência que existe? Será que simplesmente insistir nesse pensamento resolve
qualquer situação que possa surgir?
Sábio: Não. "Fé sem obras está morta." Deus sem expressão é uma não-
entidade. Pensamento sem ação é impotente. Mas o seu reconhecimento de que você está
inseparavelmente conectado com a alegria, vida, inteligência e poder do Grande Todo,
inabalável mantido e levado à aplicação prática, resolverá qualquer problema, porque seu
pensamento chama idéias de ação específicas do mais alto grau de inteligência e poder, que
naturalmente controla os graus menores. “Os modos de vida Menores estão em escravidão com
a lei de seu próprio ser porque eles não conhecem a lei.” Portanto, quando você conhece as Leis
da Vida, esse conhecimento lhe dá idéias que lhe permitem controlar todas as circunstâncias e
condições adversas. .
Aluno: Isso é tudo tão novo para mim, eu não entendo muito bem o seu significado. Você
pode me dar uma ilustração?

Como iluminar o caminho da sua vida

Sábio: Bem, suponha que você estivesse em uma sala onde todo o conforto havia sido
fornecido para você, mas a sala estava na escuridão total, e você não conseguia localizar as
coisas que desejava, embora estivesse consciente da presença delas. Disseram-lhe que a sala
estava eletricamente iluminada e, instintivamente, você começou a andar pela parede, onde
estava acostumado a procurar um interruptor de luz. Por horas você passou as mãos para
cima e para baixo nas paredes, tanto quanto você poderia alcançar até que estivesse bastante
cansado. Você estava prestes a desistir da busca e tirar o melhor de uma situação ruim, mas,
sobrepondo-se a esse pensamento, surgiu a resolução de que você não abandonaria seu esforço
até que o localizasse. Você estava determinado a aproveitar as coisas boas que o aguardam,
Depois de mais esforço infrutífero, você fez uma pausa para descansar, e se perguntou onde
estaria aquela mudança: "Deve estar aqui, e eu vou encontrá-lo", você disse a si mesmo, e
novamente passou as mãos sobre as paredes, embora você tinha certeza de que você tinha
passado por cada centímetro que você poderia alcançar. Desta vez, seus pensamentos e
movimentos não estavam tão tensos, embora igualmente determinados. Enquanto suas mãos
se moviam lentamente para cima e para baixo, sua mente percebeu que o interruptor não
estava na parede. Você parou por um momento e a sugestão de que poderia estar no chão
registrou em sua consciência. Mas a razão interveio e argumentou: “Impossível. Quem quer
que seja a cabeça de um interruptor de luz sendo colocado no chão! ”Mas, a sugestão
persistiu,“ por que não tentar ”
Você passou por cima do que primeiro parecia ser o lugar mais razoável para encontrá-
lo. Tente o chão. ”Então você começou a estender a mão incerta para alguma projeção no chão
que poderia ser um interruptor de luz.

Encontrando a Luz

Quase instantaneamente seus pés entraram em contato com um objeto desconhecido. Você
colocou sua mão no que parecia ser um botão de pressão, mas nenhuma luz apareceu. No
entanto, agora você tinha certeza de que localizara o interruptor. Você fez uma pausa e se
perguntou involuntariamente: “Como isso funciona? Não vai empurrar e não vai puxar. De
volta veio a resposta dentro de si como uma palavra falada. “Sidewise.” Você moveu isto
lateralmente, e o quarto como inundado com luz. Sua alegria em encontrar uma inteligência
responsiva dentro de si não pode ser expressa em palavras. Foi um arrebatamento do coração
que muitos sentiram às vezes.
Aluno: Oh, eu estou tão feliz que a mudança foi encontrada através do apego à atitude
mental correta! Esse esforço persistente sempre encontra uma recompensa tão satisfatória?
Sábio: Sim, o esforço persistente e confiante sempre traz satisfação. Para lhe dar uma
imagem completa a partir da qual você pode logicamente raciocinar no futuro, vamos
considerar a mesma situação de um ângulo oposto.
Imagine-se no mesmo quarto sob as mesmas condições. Depois de várias tentativas de sentir-
se no escuro, você começa a se sentir cansado, mais ou menos desencorajado, e raciocina
consigo mesmo assim: “Oh, qual é a utilidade? Pode haver um interruptor de luz nesta sala, e
a sala pode conter tudo o que eu preciso, e de novo não. ”Mas algo indefinível em si mesmo
convence você de que não apenas a luz está lá, mas também as coisas que você Aproveite e
deseje. Você responde de volta para si mesmo: “Bem, se tudo está aqui que eu preciso e
gostaria, é uma pena que eu não consiga encontrar a chave! Que maneira estranha e
irracional algumas pessoas têm de fazer as coisas! Eu me pergunto por que a luz não estava
acesa para mim.
Aluno: Você faz parecer que alguém quase involuntariamente e invariavelmente culpa as
circunstâncias ou as pessoas por seus fracassos.

“A culpa, caro Brutus, não está nas estrelas, mas em nós mesmos, que somos
subalternos”

Sábio: Você deve admitir que é raro encontrar alguém que perceba que a causa de seu
fracasso ou infortúnio continuado está dentro de si mesmo. A razão para isso é uma falta
quase universal de compreensão por parte do indivíduo de que uma certa qualidade de
pensamento traz à consciência o reconhecimento de um poder inteligente capaz de atraí-lo e
direcioná-lo para o cumprimento de seu propósito e a realização de seu desejo. Por outro lado,
a inversão desse mesmo poder afeta um resultado negativo.
Aluno: Você quer dizer que uma certa qualidade de pensamento permite que alguém faça e
seja o que ele deseja, enquanto o mau uso do mesmo poder parece frustrar o propósito de
alguém?
Sábio: sim. A idéia é usar seu poder de pensamento e sentir-se positivamente, a fim de obter
resultados positivos. Use-o negativamente, e você obtém resultados negativos, porque a lei
imutável é: “A inteligência sempre se manifesta em responsividade”. Toda a ação do processo
evolucionário da Vida, desde o seu primeiro começo inanimado até sua manifestação na forma
humana, é contínua. resposta inteligente.
Se você se induzir a reconhecer a presença de uma Inteligência Universal que permeia toda a
natureza, você também deve reconhecer um correspondente escondido no fundo de todas as
coisas - nas árvores, nas ervas daninhas e nas flores, nos animais e, de fato, em tudo - que
está sempre pronto para entrar em ação quando apelar para. Ele responderá à sua chamada
quando uma criança obedecer quando for convidada a entrar e tocar.
Em sua primeira experiência na sala escura, seu pensamento absorvente não era tanto sobre
a escuridão quanto sobre a luz e como ela poderia ser ligada. A qualidade positiva de "eu
quero" de seu pensamento trouxe da profundidade de sua alma mais íntima um fluxo
constante de poder inteligente, que finalmente penetrou em seu intelecto e guiou sua mão até
o interruptor.
Aluno: Mas na segunda vez em que também achei que precisava encontrar a mudança, não
houve resposta esclarecida. Parece-me que esta é a experiência cotidiana da pessoa. O
primeiro caso parece uma coincidência milagrosa.

Não procure por coincidências na vida: todo efeito tem sua causa

Sábio: Oh não. Tudo é Vida, e tudo é lei e ordem. Não há coincidências na realidade, não
“aconteça assim”. Você perceberá isso se lembrar de algumas de suas próprias experiências,
semelhantes às usadas nas ilustrações. Muitas vezes você sente que precisa ter “luz” e, depois
de várias tentativas de se valer disso, seu pensamento e seu sentimento se encaixam no
groove “não posso fazer isso”; “Pode ser possível para aqueles que sabem como, mas eu não
sei”, etc. O melhor método de aprender a verdade sobre isso é viver suas experiências
passadas novamente. Analise o que seus pensamentos e sentimentos foram quando você
conseguiu, e quando você falhou. Em seguida, desenhe suas próprias deduções. Nenhuma
palavra escrita ou falada é igual a esse tipo de instrução.

Lembre-se de que todo o espaço é preenchido com uma Inteligência e um Poder responsivos,
sempre prontos para assumir qualquer forma que sua demanda de pensamento sustentadora
crie. Este poder pode funcionar apenas em termos do instrumento de pensamento através do
qual ele opera. A humanidade geralmente admite a capacidade de Jesus, o poder de Jesus de
usar o espírito da vida inteligente para produzir condições materiais - como transformar água
em vinho, mas eles duvidam de sua capacidade de usar o mesmo Poder em si mesmos, apesar
da garantia de Jesus. Todas as coisas são possíveis para você ”. Agora, essa afirmação é
verdadeira ou falsa. Se é verdade, é porque a sua mente é o instrumento em e através do qual
este Princípio da Vida inteligente toma a iniciativa, e esta ação, por sua vez, está sempre de
acordo com as leis da vida, que são subjetivas em sua natureza.

O maior objetivo da vida é expressar alegria, beleza e poder

Aluno: Estou certo em concluir que esta lição da vida, que é um poder sempre presente,
ilimitado e inteligente, está pronta em todos os momentos para ser guiada em qualquer
direção que meu pensamento sustentado possa lhe dar? Se eu permito ficar ansioso,
desanimado, insatisfeito, eu ponho em ação forças destrutivas e destrutivas? O propósito da
vida é dar expressão à sua alegria, beleza e poder, através do seu instrumento particular, o
meu pensamento. Isto está certo?
Sábio: Você entendeu a letra da lição de uma maneira notável. Agora resta apenas para você
experimentar a felicidade daquilo que aprendeu. Faça isso colocando seu conhecimento em
prática, nunca perdendo de vista o fato de que, não importa que justificativa você pense ter no
momento, qualquer sentimento de desânimo, insatisfação ou ansiedade faz com que o
cumprimento de seu desejo correto diminua ainda mais e mais longe de você. Ao passo que,
pelo esforço persistente e determinado de confiar em seus próprios desejos e ambições como a
expressão específica do Princípio Universal de amor, orientação e proteção, você descobrirá
que o suprimento para a realização deles lhe proporcionará uma liberdade maior e maior em
todas as direções.
Aluno: Quando alguém não deseja ter pensamentos negativos, como pode o sentimento de
desânimo e ansiedade ficar de fora? Tenho certeza de que não é porque se gosta de se sentir
preocupado por parecer tão difícil eliminá-lo. Você quer dizer que é possível sair de um
pensamento que alguém não quer, como é ir de um cômodo para outro? Gostaria de saber
como isso é conseguido, pois tenho muitos pensamentos indesejáveis que não posso ignorar
totalmente na ocasião. Depois de um período eles saem, mas parece que eles usam seu próprio
doce desejo sobre isso. Eu honestamente tentei me livrar dos pensamentos, que pareciam se
agarrar ainda mais quando eu tentava jogá-los fora. Seria maravilhoso abandonar um
pensamento como se fosse uma peça de roupa! Como pode ser feito?
Sábio: Mantendo uma atitude positiva em relação ao seu desejo mais profundo como um fato
consumado, seja para um estado de espírito ou para uma coisa. Você não pode pensar
pensamentos positivos e negativos ao mesmo tempo.
Aluno: Oh, isso é verdade? Parece-me que tenho falado frequentemente com alguém sobre
um determinado assunto, enquanto os meus pensamentos eram totalmente diferentes.

Você pode realmente pensar em apenas uma coisa de cada vez

Sábio: Você estava pensando em uma coisa e dizendo outra. Você só tinha um
pensamento. Você automaticamente disse uma coisa enquanto pensava outra. Em suma, suas
palavras não foram a expressão do pensamento em sua mente. Suponha que você se dê um
teste; tente pensar em si mesmo como um sucesso e um fracasso ao mesmo tempo. Você
achará impossível pensar positiva e negativamente simultaneamente.
Na nossa próxima lição, vamos levar isso mais extensivamente e provar por que isso é
verdade. Também por que você, como indivíduo, pode controlar as circunstâncias, sejam elas
mentais, físicas ou financeiras, através da compreensão de seu relacionamento pessoal com a
Inteligência que governa o universo.
Aluno: Eu sei que o que você diz é verdade, mas que método devo empregar para conseguir
isso? Há momentos em que me torno zangado e impaciente comigo mesmo porque cede à
ansiedade e ao medo (as mesmas coisas que sei que agora causam minha derrota). E ainda
assim farei isso, assim como comerei algo de que gosto, embora saiba que discordará de
mim. Você poderia me dar uma fórmula para usar nesses momentos?

Como tirar a ansiedade da sua mente

Sábio: Quando a tríade de inimigos - medo, ansiedade e desânimo - o testemunha,


envenenando sua mente e corpo, enfraquecendo seu poder de atrair o que você quer, comece
instantaneamente a respirar fundo e repita o mais rápido que puder, em voz alta ou
silenciosamente, a seguinte afirmação, que é um antídoto para o veneno e uma poderosa
garantia e atração do Bem:
“A Vida em mim está conectada de forma insuperável com toda a vida que existe e é
inteiramente dedicada ao meu avanço pessoal.”
Se você estiver alerta e puder fazer com que esse pensamento afirmativo se sobreponha à
sugestão negativa e ansiosa, você logo se libertará. Se a tendência a insistir nessas crenças
errôneas continuarem recorrentes, vá para onde você possa ficar sozinho, repita sua afirmação
e se empenhe em elevar sua mente às suas palavras, da mesma forma que elevaria a
respiração do fundo até o topo de seus pulmões. . Nunca seja impaciente consigo mesmo
porque você não é bem sucedido em todos os seus esforços. É sua intenção que conta, não
necessariamente o cumprimento absoluto da carta. O PODER QUE COMPREENDE E
COMPREENDE e recompensa de acordo. Seja diligente e paciente, e você certamente será
bem-sucedido.

5. Como superar as condições adversas

“Não há nada bom ou ruim, mas o pensamento faz isso.” Shakespeare.

Sábio: Se você deseja superar condições adversas ou manter uma condição favorável, é
necessário ter algum conhecimento do Espírito fundamental ou originário e de sua relação
com Ele. A verdadeira ordem destes princípios fundamentais da vida, que você está tentando
compreender, não exige que você negue a realidade do mundo físico existente, ou que lhe
chame de ilusão. Pelo contrário, ao admitir a existência do físico, você vê assim a conclusão de
um grande processo criativo invisível. Isso permite que você atribua manifestações físicas a
seus devidos lugares na série criativa, o que seu modo de pensar anterior não permitia que
você fizesse. Você agora percebe que, embora a origem da vida não seja em si mesma física ou
material, ela deve descartar veículos físicos e materiais pelos quais ela funcione como seu
meio de expressão, em vários graus de inteligência, como o vegetal ou o reino animal, e o
humano, como ilustrado em nossa última lição. Todas são formas de vida, por causa desse
princípio interno do ser que as sustenta. O Princípio da Vida com o qual você está
primariamente preocupado é a vida de pensamento e sentimento em si mesmo. Você é um
veículo ou meio de distribuição do Espírito Criativo da Vida. Se você entende isso, você terá
alguma idéia do que o Espírito da Vida originário é em si mesmo, e sua relação com ele como
um indivíduo. Você é um veículo ou meio de distribuição do Espírito Criativo da Vida. Se você
entende isso, você terá alguma idéia do que o Espírito da Vida originário é em si mesmo, e sua
relação com ele como um indivíduo. Você é um veículo ou meio de distribuição do Espírito
Criativo da Vida. Se você entende isso, você terá alguma idéia do que o Espírito da Vida
originário é em si mesmo, e sua relação com ele como um indivíduo.
Aluno: Como o pensamento e o sentimento são a origem de todas as coisas, não seria
necessário entrar no espírito de sua origem para controlar as circunstâncias? É verdade que
meus pensamentos e sentimentos são os mesmos do ilimitado Poder e Inteligência do
universo?

Como você pode controlar as circunstâncias e as condições errôneas

Sábio: Em essência eles são os mesmos. Você é capaz de controlar as circunstâncias e


condições relativas ao seu mundo individual, das quais você é o centro, fazendo com que seus
pensamentos e sentimentos correspondam em qualidade (pelo menos em um grau) àquilo que
você acredita serem os das forças inteligentes e originárias. da vida.
Aluno: É verdade que a vida em mim contém tudo o que eu, como indivíduo, poderia
exigir? Os meus pensamentos e sentimentos são o poder centralizador do meu mundo
particular? Se assim for, então Browning explica a situação quando ele diz: “Levamos dentro
de nós as maravilhas que buscamos sem nós.” Se eu conheço e pratico este grande fato, a
maravilha do poder de entendimento da Vida surgirá em mim por seu próprio direito divino. ,
e assumir o comando sobre todos os meus problemas exatamente no mesmo grau que eu
reconheço. Isso está correto?
Sábio: Sim, Browning expressou a verdade nessa frase. O Princípio divino em você é
completo e é a única Vida que existe. Mas isso não deve levar você ao erro de acreditar que
você não deve se esforçar. Lembre-se de que o germe vital em você é uma Inteligência que
pode chamar para ação específica todas as forças da vida de todo o universo, mas só pode
funcionar através de sua inteligência em correspondência com o que você acredita confiante
que pode e fará. Portanto, seja prático em seu raciocínio e diligente em seus atos.
Suponha que eu lhe dê um exemplo: você tem um copo de água suja. Para ter a água limpa,
você continuaria a despejar a água limpa no copo de água suja até que cada gota de água suja
escorresse dela, não é? A mesma regra se aplica a condições adversas. Despeje neles um fluxo
constante de confiança no poder de Deus em você para mudá-los, e eles mudarão,
correspondentemente.
Pupila: Eu entendo. Você quer dizer que eu deveria usar meu bom senso, juntamente com
uma fé constante em Deus e um esforço mental concentrado e sincero?

Senso Comum e Suas Faculdades Mentais

Sábio: É isso. Use o seu bom senso e todas as suas faculdades mentais, tanto quanto eles vão
levá-lo. No entanto, você nunca deve tentar forçar uma situação. Sempre permita a Lei do
Crescimento. Lembre-se de que as condições se desenvolverão na forma correlativa de sua
atitude mental firmemente mantida “sob a orientação da Sabedoria Criadora”. Se você seguir
esse método de raciocínio, logo formará o hábito de examinar sua própria atitude mental para
o chave para o seu progresso e prazer da vida. Procure manter diante da mente o pensamento
de que toda condição física ou material em sua vida corresponde à sua tendência de
pensamento habitual, e sua tendência de pensamento acabará se tornando a reprodução do
modo como você considera sua vida pessoal, relacionada a toda a vida.
Aluno: Conseguirei superar uma limitação após a outra, à medida que desenvolvo o
conhecimento e o sentimento de considerar o Princípio da Vida em mim como a fonte de toda a
experiência física? À medida que avancei ao longo destas linhas, devo crescer na liberdade de
aproveitar a vida do meu jeito?
Sábio: Ao estudar a lei do seu próprio ser, o importante é perceber que você, como indivíduo,
é um centro especializado, através do qual o poder ou essência da Vida toma formas que
correspondem exatamente às suas concepções mais habituais. Tente perceber mais e mais
profundamente, tanto na teoria como na prática, que a relação entre a sua mente individual e
a Mente Universal dos Pais é de ação recíproca. Agarre o princípio da reciprocidade, e você
compreenderá por que às vezes você fica aquém de desfrutar a vida e como pode alcançar o
pleno prazer; assim como a lei da gravitação mostra por que o ferro afunda na água e também
pode ser feito para flutuar.
Aluno: É bastante difícil para mim entender o que você quer dizer com a ação recíproca entre
minha mente individual e a Mente Universal dos Pais.
Suponhamos que eu esteja enfrentando um grande problema financeiro, e me esforço para
trazer minha mente a um estado de expectativa confiante através da meditação sobre o
suprimento sempre presente em todas as formas de vida, e repetindo uma afirmação que
parece lógica. Isso faria isso? Onde entra a reação? E como? Se minha felicidade na vida
depende desse entendimento, e ao viver num estado de reciprocidade consciente com a Mente
Parental, parece que agora está muito distante, porque não entendo seu significado. Eu
deveria sentir uma reação dentro de mim ao lutar por um certo estado de consciência?

Como sua mente está relacionada com a mente universal

Sábio: Dissemos em nossa última lição que a sua mente foi um resultado da grande Mente
Universal dos Pais que o trouxe à existência com o propósito direto de se expressar através de
você. A ação recíproca entre a sua mente e a Mente dos Pais pode ser comparada com uma
árvore e seus ramos. Sua mente é a expressão específica da Mente Universal da qual ela
extrai seu poder de pensar. Assim como um ramo de uma árvore é uma parte específica de
uma árvore, não separada dela, mas parte dela. Assim, entre a Mente Universal ou a Vida e
sua própria expressão especializada (que é a sua mente), há uma interação perpétua, como
acontece com a árvore e suas partes; seus galhos e suas folhas estão continuamente tirando
sustento do tronco dos pais. Sua ação de pensamento é a ação especializada e idêntica da
Mente Universal.
Exemplo: Imagine-se um pouco abatido quando, de repente, você recebe um telegrama com a
notícia de que a única pessoa no mundo a quem você mais ama está a caminho de vê-lo e ao
mensageiro de uma notícia maravilhosa! Você não pode imaginar que reação definitiva você
teria em notícias como essa! Bem, você pode estimular a mesma qualidade de pensamento, a
mesma sensação de alegria e segurança entre sua mente individual e sua fonte, mentalmente
imaginando a si mesmo como fazendo as coisas que você gosta. Veja-se feliz e levante sua
mente repetindo constantemente uma afirmação feliz, e você perceberá prontamente a reação
em espécie.
Aluno: Eu vejo. A maneira que as condições adversas devem ser superadas é através do meu
reconhecimento da ação recíproca que ocorre continuamente entre minha mente e a Única
Mente Universal, que provoca o mesmo tipo de reação que eu teria de uma experiência
agradável no mundo físico. avião. Eu costumava pensar que as condições foram superadas,
ignorando-as e deixando de lado a lei inerente que as causou. Começo a perceber agora
(teoricamente, pelo menos) que as leis da vida não podem ser ignoradas nem destruídas, mas,
ao contrário, devem ser feitas para funcionar para produzirmos uma existência harmoniosa.
Sábio: circunstâncias adversas são superadas pela reversão da causa originária, que é o seu
próprio pensamento. Ansiedade e medo sempre atraem condições de sua própria
espécie. Inverta esta tendência e entretenha apenas aqueles pensamentos que registram
harmonia e segurança confiante, e as circunstâncias adversas retrocederão, e em seu lugar
aparecerão as condições que correspondem à sua mentalidade alterada.
Aluno: Devo considerar minha mente como um ramo da Mente Universal da qual extraio
toda a minha substância?
Sábio: sim. Agora você tem uma boa idéia geral dos dois últimos: o Universal e o individual,
e sua relação um com o outro. Acho que agora devemos considerar o processo de
especialização, ou seja, como fazer com que as leis da natureza produzam um efeito particular
que “não poderia ser produzido sob as condições genéricas simples, espontaneamente
fornecidas pela natureza”.
Como remediar as deficiências da natureza

Aluno: Como se pode criar condições não fornecidas pela natureza?


Sábio: Não negligencie a palavra “espontâneo”. Organizando conscientemente e
inteligentemente os seus pensamentos na nova ordem, olhando dentro de si para as soluções
dos seus problemas, em vez de fora, você certamente descobrirá que as idéias virão até você,
que , se seguido, produzirá novas condições além daquelas fornecidas pela natureza.
Aluno: Como posso fazer isso? Isso é causado fazendo com que meus pensamentos
correspondam àqueles que eu penso que a Mente Universal deve ter?
Sábio: Deixe-me dar uma ilustração do que quero dizer. Tomemos o caso de um moleiro que
moeu seu grão à mão. Seu sentimento instintivo é que deveria haver uma maneira mais
eficiente de moer grãos, e ele medita bastante sobre o que pode ser esse caminho. Um dia,
enquanto caminhava pelo campo, sua atenção é atraída, pela primeira vez, para o poder em
um fluxo de água que passa por ele. Ele faz uma pausa e reflete sobre como esse poder pode
ser utilizado para seu propósito específico.
"Por que não aproveitá-lo e fazê-lo moer o meu grão", ele se pergunta. Essa inspiração
inesperada o excita completamente, não apenas por causa de suas possibilidades, mas por
causa de seu sentimento de segurança de que pode ser realizado. Imediatamente, o resultado
desejado começa a aparecer em sua mente. Ao lado do riacho, ele vê seu moinho trabalhando
sob condições, com uma grande roda presa à força da água corrente e, assim, moendo seu
grão. A força da água espontaneamente fornecida pela natureza não foi alterada; foi
especializado para atender a uma exigência individual.

Como a natureza trabalhando através da mente pode moer o grão

Aluno: Naturalmente, o poder da água não poderia por si só ter moído o grão, mas através da
interação da Inteligência Universal individualizada na mente do moleiro, ele fez esse poder
"espontaneamente fornecido pela natureza", assim como Burbank especializou a natureza. leis
fazendo cactus crescer sem espinhos e amoras sem sementes.
Sábio: Sim, você entendeu meu significado. Sua compreensão da interação entre o poder da
água, ou natureza, e a Inteligência individualizada na mente do homem é cientificamente
correta. Você vê agora que é uma inversão completa da sua velha concepção. Antigamente,
você tomava formas e condições como símbolos e inferia que elas eram as causas dos estados
mentais e das condições materiais; agora você está aprendendo que a verdadeira ordem do
processo criativo é exatamente o inverso, que o pensamento e o sentimento são as causas
originárias que formam as condições externas correspondentes. Este é o princípio
fundamental sobre o qual você pode especializar a lei genérica de todo o processo criativo, e
fazer com que ele traga toda a sua Inteligência e Poder para suportar, atendendo a sua
necessidade particular.

Mostrando o Silver Lining of the Cloud

Aluno: Você está certo. Eu tenho invertido a ordem de causa e efeito. Sempre me pareceu que
as condições criavam e controlavam meus pensamentos, isto é, aceitava involuntariamente os
pensamentos que as condições sugeriam.
Por exemplo: suponha que eu quero estar em um determinado lugar em um determinado
momento. Minha consulta é importante e eu me atrasarei. Que coisa terrível será! Parece que
nada deve ser feito. É assim que eu costumava pensar.
Agora, na nova ordem de pensamento, eu me esforçarei para mentalmente me ver como
manter minha nomeação, etc. Eu entrarei no espírito do pensamento de que nada pode
impedir meu progresso ou frustrar meu propósito, e tenho certeza que um caminho vai abrir
permitindo-me materializar esse pensamento no plano físico. Tenho certeza de que, de alguma
forma imprevista, meu noivado será mantido satisfatoriamente para mim e para a outra
pessoa. Na verdade, tenho experimentado episódios semelhantes.
Sage: Sim, quase todo mundo já teve experiências como as que você relatou, mas muito
poucas lucram com elas. A lei é: "Como um homem pensa assim, torna-se". Se você deseja se
retirar de uma situação indesejável, deve adotar o método científico do pensamento afirmativo
e segui-lo como um fator permanente na vida.
Você descobrirá que o poder universal causador (chame como quiser) sempre se manifesta
como inteligência suprema na adaptação de meios a fins. Por exemplo, há algo que você deseja
fazer - construir uma casa, vender algo ou fazer um ato gentil para alguém. É esta
inteligência suprema manifestada através de você que guia suas atividades. Sem isso, você
seria incapaz de delinear sua intenção, muito menos realizar seu propósito. Sua inteligência é
o instrumento pelo qual a Grande Inteligência do universo está constantemente tomando
forma específica. Sendo isto verdade, toda idéia que se registra em sua mente foi formada
primeiramente nesta Mente Infinita. Um reconhecimento contínuo desse fato permitirá que
você encontre o caminho para sair de qualquer sensação de limitação que possa surgir em sua
experiência individual.
Certa vez ouvi falar de um homem que tinha um desejo intenso de fazer grandes coisas. Ele
pediu a seu professor para pensar com ele ao longo das linhas que acabamos de discutir - que
a Inteligência do universo estava tomando forma específica em sua inteligência
individual. Sua professora concordou em providenciar que o desejo do estudante fosse grande
o suficiente para forçá-lo a levantar-se todas as manhãs e fazer uma caminhada de três
quilômetros, enquanto mediava essa interação entre a Inteligência Universal e sua forma
especial, sua mente. O estudante também foi instruído a formar a prática de fazer quadros
mentais com o propósito preciso de desenvolver sua intuição e imaginação. Uma sugestão era
que ele se visse mentalmente caminhando ao longo de um rio bonito, claro e fluente, ouvindo a
água ondulante e vendo o reflexo das árvores em sua superfície clara, e depois transferir sua
imagem mental para uma que retrata seu próprio desejo. Depois de seguir essa prática por
seis meses, uma idéia de magnitude quase esmagadora veio à sua mente. Isso não parecia
antinatural, no entanto, por estar completamente de acordo com seu hábito recente de
retratar seu desejo absorvente. Ele alegremente continuou suas caminhadas, sua meditação e
visualização e, finalmente, a Inteligência Universal se manifestou em sua forma específica
(sua mente), dando direções específicas para trazer a grande idéia para uma operação bem-
sucedida.
Aluno: Sua mente poderia ter capturado essa grande ideia sem a ajuda de um professor?

Aprenda sempre a fazer seu próprio pensamento

Sábio: Certamente A ideia não veio através da mente do professor; ele simplesmente
começou o aluno no caminho certo. Ninguém pode pensar em outro. Foi o resultado de seu
esforço determinado para reconhecer sua própria inteligência individual como o instrumento
no qual a Inteligência Maior estava constantemente tomando forma. Tudo o que o professor
fez (tudo que alguém podia fazer) era ajudá-lo a manter seu pensamento no caminho que
desejava seguir. A ajuda do professor fortaleceu sua convicção e fé no poder em si mesmo.
Aluno: Esse poder originário da vida é um poder formador e também criador e direcionador,
e o pensamento do professor ao longo das mesmas linhas estabiliza os pensamentos do
aluno? Sem o apoio de uma mente mais avançada, alguém poderia ter sucesso em um grande
empreendimento?
Sábio: Certamente Se você está suficientemente convencido da verdade absoluta do seu
método, você não precisa de nenhuma força sustentadora fora de sua própria convicção. Você
perde o ponto de seu relacionamento com o grande todo se não percebe que não é apenas uma
potência originária, mas também formadora. Você não reconhece seu poder de formação em
toda a natureza? Você não pensaria em tentar fazer uma rosa de lírio. Se você sabe que o
mesmo Poder que criou as flores também fez sua mente para o propósito específico de operar
nela, você logo aprenderia a confiar em sua natureza formativa em sua operação através de
sua inteligência.
Pupila: Eu entendo. É o poder da vida no homem que origina, cria, dirige e forma. Na
realidade, parece não haver nada que o homem possa fazer neste grande esquema das coisas,
exceto desfrutar a vida, se ele só pode aprender como!

Deus e companhia, Ltd.

Sábio: A Lei da Vida é Deus e Companhia. Você é a empresa e não pode, em nenhum sentido,
ser um parceiro ocioso, se quiser lucrar com a parceria. Sua parte é grande, e há muito o que
fazer para fornecer um centro concreto em torno do qual as energias divinas universais
possam operar.
Aluno: Isso significa que, para perceber minha unicidade com a alegria da vida, não a
acharei tão simples quanto parece?
Sábio: Sem dúvida, haverá momentos em que você achará difícil transferir seu pensamento
dos externos para o reino interior do princípio originário, e mantê-lo ali até que as condições
externas correspondam às idéias que você tem em mente, mas deve haver Nunca seja um
esforço. Você é atraído para a Mente Universal como sua fonte de suprimento, ao longo das
linhas de menor resistência. Ou seja, ao longo destas linhas, que são as mais naturais para a
sua inclinação individual e particular da mente. Desta forma, você infunde na Mente
Universal seus desejos e ambições, intensificando assim seu poder de atração (relativo ao
desejo mais alto em sua mente) das forças infinitas.
Por exemplo, suponhamos que você se sinta muito sozinho, não completamente solitário, mas
sozinho (há uma diferença, você sabe), e anseie por um companheirismo agradável. Em uma
certa noite e de manhã, vá para onde você não será interrompido, e mentalmente imagine-se
caminhando com um amigo amigo (ninguém que você conheça, mas um ideal); então veja-se
cavalgando com esse mesmo amigo, e vocês dois fazendo muitas coisas felizes
juntos. Mantenha sua imagem em mente até que todo o sentimento de solidão tenha
desaparecido e você tenha uma sensação inconfundível de companhia. Deixe esse sentimento
se registrar em sua consciência e tente recordá-lo à vontade. Se você praticar dessa maneira,
logo perceberá que esta é a ação recíproca entre sua mente e a Mente Universal. Uma vez que
este reconhecimento esteja bem estabelecido,
Aluno: Então os esforços da pessoa devem ser totalmente direcionados para a obtenção de
um grau mais elevado de inteligência, e não para a aquisição de coisas materiais?

"Deus irá fornecer a comida, mas ele não vai cozinhar o jantar"

Sábio: Tal propósito é o mais alto, e aspirações ao longo desta linha certamente externariam
as coisas correspondentes. Sob nenhuma circunstância você deve se permitir formar o hábito
do sonho ocioso. O lado material da vida não deve ser desprezado, pois é o exterior de um
interior correspondente e tem o seu lugar. A coisa para se proteger é a aquisição de posses
materiais como seu objetivo final. Entretanto, quando certos fatos externos aparecem no
círculo de sua vida, você deve trabalhar com eles diligentemente e com bom senso. Lembre-se
de que as coisas são símbolos e que a coisa simbolizada é mais importante que o próprio
símbolo. "Deus proverá a comida, mas não cozinhará o jantar".
Aluno: A minha parte é preparar o jantar, por assim dizer; usar a inteligência com a qual fui
dotado, tornando-o um poder de atrair, do exterior, ideias que me fornecerão em qualquer
direção que eu possa escolher, de acordo com a lei?
Sábio: Sim, se você optar por seguir o movimento contínuo e harmonioso da vida, descobrirá
que quanto mais você usar a lei da harmonia através do pensamento progressivo, mais
intimamente familiarizado você se tornará com a lei da reciprocidade. Esta lei corresponde
aos mesmos princípios que governam a ciência física; isto é, “a natureza lhe obedece
precisamente no mesmo grau em que você obedece à natureza”. Esse conhecimento sempre
leva à liberdade.
Aluno: Como a natureza me obedece?
Sábio: A primeira e maior lei da natureza é a harmonia. Você vê os resultados da lei
harmoniosa no belo mundo ao seu redor. Se você obedecer a sugestão da natureza e seguir a
lei, você será o destinatário de todos os benefícios contidos nesta lei de harmonia que a
natureza tem a oferecer, como saúde, força, contentamento, etc., pois todas as suas leis trazem
liberdade e harmonia. Você encontrará a natureza respondendo ao longo das mesmas linhas,
na medida em que seus pensamentos e atos estejam de acordo com suas leis perfeitas.
Aluno: O poder do pensamento é sempre criativo e sempre cria condições correspondentes a
si mesmo? Alguém pode conhecer esta lei suficientemente bem para fazer com que ela
responda imediatamente?

Quinze minutos de noite e dia não são suficientes

Sábio: pensamento como pensamento é sempre criativo, seja bom ou ruim. O tempo
necessário para que as condições físicas correspondentes apareçam no círculo do seu ambiente
individual depende inteiramente da sua capacidade de reconhecer que o curso desejado é um
fato mental normal, já existente. Não é suficiente entrar no espírito do seu raciocínio por
quinze minutos de noite e de manhã, com a confiança interior de que você está direcionando
um certo poder infalível para uma manifestação física desejada, e depois passar o resto de
seus momentos de vigília em dúvida e medo. A questão toda é: como o seu pensamento
particular afeta você? Se estimular seu sentimento de fé, a resposta é imediata.
Aluno: Você poderia me dar algo para memorizar, o que me ajudará a eliminar a dúvida e o
medo?
Sábio: sim. O pensamento que mais uso eu mesmo uso é: “Minha mente é um centro de
operação divina. A operação divina é sempre para expansão e expressão mais completa, e isso
significa a produção de algo além do que foi antes, algo inteiramente novo, não incluído na
experiência passada, embora procedendo de uma seqüência ordenada de
crescimento. Portanto, uma vez que o divino não pode mudar a natureza inerente, ele deve
operar da mesma maneira em mim: conseqüentemente, em meu próprio mundo especial, do
qual eu sou o centro, ele avançará para produzir novas condições sempre antes de qualquer
foram antes. ”(Dore Lectures)
Você deve memorizar essa passagem e meditar nela, esforçando-se para tornar sua mente um
“centro de operação divina”, entretendo apenas pensamentos que você sente serem reflexos
dos pensamentos de Deus. Sempre que sentir que seu caminho para a liberdade está
obstruído, esforce-se mais para viver com o espírito de sua afirmação e logo encontrará sua
mente recebendo ideias que, se seguidas, o guiarão para o caminho da liberdade absoluta.

Os diabos da dúvida e do medo

Aluno: Dúvida e medo são o diabo, não são? Não é o medo o mais destrutivo de todos os
elementos errados? Parece-me que é todo presente de uma forma ou de outra. Esse monstro
pode ser totalmente eliminado da mente?
Sábio: Certamente Embora o medo seja o mais destrutivo de todos os inimigos mentais, e,
como você diz, parece estar sempre presente, ainda assim quando você percebe que seu medo é
tão certo quanto
Para se materializar como está sua fé, você se tornará cada vez mais protegido quanto à
qualidade de pensamento que você abriga. A prática leva à perfeição.
Aluno: Por mais que tente inibir o medo, sou incapaz de ter sucesso no presente. Às vezes
eu falho completamente, e estou sobrecarregado com isso
Como expulsar o medo

Sage: No momento em que você começar a sentir medo, vá para a frente, se possível, ande
rapidamente por uma ou duas milhas, respirando fundo e segurando o queixo e o peito para
cima. Pense em si mesmo como um monarca de todas as suas pesquisas e assuma uma atitude
de comando correspondente. Repita com cada respiração esta afirmação: “Estou respirando na
Vida, no Amor e no Poder do universo AGORA!” Prenda a respiração por um segundo, com a
afirmação no centro de sua mente; depois expulse a respiração com o mesmo pensamento e
envie-a para se misturar com o éter do universo. "Eu e meu pai do amor somos um."
Se você não pode sair em campo aberto, assuma, onde quer que esteja, a mesma
atitude. Respire profundamente, repita a afirmação, e você tem certeza de que está protegido
e suprido de todo o amor e poder que a Vida tem para dar, o medo desaparecerá e você poderá
retomar o que estava fazendo.

6. Fortalecendo sua vontade

“Tudo o que desejamos, esperamos ou sonhamos com o bem, existirá;


Não é sua aparência, mas em si mesma; sem beleza, nem boa, nem poder
Cuja voz saiu, mas cada um sobrevive para o melodista,
Quando a eternidade afirma a concepção de uma hora ”.
Browning

Sábio: A importância da vontade é tão freqüentemente mal entendida que eu acho que
vamos considerar sua verdadeira natureza e propósito por um tempo esta manhã. Quase todo
mundo está consciente de que não está imaginando. Qual é a função da vontade, na maior
parte, confunde e escapa ao nosso raciocínio.
Aluno: Eu entendo que a maioria das escolas de ciências mentais ensina que não se deve
tentar usar ou mesmo entender a vontade, porque fazer uso consciente da força de vontade
nos leva ao erro.
Sábio: É muito importante que você tenha conhecimento suficiente de sua vontade para não
abusar dela, ou ser desviado por falta de entendimento de seu lugar e poder.
Aluno: É um poder criativo e convincente?
Sábio: Corretamente falando, a vontade não é nem um. Não é em nenhum sentido
criativo. Há momentos, no entanto, em que uma vontade forte pode forçar certas combinações
externas.
Aluno: Se a força de vontade pode produzir certos resultados externos, por que não usá-lo
para esse fim?
Sábio: porque não foi destinado a ser usado dessa maneira. Condições trazidas à existência
por mera força de vontade carecem de vitalidade; conseqüentemente, as situações provocadas
pela simples força de vontade desaparecem assim que a vontade relaxa.
Aluno: As coisas que são forçadas a existir através do poder de uma força forte desaparecem
simplesmente porque lhes falta vitalidade, ou porque o poder irresistível renuncia à sua
influência?
Sábio: Ambos, por causa da falta de vida real neles, e porque a energia da vontade que os
sustenta é retirada.
Aluno: Li muito sobre a função da vontade. O que isso significa?

A ação ou função da vontade


Sábio: Depende do que você leu sobre os diferentes tipos de vontade. A vontade é o controle
de poder em sua mente, que mantém seu pensamento em uma determinada direção até que
um resultado seja alcançado.
Por exemplo: suponha que você deseja ir a um determinado lugar; sem a vontade de ir até lá,
você nem poderia começar, nem poderia reter o pensamento do lugar por tempo suficiente
para chegar. Você começaria na direção certa, e então, porque não havia poder de sustentação
no pensamento, você poderia se virar e seguir em outra direção.
Aluno: Assim é a vontade que mantém o pensamento para um determinado propósito até que
seja consumado; ou mantém uma idéia em seu lugar na mente até que seja objetivada na
forma. Pode ser chamado de estabilizador de pensamento.
Sábio: Só isso. É a vontade que mantém suas faculdades mentais em posição relativa ao
poder criativo que realiza o trabalho desejado. O pensamento é sempre criativo, como
expliquei em meu livro “As Palestras de Edimburgo da Ciência Mental”, página 84: “Se,
usando a palavra em seu sentido mais amplo, podemos dizer que a imaginação é a função
criativa, podemos chamar será o princípio centralizador, sua função é manter a imaginação
centrada na direção certa ”. A vontade tem muito mais o mesmo lugar em nossa máquina
mental que o porta-ferramentas tem em um torno mecânico. Na minha opinião, esta é a
vontade.
Aluno: É uma afirmação maravilhosamente clara. Isso significa que o sucesso ou o fracasso
depende apenas de uma coisa: o controle mental, e a vontade é esse fator de controle.
Sábio: O negócio da vontade é sempre o mesmo, o de manter suas faculdades mentais onde
eles farão o trabalho que você pretende que eles façam.
Aluno: Suponha que eu estivesse conduzindo um negócio, mas meus pensamentos estavam
mais em férias antecipadas do que em meu trabalho. Naturalmente meu negócio
sofreria. Como minha vontade poderia me ajudar?

Pratique “Exercícios”

Sábio: O caso que você relata ilustra uma vontade fraca. Você sabe que seus pensamentos
devem ser mantidos em seus negócios, mas sua vontade é muito fraca para fazê-lo. Você deve
praticar exercícios para fortalecer suas energias mentais. Isso ajudará você a focar sua
atenção nos negócios ou em qualquer atividade desejada.
Aluno: Se alguém concentrasse toda a sua atenção nos negócios durante o horário comercial,
ele seria capaz de relaxar mais tarde e aproveitar sua casa e brincar?
Sábio: Com um testamento devidamente treinado, você pode escolher um pensamento à
escolha, segurá-lo até que ele tenha terminado seu trabalho, deixá-lo ir novamente, e então
pegar outro pensamento, repetindo o processo novamente e novamente, se você escolher. Em
suma, você pode trabalhar quando você trabalha e joga quando joga.
Aluno: Sem dúvida, isso pode ser feito, mas parece-me agora que seria uma tensão terrível.
Sábio: Pelo contrário, a vontade bem treinada e desenvolvida mantém qualquer posição que
você deseje sem qualquer pressão sobre o sistema nervoso, e seu uso nunca é seguido por uma
sensação de fadiga.
Aluno: Eu sempre achei uma grande tensão segurar qualquer pensamento que não
permanecesse na consciência naturalmente.
Sábio: Isto é uma indicação de uma vontade fraca, que deve ser fortalecida através do
exercício, o começo do qual deve ser “uma determinação calma e pacífica para reter uma certa
atitude mental apesar de todas as tentações em contrário, sabendo que ao fazê-lo , o resultado
desejado certamente aparecerá. ”
Aluno: A vontade é inteligente?

“Uma vontade desenvolvida é a serva da inteligência”


Sábio: A vontade desenvolvida é a serva da Inteligência.
Aluno: O que você quer dizer com isso?
Sábio: Ao treinar sua vontade, você se tornará consciente da presença de um tremendo poder
que atua nos planos do início, ou primeira causa, de toda coisa chamada física. Esse poder é a
principal Inteligência Viva do universo. Diga a si mesmo o que você deseja de uma maneira
clara e concisa, sabendo com confiança que é certo se externalizar como um fato objetivo,
porque sua vontade age sobre a Inteligência criativa, ou primária, não formada, e faz com que
assuma a forma que você tem determinado em cima.
Aluno: Isso não parece tão difícil. De uma coisa estou certo, isto é, que todo o meu ambiente é
o resultado da minha tendência habitual de pensamento. Além disso, quando eu sei que eu
deveria transformar meus pensamentos em outros canais, mas não, simplesmente deixá-los
correr ao longo das linhas de menor resistência, é porque minha vontade é fraca e
destreinada. Por favor, diga-me a maneira mais rápida de remediar isso?

Você adquire energia, bem como ambição, exercitando a vontade

Sábio: Eu lhe darei alguns exercícios para desenvolver a vontade e, a partir deles, você pode
moldar os outros para atender às suas próprias necessidades. Em primeiro lugar, é
importante perceber que qualquer tendência à tensão será prejudicial e deve ser evitada. Tais
exercícios não são apenas interessantes, mas estimulantes, e se persistentemente praticados,
irão manter suas ambições longe. Eles lhe darão novos impulsos, energia renovada e
determinação para ser e para algo melhor e maior do que qualquer coisa no passado. Uma vez
que você esteja plenamente consciente do lugar e poder de sua vontade, no reino mental, para
manter a energia criativa atuando na formulação de seus desejos, você perceberá que ela é
muito suscetível ao treinamento, e você nunca mais se contentará em viver sem o seu uso
constante, pois seria como viver apenas meia vida.
Aluno: Posso fazer uma pergunta aqui? Eu sou um bom pianista, mas não gosto de começar
minha prática, e, embora eu tenha aproveitado uma vez que comecei, começar é sempre uma
luta. Se eu fosse me obrigar a praticar piano a certa hora todos os dias, isso desenvolveria e
fortaleceria minha vontade?
Sábio: Ajudaria, mas o maior benefício seria na direção de fazer de você um músico
melhor. A melhor maneira de fortalecer a sua vontade é praticar exercícios com o único
propósito de fortalecer a vontade, sempre lembrando, enquanto os toma, que o seu esforço é
para o autotreinamento e o autocontrole, para que você se perceba como um parte do grande
todo universal. Dessa maneira, você ganha uma centralização pacífica, que, embora mantida
por um ato consciente da vontade, é a própria essência do descanso. Com uma vontade bem
desenvolvida e treinada, seus pensamentos nunca se desviarão da consciência de que "tudo é
vida, e tudo é bom, e a natureza, desde sua superfície claramente visível até suas profundezas
mais arcanas, é um depósito para o bem".
Você tem a chave para seus grandes tesouros, e o que mais lhe agrada em um determinado
momento e lugar, é aquele modo do Espírito Vivo universal com o qual você está mais em
contato naquele momento. Percebendo isso, você extrai das correntes do universo de energia
vital, que fazem o próprio ato de viver uma alegria, que irradia de você vibrações que podem
desviar todas as sugestões prejudiciais. Esta é certamente uma razão boa e suficiente para
desenvolver a vontade.

Exercício para fortalecer a vontade

A vontade é fraca por falta de exercício. Treinar a vontade é o mesmo que treinar os
músculos. Seu desenvolvimento é gradual. Só vontade pode desenvolver
vontade; consequentemente, você começa com o que você terá, e expande e fortalece-o,
pensando sua ação sobre si mesmo. O fraco se manifestará em duas fases: super ação e sub
ação; a primeira como impulsividade, impetuosidade e a vida, e a segunda como letargia,
flegmatismo etc.
É bom começar cada dia com uma resolução para não se apressar e não deixar nenhuma
tarefa inacabada. O esforço nessa direção é de valor inestimável. Deve haver apenas um
objeto em sua mente com referência ao seu exercício - o desenvolvimento e fortalecimento de
sua vontade. Naquele momento, não pensamos em sua melhora como músico, pois, se houver
algum motivo oculto, seu treinamento será perdido de vista.

Cultive o sentimento de contentamento

Cultive o sentimento de contentamento e comece seu exercício com esse sentimento,


determinando fazê-lo em um estado de espírito feliz. Isso é importante. Faça o seu exercício
em uma hora do dia em que as interrupções são menos prováveis de ocorrer, por 7 dias
consecutivos, 10 minutos consecutivos por dia. Se ocorrer uma interrupção durante o
exercício, comece tudo de novo. Se você esquecer o exercício por um dia antes de terminar seu
curso de 7 dias, comece o conjunto inteiro novamente e prossiga com ele ininterruptamente.
Coloque um caderno e lápis ao seu lado antes de começar. Agora pegue cinquenta fósforos,
miçangas, botões, pedaços de papel ou quaisquer outros pequenos objetos, e os coloque
devagar e deliberadamente em uma caixa, um por um, com um sentimento de satisfação e
satisfação, declarando a cada movimento: O único e mais importante pensamento é que você
está treinando sua vontade para a vantagem particular de ter uma vontade treinada, e é por
isso que você deve cultivar o sentimento de contentamento. O único método pelo qual você
pode estudar o desenvolvimento de sua vontade é por auto-análise e introspecção, então,
quando você terminar sua prática, pergunte a si mesmo como: “O que eu pensei sobre o
exercício enquanto eu estava fazendo isso? ? Eu acreditei que realmente cultivaria minha
vontade, ou eu fiz isso só porque me disseram? Eu realmente me concentrei em jogar os
fósforos na caixa, ou eu estava mais preocupado com o arranjo deles, ou eu estava distraído
com outros pensamentos, bons ou ruins? Eu estava observando o tempo com impaciência, ou
estava me envolvendo conscientemente em pensamentos de satisfação e contentamento? Eu
tive uma sensação de tensão, ou isso me fortaleceu? Acredito que realmente treinará minha
vontade se eu a seguir fielmente por tempo suficiente para provar isso? ”Etc., etc. ou isso me
fortaleceu? Acredito que realmente treinará minha vontade se eu a seguir fielmente por tempo
suficiente para provar isso? ”Etc., etc. ou isso me fortaleceu? Acredito que realmente treinará
minha vontade se eu a seguir fielmente por tempo suficiente para provar isso? ”Etc., etc.
Anote esta série de perguntas e respostas no seu caderno. Você achará interessante e
encorajador manter esse registro e, assim, observar seu progresso.

Estimulando um interesse em seu exercício de vontade

Você pode estimular o interesse em seu exercício variando sua resolução ou intenção. Isto é,
uma vez mantenha uma atitude consciente de alegremente disposto a querer, outra de
poderosamente disposto a querer, outra de pacificamente e outra satisfeita, etc., etc. Estas
variações no exercício com as sugestões de introspecção, que foram ligeiramente mudaram,
foram tiradas da melhor autoridade, até onde eu sei, ao longo das linhas de treinamento de
vontade, e eu sou positivo trará a obtenção de uma vontade firme e forte, e um uso inteligente
disso.

7. Fazendo sua mente subjetiva trabalhar para você

“A força mais potente do universo é a influência da mente subconsciente. O treinamento


adequado da correlação entre as faculdades subliminares e objetivas é o gergelim aberto que
destrava o mais rico de todos os armazéns - a faculdade de lembrar. E com a lembrança,
segue-se reflexões naturais, visão, conhecimento, cultura e tudo o que tende a fazer do homem
um Deus, embora no germe. ”–Dr. Edwin F. Bowers
Aluno: O assunto da mente subjetiva me interessa muito. Tenho certeza de que, se tivesse
entendido o que você disse sobre isso, eu teria percebido que tudo o que era necessário para
obter meus desejos era pensar exatamente o que eu queria, colocá-lo conscientemente em
minha mente subjetiva, e começaria imediatamente para atrair maneiras e meios para a sua
correspondente realização física ou material.
Sábio: De fato, o estudo da mente subjetiva é um assunto absorvente. Eu posso ser capaz de
iluminar e ajudá-lo a tornar as realidades de trabalho do que agora parece ser vago e até
mesmo misterioso. Mas vai descansar inteiramente com você para colocar vitalidade nessas
sugestões, e isso só pode ser alcançado através do uso delas.
Aluno: Você quer dizer que, ao fazer uso prático de suas sugestões, poderei obter resultados
práticos que ajudarão não apenas a mim mesmo, mas também a outros?
Sábio: Essa é a ideia. Sempre me pareceu que a pessoa comum prefere a satisfação de dar a
outro o que ele exige, em vez de ajudá-lo ou ensiná-lo a atrair as coisas desejadas para si
mesmo, o que lhe daria, além disso, um sentimento de segurança e liberdade. Você sem
dúvida gostaria de dar aos outros, e o destinatário também gostaria de receber, mas, como
regra, tende a empobrecer o espírito de independência.
Aluno: Se eu pusesse no meu subconsciente uma idéia definitiva de que todas as pessoas têm
o mesmo poder em suas mentes subconscientes para atrair para si as coisas que desejam
através de seus próprios esforços, esse pensamento se registraria em suas mentes
subconscientes?
Sábio: Essa seria a maneira inteligente de ajudar os outros a se conectarem com seu
suprimento ilimitado.
Aluno: Você me disse antes que havia uma maneira definitiva de impressionar a mente
subconsciente com um pensamento particular. Você se importaria de explicar isso de novo?

"Entre no espírito do seu desejo"

Sábio: O processo é bem diferente daquele de reter uma ideia na chamada mente
intelectual. É necessário, acima de tudo, entrar no espírito do seu desejo, e um esforço para se
sentir relaxado e confiante o ajudará a fazer isso. “O espírito de uma coisa é aquilo que é a
fonte de seu movimento inerente.” Por exemplo, se você deseja impressionar sua mente
subconsciente com o sentimento de contentamento, deve meditar na qualidade do
contentamento. Veja como isso afeta você. Se, em resposta à sua meditação, você se sentir
relaxado e confiante, pode ter certeza de que sua mente subconsciente ficou impressionada
com esse pensamento. Isso está “entrando no espírito” do contentamento; não por causa de
certas razões físicas, mas por causa de seu reconhecimento da ação da vida em você nesta
direção específica. Você tem toda a Mente Universal para extrair. Não há limite para o poder
criativo de sua mente subjetiva depois de ter impressionado com sua intenção. Este exemplo
aplica-se a tudo ótimo ou pequeno.
Aluno: Uma vez que minha mente subjetiva é uma parte da Mente Universal, se eu a
impressionar com uma idéia ou desejo, essa impressão passa automaticamente para a Mente
Subjetiva Universal?
Sábio: Sua mente subjetiva é essencialmente a mesma que a Mente Subjetiva Universal com
a qual está inseparavelmente conectada. Deve ser entendido que sua mente subjetiva recebe
suas impressões da mente objetiva e nunca das coisas materiais. Portanto, é necessário retirar
seu pensamento da coisa material ou física que você deseja, e mentalmente permanecer no
símbolo espiritual dele, que é a fonte inerente de sua formação.

Como visualizar e objetivar a imagem mental


Tudo isso pode parecer um pouco envolvido para você, porque é o estudo do intangível em vez
do tangível, mas ele se revelará a você à medida que avançarmos, e parecerá bastante
simples. Tudo o que sabemos do invisível é obtido pelo que vemos no plano do visível. Talvez
uma ilustração lhe dê uma ideia mais clara daquela parte interior do seu ser, que é o suporte
de tudo aquilo que deve subsistir naturalmente no universal aqui e no eterno agora.
Primeiro, esforce-se para perceber a si mesmo como espírito puro, cuja qualidade essencial é
boa. O espírito puro é vida pura e, naturalmente, a única coisa que poderia desejar é
manifestar mais e mais vida, sem referência às formas pelas quais a manifestação
acontece. Conseqüentemente, “quanto mais pura for sua intenção, mais prontamente ela é
colocada em sua mente subconsciente”, que instantaneamente passa para a Mente Universal.
Por exemplo: Se você quer uma casa, um certo tipo de cadeira, uma quantia em dinheiro, ou
qualquer outra coisa, você deve primeiro ponderar cuidadosamente como o objeto desejado se
originou. Meditar assim sobre o espírito original da coisa em questão inicia o poder criativo de
sua mente subjetiva (que está em contato com toda a energia criativa que existe) operando
nessa direção específica.
Suponha que seja uma casa que você deseja. Você voltará ao conceito original. A idéia de uma
casa teve sua origem em uma necessidade primordial de abrigo, proteção dos elementos e
conforto, e fora desses desejos originais cresceram nossas atuais moradias. Então você começa
a construir uma casa em sua própria consciência primeiro, pensando apenas pensamentos
harmoniosos e construtivos a respeito dela. Esse tipo de pensamento (ou construção) dá à sua
mente subjetiva um material definido para se trabalhar, e por causa de sua capacidade de
sugestão, juntamente com seu poder criativo nativo, ela irá adiante e eventualmente trará a
casa à manifestação.
Aluno: Se eu, sincera e justamente, desejo um certo tipo de lar, como devo proceder?
Sábio: Você deve primeiro formar uma concepção clara em sua mente objetiva do tipo de casa
que deseja; seja uma, duas ou três histórias; o número e tamanho dos quartos; quantas
janelas e portas; Em suma, você deve imaginar mentalmente a casa concluída, tanto dentro
como fora. Vá ao redor da casa; olhe para o exterior; em seguida, vá para dentro de casa e
examine-a cuidadosamente, do porão ao sótão, em todos os detalhes. Então abandone a
imagem e fique no protótipo espiritual da casa.
Aluno: Eu não entendo completamente o que é o protótipo espiritual?
Sábio: O método mais simples de encontrar um protótipo espiritual de qualquer objeto é
perguntar a si mesmo qual é o seu uso, o que ele representa, em outras palavras, qual é a
razão de ser? Como temos dito, uma casa é um lugar de abrigo, conforto, proteção. Pode ser
chamado de refúgio.
Aluno: Então, se eu quero uma casa (realmente uma casa), e não parece haver uma maneira
comum de eu tê-la, devo impressionar meu desejo pela mente subjetiva, mentalmente
imaginando o tipo de casa que eu quero, em conjunção com a idéias de abrigo, conforto e
proteção, e mentalmente vivem nesse estado mental, enquanto, para suplementar uma
atmosfera mental de “intenção pura”, não admito pensamentos de discórdia, como raiva,
ciúme, dúvida, medo, mas entretenha pensamentos de amor, alegria, beleza e harmonia. Isso
não seria literalmente viver em minha verdadeira morada mental? E eu não poderia esperar
vê-lo objetificado em um lar material?

O que a casa simboliza

Sábio: Sim, porque toda coisa física ou material é o resultado de uma ideia primeiro possuída
na consciência. Essas idéias, que são universais por natureza, são especializadas por sua
imagem mental e seu esforço concentrado para inibir pensamentos que dizem respeito à
operação das leis da vida. Esse hábito da formação do pensamento, se persistir, abre o
caminho para a manifestação física da imagem mental, seja ela qual for, no caso em questão,
ser uma casa. Uma casa é um efeito de necessidade de abrigo, conforto, proteção e afins.
Aluno: Eu nunca pensei antes do que uma casa realmente simbolizava. Parece bastante
natural agora pensar nisso como um objeto externalizado de uma idéia originária de conforto,
abrigo e proteção, que você me ensinou como seu protótipo. Agora, meu impulso natural seria
entrar em casa e trancar as portas e janelas, se eu tivesse medo de alguma invasão externa e
quisesse me proteger. No entanto, isso nem sempre me dá uma sensação de segurança. De
onde vem esse sentido de proteção real?

Vivendo no senso de proteção

Sábio: A primeira necessidade seria que você tivesse a casa para entrar, antes que você
pudesse trancar as portas e janelas contra intrusos indesejáveis ou perigo iminente. Depois de
ter adquirido este refúgio, sozinho não asseguraria proteção completa. O sentimento de
proteção é estabelecido dentro de si mesmo através do seu conhecimento de que você está
protegido pelo Todo-Poderoso, Sempre Presente, Poder Inteligente da Vida. Certamente você
sabe que está vivo, e esse entendimento traz uma sensação de segurança que portas trancadas
ou janelas com grades não podem oferecer.
Aluno: Seria maravilhoso se alguém pudesse viver constantemente nesse pensamento de
proteção!
Sábio: É para esse fim que estamos viajando. Como vimos, na mente do homem existe um
poder que lhe permite entrar em contato com o ilimitado Poder universal de Deus, Espírito, e
assim se envolver nele. Um dos sentimentos mais satisfatórios e confortantes possíveis é este
de ser protegido de dentro de si mesmo.
Aluno: Eu vejo. Deve-se esforçar para manter em mente a sugestão do seu eu real, que é a
proteção real de alguém; aquele eu que é um com toda a Vida e toda a Inteligência, que não
apenas preserva, mas provê para todos.
Para voltar ao assunto da casa. Sendo, então, a realização ou manifestação externa de um
desejo ou necessidade de abrigo e proteção, o modo de procedimento necessário para obtê-lo
seria entrar no espírito de proteção inteligente da Vida, e isto, por sua vez, atrairia as
condições necessárias para trazer para ser tangível uma casa, ou qualquer forma de refúgio foi
mais necessária e visualizada?
Sábio: Entrando mentalmente no espírito da força criativa da Vida, ela assumirá qualquer
forma especial que o seu desejo lhe der, que é mentalmente retratado ou visualizado. A casa é
apenas uma ilustração.
Pupila: Eu entendo. Agora, suponha que alguém desejasse mais dinheiro ou melhor
saúde. Qual seria o protótipo para estes?
Sábio: É sempre melhor encontrar o próprio protótipo. Vamos nos referir às sugestões que eu
já dei a você. O que o dinheiro simboliza? Para o que é para ser usado? Para mim, acho que o
protótipo do dinheiro é Substance, e meu método para manifestar mais dinheiro é imaginar
mentalmente a soma que preciso para um propósito específico, seja em notas bancárias,
cheque ou rascunho, o que parecer mais natural. Depois de fazer uma imagem clara e distinta,
amplio minha visão do dinheiro como o símbolo da substância da vida, conforme aplicada ao
uso que pretendo colocar. Eu acredito que o dinheiro é o maior fator para a troca construtiva
que temos hoje.

Como desenvolver saúde e harmonia

No caso do dinheiro, você manteria firme em sua mente o fato de que a Substância da Vida
preenche todo o espaço. É, de fato, o ponto de partida de todas as coisas, se toma a forma de
somas desejadas de dinheiro ou de outra coisa.
Para a saúde física, você se esforçaria para manter seu pensamento o mais harmonioso
possível, e mentalmente se imaginasse bem e fazendo as coisas úteis e felizes em sua vida
diária que uma pessoa saudável faria naturalmente, sempre entendendo que o Princípio da
Vida em sua origem deve agir harmoniosamente sobre si mesmo, a fim de produzir resultados
físicos harmoniosos.
Aluno: Então o ponto mais importante na demonstração de saúde não é tanto a imagem
mental, como o controle do pensamento em um centro definido, independentemente de
condições ou sintomas - vivendo realmente no protótipo, uma expressão totalmente perfeita e
harmoniosa de Deus Pai. Espírito, a fonte de saúde e vida?
Sábio: Exatamente, e é aí que sua vontade treinada entra para ajudá-lo a manter sua
imagem e a viver firmemente em seu protótipo. A imagem mental é a semente que você
planta, por assim dizer, e a qualidade do pensamento que você entretém imprime com mais
persistência na mente subconsciente e inicia a energia criativa se moldando na forma de sua
imagem mental.
Aluno: Então, o único poder criativo da Vida é a Mente Subjetiva, que reproduz no plano
exterior ou físico a idéia com a qual ela foi impressa. Que campo de possibilidades esse fato
estupendo se abre, se alguém pudesse apenas provar isso!
Sábio: Para obter bons resultados contínuos, é uma necessidade compreender
adequadamente sua relação com esse grande poder não-formado e altamente impressionável
com o qual você está lidando. “Nunca tente se fazer acreditar no que sabe que não é verdade.”
A menos que a sua fé seja construída sobre o fundamento sólido da convicção absoluta, você
nunca será capaz de fazer uso prático dela.
Aluno: Esta base sólida de convicção, como pode ser estabelecida permanentemente? Um dia,
tenho certeza disso, e no próximo, minha segurança parece ter se transformado em pedra, e
nada que eu possa fazer trará isso à vida novamente!

Use seu poder criativo construtivamente, nunca destrutivamente

Sábio: Você dá o seu consentimento incondicional de que possui esse poder criativo quando o
utiliza construtivamente em vez de destrutivamente. Lembre-se de que a energia criativa tem
apenas um método de operação, que é sua ação recíproca da Mente Universal para sua mente
subjetiva, e então de sua mente subjetiva de volta para a Mente Subjetiva Universal que é sua
fonte, e que infalivelmente corresponde ao pensamento que originalmente gerou. Seu maior
objetivo deve ser irrevogavelmente convencer-se de que o Espírito de origem que trouxe o
mundo inteiro à existência é a raiz de sua individualidade. Portanto, está "sempre pronto para
continuar sua ação criativa através de você". Tão logo e tão rápido quanto você fornecer esses
canais de pensamento, você se encontrará o possuidor de um poder reprodutivo infalível.
Aluno: Eu suponho que não sou diferente dos outros, pois estou sempre disposto a receber
todo o crédito pelo bem que vem a mim, e não querendo levar o crédito pelas minhas misérias,
colocando a culpa em alguém ou alguma condição sobre a qual eu Acredito que não tenho
controle. Como posso superar essa tendência miserável?
Sábio: só posso repetir, esforçando-me por lembrar que o único poder criativo que existe tem
apenas um modo de trabalhar, que é o da ação recíproca. Existe apenas uma causa
primária; a Mente Subjetiva Universal, da qual sua própria mente subjetiva é uma
parte. Para ganhar compreensão, é necessário ser persistente em impressionar sua mente
subconsciente com o fato de sua relação com o todo ilimitado. Traga todos os seus
pensamentos e sentimentos em conexão obediente com o melhor que existe em você. Este
velho ditado tem um mundo de verdade nele: “O que vês, tu és; se vês a poeira; Deus se tu vês
Deus. ”

Segure o pensamento do que você é, para guiá-lo para o que você quer ser.

Aluno: O que significa, suponho, que a lei é sempre a mesma. O pensamento que eu
mantenho torna-se um fato tanto no meu plano mental quanto no físico, então devo manter o
pensamento do que realmente sou para me tornar o que eu gostaria de ser?
Sábio: Sim, esforce-se para nunca perder de vista este fato.
Aluno: Como a ilustração que você deu da casa, ela nasceu na idéia de proteção,
independentemente de qualquer forma física?
Sábio: a proteção é uma qualidade de vida inerente; conseqüentemente preenche todo o
espaço, sempre pronto para ser chamado em qualquer forma de expressão. Se você entrar no
espírito dessa ideia, verá a rapidez com que os resultados correspondentes aparecerão. Porque
a qualidade da mente do sujeito é a mesma em você como é "em todo o universo, dando origem
à multiplicidade de formas naturais com as quais você está cercado, também dando origem a
si mesmo". É realmente o defensor de sua individualidade. Sua mente subjetiva individual é
sua parte no grande todo, como já declarei antes. A realização disso permitirá que você
produza resultados físicos através do poder de seu próprio pensamento.
Aluno: Isso revela-me o seu significado em "As Palestras de Edimburgo", onde você diz:
"Deve-se considerar sua mente subjetiva individual como o órgão do absoluto, e sua mente
objetiva como o órgão do parente". Nunca esquecerei isso. fato novamente.

Cultive a ideia de proteção

Sábio: A ideia no absoluto é o próprio começo (ou núcleo) da coisa, independentemente da


forma pela qual ela se expressa. Por exemplo, a idéia pura de proteção existe na própria vida
(é uma de suas qualidades inatas) e não tem relação com uma casa ou qualquer edifício
construído para esse fim.
Aluno: Então é minha mente objetiva ou intelecto que sugere a esse poder absoluto auto-
existente a idéia dessa relação?
Sábio: De fato, e se você padronizar o pensamento que acabou de expressar, dizendo
repetidamente ao seu subconsciente que ele é o único poder criativo, que sempre traz à
manifestação física as formas correspondentes das idéias com as quais é impressionado, você
vai perceber as alegrias do sucesso.
Aluno: Eu vejo “através de um vidro escuro”. Não há como desenvolver uma sensação mais
apurada de como despertar a mente subconsciente para que ela responda mais rapidamente?
Sábio: Terei todo o prazer em lhe dar uma cópia de uma carta que escrevi em resposta a uma
pergunta semelhante à sua. Essa carta foi considerada tão útil que os homens a quem foi
escrita a colocaram em forma de panfleto, agora fora de catálogo. Parece-me que a principal
coisa que eu disse na carta foi: "Não tente!"
Aluno: Porquê! Eu pensei que tentar era o meu principal esforço, mesmo que fosse difícil?

Uma carta de folhas douradas A carta do sábio

“Para responder à sua pergunta sobre como um 'senso mais aguçado da mente subjetiva pode
ser despertado', a resposta é 'não tente. Não tente fazer as coisas o que elas não são. A mente
subjetiva é subjetiva apenas porque está abaixo do limiar da consciência. É o Construtor do
Corpo, mas não podemos ver, ouvir, nem sentir construindo.
Apenas mantenha em sua mente consciente uma expectativa calma e calma de que a mente
subjetiva está sempre trabalhando de acordo com o pensamento habitual de sua mente
objetiva ... e então a mente subjetiva cuidará de si mesma.
Então, a questão é: como manter o pensamento consciente em uma corrente de vida -
prazerosa e vivificante. Minha resposta para isso é muito simples, pensei talvez antiquada. É,
continue olhando para Deus. Não se preocupe com a teologia, mas tente perceber o Espírito
Divino Universal fluindo perpetuamente através de todas as coisas; através de coisas
insensíveis como energia atômica; através dos animais como instinto; através do homem como
pensamento.
Se assim for, então a sua manifestação de Deus corresponderá ao seu pensamento habitual de
Deus. Tranquilamente contemple o Espírito Divino como um fluxo contínuo de Vida, Luz,
Inteligência, Amor e Poder, e você encontrará esta corrente fluindo através de você e
manifestando-se em centenas de maneiras, tanto mental quanto fisicamente, em seus
assuntos.
Você não faz isto corrente, mas você prepara as condições que farão com que ela goteje fina e
fracamente, ou flua fortemente. Você prepara as condições no lado interior por uma atitude
mental de olhar para a luz (Deus é Luz) com a expectativa de receber vida e iluminação, e do
lado exterior por não negar em seu trabalho o que você está tentando segurar. seu
pensamento, por si mesmo, a simples Lei do Prazer de tudo o que você pode desfrutar, regido
pela moderação, e em relação aos outros igualmente a simples Lei da Honestidade e Bondade.
Eu sei que você já ouviu essas coisas desde que era criança, mas o que todos nós queremos é
perceber nossa conexão com o poder de construção interior. A conexão é esta: que o Espírito,
enquanto ele flui através de você, se torna você, e se torna em você exatamente o que você
toma, assim como a água toma a forma do tubo pelo qual flui. Ela toma forma a partir do seu
pensamento. É extremamente sensível - quanto mais, então, o próprio Princípio da Vida pura
deve ser sensível? Pense sobre isso. Pense e depois pense. Pense nisso com gentileza, amor,
confiança e como um companheiro bem-vindo. Ele irá responder exatamente. Pense nisso
como uma Luz Viva, continuamente fluindo e vivificando você, e ela responderá exatamente.
Se você perguntar por que isso acontece, a resposta é porque a TI é o Infinito do seu Eu
Real. Deixe esta resposta ser suficiente para você. Você apenas escurecerá a Luz tentando
analisar o Espírito Divino. Você não pode dissecar a Deus. Isso não significa ser impraticável,
mas chegar à raiz da verdadeira prática. Nós temos nossos negócios comuns para fazer, mas,
acredite em mim, é o método científico para trazer tudo para a Luz Divina.
Então deixe suas idéias serem desejadas para vê-lo na Luz Divina, deixe suas idéias a respeito
crescerem quietamente de si mesmas, e você verá isto em sua própria e verdadeira luz,
qualquer que seja a coisa. Então, quando você tiver visto o que a coisa realmente é, siga em
frente de acordo com os quatro princípios da Alegria, Moderação, Honestamente e
Bondade. Não se preocupe e não tente forçar as coisas; deixe-os crescer, porque, reconhecendo
o fluxo contínuo do Espírito, você está fornecendo as condições, pois a Vida é a Luz que os fará
crescer do jeito certo.
Não se preocupe com mente subjetiva e mente objetiva, ou teorias de qualquer tipo, ou
descrição, minha ou de qualquer outra pessoa; mas apenas faça o que eu disse e experimente
por seis meses, e acho que você descobrirá que conseguiu o Poder que Funciona e, afinal de
contas, é isso que queremos.
Tudo está resumido nisto: viva naturalmente com o Espírito e não se preocupe. Lembre-se,
você e seu Espírito são Um, e tudo é bastante natural. Você talvez diga que isso é muito
simples. Bem, não queremos introduzir complicações desnecessárias. Tente praticar e deixe a
teoria para cuidar de si mesma.

"O Espírito Vivo não é encontrado em um livro."

Sábio: Muitos me escreveram de todas as partes do mundo expressando sua expressão. Certa
vez, uma senhora em Nova York escreveu pedindo que eu explicasse a ela exatamente o que
quero dizer no panfleto sobre o Espírito se tornar você. Pensando que você gostaria de ver
uma cópia da minha resposta, eu a trouxe junto para você.
Aluno: Muito obrigado. Tenho a liberdade de guardar essas cartas?
Sábio: Muito.

A carta do mestre

Com relação à frase no panfleto sobre a Mente Subjetiva sobre o Espírito se tornando você, eu
realmente não vejo como expressar meu significado com mais clareza. O que quero dizer é que
em um gato se torna um gato; e em um repolho ele se torna um repolho; mas no homem, que é
consciente, inteligência viva, torna-se inteligência viva e consciente. E, se assim for, então,
uma vez que o Espírito é Infinito, você pode, por meio da oração e da meditação, atraí-lo para
aumentar a inteligência viva, isto é, tudo depende do seu modo de reconhecê-lo.
Na frase que você cita, 'é extremamente sensível', etc. Não estou me referindo à água, mas ao
Espírito. Quero dizer que, se a mente subconsciente em nós é sensível à sugestão, o princípio
criativo é sensível à sugestão, o princípio criativo do qual ela brota deve ser ainda mais e toma
forma a partir do seu pensamento. Mas você deve lembrar que o panfleto não foi escrito para
publicação. Era apenas uma carta particular, e nunca fui consultado sobre o assunto de
publicá-la, ou talvez devesse tê-la redigido com mais cuidado.
Oferta e demanda é um assunto muito grande, mas eventualmente você sempre terá que
voltar ao ensinamento de Jesus: “Pedi e recebereis”. Podemos escrever volumes sobre o
assunto, mas no final sempre acontece isso, e nós não ganhamos nada percorrendo um longo
caminho. Vejo cada vez mais que o ensinamento de Jesus é a personificação final de tudo que
os escritores desses assuntos estão tentando ensinar. No final, temos que abandonar toda a
nossa parafernália de argumentação e voltar à sua declaração do método de trabalho. Todas
as premissas da Bíblia baseiam-se no conhecimento divino de sua constituição mental e, por
sua simples dependência, damos, portanto, centros através dos quais o Poder Criativo do
Universo pode agir em correspondência com o nosso reconhecimento dele.
'De acordo com sua fé, assim seja para você'. Nossa fé é nosso pensamento real. Se o nosso
pensamento real é a expectativa de doença e pobreza, e assim abra a porta para isso. Todo o
propósito da Bíblia é direcionar nosso pensamento (que é nossa fé) da maneira correta, em vez
de nos deixar formar de forma invertida. Portanto, como base para nossa fé, a Bíblia nos dá
promessas. Prenda sua fé nas promessas, e você não precisa incomodar seus cérebros para
discutir sobre isso. Quanto mais você argumentar, mais você fixará sua fé em seu próprio
argumento e sua compreensão da lei; e como uma seqüência lógica, você faz com que o
cumprimento de seu desejo dependa de sua argumentação correta e do conhecimento exato, de
modo que o resultado é que você depende inteiramente de si mesmo - e assim você não é um
previdente e simplesmente está onde estava.
Por outro lado, simplesmente acreditando nas Promessas Divinas, você transfere toda a
operação para o Espírito Divino (sua mente subjetiva), e assim você tem uma boa base de
expectativas, e por sua atitude receptiva mental você se torna um 'cooperador' com Deus. Você
permite que o Todo Criador Espírito trabalhe em, para e através de você. Essa é a concepção
que São Paulo sempre teve em suas epístolas, em todas elas mostrando a fraqueza de confiar
na Lei e a força da fé nas promessas. Este também, penso eu, era o significado de Jesus
quando Ele disse: 'Bem-aventurado aquele que não viu e crê'.
Bem, eu espero que estas poucas observações sejam úteis para você, mas estou imaginando
como esse ponto de vista vai agradar a um público americano, e essa é outra razão pela qual
eu duvido que venha. Quanto mais penso sobre esse assunto, menos vejo na tentativa de fazer
"Abastecimento", "Saúde". e todos os tópicos usuais do Novo Pensamento são objeto de um
conjunto de regras mecânicas como as regras da aritmética. Ele joga o fardo de volta em si
mesmo, enquanto todo o seu objetivo é se livrar dele. É a velha tentação do Éden novamente -
a Árvore do Conhecimento, a confiança em nossa própria aquisição do Conhecimento; na
Árvore da Vida - a confiança na própria natureza de Deus e seu desejo de expressão em nós e
através de nós, que é o significado de todas as promessas. O primeiro parece inteligente, mas
não é. O último parece infantil, mas é o cumprimento de toda a lei e é a vida.
Se você vê as coisas sob esta luz, o que eu tenho certeza é a verdadeira, o modelo que você terá
que tomar para a "Escola dos Construtores" é "A pedra que os construtores rejeitaram se
tornou a ponta da esquina". A referência é à grande pirâmide e à pedra mais alta - também à
nossa pedra de coroa na Abadia de Westminster - e, é claro, refere-se superlativamente a
Cristo. Mas os construtores adequadamente instruídos não rejeitam essa pedra. Pelo
contrário, eles o reconhecem como a Fundação e o ápice do Edifício do Templo. Você se lembra
de como São Paulo se chama de sábio mestre-construtor.
É de alguma utilidade para mim vir para a América ensinar estas coisas, que de alguma
forma são ensinadas lá desde a chegada do Mayflower? Claro, posso falar sobre Vibração,
Sistema Nervoso, Pirâmide e coisas semelhantes, e o funcionamento de Leis Naturais; mas o
Princípio Criador está separado. Um adorador de Deus e um estudante da natureza; é o que
um dos nossos antigos pensadores chamava a si mesmo. O Poder é de Deus e é recebido pelo
Homem e o Homem exerce sobre a natureza. Essa é a verdadeira ordem.
Um significado do símbolo maçônico da estrela de cinco pontas é que tudo retorna ao seu
ponto de partida. Comece pelo ápice do triângulo e trace a linha ao redor e você volta para o
ápice. Se, então, o seu ponto de partida está no Céu, você volta para o Céu e o Poder Divino, e
assim se livra do fardo; mas se o seu ponto de partida é na terra (ou seja, sua própria
aquisição de conhecimento de leis), você volta à terra, o que é indicado pelo triângulo
invertido.
Você encontrará as Promessas do poder do homem sobre a Natureza, Condições, etc.,
plenamente declaradas em Marcos 11: 22-25, e nenhum ensinamento pode prometer mais do
que isso ”.

Deus amadureceu uma grande mente

Aluno: Nenhuma palavra pode expressar o privilégio de fazê-lo se desdobrar e deixar claro
para mim as verdades que lutei tanto para entender. Deus certamente abençoou você com
uma das maiores mentes da geração atual.
Sábio: De jeito nenhum. Há muitos que sabem muito mais do que eu nesse sentido. Para
mim, no entanto, estou certo de que existe apenas um Deus, que Deus e o homem são um e
que minha mente é um centro da Operação Divina; isso em si é uma bênção. Muito já foi
escrito sobre esses assuntos; Tudo é tão simples.
Sábio: Estou feliz que essas lições tenham sido úteis. Foi um grande prazer para mim ter
trocado idéias com você e sei que você as transmitirá a outras pessoas sempre que achar que
elas serão úteis. Parece-me que agora você tem todo o material necessário para construir para
si mesmo uma fundação e uma superestrutura de fé absoluta em Deus e do poder de Deus em
você, que é sua mente subjetiva. Este conhecimento, bem estabelecido, lhe dá domínio sobre
todas as circunstâncias e condições adversas, porque você está em contato consciente com o
seu suprimento ilimitado. "Somente creia no Deus interior e todas as coisas são possíveis para
você."
Aluno: Eu sei que é simples para você, mas para nós, que estão lutando entre a certeza e a
incerteza, é um benefício raro ser capaz de sentar e ouvir aos pés da certeza.

8. De hora em hora ajuda

Sábio: Eu quero nesta lição dar a você, na forma mais prática, os meios pelos quais você pode
encontrar as coisas inquietantes da vida - as coisas que usam a alma, o espírito e o corpo
quase ao ponto de partida.
Eu quero que você leve essas admoestações e instruções para a sua vida mais íntima e as
mantenha brilhantes e brilhantes pelo uso diário.
Eles irão ajudá-lo a cada hora na superação de elementos destrutivos e na atração de
elementos construtivos.

Raiva
Quando a raiva começar a te agitar, respire profundamente; segure seu pensamento no
influxo de ar como raios de luz, respirando mais e mais profundamente. Continue as
respirações profundas até ter tomado vinte e cinco inalações; segure cada um enquanto você
conta até sete. Em seguida, expelir lentamente, mantendo seu pensamento de forma
constante na inalação, mentalmente vendo-o percorrer seus pulmões e penetrando em cada
parte dos raios de luz do seu corpo. Então, medite sobre qualquer pensamento real sobre você,
como ser um com toda a vida e o bem. Um pouco de prática dessa maneira logo aliviará a
tendência à raiva.

Ansiedade
Quando as condições não são do seu agrado e você se vê pensando cada vez mais em como você
está infeliz por causa delas, fique ao ar livre o mais aberto possível. Esforçar-se para
caminhar pelo menos duas milhas todos os dias, respirando profundamente o ar fresco com
este pensamento: “Estou respirando a Vida, o Amor e o Poder do universo, agora mesmo.” Não
permita que seu pensamento escorregue de volta o velho groove. Preencha sua mente com esta
declaração sobre você. Você foi dado domínio sobre todas as condições adversas através do seu
poder de pensamento. Persistir no seu reconhecimento constante deste fato. Diga a si mesmo
repetidas vezes que tudo está bem agora em seu pensamento e sentimento; conseqüentemente
as condições externas devem e corresponderão.

Doença
Se o seu corpo é a expressão do pensamento, então a doença deve ser o resultado de uma
crença de que seu corpo está sujeito à doença. Diga-se muitas vezes ao dia que toda doença
física é o resultado de pensamentos discordantes, e quando você realmente aceitou essa
afirmação como uma verdade, terá o cuidado de nutrir apenas pensamentos saudáveis e
harmoniosos para si ou para outrem. Por exemplo, se você sentir uma dor de cabeça chegando,
comece imediatamente a respirar profundamente, e repita a cada respiração que a respiração
é Vida, e que a vida é saúde perfeita. "Eu estou vivo, então a saúde da vida está se
manifestando em mim agora."

Desapontamento
Este poder destrutivo sutil deve ser excluído a todo momento pelo reconhecimento de seu
contato direto com toda a alegria que existe, porque você é um com sua Fonte, o Bem
Universal. Se a vida alegre não se expressar através dos canais exatos que você espera, saiba
que isso acontecerá através dos outros. A vida quer expressar alegria através de você, pois isso
fez de você um instrumento no qual e através do qual fazê-lo. Porque você está aqui para esse
propósito. Você pode e desfruta de todo o bem que a Vida tem para dar. Faça alguns exercícios
físicos enquanto mantém esse pensamento. Um bom é sentar em uma cadeira e respirar
fundo; depois expire lentamente e, ao expirar, curve-se gradualmente nos quadris até poder
tocar o chão com as pontas dos dedos. Repita isso sete vezes com a afirmação: “A alegria de
Deus está fluindo em mim e através de mim agora mesmo”.

Descontentamento
Quando esse inimigo da paz e da felicidade começar a avançar, cante, cante, cante bem alto, se
puder, ou então faça mentalmente. Cante o que quiser. Observe seu controle da respiração e
todas as noites coloque em sua mente subconsciente o pensamento de que Deus o trouxe à
existência com o propósito de expressar todas as harmonias da Vida, tanto em você quanto
através de você, e é seu direito divino de ser harmonia e ser harmonioso em sua experiência
diária. Medite sobre a harmonia que você vê expressa na natureza e esforce-se para aplicá-la
em seu pensamento e depois expressá-la.

Desânimo
Isso é um fracasso de sua parte em reconhecer a Fonte da Suprema Fonte Todo-Poderosa
(Deus) como seu parceiro cooperativo que nunca falha. Quando você for atacado pelo
pensamento de desencorajamento, pergunte-se imediatamente: “Que tipo de poder foi esse que
me trouxe à existência, e com que propósito?” Então repita devagar e pensativamente: “Eu
creio e estou convencido de que Deus é uma fonte sempre presente e inesgotável de proteção e
suprimento. ”Cuidado com seus pensamentos para que qualquer contrário a esta afirmação
esteja espreitando nos cantos de sua mente, e se apegue a ela com toda a vontade que você
tem, e você derrubar a sugestão de que existe algum poder no desencorajamento.

Inveja
A inveja é devido a um sentimento de separação de Deus, Bom. Esforce-se para perceber que
onde há vida, tudo que a vida tem para dar está presente em sua totalidade em todos os
momentos e em todos os lugares, e entrará em visível expressão através do reconhecimento
persistente deste grande fato.

Medo
Um escritor disse que o medo é o único diabo que existe. Certamente é o poder mais destrutivo
que se pode ter. Quando o medo vier assaltar você, feche a porta da sua mente contra ela com
este pensamento positivo: “O único poder criativo que existe é o pensamento. Tudo é possível
àquele que crê que o Deus que trouxe o homem à existência o fez com o propósito de expressar
Seu amor e proteção paternal em Seu filho. Eu acredito em Deus, o Pai Todo-Poderoso, como
minha vida, minha inteligência, manifestando-se em minha consciência agora. ”Ao pensar
assim, caminhe apressadamente ou faça exercícios extenuantes. Sempre que sentir o medo
retornando, iniba-o instantaneamente substituindo qualquer pensamento que afirme o poder
de Deus em você. Em resumo,

Indecisão
Isto é uma falta da percepção de que sua inteligência é o instrumento através do qual a
Inteligência do universo toma forma específica. Um esforço para perceber este fato deveria ser
um hábito mental, ao invés de tentativas espasmódicas feitas apenas com a necessidade de
decisão.

Ciúmes
Este é o maior inimigo do amor e, se for permitido habitar em sua consciência, acabará por
destruir sua capacidade de aproveitar sua vida. É a reação do medo da perda e pode ser
superada através da oração e vigilância. Razão ao longo destas linhas: “Deus é Vida e Deus é
Amor. Eu sou vida e sou amor. Eu não posso perder o Amor mais do que posso perder a Vida.
”Quando você é tentado a sentir inveja, ande longas distâncias o mais freqüentemente
possível e mantenha seu pensamento no Amor, não em qualquer pessoa a quem você ame,
mas apenas Amor e seus atributos. Pense em Deus como amor. Mantenha todo o pensamento
da personalidade fora da mente, e você descobrirá que o amor surgirá em você como uma fonte
de amor e vida eterna e preencherá sua consciência de um lado para o outro.

Auto-condenação
No instante em que você começa a se culpar por ter feito a coisa errada ou por não ter feito a
coisa certa, coloque esse pensamento em sua consciência com a exclusão de todos os outros:
“Inteligência e Sabedoria infinitas estão se expressando em mim mais e mais agora Faça o
exercício de flexionar o corpo a partir dos quadris (sem dobrar os joelhos) para que você possa
tocar o chão com as pontas dos dedos, inspirando ao levantar o corpo e expirar toda vez que se
curvar. Repita este exercício dezesseis vezes, acompanhado da afirmação apenas dada.

Auto indulgência
Isso é causado pela falta de força de vontade: uma evidência de uma vontade fraca. Significa
fracasso, porque você não tem poder de pensamento para dar à energia não formada da vida o
material de pensamento específico necessário para produzir os resultados desejados. O
controle mental (pensamento) absoluto é a única coisa necessária para você fazer, ser ou ter o
que deseja. Sem isso, você espalha suas forças. Se você permitir que seus pensamentos gerem
tumultos sem restrição, as condições de sua vida se tornarão caóticas. Por exemplo: um amigo
faz algo que você não aprova, ou talvez suas circunstâncias atuais sejam indesejáveis. Recuse-
se a deixar que seu pensamento reflita sobre a injustiça do seu amigo, pois nele ele só
produziria maior infelicidade para você. Controle seu pensamento e não pense em seu amigo
nesta conexão. Em vez de, considere os muitos atributos da amizade, e isso restaurará a
harmonia. Faça o mesmo em relação às suas circunstâncias desagradáveis. Não os imagine
mentalmente e diga a si mesmo: “Quão terríveis eles são!” Mas repita a gloriosa verdade a que
me referi anteriormente: “Minha mente é um centro de operação divina” etc., e a operação
divina é sempre para maior avanço e melhores coisas. Você vai experimentar isso se você se
apegar fielmente a essa linha de raciocínio.

Sensibilidade
Uma mente altamente sensível é simplesmente uma “auto-mente”, uma forma de egoísmo não
adulterado. Seus sentimentos são feridos porque alguém diz algo que você não gosta, ou faz
algo que te desagrada. Ou, inversamente, ele falha em dizer ou fazer o que você acha que
deveria. Para erradicar esse vil hábito de pensamento, use o mesmo método de argumentação
que a auto-indulgência e, se for fiel em seu trabalho mental, seus esforços serão
recompensados e você se libertará.

Infelicidade
Um estado de espírito continuamente infeliz é o resultado direto de constantemente ver a vida
do ponto de vista físico, como se essa fosse a única realidade da vida. Toda noite, antes de ir
dormir, coloque bem em sua mente subconsciente este pensamento: “Há apenas uma Mente
para pensar em mim ou para fazer leis sobre mim, e essa é a Mente do Amor Divino e do
Poder Divino.” Todas as manhãs medite sobre este pensamento. Use-o como escudo e broquel
na primeira sugestão de qualquer sentimento de infelicidade. Você logo descobrirá que a
tendência a ficar descontente e infeliz desaparecerá, e condições mais felizes entrarão em sua
experiência.

9. Colocando suas lições em prática

Assim como eu estou completando este manuscrito para a impressora, a idéia sugere que
também será útil dar uma idéia definida, em forma de fórmula, de como ser e ter o que você
quer.
Primeiro, você deve se esforçar para aprender a estar o mais próximo possível do reflexo
perfeito de sua própria idéia de Deus, em pensamento e ação. Pode parecer impossível, a
princípio, até mesmo abordar tal objetivo, mas a reflexão sobre o pensamento de que Deus o
tirou de Si mesmo, porque Ele desejou ver e sentir-se em você, o ajudará a perseverar. Quando
você começou a aprender a ler, sem dúvida sentiu de maneira infantil que seria maravilhoso
ler, assim como os adultos podiam; você continuou tentando e depois leu. Talvez você tenha
um grande desejo que você daria a sua vida para ter cumprido. Na realidade, só é necessário
que você dê alguns momentos a cada dia para um esforço sincero, para entrar no espírito
dessa idéia de Deus e viver nela toda hora do dia. Em seguida, esforce-se para encontrar o
Protótipo Espiritual para o seu desejo.
Se você deseja um verdadeiro companheiro, feche sua mente inteiramente para toda a
personalidade e ser físico, e permaneça em pensamento e sentimento no espírito de amor e
verdadeira camaradagem, sem referência a qualquer pessoa física. A pessoa é o instrumento
através do qual essas qualidades particulares se manifestam, e não as qualidades em si, como
muitas vezes aprendemos tarde demais.
Ou você pode desejar melhorar a condição financeira. Aqui, novamente, não é o dinheiro que
você deseja. É aquilo que o dinheiro simboliza - Substância, Liberdade, Liberdade por
falta. Portanto, você deve ir sozinho noite e manhã (ou qualquer momento em que tenha
certeza de que não será perturbado) e meditar primeiro sobre sua verdadeira relação com
Deus. Depois que seu sentimento foi estimulado até o ponto da certeza, então medite sobre a
substância sempre presente, que nunca falha, e a liberdade de Deus. Tente não perder de
vista o fato de que o maior ímã para adquirir dinheiro é Idéias. Existe toda a razão para você
capturar uma dessas grandes ideias, se seguir persistentemente as sugestões dadas.
Se você fizer isso, você não apenas capturará a ideia, mas também a coragem de colocar a
ideia em prática. Essa coragem, colocada em usos positivos, o levará à meta da sua substância
de desejo, amor, amigos, saúde, felicidade e a paz que ultrapassa todo o entendimento.
Que todos estes cheguem até você na medida mais rica.

Fim
Genevieve Behrend - seu poder invisível

CONTEÚDO

1. Ordem de Visualização
2. Como atrair a si mesmo as coisas que você deseja
3. Relação entre a forma mental e a física
4. Operação do seu quadro mental
5. Expressões dos principiantes
6. Sugestões para fazer sua imagem mental
7. Coisas a lembrar ao usar seu poder de pensamento para a produção de novas condições
8. Por que eu levantei o estudo da ciência mental
9. Como eu me atraí para vinte e cinco mil dólares
10. Como me tornei o único aluno pessoal de T. Troward, o grande cientista mental
11. Como trazer o poder da sua palavra para a ação
12. Como aumentar sua fé…
13. A recompensa do aumento da fé.
14. Como fazer a natureza responder a você
15. Fé com as obras - o que ela realizou
16. Sugestões sobre como orar ou perguntar, acreditando que você já recebeu o
17. Coisas para lembrar

Prefácio

Essas páginas foram escritas com propósito e esperança de que suas sugestões possam
fornecer-lhe uma chave para abrir o caminho para a realização de seus desejos, e para
explicar que o Medo deve ser totalmente banido de seu esforço para obter posse das coisas que
você deseja. Isso pressupõe, é claro, que o seu desejo de posse é baseado em sua aspiração por
maior liberdade. Por exemplo, você sente que a posse de mais dinheiro, terras ou amigos o
deixará mais feliz, e seu desejo de posse dessas coisas surge da convicção de que sua posse lhe
trará liberdade e felicidade.
Em seu esforço para possuí-la, você descobrirá que a coisa que mais precisa é: “Seja”, sempre
(não espasmodicamente) seu melhor eu - que compreende que os erros daqueles que você ama
são simplesmente mal-entendidos. Seu sentimento de que posses maiores, não importa de que
tipo elas possam ser, trarão, por si mesmas, contentamento ou felicidade, é um mal-
entendido. Nenhuma pessoa, lugar ou coisa pode lhe dar felicidade. Eles podem lhe dar motivo
de felicidade e um sentimento de contentamento, mas a alegria de Viver vem de
dentro. Portanto, é aqui recomendado, em vez de o contrário, que você se esforce para obter as
coisas que você sente que lhe trarão alegria, desde que, como declarado anteriormente, seus
desejos estejam de acordo com a alegria de Viver.
Também é desejável, neste volume, sugerir as possibilidades reservadas para todos que fazem
um esforço persistente para entender a Lei da Visualização e fazer aplicação prática desse
conhecimento em qualquer plano que ele ou ela possa ser. A palavra “esforço”, como aqui
empregada, não pretende transmitir a ideia de tensão. Todo estudo e meditação devem ser
sem tensão ou tensão.
Tenho me esforçado para mostrar que, começando no início da ação criativa ou da imagem
mental, certos resultados correspondentes certamente se seguirão. "Enquanto as leis do
Universo não podem ser alteradas, elas podem ser feitas para trabalhar sob condições
específicas, produzindo assim resultados para o avanço individual que não podem ser obtidos
sob o funcionamento espontâneo da lei fornecida pela Natureza."
No entanto, até onde as sugestões que lhe dei das possibilidades reservadas para você através
da visualização podem levá-lo além de sua experiência passada, elas em nenhum lugar
quebram a continuidade da lei de causa e efeito.
Se através das sugestões aqui dadas, alguém é levado a perceber que sua mente é um centro
através do qual “todo o poder que existe” está em operação, simplesmente esperando para
receber direção no único caminho através do qual ele pode tomar ações específicas. (e isso
significa reação em forma concreta ou física), então a missão à qual este livro é dedicado foi
cumprida.
Tente lembrar que a imagem que você pensa, sente e vê é refletida na Mente Universal, e pela
lei natural da ação recíproca deve retornar a você na forma espiritual ou física. O
conhecimento desta lei de ação recíproca entre o indivíduo e a Mente Universal abre a você
livre acesso a tudo o que você deseja possuir ou ser.
Deve-se ter em mente que tudo isso só pode ser verdadeiro para o indivíduo que reconhece que
obtém seu poder de fazer uma imagem mental permanente do Espírito Universal da Vida
(Deus), e pode ser usado construtivamente desde que seja empregado e mantido em harmonia
com a Natureza do Espírito que o originou. Para assegurar isso, não deve haver inversão do
pensamento do indivíduo em relação ao seu relacionamento com este Espírito Universal de
Origem, que é o de um filho ou filha, através do qual a mente dos pais age e reage.
Assim condicionado, seja o que for que você pense e se sinta; o Espírito Criativo da Vida está
fadado a reproduzir fielmente em uma reação correspondente. Esta é a grande razão para
imaginar a si mesmo e seus assuntos como você deseja que eles sejam como fatos existentes
(embora invisíveis ao olho físico), e vivam em sua imagem. Um esforço honesto para fazer isso,
sempre reconhecendo que sua própria mente é uma projeção do Espírito de Origem, provará a
você que o melhor que existe é seu em todos os seus caminhos.
Genevieve Behrend, setembro de 1921

Capítulo I. Ordem de Visualização

O exercício da faculdade de visualização mantém sua mente em ordem e atrai para você as
coisas que você precisa para tornar a vida mais agradável de uma maneira ordenada. Se você
treinar a si mesmo na prática de imaginar deliberadamente o seu desejo e examiná-lo
cuidadosamente, logo verá que seu pensamento e seus desejos vêm e prosseguem numa
procissão mais ordenada do que nunca. Tendo atingido um estado de mentalidade ordenada,
você não está mais em constante estado de pressa mental. Depressa é o medo e
conseqüentemente destrutivo.
Em outras palavras, quando sua compreensão compreende o poder de visualizar o desejo do
seu coração e mantê-lo com a sua vontade, ele atrai para você todas as coisas necessárias para
o cumprimento desse quadro pelas vibrações harmoniosas da lei da atração. Você percebe que
desde que a Ordem é a primeira lei do Céu, e a visualização coloca as coisas em seu elemento
natural, então deve ser uma coisa celestial para visualizar.
Todos visualizam, quer saibam ou não. Visualizar é o grande segredo do sucesso. O uso
consciente desse grande poder atrai para você recursos grandemente multiplicados,
intensifica sua sabedoria e permite que você faça uso de vantagens que antes não reconhecia.
Nós agora voamos pelo ar, não porque alguém tenha sido capaz de mudar as leis da Natureza,
mas porque o inventor da máquina voadora aprendeu como aplicar as leis da Natureza e,
fazendo uso ordenado delas, produziu o resultado desejado. No que diz respeito às forças
naturais, nada mudou desde o começo. Não havia aviões no “Primeiro Ano”, porque aqueles
daquela geração não podiam conceber a ideia como uma possibilidade prática de
trabalho. “Ainda não foi feito” foi o argumento, “e isso não pode ser feito”. No entanto, as leis e
os materiais para máquinas voadoras práticas existiam então como agora.
Troward nos diz que a grande lição que aprendeu com o avião e com a telegrafia sem fio é o
triunfo do princípio sobre o precedente e o funcionamento de uma idéia até sua conclusão
lógica, apesar do testemunho acumulado de toda a experiência passada.
Com esse exemplo antes de você, você não consegue perceber que segredos ainda maiores
podem ser revelados? Também “Que você segura a chave dentro de si mesmo, com a qual
destrancar a câmara secreta que contém o desejo do seu coração? Tudo o que é necessário para
que você possa usar essa chave e tornar sua vida exatamente o que você deseja, é uma
investigação cuidadosa das causas invisíveis que se afastam de todas as condições externas e
visíveis. Então, traga essas causas invisíveis para a harmonia com a sua concepção, e você
descobrirá que pode realizar realidades práticas de possibilidades que, no momento, parecem
ser apenas sonhos fantásticos ”.
Todos nós sabemos que o balão foi o antepassado do avião. Em 1766, Henry Cavendish, um
nobre inglês, provou que o gás hidrogênio era sete vezes mais leve que o ar atmosférico. A
partir dessa descoberta, o balão passou a existir e, a partir do balão comum, o dirigível, um
dirigível em forma de charuto, evoluiu. O estudo da aeronáutica e as leis da locomoção aérea
de pássaros e projéteis levaram à crença de que mecanismos poderiam ser evoluídos para que
máquinas mais pesadas que o ar pudessem viajar de um lugar para outro e permanecer no ar
pela manutenção de grande velocidade que superaria pela força propulsora a lei ordinária da
gravitação.
O professor Langley, de Washington, que desenvolveu grande parte da teoria que outros
melhoraram depois, foi submetido a muito escárnio quando enviou um modelo de avião
apenas para que ele enterrasse o nariz na água barrenta do rio Potomac. Mas os irmãos
Wright, que experimentaram no final do século XIX, perceberam a possibilidade de viajar pelo
ar em uma máquina que não tinha bolsa de gás. Eles se viram aproveitando este meio de
transporte com grande facilidade. Diz-se que um dos irmãos diria ao outro (quando suas
variadas experiências não resultaram como eles esperavam): “Está tudo bem, irmão, eu posso
me ver andando naquela máquina, e ela viaja fácil e firmemente”. Os irmãos Wright sabiam o
que queriam e mantinham suas fotos constantemente diante deles.
Ao visualizar ou fazer uma imagem mental, você não está tentando mudar as leis da
Natureza. Você está cumprindo-os. Seu objetivo na visualização é colocar as coisas em ordem
regular, tanto mental quanto fisicamente. Quando você percebe que esse método de empregar
o poder criativo traz seus desejos, um após o outro, para a realização material prática, sua
confiança na misteriosa mas infalível lei da atração, que tem sua central no coração da sua
palavra / imagem. , torna-se supremo. Nada pode abalar isso. Você nunca sente que é
necessário tirar qualquer coisa de outra pessoa. Você aprendeu que pedir e buscar têm
recebido e encontrado como seus correlativos. Você sabe que tudo o que você precisa fazer é
começar a substância plástica do Universo fluindo nos moldes de pensamento que sua
imagem-desejo proporciona.

Capítulo 2. Como atrair para si as coisas que você deseja

O poder dentro de você que lhe permite formar uma imagem de pensamento é o ponto de
partida de tudo o que existe. Em seu estado original, é a substância sem forma indiferenciada
da vida. Sua imagem de pensamento forma o molde (por assim dizer) no qual essa substância
sem forma toma forma. Visualizar, ou mentalmente, ver as coisas e as condições como você
deseja que elas sejam, é a condensação, o poder especializado em você que pode ser ilustrado
pelas lentes de uma lanterna mágica. A lanterna mágica é um dos melhores símbolos desta
faculdade de imagens. Ele ilustra o funcionamento do Espírito Criativo no plano da iniciativa
e seleção (ou em sua forma especializada concentrada) de uma maneira notavelmente clara.
Este slide ilustrado ilustra sua própria imagem mental - invisível na lanterna de sua mente
até que você acenda a luz da sua vontade. Quer dizer, você ilumina seu desejo com fé absoluta
que o Espírito Criativo da Vida, em você, está fazendo o trabalho. Pelo constante fluxo de luz
da vontade no Espírito, sua imagem desejada é projetada sobre a tela do mundo físico, uma
reprodução exata da imagem em sua mente.
Visualizar sem uma vontade suficientemente firme para inibir cada pensamento e sentimento
contrário a sua imagem seria tão inútil quanto uma lanterna mágica sem a luz. Por outro
lado, se a sua vontade é suficientemente desenvolvida para manter a sua imagem em
pensamento e sentimento, sem qualquer “ses”, simplesmente percebendo que o seu
pensamento é o grande poder de atração, então a sua imagem mental é tão certa de ser
projetada na tela do seu mundo físico como qualquer slide retratado colocado na melhor
lanterna mágica já feita.
Tente projetar a imagem em uma lanterna mágica com uma luz que está constantemente
mudando de um lado para o outro, e você terá o efeito de uma vontade incerta. É tão
necessário que você sempre deva se afastar da sua imagem com uma vontade firme e firme,
como é ter uma forte luz constante atrás de um slide de imagem.
A garantia jubilosa com a qual você faz a sua foto é o ímã muito poderoso da Fé, e nada pode
obliterá-la. Você é mais feliz do que jamais foi, porque aprendeu a saber onde está sua fonte
de suprimento e confia em sua resposta infalível à sua direção.
Quando tudo dito e feito, a felicidade é a única coisa que todo ser humano quer, e o estudo da
visualização permite que você obtenha mais da vida do que você jamais teve antes. As
possibilidades crescentes continuam se abrindo cada vez mais diante de você.
Um homem de negócios uma vez me disse que, desde a prática da visualização e da formação
do hábito de dedicar alguns minutos todos os dias a pensar em seu trabalho como ele desejava
que fosse de uma maneira ampla e ampla, seu negócio mais do que dobrou em seis meses. Seu
método era entrar em uma sala todas as manhãs antes do café da manhã e fazer um
inventário mental de seus negócios, como ele havia deixado na noite anterior, e depois
ampliar-se sobre ele. Ele disse que ele expandiu e expandiu dessa maneira até que seus
assuntos estivessem em condições notavelmente bem-sucedidas. Ele se via em seu escritório
fazendo tudo que queria. Sua ocupação exigia que ele conhecesse muitos estranhos todos os
dias. Em sua imagem mental, ele se viu conhecendo essas pessoas, entendendo suas
necessidades e suprindo-as exatamente como desejavam. Esse hábito, ele disse, fortaleceu e
firmou sua vontade de uma maneira quase inconcebível. Além disso, vendo mentalmente as
coisas como ele desejava, ele adquiriu a sensação confiante de que certo poder criativo estava
se exercitando, para ele e através dele, com o propósito de melhorar seu pequeno mundo.
Quando você começa a visualizar seriamente, pode sentir, como muitos outros, que outra
pessoa pode estar formando a mesma imagem que você, e que naturalmente não se ajustaria
ao seu propósito. Não se preocupe desnecessariamente com isso. Simplesmente tente perceber
que sua imagem é um exercício ordenado do Poder Criativo Universal especificamente
aplicado. Então você pode ter certeza de que ninguém pode trabalhar em oposição a você. A lei
universal da harmonia impede isso. Empenhe-se para ter em mente que a sua imagem mental
é a Mente Universal exercendo seus poderes inerentes de iniciativa e seleção especificamente.
Deus, ou Mente Universal, fez o homem com o propósito especial de se diferenciar por meio
dele. Tudo o que é, veio a existir da mesma maneira, por essa mesma lei de auto-
diferenciação, e para o mesmo propósito. Primeiro a ideia, a imagem mental ou o protótipo da
coisa, que é a própria coisa em sua incipiência ou forma plástica.
O Grande Arquiteto do Universo se contemplou como manifestando através de seu oposto
polar, matéria, e a idéia se expandiu e se projetou até que tenhamos um mundo - muitos
mundos.
Muitas pessoas perguntam: “Mas por que deveríamos ter um mundo físico?” A resposta é:
Porque é a natureza da substância originária se solidificar, sob diretividade em vez de
atividade, assim como é a natureza da cera endurecer quando fica frio, ou gesso de paris para
se tornar firme e sólido quando exposto ao ar. Sua imagem nesta mesma substância Divina
em seu estado fluente tomando forma através do centro individualizado de operação Divina,
sua mente; e não há poder para impedir que essa combinação de substância espiritual se
transforme em forma física. É a natureza do Espírito completar seu trabalho e uma idéia não
está completa até que tenha se tornado um veículo.
Nada pode impedir que a sua foto entre em forma concreta, exceto o mesmo poder que lhe deu
origem - você mesmo. Suponha que você deseje ter uma sala mais organizada. Você olha para
o seu quarto e a ideia de ordem sugere caixas, armários, prateleiras, ganchos e assim por
diante. A caixa, o armário, os ganchos, todos são ideias concretas de ordem. Veículos através
dos quais ordem e harmonia se sugerem.

Capítulo 3. Relação entre a forma mental e física

Algumas pessoas sentem que não é muito apropriado visualizar as coisas. "É muito material",
dizem eles. Mas a forma material é necessária para o auto-reconhecimento do espírito do
ponto de vista individual. E esse é o meio pelo qual o processo criativo é levado
adiante. Portanto, longe de a matéria ser uma ilusão e algo que não deveria ser (como
ensinaram alguns mestres metafísicos), a matéria é o canal necessário para a
autodiferenciação do espírito. No entanto, não é meu desejo conduzi-lo a um raciocínio
científico demorado e cansativo, a fim de remover o mistério da visualização e colocá-lo em
uma base lógica. Naturalmente, cada indivíduo fará isso à sua maneira. Meu único desejo é
mostrar a você o caminho mais suave que conheço, que é a estrada na qual Troward me
guia. Tenho certeza de que você concluirá como eu
Todos nós possuímos mais poder e maiores possibilidades do que imaginamos, e visualizar é
um dos maiores desses poderes. Traz outras possibilidades à nossa observação. Quando
paramos para pensar por um momento, percebemos que, para um cosmos existir, deve ser o
resultado de uma mente cósmica, que liga “todas as mentes individuais a certas unidades
genéricas de ação, produzindo assim todas as coisas como realidades. e nada como ilusões. ”Se
você tomar este pensamento de Troward e meditar sobre ele sem preconceito, você certamente
perceberá que a forma material concreta é uma necessidade absoluta do processo criativo,
também“ que a matéria não é uma ilusão, mas um canal necessário. através do qual a vida se
diferencia ”.
Se você considerar a matéria em sua ordem correta como o oposto polar do Espírito, você não
encontrará nenhum antagonismo entre eles. Pelo contrário, juntos eles constituem um todo
harmonioso. E quando você percebe isso, você sente, na sua prática de visualização, que você
está trabalhando da causa para o efeito, do começo ao fim. Na realidade, sua imagem mental é
o trabalho especializado do espírito originário.
Pode-se falar por horas em linhas puramente científicas, mostrando, como diz Troward, “que a
matéria-prima para a formação dos sistemas solares é distribuída universalmente por todo o
espaço. Contudo, a investigação mostra que, enquanto os Céus estão cheios de milhões de sóis,
há espaços que não mostram sinais de atividade cósmica. Sendo isto verdade, deve haver algo
que iniciou a atividade cósmica em certos lugares, enquanto passa sobre outros em que a
matéria-prima estava igualmente disponível. A princípio, pode-se atribuir o desenvolvimento
da energia cósmica às próprias partículas etéricas. Após investigação, no entanto, achamos
que isso é matematicamente impossível em um meio que é igualmente distribuído pelo espaço,
pois todas as suas partículas estão em equilíbrio,
Assim, descobrimos que o movimento inicial, embora trabalhe em e através das partículas da
substância primária, não são as próprias partículas. É isso que queremos dizer quando
falamos de Espírito. O mesmo poder que trouxe a existência universal à existência trará seu
pensamento individual ou imagem mental para a forma física. Não há diferença de tipo no
poder. A única diferença é uma diferença de escala. O poder e a substância são os
mesmos. Somente ao elaborar sua imagem mental, ela transferiu sua energia criativa do
universal para a escala do particular e está trabalhando da mesma maneira infalível em seu
centro específico, sua mente.

Capítulo 4. Operação do seu quadro mental

A operação de um grande sistema telefônico pode ser usada como um símile. A central
principal ou principal subdivide-se em muitas centrais de ramo, estando cada ramo em
conexão direta com sua fonte e cada ramo individual reconhecendo a fonte de sua existência,
relata todas as coisas à sua cabeça central. Portanto, quando a assistência de qualquer
natureza é necessária, novos suprimentos, reparos difíceis a serem feitos ou não, o ramo em
necessidade vai imediatamente ao seu chefe central. Não pensaria em referir suas
dificuldades (ou seus sucessos) à principal central de um sistema telegráfico (embora
pertençam à mesma organização). Estas diferentes centrais de ramo sabem que o único
remédio para qualquer dificuldade deve vir do centro do qual elas foram projetadas.
Se nós, como ramos individuais da Mente Universal, referirmos nossas dificuldades da mesma
maneira confiante à fonte da qual fomos projetados e usarmos os remédios que ela forneceu,
perceberíamos o que Jesus quis dizer quando disse: “Pergunte e recebereis ”. Todos os nossos
equipamentos seriam atendidos. Certamente o Pai deve suprir a criança. O tronco da árvore
não pode deixar de prover seus galhos.
Tudo o que é animado ou inanimado é chamado à existência ou à excelência por um poder que
não se destaca. O poder que cria a imagem mental, a substância espiritual originária do seu
desejo imaginado, não se destaca. Projeta a substância de si mesma que é uma contraparte
solidificada de si mesma, enquanto permanece invisível ao olho físico. Somente aqueles irão
apreciar o valor de visualizar quem é capaz de perceber o significado de Paulo quando ele
disse: “Os mundos foram formados pela palavra de Deus. As coisas que são vistas não são
feitas de coisas que aparecem ”.
Não há nada incomum ou misterioso na ideia de que o seu desejo imaginado venha a ser uma
evidência material. É o funcionamento de uma lei natural universal. O mundo foi projetado
pela autocontemplação da Mente Universal, e esta mesma ação está ocorrendo em seu ramo
individualizado que é a Mente do Homem. Tudo no mundo inteiro tem seu começo em mente e
passa a existir exatamente da mesma maneira, desde o chapéu em sua cabeça até as botas em
seus pés. Todos são pensamentos projetados, solidificados.
Seu avanço pessoal na evolução depende de seu uso correto do poder de visualizar, e seu uso
depende de você reconhecer que você mesmo é um centro particular através do qual o espírito
de origem está encontrando uma expressão sempre nova para potencialidades. existente
dentro de si. Isso é evolução; esse desdobramento contínuo de coisas existentes, embora
externamente invisíveis.
Sua imagem mental é a força de atração que evolui e combina a substância original em forma
específica. Sua imagem é a potência combinada e em evolução, por assim dizer, através da
qual o Espírito Criativo originário se expressou. Sua ação criativa é ilimitada, sem começo e
sem fim, e sempre progressiva e ordeira. “Prossegue etapa por etapa, cada etapa sendo uma
preparação necessária para a pessoa a seguir.”
Agora vamos ver se podemos ter uma ideia dos diferentes estágios pelos quais as coisas no
mundo vieram a ser. Troward diz: “Se pudermos chegar ao princípio de funcionamento que
está produzindo esses resultados, podemos rapidamente e facilmente dar a ele uma aplicação
pessoal. Primeiro, descobrimos que o pensamento de originar vida ou Espírito sobre si mesmo
é sua simples consciência de seu próprio ser e isso produziu um éter primário, uma substância
universal da qual tudo no mundo deve crescer.
Troward também nos diz que “embora esta consciência do ser seja um fundamento necessário
para quaisquer outras possibilidades, não é muito para falar sobre o assunto”. É o mesmo com
o espírito individualizado, que é você mesmo. Antes que você tivesse a idéia de fazer uma
imagem mental de seu desejo como sendo de todo prático, você deve ter alguma idéia do seu
ser, do seu "eu sou", e tão logo você esteja consciente do seu "eu sou". "você começa a desejar
desfrutar da liberdade que esta consciência sugere. Você quer fazer mais e ser mais, e ao
cumprir esse desejo dentro de você, o espírito localizado inicia atividades conscientes em você.
O que mais lhe interessa é a ação específica do espírito criativo da vida, a mente universal
especializada. O germe de Deus localizado em você é sua personalidade, sua individualidade e,
como a alegria da liberdade absoluta é a natureza inerente desse germe de Deus, é natural
que ele se empenhe em se divertir através de seu centro específico. E à medida que você cresce
na compreensão de que seu ser, sua individualidade, é Deus se particularizando, você
naturalmente desenvolve tendências Divinas.
Você quer aproveitar a vida e a liberdade. Você quer liberdade em seus assuntos, assim como
em sua consciência, e é natural que você deva. Sempre com esse desejo progressivo, há um
fraco quadro de pensamento. Conforme seu desejo e seu reconhecimento se transformam em
um desejo intenso, esse desejo se torna uma imagem mental clara. Por exemplo, uma jovem
que estuda música deseja ter um piano para praticar em casa. Ela quer tanto o piano que ela
possa vê-lo mentalmente em um dos quartos. Ela segura a imagem do piano e se entrega ao
reflexo mental do prazer e da vantagem de ter o piano no canto da sala de estar. Um dia ela
encontra lá exatamente como imaginou.
À medida que você cresce no entendimento de quem você é, de onde você veio e qual é o
propósito do seu ser, como você deve cumprir o propósito para o qual você é intencionado, cada
vez mais você terá um centro através do qual o criativo. espírito de vida pode se divertir. E
você perceberá que só pode haver um processo criativo preenchendo todo o espaço, que é o
mesmo em sua potencialidade, seja ele universal ou individual. Além disso, tudo o que existe,
seja no plano do visível ou invisível, teve sua origem na ação localizada do pensamento ou
uma imagem mental, e isso inclui a si mesmo, porque você está localizado universalmente no
espírito, e a mesma ação criativa está tomando lugar através de você.
Agora você está, sem dúvida, se perguntando por que há tanta doença e miséria no mundo. Se
o mesmo poder e inteligência que trouxe o mundo à existência está em operação na mente do
homem, por que ele não se manifesta como força, alegria, saúde e abundância? Se alguém
pode ter seus desejos preenchidos simplesmente fazendo uma representação mental desse
desejo, mantendo-o com a vontade e sem ansiedade, no plano externo, o que quer que pareça
necessário para realizar o desejo, então parece não haver razão. pela existência de doença e
pobreza. Certamente ninguém deseja também.
A primeira razão é que poucas pessoas se darão ao trabalho de investigar o princípio de
funcionamento das leis da vida. Se o fizessem, logo se convenceriam de que não há
necessidade da doença e da pobreza que vemos sobre nós. Eles perceberiam que a visualização
é um princípio e não uma falácia.
Há alguns que acham que vale a pena estudar esta lei simples, embora absolutamente
infalível, que os libertará da servidão. No entanto, a corrida como um todo não está disposta a
dar o tempo necessário para este estudo. É muito simples ou muito difícil. Eles podem fazer
uma foto de seu desejo com um pouco de compreensão da visualização por um dia ou dois, mas
com mais frequência é por uma hora ou mais.
Mas se você insistir em ver-se mentalmente cercado de coisas e condições como gostaria que
fossem, compreenderá que a energia criativa envia sua substância plástica na direção
indicada pela tendência de seus pensamentos. Aqui reside a vantagem de manter seu
pensamento na forma de uma imagem mental.
Quanto mais entusiasmo e fé você puder colocar na sua imagem, mais rapidamente ela ficará
visível, e seu entusiasmo será aumentado, mantendo o seu desejo em segredo. No momento
em que você fala para qualquer alma viva, naquele momento seu poder é enfraquecido. Seu
poder, seu ímã de atração não é tão forte e, conseqüentemente, não pode chegar tão
longe. Quanto mais perfeitamente um segredo entre sua mente e seu eu exterior é guardado,
mais vitalidade você confere ao seu poder de atração. Um diz aos seus problemas para
enfraquecê-los, tirá-los da mente, e quando um pensamento é dado, seu poder é
dissipado. Fale sobre si mesmo e até mesmo anote e destrua o papel.
No entanto, isso não significa que você deve esforçar-se para forçar o poder de elaborar sua
imagem nas linhas especiais que você acha que deveria. Esse método logo o esgotaria e
atrapalharia o cumprimento do seu propósito. Um parente rico não precisa necessariamente
morrer ou alguém perder uma fortuna na rua para materializar os US $ 10.000 que você está
imaginando mentalmente.
Um dos porteiros do edifício em que eu moro ouvia muito da imagem mental dos desejos dos
visitantes que saíam dos meus aposentos. O desejo médio foi de US $ 500. Ele considerou que
cinco dólares estava mais em sua linha e começou a visualizá-lo, sem a menor ideia de onde ou
como ele estava para obtê-lo. Meu papagaio voou pela janela e eu telefonei para os homens no
pátio para pegá-lo para mim. Um pegou e mordeu no dedo. O porteiro, que usava luvas e não
temia uma mágoa semelhante, segurou-a e trouxe-a para mim. Dei-lhe cinco notas de um
dólar pelo serviço. Essa recompensa súbita o surpreendeu. Ele me disse entusiasticamente
que estava visualizando por apenas US $ 5, apenas por ouvir que os outros visualizavam. Ele
ficou encantado com a inesperada percepção de sua imagem mental.
Tudo o que você tem que fazer é fazer uma imagem mental do desejo do seu coração, mantê-lo
alegremente no lugar com a sua vontade, sempre consciente de que o mesmo Poder Infinito
que trouxe o universo à existência o trouxe à forma com o propósito de se divertir e através de
você. E como tudo é vida, amor, luz, poder, paz, beleza e alegria, e é o único poder criativo que
existe, a forma que assume e depende de você depende da direção dada pelo seu indicador de
pensamento. Em você é indiferenciada, esperando para tomar qualquer direção, dado que ela
passa através do instrumento que ela fez para o propósito de auto-distribuição.
É esse poder que permite que você transfira seus pensamentos de uma forma para outra. O
poder de mudar de idéia é o poder universal individualizado tomando a iniciativa, dando
direção à substância fluente contida em cada pensamento. É a coisa mais simples do mundo
para dar a essa substância plástica altamente sensível qualquer forma que você queira
através da visualização. Qualquer um pode fazer isso com um pequeno gasto de esforço.
Uma vez que você realmente acredita que sua mente é um centro através do qual a substância
plástica de tudo o que existe em seu mundo toma forma involuntária, a única razão pela qual
sua imagem nem sempre se materializa é porque você introduziu algo antagônico ao princípio
fundamental. Muitas vezes este elemento destrutivo é causado pela freqüência com que você
muda suas fotos. Depois de muitas dessas mudanças, você decide que seu desejo original é o
que você quer, afinal. Após essa conclusão, você começa a se perguntar por que, “sendo sua
primeira foto”, ela não se concretizou. A substância plástica com a qual você está lidando
mentalmente é mais sensível do que o filme do fotógrafo mais sensível. Se, ao tirar uma foto,
você de repente se lembra que você já tirou uma foto no mesmo prato, você não esperaria um
resultado perfeito de nenhuma das fotos.
Por outro lado, você pode ter tirado duas fotos no mesmo prato inconscientemente. Quando a
placa foi desenvolvida, e a imagem entra em visão física, você não condena o princípio da
fotografia, nem fica intrigado em entender por que sua foto ficou tão insatisfatória. Você não
acha que é impossível obter uma boa e clara imagem do assunto em questão. Você sabe que
pode fazê-lo, simplesmente começando do começo, colocando uma nova placa e determinando
ter mais cuidado ao tirar sua foto da próxima vez. Estas linhas seguidas, você tem certeza de
um resultado satisfatório. Se você proceder da mesma maneira com a sua imagem mental,
fazendo sua parte em um estado de espírito correspondentemente confiante, o resultado será
igualmente perfeito.
As leis da visualização são tão infalíveis quanto as leis que regem a fotografia. De fato, a
fotografia é o resultado da visualização. Mais uma vez, seus resultados na visualização e seus
desejos podem ser imperfeitos ou retardados pelo mau uso desse poder, devido ao pensamento
de que o cumprimento de seu desejo depende de certas pessoas ou condições. O princípio de
origem não é de forma alguma dependente de qualquer pessoa, lugar ou coisa. Não tem
passado e não conhece futuro.
A lei é que o princípio criativo original da vida é “o universal aqui e eterno agora”. Ele cria
seus próprios veículos pelos quais operar. Portanto, a experiência passada não tem relação
com a sua imagem atual. Portanto, não tente obter o seu desejo através de um canal que pode
não ser natural para ele, mesmo que pareça razoável para você. Seu sentimento deve ser que
a coisa, ou a consciência que você tanto deseja, é normal e natural, uma parte de si mesmo,
uma forma para sua evolução. Se você puder fazer isso, não há poder para impedir que você
aproveite o cumprimento da imagem que tem em mãos, ou qualquer outra

Capítulo 5. Expressões de Iniciantes


Centenas de pessoas perceberam que "visualizar é uma lâmpada de Aladim para ele com uma
vontade poderosa". O general Foch diz que seus sentimentos ficaram tão indignados durante a
guerra franco-prussiana de 1870 que ele mesmo imaginou liderar um exército francês contra
os alemães. Ele disse que fez sua foto, fumou seu cachimbo e esperou. Este é um resultado da
visualização com que todos estamos familiarizados.
Uma atriz famosa escreveu um longo artigo em um dos principais jornais de domingo do ano
passado, descrevendo como ela se livrava do excesso de peso e gordura corporal ao ver sua
figura constantemente como desejava.
Uma carta muito interessante veio da esposa de um médico enquanto eu dava aulas em Nova
York. Ela começou com a esperança de que eu nunca descontinuasse minhas palestras sobre
visualização, fazendo a humanidade perceber o maravilhoso fato de que eles possuem o
método de libertação dentro de si mesmos. Relatando sua própria experiência, ela disse que
tinha nascido no East Side de Nova York no bairro mais pobre. Desde a mais tenra infância,
ela nutria um sonho de se casar com um médico algum dia. Este sonho gradualmente formou
uma imagem mental estacionária. A primeira posição que obteve foi na capacidade de uma
babá de uma família de médicos.
Deixando este lugar, ela entrou na família de outro médico. A esposa de seu empregador
morreu e, com o tempo, o médico se casou com ela, resultado de seu longo anseio. Depois disso,
ela e o marido conceberam a idéia de possuir uma fazenda de frutas no sul. Eles formaram
uma imagem mental da idéia e depositaram sua fé em sua realização final. A carta que ela me
enviou veio da fazenda de frutas no sul. Foi na fazenda que a mulher do médico me
escreveu. Sua segunda imagem mental viu a luz da materialização.
Muitas cartas de natureza semelhante vêm a mim todos os dias. O seguinte é um caso que foi
impresso no New York Herald em maio passado:
“Atlantic City, 5 de maio. Ela era uma mulher idosa e, quando foi apresentada perante o juiz
Clarence Goldenberg no tribunal de polícia hoje, estava tão fraca e cansada que mal conseguia
ficar de pé. O juiz perguntou ao atendente do tribunal o que ela foi acusada. "Roubar uma
garrafa de leite, meritíssimo", repetiu o oficial. "Ela pegou da porta de uma cabana no centro
da cidade antes do amanhecer desta manhã." "Por que você fez isso?", Perguntou o juiz
Goldenberg. "Eu estava com fome", disse a velha. “Eu não tinha um centavo no mundo e não
tinha como comer nada além de roubá-lo. Eu não achava que alguém se importaria se eu
tomasse uma garrafa de leite. ”“ Qual é o seu nome? ”, Perguntou o juiz. "Weinberg", disse a
velha, "Elizabeth Weinberg". O juiz Goldenberg fez algumas perguntas sobre ela. Então ele
disse:
“Bem, você não é muito rico agora, mas não é mais pobre. Eu tenho procurado por você por
meses. Eu tenho $ 500 pertencendo a você da propriedade de um parente. Eu sou o executor
da propriedade.
O juiz Goldenberg pagou a multa da mulher para fora de seu próprio bolso, e então a
acompanhou até seu escritório, onde ele entregou seu legado para ela e enviou um policial
para encontrá-la em um alojamento.
Mais tarde soube que essa pequena mulher desejava mentalmente imaginar US $ 500,
ignorando o tempo todo como isso poderia acontecer. Mas ela manteve sua visão e fortaleceu-a
com sua fé.
Em uma edição recente da Good Housekeeping, havia um artigo de Addington Bruce
intitulado “Enrijecendo sua coluna mental”. É muito instrutivo e beneficiaria qualquer um a
lê-lo. Ele diz, em parte: “Forme o hábito de dedicar alguns momentos todos os dias a pensar
em seu trabalho de uma maneira ampla e imaginativa, como uma necessidade vital para si
mesmo e um serviço útil para a sociedade.”
Huntington, o grande magnata da ferrovia, antes de começar a construir sua estrada de costa
a costa, disse que fez centenas de viagens ao longo de toda a linha antes que houvesse um
trilho. Dizem que ele se sentaria por horas com um mapa dos Estados Unidos antes dele e
viajaria mentalmente de costa a costa, assim como fazemos agora sobre sua imagem mental
cumprida. Seria possível chamar sua atenção para centenas de casos semelhantes.
O melhor método de imaginar para si mesmo aquilo que você pode desejar é ao mesmo tempo
simples e agradável, se uma vez você compreender o princípio de que está suficientemente
bem para acreditar nele. Primeiro e acima de tudo, tenha certeza do que você realmente
quer. Em seguida, especialize seu desejo nesse sentido.

Capítulo 6. Sugestões para fazer sua imagem mental

Talvez você queira sentir que viveu para algum propósito. Você quer ser contente e feliz, e
você sente que com boa saúde e com negócios de sucesso você pode desfrutar deste estado de
espírito. Depois de ter decidido de uma vez por todas que isso é o que você quer, você começa a
imaginar-se saudável, e seu negócio tão grande sucesso como você pode naturalmente concebê-
lo crescendo.
O melhor momento para fazer a sua imagem definitiva é pouco antes do café da manhã e
antes de se aposentar à noite. Como é necessário dar-se muito tempo, pode ser necessário
levantar-se mais cedo do que o seu hábito habitual. Vá para uma sala onde você não será
perturbado, medite por alguns momentos sobre o funcionamento prático da lei da visualização
e pergunte a si mesmo: “Como as coisas sobre mim surgiram pela primeira vez? Como posso
achar útil entrar mais rapidamente em contato com o suprimento invisível? ”
Alguém sentiu que o conforto seria melhor expresso e experimentado sentando em uma
cadeira do que no chão. O começo da meditação, a cadeira, era o desejo de estar à
vontade. Com isso veio a foto de uma espécie de cadeira. O mesmo princípio se aplica ao
chapéu e às roupas que você veste. Vá cuidadosamente para este pensamento do princípio da
coisa. Estabeleça-a como uma experiência pessoal; torne isso um fato para sua consciência.
Se você é completo nisso, você se encontrará na consciência profunda sob a superfície do seu
próprio poder de pensamento. Então abra uma janela, faça dez respirações profundas e,
durante o tempo, desenhe um grande círculo imaginário de luz ao seu redor. Ao inspirar
(mantendo-se no centro deste círculo de luz), veja grandes raios de luz saindo do círculo e
entrando em seu corpo em todos os pontos, centralizando-se no seu plexo solar.
Segure a respiração por alguns momentos nesta luz central do seu corpo (o plexo solar) e então
expire lentamente. Ao fazer isso mentalmente, veja raios ou sprays imaginários de luz
subindo pelo corpo e descendo e descendo pelos pés. Pulverize mentalmente todo o seu corpo
com essa luz imaginária. Quando tiver terminado o exercício de respiração, sente-se em uma
confortável cadeira ereta e mentalmente saiba que há apenas uma vida, uma substância e
essa substância vital do universo está encontrando prazer no auto-reconhecimento em
você. Repita algumas afirmações desse tipo até sentir a verdade e a realidade das palavras
que você está afirmando. Então comece sua foto.
Quer o seu desejo seja um estado de consciência ou uma posse, grande ou pequena, comece no
princípio. Se você quer uma casa, comece a se ver no tipo de casa que deseja. Vá em frente,
tomando nota cuidadosa dos quartos, onde as janelas estão situadas, e outros detalhes como
ajudá-lo a sentir a realidade do seu conceito.
Você pode mudar alguns dos móveis e olhar em alguns dos espelhos apenas para ver quão
saudável, rico e feliz você olha. Passe por cima de sua foto uma e outra vez até sentir a
realidade dela, depois anote tudo como você a viu, com a sensação de que “o melhor que existe
é o meu. Não há limite para mim, porque minha mente é um centro de operação divina ”e sua
imagem é tão certa que se tornará realidade, em seu mundo físico, como o sol deve brilhar.

Capítulo 7. Coisas a lembrar em usar seu poder do pensamento para a produção de


novas condições

1. Certifique-se de saber quais condições você deseja produzir. Depois, analise com cuidado os
resultados adicionais que a realização de seu desejo levará.
2. Ao deixar seu pensamento se deter sobre uma imagem mental, você está concentrando o
espírito criativo neste centro, onde todas as suas forças são igualmente equilibradas.
3. A visualização traz a sua mente objetiva para um estado de equilíbrio que lhe permite
direcionar conscientemente o fluxo do espírito para um propósito definitivamente reconhecido
e guiar cuidadosamente o seu pensamento de incluir um fluxo na direção oposta.
4. Você deve sempre ter em mente que você está lidando com uma energia potencial
maravilhosa - que ainda não é diferenciada em qualquer molde particular, e que pela ação de
sua mente você pode diferenciá-la em qualquer molde específico que você queira. Sua foto
ajuda você a manter sua mente fixa no fato de que a entrada dessa energia criativa está
ocorrendo. Também pela sua imagem mental você está determinando a direção que você
deseja que o poder criativo sensível tome, e fazendo isso a externalização da sua imagem é
uma certeza.
5. Lembre-se de quando você está visualizando corretamente que não há nenhum esforço
extenuante em seus pensamentos para manter suas formas de pensamento no lugar. Esforço
extenuante derrota seu propósito e sugere a consciência de uma força adversa a ser
combatida, e isso cria condições adversas à sua imagem.
6. Mantendo sua imagem em um estado de espírito alegre, você exclui todos os pensamentos
que dispersariam o núcleo espiritual de sua imagem. Porque a lei é criativa em sua ação, seu
desejo imaginado é certo de realização.
7. A sétima e grande coisa a lembrar na visualização é que você está fazendo uma imagem
mental com o propósito de determinar a qualidade que você está dando à substância e energia
anteriormente indiferenciadas, em vez de organizar as circunstâncias específicas para sua
manifestação. Esse é o trabalho do próprio poder criativo. Construirá suas próprias formas de
expressão naturalmente, se você permitir, e poupará uma grande dose de ansiedade
desnecessária. O que você realmente quer é expansão em uma certa direção, seja de saúde,
riqueza ou o que não, e contanto que você consiga (como você seguramente, se você
seguramente segurar a sua foto) o que importa se chegar até você por algum canal em que
você pensou que poderia contar, ou através de alguma outra de cuja existência você não tinha
ideia. Você está concentrando energia de um tipo particular para um propósito
específico. Tenha isso em mente e deixe detalhes específicos cuidarem de si mesmos e nunca
mencione sua intenção a ninguém.
Lembre-se sempre de que a Natureza, desde sua superfície claramente visível até suas
profundezas mais arcanas, é um vasto depósito de luz e de bem inteiramente dedicado ao seu
uso individual. Sua unicidade consciente com o grande Todo é o segredo do sucesso e quando
você tiver compreendido isso, poderá desfrutar de sua posse do todo ou de uma parte dele à
vontade, porque, pelo seu reconhecimento, você o fez e pode torná-lo cada vez mais seu. .
Nunca se esqueça de que toda coisa física, seja para você ou contra você, era um pensamento
sustentado antes de ser uma coisa.
Pensar como pensamento não é bom nem ruim, é ação criativa e sempre toma forma física.
Portanto, os pensamentos em que você se dedica tornam-se as coisas que você possui ou não
possui
.
Capítulo 8. Por que eu levantei o estudo da ciência mental

Tenho sido frequentemente questionado sobre minhas razões para o estudo da Ciência Mental
e sobre os resultados da minha pesquisa, não apenas no conhecimento de princípios, mas
também na aplicação desse conhecimento ao desenvolvimento de minha própria vida e
experiência. .
Tais indagações são justificáveis, porque quem ensina o papel de mensageiro e professor de
verdades psicológicas só pode ser eficaz e convincente à medida que as testou no laboratório
da experiência mental. Isto é particularmente verdadeiro no meu caso, como o único discípulo
pessoal de Thomas Troward, o maior Mestre da Ciência Mental dos dias atuais, cujo
ensinamento é baseado na relação que a Mente Individual leva para com a Mente Criativa
Universal, que é o Doador de A vida e a maneira pela qual essa relação pode ser invocada
para assegurar expansão e expressão mais plena na vida individual.
O impulso inicial para o estudo da Ciência Mental foi uma sensação avassaladora de
solidão. Em toda vida deve haver algumas experiências de isolamento espiritual que, nesse
período, permearam minha vida. Não obstante o fato de que cada dia me encontrava no meio
de amigos, cercado de riso e gayety, havia um sentimento persistente de que eu estava
sozinha no mundo. Eu era viúva há cerca de três anos, vagando de país em país, buscando paz
de espírito.
As circunstâncias e os arredores de minha vida eram de tal ordem que meus amigos me
consideravam uma jovem extraordinariamente afortunada. Embora eles reconhecessem que
eu havia sofrido uma grande perda quando meu marido morreu, eles sabiam que ele havia me
deixado bem provido, livre para ir a qualquer lugar por prazer e ter muitos amigos. No
entanto, se meus amigos pudessem penetrar minhas emoções mais íntimas, eles teriam
encontrado um profundo sentimento de vazio e isolamento. Esse sentimento inspirou um
espírito de desassossego que me impulsionou indefinidamente no exterior, pois aquilo que
mais tarde aprendi só podia ser obtido de dentro.
Estudei Ciência Cristã, mas isso não me deu consolo, embora compreendesse plenamente o
grande trabalho que os Cientistas estavam realizando, e até mesmo o prazer e o privilégio de
conhecer pessoalmente a Sra. Eddy. Mas era impossível para mim aceitar os ensinamentos
fundamentais da Ciência Cristã e fazer aplicação prática dela.
Quando estava prestes a abandonar a busca por contentamento e me resignar a retomar uma
vida de aparente divertimento, um amigo me convidou para visitar o grande Vidente e
Professor, Abdul Baha. Depois da minha entrevista com esse homem maravilhoso, minha
busca por contentamento começou a mudar. Ele havia me dito que eu iria viajar pelo mundo
procurando a verdade, e quando eu descobrisse, falaria. O cumprimento da declaração deste
Grande Vidente parecia impossível. Mas foi uma medida de encorajamento e, pelo menos,
indicou que minha busca anterior estava na direção errada. Comecei de maneira fraca e
tateante a encontrar contentamento dentro de mim, pois ele não insinuara que eu deveria
encontrar a verdade. Essa foi a grande coisa, e sobre a única coisa que eu lembro da nossa
entrevista.
Poucos dias depois, ao visitar o consultório de um praticante do Novo Pensamento, minha
atenção foi atraída para um livro em sua mesa intitulado “As Palestras de Edimburgo sobre
Ciência Mental”, de Thomas Troward. Interessou-me ver que Troward era um juiz da Divisão
aposentado do Punjab, na índia. Eu comprei o livro, pensando que iria lê-lo naquela
noite. Muitos se esforçaram para fazer a mesma coisa, apenas para descobrir, como eu, que o
livro deve ser estudado para ser entendido, e centenas decidiram, assim como eu, dar-lhe
atenção total.
Depois de encontrar este livro de tesouros, fui ao país por alguns dias e, enquanto estudava o
volume, o máximo que pude. Parecia extremamente difícil, e decidi comprar outro livro de
Troward, na esperança de que seu estudo pudesse não exigir tanto esforço. Após a
investigação, foi-me dito que um volume subseqüente, "The Dore Lectures", era muito mais
simples e melhor dos dois livros. Quando eu consegui, descobri que também deve ser
estudado. Levei semanas e meses para chegar a uma vaga concepção do significado do
primeiro capítulo de Dore, intitulado “Entrar no Espírito Dele”. Quero dizer com isso que levei
meses para entrar no espírito do que Eu estava lendo.
Mas, entretanto, um parágrafo da página 26 prendeu minha atenção, como se parecesse a
melhor coisa que eu já havia lido. Eu memorizei e me esforcei com toda a minha alma para
entrar no espírito das palavras de Troward. O parágrafo diz: “Minha mente é um centro da
operação Divina. A operação Divina é sempre para expansão e expressão mais completa, e isso
significa a produção de algo além do que foi antes, algo inteiramente novo, não incluído na
experiência passada, embora procedendo de uma seqüência ordenada de
crescimento. Portanto, uma vez que o Divino não pode mudar sua natureza inerente, ele deve
operar da mesma maneira comigo; conseqüentemente, em meu próprio mundo especial, do
qual eu sou o centro, ele avançará para produzir novas condições, sempre antes de qualquer
um que tenha ocorrido antes ”.
Foi necessário um esforço de minha parte para memorizar esse parágrafo, mas, no esforço
para esse fim, as palavras pareciam levar consigo certo estímulo. Cada repetição do parágrafo
tornava mais fácil entrar no espírito dele. As palavras expressavam exatamente o que eu
estava procurando. Meu único desejo era de paz de espírito. Achei reconfortante acreditar que
a operação Divina em mim poderia se expandir para uma expressão mais completa e produzir
mais e mais contentamento - na verdade, uma paz de espírito e um grau de satisfação maior
do que eu jamais conhecera. O parágrafo me inspirou ainda mais profundamente a sentir que
a centelha de vida em mim poderia trazer à minha vida algo inteiramente novo. Eu não
queria obliterar minha experiência passada, mas era exatamente o que Troward disse que não
faria. A operação Divina não excluiria minha experiência passada,
Meditação sobre estas declarações trouxe consigo um certo sentimento alegre. Que coisa
maravilhosa seria se eu pudesse aceitar e sinceramente acreditar, além de qualquer dúvida,
que essa declaração de Troward era verdadeira. Certamente o Divino não poderia mudar sua
natureza inerente, e como a vida Divina está operando em mim, eu devo ser Divinamente
habitado, e o Divino em mim deve operar exatamente como opera no plano Universal. Isso
significava que todo o meu mundo de circunstâncias, amigos e condições acabaria se tornando
um mundo de contentamento e desfrute de que “eu sou o centro”. Tudo isso aconteceria assim
que eu fosse capaz de controlar minha mente e assim fornecer um centro concreto. em torno do
qual as energias Divinas poderiam jogar.
Certamente valeu a pena tentar. Se Troward tivesse encontrado essa verdade, por que não
eu? A ideia me levou à minha tarefa. Mais tarde, decidi estudar com o homem que havia
realizado e dado ao mundo uma declaração tão grande. Isso me tirou do meu estado de
desânimo. A dificuldade imediata foi a necessidade de aumento das finanças.

Capítulo 9. Como eu atrai para mim vinte mil dólares

No laboratório da experiência em que minha recém-revelada relação com a operação Divina


deveria ser testada, o primeiro problema era financeiro. Minha renda era estipulada, o
bastante para minhas necessidades diárias. Mas não me pareceu suficiente permitir-me ir
confortavelmente à Inglaterra, onde Troward viveu, e permanecer por um período indefinido
para estudar com um professor tão grande como ele deve ser. Então, antes de perguntar se
Troward levava os alunos ou se eu seria elegível caso fizesse isso, comecei a usar o parágrafo
que havia memorizado. Diariamente, de fato, quase de hora em hora, as palavras estavam em
minha mente: “Minha mente é um centro de operação Divina, e a operação Divina significa
expansão em algo melhor do que antes”.
Nas Palestras de Edimburgo, eu havia lido alguma coisa sobre a Lei da Atração e, no Capítulo
de “Causas e Condições”, eu havia adquirido uma vaga ideia de visualização. Então, todas as
noites, antes de dormir, fiz uma imagem mental dos 20.000 dólares desejados. Vinte mil notas
de mil dólares foram contadas a cada noite no meu quarto, e então, com a ideia de
impressionar mais enfaticamente minha mente com o fato de que esses vinte mil dólares
tinham o propósito de ir para a Inglaterra e estudar com Troward, escrevi minha foto. me vi
comprando meu bilhete de vapor, subindo e descendo pelo convés do navio de Nova York para
Londres e, finalmente, me vi aceito como pupilo de Troward.
Este processo foi repetido todas as manhãs e todas as noites, sempre imprimindo cada vez
mais em minha mente a declaração memorizada de Troward: "Minha mente é um centro de
operações Divinas". Eu me esforcei para manter essa afirmação na parte de trás da minha
consciência o tempo todo. sem pensar em como o dinheiro poderia ser obtido. Provavelmente, a
razão pela qual não se pensou nos caminhos pelos quais o dinheiro poderia me atingir era
porque eu não poderia imaginar de onde os 20 mil dólares viriam. Então eu simplesmente
mantive meu pensamento firme e deixei que o poder da atração encontrasse seus próprios
caminhos e meios.
Um dia, enquanto caminhava pela rua, fazendo exercícios de respiração profunda, surgiu o
pensamento: “Minha mente é certamente um centro de operação Divina. Se Deus preenche
todo o espaço, então Deus também deve estar em minha mente; se eu quiser que esse dinheiro
seja estudado com Troward para que eu possa conhecer a verdade da Vida, então tanto o
dinheiro quanto a verdade devem ser meus, embora eu seja incapaz de sentir ou ver as
manifestações físicas de ambos; ainda assim, ”eu declarei,“ deve ser meu. ”
Enquanto essas reflexões estavam acontecendo em minha mente, parecia surgir de dentro de
mim o pensamento: "Eu sou toda a substância que existe." Então, de outro canal no meu
cérebro a resposta parecia vir, "Claro, isso é isto; tudo deve ter seu começo em mente. O "eu",
a idéia, deve ser a única e principal substância que existe, e isso significa dinheiro, assim
como todo o resto. Minha mente aceitou essa ideia e imediatamente toda a tensão da mente e
do corpo foi relaxada.
Havia um sentimento de absoluta certeza de estar em contato com todo o poder que a vida tem
para dar. Todo pensamento de dinheiro, professor, ou até mesmo minha própria
personalidade, desapareceu na grande onda de alegria que varreu todo o meu ser. Eu segui
em frente com esse sentimento de alegria aumentando e expandindo constantemente até que
tudo sobre mim parecesse incandescente com a luz resplandecente. Todas as pessoas por
quem passei estavam iluminadas como eu. Toda consciência de personalidade havia
desaparecido e, em seu lugar, veio aquela grande e quase irresistível sensação de alegria e
contentamento.
Naquela noite, quando fiz minha foto dos vinte mil dólares, estava com um aspecto totalmente
alterado. Em ocasiões anteriores, ao fazer minha imagem mental, senti que estava
despertando algo dentro de mim. Desta vez não houve sensação de esforço. Eu simplesmente
contei os vinte mil dólares. Então, de uma maneira muito inesperada, de uma fonte da qual eu
não tinha consciência na época, parecia abrir uma possível via pela qual o dinheiro poderia
chegar até mim.
No começo, foi preciso muito esforço para não ficar excitado. Tudo parecia tão maravilhoso,
tão glorioso estar em contato com o suprimento. Mas Troward não havia advertido seus
leitores a manter todo o entusiasmo fora de si na primeira onda de realização da união com o
suprimento infinito e tratar esse fato como um resultado perfeitamente natural alcançado por
meio de nossa demanda? Isso foi ainda mais difícil para mim do que sustentar o pensamento
de que “toda a substância que existe, eu sou; Eu (idéia) sou o começo de toda forma, visível ou
invisível ”.
Assim que surgiu uma circunstância que indicava a direção pela qual os vinte mil dólares
poderiam vir, não apenas fiz um esforço supremo para considerar calmamente a direção
indicada como o primeiro broto da semente que semeei no absoluto, mas deixei nenhuma
pedra sobre pedra para seguir nessa direção cumprindo minha parte. Ao fazer isso, uma
circunstância parecia naturalmente levar a outra, até que, passo a passo, meus desejados
vinte mil dólares estavam garantidos. Manter minha mente equilibrada e livre de excitação
era meu maior esforço.
Essa primeira fruição concreta do meu estudo da Ciência Mental, conforme exposta pelo livro
de Troward, veio de um cuidadoso acompanhamento dos métodos que ele delineara. Nesse
sentido, portanto, não posso oferecer ao leitor melhor presente do que citar o livro de Troward,
“The Edinburgh Lectures”, do qual pode derivar uma idéia completa da linha de ação que eu
estava me esforçando para seguir. No capítulo sobre Causas e Condições, ele diz: “Para obter
bons resultados, devemos entender adequadamente nossa relação com o grande poder
impessoal que estamos usando. É inteligente e inteligente, e as duas inteligências devem
cooperar.
Não devemos fugir diante da Lei, esperando que ela faça por nós o que só pode fazer através
de nós; e devemos, portanto, usar nossa inteligência com o conhecimento de que ela está
agindo como o instrumento de uma inteligência maior; e porque temos esse conhecimento,
podemos e devemos cessar toda ansiedade quanto ao resultado final.
Na prática real, devemos primeiro formar a concepção ideal de nosso objeto com a intenção
definida de imprimi-lo na mente universal - é esse pensamento que tira esse pensamento da
região de meras fantasias casuais - e então afirma que nosso conhecimento do A lei é razão
suficiente para uma expectativa serena de um resultado correspondente e, portanto, todas as
condições necessárias chegarão a nós na devida ordem. Podemos, então, voltar-nos para os
assuntos de nossa vida cotidiana com a calma certeza de que as condições iniciais já estão
presentes ou logo chegarão à vista. Se nós não os vermos imediatamente, vamos nos contentar
com o conhecimento de que o protótipo espiritual já existe e esperar até que alguma
circunstância apontando na direção desejada comece a se mostrar.
Pode ser uma circunstância muito pequena, mas é a direção e não a magnitude que deve ser
levada em consideração. Tão logo o vemos, devemos considerá-lo como o primeiro surgimento
da semente semeada no Absoluto, e com calma, e sem excitação, quaisquer que sejam as
circunstâncias que pareçam exigir, e mais tarde veremos que, por sua vez, isso acontecerá.
levar a uma circunstância adicional na mesma direção, até nos encontrarmos conduzidos,
passo a passo, à realização de nosso objeto.
Desta forma, a compreensão do grande princípio da Lei de Abastecimento, através de
experiências repetidas, nos libertará mais e mais completamente da região do pensamento
ansioso e do trabalho árduo e nos levará a um novo mundo onde o emprego útil de todos os
nossos os poderes, sejam mentais ou físicos, serão apenas um desdobramento de nossa
individualidade sobre as linhas de sua própria natureza e, portanto, uma fonte perpétua de
saúde e felicidade; um incentivo suficiente, certamente, para o estudo cuidadoso das leis que
governam a relação entre o indivíduo e a Mente Universal. ”
Na minha opinião, então, como agora, essa citação delineia o núcleo e o centro do método e da
maneira de abordagem necessária para entrar em contato com o suprimento Infinito. Pelo
menos isso, juntamente com a afirmação anteriormente citada, "Minha mente é um centro da
operação Divina", etc., constituía o único meio aparente de atrair para mim os vinte mil
dólares. Meu esforço constante para entrar no espírito dessas declarações e atrair para mim a
quantia necessária era de cerca de seis semanas, ao fim das quais eu tinha no banco os vinte
mil dólares necessários. Isso poderia ser feito em uma longa história, dando todos os detalhes,
mas os fatos, como já narrados, lhe darão uma idéia definitiva da condição magnética da
minha mente enquanto os vinte mil dólares estavam encontrando seu caminho para mim.

Capítulo 10. Como me tornei o único aluno pessoal de T. Troward, o grande


cientista mental

Assim que a ideia de estudar com Troward veio a mim, pedi a um amigo que lhe escrevesse
para mim, achando que talvez meu amigo pudesse colocar meu desejo em termos melhores ou
mais persuasivos do que eu poderia empregar. Para todas as cartas escritas por este amigo
não recebi uma resposta. Isso era tão desencorajador que eu teria abandonado completamente
a idéia de me tornar a pupila de Troward, exceto pela experiência que tive naquele dia na rua
quando todo o meu mundo foi iluminado, e me lembrei da promessa: “Todas as coisas que
quiseres, creia que recebeste. e tu receberás.
Com essa experiência em mente, minha passagem para a Inglaterra foi organizada, apesar do
fato de que aparentemente minhas cartas foram ignoradas. Nós escrevemos novamente, no
entanto, e finalmente recebemos uma resposta, muito cortês embora muito positiva. Troward
não levou alunos; ele não teve tempo para se dedicar a um aluno. Não obstante essa decisão
definitiva, recusei ser desencorajado por causa da lembrança de minha experiência no dia em
que a luz e o pensamento vieram a mim, “Eu sou toda a substância que existe”. Pareceu-me
ser capaz de viver essa experiência à vontade, e com isso sempre veio uma inundação de
coragem e energia renovada. Nós viajamos para Londres e de lá telegrafamos a Troward,
pedindo uma entrevista. O telegrama foi prontamente respondido por Troward marcando uma
data em que ele podia nos ver.
Nessa época, Troward vivia na Mansão Ruan, um lugar pouco afastado na parte sul da
Inglaterra, a cerca de trinta quilômetros de uma estação de trem. Não conseguimos encontrá-
lo no mapa e, com grande dificuldade, a Cook's Touring Agency, em Londres, localizou o local
para nós. Havia muito pouca especulação em minha mente sobre o que Troward diria a mim
nesta entrevista. Sempre havia a sensação de que a verdade era minha; também que cresceria
e se expandiria em minha consciência até que a paz e o contentamento fossem manifestações
externas e internas de minha vida individual.
Chegamos à casa de Troward em meio a uma terrível tempestade e fomos cordialmente
recebidos pelo próprio Troward, que, para minha surpresa, descobri que era mais do tipo de
francês que inglês (descobri depois que ele era descendente do huguenote raça), um homem de
estatura média, com uma cabeça bastante grande, nariz grande e olhos que dançavam
bastante com alegria. Depois que fomos apresentados aos outros membros da família e
tomamos uma xícara de chá quente, fomos convidados para a sala de estar, onde Troward
falava muito livremente de tudo, exceto meus estudos propostos. Parecia impossível levá-lo a
esse assunto.
Pouco antes de partirmos, porém, perguntei corajosamente: “Você não reconsiderará sua
decisão de ter um aluno pessoal? Desejo muito estudar com você ”, ao que ele respondeu de
uma maneira muito indiferente que não achava que poderia dar o tempo que seria necessário
para instrução pessoal, mas que ficaria feliz em me dar os nomes de dois ou três livros que ele
achava que não seriam apenas interessantes, mas instrutivos para mim. Ele disse que se
sentia muito lisonjeado e satisfeito por eu ter vindo dos Estados Unidos para estudar com ele,
e quando saímos da pista de sua casa para o nosso carro, seus modos se tornaram menos
indiferentes, um sentimento de simpatia pareceu tocar o dele. coração, e ele se virou para mim
com a observação: "Você pode me escrever, se quiser, depois de chegar a Paris, e talvez, se eu
tiver tempo no outono,
Não perdi tempo em seguir seu gentil convite para escrever. Minhas cartas foram
prontamente respondidas, mas nunca houve uma palavra de encorajamento quanto aos meus
estudos propostos. Finalmente, cerca de dois meses depois, chegou uma carta com a pergunta:
"O que você acha que é o significado desse verso no 21º capítulo do Apocalipse?"
“16. E a cidade fica quadrangular e o comprimento é tão grande quanto a largura; e ele mediu
a cidade com a cana, doze mil estádios. O comprimento, a largura e a altura são iguais.
Instintivamente, eu sabia que minha chance de estudar com Troward dependia da minha
resposta correta a essa pergunta. A definição do verso parecia totalmente fora do meu
alcance. Naturalmente, as respostas vieram à minha mente, mas eu sabia intuitivamente que
nenhuma delas estava correta. Comecei a bombardear meus amigos eruditos e conhecidos com
a mesma pergunta. Advogados, médicos, padres, freiras e clérigos, em todo o mundo,
receberam cartas minhas com essa pergunta. As respostas posteriores começaram a voltar
para mim, mas a intuição me disse que nenhuma delas estava correta. O tempo todo eu estava
me esforçando para encontrar a resposta para mim, mas nenhum parecia vir. Eu memorizei o
verso para poder meditar nele.
Comecei uma busca em Paris pelos livros que Troward me recomendara e, depois de dois ou
três dias de busca, cruzamos o rio Sena até a Ile de Cité para entrar em algumas das antigas
livrarias de lá. Eles estavam esgotados, e estes eram os melhores lugares para encontrá-los.
Finalmente chegamos a uma pequena loja que tinha os livros lá. Estas foram as últimas
cópias que o homem tinha, consequentemente o preço era alto. Enquanto protestava com o
balconista, meus olhos descansaram sobre o trabalho de um astrólogo, que eu peguei na
risada e perguntei: “Você acha que o Prof. iria ler meu horóscopo?” O funcionário pareceu
espantado com a sugestão e respondeu: “Por que? Não, Madame, este é um dos maiores
astrólogos da França. Ele não lê horóscopos.
Apesar dessa resposta, havia um persistente impulso dentro de mim de ir ao homem. A amiga
que me acompanhou em minha busca pelos livros protestou comigo e tentou de todas as
maneiras me dissuadir de ir ao famoso astrólogo, mas eu insisti, e ela foi comigo. Quando
chegamos ao seu consultório, achei um pouco embaraçoso pedir a ele que lesse meu
horóscopo. No entanto, não havia nada a fazer senão colocar a questão. Relutantemente, o
professor nos convidou para seu estudo, e com relutância, e também com impaciência, pediu
que fôssemos sentados. Com muita cortesia e frieza, ele me disse que não lia horóscopos. Todo
o seu modo dizia, mais claramente do que as palavras, que ele desejava que partíssemos.
Meu amigo levantou-se. Eu estava com uma grande perda do que fazer a seguir, porque sentia
que não estava pronta para ir. A intuição parecia me dizer que havia algo para eu ganhar
lá. Exatamente o que eu era incapaz de definir, então parei por um momento, para o desgosto
de minha amiga, quando um dos enormes gatos persas do Professor pulou no meu
colo. "Desça, Jack!", Gritou o professor. “O que isso significa?” Ele pareceu se
perguntar. Então, com um interesse maior do que ele até então tinha mostrado em mim, o
professor disse com um sorriso: “Nunca soube que o gato iria para um estranho antes,
madame; meu gato implora por você. ”Eu, também, agora sinto interesse em seu horóscopo, e
se você me der os dados, será um prazer escrever para você.” Houve um grande sentimento de
felicidade em mim quando ele fez esta declaração. Ele concluiu dizendo: "Eu não sinto que
você realmente se importa com o seu horóscopo." A verdade desta afirmação me chocou,
porque eu não me importei com um horóscopo, e não pude dar nenhuma razão para que eu o
deixasse fazer isso. "No entanto", ele disse, "posso ligar para seus dados no próximo domingo à
tarde?"
No domingo à tarde na hora marcada, o professor chegou, e eu estava entregando-lhe o pedaço
de papel com todos os dados do meu nascimento, etc., quando surgiu a ideia de pedir ao
professor a resposta à pergunta sobre o Versículo 16 do 21º capítulo do Apocalipse. O
pensamento foi instantaneamente levado a efeito, e eu me vi perguntando a esse homem o que
ele achava que esse verso significava. Sem parar para pensar, ele imediatamente respondeu:
significa: a cidade significa a verdade, e a verdade é não-invertível; cada lado do qual você se
aproxima é exatamente o mesmo. ”Intuitiva e indubitavelmente, reconheci essa resposta como
sendo a verdadeira, e minha alegria não conhecia limites, porque tinha certeza de que com
essa resposta correta em minha posse, Troward me aceitaria como sua pupila no outono.
Quando o grande astrólogo estava partindo, expliquei-lhe tudo sobre meu desejo de estudar
com Troward, como eu viera de Nova York com esse propósito expresso, aparentemente em
vão, até que a resposta a essa pergunta de teste me foi dada. por ele. Ele estava muito
interessado e fez muitas perguntas sobre Troward, e quando perguntado se gostaria de me
enviar sua conta, ele respondeu sorrindo: "Deixe-me saber se o grande Troward aceita você
como seu pupilo", e me deu boa tarde. Corri para o meu quarto para enviar um telegrama a
Troward, dando minha resposta à pergunta sobre o versículo 16 do 21º Capítulo de Revelação.
Houve uma resposta imediata de Troward que disse: “Sua resposta está correta. Estou
começando um curso de palestras sobre a Grande Pirâmide em Londres. Se você quiser
atendê-los, terá prazer em tê-lo, e depois, se ainda desejar estudar comigo, acho que pode ser
providenciado. ”Ao receber essa resposta, os preparativos foram imediatamente feitos para
deixar Paris para Londres.
Eu participei de todas as palestras, recebendo muitas instruções deles, após o que foram feitos
arranjos para meus estudos com Troward. Dois dias antes de partir para a Cornualha, recebi
a seguinte carta de Troward, indicando claramente a linha de estudo que ele me deu:
31 Stanwick Road,
W. Kensington, Inglaterra,
8 de novembro de 1912.
Cara Sra. Behrend,
Acho melhor escrever-lhe algumas linhas em relação aos estudos propostos comigo, pois
lamentaria que você ficasse mal e, portanto, sofresse algum desapontamento.
Eu estudei o assunto agora por vários anos, e tenho um conhecimento geral das principais
características da maioria dos sistemas que, infelizmente, ocupam a atenção em muitos
círculos atualmente, como a Teosofia, o Tarô, a Cabala e os Eu não hesito em dizer que, para o
melhor de meu julgamento, todos os tipos e descrições do chamado estudo oculto estão em
oposição direta à verdadeira Verdade que dá vida, e, portanto, você não deve esperar nenhum
ensinamento. em linhas como estas.
Hoje ouvimos muito sobre a Iniciação; mas, acredite em mim, quanto mais você tenta se
tornar um “Iniciado”, mais você se afasta da vida. Falo depois de muitos anos de cuidadoso
estudo e consideração quando digo que a Bíblia e sua Revelação de Cristo é a única coisa
realmente digna de ser estudada, e esse é um assunto grande o suficiente em toda consciência,
abraçando nossa vida exterior e de preocupações cotidianas, e também as fontes internas de
nossa vida e tudo o que podemos em termos gerais conceber a vida no invisível depois de adiar
o corpo na morte.
Você expressou um grau muito grande de confiança em meu ensino, e se sua confiança é tal
que você deseja, como você diz, se colocar inteiramente sob minha orientação, eu só posso
aceitar isso como uma responsabilidade muito séria, e deveria ter que peço-lhe para exibir
essa confiança, recusando-se a olhar para os chamados "mistérios", como eu o proibiria de
investigar.
Falo por experiência própria; mas o resultado será que muito do meu ensino parecerá muito
simples, talvez até certo ponto dogmático, e você dirá que já ouviu muito sobre isso antes.
Fé em Deus, Oração e Adoração, aproximação ao Pai através de Cristo - tudo isto é, em certo
sentido, familiar para você; e tudo o que posso esperar é, talvez, lançar um pouco mais de luz
sobre esses assuntos, para que possam se tornar para você, não apenas palavras tradicionais,
mas apresentar fatos vivos.
Fui assim explícito, pois não quero que você tenha qualquer desapontamento, e também devo
dizer que nosso chamado curso de estudo será apenas conversas amistosas nos momentos em
que pudermos nos adaptar, ou você vem à nossa casa. , ou eu para o seu, como pode ser mais
conveniente no momento.
Além disso, vou lhe emprestar alguns livros que serão úteis, mas são muito poucos e, em
nenhum sentido, ocultos.
Agora, se tudo isso coincidir com suas idéias, certamente ficarei feliz em vê-lo em Ruan
Manor, e você descobrirá que os moradores de lá, embora poucos, são muito amigáveis e o
bairro é muito bonito.
Mas, por outro lado, se você sentir que quer alguma outra fonte de aprendizado, não se
importe em dizer isso, só você nunca encontrará nenhum substituto para Cristo.
Acredito que você não se importe com o fato de eu escrever assim, mas não quero que você vá
até a Cornualha e fique desapontado.
Com os melhores cumprimentos,
Com os melhores cumprimentos,
(Assinado) T. TROWARD.
Esta cópia da carta de Troward, na minha opinião, é a melhor coisa que posso lhe dar.

Capítulo 11. Como trazer o poder da sua palavra para a ação

Em cada palavra sua, há o germe de poder que se expande e se projeta na direção que sua
palavra indica e, finalmente, se desenvolve em expressão física. Por exemplo, você deseja
estabelecer alegria em sua consciência. Apenas repita a palavra “alegria” secretamente,
persistente e enfaticamente. O germe da alegria começa a se expandir e se projetar até que
todo o seu ser esteja cheio de alegria. Isso não é uma mera fantasia, mas uma verdade. Uma
vez que você tenha experimentado esse poder, você irá “provar diariamente que esses fatos
não foram fabricados para se ajustarem a uma teoria, mas a teoria foi construída pela
observação cuidadosa dos fatos”. Todo mundo sabe que a alegria vem de dentro. Outro pode
lhe dar motivo de alegria, mas ninguém pode ser feliz para você. Alegria é um estado de
consciência, e a consciência é puramente Troward diz: "Mental".
As faculdades mentais sempre trabalham sob algo que as estimula, e esse estímulo pode vir de
fora, através dos sentidos externos, ou de dentro, pela consciência de algo não perceptível no
plano físico. O reconhecimento dessa fonte interior de estímulo permite que você traga para
sua consciência qualquer estado que “deseje”. Uma vez que uma coisa lhe pareça normal, ela
certamente é sua, através da lei do crescimento e da atração, como é de seu conhecimento.
Além disso, depois de ter o uso consciente de figuras.
Este método de repetir a palavra faz com que a palavra em todo o seu sentido ilimitado seja
sua, porque as palavras são a personificação dos pensamentos, e o pensamento é criativo, nem
bom nem ruim, simplesmente criativo. Esta é a razão pela qual a fé se acumula e o medo
destrói. "Somente creia, e todas as coisas são possíveis para você." É a fé que lhe dá domínio
sobre todas as circunstâncias adversas ou condição. É a sua palavra de fé que liberta você, não
a fé em qualquer coisa ou ato específico, mas a simples fé em seu melhor eu de todas as
formas. É por causa deste poder criativo sempre presente no coração da palavra que faz da
sua saúde, da sua paz de espírito e da sua condição financeira uma reprodução do seu
pensamento mais habitual. Tente acreditar e entender isso, e você se encontrará como Mestre
de todas as circunstâncias ou condições adversas, um Príncipe do Poder.

Capítulo 12. Como aumentar sua fé

Mas você pergunta - Como posso falar a palavra da fé quando tenho pouca ou nenhuma
fé? Todo ser vivo tem fé em algo ou em alguém. É a qualidade da energia criativa no
pensamento Fé positivo que lhe dá vitalidade, não a forma que assume. Mesmo o medo
intenso está vivo com fé. Você tem medo da varíola porque acredita que é possível
contrair. Você tem medo da pobreza e da solidão porque acredita que elas são possíveis para
você.
É sua tendência habitual de pensamento que reaparece em sua mente, seu corpo e seus
assuntos, não o pensamento ocasional sobre alguma linha ou desejo específico. É a Fé que
compreende que toda criação teve seu nascimento no ventre do pensamento - palavras que lhe
dão domínio sobre todas as coisas, seu eu inferior incluído, e esse sentimento de fé é
aumentado e intensificado pela observação do que ele faz.
Essa observação é a observação do seu estado de consciência quando você o fez, não quando
você esperava, mas temia que fosse bom demais para ser verdade. Como você se sentiu
naquele momento em que simplesmente teve que entrar em um estado de espírito melhor e
fez, ou teve que ter uma certa coisa e conseguiu? Viva essas experiências de novo e de novo
(mentalmente) até que você realmente se sinta em contato com o eu que conhece e faz, e o
melhor que existe é o seu.

Capítulo 13. A recompensa do aumento da fé.

Porque você expandiu sua fé na fé e nas leis do universo que não conhecem o fracasso, sua fé
no melhor de si mesmo (o princípio da vida em você) o levou à percepção consciente de que
você não é uma vítima do universo, mas uma parte disso. Conseqüentemente, há dentro de si
que é capaz de fazer contato consciente com o princípio universal da lei e do poder, e permite
que você pressione todas as leis particulares da natureza, visíveis ou invisíveis, para atender
à sua demanda ou desejo particular e, assim, você se encontra mestre, não um escravo de
qualquer situação.
Troward nos diz que este Mastering deve ser “realizado pelo conhecimento, e o único
conhecimento que proporcionará este propósito em toda a sua imensa densidade é o
conhecimento do elemento pessoal no espírito universal” e sua reciprocidade à nossa própria
personalidade. Em outras palavras, as palavras que você pensa, a personalidade que você
sente ser, são todas reproduções em miniatura ou especializadas em Deus “ou espírito
universal”. Todos os seus pensamentos de palavras eram formas de palavras de Deus antes de
serem suas.
As palavras que você usa são os instrumentos, canais através dos quais a energia criativa
toma forma. Naturalmente, esse poder criativo sensível só pode se reproduzir de acordo com o
instrumento pelo qual ele passa. Todas as decepções e fracassos são o resultado de tentar
pensar uma coisa e produzir outra. Isso é tão impossível quanto o uso de um ventilador
elétrico para fins de iluminação, ou para a água passar por um tubo torto em linha reta.
A água deve tomar a forma do tubo através do qual ela flui. Ainda mais verdadeiramente,
essa substância sensível, invisível e fluente deve reproduzir externamente a forma da
palavra-pensamento através da qual ela passa. Esta é a lei da sua natureza; portanto, segue-
se logicamente: “Como um homem pensa, assim é ele.” Assim, quando o seu pensamento ou
forma de palavra está em correspondência com o eterno movimento construtivo e avançado da
Lei Universal, então a sua mente é o espelho no qual o poder infinito e inteligência do
universo se vê reproduzido, e sua vida individual se torna uma de harmonia

Capítulo 14. Como fazer a natureza responder a você

Deve-se ter em mente que existe uma inteligência e poder em toda a natureza e todo o espaço
que é sempre criativo e infinitamente sensível e responsivo. A capacidade de resposta de sua
natureza é dupla: é criativa e passível de sugestão. Uma vez que o entendimento humano
capta esse fato tão importante, percebe a simplicidade da lei da vida.
Tudo o que é necessário é perceber que a sua mente é um centro da operação Divina e,
consequentemente, contém dentro de si que aceita sugestões, e espera que toda a vida
responda ao seu chamado, e você encontrará sugestões que tendem ao cumprimento do seu
desejo. vindo até você, não apenas de seus semelhantes, mas também das flores, da grama,
das árvores e das pedras que lhe permitirão satisfazer o desejo do seu coração, se você agir de
acordo com eles em confiança neste plano físico. “Fé sem obras está morta”, mas Faith with
Works deixa você absolutamente livre.

Capítulo 15. Fé Com Obras - O Que Realizou

É dito de Tyson, o grande milionário australiano, que a sugestão de "fazer a terra do deserto
da Austrália florescer como a rosa" veio a ele de um modesto pequeno violeta australiano
enquanto ele estava trabalhando como um bushman por algo como três xelins por dia . Ele
costumava achar essas pequenas violetas amistosas crescendo em certos lugares na floresta, e
algo na flor tocava algo semelhante a si mesmo na mente de Tyson, e ele se sentava ao lado de
seu beliche à noite e se perguntava como flores e vegetais a vida poderia ter a oportunidade de
se expressar na terra desértica da Austrália.
Sem dúvida ele percebeu que levaria muito tempo para economizar dinheiro suficiente para
colocar valas de irrigação nas terras desérticas, mas seu pensamento e sentimento tinham
certeza de que isso poderia ser feito, e se isso pudesse ser feito, ele poderia fazê-lo. Se
houvesse um poder dentro de si que fosse capaz de capturar a idéia, então deveria haver um
poder responsivo dentro da própria ideia que poderia se colocar em uma manifestação física
prática. Ele pôs de lado resolutamente todas as questões quanto aos meios e meios específicos
que seriam empregados para trazer seu desejo à manifestação física, e simplesmente manteve
seu pensamento centrado na idéia de fazer cercas e ver flores e grama onde não existia.
Como a capacidade de resposta do poder criativo reprodutivo não se limita a qualquer
condição mental da mente, sua meditação habitual e sua imagem mental liberam suas ideias
para vagar em uma infinitude e atraem para si outras idéias de natureza afim. Portanto, não
era necessário que Tyson esperasse e visse suas idéias e desejos satisfeitos, até que ele
economizasse de seus três xelins por dia dinheiro suficiente para irrigar a terra, pois suas
idéias encontraram outras idéias no mundo financeiro que estavam sintonizadas com
simpatia. com eles mesmos, e as portas das finanças foram rapidamente abertas.
Todas as instituições de caridade são mantidas sob o princípio da capacidade de resposta da
vida. Se isso não fosse verdade, ninguém se importaria em dar, simplesmente porque outro
precisava. A lei da demanda e oferta, causa e efeito, nunca pode ser quebrada. As idéias
atraem para si mesmas idéias afins. Às vezes eles vêm de uma flor, um livro ou do
invisível. Você está sentado ou caminhando, atento a uma idéia não completamente completa
quanto às maneiras e meios de realização, e eis que vem uma outra idéia, de ninguém pode
dizer onde, e encontra alojamento amigável com sua idéia, uma idéia atraindo outra, e Então,
até que seus desejos sejam fatos físicos.
Você pode sentir a necessidade de uma melhoria em suas finanças e imaginar como esse
aumento deve ocorrer, quando de repente surge a idéia de que tudo nasceu em pensamento,
até em dinheiro, e seus pensamentos se transformam em pensamentos. . Você simplesmente
mantém a afirmação ou afirmação de que o melhor, e tudo o que existe, é seu. Desde que você
é capaz de capturar idéias do Infinito através do instrumento de sua intuição, você deixa sua
mente repousar sobre esse pensamento sabendo muito bem que este mesmo pensamento
responderá a si mesmo. Sua inibição do pensamento da dúvida e do sentimento de ansiedade
permite que as idéias tranquilizadoras se estabeleçam e atraiam para si mesmas idéias “eu
posso” e “eu quero”, que gradualmente se desenvolvem na forma física do desejo em mente.
No uso consciente do poder universal para reproduzir seus desejos na forma física, três fatos
devem ser levados em conta:
Primeiro - Todo o espaço é preenchido com um poder criativo.
Segundo - esse poder criativo é passível de sugestão.
Terceiro - Só pode funcionar por métodos dedutivos.

Como Troward nos diz, este último é um ponto extremamente importante, pois implica que a
ação do poder criativo sempre presente não é de modo algum limitada por
precedentes. Funciona de acordo com a essência do espírito do princípio. Em outras palavras,
esse poder universal toma sua direção criativa da palavra que você dá. Uma vez que o homem
perceba essa grande verdade, torna-se a mais importante de todas as suas considerações com
que caráter esse poder reprodutivo sensível é investido. É a lei invariável deste princípio de
vida criativa que “como um homem pensa em seu coração, ele é”. Se você percebe a verdade de
que o único poder criativo pode ser para você apenas o que você sente e pensa que é, é
dispostos e capazes de atender às suas demandas.
Troward diz: “Se você pensa que seu pensamento é Poderoso, então seu Pensamento é
Poderoso.” “Como um homem pensa em seu coração, assim é ele” é a lei da vida, e o poder
criativo não pode mais mudar esta lei do que um Um espelho comum pode refletir de volta
para você uma imagem diferente do que o objeto que você tem diante dele. "Como você pensa
assim é você" não significa "como você diz às pessoas que você pensa" ou "como você gostaria
que o mundo acreditasse que você pensa". Isso significa seus pensamentos mais íntimos,
aquele lugar onde ninguém além de você sabe. "Ninguém pode conhecer o pai salvar o filho" e
"ninguém pode conhecer o filho, mas o pai".
Somente o espírito criativo reprodutivo da vida sabe o que você pensa até que seus
pensamentos se tornem fatos físicos e se manifestem em seu corpo, seu cérebro ou seus
afazeres. Então todos com os quais você entra em contato podem saber, porque o Pai, a
energia criativa inteligente que ouve em segredo, ouve seus pensamentos mais secretos, os
recompensa abertamente, reproduz seus pensamentos na forma física. “Como você acha que
sabe, é nisso que você se torna” deve ser mantido no fundo de sua mente constantemente. Isso
é observar e orar sem cessar, e quando você não está se sentindo bem para orar fisicamente.

Capítulo 16. Sugestões sobre como orar ou perguntar, acreditando que você já
recebeu

Pensamento Científico - Pensamento Positivo

Sugestões para aplicação prática:


Tente, através do pensamento cuidadoso, positivo, entusiasta (embora não extenuante),
perceber que a substância indescritível e invisível da vida preenche todo o espaço; que sua
natureza é inteligente, plástica, substância subjetiva.
As cinco horas da manhã é a melhor hora para entrar nesse tipo de meditação. Se você se
aposentar cedo todas as noites durante um mês, antes de adormecer, imprima firmemente em
sua mente subjetiva a afirmação “Meu Pai é o governante de todo o mundo, e está
expressando Seu poder de direção através de mim”, você descobrirá que a substância de a vida
toma forma nos moldes de seus pensamentos.
Não aceite a sugestão acima simplesmente porque ela é dada a você. Pense nisso com cuidado
até que a impressão seja feita em sua própria mente subconsciente com
compreensão. Levante-se todas as manhãs, como foi sugerido antes, às cinco horas, sente-se
em uma sala silenciosa em uma cadeira de espaldar reto e pense na afirmação da noite
anterior, e você perceberá e será capaz de colocar em prática seu principesco. poder com a
realização até certo ponto, pelo menos, que a sua mente é realmente um centro através do
qual toda a energia e poder criativos estão tomando forma.

Oração Científica: O Princípio Subjacente à Oração Científica

Em oração por uma mudança de condição, física, mental ou financeira para si ou para outrem,
tenha em mente que a necessidade fundamental da resposta à oração é a compreensão da
afirmação científica:
“Pergunte, ACREDITANDO QUE JÁ RECEBEU e você receberá”
Isto não é tão difícil quanto parece superficialmente, uma vez que você percebe que tudo tem
sua origem na mente, e aquilo que você procura externamente, você já possui. Ninguém pode
pensar um pensamento no futuro. Seu pensamento de uma coisa constitui sua origem.
ASSIM SENDO
A Forma do Pensamento da Coisa já é sua assim que você pensa. Seu reconhecimento
constante dessa posse do pensamento faz com que o pensamento se concentre, se condense, se
projete e assuma a forma física.

Para ficar rico através da criação

O reconhecimento ou a concepção de novas forças da riqueza é a aspiração mais elevada que


você pode ter em seu coração, pois ela pressupõe e implica a promoção de todos os objetivos
nobres.
Itens a serem lembrados sobre a oração por si mesmo ou por outro: Lembre-se de que aquilo
que você chama de tratamento ou oração não é, em nenhum sentido, hipnotismo. Nunca deve
ser seu esforço tomar posse da mente do outro. Lembre-se de que nunca deve ser sua intenção
fazer-se acreditar naquilo que você sabe ser falso. Você está simplesmente pensando em Deus
ou Primeira Causa com o entendimento de que -
“Se algo é verdade, existe uma maneira pela qual é verdade em todo o Universo.” Lembre-se
que o Poder do Pensamento funciona por princípios absolutamente científicos. Esses
princípios são expressos na linguagem da declaração:
“Como um homem pensa em seu coração, ele também é.”
Esta declaração contém um mundo de sabedoria, mas o reconhecimento constante do homem e
a aplicação cuidadosa da afirmação em si é necessária para trazê-la para uso prático.
Lembre-se de que os princípios envolvidos em ser como pensamos em nosso coração são
elucidados e revelados pela lei "À medida que você semeia, você colherá".
Lembre-se de que a sua liberdade de escolher exatamente o que você vai pensar, exatamente o
pensamento de posse que você vai afirmar e reivindicar constitui o presente de Deus para
você.
Isto mostra…
Como:
A Primeira Causa dotou todo homem com o Poder e a Habilidade para trazer para o seu
ambiente pessoal o que quer que ele escolha. Causa e efeito em referência à obtenção:
Se você plantar uma ACORN, você obtém um OAK. Se você semear um grão de milho, você
colherá um talo e MUITOS grãos de milho. Você sempre obtém a manifestação daquilo que,
consciente ou inconscientemente, AFIRMA e REIVINDICA, habitualmente declara e espera,
ou em outras palavras, “COMO SEM SOW”
Portanto, semeie as sementes do EU SOU…. EU DEVERIA…. EU POSSO…. Eu vou perceber
que, porque você está, você deve, porque você sabe, você pode, porque você pode, você faz.
A manifestação desta Verdade, mesmo em um grau pequeno, dá a você a compreensão
indiscutível de que o DOMINIO É SEU DIREITO DA CARTA Você é um Herdeiro de
Primeira Causa, dotado de todo o poder que Ele possui. Deus te deu tudo. TUDO é seu, e você
sabe que tudo o que você precisa fazer é estender a mão mental e tomá-lo.
Esta Fórmula pode servir como um padrão para moldar sua própria Oração ou Afirmação em
Deus para o benefício do outro ou de você mesmo.
Se por outro lado, você fala o nome cristão da pessoa que deseja ajudar, então descarte sua
personalidade inteiramente de sua consciência.
Intensifique seu pensamento meditando sobre o fato de que existe em você o que encontra o
caminho, que é a Verdade e é a Vida.
Você está afirmando este fato, acreditando que desde que você está pensando isso, já é
seu. Tendo elevado o seu sentimento para a ideia central desta meditação, você examina sua
própria consciência para ver se há algo diferente de Deus. Se houver algum sentimento de
medo, preocupação, malícia, inveja, ódio ou ciúme, volte em sua meditação para Limpar seu
Pensamento através da afirmação de que o Amor ea Pureza de Deus preenchem todo o espaço,
incluindo o coração e a alma. Reconcilie seu pensamento com o Amor de Deus, sempre
lembrando que
Você é feito na imagem e semelhança de amor.
Mantenha este pensamento de limpeza em mente até sentir que libertou completamente a sua
consciência de todos os pensamentos e sentimentos que não
Amor e Unidade com toda a Humanidade
Então, se as negações não o perturbarem, negue tudo o que é diferente da manifestação
desejada. este
realizado, você quase sobrepor sua negação com o pensamento afirmativo que: Você é feito na
Imagem e Semelhança de Deus e que você já tem seu desejo cumprido em seu primeiro, seu
original espiritual ou forma de pensamento.

Encerramento da Oração:

A oração como um método de pensamento é um uso deliberado da Lei que lhe dá o poder de
domínio sobre tudo o que tende de alguma forma a dificultar a sua perfeita liberdade. Você foi
dado a vida que você pode apreciá-lo cada vez mais plenamente O reconhecimento constante
desta verdade faz você se declarar um PRÍNCIPE DE PODER.
Você reconhece, aceita e usa este poder como um filho de um rei e daí o domínio é o seu
nascimento Então quando você sentir a luz desta grande verdade inundando sua consciência -
abra as comportas de sua alma em um elogio sincero que você tem o entendimento que ... O
CRIADOR E SUA CRIAÇÃO SÃO UM.
Além disso, o Criador está continuamente criando através de sua criação.
Encerre o seu tratamento com a feliz certeza de que a Oração que é cumprida não é uma
forma de súplica, mas uma constante afirmação de que o Criador de toda a Criação está
operando Especificamente através de você, portanto O TRABALHO DEVE SER FEITO
PERFEITAMENTE - SUA MENTE É UM CENTRO DE DIVINA OPERAÇÃO.

Dicas para Aplicação e Prática:

A cada cinco minutos dado à leitura e estudo das teorias da Ciência Mental, passe quinze
minutos no uso e aplicação dos conhecimentos adquiridos.
1. Gaste um minuto a cada vinte e quatro horas pensando conscienciosamente sobre a
especificação que deve ser observada para que suas orações sejam atendidas.
2. Pratique o reconhecimento constante da posse de pensamento desejável por dois períodos de
quinze minutos cada, todos os dias. Não apenas dedique tempo a cada período para ver quanto
tempo você pode manter uma determinada concepção antes de sua visão mental, mas também
mantenha um registro escrito da nitidez com a qual você experimenta sua imagem
mental. Lembre-se de que seus sentidos mentais são tão variados e treináveis quanto os
físicos.
3. Passe cinco minutos todos os dias entre as 12 horas e 1 hora com uma busca mental por
novas fontes de riqueza.

Capítulo 17. Coisas para lembrar

Lembre-se que o maior cientista mental que o mundo já conheceu (Jesus Cristo, o Homem)
disse que todas as coisas são possíveis para você.
Também as “coisas que você pode fazer”. Ele contou a verdade?
Jesus não reivindicou ser mais divino do que você é. Ele declarou toda a raça humana como
filhos de Deus. Por nascimento ele não era uma exceção a essa regra. O poder que ele possuía
foi desenvolvido através do Seu esforço pessoal. Ele disse que você poderia fazer o mesmo se só
acreditasse em si mesmo. Uma grande ideia é sem valor, a menos que seja acompanhada por
ação física. Deus dá a ideia; o homem trabalha no plano físico.
Tudo o que realmente vale a pena é contentamento. Somente o autocontrole pode produzi-lo. A
alma e o corpo são um. O contentamento da mente é o contentamento da alma, e o
contentamento da alma significa contentamento do corpo.
Se você deseja saúde, observe seus pensamentos, não apenas de seu ser físico, mas também de
seus pensamentos sobre tudo e sobre todos. Com a sua vontade, mantenha-os alinhados com o
seu desejo e, externamente, aja de acordo com os seus pensamentos, e logo perceberá que todo
o poder, tanto sobre os pensamentos quanto sobre as condições, foi dado a você. Você acredita
em Deus. Acredite em si mesmo como o instrumento físico através do qual Deus opera. O
domínio absoluto é seu quando você tem autodomínio suficiente para conquistar a tendência
negativa de pensamentos e ações.
Pergunte-se diariamente: “Qual é o propósito do poder que me colocou aqui?” “Como posso
trabalhar com o propósito de vida e liberdade em mim?”
Depois de ter decidido estas questões, esforce-se por hora para cumpri-las. Você é uma lei para
si mesmo.
Se você tem uma tendência a exagerar em qualquer coisa, comer, beber ou culpar as
circunstâncias por seus infortúnios, conquiste essa tendência com a convicção interior de que
todo o poder é seu exteriormente. Coma menos, beba menos, culpe menos as circunstâncias, e
o melhor que houver crescerá gradualmente no lugar onde o pior parecia estar.
Lembre-se sempre de que tudo é seu para usar, como você. Você pode se você vai: se você vai
fazer.
Deus o Pai te abençoa com tudo que Ele tem para dar.
Faça bom uso divino dele.
A razão para um maior sucesso quando você começou seus estudos e demonstrações na
Ciência Mental é que sua alegria e entusiasmo com a simples descoberta do poder interior foi
maior do que você foi capaz de colocar em seu entendimento mais tarde.
Com o aumento da compreensão, aumentará a alegria e o entusiasmo, e os resultados
corresponderão.

Fim