Você está na página 1de 18

MANUAL

COLETA DE
INFORMAÇÕES
DE POSTES

PARA PROJETISTAS DE REDES ÓPTICAS


Objetivo do
manual

O principal objetivo do manual é orientar projetistas e aux.


de projetos na execução da coleta de informação dos
postes com eficiência e mais precisão. Agora você tem um
passo a passo para executar esta atividade.

Lembrete:

Lembre-se de levar para campo um carregador portátil e


mãos a obra!
1) O primeiro passo para a coleta de informações através
do aplicativo Map Maker é baixar o app no link a baixo:

BAIXE O APP CLIQUE AQUI

2) Baixar a pasta modelo (Modelo.kmz)


no celular através do link:

BAIXE AQUI A PASTA MODELO


3) É preciso adicionar o Modelo.kmz no map maker, em
alguns celulares basta apenas ir na pasta onde salvou o
arquivo e mandar abrir com o Map Maker, confirmar a
mensagem “Você deseja importar o conteúdo deste
arquivo?” E Aguardar a mensagem “Arquivo importado com
sucesso”.

Em alguns celulares é necessário ir no menu lateral do Map


Maker Definições > Import /Export > Marcadores de
importação (A partir de arquivo local) e ir até a pasta onde
foi feito o download do arquivo e aguardar a mensagem de
“Arquivo importado com sucesso”.

4) Após a pasta modelo ter


sido importada no aplicativo
basta ir no menu lateral e
pressionar sobre a pasta
“Nome da Cidade” e
modificá-la para o nome da
cidade que será feita a coleta
de poste.

Ex: São Paulo – SP.

Obs: Verifique se somente a Pasta


da cidade está marcada, caso a
Pasta Padrão também esteja
marcada, desmarque-a antes de
começar a coleta de informações.
Para fazer a coleta de informações o ideal é trabalhar com o
mapa no formato de Satélite (imagem real do local), por
padrão o Map Maker vem no formato “normal”, para mudar
para Satélite, basta ir ao menu lateral>Tipo de
Mapa>Satélite.

Outro detalhe importante é sempre deixar o GPS ligado


clicando no ícone azul conforme a imagem abaixo.
Sempre tente trabalhar com o Zoom máximo na rua
para uma maior precisão, quando chegar no primeiro
poste a ser coletado basta clica no ícone [Figura 1].

Após fazer o ajuste onde o Poste realmente está (as


vezes o GPS pode ficar fora do local exato) e clique no
OK [Figura 2].

Figura 1 Figura 2

Após Inserir o Poste no mapa, precisamos preencher as


informações dele, para isso basta clicar no ponto que
acabou de inserir e clicar no botão editar, conforme
imagem abaixo:
Será Aberta uma tela como essa ao lado, segue abaixo as
informações que são necessárias preencher.
Obs: No final do arquivo terá exemplos com fotos de
todas as opções:

Título: Preencher com o número de


identificação do poste, caso não existir
ou estiver ilegível preencher com S/N.

Descrição: Preencher com o nome da


rua. Ex: Rua 7 de Setembro.

Obs: não colocar vírgula na


descrição do nome da rua.

Imagens: Tirar no mínimo duas fotos do


Poste, a primeira mostrando os cabos
presentes no mesmo e a segunda uma
foto afastada mostrando o poste inteiro.
     
TIPO: Escolher o modelo do Poste entre
as opções:
DT = Duplo T
DTT = Duplo T
CC = Circular Concreto
Madeira = Circular Madeira
Obs: A diferença entre o Poste DT e
DTT é que olhando o poste paralelo a
ele (da rua para a calçada) se estiver
mostrando a parte lisa é um DT, caso
esteja vendo as “cavas” é um DTT.
 
Tamanho/Resistencia: Altura e
Resistencia máxima do Poste.
Ex: 9/150 ; 10/300 ; 11/600
AT: Quantidade de cabos da rede de
alta tensão.

BT: Quantidade de cabos da rede de


baixa tensão.
        
Transformador, Chave, CTO-CEO,
Aterramento: Marcar caso possua
alguma das opções acima.
        
Ocupante 1 ao 4: Caso exista outras
operadoras no poste informar o nome
da operadora e o tipo de cabo se
possível.

Obs: cada operadora em um campo.

Após preencher todas as informações,


clicar no disquete para salvar.
6) Depois de ter terminado a coleta de informações de
todos os postes, é necessário enviar o arquivo clicando no
ícone abaixo:

Ir em escolhas opções Escolher o format KMZ

Selecionar a Pasta que está trabalhando (No exemplo seria


a SaoPaulo – SP)

E finalmente escolher a forma de envio, opte por Telegram,


ou algum serviço de nuvem [GoogleDrive, OneDrive,
DropBox] pois geralmente os arquivos ficam com muitos
Mbs ou até Gbs.
Exemplos de numeração de postes
Exemplos de tipos de postes

DT DTT CC MADEIRA
Exemplos de informações de Altura e
Resistência [Tamanho / Resistência]

11/250 11/300

10/400
Exemplos de Redes AT e BT
Poste com Caixa CTO Poste com Transformador
Exemplo de Chave
Depois de realizar a coleta de informações dos postes,
você vai precisar de uma ferramenta para importar todos
os postes para o Autocad, assim se torna mais rápido o
desenvolvimento do projeto.

Na imagem a baixo fizemos uma importação de 10.370


blocos para o Autocad em menos de 5min.

Com a ferramenta Import do cadFiber, você consegue


acelerar o tempo de desenvolvimento do projeto
importando todos os dados coletados no Map Maker.

CONHEÇA O CADFIBER
ACELERE O DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS
NO AUTOCAD

FERRAMENTA
PARA
ELABORAÇÃO DE
PROJETOS FTTX
NO AUTOCAD
CONHEÇA O:

WWW.CADFIBER.COM.BR
OBRIGADO!
Faça o download dos nossos novos materiais
www.cadfiber.com.br
www.thiagobuenano.com.br

ACESSO A NOVOS CONTEÚDOS

CNPJ 30.214.955/0001-02
Manual criado por: Eng. Rogers Fernandes.
Diagramação: Thiago Buenaño.
Atualizado em: 14/11/2019.