Você está na página 1de 32

UNIVERSIDADE LÚRIO

FACULDADE DE ENGENHARIA

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA GEOLÓGICA

PLANO CURRICULAR DO CURSO TÉCNICO MÉDIO EM HIGIENE E


SEGURANÇA NO TRABALHO

Pemba

2019
UNIVERSIDADE LÚRIO

FACULDADE DE ENGENHARIA

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA GEOLÓGICA

PLANO CURRICULAR DO CURSO TÉCNICO MÉDIO EM HIGIENE E


SEGURANÇA NO TRABALHO

Plano curricular de Higiene e segurança no Trabalho elaborado por


dr. Desejo Joao Jerónimo Mechequene

Revisto por:

 Doutor Claudino Chaquisse( Coordenador do curso de


Engenharia Geológica )
 Doutor Antônio Ramos Ramalho Júnior ( Docente)
 Mestre Eng. Moises Justino Aires ( Docente)
Índice

Introdução..........................................................................................................................4

Síntese do curso.................................................................................................................5

Objectivos Gerais do Curso...............................................................................................5

Públicos-Alvo e Pré-Requisitos dos Formandos...............................................................6

Pré-requisitos dos formandos............................................................................................6

Competências Gerais a Adquirir.......................................................................................7

Formas de culminação do curso........................................................................................8

PLANOS TEMÁTICOS DOS MÓDULOS......................................................................9

Módulo- Estatística aplicada a Higiene e segurança no Trabalho...................................10

Módulo- Avalição e controlo de riscos Profissionais......................................................11

Módulo- Legislação aplicada a Higiene e segurança no Trabalho..................................13

Módulo- Psicossociologia de Trabalho...........................................................................15

Módulo- Gestão de prevenção de riscos..........................................................................17

Módulo- Organização da Emergência.............................................................................19

Módulo- Ergonomia no Trabalho....................................................................................21

Módulo- Higiene no Trabalho.........................................................................................23

Módulo- Segurança no Trabalho....................................................................................26

Módulo- Técnica De Informação ,Comunicação e Negociação......................................29

Módulo- estágio no Contexto real de Trabalho...............................................................31


Introdução

No contexto actual, Moçambique é caracterizado por um desenvolvimento de micro a


macro empresa na área de mineração, Construção civil e industrial de produção de
produtos alimentares. Com o progresso destas áreas que são os alicerce do
desenvolvimento econômico do pais, surge a necessidade de pautar na parte dos
trabalhadores e empregadores numa formação de segurança no trabalho.

Todavia, todos os anos morrem muitas pessoas, vítimas de acidentes de trabalho. E este
problema coloca-se com particular incidência nas micro, pequenas e médias empresas.

Em Moçambique o número de acidentes laborais e das doenças profissionais nas áreas


de mineração e construção civil é muito elevado em relação a outras áreas . Para
melhorar a situação nacional actual o Estado propôs a lei do Trabalho, com vista a fazer
garantir a segurança do trabalhador na empresa.

Considerando a dimensão que no nosso país têm os problemas da sinistralidade laboral,


no âmbito do desenvolvimento da prevenção de riscos profissionais nas empresas, como
pressuposto de melhorias efectivas das condições de trabalho implica os empregadores e
trabalhadores e incentiva um reforço da formação de trabalhadores para o exercício de
funções de “trabalhador designado” ou para a representação do empregador em assuntos
de HST.

Neste contexto a Universidade Lúrio consciente de que também ela, como instituição
pública de ensino superior, pretende através deste curso ter a responsabilidades no
desenvolvimento de todas as estratégias que visem melhorar as condições de trabalho e
desta forma melhorar a produtividade e a competitividade das micro, pequenas e médias
empresas. Organizou e oferece a todas as pessoas interessadas e aos colaboradores de
empresas e organismos associativos dos diversos sectores de actividade este curso, a
realizar em regime presencial , na certeza de que ela responderá a uma preocupação
actual das entidades patronais e dos seus trabalhadores.
Síntese do curso
Este curso engloba matérias de natureza pluridisciplinar que devem integrar os
princípios de desenvolvimento organizacional, visando o aumento da qualidade de vida
no trabalho pela redução dos acidentes e das doenças profissionais, e o aumento da
competitividade das empresas e organizações pela melhoria da sua produtividade e da
qualidade dos produtos elaborados e dos serviços prestados. O curso aborda matérias
muito diversas que interessam a todas as actividades laborais, quer estas se situem no
domínio da indústria, quer no do comércio, quer ainda no domínio dos serviços ou no da
agricultura.

Objectivos Gerais do Curso


Identificam-se como objectivos gerais deste curso os seguintes:

1) Responder às exigências da livre circulação de trabalhadores que actuam na área


da segurança e higiene do trabalho, ao nível do território nacional( Moçambique)
2) Assegurar a implementação e desenvolvimento, nos locais de trabalho, de
serviços de prevenção e de protecção contra riscos profissionais, num quadro de
promoção da melhoria das condições de trabalho e da competitividade
económica que dê resposta às mutações tecnológicas;
3) Alertar os participantes para a importância económica e social da prevenção dos
riscos profissionais;
4) Consciencializar os participantes para a necessidade social e humana, e para as
vantagens económicas, da melhoria das condições de trabalho;
5) Proporcionar aos participantes conhecimentos sobre assuntos gerais e
específicos de segurança, higiene e saúde no trabalho, que lhes permitam
desenvolver competências para:
 Realizar ações de sensibilização/formação no campo da HST;
 Intervir na concepção e adaptação dos postos e locais de trabalho;
 Escolher, e justificar a essa escolha, sistemas e dispositivos de proteção;
 Definir de procedimentos a cumprir nas tarefas que potenciem riscos,
com a finalidade de eliminar ou reduzir os esses riscos profissionais,
tendo em vista a diminuição dos acidentes de trabalho e de doenças
profissionais;
 Executar avaliações de riscos profissionais e propor as soluções
adequadas
Públicos-Alvo e Pré-Requisitos dos Formandos
 Empregadores e trabalhadores de micro, pequenas, médias e grandes empresas;
 Representante dos empregadores, designado como responsável pela estrutura
interna de HST da empresa.

Admite-se que o curso possa interessar, ainda, a outros tipos de públicos-alvo


constituídos por:

 Empresários em geral, interessados na gestão directa da HST nas suas empresas;


 Quadros técnicos de pequenas, médias ou grandes empresas/organizações e, de
um modo geral, todos quantos nos seus locais de trabalho, tenham alguma
capacidade de influenciar as condições ambientais do trabalho e da segurança
dos trabalhadores e que necessitem de uma qualificação global em assuntos de
HST;
 Todas as pessoas interessadas em obter uma formação de nível superior
alargada, em assuntos de HST

Pré-requisitos dos formandos


Dada a duração e o regime de lecionação considera-se como factor de sucesso neste
curso:

I. A sua disponibilidade total para interagirem com os professores e colegas na


colocação de questões ou dúvidas sobre a matéria,
II. A motivação dos formandos
III. Disponibilidade de tempo para estudarem os conteúdos, elaborarem todas as
actividades sugeridas;
IV. Elaborarem o relatório final da prática realizada em contexto real de trabalho,
todavia, os formandos devem possuir:
a. Habilitações literárias no mínimo nível médio do Sistema Nacional de Educação
ou equivalente. Sem limitar os que tenham nível superior;
b. Disponibilidade de 10 horas por semana, concretamente nos sábados
Competências Gerais a Adquirir

No final do curso os formandos devem ter adquirido conhecimentos e obtido, ou


desenvolvido e capacidades que lhes permitam:

 Aplicar metodologias e técnicas de avaliação de riscos potenciais na fase de


concepção de locais, postos e processos de trabalho;
 Aplicar os princípios, modelos e técnicas de planeamento à organização do
sistema gestão da prevenção de riscos e à elaboração do plano de prevenção de
riscos profissionais.
 Utilizar os métodos e as técnicas adequadas à avaliação dos riscos associados às
condições de segurança e higiene no trabalho, aos factores ergonómicos e
psicossociais e à organização do trabalho;
 Analisar e definir medidas exequíveis de prevenção e de proteção;
 Operacionalizar e controlar a implementação das medidas de prevenção e de
proteção;
 Promover comportamentos seguros e a utilização correta dos equipamentos de
trabalho e de proteção;
 Promover o interesse e a cooperação voluntária dos trabalhadores nas acções
preventivas;
 Motivar os trabalhadores na adoção de comportamentos corretos e seguros no
exercício da sua actividade profissional;
 Elaborar propostas de medidas de prevenção e de medidas de proteção para a
eliminação, ou minimização, de riscos nos locais de trabalho, visando sempre
um aumento da segurança e do conforto no trabalho e uma diminuição das
doenças profissionais;
 Aplicar as metodologias de análise de custo/benefício no domínio planeamento
da prevenção de riscos.
Formas de culminação do curso
A culminação do curso será através da elaboração e apresentação de relatório de estágio
profissional no contacto real do trabalho.

O curso está estruturado nas seguintes unidades modulares (UM)

Unidade Modular Horas lectivas


Horas Horas Total
de contacto de estudo
UM-1.Estatística aplicada a Higiene e 50 85 135
segurança no Trabalho
UM2-Avalição e controlo de riscos 100 170 270
Profissionais
UM-3 Legislação aplicada a Higiene e 50 85 135
segurança no Trabalho
UM-4 Psicossociologia do Trabalho 30 55 85
UM-5 Organização de emergência 75 120 195
UM-6 Riscos Profissionais 50 85 135
UM-7 Ergonomia no Trabalho 75 120 195
UM-8 Higiene no Trabalho 100 170 270
UM-9 Segurança no Trabalho 100 170 270
UM-10 Gestão de prevenção 50 85 135
UM-11 Técnica De Informação 30 55 85
,Comunicação e Negociação
Estágio no Contexto de Trabalho 130 130
PLANOS TEMÁTICOS DOS MÓDULOS
UNIVERSIDADE LÚRIO

FACULDADE DE ENGENHARIA

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA GEOLÓGICA

Módulo- Estatística aplicada a Higiene e segurança no Trabalho


Horas – 135( contacto-50; estudo – 85)

1. Competências
 Aplicar e desenvolver técnicas de recolha e análise de dados;
 Aplicar métodos quantitativos na elaboração de um plano de segurança;
 Processar e analisar dados utilizando o Excel;

Objectivos gerais
 Elaborar relatórios fazendo um uso apropriado da informação estatística.
 Transformar em base de dados as respostas aos questionários;
 Dada uma situação aplicar as diferentes formas de recolha de amostras;
 Utilizar gráficos e tabelas na interpretação de dados;

Plano temático
Nr Tema Horas de Horas de estudo
contacto
1 Estatística descritiva 30 50
2 Fiabilidade 25 35
Sub-total 135
UNIVERSIDADE LÚRIO

FACULDADE DE ENGENHARIA

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA GEOLÓGICA

Módulo- Avalição e controlo de riscos Profissionais


Horas – 270 ( contacto-100; estudo – 170)

2. Competências
 Aplicar e desenvolver técnicas de recolha e análise de dados;
 Aplicar métodos quantitativos na elaboração de um plano de segurança;
 Processar e analisar dados utilizando o Excel;

Objectivos gerais

 Eliminar a possibilidade de quaisquer danos ou lesões, mediante a identificação,


o arrolamento e a hierarquização dos riscos inerentes as actividade e tarefas
desenvolvidas na empresa.
 Propor medidas de prevenção de riscos profissionais
 Saber quantificar qualitativamente e quantitativamente os riscos profissionais

Plano temático
Nr Tema Horas de Horas de
contacto estudo
1 Conceitos fundamentais 15 35
( risco e perigo )
Prevenção de riscos
- (tipos de prevenção)
-Escalas de quantificação dos riscos;

2 Identificação de factores de riscos e 20 40


avaliação de risco
-Identificação de perigos / factores de
riscos
-Estimar os riscos
- Valorar os riscos
- avaliação de riscos
3 Parâmetros de avalição de riscos 15 30
4 Métodos de avaliação de riscos 40 55
- Métodos de matriz simples 2x2
- Métodos de matriz simples 3x3
-Métodos de matriz simples 5x4
-Matriz composta
- Alocação de factor de risco
-Medida de controlo
-Implementação de medida de controlo
5 Controlo de risco 10 20
Medidas de prevenção e de proteção
(medidas de engenharia, organização do
trabalho, formação, informação, proteção
coletiva e individual)

Sub-total 270
UNIVERSIDADE LÚRIO

FACULDADE DE ENGENHARIA

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA GEOLÓGICA

Módulo- Legislação aplicada a Higiene e segurança no Trabalho


Horas – 135( contacto-50; estudo – 85)

3. Competências
 Descrever as responsabilidades dos empregadores e dos trabalhadores, no campo
da HST;
 Enunciar as intervenções a desenvolver no seu local de trabalho, tendo em vista
a redução dos acidentes de trabalho e da incidência das doenças profissionais;
 Descrever os processos de controlo dos riscos nos locais de trabalho;

 Objectivos gerais
 Dominar os princípios que regem sobre a segurança do trabalhador ;
 Conhecer os deveres e direitos do empregador e o trabalhador ;
 Identificar e interpretar e a legislação nacional mais relevante sobre SHT,
assim como as normas interacionais

Plano temático
Nr Tema Horas de Horas
contacto de
estudo
1 Conceitos jurídicos: diretivas, decisões e 5 15
regulamentos comunitários;
-Leis, decretos- lei, decretos regulamentares e
portarias
2 Noções de legislação laboral 10 20
Quadro normativo da prevenção de riscos 5 15
profissionais relativo à gestão de um sistema de
prevenção na empresa
Legislação relativa à elaboração de planos 5 15
detalhados de prevenção e proteção
Legislação nacional de âmbito sectorial 10 25
(estabelecimentos industriais e de escritório,
comércio e serviços, minas e pedreiras, estaleiros
temporários ou móveis)
Reparação de acidentes de trabalho e doenças 5 15
profissionais
Direito laboral (Tempos de trabalho, 10 25
Contratos de trabalho, Mobilidade,
Despedimentos, Cessação dos contratos de trabalho
e indemnização)
Sub-total 135
UNIVERSIDADE LÚRIO

FACULDADE DE ENGENHARIA

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA GEOLÓGICA

Módulo- Psicossociologia de Trabalho

Horas – 85 ( contacto-30; estudo – 55)

4. Competências
 Aplicar os métodos e técnicas de avaliação dos factores psicossociais;
 Aplicar medidas preventivas que favoreçam o controlo do stresse e do erro
humano;
 Reconhecer a importância da intervenção psicossocial de alterações na
organização do trabalho e no indivíduo

Objectivos gerais
 Identificar, prevenir e combater as consequências que os factores
psicossociais têm no sistema de trabalho, tanto ao nível da organização,
como ao nível do indivíduo,
 Propor medidas organizacionais que permitam a boa produtividade da
empresa e um bom conforto ao trabalhador;

Plano temático
Nr Tema Horas de Horas de
contacto estudo
1 Metodologia e técnicas de avaliação dos factores 5 12
psicossociais
2 Intervenção psicossocial: alterações na 10 20
organização do trabalho, alterações no indivíduo.
O stresse: conceito, factores de risco, avaliação do 5 8
risco, consequências, medidas preventivas
O erro humano: conceito, causas e consequências, 10 15
medidas preventivas
-Assédio moral e assédio sexual.
-Precariedade do emprego e mudanças tecnológicas

Sub-total 85

UNIVERSIDADE LÚRIO
FACULDADE DE ENGENHARIA

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA GEOLÓGICA

Módulo- Gestão de prevenção de riscos


Horas – 135 ( contacto-50; estudo – 85)

5. Competências
 Identificar os grandes objectivos da prevenção;
 Descrever os elementos principais do conceito atual de prevenção;
 Citar e descrever alguns dos princípios gerais da prevenção;
 Enunciar algumas medidas de prevenção;
 Identificar e interpretar alguns documentos legislativos que tenham por objeto a
prevenção de acidentes de trabalho
 Elaborar um plano de prevenção e de gestão de riscos

Objectivos gerais
 Descrever algumas medidas a tomar em cada uma das etapas do processo de
gestão;
 Enumerar os vários índices de acidentes utilizados nas estatísticas e no
controlo da prevenção;
 Aplicar uma metodologia simples de análise e avaliação de riscos
profissionais
 Reagir em situações de emergência e elaborar um plano de emergência
interno

Plano temático
Nr Tema Horas de Horas
contacto de
estudo
1 Conceitos fundamentais : trabalho, saúde, 10 20
perigo, risco, acidente, acidente grave, incidente,
doença profissional, doença relacionada com o
trabalho, condições de trabalho, prevenção,
prevenção integrada, proteção, avaliação de
riscos, controlo de riscos
2 Principais funções da gestão (recursos humanos; 15 20
organização do trabalho; formação e informação;
produção; aprovisionamento; manutenção;
qualidade; ambiente; prevenção de riscos
profissionais; sistemas de informação e de
comunicação)
3 Modelos e formas de organização do trabalho; 5 8
4 Critérios de avaliação de propostas (técnicos, 5 15
sociais e económicos)
5 -Modelos de gestão da prevenção de riscos 5 20
profissionais ;
6 Planos de prevenção 5 15
7 Princípios de ética e de deontologia aplicáveis aos 5 25
profissionais da prevenção dos riscos
profissionais
Sub-total 135

UNIVERSIDADE LÚRIO

FACULDADE DE ENGENHARIA

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA GEOLÓGICA


Módulo- Organização da Emergência
Horas – 175 ( contacto-75; estudo – 120)

Competências

 Dominar as técnicas e evacuação em caso de emergência


 Elaborar um plano de emergência interno
 Identificar os tipos de extintores mediante a classe de incêndio

Objectivos gerais
 Descrever algumas medidas a tomar em caso de uma emergência
 Aplicar técnicas eficientes e eficazes no combate a incêndio
 Dominar sinalizações de saída de emergência e locais de encontro de
emergência
 Reagir em situações de emergência
 formar e informar os trabalhadores na matéria de emergência

Plano temático
Nr Tema Horas de Horas de
contacto estudo
1 Metodologias, meios e equipamentos necessários 10 35
à estruturação de planos de emergência;
-Critérios de localização e dimensionamento de
vias e saídas de emergência
2 Critérios de dimensionamento de recursos 10 20
humanos
3 Critérios de localização e dimensionamento de 10 15
equipamentos de combate, de evacuação e de
primeiros socorros
4 Equipamentos de proteção individual e respetivas 15 15
características (a utilizar pelas equipas de
intervenção
5 Entidades e organismos responsáveis pela 10 20
proteção civil
6 Sistemas de combate a incêndios e respetivos 10 15
critérios de dimensionamento.
7 Plano de emergência 10 25
Sub-total 175
UNIVERSIDADE LÚRIO

FACULDADE DE ENGENHARIA

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA GEOLÓGICA

Módulo- Ergonomia no Trabalho


Horas – 175 ( contacto-75; estudo – 120)

Competências

 Aplicar instrumentos de análise das condições de trabalho, adaptando-os à sua


organização.
 Traçar as linhas de um projecto de melhoria das condições de trabalho de uma
organização;
 Reconhecer quando um ambiente, posto ou local de trabalho é incorreto ou
inadequado sob o ponto de vista da ergonomia e apontar concretamente o que
está mal e a forma como corrigir;

Objectivos gerais
 Propor medidas concretas de natureza preventiva e ou corretiva contra os
riscos com implicações ergonómicas detetados;
 Identificar e avaliar os riscos da não preocupação ergonómica;
 Optimizar condições de trabalho específicas;
 Avaliar as condições ergonômicas da empresa ;

Plano temático
Nr Tema Horas de Horas de
contacto estudo
1 Conceitos fundamentais( ergonomia, ambiente, 5 20
risco e perigo )
2 Noções de fisiologia (trabalho muscular) 10 20
- Antropometria
3 Conceção de postos e de locais de trabalho e 10 15
conceção de equipamentos de trabalho
- Interface homem- máquina
4 Factores ambientais de incomodidade: ruído 10 15
(tarefas que requerem concentração e sossego),
vibrações, ambiente térmico, qualidade do ar
5 Sistemas de iluminação: tipos, parâmetros e 15 20
unidades de medição, equipamentos de leitura e
seus princípios de funcionamento, efeitos sobre
a visão, critérios para avaliação do risco,
medidas de prevenção e de proteção, critérios
de manutenção e limpeza do sistema de
iluminação; níveis de iluminação
recomendados, normas técnicas
6 Trabalho com ecrãs de visualização: riscos, 10 15
medidas de prevenção e de proteção, legislação
7 Organização do trabalho: conceitos, 10 25
metodologia e critérios de avaliação de riscos
associados à:
I. Carga física do trabalho (esforços,
posturas, trabalho sedentário, trabalho
em pé);
II. Carga mental do trabalho (trabalho
monótono e repetitivo);
III. Organização do tempo de trabalho
(trabalho por turnos e trabalho noturno
Sub-total 175

UNIVERSIDADE LÚRIO

FACULDADE DE ENGENHARIA

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA GEOLÓGICA

Módulo- Higiene no Trabalho


Horas – 270 ( contacto-100; estudo – 170)

Competências

 Listar os principais riscos físicos existentes nos locais de trabalho e os seus


efeitos na saúde dos trabalhadores;
 Demonstrar aos participantes a importância social e económica do ruído
excessivo nos locais de trabalho, através da análise das suas consequências na
saúde e na segurança dos trabalhadores, e ainda na sua rentabilidade e qualidade
do trabalho realizado;
 Enumerar algumas consequências do ruído excessivo para a saúde e para a
segurança dos trabalhadores;

Objectivos gerais
 Evidenciar a relação direta entre as condições de trabalho e os factores de
risco físico, designadamente as vibrações, e as doenças profissionais;
 Caracterizar os riscos físicos, químicos e biológicos e seus efeitos no corpo
humano ;
 Enunciar e aplicar formas de controlo das vibrações mecânicas possíveis de
se transmitir ao homem
 Identificar os contaminantes químicos e avaliar os seus riscos
 Aplicar métodos de actuação sobre os contaminantes químicos na fonte, no
meio difusor e no receptor

Plano temático
Nr Tema Horas de Horas de
contacto estudo
1 Noções de toxicologia (vias de penetração dos 5 20
tóxicos no organismo, concentrações e doses
letais, toxicidade aguda e crónica, efeito dose-
resposta, efeitos fisiológicos dos tóxicos)
Metodologias e técnicas de avaliação e controlo
da exposição a agentes diversos
2 Agentes químicos: 25 40
-Tipos, classificação de perigo, vias de
penetração no organismo, efeitos da exposição,
valores limite de exposição e níveis de ação;
medidas de prevenção e de proteção coletiva e
individual, exposição a agentes químicos
específicos (cancerígenos, amianto, chumbo,
cloreto de vinilo), legislação aplicável
3 Agentes físicos: 25 40
,Ruído: parâmetros e unidades de medição,
equipamentos de leitura e seu princípios de
funcionamento, efeitos da exposição, valores
limite de exposição e nível de ação;
-Medidas de prevenção e de proteção coletiva e
individual, legislação e normas técnicas
Ruídos e vibrações
4 Ambiente térmico: conceito de “stresse 25 30
térmico” e de conforto térmico, parâmetros e
unidades de medição, equipamentos de leitura e
seu princípio de funcionamento, efeitos da
exposição ao “stress térmico”, valores limite de
exposição
-medidas de prevenção e de proteção
coletiva e individual, critérios para avaliação
do conforto térmico, legislação e normas
técnicas
5 Agentes biológicos: 20 40
Noções de microbiologia e epidemiologia;
classificação, perigos, efeitos da exposição,
critérios de avaliação da exposição, medidas de
prevenção e de proteção coletiva e individual,
legislação ;
-Efeitos resultantes de exposições combinadas
(exposição simultânea ou sequencial a vários
fatores de risco)
Sub-total 270
UNIVERSIDADE LÚRIO

FACULDADE DE ENGENHARIA

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA GEOLÓGICA

Módulo- Segurança no Trabalho


Horas – 270 ( contacto-100; estudo – 170)

Competências

 Indicar os equipamentos ou dispositivos de protecção individual que se


tornam necessários no seu local de trabalho ou na sua empresa;
 Aplicar aos seus locais de trabalho medidas de natureza organizacional, de
natureza construtiva e de protecção individual como forma de redução dos
riscos que correm os trabalhadores;
 Selecionar criteriosamente os diversos tipos de equipamentos de protecção
individual, listando as especificações mais importantes a que cada um deve
obedecer;
 Aplicar as formas corretas e seguras de levantar e transportar cargas
manualmente

Objectivos gerais

 Identificar corretamente a sinalização de segurança: sinais de proibição, de


aviso, de obrigação, de salvamento e saúde e de combate a incêndios.
 Aplicar os meios de prevenção de fogos mais adequados a cada caso;
 Selecionar os meios mais adequados de combate a incêndios;
 Selecionar detetores automáticos de incêndio, considerando as
características técnicas de cada tipo e as condições específicas dos locais a
proteger;
 Selecionar o(s) método(s) de extinção mais adequado(s) a cada
instalação/espaço.

Plano temático
Nr Tema Horas de Horas de
contacto estudo
1 Princípios e domínios da Segurança do Trabalho 5 20
-Causas e consequências dos acidentes de trabalho
2 Avaliação e Controlo de Riscos 15 30
Avaliação e controlo de riscos associados a:
a. Locais e postos de trabalho: riscos, medidas
preventivas e de proteção e legislação aplicável;
Equipamentos de trabalho: riscos, medidas
preventivas e de proteção e legislação aplicável;
b. Armazenagem, utilização e eliminação de 10 15
produtos químicos perigosos: riscos, medidas
preventivas e de proteção e legislação aplicável;
c. Transporte mecânico de cargas: riscos, 25 30
medidas preventivas e de proteção e legislação
aplicável

d. Transporte manual de cargas: riscos, medidas 15 40


preventivas e de proteção e legislação aplicável;
Actividades e operações particularmente
perigosas, (soldadura, trasfega de líquidos
inflamáveis, trabalhos em espaços confinados,
trabalhos hiperbáricos, trabalhos em altura).

3 Avaliação e controlo de riscos específicos 10 35


a) Riscos elétricos: técnicas de avaliação de
riscos, medidas preventivas e de proteção
legislação aplicável
b) Risco de incêndio e explosão: técnicas de
avaliação de riscos, medidas preventivas e de
proteção e legislação aplicável;
c) Riscos de emissão e dispersão de produtos 15
tóxicos: técnicas de
avaliação de riscos, medidas preventivas e de
proteção e legislação aplicável

4 Segunça nos estaleiros de construção civil 25 30


Sub-total 270
UNIVERSIDADE LÚRIO

FACULDADE DE ENGENHARIA

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA GEOLÓGICA

Módulo- Técnica De Informação ,Comunicação e Negociação


Horas – 135 ( contacto-50; estudo – 85)

Competências

 Aplicar técnicas de identificação de necessidades de formação relativamente a


prevenção de riscos profissionais.
 Aplicar as metodologias e técnicas adequadas para avaliação da qualidade e
eficácia da informação e comunicação
 Implementar as técnicas de informação, de comunicação e de negociação;
 Aplicar técnicas de negociação com outras empresas na matéria de HST

Objectivos gerais
 Utilizar técnicas adequadas à avaliação da qualidade e eficácia da Formação;
 Dominar as técnicas de comunicação e negociação nas sessões de
sensibilização e na concretização de acções de formação.
 Implementar técnicas de identificação de necessidades de informação
relativamente a prevenção de riscos profissionais

Plano temático
Nr Tema Horas de Horas
contacto de
estudo
1 Elementos da arquitetura tecnológica (infraestruturas, 5 10
software) e da arquitetura da informação (quem cria
informação e quem a utiliza)
2 Metodologias e técnicas de conceção de programas de 5 15
formação (definição de objetivos e conteúdos
pedagógicos, recursos e condições de execução da
formação)
Instrumentos de informação e seus domínios de 10 15
aplicação utilizados na prevenção de riscos
profissionais (cartaz, boletim, videograma, diaporama)
Técnicas de avaliação dos formandos 5 15
-Tipos de informação ( de suporte a realização de 10 10
operações e de tarefas; informação para a decisão e
informação para a qualificação);
-técnicas de informação, de comunicação e de
negociação;
Metodologias e técnicas adequadas para avaliação da 5 15
qualidade e eficácia da informação e comunicação
Princípios e técnicas de liderança, orientadas para a 10 25
coordenação de equipas de trabalho
Sub-total 135
UNIVERSIDADE LÚRIO

FACULDADE DE ENGENHARIA

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA GEOLÓGICA

Módulo- estágio no Contexto real de Trabalho


Horas – ( contacto-135)

A COMPONENTE PRÁTICA DO CURSO, A REALIZAR EM REGIME


PRESENCIAL E EM CONTEXTO REAL DE TRABALHO (ESTÁGIO) É
OBRIGATÓRIA PARA OS FORMANDOS.

A componente prática visa permitir o treino das competências adquiridas em toda a pós-
formação, ao mesmo tempo que permite a adequação dos participantes às necessidades
do mercado de trabalho. O treino das competências adquiridas deve ser realizado
através de:

 Um estágio profissional em empresas/instituições com as quais a Unilúrio,


celebrará protocolos de colaboração do qual resultará um Relatório Final que
será objecto de avaliação.
 A duração desta componente prática em contexto real de trabalho é de 130 horas

Você também pode gostar