Você está na página 1de 16

RIO GRANDE DO NORTE

SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA


E DA DEFESA SOCIAL
POLÍCIA MILITAR
QUARTEL DO COMANDO GERAL
AJUDÂNCIA GERAL

BOLETIM GERAL Nº 025


Natal/RN, 05 de fevereiro de 2018

(Segunda-feira)

COMANDANTE GERAL:..............…...Cel PM Osmar José Maciel de Oliveira


SUBCOMANDANTE E CH. DO EMG:….Cel PM Lenildo Melo de Sena
DIRETOR DO CES:……………………...Cel PM André Luiz Vieira de Azevedo
DIRETOR DE SAÚDE:.…….................….Cel QOSPM Roberto Duarte Galvão
DIRETOR DE FINANÇAS:...………….…..Cel PM Durval de Araújo Lima
DIRETOR DA DAL:.........................…...….Cel PM Klecius Bandeira Cavalcanti
DIRETOR DE ENSINO:…………………Cel PM Raimundo Aribaldo Mendes de Souza
DIRETOR DE PESSOAL:……………......Cel PM José Francisco Pereira Júnior
COMANDANTE DO CPI:…………..…....Cel PM Wellington Arcanjo de Morais
COMANDANTE DO CPM:………………Cel PM Zacarias Figueiredo de Mendonça Neto
RESP. PELA FUNÇÃO DE CMT DO CPRE:….…TC PM Manoel Kennedy Nunes do Nascimento
BG Nº 025, de 05 de fevereiro de 2018 002

Para conhecimento e devida execução, torno público o seguinte:

1ª P A R T E
(Serviços Diários)

I - SERVIÇO DE ESCALA
Uniforme: Guarda e Reforço do QCG 4º A, com equipamento, serviço operacional e
Policiamento Ostensivo: o específico de cada OPM.
Para o dia 06 (Terça-feira)
Superior de Dia ao CPM.......................…Maj PM Fontes
Supervisor de Operação............................Cap PM Ivson
Oficial Supervisor do HCCPG...............……Maj QOSPM Sylvio
Fiscal de Dia ao QCG…...…..…..…......…...ST PM Sílvia
Reforço da Guarda do QCG............................Cb PM Nº 04.0156 Leal (CC)
Cb PM Nº 01.0229 Costa Júnior (Banda)
Cb PM Nº 06.0643 De Melo (DAL)

2ª P A R T E
(Ensino e Instrução)

II - CURSO DE APERFEIÇOAMENTO DE OFICIAIS – CAO


PARECER 001-DE/3-2018, DE 10 DE JANEIRO DE 2018.
Protocolo nº: 246625/2017-1
Interessado: Capitão PM Rodrigo Wanderley Couceiro Costa
Assunto: Requerimento para reconhecimento e a equiparação do Curso de
Aperfeiçoamento de Oficiais – CAO, na Polícia Militar do Distrito Federal – PMDF.
1. DOS FATOS:
1.1 O Capitão PM Rodrigo Wanderley Couceiro Costa, matrícula funcional nº
170.081-2, deu entrada, por meio de requerimento, conforme protocolo supracitado para
que o Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais (CAO), realizado na Polícia Militar do
Distrito Federal (PMDF), no período de 13 de abril a 04 de agosto de 2017, fosse
reconhecido pela PMRN como equivalente ao Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais
(CAO) da PMRN, tendo sido anexado ao processo, pelo interessando, cópias da Carteira
de Identidade (fl. 05), Certificado e Histórico Escolar do referido curso (fl. 04);
1.2 O Cap QOPM Rodrigo Wanderley COUCEIRO Costa fora convocado para
participar do processo seletivo para ingresso no CAO/2016 da PMRN, conforme
Boletim Geral nº 053, de 22 de março de 2016, contido nas fls 08 a 10, deste processo;
1.3 O CAO/PMRN – 2016, estava previsto para ser realizado no ano de 2016, em
parceira com Escola de Governo do Rio Grande do Norte (EGRN), Universidade
Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) e PMRN, como Curso de Pós-Graduação
Lato Sensu, conforme Processo Administrativo, sob o protocolo nº 57973/2016 – 5,
porém ainda não foi efetivado, e sua última movimentação ocorreu em 28/06/2017 para
a UERN, de acordo com o histórico do protocolo, contido nas fls 11;
1.4 O Cap QOPM Rodrigo Wanderley COUCEIRO Costa passou por todas
etapas do processo seletivo do CAO/2016, conforme Portaria nº 022/2017-DP/5 de 17
de abril de 2017, que torna pública a relação dos Capitães QOPM considerados
aprovados no processo seletivo para o CAO, publicado no BG nº 072 de 19 de abril de
2017, contido nas fls 12 e 13.
BG Nº 025, de 05 de fevereiro de 2018 003

1.5 Apesar do citado no item 1.4, o Cap PM COUCEIRO fora apresentado para o
Curso o 1º Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais (CAO) 2017 – EAD – Modalidade
Semipresencial, na Polícia Militar do Distrito Federal, pelo Exmo. Srº Caio César
Marques Bezerra, então Secretário de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social,
conforme Ofício nº 0434/2017/GS-SESED, de 12 abril de 2017 (fl. 14);
1.6 No dia 13 de setembro de 2017, fora solicitado a publicação em Boletim
Geral da Corporação, através de Despacho do Chefe de Gabinete da SEDED (fl. 15), do
Certificado de Conclusão do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais do Cap QOPM
Couceiro, realizado no Instituto Superior de Ciências Policiais – ISCP, Brasília/DF; e
1.7 O Certificado expedido pela PMDF que o Cap PM COUCEIRO apresentou
atende ao estabelecido em todos os itens na Resolução nº 01, de 08 de junho de 2007, do
Conselho Nacional de Educação (CNE), do Ministério da Educação (MEC), como curso
pós-graduação, lato sensu, exceto o inciso V, do Art. 7º “citação do ato legal de
credenciamento da instituição”, contido nas folhas 16 e 17, deste caderno processual.
2. PARECER:
A partir dos fatos elencados, verificou-se que o Cap PM COUCEIRO preenchia
os requisitos necessários para frequentar o Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais da
PMRN, porém foi observado que o referido Oficial, não o realizou nesta distinta
Corporação, optando por realizá-lo na PMDF, sem a inobservância do preceitua os
incisos I e II do Art. 13 do Cap. VII, da Normas e para o Planejamento e Conduta de
Ensino – NPCE/2008, qual teve sua aprovação publicada no BG nº 018, de 25 de janeiro
de 2008 (fl. 18) que trata a respeito dos Cursos e Estágios Fora da Corporação:
Art. 13 – Poderão ser aproveitadas vagas oferecidas nos cursos/estágios a se
realizarem nas FFAA, Coirmãs, Organizações Estrangeiras de natureza civil ou militar
ou Estabelecimentos do Ensino Público, seguindo-se as orientações desta NPCE. I –
Com relação aos cursos/estágios ofertados pelas entidades supramencionadas à
Corporação, a Diretoria de Ensino se encarregará de relacioná-los e levá-los à
apreciação do Senhor Comandante Geral, a fim de assessorá-lo na decisão de quais
serão aceitos, após observação e ciência da real necessidade da corporação em ter
pessoal formado ou instruído na área especificamente oferecida; II – Sendo aceito, o
curso/estágio será inserido no banco de dados da DE dando-se início a processo seletivo
para posterior indicação de pessoal habilitado ao preenchimento da(s) vaga(s)
oferecida(s), com todas as etapas do processo de seleção devidamente publicadas em
Boletim Geral, exceto nos casos de indicação direta do Comando, respeitando-se os
interesses da corporação; (NPCE/2008).
No entanto, conforme preceitua a Lei de Diretrizes e Base da Educação
Nacional, Lei nº 9.394/06, em seu Art. 83 “O ensino militar é regulado em lei
específica, admitida a equivalência de estudos, de acordo com as normas fixadas pelos
sistemas de ensino”, bem como o Decreto Estadual nº 14.055, de 09 de julho de 1998,
que em seu Art. 28 afirma que “Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais (CAO) destina-
se a atualizar e ampliar os conhecimentos do Capitão PM, habilitando-o para o
exercício de cargos e funções próprias de Oficial Superior da PM, consignados no
Quadro de Organização da Corporação”.
Diante do exposto, esta Diretoria reconhece que o curso realizado pelo CAP PM
COUCEIRO, o 1º Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais (CAO) 2017 – EAD –
Modalidade Semipresencial, na Polícia Militar do Distrito Federal, como Curso de
Aperfeiçoamento de Oficiais PM, portanto, sendo de parecer favorável à
homologação do certificado do CAO do Cap PM Couceiro, expedido pela PMDF, SMJ.
BG Nº 025, de 05 de fevereiro de 2018 004

Por outra perspectiva e visando o cumprimento das leis e normas que regem a
PMRN, sugere-se que a Diretoria de Ensino analise e adote as medidas julgadas
pertinentes à não adoção das regras supracitadas, por parte do referido oficial, para que
tal postura não venha a causar transtorno à administração na Instituição, doravante, que
tem como pilares essenciais a hierarquia e a disciplina.
Natal/RN, 10 de janeiro de 2018.
João Batista da Silva, Maj PM - Respondendo pela chefia da DE/3.
Encaminhamento Nº 021/2018-DP/4 em 31/01/2018: 1. Acato o proposto. 2.
Publique-se em BG.

3ª P A R T E
(Assuntos Gerais e Administrativos)

III - CONCESSÃO DE MEDALHAS – Transcritas do DOE de 03/02/2018 - Edição


Nº 14.105.
O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, usando das
atribuições que lhe confere o art. 64, inciso V, da Constituição Estadual, combinado com
os arts. 11, do Regulamento aprovado pelo Decreto nº 7.215, de 19 de outubro de 1977, e
16, do Regulamento aprovado pelo Decreto nº 7.460, de 31 de outubro de 1978, e tendo
em vista o que consta no Processo nº 261464/2017-2 – PMRN,
R E S O L V E conceder a “Medalha Policial Militar” e respectivos passadores de
prata e bronze aos Policiais Militares abaixo relacionados, por terem completado 20
(vinte) e 10 (dez) anos de bons e efetivos serviços:
Medalha com passador de prata (20 anos)
ORD. GRAD. N° PRAÇA MAT. NOME
1 2º SGT 97.273 114.505-3 DÁRIO DE BRITO TAVARES
2 2º SGT 97.276 114.529-0 JERSON ALVES DA COSTA
3 3º SGT 97.148 114.367-0 JOSÉ ALVES DA COSTA
4 3º SGT 97.189 114.261-5 WHASHINGTON WELLINGTON LUIZ PEREIRA SILVA
5 3º SGT 97.419 114.843-5 RADMAK FERNANDES ARAÚJO
6 CABO 95.086 113.879-0 MOISÉS PEREIRA DA SILVA
7 CABO 97.298 114.497-9 ALEXANDRO SANTOS DE MELO
8 CABO 97.408 114.809-5 JOSÉ LUIZ CÂMARA
9 CABO 97.475 114.836-4 MERO MAX ALVES
10 CABO 97.730 114.542-8 JORGE LUIZ MARTINS DA SILVA
Medalha com passador de bronze (10 anos)
ORD. GRAD. N° PRAÇA MAT. NOME
1 CABO 2006.256 194.952-7 JOÃO PAULO ALVES BATISTA
2 CABO 2006.799 194.915-2 JOSÉ CIPRIANO DE MEDEIROS NETO
3 CABO 2006.833 195.494-6 MÁRCIO ALBUQUERQUE FIRMO DE SOUZA
Palácio de Despachos de Lagoa Nova, em Natal/RN, 02 de fevereiro de 2018,
197º da Independência e 130° da República.
ROBINSON FARIA
Sheila Maria Freitas de Souza Fernandes e Melo

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, usando das


atribuições que lhe confere o art. 64, inciso V, da Constituição Estadual, combinado com
os arts. 11, do Regulamento aprovado pelo Decreto nº 7.215, de 19 de outubro de 1977, e
16, do Regulamento aprovado pelo Decreto nº 7.460, de 31 de outubro de 1978, e tendo
em vista o que consta no Processo nº 191027/2017-8 – PMRN,
R E S O L V E Conceder a “Medalha Policial Militar” e respectivo passador de
bronze aos Policiais Militares abaixo relacionados, por terem completado 10 (dez) anos
BG Nº 025, de 05 de fevereiro de 2018 005

de bons e efetivos serviços:


Medalha com passador de bronze (10 anos)
ORD. GRADUAÇÃO N° PRAÇA MAT. NOME
1 ST PM - 112.817-5 JORGE ALVES DE SOUSA
2 ST PM - 054.875-8 ADENAUER MAILER DE MORAIS
3 1º SGT PM 93.0297 113.000-5 DANIEL SOARES DE ANDRADE
4 3º SGT PM 93.0385 112.960-0 ADILSON RAMOS BASÍLIO
5 CABO PM 92.0532 112.270-3 FRANCIRLÔNIO SILVÉRIO DA SILVA
6 CABO PM 92.0580 112.357-2 JURANDIR PEDRO DA SILVA
7 CABO PM 90.0049 111.382-8 OLAVO SOARES PEREIRA
Palácio de Despachos de Lagoa Nova, em Natal/RN, 02 de fevereiro de 2018,
197º da Independência e 130° da República.
ROBINSON FARIA
Sheila Maria Freitas de Souza Fernandes e Melo

IV - DISPENSA DE FUNÇÃO DE COMANDO E CHEFIA – Transcrita do DOE


de 03/02/2018 - Edição Nº 14.105.
PORTARIA Nº 023/2018-DP/4, DE 1º DE FEVEREIRO DE 2018.
O DIRETOR DE PESSOAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO
GRANDE DO NORTE, usando das atribuições que lhe confere o art. 15, da Lei
Complementar Nº 090, de 04 de janeiro de 1991, combinado com os arts. 1º e 4º, da
Lei Complementar Nº 331, de 28 de junho de 2006, e com o art. 1º da Res. Adm. Nº
008/2017-GCG, de 31 de julho de 2017, publicada BG N° 143, de 02 de agosto de
2017, RESOLVE:
1. Designar:
- O Capitão QOPM JOSÉ MAURÍCIO DE PONTES FILHO, matrícula Nº
163.556-5, para exercer a Função de Comando e Chefia (FCC – IV), Comandante da
2ª Companhia de Polícia Militar do 8º Batalhão de Polícia Militar – 8º BPM
(Canguaretama/RN), a contar de 31 de janeiro de 2018;
- O 2º Tenente QOPM IVALDO FARIAS SILVA FILHO, matrícula Nº
217.391-3, para exercer a Função de Comando e Chefia (FCC – V), Subcomandante
da 1ª Companhia de Polícia Militar do 9º Batalhão de Polícia Militar – 9º BPM
(Natal/RN), a contar de 31 de janeiro de 2018.
2. Os Oficiais designados no item 1 deverão comparecer a Diretoria de Pessoal
– DP/4 para a assinatura das Declarações de Acúmulo de Cargos e de Inexistência de
Parentesco, assinatura do Termo de posse, bem como entregar cópias do RG,
comprovante de quitação eleitoral, Declaração de Bens, cópia do último contra-cheque
e cópia da Carteira de Trabalho (folhas de identificação e folhas de contratos, mesmo
que em branco), até 05 (cinco) dias úteis, após a data da publicação desta Portaria,
para fins de prosseguimento do Processo de Implantação da Gratificação de Função de
Comando e Chefia, sob pena do não recebimento da respectiva gratificação.
3. Determinar a Seção DP/1 desta Diretoria de Pessoal para a publicação em
Diário Oficial do Estado, em seguida, remeter à Seção DP/4, para arquivar.
José Francisco Pereira Júnior, Cel QOPM - Diretor de Pessoal.

V - FÉRIAS DE PRAÇAS – Solicitações.


O Cap QOAPM Comandante do Pelotão de Guardas solicitou que as férias do 3º
Sgt PM Nº 97.119 Gildson Luiz da Silva, matrícula Nº 114.342-5, referentes ao exercício
2016, previstas para 1º a 30/11/2018 - 12ª turma, conforme BG Nº 240, de 28/12/2017,
BG Nº 025, de 05 de fevereiro de 2018 006

sejam antecipadas para gozo no período de 1º de fevereiro a 02 de março de 2018 - 3ª


turma.
(Ofício Nº 004/2018-Pelgdas, datado de 30/01/2018).
Despacho da Chefia do EMG em 31/01/2018: 1. Como solicita. 2. Publique-se
em BG.

O Cel QOPM Corregedor Aux. da PMRN solicitou que as férias do Cb PM Nº


2001.0573 Moacyr Georges de Medeiros, matrícula Nº 166.934-6, referentes ao
exercício 2017, previstas para 1º a 30/07/2018 - 8ª turma, sejam antecipadas para gozo no
período de 15 de fevereiro a 16 de março de 2018.
(Ofício Nº. 016/18-Sec, datado de 02/02/2018).
Despacho da Chefia do EMG em 05/02/2018: 1. Como solicita. 2. Publique-se
em BG.

O Sd PM Nº 2009.0265 Fabiano Amarante Martins, da DP/2, solicitou que suas


férias, referentes ao exercício 2017, previstas para 1º a 20/02 e os 10 (dez) dias restantes,
no período de 06 a 15/06/2018, conforme BG Nº 220, de 29/11/2017, sejam asseguradas
para gozo da seguinte maneira: 10 (dez) dias no período de 06 a 15 de junho de 2018 -
7ª turma e os 20 (vinte) dias restantes, no período de 1º a 20 de setembro de 2018 - 10ª
turma, por necessidade do serviço.
(Parte Nº 009/2018-DP/2, datada de 30/01/2018).
Despacho da Chefia do EMG em 31/01/2018: 1. Como solicita. 2. Publique-se
em BG.

VI - VIAGEM DE OFICIAL
A TC PM Lidiane Maria Clementino da Silva Oliveira, Presidente da
CPL/PMRN, solicitou autorização para viajar a cidade de Joinville/SC, no período de 10
a 16 de fevereiro, para tratar de assuntos de interesse particular, sem ônus para
corporação.
(Parte Especial S/N 2018-CPL, datada de 31/01/2018).
Despacho da Chefia do EMG em 02/02/2018: 1. Como solicita. 2. Publique-se
em BG.

VII - LICENÇA PATERNIDADE – Solicitação.


O Cb PM Nº 2000.0673 Renato Gomes de Medeiros, matrícula Nº 164.223-5,
solicitou a concessão dos 05 (cinco) dias de Licença Paternidade, no período de 22 a
26/01/2018, conforme nascimento de seu filho em 22/01/2018, expressos na Certidão de
Nascimento Nº 0949870155 2018 1 00550 049 0174395 09, remetida pelo 4º Ofício de
Notas, datada de 23/01/2018.
(Requerimento de Pessoal da PMRN, datado de 26/01/2018 - Parte Nº 003/2018 –
DP/3, datada de 1º/02/2018).
Despacho da Chefia do EMG em 02/02/2018: Publique-se em BG.

VIII - EXCLUSÃO DE PRAÇA POR FALECIMENTO


* PORTARIA Nº 0060/2018-DP/2, DE 02 DE JANEIRO DE 2018.
O DIRETOR DE PESSOAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO
GRANDE DO NORTE, usando das atribuições que lhe confere o artigo 15, da Lei
Complementar Nº 090, de 04 de janeiro de 1991, combinado com o artigo 87, inciso VIII
BG Nº 025, de 05 de fevereiro de 2018 007

e seu Parágrafo Único, da Lei Nº 4.630, de 16 de dezembro de 1976; com o inciso XI,
artigo 1º, Resolução Administrativa Nº 008/2017-GCG, de 31 de julho de 2017,
publicada no Diário Oficial do Estado de 02 de agosto de 2017 – Edição 13.980,
transcrita no BG Nº 143, de 02 de agosto de 2017 e tendo em vista o constante no
Processo protocolado sob o Nº 23367/2018-8, RESOLVE:
1. Excluir do efetivo da Polícia Militar, por falecimento, a contar de 29 de
janeiro de 2018, o SOLDADO PM Nº 2006.0221 DARLAN SANTANA CARVALHO,
matrícula Nº 195.008-8, filho de PAULO GONÇALVES DE CARVALHO e de
ROSÁLIA CARDOSO SANTANA, com 36 (trinta e seis) anos de idade, natural de
Morro do Chapéu/BA, conforme Certidão de Óbito matrícula N° 0949950155 2018 4
00200 181 0066081 78, datada de 30 de janeiro de 2018, lavrada no 5º Ofício de Notas e
Registro de Civil de Pessoas Naturais – Natal/RN.
2. Recomendar aos órgãos competentes que adotem as providências decorrentes.
3. À Ajudância Geral para publicação em BG, e, em seguida, à Diretoria de
Pessoal – DP/2 para arquivar.
* Republicada por incorreção no item 1 da Portaria Original publicada no
BG Nº 024, de 02 de fevereiro de 2018.

IX - FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA


SELEÇÃO DE EFETIVO
PORTARIA Nº 010/2018-DP/5, DE 05 DE FEVEREIRO DE 2018.
O COMANDANTE GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO
GRANDE DO NORTE, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 4º, da Lei
Complementar Nº 090, de 04 de janeiro de 1991, combinada com o artigo 4º, do Decreto
Estadual Nº 11.519, de 24 de novembro de 1992,
CONSIDERANDO o Ofício Nº 127/2018/GAB-SENASP/SENASP-MJ, oriundo
da Secretaria Nacional de Segurança Pública – SENASP, que versa sobre a oferta de 17
(dezessete) vagas, para capacitação e habilitação de militares na Instrução de
Nivelamento de Conhecimento da Força Nacional, com previsão de início no dia 26 de
fevereiro de 2018, na cidade de Brasília/DF, nos termos do convênio de cooperação
federativa celebrado entre a União e o Estado do Rio Grande do Norte, conforme vagas
disponibilizadas abaixo e para mobilização pelo período de 01(um) ano.
POLÍCIA MILITAR
POSTO OU GRADUAÇÃO VAGAS
CAPITÃO 01
TENENTE 02
SUBTENENTES/SARGENTOS 02
CABOS E SOLDADOS 12
TOTAL 17
CONSIDERANDO que o referido ofício estabelece a necessidade de que seja
observado, no Processo Seletivo em questão, a aplicação de Teste de Aptidão Física
previsto na Portaria Nº 005/2015/GAB/DFNSP/SENASP/MJ; e,
CONSIDERANDO que os militares selecionados devem preencher, no
momento da mobilização, os requisitos previstos na Portaria Ministerial Nº 3.383/2013,
RESOLVE:
1. APROVAR as normas e instruções, anexa, do PROCESSO SELETIVO
SIMPLIFICADO PARA COMPOR O CONTINGENTE DA PMRN que será indicado
BG Nº 025, de 05 de fevereiro de 2018 008

para participar da Instrução de Nivelamento de Conhecimento da Força Nacional e


posterior mobilização junto ao Departamento da Força Nacional de Segurança Pública
pelo período de 01(um) ano.
2. DETERMINAR à Ajudância Geral a publicação em BG, e, em seguida, à
Diretoria de Pessoal – DP/5 para arquivar.

NORMAS E INSTRUÇÕES DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO


PARA COMPOR O CONTINGENTE DA PMRN QUE SERÁ INDICADO PARA
PARTICIPAR DA INSTRUÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO E
POSTERIOR MOBILIZAÇÃO JUNTO AO DEPARTAMENTO DA FORÇA
NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA
1. DO PROCESSO SELETIVO
O presente Processo Seletivo tem por objetivo selecionar 17 (dezessete) militares
da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte, para participarem da Instrução de
Nivelamento de Conhecimento – INC, a ser realizado na cidade de Brasília/DF, com
previsão de início no dia 26 de fevereiro de 2018.
Os candidatos serão submetidos a avaliação de Saúde e Física, sendo ainda
necessária a comprovação de que atendem os critérios para Seleção dos Integrantes do
Efetivo da Força Nacional, especificados no item “2.” da presente norma.
Uma vez solicitada a inscrição no presente Processo Seletivo, o candidato estará
tacitamente concordando em atuar em operações da FNSP, em conformidade às
obrigações estabelecidas no convênio específico de cooperação federativa.
2. DOS CRITÉRIOS PARA SELEÇÃO DOS INTEGRANTES PARA
COMPOR EFETIVO DA FORÇA NACIONAL, EM CONFORMIDADE COM O
ANEXO I, DO OFÍCIO CIRCULAR Nº 846/2014/GAB/SENASP/MJ
2.1. Não ter sido responsabilizado ou condenado pela prática de infração
administrativa grave ou condenação penal pelos últimos 05 (cinco) anos;
2.2. Não estar respondendo a processo administrativo (Conselho de Justificação
ou Disciplinar) ou processo criminal na justiça comum ou militar (Estadual e Federal);
2.3. Estar classificado, no mínimo, no comportamento “BOM”;
2.4. Possuir, no mínimo, 03 (três) anos de experiência profissional na atividade
operacional, não devendo estar afastado desta há mais de um ano;
2.5. Ser considerado “APTO” em inspeção de saúde realizada na instituição de
origem;
2.6. Ser considerado “APTO” em teste de aptidão física, realizado na instituição
de origem, com a apresentação da respectiva ATA, em conformidade com as exigências
previstas na Portaria Nº 005/2015/GAB/DFNSP/SENASP/MJ;
2.7. Ter disponibilidade para ser convocado a qualquer tempo para integrar o
contingente da Força Nacional de Segurança Pública;
2.8. Apresentar Certidão Negativa de Justiça Comum e Militar (Estadual e
Federal), Certidão Negativa da Corregedoria do Órgão de origem;
2.9. Encontrar-se com Cartão de Vacinação em dia para Febre Amarela, Tétano,
Hepatite A e Hepatite B;
2.10. Possuir Carteira Nacional de Habilitação, no mínimo categoria B, com
validade de 06 (seis) meses ou superior; e
2.11. Apresentar declaração de que não se encontra na hipótese descrita no
inciso II, do artigo 2º da Portaria Ministerial Nº 3.383/2013.
3. DOS DOCUMENTOS ORIGINAIS NECESSÁRIOS NO ATO DA
BG Nº 025, de 05 de fevereiro de 2018 009

MOBILIZAÇÃO, EM CONFORMIDADE COM O ANEXO II, DO OFÍCIO Nº


846/2014/GAB/SENASP/MJ
3.1. Ata de Avaliação de Saúde expedida pela Corporação e Exames de Saúde,
(estes exames deverão ser entregues na apresentação dos indicados);
3.2. Ata de Avaliação Física expedida pela Corporação, conforme Portaria Nº
005/2015/GAB/DFNSP/SENASP/MJ;
3.3. Declaração emitida pelo Comandante da OME a que está subordinado, em
que conste que o militar possui, no mínimo, 03 (três) anos de experiência profissional na
atividade operacional na Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte, não devendo
estar afastado desta há mais de um ano;
3.4. Cópia reconhecida ou autêntica da ficha disciplinar atualizada do militar,
inclusive com o registro do Boletim Geral que publicou a última alteração de
comportamento;
3.5. Certidão Negativa de Antecedentes Criminais da Justiça Comum e Militar
(Certidões de Antecedentes Criminais – Autoridade Judiciária, emitida com fins judiciais
de acordo com o artigo 6º da resolução Nº 121/2010 do CNJ, que se destina a identificar
os termos circunstanciados, inquéritos ou processos em que a pessoa a respeito da qual é
expedida figura no pólo passivo da relação processual originária);
3.6. Certidão Negativa de Antecedentes Criminais da Justiça Federal e da Justiça
Militar Federal;
3.7. Declaração de conduta expedida pela Corregedoria de que não foi condenado
pela prática de infração administrativa de natureza grave, nos últimos 05 (cinco) anos;
3.8. Declaração da Assessoria Administrativa em que conste não estar
respondendo a procedimento administrativo disciplinar (Conselho de Justificação,
Disciplinar ou PAD);
3.9 Declaração de conduta expedida pela Seção de Inteligência do Estado Maior
da Corporação de que não foi condenado pela prática de infração administrativa de
natureza grave, nos últimos 05 (cinco) anos;
3.10. Cartão de vacinação atualizado com vacinas para febre amarela, tétano,
hepatite A e B;
3.11. Carteira Nacional de Habilitação, categoria B, com validade de 06 (seis)
meses ou superior (no prazo de validade);
3.12. Declaração de que não se encontra na hipótese descrita no inciso II, do
artigo 2º da Portaria Ministerial Nº 3.383/2013, declarando não ser cônjuge,
companheiro ou parente em linha reta ou colateral, por consanguinidade ou afinidade,
até o terceiro grau, inclusive, do Ministro da Justiça, Secretário Nacional de Segurança
Pública, Diretor do Departamento da Força Nacional de Segurança Pública,
Governador do Estado ou do Distrito Federal, Secretário Estadual ou Distrital de
Segurança Pública e do Comandante Geral da Polícia Militar do Estado.
4. DAS INSCRIÇÕES
4.1. As inscrições serão realizadas no Quartel do Comando Geral (QCG) na
Diretoria de Pessoal, DP/5 (Seção de Recrutamento e Seleção), nos dias 06 a 08 de
fevereiro de 2018, das 09 às 12 horas, de forma presencial.
4.2. PARA EFETUAR A INSCRIÇÃO O CANDIDATO DEVERÁ SER
APRESENTADO ATRAVÉS DE MEMORANDO OU PARTE DO
COMANDANTE, DIRETOR OU CHEFE DA OPM EM QUE SERVE,
INFORMANDO QUE ATENDE AOS REQUISITOS PREVISTOS NOS ITENS 2.3.
E 2.4., DESTA NORMA, BEM COMO, COM A FICHA DE CADASTRO E A
BG Nº 025, de 05 de fevereiro de 2018 010

FICHA DE INSCRIÇÃO CONSTANTES NO ANEXO I, DESTA NORMA, JÁ


DEVIDAMENTE PREENCHIDAS.
4.3. Havendo pendência na entrega de algum documento, o candidato será
eliminado do processo seletivo.
4.4. Efetuada a inscrição o candidato será encaminhado pela Diretoria de Pessoal
a Junta Policial Militar de Saúde (JPMS), para ser submetido a avaliação de saúde.
5. DA AVALIAÇÃO DE SAÚDE
5.1. A avaliação de saúde será realizada pela Junta Policial Militar de Saúde
(JPMS) no dia 15 de fevereiro de 2018, às 07 horas, no Centro Clínico da PMRN,
devendo os candidatos se apresentarem munidos dos seguintes exames laboratoriais:
a) Hemograma;
b) TGO;
c) Creatinina;
d) Rx Tórax;
e) Eletrocardiograma;
f) Uréia;
g) Triglicérides;
h) Colesterol Total + Frações;
i) Teste Ergométrico (Acima de 45 anos); e
j) Beta HCG para mulheres.
l) PSA, somente para os policiais militares que tenham 40 anos ou mais de idade.
5.2. Havendo pendência na entrega de algum exame, ou sendo considerado
“INAPTO” pela JPMS o candidato será eliminado do processo seletivo.
5.3. Sendo considerado “APTO” pela JPMS o candidato será convocado para ser
submetido a avaliação física.
6. DA AVALIAÇÃO FÍSICA
6.1. A avaliação física será realizada pela Comissão Permanente de Avaliação de
Condicionamento Físico, nos dias 19 e 20 de fevereiro de 2018, no Centro de Atenção
Integrada a Criança – CAIC, localizado na Av. Jerônimo Câmara, S/Nº, Lagoa
Nova.
6.2. As exigências da avaliação física são as constantes na Tabela Teste de
Aptidão Física do Departamento da Força Nacional de Segurança Pública, aprovada
Portaria Nº 005/2015/GAB/DFNSP/SENASP/MJ.
6.3. O Resultado Final do Teste Físico será publicado no Boletim Geral,
considerando a ordem decrescente da nota obtida pelo candidato nos exames,
independente do posto ou graduação.
6.4. Em caso de empate, os candidatos serão classificados de acordo com a ordem
decrescente de antiguidade.
7. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
7.1. O Comandante Geral, de posse da relação dos candidatos habilitados,
selecionará os que irão ser indicados para participarem da Instrução de Nivelamento de
Conhecimento – INC, a ser realizado na cidade de Brasília/DF, com previsão de início no
dia 26 de fevereiro de 2018.
7.2. Os casos omissos e situações não previstas nas presentes Normas e
Instruções, serão decididos pelo Comandante Geral da PMRN.
Quartel do Comando Geral da Polícia Militar em Natal/RN, 05 de fevereiro de
2018, 197º da Independência e 130º da República.
Osmar José Maciel de Oliveira, Cel PM - Comandante Geral.
BG Nº 025, de 05 de fevereiro de 2018 011

ANEXO I

FICHA DE INSCRIÇÃO
DADOS DO EVENTO (Preenchimento pela SENASP)
TEMÁTICA

LOCAL PERÍODO

DADOS PESSOAIS
NOME:
N° IDENTIDADE CPF MATRÍCULA SIAPE (PARA SERVIDORES FEDERAIS)

MÃE

DATA NASCIMENTO NATURALIDADE

ÓRGÃO DE LOTAÇÃO (PM, BM, PC) POSTO, GRADUAÇÃO OU CARGO

E-MAIL (pessoal)

ENDEREÇO DE CONTATO
RUA

BAIRRO CIDADE / UF CEP

TELEFONE P/ CONTATO FAX CELULAR

VALOR DIÁRIO AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO Preenchido pela SENASP VALOR DIÁRIO AUXÍLIO TRANSPORTE Preenchido
pela SENASP
R$ R$

DADOS BANCÁRIOS
BANCO AGÊNCIA CONTA CORRENTE

AEROPORTO DE EMBARQUE

1) Esta ficha de inscrição deve ser preenchida e assinada pelo proposto;


2) Não sendo possível comparecer ao evento, o fato deve ser imediatamente comunicado por escrito ao setor responsável desta
SENASP, com antecedência de 48 horas em relação ao início do deslocamento;
3) Em caso de não comparecimento, o proposto deverá providenciar a restituição do valor recebido a título de diárias, no prazo
máximo de 5 (cinco) dias, bem como o pagamento de multa e taxa de não comparecimento ao embarque (now-show) que
venha a ser cobrada por empresa aérea pela não utilização do bilhete e não comparecimento para embarque;
4) Em caso de não recolhimento no prazo regulamentar, desde já autoriza a União a promover o desconto em folha de
pagamento dos valores apurados;
5) É obrigatório o preenchimento completo desta ficha, inclusive informando o endereço de e-mail e telefone/fax para contato;
6) O bilhete de passagem será encaminhado via e-mail, pessoal ou institucional;
7) Após a emissão do bilhete, a SENASP não se responsabiliza por qualquer alteração;
8) A não efetivação do recolhimento implicará na abertura de processo de Tomada de Contas Especial, conforme dispõe o art.
148 do Decreto nº 93.872/86: “Está sujeito a tomada de contas especial todo aquele que deixar de prestar contas da utilização
de recursos públicos, no prazo e forma estabelecidos, ou que cometer ou der causa a desfalque, desvio de bens ou praticar
qualquer irregularidade de que resulte prejuízo para a Fazenda Nacional”.
9) Declaro, para os devidos fins, que autorizo a veiculação e a publicação de minha imagem referente à situações provenientes
de serviço ou instrução no âmbito do DFNSP, em circunstâncias que não atentem contra a minha honra e intimidade.

BRASÍLIA/DF, DE DE 2018.

________________________________________________
(NOME E ASSINATURA)
BG Nº 025, de 05 de fevereiro de 2018 013

X - MOVIMENTAÇÃO DE OFICIAIS
PORTARIA Nº 024/2018-DP/4, DE 05 DE FEVEREIRO DE 2018.
O COMANDANTE GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO
GRANDE DO NORTE, usando das atribuições que lhe confere o art. 4º, da Lei
Complementar nº 090, de 04 de janeiro de 1991, o art. 5°, e art. 12, do Decreto Estadual
Nº 8.330, de 02 de fevereiro de 1982 combinado com o art. 4º, do Decreto Estadual Nº
11.519, de 24 de novembro de 1992; e
CONSIDERANDO a necessidade de efetuar ajustes para um melhor
funcionamento das Organizações Policiais Militares, a fim de adequar o quantitativo de
recursos humanos disponíveis, garantindo a funcionalidade de tais unidades; RESOLVE:
1. Dispensar:
- O Capitão QOPM ANDRÉ LUIZ DE MENEZES NUNES, matrícula Nº
194.155-0, de exercer a função de Comandante do 3º Esquadrão de Polícia Montada do
Regimento de Polícia Montada – RPMON (Parnamirim/RN);
- O Capitão QOPM CARLOS JORGE TAVARES DA SILVA, matrícula Nº
194.155-0, de exercer a função de P/1 do 4º Batalhão de Polícia Militar – 4º BPM
(Natal/RN).
2. Designar:
- O Capitão QOPM ANDRÉ LUIZ DE MENEZES NUNES, matrícula Nº
194.155-0, para exercer a função de Comandante do 1º Esquadrão do Regimento de
Polícia Montada – RPMON (Natal/RN);
- O Capitão QOPM CARLOS JORGE TAVARES DA SILVA, matrícula Nº
194.155-0, para exercer as funções de Comandante do 3º Esquadrão de Polícia Montada
(Parnamirim/RN) e P/4 do Regimento de Polícia Montada – RPMON (Natal/RN).
3. Determinar à Ajudância Geral a publicação em BG e, em seguida, remeter à
Diretoria de Pessoal – DP/4, para arquivar.

XI - APRESENTAÇÃO DE OFICIAIS
No dia 05 de fevereiro de 2018:
Maj QOPM Nilo Henrique Nunes Caldas por entrar em gozo de férias referentes
ao exercício 2016.
Maj QOPM Ricardo Luiz Pereira dos Santos por entrar em gozo de férias
referentes ao exercício 2016, conforme BG Nº 236, de 22/12/2017.
1º Ten QOPM Ubiratan Fernandes Bonner de Araújo por conclusão dos
últimos 20 (vinte) dias de férias referentes ao exercício 2016.
(Extraídas do Livro de Apresentação de Oficiais – Chefia do EMG).
Publique-se em BG.

XII - CONVOCAÇÃO DE VOLUNTÁRIOS PARA A OPERAÇÃO CARNAVAL 2018


COM OBJETIVO DE SER EMPREGADO NO REFORÇO DO CPI
NOTA PARA BG Nº 004/2018-GAB DO SUBCMT E CH/EMG, DE 05 DE
FEVEREIRO DE 2018.
O Cel PM Subcomandante e Chefe do Estado-Maior Geral vem por meio desta
informar ao efetivo da Polícia Militar, o qual está em gozo de férias no período do Carnaval
2018 e que deseje ser voluntário nesta Operação, devem se apresentar ao seu chefe imediato,
no expediente do dia 07 de fevereiro de 2017 (quarta-feira), devendo este, encaminhar a
referida relação impressa, conforme modelo abaixo, ao Gabinete do Subcomandante e Chefe
do EMG.
BG Nº 025, de 05 de fevereiro de 2018 014

A mídia do documento deve ser remetida ao Comando de Policiamento do Interior (CPI)


através do e-mail diariascpi@gmail.com.
No caso da apresentação voluntária, as férias dos referidos militares, ficarão suspensas
do dia 09 ao dia 14 de fevereiro de 2017 devendo ser retomadas, com o devido acréscimo de 06
(seis) dias, a partir do término do período regulamentar.
Ordem Grad Número Nome Matrícula OPM Contato

Publique-se no Boletim Geral e arquive-se neste Gabinete.

4ª P A R T E
(Justiça e Disciplina)

XIII - CANCELAMENTO DE PUNIÇÃO DISCIPLINAR


PARECER Nº 008/2018-DP/3, DE 1º DE FEVEREIRO DE 2018.
Protocolo: 15848/2018-4
Assunto: CANCELAMENTO DE PUNIÇÃO DISCIPLINAR
Interessado: CABO PM Nº 2000.0396 MAURÍLIO DUARTE DA SILVA, Matrícula
Nº 163.666-9.
1 – Das Razões Fáticas:
O presente petitório do requerente tem por escopo o cancelamento das seguintes
punições:
I) REPREENSÃO, publicada no BI Nº 018/5° BPM, datado de 26 à 30/04/2004 (Nºs
07 e 18 da RT). Transgressão “LEVE”;
II) 15 (quinze) dias de DETENÇÃO, publicada no BG Nº 031, datado de 19/02/2010
(Nºs 01, 42 e 82 da RT). Transgressão “MÉDIA”.
Constatou-se ao analisar a documentação acostada ao presente requerimento que: O
mesmo tem parecer favorável de seu comandante; está atualmente no “EXCEPCIONAL”
comportamento; Possui bons serviços prestados e possui mais de 05 (cinco) anos sem
nenhuma punição a partir da data da última punição.
2 – Do direito:
O cancelamento de punição disciplinar é um direito do policial militar Potiguar que
requerer e atender as exigências previstas no artigo 61 caput e 62 caput e seus incisos e
alíneas, do Decreto nº 8.336, de 12 de fevereiro de 1982 (RDPMRN).
Ressalta-se que conforme o artigo 12 da RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA N°
001/2017 – GCG, datada de 07 de fevereiro de 2017, transcrita do DOE, Edição Nº 13.865
para o BG Nº 029, datado de 10 de fevereiro de 2017, o Comandante Geral da PMRN, que
originalmente detém a competência para realizar o cancelamento das punições disciplinares
dos policiais militares do Estado, DELEGOU tal faculdade para o Diretor de Pessoal da
PMRN, podendo este cancelar uma ou todas as punições disciplinares dos policiais militares,
em face de seu poder discricionário conforme artigo 64, caput do Decreto 8.336, de
12/02/1982 (RDPM-RN).
Por fim, vale frisar que sendo acatado o referido pleito de cancelamento da punição
do requerente, os efeitos jurídicos em beneplácito deste, serão de caráter ex nunc, ou seja,
fluirão a partir da data da publicação em BG.
3 – Parecer Conclusivo:
Diante do exposto, concluo pelo DEFERIMENTO do cancelamento das punições
elencadas nesse Parecer, tendo em vista o que preceitua o Artigo 62, inciso IV, Alíneas
“a” e "b", do Decreto Estadual nº 8.336, datado de 12 de fevereiro de 1982 (RDPM/RN).
Encaminhe-se a Ajudância Geral para Publicação em BG.
BG Nº 025, de 05 de fevereiro de 2018 015

XIV - INSTAURAÇÃO DE CONSELHO DE DISCIPLINA


PORTARIA Nº 003/2018-AAD, DE 30 DE JANEIRO DE 2018.
O COMANDANTE GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO
GRANDE DO NORTE, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 4º, da Lei
complementar nº 090, de 04 de janeiro de 1991, combinado com os artigos 1º, 2º, I,
“b” e “c” c/c art. 4º, todos do Decreto nº 7.453, de 23 de outubro de 1978, e;
CONSIDERANDO o que consta na solução da Sindicância, instaurada pela
Portaria nº 025/2017-SIND-CPM, publicada no BI nº 169, de 11 de setembro de
2017, cuja solução versa sobre a prática de conduta de natureza grave do sindicado
que afeta o pundonor policial militar ou o decoro da classe;
CONSIDERANDO que a Polícia Militar não pode deixar de apurar a
responsabilidade de seus integrantes, quando estiverem sendo acusados da prática de atos
que atentem contra a conduta ilibada que devem proceder em suas vidas pública e
particular;
CONSIDERANDO que os atos dos quais está sendo acusado o militar
estadual abaixo nominado, em tese, afetam a ética e a disciplina castrense,
RESOLVE:
1. INSTAURAR CONSELHO DE DISCIPLINA em desfavor do SD PM
2006.0301 GLEYSON ALEX DE ARAÚJO GALVÃO, matrícula nº194.900-4, em face
da acusação da prática de conduta irregular, uma vez que na condição de custodiado
provisoriamente à disposição da Justiça Comum, quando deveria se encontrar recolhido
na sede do 4º BPM, foi fotografado tomando banho de piscina nas dependências de um
condomínio particular, no qual frequentava por manter relacionamento amoroso com
uma senhora que conheceu em local público no mesmo período em que devia estar preso,
relacionando-se com a mesma por aproximadamente 06 (seis) meses, inclusive, viajando
para o interior do estado em sua companhia, tendo ainda em agosto de 2017,
supostamente a ameaçado em razão de ciúmes;
2. Nestes termos, caso a acusação seja comprovada no âmbito desta Polícia
Militar, caracteriza-se inobservância por parte do acusado ao caput do art. 27, e seus
incisos I, III, IV, XI, XII, XIII, XVI e XIX, da Lei nº 4.630, de 16/12/1976 - Estatuto
dos Policiais Militares do Estado do Rio Grande do Norte, pela prática de ato que
afeta a honra pessoal, o pundonor policial-militar ou o decoro da classe, estando
passivo as sanções disciplinares previstas no Decreto Estadual nº 8.336/82 (RDPM);
3. Designar para compor o referido Conselho os seguintes oficiais: Cap PM
FLÁVIO VALDEZ MARTINS DA SILVA FILHO, matricula nº 194.154, como
Presidente; o CAP PM DIEGO JOSÉ MORAIS FERREIRA, matrícula nº 194.140-2,
como Interrogante e Relator; e o 1º TEN PM LUCIANO CLÁUDIO SILVA DE
OLIVEIRA, matrícula nº 166.839-0 como Escrivão;
4. Determinar o afastamento do processado do exercício de suas funções, na
forma do art. 3º, do Decreto n.º 7.453, de 23 de outubro de 1978, persistindo seus
efeitos, ainda que ocorra a revogação da prisão cautelar decretada em seu
desfavor, devendo permanecer à disposição do referido Conselho, cumprindo seus
expedientes diários na sede da Unidade Policial Militar a qual está subordinado;
5. Suspender o porte de arma de fogo do militar acusado, nos termos do artigo
37, VII da Portaria nº 018/2012-GCG, de 05 de março de 2012;
6. Publique-se, Registre-se e Cumpra-se;
7. Protocolo: 264052/2017-4.
BG Nº 025, de 05 de fevereiro de 2018 016

XV - PRORROGAÇÃO DE PRAZO – Solicitações.


O Cap PM Itamar da Silva solicitou a prorrogação do prazo para a conclusão dos
trabalhos do IPM, do qual é encarregado, instaurado através da Portaria Nº 308/2017-
AAd, de 18/12/2017.
(Ofício 013/2018-IPM, datado de 1º/02/2018).
Despacho da Assessoria Administrativa em 05/02/2018: De ordem do Exmº
Cmt Geral, em consonância com o art. 20, § 1º, do Decreto-Lei nº 1.002, de 21 de
outubro de 1969, prorrogue-se o prazo por 20 (vinte) dias, a contar do primeiro dia
seguinte ao encerramento do prazo original para a conclusão do IPM instaurado pela
Portaria nº 308/2017-AAd, publicada no BG Nº 238, de 26/12/2017, devendo constar no
relatório final o deferimento deste pedido, com o fim de justificar o lapso superior do
encerramento de sua conclusão. 1. Publique-se em BG; 2. Arquive-se na Assessoria
Administrativa.

XVI - JUSTIÇA – Prisão em Flagrante Delito.


O 3º Sgt PM RR ERINALDO FERREIRA DE OLIVEIRA, Mat. 014.791-5, no
dia 03/02/2018, foi preso e autuado em flagrante de delito, incurso no Art. 16 da Lei
Nº 10.826/03, conforme Ofício nº 113/2018, datado de 03/02/2018, da 2ª Delegacia de
Polícia Civil – Plantão - Zona Norte – 2ª Equipe.
Despacho da Ajudância Geral em 05/02/2018: Publique-se em BG.

XVII - JUSTIÇA – Prisão Preventiva.


O 3º Sgt PM RR ERINALDO FERREIRA DE OLIVEIRA, Mat. 014.791-5, no
dia 04/02/2018, foi preso por força de Mandado de Prisão Preventiva, expedido pelo
Juízo da Central de Flagrantes da Comarca de Natal, conforme Ofício nº 04/2018, da
Central de Flagrantes da Comarca de Natal/RN.
Despacho da Ajudância Geral em 05/02/2018: Publique-se em BG.

Osmar José Maciel de Oliveira, Cel PM


Comandante Geral

POR DELEGAÇÃO
Lenildo Melo de Sena, Cel PM
Subcomandante e Chefe do EMG