Você está na página 1de 59

Módulo Eletrônico

Inteligente Global
(iGEM)
SERVIÇO
Módulo Eletrônico
Inteligente Global

(iGEM)

MODO DE MANUTENÇÃO

Internacional

Março 2003 Série Nº. 921279P Rev.C


Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
Modo “Manutenção”
Módulo Eletrônico Inteligente Global
Copyright 2002 Dresser Equipment Group, Inc.
Todos os direitos reservados.
Impresso no Brasil.

Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida eletronicamente ou mecanicamente, armazenada num
sistema de recuperação, ou transmitida, de qualquer forma ou por qualquer meio sem a expressa permissão
escrita da Dresser Indústria e Comércio Ltda. A tradução deste material para outro idioma sem a expressa
permissão escrita de Dresser Industries é proibida.

As informações desta publicação são unicamente para uso informativo e suscetíveis de serem alteradas sem
aviso. Seu conteúdo não deve ser considerado como um compromisso da Dresser Indústria e Comércio Ltda,
que não assume nenhuma responsabilidade por erros possíveis nesta publicação.

1
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
2
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
ÍNDICE
1. Introdução..................................................................................................................... 6
1.1 Assistência Técnica .......................................................................................................................... 6
1.2 Histórico das Revisões ..................................................................................................................... 8
2. Visão Geral do Modo “Manutenção” ........................................................................ 11
2.1 Descrição Geral ............................................................................................................................... 11
2.1.1 Acesso ao Modo “Manutenção” ............................................................................................... 11
2.1.2 Tarefas Realizáveis em Modo “Manutenção” .......................................................................... 11
2.2 Programa do Terminal de Serviço ................................................................................................. 11
2.3 Carregando o software ................................................................................................................... 11
2.4 Interface infravermelha ................................................................................................................... 11
3. Programação do IGEM ............................................................................................... 12
3.1 Introdução ........................................................................................................................................ 12
3.2 Interface Infravermelha ................................................................................................................... 12
3.3 Programa do Terminal de Serviço (STP)....................................................................................... 12
3.4 Display do Modo “Manutenção” .................................................................................................... 13
3.5 Saída do Modo “Manutenção” ....................................................................................................... 13
3.5.1 Sair e Salvar Alterações........................................................................................................... 13
3.5.2 Saída Rápida............................................................................................................................ 14
3.6 Nível de Entrada “Funções” ou “Estatísticas”............................................................................. 14
3.7 Nível de Sub-entrada ....................................................................................................................... 15
3.8 Lista de Funções ............................................................................................................................. 15
3.8.1 F00 – Função Sair.................................................................................................................... 16
3.8.2 F01 - Modos de Abastecimento ............................................................................................... 16
3.8.3 F02 – Configuração do Relógio ............................................................................................... 16
3.8.4 F03 – Definição dos Preços Unitários do lado A ..................................................................... 16
3.8.5 F04 - Definição dos Preços Unitários do lado B ...................................................................... 17
3.8.6 F05 - Endereçamento do Ponto de Abastecimento (lado A) ................................................... 17
3.8.7 F06 - Endereçamento do Ponto de Abastecimento (lado B) ................................................... 17
3.8.8 F07 - Configuração da Bomba ................................................................................................. 17
3.8.9 F08 - Configuração do Tipo de Bomba Lado A Parte 1........................................................... 18
3.8.10 F09 - Configuração do Tipo de Bomba Lado B Parte 1 ....................................................... 18
3.8.11 F10 - Configuração do Tipo de Bomba Lado B Parte 2 ....................................................... 18
3.8.12 F11 - Configuração do Tipo de Bomba Lado B Parte 2 ....................................................... 19
3.8.13 F12 - Configuração do Motor Lado A ................................................................................... 19
3.8.14 F13 - Configuração do Motor Lado B ................................................................................... 19
3.8.15 F14 - Configuração do Display da Bomba (Ambos Lados).................................................. 19
3.8.16 F15 - Configuração do indicador sonoro (bip) da bomba..................................................... 20
3.8.17 F16 - Configuração do Pulser (WIP) .................................................................................... 21
3.8.18 F17 - Configuração dos Limites da Bomba .......................................................................... 21

3
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
3.8.19 F18 - Configuração da Taxa de Mistura .............................................................................. 22
3.8.20 F19 - Configuração Específica para a Unidade de Volume................................................. 22
3.8.21 F20 - Configuração da Conexão Serial da bomba .............................................................. 22
3.8.22 F21 - Configurações Diversas ............................................................................................. 23
3.8.23 F22 - Cálculo do Total a Pagar ............................................................................................ 25
3.8.24 F23 - Temporizadores Diversos........................................................................................... 25
3.8.25 F24 - Configuração de Predeterminação............................................................................. 26
3.8.26 F25 - Configuração dos Botões de Predeterminação.......................................................... 27
3.8.27 F26 - Configuração do Recuperador de Vapores (VAP) ..................................................... 28
3.8.28 F27 - Configuração da bomba (lado A)................................................................................ 28
3.8.29 F28 - Configuração da bomba (lado B)................................................................................ 28
3.8.30 F29 - Configuração da Vazão em Litros (lado A) ................................................................ 28
3.8.31 F30 - Configuração da Vazão em Litros (lado B) ................................................................ 28
3.8.32 F31 - Configuração da Vazão em Galões (Lado A)............................................................. 29
3.8.33 F32 - Configuração da Vazão em Galões (Lado B)............................................................. 29
3.8.34 F33 - Alteração da Senha .................................................................................................... 29
3.8.35 F34 - Diagnósticos ............................................................................................................... 29
3.8.36 F35 = Configuração da Bomba Escrava (Lado A) ............................................................... 30
3.8.37 F36 = Configuração da Bomba Escrava (Lado B) ............................................................... 30
3.8.38 F37 = Configuração do modelo da Bomba .......................................................................... 30
3.8.39 F39 – Atribuição de nível de erro......................................................................................... 31
3.8.40 F40 – Calibração VAP Manual sem o Terminal manual Buerkert ....................................... 31
3.8.41 F41 – Configuração de Saídas e Entradas.......................................................................... 31
3.8.42 F42 – Configuração do Módulo Hidráulico .......................................................................... 32
3.8.43 F43 – Retorno de Informações do Motor ............................................................................. 33
3.8.44 F96 - Salvar a Programação na Memória Flash .................................................................. 33
3.8.45 F98 - Carregar a da Programação da memória Flash......................................................... 34
3.8.46 F99 – Não Usado ................................................................................................................. 35
3.9 Lista de Estatísticas........................................................................................................................ 35
3.9.1 S01 - Totais de Turno por Bico Lógico (Lado A) ..................................................................... 36
3.9.2 S02 - Totais de Turno por Bico Lógico (Lado B) ..................................................................... 36
3.9.3 S03 - Totais de Turno do Contador de Erros/Eventos (Lado A) ............................................. 36
3.9.4 S04 - Totais de Turno do Contador de Erros/Eventos – Lado B............................................. 36
3.9.5 S05 - Totais de Turno do Medidor (Lado A) ............................................................................ 37
3.9.6 S06 - Totais de Turno do Medidor (Lado B) ............................................................................ 37
3.9.7 S07- S10: RESERVADO ......................................................................................................... 37
3.9.8 S11 - Totalizadores por Bico Lógico - Encerrante (Lado A).................................................... 37
3.9.9 S12 - Totalizadores por Bico Lógico - Encerrante (Lado B).................................................... 37
3.9.10 S13 - Totalizadores do Contador de Erros/Eventos (Lado A) ............................................. 37
3.9.11 S14 - Totalizadores do Contador de Erros/Eventos (Lado B) ............................................. 37

4
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
3.9.12 S15 - Totalizadores de Volume do Medidor (Lado A) .......................................................... 38
3.9.13 S16 - Totalizadores de Volume do Medidor (Lado B) .......................................................... 38
3.9.14 S17 - S20: RESERVADO ..................................................................................................... 38
3.9.15 S21 - Registro de Erros/Eventos (Lado A) ........................................................................... 38
3.9.16 S22 - Registro de Erros/Eventos (Lado B) ........................................................................... 38
3.9.17 S23 - Histórico dos Abastecimentos (Lado A)...................................................................... 39
3.9.18 S24 - Histórico dos Abastecimentos (Lado B)...................................................................... 39
3.9.19 S25 - Número Total de Ciclos Desligar/Religar.................................................................... 39
3.9.20 S26 - Histórico das Reinicializações .................................................................................... 39
3.9.21 S27 – Estatísticas dos WIPs ................................................................................................ 40
3.10 Modo de Pesos e Medidas.............................................................................................................. 41
3.10.1 Leitura da “Taxa de Mistura” (Bombas Misturadoras).......................................................... 41
3.10.2 Leitura dos “Contadores de Alterações da Taxa de Mistura” (Bombas Misturadoras) ........ 41
3.10.3 Leitura do “Histórico das Alterações da Taxa de Mistura” (Bombas Misturadoras)............. 42
3.10.4 Leitura dos “Contadores de Alterações da Unidade de Medida de Volumes” ..................... 43
3.10.5 Leitura do “Histórico de Alterações da Unidade de Medida de Volumes” ........................... 43
3.11 Leitura dos Totalizadores/Totais no Modo Pesos e Medidas ..................................................... 44
4. Tipos de Erros/Eventos ............................................................................................. 45
4.1 Classificação de Erro/Evento ......................................................................................................... 45
4.2 Tipos de Erros/Eventos .................................................................................................................. 45
5. Funções Diversas do iGEM ....................................................................................... 49
5.1 Execução de Uma Partida a Frio (Cold Start) ............................................................................... 49
5.2 Transferência de dados do IGEM................................................................................................... 49
5.3 Verificação da Vazão Perdida da Unidade de Bombeamento para evitar operação a seco
quando dois medidores estão direcionados para um bico ........................................................ 49
5.4 Calibração, quando dois medidores estão direcionados para um bico .................................... 49
5.5 Retorno de Informação do Motor da Bomba ................................................................................ 50
6. Carga de Software ...................................................................................................... 51
6.1 Carga Inicial, do PC (Notebook) para Placa iGEM (bomba) ........................................................ 52
6.2 Carga Inicial, do iGEM Master (conjunto de suporte) para placa iGEM..................................... 53
6.3 Atualização Através da Função 98, do PC (Notebook) para Placa iGEM .................................. 54
6.4 Atualização Através da Função 98, do iGEM Master (conjunto de suporte) para Placa iGEM55

5
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
1. Introdução
Este manual descreve como operar o modo “Manutenção” de uma bomba equipada com o Módulo
Eletrônico Inteligente Global (IGEM).

1.1 Assistência Técnica


Encaminhe problemas de manutenção à assistência técnica.
Escritórios e Número de Telefone da Assistência Técnica:
Dresser/Wayne Tel.: 55 21 2598-7748

Nome e Local da Endereço para


Endereço Telefone
Unidade de Negócios Correspondência
PO Box 1615
Dresser Europe SA – Grimsehlstrasse 44
Einbeck 37557 + 49 55 617 940
Wayne Alemanha Einbeck,D-37574 - Alemanha
Alemanha
Dresser Japan Room 818 Shin Tokyo Bldg
Ltd/Wayne Operations 3-3-1 Marunouchi Chiyoda-Ku, + 813 320 11501
Japão Tokyo, 100-0005 - Japão
Dresser Service Inc.
Dresser Service Inc.
36, Samal 1, 5th floor +7(3272)533840
Kazakhstan
Almaty 480099, Kazaquistão
Dresser Singapore PTE.
79 Anson Road,
Ltd + 65 4222 397
Unit 20-01, Singapura 079906
Wayne Singapura
Dresser Wayne 110 W Woodstock St
(Suntronic Systems) Crystal Lake,IL,60014
USA USA
Dresser Wayne 1722-A General George Patton Dr
(Suntronic Systems) Brentwood,TN,37027
USA USA
Zona Industriale
Zona Industriale Campoferro Campoferro
Dresser Wayne - Italy
Via Italo Betto 11 Via Italo Betto 11 + 39 0383 6911
Itália
27058 Voghera, Pavia - Itália 27058 Voghera,
Pávia - Itália
Dresser Wayne
NoNovocheryomushkinskaya
Dresser Wayne Russia +0070 95 331 47 59
street 60/2 - Podyezd "DB" -
Moscow 117420 - Russia
Dresser Wayne
Dresser Wayne Ucrânia Rep.office. - 2.M. Krivonosa Str., +380 44 276 74 46
03680, Kiev-37 - Ucrânia
Dresser-Wayne Corridor Park I 3814 Jarrett Way
+512 388 8311
Div Headquarters - USA Austin,TX,78728 - USA
c/o DuPont
Kellogg PO Box 400
Waldo Building
Brown & Root/DuPont Waynesboro,VA, +540 949 2488
212 DuPont Blvd - Waynesboro,
USA 22980-0296- USA
VA, 22980 - USA
Wayne 79 Anson Road #20-00
+65 2238311
Singapura Singapore, 079906 - Singapura
Estrada Do Timbo 126
Wayne Brasil
Bonsucesso - Rio De Janeiro, +55 21 2598 7722
Brasil
21061-280, Brasil
Wayne Canada 160 Cochrane Drive
+ 905 470 9090
Canadá Markham,ON,L3R 9S1 - Canadá
6
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
Nome e Local da Endereço para
Endereço Telefone
Unidade de Negócios Correspondência
Wayne Denmark Box 30049
+ 46 40-36 05 00
Dinamarca SE-200 61 Suécia
Dresser Finland OY,
Wayne Finland
Veininlaaksintie 1, Box 53, + 358 959 1961
Finlândiad
Esboo, F1-02621 – Finlândia
13 Thatcham Business Village
Wayne International
Colthrop Lane Thatcham
Sales + 44 1635 874881
Berkshire,England,RG13 4DN
Reino Unido
Reino Unido
Dresser Latvia LTD
Wayne Latvia
Aviacijas Str. 10 - LV-3002 Jelgava +371 30 81 300
Latvia
- Latvia
Dresser Wayne AB
Wayne Norway
Olav Ingstads vie 7 B, +47 67 137150
Noruega
Postboks 173, Rud, Noruega
Dresser Polska Sp zoo.
Wayne Poland
80-369 Gdansk Al. +48 58 553 3611
Polonia
Rzeczypospolitej 8, - Polonia
Linhamnsvagen 109,
Wayne Scandinavia
Box 30049 - Malmo – Suécia +464 036 0500
Suécia
SE-200 61
PO Box 3425
31 Coronation Road
Wayne South Africa Cape Town,8000
Cape Town 8000, Maitland, África +27 21511 7272
África do Sul Republic of South
do Sul 7409
Africa
Wayne Switzerland Steinackerstrasse 21,
+ 411 804 2600
Suíça Postfach, Kloten, Ch-8302 - Suíça
Butlerfield Industrial Est.
Wayne UK
Bonnyrigg, Midlothian, +44 1875 402140
Reino Unido
EH19 3JQ – Reino Unido
Wayne US - Austin 3814 Jarrett Way
512 388 8311
USA Austin,TX,78728-1212 - USA

7
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
1.2 Histórico das Revisões
Revisão Versão Descrição
1.0 Criação
1.1 7.13 Adicionado: F00.04 Disparo a frio soft
7.13 Adicionado: F16.02, Confirmar mudança de número de série WIP (quando
substituir WIP)
7.13 Adicionado: F16.04, Verificar mudança de número de série WIP
7.13 Adicionado: F20.00 novo tipo de Protocolo 7 = ATCL
7.13 Adicionado/mudado F20.01 nova estrutura de taxa em Bauds
7.13 Adicionado: F26.01 Calibração VAP Manual sem o Terminal manual Buerkert
7.13 Adicionado: F29.3N, F30.3N Máx. vazão cheio (a utilizar para seleção de fluxo
por botão -40/80
7.13 l/min.) , 10-180 (unidades de litros/min.)
Adicionado: F37 sub-funções
.01 Número lógico máximo do bico para cada lado
.02 Geometria da bomba
.03 Tipo geral de válvula para todas as válvulas primárias,
secundárias e terciárias
.04 Reorientação de UPD, da esquerda para a direita ou da direita
para a esquerda
.05 Mapeamento de UPD
7.13 Adicionado: F39, Atribuição de nível de erro
7.13 Adicionado: F40, Calibração manual de VAP sem o Terminal manual Buerkert
7.13 Adicionado: F41, Iluminação traseira, saídas Vermelho/Verde, Atribuição de
entradas/saídas extra
7.13 Adicionado: F42, Rotação GHM (medidor + válvulas)
7.13 Adicionado: S27.01-08, Estatísticas do WIP (número de série WIP)
S27.11-18, Mudança do número do WIP
1.2 7.15 Adicionado: F10/11.6N Atribuição de botão de alta capacidade
F10/11.7N Atribuição de botão de baixa capacidade
7.15 Adicionado: F14.01 Modo do display após pagamento da venda
5 = Valor e Volume é real, Preço Unitário é para 5 seg. real (exigência do
R.U.)
7.15 Adicionado: F19.16 e F19.25 volume de teste da mangueira
7.15 Modificado: F19.10 = Faixa de 0 a 9.
7.15 Adicionado: F21.06 = 4 Mostra o volume principal no display de valor e o volume
secundário no display de preço unitário
F21.06 = indicação de vazão 5 (exigência do R.U.)
F21.06 = indicação de vazão 6 (exigência do R.U.)
F21.06 = indicação de vazão 7 (exigência do R.U.)
F21.06 = indicação de vazão 8 (exigência do R.U.)
7.15 Adicionado: F23.06, tempo de teste da mangueira
7.15 Modificado: F38, Configuração do País, 6 agora é Holanda
7.15 Adicionado: F41.05-08 Saída de pulso (p.ex., sistema de controle de vapor
Vaporix)
7.15 Modificado: F38, Configuração do País, 6 agora é Holanda
7.15 Adicionado: F41.05-08 Saída de pulso (p.ex., sistema de controle de vapor
Vaporix)

8
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
7.15 Adicionado: F41.09 Chave extra de manutenção (exigência do R.U.)
7.15 Modificado: F42, Rotação GHM (apenas no medidor de troca)
7.15 Adicionado: F43, Indicação de feedback do motor
7.15 Adicionado: F70, Configuração de nível de acesso
7.15 Adicionado: S27.31-38, Indicação de erros de pulso WIP
S27.41-48, Indicação de pulsos de retorno WIP
1.3 7.15 Revisados, F14.07/08, F20, F26.02/03, F38, F70

1.4 7.16 Adicionado: F27/28.01, atribuição de botão de espécie


Modificado: classificação de nível de erro 54 mudou de A para B

1.5 7.17 Adicionado: F10/11.8N, limite máximo de volume,


Adicionado: F10/11.9N, indicação de código de grau,
Adicionado: F22.04, Método de arredondamento de Dinheiro,
Revisado: F37.04, texto para função,
Aumentado: S27, de 8 para 12 metros,
Revisado: Visor do Modo de Manutenção, cap. 3.4, visor de dinheiro = transação
atual lado B, Visor de volume = transação atual lado A.
Revisado: cap. 3.9 Lista de estatísticas
Revisado: Tipos de erros/eventos, erro de teste 36

1.6 7.19 Documento revisado para novo formato


Adicionado: Introdução do modelo da bomba "BOMBA MODELO 59, C11-11
S160 SAT",:
Adicionado: Descrições de:
Configuração para LPG- (F08/09.1N = 3)
Habilitado para introduzir sempre FORNECIMENTO COMPLETO no bico
em (F20.03)
Configurações da tecla #5 no F24
Retorno de Informações Motor da Bomba
Calibração quando dois medidores estão direcionados para um bico
Verificação da vazão perdida da unidade de bombeamento para evitar
funcionamento a seco quando dois medidores estão direcionados para
um bico
Leitura de Totalizadores /Totais no Modo de Pesos e Medidas
Carga Inicial do Pc (Notebook) para Placa iGem (bomba)
Carga inicial do iGEM Master (conjunto de suporte) para a Placa iGEM na
bomba
Transferência da Função 98 do PC (Notebook) para Placa iGEM
Transferência da Função 98 iGEM Máster (conjunto de suporte) para
Placa iGEM (bomba)

Modificado: Troca de sub-funções F10/11.08 e F10/11.09. O endereçamento


agora é especificado pela função F10/11.08 e o limite individual do bico
pela função F10/11.09.

9
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
1.7 7.19 Vários números do documento ajustados para esta tabela +
Adicionada grade de descrição de código para DART (F10/11.8N)
Adicionada descrição de como Ligar HW para Loop Atual Ferranti/US em
F20
1.8 7.19 Adicionada descrição de tempo de espera de Bico LPG F23.07
Tabela corrigida de panorama de lançamento, data inserida, ordem
errada
1.9 7.20 Adicionado:
F26. 04 Configuração de monitoramento de recuperação de vapor
(Fafnir Vaporix)
Código de erro/evento de monitoração de recuperação de vapor 37-40
F20. 04 Uso das funções Estatísticas Totais / Totalizadoras por bico
lógico como Totais / Totalizadoras de produto.
2.0 7.21 A classificação de código de erro 41 e 47 foi alterada

Visão Geral das Versões:


Versão Data (MMDDAA) Programa “checksum” P-xxxx
7.13 11.08.01 b912
7.15 21.05.02 cd5A
7.16 01.07.02 2232
7.17 09.11.02 5E15
7.18 09.26.02 45B0
7.19 01.21.03 175F
7.20 03.26.03 A5EE
7.21 27.03.03 B42E
Não divulg. = não divulgado

10
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
2. Visão Geral do Modo “Manutenção”
2.1 Descrição Geral
Será preciso acessar o modo “Manutenção” para programar funções e/ou visualizar estatísticas.
Esta seção explica as duas maneiras de entrar no modo “Manutenção”, assim como as tarefas
realizáveis no mesmo. Os dados relativos às funções e às estatísticas aparecem nos displays de
“Total a Pagar”, de “Volume” e de “Preço Unitário”.

2.1.1 Acesso ao Modo “Manutenção”


Acesse ao Modo “Manutenção” à partir de uma das seguintes interfaces:
• Programa do Terminal de serviço (Service Terminal Program);
• Interface infravermelha (Controle Remoto).

2.1.2 Tarefas Realizáveis em Modo “Manutenção”


Realize as seguintes Operações IGEM em Modo “Manutenção”:
• Parâmetros de Configuração e visualização de Estatísticas;
• Diagnóstico;
• Download e upload de códigos de programação.

2.2 Programa do Terminal de Serviço


Utilize um computador (PC) para acessar as funções, as estatísticas e o diagnóstico da bomba.
Esta interface também pode ser utilizada para fazer o download e o upload do software. A
comunicação se faz através de uma conexão serial. Embora a programação seja feita pelo display
da bomba, uma descrição das diversas funções e estatísticas aparece na tela do terminal de
serviço.

2.3 Carregando o software


O software poderá ser carregado por meio de um laptop (PC), descrito acima, ou por outra placa
iGEM de computador. A comunicação se dará por um conector serial. O software deverá ser
carregado a partir do iGEM (mestre) à placa iGEM da bomba.

2.4 Interface infravermelha


A interface infravermelha tem 16 teclas. Utilize a interface infravermelha para acessar às funções e
aos diagnósticos da bomba. Esta interface emprega somente o display da bomba como retorno
para o usuário. Não há display adicional.

11
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
3. Programação do IGEM
3.1 Introdução
Esta seção apresenta como entrar no modo “Manutenção” e quais são as funções disponíveis
para a programação do IGEM.

3.2 Interface Infravermelha


O dispositivo infravermelho se comunica com o IGEM através de uma conexão infravermelha.
Acesse o modo “Manutenção” pressionando CRC – pressionar o botão no teclado do computador,
após o qual, os valores CRC do programa estarão indicados no mostrador. Apagados estes
valores, pressionar uma das seguintes teclas dentro de 20 segundos;

ENTER Entrada para Técnico de Manutenção usando senha de técnico de manutenção


1 Entrada para Gerente de Posto usando senha de Gerente de Posto
2 Entrada para Frentista usando senha de Frentista
3 Ler programa totais de verificação CRC

CLEAR Entrada para Pesos & Medidas usando senha de Pesos & Medidas

O modo “Manutenção” lhe pede a senha duas vezes antes de permitir o acesso às suas funções e
estatísticas. Um prazo máximo de 10 segundos é previsto no código de entrada da senha. Quando
a palavra PASS 1 aparece no display de “Total a Pagar”, você tem 10 segundos para entrar com a
senha. O cronômetro volta a zero depois de você apertar uma tecla. Quando acabar de entrar com
a senha, apertar ENTER, PASS 2 aparece no display de “Total a Pagar”, pedindo-lhe para
confirmar a senha.

3.3 Programa do Terminal de Serviço (STP)


Se você for Técnico de Manutenção, pode utilizar um computador para rodar o Programa do
Terminal de Serviço (STP). Para rodar o STP, siga os seguintes passos:
Retire a moldura da bomba;
Conecte o cabo serial para o canal serial do laptop e o canal serial no teclado, localizado na placa
do computador. Certifique-se que as tiras para seleção do tipo de conector estão corretamente
selecionadas.
Inicie o STP para colocar a bomba no modo “Manutenção”.
Estabelecer comunicação pressionando botão CRC no teclado do computador.
Você deve entrar com a sua senha duas vezes para poder acessar às funções e às estatísticas do
modo “Manutenção”. Quando PASS 1 aparecer no display de “Total a Pagar”, entre com a senha
do técnico de manutenção e aperte ENTER. Quando PASS 2 aparece no display de “Total a
Pagar”, entre com a senha de novo e aperte ENTER.

12
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
3.4 Display do Modo “Manutenção”
Quando você entra no modo “Manutenção”, o display de “Preço Unitário” mostra "F - - ", o display
de “Total a Pagar” mostra o número da versão do software e o display de “Volumes” mostra a data
da versão do software. Este é o começo do modo “Programação de Funções”. Para editar ou
visualizar funções específicas, entre com qualquer número de função usando as teclas numéricas
e aperte ENTER. O número correspondente aparece no display de “Total a Pagar”.

7.17
Versão do Software ou Número de divulgação, (i.e. 7.17)
100402
Data (MÊS/DIA/ANO, i.e. Abril 04, 2002)
F --

Para entrar no modo “Estatístico”, pressione UP or DOWN quando o display de “Preço Unitário”
estiver mostrando “F- -“, então a função passará para "S - - ". No display de “Total a Pagar”
mostrará o valor da transação do lado B, e no display de “Volumes” mostrará o valor da transação
do lado A. Para visualizar funções estatísticas específicas, tecle o número respectivo a estatística
desejada e a seguir pressione ENTER. O número correspondente vai aparecer no display de
“Total a Pagar”.

i.e. 1456 preenchimentos no lado B


1456

3456
i.e. 3456 preenchimentos no lado A
S --

3.5 Saída do Modo “Manutenção”


Existem duas maneiras de sair do modo “Manutenção”.
Sair e Salvar alterações;
Saída Rápida.

3.5.1 Sair e Salvar Alterações


Utilize a Função 00 para sair do modo “Manutenção” e salvar alterações, Uma vez na
função, entre 3 para a sub-função, então aperte ENTER duas vezes. Veja F00- Função
Sair para maiores informações. Se você entrou no modo “Manutenção” usando a interface
infravermelha, o modo “Manutenção” torna-se inativo. Se você entrou no modo
“Manutenção” pelo programa do terminal de serviço (STP), a manutenção torna-se
ociosa, mas continuará ativa até que o cabo da interface seja removido ou desligado o
STP.

13
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
3.5.2 Saída Rápida
Se você usar uma Saída Rápida, você perderá as alterações feitas. Para realizar uma
Saída Rápida, faça o seguinte:

• Se você usou o programa do terminal de serviço para entrar no modo “Manutenção”,


desative o “Manutenção” removendo o cabo da interface RS232 ou saia do programa
do terminal de serviço.
• Se você usou a Interface Infravermelha, pressione a tecla CLEAR até o display de
“Preço Unitário” mostrar "F - - " ou "S - -". Em seguida, aperte ENTER três vezes. Isso
faz com que a tarefa do modo “Manutenção” pare imediatamente.

3.6 Nível de Entrada “Funções” ou “Estatísticas”


Você deve acessar todos os dados sobre funções e estatísticas passando por subníveis antes de
poder visualizar ou entrar com qualquer dado. O display inicial mostra um pontilhado no display de
“Total a Pagar”, o display de “Volumes” fica vazio, e o display de “Preço Unitário” mostra o número
da função ou da estatística.
Este número de função ou de estatística é precedido por um F ou um S.
A tela tem as seguintes funções:
CLEAR Voltar à tela inicial.
ENTER Abrir o primeiro subnível ao qual você tem acesso.
UP Avançar para a próxima função ou estatística.
DOWN Retornar à função ou estatística anterior.
# Ignorar.
NEXT Avançar para a próxima função ou estatística.
NÚMERO (1-9) Vai para a função ou estatística cujo número foi digitado. Se o número estiver
fora da faixa de funções ou estatísticas disponíveis, a função ou estatística de
maior número é usada.
Quando você começa a entrar com os números, as teclas não-numéricas têm as seguintes
funções:
CLEAR Serve de tecla backspace se um número foi digitado, senão o controle retorna para
a tela inicial.
ENTER Aceita qualquer número já digitado, senão abre o primeiro subnível ao qual você
tem acesso.
UP É ignorado quando um número foi digitado, senão avança para a próxima função ou
estatística.
DOWN É ignorado quando um número foi digitado, senão retorna para a função ou
estatística anterior.
# É ignorado.
NEXT É ignorado quando um número foi digitado, senão avança para a próxima função ou
estatística.
Se você pressionar a tecla CLEAR antes de entrar dados numéricos, o sistema não aceitará os
dados numéricos, porque terá voltado à tela inicial.

14
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
3.7 Nível de Sub-entrada
Quando chegar ao nível de sub-entrada, o display de “Preço Unitário” mostra o número de
função/estatística nas duas casas mais à esquerda e o número de subnível nas duas casas mais à
direita, separados por um ponto decimal. O F ou o S desaparece. A lista a seguir mostra as
possibilidades oferecidas neste nível. Nem todas as possibilidades são disponíveis, depende do
tipo de acesso do usuário.
CLEAR Retornar à tela do nível de entrada de função ou estatística

ENTER Retornar à tela do nível de entrada de função ou estatística.

UP Aumentar o valor do parâmetro mostrado; volta ao valor mínimo quando o valor


máximo é atingido.

DOWN Diminuir o valor do parâmetro mostrado; volta o valor máximo quando o valor mínimo
é atingido.

# Zerar o display de “Total a Pagar”. Permite entrar um novo valor para um parâmetro
dado. Valores fora da faixa são ignorados.

NEXT Avançar até a subfunção ou sub-estatística seguinte, dentro da função ou estatística


atual.

Se você entrar com dados numéricos sem teclar # primeiro, o sistema vai para a subfunção ou
sub-estatística correspondente ao número digitado. Se este número estiver fora da faixa de
subfunções ou sub-estatísticas disponíveis, a subfunção ou sub-estatística maior é usada.
Quando você inicia por números (teclando # antes ou não), as teclas não-numéricas oferecem as
seguintes possibilidades:
CLEAR Serve de tecla backspace se um número foi digitado, senão o controle retorna para a
tela inicial.

ENTER Aceita qualquer número já digitado.

UP É ignorado quando um número foi digitado, senão o controle volta para o nível de sub-
entrada.

DOWN É ignorado quando um número foi digitado, senão o controle volta para o nível de sub-
entrada.

# É ignorado quando um número foi digitado, senão o controle volta para o nível de sub-
entrada.

NEXT É ignorado quando um número foi digitado, senão o controle volta para o nível de sub-
entrada.

3.8 Lista de Funções


O template controla o acesso a funções e subfunções e contém uma tabela com níveis de acesso,
que determina a que funções cada usuário tem acesso. Os níveis de acesso são os seguintes:
• Leitura e Entrada de dados;
• Somente Leitura;
• Nenhum Acesso.

15
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
3.8.1 F00 – Função Sair
Utilize esta função para selecionar uma das três saídas do modo “Manutenção”.

Os números das Subfunções estão no formato ‘.OX’, onde X = o parâmetro de


configuração selecionado, definido como segue:

.00 Opção Sair, de 1 a 4


1 = Não Sair e não Salvar Alterações
2 = Sair sem Salvar Alterações
3 = Sair e Salvar Alterações
4 = Partida a frio Soft, PASS é exibido no display de valor, digite a Senha e ENTER
para executar a partida a frio

3.8.2 F01 - Modos de Abastecimento


Os números das Subfunções estão no formato ‘.OX’, onde X = o parâmetro de
configuração selecionado, definido como segue:

.00 Modo de Abastecimento, de 1 a 4


1 = Modo Serial, bomba controlada por sistema através de conexão serial
2 = Modo Independente, bomba não controlada por um sistema
3 = Modo Serial W&M, o mesmo que #1, mas o volume possui três casas decimais
.xxx
4 = Modo Independente W&M, o mesmo que #2, mas o volume possui três casas
decimais .xxx

3.8.3 F02 – Configuração do Relógio


Os números das Subfunções estão no formato ‘.OX’, onde X = o parâmetro de
configuração selecionado, definido como segue:

.00 Não usado (Tempo, no formato HH.MM)


.01 Não usado (Data, no formato MM.DD)
.02 Não usado (Ano, no formato YY.YY)

3.8.4 F03 – Definição dos Preços Unitários do lado A


Estas funções não fazem parte dos dados do template.
Os números das Subfunções estão no formato:
.0N Definição dos preços a crédito
.1N Não usado (Definição dos preços à vista)
N Número do Bico Lógico, de 1 a 4 (5-8 opcional).

16
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
3.8.5 F04 - Definição dos Preços Unitários do lado B
Estas funções não fazem parte dos dados do template.
Os números das Subfunções estão no formato:
.0N Definição dos preços a crédito
.1N Não usado (Definição dos preços à vista)
N Número do Bico Lógico, de 1 a 4 (5-8 opcional).

3.8.6 F05 - Endereçamento do Ponto de Abastecimento (lado A)


Endereço do Ponto de Abastecimento, de 0 a 99, onde 0 = não endereçado.

3.8.7 F06 - Endereçamento do Ponto de Abastecimento (lado B)


.00 Endereço do Ponto de Abastecimento, de 0 a 99, onde 0 = não endereçado.

3.8.8 F07 - Configuração da Bomba


Os números das Subfunções estão no formato ‘.OX’, onde X = o parâmetro de
configuração selecionado, definido como segue:
.00 Número máximo de bicos lógicos para cada lado, de 1 a 4 (5-8 opcional)
.01 Configuração da bomba, 1 = lado único, 2 = dois lados
.02 Erro de mistura máximo permitido, de 1 a 5 (% em pontos)
.03 Primeiro Conjunto de Verificação para mistura, de 2 a 200 (em 1/10 de Litros), se
litros
.04 Primeiro Conjunto de Verificação para mistura, de 5 a 50 (em 1/10 de Galões), se
galões
.05 Número de displays de bombas por lado
0= um display por lado
1= segundo display no lado A
2= segundo display no lado B
3= segundo display nos lados A e B
.06 Tipo de Pulser Inteligente Wayne (WIP)
1 = Placa Multiplexadora De WIP
.07 Configuração do Botão de Parada
1 = Pára ambos os lados
2 = Pára um lado
.08 Atribuição do Botão de parada.
0 = O Botão de Parada é desativado no teclado de membrana com display (preset)
(mas a entrada original para o botão de parada continua no conector J4 com
display).
De 1 a 24 = O número do botão no teclado de membrana com display é ativado.

17
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
3.8.9 F08 - Configuração do Tipo de Bomba Lado A Parte 1
Os números de subfunção estão no formato: ‘.XN’ onde X = os parâmetros de
configuração selecionados e

N = o número do bico lógico 1-4 (5 - 8 opcional) como segue:


.0N designação de número de bico físico, 0-4,
0 = Nenhum, (5-8 opcional)
.1N Designação de tipo de produto, 1-3,
1 = Normal + alta velocidade
2 = Mistura
3 = LPG
.2N designação de display de Preço Unitário, 0-4,
0 = Nenhum, (5-8 opcional)
.3N Designação de número de medidor primário, 0-8,
0 = Nenhum, (9-16 opcional)
.4N Designação de número de medidor secundário, 0-8,
0 = Nenhum, (9-16 opcional)
.5N Designação de número de válvula primária 0-10,
0 = Nenhum, (11-16 opcional)
.6N Tipo de válvula primária, 1-3
1 = ASCO Liga/Desliga
2 = Skinner Prop. (não usada)
3 = ASCO Proporcional
.7N Designação de número de válvula secundária, 0-10,
0 = Nenhum, (11-16 opcional)
.8N Tipo da Válvula Secundária, 1-3
(ver .6N prim. Tipo de válvula)
.9N Número de designação da terceira válvula, 0-10,
0 = nenhum, somente ASCO ligado/desligado
3.8.10 F09 - Configuração do Tipo de Bomba Lado B Parte 1
Esta função fornece o mesmo desempenho que F08 no lado B

3.8.11 F10 - Configuração do Tipo de Bomba Lado A Parte 2


Os números de subfunção estão no formato: ‘.XN’ onde X = os parâmetros de
configuração selecionados e N = o número do bico lógico 1-4 (5 - 8 opcional).

.0N Número octano, 00-99,


00 = Nenhum atribuído
.1N Número de entrada do botão de seleção de produto, 1-24,
0 = Nenhum atribuído

18
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
.2N Número de entrada do botão Pressione para iniciar, 1-24,
0 = Nenhum atribuído
.3N Sistema de recuperação de vapor ativado,
1 = Sim,
2 = Não
.4N Anúncio de bip em uma série de seis bips quando o bico físico for elevado.
1 = Sim,
2 = Não
.5N Fluxo de alta/baixa capacidade (80/40l/min) Alterna entre fluxo a F29/30.2x e a
F29/30.3x 1-24,
0 = Nenhum atribuído
.6N Designação de botão de alta capacidade 1-24, (teclado iGEM = 10)
(teclado iGEM = 10)
Vazão em F29/30.3x
0 = Nenhum atribuído
.7N Designação de botão de baixa capacidade 1-24,
(teclado iGEM = 9)
Vazão em F29/30.2x
0 = Nenhum atribuído
.8N Designação de código de endereçamento (0 - 9),
0 = código de endereçamento como Bico Lógico nº.
possíveis códigos de endereçamento para Ferranti CL 0-9
possíveis códigos de endereçamento para LJCL, 1–5,
onde 1 = endereçamento 0 etc, não utilizado para DART
0 =não designado
possíveis códigos de erro para DART 1-7
.9N Limite máximo de volume 1-6 dígitos 0-999999
0 = não indicado

3.8.12 F11 - Configuração do Tipo de Bomba Lado B Parte 2


Esta função fornece o mesmo desempenho que F10 no lado B.

3.8.13 F12 - Configuração do Motor Lado A


Os números das subfunções têm o Formato: ‘.XN' onde X = Parâmetros da configuração
selecionada e N = O número do Bico Lógico, de 1 a 4 (5-8 opcional).
.0N Designação da bomba principal, de 0 a 4, 0 = Não Atribuído, (5-8 opcional)
.1N Designação da bomba secundária, de 0 a 4, 0 = Não Atribuído, (5-8 opcional)

3.8.14 F13 - Configuração do Motor Lado B


Esta função fornece o mesmo desempenho que F12 no lado B.

3.8.15 F14 - Configuração do Display da Bomba (Ambos Lados)


Os Números das subfunções têm o formato ‘.0X' onde X = parâmetros da configuração
selecionada, definidos como segue:
.00 Número de displays de preço unitário de cada lado, de 0 a 8, 0 = nenhum display

19
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
.01 Modo display após pagamento da venda
1 = valor real, volume real, preço unitário real
2 = valor zerado, volume zerado, preço unitário real
3 = valor zerado, volume zerado, preço unitário em branco
4 = valor e volume reais, preço unitário em branco
5 = valor e volume reais, preço unitário para 5 seg. real
.02 Display de “Total a Pagar” - dígitos à direita do ponto decimal, de 0 a 4
.03 Display de “Volumes” - dígitos à direita do ponto decimal, de 0 a 4
.04 Display de “Preço Unitário” - dígitos à direita do ponto decimal, de 0 a 4 (usado como
base para o cálculo do dinheiro).
.05 Display de “Preço Unitário” piscando quando selecionado após “8 – em branco – 0”
1 = não pisca
2 = pisca até o fornecimento de vazão máxima
3 = pisca sempre
.06 Suprime os zeros iniciais no modo normal
1 = sim
2 = não
.07 Totais e valor no totalizador exibe dígitos à direita do ponto decimal, 0-4
(efetua totais de DART e LJCL)
.08 Totais e valor no totalizador exibe dígitos à direita do ponto decimal, 0-4
(efetua totais de DART e LJCL)
.09 Indicação do Ponto Decimal no display de “Preço Unitário”, mostra dígitos à direita
do ponto decimal, de 0 a 4, 5 = desativado = utilizar posição 14.04 (somente quando
a casa decimal diferir do posicionamento em F14.04). Na Alemanha = 1.

3.8.16 F15 - Configuração do indicador sonoro (bip) da bomba


Os números das subfunções têm o formato ‘.0X' onde X = parâmetros da configuração
selecionada definidos como segue:
.00 Um bip cada vez que pressionar o botão
1 = sim
2 = não
.01 Um bip ao levantar fisicamente o bico
1 = sim
2 = não
.02 Repetição do bip se bico físico estiver fora do receptáculo e o botão Pressione para
iniciar (ou seleção de produto) não estiver ativado
1 = sim
2 = não
.03 Um bip uma vez a cada “oito”, espaço em branco e zeros”
1 = sim
2 = não

20
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
3.8.17 F16 - Configuração do Pulser (WIP)
Os números das subfunções têm o formato ‘.0X’ onde X = parâmetros da configuração
selecionada definidos como segue:
.00 modo “Medida”
1 = litros
2 = galões
3 = galões imperiais
.01 Histerese de inversão de pulsos do pulser, de 1 a 64
.02 Confirma mudança de número de série WIP (quando o WIP foi substituído)
0 = Número de série armazenado
1 = Confirma os novos números de série WIP (tem de ser feito quando o WIP foi
substituído e F16.04=1, este parâmetro será zerado automaticamente quando
se sair do Modo de Manutenção e armazenar o novo número de série)
.03 Limite de Inversão de pulsos (após histerese) num pulser ocioso/não usado de 1 a
255.
.04 Verificar mudança do número de série WIP
0 = desativado
1 = ativado

3.8.18 F17 - Configuração dos Limites da Bomba


Os números das subfunções têm o formato ‘.0X’ Onde X = Parâmetros da configuração
selecionada definidos como segue:
.00 Número máximo de erros de pulsos num Pulser "Em uso" (numa transação), de 1 a
99
.01 Número máximo de erros de pulsos num Pulser Ocioso/Não Usado, de 1 a 99
.02 Número máximo de erros No Display / Abastecimento, de 0 a 99, Onde
0 = desativado
.03 Parada devida a tempo esgotado por “Nenhuma vazão” ou “Perda de vazão” (de 0 a
1000 Segundos)
.04 Número máximo de eventos consecutivos “Nenhuma vazão” Com/Sem Erro, de 0 a
10,
0 = desativado
.05 Número máximo de eventos “Perda de vazão” Com/Sem Erro, de 0 a 10,
0 = Desativado
.06 Número máximo de abastecimentos inacabados, de 0 a 10, 0 = Recurso Desativado
.07 Valor máximo (R$) abastecido / abastecimento, de 1 a 6 dígitos
.08 Volume máximo abastecido / abastecimento, de 1 a 6 dígitos

21
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
3.8.19 F18 - Configuração da Taxa de Mistura
Os números das subfunções têm o formato: ‘SN’ onde S = número do lado (1=A, 2=B) e
N = o número lógico do bico, de 1 a 4 (5-8 opcional).
SN. Taxa de mistura (faixa de dados permitida: de 0 a 101.
100 = somente a primeira válvula, segunda válvula fechada
0 = somente a segunda válvula, primeira válvula fechada.
101 = atribuição de válvula primária e secundária (bombas de alta capacidade
130 l/m)

3.8.20 F19 - Configuração Específica para a Unidade de Volume


Números de subfunção no formato ‘.VX’ onde V= seleção da unidade de volume (1= litros,
2= galões) e X = parâmetros da configuração selecionada definidos como segue.
.10 Volume suprimido no início do abastecimento, 0 a 9 cl.
.11 Volume máximo de novo produto selecionável, de 1 a 9 cl.
.12 Suprimir abastecimento acima do limite predefinido, de 0 a 99 cl.
.13 Delta de redução de velocidade do volume predefinido/pré-pago. de 5 a 399 cl.
.14 Limite de pulsos para frente em pulser ocioso/não usado. de 1 a 99 cl.
.15 Segunda Supressão do Volume no início do abastecimento (Função específica da
Alemanha) de 0 a 15cl
.16 Volume de teste da mangueira, 0-25 cl, 0 = desativado. (Ajuste o tempo em F23.06)
.20 Volume suprimido no início do abastecimento, 1-99 (em 1/1000 de galões)
.21 Volume máximo de novo produto selecionável, 1-99 (em 1/1000 de galões)
.22 Suprimir abastecimento acima do limite predefinido, 0-99 (em 1/1000 de galões)
.23 Delta de redução de velocidade do volume predefinido/pré-pago. 2-999 (em 1/1000
de galões)
.24 Limite de pulsos para frente em pulser ocioso/não usado. 1-999 (em 1/1000 de
galões)
.25 Limite de volume Segunda Limpeza 0-4 cg, 0 = desativado.
.26 Volume de teste da mangueira, 0-65 cg, 0 = desativado. (Ajuste o tempo em F23.06)

3.8.21 F20 - Configuração da Conexão Serial da bomba


Os números das subfunções têm o formato ‘0X' onde X = parâmetros da configuração
selecionada definidos como segue:
.00 Protocolo
0 = conexão desligada
1 = RS485 DART padrão
2 = RS485 FULL DART
3 = RS485 FULL DART para IFSF LON (rede operacional local)
4 = Loop de corrente americana
5 = Ljungmans

22
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
6 = Ferranti A
7 = ATCL
8 = Ferranti B
9 = Ferranti C (copos)
.01 Taxa em bauds (A taxa em Bauds é automaticamente selecionada de acordo com o
tipo de protocolo do item anterior)
1 = 1200
2 = 2400
3 = 4800
4 = 9600
5 = 19200
6 = 38400
9600 é o padrão
Nota: Circuito de corrente DART e Ljungmans aprovado somente em 9600 Baud.
.02 Reservado

.03 Sempre digite FORNECIMENTO CONCLUÍDO quando o bico voltar (inclusive


quando ocorrer a alteração de grau)
1 = Sim,
2 = Não

.04 Uso das funções Estatísticas Totais / Totalizadoras por bico lógico como Totais /
Totalizadoras de produto.
1 = Sim, as estatísticas serão atualizadas baseadas no código de grade definido
pelo F10/11.8N
2 = Não, as estatísticas serão atualizadas baseadas em números de bicos lógicos

3.8.22 F21 - Configurações Diversas


Os números das subfunções têm o formato ‘.0X’ onde X = parâmetros da configuração
selecionada definidos como segue:
.00 Configuração do Motor ON da bomba
1 = ON no final do teste do “display”
2 = ON no início do teste do “display“, para ser usado em dispensadores (com
unidade de bombeamento submersa). Selecione o tempo de atraso na função
F23.00
3 = ON na seleção do produto
.01 Restringe a configuração do modo de fornecimento
1 = Acesso a configuração do modo de fornecimento restringido
2 = Acesso permitido
.02 Indicação independente habilitada (mostrar quatro dígitos à direita do ponto decimal)
1 = sim
2 = não
.03 Displays de preço unitário não selecionados em branco ou com traços na seleção de
produto
1 = em branco
2 = traços

23
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
.04 Mudança de produto autorizada após início do abastecimento
1 = sim, mudança de produto autorizada após início do abastecimento
2 = não, mudança de produto não autorizada após início do abastecimento
.05 Configuração do totalizador eletro-mecânico e:
1 = Um totalizador por medidor. O totalizador “1” colocado em “J6” está endereçado
para o medidor “1” e o totalizador “5” em “J7” está endereçado para medidor “5”.
2 = Um totalizador por pulser/módulo hidráulico (WIP/GHM). O totalizador “1”
colocado em “J6” está endereçado para o pulser “1” e o totalizador “4” em “J6”
está endereçado para pulser “4”.
3 = Um totalizado por bico lógico. O totalizador “1” colocado em “J6” está endereçado
para o bico lógico “1”, no lado “A”, e o totalizador “5” em “J7” está endereçado
para bico lógico “1” no lado “B”.
.06 Indicação da Vazão no display de “Total a Pagar” durante o abastecimento
0 = Desativada
1 = Mostra volume principal
2 = Mostra volume secundário
3 = Mostra volume principal mais volume secundário
4 = Mostra o volume principal no display de valor e o volume secundário no display de
preço unitário
5 = mesmo que "1", função ativada de "botão do CRC" for pressionado antes de
encher, a vazão indicada para 10seg. se o botão "7" for pressionado ao encher
6 = mesmo que "2", função ativada de "botão do CRC" for pressionado antes de
encher, a vazão indicada para 10seg. se o botão "7" for pressionado ao encher
7 = mesmo que "3", função ativada de "botão do CRC" for pressionado antes de
encher, a vazão indicada para 10seg. se o botão "7" for pressionado ao encher
8 = mesmo que "4", função ativada de "botão do CRC" for pressionado antes de
encher, a vazão indicada para 10seg. se o botão "7" for pressionado ao encher
.07 Indicação de Erro/Evento no display da bomba
0 = display pisca e mostra “CLOSED” do erro nível C
1 = display pisca apenas no erro nível B
2 = display pisca, mostra “CLOSED” e mostra o código de erro no display de
preço unitário do erro nível C
3 = display pisca e mostra o código de erro no display de preço unitário do erro
nível B
.08 Totalizador de pesos e medidas ou indicador de Totais no mostrador da bomba
(ativado pelo botão remoto CLEAR).
0 = Totalizador por medidor
1 = Totalizador por bico lógico
2 = Totalizador por medidor
3 = Totalizador por bico lógico
.09 Acesso ao modo “Manutenção” através do Controle Remoto sem pressionar primeiro
o botão do CRC do iGEM.
0 = Possibilidade de entrada por todos os níveis
1 = Entre com botão 1, 2, 3, CLEAR, mas não dê “ENTER”. Pressionar primeiro o
botão do CRC.

24
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
2 = Entre com botão 3, CLEAR, mas não dê “ENTER”, 1, 2. Pressionar primeiro o
botão do CRC
3 = Entre com botão 3 e CLEAR, mas não dê ENTER, 1, 2. Pressionar primeiro o
botão do CRC
4 = Não entrar sem pressionar o primeiro botão.

3.8.23 F22 - Cálculo do Total a Pagar


Os números das sub-funções têm o formato ‘.0X' onde X = parâmetros da configuração
selecionada definidos como segue:
.00 Relação entre display de “Total a Pagar” e display de “Preço Unitário”
1 = 1/1 (valor = 1 X preço unitário)
2 = 10/1 (valor = 10 X preço unitário)
3 = 100/1 (valor = 100 x preço unitário)
4 = 1/10 (valor = preço unitário /10)
5 = 1/100 (valor = preço unitário / 100)
6 = 1/1000 (valor = preço unitário / 1000)
.01 Contagem por um ou cinco no dígito menos importante do display de “Total a Pagar”
1 = um
2 = cinco
.02 Dígitos do volume à direita do ponto decimal usados no cálculo do valor, de 0 a 5,
onde 5 = uso do ponto decimal no volume conforme definido na função 14.03.
.03 Configuração “valor predefinido”. À medida que o preço unitário aumenta, o sistema
chega a um ponto quando um certo valor de total à pagar não pode ser definido,
devido à resolução do sistema de medição e/ou à resolução configurada do volume
usado para o cálculo do valor.
Programe esta sub-função para dar o resultado desejado quando isto ocorrer.
0 = calcular o volume mais próximo do montante e do preço unitário e mostrar o total
a pagar real ao término da venda.
1 = calcular o volume mais próximo do valor e do preço unitário, mas mostrar o total a
pagar predefinido ao término da venda enquanto a venda não chegar ao volume
de transbordamento máximo.
2 = calcular um volume que garantirá que o total a pagar seja superior ou igual ao
valor predeterminado e mostrar o total a pagar predefinido ao término da venda
enquanto a venda não chegar ao volume de transbordamento máximo
(recomendado).
.04 Método de arredondamento de dinheiro
0 = o valor em dinheiro é arredondado para cima, se o dígito de arredondamento for
maior ou igual a 5 (i.e. 21,2350 -> 21,24)
1 = arredondamento para algarismo par, o valor em dinheiro só é arredondado para
cima se o valor for ímpar e o dígito de arredondamento for maior ou igual a 5.
(i.e. 21,2350 -> 21,24, 21,2450 -> 21,24)

3.8.24 F23 - Temporizadores Diversos


Os números das sub-funções têm o formato ‘.0X' onde X = parâmetros da configuração
selecionada definidos como segue:
.00 Exibir tempo de teste (tempo de teste total – também conhecido como válvula em
atraso), de 2 a 24 (unidade: 1/2s)

25
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
.01 Tempo mínimo entre abastecimentos, de 0 a 20 (unidade: 1/2s), onde 0 = desativado
.02 Parada por erro de off-line, de 0 a 30 (em segundos), onde 0 = desativado
.03 Tempo máximo permitido por abastecimento, de 0 a 60 (em minutos), onde 0 =
desativado
.04 Tempo para mudança de preço unitário até a próxima venda começar, de 0 a 15
(segundos)
.05 Vazão alta/baixa (80/40l/min) temporizador de capacidade e seleção de
Mestre/Satélite
.06 Tempo de teste da mangueira, de 0 a 9 (unidades de 0,5 seg.) onde 0 = desabilitado,
11 a 19 (unidades de 0,5 seg.), controlado pelo Sistema Logitron.
.07 Intervalo para Bicos Aplicados em Bombas de GLP (unidades de segundo) 1-15
Usada quando o valor indicado pela F08/09.1N = 3 ( = LPG ).

3.8.25 F24 - Configuração de Predeterminação


Os números das subfunções têm o formato ‘0X' onde X = parâmetros da configuração
selecionada definidos como segue:
.00 modo “Operação”
1 = Entrada somente de valores
2 = Entrada somente de volumes
3 = Padrão para valores, alternar por botão
4 = Padrão para volumes, alternar por botão
.01 Entrada predefinida necessária antes de iniciar abastecimento
1 = sim
2 = não
.02 Abastecimento pelo display via teclado do Preset ou Preset americano
0 = Preset desativado, os botões servem para outras funções (por ex. Seleção de
produto numa Bomba de mangueira única)
1 = Teclado do Preset para 5 botões, display sem indicação (“ “)
2 = Teclado do Preset para 12 botões, display sem indicação (“ “)
3 = Teclado do Preset para 5 botões, display com traços (“----“)
4 = Teclado do Preset para 12 botões, display com traços (“----“)
5 = Teclado do Preset para 5 botões, display abastecimento (“FILL“)
6 = Teclado do Preset para 12 botões, display abastecimento (“FILL“)
7 = Teclado do Preset para 5 botões, display com Preset (“PrESET“)
8 = Teclado do Preset para 12 botões, display com Preset (“PrESET”)
9 = 5 botão para pré-ativar teclado, aplicativo ARAL, valor pré-ativação não está
indicado no mostrador, no seu lugar os LED’s acendem para identificação.
.03 Tempo máximo para entrada de dados no Preset, de 0 a 60 (em segundos)

26
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
.04 Configuração da função da tecla temporária #1, de 0 a 9
0 = Desativado
1 = Selecionar Valor Predefinido
2 = Selecionar Volume Predefinido
3 = Alternar Valor ou Volume Predefinido
4 = Selecionar modo de abastecimento
5 = Selecionar Valor Predefinido #1
6 = Selecionar Valor Predefinido #2
7 = Selecionar Valor Predefinido #3
8 = Tecla Clear (apagar)
9 = Tecla Enter (entrar)
10=Selecionar valor Predefinido #4
.05 Configuração da função da tecla temporária #2, de 0 a 10 (consulte .04 para obter as
definições dos itens de configuração.)
.06 Configuração da função da tecla temporária #3, de 0 a 10 (consulte .04 para obter as
definições dos itens de configuração.)
.07 Configuração da função da tecla temporária #4, de 0 a 10 (consulte .04 para obter as
definições dos itens de configuração.)

.08 Configuração da função da tecla temporária #5, de 0 a 10 (consulte .04 para obter
as definições dos itens de configuração.)
.09 Ponto de entrada do primeiro dígito para Valor Predefinido, de 1 a 6

.10 Ponto de entrada do primeiro dígito para Volume Predefinido, de 1 a 6


3.8.26 F25 - Configuração dos Botões de Predeterminação
Os números das subfunções têm o formato ‘.0X’ onde X = parâmetros da configuração
selecionada são definidos como segue:
.00 Botão do Preset #1 modo “Operação”
1 = Valor
2 = Volume
.01 Botão do Preset #2 modo “Operação”
1 = Valor
2 = Volume
.02 Botão do Preset #3 modo “Operação”
1 = Valor
2 = Volume
.03 Botão do Preset #4 modo “Operação”
1 = Valor
2 = Volume
.04 Botão do Preset #1 limite de valor/volume, de 0 a 999999
.05 Botão do Preset #2 limite de valor/volume, de 0 a 999999
.06 Botão do Preset #3 limite de valor/volume, de 0 a 999999
.07 Botão do Preset #4 limite de valor/volume, de 0 a 999999

27
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
3.8.27 F26 - Configuração do Recuperador de Vapores (VAP)
Os números das subfunções têm o formato ‘.0X’ onde X = parâmetros da configuração
selecionada são definidos como segue:
.00 Controle de recuperação de vapor Buerkert.
0 = Desativado
1 = Gera impulsos l/min (nenhuma informação do bico)
2 = Gera impulsos l/min (com informações do bico).
.01 Calibração Manual sem o Terminal manual Buerkert
0 = Desativado
1 = Ativado (Aplicação Sueca)
.02 Fator K 1 (V/L) utilizado para calibração manual. Padrão = 107 (Burkert + Bomba
ASF)
.03 Fator K 2 (geral) utilizado para calibração manual. Pode ser utilizado para ajustar a
regulagem geral de vapor.
Padrão = 100.
04 Configuração para Monitoramento do Recuperador de Vapor (“Fafnir Vaporix”)
0 = Desabilitado
1 = Habilitado. Mostra os erros observados no “display” da bomba (conecte o Sistema
“Vaporix” para ampliar os pulsos de interface e os sinais de erro)
2 = Habilitado. Mostra os erros observados no “display” da bomba, e transmite, via
DART para o sistema de alarme. Tenha certeza de que o sistema foi carregado
com a correta versão do programa, a qual possui os códigos de alarme DART.

3.8.28 F27 - Configuração da Bomba (Lado A)


.00 Botão de entrada para função Autorização Local, de 0 a 24, onde 0 = função
inexistente.
.01 Atribuição do botão Caixa, 0-24, onde 0 = função inexistente

3.8.29 F28 - Configuração da Bomba (Lado B)


.00 Botão de entrada para função Autorização Local, de 0 a 24, onde 0 = função
inexistente.
.01 Atribuição do botão Caixa, 0-24, onde 0 = função inexistente

3.8.30 F29 - Configuração da Vazão em Litros (Lado A)


.0N Vazão lenta máxima, 3 a 50 (unidades de 1/10 litros/min.)
.1N Vazão lenta mínima, 0 a 50 (unidades de 1/10 litros/min.), 0 = sem limite mínimo.
.2N Vazão rápida máxima, de 10 a 180 (em litros/min)
.3N Vazão máxima plena (a ser utilizada para seleção de vazão por botão - 40/80 l/min.),
10-180 (unidades de litros/min.)
N bico lógico

3.8.31 F30 - Configuração da Vazão em Litros (Lado B)


Esta função fornece o mesmo desempenho que F 29 no lado B.

28
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
3.8.32 F31 - Configuração da Vazão em Galões (Lado A)
.0N Vazão lenta máxima, 1 a 10 (unidades de 1/10 galões/min.)
.1N Vazão lenta mínima, 0 a 10 (unidades de 1/10 galões /min.), 0 = sem limite mínimo.
.2N Vazão rápida máxima, 3-48 (unidades de Galões/min.)
.3N Vazão máxima plena, (a ser utilizada para seleção de vazão por botão - 10/20
Galões/min.) 0-48 (unidades de Galões/min.)
N Bico lógico

3.8.33 F32 - Configuração da Vazão em Galões (Lado B)


Esta função fornece o mesmo desempenho que F 31 no lado B.

3.8.34 F33 - Alteração da Senha


Traços aparecem na janela de exibição do preço e a palavra ‘PASS’ aparece no display
de “Volumes”. Quando começar a editar, o display de “Preços” fica em branco e traços
aparecem em vez das entradas regulares. Entre a nova senha duas vezes. Os números
de subfunções são definidos abaixo:
.00 Senha do Engenheiro de Manutenção, máximo de 6 caracteres (Use somente
números)
.01 Senha do Gerente do Posto, máximo de 6 caracteres (Use somente números)
.02 Senha do Frentista, máximo de 6 caracteres (Use somente números)
.03 Senha de Pesos e Medidas, máximo de 6 caracteres (Use somente números)

3.8.35 F34 - Diagnósticos


Estas funções fornecem uma forma de testar diversas peças do hardware, incluindo todos
os botões, displays, bips e recuperador de vapor. Outros motores e válvulas não estão
disponíveis por razões de segurança. Quando um teste for realizado, pressione CLEAR
ou ENTER para finalizar o teste.
.01 Teste de botão. O display de “Total a Pagar” mostra 4 traços até um botão ser
pressionado. É exibida uma descrição do botão ativado e do lado (1 ou 2) no display
de “Total a Pagar”. Por exemplo, é exibido microswitch do bico 3 do lado 2 como 2n3
enquanto o botão é pressionado(N=bico, S=Parar Botão, B = barramento do display,
(i.e. pré-determinar vazão alta/baixa e botões da bomba satélite). Quando o bico é
desativado, o display passa a exibir traços novamente.
.02 Teste do display. É realizado um teste de "walking segment" no qual cada segmento
do display é ligado e desligado. Todos os dígitos do display são testados ao mesmo
tempo.
.03 Teste do subsistema de Recuperação de Vapor, Lado A
.04 Teste do subsistema de Recuperação de Vapor, Lado B
Estas subfunções simulam uma vazão para o sistema de recuperação de vapor, que
aciona o motor de recuperação. Levante o bico do lado especificado para iniciar o teste.
O display de “Volumes” mostra a vazão simulada. A tecla UP aumenta a vazão simulada.
A tecla DOWN diminui a vazão de 1 em 1 l/min.

29
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
3.8.36 F35 = Configuração da Bomba Escrava (Lado A)
Os números das subfunções no formato ‘.XN’ onde N = o número do bico lógico 1à4 (5-8
opcional) e X = os parâmetros de configuração selecionados definidos abaixo:
.0N Vazão lenta máxima, 1-10 (unidades de 1/10 Galões/min.)
.1N Vazão lenta mínima, 0-10 (unidades de 1/10 Galões/min.), 0 = não há mínimo
.02 Botão de Ativação Satélite (Botão 0à24, 0 = (Nenhuma atribuição).
.03 Botão de Ativação Master (Botão 0à24, 0 = (Nenhuma atribuição).
Se nenhum botão receber atribuição, a vazão será redirecionada dentro do prazo F23.05
com base na elevação do bico/devolução
.04 Comportamento Satélite
0 = Limitado (não pode iniciar em bico SAT, nenhum abastecimento de bico dual
etc).
1 = Impossibilitado de dar partida no satélite, abastecimento duplo e seqüencial é
possível.
2 = Cheio (quaisquer combinações).
.05 SAT Medidor único (um medidor com válvula duplex 1 e 9)
0 = Desativado.
1 = Ativado.

3.8.37 F36 = Configuração da Bomba Escrava (Lado B)


Esta função fornece o mesmo desempenho que F 35 no lado B.

3.8.38 F37 = Configuração do Modelo da Bomba


Colocando-se a série do modelo da bomba resultará nos “valores padrão” especificados
para determinado modelo. Os “valores padrão” serão sempre escritos para F07, 08, 09,
10, 11, 12, 29, 30, 31, 32, 35 e 36.
Certifique-se que seja selecionado sempre a série do modelo da bomba antes de
escolher uma determinada função. Qualquer alteração na série do modelo apagará
ajustes anteriores dos mencionados registros de função.
Entre o número de modelo da bomba (01-99) a ser configurado:
.00 número do modelo
Veja descrição dos modelos de bombas
.01 Número lógico máximo do bico para cada lado, 1-4 (5-8 opcional),
.02 Geometria da bomba, 1 = unilateral, 2 = bilateral,
.03 Tipo geral de válvula para todas as válvulas primárias, secundárias e terciárias, 1-3
0 = Desativado
1 = ASCO On/Off
2 = Skinner Proporcional Não utilizado
3 = ASCO Proporcional

30
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
.04 Re-orientação UPD, lado A, (inverte a orientação selecionada para)
0 = Desativada
1 = lado A
2 = lado B
3 = lado A+B

.05 Mapeamento de UPD


0 = Desativado
1 = mapeia todos os UPD para um segundo painel UPD
2 = mapeia o 1º UPD para o painel UPD 2 e o 2º para o painel 3 (quando se usa um
Display de 4 UP em uma bomba 4/2)
3 = mapeia o 1º UPD para o painel UPD 1 e o 2º para o painel 3 (quando se usa um
Display de 3 UP em uma bomba 4/2)

3.8.39 F39 – Atribuição de nível de erro


.00 - .99
restrito apenas para níveis de erro de recuperação de vapor (42, 43, 44, 45, 46, 47)
0 = LOG
1 = Enceramento, fim do fornecimento
2 = SEMI Fatal, fechar lado da bomba atual
3 = Totalmente Fatal, fechar os dois lados da bomba

3.8.40 F40 – Calibração VAP Manual sem o Terminal manual Buerkert


Veja a descrição do VAP manual

3.8.41 F41 – Configuração de Saídas e Entradas


.01 Recurso de iluminação traseira do lado A
0 = desativado
1 = iluminação traseira em todos os estados da bomba, exceto fechada, desligado
quando no estado fechada
.02 Recurso de iluminação traseira do lado B
Esta função dá o mesmo recurso no B como 01
.03 Recurso Verde/Vermelho no lado A
0 = desativado
1 = Aplicação de lâmpada verde, lâmpada apaga quando o bico é reencaixado, até
receber, se n fica acesa
2 = Aplicação de lâmpada vermelha 1, Estado ocioso = OFF, bico fora = OFF, volume
> volume suprimido = OFF, bico dentro = ON, fornecimento cobrado = OFF
3 = Aplicação de lâmpada vermelha 2, Estado ocioso = OFF, bico fora = OFF, volume
> volume suprimido = ON, bico dentro = FLASHING, fornecimento cobrado =
OFF
4 = Saída de vídeo

31
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
.04 Recurso Verde/Vermelho no lado B
Esta função dá o mesmo recurso no lado B como 03
.05 Recurso de saída extra 1
Saída de pulsos no lado A
0 = desativado
1 = controle Vaporix (sem pulsos se recuperação de vapor for desativada)
2 = Saída de pulso (saída de pulso sempre ativada)
5 = Controle de relé do alto-falante
.06 Recurso de saída extra 2
Saída de pulsos no lado B
0 = desativado
1 = controle Vaporix (sem pulsos se recuperação de vapor for desativada)
2 = Saída de pulso (saída de pulso sempre ativada)
.07 Recurso de saída extra 3
Saída de pulsos no lado A
0 = desativado
1 = controle Vaporix (sem pulsos se recuperação de vapor for desativada)
2 = Saída de pulso (saída de pulso sempre ativada)
.08 Recurso de saída extra 4
Saída de pulsos no lado B
0 = desativado
1 = controle Vaporix (sem pulsos se recuperação de vapor for desativada)
2 = Saída de pulso (saída de pulso sempre ativada)
.09 Recurso de entrada extra 1
Configuração de chave de manutenção
0 = não atribuída
1 = não definida
2 = não definida
3 = não definida
4 = chave de manutenção ativada (conector J12 pino 1+2)
.10 Recurso de entrada extra 2
0 = não atribuída
1 = não definida

3.8.42 F42 – Configuração do Módulo Hidráulico


.01 GHM 1, atribuição de medidor de troca
0 = desativado
1 = troca

32
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
.02 GHM 2, atribuição de medidor de troca
0 = desativado
1 = troca
.03 GHM 3, atribuição de medidor de troca
0 = desativado
1 = troca
.04 GHM 4, atribuição de medidor de troca
0 = desativado
1 = troca
.05 GHM 5, atribuição de medidor de troca, reservado
0 = desativado
1 = troca
.06 GHM 6, atribuição de medidor de troca, reservado
0 = desativado
1 = troca

3.8.43 F43 – Retorno de Informações do Motor


.00 0 = Retorno de informações do motor desabilitado
1 = Retorno de informações do motor habilitado
.01 Indicação de erro por valor
Motor 1 = valor 1
Motor 2 = valor 2
Motor 3 = valor 4
Motor 4 = valor 8
Por exemplo :
Se nenhum motor desligou → F43.01 = 0
Se os motores 2 e 3 desligaram →F43.01 = 6 → (2+4)
Abastecimentos posteriores (que usem motores com erro) serão inibidos até que a
indicação "flag" seja retirada em F43.01
Por exemplo :
Se F43.01 = 3 →os motores 1 e 2 desligaram.
Se F43.01 = 1 → somente o motor 1 está desligado.
Se F43.01 =0 (zero) → nenhum motor está desligado.

3.8.44 F96 - Salvar a Programação na Memória Flash


Esta função requer o terminal de serviço, NÃO o controle remoto.
Esta função não tem subfunções. Pressione ENTER pata transmitir os dados do
programa FLASH. O programa do Terminal de Serviço solicita um nome de arquivo para
o qual transfere os dados. Selecione o arquivo para iniciar a transferência do programa.
Quando termina a transferência do programa FLASH, o IGEM volta ao modo de entrada
de funções no qual é possível acessar outras funções.

33
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
3.8.45 F98 - Carregar a Programação da Memória Flash
Esta função requer o terminal de serviço laptop (PC) ou outro computador IGEM, NÃO o
controle remoto.
Esta função não tem subfunções. Complete as etapas a seguir para utilizar o Terminal de
Serviço:
Download Laptop – iGEM:
Desligar a alimentação do teclado, no computador iGEM da bomba. Faça a ligação por
cabo do laptop ao computador iGEM (certifique-se que o conector de dados físico esteja
corretamente ajustado).
Ligue a corrente do teclado no computador da bomba e inicie o Programa do Terminal de
Serviço. Pressione o botão CRC para estabelecer a comunicação de dados. Feito isto,
será solicitada a senha (não constando isto no mostrador, veja se o cabo está ligado
corretamente e repita as etapas anteriores).
1 Entre PASS 1.
2 Entre PASS 2.
3 Entre “98” e “ENTER” para Função 98.
DOWNLOAD FLASHPROGRAM
NO CHANGE W&M PART
4 Pressione ENTER para confirmar.
5 Entre com a senha “XY” e pressione ENTER (Digitar senha do Código de
Verificação).
6 Selecione o arquivo.
7 ENTER
8 O Programa do Terminal de Serviço solicita um nome de arquivo para descarregar.
É possível procurar em diversos diretórios para obter o arquivo desejado. Selecione
o arquivo correto para iniciar o download do programa. Se não localizar o arquivo ou
se houver um CRC defeituoso, o download é anulado.
Ao término do download, o iGEM irá voltar para a função do modo de entrada, onde
outras funções podem ser acessadas ou o Programa do Terminal de Serviço pode
ser finalizado neste momento e o laptop / PC, desconectando.
9 A janela na tela do laptop mostrará “esperando apagar o flash” e mostrará em
seqüência, os blocos de dados transmitidos ao computador da bomba. Este, mostra
“burn”, indicando o carregamento do programa.
10 Ao término do download, o iGEM irá voltar para a função do modo de entrada, onde
outras funções podem ser acessadas ou o Programa do Terminal de Serviço pode
ser finalizado neste momento e o laptop / PC, desconectando. O Programa do
Terminal de Serviço indicará “DOWNLOAD COMPLETE”.
É importante não interromper o download por nenhum motivo. Caso isto aconteça, o
teclado do computador deverá ser substituído. Recarregar não será mais possível.
Completado o download, o software executa uma partida quente, igual a um ciclo de
energia. Caso o laptop continue ligado, e com seu programa em funcionamento, o iGEM
entrará no modo de “Manutenção” ao ser pressionado o botão CRC, ocasionando o
pedido para inserir as senhas. A esta altura se poderá sair do programa e desligar o
laptop.

34
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
Recomenda-se fazer uma “partida a frio” após o download.
Download iGEM – computador iGEM
Definições:
Mestre = computador iGEM ligado ao computador iGEM na bomba.
Escravo = computador iGEM localizado na bomba.
Desligar Escravo
Conectar cabo de dados entre Mestre e Escravo
Ligar corrente do Mestre e do Escravo.

Executar os seguintes passos para o download:


1. Escravo: Pressionar botão CRC para obter acesso ao Modo de Manutenção
2. Escravo: Digitar PASS 1
3. Escravo: Digitar PASS 2
4. Escravo: Digitar F98 e pressionar “ENTER” -> “PRESS” aparecerá
5. Mestre: Pressionar botão CRC, no display aparecerá “dload”
6. Escravo: Pressionar “ENTER” para confirmar
7. Escravo: Digitar senha do Código de Verificação “XY” e “ENTER”. No display aparece
“burn”.
8. Master: No display aparece “ERASE”, e em seguida os blocos de dados transmitidos
“Pro 01-xy”.
Desligar a força ao terminar e desconectar os cabos. É importante não interromper o
download por motivo algum. Caso isto aconteça o teclado do computador deverá ser
substituído. Recarregar não será mais possível.
Recomenda-se fazer uma “partida a frio” após o download.

3.8.46 F99 – Não Usado


3.9 Lista de Estatísticas
O software controla o acesso às estatísticas e sub-estatísticas. O modelo contém uma tabela de
nível de acesso que determina as funções às quais o usuário tem acesso. Os níveis de acesso
são os seguintes:
• Leitura e Gravação
• Somente Leitura
• Sem acesso

Para entrar no modo de visualização das estatísticas, pressione a seta direcional, para cima ou
para baixo, até que a janela Indicativa de preço unitário mostre "F - - ". Quando entrar no
modo de visualização das estatísticas, a janela de visualização do preço unitário mostra "S - - ", a
janela de visualização de total a pagar mostra o valor atual da transação para o lado B, e a janela
de visualização do volume mostra o valor atual da transação para o lado A. Para visualizar
estatísticas específicas, tecle o número da estatística desejada, usando as teclas numéricas e
pressione ENTER. O número correspondente a estatística desejada será mostrado na janela de
Total a Pagar.

35
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
1456 1456 fornecimentos no lado B

3456

S- - 3456 fornecimentos no lado A

Veja abaixo uma lista ampla das estatísticas definidas:


Descreve como recolocar totais!

3.9.1 S01 - Totais de Turno por Bico Lógico (Lado A)


Número de sub-estatísticas no formato '.TN'
T = Tipo de totais:
1 = Volume
2 = Valor total
3 = A Crédito
4 = À vista
5 = Contagem do Abastecimento – Modo Abastecimento Serial
6 = Contagem do Abastecimento – Modo Independente
N = Número do bico lógico, de 0 a 8 (0 = Nenhuma atribuição)
Os seis (6) dígitos menos importantes do valor dos dados aparecem no display de
“Volumes”. Dígitos diferentes de zero de ordem superior do valor dos dados, se houver,
aparecem no display de “Total a Pagar”. Zeros iniciais aparecem em branco.
Para apagar totais:
1. Pressionar #. O display indicará “CLEAR TOTALS”.
2. Pressionar “ENTER”. O display indicará “PASS”.
3. Digitar SENHA “XY” e pressionar “ENTER” (Digitar senha do Código de
Verificação).

3.9.2 S02 - Totais de Turno por Bico Lógico (Lado B)


Esta estatística fornece o mesmo desempenho que S01 no lado B.

3.9.3 S03 - Totais de Turno do Contador de Erros/Eventos (Lado A)


O display de “Total a Pagar” mostra traços e sub-estatísticas no display de “Preço
Unitário”, indo de 1 a 99: elas representam o conjunto de erros/eventos detectáveis pelo
programa. A faixa autorizada para o valor do contador situa-se entre 0 e 255.
Consulte Códigos de Erros para obter uma lista dos códigos.

3.9.4 S04 - Totais de Turno do Contador de Erros/Eventos – Lado B


Esta estatística fornece o mesmo desempenho que S03 no lado B.

36
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
3.9.5 S05 - Totais de Turno do Medidor (Lado A)
Números de sub-estatísticas no formato '.M0' onde 'M' = número do medidor, de 1 a 8. Os
seis (6) dígitos menos importantes do valor dos dados aparecem no display de “Volumes”.
Dígitos diferentes de zero de ordem superior do valor dos dados, se houver, aparecem no
display de “Total a Pagar”. Zeros iniciais aparecem em branco.
Para definir os totais:
1. Pressione #.
2. Entre o valor de início desejado.
3. Pressione “ENTER” duas vezes.

3.9.6 S06 - Totais de Turno do Medidor (Lado B)


Esta estatística fornece o mesmo desempenho que S05 no lado B.

3.9.7 S07- S10: RESERVADO


3.9.8 S11 - Totalizadores por Bico Lógico - Encerrante (Lado A)
Números de sub-estatísticas no formato '.TN':
T = Tipo de totais
1 = Volume
2 = Valor Total
3 = À Crédito
4 = À Vista
5 = Contagem do Abastecimento – Modo Abastecimento Serial
6 = Contagem do Abastecimento – Modo Independente
N = Número do bico lógico, de 0 a 8 (0 = Nenhuma atribuição)
Os seis (6) dígitos menos importantes do valor dos dados aparecem no display de
“Volumes”. Dígitos diferentes de zero de ordem superior do valor dos dados, se houver,
aparecem no display de “Total a Pagar”. Zeros iniciais aparecem em branco.

3.9.9 S12 - Totalizadores por Bico Lógico - Encerrante (Lado B)


Esta estatística fornece o mesmo desempenho que S11 no lado B.

3.9.10 S13 - Totalizadores do Contador de Erros/Eventos (Lado A)


O display de “Total a Pagar” mostra traços e o display de “Volumes” exibe os dados
estatísticos. O display de “Preço Unitário” mostra a estatística e os números de sub-
estatísticas no formato ‘14.XX’ onde ‘.XX' situa-se na faixa 0-99, representando o
conjunto de erros/eventos detectáveis pelo programa. A faixa autorizada para os valores
do contador situa-se entre 0 e 999.
Consulte Códigos de Erro para obter uma lista dos códigos.

3.9.11 S14 - Totalizadores do Contador de Erros/Eventos (Lado B)


Esta função fornece o mesmo desempenho que S13 no lado B.

37
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
3.9.12 S15 - Totalizadores de Volume do Medidor (Lado A)
Números de sub-estatísticas no formato '.M0' onde 'M' = número do medidor, de 1 a 8. Os
seis (6) dígitos menos importantes do valor dos dados aparecem no display de “Volumes”.
Dígitos diferentes de zero de ordem superior do valor dos dados, se houver, aparecem no
display de “Total a Pagar”. Zeros iniciais aparecem em branco.

3.9.13 S16 - Totalizadores de Volume do Medidor (Lado B)


Esta função fornece o mesmo desempenho que S15 no lado B.

3.9.14 S17 - S20: RESERVADO


3.9.15 S21 - Registro de Erros/Eventos (Lado A)
Números de sub-estatísticas no formato '.XX' na faixa 01-50 representam o conjunto de
registros de erros/eventos mantidos pelo programa, o registro contido na sub-estatística
01 sendo o mais recente. Exiba os dados do histórico de erros usando as duas (2)
‘páginas’ de dados mostradas em seqüência alternada a 1 segundo por página.
Consulte Códigos de Erros para obter a lista de códigos de erro.
A página 1 tem o seguinte formato:
HH.MM, não usado
CC.DD.NN, não usado
onde:
HH = hora, não usado
MM = minuto, não usado
CC = código de erro
DD = número do dispositivo
NN = número do bico lógico
A página 1 contém a hora do evento no display de “Total a Pagar” no formato HH.MM,
não usado. O display de “Volumes” contém os dados no formato CC.DD.NN onde CC= o
código de erros/eventos situado na faixa 1-99, DD= o número do dispositivo associado ao
erro/evento e NN = o bico lógico de 0 a 8 selecionado na detecção do evento (0 =
nenhum selecionado).
A página 2 tem o seguinte formato:
MM.DD.AA, não usado
C
Onde:
MM = mês, não usado
DD = dia, não usado
YY = ano, não usado
C = contagem de abastecimento
A página 2 mostra a data do evento no display de “Total a Pagar” no formato MM.DD.AA
e a contagem de abastecimento relativa ao lado no display de “Volumes”.

3.9.16 S22 - Registro de Erros/Eventos (Lado B)


Esta função fornece o mesmo desempenho que S21 no lado B.

38
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
3.9.17 S23 - Histórico dos Abastecimentos (Lado A)
Números de sub-estatística no formato ‘.XX’ na faixa 01-10 representam o conjunto de
registros das transações mantido pelo programa. O registro exibido em sub-estatística 01
é o mais recente. Visualize os dados estatísticos nas duas (2) ‘páginas’ de dados exibidas
em seqüência alternada na freqüência de 1 segundo por página. A página 1 contém o
valor da transação no display de “Total a Pagar”. O display de “Volumes” contém o
volume da transação. A página 2 mostra o preço unitário no display de “Total a Pagar” e o
display de “Volumes” contém o volume da transação.

3.9.18 S24 - Histórico dos Abastecimentos (Lado B)


Esta função fornece o mesmo desempenho que S23 no lado B.

3.9.19 S25 - Número Total de Ciclos Desligar/Religar


O display total a pagar permanece em branco e o valor do contador de ciclos
desligar/religar aparece no display de “Volumes”. Os números da sub-estatística são
exibidos no formato ‘0X’ onde X = os parâmetros da configuração selecionada, definidos
como segue:
.00. Número de Ciclos Desligar/Religar
.01. Número de Reinicializações do Software
.02. Número de Ciclos Desligar/Religar a Frio

3.9.20 S26 - Histórico das Reinicializações


Esta estatística apresenta informações ao engenheiro eletrônico, ajudando-o na
resolução de problemas.
Mostra a data, a hora, a razão e a localização do retorno das últimas 50 reinicializações.
Números de sub-estatísticas no formato ‘XX’ na faixa 01-50 representam o conjunto de
registros sobre reinicialização mantidos pelo programa. O registro exibido em sub-
estatística 01 é mais recente e o 50 é o mais antigo.
Visualize os dados estatísticos nas duas (2) ‘páginas’ de dados exibidas em seqüência
alternada na freqüência de 1 segundo por página. A página 1 mostra a hora do evento no
display de “Total a Pagar” no formato HH.MM. o display de “Volumes” contém os dados
no formato TT.FFFF onde TT = a ID da interrupção, FFFF = o valor do registro indicando
a interrupção, (TRF) na hora em que a reinicialização foi detectada.
A página 2 mostra a data do evento no display de “Total a Pagar” no formato MM.DD.AA,
e o endereço de retorno como SS.OOOO, onde SS é o segmento do código hexadecimal
e OOOO é o deslocamento hexadecimal no segmento do código. O endereço de retorno
pode ser usado para determinar o conteúdo do PC quando ocorreu a interrupção, o que
pode ser especialmente útil para as interrupções inesperadas, como instruções ilegais,
buscas de palavras estranhas, etc.

39
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
3.9.21 S27 – Estatísticas dos WIPs
As informações abaixo são solicitadas do WIP serial para serem indicadas no display do
iGEM
M = Número do medidor, medidores 1 - 12
0M, número de série do WIP

Número de Lote: 010725 (DDMMAA, i.e. 25. Julho 2001)


010725
Número 1004
1004

27.01 Medidor 01

2M, totalizador dos WIPs, 8 dígitos (os 6 dígitos menos significativos dos dados
aparecem no volume,os 2 dígitos de ordem mais alta à direita do display de
valor)

25 totalizador: (i.e. 251210,04 litros)

121004
Medidor 1
27.21

4M, totalizador WIP anterior, (totalizador do WIP substituído) (os 6 dígitos menos
significativos dos dados aparecem no volume, os 2 dígitos de ordem mais alta à
direita do display de valor), e contador dos WIPs substituídos, 3 dígitos à
esquerda do display de valor.

Contador de substituições (i.e. 1)


1 34
totalizador: (i.e. 341560,04 litros)
156004

27.41 Medidor 1

6M, erros de pulso do WIP

erros de pulso: (i.e. 169)

00169
Medidor 1
27.61

40
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
8M, pulsos de retorno do WIP

pulsos de retorno: (i.e. 59)

00059
Medidor 1
27.81

3.10 Modo de Pesos e Medidas


Se você entrar no modo de manutenção por uma entrada de pesos e medidas, uma versão
especial em modo de pesos e medidas do modo de manutenção se inicia automaticamente. Esse
modo especial é projetado para facilitar o máximo possível a exibição dos logs de evento de
alterações nas taxas de mistura e os logs de evento de alterações na medida de volumes
requeridos por Pesos e Medidas.
Se o dispensador estiver configurado como misturador, você entrará primeiro no modo de
Visualizar Taxas de Mistura. Depois que você terminar de visualizar a taxa de mistura, ou se o
dispensador não estiver configurado como misturador, o modo de Contadores de Alterações na
Unidade de Medida de Volumes se iniciará.
O modo de pesos e medidas é específico para os lados. Ele mostra os logs da taxa de mistura e
logs da unidade de medida de volumes para o lado em relação ao qual você estiver de frente ao
usar o dispositivo infravermelho.

3.10.1 Leitura da “Taxa de Mistura” (Bombas Misturadoras)


Ao entrar neste modo, o display de “Venda” contém as palavras taxa de mistura. As taxas
de misturas atuais de todos os produtos misturados são exibidas no display de “Preço a
Pagar” por um máximo de 20 segundos. Se você não pressionar qualquer outro botão
dentro de 20 segundos, ou se pressionar o botão CLEAR, o sistema entra no modo
“Visualizar Contadores de Alterações na Unidade de Medida de Volumes”.
Se você pressionar “ENTER” ou “NEXT”, o sistema entra no modo “Visualizar Contadores
de Alterações da Taxa de Mistura”.

3.10.2 Leitura dos “Contadores de Alterações da Taxa de Mistura” (Bombas


Misturadoras)
Neste modo, a seguinte seqüência se repete de 20 em 20 segundos para todos os
produtos misturados. Ao término da exibição de todos os produtos, o sistema entra no
modo “Visualizar Contadores de alterações da Unidade de Medida de Volumes”.
1. O display de “Preço Unitário” correspondente contém Pr n, onde n é o número do
produto, também conhecido como o número de bico lógico.
2. O display de “Total a Pagar” contém o valor do contador atual mostrando quantas
vezes a taxa de mistura deste produto foi alterada.
3. O display de “Volumes” contém a taxa de mistura atual.

41
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
Se você pressionar uma das teclas a seguir enquanto estiver neste modo, ocorre a ação
correspondente:
CLEAR O sistema entra no modo “Visualizar Contadores de Alterações da Unidade de
Medida de Volumes”.
ENTER O sistema entra no modo “Visualizar Histórico de Alterações da taxa de
Mistura”.
NEXT São exibidos os dados do contador de alterações de produtos que se seguem
na seqüência, salvo se você estiver checando o contador da última alteração
de produto. Caso contrário, o sistema entra no modo Visualizar Contadores
de Alterações da Unidade de Medida de Volumes.

3.10.3 Leitura do “Histórico das Alterações da Taxa de Mistura” (Bombas


Misturadoras)
Neste modo, a seguinte seqüência se repete de 20 em 20 segundos para os últimos dez
eventos referentes ao produto selecionado. Ao término da exibição dos dez eventos, o
controle retorna ao modo anterior.
1. O display de “Preço Unitário” mostra bC, onde n é o número da alteração da mistura
(de 1 a 10) onde 1 é a mais antiga alteração de mistura registrada e 10 é a mais
antiga alteração armazenada.
2. O display da venda alterna de dois em dois segundos entre as seguintes páginas:
3. O display de “Total a Pagar” exibe “LOCAL” ou “SERIAL”, dependendo da
proveniência da alteração da taxa de mistura, se de programação local ou se de
conexão serial com o sistema do posto e o display de “Volumes” contém a taxa de
mistura que foi alterada neste evento.
4. O display de “Total a Pagar” contém a data do evento no formato mm.dd.yy onde
“mm” é o mês, “dd” é o dia e “yy” o ano. O display de “Volumes” contém a hora do
evento no formato hh.mm, onde hh é a hora (0-23) e mm é o minuto (0-59).
Se você pressionar uma das teclas a seguir enquanto estiver neste modo, é empreendida
a ação correspondente:
CLEAR Sair do modo “Visualizar Histórico de alterações da Taxa de Mistura” e
retornar para “Visualizar Contadores de Alterações da Taxa de Mistura”.
ENTER Sair do modo “Visualizar Histórico de Alterações da Taxa de Mistura” e
retornar para “Visualizar Contadores de Alterações da Taxa de Mistura”.
NEXT Exibir a alteração de mistura de número seguinte. Se você estiver
visualizando o evento 10, o evento 1 voltará automaticamente a ser exibido.
UP Exibir a alteração de mistura de número seguinte. Se você estiver
visualizando o evento 10, o evento 1 voltará automaticamente a ser exibido.
DOWN Exibir a alteração de mistura anterior. Se você estiver visualizando o evento
10, o evento 1 voltará automaticamente a ser exibido.

42
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
3.10.4 Leitura dos “Contadores de Alterações da Unidade de Medida de
Volumes”
Neste modo, são exibidos durante 20 segundos os seguintes itens:
1. Displays de “Preço Unitário” contêm a Unidade (unidade de medida de volumes)
2. Displays de “Total a Pagar” contêm o valor atual do contador mostrando quantas
vezes a unidade de medida de volumes foi exibida.
3. Displays de volume contêm a atual unidade de medida de volumes, descrita como
segue:
LitErs Unidade de volume em litros
US GAL U.S. Unidade de volume em galões americanos
IP GAL Imperial Unidade de volume em galões imperiais
Se você pressionar uma das teclas a seguir enquanto estiver neste modo, ocorre a ação
correspondente:
CLEAR Sair do modo “Pesos & Medidas”.
ENTER Entrar no modo “Visualizar Histórico de Alterações da Unidade de Medida de
Volumes”.
NEXT O sistema sai do modo “Pesos & Medidas”.

3.10.5 Leitura do “Histórico de Alterações da Unidade de Medida de


Volumes”
Neste modo, a seguinte seqüência se repete de 20 em 20 segundos para os últimos dez
registros de alterações da unidade de medida dos volumes. Ao término da exibição dos
dez registros, o controle retorna ao modo anterior.
O display de “Preço Unitário” contém UC n, onde n é o número da alteração da unidade,
de 1 a 10; 1 é a última alteração da unidade, 10 é a mais antiga alteração armazenada.
1. O display de venda alterna-se de dois em dois segundos entre as duas páginas
seguintes:
2. O display de “Total a Pagar” fica em branco e o display de “Volumes” contém a nova
unidade de medida, descrita como segue:
LItErs Unidades de volume em litros
US GAL U.S. Unidade de volume em galões americanos
IP GAL Imperial Unidade de volume de galões imperiais
3. O display de “Total a Pagar” contém a data do evento - mm.dd.yy, onde mm é o mês,
dd é o dia, e yy o ano. O display de “Volumes” contém a hora do evento no formato
hh.mm, onde hh é a hora (0-23) e mm é o minuto (0-59).
Se você pressionar uma das teclas a seguir enquanto estiver no modo, ocorre a ação
correspondente:
CLEAR Entrar no modo “Pesos & Medidas”.
ENTER Entrar no modo “Pesos & Medidas”.
NEXT Exibir a alteração da unidade de medida de volume seguinte. Se você estiver
visualizando o evento 10, há um retorno automático ara mostrar o evento 10
UP Exibir a próxima alteração da unidade de medida de volumes: se você estiver
visualizando o evento 10, há um retorno automático para mostrar o evento 1.
DOWN Exibir a alteração da unidade de medida de volumes anterior: se você estiver
visualizando o evento 1, há um retorno automático para mostrar o evento 10.

43
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
3.11 Leitura dos Totalizadores/Totais no Modo Pesos e Medidas
Se for efetuada a entrada no modo de manutenção, através do modo pesos e medidas (botão
CLEAR no Controle Remoto), é iniciada automaticamente uma versão especial do modo de pesos
e medidas, do modo de manutenção. Este modo especial é projetado para facilitar ao máximo a
visualização dos Totais / Totalizadores.
Se não for pressionado nenhum outro botão dentro de 20 segundos, os próximos valores serão
mostrados automaticamente.
Ao pressionar NEXT será mostrado o próximo valor de totais/totalizador.
Ao pressionar CLEAR efetua-se a saída do modo de pesos e medidas.
A saída do modo de pesos e medidas acontece quando são indicados todos os totais/
totalizadores
Acesse a leitura dos Totalizadores/Totais pressionando o botão CLEAR.
A tela deve mostrar:

1
Indicação, que os valores são mostrados em Litros
LItErS

UNIT

Automaticamente, após 20 seg., ou quando o botão NEXT for pressionado, aparecerá o valor dos
totalizadores/totais:
Os seis (6) dígitos menos significativos do valor do dado aparecem no visor de volume. Os dígitos
diferentes de zero de ordem superior do valor do dado, se presentes, aparecem no visor de Total a
Pagar. Zeros de fornecimento aparecem como espaços vazios.

15
i.e. 155661,48 litros

5661,48
Lado A bico 1
A n1

44
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
4. Tipos de Erros/Eventos
4.1 Classificação de Erro/Evento
Dependendo da gravidade de um erro/evento, ele poderá ser solucionado de maneiras diferentes.
Erros/ocorrências serão classificados conforme a tabela a seguir:

TIPO DE ERRO CLASSIFICAÇÃO DESCRIÇÃO


LOG A Erro/Evento será apenas registrado.
Erro/Evento registrado conforme acima, e o
TERMINATION B
abastecimento será interrompido.
Erro/Evento registrado conforme acima, abastecimento
SEMI-FATAL C será interrompido, e fechado o lado da bomba em
utilização.
Erro/Evento registrado conforme acima, abastecimento
FULLY-FATAL D será interrompido, e fechados ambos os lados da
bomba.
Erro/Evento registrado conforme acima, abastecimento
CATASTROPHIC E interrompido, e fechados ambos os lados da bomba, o
ciclo de força deverá ser concluído.
Erro não registrado, mas certas mensagens no display,
INDICATION F
informam sobre o mesmo.
DISABLED G Erro não registrado, não há ação.

4.2 Tipos de Erros/Eventos


A seguinte tabela especifica como erros/eventos serão classificados. A configuração determinará
a classificação de cada erro/evento. A numeração dos erros/eventos na primeira coluna da tabela,
poderá ser alterada durante a implementação, constando na tabela apenas como auxílio na
compreensão dos dados.

Nº ERRO/EVENTO DESCRIÇÃO CLASSIFICAÇÃO


CRC na área do programa flash está
1 Falha no programa de memória flash E
incorreto
Falha na configuração da memória CRC na área de configuração flash
2 E
flash está incorreto
3 Falha na memória RAM O teste ler/escrever/ler falhou E
4 Queda de força Quedas de força abaixo de 4.5 VDC Causa reset
Falha na base de dados do registro de CRC na base de dados do registro
5 D+Clear DB
erros de erros incorreto
Falha na base e dados de CRC na base de dados de
6 D+Clear DB
configuração configuração incorreto
Falha na base de dados de preço CRC na base de dados de preço
7 D+Clear DB
unitário unitário incorreto
CRC na base de dados de
8 Falha na base de dados de estatística D+Clear DB
estatística incorreto
Falha da base de dados de registro de CRC na base de dados de registro
9 D+Clear DB
ocorrências de ocorrências incorreto
CRC na base de dados de totais
10 Falha na base de dados de totais D+Clear DB
incorretos
Falha na base de dados de CRC na base de dados de
11 D+Clear DB
totalizadores totalizadores incorretos

45
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
Falha na base de dados de Falha do CRC na base de dados de
12 D+Clear DB
totalizadores EM totalizadores EM
Erro no dispositivo Prom de CRC no dispositivo Prom de
13 A
identificação de dados identificação de dados incorreto
14
N/A N/A N/A
15
Atingido o limite de transbordamento
16 Atingido o limite de transbordamento B
suprimido
17 Volume de teste da mangueira Volume de teste da mangueira fora B
de tolerância
18 Volume de teste da mangueira Volume de teste da mangueira fora C
de tolerância
(em três fornecimentos
consecutivos)
19 N/A N/A N/A
Atingido o limite máximo configurado
20 Erro de leitura do mostrador de erros de leitura do mostrador B
(-> F17.02)
21
a N/A N/A N/A
24
Abastecimento iniciado com preço Tentada a partida do abastecimento
25 B
unitário zero com unidade de preço zero
Tentada a partida do abastecimento
Abastecimento iniciado sem
26 sem carregamento de preço unitário B
carregamento de preço unitário
pelo POS
Tentado o abastecimento antes de
Abastecimento iniciado após mudança
27 expirado o prazo de mudança do B
do preço unitário
preço unitário (-> F23.04)
Abastecimento iniciado sem pré- Levantado o bico sem a necessária
28
ativação pré-ativação (-> F24.01 = 1)
29 Preço Inicial de Venda SAT diferente Tentativa de iniciar fornecimento e o B
de preço unitário não é igual ao SAT e
MASTER MASTER
Sem indicação do POS pelo prazo
30 Comunicação do POS perdida em excesso do offline máximo C
configurado (-> F23.02)
Buffers Rx e/ou tX da tarefa DART
31 Buffers de tarefa POS lotados B
estão lotados
CRC da mensagem POS recebida
32 Erro no CRC do POS B
incorreto
33 N/A N/A N/A
Abastecimento interrompido ao
34 Botão STOP pressionado B
pressionar o botão STOP
Erro de mistura excede o valor
35 Mistura fora da tolerância B
máximo configurado (%) (-> F18)
36 Nenhum fluxo em um medidor a alta Taxa de volumes entre os medidores B
velocidade/bomba de mistura designados é < 0,5%
10 abastecimentos seguidos, com a
Monitor VAP - 10 abastecimentos com
37 taxa de vazão do recuperador de A
erro
vapor fora da tolerância.
72 horas transcorridas após o código
38 Monitor VAP transcorridas 72h A
de erro 37

46
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
Sistema Interno do Monitor VAP
39 Erro interno de Monitor VAP A
(Vaporix) com erro ou não conectado
Sistema do Monitor VAP (Vaporix)
40 Reinicialização do Monitor VAP A
está sendo reiniciado.
41 Retorno (feedback) do motor Erros do motor A
42 Vap não calibrado Sistema Vap ainda não calibrado A
Corrente da válvula está baixa (i.e.
43 Baixa corrente Vap da válvula A
não há válvula ligada)
Corrente da válvula está alta (i.e.
44 Alta corrente Vap da válvula A
curto circuito na saída da válvula).
45 Erro do contato Vap Sem detecção de contato A
Erro detectado via entrada de sinal
46 Erro externo do Vap A
externo
47 Erro elétrico do Vap Erro de equipamento Vap B
48
N/A N/A N/A
49
Erros do WIP utilizado na transação
50 Erro no WIP em utilização B
(-> F17.00)
Erros do WIP não utilizado na
51 Erro no WIP "inativo" A
transação (-> F17.01)
Não há sinal do WIP utilizado na
52 WIP em utilização não responde A
transação
53 N/A N/A N/A
Pulso reverso do WIP não utilizado
54 Pulso reverso do WIP "inativo" A
na transação (-> F16.03)
55 N/A N/A N/A
Fluxo direto no WIP não utilizado na
56 Fluxo direto no WIP "inativo" B
transação (-> F19.14)
57 N/A N/A N/A
Erro de comunicação com WIP em WIP utilizado na transação não
58 B
utilização respondeu na retransmissão
Erro de comunicação com WIP WIP não respondeu à mensagem de
59 A
"inativo" pulsação cardíaca
60
a N/A N/A N/A
61
62 Erro no número de série WIP Mudar WIP C
63
a N/A N/A N/A
69
Abastecimento começou mas o
70 Expirado o prazo de ausência de fluxo combustível não foi dosado dentro B
do tempo configurado (-> F17.03)
Atingido o limite máximo configurado
Número consecutivo de fluxo
71 para ocorrências consecutivas sem A
interrompido
fluxo (-> F17.04)
Fluxo perdido pelo prazo máximo
72 Expirado tempo de fluxo perdido B
configurado (-> F17.03)
Atingido o limite máximo configurado
de ocorrências consecutivas de fluxo
73 Número consecutivo de fluxo perdido A
perdido
(-> F17.05)

47
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
Abastecimento terminado antes de
74 Abastecimento incompleto atingir valor pré-determinado de A
pagamento
Atingida quantidade configurada de
Número consecutivo de
75 abastecimentos incompletos A
abastecimentos incompletos
(-> F17.06)
76
a N/A N/A N/A
79
Buffer de mensagem do RTOS
80 Buffer de mensagem RTOS B
esgotado
F03 não está programado e a bomba
81 F03 não programado F
funciona de modo independente
F04 não está programado e a bomba
82 F04 não programado F
funciona de modo independente
F05 não está programado e a bomba
83 F05 não programado F
funciona no modo serial
F06 não está programado e a bomba
84 F06 não programado F
funciona no modo serial
F37 (tipo e modelo de bomba) não
85 F37 não programado F
está programado
86 F38 não programado F38 não está programado F
87
a N/A N/A N/A
99

48
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
5. Funções Diversas do iGEM
5.1 Execução de Uma Partida a Frio (Cold Start)
Realize uma partida a frio para reinicializar todos os valores estatísticos e funcionais:
1. Desligue o computador da bomba.
1. Na placa do computador da bomba IGEM, faça um jumper nos contatos do jumper
S15 de partida a frio.
2. Enquanto o mantém em jumper, ligue o computador da bomba mantendo-o em curto
até que a palavra COLD seja exibida no display de “Volumes”.
3. Remova o curto-circuito nos contatos do jumper. O procedimento de partida a frio é
finalizado.
2. Realize a Partida a Frio Soft com F01.

5.2 Transferência de dados do IGEM


Para ajudar a diagnosticar problemas num posto, o computador da bomba IGEM pode transferir a
memória de programação de funções e dados estatísticos através do Programa do Terminal de
Serviço para um arquivo no terminal de serviço. Este arquivo pode então ser enviado para a
Wayne para análise.
A transferência de dados IGEM é acessada por um botão especial no Programa de Terminal de
Serviço chamado "IGEM DATA DUMP". Este botão está ativo somente em modo “Manutenção” e
se o display de “Preço Unitário” estiver mostrando "F--".O display do programa de Terminal de
Serviço mostrará "ENTER FUNCTION". Se o modo “Manutenção” estiver neste estado, então
apertar o botão IGEM DATA DUMP faz com que o Programa de Terminal de Serviço solicite um
nome de arquivo para o qual carregar os dados do IGEM. Uma vez o arquivo selecionado, a
transferência de dados é iniciada.
Ao término da transferência de dados, o IGEM retornará para o modo entrada de funções, onde
outras funções podem ser acessadas.

5.3 Verificação da Vazão Perdida da Unidade de Bombeamento para evitar


operação a seco quando dois medidores estão direcionados para um bico
Nas bombas/dispensadores onde é usado mais de um medidor (i.e. 130l/min ou misturadores), a
vazão através dos medidores é verificada. No início do fornecimento, após 5 litros, a taxa de vazão
é verificada. Se a relação entre os medidores for menor que 0,5%, o fornecimento será terminado
e o código de erro 36 será registrado.
Exemplo, bomba Diesel 130 l/min:
1. Sem vazão no 1° medidor, com vazão no 2° medidor, => iGEM paralisará o fornecimento após 5
litros.
Esta funcionalidade é desativada quando o modo W&M for selecionado pela função F01.
5.4 Calibração, quando dois medidores estão direcionados para um bico
Se for realizada uma calibração do GHM e mais de um medidor for designado para um bico, a
válvula do medidor que não está sendo calibrada é fechada automaticamente devido à aleta aberta
do pulsador (WIP).
Após a calibração, a operacionalidade da verificação de vazão é desativada por 3 fornecimentos.

49
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
5.5 Retorno de Informação do Motor da Bomba
As bombas Global Century e Global Star construídas na Europa são equipadas com o motor
ELNOR com proteção embutida contra sobrecarga. A proteção contra sobrecarga (chave térmica)
não possui RESET no motor. Em lugar disso o iGEM detecta se a proteção do motor desligou o
motor. Se isto aconteceu, o fornecimento é terminado e o erro é registrado. Um novo fornecimento
não pode ser iniciado antes da correção deste erro.
O erro de proteção do motor (código de Erro 41) pode ser reiniciado diferentemente, ver função
F43.
Isto significa que em todas as bombas onde este recurso não é solicitado (por ex., dispensadores,
dispensadores de LPG) ou não desejado, o retorno de informações do motor deve ser desativado
manualmente pelo controle remoto.
Na versão do Software iGEM (7.19) o recurso de retorno de informações do motor deve ser ligada
automaticamente para todas as aplicações após a partida a frio.

50
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
6. Carga de Software
O programa iGEM, o assim chamado arquivo BIN (iGEMxxxx.BIN) pode ser carregado por um PC ou um
calculador iGEM Master através da interface serial (interface de controle de campo).
Para carregar o programa, a seqüência de carga do computador da bomba deve ser ativada pelo pessoal
do serviço autorizado (ver abaixo).
O Software pode ser carregado de 2 formas:
1. Carga Inicial
O modo de Carga Inicial deve ser executado quando:
- a versão do software W&M for alterada
- nas placas onde não foi carregado nenhum software de bomba antes
- quando a transmissão for interrompida durante a transferência do programa
No caso dos eventos acima a chave PRG LOAD no iGEM deve ser ligada. Certifique-se sempre que
está atendendo às demandas locais de Pesos e Medidas.
2. Função 98
Este modo somente pode ser executado com o software iGEM carregado na placa.
Isto é possível na interface RS485 (2 cabos DART) ou RS422 (4-cabos LJCL).

Quando o programa for carregado, pode ser realizada uma partida a frio.
Para ajustar um modelo específico de bomba a Função F37 deve ser utilizada. Desta forma será
carregada a configuração padrão da bomba.
Para ajustar parâmetros específicos do país a Função F38 deve ser utilizada, para que seja definido o
código do país.
Os parâmetros de funções modificados através do país e da seleção do modelo da bomba devem ser
programados depois de configuradas as funções F37 e F38.
Começando com a versão de software iGEM 7.15 e a versão de Terminal de Serviço de PC 2.0
(SERVTERM2.0) a versão do software W&M é verificada no começo da seqüência de download.
Se a parte W&M do software a ser carregado é diferente da parte W&M do software existente na placa
iGEM, o processo de download é interrompido e o “W&M diferente“ é mostrado na tela do PC
respectivamente “E-diff” no visor do iGEM Master.
Mudar a chave PRG LOAD na placa iGEM para a posição ligado (ON) antes de tentar novamente.
Certifique-se sempre que está atendendo as demandas locais do W&M se a chave estiver lacrada.
Como quebrar o lacre na chave não é permitido na Alemanha, deve ser instalada uma nova placa
previamente aprovada.

51
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
6.1 Carga Inicial, do PC (Notebook) para Placa iGEM (bomba)

Jumper
Visor Lado A Visor Lado B

PRG LOAD
S21 S20 off - on chave sw 2

J14
Bateria 3V J6 J15 CRC verificar
botão sw 1
J7 J16
CRC
LED:
Sistema
S13 S14 S15
S17 S16 S18 Display
Wip
J1 Energia 24V

F10 5A
Fusível
Válvula

PC (Notebook) J2 J3 J4

1. Desligar a energia para o iGEM na bomba. 8. Selecionar novo arquivo iGEM.BIN.


2. Conectar o PC e iGEM através do cabo de 9. Agora o arquivo foi carregado na placa
download, (porta de comunicação do PC no iGEM, enquanto cada bloco carregado é
J14 na placa iGEM) mostrado no visor.
3. Ligar o PC
se for mostrado "W&M different”
4. Verificar o Jumper no iGEM (figura). Ir para passo 11
Ajustar o Jumper S21 (5 Volt para caixa de
download), 10. Após carregar verificar se "COLDSTART"
(partida a frio) é exigido.
Jumper S20, S16 e
Remover o Jumper S13 (S15).
Jumper S13 (BOOT),
se exigido S15 COLDSTART (partida a Quando exigido desligar PRG LOAD OFF.
(posição esquerda)
frio).
Reprogramar o iGEM se exigido
5. Ligar o iGEM
11. Ligar PRG LOAD ON. (posição à direita)
6. Iniciar o software ServTerm.exe no PC. Ir para o passo 1 e reiniciar o download.
Selecionar "Boot" no botão BOOT (partida). Certifique-se sempre que está atendendo as
Aparece "Entering GEM Boot Strap". demandas locais do W&M.
7. Confirmar "Entering GEM Boot Strap".

Quando o download estiver completo e o jumper de COLDSTART (partida a frio) estiver no lugar,
será mostrado ”COLD” (frio) no visor de Total a Pagar até o jumper de COLDSTART (S15) ser
removido.
Certifique-se também que restaurou os jumpers de comunicação para operar com o protocolo POS
correto.

52
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
6.2 Carga Inicial, do iGEM Master (conjunto de suporte) para placa iGEM

S21 S20

J14
branco
marrom
verde
IGEM
amarelo na bomba
cabo de
dados S17 S16 S18

branco J14
marrom
verde IGEM
amarelo
Master

Nota:
Ajustar o iGEM Master (conjunto de suporte) na função F21.09 para 4 (nenhuma entrada do modo
de manutenção sem pressionar primeiro o botão CRC).

1. Desligar a energia do iGEM na bomba. 6. Pressionar o botão CRC no iGEM Master.


2. Conectar o iGEM Master (conjunto de 7. No visor do iGEM Master aparece "bootld".
suporte) e o iGEM na bomba (J14) através do Se aparecer "E diff" ir para o passo 10.
cabo de dados 8. Agora o arquivo foi carregado na placa iGEM,
3. Conectar o cabo de energia (24V) entre o enquanto cada bloco de download é mostrado
IGEM Master, iGEM na BOMBA e a no visor de Total a Pagar do máster: "PRO
alimentação de energia na bomba. XX".
4. Verificar o Jumper no computador iGEM da O visor de volume mostra “0 242”.
bomba e no conjunto de suporte (figura 9. Após o download verificar se é exigido
acima). "COLDSTART" (partida a frio).
Ajustar o Jumper S20 e o Jumper S16. Remova o Jumper S13 (S15).
(S21 não tem nenhum efeito). quando exigido desligar o PRG LOAD.
Ajustar o jumper S13 (BOOT) no iGEM na (posição à esquerda).
bomba e se exigido ajustar o S15 Reprograme o iGEM se exigido.
COLDSTART (partida a frio). 10. Ligar o PRG LOAD ON (posição à direita) e
Importante: não ajustar o Jumper S17! seguir o passo 1 para reiniciar o download.
5. Ligar a energia. Certifique-se sempre que está atendendo as
demandas locais de W&M.

Quando o download estiver completo e o jumper de COLDSTART estiver no lugar o visor mostra
”COLD” (frio) no visor de Total a Pagar até o jumper de COLDSTART (S15) ser removido.
Certifique-se também que restaurou os jumpers de comunicação para operar como o protocolo
POS correto.

53
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
6.3 Atualização Através da Função 98, do PC (Notebook) para Placa iGEM
Jumper
Display Lado A DisplayLado B
S21 S20 PRG LOAD
off - on chave sw 2

J14
Battery 3V J6 J15 CRC check
botão sw 1
J7 J16
CRC
LED:
Sistema
S17 S16 S18 Display S13 S14 S15
J1 Energia 24V Wip

F10 5A
Fusível
Válvula

PC (Notebook) J2 J3 J4

Ajustar o jumper conforme o tipo de ligação


DART = S18, S20 and S21. LJCL = S16, S17, S20 and S21

1. Desligar a energia para o iGEM na bomba 11. Selecionar o Registro do Função 98, e
2. Conectar o PC e o iGEM através do cabo de confirmar com ENTER duas vezes.
download, (porta de comunicação do PC no 12. No visor da bomba aparece "PASS".
J14 na placa do iGEM). 13. Introduzir a Senha de Download "yy" no PC e
3. Ligar o PC. pressionar ENTER e selecionar o arquivo
4. Verificar o Jumper no iGEM (figura). iGEM.
DART: S18, S20 e S21 Agora o arquivo é carregado na placa iGEM.
LJCL: S16, S17, S20 e S21 Enquanto cada bloco de download é
se exigido S15 COLDSTART (partida a frio). transferido, será mostrado no PC “PRO XX“.
5. Ligar o iGEM. Agora o visor da bomba mostra "burn"
6. Iniciar o software ServTerm.exe no PC e (queimar).
selecionar o protocolo no botão TYPE (tipo). Se for mostrado "W&M different”
Ir para o passo 15
7. Pressionar o botão CRC no computador
iGEM da bomba para iniciar o processo de 14. Após o download verificar se é exigido
download. COLDSTART (partida a frio).
Restaurar os Jumpers.
8. No visor da bomba aparece "PASS 1".
Quando exigido desligar o PRG LOAD OFF.
9. Introduzir a senha de serviço 1 "xxxx" no PC (posição à esquerda)
e confirmar com ENTER. No visor da bomba Reprogramar o iGEM se exigido.
aparece "PASS 2".
Ligar o PRG LOAD ON. (posição à direita)
10. Introduzir a senha de serviço 2 "xxxx" no PC Ir para o passo 1 e reiniciar o download
e confirmar com ENTER Certifique-se sempre que está atendendo as
demandas locais de W&M.

Quando o download estiver completado e o jumper de COLDSTART estiver no lugar o visor de


Total a Pagar mostra ”COLD” (frio) até o jumper de COLDSTART (S15) ser removido.
Certifique-se que restaurou os jumpers de comunicação para operar com o protocolo POS correto.

54
Série Nº. 921279P Rev C Março 2003
6.4 Atualização Através da Função 98, do iGEM Master (conjunto de suporte)
para Placa iGEM
DART J1 LJCL
Cabo de Dados J1
Cabo de Dados
Pertence ao Não pertence ao branco
conjunto de suporte conjunto de suporte marrom
verde
amarel

J1
branco J1
marrom
verde
amarelo

Ajustar o jumper de acordo com o tipo de ligação


DART = S18, S20 and S21. LJCL = S16, S17, S20 and S21

Nota:
Ajustar o iGEM Master (conjunto de suporte) com a função F21.09 igual a 4 (nenhuma entrada do
modo de manutenção sem pressionar primeiro o botão CRC).
1. Desligar a energia do iGEM na bomba. 12. Pressionar o botão CRC no conjunto de
2. Conectar através do cabo de dados (J14) o suporte.
iGEM na bomba e IGEM Máster (J1). 13. O visor do conjunto de suporte mostra
3. Conectar o cabo de energia (24V) entre o "dLoAd". Pressionar ENTER no computador
iGEM Máster, o iGEM na bomba e a iGEM da bomba. O visor do computador
alimentação de energia. iGEM da bomba mostra "PASS".
4. Verificar o Jumper no iGEM (figura). 14. Introduzir Pass "yy" no computador iGEM da
DART: S18, S20 e S21 bomba e pressionar ENTER.
LJCL: S16, S20 e S21 15. Agora o arquivo é carreado na placa iGEM,
se exigido S15 COLDSTART. enquanto cada bloco de download é mostrado
Importante: não ajustar o Jumper S17! no visor "PRO XX".
5. Ligar a energia no iGEM Master e iGEM na O visor da bomba mostra "burn" (queimar).
bomba Se for mostrado "W&M different”
6. Após 3 seg. Pressionar o botão CRC no Ir para o passo 17
iGEM Master. 16. Após o download verificar se é exigido
Após a indicação do programa CRC COLDSTART (partida a frio). Remover os
pressionar o botão ENTER. Jumpers.
7. No visor da bomba aparece "PASS 1". Quando exigido desligar o PRG LOAD.
8. Introduzir a senha 1 "xxxx", e pressionar (posição esquerda)
ENTER. Reprogramar o iGEM se exigido.
9. No visor da bomba aparece "PASS 2".. Ligar o PRG LOAD ON. (posição à direita)
Introduzir a senha 2 "xxxx", e pressionar Ir para o passo 1 e reiniciar o download
ENTER. Certifique-se que sempre atende as
10. Selecionar o registro da Função 98 e demandas locais de W&M..
pressionar ENTER.
11. No visor da bomba aparece "Press".

Quando o download estiver completo e o jumper COLDSTART estiver no lugar o visor de Total a
Pagar mostra ”COLD” até o jumper de COLDSTART (S15) ser removido.
Certifique-se também que restaurou as portas de comunicação para o protocolo POS correto.

55
Março 2003 Série Nº. 921279P Rev C
NOTA: “Este equipamento foi testado e obedece aos limites para dispositivos
digitais classe A, segundo a Parte 15 das regras FCC. esses limites foram
projetados para fornecer a devida proteção contra interferências prejudiciais
durante a operação do equipamento em um ambiente comercial. Este
equipamento gera, usa e pode irradiar energia de radiofreqüência e, se não for
instalado e usado conforme o manual de instrução, poderá causar interferência
prejudicial às comunicações via rádio. É provável que a operação deste
equipamento em área residencial cause esse tipo de interferência e, neste
caso, o usuário precisará corrigir essa deficiência por conta própria”.

NOTE: “This equipment has been tested and found to comply with the limits for
a Class A digital device, pursuant to Part 15 of the FCC Rules. These limits are
designed to provide reasonable protection against harmful interference when
the equipment is operated in a commercial environment. This equipment
generates, uses, and can radiate radio frequency energy and, if not installed
and used in accordance with the instruction manual, may cause harmful
interference to radio communications. Operation of this equipment in a
residential area is likely to cause harmful interference in which case the user will
be required to correct the interference at his own expense”.

Dresser Indústria e Comércio Ltda. Divisão Wayne - Estrada do Timbó, 126 - Bonsucesso
CEP 21061-280 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil - Tel.: (21) 1598-7722.

Março 2003 Serie N° 921279P Rev. C

Você também pode gostar