Você está na página 1de 103

As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

R. C. 2020

1
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

ÍNDICE
Apresentação...........................................3
Introdução...............................................4
Odin........................................................6
As Origens Divinas das Runas..................7
Definição.................................................19
Origem....................................................20
Material..................................................22
Consultas................................................23
As Runas Sagradas..................................24
Palavras Chaves do FUTHARK..................75
Tipos de Jogadas......................................80
Como Consagrar as Runas.......................96
Referências..............................................102

Este Conteúdo é parte da grade curricular da


EBRUMAN
Escola de Bruxaria e Magia Natural
Magia Natural, Bruxaria Verde e Magia Elemental
http://abre.ai/ebruman

2
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

APRESENTAÇÃO

Este é um curso de runas disponibilizado de


maneira a auxiliar àqueles que buscam o
autoconhecimento e a expansão dos
conhecimentos oraculares das runas.
Abordaremos o curso de maneira objetiva e
com o foco no ensino dos significados das
runas, métodos de tiragens e consagração do
oráculo rúnico.
Todo material didático e informações
constantes das páginas deste curso são a soma
de estudos, vivências e experiências pessoais e
até mesmo textos retirados de forma proposital
de outros livros, apostilas e materiais diversos
que abordam e tratam com seriedade o tema.
Todas as referências bibliográficas estão no
final deste manual que poderão ser
consultadas por aqueles que se propuserem a
ampliar os seus conhecimentos.

3
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

INTRODUÇÃO
No geral, as runas são um alfabeto que era
usado pelos povos nórdicos entre o século I e
os tempos da Idade Média. Mas existem
vestígios de que alguns destes símbolos foram
usados na Sumária e na Índia perto de 5.000
A.C. Este alfabeto tem vários nomes e diversas
variações e
é vulgarmente chamado de Futhark, nome
derivado das suas 6 primeiras letras FEHU,
URUZ, THURISAZ, ANSUZ, RAIDHO E KENAZ),
assim como a própria palavra alfabeto (alpha,
beta, etc.).
Além de servirem como alfabeto, as runas
serviam também como um sistema de símbolos
usados, como muitos outros, em magia e
divinação.
Existem muitas lendas e aplicações envolvendo
as runas. Enquanto consideradas como
alfabeto mágico, são empregues no fabrico de

4
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

talismãs e cada runa é associada a um Deus


distinto. Na sua interpretação, existe um
significado espiritual e um significado
mundano em cada uma das runas.
Atualmente as runas foram redescobertas
como sistema de símbolos e ganharam imensa
popularidade como meio divinatório. Mais do
que uma alternativa curiosa às cartas de Tarot,
elas são uma chave para compreendermos as
crenças do povo antigo que as criou.
As Runas tornaram-se numa ferramenta de
desenvolvimento pessoal, transformação e
estudo
interior profundo.

5
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

ODIN

“Sei que fiquei pendurado naquela árvore,


fustigada pelo vento, Lá balancei por nove longas
noites, Ferido por minha própria lâmina,
Sacrificado à Odin, Eu, em oferenda a mim
mesmo:
Amarrado à árvore De raízes desconhecidas.
Ninguém me deu pão, Ninguém me deu de beber,
Meus olhos se voltaram para as mais
Entranháveis profundezas, Até que vi as RUNAS.
Com um grito ensurdecedor peguei-as, E, então,
tão fraco estava que caí. Ganhei bem-estar E
sabedoria também.
Uma palavra, e depois a seguinte, Conduziram-
me à terceira, de um feito para outro feito.”

Alguns versos do Edda Maior


Livro composto entre os
Séculos IX e XIII.

6
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

AS ORIGENS DIVINAS DAS RUNAS


As runas parecem ser os primeiros sinais que
exprimiam na pedra o pensamento dos
homens.
Porque a pedra foi por muito tempo o
pergaminho secreto em todos os domínios. Por
conseguinte foram gravadas sobre madeira, ou
incrustadas nas armas. Atribuiam aos objetos
um poder benéfico.
Estes antigos sinais epigráficos surgem nos
territórios da Groelândia, na Ucrânia, dos
países escandinavos, estendendo-se até a
Bourgogne. As primeiras runas aparecem na
Dinamarca, no Jutland e em todas as regiões
nórdicas. Datam da pré-história escandinava.
Já foram arroladas mais de 3.000 pedras
cobertas de runas, e entre essas. 2.400 na
Suécia. Em outros locais mais de 10.000 runas
gravadas em casaca de bétula foram
destruídas na Irlanda pelos monges cristãos.

7
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

Alain de Benoist assinala importantes núcleos


na ilha de Man, na Escócia, Órcades e
Shetland.
Para ele os antigos caracteres rúnicos
chamados futharks são classificados em uma
ordem rigorosa, totalmente estranha às
escritas mediterrâneas, mas que se encontra
por toda parte no Ogam irlandês. Elas
aparecem sobre todas as cruzes célticas. Essas
escritas têm muita
semelhança. Mais tarde os Vikings
implantaram as runas na América do Norte.
O valor das runas varia segundo o lugar e a
época, o que parece dar-lhes um caráter
cósmico.
Há poemas rúnicos chamados Runelied,
escritos em velhos futharks de 24 signos. As
runas são também encontradas no velho alto
alemão, no velho anglo-saxão, no velho inglês,

8
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

no médio alemão e no gótico, no noruegês, no


velho escandinavo, no islandês e no finlandês.
Cada runa tinha uma dupla significação e um
significado e um caráter sagrado. “Nem todos
são admitidos ao conhecimento do sentido das
runas. Elas não eram gravadas de qualquer
maneira, e o instrumento de ferro era proibido.
Sobre a madeira elas eram gravadas a fogo, em
seguida pintadas com o sangue de algum
animal sacrificado... Eram recitadas em voz
baixa certas fórmulas, e o “godhj” (sacerdote
pagão) assinava seu nome.”
“Os antigos germânicos atribuíam uma força
particular aos objetos. Esse poder, favorável ou
maléfico, comunicava-se às pessoas ou às
coisas. O poder das runas provinha de seu
valor simbólico, do deus transferindo seu poder
ao signo que o representava, do nome de cada
letra.”

9
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

Havia runas secretas que pertenciam ao divino.


Por seu poder Odin dirigia as forças cósmicas.
Essas runas secretas seriam ligadas às
implantações de certas constelações
representadas sobre a terra. Para se
compreender seu sentido transcendente é
necessário que se faça uma integração dentro
do psiquismo dos homens dessa época. Ele era
diferente e superior ao nosso, que se enterrou
em seu racionalismo enganador.
A ligação entre o Céu e o homem era evidente.
Entre as duas concepções, a do homem de
ontem e a do homem de hoje, cavou-se um
imenso fosso.
Eles praticavam uma astronomia e uma
astrologia que não são as nossas. Os Maias
entre outros, foram mestres nesse
conhecimento. Eles, como os ocidentais
parecem ter herdado um conhecimento

10
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

comum. A constelação do dia do nascimento


marcava o futuro do indivíduo.
Atualmente não se pode negar o valor da
astrologia, nem sua relatividade, por muitas
razões que o homem está agravando. O homem
da pré-história partia de uma compreensão e
de um conhecimento diferente dos que eram
característicos dos homens de hoje. Eles só
procuravam traçar o caminho espiritual do
homem, e não se punham à sua disposição,
como atualmente, para resolver, na maioria
das vezes, problemas pessoais sem interesse.
Isso explicaria em parte as runas zodiacais e
seu ensinamento obscurecido. Essas escritas,
que com mais exatidão deveriam ser chamadas
ideogramas ou mnemogramas, são como nos
diz Robert de Largerie: “...Escritas recebidas de
outras partes, evocações cósmicas
compreensíveis, cuja chave reside em uma
adaptação de ciclos e cujos signos não são

11
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

forçosamente estranhos... Elas são a


reprodução de estruturas comuns ao
macrocosmo e ao microcosmo, fruto do
entendimento da criatura pensante, em
presença de seu criador, reconhecida no que
ela simboliza, e eis porque a universalidade de
sua representação sugere uma organização
intencional da criatura”.
As runas seriam arquétipos ligados ao Cosmos,
e, como diz Robert de Largerie, com quem
estamos inteiramente de acordo: “...uma
harmonia vibratória ou cultura psíquica que
não existe mais entre a criatura e o criador.”
Este conhecimento do verbo e de suas
vibrações perdeu-se inteiramente. Certo dia
alguém perguntava a Lao Tse o que ele julgava
haver de mais urgente a ser reconstruído. Ele
respondeu sem hesitar: “É encontrar o
verdadeiro sentido das palavras”.

12
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

Já sabemos que as instalações das


constelações zodiacais sobre o solo ficavam
sempre sobre locais de alta força telúrica. As
runas, que se exprimiam com sons muito
particulares, estava em ligação harmônica
entre essas vibrações telúricas e as vibrações
estelares. Seus sons se integravam nesta
música das esferas em suas diferentes
manifestações. Talvez haja uma certa analogia
entre a linguagem por assobios dos indígenas
da ilha da Gomera, um pico circular vulcânico
do arquipélago das Canárias. Esses assobios
podem ser ouvidos e compreendidos a mais de
10 quilômetros.
As runas são aparentadas às cúpulas
representadas sobre nossos monumentos
megalíticos. Os homens dessas regiões
nórdicas, privadas de luz durante meses,
tinham tempo para observar o céu e conhecer
os astros que o vivificavam.

13
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

Já foi apresentada a idéia de que as runas


foram copiadas de antigos caracteres dos
alfabetos gregos e fenícios. Mas o inverso seria
mais plausível. “O alfabeto latino, e também o
grego, saíram das runas. As escritas fonéticas
encontram sua origem entre os fenícios ou os
orientais, mas entre os homens do Norte”. É
necessário abandonarmos este hábito de crer
que tudo vem do Oriente. Às descobertas
odernas demonstram, a cada dia um pouco
mais, que, em nosso hemisfério boreal,
devemos aprofundar o conhecimento das
civilizações nórdicas às quais devemos muito
mais do que podemos supor.
Existem doze runas zodiacais. Na realidade
Existem dezesseis. As outras representariam
constelações antigas que só aparecem em
certas regiões nórdicas e em certas épocas.
Elas são representações do futhark antigo.
Provêm dos países escandinavos, que por

14
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

muito tempo estiveram cobertos de gelo, bem


após a última glaciação. Surgiram por essa
época. Talvez tenha sido originárias de
civilizações anteriores desaparecidas.

As runas fizeram a volta ao mundo. Elas são


numerosas nas ilhas do Pacífico, no Japão e na
China, na Índia e até na Ásia setentricional.
Os rochedos da América do Norte são cobertos
de runas. É normal. Diante da importância dos
grandes frios, os homens do Ártico emigraram
e se instalaram no Grande Norte Americano,
onde o clima era mais clemente. Em seguida,
pelas Aleutas elas passaram para a Ásia.
Os nórdicos sempre foram marinheiros que
sulcaram os mares. Eles faziam presentes

15
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

oferecendo estatuetas às princesas de Delos.


Todas essas estatuetas antigas são ornadas de
inscrições pelágicas escritas com runas.
Não ignoramos o que representam as runas
americanas do Kamtchatka e da Sibéria, onde
se misturam os mesmos motivos.
Mas todos perderam a lembrança longínqua
desta escrita celeste. Apenas os Chamans
receberam, ainda que deformado, esse
conhecimento de um passado distante.
Fomos informados por um correspondente
belga de que certos homens do “Instituto para
Estudos Asiáticos” de Copenhaguen haviam
feito estudos importantes sobre uma cultura
misteriosa que teria se propagado há 2.500
antes de Cristo, bem antes do aparecimento do
arianismo no vale do indo.
Sabe-se que tais homens possuíam uma
cultura astronômica desenvolvida. Suas
concepções metafísicas eram orientadas para o

16
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

conhecimento das estrelas. Os autores desses


estudos não hesitam em denominar esta
civilização, e a cultura dela decorrente, “A
religião das Estrelas”.
Ela corresponde muito exatamente ao que já
dissemos anteriormente, e possui certamente
origens comuns com a do Grande Norte,
trazida pelas migrações numerosas no decorrer
dos milênios. Ela se encontra na região do
Harappa e de Manhenjo-Dharo. O que
explicaria muitas coisas. Os templos hindus
antigos eram sempre instalados perto de uma
fonte, ou de um sistema de poços, em períodos
cósmicos determinados, em relação com as
constelações. Como no Ocidente.
Esse ensinamento reservado das runas
constitui sociedades secretas, uma cavalaria
do Cosmos que, durante muito tempo, tenta
conservar o contato. “O que está em cima é
como o que está

17
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

em baixo”, dizia Hermes. Tudo isso não existe


mais. Ocorre entretanto um certo despertar de
boa vontade e de todas as condições, que
tentam encontrar verdadeiros caminhos do
Céu e a “palavra perdida”. Pode-se relacionar o
Companheirismo com esta Cavalaria do
Cosmos. Pois ele ainda se serve das medidas
cósmicas descobertas na época das
implantações As runas seriam portanto o
ultimo legado do reinado boreal de Tule, e
continuam a nos fornecer seus velhos
símbolos, como nos diz Alain de Benoist. Elas
mantêm ainda, no entender de alguns
estudiosos no assunto, seus antigos poderes
mágicos e divinos.

18
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

DEFINIÇÃO
f u th a r k

As runas são símbolos que representam


homens e animais, partes do corpo humano,
motivos de armas, símbolos solares, de
transportes, de tempo, de sentimento, etc.
Surgiram nos países teutônicos (Escandinávia,
Alemanha) muito antes da aparição da escrita,
quando havia apenas a transmissão do
conhecimento por via oral.
A palavra runa significa segredo ou mistério e
os símbolos mais tarde foram transformados
em letras, transformando-se no alfabeto
FUTHARK, nome que deriva das seis primeiras
letras usadas no alfabeto rúnico.
Por serem inscritos em pedaços de madeira,
pedra, metal ou couro, têm este aspecto

19
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“duro”, sem traços suaves ou delicados, e desta


forma velaram até nós.
Cada runa tem um nome associado à uma
idéia. São 24 runas com letras e uma em
branco, ou RUNA de ODIN.

ORIGEM
Segundo a lenda, as runas são uma dádiva do
Deus Odin, o deus maior dos deuses
escandinavos. Seu nome significa “vento” ou
“espírito” e foi através do seu sacrifício, que
Odin nos trouxe as Runas. Ele ficou
pendurado por nove dias e nove noites na
Yggdrasil, a Árvore do Mundo, de ponta-
cabeça, ferido por sua própria espada,
sentindo fome, sede e dor, sem auxílio e
sozinho. Antes de cair, avistou as Runas e
conseguiu apanhá-las.
As 24 Runas são divinas em trás famílias de 8
Runas, os aettir, com os nomes dos deuses

20
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

escandinavos. São:

1)Significam forças que dependem de nós para


alcançarmos bens materiais. Os símbolos da
vida material incluem as seguintes palavras:
fortuna, força, proteção, sabedoria, viagem,
iluminação, união e alegria. Aí estamos
prontos para ir ao encontro das Forças da
Natureza.
2) Significam forças que não dependem de nós.
Saímos do mundo externo e entramos no
mundo das forças elementares da natureza,
incluindo as seguintes palavras: limitação,
necessidade, congelamento, colheita, defesa,
segredos, proteção e sol.
3) Significam forças que dependem de nós para
alcançarmos o bem-estar interior. Iremos ao

21
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

encontro de nosso objetivo espiritual. Os


símbolos da vida espiritual incluem as
seguintes palavras: coragem, crescimento,
mudança, auto-conhecimento, intuição, novos
começos, modificação pessoal e rupturas
radicais. Todas essas viagens levam até a mais
mística das unas: Wyrd.

MATERIAL
Sempre deverão ser de alguma substância
natural, não manufaturada pelo homem, tal
como cristal, argila, madeira, seixo, pedra,
concha, couro, osso, etc... Todo material serve
para que sejam feitas as runas, desde que
ligeiramente achatado de um lado,
possibilitando a pintura ou gravação dos
símbolos.
Você pode energizar suas runas deixando-as
tomas sol, chuva, luar, dormindo com elas,

22
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

manuseando-as com amor, tornando-as suas


de fato.
É importante também que tenha uma toalha
ou pano exclusivo para as jogadas. É bom que
se mantenha, junto com as runas, uma
Ametista, pois esta é a pedra da intuição, da
meditação e da transmutação de energias.
CONSULTAS
Não é necessário muito para se praticar runas.
Fé em si mesmo, concentração, uma prece, um
incenso, música ou silêncio, uma questão
apropriada, um lugar sossegado onde não haja
interrupções, e tudo está pronto para você
consultar seu Oráculo.
Assim você estará praticando RUNEMAL, a arte
de lançar runas. Elas podem ser os seus guias
para diversos aspectos da vida, ajudá-lo a
resolver entre duas questões, sair das
dificuldades ou simplesmente das uma
coordenada geral em seu dia.

23
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

AS RUNAS SAGRADAS

24
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“O Gado” Vênus / Lua “F”


O Significado principal de Fehu é riqueza.
Antes de ser inventado o dinheiro, a
importância das pessoas era medida pelo
tamanho de seu rebanho.
Como são necessários muitos cuidados para se
manter um rebanho, Fehu significa ganhos
financeiros bem merecidos. Como a tendência
de um rebanho é aumentar, devido ao

25
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

cruzamento natural existente entre os animais,


Fehu também significa que “dinheiro traz mais
dinheiro”, ou seja, bons investimentos
financeiros. Sucesso de Fehu nunca será
conseguindo facilmente. Será sempre um
sucesso conquistado.
Como Fehu é regida pelo planeta Vênus,
governante do amor, esta runa pode significar
uma conquista romântica ou algum ganho
emocional.
Invertida
Fehu invertida pressagia uma situação
bastante desanimadora. No entanto se estiver
com runas muito positivas significa que os
problemas são momentâneos, ou apenas um
atraso.

26
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“O Touro Selvagem” Marte “U”


A caça de búfalos, além de servir para a
alimentação nas tribos germânicas, também
era o meio pelo qual os jovens provavam à sua
tribo que a sua masculinidade havia
amadurecido, e que consequentemente
estavam aptos a participarem de tudo aquilo
que envolvia os homens. O significado
principal de Uruz é transformação natural,
como é o processo que ocorre na mudança da
infância para a adolescência, e desta para a

27
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

maturidade. Uruz pressagia uma promoção ou


cargo de responsabilidade a ser assumido, e
afirma também que o consulente possui força e
habilidades suficientes para assumir esta nova
responsabilidade. O planeta Marte, que rege
Uruz, dá a ela uma energia masculina. Indica
energia, determinação, força de vontade,
validade e boa saúde.
Para os homens, no amor significa uma paixão
forte e avassaladora. Nos negócios e questões
financeiras, haverá uma melhora, desde que
haja muita força de vontade.
Invertida
Uruz na posição normal seria “não perca uma
oportunidade”, já na posição invertida seria
“talvez seja melhor deixar esta oportunidade
passar”. Significa também que o consulente
deve lutar contra o desânimo e a falta de
vontade.

28
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“Os Espinhos” Júpiter “Th”


As plantas têm espinhos para se protegerem, e
na astrologia, Júpiter é um planeta protetor, por
isso, Thurisaz significa ajuda e proteção,
principalmente se cai junto de Eihwaz ou
Ehwaz,ambas também regidas por Júpiter.
Para a planta que sustêm o espinho é uma
defesa, mas para o incauto amante da natureza é
um aviso. O aviso implícito em Thurisaz é:
intere-se da situação e fortaleça sua posição
antes de tentar progredir mais. Em certas

29
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

jogadas sugere que o consulente caminha na


direção errada, e as runas associadas indicarão
se esta direção está ligada à negócios, emoções
ou finanças.
Deve se dar uma parada, e verificar se atrás do
espinho não está um espinheiro. Mas diz
também que não se deve descansar sobre
problemas e conflitos, e sim lutar com todas as
forças possíveis. Caso o consulente se encontra
pressionado para a tomada de uma decisão, esta
runa aconselha a procur de ajuda de um
profissional da área, como um médico, um
advogado, etc.
Invertida
O significado de Thurisaz invertida é muito
parecido com o significado da runa em sua
posição normal. A modificação no entanto, é no
consulente, o qual se encontra em uma posição
obstinada, onde não aceita qualquer tipo de
conselhos ou advertências, ocasionando brigas
com pessoas que estão tentando ajudá-lo.

30
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“A Boca” Mercúrio “A”


Os Celtas passavam sua sabedoria de boca em
boca, sem escrever os seus conhecimentos.
Ansuz significa boca e por associação a palavra
falada.
A palavra é um dom precioso que o homem
possui. O importante é falarsuavemente e sem
raiva. Os mantras ensinam a adquirir a paz
espiritual. Após o sacrifício, Odin – o velho
sábio –, ofereceu ao mundo, através da

31
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

palavra, seu conhecimento, sua evolução e sua


sabedoria. Na área da educação, Ansuz que
dizer um teste oral, uma entrevista, enfim,
qualquer tipo de confronto oral, sempre com
sucesso prometido para o entrevistado.
Invertido
Ansuz invertida representa um conselho
preconceituoso, significa também falta de
comunicação, ou falta de diálogo. Pode
significar também que os pais ou parentes
desejam de maneira egoísta, o melhor para si
mesmos e não o que é melhor para o
consulente. Profissionais fornecem orientações
e conotações falsas ou não confiáveis, deve se
consultar um outro profissional que seja
imparcial. Ansuz invertida também significa
fraude, mentiras e informações truncadas em
geral.

32
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“Roda de Carro” Mercúrio “R”


Mercúrio e Odin estão associados a esta runa,
eles são os protetores dos viajantes e dos
mensageiros, e como o significado desta runa é
“Roda de Carro” ou “Carruagem”, isto indica
movimento de um lugar a outro, ou
simplesmente viagem. Indica perfursos
fluentes, felizes, sem atrasos, sem acidentes ou
qualquer tipo de problemas. Significa também
receber um recado via telefone ou carta,
geralmente insesperados.

33
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

Uma vez que os mercadores viajavam muito,


esta runa, por associação está ligada ao
comércio, apontando para momentos bons de
compra e venda. Significa também bons
acordos entre as partes envolvidas. Como
movimento significa ação, Raidho significa
decisões imediatas e com sorte.
Invertida
Raidho invertida significa uma viagem
desagradável ou o cancelamento da mesma.
Para o viajante pode significar acidentes, perda
de bagagem ou qualquer outro tipo de
problema. Comercialmente, um negócio que
não dará certo.

34
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“A Tocha” Marte “K”


Kano significa tocha, a qual simbolizava a
iluminação em várias religiões. No passado,
colocava-se em volta dos acampamentos um
anel protetor de tochas, o qual representava
uma defesa contra animais selvagens ou
contra ataque de inimigos humanos. Na
mitologia nórdica, o fogo é uma das energias
que criaram e mantiveram o universo.

35
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

A aparição de Kano, em qualquer jogada,


representa um dos mais fortes e positivos
símbolos das runas.
Kano é uma runa da proteção e da sorte, e
promete um período de influências positivas.
Invertida
Kano invertida significa bloqueios, fim ou
término de uma situação. Significa também
perder um amor, um presente, uma oferta de
trabalho, uma posição de poder.
Quando Kano invertida está associada a runas
positivas, significa perdas transitórias, com
possíveis reconciliações.

36
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“União” Vênus “G”


Gebo é regida por Vênus, que é o planeta do
amor e da amizade. O símbolo de Gebo é
representado por duas linhas que se cruzam
refletindo suporte mútuo.
A runa Gebo representa união, siciedade
afortunada ou uma feliz união amorosa. Esta é
uma runa muito positiva, principalmente se
sair numa posição de resultado. Muitas vezes
em uma jogada ela significa simplesmente o
assunto em questão. Por exemplo, quando a

37
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

questão for a respeito de casamento e


dependendo da posição que ela cai, não será
nem negativa, nem positiva, será somente o
sentido da pergunta.
Invertida
A runa Gebo não tem posição invertida.

38
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“Alegria” Vênus e Saturno “W”


Na vida dura dos celtas, a única alegria eram
as festas dadas em comemoração de eventos
agrícolas, como as colheitas, ou a festa que
comemorava o início da primavera, depois de
rigoroso inverno.
Wunjo representa Alegria e Felicidade para o
consulente, e excelente se cai em uma posição
de resultado, onde pressagia um resultado
satisfatório e afortunado.

39
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

É a runa do trabalhador nórdico, representa


alegria no trabalho. Wunjo é uma runa que
deve ser lida com as outras, perto de runas que
significam romance, indica felicidade
emocional.

Invertida
Wunjo invertida significa tristeza e infelicidade.
As runas vizinhas é que irão determinar em
qual aspecto haverá infelicidade, indicando
ainda se é passageiro ou definitivo.

40
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“O granizo” Saturno “H”


Em um dia lindo, repentinamente pode cair
granizo, sem qualquer aviso. Tal como as
forças do Destino, as quais podem mudar o
curso de nossas vidas.
Hagalaz indica um evento natural de ruptura,
como doença, morte, casamento ou
nascimento.
Esta interrupção pode ou não fazer com que o
consulente abandone o seu prévio curso de
ação, dependendo das runas vizinhas.

41
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

Hagalaz representa todos aqueles eventos fora


do controle do consulente. Podendo estes
eventos serem bons ou ruins. Estas rupturas
podem ser afortunadas, pois podem salvar o
consulente de armadilhas ou coisas piores.
Esta runa é regida por Saturno, que é definido
como o planeta da limitação, por isso, esta
runa também indica limitações.

Invertida
Hagalaz não possui posição invertida.

42
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“A Necessidade” Saturno “N”


Na astrologia, o planeta Saturno tem muitos
atributos associados ao tempo, Representa
paciência, tolerância, cuidado, todas as
qualidades que sugerem ação lenta e
deliberada sobre um período longo.
Nauthiz aconselha a ter paciência. É uma
runa que sugere um aprendizado de
observação, onde os problemas irão se resolver
no devido tempo, e onde o importante é não
apressar este tempo. Nauthiz é um mestre (e
não dos mais gentis), que ensina o consulente
a moldar seu caráter.

43
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

Anuncia atraso, constrangimento, imitação,


opressão, afiliação, doença ou falta de
vitalidade, dinheiro ou recursos. A não ser que
caia junto com runas negativas, não indica
falência, e sim que se aguarde pacientemente.
Nauthiz aparece como um aviso contrário a
grandes mudanças sendo melhor manter as
coisas como estão. Em posição de resultado,
indica falta de sucesso, a não ser que venha
acompanhada de runas muito positivas.
Invertida
Nauthiz invertida mostra que o consulente
está tomando o cainho impróprino, e se já tiver
neste caminho, ela simboliza quebra inevitável,
levando-o à miséria, à penúria e à depressão.
Junto à Runa Branca ou a Jera, indica erros
passados que deverão ser reparados. Esta runa
frisa a importância de se pensar duas vezes a
respeito de qualquer plano.

44
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“O Gelo” Júpiter “I”


Isa é regida por Júpiter, o planeta protetor, seu
significado é gelo, que possui também a
qualidade de proteger e conservar.
Em uma jogada, Isa significa congelamento dos
planos no presente momento, podendo os
mesmos serem descongelados no seu devido
tempo.
Como resultado final, indica obstáculos
temporários que serão brevemente resolvidos, e
o conselho dado é: sentar e esperar a evolução
dos acontecimentos.

45
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

Em uma jogada muito negativa, Isa sugere que


o processo de congelamento foi longe demais e
que todo o entusiasmo e a emoção se
transformaram em desânimo e desalento.
Portanto, talvez seja melhor cortar os laços e
mudar para um projeto mais estimulante ou
uma relação emocional mais produtiva.
Como o gelo é o inimigo do calor, na área da
amizade e do amor, Isa é uma runa de pouca
ajuda; ela mostra um resfriamento do
entusiasmo na área emocional ou profissional.
Geralmente indica uma separação seguida de
ressentimento. Neste contexto se inclui família,
amigos íntimos, enfim, todos aqueles dos quais
se espera ajuda e sinceridade.
Invertida
Isa não tem posição invertida.

46
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“A Colheita” Mercúrio “J”


O significado de Jera é colheita, ou seja, é o
fruto do trabalho, é aquilo que é merecido. A
runa Jera refere-se à Força de Odin, e
recompensa o consulente pelas suas atitudes
passadas.
É uma runa de justiça, e por analogia, todas as
questões legais entram na sua área. Quando
Jera cai numa posição de resultado, ela tem
uma conotação positiva, a não ser que as

47
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

runas que a acompanhem sejam muito


negativas. Como a colheita é realizada em uma
determinada época do ano, e sendo a colheita o
significado de Jera, esta runa indica que as
coisas devem frutificar no seu devido tempo, e
que o mesmo não deve ser apressado (um ciclo
completo).
Invertida
Esta runa não tem posição invertida.

48
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“O Teixo” Júpiter “Y”


O Conceito de Eihwaz é a defesa contra o
perigo. Como com a madeira do Vidoeiro se
faziam os melhores arcos, para as armas
usadas pelos guerreiros, Eihwaz significa
Vidoeiro ou Teixo.
Esta runa é regida por Júpiter, o planeta
protetor, e tirá-la numa jogada significa que
nada atrasará o caminho que se está seguindo,
e que é sem dúvida o caminho certo.

49
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

Também o vidoeiro, em épocas remotas, tinha


o sentido da ressurreição. Portanto, Eihwaz
indica que não importa quão ruins as coisas
podem parecer, pois elas certamente
ressurgirão, e tomarão novas formas a favor do
consulente. Esta runa fala sobre eclipse, que é
um acontecimento pouco freqüente e que é
conhecido como um momento perigoso, onde
se cruzam muitas energias. Assim, ao ter esta
runa como resposta, pode significar uma
catástrofe que estava prognosticada, mas que
nunca materializará devido a uma enorme
proteção recebida; ou se por acaso ela se
manifestar, acabará tornando-se a favor do
consulente. Como esta runa é a de numero
treze, ela tem correspondência com “A Morte”
do Tarot, que significa final de um ciclo e
começo de outro.
Invertida
Eihwaz não tem posição invertida.

50
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“Algo Oculto” Marte “P”


Perth tem um significado bastante complexo,
mas geralmente ela contém a idéia de desfecho
de alguma coisa desconhecida, oculta, mas que
virá a luz. Perth também pode referir-se a
qualquer segredo que o consulente esteja
mantendo dentro de si.
Esta runa possui vários significados, um deles
é um copo para jogar dados, esta é uma
tradição muito apropriada, porque os
teutônicos tinham o hábito de jogar dados, não

51
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

simplesmente como um jogo, mas


principalmente como adivinhação. Por isso,
outro conceito de Perth é o jogo de azar, o que
quer dizer que se refere a alguém especulando
ou tentando adivinhar os resultados de uma
questão ou de um jogo; assim pode representar
um ganho inesperado. O planeta regente desta
runa é Marte, o qual indica fortes paixões e
algumas vezes impulso sexual.
Invertida
Perth quando está na posição certa indica que
coisas secretas virão a luz com revelações
agradáveis; já não é o que ocorre quando esta
runa sai na posição invertida, indicando
segredos ou revelações desagradáveis. Por esta
razão, Perth traz desapontamentos e/ou
traições de pessoas ou amigos. Geralmente
desapontamentos financeiros e ocasionalmente
traições amorosas. Também não se deve
participar de qualquer jogo de azar.

52
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“O Alce” Júpiter/Vênus “Z”


O significado desta runa é o alce, que junto
com a rena, era a fonte de alimento para os
teutões. Estes antigos habitantes da Terra
pensavam que os animais mortos em uma
caçada eram entregues nas suas mãos pelo
intermédio dos deuses, e que estes mesmos
animais sacrificavam suas vidas para a
sobrevivência da humanidade. Assim o
significado de Algiz é proteção dos deuses e
também sacrifício, mas um sacrifício feito com

53
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

boa vontade, seria a troca agradável de um


bem menor por um bem maior. Esta runa
significa uma nova influência afortunada
entrando na vida do consulente, podendo
ser em qualquer área de sua vida.
Invertida
A palavra chave desta runa invertida é a
“vulnerabilidade”, quer dizer que os outros
estão querendo sacrificar o futuro do
consulente, ou seus futuros projetos, em favor
deles próprios. O consulente será vítima de
maquinações e ciladas, a não ser que tome
muito cuidado, pois ele estará sendo,
literalmente, usado. Quando se tratar de
pessoas ligadas ao amor, ou ao trabalho,
aconselha-se ao consulente conhecer mais
profundamente as pessoas, antes de entrar em
qualquer tipo de relação mais profunda.

54
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“O Sol” Sol “S”


De uma maneira ou de outra, a habilidade de
derrotar o mal é universalmente atribuída ao
Sol.
Em latim, um dos nomes do Sol tem o
significado “Invicto”, porque em qualquer
batalha entre a luz e a escuridão, o Sol sempre
sairá vitorioso.
Sowelu é a runa da vitória, e a sua aparição
em uma jogada assegura o sucesso.

55
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

Para os celtar, o “Sol” é o símbolo da força da


vida, a vitalidade existente entre todas as
coisas vivas, incluindo a humanidade. Sowelu
portanto é a runa da saúde, da vitalidade e
também da fertilidade.
Invertida
Esta runa não possui posição invertida.

56
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“O Deus Tyr” Marte “T”


Esta runa indica vitória em combate ou em
qualquer situação onde exista um elemento
competitivo. Teiwaz era usada como um
talismã pelos celtas devido a sua enorme
energia de discernir. Paciência é a virutde
desta runa a qual aponta para o guerreiro que
luta muito, até vencer.
Para os que não são muito competitivos, esta
runa indica um afloramento desta qualidade.
Teiwaz é uma runa de motivação e de energia.
Como na maioria das guerras visa-se a

57
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

conquista ou o lucro, esta runa indica um


aumento tanto de poder quanto de riqueza.
Para as mulheres Teiwaz indica um
companheiro amigo e fiel ao seu lado, um
protetor o qual ela irá respeitar.
Invertida
Como a maioria das runas, Teiwaz na posição
invertida significa o oposto do seu significado
na sua posição normal. Refere-se portanto a
um entusiasmo fraco, ao fracasso nos
empreendimentos competitivos.
Indica que o consulente está abandonando
seus ideais e não faz muito esforço para
resgatálos. Assim, o conselho dado ao
consulente é o não abandono de seus objetivos
e uma maior atenção a si mesmo.
Teiwaz invertida indica também um homem
mau-caráter ou que está passando uma fase
muito problemática.

58
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“A Trepadeira” Lua/Júpiter “B”


Berkana é regida pela Lua, que é o símbolo da
Grande Mãe, o princípio da fecundidade da
Natureza. Portanto a palavra chave para
Berkana é geração, tanto no sentido de
procriar, como no sentido de família. Esta é a
runa da fertilidade, e sempre indica o
nascimento de uma criança ou de uma idéia.
Esta runa indica sempre um resultado
tangível.

59
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

Berkana esta associada à mãe, também


anuncia eventos em família, como casamentos,
noivaods, batizados, etc. Indica o lar do
consulente, mas não simplesmente a casa dele,
e sim onde está o seu coração.
Invertida
Esta runa invertida tem o significado dos
problemas do lãs e dos conflitos domésticos.
Prognostica brigas entre o consulente e sua
família. Mas como Berkana é uma runa muito
positiva, estes problemas não serão muito
grandes, a não ser que ela esteja rodeada de
runas
negativas.
Pode significar esterilidade ou dificuldade para
a concepção. Se sair numa jogada para uma
mulher que esteja grávida, deve tomar muito
cuidado para não correr o risco de um aborto.

60
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“O Cavalo” Mercúrio “Eo”


De acordo com a astrologia, Mercúrio é o
planeta da mudança, e o principal significado
de Ewhaz significa cavalo, estas mudanças
envolvem viagens de alguma maneira, podendo
ser mudanças de trabalho, cidade ou até de
país.
Pode também significar uma pequena viagem,
principalmente se surgirem outras runas de
viagem. Assim:
- com Raldo -viagem de férias

61
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

- com Berkana -viagem para ver a família


-com Ansuz -viagem de estudos
A runa aconselha o consulente a continuar na
mesma direção, pois é a certa.
Invertida
Ehwaz invertida significa movimento
bloqueado, e que parar é a melhor alternativa.
Pode significar também mudança não
planejada, ou não prevista. Entretanto esta
mudança
não é infeliz ou inútil, a menos que haja runas
negativas na jogada.

62
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“A humanidade” Saturno “M”


A tradução literal de Mannaz é a humanidade.
Os antigos xamãs acreditavam na
interdependência da raça humana, onde
nenhum indivíduo conseguia ser interiramente
autosuficiente. Como Mannaz é a runa da
interdependência, significa que o consulente
terá a cooperação de outro ser humano, que o
levará à resolução de seus problemas. O
conselho recebido será objetivo e impessoal,
honesto e confiável. Também pode ser ajuda de

63
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

algum profissional, como um médico, um


advogado, um banqueiro, etc... Mas Mannaz
não indica a solução em outra pessoa, e sim no
próprio consulente, aconselhando-o a olhar
para seus problemas mais objetivamente, sem
tanto envolvimento emocional, a fim de não
tomar o rumo errado.
Na primeira casa da tiragem astrológica, indica
que o consulente é um forte aliado na defesa
dos direitos humanos e do bem estar da
humanidade.
Invertida
Mannaz invertida indica que não se deve
esperar a ajuda dos outros. O consulente
enfrentará
obstruções ou sabotagem nos seus planos. Às
vezes ele se tornará vítima de uma ou mais
pessoas que serão seus inimigos declarados.
O consulente deve evitar o pessimismo, a falta
de confiança, e a falta de fé no futuro.

64
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“A Água” Lua “L”


O elemento Água representa o líquido e o
estado de fluir. Analogicamente, todas as
coisas que se equacionam com este estado de
fluir estão no domínio da água. A filosofia do
ocultimo vê a água como feminina, passiva e
receptiva. Esta runa corresponde ao líquido
amniótico e transmite a idéia de concepção.
Laguz indica sucesso em qualquer atividade
que se empregue a faculdade da imaginação,
podendo estar ligado à arte, ao desenho, à
música e ao teatro. Laguz também representa o
subconsciente, a parte da psique de onde

65
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

afloram os poderes paranormais. Por esta


razão, se esta runa cair na primeira casa da
triagem astrológica, significa que o consulente
deve seguir a sua intuição e confirma a grande
sencibilidade deste na captação de energia.
Também indica que o consulente é uma pessoa
que sabe ensinar, e que pode passar todo o seu
conhecimento de uma forma coerente e efetiva.
É a runa do professor.
No amor, se o consulente for homem, indica a
mulher mais importante de sua vida.
Invertida
A não ser que esteja rodeada por muitas runas
positivas, Laguz invertida significa Azar, má
sorte. O consulente não deve esperar ver o
resultado. “Ação imediata” é o conselho dado
para sair da situação comprometedora.
Laguz invertida também significa uma mulher
de má índole, ou que está com muitos
problemas.

66
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“O Deus Ing da Fertilidade” Vênus “Ng”


As palavras chave desta runa são: perfeição,
encerramento e realização. É a runa que indica
o final bem sucedido de um plano, e junto a ele
a sensação de relaxamento após a crise. A
ansiedade e as preocupações desaparecem.
Esta é uma runa muito positiva e sempre
pressagia soluções favoráveis.
A fertilidade é qualidade de Inguz, e
dependendo das runas vizinhas, pode significar

67
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

novo emprego, novo amor, ou começo de uma


nova vida para o consulente. Ela indica final de
um ciclo e reinício de outro mais feliz.
Invertida
Esta runa não possui posição invertida.

68
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“O Dia” Sol “D”


O calor do Sol na primavera e no verão é
responsável pelo crescimento das plantas, e
Degaz também é um símbolo do aumento e
crescimento. Este ato de crescer pode ser um
relacionamento afetivo, financeiro ou de
trabalho; sempre invocando um evoluir
afortunado.
Dagaz indica aumento de conhecimento perto
de Ansuz; perto de Berkana indica que as

69
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

coisas boas virão um dia, mas não


imediatamente.
Dagaz tem o poder de converter runas
invertidas em runas de atraso.
Invertida
Dagaz não tem posição invertida.

70
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“A Ruptura” Saturno “O”


Este é um momento para caminhos separados.
Peles antigas precisam de mudanças,
rejeitando os relacionamentos obsoletos.
Quando esta runa aparece em um lançamento,
é requerida a separação de algo, Othila é a
runa da ruptura radical.
Aqui, a ação adequada é o recuo, saber como e
quando recuar é possuir a firmeza de vontade
para executar isso.

71
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

A propriedade imobiliária está associada a


Othila, porque esta é a runa da aquisição de
benefícios. Contudo, os benefícios que você
receber, a “herança”, talvez sejam derivados de
algo do qual deve desfazer-se.
Invertida
Este não é o momento para ficar preso a
antigos condicionamentos, a uma autoridade
ultrapassada. Considere não apenas aquilo que
o irá beneficiar, mas também o que beneficiará
os outros. Uma vez que foi chamado a
empreender uma separação radical de métodos
antigos, terá de agir com total honestidade.
Caso contrário, por sua negligência ou recusa
em
enxergar claramente, poderá infligir sofrimento
aos outros e prejudicar-se.
Othila invertida sempre significa uma
separação ou ruptura acompanhadas de dor e
sofrimentos.

72
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“O Destino” (A Runa Branca)


A runa em Branco é também chamada de
WIRD, nome do grupo das Três Deusas do
Destino da mitologia Teutônica. Seus nomes
são: Urd, Verdandi, e Skuld, e representam os
três aspectos do tempo: Passado, Presente e
Futuro. Esta runa governa o Karma que cada
um de nós acumulou desde as nossas
encarnações passadas até hoje. Representa o
inevitável, os acontecimentos predestinados
que não podem ser mudados.

73
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

A runa vizinha a esta determinará se temos


uma dívida cármica a pagar ou uma
recompensa cármica a receber.
Como a Runa branca significa predestinação,
em algumas tiragens pode representar algo que
o plano espiritual quer manter em segredo,
talvez por não ser o momento adequado para o
consulente conhecê-los.

74
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

PALAVRAS CHAVES DO FUTHARK

FEHU - Posses, Fortunas, Riquezas,


Abundância.
Invertida: Pedra, Miséria, Pobreza, Escassez.
Mensagem: Saiba viver sua vitória.

URUZ - Determinação, Vontade, Proteção.


Invertida: Indecisão, Descaso, Desproteção.
Mensagem: Renovação.

THURISAZ - Espera, Estagnação, Força


Invertida: Ação, Fluência, Fraqueza.
Mensagem: Não reagir também é uma forma de
ação.

ANSUZ - Sinais, Sabedoria, Mensagens.


Invertida: Ignorância, Falta de Atenção.
Mensagem: É preciso meditar.

RAIDHO - Comunicação, Viagem, Reencontro.


Invertida: Introspectivo, Desencontro,
Mudança.
Mensagem: Liberte-se de desejos e ilusões.

KANO - Abertura, Iluminação, Expansão.


Invertida: Fechamento, Embaçado, Restrição.
Mensagem: Uma nova luz que ilumina.

75
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

GEBO - Associação, Presente, um Dom.


Mensagem: União com equilíbrio.

WUNJO - Alegria, Contentamento.


Invertida: Tristeza, Abatimento.
Mensagem: A clareza traz alegria.

76
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

FINAL DO AETTIR DE FREYR

HAGALAZ - Libertação, Mudanças.


Mensagem: Os benefícios de um rompimento.

NAUTHIZ - Opressão, Necessidade, Dor.


Invertida: Conforto, Auto-suficiência, Prazer.
Mensagem: É preciso aprender com a
adversidade.

ISA - Obstáculo, Impedimento, Parada.


Mensagem: Tempo de parar.

JERA - Colheita, Um ano, Ciclo.


Mensagem: A colheita chegará.

EIHWAZ - Defesa, Prudência.


Mensagem: A importância de saber esperar.

PERTH - Provação, Iniciação, Guia Espiritual.


Invertida: Reprovação, Frustração.

ALGIZ - Proteção, Desafio, Impulso.


Invertida: Desprotegido, Sem Auto-Domínio
Mensagem: Controle suas emoções.

SOWELU - Realização, Plenitude, Vitória.


Mensagem: Saiba receber a força vital.

77
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

FINAL DO AETTIR DE HAGAL

TEIWAZ - Coragem, Força, Fé.


Invertida: Covardia, Fraqueza, Descrnça.
Mensagem: Paciência para conquistar.

BERKANA - Crescimento, Renascimento,


Desenvolvimento.
Invertida: Condensar, Restrição, Redução.
Mensagem: Do interior vem o real crescimento.

EHWAZ - Movimento, Progresso, Mudanças.


Invertida: Decadência, Limitações, Repouso.
Mensagem: Tempo de mudar e progredir.

MANNAZ - O ser, O Ego, O Consulente, Auto-


conhecimento.
Invertida: Bloqueio, Descontente.
Mensagem: Mantenha a modéstia e a
humildade.

LAGUZ - Fluência, Abundância, Intuição.


Invertida: Miséria, Racional.
Mensagem: A ação das forças criativas e
intuitivas.

INGUZ - Fertilidade, Renovação, Novos


Começos.
Mensagem: Uma oportunidade para recomeçar.

78
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

OTHILA - Herança, Separação, Retirada,


Modificação Pessoal
Invertida: União, Ficar, Atenção.
Mensagem: Faça sem fazer.

DAGAZ - Transformações, Rupturas Radicais.


Mensagem: O anúncio de um momento
decisivo.

FINAL DO AETTIR DE TYR

RUNA DE ODIN: - Destino, Deus, Proteção


divina.
Mensagem: FÉ E CORAGEM PARA
ENCONTRAR SEU DESTINO.

79
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

TIPOS DE JOGOS DE RUNAS


Tirar runas era um evento, como o povo viking
era muito forte, o aconselhamento só ocorria
na desconfiança de um motivo místico, um
segredo escondido, ou ainda umahj questão
aparentemente sem resposta.
As runas eram utilizadas de formas diferentes,
e também suas tiragens ocorriam de acordo
com a função do jogo. Normalmente, em jogos
domésticos, eram tiradas somente uma runa,
um conselho e uma direção a ser tomada, para
questões mais complexas, eram tiradas 3
runas.
Também, quando o consulente quer uma
resposta mais complexa é utilizado uma
tiragem em cruz.
Existiam os jogos mais nobres, tirados para
reis, para antes de uma viagem ou invasão,

80
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

sobre o coletivo, onde interessavam toda


comunidade. São eles os jogos em círculo.
Os jogos em círculo tem dois formatos, o de
Mandala Astrológica e o do mundos da cultura
Viking.

RUNA DE ODIN
Esta é a utilização mais simples e prática do
Oráculo. Coloca-se todas as runas dentro do
saquinho, e após alguns minutos de
concentração na sua pergunta, retire uma
única runa e coloque-a de face para baixo em
cima da sua toalha rúnica. Após desvirar a
runa, verifique se ela está normal ou invertida,
e interprete-a. Esta jogada mostra uma visão
global de uma situação inteira.

MÉTODO DE TIRAGEM DE 3
Muito simples, assim como no Tarot, trata-se
de tirar 3 runas, uma simbolizando o passado,

81
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

outra representando o presente e outra


representando o futuro.
Normalmente esse tipo de tiragem já responde
totalmente a pergunta, mas pode ser
complementada com a visão consciente e
inconsciente do cliente.

82
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

MÉTODO DE TIRAGEM DE 5

O plano consciente e o plano inconsciente


também podem ser interpretados da seguinte
forma:
4 – Plano Consciente – o que o consulente
perguntou;
5 – Plano Inconsciente – o que o consulente
quer mesmo saber.
Isso por causa da incoerência natural das
pessoas, que tem como origem o medo, por
exemplo, uma mulher que tem medo de ser

83
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

deixada pelo marido, pode perguntar ‘Ele tem


outra?’, quando na verdade deveria perguntar
‘Ele está feliz comigo?’.
O Plano Consciente e o Plano Inconsciente
devem sempre ser utilizados quando o
consulente precisa de uma complementação da
resposta, mas nem sempre é prudente detalhar
a resposta inteira para o consulente, ou ainda
revelar que essas runas representam a
diferença entre o que ele perguntou e o que ele
quer saber.

84
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

MÉTODO DE TIRAGEM DA CRUZ RÚNICA


É um método de tiragem com 6 ou 7 runas,
dividindo a questão também em presente,
passado e futuro, além mostrar o porque a
pessoa se encontra nessa situação, uma vez
que uma das runas representa a Self, a
Personalidade, o Aspecto ou forma de agir que
levou a situação, o quanto a situação é
Carmica, e a Evolução da questão, para onde
vai se encaminhar tudo isso. Pode ser tirada
uma sétima runa, como conselho sobre a
maneira de agir, mas sinceramente, nem
sempre é necessário, há sempre uma precisão
muito grande numa resposta dada por tantas
runas.

85
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

1 – O Passado, como se foi parar nessa


situação, o que aconteceu antes do passo onde
você se encontra, e que foi determinante para
se chegar onde está, se houve intervenções de
alguém, más intenções ou ainda se fazia parte
de um curso natural.
2 – O Presente, a situação em si, runa que a
representa, também como está se sentindo a
respeito, pontos necessários a equilibrar pra

86
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

alcançar uma mudança, a solução das


intervenções feitas, ou ainda as consequências
do afastamento das más intenções, a reação
natural do consulente, pós fato que o levou
aonde se encontra.
3 – O Futuro, para onde caminha a situação,
também a lei de ação e reação, como as coisas
acontecerão, após a análise dos fatos, o
resultado da anulação do mal, como vai ficar,
psicologicamente, o consulente, após a
resolução da questão.
4 – Evolução, toda escolha leva a uma evolução
na vida, após uma questão resolvida, o que foi
aprendido, qual a lição que tiramos, como
devemos agir para que tal fato, se bom, volte a
se repetir, se ruim, não volte mais a ocorre na
nossa vida.
5 – Self ou Eu Sou – A diferença entre a
personalidade e o ego, quais defeitos levaram o
consulente a tal situação, e também quais

87
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

qualidades levaram ele a solucionar seus


problemas, fica sempre um conselho sobre
como agir, ou não.
6 – Vidas Passadas, o Carma, o que pode ter
levado a situação ou não, nem sempre é ‘um
pagamento’, é também uma espécie de
evolução, pode ser pessoal, ou coletivo, algo
bem definido, ou ainda genérico. Um fator pode
ser cármico evolutivo, ou seja,

88
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

você passa por algo para alcançar algo. Muitas


vezes, se tratando dos nórdicos, o carma é uma
fraqueza a ser sanada.
7 – Só usada aqueles muito teimosos, que
mesmo após tudo isso dizem ‘não entendi’ (e
sempre tem um cliente assim), é a runa do
Conselho.

TIRAGEM EM CÍRCULO
Mandala dos Mundos

89
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

É baseada na proximidade e no contato dos


Deuses Nórdicos com os Vikings, divide sempre
um plano circular em 3 círculos, assim como
são os Aetts.
1º Círculo: Midgard, a Terra, o plano mais
próximo ao ser humano, aquilo que é material,
está na Terra, também é emocional e mental.
Onde as coisas acontecem, a prática e não a
teoria.
2º Círculo: Formado por 4 mundos, de
intervenção direta na vida humana: Asgard, o
contato com os Deuses, a intervenção divina
na vida dos homens; Hellhain, a fatalidade e a
morte, o inescapável pelo qual passa qualquer
ser humano; Ljossalfhein, também chamado de
Alfhein, mundo dos Elfos brancos, ou elfos
luminosos, o que na mitologia nórdica tinha
uma função semelhante aos anjos, intervem
diretamente na vida do ser humano,
principalmente em questões de proteção e

90
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

saúde; Svartalfahein, o mundo dos Elfos


Negros, que representam as forças que atuam
contra a humanidade, simbolicamente, os
anjos caídos.
3º Círculo: Formado por 4 mundos, de
intervenção sutil na vida humana (mundos
cósmicos): Vanalhein, o mundo dos Vanir, ou
dos antigos deuses, potencias poderosas, as
quais se recorre somente em ultimo caso, já
que a extensão de seus poderes já foi
esquecida; Muspelhein, o mundo do fogo, onde
ficam os vulcões, as forças destrutivas da
natureza, o ego e os dragões, simboliza os
estragos do inconsciente; Jothuhein, o mundo
dos Gigantes de Gelo, simboliza a mente sem a
intervenção emocional ou
sentimental, a frieza da alma; Nidavenir, o
mundo dos anões, a ganância e a ambição, o
elemento terra, o que distancia nos distancia
do mundo espiritual.

91
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

Como jogar:
Todas as runas são jogadas dentro de um
tecido ou couro, ou ainda madeira, com o
desenho de três círculos, ou ainda da Mandala
dos mundos, as que saírem fora do círculo
devem ser excluídas. As que saírem com o
desenho virado também devem ser excluídas,
ficando somente aquelas cujo desenho tenha
saído para cima. Nesse jogo, normalmente o
consulente fica do lado oposto do Mago,
portanto, sendo um círculo, não há runa
interpretada de forma negativa ou oposta. As
runas devem ser lidas, de fora para dentro, no
sentido do Mago para o consulente:

92
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

No entanto, a ordem das runas vai ‘contar a


história’, mas as que tem intervenção maior na
vida do consulente são as do círculo interno
(Asgard). Lembrando que o circulo de Asgard é
o que ocorre na Terra, o segundo círculo tem
sentido místico religioso (intervenção divina
direta), e o terceiro círculo tem sentido cósmico
(microcosmos – macrocosmos).

É uma tiragem muito complexa, na qual é


necessário experiência, saber interpretar muito

93
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

bem as runas, e saber, por cada círculo, qual


aspecto interpretar, o físico, o espiritual ou
uma junção de fatores.

A CRUZ ELEMENTAR
Para uma consulta em pouco mais complexa,
você poderá utilizar o método da Cruz
Elementar. Esta é uma técnica adequada para
perguntar objetivas que exijam respostas mais
complexas.
Colocando-se todas as runas no saquinho, e
após concentração profunda na questão, retire
cinco runas ao acaso, uma a um, e viradas de
face para baixo. As runas devem ser
posicionadas
conforme a ilustração abaixo:

94
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

Posição 1 – O Passado
É a causa que propiciou a situação atual.
Posição 2 – O Presente
A situação no momento atual.
Posição 3 – O Futuro
Mostra a evolução dos acontecimentos
presentes.
Posição 4 – O Objetivo
Mostra o objetivo a ser alcançado.
Posição 5 – A Ação
Mostra qual a ação necessária para a solução
do problema.

95
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

COMO CONSAGRAR AS RUNAS NÓRDICAS

As runas são um excelente oráculo que nos


permite analisar situações do passado,
presente e futuro, obtendo respostas para
todas as nossas dúvidas, sejam simples,
complexas, até mesmo aquelas mais íntimas.
Através das runas conseguimos ter uma visão
mais clara do nosso destino e das nossas
opções. Com o conhecimento das runas,
podemos evitar problemas futuros, entender
problemas presentes, compreender como o
passado nos afetou ou nos afeta até hoje.

Se você deseja ser um oraculista rúnico e


utilizar suas runas para ajudar outras
pessoas, então é fundamental que você
aprenda também como consagrar as suas
runas para garantir que nenhuma energia
externa ou não desejada influencie as suas

96
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

leituras. Não existe uma forma obrigatória


preestabelecida para a consagração de runas,
no entanto, convém utilizar aquela que você
tem certeza que cumprirá o papel de purificar
completamente as suas runas e energizá-las da
maneira correta. Segue uma excelente maneira
para consagrar suas runas:

Eis os materiais que você precisará ter:


 Incenso de 7 ervas, mirra, eucalipto com
citronela ou algum que tenha energia
ligada à intuição, vidência ou
purificação;
 Água mineral, da chuva, do mar, do rio,
pré consagrada ou fluidificada com
energia cósmica (coloque-a num
recipiente);
 Vela cor cinza claro, branca ou azul;
 Sal comum.

97
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

Observação:
 Faça esta consagração durante a lua
crescente ou cheia à noite. A presença
das runas diante da Lua pode
potencializar o ritual, mas não é
obrigatório.

Eis o que deve ser feito:


Disponha todas as runas numa superfície
plana, preferencialmente sobre uma toalha
branca, lisa e limpa. Faça três fileiras
horizontais, as duas primeiras de cima com 10
runas cada uma, e a de baixo com as 5
restantes. Não precisa se preocupar com a
ordem.

Tome um minuto para se concentrar e obter


foco no ritual de consagração. Então faça a
seguinte oração:

98
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

“Oh Senhor, Pai de Todos, Grande e Poderoso


Odin, peregrino pela sabedoria, protetor dos que
guerrilham. Invoco-te e peço a tua presença aqui
neste momento de consagração. Que tua
sabedoria se internalize em minha alma e se
espalhe por todas essas runas. Que assim
seja!”.

Acenda o incenso e ofereça-o aos elementais do


ar pedindo para que eles se façam presentes e
auxiliem a consagração. Acenda então a vela e
ofereça aos elementais do fogo com o mesmo
propósito.

Erga suas mãos sobre a água e o sal e visualize


uma energia branca e pura sendo exteriorizada
das suas mãos e purificando a matéria.
Visualize o sal e a água sendo completamente
purificados. Então ofereça o sal aos elementais
da Terra e a água aos elementais da Água.

99
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

Pegue cada uma das runas e passe pela


fumaça do incenso visualizando a energia ali
presente purificando as runas. Após isso,
aproxime cada uma das runas à lateral da
chama da vela e visualize a energia do fogo
purificando a runa. Não se preocupe com a
ordem das runas.

Após isso jogue uma pitada de sal sobre cada


uma das runas visualizando a energia dos
cristais de sal purificando as runas. Então
mergulhe, pingue ou borrife um pouco da água
em cada uma das runas para purificá-las
também com a energia da água.

Ao terminar, erga sua mão direita sobre cada


uma das runas e diga: “Que a luz de Odin
irradie pelo meu corpo e consagre cada uma
dessas runas para que elas me tragam

100
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

respostas verdadeiras e me resolvam todas as


questões, que assim seja!”. Visualize uma
energia branca e potente saindo pela sua mão
e se misturando com cada uma das runas.

Após terminar tudo, agradeça a presença dos


elementos e seus seres elementais. Agradeça
também a presença de Odin. Você pode deixar
o incenso e a vela queimarem até o fim se
desejar. As suas runas já estão prontas! Uma
dica: pelo menos nos sete primeiros dias,
mantenha as runas enroladas num pano
branco.

101
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

REFERÊNCIAS
Apostila de Runas - Futhark
Métodos de tiragens de Runas - internet
Consagração das Runas - por Zetrusk

Mistérios Nórdicos - Deuses. Runas. Magias. e


Rituais. - Mirella Faur

102
As Runas Sagradas de Odin - Curso de Runas

Uma abordagem direta e prática


espera por você. Os caminhos do
oráculo rúnico estão lhe esperando
para que mergulhe numa imensidão
de conhecimentos milenares e
aprenda a interpretar as sagradas
Runas de Odin.

2020

103