Você está na página 1de 30
WORKSHOP OIT-174: Experiências e Práticas na Prevenção de Grandes Acidentes Industriais Data: 5 de agosto
WORKSHOP OIT-174: Experiências e Práticas na
Prevenção de Grandes Acidentes Industriais
Data:
5 de agosto de 2009
Local: Auditório do Centro Técnico Nacional –
FUNDACENTRO
Rua Capote Valente, 710
Investigação e Análise de Grande Acidente
Industrial Envolvendo Tanques de Alcool
José Possebon
CHT/SQi
INVESTIGAINVESTIGAÇÇÃOÃO DEDE ACIDENTEACIDENTE COMCOM EXPLOSÃOEXPLOSÃO DEDE TANQUETANQUE DEDE ALCOOLALCOOL
INVESTIGAINVESTIGAÇÇÃOÃO DEDE ACIDENTEACIDENTE
COMCOM EXPLOSÃOEXPLOSÃO DEDE TANQUETANQUE
DEDE ALCOOLALCOOL ETETÍÍLICO.LICO.
ACIDENTEACIDENTE COMCOM EXPLOSÃOEXPLOSÃO DEDE TANQUETANQUE DEDE ÁÁLCOOLLCOOL 1818 dede abrilabril dede 20072007
ACIDENTEACIDENTE COMCOM EXPLOSÃOEXPLOSÃO DEDE TANQUETANQUE DEDE
ÁÁLCOOLLCOOL
1818 dede abrilabril dede 20072007 ààss 11:3011:30
EmpresaEmpresa processadoraprocessadora dede sojasoja ee produtoraprodutora dede
proteproteíínana texturizadatexturizada
QuatroQuatro mortos(ummortos(um nono locallocal ee trêstrês nono hospital)hospital) ee
seisseis feridos,feridos, sendosendo doisdois emem estadoestado grave.grave.
ExplosãoExplosão dede umum tanquetanque dede áálcoollcool etetíílicolico comcom
rupturaruptura dodo fundofundo ee deslocamentodeslocamento dede 2020 metrosmetros
atatéé pararparar nono taludetalude dodo diquedique dede contencontençção.ão.
ExplosãoExplosão dede outrooutro tanquetanque comcom deslocamentodeslocamento dodo
tetoteto ee posteriorposterior quedaqueda dentrodentro dodo prpróóprioprio tanque.tanque.
EQUIPAMENTOEQUIPAMENTO TanqueTanque comcom capacidadecapacidade dede 311.000311.000 litros,litros, comcom 10%10% dede
EQUIPAMENTOEQUIPAMENTO
TanqueTanque comcom capacidadecapacidade dede 311.000311.000 litros,litros,
comcom 10%10% dede produto(90%produto(90% fasefase vapor)vapor)
fase vapor
(90%)
fase líquida
EQUIPAMENTOEQUIPAMENTO TanqueTanque atmosfatmosfééricorico dede aaççoo carbono,carbono, revestidorevestido
EQUIPAMENTOEQUIPAMENTO
TanqueTanque atmosfatmosfééricorico dede aaççoo carbono,carbono,
revestidorevestido internamenteinternamente comcom resinaresina ee comcom
alimentaalimentaççãoão pelopelo topo(tipotopo(tipo chuveiro).chuveiro).
Revestimento interno
com resina acrílica
Descarga tipo chuveiro
Foto no momento do acidente
Foto no momento do acidente
foto do tanque acidentado
foto do tanque acidentado
METODOLOGIA:METODOLOGIA: VisitaVisita ee registrosregistros fotogrfotográáficosficos dodo locallocal dada
METODOLOGIA:METODOLOGIA:
VisitaVisita ee registrosregistros fotogrfotográáficosficos dodo locallocal dada
ocorrência;ocorrência;
EntrevistaEntrevista comcom oo maiormaior nnúúmeromero posspossíívelvel
dede pessoaspessoas envolvidas;envolvidas;
AnAnááliselise dede normasnormas ttéécnicascnicas aplicaplicááveis;veis;
ConsultaConsulta aa especialistas;especialistas;
AnAnááliselise dede informainformaççõesões ee notificanotificaççõesões dada
DRTDRT dede Curitiba;Curitiba;
ConsultaConsulta aa referênciasreferências bibliogrbibliográáficasficas ee
materiaismateriais ttéécnicoscnicos conficonfiááveis;veis;
NoticiNoticiááriorio dada imprensa.imprensa.
EQUIPEEQUIPE DEDE INVESTIGAINVESTIGAÇÇÃOÃO No dia 08 de maio de 2007 os técnicos da Fundacentro de
EQUIPEEQUIPE DEDE INVESTIGAINVESTIGAÇÇÃOÃO
No dia 08 de maio de 2007 os técnicos da
Fundacentro de São Paulo, Fernando
Vieira Sobrinho e José Possebon
estiveram na empresa acompanhados
pelos auditores fiscais da Delegacia
Regional do Trabalho de Curitiba, Maria
Eloísa Negrello e Francisco Carlos
Bergami e pelo Técnico Adir de Souza, da
Fundacentro-PR
NORMAS APLICÁVEIS: API Standard 620 “Design And Construction of Large, Welded Low-Pressure Storage Tanks” do
NORMAS APLICÁVEIS:
API Standard 620 “Design And Construction of
Large, Welded Low-Pressure Storage Tanks” do
American Petroleum Institute
API Standard 650 “Welded Steel Tanks For Oil
Storage” do American Petroleum Institute
NBR 7821 “Tanques Soldados Para
Armazenamento de Petróleo e Derivados” da
Associação Brasileira de Normas Técnicas -
ABNT
API Std 653 - Tank Inspection, Repair, Alteration,
and Reconstruction, Fourth Edition
NORMAS APLICÁVEIS: BS 2654 “Manufacture Of Vertical Steel Welded Non-Refrigerated Storage Tanks With Butt- Welded
NORMAS APLICÁVEIS:
BS 2654 “Manufacture Of Vertical Steel Welded
Non-Refrigerated Storage Tanks With Butt-
Welded Shells for The Petroleum Industry” do
British Standards Institution – BSI
N-270 “Projeto de Tanque Atmosférico” da
Comissão de Normas Técnicas da PETROBRAS
N-271 “Montagem de Tanques de
Armazenamento” da Comissão de Normas
Técnicas da Petrobrás.
N-1888 “Fabricação de Tanque Atmosférico” da
Comissão de Normas Técnicas da PETROBRAS.
HIPÓTESES a) Descarga atmosférica Não se verificaram evidências consistentes para essa hipótese. b) Admissão
HIPÓTESES
a) Descarga atmosférica
Não se verificaram evidências consistentes para
essa hipótese.
b) Admissão de fonte de ignição devida a falha do
corta-chama da válvula.
Improvável.
c) Soldagem ou corte acetilênico que
introduzissem a fonte de ignição pelo costado do
tanque
Não foram levantadas evidências consistentes
para essa hipótese.
d) Admissão de fonte de ignição por meio da
tubulação de enchimento
Havia evidências para essa hipótese.
HIPÓTESES e) Geração de cargas eletrostáticas no interior do tanque Verificaram-se totais condições para essa
HIPÓTESES
e) Geração de cargas eletrostáticas no interior do
tanque
Verificaram-se totais condições para essa
possibilidade e para a probabilidade de uma
ignição provocada por eletricidade estática.
f) Fonte de ignição através de tubulação.
A hipótese da fonte de ignição ter alcançado o
interior do tanque por meio da tubulação pode
ser admitida, uma vez que o duto poderia ter
conduzido essa fonte de algum ponto remoto da
linha de transferência.
Alimentação por descarga tipo chuveiro As cargas elétricas geradas fluem pelo recipiente de metal(condutor)
Alimentação por descarga tipo chuveiro
As cargas elétricas geradas fluem pelo recipiente
de metal(condutor)
Alimentação por descarga tipo chuveiro As cargas elétricas geradas ficam dentro do recipiente plástico(isolante)
Alimentação por descarga tipo chuveiro
As cargas elétricas geradas ficam dentro do recipiente
plástico(isolante)
((fontefonte:: StaticStatic Electricity,Electricity, dada ISSA)ISSA)
RECOMENDAÇÕES 1 - A operação de enchimento dos tanques deve ser feita por baixo, em
RECOMENDAÇÕES
1 - A operação de enchimento dos tanques deve
ser feita por baixo, em vazão baixa até que a boca
de entrada esteja totalmente mergulhada no
produto, evitando dessa forma a descarga em
queda livre, geradora de cargas eletrostáticas.
2 - O teto do tanque deve ser fixado sobre o
costado com a chamada “solda frágil”, ou então
ser instalada uma tampa de emergência que se
rompa em caso de explosão e mantenha o
costado intacto( não há obrigatoriedade de solda
frágil no topo para tanques com diâmetros
menores que 15 metros.).
RECOMENDAÇÕES 3 – Instalar Câmaras de espuma para a injeção automática no tanque em caso
RECOMENDAÇÕES
3 – Instalar Câmaras de espuma para a injeção
automática no tanque em caso de incêndio,
abafando a superfície em chamas.
4 - Câmaras de inertização podem ser instaladas,
injetando gás inerte (nitrogênio, por exemplo) ao
invés da admissão de ar propiciada pela válvula
de pressão e vácuo.
RECOMENDAÇÕES 5 - Elaboração e execução (construção) do projeto seguindo rigidamente as normas técnicas
RECOMENDAÇÕES
5 - Elaboração e execução (construção) do
projeto seguindo rigidamente as normas
técnicas aplicáveis, incluindo
acompanhamento, inspeção e teste
previamente á liberação do tanque para
operação.
6 - Incluir no programa de Segurança,
Saúde e Meio Ambiente: análises de
riscos, perigos, vulnerabilidades e
conseqüências adequados às atividades
específicas da empresa.
RECOMENDAÇÕES 5 - Elaboração e execução (construção) do projeto seguindo rigidamente as normas técnicas
RECOMENDAÇÕES
5 - Elaboração e execução (construção) do
projeto seguindo rigidamente as normas
técnicas aplicáveis, incluindo
acompanhamento, inspeção e teste
previamente á liberação do tanque para
operação.
6 - Incluir no programa de Segurança,
Saúde e Meio Ambiente: análises de
riscos, perigos, vulnerabilidades e
conseqüências adequados às atividades
específicas da empresa.
RECOMENDAÇÕES 7 - O programa de SSMA(Segurança, Saúde e Meio Ambiente) deve também incluir etapas
RECOMENDAÇÕES
7 - O programa de SSMA(Segurança,
Saúde e Meio Ambiente) deve também
incluir etapas de treinamento,
capacitação e aperfeiçoamento dos
diversos níveis de profissionais
envolvidos, incluindo as empresas
contratadas e trabalhadores
terceirizados.
RECOMENDAÇÕES 8 - É importante também que o Ministério do Trabalho e Emprego amplie e
RECOMENDAÇÕES
8 - É importante também que o Ministério do
Trabalho e Emprego amplie e incremente
ações preventivas, por meio de programas de
capacitação, produção e difusão de
informações, revisão de normas e
implementação de acordos e convenções
internacionais como o GHS – Sistema
Globalmente Harmonizado de Rotulagem de
Substâncias Químicas, Convenção 170 e 174
da Organização Internacional do Trabalho,
que versam respectivamente sobre
segurança com produtos químicos e
prevenção de acidentes químicos ampliados.
IMPORTANTE A maioria dos tanques atmosféricos são projetados para suportar uma pressão interna de apenas
IMPORTANTE
A maioria dos tanques
atmosféricos são projetados para
suportar uma pressão interna de
apenas 0,02kgf/cm 2 ou 20 cm
coluna de água. Segundo Trevor
A. Kletz uma pressão adicional
seria suficiente para provocar o
colapso do tanque.
EXEMPLO DE SOBREPRESSÃO Seja um tanque de teto fixo com 10 metros de diâmetro e
EXEMPLO DE SOBREPRESSÃO
Seja um tanque de teto fixo com 10 metros
de diâmetro e 20 metros de altura.
Área total
Volume
Área do fundo
= 785 m 2
= 1.570 m3
= 78,5 m 2
Se ficar sujeito a uma pressão de apenas 0,02
kgf/cm 2 , a força resultante no fundo do tanque
será:
F
= P x S= 0,02 X 78,5 X 10 4
= 15.700 kgf
= 1,57 X 104
EXEMPLO DE SOBREVÁCUO No caso de vácuo a situação seria pior. Um tanque de teto
EXEMPLO DE SOBREVÁCUO
No caso de vácuo a situação seria pior.
Um tanque de teto fixo estava em
manutenção e um operador colocou um
saco plástico no respiro para evitar queda
de sujeira no tanque. Quando o tanque
recebeu produto não teve problema
nenhum pois a pressão empurrou o
plástico para fora, mas quando enviou
produto, criou vácuo no tanque
provocando um colapso.
Outros acidentes com ruptura do costado com o fundo do tanque 1) Planta petroquímica no
Outros acidentes com ruptura do
costado com o fundo do tanque
1) Planta petroquímica no pólo de Capuava-
SP(1972)
TanqueTanque FBFB--201201 queque armazenavaarmazenava oo óóleoleo 44 dede umum
compressorcompressor ee queque possupossuííaa umauma serpentinaserpentina dede
vaporvapor dede 44 kgfkgf/cm/cm 2 ee queque inadvertidamenteinadvertidamente
recebeurecebeu vaporvapor dede 21kgf/cm21kgf/cm 2
OO respirorespiro dodo tanquetanque
nãonão conseguiuconseguiu liberarliberar vaporvapor suficientesuficiente
aumentandoaumentando aa pressãopressão internainterna comcom rupturaruptura dodo
costadocostado comcom oo fundofundo dodo tanque,tanque, provocandoprovocando umum
incêndioincêndio comcom 55 mortes.mortes.
Outros acidentes com ruptura do costado com o fundo do tanque 2) Refinaria Alberto Pasqualini
Outros acidentes com ruptura do
costado com o fundo do tanque
2) Refinaria Alberto Pasqualini – Triunfo-RS – 2006
Estava sendo realizado um teste pneumático de
uma tubulação conectada ao tanque e o isolamento
foi feito somente com uma válvula de bloqueio que
deu passagem do gás, pressurizando o tanque que
explodiu, atingindo o “piperack” a cerca de 10
metros de altura. Provavelmente não tinha alívio ou
a válvula de alívio era muito pequena.
O isolamento da linha deveria ter sido feito com um
flange cego ou com a desconexão da linha.
Outros acidentes com ruptura do costado com o fundo do tanque 2) Refinaria Alberto Pasqualini
Outros acidentes com ruptura do
costado com o fundo do tanque
2) Refinaria Alberto Pasqualini – Triunfo-RS –
2006
Base do tanque
Outros acidentes com ruptura do costado com o fundo do tanque 2) Refinaria Alberto Pasqualini
Outros acidentes com ruptura do
costado com o fundo do tanque
2) Refinaria Alberto Pasqualini – Triunfo-RS –
2006
Outros acidentes com ruptura do costado com o fundo do tanque 2) Refinaria Alberto Pasqualini
Outros acidentes com ruptura do
costado com o fundo do tanque
2) Refinaria Alberto Pasqualini – Triunfo-RS –
2006
JosJoséé PossebonPossebon possebon@fundacentro.gov.brpossebon@fundacentro.gov.br 1111--3066622230666222
JosJoséé PossebonPossebon
possebon@fundacentro.gov.brpossebon@fundacentro.gov.br
1111--3066622230666222