Você está na página 1de 60

GOSTARIA DE BAIXAR

TODAS AS LISTAS
DO PROJETO MEDICINA
DE UMA VEZ?

CLIQUE AQUI

ACESSE
WWW. P R O JETOMED ICINA.COM.BR/PROD U T O S
Exercícios com Gabarito de Biologia determinadas plantas floresciam ou não. No experimento
I, exemplares de uma planta de dia curto foram
Fisiologia Vegetal submetidos a condições diferentes de exposição à luz e ao
escuro. Já no experimento II, plantas de duas outras
1) (FUVEST-2008) O gráfico abaixo representa as espécies foram também submetidas a períodos de
porcentagens dos constituintes de uma folha de planta, exposição à luz (ilustrados em branco) e ao escuro
coletada no interior de certa mata. (destacados em preto).
Em duas situações, houve pequenas interrupções
(destacadas por setas) nestes períodos de exposição. Os
sinais positivos indicam que houve floração, e os negativos,
que não houve, para todos os experimentos.

a) A folha é o principal local de produção de glicose em


uma planta. Como se explica a baixa porcentagem de
glicose na folha?
b) No caso de uma folha obtida de uma planta do cerrado,
espera-se encontrar maior ou menor porcentagem de água
e de tecidos vegetais? Justifique.

2) (PUC - MG-2007) CÂNCER EM PLANTAS?


Muitos não imaginam que as plantas também têm uma
forma de câncer. O surgimento de tumores acomete quase
todos os organismos multicelulares conhecidos, inclusive
os vegetais. Os tecidos tumorais em plantas são
conhecidos como galhas e parecem ter significado
evolutivo.
(Fonte: Ciência Hoje online, 14 de julho de 2006.)

Leia as afirmativas a seguir.


I. Os tecidos tumorais em plantas, conhecidos como
galhas, são causados pela ação de diversos organismos
como bactérias, fungos, nematóides, insetos e ácaros.
a) Interprete os resultados do experimento I considerando
II. Parasitas penetram nos vegetais, sobrepujam suas
as exigências de exposição à luz e ao escuro para que
defesas mecânicas e químicas e liberam compostos que
ocorra a floração desta planta.
estimulam células totipotentes a proliferarem e se
b) Considerando o experimento II, qual das interrupções -
diferenciarem.
a que ocorreu durante o período de exposição à luz ou ao
III. Assim como nos vegetais, o câncer em animais
escuro - interferiu no processo de floração? Qual é o nome
também pode ser acarretado por vírus.
da proteína relacionada à capacidade das plantas
IV. Nódulos gerados por infecções bacterianas nas
responderem ao fotoperíodo?
raízes de determinados vegetais podem ser benéficos para
a planta.
Estão CORRETAS as afirmativas:
4) (UFBA-2006) O poder do licuri
a) I, II, III e IV.
O óleo agridoce que escorre da polpa e da fibra do licuri é
b) I, II e III apenas.
tão saboroso quanto a amêndoa -- o popular coquinho --
c) II, III e IV apenas.
vendida em forma de rosário nas feiras livres do Nordeste,
d) I e IV apenas.
de Pernambuco até o sul da Bahia, e igualmente rico em
cálcio, magnésio, cobre e zinco. Saborosos e nutritivos
também são os produtos alimentícios desenvolvidos a
3) (VUNESP-2005) Foram feitos experimentos em
partir da polpa e da amêndoa do licuri, em forma de
laboratório, variando artificialmente os períodos em horas,
conserva, barra de cereais e farinha [...]. (DONATO, 2005,
de exposição à luz e ao escuro, com o objetivo de observar
p. 4).
em que condições de luminosidade (luz ou escuro)

1 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


Sobre os aspectos nutricionais do licuri e seu potencial
como fonte energética, é correto afirmar:
(01) O licuri é rico em metais alcalinos e em elementos
de transição interna.
(02) Os elementos químicos cálcio, magnésio, cobre e
zinco, presentes no licuri, formam íons divalentes de raios
menores do que os respectivos raios atômicos.
(04) O óleo extraído do licuri é um composto obtido a
a) Qual é o nome da resposta fisiológica para as variações
partir da reação entre um ácido graxo e uma base forte.
dos períodos de claro e escuro? Em condições naturais, em
(08) Uma dieta à base de licuri atende especificamente
quais estações do ano as plantas de dia curto e as plantas
o suprimento de aminoácidos necessários à construção de
de dia longo florescem?
componentes celulares.
b) Quais as condições representadas nas situações I e III,
(16) O organismo de uma criança que faz uma refeição
para que as duas espécies floresçam?
de 600,0kcal enriquecida com licuri absorve energia
suficiente para desenvolver potência de 2,0kcal/min
6) (UNIFESP-2008) A hidroponia consiste no cultivo de
durante 1 hora, considerando-se que o organismo tem
plantas com as raízes mergulhadas em uma solução
rendimento igual a 20%.
nutritiva que circula continuamente por um sistema
(32) O rendimento de uma máquina térmica que opera
hidráulico. Nessa solução, além da água, existem alguns
segundo o ciclo de Carnot -- tendo como
elementos químicos que são necessários para as plantas
fluido operante o biodiesel obtido a partir do óleo de licuri
em quantidades relativamente grandes e outros que são
-- diminui, se esse biodiesel for substituído por etanol.
necessários em quantidades relativamente pequenas.
a) Considerando que a planta obtém energia a partir dos
produtos da fotossíntese que realiza, por que, então, é
5) (UFSCar-2009) A figura seguinte representa uma
preciso uma solução nutritiva em suas raízes?
resposta fisiológica para o florescimento de duas espécies
b) Cite um dos elementos, além da água, que
vegetais, em função da relação existente entre a duração
obrigatoriamente deve estar presente nessa solução
do dia (período iluminado) e da noite
nutritiva e que as plantas necessitam em quantidade
(período escuro).
relativamente grande.
Explique qual sua participação na fisiologia da planta.

7) (Fatecs-2007) Grupos de angiospermas das espécies I, II


e III foram submetidos a tratamentos fotoperiódicos,
manifestando os resultados descritos abaixo.
Quando receberam diariamente 3 horas de luz e 21 de
escuro, I não floresceu, mas II e III floresceram.
Quando foram expostos a 10 horas diárias de luz e 14 de
escuro, I e II floresceram, porém III não floresceu. Com
base nesses dados pode-se concluir acertadamente que I,
II e III são, respectivamente, plantas
a) de dia curto, neutras e de dia longo.
b) de dia curto, de dia longo e neutras.
c) neutras, de dia curto e de dia longo.
d) de dia longo, neutras e de dia curto.

2 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


e) de dia longo, de dia curto e neutras. e) no regime C e as de dia longo no regime C, apenas.

8) (UFU-2006) O esquema abaixo mostra o movimento dos 10) (Mack-2005) Durante uma excursão, os alunos de uma
folíolos de Mimosa pudica, comumente chamada de escola coletaram vários exemplares de organismos.
“sensitiva” ou “dormideira”, que ao ser tocada reage Chegando ao laboratório, numeraram os tipos de
dobrando os folíolos para cima. organismos, classificando-os segundo algumas
características marcantes (fotossintetizantes, com tecidos
condutores, com flores).
1. Cianobactérias
2. Algas
3. Fungos
4. Liquens
5. Musgos (com estrutura de reprodução)
6. Samambaia (com estrutura de reprodução)
7. Pinheiro (com estrutura de reprodução)
No quadro abaixo, a alternativa que mostra a classificação
correta desses organismos é
Com relação ao movimento dos folíolos desta planta,
analise as afirmativas abaixo. Fotossintetizantes Com tecidos Com flores
I. Os folíolos apresentam geotropismo negativo ao condutores
serem tocados. a) 2, 4, 5, 6, 7 6, 7 6, 7
II. O fechamento dos folíolos é um exemplo de b) 1, 2, 5, 6, 7 5, 6, 7 7
nastismo, ou seja, movimento não orientado, c) 1, 2, 4, 5, 6, 7 6, 7 6, 7
independente da direção do estímulo. d) 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 5, 6, 7 7
III. O toque na planta desencadeia um impulso e) 1, 2, 4, 5, 6, 7 6, 7 7
elétrico, que provoca a saída de íons potássio das células
dos púlvinos, as quais perdem água por osmose.
Assinale a alternativa que apresenta somente afirmativas 11) (FMTM-2001) Neste ano, o Brasil anunciou o término
corretas. do mapeamento do genoma da bactéria Xylella fastidiosa,
a) I, II e III que causa o amarelinho, uma praga que provoca prejuízos
b) II e III ao atingir plantas de laranja. Ao infestar os pés de laranja,
c) I e III reproduz-se rapidamente e entope os vasos do xilema,
d) I e II levando a planta à morte porque interrompe o fluxo de
a) água da raiz até as folhas.
b) matéria orgânica da raiz até as folhas.
9) (UFSCar-2006) Fotoperiodismo é a influência exercida c) água das folhas até a raiz.
pelo período de luz incidente sobre certos fenômenos d) matéria orgânica das folhas até a raiz.
fisiológicos, como a floração. Plantas de dia longo e plantas e) água e matéria orgânica das folhas até a raiz.
de dia curto foram submetidas a três diferentes regimes de
luz, como representado no esquema.
12) (UNIFESP-2006) Considere alimentação como o
processo pelo qual um organismo obtém energia para sua
sobrevivência. Usando esta definição, atente para o fato
de que ela vale para todos os organismos, inclusive os
vegetais. Entre as plantas, as chamadas “carnívoras”
atraem, prendem e digerem pequenos animais em suas
folhas. Elas vivem em terrenos pobres e utilizam o
nitrogênio dos tecidos desses animais em seu
metabolismo. Com esses pressupostos, assinale a
alternativa que contém a afirmação correta.
Pode-se dizer que as plantas de dia curto floresceram a) As plantas carnívoras não dependem do nitrogênio dos
a) no regime A e as de dia longo no regime C, apenas. animais que capturam para se alimentar. Assim, mesmo
b) no regime B e as de dia longo nos regimes A e C, apenas. sem capturar, são capazes de sobreviver havendo
c) nos regimes B e C e as de dia longo no regime A, apenas. temperatura, umidade e luminosidade adequadas.
d) nos regimes B e C e as de dia longo no regime B, apenas.

3 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


b) O nitrogênio é importante para a alimentação de
vegetais em geral, sendo absorvido pelas raízes ou folhas.
Plantas carnívoras que não capturam animais morrerão 15) (Fuvest-2005) Observando plantas de milho, com
por falta desse alimento. folhas amareladas, um estudante de agronomia
c) Havendo acréscimo de nitrogênio ao solo, as plantas considerou que essa aparência poderia ser devida à
carnívoras são capazes de absorvê-lo pelas raízes. Com deficiência mineral do solo. Sabendo que a clorofila
esse nitrogênio, produzirão o alimento de que precisam, contém magnésio, ele formulou a seguinte hipótese: “As
sem a necessidade de capturas. folhas amareladas aparecem quando há deficiência de sais
d) O nitrogênio integra a estrutura de proteínas e lipídeos de magnésio no solo”.
que servirão de alimento para as plantas. Daí a Qual das alternativas descreve um experimento correto
importância de as carnívoras efetivamente capturarem os para testar tal hipótese?
animais. a) Fornecimento de sais de magnésio ao solo em que as
e) O nitrogênio é usado pelas plantas carnívoras e demais plantas estão crescendo e observação dos resultados
plantas como complemento alimentar. Existem outros alguns dias depois.
nutrientes mais importantes, como o fósforo e o potássio, b) Fornecimento de uma mistura de diversos sais minerais,
que são essenciais e não podem faltar aos vegetais. inclusive sais de magnésio, ao solo em que as plantas estão
crescendo e observação dos resultados dias depois.
c) Cultivo de um novo lote de plantas, em solo
13) (UFMG-2006) Analise as situações representadas suplementado com uma mistura completa de sais
nestas figuras: minerais, incluindo sais de magnésio.
d) Cultivo de novos lotes de plantas, fornecendo à metade
deles, mistura completa de sais minerais, inclusive sais de
magnésio, e à outra metade, apenas sais de magnésio.
e) Cultivo de novos lotes de plantas, fornecendo à metade
deles mistura completa de sais minerais, inclusive sais de
magnésio, e à outra metade, uma mistura com os mesmos
sais, menos os de magnésio.

16) (Fatec-2002) Comparando-se o ciclo de vida de uma


Considerando-se as informações dessas figuras, é pteridófita (samambaia) com o de uma briófita (musgo),
CORRETO afirmar que NÃO ocorre tropismo na situação deve-se afirmar que
a) IV. a) tanto nas briófitas como nas pteridófitas a geração
b) I. esporofítica é haplóide e a gametofítica é diplóide.
c) II. b) tanto nas briófitas como nas pteridófitas a geração
d) III. esporofítica é diplóide e a gametofítica é haplóide.
c) nas briófitas a geração esporofítica é haplóide e a
gametofítica é diplóide, ocorrendo o contrário nas
14) (VUNESP-2006) Dentre os experimentos que o pteridófitas.
astronauta brasileiro Marcos Pontes desenvolveu na d) nas briófitas a geração esporofítica é diplóide e a
Estação Espacial Internacional (ISS), um deles foi idealizado gametofítica é haplóide, ocorrendo o contrário nas
por alunos de escolas de São José dos Campos (SP): pteridófitas.
sementes de feijão foram colocadas para germinar sob e) nas briófitas não há geração esporofítica, enquanto que
diferentes condições de luminosidade e disponibilidade de nas pteridófitas só ocorre a geração esporofítica.
água. O experimento foi repetido na Terra, nas mesmas
condições de luminosidade e disponibilidade de água e
pelo mesmo período de tempo adotado na ISS. A 17) (FMTM-2001) Quanto ao ciclo de vida de briófitas,
comparação dos resultados obtidos no experimento pteridófitas, gimnospermas e angiospermas, pode-se dizer
realizado na ISS e naquele realizado na Terra permitiu aos que
alunos observarem os efeitos da a) em alguns grupos o zigoto é diplóide e, em outros,
a) ausência de oxigênio na germinação das sementes. triplóide.
b) resposta fisiológica das sementes frente às diferentes b) em alguns grupos há alternância entre uma geração
condições de disponibilidade hídrica. diplóide e outra haplóide.
c) microgravidade no graviotropismo. c) a meiose precede a formação de esporos ou a formação
d) radiação cósmica no fototropismo. de gametas.
e) luz e da disponibilidade hídrica no tigmotropismo. d) nessas plantas, o esporófito é sempre um vegetal
transitório.

4 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


e) nessas plantas, os esporos e os gametas são sempre 21) (Mack-2002)
células haplóides.

18) (PUC-RS-2001) Ao se fazer uma correlação funcional


entre as estruturas vegetais e animais, é correto afirmar
que a seiva, o esclerênquima e o xilema equivalem, nos
animais, respectivamente, a
a) sangue, glândulas e ossos.
b) sangue, ossos e vasos sangüíneos. O esquema acima é válido:
c) vasos sangüíneos, glândulas e sangue. a) para todas as plantas e muitas algas.
d) vasos sangüíneos, sangue e ossos. b) somente para briófitas, pteridófitas, gimnospermas e
e) sangue, vasos sangüíneos e glândulas. angiospermas.
c) somente para angiospermas e gimnospermas.
d) somente para as angiospermas.
19) (VUNESP-2006) A figura mostra a variação observada e) para todas as plantas e todas as algas.
na proporção de massa (em relação à massa total) do
embrião e do endosperma de uma semente após a
semeadura. 22) (Fuvest-2002) Em artigo publicado no suplemento
Mais!, do jornal Folha de São Paulo, de 6 de agosto de
2000, José Reis relata que pesquisadores canadenses
demonstraram que a alga unicelular Cryptomonas resulta
da fusão de dois organismos, um dos quais englobou o
outro ao longo da evolução. Isso não é novidade no mundo
vivo. Como relata José Reis: “[…] É hoje corrente em
Biologia, após haver sido muito contestada inicialmente, a
noção de que certas organelas […] são emanescentes de
células que em tempos idos foram ingeridas por célula
mais desenvolvida. Dá-se a esta o nome de hospedeira e o
de endossimbiontes às organelas que outrora teriam sido
livres.”
Sabendo que a germinação (G) ocorreu no quinto dia após São exemplos de endossimbiontes em células animais e
a semeadura: em células de plantas, respectivamente,
a) Identifique, entre as curvas 1 e 2, aquela que deve a) aparelho de Golgi e centríolos.
corresponder à variação na proporção de massa do b) centríolos e vacúolos.
embrião e aquela que deve corresponder à variação na c) lisossomos e cloroplastos.
proporção de massa do endosperma. Justifique sua d) mitocôndrias e vacúolos.
resposta. e) mitocôndrias e cloroplastos.
b) Copie a figura no caderno de respostas e trace nela uma
linha que mostre a tendência da variação na quantidade de 23) (Vunesp-1999) Abaixo a estrutura e função de planta
água da semente, desde a semeadura até a germinação. pertencente ao grupo das fanerógamas.
Correlacione a estrutura com sua função correspondente e
assinale a alternativa correta:
20) (UECE-2001) A transformação de folhas em espinho, o
rápido mecanismo de abertura e fechamento dos Estrutura
estômatos, a presença de folhas cerificadas e de raízes I. Parênquima paliçádico
com grande poder de absorção de água, são adaptações II. Floema
encontradas na vegetação do(a): III. Pêlos radiculares
IV. Xilema
a) pantanal
b) caatinga Função
c) mata úmida 1. Transporte de Seiva inorgânica
d) cerrado 2. Absorção de água
3. Fotossíntese
4. Transporte de seiva orgânica

5 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


a) I-3, II-1, III-2, IV-4.
b) I-3, II-4, III-2, IV-1.
c) I-2, II-4, III-3, IV-1.
d) I-2, II-3, III-4, IV-1.
e) I-1, II-3, III-4, IV-2.

24) (VUNESP-2009) Um rapaz apaixonado desenhou no


tronco de um abacateiro a 1,5 metros do chão, um coração
com o nome de sua amada. Muitos anos depois, voltou ao
local e encontrou o mesmo abacateiro, agora com o dobro
de altura. Procurou pelo desenho que havia feito e
verificou que ele se encontrava
a) praticamente à mesma altura e mantinha o mesmo
tamanho e proporções de anos atrás. 26) (PUC-RS-1999)
b) a cerca de 3 metros do chão e mantinha o mesmo O desenho acima representa um tipo de planta que ao
tamanho e proporções de anos atrás. longo do processo evolutivo sofreu a transformação das
c) a cerca de 3 metros do chão e mantinha as mesmas suas folhas em espinhos, tendo em vista condições
proporções, mas tinha o dobro do tamanho que tinha anos ambientais e relacionamento com outros seres à sua volta.
atrás. Essa modificação atendeu fundamentalmente às
d) a cerca de 3 metros do chão e não tinha as mesmas necessidades decorrentes dos fenômenos de
proporções de anos atrás: estava bem mais comprido que a) circulação e parasitismo.
largo. b) absorção e inquilinismo.
e) praticamente à mesma altura, mas não tinha as mesmas c) fixação e comensalismo.
proporções de anos atrás: estava bem mais largo que d) excreção e mutualismo.
comprido. e) evaporação e predatismo.

25) (Fuvest-1994) A terra de um vaso com plantas foi


molhada com uma solução de fosfato radioativo. Após 27) (Fuvest-2002) Os adubos inorgânicos industrializados,
uma hora, as folhas apresentam sinais de radioatividade, conhecidos pela sigla NPK, contêm sais de três elementos
demonstrando que houve: químicos: nitrogênio, fósforo e potássio. Qual das
a) respiração alternativas indica as principais razões pelas quais esses
b) fototropismo elementos são indispensáveis à vida de uma planta?
c) diferenciação Nitrogênio Fósforo Potássio
d) crescimento a) E constituinte É constituinte É constituinte de
e) absorção de ácidos de ácidos ácidos nucléicos,
nucléicos e nucléicos e glicídios e proteínas.
proteínas. proteínas.
b) Atua no E constituinte Atua no equilíbrio
equilíbrio de ácidos osmótico e na
osmótico e na nucléico. permeabilidade
permeabilidade celular.
celular.
c) E constituído E constituinte Atua no equilíbrio
de ácidos de ácidos osmótico e na
nucléicos e nucléico. permeabilidade
proteínas . celular.
d) É constituído Atua no É constituinte de
de ácidos equilíbrio proteínas.
nucléicos, osmótico e na
glicídios e permeabilidade
proteínas. celular.
e) È constituinte E constituinte Atua no equilíbrio
de glicídios. de ácidos osmótico e na

6 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


nucléico e permeabilidade a) I e II.
proteínas. celular. b) I e III..
c) II e III.
d) II e IV.
e) III e IV
28) (Vunesp-2002) Algumas árvores com folhas largas,
revestidas por cutícula, foram cultivadas em uma região
onde a temperatura é sempre alta, a umidade do ar é 32) (Mack-2005) A batata-inglesa (batatinha) é muito rica
baixa e há abundância de água no solo. Considerando os em amido. O órgão vegetal que armazena essa substância
processos de troca de água com o meio, assinale a corresponde ____________ , e o amido é encontrado nos
alternativa que corresponde às respostas fisiológicas _____________ , localizados no ______________ das
esperadas para estas árvores, crescendo sob essas células. Os espaços devem ser preenchidos, correta e
condições. respectivamente, por
Estômatos Transmissão Absorção Transporte a) à raiz; leucoplastos; vacúolo
de água de água de água b) à raiz; cloroplastos; citoplasma
a) abertos elevada elevada rápido c) à raiz; cloroplastos; vacúolo
b) fechados elevada reduzida lento d) ao caule; leucoplastos; vacúolo
c) abertos reduzida elevada rápido e) ao caule; leucoplastos; citoplasma
d) fechados reduzida reduzida lento
e) abertos elevada elevada lento
33) (Vunesp-2000) Um professor colocou sementes de
feijão para germinar em caixa de vidro. Para que os alunos
observassem o crescimento do caule e da raiz, cada
semente foi apoiada na parede interna da caixa, de modo
a tornar visível sua germinação. Durante o processo, todas
as sementes receberam a mesmaquantidade de água e luz.
29) (Fuvest-2000) No reino das plantas, organismos
Assim, ao longo dos dias, os alunos construíram o esquema
multicelulares haplóides
seguinte.
a) produzem esporos por meiose.
b) crescem por divisões meióticas de suas células.
c) produzem gametas por mitose.
d) são encontrados apenas em ambientes aquáticos.
e) originam-se diretamente de uma fecundação.

30) (Vunesp-1997) Uma diferença básica entre plantas e


animais é a capacidade que as plantas apresentam para:
a) digerir carboidratos.
b) concentrar o CO2.
c) realizar a respiração.
d) adaptar-se a ambientes.
e) resistir às doenças.

Observe o esquema e responda.


31) (Mack-2005) Analise as seguintes afirmativas a respeito a) Por que a raiz cresce primeiro que o caule?
de processos metabólicos dos vegetais. b) O que são cotilédones e qual a sua função na
I. Quando os estômatos estão fechados, cessam germinação da semente?
completamente a fotossíntese, a respiração e a
transpiração.
II. O ponto de compensação fótico de uma planta 34) (Fuvest-2001) As substâncias orgânicas de que uma
umbrófila (de sombra) é o mesmo de uma planta heliófila planta necessita para formar os componentes de suas
(de sol). células são
III. Geralmente, a taxa de fotossíntese aumenta a) sintetizadas a partir de substâncias orgânicas retiradas
quando uma planta é colocada em atmosfera rica em CO2. do solo.
IV. A respiração ocorre na presença ou na ausência b) sintetizadas a partir de substâncias orgânicas retiradas
de luz, em todos os órgãos da planta (raiz, caule e folhas). do solo e de substâncias inorgânicas retiradas do ar.
Estão corretas, apenas:

7 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


c) sintetizadas a partir de substâncias inorgânicas retiradas organismo e que processo ele utiliza para produzir
do solo e do ar. substâncias orgânicas?
d) extraídas de bactérias e de fungos que vivem em a) Um fungo; fermentação.
associação com suas raízes. b) Um fungo; fotossíntese.
e) extraídas do solo juntamente com a água e os sais c) Um protozoário; fermentação.
minerais. d) Uma alga; fotossíntese.
e) Uma cianobactéria; quimiossíntese.

35) (Unicamp-2005) O amido nas plantas pode ser


facilmente detectado porque, em presença de uma 39) (PUC - MG-2007) Algumas plantas, como o milho e a
solução fraca de iodo, apresenta coloração azul-violeta. Foi cana-de-açúcar, são chamadas de C4 porque fixam o CO2
feito um experimento em que uma folha, ainda presa à em compostos de quatro carbonos. Durante as horas mais
árvore, foi totalmente recoberta com papel alumínio, quentes do dia, elas mantêm seus estômatos parcialmente
deixando exposto apenas um pequeno quadrado. Após fechados, e assim perdem, menos da metade, a água
alguns dias, a folha foi retirada da árvore, descorada com perdida pelas plantas ditas C3, como o arroz e o trigo, que
álcool e colocada em solução de iodo. fixam CO2 diretamente no Ciclo de Calvin.
a) Que resultados foram obtidos nesse experimento? Por
quê?
b) A que classe de macromoléculas pertence o amido?
c) Em que órgãos vegetais essa macromolécula é
estocada?

36) (PUC-SP-2002) Analise as duas situações a seguir:


I. Em algumas espécies vegetais, os anterozóides
(gametas masculinos) dependem da água da chuva para
atingir o órgão reprodutor feminino.
II. Há espécies vegetais que não dependem da água Os gráficos mostram a eficiência fotossintética relativa
da chuva para a reprodução. Nesse caso, os elementos entre planta C3 e planta C4 em função da variação da
espermáticos deslizam pelo tubo polínico até alcançar o intensidade luminosa e da temperatura ambiente.
gameta feminino. Analisando os dados acima e de acordo com seus
Hibiscos, musgos, samambaias e pinheiros estão conhecimentos, é correto afirmar, EXCETO:
relacionados, respectivamente, com: a) Melhores resultados no crescimento de trigo e milho,
a) I, II, II e I. plantados na mesma área, seriam obtidos a 25oC.
b) II, I, II e II. b) A produtividade primária da planta C4 praticamente não
c) II, I, II e I. é afetada pela temperatura na faixa de
d) I, I, II e II. 15°C a 35°C.
e) II, I, I e II. c) A redução da temperatura, abaixo da mostrada no
gráfico, poderia reduzir a produtividade fotossintética das
plantas C3.
37) (PUC-SP-2002) Em uma planta, a coluna líquida dentro d) A eficiência na captação relativa de luz entre as plantas
de vasos é arrastada para cima, o que se deve ao fato de as C3 e C4 tende a se inverter entre baixa e
moléculas de água manterem-se unidas por forças de alta intensidade luminosa.
coesão. A descrição acima refere-se à condução de
a) seiva bruta pelos vasos xilemáticos.
b) seiva bruta pelo vasos floemáticos. 40) (UNICAMP-2007) Analise o gráfico abaixo, no qual é
c) seiva elaborada pelos vasos xilemáticos. mostrada a variação do nível de oxigênio na atmosfera
d) seiva elaborada pelos vasos floemáticos. terrestre em função do tempo em bilhões de anos.
e) seiva bruta pelas células companheiras, anexas aos
vasos floemáticos.

38) (Fuvest-2001) Os liquens da tundra ártica constituem a


principal fonte de alimento para renas e caribus durante o
inverno. As substâncias orgânicas do alimento desses
animais, portanto, são primariamente produzidas por um
dos organismos componentes do líquen. Qual é esse

8 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


(Figura adaptada de Alberts, B. et al. Molecular Biology of a) Escreva V ou F nos parênteses abaixo, conforme sejam
the Cell . 4ª- ed., New York: Garland Publ. Inc., 2002, p. verdadeiras ou falsas as assertivas a seguir.
825.)
a) Em que período (A ou B) devem ter surgido os primeiros 1( ) Todos os organismos que apresentam embriões
organismos eucariotos capazes de fazer respiração multicelulares maciços (sem cavidades internas), que se
aeróbica? E os primeiros organismos fotossintetizantes? desenvolvem à custa do organismo materno, pertencem
Justifique as duas respostas. ao reino Plantae.
b) Qual organela celular foi imprescindível para o 2( ) Uma característica que torna as briófitas
aparecimento dos organismos eucariotos aeróbicos? E dependentes da água em estado líquido para areprodução
para os organismos eucariotos fotossintetizantes? é a presença de anterozóides flagelados.
c) Explique a teoria cientificamente mais aceita sobre a 3 ( ) Na estrutura reprodutiva das angiospermas, o saco
origem dessas organelas. Dê uma característica comum a embrionário corresponde, embriologicamente, ao óvulo
essas organelas que apóie a teoria. dos mamíferos.
4( ) Parênquimas são tecidos vegetais formados por
células vivas cujas principais funções na planta são
41) (FGV - SP-2009) Os estômatos constam de duas células preenchimento, sustentação e assimilação.
epidérmicas modificadas, denominadas células-guarda, 5( ) A difusão através do poro estomático é o processo
que mantêm um espaço entre si chamado ostíolo. A responsável pela absorção de CO2 e pela perda de vapor
abertura ou fechamento do ostíolo depende da variação d’água que ocorre nas folhas.
do turgor das células-guarda. Uma alta concentração de ácido abscísico na folha causa a
Segundo alguns autores, essas células, síntese de etileno, o que leva à
a) na presença da luz, consomem o gás CO2, tornando o 6( ) Uma alta concentração de ácido abscísico na folha
citoplasma mais alcalino. Nesse ambiente, o amido causa a síntese de etileno, o que leva à formação da
converte-se em glicose, o que aumenta a concentração no camada de abscisão e à queda dessa folha.
vacúolo e permite que, por osmose, recebam água das
células vizinhas. Uma vez túrgidas, as células-guarda b) Escolha duas assertivas que você considerou FALSAS e
promovem a abertura dos ostíolos. reescreva-as de modo a torná-las verdadeiras.
b) na presença da luz, realizam fotossíntese e produzem Indique o número das assertivas escolhidas.
oxigênio. Esse gás torna o citoplasma mais alcalino, b.I. Assertiva nº ______
permitindo que a glicose se converta em amido, o que
aumenta a concentração no vacúolo e permite que, por b.II. Assertiva nº _______
osmose, recebam água das células vizinhas. Uma vez
túrgidas, as células-guarda promovem a abertura dos
ostíolos. 43) (VUNESP-2008) Na casa de Pedrinho, a caixa d’água
c) na presença da luz, realizam fotossíntese e produzem mantinha-se suspensa por quatro grandes pilares. Ao lado
oxigênio. Esse gás acidifica o citoplasma, permitindo que o da caixa d’água, um abacateiro tinha a mesma altura, o
amido se converta em glicose, o que diminui a que fez Pedrinho pensar: “Se, para abastecer as torneiras
concentração no vacúolo e permite que a água, por da casa, a caixa tinha que ficar a certa altura, de tal modo
osmose, passe para as células vizinhas. Uma vez flácidas, que a água fluísse pela ação da gravidade, como o
as células-guarda promovem o fechamento dos ostíolos. abacateiro resolvia o problema de transportar a água do
d) no escuro, pela respiração produzem o gás CO2, o qual solo para as folhas, contra a ação da gravidade?”
acidifica o citoplasma e permite que a glicose se converta Explique como a água do solo pode chegar às partes mais
em amido. Este aumenta a concentração do vacúolo e altas da planta.
permite que, por osmose, recebam água das células
vizinhas. Uma vez túrgidas, as células-guarda promovem a 44) (UEL-2007) Analise o gráfico a seguir.
abertura dos ostíolos.
e) no escuro, pela respiração produzem o gás CO2, o qual
acidifica o citoplasma e permite que o amido se converta
em glicose. Esta diminui a concentração do vacúolo e
permite que a água, por osmose, passe para as células
vizinhas. Uma vez flácidas, as células-guarda promovem o
fechamento dos ostíolos.

42) (UFC-2009) Os itens a seguir se referem ao reino


Plantae, que, nas classificações mais modernas, exclui as
algas.

9 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


acordo com as características de permeabilidade do O2 ,
responda às questões propostas.

a) Quantas membranas uma molécula de O2 atravessaria


se migrasse:
a.1. do nucleoplasma até a matriz mitocondrial?
a.2. do interior de um lisossomo para dentro de um
peroxissomo?
a.3. de um ribossomo para outro ribossomo?

b) Cite dois processos biológicos celulares nos quais ocorre


a participação direta do O2.

46) (VUNESP-2007) Sobre o processo da transpiração dos


vegetais, foram feitas as cinco afirmações seguintes.
I. Em torno de 95% da água absorvida pelas plantas
é eliminada pela transpiração, principalmente pelos
estômatos.
Fonte: ODUM, E. P. Ecologia. Rio de Janeiro: Guanabara II. Os estômatos abrem-se quando a turgescência
Koogan. 1988. p. 20. das células-guardas é alta, fechando-se quando esta é
Com base no gráfico e nos conhecimentos sobre o tema, baixa.
analise as afirmativas a seguir. III. A reação mais imediata da planta à pouca
I. As plantas C3 tendem a atingir a taxa disponibilidade de água no solo é o fechamento dos
fotossintética máxima, por unidade de área de superfície estômatos.
foliar, sob intensidades luminosas e temperaturas IV. A conseqüência do contido na afirmação III será
moderadas e a serem inibidas por altas temperaturas e à uma diminuição da difusão de CO2 para o interior das
plena luz do sol. folhas.
II. As plantas C4 estão adaptadas à luz intensa e altas V. Considerando a concentração de gás carbônico, a
temperaturas, superando em muito a produção das disponibilidade de água no solo, a intensidade luminosa, a
plantas C3 sob essas condições. Uma razão para esse temperatura e a concentração de oxigênio, esta última é a
comportamento é que nas plantas C4 ocorre pouca que exerce menor efeito sobre o processo de abertura e
fotorrespiração, ou seja, o fotossintato da planta não se fechamento dos estômatos.
perde por respiração, à medida que aumenta a intensidade São corretas as afirmações
luminosa. a) I e III, apenas.
III. As plantas C4, são particularmente numerosas na b) I e IV, apenas.
família das dicotiledôneas, mas ocorrem em muitas outras c) II e IV, apenas.
famílias. d) I, II, III e V, apenas.
IV. Apesar da sua maior eficiência fotossintética por e) I, II, III, IV e V.
unidade de área foliar, as plantas C3 são responsáveis pela
menor parte da produção fotossintética mundial,
provavelmente porque são menos competitivas nas 47) (UFBA-2005) Um caráter fundamental na evolução dos
comunidades mistas, nas quais existem efeitos de organismos fotoautótrofos é a sua composição de
sombreamento e onde a luminosidade e temperaturas são pigmentos fotossintetizantes, cuja distribuição está
médias em vez de extremas. representada na tabela e evidenciada em gráfico que
Estão corretas apenas as afirmativas: apresenta o perfil de absorção do espectro luminoso
a) I e II. desses pigmentos.
b) III e IV.
c) II e IV.
d) I, II e III.
e) I, III e IV.

45) (UFC-2007) As membranas celulares são permeáveis ao


gás oxigênio (O2). Essa molécula é vital para a (BUCHANAN; GRUISSEM; JONES, 2000, p. 581).
sobrevivência dos organismos aeróbicos. Esse gás se
difunde para dentro das células, onde é utilizado. De

10 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


Os números correspondentes ao espectro de absorção de
pigmentos fotossintéticos, a saber:
1. Bacterioclorofila
2. Clorofila a
3. Clorofila b
4. Ficoeritrobilina
5. - caroteno
Com base na análise das informações, justifique a
ocorrência universal da clorofila a nesses organismos e o
significado da presença de diferentes pigmentos em um
mesmo organismo.

48) (PUC - SP-2006) A vegetação da Floresta Amazônica


capta energia solar e a converte em energia química,
armazenando-a em substâncias que integram a sua
biomassa. Durante esse processo de conversão de energia,
ocorre liberação de O2, o qual, por sua vez, é utilizado
pelas próprias plantas no processo de respiração, para
obtenção da energia necessária à manutenção de seus
processos vitais.

11 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


Diversas indústrias que requerem grandes quantidades de
energia fazem uso da biomassa da Floresta Amazônica, a
partir da combustão do carvão vegetal. Assim, um intenso
desmatamento tem ocorrido na região para abastecer as
carvoarias que, em fornos artesanais, transformam lenha
extraída da floresta em carvão vegetal. Esse é um
combustível bem mais eficiente que a lenha, uma vez que
sua capacidade calorífica é de 25000kJ/kg, mais que o
dobro da capacidade calorífica da lenha, que é de
10500kJ/kg. A prática de queimadas que visam ao preparo
de terrenos para plantio é outro fator que agrava o
desmatamento da Floresta Amazônica e é responsável pela
maior parte do CO2 emitido pelo Brasil.

Com base em seus conhecimentos de Biologia e Química


responda às questões.

• Qual o processo biológico envolvido na conversão da


energia luminosa em energia química? Equacione a reação
química que representa esse processo e indique em qual
organela citoplasmática ele ocorre. Considerando que
900g de glicose (C6H12O6) foram obtidos a partir desse
processo, determine o volume de O2 produzido e a massa
de CO2 consumida.
Dados: C = 12g/mol; O = 16g/mol; H = 1g/mol
Volume de 1mol de gás nas condições atmosféricas da
Amazônia = 25L

• Como a ocorrência de queimadas e o desmatamento de


grandes áreas da floresta contribuem para as altas
concentrações de CO2 na atmosfera?

12 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


50) (VUNESP-2009) Melanina é um tipo de pigmento
• A pirâmide de energia a seguir é uma representação protéico produzido pelos melanócitos, células da camada
esquemática da quantidade de energia disponível nos basal da epiderme. Clorofila é a designação de um grupo
níveis tróficos dos produtores (X) e consumidores de pigmentos presentes nos cloroplastos das plantas,
primários (Y) da Floresta Amazônica. Explique o motivo conferindo-lhes a cor verde.
pelo qual Y é menor que X. Mutações nos genes que participam das vias biossintéticas
desses pigmentos podem comprometer sua produção,
resultando em indivíduos albinos. Um animal albino pode
crescer e se reproduzir; uma planta albina, contudo, não
pode sobreviver.
Explique por que um animal albino é viável, enquanto uma
planta albina não.

51) (VUNESP-2009) Observe a figura.


• Equacione a reação de transformação de glicose
(C6H12O6) em carvão (C). Determine a variação de entalpia
dessa transformação a partir dos dados fornecidos abaixo.
Represente, em um único diagrama, as energias envolvidas
nas seguintes reações:
I. Combustão completa de 1mol de glicose (  HI).
II. Transformação de 1mol de glicose em carvão (  HII).
III. Combustão completa do carvão formado no processo II
(  HIII).
Explique a diferença entre a capacidade calorífica da lenha
A figura sugere que as árvores, e por implicação a floresta
e a do carvão vegetal.
0
amazônica, representam o pulmão do mundo e seriam
Dados:  H COMBUSTÃO da glicose = -2800kJ/mol responsáveis pela maior parte do oxigênio que respiramos.
0 No que se refere à troca de gases com a atmosfera,
H FORMAÇÃO
da glicose = -1250kJ/mol podemos dizer que as árvores têm função análoga à do
0 pulmão dos vertebrados e são produtoras da maior parte
H FORMAÇÃO
da água = -285kJ/mol do oxigênio que respiramos? Justifique sua resposta.
0
H FORMAÇÃO
do gás carbônico = -390kJ/mol 52) (FUVEST-2008) Em artigo publicado na revista Nature
(27/9/2007), os cientistas James Lovelock e Chris Rapley
propõem, como ação contra o aquecimento global, a
49) (PUC-SP-2002) No interior de uma célula vegetal, a instalação de tubos nos oceanos a fim de bombear, para a
quebra de moléculas de água que se dá na etapa superfície, a água que está entre 100 e 200 metros de
fotoquímica do processo de fotossíntese fornece íons profundidade. A água bombeada, rica em nutrientes,
hidrogênio, elétrons e oxigênio. Com relação a esses funcionaria como “fertilizante” na superfície oceânica.
produtos, pode-se afirmar que a) De que maneira essa medida poderia colaborar para a
a) o oxigênio é utilizado na atividade dos cloroplastos e os redução do aquecimento global?
íons hidrogênio e os elétrons na atividade das b) Espera-se também que a produtividade da pesca
mitocôndrias. aumente nos locais em que a água do fundo for bombeada
b) os íons hidrogênio e os elétrons são utilizados na para a superfície. Como esse procedimento poderia
atividade dos cloroplastos e o oxigênio na atividade das provocar o aumento na quantidade de peixes?
mitocôndrias.
c) o oxigênio e os elétrons são utilizados na atividade dos 53) (PUC - MG-2007) “Já disseram que a Amazônia é o
cloroplastos e os íons hidrogênio na atividade das “pulmão do mundo” com base na crença de que a floresta
mitocôndrias. amazônica é a grande responsável pela redução do gás
d) o oxigênio e os íons hidrogênio são utilizados na carbônico, gerado pelas atividades humanas e, ao mesmo
atividade dos cloroplastos e os elétrons na atividade das tempo, responsável pelo aumento nos níveis de oxigênio
mitocôndrias. na atmosfera do planeta. Não é verdade!
e) os três produtos são utilizados na atividade dos ... Caso fosse, a julgar pela grande emissão de gás
cloroplastos e das mitocôndrias. carbônico observada na região nos últimos
tempos, eu diria que ela anda fumando muito.”

13 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


Sobre esse assunto, leia atentamente as afirmações a forma-se o gás metano (CH4) que pode ser utilizado como
seguir: combustível residencial e industrial.
I. A Amazônia não contribui significativamente para De modo geral, a reciclagem ainda apresenta um custo
a redução nos níveis de CO2 do planeta por se tratar de elevado em relação à utilização de matéria-prima virgem.
uma comunidade clímax, não havendo aumento ou perda Entretanto, esta deve ser incentivada, pois nesses custos
de sua biomassa. não está contabilizada a degradação do ambiente.
II. As taxas de fotossíntese e respiração são
aproximadamente equivalentes no ecossistema amazônico
não manipulado pelo homem.
III. Com manejo sustentável, a utilização da madeira
na construção de móveis poderia contribuir para reduzir os
níveis de CO2 na atmosfera.
IV. O desmatamento e a utilização de áreas
desmatadas para a agricultura e a pecuária poderiam
contribuir para o aquecimento global.
São afirmações CORRETAS:
a) II e IV apenas.
b) II, III e IV apenas.
c) I, II e IV apenas.
d) I, II, III e IV.

54) (PUC - SP-2007) O lixo produzido pelos grandes centros


urbanos, como é o caso da cidade de São Paulo,
representa um dos seus graves problemas e requer
soluções a curto e médio prazos. Na maioria das vezes, o
lixo urbano é colocado em aterros sanitários ou
simplesmente despejado em lixões, causando um grande
impacto no ambiente e na saúde humana.
Dentre as possíveis soluções, programas ambientais
alertam para a necessidade de reduzir a quantidade de
resíduos e de aumentar a reutilização e a reciclagem dos
materiais.
No ciclo biogeoquímico mencionado no texto, como ocorre
Na natureza, também ocorre a contínua reciclagem de
a restituição do carbono para a atmosfera? Os átomos de
materiais promovida pelos ciclos biogeoquímicos. No ciclo
carbono do metano (CH4) produzido nos biodigestores
do carbono, por exemplo, os átomos desse elemento são
podem ser reintegrados diretamente na biomassa?
incorporados nos organismos através da fotossíntese e,
Justifique.
após percorrerem a cadeia trófica, retornam à atmosfera.
Muitos materiais descartados no lixo dos centros urbanos
podem ser reciclados. A reciclagem do papel permite a
55) (UEL-2006) “Se o Sol é o imenso reator energético,
confecção de diversos produtos a partir do
então a terra do sol passa a ser o locus por excelência da
reprocessamento de suas fibras de celulose. O plástico de
energia armazenada. De onde se conclui que o Brasil, o
embalagens de bebidas tipo PET, poli(etilenotereftalato),
continente dos trópicos, é o lugar da energia verde.
pode ser derretido e transformado em filmes úteis para
Energia vegetal. Terra da biomassa. Terra da energia.”
outros tipos de embalagens ou em fibra de tecido. Em
(VASCONCELLOS, Gilberto Felisberto. Biomassa: a eterna
relação às embalagens de alumínio, a reciclagem é
energia do futuro. São Paulo: Senac, 2002. p. 21.)
bastante simples e eficiente. A produção de uma tonelada
Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, é
de alumínio reciclado consome somente 5% da energia
correto afirmar:
necessária na obtenção da mesma massa desse metal
a) A energia armazenada a que se refere o autor é
quando obtido diretamente de seu minério, a bauxita. Este
estocada em algas e plantas na forma de energia luminosa.
processo, por sua vez, requer muita energia por envolver a
b) Ao se referir ao Brasil como o lugar da energia verde, a
eletrólise ígnea do óxido de alumínio (Al2O3), principal
terra da biomassa, o autor está defendendo a
componente da bauxita.
inviolabilidade da cobertura vegetal.
Já a matéria orgânica, pode ser degradada em tanques
c) A importância energética do Brasil reside no fato de ser
chamados biodigestores onde, sob a ação de certos
um país tropical e com grande potencial de produção de
microorganismos, é decomposta. Entre outros produtos,
energia renovável.

14 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


d) Tendo em vista que a energia fóssil é oriunda de a) Indique qual das curvas (a ou b) corresponde à variação
material orgânico vegetal, o autor prevê uma grande da taxa de fotossíntese das árvores de ambientes
formação futura de petróleo nos solos brasileiros. sombreados. Justifique, utilizando os dados apresentados
e) Com o título “Biomassa: a eterna energia do futuro”, o no gráfico.
autor critica a ausência de tecnologias atuais para o seu b) O que acontece com as plantas em geral, quando
aproveitamento. atingem o seu ponto de compensação fótico (PCF)? E
quando atingem o ponto de saturação luminosa (PSL)?
Justifique as duas respostas.
56) (UFSCar-2005) O gráfico representa as taxas
fotossintéticas e de respiração para duas diferentes
plantas, uma delas umbrófita (planta de sombra) e a outra 58) (FUVEST-2007) Existe um produto que, aplicado nas
heliófita (planta de sol). Considere que a taxa respiratória é folhas das plantas, promove o fechamento dos estômatos,
constante e igual para as duas plantas. diminuindo a perda de água.
Como conseqüência imediata do fechamento dos
estômatos,
I. o transporte de seiva bruta é prejudicado.
II. a planta deixa de absorver a luz.
III. a entrada de ar atmosférico e a saída de CO2 são
prejudicadas.
IV. a planta deixa de respirar e de fazer fotossíntese.
Estão corretas apenas as afirmativas:
a) I e II.
b) I e III.
c) I e IV.
Pode-se concluir que:
d) II e III.
a) no intervalo X-Y, cada uma das plantas consome mais
e) III e IV.
oxigênio do que aquele produzido na sua fotossíntese.
b) a partir do ponto Y, cada uma das plantas consome mais
oxigênio do que aquele produzido na sua fotossíntese.
c) as plantas A e B são, respectivamente, umbrófita e
59) (FUVEST-2006) O gráfico a seguir mostra, em unidades
heliófita.
arbitrárias, as quantidades de gás carbônico (CO2)
d) no intervalo X-Y, cada uma das plantas produz mais
liberadas e absorvidas por uma planta em diferentes
oxigênio do que aquele consumido na sua respiração.
intensidades luminosas.
e) no ponto X, a planta A consome mais oxigênio do que
aquele produzido na sua fotossíntese, e a planta B produz
a mesma quantidade de oxigênio que aquela consumida na
sua respiração.

57) (UNICAMP-2006) O gráfico ao lado mostra a variação


da taxa de fotossíntese de duas espécies de árvores de
uma floresta. Uma espécie é de ambiente aberto,
enquanto a outra vive sob outras árvores.

Indique as faixas de intensidades luminosas (I, II, III) em


que
a) ocorre aumento da quantidade de matéria orgânica na
planta. Justifique.
b) a planta absorve gás oxigênio do ambiente. Justifique.

60) (UERJ-2003) O esquema abaixo representa algumas


das substâncias que participam do ciclo de fixação do CO2
em cloroplastos.

15 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


Considere os grandes biomas terrestres existentes no
planeta e responda.
a) Em quais biomas estão presentes as plantas
representadas nos gráficos A, B e C?
b) Cite pelo menos três características morfológicas que se
espera encontrar nas folhas da planta representada no
gráfico C.
Sabendo que, no escuro, os níveis de ATP e NADPH no
cloroplasto caem rápida e simultaneamente para zero,
62) (UFRN-1998) Os íons que se relacionam com as
analise o seguinte experimento: funções celulares destacadas no quadro abaixo são,
I. colocar, no escuro, algas verdes anteriormente respectivamente:
mantidas sob iluminação;
II. medir, a curtos intervalos de tempo, a partir da
CONTRAÇ RESPIRAÇ FOTOSSÍNTE TRANSFERÊN
retirada da fonte luminosa, as concentrações dos seguintes
ÃO ÃO SE CIA DE
intermediários do ciclo de fixação de CO2:
ENERGIA
• ribulose 1,5-bifosfato;
a cálcio ferro magnésio fósforo
• 3-fosfoglicerato;
)
• 1,3-bifosfoglicerato;
b cálcio ferro fósforo magnésio
• gliceroaldeído 3-fosfato.
O gráfico mostra o resultado da medida de um desses )
intermediários metabólicos. c ferro fósforo cálcio magnésio
)
d ferro magnésio cálcio fósforo
)

63) (Vunesp-2002) Os algarismos romanos, de I a V,


representam grupos de organismos fotossintetizantes, e os
algarismos arábicos, de 1 a 5, indicam algumas
características desses grupos.
ORGANISMOS CARACTERISTICAS
I 1. As sementes são produzidas em cones
Angiospermas ou estróbilos.
II 2. Leguminosas e gramíneas constituem
Gimnospermas duas famílias deste grupo, com grande
importância ecológica, alimentar e
Dentre os intermediários do ciclo de fixação do CO2 econômica.
medidos, indique aquele cuja variação de concentração III Algas 3. O caule costuma ser subterrâneo e as
corresponde à apresentada no gráfico. Justifique sua folhas formadas por folíolos.
resposta. IV Pteridófitas 4. O transporte de água e de matérias é
feito por difusão, células a célula , e de
forma lenta.
61) (Unifesp-2003) Os gráficos A, B e C correspondem à V Briófitas 5. Muitas espécies deste grupo são
taxa de fotossíntese de três plantas diferentes ocorrendo componentes do fitoplâncton,
em três ambientes distintos. apresentando diferentes formas,
tamanho e cores.

16 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


Assinale a alternativa que associa, corretamente, esses e) captada da luz solar por meio do processo de
grupos de organismos com suas respectivas características. fotossíntese realizado pela cana-de-açúcar e armazenada
a) I 2, II 1, III 3, IV 4 e V 5. na molécula de glicose, que foi, posteriormente,
b) I 1, II 3, III 2, IV 5 e V 4. fermentada por fungos.
c) I 2, II 1, III 5, IV 3 e V 4.
d) I 5, II 4, III 1, IV 3 e V 2. 66) (FUVEST-2009) Considere os átomos de carbono de
e) I 4, II 3, III 5, IV 2 e V 1. uma molécula de amido armazenada na semente de uma
árvore. O carbono volta ao ambiente, na forma inorgânica,
se o amido for
64) (Fuvest-2001) O esquema representa um experimento a) usado diretamente como substrato da respiração pelo
em que plantas semelhantes foram colocadas em tubos, embrião da planta ou por um herbívoro.
com igual quantidade de água, devidamente vedados para b) digerido e a glicose resultante for usada na respiração
evitar a evaporação. A planta do tubo A foi mantida pelo embrião da planta ou por um herbívoro
intacta; a tubo mostra o nível da água no início do c) digerido pelo embrião da planta e a glicose resultante
experimento (Ni) e no final (Nf). for usada como substrato da fotossíntese.
d) digerido por um herbívoro e a glicose resultante for
usada na síntese de substâncias de reserva.
e) usado diretamente como substrato da fotossíntese pelo
embrião da planta.

67) (Unicamp-2008) Muito se tem comentado sobre o


aquecimento global, e um dos assuntos mais debatidos é o
aumento do aquecimento provocado por emissões de CO2
e sua relação com o efeito estufa. Um dos métodos mais
discutidos para neutralizar o CO2 consiste na realização de
cálculos específicos para saber quanto CO2 é lançado na
atmosfera por determinada atividade, e quantas árvores
devem ser plantadas para absorver esse CO2. Por outro
lado, sabe-se que se, por absurdo, todo o CO2 fosse
retirado da atmosfera, as plantas desapareceriam do
planeta.
a) Explique como as plantas retiram CO2 da atmosfera e
a) Por que os níveis da água ficaram diferentes nos tubos A
e B? por que elas desapareceriam se todo o CO2 fosse retirado
da atmosfera.
b) Que estruturas da epiderme foliar tiveram seu
b) Considerando o ciclo do carbono esquematizado na
funcionamento afetado pela vaselina?
figura abaixo, identifique e explique os processos
c) Qual o papel dessas estruturas da epiderme para que a
biológicos responsáveis pelo retorno do CO2 para a
planta realize fotossíntese?
atmosfera.

65) (FUVEST-2010) A cana-de-açúcar é importante matéria-


prima para a produção de etanol. A energia contida na
molécula de etanol e liberada na sua combustão foi
a) captada da luz solar pela cana-de-açúcar, armazenada
na molécula de glicose produzida por fungos no processo
de fermentação e, posteriormente, transferida para a
molécula de etanol.
b) obtida por meio do processo de fermentação realizado
pela cana-de-açúcar e, posteriormente, incorporada à
molécula de etanol na cadeia respiratória de fungos.
c) captada da luz solar pela cana-de-açúcar, por meio do
processo de fotossíntese, e armazenada na molécula de
clorofila, que foi fermentada por fungos.
d) obtida na forma de ATP no processo de respiração
celular da cana-de-açúcar e armazenada na molécula de 68) (UNIFESP-2007) Um professor deseja fazer a
glicose, que foi, posteriormente, fermentada por fungos. demonstração da abertura dos estômatos de uma planta

17 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


mantida em condições controladas de luz, concentração de
gás carbônico e suprimento hídrico.
Para que os estômatos se abram, o professor deve:
a) fornecer luz, aumentar a concentração de CO2
circundante e manter o solo ligeiramente seco.
b) fornecer luz, aumentar a concentração de CO2
circundante e baixar a umidade do ar ao redor.
c) fornecer luz, diminuir a concentração de CO2
circundante e adicionar água ao solo.
d) apagar a luz, diminuir a concentração de CO 2
circundante e adicionar água ao solo.
e) apagar a luz, certificar-se de que a concentração de CO2
circundante esteja normal e aumentar a umidade do ar ao
redor.

69) (VUNESP-2007) Um estudante realizou um


experimento utilizando duas câmaras fechadas, iluminadas Observando-se o esquema dado, é correto afirmar,
e com condições de luz e temperatura constantes. EXCETO:
Detalhes do experimento podem ser observados no a) A fotólise da água ocorre em 1.
esquema. b) A liberação de oxigênio ocorre em 2.
c) A liberação de ATP e NADPH2 ocorre em 1.
d) A utilização de água e de CO2 ocorre respectivamente
em 1 e 2.

71) (PUC - MG-2007) Carotenóides são pigmentos


amarelo-alaranjados que se distribuem junto às clorofilas,
nos cloroplastos, onde captam energia luminosa e a
transferem para a clorofila a, tendo papel acessório na
fotossíntese.
Um dos carotenóides mais comuns o beta-caroteno, ou
pró-vitamina A, é encontrado em altas concentrações não
só nos cloroplastos, mas também nos xantoplastos (plastos
amarelos). Mamão, manga, cenoura, urucum e dendê são
alimentos ricos em carotenóides. O licopeno, pigmento
O estudante realizou medidas da concentração de CO2 em
vermelho dos tomates, é também um carotenóide. No
cada câmara no início e no final do experimento. Além
caso dos animais, os carotenóides ficam associados às
disso, analisou ao microscópio o grau de abertura ou
gorduras, às penas e na gema dos ovos.
fechamento dos estômatos nas folhas de cada uma das
A esse respeito, é INCORRETO afirmar:
plantas. Depois de realizar estas observações, qual deve
a) Pigmentos acessórios aumentam a capacidade das
ter sido o resultado encontrado pelo estudante com
plantas de absorverem um espectro maior de ondas
relação à concentração de CO2 nos dois ambientes e com
luminosas.
relação à abertura dos estômatos das duas plantas?
Explique o resultado encontrado. b) Sem os carotenóides, as plantas não absorveriam
energia luminosa no comprimento do amarelo
ou do vermelho.
70) (PUC - MG-2007) O processo fotossintético ocorre em c) A ingestão de mamão, manga e dendê seria útil no
combate à xeroftalmia e à cegueira-noturna em humanos.
duas etapas: a fase clara e a fase escura. Nas
Angiospermas, a fotossíntese ocorre nos cloroplastos. d) Os carotenóides poderiam ainda ser importantes no
estabelecimento de relações coevolutivas entre plantas e
animais.

72) (UFG-2007) Os estômatos I e II, representados abaixo,


foram desenhados com base na observação microscópica
da epiderme inferior de folhas da mesma espécie vegetal

18 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


coletadas durante o dia e submetidas a diferentes regimes
de irrigação.

Nesse período, a planta foi regada, mas a quantidade de


terra permaneceu a mesma e não foram acrescentados
fertilizantes. No momento indicado na figura B, as
condições de umidade da terra eram as mesmas que as da
figura A. Identifique as substâncias que foram utilizadas
pela planta na produção da massa adicional por ela
adquirida. Justifique sua resposta.
Considerando-se que a disponibilidade de água para a
planta foi a única condição ambiental que variou, pode-se
concluir que será maior a 75) (Fatec-2005) Abaixo estão descritos dois processos
a) resistência estomática em I. metabólicos:
b) taxa fotossintética em I.
c) disponibilidade de água em II. I. A glicólise ocorre no hialoplasma, durante a
d) taxa respiratória em II. respiração celular. Nesse processo, uma molécula de
e) absorção de água em II. glicose transforma-se em duas moléculas de ácido
pirúvico, com um lucro líquido de 2 ATP.
II. A fotólise da água ocorre nos cloroplastos.
73) (UFSCar-2007) No gráfico, estão representadas as taxas Nesse processo, na presença de luz, ocorre “quebra”
de fotossíntese e respiração de uma determinada planta, de moléculas de água, liberando-se O2 e produzindo
quando submetida a diferentes intensidades luminosas. NADPH2.

Assinale a alternativa que relaciona corretamente os


processos metabólicos descritos com os organismos nos
quais eles ocorrem.

Mamíferos Dicotiledôneas Algas Fungos


a) apenas I I e II I e II apenas I
b) apenas II apenas I I e II I e II
A partir do ponto A, com o aumento da intensidade c) I e II apenas II apenas I apenas II
luminosa pode-se dizer que a planta está d) apenas I apenas II I e II I e II
a) produzindo e consumindo o mesmo volume de CO2. e) apenas I I e II apenas II apenas I
b) produzindo e consumindo matéria orgânica em iguais
quantidades.
c) aumentando a taxa de respiração e produção de CO2.
d) diminuindo a taxa de fotossíntese e reduzindo a
produção de CO2. 76) (Mack-2006) Considere as seguintes afirmações a
e) produzindo mais matéria orgânica do que consumindo. respeito do mecanismo de fechamento e abertura dos
estômatos.
I. As plantas, de uma maneira geral, têm seus
74) (UFRJ-2005) A figura A a seguir mostra uma balança de estômatos abertos durante o dia e fechados à noite.
dois pratos: o prato 1 contém pesos padronizados e o II. Em uma planta cujos estômatos estejam
prato 2 sustenta um vaso com terra que contém um broto completamente fechados, a perda de água por
de uma planta. No decorrer de algumas semanas, a planta transpiração cessa completamente.
cresceu e passou a apresentar um peso maior que o inicial, III. Esse mecanismo depende do grau de turgor
como indicado na figura B. (turgescência) das células estomáticas.
IV. A presença de cloroplastos nas células
estomáticas não tem relação com esse mecanismo.
Estão corretas apenas as afirmações
a) I e II.

19 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


b) I e III. 80) (UFRJ-2003) Moléculas de clorofila isoladas são
c) II e III. capazes de absorver luz, resultando na passagem de
d) I e IV. elétrons para níveis com maior energia potencial (Figura
e) II e IV. 1). Com o retorno dos elétrons excitados para seus níveis
energéticos de origem, a clorofila emite fluorescência
77) (PUC - SP-2006) A água é transportada por vasos vermelha (Figura 2). No entanto, quando a clorofila está
lenhosos até a folha e, nas células desse órgão, fornece em cloroplastos íntegros, ela absorve luz mas
hidrogênio para a realização de um processo bioquímico, praticamente não emite fluorescência.
por meio do qual é produzido um gás que poderá ser
eliminado para o ambiente e também participar de um
outro processo bioquímico naquelas mesmas células.
A estrutura que NÃO tem associação com a descrição é
a) cloroplasto.
b) mitocôndria.
c) floema.
d) xilema.
e) estômato.

78) (VUNESP-2006) Um pesquisador montou um


experimento com 3 recipientes de vidro transparente: A, B
e C. Em cada um deles, colocou uma planta de mesmo tipo
e tamanho e, ao lado da planta, um chumaço de algodão
embebido na solução vermelho de cresol, que indica, por
mudança de cor, alterações na concentração de CO2 no Explique por que a clorofila em cloroplastos íntegros
ambiente. praticamente não emite fluorescência quando é iluminada.
Os recipientes foram lacrados, e cada um deles
permaneceu por algumas horas sob diferentes condições:
o recipiente A foi mantido sob luz solar intensa; o 81) (FGV - SP-2009) O ficus é uma planta bastante usada
recipiente B foi mantido sob luz de intensidade suficiente em projetos paisagísticos, tem crescimento rápido e pode
para que a planta se mantivesse em seu ponto de formar árvores frondosas. Dois vasos de iguais dimensões
compensação fótico; o recipiente C foi mantido no escuro. receberam, cada um deles, uma muda de ficus, de mesmo
a) Em qual(is) recipiente(s) ocorreu fotossíntese? Em tamanho e idade. Um dos vasos foi mantido na sala-de-
qual(is) recipiente(s) ocorreu respiração? estar da residência, e o outro colocado na calçada. Ao
b) Em quais recipientes a solução de vermelho de cresol longo do tempo, ambas as plantas receberam os mesmos
mudou de cor? Justifique. cuidados com irrigação e adubação, porém a planta da
calçada desenvolveu-se rapidamente, enquanto que a da
sala praticamente não cresceu.
79) (Vunesp-2005) Com relação às equações que Pode-se dizer que, provavelmente,
descrevem dois importantes processos biológicos a) ambas as plantas foram mantidas próximas aos seus
I. 12H2O + 6CO2 →C6H12O6 + 6O2 + 6H2O pontos de compensação fótica. A planta da calçada
II. C6H12O6 + 6O2 →6H2O + 6CO2 permaneceu em um ambiente com maior concentração de
Pode-se afirmar que gás carbônico, o que promoveu seu maior crescimento.
a) I ocorre nos cloroplastos, apenas em células vegetais, e b) ambas as plantas foram mantidas acima de seus pontos
II ocorre nas mitocôndrias, apenas em células animais. de compensação fótica. A planta da sala permaneceu em
b) I ocorre nas mitocôndrias, tanto em células animais um ambiente com maior concentração de gás carbônico, o
quanto vegetais, e II ocorre nos cloroplastos, apenas em que inibiu seu crescimento.
células vegetais. c) a planta da sala foi mantida abaixo de seu ponto de
c) I ocorre nas mitocôndrias, apenas em células animais, e compensação fótica, enquanto que a da calçada foi
II ocorre nos cloroplastos, apenas em células vegetais. mantida em seu ponto de compensação. A concentração
d) I ocorre nos cloroplastos, apenas em células vegetais, e de gás carbônico deve ter tido pouca influência na
II ocorre nas mitocôndrias, tanto em células animais diferença de crescimento dessas plantas.
quanto vegetais. d) a planta da sala foi mantida próxima ao seu ponto de
e) I ocorre nos cloroplastos e mitocôndrias, apenas em compensação fótica, enquanto que a da calçada esteve
células vegetais, e II ocorre nas mitocôndrias, apenas em acima de seu ponto de compensação. A concentração de
células animais. gás carbônico deve ter tido pouca influência na diferença
de crescimento dessas plantas.

20 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


e) a planta da sala foi mantida acima de seu ponto de (Extraído de:
compensação fótica, enquanto que a da calçada foi http://www.pcs.usp.br/~laa/Grupos/CLIMA_modelagem_
mantida abaixo de seu ponto de compensação. A de_fotossintese.php)
concentração de gás carbônico deve ter tido pouca Considerando o que foi exposto no texto acima e outros
influência na diferença de crescimento dessas plantas. conhecimentos que você possui sobre o assunto, PODE-SE
AFIRMAR CORRETAMENTE que
82) (FUVEST-2009) A relação entre produção, consumo e a) os desmatamentos têm contribuído para o efeito estufa
armazenagem de substâncias, na folha e na raiz uma vez que representam perda de superfície assimiladora
subterrânea de uma angiosperma, encontra-se de CO2.
corretamente descrita em: b) a emissão de CO2, originado na respiração é processo
Folha Raiz subterrânea exclusivo dos organismos heterótrofos.
c) o CO2 associado ao efeito estufa é, ainda, a origem do O 2
a) Glicose é produzida, mas Glicose é armazenada, liberado para a atmosfera no processo fotossintético.
não é consumida mas não é consumida d) a combustão é a única forma de retornar para a
b) Glicose é produzida e Glicose é consumida e atmosfera o carbono retido no corpo dos vegetais.
consumida armazenada
c) Água é consumida, mas Água é armazenada, mas
85) (ETEs-2007) A dinâmica do ciclo do carbono é muito
não é armazenada não é consumida
variável, quer no espaço quer no tempo. As emissões de
d) Água é consumida e Glicose é armazenada, carbono ocorrem devido às ações dos seres vivos ou
glicose é produzida mas não é consumida devido a outros fenômenos, como uma erupção vulcânica
que, por exemplo, provoca um aumento temporário de
e) Glicose é produzida, mas Água é consumida e
carbono na atmosfera.
não é consumida armazenada.
O seqüestro (absorção) do carbono da atmosfera (CO2) é
feito principalmente pelos seres clorofi lados que, no
processo de fotossíntese, sintetizam a molécula da
glicose(C6H12O6).
Para manter armazenado, por longo prazo, o carbono que
83) (Mack-2008) Plantas, algas, cianobactérias e um grupo foi retirado da atmosfera, é aconselhável
de bactérias têm capacidade de realizar o processo de a) controlar as atividades vulcânicas.
fotossíntese. b) transformar as florestas em zonas agrícolas.
A respeito desse processo nesses organismos, é correto c) instalar hortas em grande parte das residências.
afirmar que d) impedir o desflorestamento e estimular o
a) todos apresentam, além da clorofila, os pigmentos reflorestamento.
carotenóides e xantofilas. e) diminuir a biodiversidade, facilitando os cálculos sobre
b) todos utilizam o gás carbônico e a água como matéria as atividades respiratórias.
prima.
c) somente as plantas e as algas produzem o gás oxigênio.
d) somente as plantas apresentam as clorofilas a e b.
e) somente as plantas e as algas apresentam as clorofilas 86) (VUNESP-2007) Em uma determinada cidade, teve
localizadas no interior dos plastos. início, no mês de abril, o tratamento do esgoto doméstico.
Um monitoramento mensal de alguns parâmetros da água
84) (UEMG-2007) Nos últimos anos cresce o interesse em do rio que atravessa a cidade permitiu a construção da
avaliar o equilíbrio do fluxo de carbono devido ao fato das seguinte figura:
emissões de CO2 (dióxido de carbono) na atmosfera
estarem aumentando, devido à combustão de
combustíveis fósseis, desmatamento e mudanças do uso
da terra. A preocupação com a redução das emissões de
CO2, resultou na realização da conferência de Kyoto, em
dezembro 1997, para definir metas de redução de dióxido
de carbono na atmosfera. Nessa ocasião já existia a
preocupação com o efeito estufa e a elevação da
temperatura global, os quais produzem mudanças de
clima, tais como furacões, enchentes, secas e a elevação
dos níveis dos oceanos.

21 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


Os dados apresentados pela figura permitem afirmar que, c) As plantas da espécie C continuaram a se desenvolver
a) de janeiro a março, a baixa diversidade fitoplanctônica por estarem sendo iluminadas com intensidade luminosa
levou ao grande acúmulo de nutrientes. igual ao seu ponto de compensação fótica.
b) de janeiro a março, a baixa concentração de O2 levou ao d) As plantas da espécie A continuaram com o mesmo
acúmulo de grandes quantidades de matéria orgânica. tamanho por estarem sendo iluminadas com intensidade
c) a partir de abril, a queda na concentração de matéria luminosa na qual a taxa de fotossíntese é igual à de
orgânica levou à diminuição na taxa fotossintética. respiração.
d) em março, o aumento na taxa respiratória levou à e) As plantas das espécies A e B não conseguiram se
diminuição na concentração da matéria orgânica. desenvolver normalmente, apesar de estarem sob
e) a partir de abril, a queda na taxa de decomposição levou iluminação contínua e constante, provavelmente por
ao aumento na concentração de O2. serem xerófitas, não conseguindo viver no interior de
estufas.

87) (FUVEST-2006) Considere o diálogo abaixo, extraído do


texto “O sonho”, de autoria do poeta e dramaturgo sueco 89) (ENEM-2007) Há diversas maneiras de o ser humano
August Strindberg (1849 _ 1912): obter energia para seu próprio metabolismo utilizando
Inês: - És capaz de me dizer por que é que as flores energia armazenada na cana-de-açúcar. O esquema abaixo
crescem no estrume? apresenta quatro alternativas dessa utilização.
O Vidraceiro: - Crescem melhor assim porque têm horror
ao estrume. A idéia delas é afastarem-se, o mais depressa
possível, e aproximarem-se da luz, a fim de
desabrocharem... e morrerem.

O texto acima descreve, em linguagem figurada, o


crescimento das flores. Segundo o conceito de nutrição
vegetal, é correto afirmar que o estrume

a) não está relacionado ao crescimento da planta, já que


a fotossíntese cumpre esse papel.
b) fornece alimentos prontos para o crescimento da A partir dessas informações, conclui-se que
planta na ausência de luz, em substituição à fotossíntese. a) a alternativa 1 é a que envolve maior diversidade de
c) contribui para o crescimento da planta, já que esta atividades econômicas.
necessita obter seu alimento do solo, por não conseguir b) a alternativa 2 é a que provoca maior emissão de gás
produzir alimento próprio por meio da fotossíntese. carbônico para a atmosfera.
d) é indispensável para a planta, já que fornece todos os c) as alternativas 3 e 4 são as que requerem menor
nutrientes necessários para o seu crescimento, com conhecimento tecnológico.
exceção dos nutrientes minerais, produzidos na d) todas as alternativas requerem trabalho humano para a
fotossíntese. obtenção de energia.
e) fornece nutrientes essenciais aos processos e) todas as alternativas ilustram o consumo direto, pelo ser
metabólicos da planta, tal como o da fotossíntese. humano, da energia armazenada na cana.

88) (Fatec-2007) Várias plantas de espécies diferentes,


identificadas por A, B e C, depois de já haverem germinado 90) (VUNESP-2007) CO2 e temperatura são dois
e crescido alguns centímetros, foram cultivadas em uma importantes fatores que influenciam o processo de
estufa especial sob iluminação contínua e constante. fotossíntese. Copie em seu caderno de respostas as
Notou-se que as plantas da espécie A não cresceram coordenadas apresentadas. Em uma delas trace a curva
(continuaram com o mesmo tamanho), as da espécie B que representa a variação na taxa de fotossíntese em
morreram, e as da espécie C continuaram a se resposta à concentração de CO2 e, na outra, em resposta à
desenvolver. variação de temperatura.
Assinale a alternativa correta sobre esses resultados
obtidos.
a) As plantas da espécie B morreram por estarem sendo
iluminadas com intensidade luminosa superior ao seu
ponto de compensação fótica.
b) As plantas da espécie A não cresceram por estarem
sendo iluminadas com intensidade luminosa superior ao
seu ponto de compensação fótica.

22 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


91) (UEL-2006) “Se o Sol é o imenso reator energético, b) Em condições ideais de temperatura e concentração de
então a terra do sol passa a ser o locus por excelência da gás carbônico atmosférico, a taxa fotossintética aumenta
energia armazenada. De onde se conclui que o Brasil, o proporcionalmente à luminosidade.
continente dos trópicos, é o lugar da energia verde. c) No ambiente natural, em condições ideais de
Energia vegetal. Terra da biomassa. Terra da energia.” luminosidade e temperatura, as plantas realizam a taxa
(VASCONCELLOS, Gilberto Felisberto. Biomassa: a eterna máxima de fotossíntese, pois existe quantidade suficiente
energia do futuro. São Paulo: Senac, 2002. p. 21.) de gás carbônico na atmosfera.
Com base no texto e nos conhecimentos sobre o d) Durante o dia, as plantas realizam somente a
metabolismo das plantas, é correto afirmar: fotossíntese, consumindo gás carbônico e produzindo gás
a) Os açúcares produzidos pelas plantas são componentes oxigênio, enquanto a respiração acontece apenas à noite.
minoritários da biomassa e dependem do oxigênio e da luz
do sol para sua síntese.
b) Os seres heterotróficos se apropriam, para seu 94) (PUC - SP-2006) Analise o esquema abaixo
metabolismo, do nitrogênio produzido pelas plantas
verdes.
c) A autotrofia atribuída às plantas está relacionada ao fato
de elas serem capazes de fixar nitrogênio do ar e produzir
oxigênio.
d) Para a síntese dos carboidratos que integram a Em uma comunidade marinha, os organismos indicados
biomassa é necessária, além da luz do sol, a utilização de por A e B, poderiam ser, respectivamente,
água e de gás carbônico como substratos. a) peixes herbívoros e peixes carnívoros.
e) A biomassa de que trata o autor do texto é o conjunto b) peixes herbívoros e microcrustáceos.
de moléculas orgânicas de todos os seres vivos, animais e c) algas planctônicas e microcrustáceos.
vegetais, de um determinado habitat. d) planctônicos em geral e bentônicos em geral.
e) algas microscópicas e algas filamentosas.

92) (VUNESP-2005) As crescentes emissões de dióxido de


carbono (CO2) e outros gases na atmosfera têm causado 95) (Mack-2006) Um dos eventos importantes na
sérios problemas ambientais como, por exemplo, o efeito fotossíntese é a quebra da molécula de água. Isto permite
estufa e o conseqüente aquecimento global. A a liberação do gás oxigênio, mostrando, então, outro
concentração deste gás na atmosfera, que era de 280 aspecto importante da molécula de água.
partes por milhão (ppm) em 1800, atingiu 380 ppm nos Sobre o acontecimento acima, é correto afirmar que:
dias atuais. Em termos práticos, a assinatura do Protocolo a) sua finalidade principal é a produção do gás oxigênio.
de Kyoto em 1997 teve por objetivo obrigar os países a b) a finalidade, além da produção do gás oxigênio, é
contribuir para a redução da concentração de CO2 na também a produção de íons H+ para a síntese de
atmosfera nos próximos anos. carboidrato.
Uma das alternativas levantadas pelo Protocolo de Kyoto c) não é dependente de luz.
para diminuir esta concentração é a de incrementar o d) acontece somente na presença de clorofila, no interior
seqüestro de carbono da atmosfera. Considerando o ciclo do cloroplasto.
global do carbono, responda. e) o gás oxigênio é liberado para o meio ambiente
a) Atualmente, qual é o principal fator, relacionado com somente através dos estômatos.
produção de energia, responsável pela emissão em taxas
crescentes de CO2 na atmosfera? Considerando a atividade
industrial, cite duas medidas práticas que poderiam 96) (Fuvest-2005) Considere as seguintes atividades
contribuir para diminuir a emissão de CO2. humanas:
b) Cite um processo biológico que possibilita o seqüestro I. Uso de equipamento ligado à rede de energia
de carbono da atmosfera, e uma situação ou medida gerada em usinas hidrelétricas.
prática para que este seqüestro ocorra. II. Preparação de alimentos em fogões a gás
combustível.
III. Uso de equipamento rural movido por tração
93) (UECE-2006) As substâncias orgânicas necessárias à animal.
nutrição vegetal são produzidas por meio da fotossíntese IV. Transporte urbano movido a álcool combustível.
em células dotadas de cloroplastos. Com relação a este As transformações de energia solar, por ação direta ou
processo podemos afirmar, corretamente, que: indireta de organismos fotossintetizantes, ocorrem
a) Os estômatos abrem-se quando a planta é submetida a exclusivamente em:
altas concentrações de gás carbônico (CO2) e fecham-se à a) I
medida que a concentração deste gás diminui. b) II

23 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


c) II, III e IV É correto afirmar que
d) III e IV a) I corresponde à fotossíntese e II, à quimiossíntese.
e) IV Ambos os processos ocorrem numa mesma célula, em
momentos diferentes.
b) I corresponde à fotossíntese e II, à respiração. Esses
processos não ocorrem numa mesma célula.
c) I corresponde à fotossíntese e II, à respiração. Ambos os
97) (UFSCar-2002) "...o efeito estufa também tem seu lado processos ocorrem numa mesma célula, em momentos
bom. A vegetação do Hemisfério Norte está mais verde, simultâneos.
mais exuberante e mais robusta que há vinte anos, de d) I corresponde à quimiossíntese e II, à respiração. Esses
acordo com dados divulgados pela NASA, agência espacial processos não ocorrem numa mesma célula.
americana... A constatação de que as matas do norte estão e) I corresponde à fotossíntese e II, à fermentação. Ambos
mais viçosas por causa do efeito estufa parece uma peça os processos ocorrem numa mesma célula, em momentos
pregada pela natureza. Pois, quanto mais verde uma diferentes.
planta, mais capacidade ela tem de absorver o vilão do
efeito estufa, o gás carbônico". ("Estufa do Bem", Veja, 100) (Unicamp-1998)
17.10.2001, p. 148.)
a) Qual a imprecisão contida no texto? Justifique.
b) De que forma os fatores que justificam a imprecisão do
texto interagem com o "vilão do efeito estufa" para a
determinação da taxa de fotossíntese?

98) (Unifesp-2003) Um botânico tomou dois vasos, A e B,


de uma determinada planta. O vaso A permaneceu como
controle e no vaso B foi aplicada uma substância que
induziu a planta a ficar com os estômatos
permanentemente fechados. Após alguns dias, a planta do
vaso A permaneceu igual e a do vaso B apresentou sinais
de grande debilidade, embora ambas tenham ficado no
mesmo local e com água em abundância. Foram
Em muitas plantas a floração é controlada pelo
levantadas três possibilidades para a debilidade da planta
fotoperíodo. Em condições naturais, uma planta de dia
B:
longo floresce quando é exposta a dezesseis horas de luz
I. A água que ia sendo absorvida pelas raízes não
seguidas por um período escuro de oito horas. Plantas de
pôde ser perdida pela transpiração, acumulando-se em
dia curto florescem quando submetidas a oito horas de luz,
grande quantidade nos tecidos da planta.
seguidas por um período escuro de dezesseis horas, (ver
II. A planta não pôde realizar fotossíntese, porque o
imagem - figura 1):
fechamento dos estômatos impediu a entrada de luz para
o parênquima clorofiliano das folhas.
Em um experimento, plantas de dia longo e de dia curto
III. A principal via de captação de CO2 para o interior
foram colocadas em uma câmara de crescimento e
da planta foi fechada, comprometendo a fotossíntese.
submetidas artificialmente a dezesseis horas de luz ,
A explicação correta corresponde a
seguidas por dezesseis horas de escuro. A resposta obtida
a) I.
foi a seguinte: (ver imagem - figura 2)
b) II.
c) III.
a) A que conclusão o experimento permite chegar?
d) I e II.
b) Qual é o pigmento envolvido no fotoperiodismo?
e) II e III.
c) A que outro processo este pigmento está relacionado?

99) (Unifesp-2003) Considere as duas afirmações que


101) (VUNESP-2010) No quadro negro, a professora
seguem.
anotou duas equações químicas que representam dois
I. A energia luminosa é transformada em energia
importantes processos biológicos, e pediu aos alunos que
química.
fizessem algumas afirmações sobre elas.
II. A energia química acumulada é transformada em
Equações:
outra forma de energia química, que permite sua utilização
I. 12H2O + 6CO2 → C6H12O6 + 6O2 + 6H2O
imediata.

24 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


II. C6H12O6 + 6O2 → 6H2O + 6CO2 respiração, o que garante que consumam mais CO2
Pedro afirmou que, na equação I, o oxigênio do gás atmosférico que aquele liberado.
carbônico será liberado para a atmosfera na forma de O 2 c) correta. Embora as plantas respirem por mais tempo
João afirmou que a equação I está errada, pois o processo que aquele empregado na fotossíntese, esta permite que
em questão não forma água. as plantas retenham o carbono que é utilizado na
Mariana afirmou que o processo representado pela constituição de seus tecidos.
equação II ocorre nos seres autótrofos e nos heterótrofos. d) incorreta. As plantas acumulam carbono apenas durante
Felipe afirmou que o processo representado pela equação seu crescimento. Em sua fase adulta, o tempo durante o
I ocorre apenas em um dos cinco reinos: Plantae. qual respiram é maior que aquele durante o qual realizam
Patrícia afirmou que o processo representado pela fotossíntese, o que provoca a reintrodução na atmosfera
equação II fornece, à maioria dos organismos, a energia de todo CO2 que havia sido incorporado.
necessária para suas atividades metabólicas. e) incorreta. Além de a respiração e a fotossíntese
Pode-se dizer que ocorrerem em momentos diferentes e não coincidentes, o
a) todos os alunos erraram em suas afirmações. volume de CO2 liberado pela respiração é o mesmo que o
b) todos os alunos fizeram afirmações corretas. volume de CO2 atmosférico consumido pela fotossíntese.
c) apenas as meninas fizeram afirmações corretas.
d) apenas os meninos fizeram afirmações corretas. 104) (VUNESP-2007) Em uma prova de biologia, um aluno
e) apenas dois meninos e uma menina fizeram afirmações deparou- se com duas figuras de células. Uma figura
corretas. representava uma célula vegetal e outra representava uma
célula animal.
102) (Mack-2009) O efeito estufa, de grande preocupação
atual, decorre da emissão exagerada de certos gases na
atmosfera, principalmente o CO2. Em dezembro de 1997,
representantes de 160 nações, reunidos em Kyoto, no
Japão, concordaram em reduzir, até 2012, as emissões de
CO2 a níveis inferiores aos de 1990.
Dentre as propostas apresentadas, está o chamado
sequestro de carbono, que consiste em aumentar o
consumo de CO2 na biosfera. Para isso, a melhor maneira
seria
a) manter florestas maduras, como a Amazônica, pois elas Identifique qual das figuras, A ou B, representa a célula
consomem, pela fotossíntese, mais CO2 do que produzem vegetal, citando as estruturas celulares que permitem ao
no processo de respiração. estudante identificá-la corretamente. Qual(is) destas
b) aumentar a prática do reflorestamento, porque as estruturas permite(m) utilizar a luz na produção da matéria
florestas em crescimento aumentam a sua massa, orgânica de que necessita?
incorporando mais carbono e, assim, utilizam mais CO2 do
meio.
c) aumentar a quantidade de algas clorofíceas, pois são 105) (UEPB-2006) Entre outras organelas, a célula vegetal
elas as principais consumidoras do CO2 tanto do ambiente apresenta mitocôndrias e cloroplastos, com funções
terrestre quanto do ambiente aquático. especializadas. Entre as substâncias citadas a seguir, é
d) aumentar as áreas de lavoura, como as de cana-de- produzido(a) nos cloroplastos e pode ser utilizado(a) nas
açúcar, que permitem a reciclagem rápida do CO 2. mitocôndrias:
e) plantar mais árvores em áreas urbanas, locais que a) o ATP
apresentam maior concentração do CO2. b) a glicose
c) o gás carbônico
103) (VUNESP-2008) Paulo considerou incoerente afirmar d) o ácido pirúvico
que as plantas promovem o seqüestro de carbono pois, e) o oxigênio
quando respiram, as plantas liberam CO2 para a atmosfera.
Consultando seu professor, Paulo foi informado de que a
afirmação é 106) (UFRJ-2006) A biomassa pode ser definida como “a
a) correta. O tempo durante o qual as plantas respiram é quantidade de matéria presente nos seres vivos de todos
menor que aquele durante o qual realizam a fotossíntese, os tipos”.
o que garante que consumam mais CO2 atmosférico que A figura a seguir mostra a distribuição da biomassa
aquele liberado. marinha em função da profundidade.
b) correta. O tempo durante o qual as plantas respiram é o
mesmo que aquele durante o qual realizam a fotossíntese,
contudo, a taxa fotossintética é maior que a taxa de

25 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


c) converter o CO2 da atmosfera em matéria orgânica,
utilizando a energia da luz solar.
d) reter o CO2 da atmosfera na forma de compostos
inorgânicos, a partir de reações de oxidação em condições
anaeróbicas.
e) transferir o CO2 atmosférico para as moléculas de ATP,
fonte de energia para o metabolismo vegetal.

109) (Fatec-2005) Se forem reflorestadas várias áreas, ao


Explique por que ocorre a variação da biomassa em função redor e dentro de grandes centros urbanos, podem-se
da profundidade. combater os poluentes liberados pela queima de
combustíveis fósseis. O dióxido de carbono é um dos
poluentes mais abundantes, e sua remoção envolve a
107) (VUNESP-2005) Com relação às equações que elaboração de um produto por um evento metabólico.
descrevem dois importantes processos biológicos Assinale a alternativa que apresenta, respectivamente, o
I. 12H2O + 6CO2  C6H12O6 + 6O2 + 6H2O produto e o fenômeno metabólico do processo descrito.
II. C6H12O6 + 6O2  6H2O + 6CO2 a) Carboidrato e fotossíntese.
Pode-se afirmar que b) Proteína e fermentação.
a) I ocorre nos cloroplastos, apenas em células vegetais, e c) Carboidrato e fermentação.
II ocorre nas mitocôndrias, apenas em células animais. d) Proteína e fotossíntese.
b) I ocorre nas mitocôndrias, tanto em células animais e) Oxigênio e respiração aeróbica
quanto vegetais, e II ocorre nos cloroplastos, apenas em
células vegetais.
c) I ocorre nas mitocôndrias, apenas em células animais, e 110) (UFPB-2006) A figura mostra uma planta, iluminada
II ocorre nos cloroplastos, apenas em células vegetais. por uma fonte de intensidade 2x, e o gráfico que relaciona
d) I ocorre nos cloroplastos, apenas em células vegetais, e as velocidades dos processos de fotossíntese e de
II ocorre nas mitocôndrias, tanto em células animais respiração em função da intensidade luminosa.
quanto vegetais.
e) I ocorre nos cloroplastos e mitocôndrias, apenas em
células vegetais, e II ocorre nas mitocôndrias, apenas em
células animais.

108) (FUVEST-2007) As crescentes emissões de dióxido de


carbono (CO2), metano (CH4), óxido nitroso (N2O), entre
outros, têm causado sérios problemas ambientais, como,
por exemplo, a intensificação do efeito estufa. Estima-se
que, dos 6,7 bilhões de toneladas de carbono emitidas Se a intensidade luminosa for reduzida de 2x para x, a
anualmente pelas atividades humanas, cerca de 3,3 planta passará a produzir
bilhões acumulam-se na atmosfera, sendo os oceanos
responsáveis pela absorção de 1,5 bilhão de toneladas, a) mais O2 que CO2.
enquanto quase 2 bilhões de toneladas são seqüestradas b) menos O2 que CO2.
pelas formações vegetais. c) quantidades iguais de CO2 e O2.
Assim, entre as ações que contribuem para a redução do d) apenas CO2.
CO2 da atmosfera, estão a preservação de matas nativas, a e) apenas O2.
implantação de reflorestamentos e de sistemas
agroflorestais e a recuperação de áreas de matas 111) (FATEC-2006) Em determinada intensidade luminosa,
degradadas. conhecida como ponto de compensação fótico, as taxas de
O papel da vegetação, no seqüestro de carbono da fotossíntese e de respiração de uma planta se equivalem,
atmosfera, é isto é, todo o oxigênio liberado na fotossíntese é utilizado
a) diminuir a respiração celular dos vegetais devido à na respiração, e todo o gás carbônico produzido na
grande disponibilidade de O2 nas florestas tropicais. respiração é utilizado na fotossíntese. Assim, espera-se
b) fixar o CO2 da atmosfera por meio de bactérias que uma planta submetida a uma intensidade luminosa
decompositoras do solo e absorver o carbono livre por correspondente ao seu ponto de compensação fótico
meio das raízes das plantas. a) acumule maior quantidade de matéria orgânica e cresça
normalmente.

26 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


b) modifique periodicamente sua taxa de fotossíntese e de b) produção de açúcares só não é maior em condições
respiração, a fim de garantir sua perfeita floração e naturais porque a concentração de CO2 atmosférico atua
frutificação. como fator limitante da fotossíntese.
c) apresente os pigmentos de clorofila saturados. c) produção de açúcares só não é maior em condições
d) não cresça, pois consome todo o alimento que produz. naturais porque a concentração de CO2 atmosférico atua
e) não cresça, pois absorve quantidades insuficientes de como fator limitante da respiração celular.
água e sais minerais do solo. d) concentração de CO2 atmosférico atua como fator
estimulante da fotossíntese e como fator inibidor da
respiração celular.
112) (Vunesp-2005) Foram feitos experimentos em e) concentração de CO2 atmosférico atua como fator
laboratório, variando artificialmente os períodos em horas, inibidor da fotossíntese e como fator estimulante da
de exposição à luz e ao escuro, com o objetivo de observar respiração celular.
em que condições de luminosidade (luz ou escuro)
determinadas plantas floresciam ou não. No experimento
I, exemplares de uma planta de dia curto foram 114) (FGV-2004) Um agricultor, interessado em aumentar
submetidos a condições diferentes de exposição à luz e ao sua produção de hortaliças, adotou o sistema de cultivo
escuro. Já no experimento II, plantas de duas outras em estufa. Desse modo, poderia controlar fatores tais
espécies foram também submetidas a períodos de como concentração de CO2 , luminosidade e temperatura,
exposição à luz (ilustrados em branco) e ao escuro os quais interferem na taxa de fotossíntese e,
(destacados em preto). conseqüentemente, na produção vegetal. Sobre a ação
Em duas situações, houve pequenas interrupções desses fatores na taxa fotossintética, é correto afirmar
(destacadas por setas) nestes períodos de exposição. Os que:
sinais positivos indicam que houve floração, e os negativos, a) o aumento na concentração de CO2 e o aumento da
que não houve, para todos os experimentos. temperatura elevam a taxa fotossintética até um limite
máximo, a partir do qual esta se estabiliza, mesmo que a
concentração de CO2 e a temperatura continuem em
elevação.
b) o aumento da intensidade luminosa e o aumento da
temperatura elevam a taxa fotossintética até um limite
máximo, a partir do qual esta se estabiliza, mesmo que a
intensidade luminosa e a temperatura continuem em
elevação.
c) o aumento na concentração de CO2 e o aumento da
intensidade luminosa elevam a taxa fotossintética até um
a) Interprete os resultados do experimento I considerando
limite máximo, a partir do qual esta se estabiliza, mesmo
as exigências de exposição à luz e ao escuro para que
que a intensidade luminosa continue em elevação.
ocorra a floração desta planta.
d) o aumento na concentração de CO2 eleva a taxa
b) Considerando o experimento II, qual das interrupções -
fotossintética até um limite máximo, a partir do qual esta
a que ocorreu durante o período de exposição à luz ou ao
se estabiliza, mesmo que a concentração de CO2 continue
escuro - interferiu no processo de floração? Qual é o nome
em elevação. Porém, quanto maior a intensidade
da proteína relacionada à capacidade das plantas
luminosa, maior a taxa fotossintética.
responderem ao fotoperíodo?
e) o aumento da temperatura eleva a taxa fotossintética
até um limite máximo, a partir do qual esta se estabiliza,
mesmo que a temperatura continue em elevação. Porém,
113) (UFSCar-2004) … quando cultivadas por três meses
quanto maior a intensidade luminosa, maior a taxa
num local com 720ppm (partes por milhão) de CO2 no ar, o
fotossintética.
dobro da concentração atmosférica, as mudas de
Hymenaea courbaril [jatobá] duplicam a absorção de gás
carbônico e a produção de açúcares (carboidratos) e
aumentam em até 50% sua biomassa…
(Marcos Pivetta.
Pesquisa FAPESP nº 80, outubro de 2002.)
O texto permite concluir que, nos jatobás, a
a) taxa de respiração celular em condições naturais é cerca
de 100% maior do que em um ambiente com 720ppm
(partes por milhão) de CO2 no ar.

27 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


115) (Fuvest-2004) modo a criar um ambiente escuro, e os outros dois foram
deixados descobertos. Dentro de cada tubo foi colocada
uma substância indicadora da presença de gás carbônico,
que não altera o metabolismo da planta. Todos os tubos
foram fechados com rolha e mantidos por 24 horas em
ambiente iluminado e com temperatura constante. A
figura representa a montagem do experimento.

Sabendo-se que a solução indicadora tem originalmente


O gráfico mostra a variação na concentração de gás cor vermelho-clara, a qual muda para amarela quando
carbônico atmosférico (CO2), nos últimos 600 milhões de aumenta a concentração de gás carbônico dissolvido, e
anos, estimada por diferentes métodos. A relação entre o para vermelho-escura quando a concentração desse gás
declínio da concentração atmosférica de CO2 e o diminui, pode-se afirmar que as cores esperadas ao final
estabelecimento e a diversificação das plantas pode ser do experimento para as soluções dos tubos 1, 2, 3, e 4 são,
explicada, pelo menos em parte, pelo fato de as plantas respectivamente,
a) usarem o gás carbônico na respiração celular. a) amarela, vermelho-clara, vermelho-clara e vermelho
b) transformarem átomos de carbono em átomos de escura.
oxigênio. b) amarela, vermelho-escura, vermelho-clara e vermelho-
c) resfriarem a atmosfera evitando o efeito estufa. clara.
d) produzirem gás carbônico na degradação de moléculas c) vermelho-escura, vermelho-escura, amarela e amarela.
de glicose. d) amarela, amarela, amarela e amarela.
e) imobilizarem carbono em polímeros orgânicos, como e) vermelho-escura, vermelho-clara, vermelho-escura e
celulose e lignina. amarela.

116) (Mack-2003) A respeito do ponto de compensação


dos vegetais são feitas as seguintes afirmações:
I. No ponto de compensação vale a relação
conc.CO2
conc.O2 =1
II. Plantas heliófilas tem ponto de compensação
maior do que as plantas umbrófilas.
III. O ponto de compensação está relacionado à 118) (Fuvest-2003) Em determinada condição de
intensidade luminosa. luminosidade (ponto de compensação fótico), uma planta
devolve para o ambiente, na forma de gás carbônico, a
Assinale: mesma quantidade de carbono que fixa, na forma de
a) se apenas I e II estiverem corretas. carboidrato, durante a fotossíntese. Se o ponto de
b) se apenas II e III estiverem corretas. compensação fótico é mantido por certo tempo, a planta
c) se apenas I e III estiverem corretas. a) morre rapidamente, pois não consegue o suprimento
d) se nenhuma estiver correta. energético de que necessita.
e) se todas estiverem corretas. b) continua crescendo, pois mantém a capacidade de
retirar água e alimento do solo.
c) continua crescendo, pois mantém a capacidade de
armazenar o alimento que sintetiza.
117) (Vunesp-2003) Um grupo de estudantes montou o d) continua viva, mas não cresce, pois consome todo o
seguinte experimento: quatro tubos de ensaio foram alimento que produz.
etiquetados, cada um com um número, 1, 2, 3 e 4. Uma e) continua viva, mas não cresce, pois perde a capacidade
planta de egéria (planta aquática) foi colocada nos tubos 1 de retirar do solo os nutrientes de que necessita.
e 2. Os tubos 1 e 3 foram cobertos com papel alumínio, de

28 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


121) (Fuvest-1994)
119) (UniFor-2000) Quando se mantém uma planta em seu
ponto de compensação, espera-se que ela

a) morra imediatamente por falta de nutrientes


orgânicos.
b) cresça rapidamente à procura de luz com
intensidade adequada.
c) permaneça viva enquanto dispuser de substâncias
de reserva.
d) produza mais clorofila para compensar a que foi
destruída.
e) deixe de respirar por falta de oxigênio

120) (PUCCamp-1994) Um fisiologista, trabalhando com uma montagem


semelhante à da figura a seguir, posicionou a fonte
luminosa a uma distância X do tubo de ensaio, atingindo o
ponto de compensação fótico do vegetal.
Processos Organismos
I II I II a) Como passa a comportar-se o marcador do sistema
a) respiração Fotossíntes Somente Somente nessa situação?
e heterótrofo autótrofos b) Aproximando-se a fonte luminosa da montagem, que
s gás passa a ser liberado no interior do tubo? Que processo
b) Fotossíntes respiração Somente Somente metabólico é responsável pela produção desse gás ?
e autótrofos heterótrofo
s
c) respiração Fotossíntes autótrofos e Somente 122) (Fatec-1996)
e heterótrofo autótrofos
s
d) Fotossíntes respiração autótrofos e Somente
e heterótrofo heterótrofo
s s
e) respiração Fotossíntes Somente autótrofos e
e autótrofos heterótrofo
s

O esquema a seguir representa, de forma simplificada, os


Observe o gráfico a seguir, que representa o Ponto de
ciclos do oxigênio e do carbono.
Compensação Fótico (PCF) de duas plantas A e B, de
No quadro adiante, assinale a alternativa que identifica
espécies diferentes, que se encontram no mesmo
corretamente os processos I e II e os organismos nos quais
ambiente.
eles ocorrem.
É correto afirmar que:
a) o PCF é o mesmo para as plantas A e B.
b) a taxa respiratória varia para as plantas A e B.
c) a planta A, para poder crescer, precisa receber luz em
intensidade abaixo do seu PCF.
d) a planta B é provavelmente uma planta de sol (heliófila)
e para poder crescer precisa receber luz em intensidade
igual à do seu PCF.
e) as plantas A e B para poderem crescer precisam receber
luz em intensidade superior aos seus PCF.

29 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


123) (Cesgranrio-1995)

O esquema a seguir representa um tipo de processo


energético utilizado por alguns seres vivos na natureza.
Esse processo é denominado:
a) fotossíntese. O gráfico dado pode ser usado para mostrar a influência
b) quimiossíntese. a) da intensidade luminosa, apenas.
c) fermentação. b) da temperatura, apenas.
d) respiração. c) da intensidade luminosa e da temperatura, apenas.
e) putrefação. d) da intensidade luminosa e da concentração de CO2,
apenas.
e) da intensidade luminosa, da temperatura e da
124) (PUC - RJ-2008) Entre outros processos, o concentração de CO2.
reflorestamento contribui para a diminuição do efeito
estufa, ao promover o(a):
a) aumento da fixação do carbono durante a fotossíntese. 127) (VUNESP-2007) A capacidade de certos organismos
b) aumento da respiração durante o crescimento das realizarem a fotossíntese possibilita
plantas. a) a ocorrência de vida no fundo escuro dos oceanos, uma
c) aumento da liberação de gás carbônico para a vez que as algas ali existentes realizam a fotossíntese.
atmosfera. b) o acúmulo de CO2 na atmosfera, uma vez que a
d) utilização do metano atmosférico durante a fotossíntese é um processo produtor desse gás.
fotossíntese. c) a existência dos vários ecossistemas, uma vez que os
e) fixação de nitrogênio atmosférico por bactérias níveis tróficos das cadeias alimentares dependem direta ou
simbiontes nas raízes. indiretamente dos produtores.
d) a liberação de O2 durante a noite, pois é na fase escura
125) (Mack-2007) da fotossíntese que esse gás é produzido.
As duas equações acima representam processos realizados e) a quebra de moléculas orgânicas com liberação da
por alguns tipos de energia contida nas ligações químicas.

2H2O + CO2    CH2O + H2O + O2


pigmento/ luz
128) (VUNESP-2007) Quem esteja acompanhando
2H2S + CO2   CH2O + H2S + 2S
pigmento/ luz
minimamente o noticiário sobre mudanças climáticas sabe
que a questão central dos próximos anos e décadas no
a) plantas. mundo e no Brasil será a energia – que fontes vamos usar,
b) bactérias. que vantagens e conseqüências negativas podem ter cada
c) musgos. uma delas. O caso do etanol, o álcool da cana-de-açúcar, é
d) fungos. uma dessas questões que já ocupam largo espaço na
e) algas. comunicação.
(Washington Novaes. O Estado de S.Paulo, 11.05.2007.)
Sobre essa questão, pode se afirmar que:
126) (Mack-2007) Os principais fatores externos que a) ao crescer, a cana-de-açúcar reabsorve grande parte do
influem no processo de fotossíntese dos vegetais são a CO2 emitido na queima do álcool combustível.
intensidade luminosa, a temperatura e a concentração de b) a cultura da cana-de-açúcar emprega mão-de-obra
CO2. qualificada.

30 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


c) a cana-de-açúcar pode ser estocada, o que permite fazer d) quatro.
um plano de produção contínuo ao longo do tempo. e) cinco.
d) ocorre pouco uso de fertilizantes e pesticidas na lavoura
da cana-de-açúcar. 133) (FUVEST-2006) Nos ambientes aquáticos, a
e) não há necessidade de novos desmatamentos para fotossíntese é realizada principalmente por
ampliar as áreas de plantio de cana-de-açúcar. a) algas e bactérias.
b) algas e plantas.
c) algas e fungos.
d) bactérias e fungos.
129) (FUVEST-2008) A energia luminosa fornecida pelo Sol e) fungos e plantas.
a) é fundamental para a manutenção das cadeias
alimentares, mas não é responsável pela manutenção da
pirâmide de massa. 134) (FGV-2005) A fotossíntese é realizada por uma grande
b) é captada pelos seres vivos no processo da fotossíntese variedade de organismos, incluindo representantes dos
e transferida ao longo das cadeias alimentares. reinos Monera (cianobactérias), Protista (algas
c) tem transferência bidirecional nas cadeias alimentares unicelulares) e Plantae (algas pluricelulares, briófitas,
por causa da ação dos decompositores. pteridófitas, gimnospermas e angiospermas).
d) transfere-se ao longo dos níveis tróficos das cadeias São encontrados em todos os organismos
alimentares, mantendo-se invariável. fotossintetizantes:
e) aumenta à medida que é transferida de um nível trófico a) membrana lipoprotéica e ribossomos.
para outro nas cadeias alimentares. b) membrana lipoprotéica e cloroplastos.
c) ribossomos e mitocôndrias.
130) (VUNESP-2007) O que divide os especialistas não é d) ribossomos e cloroplastos.
mais se o aquecimento global se abaterá sobre a natureza e) mitocôndrias e cloroplastos.
daqui a vinte ou trinta anos, mas como se pode escapar da
armadilha que criamos para nós mesmos nesta esfera azul,
pálida e frágil, que ocupa a terceira órbita em torno do Sol 135) (Vunesp-2004) Um pesquisador tinha uma importante
— a única, em todo o sistema, que fornece luz e calor nas pergunta sobre o processo de fotossíntese. Para respondê-
proporções corretas para a manutenção da vida baseada la, elaborou dois experimentos, I e II, adotando os
no carbono, ou seja, nós, os bichos e as plantas. seguintes procedimentos.
(Veja, 21.06.2006.)
Na expressão vida baseada no carbono, ou seja, nós, os
bichos e as plantas estão contemplados dois reinos:
Animalia (nós e os bichos) e Plantae (plantas). Que outros
reinos agrupam organismos com vida baseada no
carbono? Que organismos fazem parte desses reinos?

131) (UEPB-2006) Observe a equação simplificada


representada a seguir:
CO2 + H2O  (CH2O) + O2
Esta reação ocorre nos organóides celulares denominados:
a) Mitocôndrias
b) Plastos
c) Ribossomos
d) Lisossomos
e) Golgiossomos

132) (FUVEST-2007) Considerando os grandes grupos de Considerando que os procedimentos adotados foram
organismos vivos no planeta - bactérias, protistas, fungos, elaborados adequadamente e bem sucedidos, responda.
animais e plantas -, em quantos deles existem seres a) Ao elaborar esses experimentos, o que o pesquisador
clorofilados e fotossintetizantes? pretendia investigar?
a) um. b) Em que experimento ele deve ter encontrado o isótopo
18
b) dois. O2 sendo liberado pelas plantas? Com base nesse
c) três. resultado, a que conclusão o pesquisador deveria chegar?

31 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


138) (UFAC-1997) Das frases abaixo, assinale a que está
correta:

a) a fotossíntese é o processo de conversão da energia


química em energia luminosa feito pelas plantas.
b) os heterótrofos são a base das cadeias alimentares.
c) uma planta que tem uma taxa fotossintética maior que
sua taxa de respiração consegue acumular matéria
orgânica.
d) a glicose produzida no processo de respiração é a fonte
energética dos organismos clorofilados.
e) a fermentação é o principal meio dos organismos
obterem energia.
136) (Fuvest-2004)
As variações na concentração de gás carbônico (CO2) em
um ambiente podem ser detectadas por meio de soluções 139) (UFSCar-2000) Três tubos de ensaio identificados
indicadoras de pH. Uma dessas soluções foi distribuída em como I, II e III receberam, cada um, uma folha recém-
três tubos de ensaio que foram, em seguida, cortada de um arbusto. Os tubos foram fechados
hermeticamente vedados com rolhas de borracha. Cada hermeticamente e colocados a distâncias diferentes de
rolha tinha presa a ela uma folha recém tirada de uma uma mesma fonte de luz. Após duas horas, verificou-se
planta, como mostrado no esquema. Os tubos foram que a concentração de CO2 no interior do tubo I diminuiu;
identificados por letras (A, B e C) e colocados a diferentes no interior do tubo II, a concentração de CO2 manteve-se
distâncias de uma mesma fonte de luz. Após algum tempo, inalterada; no interior do tubo III, a concentração de CO2
a cor da solução no tubo A continuou rósea como de início. duplicou. Tais resultados permitem concluir que a folha do
No tubo B, ela ficou amarela, indicando aumento da tubo
concentração de CO2 no ambiente. Já no tubo C, a solução a) I ficou exposta a uma intensidade luminosa inferior a
tornou-se arroxeada, indicando diminuição da seu ponto de compensação fótico.
concentração de CO2 no ambiente. Esses resultados b) II ficou exposta a uma intensidade luminosa superior a
permitem concluir que a posição dos tubos em relação à seu ponto de compensação fótico.
fonte de luz, do mais próximo para o mais distante, foi c) III ficou exposta a uma intensidade luminosa superior a
a) A, B e C. seu ponto de compensação fótico.
b) A, C e B. d) III ficou exposta a uma intensidade luminosa inferior a
c) B, A e C. seu ponto de compensação fótico.
d) B, C e A. e) II ficou exposta a uma intensidade luminosa inferior a
e) C, A e B. seu ponto de compensação fótico.

137) (PUC-RJ-2000) Pesquisadores da Amazônia vêm 140) (Fuvest-2000) Foi realizado um experimento com o
estudando diferentes vegetais em relação a seu objetivo de verificar o efeito da intensidade luminosa
crescimento em ambientes ricos em CO2. Esse estudo sobre a massa de carboidratos produzida e armazenada
objetiva avaliar o potencial de depuração que os vegetais por determinada espécie de plantas, mantida em um
possuem em relação à poluição atmosférica por gases ambiente com temperatura constante. Os resultados
resultantes da queima de combustíveis fósseis. Quanto a obtidos foram os seguintes (unidades arbitrárias):
este estudo, é correto afirmar que: Intensidade 10 13 15 18 20 25 30 34
a) os vegetais são capazes de utilizar gases poluentes para luminosa
sua respiração. Carboidrato 3 5 7 8 9 10 10 10
b) o O2 absorvido pelos vegetais é usado na fotossíntese armazenado
para produzir CO2.
c) os vegetais, através da respiração, absorvem CO2 e a) No quadriculado impresso a seguir, desenhe um gráfico
liberam O2 para a atmosfera. que mostre a relação entre a intensidade luminosa e o
d) os vegetais absorvem O2 e H2O produzidos pelos animais armazenamento de carboidrato.
pela respiração. b) Indique a posição provável do ponto de compensação
e) o CO2 absorvido é utilizado na fotossíntese para produzir fótico, ou seja, o valor de intensidade luminosa em que as
matéria orgânica. taxas de fotossíntese e de respiração se equivalem.

32 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


a) respiração e fotossíntese.
b) digestão e excreção.
c) respiração e excreção.
d) fotossíntese e osmose.
e) digestão e osmose.

144) (FATEC-2006) Numa comunidade terrestre ocorrem


os fenômenos I e II, esquematizados abaixo.

141) (Mack-2008) Considere o gráfico acima, a respeito da Analisando-se o esquema, deve-se afirmar que
variação da concentração de gás carbônico na atmosfera. a) somente as plantas participam de I e de II.
Analisando o gráfico, é correto afirmar que b) somente os animais participam de I e de II.
c) os animais e as plantas participam tanto de I como de II.
d) os animais só participam de II.
e) as plantas só participam de I.

145) (FaZU-2001) O gás carbônico e o oxigênio estão


envolvidos no metabolismo energético das plantas. Em
relação a esses dois gases podemos afirmar que:

a) O gás carbônico é produzido apenas à noite.


b) O oxigênio é produzido apenas à noite.
c) O gás carbônico é produzido apenas durante o dia.
d) O oxigênio e o gás carbônico são produzidos dia e noite.
e) O oxigênio é produzido apenas durante o dia.
a) somente a partir de 1920, o gás carbônico passou a 146) (Unicamp-2000) No século XVIII foram feitos
fazer parte da atmosfera. experimentos simples mostrando que um camundongo
b) de 1960 a 2000, a concentração de gás carbônico colocado em um recipiente de vidro fechado morria depois
duplicou na atmosfera. de algum tempo. Posteriormente, uma planta e um
c) entre 1920 e 1980, o aumento na concentração de gás camundongo foram colocados em um recipiente de vidro,
carbônico foi o mesmo verificado entre 1980 e 2000. fechado e iluminado, e verificou-se que o animal não
d) após o ano de 2000, a concentração de gás carbônico morria.
tem diminuído. a) Por que o camundongo morria no primeiro
e) o aumento da concentração de gás carbônico passou a experimento?
ser constante a partir de 1960. b) Que processos interativos no segundo experimento
permitem a sobrevivência do camundongo? Explique.
142) (UECE-2007) Certas organelas produzem moléculas de c) Quais as organelas celulares relacionadas a cada um dos
ATP e outras utilizam o ATP produzido, pelas primeiras, processos mencionados na sua resposta ao item b?
para a síntese orgânica a partir do dióxido de carbono.
Estamos falando, respectivamente, de
a) lisossomos e cloroplastos. 147) (Fuvest-2002) A contribuição da seiva bruta para a
b) mitocôndrias e complexo de Golgi. realização da fotossíntese nas plantas vasculares é a de
c) mitocôndrias e cloroplastos. fornecer
d) lisossomos e mitocôndrias. a) glicídios como fonte de carbono.
b) água como fonte de hidrogênio.
c) ATP como fonte de energia.
143) (PUC - RJ-2007) São processos biológicos relacionados d) vitaminas como coenzimas.
diretamente a transformações energéticas celulares: e) sais minerais para captação de oxigênio.

33 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


Para que o coleóptilo cresça da maneira representada
148) (Fuvest-2000) A maior parte da massa de matéria na figura, a fonte de luz deve estar
orgânica de uma árvore provém de: localizada na posição
a) água do solo. a) A, pois o hormônio que provoca o elongamento celular
b) gás carbônico do ar. concentra-se no lado mais iluminado do coleóptilo.
c) gás oxigênio do ar. b) A, pois o hormônio que provoca o elongamento celular
d) compostos nitrogenados do solo. concentra-se no lado sombreado do coleóptilo.
e) sais minerais do solo. c) B, pois o hormônio que provoca o elongamento celular
é produzido no meristema apical, estimulado pela
posição da fonte luminosa.
149) (Fuvest-1999) d) B, pois o hormônio que provoca o elongamento celular
migra em direção à luz para a ponta do coleóptilo.
e) C, pois o hormônio que provoca o elongamento celular
concentra-se no lado iluminado do co-leóptilo.

151) (UFSC-2006) Os vegetais possuem seu crescimento


influen-ciado por substâncias denominadas fitormônios,
ou hormônios vegetais. Entre estas substâncias
destacamos as auxinas. O gráfico abaixo representa a
Em vegetais, as taxas de fotossíntese e de respiração curva de crescimento (em centímetros) de plantas que
podem ser calculadas a partir da quantidade de gás receberam concentrações diferentes (em microgramas por
oxigênio produzido ou consumido num determinado litro) de uma determinada auxina.
intervalo de tempo. O gráfico mostra as taxas de
respiração e de fotossíntese de uma planta aquática,
quando se varia a intensidade luminosa.

a) Em que intensidade luminosa, o volume de gás oxigênio


produzido na fotossíntese é igual ao volume desse gás
consumido na respiração?
b) Em que intervalo de intensidade luminosa, a planta está
gastando suas reservas?
c) Se a planta for mantida em intensidade luminosa "r", ela
pode crescer? Justifique.
Pela análise do gráfico, é CORRETO afirmar que:

01. quanto maior a concentração do hormônio maior será


o desenvolvimento vegetal.
02. acima da concentração 1 µg/L, há acentuado
150) (Fatec-2008) Observe a figura a seguir que mostra o
crescimento vegetal.
crescimento de um coleóptilo.
04. concentrações entre 0,1 µg/L e cem vezes esta
concentração são consideradas ideais para quem quiser
obter plantas em torno de 40 cm.
08. 0,01 µg/L é a concentração em que ocorre melhor
desenvolvimento do vegetal.
16. um centésimo de 1 µg/L desta auxina é suficiente para
fazer com que o vegetal atinja pouco mais de 20
centímetros.
32. o conhecimento das concentrações ótimas das auxinas
é valioso na produção de espécies vegetais
comercialmente vantajosas.

152) (Fuvest-1999) Para se obter a ramificação do caule de


uma planta, como a azaléia por exemplo, deve-se:

34 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


a) aplicar adubo com alto teor de fosfato na planta, de
modo a estimular a síntese de clorofila e maior produção
de ramos.
b) aplicar hormônio auxina nas gemas laterais, de modo a
estimular o seu desenvolvimento e conseqüente produção
de ramos.
c) manter a planta por algum tempo no escuro, de modo a
estimular a produção de gás etileno, um indutor de
crescimento caulinar.
d) cortar as pontas das raízes, de modo a evitar seu
desenvolvimento e permitir maior crescimento das outras
partes da planta.
e) cortar as pontas dos ramos, de modo a eliminar as A análise do gráfico mostra que
gemas apicais que produzem hormônios inibidores do a) as células das raízes e caules respondem igualmente às
desenvolvimento das gemas laterais. concentrações de auxina.
b) a mesma concentração de auxina promove o máximo
crescimento das raízes e dos caules.
153) (VUNESP-2009) O professor chamou a atenção dos c) o crescimento, tanto das raízes como dos caules, é
alunos para o fato de que todos os ipês-roxos existentes diretamente proporcional às concentrações crescentes de
nas imediações da escola floresceram quase que ao auxina.
mesmo tempo, no início do inverno. d) concentrações elevadas de auxina que promovem o
Por outro lado, os ipês-amarelos, existentes na mesma crescimento do caule são inibidoras do crescimento das
área, também floresceram quase que ao mesmo tempo, raízes.
porém já próximo ao final do inverno. Uma possível e) a concentração de auxina em que se observa maior
explicação para este fato é que ipês-roxos e ipês-amarelos crescimento do caule é menor do que aquela em que se
apresentam observa maior crescimento da raiz.
a) pontos de compensação fótica diferentes e,
provavelmente, são de espécies diferentes. 155) (FGV - SP-2007) Uma muda de laranjeira crescia
b) pontos de compensação fótica diferentes, e isto não vistosa no quintal da casa. Contudo, uma das folhas fora
tem qualquer relação quanto a serem da mesma espécie seriamente danificada por insetos que dela se
ou de espécies diferentes. alimentaram.
c) fotoperiodismos diferentes e, provavelmente, são de Restou não mais que um quarto da folha original, presa a
espécies diferentes. um ramo com inúmeras folhas íntegras.
d) fotoperiodismos diferentes, e isto não tem qualquer Considerando a ação do hormônio auxina na abscisão
relação quanto a serem da mesma espécie ou de espécies foliar, espera-se que a folha danificada
diferentes. a) desprenda-se do galho em razão da lesão induzir uma
e) fototropismos diferentes, e isto não tem qualquer maior produção de auxina. Concentrações elevadas de
relação quanto a serem da mesma espécie ou de espécies auxina na folha danificada, em relação à concentração no
diferentes. ramo, determinarão a abscisão foliar.
b) desprenda-se do galho em razão da lesão reduzir a
154) (UFSCar-2008) O crescimento das raízes e caules das produção de auxina. Concentrações mais baixas de auxina
plantas é devido à ação de hormônios vegetais, dentre na folha danificada, em relação à concentração no ramo,
eles, as auxinas. Esse crescimento se deve ao alongamento determinarão a abscisão foliar.
das células sob a ação desses fitormônios. O gráfico mostra c) permaneça presa ao ramo em razão da lesão reduzir a
o que ocorre com a raiz e o caule em relação a diferentes produção de auxina. Concentrações mais baixas de auxina
concentrações de auxina. na folha danificada, em relação à concentração
no ramo, inibem a formação da zona de abscisão.
d) permaneça presa ao ramo em razão da lesão induzir
uma maior produção de auxina. Concentrações elevadas
de auxina na folha danificada, em relação à concentração
no ramo, inibem a formação da zona de abscisão.
e) permaneça presa ao ramo em razão da auxina produzida
pelas folhas íntegras ser levada pelos vasos condutores até
o pecíolo da folha danificada, favorecendo a formação da
zona de abscisão.

35 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


e submeterem uma única folha a curtos períodos de
156) (FUVEST-2006) A polinização é um evento essencial exposição solar, todas as plantas associadas floresceram.
para a produção de frutos nas plantas. Em algumas Observe, no esquema, que os enxertos estão indicados
espécies, no entanto, pode haver formação de frutos na pelas setas.
ausência de polinização, se as flores forem pulverizadas
com certos hormônios vegetais.
a) Que parte da flor é estimulada pelos hormônios a se
desenvolver em fruto?
b) Qual é a diferença entre um fruto gerado pela aplicação
de hormônios, sem que haja polinização, e um fruto
resultante da polinização?

157) (UERJ-2006) Fito-hormônios são substâncias que


desempenham importantes funções na regulação do
metabolismo vegetal. Os frutos sem sementes,
denominados partenocárpicos, por exemplo, são Justifique a floração de todas as plantas, quando uma
produzidos artificialmente por meio da aplicação dos fito- única folha foi submetida a curta exposição à luz.
hormônios denominados auxinas.
a) Descreva a atuação das auxinas na produção artificial de
frutos sem sementes. 160) (VUNESP-2008) A figura reproduz um experimento
b) Cite um fito-hormônio que influencie o mecanismo em que uma planta colocada em um vaso transparente
iônico de abertura e fechamento dos estômatos foliares e recebe luz lateralmente, no caule e nas raízes, conforme
explique sua atuação nesse mecanismo. indicam as setas. Após alguns dias, o caule apresenta-se
voltado para a fonte de luz e as raízes encontram-se
orientadas em sentido oposto. Isso se deve à ação das
158) (UFMG-2006) Analise os esquemas I e II, em que auxinas, hormônio vegetal que atua no controle do
estão representadas diferentes situações de crescimento crescimento de caules e raízes, promovendo o
de uma mesma espécie vegetal: alongamento das células.

I
Podemos afirmar corretamente que, no caule, as auxinas
promoveram o crescimento do lado
a) não iluminado da planta, enquanto nas raízes
promoveram o crescimento do lado iluminado. A
inclinação do caule e da raiz deve-se à maior concentração
de auxina no lado não iluminado da planta.
b) iluminado da planta, enquanto nas raízes promoveram o
crescimento do lado não iluminado. A inclinação do caule e
II
da raiz deve-se à maior concentração de auxina no lado
A partir dessa análise, é CORRETO afirmar que a mudança
iluminado da planta.
observada nas plantas do esquema II decorre de
c) não iluminado da planta, assim como o fizeram nas
a) redirecionamento dos hormônios de crescimento.
raízes. A inclinação do caule e da raiz deve-se à maior
b) aumento da concentração dos hormônios de dormência.
concentração de auxina no lado iluminado da planta.
c) estimulação dos hormônios de envelhecimento.
d) iluminado da planta, assim como o fizeram nas raízes. A
d) produção de hormônios de amadurecimento.
inclinação do caule e da raiz deve-se à maior concentração
de auxina no lado iluminado da planta.
e) não iluminado da planta, enquanto nas raízes
159) (UERJ-2003) Pesquisadores observaram que uma
promoveram o crescimento do lado iluminado. A
espécie vegetal florescia quando submetida a curtos
inclinação do caule deve-se à maior concentração de
períodos de exposição à luz solar. Ao associarem várias
auxina no lado iluminado, enquanto a inclinação da raiz
plantas por intermédio de enxertos, como ilustrado abaixo,

36 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


deve-se à maior concentração de auxina no lado não outras espécies de gramíneas na Ásia e na África, é a nova
iluminado. dor de cabeça dos técnicos agrícolas no Brasil Sabe-se
também que algumas auxinas sintéticas são usadas como
161) (FATEC-2006) Um pesquisador, a fim de demonstrar a herbicidas porque são capazes de eliminar dicotiledôneas e
influência de hormônios no crescimento vegetal, realizou não agem sobre monocotiledôneas.
uma experiência com plantas de mandioca tratadas com
diferentes concentrações de soluções aquosas de auxinas a) Qual seria o resultado da aplicação de um desses
A e B. Os resultados obtidos estão representados na tabela herbicidas no combate à "striga" invasora em um canavial?
abaixo. E em uma plantação de tomates? Explique sua resposta.
b) Indique uma auxina natural e mencione uma de suas
Condições da Crescimento da Crescimento do funções na planta.
Experiência Raiz Caule
Somente com água 0 0
Concentração + 0 164) (FATEC-2008) Os hormônios vegetais são substâncias
baixa de auxina A orgânicas produzidas em determinadas partes da planta e
Concentração 0 0 transportadas para outros locais, onde atuam, em
baixa de auxina B pequenas quantidades, no crescimento e no
Concentração alta - + desenvolvimento daquelas.
de auxina A Assim, uma planta colocada em um ambiente pouco
Concentração alta 0 - iluminado, submetida a uma luz unilateral, por exemplo,
de auxina B uma janela entreaberta, apresenta seu desenvolvimento
conforme o esquema a seguir.
Legenda:
Acerca desse desenvolvimento e da ação dos hormônios
Crescimento Sinal
vegetais foram feitas as seguintes afirmações:
Acelerado +
Lento -
normal 0

Observando os resultados, o pesquisador chegou à


seguinte conclusão:
a) O efeito das auxinas A e B depende do órgão em que
atuam.
b) A ação da auxina é diretamente proporcional à
concentração de auxina usada.
c) A ação da auxina depende da espécie vegetal
considerada na experiência.
d) Os resultados obtidos independem do tipo de auxina
utilizada.
e) Os resultados obtidos com a auxina B são os mesmos I. Esse crescimento é resultado da ação direta de
que foram obtidos apenas com água. hormônios vegetais conhecidos como citocininas, que
estimulam as divisões celulares e o desenvolvimento das
gemas laterais, fazendo com que o caule cresça em direção
162) (UFMG-2003) Em todas as alternativas, diferentes à fonte de luz.
tipos de radiação estão corretamente associados a II. Nessa planta, o hormônio conhecido como auxina
fenômenos biológicos, EXCETO em fica mais concentrado do lado menos iluminado, o que faz
a) Radiação ultravioleta participa do bronzeamento e da com que as células desse lado alonguem-se mais do que as
produção de vitamina D na pele. do lado exposto à luz, provocando a curvatura da planta
b) Ondas de rádio orientam as rotas de aves migradoras. para o lado da janela entreaberta.
c) Luz visível desencadeia o processo de crescimento das III. O movimento de curvatura apresentado por essa
plantas. planta é denominado tigmotropismo e pode ser explicado
d) Radiação infravermelha emitida pela presa é percebida pela ação do hormônio giberelina, que se concentra no
por órgãos sensoriais das cobras. lado iluminado do caule, como uma resposta ao estímulo
luminoso da janela entreaberta.
Dessas afirmações, somente está (estão) correta(s):
163) (Unicamp-1999) Sabe-se que uma planta daninha de a) I.
nome "striga", com folhas largas e nervuras reticuladas, b) II.
invasora de culturas de milho, arroz, cana e de muitas c) III.

37 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


d) I e II. a) maior concentração de etileno no lote A, o que acelera o
e) I e III. amadurecimento dos frutos.
b) menor concentração de etileno no lote A, o que acelera
165) (PUC-RS-2003) Os tropismos observados em plantas o amadurecimento dos frutos.
superiores são crescimentos induzidos por hormônios c) maior concentração de etileno no lote B, o que retarda o
vegetais e direcionados por influências do ambiente. A amadurecimento dos frutos.
curvatura do caule em direção à luz e da raiz em direção ao d) maior concentração de auxinas no lote B, o que retarda
solo são exemplos típicos de fototropismo e geotropismo o amadurecimento dos frutos.
positivos, respectivamente. Tais movimentos ocorrem em e) maior concentração de auxinas no lote A, o que acelera
decorrência da concentração diferencial de fitormônios o amadurecimento dos frutos.
como a ________, nas diferentes estruturas da planta.
Altas taxas deste fitormônio, por exemplo, ________ o
crescimento celular, o qual ________ a curvatura do caule 168) (UFRN-1999) Quando a planta é podada, geralmente
em direção à luz. as gemas laterais se desenvolvem porque
a) citocina; promovem; induz
b) auxina; induzem; provoca a) a produção de citocinina aumenta, principalmente nos
c) giberilina; inibem; impede ramos podados.
d) auxina; bloqueiam; inibe b) a planta passa a ser estimulada pelo etileno liberado
e) citocina; impedem; bloqueia pela região ferida.
c) a planta passa a produzir ácido giberélico, para haver
abscisão foliar.
166) (Mack-2003) Analisando o gráfico abaixo, é correto d) a perda da dominância apical reduz a concentração da
afirmar que: auxina.

169) (PUC-SP-2005) Na tira abaixo, é mostrado um


fenômeno que ocorre de forma acentuada em regiões de
clima temperado.

No outono, constata-se uma diminuição


de________1__________ nas folhas de determinadas
plantas, causando a produção de uma substância gasosa
denominada __________2____________, o que leva ao
a) o caule é mais sensível ao AIA que a raiz. fenômeno mostrado. No trecho, as lacunas 1 e 2 devem
b) tanto a raiz como o caule são inibidos em concentrações ser preenchidas correta e respectivamente por
mais baixas do AIA. a) giberilina e auxina.
c) numa determinada concentração, o AIA pode, ao b) etileno e auxina.
mesmo tempo, agir inibindo um órgão (raiz ou caule) e c) etileno e giberilina.
estimulando outro. d) auxina e giberilina.
d) a raiz só é inibida em concentrações mais baixas do AIA. e) auxina e etileno.
e) raiz e caule só são estimulados em concentrações mais
altas do AIA.
170) (UFla/ PAS-2000) Fritz Went, trabalhando com
coleóptile de aveia, verificou que este, quando iluminado
por uma fonte de luz, apresentava um crescimento em
167) (PUC-SP-2003) O professor levou para a aula de curvatura, provocado pelo acúmulo de uma substância de
Biologia seis mamões verdes. Riscou com uma faca três crescimento no lado oposto à incidência da luz. Essa
dos mamões e em seguida os embrulhou com jornal (lote substância, responsável por essa resposta fototrópica, é:
A). Os outros três não foram riscados e nem envolvidos
com jornal (lote B). Os mamões do lote A amadureceram a) Citocinína
mais rapidamente que os do lote B. Essa diferença no b) Auxina
tempo de amadurecimento se deve a

38 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


c) Giberelina A análise do gráfico permite concluir que a concentração
d) Etileno de AIA ótima para o caule é mínima para a raiz. Mínima
e) Ácido Abscísico para a raiz é ótima para o caule. Mínima para o caule é
ótima para a raiz. Ótima para a raiz é máxima para o caule.
Máxima para o caule é ótima para a raiz.
171) (Vunesp-1999) Em ruas e avenidas arborizadas,
periodicamente as companhias distribuidoras de
eletricidade realizam cortes da parte superior das árvores 174) (UNICAMP-2009) O aumento na taxa de transpiração
que estão em contato com os fios elétricos de alta tensão. das plantas, levando-as a um maior consumo de água,
As podas são necessárias para se evitarem problemas que torna-as mais sensíveis à deficiência hídrica no solo.
podem ocorrer em dias chuvosos e de fortes ventos. a) Explique o mecanismo de reposição da água perdida
pela planta com o aumento da taxa de transpiração.
a) O que deverá acontecer com as árvores após o corte da b) Explique o(s) caminho(s) que pode(m) ser percorrido(s)
região apical que estava atingindo os fios elétricos? pela água nas plantas, desde sua entrada nos pêlos
b) Que mecanismo explica o resultado obtido com o corte absorventes até a sua chegada no xilema da raiz.
da região apical?
175) (UFC-2007) Em cidades como Fortaleza, que
apresenta um grande índice de insolação, o pedestre fica
sujeito a um grande desconforto térmico e à exposição a
172) (Mack-2005) Quando uma plântula é iluminada níveis elevados de radiação ultravioleta, aumentando o
unilateralmente, ela cresce em direção à luz. Esse perigo de contrair câncer de pele. A arborização urbana,
crescimento deve-se portanto, deveria ser uma prioridade nas ações dos
a) ao deslocamento do fitormônio auxina, no lado oposto poderes públicos e uma preocupação da iniciativa privada
ao da luz, determinando o alongamento das células desse e da comunidade em geral.
lado. Responda aos itens a seguir, que abordam alguns aspectos
b) ao deslocamento do fitormônio giberelina, no lado relacionados a esse importante tema.
oposto ao da luz, determinando o alongamento das células
desse lado. a) Observa-se que a temperatura sob a copa de uma
c) à inibição do fitormônio auxina sobre a divisão das árvore é mais baixa que a temperatura embaixo de um
células meristemáticas apicais. telhado que esteja exposto à mesma insolação. Que
d) à estimulação das células do meristema apical, que fenômeno relacionado à planta está mais diretamente
passam a se dividir com maior velocidade. envolvido com essa diferença observada?
e) à estimulação das células parenquimáticas do lado
oposto ao da luz, que passam a se dividir com maior b) De um modo geral, deve-se respeitar o formato natural
velocidade. de cada árvore. Porém, às vezes é necessária a realização
de podas denominadas de formação/condução, que
modificam a arquitetura da parte aérea, muitas vezes
abrindo a copa.
173) (FMTM-2001) O ácido indolacético (AIA) atua sobre o b.1. Que região dos ramos deve ser cortada para permitir
crescimento dos caules e raízes dos vegetais superiores. O novas brotações?
efeito das diferentes concentrações de AIA sobre o b.2. Qual a denominação do fenômeno vegetal que está
crescimento desses órgãos vegetais está representado no sendo afetado por essa prática?
gráfico b.3. Qual o regulador de crescimento mais diretamente
envolvido nesse fenômeno?

c) Galhos com diâmetro superior a 8 cm devem ser


preservados por ocasião das podas, pois a cicatrização é
mais demorada em galhos muito grossos. A poda de tais
galhos permitiria o ataque de cupins.
c.1. Que tecido vegetal ficará mais exposto por ocasião da
poda e se tornará o principal alvo desses insetos?
c.2. Qual a principal função desse tecido na planta?
c.3. Qual é o principal tecido responsável pela regeneração
da casca?

39 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


d) Nos projetos de arborização, deve-se priorizar o plantio Condições climáticas Horas do dia
de espécies nativas. Cite o principal aspecto benéfico para 8h 10h 12h 14h 16h 17h
a fauna local, como conseqüência dessa prática. Seca 1 1 0 0 0 0
Seca intensa 0 0 0 0 0 0
e) Sempre que possível, deve-se evitar a varrição embaixo
das árvores plantadas em bosques e praças. Isso permite a e)
reutilização de folhas e galhos mortos, frutos etc. Condições climáticas Horas do dia
e.1. Como esses materiais podem ser reaproveitados
8h 10h 12h 14h 16h 17h
naturalmente pelas próprias plantas?
Tempo Chuvoso 2 2 2 0 2 2
e.2. Cite um exemplo de organismo que contribui
Seca 2 2 2 0 2 2
diretamente para esse processo de reaproveitamento.

176) (ENEM-2006) Na transpiração, as plantas perdem


água na forma de vapor através dos estômatos. Quando os 177) (Fameca-2006) O gráfico a seguir representa o
estômatos estão fechados, a transpiração torna-se clássico resultado obtido por Fischer, em 1968, que
desprezível. Por essa razão, a abertura dos estômatos representa a variação da concentração de íons potássio e a
pode funcionar como indicador do tipo de ecossistema e abertura do estômato. Pode-se afirmar que, em A, o
da estação do ano em que as plantas estão sendo estômato
observadas. A tabela a seguir mostra como se comportam
os estômatos de uma planta da caatinga em diferentes
condições climáticas e horas do dia.
Condições climáticas Horas do dia
8h 10h 12h 14h 16h 17h
Tempo Chuvoso 2 2 2 0 2 2
Seca 1 1 0 0 0 0
Seca intensa 0 0 0 0 0 0

Legenda: 0 = estômatos completamente fechados


1 = estômatos parcialmente abertos
2 = estômatos completamente abertos
Considerando a mesma legenda dessa tabela, assinale a
opção que melhor representa o comportamento dos a) encontra-se aberto, devido ao aumento da pressão
estômatos de uma planta típica da Mata Atlântica. osmótica das células-guarda e à entrada de água.
a) b) encontra-se fechado, devido ao aumento da pressão
Condições climáticas Horas do dia osmótica e conseqüente saída de água das células-guarda.
8h 10h 12h 14h 16h 17h c) encontra-se fechado, devido ao aumento da
concentração de potássio nas células-guarda.
Tempo Chuvoso 2 2 2 0 2 2
d) encontra-se aberto, devido à saída de água e diminuição
Seca 1 1 0 0 1 1
de concentração de potássio das células-guarda.
Seca intensa 1 1 0 0 0 0 e) pode-se encontrar aberto ou fechado, pois essa
abertura é independente da turgescência das células-
b) guarda.
Condições climáticas Horas do dia
8h 10h 12h 14h 16h 17h
Tempo Chuvoso 1 1 1 1 1 1 178) (VUNESP-2006) Considerando o movimento de
Seca 1 1 0 0 1 1 substâncias nas plantas, foi construída a tabela:
Seca intensa 0 0 0 0 0 0
Substância Entrada na Transporte Liberação
c) planta
Condições climáticas Horas do dia Água Por Por fluxo de I
8h 10h 12h 14h 16h 17h osmose, massa através
Tempo Chuvoso 1 1 0 0 0 0 pelas do xilema.
Seca 1 1 0 0 0 0 raizes
Solutos II Por fluxo de Pela queda de
d) massa pelo flores, folhas,

40 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


xilema ramos, frutos, dos sacos com papel alumínio e, após 48 horas, observou
(principalmente etc. as diferenças no conteúdo de água acumulada dentro dos
os íons) ou pelo sacos, nos dois grupos. Assinale a alternativa que indica o
floema resultado observado mais provável.
(composto a) A quantidade de água nos dois grupos foi igual, devido à
orgânico) . inibição da transpiração pela alta umidade relativa que se
Gases Por III Por difusão formou no interior de ambos.
difusão pelos b) O teor de água acumulada foi maior nos sacos plásticos
pelos estômatos, sem a cobertura do papel alumínio, uma vez que a luz
estômatos, principalmente. induziu a abertura dos estômatos e permitiu uma
lenticelas transpiração mais intensa.
e c) A quantidade de água acumulada foi maior nos sacos
epiderme. plásticos envoltos com papel alumínio, uma vez que a
ausência de luz solar diminuiu a temperatura dentro dos
Assinale a alternativa que apresenta os termos que sacos e a evaporação foliar.
poderiam substituir os números I, II e III da tabela. d) A concentração mais elevada de CO2 no interior dos
sacos sem o papel alumínio induziu o fechamento dos
a) I: Por difusão pelos estômatos, principalmente. estômatos, e a quantidade de água acumulada foi menor.
II: Por difusão ou por transporte ativo pelas raízes. e) A concentração de oxigênio foi menor nos sacos
III: Por difusão pelos espaços intercelulares e pelas envoltos com papel alumínio, devido à falta de luz para a
células. fotossíntese, ocasionando a abertura dos estômatos e o
aumento da transpiração.
b) I: Por transporte ativo pelos estômatos, principalmente.
II: Por osmose pelas raízes.
III: Dissolvidos na seiva bruta. 181) (UFSCar-2005) O gráfico apresenta o curso diário da
transpiração através do estômato (transpiração
c) I: Por fluxo de massa através das lenticelas. estomática) de duas plantas de mesmo porte e espécie,
II: Por difusão pelas lenticelas. mantidas uma ao lado da outra durante um dia
III: Dissolvidos na seiva elaborada. ensolarado. Uma das plantas foi mantida
permanentemente irrigada e a outra foi submetida à
d) I: Por transporte ativo pelas lenticelas. deficiência hídrica.
II: Por difusão e transporte ativo pelas raízes.
III: Por difusão entre as células do parênquima.

e) I: Por difusão pelos estômatos, principalmente.


II: Por osmose pelas raízes.
III: Dissolvidos na seiva bruta.

179) (PUC - PR-2007) Os reforços apresentados pelas


paredes dos vasos lenhosos (anelados, espiralados, etc.)
têm por função:
a) Impedir o colapso dos vasos, quando a transpiração é
intensa.
a) Qual das duas plantas, 1 ou 2, foi permanentemente
b) Agir como mola, controlando o crescimento dos vasos.
irrigada? Como os estômatos e a temperatura
c) Aumentar a superfície respiratória dos vasos.
contribuíram para que a curva referente a essa planta
d) Impedir, como válvulas, a descida da seiva.
assim se apresente?
e) Determinar uma ascensão em espiral, da seiva.
b) Na planta que sofreu regime de restrição hídrica, em
que período os estômatos começaram a se fechar e
voltaram a se abrir? Como os estômatos e a temperatura
180) (UFC-2007) O professor de botânica montou um
contribuíram para que a curva referente a essa planta
experimento para observar o efeito da luz sobre a
assim se apresente?
transpiração foliar. Escolheu um arbusto de papoula
(Hibiscus sp.) e encapsulou as extremidades de dez ramos
com sacos plásticos transparentes, lacrando-os com
barbante para evitar as trocas gasosas. Cobriu a metade

41 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


182) (UFRJ-2003) A soma da área superficial de todas as quando há grande concentração de íons potássio em seu
folhas encontradas em 1m2 de terreno é denominada SF. O interior, o que leva o estômato a se abrir. Se o suprimento
gráfico a seguir apresenta a SF de 3 ecossistemas distintos de água na folha é baixo, ocorre saída de íons potássio das
(A, B e C). Nesses três ambientes, a disponibilidade de luz células-guarda para as células vizinhas e, nesse caso, as
não é um fator limitante para a fotossíntese. células-guarda tornam-se
a) flácidas, provocando o fechamento do estômato.
b) flácidas, provocando a abertura do estômato.
c) flácidas, não alterando o comportamento do estômato.
d) túrgidas, provocando o fechamento do estômato.
e) túrgidas, provocando a abertura do estômato.

186) (UFRJ-2006) O número de estômatos por centímetro


quadrado é maior na face inferior do que na face superior
das folhas.
Há mesmo folhas de algumas espécies de plantas que não
Identifique qual dos três ecossistemas corresponde a um têm estômatos na face superior.
deserto, explicando a relação entre a SF e as características Essa diferença no número de estômatos nas duas faces das
ambientais deste ecossistema. folhas é uma importante adaptação das plantas.
Explique a importância funcional dessa adaptação.

183) (UFSCar-2001) Considere duas plantas A e B da


mesma espécie, cada uma submetida a uma condição de 187) (UEPB-2006) O vegetal elimina, através das folhas, a
luminosidade e de disponibilidade de água diferente. A maior parte da água absorvida pelas raízes. Essa perda de
planta A encontra-se em ambiente bem iluminado, com água obedece aos mesmos princípios da evaporação, mas
suprimento insuficiente de água no solo.A planta B pode, também, ocorrer eliminação sob a forma líquida.
encontra-se em um ambiente escuro, mas com abundante Esses processos se constituem, respectivamente, em:
suprimento de água. O comportamento dos estômatos das a) Sudação e gutação.
plantas A e B, para as situações descritas, seria o de b) Transpiração e gutação.
a) abrir em ambas. c) Gutação e transpiração.
b) fechar em ambas. d) Transpiração e Excreção.
c) abrir na planta A e fechar na planta B. e) Excreção e Sudação.
d) fechar na planta A e abrir na planta B.
e) permanecer inalterado em ambas.
188) (UFMG-2003) A maioria das espécies de bromélias
vive em ambientes de florestas, sobre galhos e troncos de
184) (UFRJ-2008) O gráfico a seguir mostra a variação da árvores. Pesquisadores verificaram que indivíduos da
taxa de respiração das folhas de uma árvore ao longo do mesma espécie podem apresentar grande variação
ano. fenotípica.
Analise estes gráficos do comportamento da bromélia
Neoregelia johannis:

Determine se essa planta está no hemisfério norte ou no


hemisfério sul. Justifique sua resposta.

185) (PUC - SP-2007) O estômato é uma estrutura


encontrada na epiderme foliar, constituída por duas
células denominadas células-guarda. Estas absorvem água

42 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


Com base nas informações desses gráficos e em outros 191) (UFSCar-2002) O gráfico mostra a transpiração e a
conhecimentos sobre o assunto, pode-se concluir que, nas absorção de uma planta, ao longo de 24 horas.
bromélias, a área da folha e o número de espinhos se
relacionam com todas as seguintes adaptações, EXCETO
a) Redução dos efeitos da insolação em locais abertos
b) Aumento de defesa contra herbívoros em locais abertos
c) Aumento da captação de luz em locais sombreados
d) Redução da transpiração em locais iluminados

189) (UFRN-1999) Leia o fragmento que segue, extraído de


Asa Branca (Luís Gonzaga e Humberto Teixeira):

Que braseiro, que fornaia,


Nem um pé de prantação,
Por farta d’água, perdi meu gado,
Morreu de sede meu alazão...
A análise do gráfico permite concluir que:
As espécies vegetais típicas do contexto geográfico
focalizado acima apresentam as seguintes adaptações: a) quando a transpiração é mais intensa, é mais rápida a
a) rápido mecanismo de abertura e fechamento de subida da seiva bruta.
estômatos - folhas cerificadas b) quando a transpiração é mais intensa, os estômatos
b) presença de estruturas foliares modificadas em encontram-se totalmente fechados.
espinhos - raízes adventícias c) das 22 às 6 horas, o lenho, sob tensão, deverá ficar
c) aumento significativo da superfície foliar - esticado como se fosse um elástico, reduzindo o diâmetro
raízes com alto poder absortivo do caule.
d) capacidade de armazenamento de água - associação de d) não existe qualquer relação entre transpiração e
micorrizas absorção, e um processo nada tem a ver com o outro.
e) das 12 às 16 horas, quando se observa maior
transpiração, é pequena a força de tensão e coesão das
moléculas de água no interior dos vasos lenhosos

190) (Vunesp-1998) 192) (UFC-2003) Mesmo existindo muita água ao seu


redor, há ocasiões em que os vegetais terrestres não
podem absorvê-la. Esse fenômeno é denominado de seca
fisiológica. Analise as declarações abaixo.
I. A seca fisiológica pode ocorrer quando o meio
externo é mais concentrado (hipertônico) do que o meio
interno, em virtude do excesso de adubo ou da salinidade
do ambiente.
II. A seca fisiológica pode ocorrer em temperaturas
muito baixas.
III. A seca fisiológica pode ocorrer em locais onde o
excesso de água expulsa o oxigênio presente no solo.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente I é verdadeira.
Observe a figura e responda: b) Somente I e II são verdadeiras.
c) Somente II e III são verdadeiras.
a) Qual é o nome da estrutura assinalada em I e o do d) Somente I e III são verdadeiras.
tecido assinalado em II? e) I, II e III são verdadeiras.
b) Considerando-se que na estrutura I ocorre entrada de
CO2 e saída de H2O e de O2, responda em que processo o
CO2 absorvido em I é utilizado e qual a importância desse 193) (UFLA-2001) Analise as proposições e assinale a
processo para a manutenção da vida. alternativa CORRETA.

43 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


I. A planta transpira, isto é, perde água sob a forma 198) (Fuvest-2005) O gráfico abaixo indica a transpiração
de vapor. de uma árvore, num ambiente em que a temperatura
II. Frutos e sementes originam-se, respectivamente, permaneceu em torno dos 20ºC, num ciclo de 24 horas.
de ovários e óvulos.
III. Estômatos são estruturas da epiderme por onde são
realizadas trocas gasosas.
a) Todas as afirmativas são falsas.
b) Todas as afirmativas são corretas.
c) Apenas as afirmativas I e II são corretas.
d) Apenas as afirmativas II e III são corretas.
e) Apenas as afirmativas I e III são corretas.

194) (Fuvest-1998) a) Relacione a abertura e o fechamento


dos estômatos com o grau de turgor das células
estomáticas.
b) Por que é vantajoso para uma planta manter seus a) Em que período (A, B, C ou D) a absorção de água, pela
estômatos abertos durante o dia e fechados à noite? planta, é a menor?
b) Em que período ocorre a abertura máxima dos
estômatos?
c) Como a concentração de gás carbônico afeta a abertura
195) (UEPB-2006) As trocas gasosas, ao nível das folhas, dos estômatos?
ocorrem através de numerosas aberturas epidérmicas d) Como a luminosidade afeta a abertura dos estômatos?
denominadas:
a) Parênquimas
b) Ostíolos 199) (UFSC-2007) As plantas são seres vivos pluricelulares
c) Estômatos e organizados que apresentam diferentes tecidos.
d) Células-guarda
e) Acúleos Com relação aos tecidos vegetais, assinale a(s)
proposição(ões) CORRETA(S).

196) (UFMG-1997) O corte da haste de flores a dois 01. Em plantas vasculares, o tecido condutor
centímetros da ponta e dentro d'água, prolonga a especializado na condução da seiva bruta é o floema e, na
conservação das flores em jarros. Essa prática, muito condução da seiva elaborada, é o xilema.
adotada em floriculturas, tem como objetivo impedir. 02. Os tecidos meristemáticos são formados por
a) a abertura dos estômatos, essencial ao transporte de células diferenciadas que, por desdiferenciação destas
água. células, originam todos os demais tecidos da planta.
b) a formação de bolhas de ar para favorecer a 04. O colênquima e o esclerênquima constituem os
capilaridade. tecidos de sustentação do vegetal.
c) a perda de água pelas flores, que resfria a planta. 16. Os tecidos parenquimáticos executam numerosas
d) o funcionamento dos vasos do floema como tubos tarefas, tais como o preenchimento de espaços, a
condutores. realização da fotossíntese e o armazenamento de
substâncias.
32. As cactáceas apresentam parênquima aerífero
197) (Unicamp-2000) A transpiração é importante para o bem desenvolvido. Já as plantas aquáticas, como, por
vegetal por auxiliar no movimento de ascensão da água exemplo, o aguapé, apresentam o parênquima aqüífero
através do caule.A transpiração nas folhas cria uma força bem desenvolvido.
de sucção sobre a coluna contínua de água do xilema: à
medida que esta se eleva, mais água é fornecida à planta.
a) Indique a estrutura que permite a transpiração na folha 200) (Mack-2005) O desenho ao lado representa o modelo
e a que permite a entrada de água na raiz. de Münch para explicar a condução da seiva elaborada
b) Mencione duas maneiras pelas quais as plantas evitam a para as várias partes da planta. Esse modelo físico pode ser
transpiração. comparado, na planta, aos seguintes tecidos ou órgãos:
c) Se a transpiração é importante, por que a planta
apresenta mecanismos para evitá-la?

44 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


202) (PUC - SP-2008) Analise os trechos abaixo, indicados
por I e II:
I. Em uma angiosperma, a água vai da raiz até a
folha e é utilizada na realização da fotossíntese; produtos
deste processo metabólico são transportados da folha para
outras partes da planta, podendo ser armazenados em
órgãos como caule e raiz.
II. No coração humano, o sangue passa do átrio
direito para o ventrículo direito e em seguida é levado aos
pulmões; uma vez oxigenado, retorna ao coração pelo
átrio esquerdo e passa para o ventrículo esquerdo,de onde
é transportado aos sistemas corporais, voltando em
seguida para o coração.
Com relação aos trechos, é correto afirmar que:
a) I refere-se exclusivamente ao transporte que se dá pelos
vasos do xilema, enquanto II refere-se apenas à pequena
A B C D circulação.
a) Parênquimas Parênquimas Vasos das folhas b) I refere-se exclusivamente ao transporte que se dá pelos
clorofilianos das raízes Vasos liberianos vasos do xilema, enquanto II refere-se exclusivamente à
lenhosos grande circulação.
b) Parênquimas Parênquimas Vasos das folhas c) I refere-se exclusivamente ao transporte que se dá por
clorofilianos das raízes Vasos lenhosos vasos do floema, enquanto II refere-se exclusivamente à
liberianos grande circulação.
c) Parênquimas Parênquimas Vasos Vasos d) I refere-se exclusivamente ao transporte da seiva
das raízes clorofilianos lenhosos Liberianos elaborada e do armazenamento de amido em órgãos da
das folhas planta, enquanto II refere-se às circulações pulmonar e
d) Parênquimas Parênquimas Vasos Vasos sistêmica.
das raízes clorofilianos Liberianos lenhosos e) I refere-se ao transporte das seivas bruta e elaborada,
das folhas enquanto II refere-se às circulações pulmonar e sistêmica.
e) Parênquimas Parênquimas Vasos Vasos
amilíferos das raízes. lenhosos Liberianos 203) (UFTM-2007) A figura representa a hipótese mais
aceita para explicar o mecanismo de condução da seiva
das folhas.
orgânica nas plantas vasculares.

201) (UFC-2009) A teoria de Dixon é uma das hipóteses


que tenta explicar o transporte de água da raiz até as
folhas de árvores com mais de 30 metros de altura, como a
castanheira-do-pará. Assinale a alternativa que contém
aspectos nos quais se baseia essa teoria.
a) Coesão entre as moléculas de água, adesão entre essas
moléculas e as paredes do xilema, tensão gerada no
interior dos vasos pela transpiração foliar. Na figura, o número
b) Aumento da concentração osmótica no interior dos a) 1 corresponderia às folhas, e a interrupção do fluxo em
vasos xilemáticos da raiz, entrada de água por osmose, 2 determinaria a morte das raízes, representadas em 3.
impulsão da seiva para cima. b) 2 corresponderia ao xilema, e lesões nesse tecido
c) Semelhança dos vasos do xilema a tubos de diâmetro representariam a morte das folhas, representadas em 3.
microscópico, propriedades de adesão e coesão das c) 3 corresponderia às raízes, que enviam seiva orgânica
moléculas de água, ocorrência do fenômeno da para os demais tecidos através do floema, representado
capilaridade. pelo fluxo em 4.
d) Permeabilidade seletiva das células do córtex da raiz, d) 4 corresponderia ao floema, através do qual as raízes,
presença da endoderme com as estrias de Caspary, representadas em 1, recebem os açúcares sintetizados em
transporte ascendente da seiva bruta. 3.
e) Produção de carboidratos nas folhas, aumento da e) 5, que aponta para as paredes dos balões 1 e 3,
concentração osmótica nesses órgãos, ascensão da seiva corresponderia ao esclerênquima, o principal tecido de
bruta, por osmose e capilaridade, nos vasos do xilema. sustentação nos vegetais, sem o qual não haveria suporte
físico para os fluxos representados em 2 e 4.

45 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


Sabendo-se que o prego atingiu um tecido transportador
de seiva, logo abaixo da casca, foram feitas as seguintes
204) (UECE-2006) Com relação às plantas, estômatos, afirmações:
xilema e lenticelas têm suas funções relacionadas, I. O sistema de transporte afetado, nesse caso, foi o
respectivamente, a floema.
a) Trocas gasosas, transporte de água e sais minerais, II. Se o prego atingisse a medula do caule, e não
trocas gasosas. somente sua parte superficial, sua altura em relação ao
b) Trocas gasosas, apenas transporte de água, drenagem solo deveria modificar-se.
de sais. III. Mesmo considerando o crescimento vegetal,
c) Absorção de luz, transporte de matéria orgânica e trocas independente da profundidade do prego, sua altura em
gasosas. relação ao solo não deveria variar.
d) Absorção de substâncias inorgânicas, transporte IV. Provavelmente houve prejuízo no transporte de
somente de sais minerais, trocas gasosas. seiva bruta, nessa situação.
Está correto o contido apenas em
a) I.
205) (FUVEST-2010) Uma pessoa, ao encontrar uma b) I e II.
semente, pode afirmar, com certeza, que dentro dela há o c) I e III.
embrião de uma planta, a qual, na fase adulta, d) II e IV.
a) forma flores, frutos e sementes. e) III e IV.
b) forma sementes, mas não produz flores e frutos.
c) vive exclusivamente em ambiente terrestre.
d) necessita de água para o deslocamento dos gametas na 208) (UFSCar-2004) Se retirarmos um anel da casca de um
fecundação. ramo lateral de uma planta, de modo a eliminar o floema,
e) tem tecidos especializados para condução de água e de mas mantendo o xilema intacto, como mostrado na figura,
seiva elaborada. espera-se que

206) (UFSCar-2007) Nas angiospermas, a condução da


seiva bruta (água e sais minerais) ocorre das raízes até as
folhas, as quais podem estar situadas dezenas de metros
acima do nível do solo. Nesse transporte estão envolvidos
a) elementos do xilema, no interior dos quais as moléculas
de água se mantêm unidas por forças de coesão.
b) elementos do floema, no interior dos quais as moléculas a) o ramo morra, pois os vasos condutores de água e sais
de água se mantêm unidas por pressão osmótica. minerais são eliminados e suas folhas deixarão de realizar
c) elementos do parênquima, dentro dos quais as fotossíntese.
moléculas de água se mantêm unidas por pressão b) o ramo morra, pois os vasos condutores de substâncias
osmótica e forças de coesão. orgânicas são eliminados e suas folhas deixarão de receber
d) elementos do parênquima e floema, dentro dos quais as alimento das raízes.
moléculas de água se mantêm unidas por forças de c) o ramo continue vivo, pois os vasos condutores de água
coesão. e sais minerais não são eliminados e as folhas continuarão
e) elementos do xilema e do floema, dentro dos quais as a realizar fotossíntese.
moléculas de água se mantêm unidas por pressão d) o ramo continue vivo, pois os vasos condutores de
osmótica. substâncias orgânicas não são eliminados e suas folhas
continuarão a receber alimento das raízes.
e) a planta toda morra, pois a eliminação do chamado anel
207) (Fameca-2006) Considere o quadrinho. de Malpighi, independentemente do local onde seja
realizado, é sempre fatal para a planta.

209) (Vunesp-2003) O cipó-chumbo é um vegetal que não


possui raízes, nem folhas, nem clorofila. Apresenta
estruturas especiais que penetram na planta hospedeira
para retirar as substâncias que necessita para viver. Por
sua forma de vida, o cipó-chumbo é considerado um
holoparasita. Uma outra planta, a erva-de-passarinho, é
considerada um hemiparasita e, embora retire das plantas

46 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


hospedeiras água e sais minerais, possui folhas e clorofila. 211) (Fatec-2005) Os pulgões são parasitas das plantas,
Considerando estas informações, responda. pois lhes retiram uma solução açucarada dos ramos mais
a) Pelo fato de o cipó-chumbo ser holoparasita, que tipo tenros.
de nutriente ele retira da planta hospedeira para a sua Tal retirada ocorre porque suas peças bucais são
sobrevivência? Justifique sua resposta. introduzidas nos
b) Quais estruturas das plantas hospedeiras são a) vasos lenhosos.
“invadidas” pelo cipó-chumbo e pela erva-de-passarinho, b) meristemas.
respectivamente? Justifique sua resposta. c) vasos floemáticos.
d) parênquimas aqüíferos.
e) pêlos absorventes.
210) (UFPB-1998) A figura 1 representa um pulgão
sugando, em um caule herbáceo de uma angiosperma, um
líquido que contém glicose, e a figura 2, o interior do 212) (PUC - MG-2007) As Angiospermas são as plantas
mesmo caule em corte transversal. mais adaptadas aos ambientes terrestres. A maioria
apresenta nutrição autótrofa fotossintetizante, mas
Figura 1 Figura 2 algumas espécies não realizam fotossíntese, vivendo da
seiva elaborada que retiram de outro vegetal, o
hospedeiro.
Essas plantas que não realizam fotossíntese podem ser
caracterizadas como, EXCETO:
a) hemiparasitas.
b) traqueófitas.
c) espermatófitas.
d) fanerógamas.

213) (Unicamp-2005) Uma das formas de comunicação


entre as várias partes do corpo dos animais e dos vegetais
é realizada por um fluido circulante. No corpo humano,
esse fluido é denominado sangue enquanto que nos
vegetais é genericamente denominado seiva.
a) Diferencie o sangue humano da seiva quanto à
constituição.
b) Os constituintes do sangue desempenham funções
importantes. Escolha dois desses constituintes e indique a
função de cada um.

214) (UniFor-2000) Fornecendo-se CO2 com carbono


radiativo a uma planta, os primeiros tecidos em que se
pode detectar radiatividade nas substâncias orgânicas
transportadas são os

a) pêlos absorventes.
b) aerênquimas.
Examinando as estruturas indicadas na figura 2, é correto c) vasos lactíferos.
afirmar que o inseto obtém o líquido apenas em d) vasos lenhosos.
e) vasos liberianos.
a) I.
b) III.
c) III e IV. 215) (UFSCar-2001) O desenvolvimento de um fruto
d) IV. depende das substâncias produzidas na fotossíntese, que
e) II e V. chegam até ele transportadas pelo floema. De um ramo de
pessegueiro, retirou-se um anel da casca (anel de
Malpighi), conforme mostra o esquema.

47 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


a) Fotólise
b) Respiração
c) Fotossíntese
d) Transpiração
e) Diálise

Responda.
a) O que deve acontecer com os pêssegos situados no
galho, acima do anel de Malpighi, em relação ao tamanho
das frutas e ao teor de açúcar?
b) Justifique sua resposta.

216) (Fuvest-1998) Nas grandes árvores, a seiva bruta sobe


pelos vasos lenhosos, desde as raízes até as folhas:

a) bombeada por contrações rítmicas das paredes dos


vasos.
b) apenas por capilaridade.
c) impulsionada pela pressão positiva da raiz.
d) por diferença de pressão osmótica entre as células da
raiz e as do caule.
e) sugada pelas folhas, que perdem água por transpiração.

217) (Fuvest-2000) Entre as plantas vasculares, uma


característica que pode ser usada para diferenciar grupos
é:
a) presença de xilema e de floema.
b) ocorrência de alternância de gerações.
c) dominância da geração diplóide.
d) desenvolvimento de sementes.
e) ocorrência de meiose.

218) (Fuvest-2005) Dois importantes processos


metabólicos são:
I. ciclo de Krebs, ou ciclo do ácido cítrico, no qual
moléculas orgânicas são degradadas e seus carbonos,
liberados como gás carbônico (CO2);
II. ciclo de Calvin-Benson, ou ciclo das pentoses, no
qual os carbonos do gás carbônico são incorporados em
moléculas orgânicas.
Humanos Plantas Algas Lêvedo
a) I e II I e II I e II Apenas I
b) I e II Apenas II Apenas II I e II
c) I e II I e II I e II I e II
d) Apenas I I e II I e II Apenas I
e) Apenas I Apenas II Apenas II Apenas I

219) (UEPB-2006) O processo de oxidação dos alimentos


através do qual a planta obtém energia para a manutenção
de seus processos vitais denomina-se:

48 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


GABARITO 10) Alternativa: E

1) a) A baixa porcentagem de glicose se explica pelo fato 11) Alternativa: A


de grande parte desse carboidrato ser enviada a outras
regiões da planta, ou ainda, de ser transformada em amido 12) Alternativa: A
ou celulose.
13) Alternativa: C
b) Espera-se menor porcentagem de água e maior
porcentagem de “tecidos vegetais” numa folha obtida de
uma planta de cerrado. Isso ocorre porque muitas plantas 14) Alternativa: C
de cerrado apresentam folhas coriáceas, epiderme
pluriestratificada, maior quantidade de material fibroso e, 15) Alternativa: E
portanto, menos água em termos relativos. Em todo experimento científico devem existir o grupo
experimental e o grupo controle. O grupo experimental, no
2) Alternativa: A caso, foi o que recebeu um adubo incompleto, ou seja,
sem os sais de magnésio. O grupo controle, por sua vez, foi
3) a) O experimento I revela que, por ser a planta de dia o que recebeu uma mistura completa de sais minerais,
curto, ela necessita de longos e contínuos períodos de inclusive os de magnésio.
escuridão para florir. No caso, o fotoperíodo crítico é de 14
horas de luz.
b) A interrupção do período contínuo de escuridão 16) Alternativa: B
interferiu no processo de floração. A proteína é o
17) Alternativa: E
fitocromo.

18) Alternativa: B
4) Resposta - 18
19) a) A curva 1 representa a variação na proporção da
5) a) A resposta fisiológica relacionada ás variações dos massa do embrião, enquanto a 2 corresponde à variação
períodos de claro e escuro denomina-se fotoperiodismo. de massa do endosperma. Isso porque, ao longo da
De forma geral, em condições naturais, as plantas de dia germinação, as reservas do endosperma são consumidas
curto florescem no outono/inverno, e as de dia longo, na pelo embrião, cuja massa, conseqüentemente, aumenta.
primavera/verão.
b) Na condição I, a espécie A floresce porque recebeu um b)
período de exposição á luz menor do que o seu
fotoperíodo crítico. Na condição III, a espécie B floresce
por receber um flash de luz que interrompe o período
contínuo de escuro, induzindo sua floração.

6) a) Porque a solução nutritiva contém os elementos


minerais necessários aos processos metabólicos do
vegetal.
b) Entre os elementos minerais que devem ser fornecidos
a um vegetal podemos citar:
• nitrogênio, essencial para a síntese de proteínas, ácidos
nucléicos, vitaminas, etc; Observação: A construção do gráfico do item b baseou-se
• fósforo, necessário à síntese de ácidos nucléicos e ATP; na idéia de que a germinação começa no momento em
• potássio, fundamental, entre outros fatores, para o que aparece a radícula - conceito mais comum e popular.
mecanismo de abertura e fechamento dos estômatos; No entanto, alguns tratados de fisiologia vegetal admitem
• magnésio, elemento participante da molécula de que o processo se inicia no momento em que começa a
clorofila. embebição da semente; neste caso, a configuração da
curva relativa à quantidade de água seria diferente, no
7) Alternativa: D gráfico.

8) Alternativa: B

9) Alternativa: B 20) Alternativa: B

49 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


21) Alternativa: A consumiram suas reservas de amido nos processos
metabólicos.
22) Alternativa: E b) O amido é um carboidrato do grupo dos polissacarídios.
c) O amido é estocado com freqüência nas raízes e nos
23) Alternativa: B caules. Pode haver também reserva de amido em folhas,
frutos e sementes.
24) Alternativa: E

25) Alternativa: E 36) Alternativa: E

26) Alternativa: E 37) Alternativa: A

27) Alternativa: C 38) Alternativa: D


Os liquens são associações mutualísticas entre algas e
28) Alternativa: A fungos. Os produtores são as algas que fabricam a matéria
orgânica através da fotossíntese.
29) Alternativa: C
No reino vegetal, os organismos pluricelulares haplóides
são os gametófitos, que produzem os gametas por mitoses 39) Alternativa: A
sucessivas.
40) a) Os primeiros organismos fotossintetizantes surgiram
no período A. O processo de fotossíntese liberou oxigênio,
30) que se acumulou progressivamente no ambiente,
permitindo o aparecimento dos primeiros organismos
eucariotos aeróbicos — período B. Esse oxigênio passou a
31) Alternativa: E ser utilizado para a realização da respiração aeróbica.
b) A mitocôndria foi imprescindível ao aparecimento dos
32) Alternativa: E organismos eucariotos aeróbicos. O cloroplasto foi a
organela celular necessária para o surgimento dos
33) a) A raiz é a primeira estrutura a emergir porque organismos eucariotos fotossintetizantes.
absorve a água e os nutrientes minerais essenciais ao c) A origem dessas organelas é explicada por meio da
desenvolvimento do vegetal. teoria endossimbiótica, segundo a qual elas surgiram a
b) Cotilédones são folhas embrionárias modificadas, que partir de bactérias que se associaram às primeiras células
exercem as funções seguintes: eucarióticas. Podem ser citadas como características
• liberação de enzimas digestivas que hidrolisam as comuns tanto a bactérias como a essas organelas a
reservas do endosperma, tornando-as utilizáveis pelo presença de uma molécula de DNA circular e de
embrião; ribossomos.
• absorção e transferência, para o embrião, dos nutrientes
resultantes da digestão;
• armazenamento das reservas alimentares, em algumas 41) Alternativa: A
dicotiledôneas, como o feijão.
42) Respostas: V – V – F – F – V – F.

34) Alternativa: C Comentário:a questão aborda alguns temas relacionados


O material orgânico que compõe uma planta é produzido a ao reino Plantae (reprodução, morfologia, fisiologia etc.).
partir de substâncias inorgânicas retiradas do solo (água e No item A são apresentadas seis assertivas, das quais
minerais) e do ar (CO2 ). O processo básico para esta apenas 1, 2 e 5 são verdadeiras. Para tornar as demais (3, 4
produção é a fotossíntese. e 6) verdadeiras, o candidato deveria reescrevê-las com as
seguintes alterações:
Assertiva nº 3 - Na estrutura reprodutiva das
35) a) A região quadrada, que ficou exposta à luz, adquiriu angiospermas, a oosfera corresponde, embriologicamente,
coloração azul-violeta, o que não ocorreu no restante da ao óvulo dos mamíferos.
folha. Nesta área iluminada, ocorreu fotossíntese, com Assertiva nº 4 - Parênquimas são tecidos vegetais
produção de glicose, posteriormente armazenada sob a formados por células vivas cujas principais funções na
forma de amido, que reagiu com a solução de iodo. Na planta são preenchimento, armazenamento (ou reserva) e
parte coberta da folha, não houve fotossíntese, e as células assimilação.

50 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


Assertiva nº 6 – Uma baixa concentração de auxina na 6CO2 + 6H2O→C6H12O6 + 6O2
folha causa a síntese de etileno, o que leva à formação da Dessa forma:
camada de abscisão e à queda dessa folha.
produzem
6molCO2 1 mol C6H12O6
43) A água do solo, absorvida pelas raízes, é conduzida 6.44 g 180 g
pelos vasos do xilema até a copa. O principal fenômeno
mco2
responsável pela ascensão da seiva bruta é a “sucção” da = 900 g
copa, promovida por dois fatores: a transpiração e a 6.44 g.900 g
fotossíntese, processos em que a água é, respectivamente,
evaporada e consumida. A subida de uma coluna m co 2 = 180 g
ininterrupta de água depende da coesão entre suas
moléculas. m co 2 = 1320g
_____________
1 mol C6H12O6 6 mol O2
44) Alternativa: A 180 g 6.25 L
900 g = VO2
45) A membrana nuclear e a mitocôndria possuem duas
membranas. O lisossomo e o peroxissomo possuem uma 900 g.6.25L
membrana cada, e os ribossomos não possuem
VO = 180 g
membrana. Desta forma, os valores corretos do item A 2

seriam: a.1. = 4, a.2. = 2 e a.3. = zero (não teria membrana VO2 = 750g
para atravessar). Na respiração aeróbica, o oxigênio é o
último aceptor da cadeia transportadora de elétrons. Essa As queimadas, devido à combustão da matéria vegetal,
cadeia ocorre nas membranas internas das mitocôndrias e liberam grandes quantidades de gás carbônico para a
é necessária para a formação do ATP. Na fase clara da atmosfera. O desmatamento, por sua vez, elimina um
fotossíntese, o O2 é liberado na fotólise da água (H2O), grande número de organismos clorofilados que utilizariam
reação que ocorre nas membranas dos tilacóides dos o CO2 na fotossíntese, levando a um aumento na taxa
cloroplastos. Portanto, os processos seriam: respiração desse gás na atmosfera.
aeróbica, fotossíntese e oxidação de substâncias orgânicas
(item B). • Nas pirâmides de energia, a área de cada “degrau”
A questão está dividida em dois itens. O item A vale seis representa a quantidade de energia presente no nível
pontos, sendo dois para cada subitem. O item B vale trófico considerado. O fato de esses degraus serem
quatro pontos, sendo dois pontos para cada subitem. sucessivamente menores indica que nem toda a energia
disponível é transferida para o nível seguinte. Isso porque
parte dela é consumida pelos organismos daquele nível -
46) Alternativa: E por exemplo, na respiração celular - para se manterem
vivos. Os consumidores primários, portanto, dispõem
47) A ocorrência universal da clorofila a entre os apenas de uma parcela da energia total presente nos
fotoautótrofos está associada ao fato de que somente ela produtores.
pode participar diretamente das reações luminosas, que A equação que representa a transformação de glicose
convertem energia da luz solar em energia química, (C6H12O6) em carvão (C) é:
compondo os centros de reação dos fotossistemas. Outros C6H12O6 → 6C + 6H2O
pigmentos podem captar fótons e transferir energia para a O  H dessa reação pode ser calculado aplicando-se a Lei
clorofila a que então inicia a série de reações luminosas. A de Hess:
ocorrência de tais pigmentos - acessórios - em um mesmo C6H12O6 + 6O2 → 6CO2 + 6H2O  H = -2800kJ
organismo amplia sua capacidade de absorção da energia
luminosa, habilitando-o a absorver faixas do espectro de 6CO2 → 6C + 6O2  H = +2340kJ
radiação não captadas pela clorofila a. C6H12O6 → 6C + 6H2O  H = -460kJ

48) O processo envolvido na conversão de energia


luminosa em energia química é denominado fotossíntese.
A equação da reação química global que o representa é
6CO2 + 6H2O →C6H12O6 + 6O2.
A organela citoplasmática em que tal processo ocorre é o
cloroplasto.
A determinação da massa de CO2 consumida e do volume
de O2 produzido pode ser realizada por:

51 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


54) A restituição do carbono para a atmosfera no ciclo
biogeoquímico, sob a forma de gás carbônico (CO2), ocorre
de duas maneiras principais:
a) como subproduto da respiração ou fermentação dos
organismos vivos;
b) como resultado dos processos de queima de
combustíveis orgânicos, fósseis ou não fósseis.
Os átomos de carbono do metano não podem ser
reintegrados diretamente na biomassa, já que não existe
processo biológico em que esse gás seja utilizado. A
reintegração do carbono se faz, normalmente, por meio do
processo fotossintético, que utiliza o CO2 do ambiente.
Na lenha, o carbono é encontrado na forma de compostos,
principalmente celulose. A transformação de celulose em
55) Alternativa: C
carvão é um processo endotérmico, portanto a queima
(combustão) do carvão liberará mais energia.
56) Alternativa: E
Observação: Considerando a unidade fornecida para
“capacidade calorífica” (kJ/kg), e não kJ K-1, assumimos
57) a) A curva a corresponde à variação da taxa de
que os dados fornecidos correspondem ao “poder
fotossíntese das árvores de ambientes sombreados. Isso
calorífico”.
porque o ponto de compensação luminoso dessas plantas
é atingido em menor intensidade luminosa do que o da
49) Alternativa: B
espécie da curva b.
50) A ausência de clorofila na planta albina impede que ela
b) Quando as plantas atingem seu ponto de compensação
realize a fotossíntese, processo pelo qual ela obtêm seu
fótico (PCF), sua taxa de fotossíntese é exatamente igual à
alimento orgânico. A melanina, por sua vez, não está
taxa de respiração. Isso se justifica pelo fato de não haver,
relacionada com a nutrição de animais, que são
nesse ponto, liberação ou absorção de gás carbônico do
heterótrofos. A ausência deste pigmento não interfere,
ambiente, como se pode verificar no gráfico. No ponto de
portanto, na sua viabilidade.
saturação luminosa (PSL), as plantas atingem a taxa
máxima de fotossíntese. Nesse caso, outros fatores, que
51) As árvores da mata não podem ser consideradas
não a luz (como a água e o gás carbônico), passam a limitar
análogas aos pulmões de um vertebrado. Isso porque os
o processo.
pulmões retiram oxigênio do ar, devolvendo a ele gás
carbônico; as árvores, por sua vez, como resultado de sua
atividade ao longo do dia inteiro (fotossíntese e
58) Alternativa: B
respiração), liberam oxigênio e consomem gás carbônico.
A afirmação de que as árvores da floresta amazônica são
59) a) Nas faixas II e III, em que há absorção de CO2 por
produtoras da maior parte do oxigênio que respiramos não
parte da planta, ocorre, por meio da fotossíntese, um
é correta. Isso se deve ao fato de a floresta ser um bioma
aumento da quantidade de matéria orgânica, como a
no estágio clímax, em que o total de oxigênio produzido
glicose, por exemplo.
pelas plantas é consumido pela própria comunidade, não
b) A planta absorve oxigênio do ambiente na faixa I. Isso
havendo um superávit a ser lançado na atmosfera. Na
porque a planta, nesta faixa, está liberando gás carbônico,
verdade, o fitoplâncton é o grande responsável pela maior
o que indica que sua taxa respiratória é maior do que sua
parte de oxigênio disponível na atmosfera.
taxa de fotossíntese.
52) a) A “fertilização” da superfície oceânica favoreceria o
aumento do fitoplâncton, que, por meio da fotossíntese,
60) O intermediário é o 3-fosfoglicerato.
seqüestraria mais gás carbônico, amenizando assim os
É a única substância que deixa de ser degradada,
efeitos desse gás no aquecimento global.
aumentando de concentração enquanto houver ribulose
b) O aumento do fitoplâncton (produtores) beneficia todos
1,5-bifosfato.
os elos subseqüentes da teia alimentar, resultando
também em aumento na quantidade de peixes.
61) a) A planta do gráfico A provavelmente está presente
53) Alternativa: D
num bioma de clima temperado, como, por exemplo, uma
floresta decídua temperada. A do gráfico B é seguramente

52 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


de um bioma de clima quente, por exemplo, uma floresta
tropical. A do gráfico C é uma planta de deserto.
b) As folhas da planta representada no gráfico C devem ser 70) Alternativa: B
pequenas, de cutícula espessa e com estômatos
localizados em criptas. 71) Alternativa: B
Comentário: Questão certamente inadequada para a
avaliação de um aluno do Ensino Médio, pela dificuldade 72) Alternativa: B
de interpretação dos gráficos propostos, que se referem ao
comportamento particular de três espécies de plantas, 73) Alternativa: E
exemplo muito específico retirado de um item sobre
aclimatação do livro Economia da Natureza. Temos a 74) Além dos sais minerais e da água (extra e intracelular),
lamentar a falta de “calibragem” da questão, mais a planta utiliza, por meio da fotossíntese, gás carbônico e
adequada a ecólogos com algum grau de treino nessa água para a síntese de moléculas orgânicas.
ciência.

75) Alternativa: A
62) Alternativa: A
76) Alternativa: B
63) Alternativa: C
77) Alternativa: C
64) a) A diferença dos níveis indica que a planta A teve um
índice de transpiração maior que o da planta B. 78) a) Ocorreu fotossíntese apenas nas plantas dos
b) A presença da vaselina afetou o funcionamento dos recipientes A e B; o processo da respiração ocorreu em
estômatos da epiderme das folhas. todos os três recipientes.
c) Através dos estômatos ocorrem as trocas gasosas da b) A solução de vermelho de cresol deverá mudar de cor
planta. É através deles que a planta absorve CO2 para a nos recipientes A e C. No recipiente A, a planta estava
realização da fotossíntese. acima de seu ponto de compensação fótico, realizando a
fotossíntese com maior intensidade do que a respiração.
Nesse caso, a concentração de CO2 no interior do
65) Alternativa: E recipiente diminuiu. No recipiente C, ocorreu apenas a
respiração, com o conseqüente aumento no teor de gás
66) Alternativa: B carbônico em seu interior. No recipiente B, a planta está
em seu ponto de compensação e, portanto, não se altera a
67) a) As plantas retiram o gás carbônico atmosférico pela concentração de gases (O2 e CO2) ao seu redor.
fotossíntese. As plantas desapareceriam se todo o CO2
fosse retirado da atmosfera, porque o CO2, através do
processo da fotossíntese, é transformado em moléculas 79) Alternativa: D
orgânicas (açúcar ou glicose) e O2. Conseqüentemente, as
plantas não poderiam se desenvolver. 80) Resposta:
Não há fluorescência porque os elétrons excitados são
b) Os processos biológicos responsáveis pelo retorno do transferidos para a cadeia de transportadores de elétrons,
CO2 à atmosfera são a respiração celular de plantas e não retornando diretamente para a clorofila.
animais, e a decomposição orgânica. Esses processos
clivam matéria orgânica, originando CO2.
81) Alternativa: D

68) Alternativa: C 82) Alternativa: B

69) A planta B, por estar submetida a um regime de 83) Alternativa: E


restrição hídrica, apresenta seus estômatos fechados para
evitar a transpiração estomática e a conseqüente perda 84) Alternativa: A
d’água. Com isso, a absorção de CO2 fica reduzida e se
acumula na câmara 2. 85) Alternativa: D
A planta A não possui restrições hídricas, nem problemas
de perda d’água pela transpiração. Mantém seus 86) Alternativa: E
estômatos abertos e absorve o CO2 , utilizado no processo
fotossintético, ocasionando a sua diminuição na câmara 1. 87) Alternativa: E

53 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


O estrume, como um adubo, contém nutrientes minerais, b) A fotossíntese é um fenômeno influenciado por vários
que são absorvidos pela raiz do vegetal e utilizados em fatores, entre eles: luz, CO2, temperatura, água, nutrientes
seus processos metabólicos, contribuindo para o seu minerais, concentração de clorofila, enzimas, entre outros.
crescimento, podendo inclusive, participar do processo Todos esses fatores agem independentemente um do
fotossintético. outro, de tal modo que o aumento na concentração de um
fator não significa necessariamente o aumento na taxa
88) Alternativa: D fotossintética.

89) Alternativa: D
98) Alternativa: C

99) Alternativa: C

100) Resposta:
a) A conclusão a que se pode chegar a partir do
experimento é que a floração é determinada pelo período
90)
contínuo de escuro a que a planta é submetida.
b) O pigmento é o fitocromo.
91) Alternativa: D
c) O fitocromo também está relacionado à queda de folhas
(abscisão).
92) a) O principal fator é a queima de combustíveis fósseis.
Entre as medidas práticas que poderiam contribuir para
diminuir a emissão de CO2, em relação à atividade
industrial, podemos citar:
101) Alternativa: C
• diminuição das perdas energéticas;
• reaproveitamento da energia liberada na forma de calor;
102) Alternativa: B
• utilização de outras fontes de energia, como a energia
hidrelétrica, a nuclear, etc.
103) Alternativa: C
b) O processo biológico que possibilita o seqüestro de
carbono da atmosfera é a fotossíntese. Para que esse
104) A figura B representa a célula vegetal. As estruturas
seqüestro ocorra, pode-se estimular o plantio de árvores
celulares que permitem ao estudante identificá-las
(reflorestamento).
corretamente são: cloroplastos, vacúolos e parede celular.
A estrutura que permite utilizar a luz na produção da
matéria orgânica, por meio da fotossíntese, é o
93) Alternativa: B
cloroplasto.
94) Alternativa: C
105) Alternativa: E
95) Alternativa: B
106) Com o aumento da profundidade diminui a
96) Alternativa: C
intensidade luminosa e, conseqüentemente, a taxa de
A energia gerada em usinas hidrelétricas não depende do
fotossíntese. Isso implica em menos organismos
processo fotossintético. O gás combustível, que pode tanto
produtores e consumidores, o que justifica a diminuição da
provir de biodigestores como de material fóssil, está
biomassa com a profundidade.
relacionado, indiretamente, à utilização de energia solar na
fotossíntese. No caso da tração animal, a energia utilizada
provém do alimento consumido, que, por sua vez, provém
de matéria orgânica produzida pelas plantas. O álcool
107) Alternativa: D
combustível é obtido por fermentação de carboidratos
presentes na cana-de-açúcar, produzidos por fotossíntese.
108) Alternativa: C

109) Alternativa: A
97) a) O texto mostra imprecisão quando diz que “quanto
mais verde uma planta, mais capacidade ela tem de
110) Alternativa: B
absorver o vilão do efeito estufa, o gás carbônico”, porque
o fenômeno da fotossíntese não depende apenas da
111) Alternativa: D
concentração de clorofila que a planta possui.

54 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


112) a) O experimento I revela que, por ser a planta de dia
curto, ela necessita de longos e contínuos períodos de 123) Alternativa: A
escuridão para florir. No caso, o fotoperíodo crítico é de 14
horas de luz. 124) Alternativa: A
b) A interrupção do período contínuo de escuridão
interferiu no processo de floração. A proteína é o 125) Alternativa: B
fitocromo.
126) Alternativa: B

113) Alternativa: B 127) Alternativa: C

114) Alternativa: C 128) Alternativa: A


O aumento da concentração de CO2 e o aumento da
intensidade luminosa elevam a taxa fotossintética até um 129) Alternativa: B
limite máximo, a partir do qual o processo se estabiliza, A energia solar é convertida em energia química pelas
mesmo que a intensidade de luz continue em elevação. O plantas, através das reações fotossintéticas e transmitida
mesmo não se pode dizer da concentração do CO2, porque aos próximos níveis tróficos contida na matéria orgânica.
após um certo valor o CO2 passa a ser tóxico e a taxa
fotossintética entra em declínio.

130) Os outros reinos são: Monera (que inclui as


bactérias), Protista (protozoários e algas) e Fungi (fungos).
115) Alternativa: E
O declínio da concentração do CO2 na atmosfera ocorreu
com o aparecimento dos seres fotossintetizantes. 131) Alternativa: B

116) Alternativa: E 132) Alternativa: C


O ponto de compensação fótico de certo vegetal é a
intensidade luminosa na qual a fotossíntese e a respiração 133) Alternativa: A
têm velocidades iguais. Nessa situação, não há trocas com
o meio, já que os produtos de cada processo são matéria- 134) Alternativa: A
prima do outro. Plantas heliófilas, ou “de sol”, têm maiores
necessidades de luz, por terem, geralmente, menor 135) a) Pretendia investigar a origem do oxigênio liberado
concentração de clorofila. no processo fotossintético.
b) No experimento II. Deveria chegar à conclusão de que o
oxigênio liberado pela planta provém da “quebra” da
117) Alternativa: B molécula de água.

118) Alternativa: D 136) Alternativa: E

119) Alternativa: C 137) Alternativa: E

120) Alternativa: C 138) Alternativa: C

121) a) Ponto de compensação fótico é quando a taxa de 139) Alternativa: D


fotossíntese iguala-se a taxa de respiração, ou seja, todo A folha do tubo I diminuiu a concentração de CO2 no
oxigênio produzido na fotossíntese é consumido na interior do tubo, o que indica que estava acima do seu
respiração. Isso também ocorre com o gás carbônico, ponto de compensação fótico (sua fotossíntese foi mais
porém ao contrário. Portanto podemos concluir que intensa que a respiração). A do tubo II estava no ponto de
nenhum gás será liberado nessa situação descrita pela compensação fótico (fotossíntese e respiração
questão deixando o marcador fora da região de medição. equivalentes), o que é evidenciado pelo fato de que a
concentração de CO2 no tubo se manteve inalterada. No
b) Ao aproximarmos a luz do tubo com a planta, esta tubo III, a concentração de CO2 duplicou, mostrando que a
aumentará a taxa de fotossíntese promovendo a liberação respiração foi mais intensa do que a fotossíntese; assim,
do gás oxigênio. nesse tubo a folha estava abaixo do seu ponto de
compensação.
122) Alternativa: E

55 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


c) Sim, pois no ponto r a intensidade de luz que recebe
140) a) Gráfico permite a produção de mais matéria orgânica, por
fotossíntese, do que consome na respiração. A planta está
acima de seu ponto de compensação fótico.

150) Alternativa: B

151) Resposta: 36
Alternativas Corretas: 04 e 32

152) Alternativa: E
As gemas apicais produzem o hormônio AIA (ácido
indolilacético), que, em concentração elevada, inibe as
gemas laterais, fenômeno conhecido como dominância
apical. A remoção dos ápices caulinares (poda) elimina a
dominância apical e estimula as gemas laterais a
produzirem ramos.
b) A posição provável do ponto de compensação fótico
está ao redor de 6 unidades de intensidade luminosa, e foi
obtido pela projeção do gráfico até o eixo da intensidade 153) Alternativa: C
luminosa. Neste ponto, não há armazenamento de
carboidratos, pois toda a produção é metabolizada. 154) Alternativa: D

155) Alternativa: B
141) Alternativa: C
156) a) A parte da flor que se desenvolve em fruto é o
142) Alternativa: C ovário.
b) Na ausência da polinização e com a aplicação de
143) Alternativa: A hormônios, o ovário se desenvolve sem sementes, gerando
um fruto partenocárpico. Havendo polinização, o fruto terá
144) Alternativa: A sementes originadas de óvulos fecundados.

145) Alternativa: D
157) a) O hormônio é aplicado antes da fecundação,
146) Resposta acelerando o desenvolvimento do ovário floral, que se
a) O camundongo morria por ter esgotado, pela sua transforma em fruto antes da formação de sementes.
respiração, o oxigênio existente na atmosfera do b) Ácido abscísico.
recipiente de vidro. Inibe o transporte ativo de K+, acarretando uma diminuição
b) Os processos são a fotossíntese e a respiração. da turgescência das células-guarda e o conseqüente
c) Mitocôndria: respiração celular aeróbia. cloroplasto: fechamento dos estômatos.
fotossíntese.

158) Alternativa: A
147) Alternativa: B
159) É possível associar a floração de todas as plantas à
148) Alternativa: B circulação, através dos enxertos, de uma substância com
A maior parte da massa de matéria orgânica de uma as características de hormônio (fitornmônios), produzida
árvore provém do gás carbônico do ar, absorvido no pela folha submetida a curtos períodos de exposição solar.
processo fotossintético.

160) Alternativa: A
149) Resposta:
a) O ponto de compensação fótico se situa no valor N que 161) Alternativa: A
a quantidade de oxigênio que sai pela fotossíntese é
absorvido pela planta pela respiração 162) Alternativa: B
b) A planta gasta suas reservas no intervalo entre l e n.

56 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


163) Resposta: no xilema devido à coesão das moléculas de água (teoria
a) No canavial, a aplicação do herbicida eliminaria apenas a da coesão-tensão de Dixon), o que provoca a absorção de
erva daninha. Na plantação de tomates, seriam eliminadas mais água pela raiz para repor a água perdida.
as ervas daninhas e os pés de tomate. Isso ocorre porque o b) A água penetra na raiz através dos pêlos absorventes
herbicida atua somente em dicotiledôneas, como é o caso presentes na epiderme, atravessam a células do córtex
da "striga" (de folhas largas e nervuras reticuladas) e do (parênquima e endoderme, por onde, obrigatoriamente,
tomateiro, não tendo efeito sobre monocotiledôneas passa pela membrana plasmática), passam pelo periciclo e
(milho, arroz e cana). chegam ao xilema. A água ao ser transportada pode
b) A auxina natural mais conhecida é o AIA (ácido indol- atravessar as paredes e os espaços intercelulares
acético). Dentre as suas funções na planta, poderia ser (apoplasto) ou a membrana plasmática (simplasto).
citada qualquer uma das seguintes:
• controle do crescimento vegetal; 175) A arborização urbana deve ser uma prioridade de
• inibição das gemas laterais (dominância apical); qualquer administração pública, principalmente em
• atuação no processo de abscisão foliar; cidades de grande insolação, como é o caso de Fortaleza. O
• desenvolvimento de frutos; conforto térmico, a proteção contra o câncer de pele, a
• formação de raízes adventícias. preservação da fauna e da flora regionais, enfim, a
biodiversidade em geral, são questões que têm um apelo
sócio-ambiental cada vez maior. Para que o processo de
164) Alternativa: B transpiração foliar ocorra, calor (energia) tem que ser
retirado do ambiente para a água passar do estado líquido
165) Alternativa: B para o de vapor. Por conseguinte, a temperatura diminui
sob a copa, quando comparada à temperatura sob uma
166) Alternativa: C coberta qualquer, próxima a essa planta. A absorção da
A concentração de 10-4g/litro de AIA, por exemplo, ao radiação solar pelas folhas também contribui para a
mesmo tempo que inibe a raiz, estimula o crescimento do diminuição da temperatura sob a copa (item A). As podas
caule. de condução/formação são feitas cortando-se os ápices
caulinares, inibindo-se, assim, o fenômeno da dominância
apical, que ocorre como conseqüência da produção de
167) Alternativa: A auxina por esses ápices (item B). Quando se podam galhos
muito grossos, o lenho (xilema), constituído de células
168) Alternativa: D mortas, fica totalmente exposto, sendo o alvo preferencial
dos cupins, o que pode comprometer a sustentação de
169) Alternativa: E toda a planta. Esse tecido tem a função de transportar
A queda das folhas em plantas de região temperada é água e sais minerais da raiz para toda a parte aérea da
desencadeada pela diminuição do teor do hormônio planta. O felogênio (ou câmbio da casca) é o principal
auxina, que desencadeia a síntese do etileno, substância tecido envolvido na regeneração da casca do galho que foi
gasosa de ação hormonal. cortado, embora o câmbio vascular também participe
desse processo (item C). A priorização do plantio de
espécies nativas se justifica pela importância que essas
170) Alternativa: B plantas têm na alimentação da fauna local.
Além disso, a nidificação e o abrigo para esses animais
171) Resposta: devem ser levados em conta (item D). Quando as plantas
a) Deverá ocorrer o aumento do número de ramos laterais estão num local afastado dos passeios e calçadas, a
nas árvores. varrição deve ser evitada, pois restos de material vegetal
b) A região apical produz o AIA, uma auxina que entre são importantes fontes de nutrição para a própria planta,
outras funções inibe as gemas laterais. A remoção das por meio da reciclagem (degradação) desses materiais
gemas apicais induz o desenvolvimento das laterais que pelos microorganismos do solo, como os fungos e as
aumenta a quantidade de ramos. Isto é denominado bactérias (item E).
dominância apical.
A questão está dividida em cinco itens. O item A vale um
172) Alternativa: A ponto; o item B vale três pontos, sendo um ponto para
cada subitem; o item C vale três pontos, sendo um para
173) Alternativa: C cada subitem; o item D vale um ponto; e o item E vale dois
pontos, sendo um para cada subitem.
174) a) A transpiração provoca evaporação de água das
células da folha, resultando numa tensão na água presente
176) Alternativa: E

57 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


b) O CO2 absorvido nos estômatos é utilizado na
177) Alternativa: A fotossíntese. São denominados seres autótrofos por serem
produtores de matéria orgânica sendo então a base das
178) Alternativa: A cadeias alimentares

179) Alternativa: A 191) Alternativa: A

180) Alternativa: B 192) Alternativa: E


A questão compreende a biologia das plantas, enfocando
181) a) A planta 1 foi a que recebeu irrigação permanente. suas características funcionais no processo de absorção de
Embora os estômatos tenham permanecido abertos água do meio externo. Existem ocasiões em que os
durante todo o período diurno, a intensidade da vegetais, mesmo possuindo muita água ao seu redor, não
transpiração variou em função da temperatura. podem absorvê-la. Este fenômeno é denominado seca
b) Os estômatos, no caso da planta que sofreu restrição fisiológica e pode ocorrer nas seguintes condições:
hídrica, se fecharam por volta das 10 horas, abrindo-se - o meio externo é mais concentrado (hipertônico) do que
novamente ao redor das 15 horas. Por volta das 10 horas, o meio interno. Isto ocorre por excesso de adubo ou em
a perda hídrica sem reposição levou a planta a fechar seus ambientes altamente salinos;
estômatos, economizando água. A queda da temperatura, - em temperaturas muito baixas;
a partir das 15 horas, favoreceu a reabertura parcial dos - em locais onde o excesso de água expulsa o Oxigênio do
estômatos. solo;
- na presença de substâncias tóxicas no solo.

182) Resposta: O ecossistema B. Uma menor SF diminui a 193) Alternativa: B


perda de água por evaporação/transpiração, condição
importante para a sobrevivência da planta em um 194) Resposta:
ambiente onde há pouca disponibilidade de água. a) A abertura e o fechamento dos estômatos dependem
diretamente do grau de turgor das células estomáticas.
Quanto maior o turgor, maior a abertura dos estômatos;
183) Alternativa: B turgor menor significa abertura menor.
Em ausência de água no solo, os estômatos ficam b) Os estômatos abertos durante o dia favorecem a
fechados. O mesmo ocorre em ausência de luz. ocorrência das trocas gasosas necessárias à realização da
fotossíntese (absorção de gás carbônico). Ao mesmo
tempo, facilitam o deslocamento da seiva bruta no interior
184) Hemisfério norte. As maiores taxas de respiração dos vasos lenhosos, devido à sucção exercida pelas folhas
ocorrem com temperaturas mais elevadas, que ocorrem em transpiração. À noite, a ausência de luz torna a
no verão. O verão no hemisfério norte ocorre entre julho e absorção de gás carbônico desnecessária, e o fechamento
setembro. estomático diminui a ocorrência de transpiração.

185) Alternativa: A
195) Alternativa: B
186) Durante o dia, a temperatura na face superior da
folha é mais alta do que na face inferior, o que implicaria 196) Alternativa: B
numa grande perda de água. O maior número de
estômatos na face inferior evita essa evaporação 197) a) As estruturas que permitem ocorrer a transpiração
excessiva, sem comprometer a absorção de CO2. da folha são os estômatos e a cutícula. A água penetra na
raiz, principalmente, através dos pêlos absorventes.
b) Entre os mecanismos que evitam a transpiração da
187) Alternativa: A planta, poderiam ser citados dois dos seguintes:
• fechamento dos estômatos;
188) Alternativa: B • cutícula cerosa espessa;
• caducifolia (queda de folhas);
189) Alternativa: A • folhas transformadas em espinhos;
• estômatos localizados em depressões;
190) a) Estrutura I estômato • estômatos localizados, preferencialmente, na epiderme
Tecido II parênquima clorofiliano. inferior;
• epiderme pluriestratificada;
• pêlos refletores de luz.

58 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br


c) Os mecanismos de economia de água evitam a morte da (hemácias), leucócitos (glóbulos brancos) e trombócitos
planta por desidratação excessiva. (plaquetas).
A porção intersticial do tecido conjuntivo sangüíneo
apresenta água, proteínas, hormônios, gases dissolvidos,
excretas e nutrientes (glicose, aminoácidos, vitaminas
198) a) A menor absorção de água pela árvore ocorre no etc.).
período A. A seiva vegetal é simplesmente uma solução de nutrientes:
b) A abertura máxima dos estômatos ocorre no período C. minerais (seiva bruta) ou orgânicos
c) Em elevadas concentrações de CO2, os estômatos se (seiva elaborada), que possuem, principalmente, açúcares.
fecham. Inversamente, quando a taxa de CO2 é baixa, eles b) As hemácias transportam gases respiratórios,
se abrem. principalmente o oxigênio.
d) Os estômatos, de modo geral, abrem-se em presença de Os leucócitos atuam na defesa do organismo, formando
luz, fechando-se em sua ausência. anticorpos e realizando a fagocitose.
As plaquetas agem na coagulação sangüínea.

199) Resposta: 12
01-F 214) Alternativa: E
02-F
04-V 215) a) Os pêssegos ficarão maiores e mais doces.
08-V b) A retirada do anel interrompe o fluxo de seiva elaborada
16-F do ramo para o resto da planta. Isso faz
com que o açúcar se acumule nos frutos localizados acima
200) Alternativa: A do anel.

201) Alternativa: A
216) Alternativa: E
202) Alternativa: E
217) Alternativa: D
203) Alternativa: A Entre as plantas vasculares, uma característica que pode
ser usada para diferenciar grupos é o desenvolvimento de
204) Alternativa: A sementes. Pteridófitas são plantas vasculares sem
sementes; gimnospermas possuem sementes sem frutos e
205) Alternativa: E angiospermas produzem sementes e frutos.

206) Alternativa: A
218) Alternativa: D
207) Alternativa: C O ciclo de Krebs é parte da respiração celular e ocorre em
todos os organismos capazes de realizar esse processo (no
208) Alternativa: C caso, humanos, plantas, algas e lêvedos). Já o ciclo de
Calvin-Benson, uma das fases do processo fotossintético -
209) a) O cipó-chumbo retira nutrientes orgânicos de suas em que o carbono é fixado em moléculas orgânicas -, é
hospedeiras. Isso porque a ausência de clorofila impede característico de autótrofos clorofilados (no caso, algas e
que ele realize fotossíntese. plantas).
b) O cipó-chumbo invade o floema, que é o tecido
condutor de seiva elaborada ou orgânica. A erva-de-
passarinho atinge o xilema, tecido condutor de seiva bruta 219) Alternativa: B
ou inorgânica.

210) Alternativa: B

211) Alternativa: C

212) Alternativa: A

213) a) O sangue humano é um tecido conjuntivo que


apresenta uma parte figurada, contendo eritrócitos

59 | Projeto Medicina – www.projetomedicina.com.br