Você está na página 1de 5

CURSO PROFISSIONAL RES

Componente de Formação Sociocultural Ano letivo 2019/2020


Teste de Português Módulos 8

Nome do aluno: Classificação:


Data: Professor: Duração: 100min
- Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta.
- Não é permitido o uso de corretor.
- Escreva de forma legível. As respostas ilegíveis ou que não possam ser identificadas são classificadas com zero
pontos.

GRUPO I – 50 pontos
Lê atentamente o seguinte texto.

Sente falta de amor?

Talvez a falta de Amor seja mesmo a “peste” do século XXI! Será que estamos também
“programados” para suprir a falta de Amor que sentimos?

Porque é que muitas pessoas continuam a pensar que sentir falta de Amor é normal e aceitam ser
5
pouco amadas ou mesmo muito mal-amadas, com receio e medo de perder o que muitas vezes só
existe mesmo na sua imaginação?
Porque existem crenças e mitos completamente obsoletos, entre os quais o de que sentir amor
próprio é vaidade e de que não existe uma bela história de Amor sem muito sofrimento! Tudo mentiras!
10 O que está a acontecer com o Amor que geneticamente viemos programados para sentir por nós
mesmos e pelos outros, e que muitos dizem sentir por nós, mas que na “prática” é zero?
Será que esta sociedade de consumo está a “consumir” e a “perverter” o conceito de Amor, ou nos
está a querer tentar impingir um “Amor falsificado” por nós mesmos e pelos outros?
Pela minha experiência acompanhando casais, o modelo “Vale quase tudo!” tende a predominar.
15 Agressões verbais, físicas e constante desrespeito apresentam tendência acentuada para serem
relativizados e não interpretados como situações graves, inaceitáveis e reveladoras de uma total falta
de Amor.
A idealização do que é uma relação de Amor, as dificuldades em ter uma relação de compromisso
pensando que irá encontrar um “pacote melhor”, de se amar a si próprio frente a todas as exigências
20 que lhe são diferidas (ou que se auto impõe), o sentimento crónico de não se sentir amado pelo
companheiro e familiares e, ainda assim, não o dizer com todas as consequências daí advenientes… a
sensação que muitas pessoas transmitem de que vivem numa espécie de “selva dos afetos” na qual
tentam sobreviver… ainda não é generalizável, mas creio que para lá caminha!
A falta de Amor paira…
25
Será que um destes dias vamos ao supermercado e encontramos a prateleira do Amor enlatado,
chegamos a casa e comemos as referidas latas olhando para a televisão, Facebook, Instagram, SMS e
WhatsApp, tudo ao mesmo tempo?

Margarida Vieitez, in Visão online – http://visao.sapo.pt/opiniao/bolsa-de-especialistas/2018-09-30-


Sente-falta-de-Amor (acedido em 16/01/2019, com supressões).

Página 1 de 5
CURSO PROFISSIONAL RES
1. Segundo a autora do texto, há convicções completamente retrógradas, como
(A) pensar-se que só se deve amar o próximo.
(B) achar que sentir Amor próprio é vaidade.
(C) ver as histórias de Amor sempre bem sucedidas.
(D) considerar-se que só existem histórias de Amor.

2. A autora põe a hipótese de a sociedade consumista estar a


(A) incutir a necessidade de se valorizar o Amor.
(B) tornar-nos cada vez mais exigentes em relação ao Amor.
(C) exigir cada vez mais de nós em relação aos sentimentos.
(D) deturpar o conceito de Amor e a valorizar um Amor falso.

3. A falta de Amor manifesta-se quando


(A) há desrespeito, agressões verbais e físicas.
(B) se supervalorizam alguns comportamentos.
(C) se considera que o Amor é para a vida toda.
(D) se valoriza excessivamente os compromissos.

4. Na frase “Será que esta sociedade de consumo está a ‘consumir’ e a ‘perverter’ o conceito de Amor, ou nos
está a querer tentar impingir um ‘Amor falsificado’ por nós mesmos e pelos outros?” (ll. 12-14) , a
conjunção “ou” tem valor
(A) disjuntivo ou de alternância.
(B) explicativo.
(C) aditivo.
(D) conclusivo.

5. A oração “que lhe são diferidas” (l. 21) classifica-se como subordinada
(A) substantiva relativa.
(B) adjetiva relativa restritiva.
(C) adverbial consecutiva.
(D) substantiva completiva.

Página 2 de 5
CURSO PROFISSIONAL RES
GRUPO II (70 pontos)

Lê atentamente o seguinte texto.

HORIZONTE

Ó mar anterior a nós, teus medos


Tinham coral e praias e arvoredos.
Desvendadas a noite e a cerração,
As tormentas passadas o mistério,
Abria em flor o Longe, e o Sul sidéreo
‘Splendia sobre as naus da iniciação.

Linha severa da longínqua costa —


Quando a nau se aproxima ergue-se a encosta
Em árvores onde o Longe nada tinha;
Mais perto, abre-se a terra em sons e cores;
E, no desembarcar, há aves, flores,
Onde era só, de longe a abstrata linha.

O sonho é ver as formas invisíveis


Da distância imprecisa, e, com sensíveis
Movimentos da esp’rança e da vontade,
Buscar na linha fria do horizonte
A árvore, a praia, a flor, a ave, a fonte —
Os beijos merecidos da Verdade.

Fernando Pessoa, Mensagem e Outros Poemas


sobre Portugal, Lisboa: Assírio & Alvim, 2016, p.
87.

Apresenta, de forma clara e bem estruturada, as tuas respostas aos itens que se seguem.

Página 3 de 5
CURSO PROFISSIONAL RES

1. Integre este poema na estrutura formal da Mensagem e justifique a sua resposta.

2. Resuma o assunto do texto.

3. Indique o sentido da apóstrofe inicial do poema.

4. Explicite a oposição presente na primeira estrofe.

5. Interprete o valor expressivo e simbólico do título “Horizonte”.

6. Apresente a análise formal do poema.

GRUPO III – 40 pontos

1. É possível comprovar o tipo de modalidade utilizada recorrendo a palavras/expressões equivalentes.


1.1. Reescreve as frases seguintes, utilizando a palavra indicada entre parêntesis:

a) Todos os leitores podem encontrar aproximações entre Mensagem e Os Lusíadas. (POSSÍVEL)


b) Pode levar a Mensagem, se preencher uma requisição. (AUTORIZADO)
c) É essencial que todo o português conheça as duas grandes epopeias da sua literatura. (DEVE)
d) É pena que Pessoa não tenha sido largamente reconhecido no seu tempo. (LAMENTAVELMENTE)

2. Avalia a modalidade presente nos sublinhados, riscando os significados indevidos.


3.
a) Camões deve ter recebido uma tença real porque dedicou Os Lusíadas a D. Sebastião.
OBRIGATORIEDADE / POSSIBILIDADE / PERMISSÃO

b) Os alunos devem ler a obra camoniana e pessoana para ter sucesso nesta unidade de trabalho.
OBRIGATORIEDADE / POSSIBILIDADE / PERMISSÃO

c) Não se deve confundir duas obras de épocas e escritores distintos.


OBRIGATORIEDADE / POSSIBILIDADE / PERMISSÃO

d) Mensagem deve ter sido preterida no concurso literário Antero de Quental por razões que não foram
claramente explicitadas.
OBRIGATORIEDADE / POSSIBILIDADE / PERMISSÃO

Página 4 de 5
CURSO PROFISSIONAL RES
GRUPO IV (40 pontos)

Hoje em dia, a preocupação das pessoas centra-se nas novas tecnologias e esquecem-se que o Amor é
fundamental para se viver em harmonia, connosco e com os outros.

Num texto de opinião bem estruturado, com um mínimo de duzentas e um máximo de trezentas e
cinquenta palavras, defenda uma perspetiva pessoal sobre os comportamentos atuais e as consequências que
podem advir da indiferença pelo “outro”.

No seu texto:

 explicite, de forma clara e pertinente, o seu ponto de vista, fundamentando-o em dois argumentos,
cada um deles ilustrado com um exemplo significativo;
 utilize um discurso valorativo (juízo de valor explícito ou implícito).

Bom trabalho!

Página 5 de 5

Você também pode gostar