Você está na página 1de 95

Tutorial DVDReMake Pro Pt–Br

I. GUIA DE INÍCIO RÁPIDO


1. Ripar um DVD
2. Conhecendo a Interface do Usuário
3. Edição Básica
3.1 Remover avisos, trailers, logotipos etc 3.6 Remover Controle Parental
3.2 Remover faixas de áudio ou legenda 3.7 Personalizar o plano de fundo do menu original
3.3 Remover ângulos indesejados 3.8 Personalizar o menu padrão do DvdReMake Pro
3.4 Mesclar vários DVDs em 1 3.9 Inserir capítulo no DVD mantendo os menus
3.5 Unir DVDs anteriormente divididos
4. Gravar o DVD Editado

II. REFERÊNCIA
1. Menus e Barra de Ferramentas
1.1 Menu Arquivo
1.2 Menu Editar
1.3 Menu Exibir
1.4 Menu Ferramentas
2. Diagrama do DVD
2.1 Raiz do Diagrama
2.2 Domínio Gerenciador de Vídeo (VMG)
2.2.1 PGC First Play
2.2.2 Unidade de Idioma do Menu VMG
2.2.3 Mapa do Título VMG
2.3. Conjuntos de Título do Vídeo (VTS)
2.3.1 Unidade de Idioma do Menu VTS
2.3.2 Cadeias de Programa
2.3.3 Mapa do Título VTS

3. Visualizar Conteúdo do Domínio


3.1 Painel do Conteúdo do Domínio
3.2 Painel de Trilhas de Áudio
3.3 Painel de Trilhas de Legenda
3.4 Painel de Informações do Vídeo
4. Visualizar PGC
4.1 Painel Pré–visualizar Blocos 4.6 Painel de Trilhas de Áudio
4.2 Painel de Programas 4.7 Painel de Trilhas de Legenda
4.3 Painéis de Comandos Pré/Pós/Célula 4.8 Painel de Extras
4.4 Painel de Botões 4.9 Painel Pesquisa de Cores
4.5 Janela Editar Botão
5. Visualização de Vídeo/Áudio/Legenda
5.1 Visualização/Editor de Menu
5.2 Janela de Esquema de Cores
6. Janelas Diversas
6.1 Janela Editar Comando
6.2 Janela Selecionar Ângulo
6.3 Janela Selecionar Blocos
6.4 Janela Selecionar Blocos (de substituição)
6.5 Janela Selecionar Grupo
6.6 Janela Selecionar Quadro
6.7 Janela Operações Proibidas ao Usuário
7. Painel de Histórico
8. Painel de Registro

III. EDIÇÃO AVANÇADA


Reproduzir Consecutivamente Discos Mesclados

IV. APÊNDICE
1. Comandos da Máquina Virtual
2. Registros de Parâmetros do Sistema (SPRM)
3. Operadores
O DvdReMake Pro é um poderoso editor de DVD, contudo fácil de usar, que permite alterar a aparência,
conteúdo e navegação de um DVD sem a necessidade de uma completa re-autoração do disco. Com os
incomparáveis recursos de edição do DvdReMake Pro você pode personalizar completamente as cópias de
segurança de DVDs, corrigir erros de criação, mesclar DVDs, remover faixas de áudio e legenda e muito mais.
Você pode até mesmo compilar um novo DVD a partir de pedaços de outros discos.
O DvdReMake Pro até corrige discos que foram editados ou autorados de maneira incorreta. Se for encontrado
um erro de informação entre um arquivo .ifo e um .vob, o programa tentará reparar o problema.

Deixe o seu disco


do jeito que quiser.

Aqui está uma lista de alguns dos recursos do DvdReMake Pro. Os itens em negrito são novos para a versão 3.
• Ocultar avisos, trailers, logotipos de estúdios e outros materiais indesejados;
• Excluir conjuntos de título, títulos, cadeias de programa, programas, capítulos;
• Adicionar conjuntos de título, títulos, cadeias de programa, programas, capítulos;
• Remover ângulos indesejados;
• Remover faixas indesejadas de áudio e legenda;
• Desativar botões do menu do material removido;
• Remover Controle Parental;
• Remover ou definir operações proibidas ao usuário;
• Editar comandos VM (todas as combinações possíveis de comando são suportadas);
• Excluir menus em um idioma selecionado;
• Remover transições de menu;
• Substituir automaticamente menus animados por estáticos;
• Selecionar quadro de um menu animado para converter em menu estático;
• Substituir uma célula por uma estática de sua escolha;
• Pré–visualizar o DVD com áudio e legenda;
• Fazer/Desfazer;

• Mesclar 2-4 dvds em um único, preservando os menus;


• Dividir um DVD em dois discos;
• Inserir novos capítulos em um DVD;
• Copiar material de um DVD para outro;
• Encontrar erros de navegação do DVD;
• Reordenar botões do menu;
• Executar facilmente navegação de DVD usando Goto Destination e painel de histórico;
• Alterar as propriedades das trilhas de vídeo, áudio e legendas;
• Modificar botões e esquema de cores em menus animados ou estáticos;
• Mudar facilmente as cores de realce do botão;
• Exportar um DVD teste rapidamente;
• Visualizar facilmente linques do botão adjacente;
• Editar atributos do PGC;
• Personalizar a interface do usuário...
E muito mais...
PARTE I – GUIA DE INÍCIO RÁPIDO

O Guia de Início Rápido foi projetado para você começar a refazer seus DVDs. Ele inclui guias sobre
algumas tarefas comuns. A melhor maneira de aprender alguma coisa é fazendo. Depois de alguns
projetos, você ficará mais familiarizado com a interface do usuário e verá que mesmo as tarefas complexas
ficam simples com o DvdReMake Pro!

1- Ripar um DVD

Para melhores resultados, você deve importar os arquivos do DVD para o DvdReMake Pro a partir de uma
pasta em seu disco rígido. Se deseja trabalhar em um DVD que você tenha criado, pode importá-lo antes de
gravá-lo em disco. Se o DVD já está em um disco, deve ser copiado para uma pasta do disco rígido antes de
importar para o DvdReMake Pro. Este processo é geralmente chamado de ripping. A maioria dos DVDs
comerciais é codificada com um método chamado Content Scrambling System (CSS, Sistema de
“Embaralhamento” – criptografia – do Conteúdo). O DvdReMake Pro não funciona com DVDs
criptografados. Trata-se de sua responsabilidade determinar se descriptografar um DVD é legal ou não.

2- Conhecendo a Interface do Usuário

O diagrama do DVD, que é mostrado no lado esquerdo da interface do usuário do DvdReMake, mostra uma
visão hierárquica da estrutura do DVD com o qual se está trabalhando. O diagrama funciona como o centro
de controle do projeto. Quando você seleciona um item do DVD no diagrama, a janela apropriada se abre
para mostrar o conteúdo desse item.

Há 4 janelas principais:
1. Janela Conteúdo do Domínio
2. Janela PGC
3. Janela Títulos VMG
4. Janela Títulos VTS

Com o DvdReMake você está no controle total do layout da interface. Você pode facilmente mudar,
diminuir, ocultar ou reorganizar quase tudo na interface.
Janela Conteúdo do Domínio:

1. Barra de Menus 2. Barra de Ferramentas 3. Diagrama do DVD 4. Painel Visualizar Blocos 5. Visualizar
Vídeo/Áudio/Legendas 6. Painel Trilhas de Áudio 7. Guia do Painel de Informação do Vídeo 8. Guia do Painel Trilhas de
Legenda
Janela PGC:

1. Barra de Menus 2. Barra de Ferramentas 3. Diagrama do DVD 4. Painel de Comandos Pré 5. Painel de Comandos Pós
6. Painel de Comandos de Células 7. Painel Trilhas de Legenda 8. Guia do Painel Trilhas de Áudio 9. Guia do Painel de
Extras 10. Guia do Painel de Pesquisa de Cores 11. Painel de Histórico 12. Painel de Registros 13. Guia do Painel
Visualizar Blocos 14. Guia do Painel de Botões 15. Painel de Programas
16. Visualizar Vídeo/Áudio/Legendas
Personalizando a Interface do Usuário

Quando o programa é usado pela primeira vez, o layout padrão é o da Figura 4 (abaixo). Se em algum
momento o seu layout personalizado ficar desorganizado, basta redefini-lo e começar de novo, como
mostrado na Figura 1.
A Figura 2 apresenta os diferentes temas da interface, mudando a sua cor.
A Figura 3 fornece diferentes tipos de encaixe, tal como ilustrado abaixo.

Figura 4
O tema da Interface do Usuário (UI theme) da Figura 4 é Visual Studio 2005.
Como em todas as interfaces, pode-se mover os painéis, selecionando-os e arrastando com o botão
esquerdo do mouse. Também pode-se reorganizar os painéis e redimensionar a janela do jeito que desejar.

Basicamente, é possível arrastar os painéis para qualquer lado que a seta apontar e também mudar o foco
na medida em que arrastar o painel para uma seção de bloco diferente.
Assim que o layout estiver do jeito que desejar, salve-o (View -> Save) em um arquivo (extensão .LAY).
Este layout pode ser carregado a qualquer momento e ser usado por qualquer pessoa que tiver este
programa.

3. Edição Básica

3.1 Remover avisos, trailers, logotipos etc

Um dos usos mais comuns do DvdReMake é remover material indesejado.


Na maioria dos casos, a melhor maneira de remover o material é usar uma das funções do DvdReMake de
“esconder”. Pode-se apagar de fato o material indesejado, mas isso requer ajustes na navegação do disco
para preservar a reprodução. Quando você esconde coisas e a opção Auto bypass (Ignorar
automaticamente) está ativada, a navegação será automaticamente ajustada para pular o material
escondido. O DvdReMake substitui o(s) bloco(s) que você escolheu esconder com vídeo(s) em branco. Estes
vídeos são tão pequenos que quase não há impacto no tamanho final do disco. É um processo simples.
OK, vamos começar... Presume-se que você já importou o seu DVD. A primeira coisa a fazer é ativar a
opção Auto Bypass. Para isso, vá em Options no menu Tools (Ferramentas):
E a janela de opções aparece:

Auto Bypass
(Ignorar partes ocultas antes de
exportar)

Agora vamos encontrar o que deseja-se remover. Muitas vezes, as telas de aviso e os logotipos dos estúdios
estão em Video Manager Domain (VMG) ou em Video Title Set (VTS). Os trailers normalmente ficam em um
VTS. Provavelmente a maneira mais fácil de encontrar as coisas que deseja remover é selecionar o VMG ou
o VTS no diagrama do DVD, que se abre na Janela Conteúdo do Domínio. Este painel permite rapidamente
fazer uma varredura através dos blocos que o domínio selecionado contém.
Veja um exemplo. Vamos supor que queremos remover avisos de um disco. Já importamos o disco, então
agora vamos selecionar Video Manager:
Se precisar, pode-se selecionar um bloco e visualizá-lo em Video/Audio/Subtitle Preview. Mas aqui, logo
podemos ver as telas de alerta em três idiomas diferentes. Vamos ocultar todos as três. É muito fácil.
Basta um clique direito em cada bloco do painel de conteúdo de domínio e selecionar Hide Block (Ocultar
bloco) como mostrado abaixo:

Mas já que queremos esconder os três primeiros blocos, há uma maneira mais fácil. Basta clique direito
sobre o bloco 4 e selecionar Hide blocks before this (Ocultar blocos anteriores) e todos os três blocos
indesejados serão escondidos ao mesmo tempo:

E ficará assim...

Isso é tudo. Já que ativamos a opção Auto bypass a navegação do disco será ajustada automaticamente,
então os blocos ocultos serão pulados durante a reprodução.
Agora você pode remover o material adicional, se quiser. Os blocos também podem ser escondidos no
painel Programs da Janela PGC. Além disso, se encontrar um PGC cujo conteúdo queira esconder, basta um
clique direito sobre ele no diagrama do DVD e selecionar Hide all blocks (Ocultar todos os blocos). Da
mesma forma, se selecionar Hide all blocks em um VTS no diagrama do DVD, então todos os blocos em
todos os PGCs do VTS serão escondidos (menos os PGCs do menu). Os PGCs do menu podem ser escondidos
com clique direito sobre a sua Unidade de Idioma (Menu Language Unit) e selecionando Hide all blocks.
Agora você pode fazer algumas edições adicionais, se quiser, mas antes de gravar seu disco refeito, pode
exportar um teste para se certificar que ocultou tudo o que queria.
3.2 Remover Faixas de Áudio ou Legenda

O objetivo é remover as faixas desnecessárias e reduzir o tamanho do DVD para que caiba em um DVD-5
(disco de camada simples). Se não couber, então use um outro programa para reduzi–lo ou recodificá–lo.
Pelo menos desta forma, a qualidade será melhor do que se não tivesse removido as faixas indesejadas.
Normalmente, ao executar este procedimento, você também vai querer esconder ou apagar o botão
correspondente no Menu de áudio/legenda do DVD. Mas é mais seguro apenas ocultar o botão, para que se
possa manter a estrutura de navegação. Se você excluir, poderá ter de modificar a estrutura de navegação.
Este método é apenas para usuários avançados, que sabem o que estão fazendo. Os detalhes de esconder
os botões não serão discutidos aqui, pois não é o foco.
Há 2 maneiras de remover as faixas: a) Desativar a trilha em todos os PGCs, b) Excluir a trilha.
As duas opções estão disponíveis através do menu de contexto (clique direito) do painel Trilhas de Áudio ou
de Legenda, exibidos ao clicar em um VTS, Cadeia de Programa ou no PGC do Diagrama do DVD.
Para mostrar como essas duas opções funcionam, e quando é seguro usá-las, são apresentadas duas
estruturas. Uma é para um PGC simples no VTS, a outra é para vários PGCs no VTS.

Estrutura 1 (PGC simples)

Este é o VTS original (PGC


simples). Pelo tamanho,
provavelmente é o filme.
Observe que o número da Trilha
(Track) na Figura 1 corresponde
ao da Figura 1a, em ambos
painéis de trilha de áudio e
legenda. O mesmo pode ser dito
em relação ao número da Faixa
(Stream).
A coluna Info mostra informações
da faixa, bem como a ID da faixa,
por exemplo, 0x80.

No painel de trilha de legenda, há 2 IDs de faixa em 1 trilha. O que isso significa? Se você der duplo clique
em uma das trilhas na Figura 1a, verá que cada faixa corresponde á exibição Wide, Pan/Scan ou
Letterbox. Geralmente, isso se aplica a filmes em formato wide-screen. Apenas um número de faixa pode
ser exibido, dependendo da configuração do aparelho e do tipo de TV (wide – 16:9, ou tela cheia – 4:3).
Se for um filme em tela cheia, então a faixa corresponde à exibição normal.

Desabilitar Trilhas

A funcionalidade Disable track in


all PGC (Desabilitar trilha do
PGC) é diferente na Janela
Conteúdo de Domínio e na
Janela PGC. Se você desativar
uma trilha na Janela Conteúdo de
Domínio, na verdade estará
desativando a trilha de todos os
PGCs. Mas se desativar uma trilha
na Janela PGC, desabilitará essa
trilha somente no PGC
selecionado. Como este é um VTS
de PGC simples, não importa em
qual janela se executa esta
operação.

Ao desativar a trilha, a faixa é removida, mas a informação é mantida. É assim que outras ferramentas
de reautoração de DVD procedem, por exemplo, Nero Recode, DVDShrink e DVD Rebuilder, para citar
alguns. O objetivo é manter a funcionalidade quando selecionar uma trilha desativada através do menu de
áudio ou legenda. Quando selecionada, uma vez que a trilha não está lá, utiliza a primeira como padrão.
Nas Figuras 2 e 2a, note que as Trilhas de Áudio 2 e 3 têm tamanho 0, indicando not used (não utilizadas)
na coluna Stream. O mesmo se aplica às Trilhas de Legenda 1 a 3.
Excluir Trilhas

A função Delete Track (Excluir


trilha) está disponível apenas na
Janela Conteúdo de Domínio, e é
ativada apenas na última trilha
no Painel de Trilhas de Áudio e de
Legenda.
Quando se exclui uma trilha
(track), ela é removida assim
como todas as faixas (streams)
que foram utilizadas por ela (a
menos que sejam utilizadas em
outras trilhas).

Assim, na Figura 1, você teria que começar a partir da Trilha 3, excluindo a trilha, e avançando até chegar
na trilha que deseja manter.
Observe que os tamanhos do VTS e do PGC, nas Figuras 2 e 3, são basicamente os mesmos. Nas Figuras 3 e
3a, observe que a informação da faixa foi removida.

Estrutura 2 (vários PGCs)


Este é um exemplo de um VTS com
vários PGCs (6). Aparentemente, o PGC
1 é o filme, o PGC 2 é o logotipo, os
PGCs 3 e 4 são os avisos internacionais e
do FBI, o PGC 5 é a tela de Classificação
e o PGC 6 é o trailer do filme.
Na Figura 4, as informações da Trilhas
de Áudio e Legenda são mostradas para
todos os PGCs. Isso significa que nem
todos os PGCs contêm a mesma
informação da faixa.
Assim, no PGC 1, Figura 4a, o filme
contém apenas duas trilhas de áudio,
Track 0 e 1, e 3 de legendas. O PGC 6
contém apenas a trilha de áudio 2
(Figura 4b). Além disso, os PGCs 2 a 5
consistem na mesma informação da
trilha de áudio, como mostrado na
Figura 4a, e as mesmas informações da
trilha de legenda, mostrado na Figura
4b.
Note que, embora a trilha de
informação esteja presente no PGC, não
significa que haja realmente uma faixa
de áudio ou legenda neste PGC. Neste
exemplo, os PGCs 3-5 não têm faixas de
áudio e os PGC 2-6 não têm faixas de
legenda.

Em um VTS com vários PGCs, desativar e excluir uma trilha é um pouco complicado. Existem dois métodos
discutidos abaixo.

Desabilitar Trilhas

Como já mencionado em Desabilitar Trilhas em Estrutura 1, há uma diferença em se desativar uma trilha
na Janela Conteúdo de Domínio ou na Janela PGC, então tome nota:
Na Figura 4, você não pode
simplesmente desativar a trilha de
Áudio 2, visto que o PGC 6 (Figura 4b)
contém essa trilha. Mas pode desativar
outras trilhas. Como mostrado nas
Figuras 5 e 5a, a Trilha de Áudio 1 e as
Trilhas de Legenda 1 e 2 estão
desabilitadas no nível do VTS. Isso
afetará todos os PGCs.
Para praticar a desativação no nível do
PGC, pode-se ir em cada PGC para
visualizar se há realmente alguma faixa
de áudio ou legenda. Basta selecionar
a faixa no Painel de Trilhas de Áudio
ou Legenda e pressionar Reproduzir na
Janela Video/Audio/Subtitle. Neste
exemplo, a trilha de áudio 0 pode ser
desativada nos PGCs 3-5, pois são
apenas telas de Avisos e Classificação e
a trilha de legenda 0 pode ser
desativada nos PGCs 2-6, pois não há
realmente nenhuma legenda.

Excluir Trilhas

Com relação a quando a opção Delete


Track é apropriada para a estrutura de
vários PGCs, deve-se visualizar cada PGC
para ver se não há realmente nenhuma
faixa de áudio e legenda. Como um
lembrete, esta opção está habilitada
apenas na última trilha e apenas no nível
VTS.
Na Figura 4, a trilha de áudio 2 não pode
ser excluída, pois o PGC 6 precisa dela. A
trilha de áudio 1 também não, pois a
opção está desativada. Mas as trilhas de
legenda 1 e 2 podem.

Conforme mostrado nas Figuras 6 e 6a, as combinações dos métodos de Disable Track e Delete Track são
utilizados no nível VTS. Pode-se também desativar a trilha no nível PGC, como descrito anteriormente.
3.3 Remover Ângulos Indesejados

Alguns DVDs têm multi-ângulos incluídos. Na reprodução, apenas um ângulo será utilizado com base na
seleção do idioma. A seleção do ângulo também pode ser mudada pressionando o botão de ângulo no
controle remoto. Mas, às vezes, você não é capaz de fazer isso, devido à seleção do ângulo estar
desativada no campo Prohibited User Operations (Operações Proibidas ao Usuário).
Este guia mostrará como remover os ângulos indesejados e manter apenas um.

Com o DVD já importado, clique sobre o VTS do filme, que geralmente é aquele que contém o maior
tamanho no diagrama do DVD, como mostrado em 1. Uma maneira rápida de saber se o VTS tem ângulos, é
um clique direito sobre o VTS. Isto abrirá o menu de contexto, Figura 2. Se a seleção Strip angles (Remover
ângulos) estiver disponível (não acinzentada), significa que há ângulos incluídos.
Outra maneira é percorrer os blocos na Janela Conteúdo de Domínio, como mostrado em 2, até encontrar o
indicador ILVU MA exibido no canto superior esquerdo do bloco. No canto inferior esquerdo do bloco, pgc1:
c61, c62, c63 indica que no PGC 1 há três células mostrando diferentes ângulos do mesmo bloco. Somente
uma célula pode ser reproduzida no momento. Com este bloco em destaque, você também vai poder
visualizá-lo na Janela Conteúdo de Domínio, como mostra em 3, selecionando qual ângulo deseja
reproduzir (abas laterais ilvu 1,2,3).
Um dos novos recursos da Versão 3 é que você pode ouvir o som e ver as legendas durante a reprodução.
Não se esqueça de selecionar o número da faixa (stream), não o número da trilha (track). Repare também
no canto superior direito da Janela Conteúdo de Domínio, que mostra a informação VOBU (Video OBject
Unit - Unidade do Objeto do Vídeo). É mais preciso do que GOP (Group Of Pictures – Grupo de Imagens)
closed ou not closed das versões anteriores.
As faixas de áudio e legendas são exibidas também. Você notará que a ID da faixa (0x80, 0x20) muda
conforme você muda o número da faixa.
Agora que já se familiarizou com a terminologia e o significado de cada conteúdo, vamos começar.
1. Clique direito sobre o VTS e selecione Strip angles (Figura 2).
2. Abre-se a janela de diálogo Select angle – Selecionar ângulo(Figura 3). Visualize cada ângulo para ver
qual deles deseja manter.
3. Com o ângulo selecionado, clique no botão Keep this (Manter este).
Agora compare as Figuras 1 e 4. Percebeu alguma coisa diferente? Naturalmente que existe.
1. O tamanho do PGC e o tamanho de todo o DVD foi reduzido, como mostrado em 1.
2. O bloco no Painel Conteúdo de Domínio agora mostra como edited (editado). A célula pgc1:c49 foi
renumerada e contém apenas uma célula, como mostrado em 2.
3. As abas dos ângulos sumiram, indicando que há apenas um ângulo, como mostrado em 3.
Se você mantiver o ângulo errado, pode desfazer (Ctrl + Z) ou, no painel de Histórico (History), clicar em
um estado anterior antes de stripping in VTS x (x é o número do VTS).
Agora você está pronto a personalizar outras partes do DVD.

3.4 Mesclar Vários DVDs em 1

Um dos novos recursos da versão Pro 3 é que se pode unir até 4 DVDs em um único disco. Claro, pode-se
editar o DVD original (esconder/excluir/adicionar) antes ou depois da fusão. Se você tiver um gravador de
dupla camada, pode não precisar compactar ou recodificar o DVD editado. Vamos começar.
1. Primeiro, importe pelo menos dois DVDs para o projeto. Aqui, 3 episódicos de DVDs foram importados,
cada DVD é rotulado como projeto 1, projeto 2 e projeto 3.
2. No menu Ferramentas (Tools), selecione Merge DVDs – Mesclar DVDs (Figura 1).

3. Abre-se o diálogo Select projects for merger (Selecionar projetos para mesclar). Selecione o projeto em
cada lista (Figura 2). A ordem da seleção é importante. Após a fusão, o programa cria um botão no menu
de título para cada disco. Assim, o botão 1 será para o disco 1, o botão 2 para o disco 2, e assim por
diante.
4. Clique no botão Merge. Um novo projeto será criado com os discos de fusão que você selecionou na
etapa 3. Baseado na entrada da Figura 2, será criado o projeto 4.
5. Exporte o projeto 4 (File -> Export DVDs...) e teste em um reprodutor de vídeos. Se tudo funcionar
corretamente, então é só gravar e se divertir.
3.5 Unindo DVDs anteriormente divididos
Tópico retirado do Guia How-to, provavelmente referente às versões anteriores (http://www.dimadsoft.com/dvdremakepro/info.php)

Passo 1: Carregar recursos


Nesse guia vamos mostrar como unir dois DVDs criados a partir da divisão de um DVD9 em dois discos
DVD5. Claro que os discos separados possuem menus (seleção de capítulos, etc.) e os queremos manter
no disco mesclado. Só para ilustrar como o DvdReMake Pro pode manipular um DVD multi-ângulo, vamos
usar um como exemplo (Guerra nas Estrelas Episódio II: O Ataque dos Clones).

Importe os discos para o


DvdReMake Pro. Execute
File/Import DVD para cada disco
e navegue até o diretório com os
arquivos ifo/bup/vob e clique em
Select. Se não houver problemas
com o disco ele será carregado
rapidamente, caso contrário o
programa necessitará fazer uma
análise detalhada dos arquivos
vob. Se o DvdReMake Pro estiver
configurado para buscar
segmentos BOV muito pequenos a
importação também ficará lenta.

O disco original foi dividido como (disk1) e (disk2) com o IfoEdit há muito tempo. Agora é fácil dividir tais
discos — basta carregá-los no DvdReMake e ocultar o material indesejado.

Dois discos importados que vamos unir.


Durante a divisão, os extras foram duplicados em ambos os discos e não houve alterações nos menus, o
que é bom - não será preciso restaurar menus e extras no disco mesclado.
A figura acima mostra que o filme principal está em Video Title Set 1 e se olharmos as Cadeias de
Programas imediatamente descobrimos que ele está no PGC1, em Title1.
Assim, para recriar o DVD original no disco mesclado é preciso recriar o conteúdo original do VTS1/PGC1
e os indicadores de capítulos do VTS1/Title1.

Passo 2: Unindo dados

Para recriar o PGC1 original no disco


mesclado é preciso anexar todos os
programas do disk2/VTS1/PGC1 ao
disk1/VTS1/PGC1.
Clique direito em disk2/VTS1/PGC1 e
selecione Copy PGC:

Nota: a função Append copied PGC (Anexar PGC copiado) já está disponível no DvdReMake Pro. Anexar
os programas ao invés de colocá-los em PGCs separados evita as limitações das versões anteriores e
simplifica o trabalho, pois os programas anexados são reproduzidos automaticamente.

Mude para disk1, selecione VTS1/Program


Chains, clique direito sobre ele e escolha
Add copied PGCs (Adicionar PGCs
copiados):
Agora temos um novo PGC (14) no VTS1 com a
segunda parte do filme:

Passo 3: Corrigindo capítulos

Quando o IfoEdit divide o disco original,


mantém todos os capítulos em disk1
(mantendo válido o menu de
navegação). Todos os capítulos antes do
ponto de divisão (entre os capítulos 27
e 28) apontam para os mesmos
programas para os quais apontavam
originalmente. Todos os outros
capítulos (começando com o 28)
apontam para o último disponível no
programa do disk1 (27). É preciso
alterar os capítulos para que apontem
para os programas corretos no PGC14.
É simples, mas é preciso atenção: nem
todos os programas do PGC têm que ter
capítulos. É possível ter 10 programas no
PGC e apenas 5 capítulos, por exemplo
(não é o caso aqui).
Percebe–se que não há lacunas na
numeração dos programas do segundo
disco.

Selecione VTS1/Title1 e verifique todos os capítulos que requerem mudanças. Basta duplo clique (ou
clique direito e Edit chapter) e alterar a combinação PGC/Programa para apontar para o novo programa
no novo PGC.
Ao final, o resultado será semelhante a
este ao lado.
Terminamos de unir dois discos divididos
bastante complexos e com multi- ângulo.
Agora o disco pode ser exportado e
gravado. Neste caso em particular, o disco
resultante é maior que um DVD5 e
precisaria ser comprimido ou gravado em
disco de dupla camada (DVD9).

3.6 Remover Controle Parental

Ocasionalmente, alguns DVDs têm níveis parentais estabelecidos. Se o aparelho leitor tem o controle
parental desativado, então, naturalmente, o DVD é capaz de reproduzir, uma vez que vai ignorar o ponto
de verificação. Mas se o controle estiver ativado, o DVD será reproduzido apenas se o seu nível for inferior
ou igual à definição do leitor. Sempre que o controle parental estiver ativado, provavelmente haverá uma
senha. O funcionamento do controle parental depende do comportamento da autonomia e do programa de
cada leitor, mas um leitor independente é mais confiável nesta questão.
Existem três maneiras de acessar a opção Remove Parental Management (Remover Controle Parental):
1. A Figura 1 aparece com clique direito no diagrama da raiz do DVD (DVD Root). Remover o Controle
Parental (PM) neste nível é o mais comum e o mais fácil. Isto vai remover a aba do PM e repor todas as
máscaras da ID parental em cada ifo do DVD, bem como remover o comando SetParentalLevel (ou
SetTmpPML). Basicamente, o que inclui as operações das Figuras 2 e 3, além de remover a aba Controle
Parental.
2. A Figura 2 aparece com clique direito no domínio Gerenciador de Vídeo (Video Manager). Isso redefinirá
todas as máscaras da ID parental nos menus VMG e removerá o comando SetParentalLevel.
3. A Figura 3 aparece com clique direito no domínio Conjunto de Títulos do Vídeo (Video Title Set). Isto
redefinirá todas as máscaras da ID parental nos menus VTS e nos PGCs do VTS, o que refletirá na aba Mapa
de Reprodução do Título (Title Play Map) em VIDEO_TS.IFO.

Esta é de longe uma das características mais poderosas do DRM Pro em que você pode escolher de qual VTS
quer remover a restrição parental. Embora não possa ser usada com frequência, ao menos você sabe que
esta opção está disponível. Um exemplo disso é que, supondo-se que o DVD seja classificado como PG-13 e
há um certo VTS classificado como R, você pode querer manter isso e retirar os outros VTSs. Se fizer isso, é
recomendável não remover o Controle Parental ao nível VMG também.
Se você não sabe o significado da aba PM e das máscaras da ID parental, não se preocupe. Trata-se de
informação extra para usuários avançados. Tudo que é necessário saber é que esse recurso removerá a
restrição parental e permitirá a reprodução do DVD, mesmo se o nível parental estiver configurado no
aparelho leitor.
Nota: Esta opção não estará habilitada, ou seja, cinza, se: 1) o DVD não contiver a aba PM ou 2) já tiver
sido executada. Isto é para que se saiba que a função já foi utilizada. Você também pode ver essa operação
no Histórico.
Figura 4

Como uma demonstração para a Figura 2, a Figura 4 mostra a tela parental no PGC 10 do VMG. Ao
reproduzir o disco, se você chegar a esta tela, significa que o nível parental foi configurado no leitor e seu
DVD não ignora o ponto de verificação. O ponto de verificação é determinado no painel de Comandos Pré.
O valor parental_value contém o valor do leitor. Se este valor for igual ou superior a 3 (classificado como
PG), o DVD continua a tocar, caso contrário, a tela parental será exibida, solicitando que você selecione
Yes ou No (Sim ou Não).
Selecionando Não aparecerá a mensagem This movie will not play due to the parental setting of the
player (Este filme não será reproduzido devido à configuração parental do leitor). Veja que Não é o botão
2, e o botão de comando correspondente, no painel de botões, é Link Cell 2, que é a célula 2 no painel de
Programas que contém a tela de mensagem.

Selecionando Sim, então o comando do botão 1 diz LinkTailPGC,


que vai para o painel de Comandos Pós e executa os comandos. A
linha 1 diz: SetParentalLevel(3), que irá solicitar uma senha para
definir o nível parental temporário em 3. Se você digitar
corretamente, então a linha 3 será executada, passando para o
PGC 6. Se você digitar errado, então a linha 2 será executada,
que é o mesmo que selecionar Não.
Depois de remover o Controle Parental, Figura 2, o comando
SetParentalLevel é removido no painel de Comandos Pós. Veja o
resultado na Figura 5.

3.7 Personalizar o plano de fundo do menu original


Tópico retirado do Guia How-to, provavelmente referente às versões anteriores (http://www.dimadsoft.com/dvdremakepro/info.php)

Quando partes do DVD são removidas é bastante natural desabilitar os botões do menu vinculados aos
itens removidos. Era um processo bastante complicado, mas agora pode-se facilmente excluir um botão
de menu usando o DvdReMake para que ele não possa ser selecionado. É um procedimento simples, mas
infelizmente botões gráficos ainda ficam visíveis, pois é uma parte do vídeo do menu.
Por exemplo, se você excluir o áudio LPCM de um DVD e esconder o botão correspondente no menu
Seleção do Idioma, não será possível selecionar o áudio LPCM, mas o menu ainda vai mostrar LPCM (ou
algo parecido). Não parece muito "profissional".
É claro que provavelmente não é possível ter um procedimento genérico de apenas um clique para
remover botões gráficos, uma vez que requer alguma edição “inteligente” do menu na maioria dos casos.
Mas aqui está o procedimento para esta tarefa.
Passo 1. Importe o disco para o DvdReMake Pro e salve o fundo do menu editado como um bitmap
(clique direito em visualizar (preview) e escolha Export frame... – Exportar quadro). Se for um menu
animado, escolha o quadro que desejar, pois no final deste processo você terá um menu estático.

Passo 2. Abra o bitmap salvo em qualquer editor de imagem e edite-o como preferir.

Fundo original Fundo editado

Passo 3. Autore o DVD fictício com o bitmap editado. Maneira fácil de fazer isso é utilizar o programa
Muxman, veja como:

Baixe, instale e abra o Muxman (a versão gratuita é suficiente para o propósito). Clique na caixa … (3) na
janela de vídeo no topo da tela do Muxman.
Localize e selecione o arquivo bitmap. Note que o Muxman só aceita bitmaps de 24 bits e essa imagem
deve ser do tamanho correto (720x480 pixels para NTSC e 720x576 pixels para PAL).
Selecione Close no painel Import file (5).
Selecione a pasta de destino na parte inferior da tela do Muxman para o seu DVD fictício (6).
Pressione Start para criar o seu DVD fictício (7). Quando terminar, o VTS_01_1.VOB no diretório de destino
irá conter um bloco com a sua imagem codificada para MPEG-2.
Passo 5. Abra o menu original em Visualizar, dê
clique direito e escolha Replace with still –
Substituir por imagem estática – (DvdReMake
Pro 3.1+ é necessário).

Passo 6. Selecione o bloco com o bitmap editado e clique em OK.


Passo 7. Pronto. Agora você pode exportar, gravar o disco com o aplicativo favorito e divertir-se.

3.8 Personalizar o menu padrão do DvdReMake Pro


Tópico retirado do Guia How-to, provavelmente referente às versões anteriores (http://www.dimadsoft.com/dvdremakepro/info.php)

O DvdReMake Pro insere um menu inicial padrão para selecionar a reprodução de um dos discos mesclados.
Os botões são apenas "Disco 1", "Disco 2", etc. Não é muito informativo, mas há uma maneira fácil de
alterar o texto padrão para o que você precisa. Esse método vai manter a posição dos botões e seus
destaques. Use esse método se quiser modificar completamente o menu inicial para adequá-lo ao seu
projeto.

Substituir o menu inicial padrão (plano de fundo)

Passo 1. Baixe o arquivo com planos de fundo de menu (2, 3 e 4 botões) para o seu sistema de TV, Pal ou
NTSC (as mesmas imagens utilizadas para criar menus padrão, mas sem qualquer texto - apenas com os
pins de destaque):

Merged DVD start-up menu backgrounds for NTSC


Merged DVD start-up menu backgrounds for PAL

Passo 2. Extraia a imagem com a quantidade necessária de botões e edite-a em qualquer editor de bitmap
para adicionar um texto personalizado para cada DVD mesclado.
Menu com fundo original Menu com fundo editado

Passo 3. Autore o modelo do DVD com o bitmap editado. Maneira fácil de fazer isso é utilizar o programa
Muxman.
Passo 4. Importe este modelo do DVD para o DvdReMake Pro.

Passo 5. O menu inicial original está localizado no domínio do menu do último VTS. Abra o menu original
em Preview, dê um clique direito e selecione Replace with still, Subistituir por imagem (DvdReMake Pro
3.1 + é requerido).

Passo 6. Selecione o bloco com o bitmap editado e clique em OK.


Passo 7. Pronto. Agora você pode exportar, gravar o disco com o aplicativo favorito e divertir-se.

Substituir o menu inicial padrão (inteiro)

É necessário:
1. Autorar o novo menu com qualquer aplicativo de autoração e importar esse disco fictício para o
DvdReMake Pro;
2. Substituir o menu inicial pelo novo (o PGC com menu inicial é um menu raiz no último VTS);
3. Editar os comandos do botão no novo menu inicial para torná-los iguais aos do original;
4. Substituir a tabela de cores (CLUT) do PGC do menu inicial, assim o menu terá as mesmas cores de
realce do DVD fictício;

Passo 1. Para criar um DVD fictício com um menu foi usado um aplicativo de autoração muito básico que
veio junto com o gravador de DVD. Aqui está como ele fica ao ser importado no DvdReMake Pro:

Passo 2. Agora estamos prontos para substituir o menu padrão por aquele que criamos. Abra o domínio do
menu do último VTS, clique direito no quadro com o menu inicial e selecione Replace block… (Substituir
bloco).
Selecione o menu de substituição e clique em OK (já importou o DVD fictício, certo?).

Passo 3. Todos os botões do menu inicial original tinham um comando LinkTailPGC. Precisamos mudar os
comandos dos botão no novo menu para LinkTailPGC. Basta Shift + duplo clique em cada botão (na
visualização ou no painel de botões) e editar o comando:
Passo 4. Para ter as mesmas cores de ativação do
DVD modelo é necessário substituir a Tabela de Cores
na Cadeia de Programa (Program Chain) com o menu
inicial. Primeiro mude para o projeto com o DVD
modelo, selecione o PGC com menu, selecione o
painel CLUT, clique direito sobre a tabela e selecione
Export... para exportá–la para o arquivo (dê o nome
que quiser).

Agora passe para o projeto com os DVDs mesclados,


selecione o PGC do Menu Raiz (Root Menu) no último
VTS, selecione o painel CLUT, clique direito nele e
importe o CLUT do arquivo que você salvou.

Pronto. Agora o menu inicial está personalizado em vez do menu padrão inserido pelo DvdReMake Pro.

3.9 Inserir capítulo no DVD mantendo os menus


Tópico retirado do Guia How-to, provavelmente referente às versões anteriores (http://www.dimadsoft.com/dvdremakepro/info.php)

Há casos em que se deseja mais capítulos no DVD do que no original. Digamos, capítulos inseridos
automaticamente pelo gravador de DVD em lugares inoportunos ou o DVD autorado de tal maneira que
há capítulos enormes.
Com o DvdReMake Pro é possível inserir programas em um pgc e capítulos em títulos.
Juntamente com a função Split cell (Dividir células), o DRM Pro permite que o usuário insira pontos de
capítulo no filme em poucos segundos. É um procedimento de três passos:
Passo 1. Importe o disco e deixe o
DvdReMake Pro no modo de edição
avançada (para que se possa ver
Cadeias de Programa, títulos, etc).
Na pré-visualização, selecione o
ponto de inserção do capítulo, dê
clique direito no quadro em exibição
e selecione Split here (Dividir aqui).
Perceba que o quadro na visualização
ficará na segunda parte da divisão.
Será criada uma nova célula em todos
os PGCs afetados.

Passo 2. Selecione a célula recém–


criada no painel do PGC, dê clique
direito sobre ela e escolha Insert
program (Inserir programa). Será
inserido o programa (número Z,
digamos) que iniciará com a nova
célula dentro do PGC.
Em geral isso é o suficiente
(provavelmente para todos os
leitores de DVD) para parar no ponto
selecionado ao usar os botões
Próximo/Anterior do controle
remoto.

Passo 3. Se quiser selecionar esse ponto pelo número do capítulo (ou usá-lo em um menu personalizado
de seleção de capítulos), vá ao título do PGC no qual inseriu o programa e selecione o capítulo que
aponta para o programa Z+1. O DRM sempre insere os itens antes do selecionado.
Clique direito e selecione Insert chapter (Inserir
capítulo).

No diálogo aberto, selecione o programa recém-


criado (já vem selecionado, por padrão, se for o
capítulo correto).

Pronto. O disco já está com um novo capítulo. Claro que, como todas as ações envolvidas são "inteligentes"
(ou seja, mudam a navegação para manter a reprodução como antes da ação ser chamada), os menus
originais funcionarão como se imagina: os menus de seleção de capítulos ainda apontarão para os capítulos
corretos.

Menu de capítulos original Menu de capítulos após inserção


4. Gravando o DVD Editado

Ao terminar de editar o DVD, provavelmente é uma boa ideia usar o Export Test DVD (Exportar DVD Teste)
e vê-lo com um reprodutor de vídeo antes de gravá-lo. A maioria dos programas de reprodução de vídeo
desempenha um DVD de vídeo a partir de uma pasta no disco rígido.
Se estiver satisfeito com o DVD editado e pronto para gravá-lo, a primeira coisa que precisa decidir é se vai
caber no seu DVD gravável. Se pretende gravar um disco de camada simples (DVD-5) e o tamanho final do
disco for maior do que cerca de 4486Mb, será preciso recodificá-lo ou transcodificá-lo para reduzir o
tamanho antes da gravação. Existem diversos programas que reduzem o tamanho do disco.
Estando o disco no tamanho adequado, use qualquer aplicativo de gravação de DVD. Os mais populares são
o Nero Express ou Burning ROM, ou o CopyToDVD da VSO. Mas se está procurando uma alternativa gratuita,
há o ImageTool Classic, que produz uma imagem ISO do disco, e depois grave-o com o DVD Decrypter.

PARTE II - REFERÊNCIA

1. Menus e Barras de Ferramentas

Os menus dão acesso às funções e configurações dos programas. Esta é a barra de menu.

A barra de ferramentas é um meio rápido de se usar algumas das funções mais comuns presentes nos
menus. Veja uma breve descrição dos botões da barra de ferramentas.

Importar DVD Inicia um novo projeto importando um DVD.

Exportar DVD Exporta o projeto atual para uma pasta no disco rígido.
Exporta um DVD-teste do projeto atual. As cenas serão cortadas para a
Exportar DVD Teste
duração especificada em Options.
Novo Projeto Inicia um projeto vazio.

Abrir Projeto Abre um projeto previamente salvo.

Salvar Projeto Salva o projeto atual em um arquivo (.drp).


Desfaz a última operação. Operações múltiplas podem ser desfeitas no
Desfazer
painel de Histórico.
Refazer Refaz a operação previamente desfeita.

Desfazer Open Destination Volta até onde a última função Open Destination foi executada.
Refazer Open Destination Avança após usar Desfazer Open Destination.
Seleciona o Modo Simples, apenas onde os domínios principais são
Modo Simples
mostrados no Diagrama do DVD.
Seleciona o Modo Avançado onde todos os domínios são mostrados no
Modo Avançado
Diagrama do DVD.
Pular Quadros em Branco Alterna para a opção Pular Quadros em Branco.

Nova Janela Duplica o projeto atual como um novo projeto.

Sobre Sobre o DvdReMake Pro 3.


1.1 Menu Arquivo

Funções disponíveis no menu File (Arquivo):

Import DVD... (Importar DVD) – Ao iniciar um novo projeto e


importar um DVD, o diálogo mostrado na Figura 1 será aberto,
permitindo selecionar uma pasta para importação. Você deverá
ver os arquivos com as extensões do IFO, VOB e BUP, como
mostrado. Não há necessidade de selecionar todos os arquivos,
basta clicar no botão Select. É preferível importar arquivos de
DVD ripados para o seu disco rígido.

Export DVD... (Exportar DVD) – Um diálogo semelhante também


se abre ao exportar o projeto atual como um DVD-vídeo para
uma pasta no disco rígido, permitindo escolher em qual pasta o
projeto será salvo.

Update export (Atualizar exportação) – Atualiza os arquivos que


foram alterados em um projeto previamente exportado. Os
arquivos existentes que tenham sido alterados serão
substituídos.

Export test DVD... (Exportar DVD teste) – Exporta o projeto atual, mas todas as cenas e menus animados
serão cortados para uma duração especificada em Import/Export Options. Um diálogo semelhante ao da
Figura 1 será exibido, permitindo escolher a pasta para a exportação. Isso é útil para testar a navegação
do disco para ver se estão corretas as alterações feitas, sem ter que esperar por um longo processo.
Export modified files... (Exportar arquivos modificados) – Exporta apenas os arquivos que foram alterados.
É diferente da função de exportação Update export pois não é preciso fazer uma exportação completa em
primeiro lugar. Esta função pode ser útil para usuários avançados que fazem poucas mudanças e desejam
evitar uma exportação demorada dos arquivos inalterados. Depois de usar esta função, os arquivos que
foram exportados terão de ser copiados para a pasta de origem, substituindo os originais. Como medida de
segurança, o DvdReMake não modifica os arquivos de origem.
Export All... (Exportar tudo) – Exporta todos os projetos abertos. Cada projeto será exportado para a sua
própria subpasta da pasta base.
New project (Novo projeto) – Inicia um projeto vazio.
Open project (Abrir projeto) – Abre um projeto salvo anteriormente.
Close project (Fechar projeto) – Fecha o projeto selecionado no momento.
Save project... (Salvar projeto) – Salva o projeto selecionado como um arquivo .drp.
Save project As... (Salvar projeto como) – Salva o projeto selecionado com um novo nome de arquivo. O
arquivo antigo permanece intacto.
Exit (Sair) – Fecha o DvdReMake Pro. Você será solicitado a salvar as alterações dos projetos abertos.

1.2 Menu Editar

Funções disponíveis no menu Edit (Editar):


Undo (Desfazer) – Desfaz a última operação. Várias operações podem ser
desfeitas a partir do painel de Histórico.
Redo (Refazer) – Refaz a operação desfeita anteriormente.

1.3 Menu Exibir

Funções disponíveis no menu View (Exibir):


Layout – Este menu contém os seguintes submenus:
Save... (Salvar) Salva o seu layout de tela atual para um arquivo .lay.
Load... (Carregar) Carrega um arquivo de layout de tela salvo
anteriormente.
Reset (Redefinir) Redefine o layout de tela para padrão.
Toolbar - Ativa/Desativa a barra de ferramentas.
Status Bar - Ativa/Desativa a barra de status.
History - Ativa/Desativa o painel de histórico.
Log - Ativa/Desativa o painel de registros.

Projects Bar (Barra de projetos) - Especifica onde exibir as guias do projeto. As opções possíveis são: Hide
(Ocultar), Top (Topo), Bottom (Rodapé), Rigth side (Direito) e Left side (Esquerdo). É uma maneira rápida
de alternar entre os projetos abertos.

UI theme - Especifica o tema a ser usado na interface do usuário do programa. Opções possíveis: Visual
Studio 2005, MS Office 2003, MS Office XP e MS Office 2000.
Docking Type - Especifica o estilo de encaixe a ser usado para os painéis móveis.
Menus Animation - Especifica o tipo de efeito animado para usar quando abrir os menus do programa.
1.4 Menu Ferramentas

Funções disponíveis no menu Tools (Ferramentas):


Merge DVDs... - Mescla 2 a 4 projetos em um. Um menu de título é criado
que permite ao usuário escolher qual “disco” reproduzir.
Options... - Abre a caixa de diálogo Options permitindo configurar várias
opções do programa. Veja abaixo.

Opções disponíveis em Import/Export

• Shortest BOV duration (Menor duração do BOV)


Além de botões em menus, os títulos de DVD também podem ter botões (BOV=Button Over Video – Botões
sobre vídeo). O DvdReMake busca estes BOVs ao importar um DVD. A única maneira que o DvdReMake
pode determinar se há um BOV dentro de um título é a busca pelo título inteiro. P ode demorar um tempo
considerável devido ao tamanho do título. Para reduzir a quantidade de tempo que isto leva, o DvdReMake
pode verificar através dos títulos em determinados intervalos, em vez de “olhar” o título inteiro. Definir
Shortest BOV duration configura esse intervalo. Quanto menor o intervalo, maior será o tempo de pesquisa.
Os valores possíveis para essa configuração são: 0,5 segundo, 1,5 segundos, 3 segundos, 9 segundos, 15
segundos ou no BOV. Configurando-o para um valor alto ou no BOV vai acelerar as importações, mas
aumentará a chance de um botão não ser encontrado. O valor padrão de 3 segundos é normalmente uma
configuração razoável, já que é improvável que um botão seja exibido por menos de 3 segundos.

• Bypass hidden parts before export (Auto bypass) – (Ignorar partes ocultas antes de exportar)
Se esta opção for ativada, a navegação do disco será ajustada para contornar qualquer material que você
tenha ocultado. Quando o leitor atingir o material ocultado, pode haver uma pausa. O recurso auto bypass
(ignorar automaticamente) reduz significativamente esta pausa. Se houver uma grande quantidade de
material oculto ou o leitor estiver particularmente lento, ainda pode haver uma pausa ligeira.

• Test DVD export – “Cut scenes at” & “Cut motion menus at”
(Exportação do DVD teste – “Cortar cenas em” E “Cortar menus animados em”)
Essas configurações especificam a duração das cenas e menus animados para a função Export test DVD.

• Default directories (Diretórios padrão)


Essas configurações permitem especificar os diretórios padrão (pastas) utilizados para importações,
exportações, exportações de teste e exportações Modified.
Opções disponíves em Format

• Font (Fonte)
Permite alterar a fonte usada na interface do usuário. Pressione o botão Reset para repor a fonte padrão.

• Domain Content Preview Options (Opções de Visualização do Conteúdo do Domínio)


Alguns discos com um grande número de PGCs ou células podem degradar o desempenho do sistema quando
o DvdReMake tenta construir os itens de sua exibição. Para amenizar este problema, estas opções
permitem desabilitar algumas das rotinas de visualização mais aceleradas.
Skip blank frames at start (Pular quadros em branco ao iniciar)– Essa configuração afeta o modo de
funcionamento da Visualização de Blocos (Blocks Preview) nas janelas Conteúdo de Domínio e PGC.
Quando esta opção está ativada, cada bloco salta para uma posição onde há conteúdo visível.
Show “Goto PGC” in pop-up menu (Mostrar “Ir para PGC” no menu emergente)– Se esta opção
estiver desativada, a função Goto PGC ficará indisponível no painel Conteúdo de Domínio. Em DVDs
com um grande número de PGCs, a função Goto PGC pode degradar o desempenho do sistema já que
o programa deve criar dinamicamente os menus pop-up que exibem o PGC e os números de célula.
Show pgc/cell (Mostrar pgc/célula) – Se esta opção estiver desativada, o PGC e os números de célula
não serão mostrados nos blocos de pré-visualização do painel Conteúdo de Domínio. Em DVDs com um
grande número de PGCs e células, o desempenho do sistema pode ser degradado pois o programa
deve processar dinamicamente o PGC e os números de célula para os blocos de pré-visualização.

• Undo/Redo - Old revisions amount (Desfazer/Refazer – Quantidade de correções antigas)


Esta opção define o número de operações que serão mantidas na lista de histórico. Este será o número de
vezes que você pode desfazer. Quanto maior o número, mais memória o histórico usará e, portanto,
reduzirá o desempenho do sistema, especialmente em computadores com uma modesta quantidade de
memória RAM. As opções possíveis são: don't keep (não guardar), 1, 5, 10, 25, 50 e 100. O “não guardar”
desativa o histórico, desfazer e refazer.

• Block Preview (Pré-visualizar Bloco)


Button link pointers (Indicadores de linque de botão) – Esta opção define a posição do linque dos
botões adjacentes. As escolhas são: don't show (não mostrar), center (centro), inside (dentro) e
outside (fora).
Show info (Mostrar informação)– Esta opção liga ou desliga os indicadores em tamanho e duração
total, Mb decorridos e restantes, VOBU atual, faixas de áudio e legenda atuais.
• DVD Tree Options (Opções do diagrama do DVD)
Show sizes (Exibir tamanho)– Quando desativada a opção, o tamanho não será mostrado na coluna
Size do diagrama.
Highlight DVD navigation errors (Destacar erros de navegação do DVD)– Ativa ou desativa o recurso
do DvdReMake que permite destacar os erros de navegação do projeto.
Target size – Define o tamanho desejado para os discos editados. O tamanho total do projeto, que é
mostrado na Raiz do Diagrama do Dvd (DVD Tree Root), ficará em cor laranja caso ultrapasse esta
definição. Se o tamanho total exceder o desejado e você passar o cursor do mouse sobre ele,
aparecerá uma dica mostrando o quanto foi excedido. Note que esta definição apenas informa ao
programa que ele precisa ser capaz de demonstrar se você excedeu ou não o tamanho desejado e, na
verdade, não afeta o tamanho do seu disco exportado.

2. Diagrama do DVD

O Diagrama do DVD (DVD Tree) dá acesso à hierarquia


do disco. É usado para selecionar o item do disco com
o qual queira se trabalhar.
A quantidade de itens mostrados no Diagrama
depende se o atual modo de exibição está definido
como Easy (Simples) ou Advanced (Avançado). No
modo simples, apenas os principais domínios são
mostrados, o que inclui o Gerenciador de Vídeos
(VMG) e Conjuntos de Título do Vídeo (VTS) e seus
respectivos menus. No modo avançado são
apresentados os detalhes de todos os domínios. O
modo de visualização pode ser selecionado na barra
de ferramentas.
2.1 Raiz do Diagrama do DVD

A raiz do diagrama do DVD (DVD Tree Root) mostra o


tamanho do disco atual, em Megabytes (1MB =
1024x1024 = 1.048.576 bytes). Se você passar o
cursor do mouse sobre a raiz do DVD, aparece uma
dica de ferramenta quando o disco fica maior que o
tamanho fixado. Eis um exemplo:

(O disco está 2306,84 Mb maior que o tamanho especificado.)

Funções disponíveis no menu:

Hide menu transitions (Ocultar transições do menu)


- Substitui com um vídeo em branco todos os blocos
de menu, no disco inteiro, que não contêm botões.
Convert menus to still (Converter em menu
estático) - Converte todos os menus animados do
disco inteiro em menus estáticos. Os quadros usados
como imagens estáticas ficam aproximadamente no
ponto médio de cada célula. Isto reduzirá o
tamanho de cada menu para um valor relativamente
pequeno (normalmente <3 MB). As faixas de áudio e
legenda permanecerão intactas, porém podem ser
excluídas ou desabilitadas como de costume. A
duração de cada menu permanecerá a mesma. Se
você definir a duração da imagem estática da
célula, o tempo será adicionado ao final da
reprodução da célula.
Add VTS (Adicionar VTS) - Adiciona ao projeto um
novo Video Title Set vazio, sem PGCs e sem Menu
Language Units (Unidades de Idioma do Menu).
Add copied VTS - Adiciona ao projeto um VTS
anteriormente copiado, com todos os menus, PGCs,
faixas de áudio e legendas e o mapa de título
contidos no VTS original. Se mais de um VTS foi
copiado, serão adicionados na ordem em que foram
copiados.

Remove Parental Management (Remover controle parental) - Remove todos os recursos de controle
parental do disco. Isso inclui ignorar as tentativas, no VMG, de verificar o nível parental do leitor e
compará-lo ao nível do disco. Também remove os índices da máscara parental nos arquivos IFO dos discos.
Enable all operations (Habilitar todas as operações) - Remove todos os PUOPs (Prohibited User Operations
– Operações Proibidas ao Usuário) do disco inteiro.
Expand all / Collapse all - Expande ou Retrai todas as seções do Diagrama do DVD.
2.2 Domínio Gerenciador de Vídeo (VMG)

O Gerenciador de Vídeo (Video Manager Domain)


contém zero ou mais unidades de idioma do menu, as
quais contêm o menu de Título e outros PGCs de sub-
menus.
Os comandos VM nos menus do Gerenciador podem
acessar quaisquer menus VTS e também tocar qualquer
um dos títulos VMG. Podem, ainda, acessar um PGC do
menu VMG em qualquer PGC do VTS. O VMG é
frequentemente usado para navegar de um VTS para
outro.
Funções disponíveis no menu:
Hide all blocks (Ocultar todos os blocos) - Substitui
todos os blocos, em todas as Unidades de Idioma do
Menu VMG, com um vídeo em branco. Estes vídeos em
branco usam apenas uma quantidade insignificante de
espaço no disco.
Restore all blocks (Restaurar todos os blocos) -
Restaura todos os blocos, em todas as Unidades de
Idioma do Menu VMG, ao seu estado de pré-edição. Os
seguintes itens serão restaurados: a) blocos ocultos; b)
blocos cortados; c) comandos de Botão, posições e
esquemas de cores.
Add Language Unit - Adiciona uma nova Unidade de
Idioma do Menu VMG. A nova Unidade estará vazia e
não terá um idioma atribuído. Utilize a função Set
language code (Definir código de idioma) para atribuir
um idioma a ela.
Remove Parental Management - Remove todos os
recursos de controle parental do disco.
Enable all operations - Remove todos os PUOPs
(Prohibited User Operations) do VMG.
2.2.1 PGC First Play

Quando um disco é carregado pela primeira vez no


aparelho leitor, todos os Registros de Parâmetro
Geral (GPRM) são definidos em 0 (zero), e todos os
Registros de Parâmetro do Sistema (RMSP) são
definidos em valores padrão e, em seguida, são
executados os comandos pré do PGC First Play
(Reproduzir primeiro). Se houver quaisquer
comandos pós para o PGC First Play, serão, então,
executados.
O objetivo do First Play é definir o ponto de partida
da navegação e reprodução do disco.

Funções disponíveis no menu:

Hide all blocks - Substitui todos os blocos no PGC


First Play, com um vídeo em branco. Isto não deve
realmente ser necessário, pois o First Play não deve
conter nenhum bloco.

Restore all blocks - Restaura todos os blocos no PGC


First Play, ao estado de pré-edição. Isto não deve
realmente ser necessário, pois o First Play não deve
conter blocos.

Delete PGC/ Copy PGC - Remove/Copia o PGC First


Play.

Append Copied PGC - Esta função sempre estará


desativada pois o PGC First Play não deve conter
nenhum bloco.
2.2.2 Unidade de Idioma do Menu VMG

O Gerenciador de Vídeo tem zero ou mais unidades


de idioma do menu. Cada unidade contém PGCs do
Menu VMG em determinado idioma, designado por
um código de duas letras (pt para português, en
para inglês, etc). A unidade de idioma a ser
utilizada depende da configuração do Registro de
Parâmetro do Sistema (SPRM 0)
preferred_menu_language. Cada Unidade de Idioma
do Menu VMG pode conter um menu de título
ativado pelo botão Título do aparelho leitor.
Funções disponíveis no menu:
Hide all blocks - Substitui todos os blocos, nas
Unidades de Idioma do Menu VMG selecionadas, com
um vídeo em branco. Estes vídeos usam uma
quantidade insignificante de espaço no disco.
Restore all blocks - Restaura todos os blocos, nas
Unidades de Idioma do Menu VMG selecionadas, ao
seu estado de pré-edição. Os seguintes itens serão
restaurados: a) blocos ocultos; b) blocos cortados;
c) comandos de Botão, posições e esquemas de
cores.
Hide menu transitions - Substitui com um vídeo em
branco todos os blocos nas Unidades de Idioma
selecionadas e que não contêm botões.
Convert menus to still - Converte em menus
estáticos todos os menus animados na Unidade de
Idioma selecionada. Os quadros usados como
imagens estáticas estão aproximadamente no ponto
médio de cada célula. Isto reduzirá o tamanho de
cada menu para um tamanho relativamente
pequeno (normalmente <3 MB). As faixas de áudio e
legenda permanecerão intactas, porém podem ser
excluídas/desabilitadas como de costume. A
duração de cada menu permanecerá a mesma. Se
você definir a duração da imagem estática da
célula, o tempo será adicionado ao final da
reprodução da célula.
Delete <lc> menus - Remove as Unidades de Idioma
selecionadas.
Move Up/Move Down - Aumenta ou diminui a
posição ordinal da Unidade de Idioma selecionada.
Se não houver nenhuma unidade de idioma
correspondente à configuração do Registro de
Parâmetro do Sistema (SPRM 0)
preferred_menu_language, então será usada a
primeira.
Set language code – Define o código do idioma na
Unidade de Idioma selecionada.
Add PGC - Adiciona um novo PGC do Menu VMG à
Unidade de Idioma selecionada.
Add copied PGCs - Adiciona PGCs anteriormente
copiados com Copy PGC. Os PGCs copiados podem
vir do mesmo projeto ou de um outro projeto
aberto.
PGC do Menu VMG

Os comandos VM nos PGCs do Menu VMG podem


acessar quaisquer menus VTS e reproduzir qualquer
um dos títulos VMG. Podem, ainda, acessar um PGC
do menu VMG em qualquer PGC do VTS. O VMG é
frequentemente usado para navegar de um VTS para
outro.
O símbolo ao lado de um PGC no Diagrama do DVD
indica que ele contém botões.
Funções disponíveis no menu:
Hide all blocks - Substitui com um vídeo em branco
todos os blocos no PGC do Menu VMG selecionado.
Restore all blocks - Restaura todos os blocos, no
PGC do Menu VMG selecionado, ao seu estado de
pré-edição. Os seguintes itens serão restaurados: a)
blocos ocultos; b) blocos cortados; c) comandos de
Botão, posições e esquemas de cores.
Delete PGC - Remove o PGC do Menu VMG
selecionado.
Copy PGC - Copia o PGC do Menu VMG selecionado.
Este PGC pode então ser adicionado a outra unidade
de idioma no projeto atual ou em outro projeto
aberto, com Add copied PGC. Os blocos do PGC
copiado também podem ser anexados a outro PGC
com Append copied PGC. Se você segurar a tecla
Shift enquanto executa esta função, o Menu VMG
selecionado será adicionado a qualquer PGC já
copiado.
Append copied PGC - Anexa os blocos de um PGC
copiado anteriormente ao final dos blocos do Menu
VMG selecionado. O PGC copiado pode vir do
projeto atual ou de outro aberto. Se mais de um
PGC foi copiado, os PGCs serão acrescentados na
ordem em que foram copiados.
Add post to pre commands - Adiciona todos os
comandos Pós do PGC selecionado ao final de seus
comandos Pré. Isso muitas vezes serve como um
método para ignorar um PGC. Pode não ser
necessário se você habilitar a opção Auto-bypass,
pois fará isso automaticamente, se for indicado.
Set menu category - Define a categoria do menu
para o PGC do Menu VMG selecionado. Uma vez que
ele está no VMG, a única categoria possível é o
menu Título. Este menu é acionado pressionando-se
o botão Título do leitor.
2.2.3 Mapa do Título VMG

O Mapa de Título do VMG (VMG Title Map) organiza os números do título VMG, nos títulos VTS, tal como
definido nos Mapas de Título VTS. Para navegar para um título a partir do VMG, ele deve ser definido como
um título VMG.
Funções disponíveis no menu:

Add Title(s) (Adicionar Título) - Adiciona um ou


mais títulos ao Mapa do Título VMG. Primeiro, os
títulos devem ser definidos como um título em um
dos Mapa do Título VTS. Ao selecionar esta função
abre-se a caixa de diálogo Title Add. Nesta
janela, selecione o VTS que contém o título. Os
títulos disponíveis para o VTS aparecem à direita.
Você pode selecionar um título ou Ctrl + clique
para selecionar vários títulos. Também pode–se
selecionar uma gama de títulos, selecionando o
primeiro e Shift + clique sobre o último. Os
títulos são adicionados em sequência ao Mapa do
Título VMG.

Delete - Remove o título selecionado.

Edit - Edita o título selecionado, abrindo o


diálogo Title Edit.

Open destination (Abrir destino) - Conduz à


entrada do título VMG selecionado no seu
respectivo mapa de títulos.

Open destination in new window (Abrir destino


em nova janela) - Abre uma cópia do projeto
focalizando no título VMG selecionado no seu
respectivo mapa de títulos.

Select All (Selecionar tudo) – Seleciona todos os


títulos.
2.3. Conjuntos de Título do Vídeo (VTS)

Os VTSs contêm as cadeias de programas que incluem


todos os títulos do disco.
Cada VTS pode ter quaisquer números de Unidades de
Idioma do Menu VTS. Estas Unidades podem conter o menu
raiz do VTS. Pode, opcionalmente, conter menus de áudio,
legenda, ângulo ou capítulos, bem como outros PGCs de
Menu VTS sem uma classificação especial.
Cada VTS tem um Mapa de Título VTS que define os seus
títulos VTS e também os capítulos de cada título. Um
capítulo é também conhecido como Parte do Título ou
PTT.
Funções disponíveis no menu:
Hide all blocks - Substitui com um vídeo em branco todos
os blocos, em todos os PGCs do VTS. Usar esta função a
partir de um VTS, não esconde os blocos do menu. Se
pretende ocultar todos os blocos, deve executar essa
função a partir de uma Unidade de Idioma do Menu VTS.
Restore all blocks - Restaura todos os blocos, em todos os
PGCs do VTS, ao seu estado de pré-edição. Os seguintes
itens serão restaurados: a) blocos ocultos; b) blocos
cortados; c) comandos de Botão, posições e esquemas de
cores.
Strip angles... (Remover ângulos) - Em um VTS multi-
ângulo, esta função permite remover ângulos, exceto um,
a partir do VTS. Depois de selecionar Strip angles aparece
a caixa de diálogo de seleção de ângulo.
Copy VTS - Copia o VTS inteiro selecionado. Este VTS pode
ser adicionado a outro projeto com Add copied VTS na
respectiva raiz do diagrama do DVD. Se você segurar a
tecla Shift enquanto executa esta função, o VTS
selecionado será adicionado a qualquer VTS previamente
copiado.
Bulk replace... (Substituir em lote) - Substitui vários
blocos por blocos de outro VTS. Ao selecionar esta função
abre-se o diálogo Select Pool (Selecionar Grupo),
permitindo escolher a fonte dos blocos de substituição. Os
blocos de substituição podem vir do mesmo projeto ou de
um diferente.
Delete VTS – Exclui o VTS selecionado.
Add Language Unit - Adiciona uma unidade de idioma
vazia, sem um idioma atribuído.
Remove Parental Management - Remove as máscaras de
Controle Parental do VTS selecionado.
Enable all operations - Remove todos os PUOPs do VTS
selecionado.
2.3.1 Unidade de Idioma do Menu VTS

Cada Conjunto de Título do Vídeo (VTS) contém zero ou


mais unidades de idioma de menu que inclui o menu raiz
do VTS. Estas unidades de idioma também podem,
opcionalmente, conter menus de áudio, legenda,
ângulos, capítulos e outros PGCs de sub-menus.
A Unidade de Idioma a ser utilizada depende da
configuração no Registro de Parâmetro do Sistema
(SPRM 0) preferred_menu_language.
Funções disponíveis no menu:
Hide all blocks - Substitui com um vídeo em branco
todos os blocos nas Unidades de Idioma do Menu VTS
selecionadas.
Restore all blocks - Restaura todos os blocos, nas
Unidades de Idioma do Menu VTS selecionadas, ao seu
estado de pré-edição. Os seguintes itens serão
restaurados: a) blocos ocultos; b) blocos cortados; c)
comandos de Botão, posições e esquemas de cores.
Hide menu transitions - Substitui com um vídeo em
branco todos os blocos nas Unidades de Idioma
selecionadas e que não contenham botões.
Convert menus to still - Converte em menus estáticos
todos os menus animados na Unidade de Idioma
selecionada. Os quadros usados como imagens estáticas
estão aproximadamente no ponto médio de cada célula.
Isto reduzirá o tamanho de cada menu para um tamanho
relativamente pequeno (normalmente <3 MB). As faixas
de áudio e legenda permanecerão intactas, porém
podem ser excluídas/desabilitadas como de costume. A
duração de cada menu permanecerá a mesma. Se você
definir a duração da imagem estática da célula, o tempo
será adicionado ao final da reprodução da célula.
Delete <lc> menus - Remove as Unidades de Idioma
selecionadas.
Move Up/Move Down - Aumenta ou diminui a posição
ordinal da Unidade de Idioma selecionada. Se não
houver nenhuma unidade de idioma correspondente à
configuração do Registro de Parâmetro do Sistema
(SPRM 0) preferred_menu_language, então será usada a
primeira.
Set language code – Define o código do idioma na
Unidade de Idioma selecionada.
Add PGC - Adiciona um novo PGC do Menu VTS à
Unidade de Idioma selecionada.
Add copied PGCs - Adiciona PGCs anteriormente
copiados com Copy PGC. Os PGCs copiados podem vir do
mesmo projeto ou de um outro projeto aberto.
Enable all operations - Remove todos os PUOPs
(Prohibited User Operations) da Unidade de Idioma
atual.
PGC do Menu VTS

Os comandos VM nos PGCs do Menu VTS podem


acessar quaisquer menus dentro do mesmo PGC e
também tocar qualquer um dos títulos VTS. Mas não
podem acessar qualquer outro VTS, exceto a partir
de um menu especificado para um outro menu
especificado.
Podem, ainda, acessar um PGC do menu VMG. O
VMG é frequentemente usado para navegar de um
VTS para outro.
O símbolo ao lado de um PGC no Diagrama do DVD
indica que ele contém botões.
Funções disponíveis no menu:
Hide all blocks - Substitui com um vídeo em branco
todos os blocos no PGC do Menu VTS selecionado.
Restore all blocks - Restaura todos os blocos, no
PGC do Menu VTS selecionado, ao seu estado de pré-
edição. Os seguintes itens serão restaurados: a)
blocos ocultos; b) blocos cortados; c) comandos de
Botão, posições e esquemas de cores.
Delete PGC - Remove o PGC do Menu VTS
selecionado. Todos os comandos de navegação no
disco ou mapas de títulos do PGC excluído serão
sinalizados como inválidos pelo recurso de destacar
erros de navegação do DvdReMake.
Copy PGC - Copia o PGC do Menu VTS selecionado.
Este PGC pode então ser adicionado a outra unidade
de idioma no projeto atual ou em outro projeto
aberto, com Add copied PGC. Os blocos do PGC
copiado também podem ser anexados a outro PGC
com Append copied PGC. Se você segurar a tecla
Shift enquanto executa esta função, o Menu VTS
selecionado será adicionado a qualquer PGC já
copiado.
Append copied PGC - Anexa os blocos de um PGC
copiado anteriormente ao final dos blocos do Menu
VTS selecionado. O PGC copiado pode vir do projeto
atual ou de outro projeto aberto. Se mais de um
PGC foi copiado, os PGCs serão acrescentados na
ordem em que foram copiados.
Add post to pre commands - Adiciona todos os
comandos Pós do PGC selecionado ao final de seus
comandos Pré. Isso muitas vezes serve como um
método para ignorar um PGC. Pode não ser
necessário se você habilitar a opção Auto-bypass,
pois fará isso automaticamente, se for indicado.
Set menu category - Define a categoria do menu
para o PGC do Menu VTS selecionado. Categorias:
Root (Raiz), SubPicture (Legenda), Áudio, Angle
(Ângulo) ou Chapters (Capítulos).
Enable all operations - Remove todos os PUOPs do
PGC do Menu VTS atual.
Set prohibited operations - Configura os PUOPs do
PGC do Menu VTS atual.
2.3.2 Cadeias de Programas – Program Chains

Cada VTS pode conter uma ou mais Cadeias de


Programas (PGC). Estes PGCs contêm as faixas de
vídeo, áudio e legenda que compõem os títulos do
disco. Os PGCs do VTS estão contidos em Program
Chains no Diagrama do DVD.
Funções disponíveis no menu:

Hide all blocks - Substitui com um vídeo em branco


todos os blocos, em todos os PGCs do grupo de
Cadeias de Programa selecionado.
Restore all blocks - Restaura todos os blocos, em
todos os PGCs do grupo de Cadeias de Programa
selecionado, ao seu estado de pré-edição. Os
seguintes itens serão restaurados: a) blocos ocultos;
b) blocos cortados; c) comandos de Botão, posições
e esquemas de cores.
Add PGC - Adiciona um novo PGC ao VTS atual. O
novo PGC irá conter uma única célula de entrada de
programa que aponta para um novo bloco com um
vídeo em branco.
Add copied PGCs - Adiciona PGCs anteriormente
copiados com Copy PGC. Os PGCs copiados podem
vir do mesmo projeto ou de outro aberto. Se mais
de um PGC foi copiado, eles serão adicionados na
ordem em que foram copiados.
Enable all operations - Remove todos os PUOP de
todos os PGCs do VTS atual.
Cadeia de Programa (PGC)

Os comandos VM em um PGC podem acessar


qualquer outro PGC no mesmo VTS, bem como os
menus específicos. Os comandos VM de qualquer
PGC do VTS podem acessar um PGC no menu VMG.
Funções disponíveis no menu:

Hide all blocks - Substitui com um vídeo em branco


todos os blocos no PGC selecionado.
Restore all blocks - Restaura todos os blocos no PGC
selecionado ao seu estado de pré-edição. Os
seguintes itens serão restaurados: a) blocos ocultos;
b) blocos cortados; c) comandos de Botão, posições
e esquemas de cores.
Delete PGC - Remove o PGC selecionado.
Copy PGC - Copia o PGC selecionado, podendo ser
adicionado a outro VTS no projeto atual ou em outro
projeto aberto, com Add copied PGC. Os blocos do
PGC copiado também podem ser anexados a outro
PGC com Append copied PGC.
Append copied PGC - Acrescenta os blocos de um
PGC previamente copiado ao final dos blocos do PGC
selecionado. O PGC copiado pode vir do mesmo ou
de outro projeto aberto.
Add post to pre commands - Adiciona todos os
comandos Pós do PGC selecionado ao final de seus
comandos Pré. Isso muitas vezes serve como um
método para ignorar um PGC. Pode não ser
necessário se você habilitar a opção Auto-bypass,
pois será feito automaticamente, se for indicado.
Enable all / Set prohibited operations -
Remove/Configura todos os PUOP do PGC atual.
2.3.3 Mapa de Títulos do VTS

O Mapa de Títulos do VTS projeta, nos títulos, os números do Título VTS. Também define capítulos para
cada Título VTS. Os capítulos, também conhecidos como parte do título ou PTT, podem conter um ou mais
programas, mas geralmente são mapeados como programas na base de um-para-um. Ao selecionar todos os
programas em um PGC, pode-se adicionar todos os capítulos de uma só vez, com cada programa sendo um
capítulo (normalmente como a maioria dos DVDs são autorados).
Todos os títulos reproduzidos devem ser definidos como um Título do VTS.
Os botões do aparelho leitor Capítulo Seguinte/Anterior na verdade ignoram os programas, independente
da forma como os capítulos são definidos.
Funções disponíveis no menu Mapa de Títulos do
VTS:

Add Title - Adiciona um título ao mapa


selecionado. Na janela que se abre, selecione o
PGC que contém o título. Os programas disponíveis
para o VTS aparecem à direita. Você pode
selecionar um programa ou Ctrl + clique para
selecionar vários programas. Você também pode
selecionar uma gama de programas, selecionando o
primeiro e Shift + clique no último. Quando você
seleciona vários programas, o título é adicionado e
cada programa será mapeado sequencialmente
como capítulo do título.
Delete title – Exclui o título selecionado do Mapa
de Título do VTS.
Delete title with PGCs (Excluir títulos com PGCs)-
Exclui o título selecionado do Mapa de Título do
VTS e também os PGCs que foram definidos como
sendo parte deste título.
Add chapter(s) (Adicionar capítulos) - Adiciona um
ou mais capítulos ao Título VTS selecionado. Esta
função traz o diálogo Program Select, permitindo
escolher os programas para adicionar como
capítulo(s). Pode-se selecionar um programa ou
Ctrl + clique para selecionar vários programas.
Quando você seleciona vários programas, o título é
adicionado e cada programa será mapeado
sequencialmente como capítulo do título.
Insert chapter(s) (Inserir capítulos) - Funciona
como Add chapter(s) exceto que os novos capítulos
são adicionados antes do capítulo selecionado.
Delete chapter – Exclui o capítulo selecionado do
Título VTS atual.
Edit chapter (Editar capítulos) - Altera a atribuição
do PGC e/ou do programa do capítulo selecionado.
Open destination - Conduz ao programa definido
pelo capítulo selecionado, na Janela PGC.
Open destination in new window - Abre uma cópia
do projeto com o programa definido pelo capítulo
selecionado, na Janela PGC.
3. Janela Conteúdo do Domínio

A Janela Conteúdo do Domínio (Domain Content) permite visualizar rapidamente um domínio inteiro.

1. Pré–visualizador de Blocos 2. Pré–visualizador de Vídeo/Áudio/Legendas 3. Controles de reprodução do Pré–visualizador


de Vídeo/Áudio/Legendas 4. Barra de posicionamento do Pré–visualizador de Vídeo/Áudio/Legendas 5. Painel de Trilhas de
Áudio 6. Painel de informação do Vídeo 7. Guia do Painel de Trilhas de Legendas

A tabela a seguir ilustra o que e quando a Janela Conteúdo de Domínio exibe:

No Diagrama do DVD, ao selecionar... a Janela Conteúdo de Domínio exibe:

Video Manager (Gerenciador de Vídeo) todos os blocos em todas Unidades de Idioma do Menu VMG.

Uma Unidade de Idioma do Menu VMG todos os blocos na Unidade de Idioma selecionada.

Um VTS todos os blocos em todos os PGCs do VTS selecionado (sem menus).

Uma Unidade de Idioma do Menu VTS todos os blocos na Unidade de Idioma selecionada.

Program Chains (Cadeias de programas) todos os blocos do PGC no VTS selecionado.


3.1 Painel Conteúdo do Domínio

Este painel mostra um quadro de cada bloco do domínio selecionado. Clicando sobre um dos blocos pode-se
selecionar a visualização do vídeo/áudio/legenda daquele bloco. Um indicador no canto superior esquerdo
mostra o tamanho 209.65 MB e, logo abaixo, o tempo 00:01:31.21 de cada bloco. Quando o bloco é
entrelaçado, aparece a indicação ILVU ou ILVU MA (para multi-ângulo).
No canto inferior esquerdo é mostrado quais PGCs e células utilizam cada bloco pgc1:c1; se houver mais
de uma célula no mesmo PGC o indicador mostra pgc1: c2,c3c4. Se as células em mais de um PGC utilizam

aquele bloco, então o indicador mostra .


Esses indicadores podem ser desligados bastando desmarcar a opção Show pgc/cell (Exibir pgc/célula) em
Format options (Opções de formato). Todos os indicadores podem ficar temporariamente ocultos
pressionando e segurando a tecla F6. Para retornar, basta liberar a tecla.
Ativando a opção Skip blank frames at start (Ignorar quadros em branco ao iniciar) em Format Options,
cada bloco vai passar para uma posição em que haja conteúdo visível. A barra gráfica no lado direito de
cada bloco mostra o quanto o bloco avançou para pular os quadros em branco.
Funções disponíveis no menu:

Hide block - Substitui os blocos selecionados com um vídeo em branco. Pode-se selecionar vários blocos
com Crtl + clique ou Shift +clique ou, ainda, todos os blocos com a função Select All.
Hide blocks before/after this (Ocultar blocos antes/depois deste) - Substitui com um vídeo em branco
todos os blocos em posição anterior/posterior aos blocos selecionados.
Restore block - Restaura o bloco selecionado ao seu estado de pré-edição. Os seguintes itens serão
restaurados: a) blocos ocultos; b) blocos cortados; c) comandos de Botão, posições e esquemas de cores.
Replace block... - Substitui o bloco selecionado por outro bloco. O bloco de substituição pode vir a partir
do mesmo projeto ou de outro aberto ou de um VOB externo. Ao selecionar esta função abre-se o diálogo
Select block, permitindo escolher o bloco que deseja usar como substituição.
Split interleaved cells (Dividir células entrelaçadas) - Desentrelaça um bloco entrelaçado. Depois de usar
esta função, as células que eram parte do entrelaçamento podem ser manipuladas de forma independente
como blocos separados.
Move left / Move right - Move o bloco selecionado para a esquerda/direita dentro do seu VTS, movendo
fisicamente o bloco no disco. A ordem de reprodução não é afetada. Se dois blocos, dentro de PGCs
diferentes, serão reproduzidos uniformemente, pode-se usar esta função para mover os blocos
conjuntamente, aumentando assim a chance de que os blocos sejam lidos sequencialmente, sem pausa.
Copy - Copia o bloco selecionado para a área de transferência interna do DvdReMake. O bloco pode então
ser colado em outro lugar no mesmo projeto ou em outro aberto.
Paste - Substitui os blocos selecionados por aqueles copiados anteriormente com a função Copy. O número
selecionado de blocos deve ser igual ao número de blocos copiados ou essa função será desativada. Se o
layout da faixa de áudio e/ou legenda de destino for diferente da origem, será dado um aviso. Você terá,
então, que editar os índices das faixas para coincidir com a origem.
Goto PGC - Vai para o PGC e para as células que estão usando o bloco selecionado, na Janela PGC. Se mais
de uma célula estiver usando o bloco, abre-se um menu permitindo selecionar o PGC/célula, Figura 1. Esta
função pode ser desativada em Format Options.

3.2 Painel de Trilhas de Áudio (Janela Conteúdo do Domínio)

O Painel de Trilhas de Áudio (Audio


Tracks) apresenta as trilhas do
domínio selecionado e permite
manipulá-las de várias formas.
A coluna Size mostra o tamanho de
cada faixa em megabytes. Quando o
DVD é importado pela primeira vez, os
tamanhos das faixas são aproximados,
indicado pelo (est) ao lado do
tamanho. Pode-se usar Find exact
stream sizes (Pesquisar tamanho exato
da faixa) para determinar um tamanho
mais preciso.

Durante a pesquisa, o ícone é mostrado ao lado de cada faixa indicando que a rotina de calibragem
está sendo executada. A coluna Info mostra o idioma, tipo e identificação de cada faixa de áudio, no
seguinte formato: idioma, modo de codificação, descrição. O idioma pode ser qualquer um da Tabela de
Código de Idioma; o modo de codificação pode ser Dolby AC3, MPEG-1, MPEG-2, PCM Linear, DTS ou SDDS; a
descrição pode ser unspecified (indeterminado), normal, for the visually impaired (para deficientes
visuais), director's comments (comentários do diretor).
Selecionando uma faixa no Painel, o áudio será reproduzido, podendo alternar dinamicamente escolhendo
uma faixa diferente. Pode haver um ligeiro atraso enquanto descarrega o buffer da faixa de áudio.

Funções disponíveis no menu:

Disable track in all PGC (Desabilitar trilha em todos os PGCs) - Desativa a trilha de áudio selecionada em
todos os PGCs, recuperando o espaço que ela ocupava.
Delete Track - Exclui apenas a última trilha de áudio. Caso qualquer outra trilha, que não a última, seja
selecionada, essa função será desativada.
Add track - Adiciona uma nova trilha de áudio. Pode-se atribuir a identificação de uma faixa existente para
a nova trilha.
Edit track - Edita os atributos da trilha selecionada, através do diálogo Audio Track Attributes (Figura 1).
Copy tracks info (Copiar informação das trilhas) - Copia a informação das trilhas de áudio para o domínio
selecionado no momento. Esta informação pode ser colada posteriormente em um domínio diferente do
mesmo projeto ou de outro. Pode ser útil após copiar blocos de um domínio para outro, quando o layout da
faixa de áudio for diferente entre eles.
Paste tracks info (Colar informação das trilhas) - Cola a informação das trilhas de áudio anteriormente
copiadas com Paste Tracks Info.
Find exact stream sizes (Pesquisar tamanho exato da faixa) - Busca o tamanho exato de todas as faixas de
áudio e legenda no domínio atual. Para isso, o programa pesquisa através de todos os arquivos VOB do
título, o que leva vários minutos. Por conta desta demora é que os tamanhos das faixas são apenas
estimados quando se importa o DVD, pois nem sempre esta informação é necessária. Pode-se interromper a
pesquisa com um clique direito e escolhendo Stop search (Parar busca).
Refresh - Atualiza o Painel de Trilhas de Áudio.

3.3 Painel de Trilhas de Legenda

Semelhante ao de trilhas de áudio e suas


funções, o Painel de Trilhas de Legenda traz
informações do idioma, descrição e tipo de
legenda de cada trilha, no seguinte formato:
idioma, descrição. O idioma pode ser qualquer
um da Tabela de Código de Idioma; a descrição
pode ser normal, large (grande), children
(infantil), CC normal (Closed Caption – Legenda
oculta), CC grande, CC infantil, forced
(forçada), director's comment (comentário do
diretor) ou director's comment for children
(comentário do diretor para crianças).
Selecionando uma faixa no Painel, a legenda será reproduzida, podendo alternar dinamicamente
escolhendo uma faixa diferente. Pode haver um ligeiro atraso enquanto descarrega o buffer da faixa.

Funções disponíveis no menu:

Disable track in all PGC (Desabilitar trilha em todos os PGCs) - Desativa a trilha de legenda selecionada em
todos os PGCs.
Delete Track - Exclui apenas a última trilha de legenda. Caso qualquer outra trilha, que não a última, seja
selecionada, essa função será desativada.
Add track - Adiciona uma nova trilha de legenda. Pode-se atribuir a identificação de uma faixa existente
para a nova trilha.
Edit track - Edita a trilha selecionada, através do diálogo Subtitle Track Attributes (Figura 1).
Copy tracks info (Copiar informação das trilhas) - Copia a informação das trilhas de legenda para o domínio
selecionado no momento. Esta informação pode ser colada posteriormente em um domínio diferente do
mesmo projeto ou de outro. Pode ser útil após copiar blocos de um domínio para outro, quando o layout da
faixa de legenda for diferente entre eles.
Paste tracks info (Colar informação das trilhas) - Cola a informação das trilhas de legenda anteriormente
copiadas com Paste Tracks Info.
Find exact stream sizes (Pesquisar tamanho exato da faixa) - Busca o tamanho exato de todas as faixas de
áudio e legenda no domínio atual. Para isso, o programa pesquisa através de todos os arquivos VOB do
título, o que leva vários minutos. Por conta desta demora é que os tamanhos das faixas são apenas
estimados quando se importa o DVD, pois nem sempre esta informação é necessária. Pode-se interromper a
pesquisa com um clique direito e escolhendo Stop search (Parar busca).
Refresh - Atualiza o Painel de Trilhas de Legenda.

3.4 Painel de Informações do Vídeo


O Painel de Informações do Vídeo mostra o formato, resolução
e proporção de tela do domínio selecionado. Também pode-se
editar estes e alguns outros atributos.
Note que a maioria dessas configurações, na verdade, não
altera o conteúdo do DVD, mas apenas os atributos que o leitor
usa para saber como exibir o conteúdo. Por exemplo, alterar o
modo de codificação de MPEG-2 para MPEG-1, não será
realmente recodificar o vídeo.
A capacidade de alterar essas configurações com o
DvdReMake, permite consertar problemas de autoração ou
ajustar conteúdos personalizados que você adicionar ou
substituir no conteúdo já existente.
Configurações do diálogo Video Track Attributes (Atributos da Trilha de Vídeo):

• Aspect Ratio – Proporção

Normal (4:3) - Também conhecido como tela cheia.


Wide (16:9) - Formato Widescreen, com opções para conversão de pan/scan e/ou letterbox
para 4:3.

• Video Info

Coding Mode - Tipo utilizado de codificação MPEG. Valores possíveis: “MPEG-1” e “MPEG-2”.
A maioria dos DVDs usa MPEG-2.
Bit Rate - Define se a taxa de bits utilizada é constante (CBR – Constant Bit Rate) ou variável
(VBR – Variable Bit Rate). A maioria dos DVDs usa VBR.
Resolution - Define a resolução do vídeo. As possibilidades para PAL são: 352x288,
352x576, 704x576, 720x576. Para NTSC são: 352x240, 352x480, 704x480, 720x480. A maioria dos
DVDs comercial usa 720x576 para PAL e 720x480 para NTSC.

• Format

PAL - Inclui opção para modo câmera ou filme.


NTSC - Inclui opção para configurar Closed Caption (Legenda oculta) no campo 1 e/ou 2. CC1 e
CC2 usam o campo 1 e CC3 e CC4 usam o campo 2. As TVs fabricadas antes de 1990 suportam
apenas o campo 1.
4. Visualizar as Cadeias de Programa

A Janela Cadeias de Programa (Program Chain View) permite visualizar e editar uma cadeia de programa
individual, bem como os comandos VM do PGC e os comandos de Botão. Pode-se, ainda, esconder ou
remover botões.

1. Painel de Comandos Pré 2. Painel de Comandos Pós 3. Painel de Comandos da Célula 4. Painel de Trilhas de Áudio
5. Painel de Trilhas de Legenda 6. Painel de Extras 7. Painel de Pesquisa de Cores 8. Painel de Visualização de Blocos
9. Painel de Botões 10. Painel de Programas 11. Pré–visualizador de Vídeo/Áudio/Legenda 12. Controles de Reprodução
do Pré–visualizador de Vídeo/Áudio/Legendas 13. Barra de posicionamento do Pré–visualizador de Vídeo/Áudio/Legendas
4.1. Janela Blocos

A Janela Blocos mostra um quadro de cada bloco do PGC


selecionado. Basta clicar em um bloco para selecioná-lo e
visualizar vídeo, áudio e legenda. Um indicador no canto superior
esquerdo mostra o tamanho e duração de cada
bloco.
Caso ele seja entrelaçado, o indicador mostra ILVU ou ILVU MA se
também for multi-ângulo.
No canto inferior esquerdo são mostrados quais PGCs e células (por
exemplo, pgc3: c5) utilizam cada bloco; se houver mais de uma
célula no mesmo PGC o indicador mostra pgc1: c2,c3c4. Se as
células em mais de um PGC utilizam aquele bloco, então o

indicador mostra .
Esses indicadores podem ser desligados bastando desmarcar a
opção Show pgc/cell (Exibir pgc/célula) em Format options
(Opções de formato). Todos os indicadores podem ficar
temporariamente ocultos pressionando e segurando a tecla F6.
Para retornar, basta liberar a tecla.
Ativando a opção Skip blank frames at start (Ignorar quadros em
branco ao iniciar) em Format Options, cada bloco vai passar para
uma posição em que haja conteúdo visível. A barra gráfica no lado
direito de cada bloco mostra o quanto o bloco avançou para pular
os quadros em branco.
4.2 Painel de Programas

O Painel de Programas lista todas as células de um


PGC e mostra a célula de entrada de cada
programa. Também enumera os atributos Still
time, Seamless e Restricted e qual comando, se
houver, será atribuído à célula.
Para selecionar uma célula basta clicar sobre ela ou
selecionar várias células com Ctrl + clique . Depois
de selecionar várias células, a última selecionada
será a única mostrada em Video/Audio/Subtitle
Preview e as seguintes funções podem ser
realizadas nas células selecionadas: 1. Hide block
(Ocultar bloco), 2. Delete block (Excluir bloco), 3.
Delete program (Excluir programa), 4. Delete
program and blocks (Excluir programa e blocos) e 5.
Edit block attributes (Editar atributos do bloco).
O mapeamento do programa e todos os atributos da
célula podem ser editados com o DvdReMake.
O ícone ao lado de um PGC no Diagrama do DVD
indica que contém botões.
Ao se pressionar os botões Próximo ou Anterior do
aparelho leitor, a reprodução muda para o
programa seguinte ou anterior. Os programas
também são mapeados como pontos de capítulo no
Mapa de Título VTS. Muitas pessoas erroneamente
acreditam que os botões Próximo ou Anterior do
leitor pulam o capítulo, quando na verdade pulam o
programa. Na maioria dos casos, os números do
programa e os do capítulo são os mesmos, mas não
são obrigatoriamente mapeados na base de um-
para-um.
Funções disponíveis no menu:

Hide block - Substitui com um vídeo em branco os blocos da


célula selecionada.
Hide blocks before/after this - Substitui com um vídeo em
branco todos os blocos da célula anterior/posterior à
selecionada.
Restore block - Restaura o bloco da célula selecionada ao seu
estado de pré-edição. Os seguintes itens serão restaurados: a)
blocos ocultos; b) blocos cortados; c) comandos de Botão,
posições e esquemas de cores.

Replace block... – Substitui o bloco da célula selecionada por


outro. O bloco de substituição pode vir do mesmo ou de outro
projeto aberto ou de um VOB externo.
Substitute block... – Troca um bloco existente no mesmo VTS
pela célula selecionada. Qualquer número de célula pode
apontar para o mesmo bloco. Se após a substituição, o bloco
substituído já não for utilizado por outra célula, ele será
automaticamente removido pelo DvdReMake.
Insert block – Insere uma nova célula, e um bloco, antes da
selecionada e a torna a célula selecionada. O novo bloco será
um vídeo em branco no qual se pode, posteriormente, usar as
funções Replace block ou Substitute block para direcionar a
célula ao bloco correto.

Insert program – Transforma a célula selecionada em célula de entrada do programa. Será adicionado +1
aos números dos programas subsequentes ao programa inserido. Os capítulos no Mapa de Título VTS serão
ajustados aos números do programa. Se o programa inserido for mapeado como um capítulo, será preciso
adicionar o capítulo no Mapa de Título do VTS.
Delete block – Exclui a célula selecionada e seus blocos. Pode-se executar em várias células selecionadas.
Delete program – Apaga o ponto de entrada do programa a partir da célula selecionada. A célula e seus
blocos permanecem intactos. A célula passa a fazer parte do programa anterior e todos os números do
programa subsequentes ao excluído serão diminuídos em um. Todos os capítulos no Mapa de Título do VTS,
que utilizam o programa suprimido, propositalmente serão definidos como um número de programa
inválido para, assim, a função Problem Highlighting (Destacar erros) do DvdReMake sinalizar a entrada de
capítulos como inválida. Todos os capítulos subsequentes ao excluído serão ajustados aos números do
programa. Esta função pode ser executada em várias células selecionadas.
Add block – Adiciona uma nova célula e um bloco, ao final do PGC, e a torna a célula selecionada. O novo
bloco será um vídeo em branco no qual se pode, posteriormente, usar as funções Replace block ou
Substitute block para direcionar a célula ao bloco correto.
Add program – Adiciona uma nova célula e um bloco, ao final do PGC, e a torna a célula de entrada do
programa.
Append copied PGC (Anexar PGC copiado) – Acrescenta os blocos de um PGC previamente copiado ao final
dos blocos do PGC selecionado. O PGC copiado pode vir do projeto atual ou de outro aberto.
Edit block attributes... - Abre o diálogo de atributos do bloco PGC (Figura 1) permitindo definir os
seguintes atributos da(s) célula(s) selecionada(s):
• Command # (Comando nº):
Configura o número de comando da célula selecionada. Os comandos
de células são apresentados no Painel de Comandos de Células. O
comando correspondente será executado após a célula ser
reproduzida.
• Still time (Duração da imagem estática):
Configura a duração da imagem estática da célula. Os valores possíveis
são no still (sem imagem estática), 1-254 segundos e infinity
(infinito). Geralmente é usado para definir a duração da exibição de
um vídeo single-frame (com um único quadro), como um fundo de
menu. Caso seja usado em um vídeo de múltiplos quadros, todos eles
serão reproduzidos e, em seguida, o último quadro será exibido
durante o tempo definido para a imagem estática.
• Seamless playback (Reprodução uniforme):
Sinaliza ao aparelho para fazer a transição da célula anterior uniformemente ou sem pausa. Na maioria dos
casos, as células dentro de um PGC são reproduzidas de forma integrada mesmo que a sinalização não
esteja definida, mas quando configurada, ela indica ao leitor que os VOBs foram elaborados de forma a
garantir que as células sejam tocadas uniformemente. Apenas configurar essa sinalização não garante uma
reprodução integrada, especialmente se os blocos para os quais as células apontam estão fisicamente
separados. Se esta opção estiver marcada, nenhum comando de célula será executado pela célula anterior.
Por esta razão, se um comando de célula estiver definido para uma célula, o DvdReMake automaticamente
desativará a opção para a próxima célula.
• Restricted (Restrito):
Quando a reprodução chega a uma célula com a opção Restricted configurada, a reprodução retornará ao
padrão (1x à frente) cancelando qualquer “drible”, como avanço rápido ou lento, ou qualquer reprodução
contrária.

4.3 Painéis de Comandos de Célula/Pré/Pós

Os painéis de Comando de Célula, Pré e Pós


(Cell/Pre/Post Commands) enumeram os comandos VM
do PGC selecionado e proporcionam um meio de editá-
los.
Os comandos Pré são executados quando o PGC é
iniciado, antes de as células serem mostradas. Se uma
célula tiver um comando de célula associado a ela, o
comando será executado depois que a célula for
reproduzida.
Os comandos Pós são executados após chegar ao fim do
PGC durante a reprodução ou após o comando
LinkTailPGC ser executado, mas não serão executados ao
chegar ao fim do PGC se o atributo Next PGC (Próximo
PGC) estiver configurado para outro PGC, neste caso a
reprodução será transferida para aquele PGC.
Se você selecionar um comando que tenha uma instrução
goto, o número da linha de destino fica realçado em
verde, como mostrado à esquerda. Neste exemplo, a
linha 4 está selecionada, e uma vez que tem a função
goto line 19, o número da linha 19 é realçado em verde.
O número total de comandos pré+pós+célula de um PGC
não deve ultrapassar 128.
Um clique direito sobre uma entrada em um dos painéis de comandos abre o menu:

Add command (Adicionar comando) - Adiciona um novo comando no final da lista, através do diálogo Editar
Comando, permitindo especificar o comando desejado.
Insert command (Inserir comando) – Insere um novo comando antes do selecionado, através do diálogo
Editar Comando, permitindo especificar o comando desejado.
Delete command (Excluir comando) – Exclui o(s) comando(s) selecionado(s).
Copy (Copiar) – Copia o(s) comando(s) selecionado(s) para posterior utilização com as funções Paste, Add
Copied ou Insert Copied. Note que os comandos não são copiados na área de transferência do Windows®. O
DvdReMake tem a sua área de transferência interna.
Paste (Colar) – Substitui o comando selecionado por aquele previamente copiado com a função Copy.
Add copied (Adicionar cópia) – Adiciona ao final da lista o(s) comando(s) anteriormente copiados com a
função Copy.
Insert copied (Inserir cópia) – Adiciona o(s) comando(s) anteriormente copiados com a função Copy, antes
do comando selecionado.
Edit command... (Editar comando...) - Abre o diálogo Editar Comando, permitindo editar o comando
selecionado.
Open destination (Abrir destino) – Leva ao destino das instruções Jump (Saltar), Call (Chamar), Link
(Vincular) ou goto (ir para) do comando selecionado. Pode ser usado para percorrer a navegação do disco.
As funções Undo Open Destination e Redo Open Destination, na Barra de Ferramentas, podem ser usadas
para retroceder e avançar através da navegação que foi traçada (também listada no painel Histórico).
Open destination in new window (Abrir destino em nova janela) – Abre uma cópia do projeto cujo foco é o
destino das instruções Jump, Call, Link ou goto do comando selecionado.
Select all – Seleciona todos os comandos.
4.4 Painel de Botões

O Painel de Botões apresenta todos os botões da


célula selecionada. Para cada botão será mostrado:
número, comando, esquema de cores, e se tem ou
não ação automática. Um botão de ação automática
executará o seu comando tão logo o usuário o
selecione, sem exigir a tecla Enter.
Cada tela pode ter botões separados para
widescreen anamórfico, pan/scan automático ou
letterbox automático. É necessário um conjunto
independente de botões para cada modo de
exibição para que o realce seja desenhado na área
correta da imagem modificada. As guias
selecionáveis na parte inferior do painel de botões
permitem a seleção dos conjuntos de botões.
Cada botão inclui quatro linques direcionais que
determinam qual deles será selecionado a seguir,
quando a tecla de seta correspondente for
pressionada. A ordem dos botões geralmente
corresponde à sua disposição física, mas não
necessariamente.
Na maioria dos DVDs, os gráficos ou imagens que compõem a parte visual do botão são, na verdade, parte
do vídeo estático ou animado que compõem o fundo do menu. À medida que o usuário avança através dos
botões utilizando as teclas de seta do aparelho, as sub-imagens são usadas para destacar os botões de
forma que a seleção atual seja percebida. Quando se oculta ou exclui um botão no DvdReMake, apenas
impede-se que o botão seja destacado, mas a imagem que compõe o botão ainda estará lá. A única
maneira de remover, de fato, os gráficos do botão é editar e reautorar o fundo do menu.

Funções disponíveis no menu:

Hide button – Esconde do usuário o botão


selecionado. Os linques do botão adjacente serão
ajustados de modo que ainda seja possível navegar
pelo menu. Quando se quer remover um botão de
um menu para impedir o usuário de escolher o
material removido ou ocultado, geralmente este é o
melhor método. Isso ocorre porque quando se
esconde um botão, a numeração permanece a
mesma. Assim, qualquer tentativa de destacar um
determinado botão, através do código, ainda assim
destacará o botão correto.
Delete button – Exclui o botão selecionado. Os
botões serão renumerados. Os linques do botão
adjacente serão ajustados de modo que ainda seja
possível navegar pelo menu.

Edit button... – Abre o diálogo Editar Botões, permitindo editar os itens do botão selecionado: 1) o
comando do botão, 2) posições de destaque para cada modo de exibição, 3) os quatro linques direcionais,
4) o esquema de cores usado.
Move Up / Move Down – Aumenta ou diminui o número do botão selecionado. Os linques direcionais dos
botões serão ajustados de modo que todos os botões sigam as mesmas instruções de antes. Isso pode ser
usado para transformar um botão em um botão padrão (# 1).
Copy button command – Copia o comando do botão selecionado para colar posteriormente usando a
função Paste button command. Os comandos podem ser colados em outro botão, bem como em qualquer
outro lugar adequado, inclusive como comando pré, pós ou de célula. Note que os comandos não são
copiados na área de transferência do Windows®, mas sim na área interna do DvdReMake.
Paste button command – Cola um comando ao botão selecionado. O comando também poderia ter sido
copiado do painel de comando Pós, Pré ou de Célula, desde que ele fosse apropriado para um botão.
Open destination – Leva ao destino das instruções Jump (Saltar), Call (Chamar), Link (Vincular) ou goto (ir
para) do comando do botão selecionado. Pode ser usado para percorrer a navegação do disco. As funções
Undo Open Destination e Redo Open Destination, na Barra de Ferramentas, podem ser usadas para
retroceder e avançar através da navegação que foi traçada (também listada no painel Histórico).
Open destination in new window – Abre uma cópia do projeto cujo foco é o destino das instruções Jump,
Call, Link ou goto do comando selecionado.

4.5 Diálogo Editar Botão

Este diálogo permite editar vários atributos de Botões


Sobre Vídeo (BOV, Buttons Over Video) geralmente
usados em menus e também em títulos.
A seção Position da janela permite alterar a posição de
realce do botão mudando os valores nas quatro caixas de
coordenadas. As coordenadas utilizadas são os pixels da
tela, começando no canto superior esquerdo da tela
(0,0). As coordenadas esquerda e direita especificam a
distância, em pixels, do lado esquerdo da tela até os
lados esquerdo e direito do botão. As coordenadas na
parte superior e inferior especificam a distância do topo
da tela até as partes superior e inferior do botão.
É possível ajustar as posições do botão separadamente
para widescreen anamórfico, pan/scan automático e
letterbox automático, selecionando uma das abas na
parte superior da janela.

Em Adjacent buttons (Botões adjacentes) pode-se alterar os linques direcionais correspondentes às setas
do controle remoto do leitor. O valor mostrado ao centro representa o número do botão que está sendo
editado. Os valores nas outras quatro caixas indicam, partindo do botão ao centro, qual será o próximo
botão a ser destacado quando o usuário utilizar o controle remoto.
A seção Command mostra o comando atual do botão que está sendo editado. Se a caixa auto estiver
marcada o botão terá ação automática, fazendo com ele seja ativado automaticamente, tão logo o usuário
o selecione e antes de pressionar tecla Enter do controle remoto. Para editar o comando de um botão,
clique em à direita da caixa de comando, o que abrirá o diálogo de edição.
A caixa Color scheme permite selecionar um dos três esquemas de cores usados para realçar o botão. Os
esquemas de cores podem ser editados com um clique direito no plano de fundo do menu em Menu
Preview/Editor e selecionando Edit Color Schemes. As cores usadas pelo esquema de cores podem ser
alteradas no Painel CLUT (Pesquisa de Cores).
4.6 Painel de Trilhas de Áudio (Janela PGC)

Este painel mostra as faixas de áudio do PGC


selecionado e oferece um meio de desativá-las ou
alterar os números da faixa dentro da trilha.
A coluna Info mostra o idioma e tipo de cada trilha,
no seguinte formato: idioma, modo de codificação,
descrição.
O idioma pode ser qualquer um da Tabela de Código
de Idioma; o modo de codificação pode ser Dolby
AC3, MPEG-1, MPEG-2, PCM Linear, DTS ou SDDS; a
descrição pode ser unspecified (indeterminado),
normal, for the visually impaired (para deficientes
visuais), director's comments (comentários do
diretor).
Selecionando uma faixa no Painel, ela será
reproduzida, podendo alternar dinamicamente
escolhendo uma faixa diferente. Pode haver um
ligeiro atraso enquanto descarrega o buffer da faixa.

Funções disponíveis no menu:


Disable Track – Desativa a trilha da faixa de áudio
selecionada. Desativar uma trilha vai recuperar o
espaço que ela ocupava.
Edit Track - Abre o diálogo Select stream for PGC
audio track (Selecionar faixa da trilha de áudio do
PGC), Figura 1, permitindo selecionar o número da
faixa da trilha de áudio selecionada. Pode-se ativá-
la marcando a caixa enabled (ativada).
Select All - Seleciona todas as trilhas.
4.7 Painel de Trilhas de Legendas (Janela PGC)

O Painel de Trilhas de Legenda mostra as faixas de


legendas do PGC atualmente selecionado e fornece
um meio de desativá-las ou definir qual faixa será
usada para reprodução em widescreen, pan/scan e
letterbox.
A coluna Info traz informações do idioma e descrição
de cada trilha, no seguinte formato: idioma,
descrição. O idioma pode ser qualquer um da
Tabela de Código de Idioma; a descrição pode ser
normal, large (grande), children (infantil), CC
normal (Closed Caption – Legenda oculta), CC
grande, CC infantil, forced (forçada), director's
comment (comentário do diretor) ou director's
comment for children (comentário do diretor para
crianças).
Selecionando uma faixa no Painel, ela será
reproduzida, podendo alternar dinamicamente
escolhendo uma faixa diferente. Pode haver um
ligeiro atraso enquanto descarrega o buffer da faixa.

Funções disponíveis no menu:


Disable Track – Desativa a trilha da faixa de legenda
selecionada. Desativar uma trilha vai recuperar o
espaço que ela ocupava.
Edit Track - Abre o diálogo Select stream(s) for PGC
subpicture track (Selecionar faixa(s) da trilha de
legenda do PGC), Figura 1, permitindo selecionar
o(s) número(s) da(s) faixa(s) correspondente(s) à
reprodução em widescreen, pan/scan e letterbox.
Pode-se ativá-la marcando a caixa enabled
(ativada).
Select All - Seleciona todas as trilhas.
4.8 Painel de Extras

O Painel de Extras mostra vários atributos do PGC


selecionado e fornece um meio para mudá-los.

Funções disponíveis no menu:


Edit... – Abre o diálogo Extras da Cadeia de
Programas (Figura 1), permitindo mudar os atributos
do PGC selecionado.
Open destination – Abre o PGC especificado na
seleção Next PGC, Prev PGC ou Go Up PGC.
Open destination in new window – Abre uma cópia
do projeto cujo ponto central é o PGC especificado
na seleção Next PGC, Prev PGC ou Go Up PGC.

Atributos do diálogo:

Os atributos Next PGC e Prev PGC (Próximo PGC e


PGC Anterior) proporciona um meio para estabelecer
uma ligação virtual entre dois PGCs no mesmo VTS.
O valor zero significa desativado. O linque Next PGC
do PGC atual será obedecido quando ocorrer
quaisquer das seguintes situações: 1) a reprodução
atingir o final do PGC atual, 2) O usuário pressionar
o botão Próximo Capítulo durante a reprodução do
último programa do PGC atual, 3) Executar
LinkNextProgram, botão ou comando de célula do
último programa do PGC atual, 4) Executar
LinkNextCell, botão ou comando de célula da última
célula do PGC atual.
Quando o linque Next PGC é obedecido, nem os
comandos pós do PGC atual, nem os comandos pré
de Next PGC são executados. O linque Prev PGC do
PGC atual será obedecido quando ocorrer quaisquer
das seguintes situações: 1) O usuário pressionar o
botão Capítulo Anterior durante a reprodução do
primeiro programa do PGC atual, 2) Executar
LinkPrevProgram, botão ou comando de célula do
primeiro programa do PGC atual, 3) Executar
LinkPrevCell, botão ou comando de célula da
primeira célula do PGC atual.
O atributo PGC still time (Duração da pausa do PGC) pode ser definido como no still (sem pausa), 1 a 254
segundos ou infinity (infinito). A pausa do PGC atua depois da reprodução da última célula do PGC e da
execução do respectivo comando de célula, se houver, porém antes de executar os comandos pós do PGC.
O último VOBU do PGC será mostrado durante o período de tempo especificado para a pausa.
PGC playback mode (Modo de reprodução do PGC) especifica qual dos três modos de reprodução deve ser
utilizado pelo PGC. Os valores possíveis são: sequencial, random (aleatório) e shuffle (embaralhado). A
maioria dos PGCs usa o modo sequencial reproduzindo as células em ordem, uma após a outra. Os modos
aleatório e embaralhado são muito semelhantes no funcionamento: em ambos pode-se especificar o
número de células que se quer reproduzir em ordem aleatória. A única diferença é que o modo aleatório
pode repetir uma célula antes de reproduzir um número determinado de células, ao passo que o modo
embaralhado mantém as células que foram reproduzidas e não as repete até que todas sejam reproduzidas.
É possível especificar uma quantidade maior de células do que o número de células no PGC, então elas
serão reproduzidas mais de uma vez.
4.9 Painel CLUT (Pesquisa de Cores)

CLUT é um acrônimo para Color Lookup Table (Tabela de Pesquisa de Cores). O Painel CLUT mostra a
tabela das cores do PGC selecionado utilizadas para destacar o botão e proporciona um meio de alterá–las.
Cada botão é configurado para usar um dos três esquemas de cores. Cada um desses esquemas usa quatro
das 16 cores constantes da Tabela. O esquema de cores usado por um botão pode ser alterado no diálogo
de edição de botão (Button Edit Dialog) ou quando um menu é exibição em Visualização/Editor de Menu
(Menu Preview/Editor).

Funções disponíveis no menu:

Edit color – Abre o diálogo de seleção de cor (Figura 1), permitindo


alterar a cor selecionada.
Import... – Importa um arquivo de uma tabela de cores .clt.
Export... – Exporta a tabela de cores para um arquivo .clt.
5. Visualização de Vídeo/Áudio/Legenda

O visualizador de vídeo/áudio/legendas permite ver os blocos selecionados nas várias janelas do programa
proporcionando muitas funções para editar a sequência de vídeo. O visualizador também funciona como um
editor visual de menu, pois mostra posições e características dos botões.
Se o bloco selecionado for multi-ângulo ou entrelaçado, pode-se selecionar os diferentes ângulos ou as
Unidades Entrelaçadas (ILUV) usando os botões no lado esquerdo da janela de visualização e as setas para
cima/baixo. A barra de rolagem no canto inferior direito permite mover–se através do vídeo. Clicando
sobre as setas para esquerda ou direita, ou entre elas e o indicador, move a posição de reprodução um
VOBU de cada vez.
No canto superior esquerdo há indicadores de tamanho e o tempo total , e à direita há
indicadores de Mb decorridos/restantes , do VOBU atual e das faixas selecionadas
de áudio audio: {0xBD:0x80} e legenda subpicture: {0xBD:0x20}.
O visualizador também permite reproduzir o bloco com áudio e legenda utilizando os botões de controle na
parte inferior da janela: Ir para o Início, Retrocesso Rápido, Reproduzir, Avanço Rápido e
Ir para o Final.
Durante a exibição, a faixa de áudio e/ou legenda pode ser selecionada nos Painéis de Trilha de Áudio e de
Legenda.
Algumas funções do menu: Cut to here (Cortar até aqui) – Remove uma seção do bloco
atual, desde o início até o VOBU anterior àquele atualmente
mostrado.
Cut from here (Cortar a partir daqui) – Remove uma seção do
bloco atual, partindo do VOBU seguinte àquele atualmente
mostrado, até o fim do bloco.
Split here (Dividir aqui) – Move o VOBU atual e os seguintes até
o respectivo bloco inserido. Uma célula do bloco inserido será
inserida depois daquela que aponta para o bloco dividido. O
programa não aceita divisão de blocos entrelaçados por vários
ângulos ou ramificação integrada.
Show original... (Mostrar original) – Abre uma janela de
visualização mostrando o bloco antes de ter sido editado.
Convert to still (Converter em imagem estática) – Converte o
bloco selecionado em imagem estática do quadro atualmente
mostrado, reduzindo significativamente o tamanho do bloco
(normalmente <3 MB). Esta função é especialmente útil para
reduzir o tamanho dos menus animados, tornando-os estáticos.
As faixas de áudio e legenda permanecem intactas, podendo ser
excluídas/desabilitadas, como de costume. A duração do bloco
será a mesma. Se você definir a duração da imagem estática da
célula, o tempo será adicionado ao final da reprodução da
célula.

Replace with still (Substituir por imagem estática) - Substitui o bloco selecionado por um quadro do
mesmo projeto ou de outro, através do diálogo que se abre, permitindo escolher o quadro que deseja usar
como substituição. As faixas de áudio e legenda não mudam.
Export frame... - Exporta o quadro atualmente mostrado para um arquivo bitmap do Windows® (. bmp).
Import buttons... - Importa botões para o bloco que está sendo visualizado, a partir de um arquivo de
layout de botão (.mbl) criado com a função Export buttons.
Export buttons... - Exporta os botões do bloco visualizado para um arquivo de layout de botão (.mbl).
Podem ser importados posteriormente para um menu com a função Import buttons.
Add button - Adiciona um botão no bloco em exibição. Note que este botão só cria informações de
navegação e esquema de cor, mas não a sub-imagem necessária ao botão.
Edit color schemes... (Editar esquemas de cores) – Abre o diálogo de esquema de cores que permite
alterar os esquemas de cores do realce do botão, do bloco visualizado. Normalmente os botões são
utilizados apenas nos PGC do menu, mas também podem ocorrer em títulos.
5.1 Visualização/Editor de Menu

Quando se está trabalhando em um bloco de menu, a visualização funciona da mesma maneira, mas
adiciona–se funcionalidade para que se possa ver os botões do menu e editar vários de seus aspectos.
Enquanto geralmente os botões são usados somente nos menus, os títulos também podem tê-los. Tudo
mencionado aqui também se aplica aos títulos BOV.
A janela de visualização mostra as posições do botão nos retângulos vermelhos. Os botões podem ser
selecionados clicando sobre eles. O botão selecionado é realçado com um retângulo verde de linha dupla.
Pressionar e segurar a tecla F6 esconde temporariamente os retângulos do botão, o tamanho, posição e
indicadores da trilha, permitindo ver o vídeo de fundo do menu que pode ter sido abrangido pelas
sobreposições. Para retornar basta liberar a tecla.
As 4 setas direcionais indicam os botões correspondentes aos linques do botão adjacente. Os linques
especificam o próximo botão a ser destacado quando o usuário pressionar uma das teclas de seta no
controle remoto do aparelho.
Um menu animado pode ter mais de um conjunto de botões. Cada conjunto é exibido em uma posição
temporal diferente dentro do bloco do menu, nas guias na parte inferior da janela. Pode–se saltar
rapidamente para um determinado conjunto de botões, clicando em sua aba.

Passar o cursor sobre um botão exibe uma dica sobre o comando do botão.
Clique direito ou duplo clique sobre o botão permite editar comandos de botões, posição, botões
adjacentes e esquema de cores. Também pode-se editá-los a partir do Painel de Botões.
Para alterar o esquema de cores do menu atual, clique direito em algum lugar no fundo do menu (em
qualquer lugar que não seja um botão) e selecione Edit color schemes (Editar esquemas de cores).

Funções disponíveis no menu:


Hide button – Esconde do usuário o botão
selecionado. Os linques do botão adjacente serão
ajustados de modo que ainda seja possível navegar
pelo menu. Quando se quer remover um botão de
um menu para impedir o usuário de escolher o
material removido ou ocultado, geralmente este é
o melhor método. Isso ocorre porque quando se
esconde um botão, a numeração permanece a
mesma. Assim, qualquer tentativa de destacar um
determinado botão, através do código, ainda assim
destacará o botão correto.
Delete button – Exclui o botão selecionado. Os botões serão renumerados.
Edit button... – Abre o diálogo Editar Botões, permitindo editar os itens do botão selecionado: 1) o
comando do botão, 2) posições de destaque para cada modo de exibição, 3) os quatro linques direcionais,
4) o esquema de cores usado.
Copy button command – Copia o comando do botão selecionado para colar posteriormente usando a
função Paste button command. Os comandos podem ser colados em outro botão, bem como em qualquer
outro lugar adequado, inclusive como comando pré, pós ou de célula. Note que os comandos não são
copiados na área de transferência do Windows®, mas sim na área interna do DvdReMake.
Paste button command – Cola um comando ao botão selecionado. O comando também poderia ter sido
copiado do painel de comando Pós, Pré ou de Célula, desde que ele fosse apropriado para um botão.
Open destination – Leva ao destino das instruções Jump (Saltar), Call (Chamar), Link (Vincular) ou goto (ir
para) do comando do botão selecionado. Pode ser usado para percorrer a navegação do disco. As funções
Undo Open Destination e Redo Open Destination, na Barra de Ferramentas, podem ser usadas para
retroceder e avançar através da navegação que foi traçada (também listada no painel Histórico).
Open destination in new window – Abre uma cópia do projeto cujo foco é o destino das instruções Jump,
Call, Link ou goto do comando selecionado.

5.2 Diálogo Esquema de Cores

Um menu de DVD com botões é composto de três


camadas. A primeira camada é o vídeo estático ou
animado usado como fundo; a segunda é a sub-imagem
ou a máscara, que contém os gráficos que compõem os
botões; a terceira é a camada de destaque, que define
as coordenadas dos retângulos nos quais exibir a parte
da sub-imagem, e configura as cores usadas para
realçar o botão que o usuário selecionar.
Cada botão tem três estados diferentes: o primeiro é
Display (Exibir) ou Normal, que é o padrão, com
exceção daquele em destaque que foi escolhido pelo
usuário; o segundo é Selection (Seleção), que ocorre
quando o usuário seleciona as setas ou número no
controle remoto do aparelho; o terceiro é Action
(Ação), que ocorre quando o usuário pressiona a tecla
Enter no botão selecionado.
A máscara de sub-imagem é composta por até quatro cores (geralmente preto, branco, vermelho e azul).
Cada cor representa background, pattern, emphasis 1 ou 2 (respectivamente fundo, padrão, ênfase 1 ou
2). Normalmente, padrão é para o primeiro plano, fundo é para o plano de fundo, ênfase 1 é a borda
interna e ênfase 2 é a borda externa. Muitos programas de autoração de DVD não obedecem a isto, porém,
e usarão ênfase 1 e 2 como cores do primeiro plano.
Para cada um dos estados do botão, o nível de cor e de transparência pode ser mapeado para cada uma
das cores na máscara da sub-imagem. Os mapeamentos do estado Normal, na verdade, estão no próprio
fluxo da sub-imagem e não podem ser alterados no Diálogo de Esquema de Cores. Na verdade, na maioria
dos menus, os níveis de transparência para o estado Normal são geralmente definidos em 0, tornando-os
completamente transparentes. Isso ocorre porque os gráficos dos botões geralmente estão no vídeo de
fundo, no qual milhões de cores podem ser usadas ao invés das quatro limitadas à camada de sub-imagem.
Estes menus usam as sub-imagens só para destacar o botão selecionado.
Cada célula de um PGC de menu tem três esquemas de cores usados para configurar quais cores vão
destacar os botões nos modos Seleção e Ação. A cada botão é atribuído um esquema.
Cada esquema de cores, cor e nível de transparência é mapeado em quatro cores de sub-imagem, tanto
para o modo Seleção como Ação. O índice de cor (color index) corresponde a uma das cores da Tabela
CLUT do PGC. O nível de transparência (transparency) é um número entre 0 e 15. 0 é totalmente
transparente ou invisível e 15 é completamente opaco.
O botão Export permite salvar um esquema de cores em um arquivo de extensão .mct, que posteriormente
pode ser carregado utilizando o botão Import. Pode-se usar esse atributo para copiar esquemas de cores de
um menu para outro ou de esquema para esquema no mesmo menu.

6. Diálogos Diversos

6.1 Janela Editar Comando

O diálogo Command Edit


(Editar comando) é aberto
ao escolher editar um
comando a partir dos
Painéis de Comando
Pré/Pós/Célula ou do
diálogo Editar Botão.
Existem 8 categorias de
comandos disponíveis em
um DVD-vídeo, que podem
ser condicionalmente
executadas, embora com
algumas restrições. Na
medida em que se vai
configurando um comando,
na caixa na parte superior
da janela é mostrado um
exemplo de como ele
ficará.

Categorias de comando:

• Special Instructions
Esta categoria inclui diversos comandos. A opção Condition (condição) é opcional. Se for usada uma
condição, ela será avaliada primeiro. Se a condição for verdadeira, o comando será executado.

Comandos
NOP Break
goto line # Set Parental Level
• Link Instructions
Esta categoria de comando é usada para movimentações dentro do mesmo domínio. Opcionalmente, o
botão de destaque pode ser especificado com todas as instruções de linque, exceto Link PGC; se não
quiser, use zero. A opção Condition (condição) é opcional. Se for usada uma condição, ela será avaliada
primeiro. Se a condição for verdadeira, o comando será executado.

Comandos
LinkNoLink LinkNextPGC
LinkTopCell LinkPrevPGC
LinkNextCell LinkGoUpPGC
LinkPrevCell LinkTailPGC
LinkTopProgram Resume
LinkNextProgram Link PGC
LinkPrevProgram Link Chapter
LinkTopPGC Link Program

• Jump/Call Instructions
Esta categoria de comando é usada para movimentações fora de um domínio. As instruções de Salto são
usadas para PGCs do menu. As instruções de Chamada são usadas para PGCs do títulos e podem salvar uma
posição de reprodução à qual se pode retornar posteriormente, usando o comando Resume (Prosseguir). A
opção Condition (condição) é opcional. Se for usada uma condição, ela será avaliada primeiro. Se a
condição for verdadeira, o comando será executado.

Comandos

A partir de um PGC de título A partir de um PGC de menu


Exit Exit
Jump VTS Title Jump VTS Title
Jump VTS Title Chapter Jump VTS Title Chapter
Call First Play Jump First Play
Call VMG “title” menu Jump VMG “title” menu
Call VTS Menu Jump VTS Menu
Call VMG PGC Jump VMG PGC
• System Set Instructions
Esta categoria de comando ajusta vários Registros de Parâmetros do Sistema (RMSP). Em System Set direct,
o RMSP é definido com um valor que você seleciona em uma lista. Em System Set indirect, o RMSP é
definido com o valor de Registro de Programa Geral (GPRM) que você especificar. Pode-se usar uma
condição ou um sub-comando de linque, mas não ambos. Se for usada uma condição, ela será avaliada
primeiro. Se a condição for verdadeira, o comando será executado. Se for utilizado um linque, ele será
executado após o comando Set.

Comandos
Set audio/sub-picture/angle Set karaoke audio mixing mode
Set register mode and value Set highlighted button
Sub-Comandos Opcionais de Linques
LinkNoLink LinkNextPGC
LinkTopCell LinkPrevPGC
LinkNextCell LinkGoUpPGC
LinkPrevCell LinkTailPGC
LinkTopProgram Resume
LinkNextProgram Link PGC
LinkPrevProgram Link Chapter
LinkTopPGC Link Program

• Set Instructions
Esta categoria de comando atribui um valor a um dos 16 GPRM. Pode ser uma tarefa simples, usando o
operador “=” para atribuir um valor que você especificar ou o valor de outro GPRM. Usando outros
operadores, a tarefa também pode ser o resultado de um cálculo matemático ou bitwise entre o GPRM que
você está definindo e outro GPRM ou o valor que você especificar. Os operadores “=” e bitwise também
podem usar um SPRM como valor fonte. Pode-se usar uma condição ou um sub-comando de linque, mas não
ambos. As 3 categorias listadas abaixo (Set/Compare/Link) podem usar tanto uma condição quanto um
linque, mas existem restrições e você fica limitado a um conjunto menor de sub-comandos de linques. Se
for usada uma condição, ela será avaliada primeiro. Se a condição for verdadeira, o comando será
executado. Se for utilizado um linque, ele será executado após o comando Set.
• Set, Compare -> Link Sub-Instruction
Esta categoria de comando executa incondicionalmente um comando Set, em seguida, avalia uma
condição. Se a condição for verdadeira, um comando de Linque será executado. Ao contrário do comando
Set padrão descrito acima, pode–se usar uma condição e um comando de linque com esse tipo de comando,
embora haja uma limitação. Se por um lado pode-se ter uma condição e um linque ao mesmo tempo, por
outro, o registro definido e o confrontado devem ser iguais e o usuário ficará limitado a um pequeno
subconjunto de comandos de Linque.
Este comando pode ser utilizado sem uma condição ou um linque, mas um comando Set padrão seria mais
adequado para isso, pois não tem limitações.

Sub-Comandos Opcionais de
Linques
LinkNoLink LinkTopPGC
LinkTopCell LinkNextPGC
LinkNextCell LinkPrevPGC
LinkPrevCell LinkGoUpPGC
LinkTopProgram LinkTailPGC
LinkNextProgram Resume
LinkPrevProgram
• Compare->(Set, Link Sub-Instruction)
Esta categoria de comando primeiro avalia a condição. Se a condição for verdadeira, é executado o
comando Set seguido por um comando de linque. Os dois comandos ficam sujeitos à condição. Ao contrário
do comando Set padrão descrito acima, pode–se usar uma condição e um comando de linque com esse tipo
de comando, embora haja uma limitação. Enquanto pode-se ter uma condição e um linque ao mesmo
tempo, o lado direito da condição ou do comando Set deve ter um valor e não um GPRM ou SPRM e o
usuário ficará limitado a um pequeno subconjunto de comandos de Linque. Este comando pode ser
utilizado sem uma condição ou um linque, mas um comando Set padrão seria mais adequado para isso, pois
não tem limitações.

Sub-Comandos Opcionais de
Linques
LinkNoLink LinkTopPGC
LinkTopCell LinkNextPGC
LinkNextCell LinkPrevPGC
LinkPrevCell LinkGoUpPGC
LinkTopProgram LinkTailPGC
LinkNextProgram Resume
LinkPrevProgram

• Compare->Set, always Link Sub-Instruction


Esta categoria de comando primeiro avalia a condição. Se a condição for verdadeira, executa-se o comando
Set e, em seguida, um comando de linque, independente do resultado da condição. Ao contrário do
comando Set padrão descrito acima, pode–se usar uma condição e um comando de linque com esse tipo de
comando, embora haja uma limitação. Enquanto pode-se ter uma condição e um linque ao mesmo tempo,
o lado direito da condição ou do comando Set deve ter um valor e não um GPRM ou SPRM e o usuário ficará
limitado a um pequeno subconjunto de comandos de Linque. Este comando pode ser utilizado sem uma
condição ou um linque, mas um comando Set padrão seria mais adequado por não ter limitações.

Sub-Comandos Opcionais de
Linques
LinkNoLink LinkTopPGC
LinkTopCell LinkNextPGC
LinkNextCell LinkPrevPGC
LinkPrevCell LinkGoUpPGC
LinkTopProgram LinkTailPGC
LinkNextProgram Resume
LinkPrevProgram
6.2 Janela Selecionar Ângulos

O diálogo Select angle (Selecionar


ângulo) se abre ao escolher a
opção Strip angles... (Remover
ângulos) em um VTS.
Pode–se escolher um ângulo
usando as abas à esquerda. A pré-
visualização de blocos na parte
superior mostra todos os blocos
com multi-ângulo do VTS
selecionado. É possível selecionar
um desses blocos e usar os
controles de reprodução para vê–
lo. Quando encontrar o ângulo que
deseja manter, clique no botão
Keep this (Manter este).

6.3 Janela Selecionar Blocos


O diálogo Select block (Selecionar
Blocos) permite selecionar um bloco
para ser um bloco de substituição, a
partir de qualquer lugar, em
qualquer projeto aberto, até mesmo
de uma fonte externa, usando o
botão Load... (Carregar). Cada VTS,
de cada projeto aberto, tem um
acesso para o grupo na lista Data
Pools (Grupos de dados), dos menus e
filme.
Selecionar um grupo carrega os
blocos no painel de seleção. Após
selecionar o bloco desejado, ele será
carregado na janela de visualização.
Se a fonte do bloco de substituição
não estiver em um projeto aberto,
pode–se carregar uma fonte externa,
clicando no botão Load...
No diálogo aberto, selecione qualquer arquivo VOB individualmente ou um VTS inteiro alterando a opção de
arquivo Files of type para DVD titleset (*.ifo) e escolha o seu arquivo IFO. Quando terminar, clique em OK.

6.4 Janela Selecionar Blocos (de substituição)

O diálogo Select block for substitution (Selecionar Blocos para substituição) permite selecionar um bloco
existente a partir de qualquer PGC no mesmo VTS para substituição. A célula selecionada, então, apontará
para o bloco que o usuário selecionar. Qualquer número de células pode apontar para o mesmo bloco.
O painel rolável de seleção de bloco na parte superior mostra todos os blocos do VTS atual. Após selecionar
o bloco desejado, ele será carregado na janela de visualização. Quando terminar, clique em OK.
6.5 Janela Selecionar Grupo

O diálogo Select Pool (Selecionar


grupo) permite selecionar um
grupo de dados de blocos a ser
usado para substituição em lote.
O grupo de substituição pode vir
de outro VTS no mesmo projeto,
de qualquer projeto aberto ou
de uma fonte externa.
Cada VTS, de cada projeto
aberto, tem um acesso para o
grupo na lista Data Pools
(Grupos de dados), dos menus e
filme. Selecionar um grupo
carrega os blocos no painel de
seleção. Após selecionar o bloco
desejado, ele será carregado na
janela de visualização.

A opção Replace blocks using (Substituir blocos com) no canto inferior esquerdo da janela, permite
selecionar como os blocos de substituição serão atribuídos aos blocos de destino. A primeira opção é blocks
order que substitui os blocos na ordem do grupo de substituição, na base do “enquanto durarem os
estoques”. A segunda é vob/cell id cujas células do grupo de substituição coincidem com o mesmo PGC e
número de células no VTS que está sendo substituído.
Se a fonte do bloco de substituição não estiver em um projeto aberto, pode–se carregar uma fonte externa,
clicando no botão Load... No diálogo aberto, selecione qualquer arquivo VOB individualmente ou um VTS
inteiro alterando a opção de arquivo Files of type para DVD titleset (*.ifo) e escolha o seu arquivo IFO.
Quando terminar, clique em OK.
6.6 Janela Selecionar Quadro

O diálogo Select Frame


(Selecionar quadro) permite
selecionar um quadro com a
função Replace with still
(Substituir por imagem estática).
O quadro pode ser de qualquer
lugar, de qualquer projeto aberto
ou de uma fonte externa, usando
o botão Load...
Cada VTS, de cada projeto
aberto, tem um acesso para o
grupo na lista Data Pools (Grupos
de dados), dos menus e filme.
Selecionar um grupo carrega os
blocos no painel de seleção. Após
selecionar o bloco desejado, ele
será carregado na janela de
visualização.

A opção Replace blocks using (Substituir blocos com) no canto inferior esquerdo da janela, permite
selecionar como os blocos de substituição serão atribuídos aos blocos de destino. A primeira opção é blocks
order que substitui os blocos na ordem do grupo de substituição, na base do “enquanto durarem os
estoques”. A segunda é vob/cell id cujas células do grupo de substituição coincidem com o mesmo PGC e
número de células no VTS que está sendo substituído.
Se a fonte do bloco de substituição não estiver em um projeto aberto, pode–se carregar uma fonte externa,
clicando no botão Load... No diálogo aberto, selecione qualquer arquivo VOB individualmente ou um VTS
inteiro alterando a opção de arquivo Files of type para DVD titleset (*.ifo) e escolha o seu arquivo IFO.
Quando terminar, clique em OK.
6.7 Janela Operações Proibidas ao Usuário (PUOPs)

Estas operações são funções de


controle de baixo nível que são
convertidas pelo aparelho para
uma das operações definidas
pelo usuário. Algumas
operações são opcionais e
podem não ser suportadas por
todos os leitores, enquanto
algumas são obrigatórias nas
especificações do DVD e
devem ser suportadas por
todos os aparelhos. Podem ser
proibidas no nível VTS, PGC
ou VOBU.
O diálogo é aberto ao usar a
função Set prohibited
operations (Definir operações
proibidas) disponível para
PGCs, PGCs dos menus VTS e
VMG e para blocos individuais
na Visualização de
Vídeo/Áudio/Legenda.

Pode-se usar a opção Enable all operations (Ativar todas as operações) para remover todas as operações
em vários locais, conforme descrito abaixo:

Usar a opção aqui remove as operações em

Raiz do diagrama do DVD No disco inteiro

Gerenciador de vídeo Todos os PGCs do VMG em todas as Unidades de Idioma do Menu VMG

Unidades de Idioma do Menu VMG Todos os PGCs do VMG da Unidade de Idioma selecionada

PGC do Menu VMG PGC do Menu VMG selecionado

Conjunto de Título do Vídeo (VTS) Todos os PGCs do Menu VTS e PGCs do VTS no VTS selecionado

Unidade Idioma do Menu VTS Todos os PGCs do Menu VTS na Unidade de Idioma selecionada

PGC do Menu VTS PGC do Menu VTS selecionado

Cadeias de Programas Todos os PGCs do VTS no VTS selecionado

PGC No PGC selecionado


7. Painel Histórico

Todas as operações realizadas no DvdReMake Pro ficam inscritas na lista do histórico do Painel History.
Ao clicar em uma entrada da lista do histórico pode-se desfazer todas as operações realizadas
posteriormente. As operações desfeitas serão mostradas em cinza (Figura 2). Se você clicar em uma dessas
entradas em cinza, serão refeitas as operações desfeitas até aquela selecionada. Os botões Desfazer e
Refazer na Barra de Ferramentas executam uma função semelhante, mas apenas um passo de cada vez.

O Painel Histórico, juntamente com a função Open


destination podem ser úteis para se delinear uma
navegação. Sempre que se usa esta função são adicionadas
duas entradas à lista de Histórico. A primeira é pre-open
location (pré-abertura) e a segunda é open [location], em
que [location] é o destino que foi aberto (Figura 3). Para
voltar à posição, basta clicar em uma das entradas. Clicar
em pre-open location conduzirá à posição anteriormente
aberta. Os botões da barra de ferramentas Desfazer e
Refazer Open Destination também avançam ou retrocedem,
um de cada vez, aos destinos que foram abertos, podendo
ser realizadas em vários pontos no DvdReMake Pro:
a) nos comandos Jump/Call/Link/goto nos Painéis de
Comando Pré/Pós/Célula; b) nos comandos de botão no
Painel de Botões; c) nos comandos de botão no
Visualizador/Editor de Menu; d) nos títulos no Mapa de
Título VMG; e) nos títulos ou capítulos no Mapa de Título
VMG; f) em Next, Prev ou Go Up PGC no Painel de Extras.
Pode-se configurar o número de operações mantidas na
lista do histórico em Format Options.
No layout da tela padrão, o Painel Histórico fica
automaticamente oculto no lado direito da tela e pode ser
removido no menu Exibir.
8. Painel de Registro de Atividades (Log)

Sempre que você importar ou exportar um


DVD, ou carregar e salvar um projeto, as
informações ficam no registro (log) para
acompanhar o andamento das operações,
segurança e erros que são encontrados. O
nome da operação é inserido em negrito; as
entradas posteriores mostram o andamento
das operações, como as partes lidas do DVD.
Os erros ficam em vermelho.
No layout da tela padrão, o Painel Log fica
automaticamente oculto no lado direito da
tela e pode ser removido no menu Exibir.
O registro também fica gravado em um arquivo
chamado DvdReMake.log na pasta de
instalação do programa.

Funções disponíveis no menu:

Copy Log to Clipboard (Copiar Registro para


Área de Transferência) - Copia o registro para
a área de transferência do Windows®.
Clear Log (Remover Registro) – Remove o
registro.
PARTE III – EDIÇÃO AVANÇADA

Reproduzir Consecutivamente Discos Mesclados

Este guia mostra como implementar o recurso Play All (Reproduzir tudo) a um DVD criado com a função
Merge DVDs (Mesclar DVDs).
Primeiro, vamos começar com o Disco 1. Na Figura 1, o Disco 1 é o VTS 1, o Disco 2 é o VTS 2 e o Disco 3 é
o VTS 3. Sim, há apenas um VTS (Video Title Set, Conjunto de Títulos do Vídeo) por disco. Você pode ter
mais VTSs por disco. O exemplo é apenas para ilustração e simplicidade.

1. No painel de comandos Pós


do PGC do filme, Figura 1,
insira os comandos no
retângulo vermelho para as
Linhas (Line) 1 e 2, basta
selecionar a linha e pressionar
a tecla Insert. É criado um
comando NOP. Duplo clique
nele para abrir o diálogo Editar
Comando. Selecione Set
Instructions (Instruções de
Configuração) na lista.
Verifique o botão Set
(Configurar). Digite R[0] = 2 e
clique em OK.
Repita o procedimento para a
Linha 2. O comando Call VMG
title menu está na categoria
Jump/Call Instructions na
lista.

2. Repita a etapa 1 para o Disco 2 (apenas se houver um Disco 3), exceto na Linha 1, aumente o valor de
R[0] em 1, ou seja, R[0] = 3.

3. Repita a etapa 2 para o Disco 3 ( R[0] = 4 ) apenas se houver o Disco 4.

O propósito da atribuição de um valor a R[0] é dizer ao DVD para ir automaticamente para o disco seguinte
após terminar a reprodução do disco atual.
Agora vamos para o menu do Título VMG. É onde se decide quais discos reproduzir. Então, depois de
reproduzir o Disco 1, ele volta ao menu do título – sem exibi–lo, é claro – e salta para o Disco 2. Lembre-se,
se o Disco 2, como todos os outros discos, iniciar com o menu principal ou algum logotipo ou introdução, é
normal. Não suponha que este procedimento permita que comece o filme logo no Disco 2, 3 e 4. No
entanto, isso pode ser feito, mas é um pouco complicado, dependendo da complexidade do DVD. Não há
uma maneira determinada de fazê-lo, pois este método é geralmente para usuários avançados que desejam
personalizar ainda mais o DVD. Vejamos a Figura 2 como referência neste procedimento.
1. No painel de comandos de Células (Cell Command) adicione o comando LinkTailPGC. Para mais detalhes,
clique direito em qualquer lugar do painel e selecione Add Command (Adicionar Comando). É criado um
comando NOP. Duplo clique nele para abrir o diálogo Editar Comando. Selecione Link Instructions na lista.
Confira a segunda caixa, escolha LinkTailPGC na lista e clique em OK.

2. Clique direito em qualquer lugar do painel de Programas e selecione Add block (adicionar bloco). É
criada uma nova célula em branco, a célula 2.

3. Duplo clique ou pressione a barra <Espaço> na nova célula para abrir o diálogo PGC Block Attributes
(Atributos do Bloco PGC) . Selecione o comando #1 e clique em OK.

4. No painel de comandos Pré adicione os 3 comandos seguintes no final.


Break (Special Instructions – Instruções Especiais). Será a linha 18.
highlighted_button = 2048 (button 2), Link Cell 2 (System Set Instructions – Instruções de Configuração do
Sistema). Entre o valor 2048 no registro highlighted_button. Será a linha 19.
highlighted_button = 3072 (button 3), Link Cell 2 (System Set Instructions). Será a linha 20.
5. Do alto do painel de comandos Pré, selecione a Linha 1 e pressione a tecla Insert. Duplo clique em NOP
e digite o seguinte comando:
if (R[0] == 2) goto line 20 (Special Instructions). É a linha 1.

6. Selecione a Linha 2 e digite o seguinte comando:


if (R[0] == 3) goto line 22 (Special Instructions). É a linha 2.

O resultado deve ser o mesmo da Figura 2. Se não for, então corrija para torná-lo parecido.
Está pronto. Basta exportar e testar. Se estiver satisfeito, então comprima ou recodifique, se necessário, e
depois grave.
Nota: Por ora, você deve ter notado como os painéis estão organizados. Está personalizado desta forma
especificamente para esta ilustração para que você possa ver tudo sem ter que fazer vários screenshots. Os
painéis de Histórico (History) e de Registro (Log) foram removidos. Outros painéis foram ocultados, como
mostrado no lado direito do programa.

PARTE IV - APÊNDICE

1. Comandos da Máquina Virtual (VM)

Instruções Especiais
Parâmetros
Comando VM Descrição Notas
[ ]=opcional
NOP ( No OPeration ) Nenhuma operação. nenhum

Transfere o controle para o comando


Só pode ser usado em
goto line em determinada linha dentro deste linha #
comandos Pré ou Pós.
grupo de comandos do PGC.

Finaliza a execução do atual grupo de Só pode ser usado em


Break nenhum
comandos e continua a reprodução. comandos Pré ou Pós.

Pede confirmação para definir um novo


nível Parental. Quando positivo, vai para
a linha indicada neste grupo de Só pode ser usado em
Set Parental Level comandos, o novo nível será definido PML, linha # comandos Pré ou Pós de um
até que o disco seja ejetado, então PGC de Menu VMG.
retorna ao nível em que estava antes de
executar este comando.
Instruções de Linque
Parâmetros
Comando VM Descrição Notas
[ ]=opcional
Sem alteração (exceto, opcionalmente,
LinkNoLink [botão de realce # ]
define o botão realçado).

LinkTopCell Reinicia a célula atual. [botão de realce # ] comandos de botão ou célula

LinkNextCell Inicia a célula seguinte no PGC atual. [botão de realce # ] comandos de botão ou célula

LinkPrevCell Inicia a célula anterior à célula atual. [botão de realce # ] comandos de botão ou célula

LinkTopProgram Reinicia o programa atual. [botão de realce # ] comandos de botão ou célula

LinkNextProgram Inicia o programa seguinte no PGC atual. [botão de realce # ] comandos de botão ou célula

Inicia o programa anterior ao programa


LinkPrevProgram [botão de realce # ] comandos de botão ou célula
atual.

LinkTopPGC Reinicia o PGC atual. [botão de realce # ] comandos de botão ou célula

Inicia o PGC especificado pelo atributo


LinkNextPGC [botão de realce # ]
NextPGC do PGC atual.

Inicia o PGC especificado pelo atributo


LinkPrevPGC [botão de realce # ]
PrevPGC do PGC atual.

Inicia o PGC especificado pelo atributo


LinkGoUpPGC [botão de realce # ]
GoUpPGC do PGC atual.

Passa para o final do PGC atual e executa


LinkTailPGC [botão de realce # ]
seus comandos pós.

Recomeça a reprodução na posição salva,


Resume [botão de realce # ] O destino pode ser qualquer domínio.
pela operação Call ou MenuCall.

O destino deve ser no mesmo


LinkPGC Inicia um PGC no mesmo domínio. PGC #
domínio.

Inicia determinado capítulo (parte do capítulo #, Deve ser no mesmo título. Não deve
Link Chapter
título) no título atual. [botão de realce #] ser usado em PGCs de menu.

programa #,
Link Program Inicia determinado programa no PGC atual.
[botão de realce # ]
Instruções de Jump/Call
Parâmetros
Comando VM Descrição Notas
[ ]=opcional
Exit Para a reprodução. nenhum

Inicia o PGC de entrada de


Jump VTS Title determinado título no mesmo título # O título deve estar no mesmo VTS.
conjunto de títulos (VTS).

Inicia determinado capítulo de


Jump VTS Title Título #,
determinado título no mesmo O título deve estar no mesmo VTS.
Chapter capítulo #
conjunto de títulos (VTS).

O comando Resume retornará a reprodução à


posição de onde partiu este comando a
Salva a posição da reprodução. menos que seja especificada uma célula de
Call FirstPlay [ célula retomar # ]
Inicia First Play PGC. retorno alternativa. Não pode ser usado em
um PGC de menu. O comando similar Jump
First Play pode ser usado em menus.

O comando Resume retornará a reprodução à


posição de onde partiu este comando a
menos que seja especificada uma célula de
Salva a posição da reprodução.
Call VMG “title” menu [ célula retomar # ] retorno alternativa. Não pode ser usado em
Inicia o menu “título” do VMG.
um PGC de menu ou em First Play PGC. O
comando similar Jump Jump VMG “title”
menu pode ser usado em menus.

O comando Resume retornará a reprodução à


Salva a posição da reprodução. posição de onde partiu este comando a
Inicia o menu de determinado menos que seja especificada uma célula de
tipo de menu #,
Call VTS Menu tipo no VTS atual. Tipos de retorno alternativa. Não pode ser usado em
[ célula retomar # ]
menu: 3-Raiz, 4-Legenda, 5- um PGC de menu ou em First Play PGC. O
Áudio, 6-Ângulo, 7-Capítulo. comando similar de menu Jump VTS pode
ser usado em menus.

O comando Resume retornará a reprodução à


posição de onde partiu este comando a
menos que seja especificada uma célula de
Salva a posição da reprodução. PGC #,
Call VMG PGC retorno alternativa. Não pode ser usado em
Inicia determinado PGC no VMG. [ célula retomar # ]
um VTS ou em First Play PGC. O comando
similar Jump VMG PGC pode ser usado em
menus.

Inicia o PGC de entrada de Só pode ser usado em First Play PGC ou em


Jump VTS Title determinado título no mesmo título # PGC do VMG. O similar Call VTS Title pode ser
conjunto de títulos (VTS). usado a partir de um PCG de títitulo VTS.

Inicia determinado capítulo de


Jump VTS Title Título #,
determinado título no mesmo Só pode ser usado no mesmo VTS.
Chapter capítulo #
VTS.

Só pode ser usado em um VTS ou no PGC do


Jump First Play Inicia o First Play PGC. nenhum menu VMG. O similar Call First Play pode ser
usado a partir de um PCG de títitulo VTS.

Só pode ser usado a partir de First Play PGC


Jump VMG “title” ou de um PCG de títitulo VTS.
Inicia o menu “título” do VMG. nenhum
menu O similar Call VMG “title” menu pode ser
usado a partir de um PCG de títitulo VTS.

Inicia o menu VTS de tipo


Só pode ser usado a partir de First Play PGC
determinado: 3-Raiz, 4- title set #,
ou de um PCG de menu VMG.
Jump VTS Menu Legenda, 5-Áudio, 6-Ângulo, 7- tipo de menu #,
O similar Call VMG “title” menu pode ser
Capítulo. Define titleset# em 0 título
usado a partir de um PCG de títitulo VTS.
para ir ao menu no mesmo VTS.

Só pode ser usado a partir de menus VTS ou


VMG, ou de First Play PGC.
Jump VMG PGC Inicia determinado PGC no VMG. PGC #
O similar Call VMG PGC pode ser usado a
partir de um PCG de títitulo VTS.
Instruções de Configuração do Sistema
Parâmetros
Comando VM Descrição Notas
[ ]=opcional
áudio NO, 0-7

NO, 0 forced, 0-
Altera um, dois ou todos os legenda
31 on/off
controladores de áudio (SPRM
1), legenda (SPRM 2), e
ângulo 0-8 Pode ser condicional ou
Set audio/sub- ângulo (SPRM 3) do SPRM.
combinado com um comando de
picture/angle Os registos podem ser Pode ser
GPRM a definir, linque, mas não os dois.
ajustados com um valor condicional ou
(direto) ou um GPRM modo,
combinado com
(indireto). GPRM/SPRM/
um comando de
valor do
linque, mas não
operando
os dois.

Define o valor e o modo do


GPRM (indicador ou Pode ser condicional ou
Set register mode and
contador). O indicador pode valor ou GPRM combinado com um comando de
value
ser ajustado com um valo, linque, mas não os dois.
outro GPRM ou um SPRM.

Ajusta o valor do SPRM em Pode ser condicional ou


Set karaoke audio
11. Pode ser definido com valor (botão# x 1024) ou GPRM combinado com um comando de
mixing mode
valor ou GPRM. linque, mas não os dois.

Define o botão destacado em Pode ser condicional ou


Set highlighted button questão (SPRM 8). Pode ser combinado com um comando de
definido com valor ou GPRM. linque, mas não os dois.

Instruções de Configuração
Parâmetros
Comando VM Descrição Notas
[ ]=opcional
Define um dos GPRMs com GPRM a definir, GPRM/ Pode ser condicional ou combinado com um
Set
valor, SPRM ou outro GPRM. SPRM/valor do operando comando de linque, mas não os dois.
2. Registro de Parâmetros do Sistema (SPRM)

SPRM Função Nome no DvdReMake Como alterar Padrão

0 Idioma designado ao menu preferred_menu_language somente leitura Conforme o


leitor
1 Número da faixa de áudio audio Definir áudio/legenda/ângulo 15
2 Número da faixa de legenda sub-picture Definir áudio/legenda/ângulo 62 (nenhum)
3 Número do ângulo angle Definir áudio/legenda/ângulo 1
4 Número do Título volume_title durante a exibição 1
5 Número do Título VTS vts_title durante a exibição A partir do
SPRM 4
6 Número do PGC do Título PGC durante a exibição
7 Número de Parte do Título chapter durante a exibição 1
8 Número do botão de realce highlighted_button Definir botão de realce 1
9 Temporizador de navegação navigation_timer Definir temporizador de 0
navegação
10 PGC a exibir quando expirar navigation_timer_jump_PGC Definir temporizador de
o temporizador de navegação
navegação
11 Modo de mixagem de áudio karaoke_audio_mixing_mode Definir modo de mixagem de 0
do leitor para karaoke áudio para karaokê
12 Código do país parental_management_contry_code somente leitura
13 Nível Parental parental_level Definir nível parental
(temporário)
14 Ajuste do leitor para vídeo player_video_configurations somente leitura
15 Ajuste do leitor para áudio player_audio_configurations somente leitura
16 Código do idioma inicial preferred_audio_language somente leitura 65535
17 Extensão do código do preferred_audio_language_extension somente leitura 0
idioma inicial
18 Código do idioma inicial para preferred_sub-picture_language somente leitura 65535
Legenda
19 Extensão do código do preferred_sub- somente leitura 0
idioma inicial para Legenda picture_language_extension
20 Código de região do leitor player_regional_code somente leitura
21 Reservado reserved_21
22 Reservado para modo de reserved_22
reprodução estendida
23 Reservado
3. Operadores

Definir operadores de comando Fonte (V) pode ser:

Descrição (R=GPRM a
Operador Nome GPRM SPRM constante
definir)

= igual Definir R como V

<-> comutativo Trocar R por V

+= soma Somar V a R

-= subtração Subtrair V de R

*= multiplicação Multiplicar R por V

/= divisão Dividir R por V

%= módulo Definir R como R módulo V

Definir R como valor aleatório entre 1


=random aleatório eV

&= AND (E) Definir R como R AND V (AND lógico)

|= OR (OU) Definir R como R OR V (OR lógico)

^= XOR * Definir R como R XOR V

* Operação lógica, significa eXclusive OR, em português “OU EXCLUSIVO”.

Operadores condicionais

Operador Descrição

& bitwise AND (non-zero=true)

== igual

!= diferente

>= maior ou igual

> maior

<= menor ou igual

< menor

Esta é uma tradução livre. Veja o texto original na página do desenvolvedor:


http://www.dimadsoft.com/dvdremakepro/info.php

reginaces
nov/2010