Você está na página 1de 37

Aula 06 (parte 2)

Realidades de Goiás p/ PM-GO (Soldado e Cadete)


Professor: Sergio Henrique
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

SUMÁRIO
00. Bate papo inicial. Pág. 02
1. Situação econômica pós 1964, Pág. 03
redemocratização do país e as Diretas Já.
2. Exercícios Resolvidos. Pág. 13
3. Exercícios Propostos. Pág. 21
4. Considerações finais. Pág. 36

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 1
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

00. BATE PAPO INICIAL.

Olá amigo concurseiro. É com muita alegria que o recebo


novamente para falarmos da história política de Goiás. Veremos nesta
aula o período da abertura política, ou seja, da redemocratização.
Estudar as aulas anteriores, é fundamental para que você possa
compreender muitas das coisas que vamos tratar aqui. Leia com
atenção seu texto de apoio, releia e pratique exercícios. Aos poucos o
conteúdo básico vai ficar retido na sua memória. Claro que para isso é
muito importante você fazer suas próprias anotações, ou em forma de
resumo ou anotações nos exercícios, não importa, você escolhe. O
importante é estudarmos bastante e nos concentrarmos nos estudos.
Estimule sua disciplina e procure motivação pensando em seus sonhos.
Bons estudos.

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 2
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

1. SITUAÇÃO ECONÔMICA PÓS 1964, REDEMOCRATIZAÇÃO DO


PAÍS E AS DIRETAS JÁ.

O General Geisel assumiu em 74. Foi o militar que deu início à


abertura política, assinalando o fim da ditadura. O fim do regime foi
articulado pelos próprios militares que planejarem uma abertura
“lenta, segura e gradual”. Nas eleições parlamentares de 74, os
militares imaginaram que teriam a vitória da ARENA, mas o MDB teve
esmagadora vitória. Em razão deste acontecimento, a ditadura lança a
lei falcão e o pacote de abril. A
lei falcão acabava com a
propaganda eleitoral. Todos os
candidatos apareceriam ao mesmo
tempo na TV, segurando seu
número enquanto uma voz
narrava brevemente seu currículo.
Apesar de uma oposição
consentida, o MDB estava
incomodando e o pacote de abril
serviu para garantir
supremacia da ARENA. A
constituição poderia ser mudada somente por 50% dos votos (garante
a vitória da ARENA). Um terço dos senadores seriam “senadores
biônicos”, ou seja, indicado pela assembleia (sempre senadores da
ARENA) e alterou o coeficiente eleitoral de forma que a região nordeste
(que ainda ocorria claramente o voto de “cabresto” e os eleitores
votavam em peso na ARENA) tivesse um maior número de deputados.
Geisel pôs fim ao AI-5 em 1978 após 10 anos de vigor.
Em 1979 assumiu a presidência o General Figueiredo, sob uma
forte crise econômica resultado da política econômica do milagre
brasileiro. Em 79 foi aprovada a lei da anistia (perdão de crimes

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 3
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

políticos), que de acordo com o governo militar era uma anistia “ampla,
geral e irrestrita”. O que isso queria dizer? Que todos os crimes
cometidos na ditadura seriam perdoados, tanto o “crime” dos
militantes políticos, estudantes, intelectuais e artistas que se
encontravam exilados (fora do país por motivos de perseguição
política), e puderam voltar ao Brasil, como os torturadores do regime
também foram.
Em 79 são liberadas para a próxima eleição de 1982 a voto direto
aos governadores. Também foi aprovada a “lei orgânica dos
partidos” que punha fim ao bipartidarismo e foram fundados novos 5
partidos:
 PDS (Partido democrático social).
 PMDB (Partido do movimento democrático brasileiro).
 PTB (Partido trabalhista brasileiro).
 PDT (Partido trabalhista brasileiro).
 PT (partido dos trabalhadores).
OBS: A lei eleitoral obrigava a votar somente em candidatos do mesmo
partido, de vereador à governador. A oposição ao regime, na eleição
para governador de 1982, obteve vitória esmagadora.

(UEG – Delegado de polícia civil – 2008)

A implementação do regime militar em 1964 trouxe substanciais


mudanças na política goiana. A elite econômica e política local que,
desde o fim do Império controlava o poder político do estado, teve que
submeter as diretrizes centralizadoras do governo federal. Um
acontecimento da política goiana durante o regime militar foi

a) a nomeação, por meio de decreto presidencial, do engenheiro Otávio


Lage de Siqueira como governador de Goiás.

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 4
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

Errada. Otávio Lage sucedeu a Mauro Borges, apoiava o golpe e


ditadura, mas foi eleito pelo voto direto.

b) a nomeação de governadores desvinculados das famílias tradicionais


que controlaram o poder político em Goiás, tais como os Caiado e os
Bulhões.

Errado. O golpe e a ditadura foram apoiados por várias famílias


tradicionais na política goiana como os Caiados, o governo de
Leonino Ramos Caiado pela Arena, por exemplo.

c) a cassação do governador Mauro Borges Teixeira, em represália a


sua atitude firme, em março de 1964, na defesa da permanência de
João Goulart no poder.

Errada. O governador Mauro Borges foi cassado pela ditadura


em 1966. Apoiou Goulart contra o parlamentarismo junto do
Gaúcho Leonel Brizola, mas afastou-se de Jango. Deixou de
apoiar Goulart pois ele não cedeu a licença para a estatal goiana
explorar níquel e deixou de indica-lo como ministro em favor de
um político goiano que era seu opositor.

d) a eleição indireta de Ary Valadão para governador de Goiás em


1978, o último governador do período da Ditadura militar.

Correta. Durante a ditadura militar, Goiás foi governado por


dois militares: Carlos Meira Matos e Emílio Rodrigues Riba
Junior. Depois temos destaque ao político da UDN Otávio Lage.
Depois do AI-2 e a instituição do bipartidarismo, governaram o
estado pela ARENA Leonino Ramos Caiado e Irapuã da Costa
Junior. Durante a redemocratização é decretada a lei orgânica
dos partidos. Nas eleições para governador em 78 é eleito Ary
Valadão, pelo PSD ao governo goiano que passa a governar em

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 5
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

março de 1979. Sua gestão teve fim junto do fim da ditadura. O


último governador do período militar.

Resposta: [D].

Goiás no contexto:

Iris Resende: governador 83 86/ 91 94.

Nos 56 anos de carreira, Iris já ocupou praticamente todos os


cargos da vida pública. Foi eleito, aos 25 anos, vereador por Goiânia
pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) — chegando à presidência da
Câmara ainda no primeiro mandato; deputado estadual mais votado
pelo Partido Social Democrático, em 1962; prefeito da capital em 1965,
desta vez no partido oposicionista MDB — Movimento Democrático
Brasileiro. Esta gestão à frente da prefeitura de Goiânia talvez seja
uma das maiores marcas de sua carreira. Foi nela que Iris instituiu os
famosos “mutirões”, nos quais se juntava à população para a
construção de casas populares. Devido à grande repercussão de sua
administração, Iris teve seus direitos políticos cassados por dez anos
pelo Ato Institucional nº 5 (em 13/12/1968), durante o governo do
general Artur Costa e Silva.

http://www.jornalopcao.com.br/ultimas-noticias/iris-rezende-
completa-81-anos-reveja-grandes-momentos-da-carreira-do-ex-
governador-24251/

Em sua longa carreira política, Iris Resende teve uma atuação


intensa. Ainda hoje é atuante na política goiana. É uma personalidade
com orientações econômicas liberais. Foi cassado pela Ditadura e na

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 6
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

redemocratização do país voltou ao cenário político através do recém-


criado PMDB. A carreira política de Iris até a Ditadura foi bastante
ligada à família Ludovico, sobretudo na década de 60 quando foi
prefeito da capital e próximo politicamente à Mauro Borges. Quando
retorna a cena política após a anistia e candidata-se em 1982, o PMDB
tem de decidir entre Iris e Henrique Santillo. Iris foi escolhido pelo
partido e foi o candidato mais votado com mais de 70% dos votos e
derrotou na urna o candidato do PSD Otávio Lage. Novamente realizou
os seus “mutirões”. Ao fim do seu mandato foi convidado por José
Sarney a ocupar o cargo de ministro da agricultura. Nas eleições de
1986 rompe politicamente com os Ludovico. Candidatam-se e
disputam Mauro Borges, com quem tinha um extenso passado político
com a família e Henrique Santillo. Acompanhou a orientação do partido
e apoiou Santillo.

(UEG – Policia Militar/GO – Soldado – 2013) Observe a tabela a


seguir.

Deputados federais eleitos em Goiás na Eleição de 1982

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 7
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

Nas eleições para deputado federal em Goiás, em 1982, o fato de


elegerem-se candidatos de apenas dois partidos políticos se explica

a) pela vigência, ainda nessa eleição, do bipartidarismo implantado no


Regime Militar.
Errado. O bipartidarismo foi extinto em 79.
b) pelo conservadorismo dos eleitores, que votaram nos dois partidos
de direita.
Errado. O PMDB e o PDS no contexto, eram partidos que vinham
do MDB, de oposição à ditadura (apesar de uma oposição
consentida).
c) pela maior representatividade eleitoral dos dois partidos frente aos
demais.

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 8
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

Correto. Estas foram as eleições parlamentares após o retorno


dos partidos políticos. Várias legendas foram criadas, mas as
mais representativas politicamente no estado de Goiás eram o
PMDB e o PDS, que vieram do MDB (movimento democrático
brasileiro).
d) pelo radicalismo dos eleitores, que votaram nos dois partidos de
esquerda.
Errado. Eram partidos democratas, mas conservadores. No
contexto as esquerdas mais radicais eram o PT e o PTB.

Resposta: [C].

(UEG – Policia Militar/GO – Soldado – 2013)


Iris Rezende recebeu uma formação política e uma educação
familiar que o diferencia dos políticos em atividade no final da década
de 1960. Com a disposição para conhecer o novo, ele abriu-se à
liderança inovadora de Mauro Borges no comando do Estado, no início
dos anos 60. Mauro foi seu grande inspirador. Paralelamente, buscou
em Pedro Ludovico um mestre hábil, profundo conhecedor da arte de
fazer política, o que faltava em

CUNHA, Cileide Alves. A inserção de Iris Rezende na política –


entre o estilo político de Pedro Ludovico e a gestão inovadora de Mauro
Borges. In: FERREIRA, D. P; BEZERRA, H. D. (Orgs). Panorama da
política em Goiás. Goiânia: Ed. Da UCG, 2008. p. 11 – 12.

A relação política do ex-governador Iris Rezende Machado com a


família Ludovico foi marcada por aproximações e distanciamentos.
Dentre os episódios mais controversos, destaca-se

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 9
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

a) o apoio de Iris Rezende, então Ministro da Agricultura, ao candidato


Henrique Santillo, que disputou o governo estadual contra Mauro
Borges nas eleições de 1986.
Correta. Iris Resende teve um passado político populista e
muito próximo à Mauro Borges. Com a redemocratização, Iris
se elegeu governador. Em 86 é convidado para ser ministro no
governo Sarney e nas eleições daquele ano disputaram Mauro
Borges e Santillo, no que Iris apoiou o segundo.
b) o conflito interno no PMDB, motivado pela recusa de Mauro Borges
em aceitar a candidatura de Iris Rezende ao governo estadual nas
eleições majoritárias de 1982.
Errada. O PMDB no início da década de 80 passou por rachas e
profundas disputas internas. Borges apoiou Iris até a eleição de
82.
c) a aceitação de Iris Rezende ao convite de Dante Ungarelli, presidente
da UDN, partido de oposição a Pedro Ludovico, para disputar um
mandato de vereador em 1953.
Errada. A UDN foi extinta pelo AI-2 na ditadura que instituiu o
bipartidarismo.
d) a cassação de Iris Rezende do cargo de prefeito de Goiânia, realizada
pelos militares em 1968, em represália à resistência de Mauro Borges
ao Golpe Militar de 1964.
Errada. Iris Resende foi cassado pelo AI-5 quando era prefeito
de Goiânia.

Resposta: [A].

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 10
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

O movimento pelas Diretas Já:

Em 1984 o deputado do PMDB


Dante de Oliveira, propôs uma
emenda constitucional que
restabelecia as eleições diretas
para presidente. A partir da
emenda Dante de Oliveira,
tem início o maior movimento
popular pela redemocratização
do país, as Diretas Já, que
pediam eleições diretas para
presidente no próximo ano. Infelizmente a emenda não foi aprovada.
Em 1985 ocorreram eleições indiretas e formaram-se chapas para
concorrer à presidência. Através das eleições indiretas ganhou a chapa
do PMDB em que o presidente eleito foi Tancredo Neves e seu vice
José Sarney. Contudo Tancredo Neves passou mal na véspera da
posse e foi internado com infecção intestinal, não resistiu e morreu.
Assumiria a presidência da República em 1985 José Sarney.
O Governo de José Sarney foi um momento de enorme crise
econômica, com hiperinflação, mas um dos momentos mais
fundamentais que coroaria a redemocratização, pois foi em seu
governo que foi aprovada a nova constituição. Foi reunida em 1987
uma assembleia nacional constituinte (assembleia reunida para
escrever e promulgar uma nova constituição).

A constituição de 1988:
A nova constituição foi votada em meio a grandes debates
políticos de diferentes visões políticas. Haviam muitos interesses em
disputa. O voto secreto e direto para presidente foi restaurado,
proibida a censura, garantida a liberdade de expressão e igualdade de

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 11
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

gênero, racismo tornou-se crime e o estado estabeleceu


constitucionalmente garantias sociais de acesso a saúde, educação,
moradia e aposentadoria.
Ao final de 1989 foi realizada a primeira eleição livre desde o
golpe de 1964. Foi disputada em dois turnos. O segundo foi concorrido
entre o candidato Fernando Collor de Mello (PRN – partido da
renovação nacional), contra Luís Inácio Lula da Silva. Collor ganhou a
eleição, com apoio dos meios de comunicação e governou até 1992
após ser afastado por um processo de impeachment e ocorreram
grandes manifestações populares, sobretudo estudantis, conhecidas
como o “movimento dos caras-pintadas”.

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 12
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

2. EXERCÍCIOS RESOLVIDOS.
1. (Vunesp 2013) Em 1977, o Regime Militar, por meio da Agência
Nacional de Comunicação, lançou uma propaganda que ensinava a
população a fazer um cata-vento verde-amarelo e convocava-a a sair
às ruas com esses brinquedos para comemorar a Semana da Pátria.
Por meio de uma charge, o cartunista Henfil ironizou essa iniciativa do
governo, sublinhando um outro problema enfrentado pelo país nessa
época.

Considerando o contexto histórico no qual a charge se insere, é correto


afirmar que o cartunista chamava a atenção para
a) a alienação social frente à falta de planejamento econômico.
b) o gasto excessivo do governo no setor da energia eólica.
c) a falta de investimento público no setor de transporte.
d) os impactos ambientais em decorrência da mecanização.
e) a abertura econômica do país ao capital estrangeiro.

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 13
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

Resposta:
[E]

Na década de 1970, durante a ditadura militar, o governo


desenvolveu uma política de estímulo ao nacionalismo que,
somado à censura, tinha o objetivo de acobertar as ações
repressivas desenvolvidas; ao mesmo tempo a economia se
caracterizava por um processo de internacionalização e
dependência, com o ingresso de empresas e capitais
estrangeiros, moldando novos padrões de consumo, de acordo
com seus interesses.

2. (Vunesp 2013) Eu acho que a anistia foi a solução, mas ela não foi
completa. Quer dizer, não podiam ser anistiados aqueles que mataram
torturando, porque esse é um crime inafiançável. Quem mata
calmamente, friamente, tem de sofrer um processo e tem de sofrer
também as consequências do seu ato. Isso nunca foi executado no
Brasil como foi executado na Argentina com todos os generais. O Brasil
fez uma anistia pela metade, mas nós ficamos contentes porque não
houve derramamento de sangue.

(D. Paulo Evaristo Arns. Cult, março de 2004.)

Segundo a declaração de D. Paulo Evaristo Arns, Arcebispo de São


Paulo entre 1970 e 1998, a Lei da Anistia no Brasil, de 1979,
a) perdoou opositores e defensores do regime militar e, a despeito de
suas imperfeições, impediu confrontos e mortes entre setores
políticos rivais.

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 14
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

b) inspirou-se na lei de anistia argentina, que julgou e condenou


militares que mataram e torturaram durante o regime militar.
c) foi inútil, uma vez que não puniu aqueles que atuaram, durante o
regime militar, nos órgãos de repressão política e policial.
d) foi equivocada, pois determinou o posterior levantamento, análise e
julgamento dos crimes cometidos durante o período do regime
militar.
e) beneficiou os opositores do regime militar e condenou aqueles que
os reprimiram por meio da violência e da tortura.

Resposta:
[A]

O Arcebispo de São Paulo faz críticas ao processo de


Anistia, considerando-o imperfeito, pois tratou torturadores e
torturados da mesma maneira, fazendo ainda uma comparação
com situação semelhante na Argentina, mas que teve desfecho
diferente, uma vez que no país vizinho os responsáveis pela
tortura em nome do Estado foram punidos. No entanto, o
religioso vê um elemento positivo nesse desfecho, que foi o de
evitar novos conflitos.

3. (Vunesp 2012) A situação de harmonia no Congresso entraria em


crise nas eleições de 1974, marco importante do avanço pela retomada
do Estado de Direito.

(Edgard Leite Ferreira Neto. Os partidos políticos no Brasil, 1988.)

O texto menciona as eleições parlamentares de 1974, ocorridas


durante o regime militar. Pode-se dizer que essas eleições

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 15
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

a) representaram uma vitória significativa do partido da situação e


eliminaram os esforços reformistas de deputados e senadores.
b) revelaram a ampla hegemonia de que o governo desfrutava nos
estados economicamente mais fortes do Sudeste e sua fragilidade no
Centro-Norte do país.
c) reforçaram a convicção de que o bipartidarismo era o modelo
político-partidário adequado para a consolidação da República
brasileira.
d) demonstraram insatisfação de parte expressiva da sociedade
brasileira e provocaram forte reação do governo, que alterou as leis
eleitorais para assegurar a manutenção do controle sobre o
Congresso Nacional.
e) expressaram a popularidade dos candidatos do partido de oposição
e o desejo dos oposicionistas de manterem a ordem política então
predominante.

Resposta:
[D]

Nas eleições de 1974 o único partido de oposição (MDB)


obteve expressiva votação, reflexo da crise econômica que se
iniciara no ano anterior e de todo o processo de repressão
desenvolvido pelo governo Médici. Sentindo-se ameaçado, o
governo Geisel promoveu uma série de alterações para as
eleições seguintes, como a imposição da Lei Falcão, que
limitava a propaganda política nas rádios, a eleição indireta de
1/3 dos senadores (apelidados biônicos), a divisão do estado
de Mato Grosso e a União do Estado da Guanabara com o Rio de
Janeiro, ampliando assim o número de deputados e senadores
da ARENA.

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 16
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

4. (Vunesp 2009) Embora a crise já estivesse se manifestando quando


o general Geisel tomou posse, o seu plano econômico [II Plano
Nacional de Desenvolvimento] continuava mantendo as mesmas
expectativas dos anos anteriores: altas taxas de crescimento
econômico e controle da inflação.
(Nadine Habert, A década de 70 – Apogeu e crise da ditadura militar
brasileira)

A adoção do II Plano Nacional de Desenvolvimento gerou, ao final do


governo Geisel,
a) uma estagnação econômica, associada a um processo de deflação
das mercadorias importadas.
b) uma mudança acessória no modelo econômico, que passou a
privilegiar o mercado interno e a distribuição de renda.
c) um aumento da participação do Estado na economia e um
crescimento considerável da dívida externa brasileira.
d) um crescimento econômico acima do planejado, porém com as
maiores taxas de desemprego durante o regime militar.
e) a intervenção direta do Fundo Monetário Internacional (FMI),
exigindo o pagamento de parcelas atrasadas da dívida externa.

Resposta:
[C]

Somente a proposição [C] está correta. Durante a


Ditadura Militar (1964-1985), sobretudo nos governos dos
presidentes Médici e Geisel, ocorreu o famoso “Milagre
Brasileiro”, que consistiu em crescimento econômico sem
distribuição de renda, no aumento da dívida externa brasileira
devidos aos empréstimos para bancar o “Milagre Brasileiro” e o

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 17
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

controle da inflação. No que diz respeito ao controle da inflação,


os governos militares institucionalizaram a inflação, ficando
sempre sobre controle estatal. Durante este período da nossa
história, ocorreu uma intensa participação do Estado na
economia. Vale dizer que no governo Geisel (1974-1978), o
“Milagre Brasileiro” começou a dar sinal de desgaste. As demais
alternativas estão incorretas. No governo Geisel, nossa
economia ainda cresceu em média 6% ao ano. O governo
militar não priorizou ou valorizou a distribuição de renda.

5. (Fgv 2013) Em 1982, foram realizadas no Brasil as primeiras


eleições diretas pluripartidárias desde 1965, quando o regime militar
aboliu os partidos políticos então existentes, através do Ato
Complementar número 4.
A respeito dessas eleições, é correto afirmar:
a) Foram disputados os cargos de presidente da república,
governadores dos estados, deputados estaduais e federais e
senadores.
b) Apenas cinco partidos políticos disputaram essas eleições: PDS,
PDT, PT, PTB e PMDB.
c) Os candidatos puderam utilizar o horário eleitoral ao vivo, para
apresentarem suas propostas e discursos.
d) A aliança entre PDS e PTB garantiu ao governo a vitória nos
principais estados do país, como São Paulo, Minas Gerais e Rio de
Janeiro.
e) A radicalização dos comunistas provocou uma série de cassações e
impugnações de candidaturas durante a campanha eleitoral.

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 18
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

Resposta:
[B]

No ano de 1982 se realizaram eleições diretas para


governadores de estado e demais cargos legislativos, com a
participação de diversos partidos políticos. Desde 1979 havia
um processo de reordenamento político partidário fruto da
“abertura política” que, dentre outras coisas, eliminou o
bipartidarismo vigente desde 1965. Dos dois partidos
existentes, a ARENA governista deu origem ao PDS, enquanto
que os oposicionistas do PMDB se fragmentaram e, somados e
novos setores políticos e sociais deram origem aos demais
partidos.

6. (Fgv 2013) Leia um fragmento de memória de um jornalista


brasileiro, escritor, ex-preso político e exilado.

Para mim, que havia sido, no limiar da década [de 1960], um rebelde
sem causa concreta, fã de James Dean e simpatizante da “juventude
transviada”, o golpe significou, de imediato, mais um salto à frente na
conscientização da realidade. Inclusive porque as medidas inaugurais
do regime implantado em 1.º de abril não deixavam margem a
dúvidas: contra a reforma agrária no campo, o tabelamento dos
aluguéis nas cidades e a limitação das remessas de lucros ao exterior,
assim como – diante da imposição norte-americana – pelo rompimento
das relações diplomáticas com Cuba.

(Arthur José Poerner, “O céu é das elites”. In: Daniel Souza e Gilmar
Chaves (org.), Nossa paixão era inventar um novo tempo)

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 19
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

A partir do fragmento, pode-se identificar, entre outros, como fatores


responsáveis pela ruptura político-institucional de 1964,
a) a omissão do governo brasileiro durante a Crise dos Mísseis de Cuba
e a aprovação das Reformas de Base pelo Congresso Nacional.
b) os grupos ligados ao latifúndio, ao temor da participação dos setores
populares nas questões nacionais e os interesses das empresas
multinacionais.
c) a repressão do governo Jango contra os militares de baixa patente,
os aumentos salariais excessivos e as recorrentes greves estudantis.
d) a decisiva oposição de Juscelino Kubitschek ao governo Jânio, o
acordo econômico com a União Soviética e a crise do petróleo.
e) as classes médias preocupadas com a corrupção no governo Jango,
as facilidades para a entrada do capital estrangeiro no país e o
aumento do desemprego.

Resposta:
[B]

Antes do golpe, as atitudes e as decisões do então


presidente da República João Goulart, estavam sendo
duramente criticadas pela elite brasileira, tanto nas cidades
quanto no campo. A inclinação de Jango ao Comunismo e o
plano das Reformas de Base (que dariam privilégios às classes
menos favorecidas no Brasil) foram atitudes que influenciaram
na tomada do golpe de 1964.

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 20
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

3. EXERCÍCIOS PROPOSTOS.
1. (Vunesp 1998) Assumindo o governo após o período repressivo do
general Médici, o general Geisel pretendia iniciar um processo de
liberalização do regime autoritário. Foi, entretanto, um período
marcado por alternâncias de medidas tênues de abertura e outras de
natureza discricionária. Em 1977, o governo publica um conjunto de
medidas conhecidas como "o pacote de abril", cuja característica foi:

a) procurar impedir a vitória das oposições nas próximas eleições.


b) atacar de maneira frontal a ação da "linha-dura".
c) editar medidas que atenuassem a ação do Ato Institucional no 5 (AI-
5).
d) propor medidas liberalizantes na legislação trabalhista.
e) impor medidas coercitivas ao movimento sindical.

2. (Fgv 2013) Observe o gráfico.

A partir dos dados apresentados, é correto considerar que


a) o endividamento público, a partir de meados dos anos 1960, deve
ser atribuído aos investimentos realizados na prospecção de petróleo,

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 21
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

pois os governos ditatoriais objetivavam a autossuficiência nessa


área.
b) durante o governo Geisel, mesmo diante de um contexto de crise
econômica internacional, optou-se pelo endividamento externo para
financiar o II Plano Nacional de Desenvolvimento.
c) o progressivo aumento da dívida externa durante a ditadura foi
compensado pelas altas taxas do PIB, que atingiram os seus
melhores níveis durante os governos Geisel e Figueiredo.
d) o governo Médici impôs um modelo econômico baseado na
industrialização dos bens de consumo não duráveis, objetivando a
universalização do consumo nacional, mas que gerou a dívida
externa.
e) a dívida externa brasileira não trouxe maiores preocupações dos
economistas durante a ditadura, porque o seu crescimento garantiu
uma melhora importante na distribuição das riquezas nacionais.

3. (Fgv 2012) Leia a notícia.

O projeto de lei que cria a Comissão da Verdade foi aprovado hoje (26)
no Senado, com apoio unânime dos senadores. Com a presença da
ministra de Direitos Humanos, Maria do Rosário e de parentes de
vítimas da ditadura militar, o parecer favorável ao projeto foi lido pelo
relator (...).

Mariana Jungmann, Senado aprova criação da Comissão da Verdade


para apurar crimes do Estado entre 1946 e 1988, 26.10.2011.
Disponível em: agenciabrasil.ebc.com.br.

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 22
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

Em geral, foram vítimas da ditadura militar (1964-1985), as pessoas


que resistiram ao regime de exceção. Entre as formas de resistência
podem ser apontadas
a) a programação das principais redes de rádio e de televisão e a ação
dos governos dos estados nordestinos nas mãos do MDB.
b) as greves operárias organizadas pelos sindicatos paulistas no início
da década de 1970 e as posições progressistas da Escola Superior de
Guerra.
c) a ação das principais entidades empresariais – como a FIESP – e a
missão pastoral dos religiosos neopentecostais.
d) a oposição parlamentar do MDB e a atuação das Comunidades
Eclesiais de Base (CEB), vinculadas à Igreja Católica.
e) a posição do bloco nacionalista da ARENA e a luta armada
comandada pelo Partido Comunista Brasileiro.

4. (Fgv 2011) Em 15 de janeiro de 1985, Tancredo Neves e José Sarney


foram eleitos, respectivamente, presidente e vice-presidente pelo
Colégio Eleitoral. A respeito do funcionamento das eleições indiretas no
Brasil, no tempo da ditadura militar, é correto afirmar:
a) As eleições diretas para presidente foram mantidas entre 1964 e
1982 e o Colégio Eleitoral instituído em 1983, diante do avanço das
forças oposicionistas.
b) Entre 1964 e 1973, os presidentes da república foram eleitos pelos
governadores estaduais, prefeitos das capitais e pelos comandantes
das Forças Armadas.
c) Senadores, deputados federais e deputados escolhidos nas
Assembleias Legislativas Estaduais tinham direito a voto no Colégio
Eleitoral de 1985.

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 23
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

d) Até 1985, os cinco candidatos mais votados nas Assembleias


Legislativas Estaduais eram submetidos à escolha dos integrantes do
Colégio Eleitoral.
e) As duas chapas mais votadas pelos deputados federais e senadores
eram submetidas ao Colégio Eleitoral composto pelos comandantes
das Forças Armadas.

5. (Fgv 2009) "A discussão sobre a revisão da Lei da Anistia veio à tona
depois que Tarso Genro e o ministro Paulo Vanucchi (Direitos
Humanos) defenderam punições a torturadores sob a interpretação
que estes teriam praticado crimes comuns no período da ditadura
militar - como estupros, homicídios e outros tipos de violência física e
psicológica, incluindo a própria tortura. A polêmica maior, contudo,
surgiu quando o presidente do Clube Militar, general da reserva
Gilberto Figueiredo, classificou de "desserviço" ao país a discussão
sobre a revisão da Lei".
("Folha de S. Paulo, 15.08.2008")

Sobre a Lei da Anistia, ainda objeto de discussão política, como se


observa na notícia, é correto afirmar que:

a) foi sancionada no início do governo do presidente João Figueiredo,


o último da ditadura militar, e perdoava militantes políticos
condenados pelo regime autoritário, ao mesmo tempo em que
anistiava os agentes dos órgãos de repressão.
b) fez parte de um amplo acordo, do qual participaram vários setores
da oposição ao governo militar, resultando em uma lei que garantiu
indenização imediata aos indivíduos perseguidos pelos instrumentos
autoritários do regime de exceção.

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 24
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

c) diante de uma movimentação popular intensa, a partir da direção


do Comitê Brasileiro pela Anistia, conquistou-se a chamada Anistia
Ampla, Geral e Irrestrita, aprovada pelo Congresso Nacional e
sancionada pelo presidente Figueiredo em maio de 1982.
d) foi aprovada pelo Congresso Nacional, juntamente com a extinção
do Ato Institucional n0. 5, em janeiro de 1979, apesar da forte
oposição dos militares moderados e da linha dura e até de alguns
membros da oposição consentida, o MDB.
e) foi aprovada pelo Senado Federal, com muitas restrições aos
militantes das organizações guerrilheiras, e como moeda de troca
com as forças oposicionistas, pois as eleições municipais de 1980
foram canceladas e transferidas para 1982.

6. (Fgv 2008) "O general Ernesto Geisel, candidato da Arena, venceu


facilmente o representante da oposição em janeiro de 1974. (...) o
novo presidente iniciou o processo de flexibilização do regime através
da sua política de distensão, que previa uma série de alterações
parciais (abrandamento da censura e de medidas repressivas, e
negociações com setores oposicionistas). Seu objetivo era atenuar as
tensões decorrentes do exercício do poder sob regras tão autoritárias
e alargar a base de sustentação do governo através da cooperação de
setores da oposição.
(Flavio de Campos, "Oficina de História - História do Brasil")

Apesar do anúncio de distensão política, durante esse governo


ocorreram retrocessos nesse processo, representados

a) pela imposição do AI-5 e pela organização da OBAN.


b) pela criação da Escola Superior de Guerra e pela proibição da Frente
Ampla.

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 25
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

c) pelo decreto da Lei de Segurança Nacional e pela outorga da ARENA


e do MDB.
d) pelo adiamento das eleições de 1978 e pela criação do SNI.
e) pela imposição do Pacote de Abril e pela Lei Falcão.

7. (Fgv 2005) A tabela a seguir fornece dados sobre as eleições de


1974.

Essas eleições representaram uma importante mudança nos rumos da


política brasileira porque:

a) A derrota do partido da situação na Câmara dos Deputados


demonstrava o processo de desgaste do regime militar junto ao
eleitorado brasileiro.
b) Marcaram o início do bipartidarismo no Brasil e a vitória da oposição
nas eleições para o Senado Federal.
c) Apesar da adoção da Lei Falcão, que impedia os candidatos de
discursar e expor suas ideias no rádio e na televisão, a oposição saiu-
se amplamente vitoriosa.
d) A campanha pelo voto nulo, levada à frente pela oposição, mobilizou
milhões de brasileiros que demonstraram seu descontentamento com
a ditadura.

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 26
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

e) Pela primeira vez desde a introdução do bipartidarismo, a oposição


conseguiu uma votação maior que o partido do governo nas eleições
para o Senado.

8. (Fgv 2004) Em 1968, o Brasil foi surpreendido pelas greves


operárias de Osasco e Contagem. A esse respeito é correto afirmar:

a) Lideradas pelo torneiro-mecânico Luís Inácio da Silva, constituíram


a primeira grande contestação política ao regime militar.
b) As movimentações operárias provocaram uma flexibilização do
regime, que acabaram por conduzir ao processo de abertura política.
c) As greves acabaram por provocar a destituição do ministro do
Trabalho Jarbas Passarinho e levaram ao reconhecimento das
lideranças sindicais por parte do governo.
d) As greves provocaram uma reação em cadeia contra o regime
militar, que culminou na organização da greve geral de 1968.
e) As greves adicionaram um ingrediente a mais nesse ano de grande
agitação política, que culminaria no endurecimento do regime com a
implementação do AI-5.

9. (Fgv 2003) O chamado "pacote de abril", conjunto de medidas


promulgadas pelo presidente Ernesto Geisel em 1977, representou

a) a institucionalização da ditadura militar, na medida em que criava


mecanismos de repressão à oposição, através de uma série de atos
institucionais, entre eles o AI-5.
b) a inauguração da política de abertura lenta e gradual, na medida em
que estabelecia o voto direto e universal para a escolha de senadores
e deputados.
c) a reação do governo às conquistas eleitorais da oposição, na medida
em que impunha restrições, como a eleição indireta de um terço dos
senadores por colégios eleitorais estaduais.

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 27
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

d) o retrocesso na política de abertura lenta e gradual, na medida em


que impunha a censura, até então inexistente, a todos os órgãos de
comunicação.
e) o fim da ditadura militar, na medida em que estabeleceu as eleições
diretas para todos os cargos de governo, inclusive a presidência da
República.

10. (Fgv 2000) "A anistia, portanto, não é apenas um reencontro de


pessoas. É também uma luta onde trabalhadores, estudantes e
intelectuais, profissionais liberais, bancários, comerciários e todos os
que se movem hoje no Brasil, vão se encontrar para trocar suas ideias,
para juntar suas forças. Anistia é união. Unir brasileiros já em um passo
da luta contra a ditadura que desde 64 não busca outra coisa a não ser
a separação, seja pela morte, seja pela cadeia, seja pelo exílio ou
mesmo pela desconfiança, o medo e a delação.
(Fernando Gabeira, 1978)

Sobre a anistia política brasileira pós-64, é INCORRETO afirmar que:

a) A lei de anistia, de agosto de 1979, não respondeu efetivamente aos


interesses dos familiares de desaparecidos políticos, na medida em
que não instituiu a obrigação do Estado em reconhecer seus crimes
e apurá-los;
b) A lei de anistia, de agosto de 1979, possibilitou o retorno de muitos
exilados e banidos políticos, entre estes o educador Paulo Freire, o
ex-governador Leonel Brizola e o dirigente comunista Luís Carlos
Prestes;
c) As lutas pela anistia política reuniram diferentes grupos sociais em
prol da reorganização da vida democrática no Brasil;

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 28
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

d) Foi resultado apenas da vontade civil-militar da ditadura, que fez


dela um marco do momento de abertura lenta e gradual proposta por
Geisel;
e) A lei de anistia, de agosto de 1979, excetuou de benefícios os que
foram condenados por crimes de terrorismo, assalto, sequestro e
atentado pessoal".

11. (Fgv 1997) Dos fatos a seguir, qual NÃO teve relação com o
Movimento das "Diretas-Já" de 1984:

a) a eleição direta de José Sarney para a presidência da República;


b) a mobilização política da juventude de classe média, que se repetiria
com os "caras-pintadas" anti-Collor alguns anos depois;
c) o fortalecimento da candidatura de Tancredo Neves a presidente,
ainda que escolhido indiretamente;
d) a transformação de uma parte dos políticos que apoiavam a ditadura
militar em membros da Frente Liberal, pela cisão dentro do PDS;
e) a ampliação da participação político-partidária, inclusive com a
formação de partidos novos e o enfraquecimento do regime militar.

12. (Fgv 1997) O Movimento "Diretas Já", que promoveu em 1984 uma
intensa mobilização popular a favor da eleição direta para Presidente
da República, teve como resultado imediato:

a) a eleição de um governo popular e democrático chefiado por José


Sarney;
b) a eleição do candidato da oposição, Tancredo Neves, pela via
indireta;
c) a primeira eleição direta do Presidente da República, a primeira em
quase trinta anos, com a vitória de Fernando Collor de Mello;
d) a anti-candidatura de Ulysses Guimarães e a convocação da
Assembleia Nacional Constituinte;

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 29
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

e) a revogação dos Atos Institucionais, apesar da derrota da emenda


das Diretas.

13. (Fgv 1996) Associe, corretamente, numa única alternativa, as duas


colunas a seguir:

a) I - 1, II - 2, III - 3, IV - 4, V - 5.
b) I - 2, II - 3, III - 4, IV - 5, V - 1.
c) I - 3, II - 4, III - 5, IV - 1, V - 2.
d) I - 4, II - 5, III - 1, IV - 2, V - 3.
e) I - 5, II - 1, III - 2, IV - 3, V - 4.

14.

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 30
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

A charge remete ao contexto do movimento que ficou conhecido como


Diretas Já, ocorrido entre os anos de 1983 e 1984. O elemento histórico
evidenciado na imagem é
a) a insistência dos grupos políticos de esquerda em realizar atos
políticos ilegais e com poucas chances de serem vitoriosos.
b) a mobilização em torno da luta pela democracia frente ao regime
militar, cada vez mais desacreditado.
c) o diálogo dos movimentos sociais e dos partidos políticos, então
existentes, com os setores do governo interessados em negociar a
abertura.
d) a insatisfação popular diante da atuação dos partidos políticos de
oposição ao regime militar criados no início dos anos 80.
e) a capacidade do regime militar em impedir que as manifestações
políticas acontecessem.

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 31
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

15. A gente não sabemos escolher presidente


A gente não sabemos tomar conta da gente
A gente não sabemos nem escovar os dentes
Tem gringo pensando que nóis é indigente
Inútil
A gente somos inútil

MOREIRA, R. Inútil. 1983 (fragmento).

O fragmento integra a letra de uma canção gravada em momento de


intensa mobilização política. A canção foi censurada por estar
associada
a) ao rock nacional, que sofreu limitações desde o início da ditadura
militar.
b) a uma crítica ao regime ditatorial que, mesmo em sua fase final,
impedia a escolha popular do presidente.
c) à falta de conteúdo relevante, pois o Estado buscava, naquele
contexto, a conscientização da sociedade por meio da música.
d) a dominação cultural dos Estados Unidos da América sobre a
sociedade brasileira, que o regime militar pretendia esconder.
e) à alusão à baixa escolaridade e à falta de consciência política do
povo brasileiro.

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 32
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

Gabarito:

Resposta da questão 1:
[A]

Resposta da questão 2:
[B]

No governo Geisel, o II Plano Nacional de Desenvolvimento, que


previa a construção da rodovia Transamazônica, por exemplo, foi
financiado por investimentos estrangeiros, o que aumentou nossa
dívida externa.

Resposta da questão 3:
[D]

Houve inúmeras formas de resistência ao regime autoritário


(1964-1985). Entre essas formas, podem ser apontadas: a luta
armada, a organização política clandestina, a oposição parlamentar do
MDB – o partido de oposição permitido pelo regime autoritário, as
Comunidades Eclesiais de Base (CEB) – ligadas à Igreja Católica,
periódicos de uma imprensa alternativa, entre outras formas.

Resposta da questão 4:
[C]

O Colégio Eleitoral foi uma manobra política estabelecida durante


a vigência do regime militar brasileiro com o objetivo de estabelecer
um controle sobre o poder legislativo e as aspirações populares por
participação política e, dentro processo de redemocratização brasileira,

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 33
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

impediu a escolha direta do Presidente da República por intermédio do


voto popular.

Resposta da questão 5:
[A]

Resposta da questão 6:
[E]

Resposta da questão 7:
[E]

Resposta da questão 8:
[E]

Resposta da questão 9:
[C]

Resposta da questão 10:


[D]

Resposta da questão 11:


[A]

Resposta da questão 12:


[B]

Resposta da questão 13:


[C]

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 34
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

Resposta da questão 14:


[B]

O movimento das Diretas Já envolveu todos os partidos de


oposição, sindicatos e associações profissionais, reunindo a maior
parte da sociedade brasileira em cidades diferentes do Brasil. O país já
vivia o processo de abertura desde 1979; os governadores estaduais
haviam sido eleitos diretamente, porém a eleição para Presidente da
República, marcada para 1985, seria indireta, realizada no Colégio
Eleitoral.

Resposta da questão 15:


[B]

A canção foi gravada num período de mobilização pelas “Diretas


Já”, que envolveu a maior parte da sociedade brasileira, questionando
o governo militar por insistir em manter o processo eleitoral de forma
indireta.

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 35
A abertura política e a redemocratização do Brasil. Goiás no
contexto.

Prof. Sérgio Henrique.

4. CONSIDERAÇÕES FINAIS.
Muito bem, querido amigo concurseiro. Se chegou até aqui é um
bom sinal: o de que tentou praticar todos os exercícios. Não se esqueça
da importância de ler a teoria completa e sempre consultá-la. Não
esqueça dos seus objetivos e dedique-se com toda a força para
alcança-los. Sonhe alto, pois “quem sente o impulso de voar, nunca
mais se contentará em rastejar”. Te encontro na nossa próxima aula.

Bons estudos, um grande abraço e foco no sucesso.

Até logo...

Prof. Sérgio Henrique Lima Reis.

WWW.ESTRATEGIACONCURSOS.COM.BR 36

Você também pode gostar