Você está na página 1de 9

SECRETARIA DE DEFESA SOCIAL

POLÍCIA MILITAR DE PERNAMBUCO


ACIDES - CEMATA - DE - BEPI
28º CURSO INTENSIVO DE OPERAÇÕES E
SOBREVIVÊNCIA EM ÁREA DE CAATINGA

MANUAL DO ALUNO
28º CURSO INTENSIVO DE OPERAÇÕES E SOBREVIVÊNCIA EM ÁREA DE CAATINGA
(CIOSAC-2019/1)

SECRETARIA DE DEFESA SOCIAL


POLÍCIA MILITAR DE PERNAMBUCO
DIRETORIA DE ENSINO, INSTRUÇÃO E PESSQUISA
BATALHÃO ESPECIALIZADO DE POLICIAMENTO DO INTERIOR
CURSO INTENSIVO DE OPERAÇÕES E SOBREVIVÊNCIA EM ÁREA DE CAATINGA

MANUAL DO ALUNO

FINALIDADE

O presente manual visa a orientar os alunos do Curso Intensivo de Operações e


Sobrevivência em Área de Caatinga, no sentido de melhor poderem conquistar os objetivos que
aqui vieram buscar. Nele estão contidas as informações necessárias ao aluno para desde logo,
conhecerem as normas que orientam as atividades do Curso Intensivo de Operações e
sobrevivência em Área de Caatinga, tanto escolares e administrativas como disciplinares.

LIGAÇÕES

a. DISCIPLINA - Os alunos estão subordinados ao Coordenador do Curso Intensivo de


Operações e Sobrevivência em Área de Caatinga (CIOSAC)
b. ADMINISTRAÇÃO - Os problemas administrativos dos alunos serão solucionados pelo
Monitor Geral do Curso junto ao Coordenador do mesmo. Não é permitida a ligação direta do
aluno com a administração. As solicitações, sugestões e críticas, devem ser feitas através do
Monitor Geral do Curso;
c. INSTRUÇÃO - Os problemas de instrução serão solucionados pelo Monitor Geral junto
com o Coordenador do Curso.
d. UNIFORME - O uniforme para instrução de sala de aula ou exercícios do Curso será
informado com uma antecedência mínima de 01(uma) hora antes do início da instrução.

FICHA DE INFORMAÇÕES

a. Após sua apresentação na Sede do BEPI - Custódia, o CANDIDATO ‘’ APTO’’ e


‘’CLASSIFICADO’’ deverá entregar dentro de um ENVELOPE a COORDENAÇÃO do Curso os
ORIGINAIS da FICHA DE INSCRIÇÃO(anexar a foto 3x4 fardado, de frente, sem cobertura),
TERMO DE COMPROMISSO(contendo a assinatura do Comandante de sua OME), FICHA DE
ANAMNESE(informações sobre a própria saúde do ALUNO), TERMO DE
RESPONSABILIDADE, OFÍCIO DE APRESENTAÇÃO de sua OME e demais documentos
exigidos no BG 160, feito isto, será feito sua MATRICULA no 29º CURSO INTENSIVO DE
OPERAÇÕES E SOBREVIVÊNCIA EM ÁREA DE CAATINGA (28º CIOSAC-2019/1)
28º CURSO INTENSIVO DE OPERAÇÕES E SOBREVIVÊNCIA EM ÁREA DE CAATINGA
(CIOSAC-2019/1)

NORMAS PARA OS ALUNOS DO 28º CIOSAC - 2019/1

ORIENTAÇÕES GERAIS

1)O 28º CIOSAC 2019/1 terá como Coordenador Pedagógico o CAP QOPM/BEPI – Mat.
102523-6 - FÁBIO DE ARAÚJO DA SILVA e Secretário o 2º TEN QOAPM/BEPI – Mat. 930381-2
– FRANCISCO JOSÉ BARBOSA, ambos possuidores do Curso Intensivo de Operações e
Sobrevivência em Área de Caatinga;
2) Por conveniência da instrução e maior facilidade de controle, a turma poderá ser
subdividida em equipes durante os exercícios práticos;
3)Cada equipe será comandada pelo seu componente mais antigo;
4)O aluno mais antigo do Curso será o XERIFE(chefe) do turno (inicialmente);
5)Ao XERIFE(chefe) do turno compete:
a)Ligar-se diretamente ao COORDENADOR através do MONITOR GERAL OU
MONITORES que estarão acompanhando DIUTURNAMENTE o CURSO para tratar de assuntos
de interesse do TURNO, respeitadas as prescrições regulamentares;
b)Fazer com que o TURNO compareça pontualmente às atividades programadas nos locais
adequados e com o uniforme determinado;
c)Ao término de cada atividade ou exercícios, entregar ao instrutor as faltas existentes,
discriminando o período e o motivo da ausência de cada aluno;
6)O XERIFE(chefe) do TURNO terá como auxiliar o aluno mais antigo subsequente do Curso
sendo substituído, no seu impedimento.
7) Cada aluno, ao iniciar, o Curso receberá um NÚMERO pelo qual será conhecido até o
término do Curso, ABDICANDO de seu POSTO OU GRADUAÇÃO visto a necessidade do
teatro de operações.
8) Caso algum ALUNO precise afastar-se do turno, este será em DUPLA e deverá dar ciência
ao ALUNO mais antigo presente, a fim de evitar transtorno no transcorrer das instruções e no bom
andamento do CURSO.

SITUAÇÃO DO ALUNO
a) NORMAL
b) OBSERVAÇÃO
c) EM XEQUE
d) PROPOSTA DE DESLIGAMENTO

FREQÜÊNCIA E PONTUALIDADE

1) São considerados atos de serviço, e consequentemente, de frequência obrigatória, todas as


atividades concernentes à instrução;
2) As faltas dos alunos serão verificadas pelo XERIFE do turno ou Comandante da equipe
(quando a mesma estiver atuando isoladamente) que as informará ao Instrutor e/ou Monitor, no
início de cada exercício, período ou trabalho considerado;
3) O aluno que deixar de assistir, integralmente, a qualquer trabalho programado do Curso
perderá:
a) - Dois pontos por tempo de aula, se a falta for justificada;
b) - Três pontos por tempo de aula, se a falta não for justificada.
4) Serão justificadas as faltas apenas por motivos de força maior, que são:
a) - Acidente em serviço;
b) - Moléstia grave;
c) - Motivos decorrentes de casos particulares que, a juízo do Coordenador do Curso sejam
por ele considerados como força maior.
5) Um atraso não justificado superior a 10 (dez) minutos será computado como falta ao tempo
de instrução considerado;
6) Para fins de contagem de pontos perdidos, cada ½ jornada diurna ou noturna de instrução é
considerada como sendo quatro tempos ou períodos;
7) O número máximo de pontos que o aluno pode perder, ainda que as faltas sejam
justificadas, é de (25%) vinte e cinco por cento da carga horária, conforme legislação da ACIDES;
28º CURSO INTENSIVO DE OPERAÇÕES E SOBREVIVÊNCIA EM ÁREA DE CAATINGA
(CIOSAC-2019/1)

DIREITOS E DEVERES DO ALUNO

1) São deveres do aluno:


a) - Obedecer rigorosamente às prescrições de segurança e às recomendações de ordem
técnica e disciplinar relativas às instruções e exercícios práticos;
b) - Utilizar o armamento, equipamento e material de instrução de acordo com os padrões
estabelecidos;
c) - Cuidar corretamente, de seu uniforme, armamento e equipamento, evitando perdê-lo ou
danificá-lo, pois é de sua responsabilidade a reposição, salvo disposições em contrário;
d) - Cuidar de sua apresentação pessoal;
e) - Seguir à risca todas às determinações emanadas dos Instrutores e/ou Monitores,
sabendo que poderá ser orientada a título de treinamento alguma conduta de combate;
f) - Quando interrogado, responder em voz alta de modo a ser ouvido por todos;
g) - Ao solicitar um esclarecimento, durante uma instrução, o aluno deverá levantar o braço
direito, ficar de pé com o punho cerrado e apresentar-se (Aluno 01 do 28º Curso Intensivo de
Operações e Sobrevivência em Área de Caatinga 2019/1) e logo após ser respondida sua
pergunta, voltará à posição inicial;
h) - Observar rigorosa probidade na execução de quaisquer provas ou exercícios,
considerando os recursos ilícitos como incompatíveis com a dignidade pessoal e militar do
indivíduo, se tal ação for detectada, o aluno ingressará diretamente em PROPOSTA DE
DESLIGAMENTO;
i) - Lembrar que o Curso funciona em locais onde devem ser cumpridos todos os
regulamentos e normas vigentes nas organizações policiais militares;
j) - Os alunos, quando não estiverem em instrução, deverão comparecer a todas as formaturas,
inclusive à Revista do Recolher, quando for o caso;
k) - Quando for o caso, os alojamentos destinados aos alunos estando vazios, devem
permanecer fechados, com luzes apagadas e as chaves em local preestabelecido. O último aluno a
sair deverá tomar estas providências;
l) - A apresentação dos alunos, especialmente em aulas externas, deverá ser impecável.
m) – Quando o aluno dirigir-se a qualquer membro da equipe de instrução ou instrutor, deverá
usar o pronome de tratamento SENHOR ( Senhor Instrutor, Senhor Coordenador, Senhor
Monitor), o qual será tratado da mesma forma;
n) – Quando da apresentação para o curso os ALUNOS deverão se apresentar com corte de
cabelo “ZERO”
o) – Durante o período do CURSO os ALUNOS estão PROIBIDOS de manter contato com
qualquer membro que não seja da equipe de instrução(Monitores/ Instrutores), salvo determinação
contrária ou na PRESENÇA de membros da EQUIPE DE INSTRUÇÃO.

2) São direitos dos alunos:


a) - Solicitar ao Instrutor e /ou Monitor todo e qualquer esclarecimento que julgar necessário à
boa compreensão do assunto que lhe é ministrado;
b) - Receber atendimento médico ou de enfermagem, quando necessário e houver
disponibilidade;
c) – Fazer qualquer tipo de reclamação diretamente ao Coordenador do curso por algum
motivo de instrução ou diverso pelo qual tenha passado e se constitua em algo que foi de encontro
aos princípios éticos e morais de cada aluno.

ATITUDE E CONDUTA DO ALUNO:

1) Com DEDICAÇÃO, INTERESSE e MOTIVAÇÃO o aluno terá adquirido ao


término do Curso as condições básicas que lhe permitirá conduzir, com segurança, o
cumprimento de uma missão de Guerreiro de Caatinga.
2) O maior ou menor sucesso do aluno dependerá exclusivamente, do aprimoramento
que ele atribuir aos conhecimentos que lhe forem repassados, através da perseverança e do
adestramento contínuo no dia-a-dia;
28º CURSO INTENSIVO DE OPERAÇÕES E SOBREVIVÊNCIA EM ÁREA DE CAATINGA
(CIOSAC-2019/1)

3) O aluno deve ter ciência de que poderá ser colocado em situações de adversidades
frequentemente enfrentadas no serviço operacional do BEPI e deverá reunir os atributos da
ÁREA AFETIVA que se reveste de fundamental importância no perfil do concludente.
Entretanto, o pouco tempo de realização do curso dificulta, sobremaneira, o
desenvolvimento por completo desses atributos. Assim, é imprescindível que os candidatos
estejam preparados desde o início para serem avaliados nessa área, pois serão criadas
situações para que os candidatos/alunos demonstrem/evidenciem e aprimorem tais
atributos capazes de fazer com que ele possa superar as dificuldades que lhes forem
impostas com êxito.

São eles:
a) ADAPTABILIDADE: adaptar-se de maneira apropriada a mudanças de situação.
b) AUTOCONFIANÇA: capacidade de demonstrar segurança e convicção em suas
atitudes, nas diferentes circunstâncias.
c) COOPERAÇÃO: Capacidade de contribuir espontaneamente para o trabalho de
alguém e/ou de uma equipe.
d) CORAGEM: capacidade para agir de forma firme e destemida, diante de situações
difíceis e perigosas, seguindo as normas de segurança.
e) CRIATIVIDADE: capacidade de produzir novos dados, idéias e/ou realizar
combinações originais, na busca de uma solução eficiente e eficaz.
f) DECISÃO: capacidade de optar pela alternativa mais adequada, com convicção em
tempo útil.
g) DINAMISMO: capacidade de atuar ativamente com intenção determinada.
h) EQUILÍBRIO EMOCIONAL: capacidade de controlar as próprias reações para
continuar a agir, apropriadamente, nas diferentes situações.
i) LIDERANÇA: capacidade de dirigir, orientar e propiciar modificações nas atitudes
dos membros de um grupo, visando atingir os propósitos da instituição.
j) ORGANIZAÇÃO: capacidade de desenvolver atividades de forma sistemática e
eficiente.
k) PERSISTÊNCIA: capacidade de manter-se em ação continuadamente, a fim de
executar uma tarefa vencendo as dificuldades encontradas.
l) RESISTÊNCIA: capacidade de suportar, pelo maior tempo possível, a fadiga
resultante de esforços físicos e/ou mentais, mantendo a eficiência.
m) RESPONSABILIDADE: capacidade de cumprir suas atribuições assumindo e
enfrentando as consequências de suas atitudes e decisões.
n) ZELO: capacidade de cuidar dos bens móveis e imóveis que estão, ou não, sob sua

O ALUNO E A ADMINISTRAÇÃO:
1) Rancho:
a)Todos os alunos matriculados no 28º CIOSAC, irão custear sua alimentação durante
todo o transcorrer do curso;
b)O rancho de todos os alunos será nos respectivos locais das instruções, visto existir
uma cozinha itinerante, composta por Policiais integrantes do BEPI, salvo por motivo de
força maior.

2) Estacionamento de Automóveis:
a)O estacionamento de automóveis particulares dos alunos, deverá ser feito na área para
isto reservada.
28º CURSO INTENSIVO DE OPERAÇÕES E SOBREVIVÊNCIA EM ÁREA DE CAATINGA
(CIOSAC-2019/1)
3) Telefonema:
a) Os Alunos somente serão chamados para atender telefonema, durante a instrução,
em caso de extrema necessidade, devendo orientar seus familiares informando o número da
guarda do Quartel( 87 – 3848 3909) e ou Coordenação.
b) É terminantemente proibido aos alunos portar telefones celulares ou sequer mantê-
los em suas mochilas, bem como fazer uso dos mesmos, sendo verificado o
descumprimento da ordem, o aluno ingressará diretamente em PROPOSTA DE
DESLIGAMENTO;

4) Formatura:
a) As determinadas pelo Comandante do BEPI, Coordenadores ou Monitores Gerais do
Curso;
b) Os alunos, quando em quartel, não estando em instrução deverão comparecer a
todas as formaturas, inclusive à Revista do Recolher.

5) Diversos
a) Todos os alunos matriculados no curso deverão, colocar dentro de um saco plástico,
telefones celulares desligados, carteira porta cédula, arma de fogo, carregadores, munições
e chave do veículo, caso tenha vindo com o mesmo, devendo ainda identificar cada item
conforme formulário anexo, em seguida, lacrar o saco plástico, e identificar com o número
de aluno e entregar na SEÇÃO DE ENSINO e INSTRUÇÃO (SEI) antes da aula inaugural;
b) Os itens acima elencados ficarão em local seguro, sendo devolvidos ao aluno após a
conclusão do curso ou sua desistência.

O ALUNO RESIDENTE:
1)Definição:
O aluno residente é o que é procedente de Unidades situadas em outros Municípios,
Estados ou alunos estrangeiros, por ocasião da sua apresentação no BEPI, tenham
solicitado alojamento;

2) Alojamento:
Os alunos residentes ficarão alojados na Sede do Batalhão Especializado de
Policiamento do Interior (BEPI), na Cidade de Custódia e ficarão responsáveis pela boa
apresentação do alojamento.

ROTINA DO 28º CIOSAC 2019/1:


MANHÃ TARDE NOITE
1º PERÍODO DE AULA 2º PERÍODO DE AULA 3º PERÍODO DE AULA
05:00 - 05:30 Alvorada 08h00 – 08h50 1ª Aula 14h00 – 14h50 1ª Aula 19h00 – 19h50 1ª Aula
05: 30 - 06:30 Café 08h50 – 09h40 2ª Aula 14h50 – 15h40 2ª Aula 19h50 – 20h40 2ª Aula
06:30 - 07:30 Cerimonial 09h40 – 10h00 Intervalo 15h40 – 16h00 Intervalo 20h40 – 20h50 Intervalo
07:30 – 07:50 Intervalo 10h00 – 10h50 3ª Aula 16h00 – 16h50 3ª Aula 20h50 – 21h40 3ª Aula
07:50 - 07:55 Bandeira 10h50 – 11h40 4ª Aula 16h50 – 17h40 4ª Aula 21h40 – 22h30 4ª Aula
22h30 - 05:00 - A DISPOSIÇÃO DA EQUIPE DE INSTRUÇÃO - DESCANSO

PRESCRIÇÕES GERAIS
1) SEGURANÇA:
a) - As armas não serão apontadas diretamente em exercícios ou quaisquer outras situações,
mesmo com munição de festim;
b) - O tiro de festim só deve ser feito à distância mínima de 5m;
c) - Não é permitido em hipótese alguma e sob qualquer pretexto o contato físico (luta corporal)
com o figurante inimigo, salvo quando previsto nas instruções de defesa pessoal.

2) DIVERSOS:
28º CURSO INTENSIVO DE OPERAÇÕES E SOBREVIVÊNCIA EM ÁREA DE CAATINGA
(CIOSAC-2019/1)
a) - Não é permitido aos alunos se valerem, para quaisquer fins, de elemento da tropa (equipes
de Oficiais e de montagem, figurativo, rancho e etc.), sem prévio conhecimento do instrutor que
no momento estiver conduzindo a instrução, se tal ação for observada o aluno entrará na situação
EM XEQUE;
b) - Quando qualquer autoridade visitar o Curso, o instrutor comandará: turno “ATENÇÃO",
e anunciará o posto e a função do visitante, logo após se for o caso, o mais antigo presente, aluno
ou instrutor, comandará “SENTIDO” e fará a devida APRESENTAÇÃO;
c) - Nenhum material deverá ser deixado fora dos lugares previstos, as camas devem
permanecer arrumadas, o alojamento em ordem, os banheiros asseados e limpos (quando for o
caso). A desobediência a qualquer destes itens implicará em FALTA DISCIPLINAR ao aluno
responsável, ou ao Curso como um todo, quando o responsável não for apontado. A
INCIDÊNCIA de falta desta natureza poderá acarretar no DESLIGAMENTO DO CURSO, do
aluno responsável ou PERDA DE PONTOS para todos os componentes.
d) Os alunos deverão INDENIZAR ao Quartel todo material extraviado ou danificado.
Se o referido material for de utilização coletiva, haverá um rateio entre os alunos a fim de
cobrir os prejuízos.
3) TRANSPORTE:
a) Durante a execução do Curso, o transporte dos alunos para os locais das instruções, ficará sob a
responsabilidade da Coordenação, exceto quando houver determinação em contrário.
4) UNIFORME:
a) O padronizado pela COORDENAÇÃO;
b) O Cinto de Guarnição (fardo aberto), padronizado pela COORDENAÇÃO, será o padrão
apresentado na foto abaixo:

5) IDENTIFICAÇÃO:
a)No Word digitar os dados pessoais formato da RG, conforme dimensões abaixo;
b)O aluno deverá ter três identificações, sendo uma no bolso esquerdo da gandola, uma na
mochila pessoal presa na ALÇA DE TRANSPORTE DE FORMA VISÍVEL a qual ficará em
local informado pela COORDENAÇÃO ou em local previamente orientado pela equipe de
instrução e a outra dentro do KIT DE PRIMEIROS SOCORROS. Cabe ressaltar que o
descumprimento desta DETERMINAÇÃO, acarretará em penalidade ao aluno.
Formato RG - dimensões: 10 cm x 6 cm
FRENTE: dados pessoais: tamanho da letra: 12 - fonte: arial
VERSO: 26ª CIOSAC – 2018 /2(digitar) 1ª linha/ fonte: arial – tamanho: 12
ALUNO (digitar) 2ª linha – fonte: arial – tamanho: 12
NÚMERO DO ALUNO: fonte: arial Black - tamanho: 60 ( 3º linha)
Exemplo:
NOME: LUÍZ ALVES DE LIMA E SILVA
DATA DE NASC. 12/06/1987 28º CIOSAC – 2019/1
POSTO/GRAD: 1º SARGENTO ALUNO

01
MATRICULA: 29.240-5
OME: 5º BPM RG: 54675 PMPE
TS : A FATOR RH: POSITIVO
ALÉRGIA: ( X ) S ( ) N
TIPO: DIPIRONA
PLANO DE SAÚDE: PMPE
CARTÃO SUS Nº 98008692433671
CONTATO RESIDENCIAL: (87) 3848 2345
28º CURSO INTENSIVO DE OPERAÇÕES E SOBREVIVÊNCIA EM ÁREA DE CAATINGA
(CIOSAC-2019/1)

CONCLUSÃO:

Este manual procurou reunir as experiências anteriores, através de conselhos, normas,


modelos e outras informações que facilitem todo o processo de ensino-aprendizagem e de
comportamento do aluno.
Atente, porém, que por melhor que sejam a organização, a administração, os
Instrutores, Monitores e Auxiliares de Instrução, um Curso vale por seus alunos, em
inteligência, cultura, esforço e idealismo.

“...POIS SÓ OS PERSEVERANTES E OS FORTES DE ESPÍRITO AQUI CONSEGUEM LUTAR.”

SERTÃO!
28º CURSO INTENSIVO DE OPERAÇÕES E SOBREVIVÊNCIA EM ÁREA DE CAATINGA
(CIOSAC-2019/1)

ALUNO Nº_______

___________ _____________ ____________________________________________ _________


POST/GRAD. MATRICULA NOME OME

ORDEM ITEM QUANT. OBSERVAÇÃO

CUSTÓDIA – PE , _____/______/______