Você está na página 1de 7

Sistema Construtivo Tilt-up e suas múltiplas vantagens

Pré-moldado garante a racionalização construtiva e economia de tempo e custos

Montagem da estrutura Tilt-up com içamento das paredes

O Tilt-up é o sistema construtivo mais amplamente utilizado entre os pré-moldados


na América do Norte, chegando a 15 % do total das obras industriais. Esse sistema
de pré-moldado é feito a partir de concreto no local da obra. Após nivelar o piso a
laser, são moldadas as paredes em concreto em formas horizontais com qualquer
desenho de estrutura ou texturas. Podem ser incorporados vãos para portas e janelas
e ainda é possível adicionar detalhes técnicos de acabamento. Quando atingem a
resistência necessária, as estruturas são içadas por guindastes e colocadas nos blocos
das fundações.

No Brasil, essa tecnologia foi importada pela construtora Walter Torres Jr. no ano de
1993, diretamente dos EUA. Essa técnica ainda precisa ser mais bem difundida para
ser empregada em escala industrial e, atualmente, apenas cinco construtoras
empregam esse método de construção. O sistema apresenta muitas vantagens, entre
elas está a grande economia de materiais e mão de obra, além do tempo reduzido de
construção.

Esse método de construção surgiu e 1906, nos EUA. Seu nome tem origem na palavra
inclinar que em inglês é “tilt”. Ao levantar as paredes pré-moldadas, em concreto
armado, é necessário içá-las com a ajuda de guindastes, que a partir da base da
construção – piso – levam as paredes pré-moldadas até o seu local definitivo no canteiro
de obras. Esse processo todo que é chamado de Tilt-up, e que compreende da fase de
concretagem até o levantamento das paredes, tem em média a duração de quatro a
cinco semanas.
Racionalização construtiva

As construções em Tilt-up são racionalizadas e proporcionam mais qualidade e


agilidade às edificações. Nesse sistema, as paredes são pré-moldadas in loco, a partir
de uma base de concreto sobre um piso industrial, que é polido e nivelado a laser.
Depois de atingir a resistência necessária, os painéis Tilt-up são alçados até sua posição
e escorados.

Após a conclusão da montagem da estrutura, é feito o travamento da porção superior


dos painéis. Com isso, são removidas as escoras da fase de montagem.
Esse sistema é totalmente executado no canteiro de obras e emprega a mão de obra
local. Daí, não há a incidência de ICMS, IPI ou quaisquer outros custos envolvidos,
como, por exemplo, transporte. Isso torna o sistema Tilt-up bastante competitivo, ao ser
comparado a outros sistemas pré-fabricados.

Vantagens

Francisco Oggi é consultor e especialista em sistema construtivo Tilt-up no Brasil. Ele


destaca as características dos pré-moldados: “as vantagens são inúmeras e, depois de
um século de existência, a construção com pré-moldados é altamente competitiva e
certas obras seriam impossíveis de serem executadas se não fosse o pré-moldado”,
enfatiza Oggi.

• Baixo custo e Baixa manutenção;


• Durabilidade;
• Segurança;
• Baixo custo dos seguros; e
• Velocidade na construção.

O consultor destaca que o sistema é indicado para quaisquer tipologias, não há restrição
técnica de uso, no entanto, é preciso apenas avaliar as condições e especificações de
cada projeto. Atualmente, podem ser construídos prédios de até 30 andares. Mas, a
tecnologia de paredes de concreto dosado em central não para por aí. Novidades são
criadas diariamente. E nos Estados Unidos existe uma associação responsável pelo
desenvolvimento e divulgação do sistema Tilt-up, é a Tilt-Up Concrete Association
(TCA).

Oggi acredita que apenas por falta de informação e da acomodação da engenharia


brasileira não seja mais utilizado esse sistema. “Nossa engenharia está baseada na
ausência total de inovação e de assumir responsabilidades. Estamos passando por um
período de crise humanística e o engenheiro está voltado a pilotar planilhas de controle
ao invés de praticar engenharia”, lamenta. Ele também destaca que a evolução dos
materiais e processos de produção em Tilt-up. “A tendência é utilizar concretos cada
vez mais resistentes e permitir a produção de peças cada vez mais esbeltas, propiciando
edificações mais arrojadas e esteticamente mais agradáveis e mais duráveis também”,
finaliza.

FONTE: http://www.cimentoitambe.com.br/tilt-up-e-suas-multiplas-vantagens/
Como um jogo de montar!!!!
Construção Tilt-up consiste em executar as paredes na horizontal, erguendo-as depois de pronta.
Simples assim, é como se fosse um jogo de montar. Apesar de parecer inovador, esse tipo de
construção é muito antiga e vem sendo usada a mais de século. Porém, somente por volta dos
anos 50 foi que esse método de construção começou a se tornar popular pelos EUA e, hoje, é o
um dos métodos mais usados para certas construções.

Apesar de ser muito usado para obras industriais, chegando a representar uma porção de 15%
do total de obras do gênero, como galpões, centros de distribuição, call centers, grandes lojas,
ele também é usado para construção de obras residenciais como casas e prédios.
No Brasil, o tilt-up chegou nos anos 90 e, atualmente, já possui algumas construtoras aptas para
realizar projetos do inicio ao fim.

– Processo de construção utilizando Tilt-up:


Tomada a decisão pelo tilt-up, na hora de projetar, é preciso atender às normas brasileiras NBR
9062 (para pré-moldados), NBR 6118 (para concreto armado) e a americana ACI-318 (específica
para o sistema).
Os painéis são moldados com concreto com fck maior que 25 MPa e aço CA50 e apresentam
dimensão média de 5 x 18 m e espessura mínima de 12 cm. No entanto, há exemplos de obras
com paredes de até 28 m de largura e 29 m de altura, pesando até 140 t. Mesmo assim, o sistema
não exige muita fundação: para cada painel, usa-se uma estaca.
Diferentemente das construções de alvenaria, umas das primeiras coisas a ser feita no Tilt-up é
o piso. A etapa de construção do piso é de extrema importância, pois ele servira de nível para a
construção dos painéis e de apoio para diversos tipos de cargas como o guindaste, por exemplo.

Resumindo, a construção consiste em:


Com o piso e a fundação feita, as fôrmas (madeira, alumínio..) são montadas da forma planejada
e agem como um molde para o concreto. Feito isso, os armadores colocam a ferragem e instalam
insertos para o içamento e para as ligações entre paines/fundação/telhado. Com tudo
posicionado, inicia-se a concretagem e quando o painel ganha uma certa resistência, ele é içado
por um guindaste ou grua. Quando em posição, o painel é ligado ao piso, à laje e à cobertura,
podendo ser solto da grua.
As vantagens desse método de construção dependem do tipo de edificação. No geral, são rápidas
e econômicas, principalmente em montagem de “big box” que são grandes construções com
plantas simples. Porém, novas tecnologias fizeram o Tilt-up ficar mais flexível, podendo facilmente
se adaptar a construções menores de diversos layouts. Além disso, o terreno não precisa ser
enorme, pois os painéis podem ser empilhados. Sem contar ainda que apresenta ótimo
isolamento acústico, são resistentes ao fogo e apresenta uma enorme durabilidade.
Como nem tudo é perfeito, nos EUA, muitos construtores não optam pelo uso do Tilt up pois
afirmam que caso uma peça sofra algum tipo de colapso, inicia-se um efeito dominó. Isso veio a
tona depois que um tornado derrubou uma das paredes (45 toneladas) de uma loja de
departamento chamada Home Depot deixando 7 mortos.
Na mesma ocasião 2 outras lojas foram atingidas e não houve nenhum desastre. Essas duas
outras lojas tinham paredes de blocos de concreto.

FONTE: https://engciv.wordpress.com/2012/07/09/metodo-rapido-de-construcao-tilt-up-
conceitos-e-vantagens/
Sistema “Tilt-up”

çã
ã

çã

ã ã
ã
ã çã

â º º

çõ
ç çã

ç
çã
ã

çõ
ç
çõ çã

ç ã ã

ã çã

çã ã
çã çã
ã
Hotel construído pelo sistema "Tilt-up"

çã çõ
ã
çõ
ã çã
ô çã çã

çã
õ çã

çã

õ ² ã õ ²

FONTES EXTRAS DE PESQUISA: Revista Téchne, Catep;