Você está na página 1de 38

APOSTILA

“GESTÃO FINANCEIRA”
SOBRE O AUTOR

Me formei em Administração de Ministrei treinamentos em clientes


Empresas com Enfase em Gestão como: Claro, Samsung, TIM, Scania,
Empresarial e Negócios, atuei por Ultragaz, Ipiranga,
mais de dezessete anos em Vitaderm, General Motors e outras.
consultorias como: Ernst & Young,
Preventis Inteligence, Grupo Especializei-me em Coaching,
Cherto e Praxis Business, além de Analista comportamental
outras empresas como: Pirelli (Assessment) e Design Thinking.
Cabos, Coelho da Fonseca e Vivo.
Hoje sou empreendedor sócio
KLEBER Participei de dezenas de projetos de fundador da BE ABLE, uma
consultoria em clientes como: consultoria especializada em
DONADY Telefonica Empresas, Bradesco Treinamentos, Cursos Online,
Seguros, Y.Yamada, Cervejaria Coaching & Inovação.
Devassa, Drogaria Araujo, NET,
Pernambucanas, Telhanorte entre Sou apaixonado pela educação,
outras. acredito que somente com uma boa
educação de base é que podemos
Realizei dezenas de treinamentos, transformar um povo e uma nova
tanto iniciando com a análise das geração.
necessidades ao desenvolvimento
de conteúdo e aplicação para
turmas.
SUMÁRIO

INTRODUÇÃO
COLETAR

POR QUE DESTE TEMA

ANALISAR
POR QUE VOCÊ DEVE FAZER
GESTÃO
DECIDIR

PASSO A PASSO DA GESTÃO

PLANO DE AÇÃO

PLANEJAR

CONCLUSÃO
INTRODUÇÃO

Cuide do seu negócio e faça Gestão corretamente!


Acredite, olhar para seu produto ou Não espere
serviço é importante e essencial, mas
delegar a gestão financeira para outras Comece a repensar a sua forma de
pessoas não é o melhor caminho para o fazer gestão e não espere que uma
crescimento e a sustentabilidade de uma situação desagradável venha a te
empresa! mostrar o quanto é importante.

QUEM SABE FAZ A HORA NÃO


ESPERA ACONTECER.

Composição: Anderson de Oliveira Nascimento


POR QUE DESTE TEMA?

Durante minha trajetória profissional Destes empresários eu obtive um


como consultor de empresas atuando, grande número de respostas, desde
principalmente, no mercado de “não sabiam como fazer” até que “só
franquias tive a oportunidade de faziam o básico”
participar de mais de 30 projetos.

Nestes mais de 30 projetos havia uma Não sabiam 5%


das etapas que era a de levantar
informações com os franqueados e
possíveis franqueados, ao todo, devo ter
Não gostavam 10%
conversado com aproximadamente 180
empresários dos mais variados ramos Não tinham tempo 15%
que você possa imaginar.
Tinham algo mais
Nestas conversas de levantamento de importante 25%
informações, eram questionados vários
aspectos sobre o negócio, sobre a vida Faziam o básico 30%
profissional do empresário, entre outros
aspectos e dentro deles o aspecto
Gestão Financeira!
Faziam bem 15%
POR QUE DESTE TEMA?

Não sabiam 5%

Com base nestes 85% dos empresários Não gostavam 10%


que “não sabiam como fazer” até que “só
faziam o básico” foi que tive a ideia de Não tinham tempo 15%
montar este e-book junto ao meu curso
de Gestão Financeira para Pequenas e Tinham algo mais
Médias Empresas, pois percebi que o importante 25%
assunto deve ser mais explorado!
Faziam o básico 30%
Faziam bem 15%
POR QUE VOCÊ EMPRESÁRIO DEVE SABER FAZER
BEM GESTÃO?

De acordo com pesquisas Principais motivos que levam as empresas à


realizadas pelo SEBRAE-SP e falência!
outras entidades, há um número
alarmante de cerca de 25% de
quebra de pequenas empresas
após o primeiro ano de vida.

Ou seja, de cada 4 empresas


que nascem, 1 quebra e não
chega ao segundo ano de
vida!!!

Veja os principais motivos no


quadro ao lado!
ENTÃO VAMOS FALAR DE GESTÃO!

Principais motivos que levam as empresas à Perceba que os principais motivos


que levam as empresas à falência
falência!
estão diretamente ligados a falta de
gestão!

Gestão significa:
gerenciamento,
administração, onde
existe uma instituição,
uma empresa, uma
entidade social de
pessoas, a ser gerida
ou administrada.
GESTÃO NÃO PRECISA SER COMPLICADA

Para fazer gestão não é preciso complicar, deixe de lado alguns temas e termos que são mais
complexos, vamos focar no que é essencial para uma pequena ou média empresa.

Vamos falar do básico, e o que é mais básico para qualquer empresa?

Obviamente o lucro!!!

LUCRO

RECEITAS - DESPESAS
ENTRA SAI
PARA AUMENTAR O LUCRO

Se eu empresário quero aumentar o meu LUCRO é necessário saber que preciso fazer
algumas coisas:

1. Aumentar as receitas e/ou


2. Reduzir as despesas e/ou
3. Os dois juntos!

Vamos estudar como fazer cada um deles e se isso é simples ou não!

LUCRO

RECEITAS - DESPESAS
ENTRA SAI
PARA AUMENTAR O LUCRO – VENDER MAIS

Uma das formas é vender mais para aumentar as receitas, mas o que são vendas?

Veja no gráfico abaixo qual o fluxo para se obter mais vendas:

Fluxo de Taxa de
Vendas Ticket médio
clientes conversão

Quantidade de Dos clientes Valor gasto por


clientes que que acessaram cada cliente que
acessam os quantos comprou algo –
produtos/serviç compraram (%) Valor total
os na loja ou site vendido / Núm.
cupons
PARA AUMENTAR O LUCRO – VENDER MAIS

Logo, se eu preciso vender mais é preciso fazer algumas coisas para aumentar cada um
destes parâmetros, correto?

Fluxo de Taxa de
Vendas Ticket médio
clientes conversão

•Divulgar mais •Atendimento •Atendimento


•Atraente •Atratividade •Treinamento
Ações: •Vitrine •Treinamento •Venda casada
•Exposição •Disponibilidade •Oferecer
•Marketing •Acessibilidade

ESTAS AÇÕES, EM GERAL, POSSUEM UM CUSTO PARA SEREM IMPLEMENTADAS!


PARA AUMENTAR O LUCRO – VENDER MAIS

Se eu não quero gastar para aumentar e minha receita eu posso apelar para outro artifício
que é o AUMENTO DE PREÇO!

Porém, é preciso se atentar a alguns possíveis problemas:

1. O cliente vai pagar? Está disposto a pagar mais?


2. O produto/serviço vale?
3. Quanto de aumento compensará possíveis perdas de clientes?

Sendo assim, se você não tiver 100% de certeza dos impactos


que o aumento de preço pode causar ao seu negócio, melhor
partir para outras opções!
PARA AUMENTAR O LUCRO – REDUZIR DESPESAS

Outra alternativa para buscar o


aumento de lucro é a REDUÇÃO
DAS DESPESAS, e como você
pode fazer para reduzir despesas:
q Demitir?
q Reduzir Qualidade?
q Usar melhor os recursos
q Melhorar produtividade
q Renegociar dívidas

Perceba também que são ações que


podem influenciar negativamente seu
negócio, por isso devem ser muito bem
estudadas.
TUDO ISSO FOI MOSTRADO...

Para que você tivesse noção de que AS AÇÕES NÃO DEVEM SE BASEAR APENAS
EM NÚMEROS!

É PRECISO OLHAR A EMPRESA COMO UM MOTOR COM ENGRENAGENS QUE


DEPENDEM UMA DAS OUTRAS.
PASSO A PASSO
ONDE:
Para realizar uma BOA e CORRETA PLANEJAR
gestão é preciso seguir alguns passos, § Onde sua empresa quer chegar?
como descrito na figura abaixo: § Quanto de dinheiro precisa?
§ Quanto tempo?
§ Há um modelo de negócios viável?

COLETAR
§ Dados de vendas e despesas
§ Indicadores de desempenho
§ Dados de mercado
Ciclo da ANALISAR
Gestão § Vendas (faturamento)
§ Despesas
§ Indicadores de desempenho

DECIDIR
§ Plano de ação e monitoramento
constante
PLANEJAR

Para um bom planejamento é preciso saber responder as perguntas abaixo, você sabe?

« Sua empresa possui um plano de negócios?


« Ele está sendo seguido?
« Para construir o plano você fez pesquisas de mercado?
« Seus produtos/serviços estão adequados ao público?
« Você estabelece metas?
COLETAR

Você tem estas informações da sua empresa?

« Dados de vendas: mês a mês, por produto, por linha, sazonal etc.
« Dados de despesas: mês a mês, quais os maiores, etc.
« Indicadores de desempenho
« Melhor produto serviço por margem
« Melhor vendedor
« Itens por vendas
« Etc...

Se sua resposta foi NÃO é melhor começar a rever seu negócio Urgente!!!
COLETAR
ENTENDA OS REGIMES FINANCEIROS

COMPETÊNCIA CAIXA

Regime de competência leva em conta o Regime caixa leva em conta as receitas e as


período de venda ou ocorrência da despesa. despesas no período de seu recebimento ou
pagamento, independente do momento em
Da mesma maneira, as despesas são que são realizadas.
reconhecidas quando incorridas e não
quando são pagas.

Ex: Venda no cartão de crédito com Ex: Venda no cartão de crédito lança
recebimento para 30 dias, lança no mês apenas quando receber em caixa o
que realizou a venda. dinheiro, não considera a venda anterior.
CAPITAL DE GIRO

Valor que a empresa tem para custear /manter suas despesas operacionais, sejam elas
fixas ou os gastos necessários para produção, comercialização ou prestação do serviço.

A empresa precisa de caixa para efetuar suas atividades

COMO CALCULAR
1º - Fluxo de caixa detalhado para conhecer todos os gastos da empresa.

2º - Quanto entra na empresa, o seu lucro. Com isso, você poderá enxergar como
o seu capital de giro é alimentado, tanto em termos de tempo, como em
quantidade.

3º - Definir quanto tempo esse recurso deve durar para que seja suficientemente
reposto.
CUSTOS E DESPESAS

Os custos e despesas de uma empresa dividem-se em dois tipos: fixos e variáveis, como
vemos a seguir as colunas que mostram o que significam cada um deles:

Fixos Variáveis

Variam de acordo com as vendas.


Ocorrem independentes da venda.
(expressos em % do faturamento)
Se vender paga, se não vender paga
também!!! • Impostos, comissões.

• Aluguel, Funcionários CLT... Se vender paga, se não vender não


paga!!!
PRO LABORE

Pro Labore é um dos motivos que geram mais desavenças nas empresas que possuem
sócios.

Pro Labore vem do latim e significa Pelo Trabalho, logo, não tem ligação com o quanto o
sócio investiu no negócio.

Exemplo: você foi convidado por um amigo a ser sócio em uma pizzaria, ele entraria com
100% do capital investido e você gerenciaria a pizzaria.
Neste caso, quem tem direito a Pro Labore seria apenas você, pois é você quem vai tocar
o negócio, se o seu sócio não trabalhar ele não deve receber o Pro Labore.

Obviamente que tudo isso deve ser combinado entre os sócios, mas para evitar brigas e
desavenças a melhor opção é:

1. Quem trabalha – recebe pelo quanto trabalha, qual seria o salário desta pessoa? Se
fossemos contratar no mercado, quanto pagaríamos?
2. Quem não trabalha – não recebe Pro Labore, apenas distribuição dos lucros.
PLANO DE CONTAS

Agora que você já entendeu e conheceu Dicas para montar


vários assuntos é hora de começar a coletar
seus dados, desta forma é preciso montar
Invista tempo montando o SEU plano de
um Plano de Contas. contas

• O que é um Plano de Contas?

Plano de Contas é um agrupamento de Evite modificá-lo posteriormente


despesas e custos que você deve fazer para
facilitar o controle de sua empresa.
Divulgue aos envolvidos na empresa
Exemplo: aluguel, IPTU, seguro do imóvel,
por exemplo você pode criar uma conta
chamada OCUPAÇÃO, logo sempre que
você pagar alguma despesa deste tipo você
Padronize!
deve alocar em OCUPAÇÃO.

Após criado o Plano de Contas oficial de sua empresa ele deve ser seguido para todos
os cálculos que você fizer
FLUXO DE CAIXA

É o EXTRATO FINANCEIRO de um negócio.

Resume os movimentos de entrada e saída de caixa durante o período


considerado.

O Fluxo de Caixa serve para medir o quanto de dinheiro a empresa está


recebendo e pagando, ele gera uma posição instantânea da situação
financeira, além do que é possível entender as provisões de caixa com
base no fluxo, saber se a empresa vai precisar pegar empréstimos ou não,
por exemplo.
DRE – DEMONSTRATIVO DE RESULTADOS DO
EXERCÍCIO
É um demonstrativo contábil que se destina a evidenciar a formação do
resultado líquido em um exercício, através do confronto das receitas,
custos e despesas.

DRE oferece uma síntese financeira dos resultados de uma empresa em


um certo período.

Embora sejam elaborados anualmente para fins legais de divulgação, em


geral são feitos mensalmente para fins administrativos.
ANÁLISE DOS DADOS COLETADOS

Agora que você já entendeu sobre como


coletar os dados da sua empresa e algumas
ferramentas para isso, vamos para o passo
adiante que é o que fazer com estes dados?

A correta análise dos dados faz


com as decisões sejam mais
corretas e assertivas possível
PONTO DE EQUILÍBRIO

O ponto de equilíbrio é o momento em que a empresa atinge determinado valor em


vendas que todos os seus custos são pagos, porém, não há lucro nem prejuízo.

Podemos afirmar que o ponto de equilíbrio deveria ser a Meta mínima de uma
empresa.

R$
Gastos Fixos
Ponto de
Equilíbrio
(100% Gastos Variáveis)

Margem de
contribuição
CMV E MARK UP

C.M.V. – Custo da Mercadoria Vendida

É quanto o custo de cada produto pesa sobre a venda deste mesmo produto.

Mark up

É o inverso do CMV.

É o quanto o custo de um produto é multiplicado para se chegar ao preço de venda.


LUCRATIVIDADE

Quanto a empresa lucra em relação ao seu faturamento.

Lucratividade Lucro
100
Faturamento
RENTABILIDADE

Qual o retorno da empresa em relação ao capital investido.

Lucro
Rentabilidade 100
C. Investido
PAY BACK

Tempo que o capital investido retorna para o investidor.

C. Investido
Pay Back
Lucro
CAPITAL DE GIRO

Capital de giro (ou ativo circulante) é o valor que a empresa tem para custear e
manter suas despesas operacionais do dia a dia

Capital de Ativo Passivo


giro Circulante Circulante
(a receber) (a pagar)
TAXA DE CONVERSÃO

Mede a proporção de vendas em relação ao total de clientes que acessaram seus


produtos/serviços.

Núm. Clientes
Taxa de compraram
100
conversão
Núm. Clientes
acessaram
TICKET MÉDIO

É o valor médio que cada cliente compra em seu estabelecimento.

Total Vendas
R$
Ticket
Médio
Núm. Clientes
compraram
PLANO DE AÇÃO

Agora que você já analisou os números mais importantes da sua empresa é preciso
estabelecer ações que visem sempre a melhoria destes números e a boa performance
financeira do negócio, para isso sugerimos o seguinte passo a passo:

a. Planejar
(Colocar em cronograma)

b. Priorizar
(atividades mais importantes)

c. Controlar
(monitorar constantemente o estabelecido)
PLANO DE AÇÃO - DICAS

§ Ação descrita no infinitivo: fazer, treinar, colocar...


§ Cada ação só pode ter um responsável.

§ Defina poucas, mas boas ações (3 boas ações valem mais que “15”
ações que agregam pouco).

§ Não se esqueça de providenciar os recursos para a equipe realizar as


ações.

§ Faça um acompanhamento (follow-up) semanal. Não deixe para


descobrir o que foi (ou não foi) feito na data limite.
CONCLUSÃO Esteja pronto para colher os frutos
de uma boa gestão financeira!
Fazer uma boa Gestão Financeira é uma tarefa
complexa, mas não impossível, com base nas
informações coletadas é possível estabelecer
ações que visem o crescimento e
sustentabilidade da sua empresa.

Foque no essencial e sempre tenha uma visão o


mais ampla possível de seu negócio.
OBRIGADO
OBRIGADO PELA
LEITURA!