Você está na página 1de 24

Comportas Hidráulicas

Prof. Ednei Pires

Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807


Comportas Hidráulicas
 Dispositivo mecânico usado para controlar
vazões hidráulicas em qualquer conduto
livre ou forçado e de cuja estrutura o
conduto é independente para sua
continuidade física e operacional.

Fonte: NBR 7259, 2001.

Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807


Comportas Hidráulicas

Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807


Comportas Hidráulicas

Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807


Aplicações de comportas hidráulicas
 Obras de proteção contra enchentes (regularização de
vazões);
 Proteção e manutenção de equipamentos (turbinas);
 Controle de nível e limpeza de reservatórios (descarga de
fundo);
 Fechamento de obras de desvio de rio;
 Hidroelétricas
 Eclusas de navegação
 Projetos de irrigação
Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807
Comportas Hidráulicas
 É papel do engenheiro selecionar comportas
para uma determinada instalação hidráulica.
 Analisar fatores que possam influir no
desempenho, custo, qualidade e
confiabilidade do equipamento.

Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807


Comportas Hidráulicas
 Fatores:
 Segurança operacional;
 Simplicidade de operação;
 Facilidade de manutenção;
 Requisitos estruturais: ranhuras, câmaras, guias, etc;
 Magnitude e direção dos esforços transmitidos ao
concreto.
 Capacidade do mecanismo de manobra;
 Facilidade de transporte e montagem.
Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807
Dimensionamento

Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807


Força resultante
Força resultante exercida por um líquido em
equilíbrio sobre superfícies planas submersas
o As forças devidas à pressão sobre superfícies planas
submersas são levadas em consideração no
dimensionamento de comportas, tanques, barragens e
registros. No estudo dessa força devem ser levadas em
consideração condições distintas:

o Superfície plana submersa na horizontal


o Superfície plana submersa na inclinada

Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807


Comportas Hidráulicas
Fórmula da força resultante na comporta

FR = Pϴ + γlíquido. hc . A compota

o Obs! A pressão atmosférica (Pϴ) só será relevante se parte do


líquido estiver aberto e outra parte fechada. Pϴ = 101000Pa

Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807


Comportas Hidráulicas
Comportas quadradas e retangulares

o Centro de gravidade no meio


o Centro de pressão um pouco abaixo

CG
CP

o Válido quando a comporta está na vertical

Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807


Comportas Hidráulicas
FR = Pϴ + γlíquido. hc . A comporta

hc = distância do centro da comporta até


a superfície do líquido.

hc hc hc

Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807


Comportas Hidráulicas
Pontos de aplicação da força
A força é
𝑰𝒐 aplicada no
YR = + yc CP
𝒀𝒄 . 𝑨
I 𝒐 = Momento de inércia - valor tabelado
Yc = distância do centro de gravidade até a superfície do líquido.
Yr = distância do centro de pressão até a superfície do líquido
hc = distância do centro da comporta até a superfície do líquido.

hc
Yc YR
hc = Yc
CG
CP

Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807


Comportas Hidráulicas
Momento
É igual a força resultante vezes a distância

M = FR . d
Como a comporta está parada o momento resultante é zero.
ƩM = φ
FR(maior) d YR(até o eixo) = FR(menor) d YR(até o eixo) + FR . d

Óleo água
B
Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807
Comportas Hidráulicas
Comportas horizontais
O centro de gravidade, o centro de pressão e a força resultante atuam
no mesmo lugar.(no meio da comporta)

FR; CG e CP
hc

FR = γlíquido. hc . A compota

Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807


Comportas Hidráulicas
Comportas diagonais/inclinadas

Yc e YR são paralelos a
comporta
YR
Yc
hc
CG
ϴ
CP

Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807


Força Resultante
Para a determinação da posição do centro de
pressão e do momento de inércia da área utiliza-se
a equação e a Tabela.
I0
YR = + yc
Em que: I0 𝒀𝒄 . 𝑨
Momento de inércia da área A: I0 (tabela seguinte)

Fonte: (ROR de Melo SOUZA, 2010).

Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807


Força Resultante
Tabela. Área, momento de inércia da área e profundidade do centro de
gravidade (hcg ou Dcg).

Fonte: (ROR de Melo SOUZA, 2010).

Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807


Praticando
01. (Adaptada) Determinar a força F (empuxo) que atua sobre a compota e a
altura do centro de pressão (YR) da barragem abaixo. O líquido é água.

2m
2m
F
1m

Comporta
FR= 60.000N e YR = 3,11 m

Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807


Praticando
02. (Adaptada) Determinar a força F (empuxo) que atua sobre a compota circular
e a altura do centro de pressão (YR) da barragem abaixo.

2m
2m
F

Comporta

Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807


Praticando
03. (Adaptada) Determinar a força F (empuxo) que atua sobre a compota em
formato de triângulo equilátero e a altura do centro de pressão (YR) da barragem
abaixo.

2m
1,732m
F
2m

Comporta

Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807


Praticando
04. (Adaptada) Uma compota retangular AB tem largura 1,5m e pode girar em
torno de A. O tanque à esquerda contém óleo (y=7500 N/m³) e o da direita, água
(Y= 10000 N/m³). Qual a força necessária para manter a comporta fechada

FR = 28.770N

Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807


Força Resultante
Força resultante em superfícies planas horizontais.
 A pressão sobre a superfície plana será a mesma em
todos os seus pontos e agirá perpendicularmente a ela.

A força resultante atuará verticalmente no centro de pressão da


superfície, que no caso, coincide com o seu centro de gravidade.
Fonte: (ROR de Melo SOUZA, 2010).
Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807
Força Resultante
Exemplo.
6. Qual é a força sobre um comporta quadrada (1 x 1m)
instalada no fundo de um reservatório de água de 2 m de
profundidade. g = 9,81m/s²

F = ρ.g.h.A  F = 19620N
Fonte: (ROR de Melo SOUZA, 2010).

Prof. Ednei Pires – Contato: (77) 9103-3807