Você está na página 1de 10

CET - COMPANHIA DE ENGENHARIA DE TRÁFEGO

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2006

Cód. 34 – Técnico de Planejamento de Manutenção


Já li isto em algum lugar

Se você é daquele tipo que nunca encontra as palavras certas para terminar um relacionamento, saiba que
existe um site com dicas para romper. Há cartas em estilo formal ou poético para rompimento por escrito. (Folha
informática, 2.3.2005).

Ele era um rapaz sério, trabalhador. Ela era uma moça séria, trabalhadora. Namoravam havia muitos anos.
Desde a infância, na verdade. Porque as famílias se conheciam e faziam gosto de que os dois namorassem. E,
assim, eles namoravam e até falavam em noivar e em casar.
A verdade, porém, é que o relacionamento entre ambos era, no máximo, morno. Muito respeito mútuo,
bastante afeto, tratamento cordial; mas paixão, paixão arrebatadora, isso não havia. De qualquer modo foram
levando. Até que ele conheceu outra garota. Encontro casual, num supermercado. Ela deixou cair um objeto
qualquer, ele a ajudou, começaram a conversar, saíram para tomar alguma coisa, marcaram um encontro – e
quando deu por si, ele estava, aí sim, apaixonado. O que representava um tremendo problema de consciência.
Como contar à sua namorada de tantos anos o que estava acontecendo? Como terminar aquela antiga ligação? Foi
então que ouviu falar do site que dava dicas para romper. De imediato entrou ali. Havia numerosos modelos de
cartas, desde as curtas e brutais (“Estou cheio de sua cara, desapareça”) até as mais sofisticadas e elegantes.
Destas, escolheu uma que lhe pareceu particularmente satisfatória: “Durante muitos anos convivemos com afeto e
alegria. Durante muitos anos nossa existência foi iluminada pela lâmpada do amor. Mas seja por falta de energia,
seja por outra razão qualquer, a lâmpada do amor está se apagando. Antes que fiquemos totalmente no escuro é
melhor que terminemos nossa relação como amigos. É melhor que busquemos a luz em outros amores.
Guardaremos, um do outro, uma terna lembrança; é isso o que importa”. Imprimiu a carta, assinou-a e telefonou
para a namorada marcando um encontro naquela mesma noite. Era uma segunda-feira, e ela não gostava de sair
nas segundas-feiras, mas, para surpresa dele, aceitou o convite de imediato: eu também precisava falar com você,
é muita coincidência. Foi mais fácil do que ele esperava, muito mais fácil. Disse que algo tinha acontecido, algo que
uma carta explicaria, e entregou-lhe o envelope fechado. Ela replicou que também tinha uma carta para ele.
Despediram-se, numa boa.
Ele entrou num bar, abriu o envelope, e leu: “Durante muitos anos convivemos com afeto e alegria. Durante
muitos anos nossa existência foi iluminada pela lâmpada do amor. Mas seja por falta de energia, seja por outra
razão qualquer, a lâmpada do amor está se apagando. Antes que fiquemos totalmente no escuro é melhor que
terminemos nossa relação como amigos. É melhor que busquemos a luz em outros amores. Guardaremos, um do
outro, uma terna lembrança; é isso o que importa”. Com o que ele concluiu: grandes amores são para poucos. Mas
sites na internet estão ao alcance de todos.

Moacyr Scliar, Folha de S.Paulo, 14.03.2005.

1. A coluna de Moacyr Scliar no jornal Folha de S.Paulo apóia-se em textos publicados no próprio jornal (no caso, o
caderno de informática da Folha). Sobre ele, podemos afirmar como verdadeiro (V) ou falso (F):

( ) o texto aponta para um clímax que surpreende o leitor.


( ) o ponto de vista da narrativa parte da personagem masculina; assim, não podemos afirmar que, da parte dela,
o rompimento ocorreu apenas por desinteresse.
( ) o autor conclui que é mais fácil alcançar um site na Internet do que descobrir um grande amor.
( ) a relação entre ambos, antes de respeito mútuo, a partir do encontro no supermercado, modifica-se.

Assinale a alternativa com a seqüência correta:

A) F – F – V – V.
B) V – V – F – V.
C) Todas são falsas.
D) Todas são verdadeiras.

1
2. Se afirmássemos que a relação acabou para ambos pelo mesmo motivo estaríamos:

A) corretos, se com isso afirmássemos que o que permitiu a paixão após o encontro no supermercado foi o
relacionamento desapaixonado do casal, mas errados se com isso afirmamos com veemência a traição por
parte da namorada.
B) corretos, se a afirmação veemente significasse que, não sabendo o que se passou com a namorada, não
podemos afirmar seus motivos, mas errados, se afirmássemos que o motivo de ambos foi o desinteresse.
C) corretos, pois é isso o que sugere a coincidência na escolha do teor das cartas de rompimento.
D) corretos, pois é evidente a traição da moça.

3. Leia atentamente as afirmativas abaixo.

I. A ironia do texto é que até o último instante toda a relação é levada na mais estrita cordialidade, tanto na
escolha das cartas, como na tolerância de um encontro numa segunda-feira aceito de imediato pela namorada
que não gostava de sair às segundas-feiras.
II. Podemos afirmar que eram iguais quase em tudo, desde as primeiras frases do texto: “Ele era um rapaz sério,
trabalhador. Ela era uma moça séria, trabalhadora”. A estrutura se repetirá, de forma ainda mais cômica após a
troca das cartas.
III. A personagem masculina conclui no final que, embora não tenha encontrado um grande amor, encontrou pelo
menos o site para rompimentos na rede mundial de computadores.
IV. O texto de Moacyr Scliar, como se afirma na questão 1, é inspirado em matérias publicadas no jornal Folha de
S.Paulo, o que permite afirmar que: a) se apóia num dado real; b) portanto, narra uma história que é, também
ela, real.

Assinale a alternativa correta:

A) I e II são verdadeiras, III é falsa e IV é verdadeira apenas quanto ao que afirma em a), pois a conclusão
expressa em b) não é correta.
B) I e II são integralmente verdadeiras.
C) A afirmação I é verdadeira, a afirmação a) em IV é verdadeira, mas b) não procede; já II e III são integralmente
verdadeiras.
D) Todas as afirmações são falsas.

4. Leia atentamente as frases abaixo.

I. Um gosta de futebol, outro de vôlei.


II. Um elefante incomoda muita gente, dois elefantes incomodam muito mais.
III. Um leão é sempre perigoso.

Assinale a alternativa em que a classificação da palavra um está correta nos três casos:

A) I. numeral, II. artigo, III. pronome.


B) I. pronome, II. artigo, III. artigo.
C) I. pronome, II. numeral, III. artigo.
D) I. numeral, II. numeral, III. numeral.

5. Leia as orações abaixo:


I. Dez quilos são suficiente.
II. Tudo são flores.
III. É uma hora e trinta minutos.
IV. São dez de maio.
V. As esperanças da seleção são o Ronaldinho Gaúcho.
O verbo ser é usado incorretamente em:

A) II e III, apenas.
B) I e V, apenas.
C) II, III e IV.
D) todas as frases.

6. Assinale a oração em que não haja incorreção de qualquer espécie:

A) O jogador de futebol famoso estava quites com a receita federal.


B) A praia a qual iremos no próximo verão não é poluída.
C) Comprar casa própria implicaria em investir uma quantia que não possuo no momento.
D) Viajamos por lugares o mais desagradáveis possível.

2
7. Não há incorreções ortográficas ou de acentuação em:

A) “Misântropo” é o indivíduo que tem aversão à sociedade.


B) Exceder o limite de velocidade maxima é não ter consciência do perigo.
C) É imprescindível que ambas viajem para Jiparaná.
D) A recisão contratual ocorreu sem litígio das partes.

8. Em algumas das orações abaixo ocorrem incorreções nas relações entre verbo, pronome ou preposição.

1. Vossa Excelência partistes muito cedo da festa.


2. “Onde queres dinheiro, sou paixão.”
3. Minha mãe cedeu a vontade da maioria.
4. De longe a longe, avistava uma pequena cabana.
5. Eu e Antonieta fomos encontrar um amigo.

Estabeleça a relação entre a oração e o tipo de incorreção, e assinale a alternativa correta:

A) 1. está correta; 2. pronome não concorda com o verbo; 3. está correta; 4. está correta; 5. está correta.
B) 1. pronome não concorda com o verbo; 2. está correta; 3. regência verbal incorreta; 4. locução prepositiva
incorreta; (5) está correta.
C) 1., 2. e 3. estão corretas; 4. locução prepositiva incorreta; 5. regência verbal incorreta.
D) Todas estão corretas.

9. Sabe-se que existe pelo menos um K que é L e que todo L é Z. Portanto necessariamente:

A) Algum K não é Z.
B) Todo Z é K.
C) Algum K é Z.
D) Todo Z é L.

10. Se a roseira não florir o cão late. Se a roseira florir então o gato não mia.
Ora, o gato mia logo:

A) A roseira não está florida e o cão não late.


B) A roseira não está florida e o cão late.
C) A roseira está florida e o cão late.
D) A roseira está florida e o cão não late.

11. A negação da condicional: “Se estiver frio, eu visto a blusa” é:

A) Está frio, e eu não visto a blusa.


B) Se não estiver frio, e eu não visto a blusa.
C) Se estiver frio, e eu não visto a blusa.
D) Não está frio, e eu não visto a blusa.

12. Se amanhã for sábado, então hoje Ricardo irá viajar. Ora, amanhã não será sábado. Logo, pode-se afirmar que:

A) É possível que Ricardo viaje hoje.


B) Ricardo somente viaja na véspera de sábado.
C) Ricardo viajará hoje.
D) Ricardo não viajará hoje.

13. Carla tem inveja de quem é mais bonita do que ela. Alice não é mais bonita do que quem a inveja. Logo:

A) Alice é mais bonita do que Carla.


B) Carla não tem inveja de quem não é mais bonita do que ela.
C) Alice não é mais bonita do que Carla.
D) Carla inveja só quem é mais bonita do que ela.

3
14. Observe a faixa formada pela construção lógica das figuras:

Então, a seqüência lógica que a completa é:

A)

B)

C)

D)

15. Um comerciante tem somente 4 pacotes de um produto com 3, 5, 7 e 9 quilos, respectivamente. Ele resolveu pesar
esses pacotes e anotou os pesos obtidos. Dos valores abaixo, não poderá ser uma combinação do peso destes
pacotes:

A) 16 quilos.
B) 18 quilos.
C) 17 quilos.
D) 19 quilos.

4
Responder às questões 16 a 18 identificando os componentes do cabeçote do motor MWM da figura abaixo.

16. Identifique os componentes 4, 5, 6, 7, 8 e 9.

A) 4 – retentor de válvula; 5 – prato de mola; 6 – mola de válvula; 7 – cone bipartido ; 8 – arruela da mola; 9 –
espaçador.
B) 4 – cone bipartido; 5 – prato de mola; 6 – mola de válvula; 7 – retentor de válvula; 8 – arruela da mola; 9 –
espaçador.
C) 4 – cone bipartido; 5 – arruela da mola; 6 – mola de válvula; 7 – retentor de válvula; 8 – prato de mola; 9 –
espaçador.
D) 4 – cone bipartido; 5 – prato de mola; 6 – mola de válvula; 7 – retentor de válvula; 8 – espaçador; 9 – arruela da
mola.

17. Identifique os componentes 10, 11, 12, 13 e 14.

A) 10 – guia de válvulas; 11 – válvula de escape; 12 – sede da válvula de escape; 13 – sede da válvula de


admissão; 14 – válvula de admissão.
B) 10 – guia de válvulas; 11 – válvula de admissão; 12 – sede da válvula de escape; 13 – sede da válvula de
admissão; 14 – válvula de escape.
C) 10 – guia de válvulas; 11 – válvula de escape; 12 – sede da válvula de admissão; 13 – sede da válvula de
escape; 14 – válvula de admissão.
D) 10 – retentor da válvula; 11 – válvula de escape; 12 – sede da válvula de escape; 13 – sede da válvula de
admissão; 14 – válvula de admissão.

18. Identifique os componentes 15, 16, 17, 18 e 19.

A) 15 – mancal central; 16 – árvore de comando do virabrequim; 17 – arruela de encosto; 18 – balancim da


válvula de admissão e escapamento; 19 – ejetor.
B) 15 – mancal central; 16 – árvore de comando de válvulas; 17 – arruela de encosto; 18 – balancim da válvula de
admissão; 19 – balancim da válvula de escapamento.
C) 15 – mancal central; 16 – árvore de comando de válvulas; 17 – arruela de encosto; 18 – balancim da válvula de
admissão e escapamento; 19 – ejetor.
D) 15 – arruela de encosto; 16 – árvore de comando de válvulas; 17 – mancal central; 18 – balancim da válvula de
admissão e escapamento; 19 – ejetor.

5
19. Assinale como verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmações abaixo.

( ) A presença de água no óleo é resultado de trincas ou vazamentos, ligando os sistemas de lubrificação ao de


arrefecimento. Estas ligações poderão ocorrer com maior freqüência nos seguintes componentes: cabeçote,
bloco e intercambiador de óleo.
( ) A passagem do combustível para o sistema de lubrificação poderá se dar através dos seguintes componentes:
bomba alimentadora e combustível não queimado passando pelos anéis de vedação dos êmbolos.

A) V, F.
B) F, V.
C) V, V.
D) F, F.

20. Assinale como verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmações abaixo.

( ) Uma boa eficiência de filtragem do ar de admissão é fundamental para a vida útil do motor. Conexões soltas,
trincas na tubulação de sucção e vazamentos no coletor de admissão podem provocar a entrada de pó e
impurezas no motor. Como conseqüência destas falhas poderão surgir outras, tais como: danificação do rotor
do compressor e rápido desgaste dos cilindros.
( ) O volante é o componente que transfere a potência mecânica da árvore de manivelas do motor para a caixa de
mudanças do veículo. Ele é responsável também por grande parte da inércia do motor, garantindo
uniformidade de operação.

A) V, F.
B) F, V.
C) F, F.
D) V, V.

21. Assinale como verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmações abaixo.

( ) Nos motores turbo alimentados, vazamentos pelo coletor de admissão e escape poderão causar excesso de
fumaça e aumento de potência.
( ) Nos motores turbo alimentados, o turbo alimentador é o componente responsável pela transformação da
energia existente nos gases de escapamento em pressão de ar na admissão.
( ) A utilização dos turbo alimentadores aumenta a massa de ar e, conseqüentemente, a pressão no cilindro
durante a admissão, obtendo-se, assim, um aumento de potência da ordem de 25% a 45%.

A) V, V, V.
B) F, V, V.
C) F, V, F.
D) F, F, V.

22. Assinale como verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmações abaixo.

( ) O sistema de arrefecimento é responsável pela troca de calor do motor com o meio ambiente, regulando sua
temperatura de trabalho. O calor é transmitido ao fluido de arrefecimento que circula no bloco e no cabeçote do
motor e posteriormente dissipado para o ambiente ao passar pelo radiador.
( ) O termostato consiste de uma válvula, para o controle do fluxo de líquido de arrefecimento, e de uma câmara,
contendo elemento de cera que regula a válvula automaticamente conforme a temperatura. Sua função é
manter o motor dentro da faixa de temperatura ideal de funcionamento.

A) V, V.
B) V, F.
C) F, V.
D) F, F.

6
23. O sistema de injeção é responsável pela alimentação de combustível do motor diesel. Através de seus
componentes, o combustível é pulverizado nos cilindros, de maneira precisa e controlada.

Correlacione as colunas:

COMPONENTE FUNÇÃO
1. Tubulações de baixa pressão a) Filtragem de impurezas.
2. Bomba alimentadora b) Injeção controlada de combustível para os bicos injetores.
3. Bomba injetora c) Bombeamento de combustível do reservatório, através dos
filtros, para a bomba injetora.
4. Tubulações de alta pressão d) Injeção de combustível pulverizado nos cilindros.
5. Bicos injetores e) Alimentação e retorno para o reservatório de combustível.
6. Filtros de combustível f) Alimentação de combustível a altas pressões para os bicos
injetores.

A ordem correta é:

A) 1-e, 2-c, 3-b, 4-f, 5-d, 6-a.


B) 1-a, 2-b, 3-c, 4-d, 5-e, 6-f.
C) 1-f, 2-c, 3-b, 4-e, 5-d, 6-a.
D) 1-e, 2-b, 3-c, 4-f, 5-d, 6-a.

24. A medida representada no paquímetro ilustrado abaixo é:

A) 12,4 mm.
B) 20,0 mm.
C) 15,4 mm.
D) 24,5 mm.

25. Verifique, na figura abaixo, qual o posicionamento correto do paquímetro para a realização da medição de um
ressalto e assinale qual situação é verdadeira (V) ou falsa (F).

( ) ( )

A) V, V.
B) F, V.
C) F, F.
D) V, F.

7
26. A medida representada no micrômetro ilustrado abaixo é:

A) 7,84 mm.
B) 7,42 mm.
C) 7,34 mm.
D) 7,92 mm.

27. Assinale a alternativa que preenche as lacunas abaixo.

“No motor de combustão interna a queima do combustível ocorre no interior do ________________, provocando a
expansão dos ______________ e impulsionando para ______________ o êmbolo, que transmite o movimento à
árvore de manivelas, transformando o movimento vertical linear em ____________________________.”

A) cabeçote – gases – cima – movimento de rotação.


B) cilindro – gases – baixo – movimento de rotação.
C) cilindro – gases – cima – movimento de rotação.
D) cilindro – gases – baixo – movimento horizontal.

28. O funcionamento do motor de ciclo OTTO tem 4 tempos:

A) admissão – combustão – compressão – escapamento.


B) compressão – admissão – combustão – escapamento.
C) compressão – combustão – admissão – escapamento.
D) admissão – compressão – combustão – escapamento.

29. Cada um dos três anéis do pistão tem uma função primordial. Assinale verdadeira (V) ou falsa (F) nas afirmações
abaixo.

( ) O primeiro anel tem a função de vedar a câmara de combustão em relação ao cárter, impedindo que os gases
da combustão ou a pressão de combustão passem para ele.
( ) O segundo anel tem a função de transmitir o calor transmitido pela cabeça do êmbolo para as paredes do
cilindro e destas para o sistema de arrefecimento.
( ) O terceiro anel tem a função de controlar a lubrificação dos cilindros.

A) V, F, V.
B) F, V, F.
C) V, F, F.
D) V, V, V.

30. Para um veículo popular de 4 cilindros, com um pistão de 10 centímetros de diâmetro e um curso de êmbolo de 5
centímetro, calcular a quantidade de cilindradas desse motor:

A) 1.570,8 cm³.
B) 1.000 cm³.
C) 628,3 cm³.
D) 1.256,6 cm³.

31. Para um veículo com motor a gasolina de 6 cilindros em “V”, com pistão de 101,6 mm de diâmetro e um curso de
êmbolo de 88,4 mm, calcular a quantidade de cilindradas desse motor:

A) 1.000 cm³.
B) 4.297 cm³.
C) 16.929 cm³.
D) 1.692,9 cm³.

8
32. Assinale a principal função do radiador.

A) É um reservatório responsável pela transmissão de calor para o motor.


B) É um componente responsável pela distribuição da água de arrefecimento.
C) É um reservatório destinado a armazenar água para a lavagem do pára-brisa.
D) É uma serpentina aletada, responsável pelo resfriamento da água do sistema do arrefecimento.

33. Em condições consideradas severas, deve-se efetuar a revisão e/ou limpeza e/ou troca mais freqüentes dos
seguintes itens:

( ) óleo lubrificante do motor e filtro de óleo lubrificante do motor.


( ) elemento do filtro de ar do motor.

Assinalando verdadeira (V) ou falsa (F) para as afirmações acima temos a seqüência:

A) V, F.
B) F, V.
C) V, V.
D) F, F.

34. Os fatores que têm forte influência na velocidade de propagação da chama na câmara de combustão do motor de
ciclo OTTO são:

( ) turbulências.
( ) temperatura e pressão.
( ) relação combustível / ar.
( ) presença de gases residuais

Assinalando verdadeiras (V) ou falsas (F) para as afirmações acima temos a seqüência:

A) V, V, V, V.
B) V, F, F, V.
C) F, V, V, V.
D) V, V, F, F.

35. Relacione os ângulos formados pela biela, no motor de ciclo OTTO.

1) Admissão a) 360º a 540º


2) Compressão b) 0º a 180º
3) Expansão c) 540º a 720º
4) Escape d) 180 º a 360º

Relacione as duas colunas.

A) 1-a, 2-d, 3-b, 4-c.


B) 1-b, 2-d, 3-a, 4-c.
C) 1-b, 2-a, 3-c, 4-d.
D) 1-a, 2-b, 3-c, 4-d.

36. Considere verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmações abaixo.

( ) Faísca muito atrasada no processo de combustão, provoca um pequeno trabalho positivo.


( ) Faísca muito atrasada provoca um trabalho negativo considerado e um gradiente acentuado de pressões.

A) F, F.
B) F, V.
C) V, F.
D) V, V.

9
37. Considere verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmações abaixo.

( ) A mistura econômica é uma mistura levemente pobre, de forma que o excesso de ar provoque uma combustão
completa e adequada do combustível admitido. É a mistura que, na condição desejada para o motor, produz o
mínimo consumo específico.
( ) A mistura de máxima potência é uma mistura altamente rica, de forma que a falta de combustível provoque a
combustão completa e adequada do ar que o motor pode admitir. É a mistura que, na rotação e posição do
acelerador desejados, produz a máxima potência.

A) F, F.
B) F, V.
C) V, F.
D) V, V.

38. Considere verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmações abaixo.

( ) Em motores de ignição por faísca ou OTTO, a combustão no fluido ativo inicia-se graças à faísca que salta
entre os eletrodos de uma vela. Tal faísca atinge a mistura combustível / ar, previamente dosada (por
carburador ou sistema de injeção) e admitida através da válvula de admissão. A combustão desta mistura
provoca a diminuição da pressão, necessária para a movimentação do pistão.
( ) Em motores de ignição espontânea ou diesel, nos quais o pistão comprime somente o ar até o momento em
que o ar atinge uma temperatura suficientemente elevada para que, ao ejetar o combustível, tenha-se o início
da combustão espontânea, isto é, sem a necessidade de uma faísca para a escorva.

A) F, V.
B) F, F.
C) V, F.
D) V, V.

39. Na figura abaixo, temos as principais fases da injeção, que são:

A) 1 – retorno do combustível, 2 – admissão do combustível no cilindro, 3 – início da injeção, 4 – fim da injeção.


B) 1 – admissão do combustível no cilindro, 2 – início da injeção, 3 – fim da injeção, 4 – retorno do combustível.
C) 1 – admissão do combustível no cilindro, 2 – início da injeção, 3 – retorno do combustível, 4 – fim da injeção.
D) 1 – início da injeção, 2 – admissão do combustível no cilindro, 3 – fim da injeção, 4 – retorno do combustível.

40. Em relação a um veículo com o motor fora de ponto, considere verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmativas sobre as
possíveis falhas que podem ocorrer nele:

( ) consumo excessivo de combustível;


( ) emissão de poluentes em excesso no meio ambiente;
( ) variação da rotação do motor na marcha lenta;
( ) ganho de potência no motor.

Assinale V como verdadeiro ou F como falso as afirmações acima.

A) V, F, V, F.
B) V, V, V, V.
C) F, V, F, F.
D) V, V, V, F.

10