Você está na página 1de 29

Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

Grupo I

Adaptações celulares ao frio

Os seres vivos são constantemente expostos às variações dos fatores ambientais, como por exemplo a
temperatura, tendo necessidade de adaptação permanente às variações térmicas.
Um dos principais mecanismos de adaptação ocorre no tecido adiposo, formado por células adiposas – os
adipócitos – que acumulam gorduras. O tecido adiposo sofre modificações ao longo do tempo, com aumento
ou diminuição de volume, permitindo a adaptação às variações ambientais.
Para estudar as adaptações de ratinhos ao frio, uma equipa de investigadores montou uma experiência com
dois grupos de 10 ratinhos:
o grupo A foi exposto a temperaturas médias de 30 °C ao longo de 4 semanas, simulando as condições
habituais a que estes ratinhos se encontram expostos;
o grupo B foi exposto a temperaturas médias de 4 °C ao longo das mesmas 4 semanas.

No final das 4 semanas foram recolhidas amostras de dois tipos de tecido adiposo em ambos os grupos de
ratinhos:
WAT (White Adipose Tissue) – tecido adiposo subcutâneo, cujas células contêm apenas uma gotícula
de gordura que empurra o núcleo contra a periferia;
BAT (Brown Adipose Tissue) – tecido adiposo de cor castanha e menos abundante que o anterior; é
particularmente abundante em recém-nascidos e animais que hibernam; as suas células contêm várias
gotículas de gordura.

As amostras foram analisadas ao microscópio de forma a quantificar e analisar a distribuição das mitocôndrias.

Figura 1 (A) Concentração de mitocôndrias nos tecidos adiposos dos dois grupos de ratinhos. A temperatura na barra
corresponde à temperatura a que foram expostos os ratinhos ao longo de 4 semanas. (B) Representação esquemática de
células do tecido WAT.
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

Na resposta a cada um dos itens de 1. a 3., selecione a única opção que permite obter uma afirmação
correta.

1. As células adiposas possuem cor branca a castanha e possuem gotículas de gordura no seu citoplasma. De
acordo com a figura 1B, a área X incluirá, essencialmente…
(A) … gorduras.
(B) … sangue.
(C) … água.
(D) … fluido intersticial.

2. As gorduras são usadas como substâncias de reserva nos animais, pois…


(A) … possuem uma importante função hormonal.
(B) … podem ser usadas na produção de energia.
(C) … são insolúveis em água.
(D) … são biomoléculas complexas.

3. O corte ao longo da linha FG representado na figura 1B foi analisado ao microscópio ótico composto,
correspondendo à secção…

(A)

(B)

(C)

(D)

4. Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das seguintes afirmações, tendo em conta os dados
fornecidos.
A. O WAT é o tecido adiposo que responde de forma mais eficaz às temperaturas mais baixas.
B. O tecido BAT de ratinhos expostos a 30 °C possui maior teor de mitocôndrias, quando comparado com o
tecido WAT dos ratinhos expostos a 4 °C.
C. A temperatura é a variável experimental da experiência cujos dados se encontram representados na
figura 4A.
D. O controlo experimental corresponde à exposição dos ratinhos a temperaturas na ordem dos 30 °C.
E. A experiência analisada permite analisar o efeito da ação de fatores bióticos sobre os organismos.
F. Se degradássemos as gotículas de gordura das células de tecido adiposo obteríamos uma elevada
concentração de aminoácidos.
G. Nas experiências a que se reportam os dados da figura 1A podiam usar-se as bactérias em vez dos
ratinhos.
H. É importante expor os dois grupos de ratinhos 4 semanas às condições descritas, de forma a garantir
que são observadas diferenças significativas no número de mitocôndrias presentes nos tecidos.
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

5. Os termos seguintes identificam níveis de organização biológica e estão associados ao exemplo descrito no
texto. Ordene as letras de A a E de acordo com o grau de complexidade crescente.
A. Ratinho
B. Triglicerídeos presentes nas gotículas de gorduras
C. Tecido adiposo
D. Adipócito
E. Mitocôndrias

6. Relacione o aumento do número de mitocôndrias com a exposição ao frio.

7. Imagine que pretende identificar a presença de hidratos de carbono, lípidos e proteínas num adipócito.
Elabore uma breve descrição de um procedimento laboratorial para identificação das biomoléculas
mencionadas.

Grupo II

“Jardins do diabo”

Os “jardins do diabo” são amplas zonas da floresta amazónica, quase exclusivamente dominadas por uma
espécie de planta, a Duroia hirsuta. De acordo com as lendas dos nativos, estas regiões foram cultivadas por
espíritos malignos da floresta.
Uma equipa de investigação, liderada Deborah Gordon e Michael Greene, foi capaz de explicar a formação dos
“jardins do diabo”. Suspeitando que eram as formigas da espécie Myrmelachista schumanni, que usam estas
plantas para construir as suas colónias, implementaram uma experiência simples para estudar este fenómeno
numa região de selva no Peru.
Plantaram duas plantas da espécie Cedrela odorata em 20 “jardins do diabo”, sabendo que estas plantas não
são usadas pelas formigas para construir os seus ninhos. Numa das plantas de cada “jardim do diabo” foi
colocado um anel na base do caule contendo inseticida, enquanto a outra planta se encontrava desprotegida
(sem anel).
Foram plantadas mais duas plantas da espécie Cedrela odorata nas imediações de cada um dos “jardins do
diabo”, encontrando-se uma das plantas protegida dos insetos do solo com um anel de inseticida e a outra
planta desprotegida. A montagem experimental encontra-se representada na figura 2A.
Os investigadores observaram a atividade das formigas nas folhas das Cedrela odorata e mediram as áreas
foliares mortas, encontrando-se os resultados expressos na figura 2B.
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

Figura 2

Os investigadores analisaram os compostos químicos produzidos pelas formigas e verificaram que era
essencialmente ácido fórmico. Este composto é tóxico para as plantas logo ao fim de algumas horas após o
contacto com as células e tecidos.

Na resposta a cada um dos itens de 1. a 6., selecione a única opção que permite obter uma afirmação
correta.

1. A hipótese de trabalho dos investigadores era que…


(A) … as formigas que habitam a planta Duroia hirsuta produzem químicos que estimulam o crescimento
desta espécie de planta.
(B) … as formigas que habitam a planta Cedrela adorata produzem químicos que causam a morte de outras
espécies vegetais.
(C) …as formigas que habitam a planta Duroia hirsuta produzem químicos que causam a morte de outras
espécies vegetais.
(D) … as plantas da espécie Cedrela adorata não se desenvolvem em locais onde existam plantas da espécie
Duroia hirsuta.

2. Com base nos dados experimentais é possível afirmar que as plantas Duroia hirsuta…
(A) … e Cedrela odorata têm uma relação de competição.
(B) … produzem compostos que inibem o crescimento de outras plantas.
(C) … e as formigas têm uma relação de competição.
(D) … não produzem compostos que inibem o crescimento de outras plantas.

3. A principal conclusão do estudo é que…


(A) … as formigas que constroem os ninhos nas plantas Cedrela odorata envenenam plantas de outras
espécies vizinhas, impedindo a sua reprodução e assegurando que apenas as plantas que habitam
crescem.
(B) …as formigas que constroem os ninhos nas plantas Duroia hirsuta envenenam plantas de outras
espécies vizinhas, impedindo a sua reprodução e assegurando que apenas as plantas que habitam
crescem.
(C) … o ácido fórmico não atua como herbicida.
(D) … as plantas da espécie Duroia hirsuta são menos sensíveis ao ácido fórmico do que as da espécie
Cedrela odorata.
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

4. A experiência permite investigar os fatores ____ responsáveis pela ____ dos seres vivos.
(A) bióticos (…) distribuição
(B) abióticos (…) distribuição
(C) bióticos (…) aclimatação
(D) abióticos (…) aclimatação

5. O controlo experimental desta experiência corresponde à colocação de…


(A) ... uma planta Cedrela odorata dentro dos “jardins do diabo” sem o anel inseticida.
(B) ... um anel com inseticida numa planta Cedrela odorata dentro dos “jardins do diabo”.
(C) ... duas plantas Cedrela odorata, uma com anel inseticida e outra sem anel, dentro dos “jardins do
diabo”.
(D) ... duas plantas Cedrela odorata, uma com anel inseticida e outra sem anel, fora dos “jardins do diabo”.

6. Imagine que era um investigador e que realizava uma outra experiência em que as plantas de Cedrela
odorata eram plantadas em “jardins do diabo” nos quais as formigas tinham sido todas eliminadas. Seria
expectável que…
(A) … as formigas usassem o seu veneno natural para matar as plantas de Duroia hirsuta.
(B) … não se tivessem verificado diferenças para as plantas de Cedrela odorata plantadas fora dos jardins.
(C) … as plantas plantadas fora dos “jardins do diabo” tivessem uma taxa de necrose (morte) foliar superior.
(D) … os “jardins do diabo” fossem compostos no final apenas por Cedrela odorata.

7. Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das seguintes afirmações relativas à composição e
diversidade celular.
A. Ao contrário das células bacterianas e células animais, as células vegetais possuem parede celular.
B. O principal constituinte da parece celular de uma célula vegetal é a celulose.
C. Podemos encontrar mitocôndrias em qualquer tipo de célula.
D. Uma das características que distingue as células eucarióticas das procarióticas é a presença de sistemas
endomembranares.
E. Os principais constituintes das membranas plasmáticas são as proteínas e os glícidos.
F. Os lípidos mais abundantes nas paredes celulares das células bacterianas designam-se fosfolípidos.
G. Nas células bacterianas, o material genético encontra-se disperso pelo citoplasma.
H. As células vegetais possuem plastos.

8. Foi descoberta uma colónia de formigas com mais de 800 anos de idade, com milhares de formigas rainhas
e milhões de obreiras, ocupando cerca de 351 Duroia hirsuta.
Relacione estes dados com a estratégia das formigas descrita nos dados experimentais.
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

Grupo III

Transporte de glicose e a diabetes

Após uma refeição rica em hidratos de carbono, os níveis de glucose no sangue aumentam significativamente.
Todavia, estes níveis altos podem ser tóxicos, pelo que excesso de glucose é retirado da circulação sanguínea,
principalmente através das células do tecido cardíaco e do tecido muscular.
Estas células possuem um transportador transmembranar, o GLUT4, que está normalmente presente em
membranas de vesículas do sistema endomembranar. Quando os níveis de glucose no sangue aumentam, a
insulina libertada pelo pâncreas na corrente sanguínea atinge estas células, provocando a fusão dessas
vesículas que contêm o GLUT4 com a membrana celular. O transportador GLUT4 liga-se às moléculas de
glucose e transporta-as para o interior da célula, onde são convertidas num polissacarídeo. O transporte da
glucose para o interior da célula ocorre por difusão facilitada ou por transporte ativo, acoplado ao transporte
do ião sódio.
Quando entre as refeições os níveis de glucose no sangue regressam ao normal, o pâncreas reduz a produção
de insulina e os transportadores GLUT4 que se encontravam nas membranas plasmáticas são sequestrados em
vesículas, ficando retidas no citoplasma.
Em indivíduos com diabetes do tipo I, o pâncreas do organismo não liberta insulina suficiente para o sistema
sanguíneo.

Figura 3
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

Na resposta a cada um dos itens de 1. a 3., selecione a única opção que permite obter uma afirmação
correta.

1. O aumento da concentração de insulina no sangue…


(A) … estimula o transporte de glucose por exocitose.
(B) … inibe a fusão de vesículas contendo o transportador GLUT4.
(C) … estimula o transporte de glucose pela proteína GLUT4 para o interior da célula.
(D) … inibe o transporte de glucose por endocitose.

2. O transporte de glicose representado na figura 3 pode ser contra o seu gradiente de concentração, sendo
do tipo ____ e caracterizando-se por ____ de energia.
(A) ativo (…) um consumo
(B) passivo (…) produção
(C) ativo (…) produção
(D) passivo (…) um consumo

3. Em indivíduos com diabetes tipo I, o número de transportadores GLUT4 nas membranas das células
musculares é ____ o que provoca ____ da concentração de glucose no sangue.
(A) reduzido (…) um aumento
(B) reduzido (…) uma diminuição
(C) elevado (…) um aumento
(D) elevado (…) uma diminuição

4. Ordene as letras de A a E de modo a reconstituir a sequência cronológica de acontecimentos que dizem


respeito ao transporte por difusão facilitada da glucose para o interior de uma célula após a refeição.
A. Ligação da glucose ao transportador GLUT4.
B. Aumento da produção de insulina após o organismo detetar aumento do teor de glucose no sangue.
C. Digestão de um hidrato de carbono complexo.
D. Fusão de vesículas endocíticas com a membrana plasmática.
E. Absorção da glucose para a corrente sanguínea.

5. Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das seguintes afirmações.
A. O transportador de glucose corresponde a uma proteína transmembranar.
B. Na maioria dos seres vivos heterotróficos multicelulares a digestão é intracelular.
C. A digestão extracelular ocorre no interior dos lisossomas.
D. A glucose é armazenada nas células animais sob a forma de amido, cuja composição é semelhante ao
glicogénio.
E. A glucose é um monómero que resulta da digestão de hidratos de carbono mais complexos.
F. No Homem a digestão ocorre ao longo de um tubo digestivo completo.
G. As vilosidades e as válvulas coniventes aumentam a eficácia de absorção do intestino humano.
H. A fagocitose permite a absorção de compostos por transporte ativo.

6. Com base nos dados, explique a necessidade de os diabéticos de tipo I controlarem de forma muito
rigorosa a quantidade de açúcar que consomem às refeições.
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

7. As afirmações seguintes dizem respeito ao transporte nos animais. Selecione a alternativa que as avalia
corretamente.

1. O Homem possui um sistema circulatório aberto, onde todo o percurso do sangue é feito dentro de
vasos, não se misturando com o fluido intersticial.
2. O sistema de transporte do Homem permite a distribuição de nutrientes e oxigénio e a remoção de
produtos de excreção.
3. Ao contrário dos répteis, o Homem possui uma circulação dupla e completa, não ocorrendo mistura de
sangue venoso com sangue arterial, o que potencia a taxa metabólica.

(A) 1 é verdadeira; 2 e 3 são falsas.


(B) 3 é falsa; 1 e 2 são verdadeiras.
(C) 2 é verdadeira; 1 e 3 são falsas.
(D) 1 é falsa; 2 e 3 são verdadeiras.

Grupo IV

Transportes nas plantas

O transporte de água e de solutos no interior da planta, através de vasos condutores, foi uma condição
essencial para a colonização do meio terrestre.
O esquema da figura 4 ilustra uma secção de um corte transversal da raiz de uma planta, evidenciando os
potenciais eletroquímicos em diferentes regiões da raiz, para os iões cloro (Cl–) e potássio (K+), determinados
por Dunlop e Bowling (1971).
Quanto maior o potencial eletroquímico, maior a concentração do respetivo ião.

Figura 4
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

Na resposta a cada um dos itens de 1. a 4., selecione a única opção que permite obter uma afirmação
correta.

1. Na figura 4, a deslocação dos iões cloro e potássio do solo para o interior da raiz ocorre ____ gradiente
químico, ____ gasto de energia metabólica nesse processo.
(A) contra o (…) havendo
(B) a favor do (…) havendo
(C) contra o (…) não havendo
(D) a favor do (…) não havendo

2. De acordo com os resultados de Dunlop e Bowling, a entrada de iões cloro e potássio para o interior dos
vasos xilémicos a partir das células adjacentes deverá ocorrer por transporte _____. O movimento de água
para o xilema, em consequência da acumulação de iões nos elementos de vaso, origina uma _____,
responsável em parte pela ascensão da seiva bruta.
(A) passivo (…) tensão
(B) ativo (…) tensão
(C) passivo (…) pressão radicular
(D) ativo (…) pressão radicular

3. Na figura 4, ao nível da epiderme existem pelos radiculares que…


(A) … aumentam a superfície de absorção de sais minerais e água para o floema.
(B) … são estruturas formadas por várias células.
(C) … aumentam a superfície de absorção de sais minerais e água para o xilema.
(D) … aumentam a pressão radicular, favorecendo a translocação xilémica.

4. A existência de espessamentos de lenhina na endoderme força a passagem da água e de iões através ____,
facto que ____ o livre-trânsito de algumas substâncias entre o córtex e o cilindro central.
(A) do interior das células (…) impede
(B) do interior das células (…) favorece
(C) das paredes celulares e dos espaços intercelulares (…) favorece
(D) das paredes celulares e dos espaços intercelulares (…) impede

5. As plantas, através da fotossíntese, produzem açúcares que são transportados para todos os tecidos do
organismo. Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das afirmações seguintes, relativas à
fotossíntese.
A. A fase fotoquímica ocorre nos tilacoides dos cloroplastos.
B. A radiação luminosa é absorvida pelas clorofilas que se encontram nas membranas dos tilacoides.
C. O oxigénio libertado durante a fotossíntese tem origem no CO2 que é absorvido.
D. O ciclo de Calvin antecede a formação de compostos energéticos como o ATP e o NADPH.
E. A formação de hidratos de carbono durante o ciclo de Calvin ocorre no estroma dos cloroplastos.
F. Os hidratos de carbono sintetizados são armazenados sob a forma de glicogénio.
G. A fixação do CO2 atmosférico ocorre durante a fase fotoquímica.
H. Como produtos finais da fotossíntese formam-se polímeros como a glicose e a frutose.
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

6. Ordene as letras de A a E, de modo a reconstituir a sequência cronológica dos acontecimentos associados à


translocação da seiva no floema.
A – A água desloca-se por osmose para as células com elevado potencial de soluto.
B – As células dos tubos crivosos tornam-se hipertónicas.
C – A seiva é forçada a deslocar-se ao longo dos vasos floémicos.
D – Entrada da sacarose no floema por transporte ativo.
E – Aumenta a pressão de turgescência no interior dos tubos crivosos.

7. Refira, com base nos dados apresentados, a importância da presença de oxigénio no solo para a
manutenção da pressão radicular.

8. Com o objetivo de estudar os fatores que interferem na translocação da seiva, submeteu-se uma secção de
um tronco de uma árvore a uma temperatura de 100 °C. Ao fim de algum tempo verificou-se que,
relativamente à translocação da seiva xilémica, não houve alterações, tendo-se verificado, contudo, que a
translocação da seiva floémica foi interrompida.
Apresente uma explicação para os resultados obtidos tendo em conta as características das células do
floema e do xilema.

Grupo V

Compostos químicos envolvidos na fotossíntese


O estudo dos compostos químicos envolvidos no processo fotossintético pode ser realizado com experiências
simples. Na figura 5 está representada uma experiência em que foram isolados cloroplastos que se
encontravam dispersos no citoplasma com pH 7. Depois de isolados, os cloroplastos foram colocados numa
solução ácida com pH 4. Posteriormente, os cloroplastos foram transferidos para uma solução com pH 8. Toda
a experiência foi realizada no escuro, para permitir trabalhar apenas com uma variável experimental.

Figura 5
A equipa de investigadores colocou a solução com os cloroplastos à luz e, após várias horas de exposição,
destruiu os cloroplastos. Usando técnicas de separação subcelulares obteve amostras purificadas de proteínas,
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

polissacarídeos e ácidos nucleicos, cuja análise química se encontra na tabela I. A amostra de ácidos nucleicos
é constituída apenas por DNA.
Tabela I - Resultados das análises químicas a três dos compostos isolados a partir dos cloroplastos.
Carbono Hidrogénio Oxigénio
Amostra Azoto (%) Enxofre (%) Fósforo (%)
(%) (%) (%)
A 27 49 24 0 0 0
B 29 49 13 8 1 0
C 35 21 26 14 0 4

Na resposta a cada um dos itens de 1. a 4., selecione a única opção que permite obter uma afirmação
correta.
1. Com base nos resultados, cientistas verificaram que os cloroplastos…
(A) … produziram ATP em resultado do gradiente de protões gerado pela diferença de pH entre o interior
dos cloroplastos e o meio, na presença de luz artificial.
(B) … produziram ATP no escuro, em resultado do gradiente de protões gerado pela diferença de pH entre
o interior dos cloroplastos e o meio.
(C) … precisam de uma fonte luminosa para produzirem ATP.
(D) … produzem ATP quando colocados num meio com pH inferior a 7.

2. Das amostras que constam na tabela, aquela que provavelmente diz respeito a proteínas é a…
(A) … C, pois é a única que possui fósforo, um dos constituintes dos aminoácidos.
(B) … A, uma vez que é a única que não possui azoto.
(C) … B, dado que esta amostra contém azoto e enxofre, mas não tem fósforo.
(D) … C, pois é a que possui maior percentagem de azoto, um dos constituintes dos aminoácidos.

3. Se a amostra de ácidos nucleicos fosse composta por RNA, seria possível distingui-la da amostra de DNA
por…

(A) … apresentar igual quantidade de timina e uracilo. ____


(B) … a molécula ser composta por duas cadeias de nucleótidos em hélice. ____
(C) … na sua constituição serem encontradas bases de timina. ____
(D) … integrar na sua constituição bases de uracilo. ____

4. Se marcássemos radioativamente a água do meio em que se encontram os cloroplastos com 18O, seria
esperado encontrar radioatividade ____, e a marcação radioativa do carbono presente no CO 2 originaria no
final radioatividade ____.

(A) no oxigénio libertado (…) na glucose – 14C6H12O6 – produzida


(B) na glucose – C6H1218O6 - (…) no oxigénio libertado
(C) no oxigénio libertado (…) no oxigénio libertado
(D) na glucose – C6H1218O6 - (…) na glucose – 14C6H12O6 – produzida
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

5. Mencione o processo associado à obtenção de ATP que ocorre durante a fotossíntese nas membranas dos
tilacoides.

6. Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das afirmações seguintes relativas à experiência
descrita e ao processo fotossintético.
A. As proteínas que integram a membrana dos cloroplastos são biomoléculas que se formam a partir do
estabelecimento de ligações peptídicas entre aminoácidos.
B. Os cloroplastos usados na experiência podiam ter sido obtidos a partir de células do xilema de uma
planta.
C. Tal como as proteínas, os lípidos também desempenham importantes funções estruturais.
D. As células usadas na experiência são eucariontes, cujo material genético existe apenas no núcleo.
E. As biomoléculas analisadas foram extraídas a partir de um organismo decompositor, que ocupa níveis
tróficos superiores a um ser vivo heterotrófico.
F. Na fotossíntese o fluxo de eletrões ocorre na sequência: H2O NADPH Ciclo de Calvin.
G. A variável experimental da experiência corresponde às diferenças na síntese de ATP.
H. A principal conclusão da experiência é que a síntese de ATP está dependente da existência de um
gradiente de protões e que não está dependente da ação direta da luz.

7. Um dos primeiros procedimentos laboratoriais para separar as biomoléculas passa por adicionar compostos
que funcionam como detergentes e que destroem as membranas das células. Relacione este dado com a
composição das membranas celulares.

8. Faça corresponder a cada uma das descrições expressas na coluna A o respetivo organelo que consta na
coluna B. Utilize cada letra e cada número apenas uma vez.

Coluna A Coluna B
(a) Plasto onde se gera um gradiente de protões H+
associado à fosforilação do ADP. (1) Mitocôndrias
(b) Estrutura formada por uma bicamada fosfolipídica (2) Cloroplastos
associada a hidratos de carbono e proteínas. (3) Vacúolos
(c) Organelo que contém enzimas proteolíticas envolvidas (4) Retículo endoplasmático
em processos de digestão intracelular. (5) Complexo de Golgi
(d) Organelo em que são adicionados novos grupos (6) Núcleo
químicos às proteínas, conferindo-lhes funções (7) Membrana plasmática
específicas. (8) Lisossomas
(e) Têm funções de armazenamento e nas plantas
possuem grandes dimensões.
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

Grupo VI

Absorção de glucose no intestino

A matéria obtida pelos organismos heterotróficos é essencialmente composta por moléculas de grandes
dimensões e elevada complexidade. Durante a digestão ocorre simplificação molecular, quebrando parte das
ligações químicas. As moléculas resultantes deste mecanismo são depois conduzidas às células por um eficaz
sistema de transporte.
O transporte de nutrientes do lúmen do intestino humano para a corrente sanguínea implica uma série de
transportadores transmembranares específicos, localizados na membrana das células do epitélio intestinal (fig.
6).

Figura 6

Na resposta a cada um dos itens de 1. a 3., selecione a única opção que permite obter uma afirmação
correta.

1. A figura 6 representa uma seção de um organismo que apresenta um sistema digestivo _______, e de um
sistema circulatório duplo _______.
(A) completo (…) aberto.
(B) incompleto (…) fechado.
(C) completo (…) fechado.
(D) incompleto (…) aberto.
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

2. As microvilosidades têm uma forma semelhante a projeções de dedos, cuja principal função é…
(A) … aumentar a capacidade de absorção de proteínas do sangue para o lúmen intestinal.
(B) … diminuir o número de transportadores membranares envolvidos na absorção de glucose.
(C) … permitir o transporte de glucose para a corrente sanguínea, contra o seu gradiente de concentração.
(D) … aumentar a superfície de absorção do epitélio intestinal do lúmen para a corrente sanguínea.

3. As enzimas no intestino catalisam os estádios finais da digestão das proteínas e dos polissacarídeos a,
respetivamente,…
(A) … péptidos e monossacarídeos.
(B) … ácidos gordos e monossacarídeos.
(C) … ácidos gordos e peptídios.
(D) … aminoácidos e ácidos gordos.

4. Faça corresponder a cada uma das afirmações identificadas pelas letras de A a H um dos números romanos
da chave que as permite avaliar.

Afirmações:
A. O transporte de glucose na membrana apical é facilitado, usando a energia que se encontra
“armazenada” no gradiente de concentração de sódio.
B. O transportador GLUT2 transporta a glucose para o sistema sanguíneo de forma passiva.
C. A bomba de sódio e potássio bombeia o sódio para o espaço extracelular, mantendo o teor de sódio no
citoplasma reduzido.
D. A existência de um sistema linfático permite o transporte de alguns compostos de forma direta para o
fígado.
E. O transporte de glucose na membrana basal implica a atividade da bomba de sódio e potássio.
F. Na membrana apical, verifica-se a entrada de uma molécula de glucose contra o gradiente de
concentração, ao mesmo tempo que entram dois iões sódio a favor do gradiente de concentração.
G. A bomba sódio-potássio existente nestas células encontra-se exclusivamente na secção apical da
membrana plasmática.
H. O transporte de glucose do intestino para as células está dependente da energia resultante da hidrólise
de ATP pela bomba sódio-potássio.

Chave:
I. Afirmação apoiada pelos dados
II. Afirmação contrariada pelos dados
III. Afirmação sem relação com os dados

5. Mencione o tipo de transporte que ocorre na passagem do sódio do lúmen intestinal para o citoplasma.

6. Explique a importância dos transportadores membranares tendo em conta as propriedades da membrana


plasmática.

7. O epitélio intestinal é considerado um tecido formado por células polarizadas, com significativas diferenças
estruturais ao nível das suas extremidades. Relacione este aspeto com a função destas células do epitélio
intestinal.
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

Grupo VII

Glicólise nos crocodilos

A maioria dos vertebrados são seres aeróbios, dependendo do oxigénio para obter o máximo da energia que
necessitam a partir da oxidação da glucose.
Em situações pontuais, os vertebrados podem oxidar o piruvato, um composto intermediário da via de
degradação da glucose, a lactato. A produção deste composto ocorre quando o fornecimento de oxigénio aos
tecidos não é suficiente para permitir a degradação da glucose. Nestas situações, os vertebrados usam a
glucose armazenada nos tecidos, degradando-a para obter energia através da fermentação láctica.
O lactato que se acumula nos tecidos musculares passa para o sistema sanguíneo e, durante o período de repouso,
é convertido no fígado novamente a glucose, com consumo de energia. Esta via bioquímica foi caracterizada nas
décadas de 30 e 40 do século passado por Carl e Gerty Cori, sendo conhecida por ciclo de Cori.
O sistema circulatório da maioria dos pequenos vertebrados consegue transportar oxigénio de forma eficiente,
reduzindo ao máximo a necessidade de recorrer à fermentação láctica e ao ciclo de Cori. Por exemplo, as aves
conseguem voar longas distâncias e períodos sem necessitarem de descanso.
Os vertebrados maiores, nos quais se inclui o Homem, têm maior dificuldade em fornecer eficazmente
oxigénio às células nos períodos de intensa atividade física. Estes organismos tendem a deslocar-se mais
lentamente, com picos curtos de maior atividade. Os crocodilos levaram este processo ao extremo: passam
longos períodos sem se mexerem, mas são capazes de realizar movimentos rápidos e curtos, aos quais se
segue um longo período de repouso. A produção de energia nos tecidos musculares dos crocodilos depende
essencialmente da fermentação láctica.

Na resposta a cada um dos itens de 1. a 4., selecione a única opção que permite obter uma afirmação correta.

1. Os organismos _____ convertem a glucose a piruvato através da glicólise e usam o oxigénio para a oxidação
do piruvato a ______.
(A) aeróbios (…) CO2 (C) aeróbios (…) CO2 e H2O
(B) anaeróbios (…) CO2 (D) anaeróbios (…) CO2 e H2O

2. Em vertebrados como o ser humano, a fermentação láctica permite obter o máximo de energia em
condições de ____ eficácia no fornecimento de oxigénio aos tecidos, como por exemplo durante exercício
físico muito intenso, degradando a glucose que estava acumulada sob a forma de ____.
(A) grande (…) glicogénio (C) grande (…) amido
(B) reduzida (…) amido (D) reduzida (…) glicogénio

3. A regeneração do ATP a partir do ADP + Pi está associada a vias metabólicas _____ que estão ativas nas
mitocôndrias, que implicam a ______ da glucose.
(A) anabólicas (…) degradação (C) catabólicas (…) produção
(B) catabólicas (…) degradação (D) anabólicas (…) produção

4. O sistema circulatório do crocodilo distingue-se do sistema circulatório das aves e do Homem por ser…
(A) … simples e incompleto. (C) … duplo e completo.
(B) … simples e completo. (D) … duplo e incompleto.
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

5. Ordene as letras de A a E de modo a reconstituir a sequência cronológica de acontecimentos que dizem


respeito à degradação de glucose durante a respiração celular.
A. Ao longo do Ciclo de Krebs ocorre redução das moléculas de NAD+ e FAD.
B. Formação de piruvato e regeneração de duas moléculas de ATP.
C. Consumo de duas moléculas de ATP na degradação da glucose a gliceraldeído-3-fosfato.
D. Oxidação do piruvato e conversão em acetil-CoA.
E. O composto que corresponde ao produto final da glicólise é transportado para a mitocôndria.

6. Explique qual a importância, em períodos de repouso, da conversão do lactato a glucose ao nível do fígado,
enquadrada no ciclo de Cori.

7. As explorações do fundo marinho permitiram descobrir espécies de peixes que habitam a grandes
profundidades (por vezes a mais de 4000 m) e que dependem exclusivamente dos processos anaeróbios.
Apresente uma explicação para este facto, tendo em conta os fatores abióticos a que estes organismos
estão sujeitos.

Grupo VIII

Modelo do mosaico fluido

Singer e Nicolson publicaram, em 1972, um modelo da estrutura da membrana plasmática que designaram por
mosaico fluido. Era sabido na época que as proteínas e os lípidos eram os principais constituintes das
membranas plasmáticas, mas a sua distribuição e função ainda era desconhecida.
Singer e Nicolson basearam o seu modelo em dados publicados em 1970 por L. D. Frye e M. Edidin. Estes
investigadores realizaram uma experiência simples usando dois tipos de células diferentes, em que as
proteínas membranares tinham sido marcadas de forma distinta com fluorescência. Após marcarem as
proteínas membranares com fluorescência, fundiram-se as células humanas e células de ratinho, originando
células hibridas.
Após a fusão, a distribuição das proteínas membranares foi seguida ao longo de várias horas, através da
fluorescência emitida. As células que apresentavam mistura de fluorescência proveniente das células humanas
e das células do ratinho foram classificadas como células-mosaico.

L. D. Frye e M. Edidin repetiram a experiência anterior a temperaturas diferentes para estudar o efeito da
temperatura na mobilidade das proteínas.
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

Figura 8 (A) Variação do sinal de fluorescência nas células que foram fundidas. (B) Efeito da temperatura na
distribuição da fluorescência das células, 40 minutos após a ocorrência da fusão.
Adaptado de: L D Frye and M Edidin. The rapid intermixing of cell surface antigens after formation of mouse-human
heterokaryons. Journal of Cell Science (1970) 7. 319-335.

Na resposta a cada um dos itens de 1. a 3., selecione a única opção que permite obter uma afirmação
correta.
1. Os principais objetivos de Frye e Edidin eram…
(A) … demonstrar que as membranas plasmáticas são fluidas e que a temperatura afeta a formação de
mosaicos.
(B) … provar que as células possuem membranas plasmática e que estas podem sofrer fusão com outras
células.
(C) … provar que as membranas plasmáticas são rígidas por natureza e que o aumento da temperatura
acima das condições fisiológicas estimula a formação dos mosaicos.
(D) … demonstrar que a marcação das proteínas membranares com fluorescência permite acompanhar a
dinâmica de fusão das membranas e que o aumento da temperatura acima das condições fisiológicas
estimula a formação dos mosaicos.

2. Durante a experiência a que se reportam os resultados representados na figura 8A, as células foram sempre
mantidas em incubadoras a 37 °C, de forma a…
(A) … inibir o movimento das proteínas membranares.
(B) … desnaturar as proteínas membranares.
(C) … determinar a temperatura mínima a que ocorre o movimento das proteínas.
(D) … poder extrapolar os resultados experimentais para as condições que se verificam no organismo
humano.

3. A célula híbrida é composta por uma membrana ___ , contendo proteínas membranares originárias ___.
(A) contínua (…) apenas da célula humana
(B) contínua (…) da célula humana e da célula de ratinho
(C) descontínua (…) da célula humana e da célula de ratinho
(D) descontínua (…) apenas da célula humana
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

4. Com base nos dados mencione como varia a taxa de formação de mosaico com a variação da temperatura.

5. Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das seguintes afirmações relativas à experiência e às
características e comportamento das membranas plasmáticas.
A. As proteínas das células incubadas durante 40 minutos (fig. 8B) a 15 °C não estão dispersas de forma
regular pela membrana plasmática.
B. O colesterol é um glícido estrutural da membrana plasmática.
C. De acordo com o modelo do mosaico fluido, a membrana plasmática é formada por proteínas dispersas
numa bicamada lipídica fluida.
D. O incremento da temperatura reduz a fluidez das membranas celulares.
E. O modelo de mosaico fluido é caracterizado por apresentar proteínas intrínsecas e extrínsecas.
F. No instante após a fusão, a célula híbrida possuía as proteínas humanas e as do ratinho segregadas
espacialmente.
G. Os fosfolípidos são considerados moléculas anfipáticas por serem compostos polares.
H. As proteínas existentes nas membranas podem corresponder a transportadores e recetores
membranares.

6. Relacione os dados de L. D. Frye e M. Edidin com a capacidade de algumas células obterem alimentos por
fagocitose e de os digerirem em lisossomas.
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

Grupo IX

Efeito da temperatura ambiente na taxa metabólica de um mamífero

Os animais possuem estratégias comportamentais que lhes permitem evitar os extremos de temperatura do
ambiente. Também possuem mecanismos químicos e hormonais que permitem, dentro de certos limites, o
controlo da temperatura corporal.

Figura 9

Uma das respostas dos organismos quando expostos a temperaturas reduzidas é aumentar a produção de
calor a partir do metabolismo, em que o gradiente de protões H+ é dissipado através das proteínas UCP.

Figura 10 Mecanismos de produção de ATP-sintetase ou calor nas mitocôndrias.


Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

Na resposta a cada um dos itens de 1. a 4., selecione a única opção que permite obter uma afirmação
correta.

1. Os resultados da figura 9 permitem classificar o organismo como ___, pois a sua temperatura corporal ___
num intervalo de temperaturas relativamente amplo.
(A) exotérmico (…) mantém-se constante (C) homeotérmico (…) varia significativamente
(B) homeotérmico (…) mantém-se constante (D) exotérmico (…) varia significativamente

2. Com base nos dados, é possível afirmar que à temperatura de 10 °C o organismo está a consumir energia
para produzir calor, devido às perdas deste para o meio ambiente, e quando a temperatura ambiente
ultrapassa os ____ é expectável ____ da circulação sanguínea periférica.
(A) 20 °C (…) o aumento (C) 37 °C (…) a diminuição
(B) 20 °C (…) a extinção (D) 37 °C (…) o aumento

3. De acordo com os dados, a elevada taxa metabólica do organismo quando exposto a temperaturas
reduzidas pode ser responsável por…
(A) … aumentar a taxa metabólica basal.
(B) … diminuir a temperatura corporal, aumentando a produção de ATP.
(C) … aumentar a temperatura corporal, sem aumentar a produção de ATP.
(D) … diminuir a produção de calor, aumentando a regeneração do ATP a partir do ADP + Pi.

4. O transporte de gases respiratórios no Homem ocorre por ___ uma vez que _____ dependente de um
fluido circulante.
(A) difusão indireta (…) está (C) difusão direta (…) não está
(B) difusão indireta (…) não está (D) difusão direta (…) está

5. Faça corresponder a cada uma das afirmações, de (a) a (e), uma fase da respiração indicada na chave.

Afirmações:
(a) Redução das moléculas de NAD+ e de FAD.
(b) O piruvato difunde-se para a mitocôndria e sofre oxidação.
(c) A molécula de glicose é oxidada, produzindo-se duas moléculas de piruvato e duas moléculas de
NADPH.
(d) O oxigénio é o aceitador de eletrões.
(e) Ciclo que se inicia na acetil-coA.

Chave:
(I) Fermentação
(II) Ciclo de Krebs
(III) Formação da acetil-CoA
(IV) Ciclo de Calvin
(V) Glicólise
(VI) Fase fotoquímica
(VII) Cadeia respiratória
(VIII) Fase química
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

6. Numa situação de exercício intenso a taxa metabólica aumenta, havendo um elevado consumo de oxigénio.
Relacione o aumento dos batimentos cardíacos numa situação de exercício intenso com a eficácia da
distribuição de oxigénio pelas células.

7. Ordene as letras de A a E de modo a reconstituir uma possível sequência cronológica dos acontecimentos
relacionados com a reação de um organismo ao aumento da temperatura.
A. Ativação das glândulas sudoríparas e vasodilatação dos vasos sanguíneos mais superficiais.
B. Deteção do aumento da temperatura pelos recetores sensoriais presentes na pele.
C. Aumento do fluxo sanguíneo com irradiação de calor nos vasos sanguíneos mais superficiais.
D. O organismo atinge a homeostasia térmica.
E. Produção de estímulos nervosos, que são conduzidos pelos nervos sensitivos até ao hipotálamo, que
recebe informação relativa ao aumento da temperatura corporal.

8. As temperaturas podem afetar o teor de água do organismo, implicando a ativação de mecanismos


osmorreguladores. Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das seguintes afirmações relativas
à osmorregulação.
A. Em situação de desidratação ocorre estimulação do complexo hipotálamo-hipófise, ocorrendo síntese e
libertação de hormona antidiurética (ADH).
B. No Homem a osmorregulação baseia-se num processo hormonal regulado por uma retroalimentação
positiva.
C. A hormona ADH é libertada na corrente sanguínea, atuando ao nível dos rins, onde provoca a
diminuição da reabsorção de água ao nível dos tubos uriníferos.
D. Nos organismos osmorreguladores a pressão osmótica do meio interno é constante, não variando face à
alteração da pressão osmótica do meio externo.
E. Os peixes de água doce excretam uma grande quantidade de urina muito diluída.
F. Os organismos osmorreguladores mantêm a concentração de sais nas suas células igual à do meio
externo.
G. Para sobreviverem em ambientes de água salgada, os peixes perdem sais por transporte ativo através
das brânquias e outras superfícies corporais.
H. Os organismos que não possuem mecanismos de osmorregulação denominam-se osmoconformantes.
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

Grupo X

Trocas gasosas nas plantas e hormonas vegetais

Uma das adaptações das plantas na colonização do meio terrestre foi o aparecimento de estomas, que são
pequenos poros cuja abertura pode ser regulada e que permitem as trocas gasosas, principalmente nas folhas.
Em muitas plantas, os estomas abrem nos períodos de luz para permitir a fotossíntese e fecham à noite ou em
condições de secura.
A abertura estomática é controlada por uma série de fatores abióticos, tais como a luz, a concentração de CO 2,
a humidade e o teor de água do solo, que influenciam o transporte transmembranar de iões.
Quando as plantas estão sujeitas a stresse hídrico, as raízes enviam um sinal químico pelo sistema vascular
para as folhas, originando a síntese de precursores do ácido abscísico (ABA) nas folhas. Estes compostos são
novamente enviados para as raízes que sintetizam o ABA e o reencaminham para as folhas juntamente com a
água que absorveram. O ABA controla o fluxo de iões e origina o fecho dos estomas.

Figura 11

Estoma aberto Estoma fechado

Abertura estomática 8 μm 0 μm

Pressão de turgescência
4,5 MPa* 1,0 MPa*
das células-guarda

Concentração de K+ 2,5 pmol 0,3 pmol

* MPa – MegaPascal

Na resposta a cada um dos itens de 1. a 5., selecione a única opção que permite obter uma afirmação correta.

1. A abertura dos estomas permite a entrada de ___ para os tecidos foliares e permite controlar a perda de
___ para a atmosfera.
(A) CO2 (…) iões potássio (C) CO2 (…) água
(B) glicose (…) água (D) glicose (…) iões potássio

2. Em situações de stresse hídrico nas células de guarda ocorre síntese e libertação de ABA pelas células das
raízes e o seu transporte através do ____ até às folhas, onde o ABA provoca a ____ de iões das células de
guarda e o consequente encerramento dos estomas.
(A) floema (…) saída (C) xilema (…) saída
(B) floema (…) entrada (D) xilema (…) entrada
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

3. A glicose e a sacarose produzidas nos tecidos fotossintéticos são transportados por ___ para os tubos
crivosos, promovendo a entrada de água nessas estruturas e consequentemente ____ da turgescência das
suas células.
(A) difusão facilitada (…) o aumento (C) transporte ativo (…) a diminuição
(B) difusão facilitada (…) a diminuição (D) transporte ativo (…) o aumento

4. A saída de vapor de água da planta por transpiração provoca ___ da pressão osmótica no mesófilo foliar,
que desencadeia a subida de uma coluna ___ de água ao longo do xilema.
(A) aumento (…) coesa (C) diminuição (…) não coesa
(B) aumento (…) não coesa (D) diminuição (…) coesa

5. Os níveis de CO2 têm vindo a aumentar nas últimas décadas em resultado da atividade humana. Neste
contexto, se uma dada planta mantiver o mesmo período de abertura dos seus estomas, é expectável que
as taxas fotossintéticas…
(A) … diminuam, caso exista água disponível para as plantas.
(B) … aumentem, caso exista água disponível para as plantas.
(C) … aumentem, independentemente da quantidade de água disponível para as plantas.
(D) … diminuam, independentemente da quantidade de água disponível para as plantas.

6. Ordene as letras de A a E de modo a reconstituir uma possível sequência cronológica dos acontecimentos
relacionados com a abertura dos estomas.
A. A água move-se por osmose para as células de guarda.
B. A concentração de solutos nas células de guarda é superior ao das células de companhia.
C. Os iões K+ movem-se através da membrana até às células de guarda.
D. Aumento da turgescência nas células de guarda.
E. Os estomas encontram-se fechados.

7. Alguns fungos parasitas de folhas de plantas segregam uma substância química que desencadeia a
acumulação de iões potássio nas células de guarda dos estomas. Explique de que modo a secreção desta
substância química facilita a infeção da planta.

8. Faça corresponder a cada uma das afirmações da coluna A uma hormona vegetal da coluna B.
Coluna A Coluna B
(a) Controla o fluxo de iões, provocando o encerramento
dos estomas em situações de carência hídrica.
(b) Promove o alongamento dos caules e o enraizamento e
(1) Giberelina
inibe a abscisão foliar.
(2) Citocinina
(c) Estimula a germinação das sementes, a floração e o
(3) Ácido abscísico
desenvolvimento do fruto.
(4) Auxina
(d) Promove o amadurecimento dos frutos e a abscisão
(5) Etileno
foliar.
(e) Afeta o crescimento da raiz, promove a divisão celular e
inibe a senescência.
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

Soluções
Grupo I

1. Opção (D)
2. Opção (B)
3. Opção (B)
4. Verdadeiras: B, C, D e H; falsas: A, E, F e G.
Número de afirmações assinaladas corretamente Pontos
7 ou 8 10
5 ou 6 7
3 ou 4 3
0 ou 1 ou 2 0

5. B, E, D, C, A
6. A resposta deve abordar os seguintes tópicos:
Nas mitocôndrias ocorre a degradação de compostos orgânicos e a produção de ATP e calor;
O aumento do número de mitocôndrias permite o aumento da produção de ATP e calor e,
consequentemente, uma resposta mais eficaz à exposição ao frio.
7. A resposta deve abordar os seguintes tópicos:
Degradar os adipócitos e colocar uma solução do resultado dessa degradação em 3 tubos de
ensaio devidamente identificados (1 tubo de ensaio por biomolécula); adicionar um tubo de
ensaio por biomolécula contendo apenas água, para controlo experimental;
Em cada tubo contendo a solução e no tubo controlo, para cada composto, realizar testes com
reagentes indicadores de hidratos de carbono, lípidos e proteínas.

GRUPO II
1. Opção (C)
2. Opção (D)
3. Opção (B)
4. Opção (A)
5. Opção (D)
6. Opção (B)
7. Verdadeiras: B, D, G e H; Falsas: A, C, E e F.
Número de afirmações assinaladas corretamente Pontos
7 ou 8 10
5 ou 6 7
3 ou 4 3
0 ou 1 ou 2 0
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

8. A resposta deve abordar os seguintes tópicos:


As formigas que habitam nas plantas de Duroia hirsuta produzem compostos tóxicos que
causam a morte das demais plantas mas não produzem efeitos negativos nas plantas de D.
hirsuta.
A relação entre as plantas de D. hirsuta e as formigas tem sido benéfica para ambas as espécies,
subsistindo ao longo de centenas de anos e permitindo a sobrevivências das plantas de Duroia
hirsuta e das formigas que nelas habitam.

GRUPO III
1. Opção (C)
2. Opção (A)
3. Opção (A)
4. C, E, B, D, A
5. Verdadeiras: A, E, F e G; Falsas: B, C, D e H.
Número de afirmações assinaladas corretamente Pontos
7 ou 8 10
5 ou 6 7
3 ou 4 3
0 ou 1 ou 2 0

6. A resposta deve abordar os seguintes tópicos:


Nos indivíduos com diabetes do tipo I o pâncreas não liberta insulina para o sistema sanguíneo
em quantidade suficiente após os níveis de glucose do sangue subirem;
Na escassez de insulina o número de transportadores GLUT4 que se fundem com a membrana é
menor, diminuindo a entrada de glucose para o interior da célula e aumentando o teor de
glucose no sangue;
Como a glucose em teores elevados se torna tóxica, a forma mais eficaz de controlar a diabetes
é através de uma dieta alimentar rigorosa, que garanta um teor de glicose mais constante no
sangue.
7. Opção (D)

GRUPO IV
1. Opção (A)
2. Opção (C)
3. Opção (C)
4. Opção (A)
5. Verdadeiras: A, B e E; Falsas: C, D, F, G e H
Número de afirmações assinaladas corretamente Pontos
7 ou 8 10
5 ou 6 7
3 ou 4 3
0 ou 1 ou 2 0

6. D, B, A, E, C
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

7. Na presença de oxigénio no solo, as células da planta realizam respiração aeróbia, produzindo


energia necessária para assegurar o transporte de iões para o interior da raiz. Em consequência, a
água entrará por osmose, mantendo-se a pressão radicular. Sem oxigénio, a absorção de sais
minerais e água é significativamente reduzida.
8. A resposta deve abordar os seguintes tópicos:
O floema é um tecido constituído por células vivas que, quando sujeitas a temperaturas de
100 °C, sofrem alterações no seu metabolismo podendo até morrer, deixando de haver
translocação de seiva floémica;
O xilema é formado por células mortas, pelo que o aumento da temperatura para os 100 °C não
teve qualquer influência, mantendo-se inalterado o transporte xilémico.

GRUPO V
1. Opção (B)
2. Opção (C)
4. Opção (D)
5. Opção (A)
6. Fosforilação oxidativa
7. Verdadeiras: A, C, F e H; Falsas: B, D, E e G
Número de afirmações assinaladas corretamente Pontos
7 ou 8 10
5 ou 6 7
3 ou 4 3
0 ou 1 ou 2 0

8. Os detergentes são compostos hidrofóbicos, que dissolvem os lípidos. Como as membranas


plasmáticas são essencialmente compostas por fosfolípidos (lípidos), os detergentes dissolvem os
fosfolípidos e desagregam as membranas plasmáticas, permitindo deste modo aceder às
biomoléculas existentes no interior da célula.
9. (a) – (2); (b) – (7); (c) – (8); (d) – (5); (e) – (3)
Níveis Níveis de correspondência assinaladas corretamente Pontuação
1 4 ou 5 10
2 2 ou 3 5

GRUPO VI
1. Opção (C)
2. Opção (D)
3. Opção (A)
4. A – I; B – I; C – I; D – III; E – II; F – I; G – II; H – I
Níveis Níveis de correspondência assinaladas corretamente Pontuação
4 7 ou 8 10
3 5 ou 6 7
2 3 ou 4 3
1 0 ou 1 ou 2 0

5. Difusão facilitada.
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

6. A resposta deve abordar os seguintes tópicos:


Em resultado das suas propriedades hidrofóbicas, a membrana plasmática tem uma
permeabilidade seletiva, impedindo a passagem através da bicamada de fosfolípidos de
moléculas polares com carga, como por exemplo os iões, ou moléculas polares com grandes
dimensões, como por exemplo a glicose.
Os transportadores membranares possibilitam que essas substâncias se difundam através da
membrana, pois criam canais com regiões hidrofílicas.
7. A resposta deve abordar os seguintes tópicos:
A membrana apical (em contacto com o lúmen intestinal) apresenta vilosidades para aumentar
a área al assegura a mediação no transporte de nutrientes da célula para os fluidos circulantes,
nomeadamente para o sangue, não apresentando vilosidades na sua membrana.

GRUPO VII
1. Opção (C)
2. Opção (D)
3. Opção (B)
4. Opção (D)
5. C, B, E, D, A
6. A resposta deve apresentar os seguintes tópicos:
Durante os períodos de repouso há uma menor necessidade de produção de energia, não
ocorrendo a fermentação láctica;
Nos períodos de repouso, a conversão de lactato a glucose no fígado permite ao organismo
produzir glucose, evitando desperdícios energéticos, pois a glucose fica disponível para ser
novamente usada em momentos de maior atividade.

7. A resposta deve apresentar os seguintes tópicos:


A grande profundidade nos fundos oceânicos existe uma baixa concentração de oxigénio
dissolvido na água;
Com baixos níveis de oxigénio, os peixes recorrem a processos anaeróbios para síntese de ATP.

GRUPO VIII
1. Opção (A)
2. Opção (D)
3. Opção (B)
4. A partir dos 15 ºC, quanto maior a temperatura maior a taxa de formação de mosaico.
5. Verdadeiras: A, C, E, F e H; Falsas: B, D e G.
Número de afirmações assinaladas corretamente Pontos
7 ou 8 10
5 ou 6 7
3 ou 4 3
0 ou 1 ou 2 0
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

6. A resposta deve abordar os seguintes tópicos:


Frye e Edidin comprovaram que a membrana celular é uma estrutura fluida, que pode sofrer
alterações conformacionais;
Para realizar o processo de fagocitose a membrana das células tem de ser fluida, para permitir
a formação de pseudópodes e desta forma englobar o alimento em vesículas;
O alimento, depois de capturado pelos pseudópodes, é transportado para o citoplasma no
interior de vesículas que depois se fundem com os lisossomas, que contêm enzimas hidrolíticas
que atuam na digestão.

GRUPO IX
1. Opção (B)
2. Opção (D)
3. Opção (C)
4. Opção (A)
5. (a) – (II); (b) – (III); (c) – (V); (d) – (VII); (e) – (II)
Níveis Níveis de correspondência assinaladas corretamente Pontuação
1 4 ou 5 10
2 1 ou 3 5

6. A resposta deve abordar os seguintes tópicos:


O oxigénio é transportado pelo sangue desde os pulmões até às células;
Numa situação de exercício intenso há maior necessidade de oxigénio, sendo necessário
aumentar o número de batimentos cardíacos para proporcionar um maior fluxo de sangue aos
tecidos, garantindo um maior transporte de oxigénio para que a taxa metabólica possa ser alta.

7. B, E, A, C, D
8. Verdadeiras: A, D, E e G; Falsas: B, C, F e H
Número de afirmações assinaladas corretamente Pontos
7 ou 8 10
5 ou 6 7
3 ou 4 3
0 ou 1 ou 2 0

GRUPO X
1. Opção (C)
2. Opção (C)
3. Opção (D)
4. Opção (A)
5. Opção (B)
6. E, C, B, A, D
Ficha de trabalho global – biologia 10º ano

7. A resposta deve abordar os seguintes tópicos:


A acumulação de iões K+ nas células de guarda vai provocar o aumento da pressão osmótica
nestas células, com a consequente entrada de água e o aumento da sua turgescência.
Quando as células de guarda ficam túrgidas os estomas permanecem abertos, facilitando a
entrada dos fungos e o início de infeções das folhas, pois os fungos têm dificuldade em
atravessar a epiderme foliar.

8. (a) – (3); (b) – (4); (c) – (1); (d) – (5); (e) – (2)
Níveis Níveis de correspondência assinaladas corretamente Pontuação
1 4 ou 5 10
2 2 ou 3 5