Você está na página 1de 15

Antes de realizar a argiloterapia na face, de aplicar uma máscara, faça uma higienização na pele, para

facilitar a atuação dos ativos. Não é necessário fazer uma esfoliação prévia, pois a argila vai funcionar
também como esfoliante. Salvo indicação em contrário, evite aplicar na área do contorno dos olhos.

As argilas preparadas com gel neutro e óleos essenciais não necessitam de acréscimo de água. Coloque
até 3 gotas de óleo essencial em 10 g de máscara gel neutro e misture com 20 g de argila.Misture bem e
aplique como uma máscara cremosa.

Dessa forma os óleos essenciais compõem uma forma bem diversificada de criar diferentes tipos de
máscaras.

A partir de algumas misturas básicas, pode-se criar um programa de tratamentos personalizados,


combinando os benefícios de máscaras diferentes. Uma máscara hidratante, por exemplo, pode ser
aplicada na seqüência de uma clareadora.

Vejamos alguns exemplos:

Para peles oleosas e combinadas.

Para peles acnéicas acrescente, 2 gotas de tea tree.

Máscara de ARGILA VERDE com Óleo Essencial (O. E.) de hortelã-pimenta - 1 gota, com O . E. de
cipreste- 2 gotas.

Ação: Máscara adstringente e refrescante que combina a micro esfoliação da argila verde com o efeito
tensor e adstringente do óleo essencial de cipreste, para promover tonicidade e maciez à pele, bem como
a ação descongestionante e refrescante do óleo de hortelã-pimenta. Promove uma suave sensação de
frescor. Auxilia no controle da oleosidade.

Para peles sensíveis, desidratadas e manchadas.

Máscara de ARGILA BRANCA com O . E. de lavanda - 2 gotas, com O . E. de palmarosa - 1 gota.

Máscara hidratante e regeneradora, que combina o poder revitalizante e cicatrizante da argila branca com
a ação citofilática do óleo essencial de lavanda e palma rosa, para promover a maciez e o clareamento da
pele, restaurando o viço e a luminosidade.

Para peles envelhecidas e cansadas.

Máscara de ARGILA PRETA com O . E. de copaíba - 2 gotas, com O . E. de gengibre- 1 gota.

Máscara regeneradora e nutritiva para peles cansadas e desvitalizadas que combina, de forma sinérgica, o
efeito estimulante do gengibre com a ação regenerativa e hidratante da copaíba, potencializado pela
renovação celular promovida pela ação esfoliante da argila.

Para todo tipo de pele inflamada.

Máscara de ARGILA CINZA com O . E. de gerânio - 1 gota, com O . E. de tea tree (melaleuca) - 2 gotas e
lavanda 1 gota.

Máscara cicatrizante e antiinflamatória, produzida pela argila com a ação dos óleos essenciais de gerânio
e lavanda, que ajudam a equilibrar as peles com acne de origem hormonal, por tensão ou estresse.

Para peles mistas e desvitalizadas.

Máscara de ARGILA MARROM com óleo essencial de laranja - 1 gota e O. E. de mirra.- 1gota, O. E. de
lavanda - 1 gota.
Máscara esfoliante e nutritiva, que combina a micro esfoliação produzida pela argila e potencializada pelos
óleos essenciais de mirra e laranja. Ajuda no tratamento de rugas finas, peles manchadas e
desvitalizadas.

Para peles oleosa e asfixiada.

Máscara de ARGILA AMARELA com óleo essencial de cipreste - 1 gota e O. E. de copaíba.- 1gota, O. E.
de lavanda - 1 gota .

Máscara revitalizante e adstringente que combina a micro esfoliação produzida pela argila e potencializada
pelos óleos essenciais de cipreste e copaíba. Ajuda no tratamento de peles desvitalizadas e com rugas
finas, com poros dilatados.

Como usar argila em uma seqüência de tratamento de acne?

Esfoliante suave: (Somente para acne grau 1, nos demais não fazer a esfoliação).

Aplicar suavemente 5 ml de óleo vegetal de calêndula com 1gota de OE de limão.

Aplicar em seguida cerca de 30g de argila verde ou branca diluída em água mineral.

Deixar agir por cinco minutos. Remover fazendo uma leve esfoliação.

Emoliência: Pode ser usado óleo de eucalipto, lavanda ou alecrim durante a aplicação do vapor. Os
fabricantes costumam ter um recipiente próprio para esta etapa. Não coloque óleo diretamente na água,
pois óleos essenciais não são solúveis em água.

Extração: Proceda como o indicado em cada caso.

O óleo de tea tree pode ser usado como bactericida e hemostático. Tome o cuidado de fazer o teste de
sensibilidade. Ele poderá ser usado logo após a extração, puro, com um cotonete, um a um. Não use
desta forma caso as lesões sejam em grande quantidade.

Máscara facial finalizadora:

Indicação dos óleos para cada caso:

a) Peles sensíveis

- 1 colher de sopa de gel neutro com 2 gotas de OE de lavanda e 1 gota de OE de camomila

b) Peles edemaciadas e inflamadas

- 1 colher de sopa de gel neutro com 2 gotas de OE de lavanda e 1 gota de OE de gerânio.

c) Peles seborréicas

- 1 colher de sopa de gel neutro com 2 gotas de OE de lavanda e 1 gota de OE de cedro

d) Peles congestionadas

- 1 colher de sopa de gel neutro com 2 gotas de OE de lavanda e 1 gota de OE de cedro

modo de aplicação:

· Aplicar uma camada espessa em todo o rosto e colo sobre uma gaze embebida em spray aromático de
lavanda. Deixar agir por 10 minutos.

· Remover a máscara utilizando o spray de lavanda. Finalizar removendo o excesso com algodão
molhado.
Spray aromático finalizador:

Spray aromático de lavanda ou qualquer outro óleo essencial indicado.

Para preparar um volume de 100ml, Diluia até 10 gotas de OE. em 10 ml de álcool de cereais, depois
acrescente 90 ml de água destilada.

Manutenção:

Lavar o rosto com sabonete indicado, aplicar em seguida o spray de lavanda. Deixa secar naturalmente.

Sobre as pápulas e pústulas aplicar com cotonete uma gota de OE de tea tree, uma vez ao dia até secar.

Em peles sensíveis é importante fazer um teste de sensibilidade antes de usar

Trabalhar com argilas no segmento estético pode parecer para muitos uma grande novidade, mas não
podemos perder de vista que há registros milenares apontando o uso de máscaras de argilas como prática
terapêutica, podendo citar a civilização egípcia, que gerou grandes contribuições na área da Aromaterapia.
Muito do que sabemos advém de um exercício de resgate dessa fantástica cultura.
INFORMAÇÕES SOBRE AROMATERAPIA

Introdução

Você se lembra do maravilhoso cheiro de um jardim florido em um dia quente de verão ou do cheiro
característico de uma laranja quando você a descasca? Esses odores são algumas das fragrâncias dos
óleos essenciais das plantas - as potentes, voláteis e aromáticas substâncias contidas em várias partes da
planta, incluindo suas flores, folhas, raízes, madeira, sementes, frutos e cascas. Os óleos essenciais têm
concentrações das propriedades de cura das plantas - as mesmas propriedades que a medicina tradicional
do ocidente usa em muitas drogas.

O que é a aromaterapia?

Aromaterapia simplesmente significa a aplicação desses poderes de cura: é uma cura perfumada.
Aromaterapeutas profissionais se concentram muito especificamente no uso controlado de óleos
essenciais para tratar problemas e doenças e em promover o bem-estar físico e emocional.

Os óleos essenciais têm concentrações das propriedades de cura de uma planta e esse é o segredo da
aromaterapia

A aromaterapia, entretanto, não funciona apenas por meio do olfato. A inalação é apenas um dos métodos
de aplicação. Os óleos essenciais também podem ser aplicados na pele e, quando usados topicamente,
penetram na pele agindo diretamente nos tecidos e órgãos do corpo ao redor do local da aplicação. Eles
também penetram na corrente sangüínea e são levados para todo o corpo. É claro que, quando aplicada
topicamente, a fragrância do óleo essencial também é inalada.

Há três formas diferentes de ação no corpo: farmacológica, que afeta a química do corpo; fisiológica, que
afeta a capacidade das funções e processamento do corpo; e psicológica, que afeta as emoções e as
atitudes. Essas três formas interagem continuamente. Você escolhe o método de aplicação, baseando-se
no local onde você quer que o efeito se concentre e no que é mais prazeroso e confortável para você.

A aromaterapia é, na verdade, parte de uma categoria maior de um tratamento de cura conhecido como
fitoterapia. A fitoterapia também usa os poderes de cura das plantas para tratar problemas físicos e
emocionais, mas usa a planta inteira ou partes dela, como as folhas, flores, raízes e sementes em vez do
óleo essencial. A aromaterapia e a fitoterapia podem ser usadas individualmente ou em conjunto para
aumentar os possíveis benefícios de cura.

Utilizações terapêuticas dos óleos essenciais

Você pode tratar diversos problemas físicos com a aromaterapia. Quase todos os óleos essenciais têm
propriedades anti-sépticas e conseguem combater infecções e destruir bactérias, fungos, parasitas e/ou
vírus. Muitos óleos essenciais também diminuem dores, aliviam ou eliminam inflamações e contrações,
estimulam o sistema imunológico, a produção de insulina e de hormônios, afetam a circulação do sangue,
dissolvem muco e abrem as paredes nasais ou ajudam na digestão - isso só para citar algumas de suas
maravilhosas propriedades.

A aromaterapia também pode influenciar consideravelmente nossas emoções. Cheirar sálvia, por exemplo,
pode acabar com o pânico, ao passo que a fragrância liberada por uma laranja pode fazê-lo sentir-se mais
otimista. Como a mente influencia muito a saúde e é, por si só, uma ferramenta de cura, ela aumenta
ainda mais o potencial da aromaterapia.

Muitos óleos essenciais têm mais de uma função, então ter alguns deles à disposição pode ajudar a tratar
vários problemas físicos e emocionais comuns. A beleza da aromaterapia é que se pode criar uma mistura
de óleos que beneficiará ambos com um só tratamento. Por exemplo, você pode misturar óleos essenciais
que, além de parar a indigestão, também reduzem o nervosismo que a ocasiona.
Perfis de óleos essenciais

A fragrância e os componentes dos óleos essenciais podem tratar diferentes enfermidades - de uma
simples dor de cabeça a estados depressivos

Óleos essenciais, fragrância, líquidos concentrados extraídos das flores, folhas, raízes, casca de árvore e
fruta de uma planta aromática são os principais ingredientes dos tratamentos utilizados na aromaterapia.
Cada óleo tem um aroma único bem como componentes que podem tratar diferentes enfermidades. Os
óleos essenciais retratados neste artigo estão entre os mais comuns óleos disponíveis no comércio e são
muito versáteis. A informação dos perfis de cada óleo vai mostrar a você os usos terapêuticos e
cosméticos, os aromas e os componentes principais. Você também vai encontrar alguns mitos associados
aos óleos.

Seja você um veterano ou um iniciante, esses perfis vão ajudá-lo a conhecer as partes principais da
aromaterapia (links em inglês).

Alecrim

Esse tempero popular também pode ser usado como um ingrediente em muitos óleos de massagens e
hidratantes.

Tea Tree

Esse óleo é algumas vezes chamado de "armário de remédios engarrafados". Entenda como esse óleo
essencial pode tratar de bactérias, fungos e vírus e estimular o sistema imunológico.

Benjoim

Esse óleo essencial é derivado de uma planta do sudeste da Ásia usada para problemas respiratórios e de
pele.

Bétula

Todos conhecemos a árvore da bétula e a popular cerveja de vidoeiro. Você também pode usar esse óleo
essencial para aliviar dores e rigidez musculares.

Bergamota

Bergamota é usada como aditivo em chás, bebidas e doces. Esse óleo essencial também é usado para
combater vírus como o da gripe.

Camomila

É uma variedade comum de chá, mas essas flores perfumadas também são usadas para tratar a
depressão.

Canela

É um ingrediente culinário comum que também pode ser usado na aromaterapia para reduzir a sonolência
e a irritabilidade.

Capim-limão

É um ingrediente padrão na culinária do sudeste da Ásia, mas também dá seu aroma a algumas marcas
de sabonete. Aprenda como o capim-limão pode ser usado como analgésico.

Cedro - Essa árvore pode crescer mais de 30 metros de altura, mas seu óleo essencial é usado em
quantidades muito pequenas para tratar a congestão.
Cipreste

É uma árvore típica da região mediterrânea. Seu óleo essencial pode ser usado para tratar pressão baixa
e problemas circulatórios.

Cravo-da-índia

É outro tempero que pode ser utilizado em várias receitas. Na aromaterapia, o cravo-da-índia pode ser
usado como anti-séptico e analgésico.

Eucalipto

É uma árvore típica da Austrália. Seu óleo essencial pode ser usado para tratar gripe, febre e dor de
garganta.

Gengibre

Muitos conhecem o gengibre pelo seu uso em alimentos assados ou receitas asiáticas. Essa planta
também pode ser usada para estimular o apetite e aliviar dores de cabeça.

Gerânio

É uma flor que pode ser encontrada em muitos jardins do país. Essa planta também pode ser usada para
tratar uma grande variedade de problemas de pele e infecções.

Hortelã-pimenta

É um dos óleos aromáticos mais usados, tanto em preparos de comestíveis como não comestíveis. O óleo
essencial da hortelã-pimenta também é muito usado como digestivo.

Jasmim

Essa bela flor tem sido usada para se fazer de tudo, desde chás até perfumes. Seu óleo essencial também
pode ser usado na aromaterapia para acalmar os nervos e tratar a depressão e a insônia.

Junípero

Sua fruta é o principal ingrediente do gim. A maioria das pessoas pode ver isso como remédio, ao passo
que o óleo essencial da fruta do junípero também pode ser usado para massagens no tratamento de
artrite, varizes e outras enfermidades.

Laranja

Sim, vamos falar da velha e conhecida laranja, fonte de vitamina C. Descubra como o óleo essencial
dessa fruta pode ser usado para alterar os humores e baixar a pressão arterial.

Lavanda

Tem sido muito usada por séculos em várias religiões e no preparo de cosméticos. Atualmente, você pode
usar esse óleo essencial para dores musculares, enxaquecas e sinusite.

Limão

O que mais pode ser dito sobre os limões? Eles são usados em todos oge Saveds tipos de receitas, desde
molhos para saladas até limonada. O forte aroma cítrico do óleo essencial do limão também é usado para
tratar dor de garganta, tosses e outras infecções.

Manjerona -Tem muitas qualidades sedativas, inclusive relaxamento de juntas rígidas, espasmos
musculares e dores de cabeça.
Mirra

Tem sido usada desde a antiguidade como incenso em cerimônias religiosas. Esse óleo essencial também
pode ser usado para tratar pele irritada, rachada ou envelhecida.

Néroli

Não deve ser um nome muito conhecido, mas seu óleo essencial é usado em muitos perfumes e produtos
de beleza. Aprenda como o néroli melhora a circulação e a saúde da pele.

Olíbano

A maioria de nós conhece o incenso como sendo um dos presentes trazidos pelos Três Reis Magos. Os
aromaterapeutas conhecem as habilidades desse óleo essencial para tratar infecções e problemas de
pele.

Patchuli ou Vetiver

Muito associado aos hippies, o óleo de patchuli há muito tempo é usado como perfume. O óleo essencial
do patchuli também pode ser usado como rejuvenescedor de células e tratamento antifungicida.

Pinho

É uma árvore mais conhecida como a árvore de Natal. O aroma agradável do óleo essencial dessas
árvores pode aliviar dores musculares e reumáticas.

Rosa

O aroma das rosas tem sido celebrado por séculos e é normalmente associado ao romance e a ocasiões
especiais. O óleo essencial de rosa também pode ser usado para tratar ferimentos, queimaduras e vários
outros problemas de pele.

Sálvia esclaréia

Dizia-se que esse óleo essencial tratava de várias enfermidades, mas é mais comum para aliviar tensão
muscular e nervosa.

Sândalo

O óleo essencial do sândalo é derivado da árvore com o mesmo nome e que passa por um elaborado
processo de fabricação. Esse óleo essencial pode ser usado para tratar infecções e conter inflamações.

Tomilho

O tomilho é geralmente associado à culinária, mas também possui aplicações aromaterapêuticas. Entenda
como esse óleo essencial pode ser usado para combater infecções.

Ylang Ylang

A planta ylang ylang é originalmente cultivada nas Filipinas, mas logo se tornou conhecida no mundo todo
em razão de seu aroma característico e de sua beleza. Entenda como o óleo essencial dessa planta é
usado para relaxar o corpo e a mente.

AROMATERAPIA: Os óleos e suas vantagens

Alecrim: estimula a memória e o bom humor. Trata dores musculares e resfriados. Em cosméticos,
combate a queda de cabelos e rejuvenesce a pele;

Bergamotta: contra a depressão, ansiedade, estresse e tensão;


Erva-doce: trata dores abdominais, cãibras e tensão pré-menstrual;

Aloe vera: de efeito calmante, restaura a energia psíquica;

Arruda: ativa o mecanismo de autodefesa psíquica e afasta as vibrações negativa;

Camomila: Calmante e sedativo, combate a insônia;

Cravo: estimula a autoconfiança;

Jasmim: Estimula a energia sexual. Ótimo para massagear músculos contraídos. Usado em cosméticos
para pele seca, sensível ou irritada;

Mirra: favorece a introspecção. Usado em cerimônias religiosas;

Rosa branca ou vermelha: inspira sentimentos de paz e harmonia;

Cânfora: alivia o estresse físico e restaura a energia do corpo. Indicado para massagem;

Lavanda: antidepressivo e calmante;

Sândalo: ajuda a pele a se manter úmida e com aparência jovem;

Citronela: repelente de insetos é estimulante e tem ação tonificante na transpiração excessiva da pele e na
oleosidade;

Algumas receitas

Massagem – para o corpo todo: Misture 4 gotas de óleo essencial de lavanda, 3 de menta, 3 de camomila
e mais 3 de alecrim. E feito refrescante;

Banha de imersão – na água da banheira ou do ofurô, coloque 10 gotas de óleo essencial de camomila, 6
de alecrim e 2 colheres (sopa) de leite integral. É bom para relaxar. Lavanda, bergamota e gerânio, sendo
ideais para o fim do dia;

Escalda-pés – em uma bacia com água quente, adicione 2 gotas de óleo essencial de hortelã, 3 de
alecrim, 3 de lavanda e 1 colher (sopa) de sal grosso. Forre o funda da bacia com muitas bolinhas de gude
e, antes de dormir, role a sola dos pés sobre elas até a água esfriar;

Sauna facial – em uma tigela com 2 litros de água quente, junte 3 gotas de óleo essencial de laranja,
alecrim ou eucalipto. O vapor ajuda a tonificar a pele;

Para a circulação corporal – em uma porção de creme hidratante, pingue 2 ou 3 gotas de óleo essencial
de alecrim e passe sobre a pele;

Para perfumar ambientes – a alfazema e a bergamota protegem contra gripes e resfriados. A canela é
afrodisíaca. O jasmim alivia as tensões, o óleo de camomila tranqüiliza as crianças e potencializa a
concentração, sendo indicado para ambientes de estudos, assim com gengibre , laranja, patchuli e
angélica. Para obter qualquer desses benefícios, basta pingar algumas gotas do óleo escolhido sobre o
aromatizador ou sobre o sebo líquido de uma vela acesa

A CROMOTERAPIA – o emprego adequado da cor como elemento terapêutico e mantenedor do equilíbrio


e da harmonia orgânicos – não é uma moda ou um culto, nem foi recentemente inventada ou descoberta.
Já era empregada, na era de Ouro da Grécia, nos templos de luz e cor de Heliópolis e no antigo Egito,
tendo sido venerada pelas antigas civilizações da Índia e da China.

O conhecimento esotérico explica a cromoterapia como um sistema para melhorar as doenças e


desordens dos corpos mental, emocional e físico, proporcionando a cada um a vibração que lhe falta
através da energia da luz manifestada pelas cores.
Como se sabe, assim como nossos ouvidos captam o som de uma corda vibrante conforme a freqüência
de sua vibração, nossos olhos são sensibilizados de acordo com a freqüência de vibração da luz, criando
em nosso cérebro a sensação da cor. As freqüências mais baixas dão-nos a sensação do vermelho e as
mais altas do violeta. As freqüências mais baixas que o vermelho (infravermelho) não são vistas, mas
sentidas por nós como ondas de calor. As freqüências mais altas que o violeta (ultravioletas), igualmente
invisíveis, produzem forte efeito sobre os organismos vivos, pois são ondas de alta energia.

Para a ciência esotérica, o sol, grande doador de energia e bem estar, é o foco central do poder de Deus
no sistema zodiacal e nos sistemas humanos. As ondas de energia dele provenientes criam, sustentam e
renovam a vida em nosso planeta e em todos os outros do zodíaco. Os mesmos princípios que mantém a
vida no sistema cósmico mantém o homem em seu sistema macrocósmico.

Os ocultistas vêem a vida como a essência que atua sobre e através de todas as formas físicas, etéreas,
astrais e mentais, em todos os planos de existência. E consideram que seu processo pode ser acelerado
ou tratado pela ação do meio ambiente e de diversas circunstâncias, assim como pelos esforços do
próprio indivíduo.

De acordo com essa concepção, todo o efeito sentido no corpo físico tem sua causa seja no corpo mental,
no emocional ou em ambos. Em outras palavras, seu conceito de saúde baseia-se na crença de que os
pensamentos destrutivos, os maus sentimentos e os atos nocivos estabelecem tendências nos diferentes
planos da existência e com o tempo, produzem a enfermidade por autopropagação contínua de suas
vibrações. Para que o desequilíbrio energético desapareça, devem ser substituídos por pensamentos
construtivos, sentimentos de amor e alegria, atos de ajuda – fontes da saúde mental, emocional e física.

Considerando agora que todo pensamento expressa-se em vibrações cujas cores refletem sua qualidade,
chega-se à conclusão de que cada pessoa matiza seu próprio universo com as cores predominantes do
seu caráter ou de suas reações emocionais costumeiras.

Aliás, essa teoria é também comprovada em psicologia que, fundamentada na fisiologia da percepção das
cores, elaborou diversos testes de personalidades que são utilizados técnica de psicodiagnóstico. Um dos
testes mais conhecidos é o das pirâmides coloridas de Pfister, que utilizando 10 cores e 24 matizes revela
os diversos aspectos da dinâmica dos afetos, diferenciação emocional, entre outros, a nível consciente,
pré-consciente e inconsciente.

Jacob Bonggren em seu livro Cromoterapia Esotérica dá alguns exemplos da relação existente entre os
sentimentos, suas irradiações em cores, e desequilíbrios energéticos:

A ira e a cólera, indicadas na aura pela cor vermelho-escura, causam apoplexia (afecção cerebral com
privação dos sentidos e do movimento);

A ambição desenfreada dá a aura um alaranjado sem brilho e provoca reumatismo;

O orgulho que colore a aura de alaranjado-pardo, origina a artrite;

A cobiça e a inveja conferem à aura uma tonalidade verde-escura com pontos negros e ocasionam o
excesso de ácido úrico;

A falta de entusiasmo e de interesse, manifesta-se na aura por uma cor cinza-escura, gera depressões e
doenças da pele;

A falta de idéias se faz representar por um tom vermelho-violeta sem brilho, expressando-se em forma de
melancolia e tristeza, causa de problemas respiratórios.

O EQULÍBRIO ENERGÉTICO PELA COR

Os desequilíbrios energéticos podem ser classificados em dois grupos:


OS DE ORIGEM FÍSICA – infecciosas ou induzidas por um meio ambiente contaminado;

OS DE ORIGEM METAFÍSICA – que derivam da consciência do indivíduo, da sua conduta emocional e


atitude mental.

A cor pode aliviar ambas as classes de desequilíbrios energéticos, não como substituta dos remédios, mas
com o poder original da luz que trabalha em todos os níveis do ser como a mais potente força cósmica.
Em qualquer caso, o que se faz é aplicar uma radiação de cor que, se realmente corresponder ao estado
patológico resultará na melhora do cliente.

Os métodos de diagnóstico podem ser físicos ou metafísicos. Os primeiros observam os sintomas e os


segundos as causas, radicadas na aura (ou atmosfera magnética) do indivíduo, por intermédio de um
Terapeuta experiente ou da “lâmpada ardente” (uma técnica especial e uma tanto complexa). Através
desses métodos, procura-se descobrir as cores que faltam num determinado corpo e como promover seu
equilíbrio, eliminando assim a disfunção. Nesse sentido, verificam-se os hábitos, os humores e reações do
cliente.

O hindu Jwala P. Munsiff descobriu, após inúmeras experiências, que o diagnóstico da cor que falta a um
indivíduo pode ser feito por meio de exame das cores do globo ocular, unhas, urinas e fezes. Às vezes a
cor dos olhos pode falsear o diagnóstico, porém, as cores dos outros três elementos dão a indicação
correta, desfazendo as dúvidas que possam aparecer.

Detectada o desequilíbrio energético ou a deficiência da quantidade de brilho solar no organismo, ela será
suprida através da inalação, introdução ou projeção dos tons necessários. Como métodos físicos podemos
citar os seguintes:

Um quarto giratório que acompanha a luz do sol durante todo o dia. Através de véus da cor necessária,
colocada sobre a parede transparente do quarto, o cliente recebe a irradiação correta a qualquer hora do
dia e em qualquer ângulo;

De forma semelhante, pode-se usar véus coloridos nas janelas da casa onde bate a luz do sol; O cliente
pode ter o corpo todo envolvido por véus coloridos para receber os raios de sol; Para alguns tipos de
enfermidades, como paralisia, são usados sacos feitos com duas medidas de algodão e uma de sal. Os
sacos de sal carregam-se de cor ao ficarem expostos à radiação da luz solar ou de uma lâmpada, durante
uma hora antes de serem usados;

Uma das maneiras mais eficazes de se restaurar o equilíbrio da cor em um organismo é através da
alimentação. As frutas, os vegetais e os cereais recebem a maior parte de sua energia diretamente da luz
do sol e do magnetismo da terra, em diferentes graus de acordo com suas qualidades naturais. Por
exemplo: a ação do raio laranja poderá ser ativada por uma alimentação que incluam vegetais e frutas de
casca alaranjada, tais como a tangerina, melão, manga, pêssego, cenoura, abóbora, etc.;

A água solarizada, método criado pelo Dr. Babbit – autor de Os princípios da luz e da cor – consiste em
beber a água depois de exposta à luz do sol em frasco colorido. O frasco deve ficar em exposição ao sol
no período da manhã, até às 10 horas, no máximo. Mesmo que o tempo esteja nublado, a água solariza
assim mesmo.

Hoje utilizamos também o óleo canforado, sofrendo este mesmo processo de solarização em frascos
coloridos, para dores musculares, cólicas, etc.;

A lâmpada terapêutica de cor ou luz solar artificial é muito utilizada em clínicas, lugares sem sol e durante
a noite. Constitui o tratamento mais comum na cromoterapia. Quanto aos métodos metafísicos, deve-se
destacar:

A respiração pela cor – consiste em inspirar visualizando a cor, projetando-a para dentro do corpo e
mentalizando seus benefícios;
As irradiações mentalizadas – aqui o Terapeuta Holístico faz idênticas radiações de cor sem se servir de
nenhum aparato externo, mas apenas de seus próprios veículos superiores, como a utilização do calor das
mãos, a mentalização e a introspecção.

OS CHAKRAS

Chakra Coronário: Violeta / Magenta

Está localizado bem no alto da cabeça, no ponto onde uma linha traçada diretamente do centro do nariz
cruza com outra linha tirada do centro das orelhas.

O chakra coronário estimula a glândula pineal, que regula nossa quantidade de sono e outros aspectos da
medida de luz no corpo, dando-nos informações sobre o tempo, as estações e os ciclos. Portanto, este
centro é fortemente afetado pela quantidade de luz a que somos expostos. Também está associado aos
níveis superiores das faculdades humanas, incluindo-se aí nossa percepção do belo e de nossa
espiritualidade. Considerado do ponto de vista esotérico como nossa ligação com as forças do cosmo.

Elemento: Nenhum.

Objetivo: Espiritualidade.

Efeitos Físicos: Pode ser usado em casos de contusão, reumatismo, tumores, distúrbios nos rins e bexiga,
inflamações cérebro-espinhais e doenças físicas do sistema nervoso. Apresenta a vibração mais alta dos
sete raios principais.

Efeitos Emocionais / Psicológicos: Está associado à glândula pituitária e ao chakra coronário, o centro do
entendimento espiritual. O violeta vai até mesmo além do índigo no trato de distúrbios mentais e
psicológicos.

É especialmente útil para pessoas que são, por natureza, extremamente tensas e nervosas, ou sofrem de
neurose, sendo geralmente utilizado para tratar da turbulência e irascibilidade de um temperamento
artístico exacerbado. É útil na restauração da confiança e também uma ajuda ponderável no
desenvolvimento das faculdades psíquicas e espirituais.

Magenta

Efeitos Físicos: Sem ser um dos sete raios principais, a cor magenta é muito útil na cromoterapia.
Efeitos Emocionais / Psicológicos: Usado exclusivamente em nível espiritual, como um auxiliar na
compreensão espiritual quando mudanças realmente mais importantes ocorrem na vida. Considera-se que
o magenta possibilite ao espírito entrar em contato com a consciência universal.

Efeitos Físicos: Abastece o corpo físico com energia e vitalidade, especialmente as funções restauradoras
do corpo. Prende-nos à vida e nos ajuda a sobreviver. O tratamento com vermelho aquece e a produção
de adrenalina. É bom contra a anemia, pressão baixa e perda de vitalidade; dores de cabeça devidas a
congestionamentos, intestino preguiçoso, baixa libido; dissipa a letargia, a inércia e o cansaço, assim
como gripes e resfriados crônicos. (Por ser tão atuante, o vermelho é a cor mais poderosa de todas e
precisa ser usado com parcimônia no processo terapêutico, sendo evitado em casos de pressão alta.) Tem
ação expansiva.

Efeitos Emocionais / Psicológicos: Anima, dá confiança, força de vontade, coragem e presteza para tomar
iniciativa e superar a depressão, o medo e as preocupações.

Chakra Frontal: Índigo

Este chakra está localizado entre as sobrancelhas.

Estimula os sentidos e está associado à glândula pituitária, que regula as funções vitais. É conhecido,
portanto, como o centro de controle do corpo e do espírito e pode afetar profundamente nosso estado de
espírito e nossa atitude. Com o chakra coronário, este chakra regula as aspirações superiores da alma.
Ele concentra a imaginação, o conhecimento, a sabedoria, o discernimento e a intuição.

Elemento: Nenhum.

Objetivo: Sabedoria independente das experiências de vida.

Índigo

Efeitos Físicos: Combina fortemente os atributos do azul-escuro e a influência do vermelho. Ao nível físico,
o índigo é semelhante ao azul e assim é também um bom refrescante, calmante e suavizante, baixando a
pressão e estancando a hemorragia. É muito associado ao sistema nervoso, especialmente com órgãos
da vista e da audição, que estão intimamente relacionados ao chakra frontal, algumas vezes conhecido
como “terceiro olho”. Assim, pode ser usado no tratamento de problemas com os olhos e orelhas, e
também do nariz. Pode ser útil contra asma e dispepsia. O índigo também pode produzir insensibilidade à
dor e assim pode Ter características anestésicas.

Efeitos Emocionais / Psicológicos: Por influir principalmente sobre a glândula pineal, o índigo afeta mais
fortemente os aspectos nervosos, mentais e físicos relativos ao nosso bem-estar e a nossas qualidades
potenciais. Pode acalmar a raiva, acesso de cólera ou histeria. É considerado útil mesmo contra graves
doenças mentais, incluindo-se obsessões e psicoses, assim como no trato de dificuldades psíquicas.

Chakra da Garganta: Azul / Turquesa

O chakra da garganta localiza-se no meio da região da garganta, atrás da linha central do pescoço. É o
centro da comunicação e a ponte entre os sentimentos do coração e os pensamentos da mente.

É o centro dos impulsos espirituais naturais. Suas características são a energia da vontade, criatividade e
expressão pessoal.

Elemento: Nenhum.

Objetivo: Expressão pessoal à verdade de qual lugar do mundo nunca.

Efeitos Físicos: Exerce um efeito predominante constritor, refrescante, restritivo ou redutor, em contraste
com o efeito estimulante e dilatador do vermelho. É muito indicado para acalmar os processos e atenuar
as questões do corpo e da mente. Anti-séptico e adstringente; bom no tratamento de qualquer tipo de
infecções onde haja febre, inflamação ou aumento de temperatura. Aí de incluem a maioria das doenças
infantis, como sarampo e caxumba. O azul é também bom contra espasmos, picadas, coceiras, dores de
cabeça, dores menstruais e insônia, além de tratamento de choque. Por fim, pode ser usado em todos os
problemas da garganta, aos quais está especialmente relacionado.

Efeitos Emocionais / Psicológicos: O azul é a cor clássica na ajuda a todo tipo de expressão pessoal,
incluindo-se problemas com a fala. É extremamente poderoso para restaurar a paz e a tranqüilidade onde
haja excesso de excitação, estresse ou histeria.

Turquesa

Efeitos Físicos: Agente igualmente importante tanto na prevenção quanto no tratamento. As propriedades
do turquesa são semelhantes às do azul. É uma cor também relacionada à garganta, assim como aos
pulmões. Assim, atua como antiinflamatório, mas tem o valor adicional de aumentar a imunidade a todo
tipo de influências indesejáveis ou danosas, de gripes ou resfriados a HIV e outras sérias condições de
imunodeficiência.

Efeitos Emocionais / Psicológicos: Aumenta a resistência a influências emocionais, ou mesmo de outras


pessoas de quem quer se proteger.

Chakra Cardíaco: Verde

O chakra cardíaco está localizado no nível do coração. Tem uma posição central entre os outros chakras e
está igualmente no centro do sistema energético humano.

Este chakra representa o equilíbrio e a proteção da energia pura e inocente do coração. Também governa
a mente superior. As características a ele associadas são amor, amizade, fraternidade e liberdade.

Elemento: Ar.

Objetivo: Viver em harmonia com os outros.

Efeitos Físicos: O verde é usado em muitas questões de saúde relacionadas ao seu órgão
correspondente, o coração, incluindo-se os problemas de pressão. É também bom contra úlceras, para
aliviar dores de cabeça e sintomas do resfriado, e ainda para acalmar o sistema nervoso. É largamente
recomendado para o tratamento do câncer, um estado de desequilíbrio extremo das células. É útil na
drenagem dos tecidos. Finalmente, o verde pode ser usado mais geralmente para purificar e desintoxicar o
sangue e reajustar ou reequilibrar o corpo como um todo.

Efeitos Emocionais / Psicológicos: O verde é claro, é a cor da natureza e do nascimento da vida, da


renovação e do frescor e do viço da primavera. É também a cor do equilíbrio, estando localizado no ponto
mediano do espectro das cores. A clorofila é o que produz o verdor das plantas. Muitas pessoas que
trabalham com as cores acreditam que a relativa falta de verde nas áreas urbanas seja um dos principais
fatores causadores da degeneração do espírito humano e dos crimes e privações que acontecem nas
áreas centrais das cidades. Bom para o tratamento das condições emocionais e psicológicas que
envolvem o estresse ou a repressão das emoções, o verde é ao mesmo tempo indicado contra
determinados tipos de medo; medo de se dar, medo de envolvimento ou de ser magoado.

Chakra do Plexo Solar: Amarelo

Localizado na região do estômago (não o abdome), logo abaixo do esterno, este chakra é considerado o
centro que aproveita nosso poder pessoal e suporta nossa natureza instintiva. Dá energia aos órgãos
digestivos e governa as funções mentais inferiores.

Suas características são amor-próprio e auto-estima, confiança, poder e escolha.

Elemento: Fogo.
Objetivo: Sintonia com o ambiente.

Efeitos Físicos: Um centro importante de todo o sistema nervoso, é um bom tratamento contra a exaustão
nervosa. Também controla o processo digestivo; isso significa que tem influência sobre as funções
eliminadoras do fígado e dos intestinos; portanto, é um excelente purificador de todo o organismo e
especialmente da pele. Assim como problemas de pele, indigestão, constipação e problemas no fígado, o
amarelo é bom contra diabetes. Também pode ser usado em casos de hérnia, reumatismo e artrite. Diz-se
também que ajuda a restaurar o nível de absorções.

Efeitos Emocionais / Psicológicos: Bastante conhecido como estimulante das faculdades intelectuais, da
mente lógica e da faculdade da razão, o amarelo é, pois, associado com o poder e o autocontrole. Depois
do branco, o amarelo é a cor mais próxima dos raios solares, em brilho e matriz, e assim, quase sempre,
tem um efeito estimulante sobre nosso humor, proporcionando uma atitude harmoniosa em relação à vida,
com um senso de equilíbrio e otimismo.

Chacra Sacro: Laranja

O chakra está localizado na região pélvica, logo abaixo do umbigo e voltado para a coluna.

Representa nosso bem-estar pessoal em relação a como nos sentimos em relação a nós mesmo. Está
associado a reprodução, ao movimento, à sensualidade e à vitalidade. Governa nossas emoções e o fluxo
de fluidos ao longo do corpo. É também ligado ao regime da lua e das marés, e também a todos os ciclos
e ritmos que afetam o corpo.

As características a ele associadas são a sensação de bem-estar, prazer, sexualidade, aceitação do


próprio sexo e prosperidade.

Elemento: Água.

Objetivo: Criatividade no plano físico e vitalidade.

Efeitos Físicos: Controla o baço e, portanto, pode ser usado para tratar de infecções e outros distúrbios
desse órgão, assim como de infecções nos rins, bronquites e outros problemas com os pulmões,
problemas na base das costas, dores menstruais, tratamento do pós-parto e cálculos biliares. É bom para
estimular o apetite. Auxilia nos processos de assimilação, distribuição e circulação do corpo. Estimula a
procriação e a sensualidade. (Tendo um componente vermelho, o laranja também precisa ser usado com
certa cautela. Não deve ser usado em casos de pressão alta.)

Efeitos Emocionais / Psicológicos: Pode proporcionar um estímulo físico e mental e uma liberação de
energia situando-se, ao que parece, num meio termo entre o raio vermelho do físico e o raio amarelo do
intelecto. Reduz a repressão e faz superar as inibições, alargando a mente e abrindo-a para novas idéias.
Induz a compreensão e a tolerância. Aumenta a vitalidade a ajuda-nos a lidar com a depressão. Eleva o
ânimo e também ajuda a fornecer vitalidade e o vigor físico para lidar com a vida quando esta parece
esmagadora e incontrolável.

Chakra Raiz: Vermelho

Localizado na base da coluna vertebral, este chakra está relacionado a nossas ligações mais elementares
com a vida e a terra, a sobrevivência e as formas mais primitivas e fundamentais de nossa força vital.

As características emocionais e virtudes a ele associadas são paciência, segurança, estabilidade,


estrutura e a capacidade de projetar os sonhos na realidade.

Elementos: Terra.

Objetivo: Sobrevivência no mundo físico.


Efeitos Físicos: Abastecem o corpo físico com energia e vitalidade, especialmente as funções
restauradoras do corpo. Prende-nos à vida e nos ajuda a sobreviver. O tratamento com vermelho aquece e
a produção de adrenalina. É bom contra a anemia, pressão baixa e perda de vitalidade; dores de cabeça
devidas a congestionamentos, intestino preguiçoso, baixa libido; dissipa a letargia, a inércia e o cansaço,
assim como gripes e resfriados crônicos. (Por ser tão atuante, o vermelho é a cor mais poderosa de todas
e precisa ser usado com parcimônia no processo terapêutico, sendo evitado em casos de pressão alta.)
Tem ação expansiva.

Efeitos Emocionais / Psicológicos: Anima, dá confiança, força de vontade, coragem e presteza para tomar
iniciativa e superar a depressão, o medo e as preocupações.

Você também pode gostar