Você está na página 1de 10

Estudo Dirigido de Fisiopatologia d) Equimose;

aplicada a Psicobiologia São hemorragias subcutâneas maiores, vistas


após trauma, no qual se têm a coloração do
1. Explique o que é Edema? Hiperemia e hematoma. Inicialmente vermelho azulado,
Congestão? convertidos em bilirrubina, azul esverdeado, e
hemossiderina, marrom dourado.
Edema, é um liquido elevado nos espaços
intersticiais., se têm o aumento da pressão
3. O que é a trombose? Que fatores podem
hisdrostática ou redução da pressão osmótica.
levar ao desenvolvimento de uma
Hiperemia, é um processo decorrente do fluxo
trombose?
interno tecidual aumentado devido à dilatação
A trombose é uma ativação inapropriada dos
arteriolar, como no músculo esquelético durante
processos hemostáticos normais, tal como
exercício físico ou em locais de inflamação.
formação de um coágulo sanguíneo (trombo).
Congestão, é um processo passivo resultante do
Hipercoagulabilidade, no qual ocorre uma
efluxo externo deficiente de um tecido, podendo
alteração na via de coagulação, pode ser primária
ocorrer sistematicamente como na insuficiência
(genética) ou secundária (adquirida).
cardíaca, ou local.

Fluxo sanguíneo anormal, a turbulência contribui


2. Explique e diferencie cada um dos tipos para a trombose arterial, onde se tem a formação
de hemorragia: de bolsos contracorrentes e focais de estase, a
a) Hematoma; estase é um fator principal no desenvolvimento
do trombo venoso.
É o acumulo de sangue dentro do tecido.

Lesão endotelial, perda física do endotélio levará


b) Petéquia;
a exposição da MEC subendotelial, adesão
São diminutas hemorragias associadas a pressão plaquetária e liberação de fator tecidual e
intravascular elevada. depleção local dos PG12 e Pas.

c) Púrpura; *existem dois tipos de trombos os murais e os


arteriais.
São hemorragias maiores que as petéquias, são
causadas pelos mesmos mecanismos que as
petéquias.
4. O que é embolia? Quais os tipos de • Choque cardiogênico, problemas no
embolia e como ela é causada? coração que está incapaz de bombear
adequadamente o sangue, levando a
Um êmbolo é uma massa intravascular sólida,
diminuição na perfusão.
líquida ou gasosa, é carregada pelo sangue a um
• Choque hipovolêmico, perda de volume
local distante do seu ponto de origem.
sanguíneo que diminui a perfusão de
• Tromboembolismo pulmonar, geralmente todos os órgãos.
silenciosos por serem muito pequenos. • Choque séptico, também perda da
• Tromboembolismo sistêmico, são perfusão adequada só que a causa é uma
êmbolos que viajam dentro da circulação infecção intensa, com migração celular e
arterial. vasodilatação.
• Embolia gordurosa, glóbulos gordurosos
Ele resulta da propagação e expansão de
que podem ser encontrados após fratura
uma infecção localizada inicialmente na
de ossos longos (com medula gordurosa),
corrente sanguínea.
ou em trauma de tecido mole e
queimaduras.
7. O que é uma arteriosclerose? O que pode
• Embolia gasosa, bolhas gasosas na
desenvolver essa patologia?
circulação podem obstruir o fluxo
vascular e causam lesão isquêmica distal. É um termo genérico para o espessamento e a
• Embolia do liquido amniótico, perda da elasticidade das paredes arteriais.é
complicação pós-parto rara. caracterizafa por lesões na intima denominadas
ateromas ou placas ateromatosas ou
5. O que é um infarto? Como alguns tecidos, fibrogordurosas, que invadem e obstruem o
como o coração, respondem a esse lúmen vascular e enfraquecem a média
infarto? subjacente.

É uma área de necrose isquêmica causada pela *A arterosclerose é considerada uma resposta
oclusão do suprimento arterial ou da drenagem inflamatória crônica da parede arterial,
venosa num tecido particular. A maioria dos iniciada por lesão do endotélio.
infartos é substituída por tecido cicatricial.

8. O que é hipertensão arterial? Quais os


6. O que é o choque? Quais os tipos de parâmetros que determinam a pressão
choque? Quais as causas para o choque? arterial?

Choque é a via final comum a um número de A hipertensão arterial ou pressão alta é uma
eventos clínicos potencialmente letais. doença crônica caracterizada pelos níveis
elevados da pressão sanguínea nas artérias. Ela
acontece quando os valores das pressões 11. Explique cada uma das doenças
máxima e mínima são iguais ou ultrapassam os infecciosas a seguir, informando o agente
140/90 mmHg (ou 14 por 9). 140 pressão infeccioso, porta de entrada e tipo de
sistólica e 90 pressão diastólica. virulência:
a) Candidíase;

9. O que é um aneurisma? O que é uma veia


Micose que atinge a superfície cutânea ou
varicosa?
membranas mucosas. Agente etiológico: Candida

É a dilatação anormal localizada de um vaso albicans. Está presente na mucosa de pessoas

sanguíneo ou do coração. As duas causas mais saudáveis e é invasiva em pessoas

importantes do aneurisma aórtico são a imunodeprimidas.

arterosclerose e a degeneração cística da média


b) Histoplasmose;
da parede arterial. As veias varicosas são
anormalmente dilatadas e tortuosas, produzidas É uma infecção fúngica caracterizada por

por aumento prolongado da pressão intraluminal determinar variadas manifestações no

e por perda do suporte da parede vascular. hospedeiro. É produzida pela inalação da fase
filamentosa do fungo, que penetra até o alvéolo

10. Explique a insuficiência cardíaca e suas pulmonar. Agente etiológico: Histoplasma

consequências sistêmicas e no coração. capsulatum. Fungo dimórfico que existe no solo,


e se converte em leveduriforme em temperatura
É um distúrbio em que o coração não consegue
corpórea no homem 37ºC.
suprir as necessidades do corpo, causando
redução do fluxo sanguíneo, refluxo (congestão) c) Paracoccidoimicose;

de sangue nas veias e nos pulmões e/ou outras Micose profunda grave, que pode ocorrer nas
alterações que podem debilitar ou enrijecer formas crônica e aguda. Agente etiológico:
ainda mais o coração. A insuficiência no lado Paracoccidiodes brasilliensis. Comum em pessoas
esquerdo do coração faz com que os órgão e imunodeprimidas.
tecidos não sejam bem irrigados, baixa circulação
d) Aspergilose;
pulmonar, problemas respiratórios, congestão
pulmonar, dispinéia, intolerância a esforço e É um mofo ubiquitinoso que causa alergias em
edema pulmonar. A insuficiência do lado direito diferentes pessoas saudáveis e outras doenças
do coração ocasiona acumulo de sangue nas em pessoas imunocomprometidas. Agente
veias e tecidos, ganho de peso, edema periférico, etiológico: Aspergillus.
acumulo de sangue, ascite, congestão dos rins e
outros órgãos.
e) HPV;
k) Sífilis;
Vírus de DNA não-envelopados, da família
papovavírus, alguns causam papilomas que são É uma doença infecto-contagiosa sistêmica, de
verrugas e outros tumores benignos. evolução crônica, com manifestações cutâneas,
provocado por uma espiroqueta, é dividida em
f) HSV;
adquirida e congênita, a adquirida é sexual e a
É um vírus associado a lesões de membranas congênita é fetal.
mucosas e pele, ao redor da cavidade oral. Há
dois tipos o tipo 1 que é responsável por 12. Explique o que é atelectasia e quais os
infecções na face e tronco, e o tipo 2 que é tipos que podemos encontrar?
relacionado as infecções na genitália e de
É a perda de volume causada por uma expansão
transmissão sexual.
inadequada dos espaços aéreos. Pode ser
g) HIV; caracteriza por: atelectasia de reabsorção,
atelectasia por compressão, atelectasia por
É uma doença caracterizada por uma disfunção
contração.
grave do sistema imunológico do indivíduo
infectado pelo vírus da imunodeficiência
humana. Possui três estágios, a infecção aguda, 13. Explique o que é e como é causada a

infecção assintomática, infecção sintomática. Síndrome da Angústia Respiratória Aguda


(SARA)?
h) HBV;
É causada por uma lesão capilar alveolar e
Doença viral aguda com infecções
epitelial difusa. Há normalmente um rápido
assintomáticas, sintomáticas e formas graves
surgimento de uma insuficiência respiratória
fulminantes. É um vírus DNA, vírus da hepatite B,
grave.
o VHB, hepatovirus.

i) HCV; 14. Quais são as doenças que são


consideradas Doenças Pulmonares
É um vírus RNA, hepatite C, pode-se apresentar
Obstrutivas Crônicas (DPOC)? Explique
sobre a forma icterícia grave, como também
cada uma delas.
assintomática.
Aumento da resistência ao fluxo de ar, causada
j) Tuberculose;
pela obstrução completa ou incompleta =
Doença infecciosa causada por bacilo álcool- dispneia.
ácido resistente, inicialmente localiza-se nos
alvéolos pulmonares.
• Enfisema, aumento permanente dos 17. Explique cada uma das alterações do
espaços aéreos e destruição das paredes controle eletrolítico e da água que podem
dos alvéolos sem fibrose aparente. ocorrer por problemas renais.
• Bronquite crônica, comum entre fumantes • Hiponatremia, diminuição da
e moradores de cidades poluídas, concentração de sódio no soro. Mais
indução da hipertrofia das glândulas associada ao excesso de água do que a
mucosas, e espessamento das glândulas falta de sódio.
mucosas na traqueia e brônquios. • Hipernatremia, aumento da concentração
• Asma, é um distúrbio inflamatório de sódio no soro.
crônico, broncoespasmos, • Hipervolemia, insuficiência cadiaca
hiperresponsivos à uma grande variedade congestiva, gestação, síndrome nefrótica
de estímulos e hipertrofia da musculatura ou hepática.
lisa brônquica. • Hipovolemia, perda gastrintestinais,
• Bronquiectasia, dilatação permanente dos sudorese excessiva e sangramentos.
brônquios e bronquíolo, destruição do • Volemia normal, déficit de hormônio
músculo e tecido elástico de suporte. tiroidiano, síndrome de secreção
inapropriada de hormônio antidiurético.

15. O que é a pneumonia? Como é causada? • Hipocalemia, redução da concentração de

Explique. potássio no soro.


• Hipercalemia, aumento da concentração
É a inflamação do parênquima pumonar,
de potássio no soro.
preenchimento dos alvéolos e bronquíolos
• Hipocalcemia, redução da concentração
respiratórios por exsudato, comprometendo as
de cálcio no soro.
trocas gasosas.
• Hipercalcemia, aumento da concentração
de cáclio no soro.
16. O que é a azotemia? Como é causada?
• Hipofosfatemia, redução da concentração

É a elevação dos níveis de ureia e creatinina, a de fosfato no soro.

pré-renal ocasiona a hipoperfusão dos rins que • Hiperfosfatemia, aumento da

diminui a TFG na ausência de lesão do concentração de fosfato no soro.

parênquima e a pós-renal é quando o fluxo da


urina está obstruído abaixo do nível do rim, alivio 18. Como o rim faz o controle ácido básico
da obstrução é seguido pela correção da do sangue? Uma insuficiência renal pode
azotemia. levar a qual distúrbio ácido básico?
Normalmente, processos bioquímicos que mecanismo importante da lesão
ocorrem no interior das células dos túbulos glomerular, principalmente por meio das
contorcidos do néfron eliminarão íon hidrogênio
vias mediadas por leucócitos e por
e formarão bicarbonato que voltará para a
complemento.
corrente sanguínea. Sendo assim, teremos uma
• Glomerulonefrite por lesões mínimas, é
urina mais ácida e ocorrerá a alcalinização do pH
sanguíneo. A acidose metabólica pode ocorrer mais comum em crianças, causa uma

devido ao acúmulo de ácidos no organismo ou síndrome nefrótica, a patogenia não é


perda de bicarbonato pelas fezes ou urina. muito bem elucidada.

19. Explique e diferencie a insuficiência renal


21. Quais as consequências da urolitíase para
aguda (IRA) da insuficiência renal crônica
os rins?
(IRC).

Ocorre a formação de cálculo no sistema coletor


IRA é a perda súbita da função renal, volume
urinário, sendo mais comum no rim, é mais
urinário variável, agente nefrtóxicos e
comum em homens e possui tendência
isquêmicos, suas causas podem ser pré-renal,
hereditária. A obstrução aumenta a
renal, e pós-renal. A pré-renal leva a diminuição
suscetibilidade à infecção. Obstrução não
do fluxo sanguíneo e diminuição do volume
aliviada quase sempre leva a uma atrofia renal
intravascular e diminuição do débito cardíaco. A
permanente (hidronefrose ou uropatia
renal, oclusão da artéria renal. E a pós-renal,
obstrutiva).
alterações no percurso realizado pela urina após
a saída dos rins.
22. Quais as alterações histológicas causadas
IRC, é a perda da função renal progressiva, lenta na doença do refluxo gastroesofágico?
e irreversível, resultado final de todas doenças − Eosinofilia, com ou sem neutrófilos na
renais, principais causas a glomerulonefrite camada epitelial;
crônica, nefroesclerose hipertensiva, e nefropatia − Hiperplasia da zona basal;
diabética. − Alongamento das papilas da lâmina
própria;
20. Explique a glomerulonefrite difusa aguda
pós-estreptocócica e a glomerulonefrite 23. O que é o esôfago de Barret?
por lesões mínimas.
É quando ocorre a substituição da mucosa
• Glomerulonefrite difusa aguda pós-
escamosa estratificada distal normal por epitélio
estreptocócica, leva a uma complicação
colunar metaplásico contendo células
renal autoimune, é uma lesão
calciformes, adenocarcinoma de esôfago.
imumediada por anticorpos é um
− Fases avançadas: parênquima endócrino é
perdido;
24. O que é a gastrite? Quais são as principais
− Principal distinção entre a aguda e a
causas da gastrite?
crônica: comprometimento irreversível
É uma inflamação na mucosa gástrica da função pancreática, a aguda
(superficial/epitélio). Suas principais causas são: podendo retornar ao normal se a causa
excesso de tabaco, quimioterapia, consumo da inflamação for removida;
excessivo de álcool, estresse intenso. − Principal causa: abuso de álcool de longa

duração;
25. O que é a úlcera péptica? O que causa?

29. Explique e diferencie a diabetes mellitus


É uma úlcera gástrica aguda, ocorre decorrente
tipo 1 da tipo 2.
da ação direta do ácido gástrico no tecido. Pode
ser decorrente de uma infecção pelo H.pylori. A diabetes tipo 1, é que o pâncreas deixa de
produzir insulina, fazendo com que a subida de
26. O que é a Doença de Crohn? glicose no sangue seja súbita e muito exagerada,
a falta absoluta de insulina dá origem a produção
É uma inflamação crônica e uma ou mais partes
de substâncias tóxicas no organismo (corpos
do tubo digestivo.
cetônicos). Deficiência absoluta de insulina.

27. O que é a colite ulcerativa? A diabetes tipo 2, afeta a capacidade do


organismo de converter glicose em energia, o
Ela é relacionada com a doença de Crohn, possui
organismo cria a resistência à insulina, e não a
causa desconhecida, é limitada ao cólon e reto,
produz, tendo como resultado a subida anormal
as ulceras mucosas raramente se estendem
da glicemia.
abaixo da submucosa e há supreendentemente
pouca fibrose.
30. Explique e diferencie o hipertireoidismo
do hipotireoidismo.
28. Explique e diferencie a pancreatite aguda
da crônica Hipertireoidismo, resultante de concentração
elevada dos hormônios tireoidianos, com
Pancreatite crônica:
metabolismo basal elevados. Causada pela
− Inflamação e fibrose de longa duração do doença de Grave. (Tireoide aumentada).
pâncreas, destruição do pâncreas
Hipotiroidismo, resultante da secreção
exócrino;
insuficiente de hormônios tiroidianos. Causada
pela doença de Hashimoto. (Tireoide diminuída).
31. O que é a síndrome de cushing? Como adolescência quando as epífises e diáfises ainda
ela é causada? Quais seus sintomas? não se juntaram o indivíduo cresce em altura.

É a elevação dos níveis de cortisol, ela é b) Acromegalia;


provocada pela administração de
Hiperprodução do hormônio do crescimento
glicocorticoides exógenos, ou pela doença
(GH), acromegalia é o nome designado para
hipotalâmico-hipofisária, hiperplasia ou
adultos, pois essa produção exagerada de GH
neoplasia adrenocortical primária. Seus sintomas
ocorre após a adolescência, quando as epífises já
incluem: ganho de peso, equimose, pele fina,
se fecharam. O indivíduo não pode mais crescer
fraqueza muscular, excesso de pelos, face em
em altura, mas em tecidos moles.
lua-cheia.
c) Nanismo;

32. O que é a diabetes insípidus? Explique.


Resultado da deficiência generalizada da

É uma síndrome que é caracterizada pela secreção adeno-hipofisária (pan-

incapacidade de concentração do filtrado hipopituitarismo) durante a infância. O anão com

urinário, com urina hipotônica e aumento do pan-hipopituitarismo não passa pela fase da

volume urinário. Pode ser central ou nefrogênico. puberdade e nunca secreta quantidades
suficientes de hormônio gonadrotópicos para o
− Diabetes insipidus central, deficiência de
desenvolvimento de funções sexuais adultas.
vasopressina, sede excessiva e produção
de urina excessiva.
34. O que é crondodisplasia?
− Diabetes inipidus nefrogênica, a
vasopressina é liberada em quantidades É uma condução em que braços e pernas não se

adequadas, mas as anormalidades renais desenvolvem corretamente e ficam mais curtos

fazem com que não respondam à que o normal.

vasopressina.
35. O que é paralisia cerebral?

33. Explique e diferencie cada uma das


É uma doença neural que ocorre devido ao
alterações do hipotálamo e hipófise:
desenvolvimento anormal do cérebro, muito
a) Gigantismo;
antes do nascimento. Os sintomas incluem

Hiperprodução do hormônio do crescimento reflexos exagerados, membros flexíveis ou

(GH), gigantismo é a denominação dada para rígidos e movimentos involuntários, ocorrem na

crianças. Pode ser causada por tumores primeira infância.

acidófilos na adenohipófise. Se ocorrer antes da


36. O que é parestesia? 39. Explique a esclerose múltipla

São sensações subcutâneas subjetivas (frio, Distúrbio desmielinizante autoimune


calor, formigamento, agulhadas, caracterizado por episódios de deficiências
adormecimento, pressão), vivenciadas neurológicas, separados no tempo, atribuives a
espontaneamente na ausência de lesões na substância branca.
estimulação. Pode ser por um nervo sensorial
afetado contato ou rompimento das 40. O que é a doença de Alzheimer? Como
terminações nervosas. ela é causada? Quais os achados

histológicos?
37. Explique o que é a epilepsia e quais suas
É o acúmulo do peptídeo beta amiloide (A), no
causas. Diferencie também os dois tipos
cérebro inicia uma cadeia de eventos que resulta
de crises epilépticas que podem ocorrer.
nas alterações morfológicas da doença de
É uma alteração temporária reversível do Alzheimer.
funcionamento do cérebro que não tenha sido
causada por febre, drogas ou distúrbios 41. O que é a doença de Parkinson? Como
metabólicos. ela é causada? Quais os achados
histológicos?
− Crise convulsiva = ataque epilético,
pessoa pode cair no chão e apresentar É uma doença do SNC, crônica e progressiva,
contrações musculares em todo o corpo, caracterizada por tremor, rigidez, bradicinesia, e
mordedura de língua, salivação intensa, instabilidade, a progressão é lenta, mas nas fases
respiração ofegante, e as vezes até urinar. avançadas pode ocorres comprometimento
− Crise do tipo “ausência” = desligamentos, intelectual. Perda dos neurônios que produzem
pessoa fica com o olhar fixo, perde o neurotransmissor dopamina na substância
contato com o meio por alguns negra, se tem alargamento dos sulcos cerebrais,
segundos, por ser de curtíssima duração e aumento ventricular compensatório.
as vezes não é percebida.

42. O que é a doença de Huntington? Como


38. O que é a esquizofrenia? ela é causada? Quais os achados

histológicos?
É uma psicose crônica idiopática, perturbação
mental caracterizada por comportamento É um distúrbio progressivo do movimento e
social fora do normal e incapacidade de demência com degeneração do estriado. A DH é
distinguir o que é ou não real. causada por uma mutação no gene que codifica
uma proteína chamada huntingtina (Htt). Esta
mutação produz uma forma alterada da proteína
Htt, que causa a morte das células nervosas
(neurônios) em determinadas regiões do cérebro.
A região do núcleo da base do cérebro é afetada.