Você está na página 1de 17

A energética dos alimentos

Ruth Duarte
Terapeuta Reikiana
A força espiritual, emocional e nutricional do
que comemos
• A energética dos alimentos trata do verdadeiro conhecimento
transmitido pelo alimento quando consumidos.
• Como recuperar a conexão com os alimentos e curar nossos
desequilíbrios físicos e psíquicos através da sabedoria da energética
dos alimentos.
• Como cada alimento nos afeta no nível espiritual mais profundo.
• Como o alimento pode alimentar o corpo e a alma.
• O estudo da energética dos alimentos na realidade é um exercício de
intuição e instinto natural.
Conexão com os alimentos
• Nos primórdios da humanidade o homem tinha uma
perspectiva unificada da vida, sentia-se como parte
integrante da natureza.
• Com o passar do tempo e com o advento da era industrial e
da informação, perdeu-se essa interação regular com a
natureza.
• Nos últimos tempos a medida que os alimentos tornaram-
se mais refinados e industrializados, as pessoas se
afastaram cada vez mais das fontes de seu alimento, o que
levou o conhecimento alimentício desaparecer.
Como fazer a escolha certa?
• Escolher os alimentos de acordo com sua energética
• Escolher o alimento de acordo com as suas
características especificas que nutrem as
mesmas características existentes em você, ou as quais você deseja
adquirir.
• A escolher os alimentos por meio do conhecimento, de como estes
podem afetar sua saúde física, espiritual e emocional.
Escolhendo com os sentidos
• A aparência, o sabor, o cheiro e a textura dos alimentos, o fato de
serem quentes ou frios, crocantes ou macios.
• Todas essas características físicas dos alimentos exercem uma
importante influência tanto sobre o que você sente em relação a
eles quanto a forma com que o afetam.
• Cada um de nós possui preferencias distintas por alimentos de
determinados sabores, texturas, cores e temperaturas.
Escolhendo as cores de um alimento
• As cores exercem influência sutil, mas ainda assim profunda sobre
nós. A luz cria cores que contribuem imensamente para nosso estado
de espirito.
• Cores quentes: vermelho, laranja e amarelo.
• Cores frias: azul, verde e roxo.
Escolhendo por sua personalidade
• Alimentos com personalidade dominante podem ter sabor forte,
efeito energético, cor mais pronunciada e mais limitações no
seu método de preparo e aos alimentos que podem acompanha-lo.
• Alimentos submissos geralmente possuem um sabor e uma cor
mais suave, são mais macios, mais adaptáveis e uma variedade de
modos de preparo, bem como podem ser combinados com uma
variedade maior de alimentos.
Exemplos de alimentos
• Dominantes: carnes de caça, peixe de carne avermelhada, alho,
especiarias, chocolate , bagas e frutas cítricas. Dieta dominante pode
estimular traços de personalidade com falso moralismo a até mesmo
a arrogância e isolamento.
• Submissos: tofu, repolho, aveia, arroz, peixe de carne branca, ovos.
Uma dieta a base de alimentos submissos pode criar estados de
fraqueza física, palidez, e dependência emocional.
• Os alimentos podem de afetar nossa mente , e a forma como
percebemos o mundo e a nós mesmos.
Padrões de crescimento do alimento
Podem influenciar nosso comportamento e emoções.

• Para cima e para fora

• Para cima e para dentro

• Para baixo e para fora

• Para baixo e para dentro


Exemplos de alimentos

Crescimento e desenvolvimento:

• Para cima e para dentro: couve, cebolinha verde, dente de leão.


Energia para clarear e iluminar a mente.
• Para cima e para fora: folhosos, couve-manteiga, alface crespa. Ajudam a
liberar energia acumulada na parte superior do corpo.
• Para baixo e para fora: nabo, rabanete, gengibre, batatas. Energia
relaxante e libertadora.
• Para baixo e para dentro: cenoura, aipim. Ajudam a concentrar a energia
na parte inferior do corpo, dão uma sensação de presença e prudência.
Ritmo de cada alimento

Relacionados à digestão e absorção:

• Ritmo rápido e regular: frutas e vegetais


• Ritmo rápido e irregular: café, frango
• Ritmo lento e regular: queijo, cereais
• Ritmo lento e irregular: álcool

Que tipo de ritmo você quer ter ?


Temperamento dos alimentos
O caráter de um alimento é expressado em termos de temperatura que podem
ser: quente, morna, fria e gelada e umidade : úmido e seco.
• Quente e úmido: carne bovina, pato
• Gelado e úmido: banana, mamão
• Morno e úmido: manteiga
• Frio e úmido: nata, queijo
• Quente e seco: porco, carne de veado
• Frio e seco: amora, brócolis
• Morno e seco : frango , cereais
• Gelado e seco: limão, nori (alga para sushi)
A natureza dos cinco sabores
As cincos energias MTC
• Azedo: limão, maça, picles. Efeito adstringente, o sabor azedo penetra o fígado,
que está associado a vesícula biliar.
• Doce: cenoura ,cereais, mel . Efeito tranquilizante, o sabor doce penetra o baço e
o pâncreas, que estão associados ao estomago.
• Picante ou condimentado: cebola, alho, gengibre especiarias. Efeito estimulante,
penetra os pulmões , que estão associados ao intestino grosso.
• Salgado: peixes, algas. Efeito armazenar, penetra os rins, que estão associados a
bexiga.
• Amargo :folhosos, ervas, café , chás. Efeito purgante, penetra o coração
que está associado ao intestino delgado os cinco sabores estão presentes na sua
refeição principal?
• Seja o almoço ou jantar, tente ter todos esses sabores presentes.
Conclusão
• O estudo da energética dos alimentos na realidade é um exercício de
intuição e instinto natural.
• É um estudo de alto conhecimento , pois suas próprias características são
o que você tende naturalmente a buscar nos alimentos que escolhe.
• Você precisa ser capaz de reconhecer o que é , ou o que gostaria de ser , a
fim de identificar conscientemente os alimentos que alimentarão isso.
• Pratique novas escolhas e refine as antigas; conheça os alimentos e
escolha com cuidado.
Referência bibliográfica
Gratidão aos alimentos!