Você está na página 1de 37

Psicologia de Desenvolvimento da

Criança e do Adolescente
Tema:
Aspectos introdutórios sobre a Psicologia do
Desenvolvimento

III Semestre
Psicologia Clinica

Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 1


Tópicos
• Conceito
• 1.2.Objecto de estudo da psicologia do desenvolvimento
• 1.3. Conceitos básicos
• 1.4. Os principais objectivos dos estudos nesta área
• 1.5. O desenvolvimento é Contínuo ou Descontínuo?
• 1.6. A criança é Passiva ou Activa no desenvolvimento?
• 1.7. Influências da Hereditariedade e do Meio no
desenvolvimento
• 1.8. Perspectivas históricas sobre a desenvolvimento


Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 2
Objectivos da Unidade Temática

No fim do capítulo o estudante deve ser capaz de:


• Conhecer o objecto de estudo da Psicologia de
Desenvolvimento;
• Distinguir os conceitos básicos da disciplina.
• Compreender quais são as influências da
hereditariedade e do meio no desenvolvimento.
• Analisar a perspectiva histórica da Psicologia de
Desenvolvimento;
Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia
3
Sabonete
Conceito de Psicologia de Desenvolvimento

• É um ramo da Psicologia que se dedica ao estudo do


desenvolvimento humano, procura compreender o
processo de crescimento físico e mental dos seres
humanos desde o período pré-natal passando pela
adolescência, fase adulta até a velhice.

Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 4


Objecto de estudo da Psicologia de Desenvolvimento
• Pesquisadores do desenvolvimento humano concordam
que o objecto de estudo do psicólogo do desenvolvimento
é o estudo das mudanças que ocorrem na vida dos
indivíduos. Papalia e Olds (2000), por exemplo, definem
desenvolvimento como “o estudo científico de como as
pessoas mudam ou como elas ficam iguais, desde a
concepção até a morte” (Papalia & Olds, 2000, p.25).
Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 5
Conceitos

Desenvolvimento
• É a sequência das modificações relacionadas a idade
que ocorrem numa pessoa, desde a concepção até a
morte. Sendo processo ordenado e cumulativo que
envolve mudanças biológicas assim como
comportamentais.( Weiten. 2002,p.310. )

Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia


6
Sabonete
• Segundo Bronfenbrenner ; o desenvolvimento humano
é “o conjunto de processos através dos quais as
particularidades da pessoa e do ambiente interagem
para produzir constância e mudança nas características
da pessoa no curso de sua vida" (Bronfenbrenner,
1989, p.191).
Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 7
O desenvolvimento pode ser

Desenvolvimento Físico
Cognitivo
Psicossocial

Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia


8
Sabonete
Desenvolvimento físico

• Verifica-se no crescimento do corpo, do cérebro,


incluindo padrões de mudanças nas capacidades
sensórias, habilidades motoras e saúde

Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia


9
Sabonete
Desenvolvimento Cognitivo

• Relaciona-se com mudanças de capacidades mentais,


tais como; atenção, memória, aprendizagem,
linguagem, pensamento, raciocínio e criatividade.

Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 10


Desenvolvimento Psicossocial
• Resulta das mudanças de estabilidade nas emoções,
na personalidade e nos relacionamento sociais.

Resumindo
O desenvolvimento de todas esses como partes isoladas
fazem um conjunto tornando dessa feita o
desenvolvimento unificado.
Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 11
Maturação

•É o desenvolvimento que se reflecte o


desdobramento gradual do esquema genético de
uma pessoa. É um processo de actualização de
determinada função biológica ou psicológica, e
esta depende da interacção do indivíduo com o
meio exterior.

Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 12


Relação com outras ciências

• O desenvolvimento humano envolve o estudo de


variáveis afectivas, cognitivas, sociais e biológicas em
todo ciclo da vida. Desta forma faz interface com
diversas áreas do conhecimento como: a biologia,
antropologia, sociologia, educação, medicina entre
outras.
Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 13
• Antes o estudo do desenvolvimento humano
focava-se na criança e no adolescente, ainda
hoje muitos dos manuais de psicologia do
desenvolvimento abordam apenas esta etapa da
vida dos indivíduos (Bee, 1984; Cole & Cole,
2004).

Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 14


• Ao ampliar o escopo de estudo do
desenvolvimento humano, para além da
infância e adolescência, a psicologia do
desenvolvimento acaba por fazer interface
também com outras áreas da psicologia. Só
para citar algumas áreas temos: a psicologia
social, personalidade, educacional, cognitiva.

Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 15


O desenvolvimento é Contínuo ou Descontínuo?

• O desenvolvimento pode ser contínuo e descontínuo,


dependendo de como o observamos;

•Ele pode ser contínuo se estivermos olhando o


desenvolvimento social e afectivo, pois estes dependem
diretamente do meio, e estamos continuamente sob a
influência deste;

Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 16


•pode ser descontínuo se estivermos olhando o desenvolvimento
físico e cognitivo, pois estes se dão em períodos ou estágios
característicos, destacando a importância da hereditariedade e
da maturação.

Existem uma diferença entre fase etária e estágios de


desenvolvimento

• Fase etária- é um período de evolução humana, mais ou


menos longo, segundo diferentes autores, que se estabelece
tomando como critério a idade.
Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 17
• Estágio- embora possa coincidir com uma determinada fase
etária não é necessariamente estabelecido tendo em conta a
idade.
• Parece que todas pessoas passam pelos mesmos estágios e
pela mesma ordem para atingi-los e sair deles em tempos
diferentes.
• Assim a fase etária não leva em consideração o estado de
avanço ou atraso de uma criança pode acontecer que duas
crianças na mesma fase etária se encontre em diferentes
estágios de desenvolvimento.
Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 18
A criança é Passiva ou Activa no desenvolvimento?
• A criança é um ser dinâmico, que tem a possibilidade de moldar
seu desenvolvimento graças as numerosas competências que
lhe permitem orientar, reorientar e conduzir as suas interacções
com o meio ambiente.

• Ela constrói-se também como um ser-sujeito, a semelhança de


toda pessoa que escolhe e decide, no quadro permanente das
interacções com a sua mãe e com os outros parceiros ( Humbert,
1996.p.9)
Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 19
• A criança como ser, objecto numa pesquisa feita a crianças
de todas as idades revelaram ser pessoas que organizam
a sua recolha de informações, que agem, que comunicam,
que aprendem, que pensam, que criam segundo a sua
iniciativa e seus ritmos, no quadro de projectos e
estratégias que lhes são próprios.

• Cada criança é um sujeito a partir do nascimento ou dos


primeiros dias.
Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 20
• Ela é capaz de aprender as informações acerca das
consequências vinculadas pela voz, face, gestos, e
posturas, odores corporais, sabores, toques, e modos de
transporte.O bebe recebe múltiplos estímulos da sua Mãe.
Cada criança pode então ser agente do seu
desenvolvimento, qualquer que seja o peso das suas
particularidades genéticas, nomeadamente, se tem falhas
ou défices ao nível dos sistemas sensoriais ou perceptivos
(crianças cegas ou surdas)
Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 21
• ou de sistemas (crianças hipotónicas ou distónicas,
crianças apresentando diversas anomalias cerebrais)
ou então mapa genético ( crianças com trissomia).

• Mas para além de actuar e ser agente do seu


desenvolvimento é importante que tenha a sua volta
pessoas que estejam atentas, interactivas e flexível,
que o considere como tal.
Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 22
Influências da Hereditariedade e do Meio no
desenvolvimento
• Na história do desenvolvimento pessoal considera-se aspectos
biopsicológicos, inatos e os ambientais, que são as condições
do ambiente, da cultura, sociais na qual o indivíduo se
desenvolve, a interação do meio e hereditariedade que
possibilita a criação de condições para o desenvolvimento de
comportamento a partir do qual se pode prever situações
futuras.
Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 23
• Saber em que grau um indivíduo é determinado no seu
desenvolvimento e formação da personalidade pelo que
nele é congénito, ou hereditário, e em que grau o é
pelas influências do meio, é problema que interessou
desde sempre o pensamento e a acção humana.

Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 24


Hereditariedade

• O património genético define-se na sua singularidade


fisiológica e morfológica, na determinação do
temperamento estão as variações individuais do
organismo, constituição física e o funcionamento dos
sistemas nervoso e endócrino, que são em grande
parte hereditários.
Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia
25
Sabonete
O meio social e cultural

• A interacção com o meio torna o indivíduo o produto


desta interação onde por um lado o próprio indivíduo
como organismo em desenvolvimento com
determinadas carências psicológicas e biológicas, e por
outro , o meio que o alimenta, influencia orienta, onde
existe a satisfação ou não dessa necessidade.
Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 26
• O padrão de conduta que o indivíduo vai apresentar na sua
vida adulta começa desde o seu nascimento. Novas
experiências sucedem e vão interagindo com vivências
anteriores dando novos rumos ao desenvolvimento da
pessoa.

• Quanto mais rica for a experiência de vida, maior será o


repertório cultural e comportamental que o ajudará a lidar e
dar resposta a diferentes situações da vida.

Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 27


Perspectivas históricas sobre a
desenvolvimento
• Psicólogos do desenvolvimento enfrentam novos
desafios no século XXI. As novas concepções
colocam em questão o desenvolvimento harmônico
do indivíduo, que integra não apenas um aspecto,
mas todas as dimensões do desenvolvimento
humano sejam elas: biológicas, cognitivas, afetivas
ou sociais. Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 28
• No caso da psicologia do desenvolvimento, em
particular, é preciso que se entenda como as questões
pertinentes ao desenvolvimento humano foram tratadas
no passado, como elas evoluíram para que possamos
tomar decisões a respeito de perspectivas futuras.

• O interesse pelos anos iniciais de vida dos indivíduos


tem origem na história do estudo científico do
desenvolvimento humano, que se inicia com a
Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia
29
Sabonete
• preocupação com os cuidados e com a educação das
crianças, e com o próprio conceito de infância como um
período particular do desenvolvimento (Cairns, 1983; Cole &
Cole, 2004; Mahoney, 1998)

• No entanto, este enfoque vem mudando nas últimas décadas,


e hoje há um consenso de que a psicologia do
desenvolvimento humano deve focar o desenvolvimento dos
indivíduos ao longo de todo o ciclo vital.
Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia
30
Sabonete
• Os principais interesses de estudo no inicio foi o
desenvolvimento intelectual, maturação e crescimento.
Começa-se a criticar os métodos existentes de
pesquisa na área do desenvolvimento humano. Sendo
que a maioria das pesquisas ainda usa métodos
descritivos e normativos.

Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia


31
Sabonete
• Há um aumento do interesse por estudos longitudinais e
começa-se discutir a importância do uso deste tipo de
metodologia para o estudo do desenvolvimento. Na prática
o interesse por esse tipo de delineamento não se
concretiza. A Revolução Cognitiva atinge a psicologia do
desenvolvimento.

• Vários aspectos da cognição são investigados dentro da


Abordagem do processamento de informação.
Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia
32
Sabonete
• Há um crescente interesse pela psicobiologia e pelas
bases biológicas do comportamento.

Com base na metodologia de pesquisa busca-se o


estabelecimento das causas do desenvolvimento.

Há um aumento da utilização do método experimental e


do uso de técnicas correlacionais associadas a estudos
longitudinais.
Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia
33
Sabonete
• Novos paradigmas na psicologia do desenvolvimento
emergem. O caráter interdisciplinar da disciplina, a
importância de se discutir e incorporar nas pesquisas os
diversos contextos em que os indivíduos se
desenvolvem, inclusive a dimensão histórica do
desenvolvimento começa a ser discutida (Dessen &
Costa Jr, 2006; Seidl de Moura & Moncorvo, 2006).

Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia


34
Sabonete
• Cada vez mais o desenvolvimento é estudado ao longo do
ciclo vital, ao invés da tradicional ênfase na infância e
adolescência. Propõe-se que as mudanças de perspectivas
de estudo no desenvolvimento humano constituem uma
Ciência do Desenvolvimento Humano, uma disciplina
independente que engloba conhecimentos não só da
psicologia, mas de outras áreas afins.

Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia


35
Sabonete
• Os objectos de pesquisa anteriores permanecem, mas
observa-se um maior interesse por estudos no curso da
vida e por abordagens contextuais e sistêmicas como a
teoria ecológica de Bronfrebrenner. Quanto aos
métodos de pesquisa propõem-se novos paradigmas
metodológicos, estudos sistêmicos, longitudinais,
transculturais, transgeracionais e multimetodológicos.
Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia
36
Sabonete
Referências Bibliográficas
• Biaggio, A., & Monteiro, J. (1998). A psicologia do desenvolvimento no Brasil e no mundo. In M.
L. Seidl de Moura, J. Correa & A. Spinillo (Orgs). Pesquisas Brasileiras em psicologia do
Desenvolvimento (pp. 15-31). Rio de Janeiro: Eduerj.
• Cole, M., & Cole, S. (2004). O Desenvolvimento da criança e do adolescente. (M. Lopes, Trad.).
Porto Alegre: Artmed (trabalho original publicado em 2001).
• Dessen, M. A., & Costa Júnior, A. L. (2006). A ciência do desenvolvimento humano: desafios
para pesquisa e para os programas de pós-graduação. In D. Colinvaux, L. B. Leite & D. Dell’Aglio
(Orgs.), Psicologia do Desenvolvimento: reflexões e práticas atuais (pp. 133-158). São Paulo:
Casa do Psicólogo.
• Papalia, D. & Olds, S. (2000). Desenvolvimento Humano. (D. Bueno, trad.) Porto Alegre: Artmed
• Seidl de Moura, M. & Moncorvo, M. (2006). A Psicologia do Desenvolvimento no Brasil:
tendências e perspectivas. Em D. Colinvaux, L. Leite & D. DellÁglio (Orgs.). Psicologia do
Desenvolvimento: reflexões e práticas atuais (pp.115-132). São Paulo: Casa do Psicólogo.
• WEITEN, Wayne. Introdução a Psicologia. Temas e Variações. 4ª Edição, Thomson Pioneira, São
Paulo 2002.

Psicologia de Desenvolvimento I, elaborado por Crisalia Sabonete 37