Você está na página 1de 4

1

Universidade Estadual de Feira de Santana


Física Teórica III
Orientação: Antônio Vieira de Andrade Neto

Daniel Lima Miranda Gomes


Eduardo da Conceição Cunha de Sena

Resenha Critica Do Artigo:


Dificuldades dos alunos na aprendizagem da lei de Gauss em nível de física
geral a luz da teoria dos modelos de Johoson-Laird.

Autores do Artigo:
Marco Antônio Moreira
Isabel Krey
2

Resumo do Artigo:
O artigo em questão tem como objetivo elucidar uma recorrente dificuldade na
compreensão da lei de Gauss. E através disso desenvolver métodos de contornar esses
obstáculos facilitando a aprendizagem dessa importante lei física para os alunos.
Inicialmente apresenta-se a lei de Gauss como sendo uma nova formulação da lei de
Coulomb usada quando o problema proposto apresenta simetria com o intuído de simplificar
os cálculos. Ela se utiliza de hipotéticas superfícies fechadas denominadas superfícies
gaussiana (cilíndrica, esférica, planar entre outras figuras simétricas) que representam a
simetria do problema proposto e assim relaciona os campos na superfície da figura com as
cargas liquidas no seu interior por meio da integral:
Qliq
∮ E da= ε0
Onde ∮ E da é a integral superficial do campo elétrico vezes a derivada da área
superficial da figura. Igualada a carga liquida interna a superfície sobre a constante ε 0.
Foi proposta a turma e resolução de algumas questões sobre a lei de Gauss e através
das respostas dadas pelos alunos foi possível pontuar as suas principais dificuldades de
desempenho.
As dificuldades pontuadas foram com relação à interpretação do significado físico lei,
dificuldades conceituais e dificuldades operacionais na utilização da lei, tais pontos são
observados no artigo onde percebemos que os alunos se concentraram em aspectos formais e
operacionais, evidenciando a falta de total compreensão do assunto, e revelando uma
aprendizagem mecânica da lei. Muitos deles descreviam a lei de Gauss essencialmente como
um método de cálculo do campo elétrico, outros apontavam que o campo presente na
expressão da lei de Gauss é devido somente às cargas internas da superfície gaussiana.
Além das questões utilizadas para avaliar os principais empecilhos dos alunos, os
mesmo foram questionados sobre eventuais dificuldades na compreensão das questões. O que
alguns alunos responderam foi que tinham dificuldades para escolher a localização da
superfície gaussiana, e em traduzir a carga líquida em uma expressão matemática.

Analise Critica:
Esse artigo aborda um assunto muito importante, a dificuldade na compreensão da lei
de Gauss apesar de ser muito específico em um determinado assunto e matéria podem nos
ajudar a compreender as dificuldades de alunos no ensino superior em certas disciplinas.
3

O artigo analisado utiliza-se de três questões e as principais dificuldades que os alunos


tiveram em resolvê-las, tudo isso foi feito com intuito de avaliar e analisar os principais
empecilhos dos alunos referente a lei de Gauss, no entanto, esse artigo acaba desprezando
algumas pontos importantes. Ele só avalia o conhecimento adquirido pelos os alunos, mas não
avalia como foi transmitido, apenas relata na conclusão que as aulas de forma geral se
baseiam em livros, e que os livros por sua vez deixam a desejar no quesito praticidade no
entendimento para que o aluno possa formar modelos metais e facilitar a aprendizagem, em
nenhum momento à didática do professor e colocada em avaliação.
As duas horas de aulas eram dividas em aproximadamente 30 minutos de explicação
do assunto e o restante do tempo era destinado a resolução de problemas em pequenos grupos,
basicamente eles ficaram 75% do tempo na prática e não no desenvolvimento mais amplo do
assunto, como consequência os alunos mecanizaram o assunto, porém o autor não levou isso
em conta umas vez que ele é o professor mostrando que o artigo pode ter tendido a ser
tendencioso.
Tanto outras turmas como outros professores poderiam fazer parte dessa pesquisa,
alguns dados de fácil acesso como no UNES, aplicativo utilizado na Universidade Estadual de
Feira de Santana (UEFS) mostra um variável índice de aprovação em mesmas matérias mas
com professores diferente, o que leva muitos alunos "fugirem" de certos professores que tem
maior índice de reprovação.
Apesar disso, artigos como esse são de grande importância, pois trazem informações
valiosas e de grande ajuda para a melhora do meio educacional e mostra que alguns
professores tentam sempre renovar seus métodos de ensino.

Conclusão:
O artigo analisado este direcionado tanto para alunos quanto para professores, devido
a sua busca em identificar e problematizar os principais aspectos prejudiciais a compressão da
lei de Gauss. Isso pode tanto elucidar possíveis duvidas que os alunos possam vir a ter sobre o
assunto quanto incentivar os professores a procurar métodos alternativos de transmitir o
conhecimento de maneira mais efetiva.
Na turma avaliada em questão seria mais proveitoso um emprego maior de tempo de
aula para a teoria do assunto evitando uma mecanização da resolução das questões. Também
seria muito útil a disponibilização de listas de exercícios possuindo questões praticas com
gabarito e questões teóricas para serem discutidas em sala visando estimular o raciocínio.
4

Questão 1
Uma maneira de interpretar a lei de Gauss seria imaginar inúmeras partículas de
tamanho infinitesimal cada uma possuindo uma carga elétrica infinitesimal que juntas formam
uma figura tridimensional simétrica fechada. Cada partícula geraria um campo elétrico
infinitesimal e somando todos os campos das partículas teríamos o campo elétrico da
superfície.
A lei de Gauss Relaciona o campo elétrico na superfície gaussiana e a carga resultante
do interior da figura e pode ser utilizada, por exemplo, para medir a carga liquida interna a
figura e o fluxo de campo elétrico através da superfície.

Você também pode gostar