Você está na página 1de 53

SUMÁRIO

1. PERSONALIZANDO O EXCEL ............................................................................4


Faixa de Opções ...................................................................................................4
Mostrar a Guia Desenvolvedor .................................................................................4
Minimizar a Faixa de Opções ...................................................................................5
Mostrar ou Ocultar a Barra de Mensagens ...............................................................6
Barra de Ferramentas de Acesso Rápido .................................................................6
Mover a Barra de Ferramentas de Acesso Rápido ...................................................7
Personalizando a Barra de Status ............................................................................7
2. FUNÇÕES ............................................................................................................7
Relembrando Lógica ................................................................................................7
Relembrando Operadores no Excel ..........................................................................8
Relembrando Operadores Relacionais .....................................................................8
Função Cont.Núm ....................................................................................................9
Função Cont.valores.................................................................................................9
Função Contar.Vazio ..............................................................................................10
Função Hoje ...........................................................................................................10
Função Agora .........................................................................................................10
Função Hora ...........................................................................................................11
Função Minuto ........................................................................................................11
Função Segundo ....................................................................................................11
Função Tempo .......................................................................................................11
Função Dia .............................................................................................................12
Função Mês ............................................................................................................12
Função Ano ............................................................................................................12
Função data ...........................................................................................................13
Função Esquerda ...................................................................................................13
Função Direita ........................................................................................................14
Função Ext.Texto ...................................................................................................14
Função Concatenar ................................................................................................14
Função Texto .........................................................................................................15
Função Maiúscula ..................................................................................................15
Função Minúscula ..................................................................................................15
Função Pri.Maiúscula .............................................................................................15
Validação................................................................................................................16
Função SE..............................................................................................................17
Função E ................................................................................................................18
Função OU .............................................................................................................19
Função Somase .....................................................................................................19
Função Cont.se ......................................................................................................20
Função ProcV (Procura Vertical) ............................................................................20
Função ProcV (Procura Vertical) ............................................................................21
Função ProcH (Procura Horizontal) ........................................................................21
Função Éerros ........................................................................................................22
3. GERENCIANDO INFORMAÇÕES ......................................................................22
Tabela Dinâmica.....................................................................................................23
Criando tabela dinâmica .........................................................................................23
Criando um Gráfico Dinâmico .................................................................................25
Filtro Avançado.......................................................................................................27
Aplicando filtro avançado ........................................................................................27
Subtotais ................................................................................................................28
Inserir Subtotais......................................................................................................28
Excluir Subtotais .....................................................................................................30
Imprimindo Relatórios de Tabelas Dinâmicas .........................................................30
4. MACROS ............................................................................................................32
Trabalhando com Macros .......................................................................................33
Gravar Macros ........................................................................................................33
Escrever Macros .....................................................................................................34
Executar Macros .....................................................................................................35
Executar Macros pelo Editor do Visual Basic ..........................................................36
Executar Macros por um botão ...............................................................................36
Executar Macro Automaticamente ..........................................................................37
5. Funções do Excel (por categoria) ....................................................................39
Funções de banco de dados ..................................................................................39
Funções de data e hora ..........................................................................................39
Funções financeiras ...............................................................................................40
Funções de informação ..........................................................................................43
Funções lógicas .....................................................................................................44
Funções de pesquisa e referência ..........................................................................44
Funções matemáticas e trigonométricas.................................................................45
Funções estatísticas ...............................................................................................47
Funções de texto ....................................................................................................52
6. REFERÊNCIAS ..................................................................................................53
1. PERSONALIZANDO O EXCEL
O Microsoft Excel 2013 tem um aspecto diferente das versões anteriores, abaixo segue a
apresentação da sua tela inicial demonstrando novas funcionalidades.

No entanto, alguns componentes do Excel podem ser personalizados de acordo com a


necessidade do trabalho que será desenvolvido.

Faixa de Opções

A Faixa de opções foi projetada para facilitar a localização dos comandos necessários para
concluir uma determinada tarefa.
Os comandos no Excel 2013 são organizados em grupos lógicos reunidos em guias. Cada
guia está relacionada a um tipo de atividade, sendo assim, não é possível adicionar,
reorganizar, alterar ou remover os comandos na Faixa de Opções sem usar XML e código de
programações.

Mostrar a Guia Desenvolvedor

Por padrão a guia Desenvolvedor não é exibida na Faixa de Opções, mas ele deve ser
habilitada quando for necessário escrever macros, executar macros gravadas anteriormente
ou criar aplicativos para usar com programas do Microsoft Office.
Acompanhe a seguir como exibir a guia Desenvolvedor.
1. Clique na guia Arquivo e, em seguida, em Opções;
2. Na janela Opções do Excel clique na opção Personalizar Faixa de Opções
localizado no painel esquerdo da janela;
3. Em Guias principais, localizado ao lado direito da janela, marque a caixa de
seleção Mostrar guia Desenvolvedor na Faixa de Opções e clique em OK.
A guia Desenvolvedor será exibida na faixa de opções.

Minimizar a Faixa de Opções

Como vimos não é possível excluir ou substituir a Faixa de Opções pelas barras de
ferramentas e menus das versões anteriores do Microsoft Office. No entanto, é possível
minimizar a Faixa de Opções para disponibilizar mais espaço na sua tela.
A seguir como minimizar a Faixa de Opções:
1. Clique em Opções de Exibição da Faixa de Opções ;
2. Na lista exibida clique em Ocultar Faixa de Opções Automaticamente;
3. A Faixa de Opções estará oculta.
Mesmo oculta é possível utilizar seus comandos. Para isso clique na barra na parte superior
uma vez com o botão esquerdo para utilizar uma das ferramentas que será exibida
normalmente. Após executada essa ação, a Faixa de Opção retornará para a condição oculta.
Para restaurar a Faixa de Opções siga os passos:
1. Clique em Opções de Exibição da Faixa de Opções ;
2. Na lista exibida marque Mostrar Guias e Comandos;
3. A Faixa de Opções será restaurada.
Dentro da lista que é exibida existe a opção Mostrar Guias, para alterar para esta opção
siga os procedimentos feitos anteriormente escolhendo respectivamente Mostrar Guias.

Mostrar ou Ocultar a Barra de Mensagens

A Barra de Mensagens é um local na janela do Excel que exibe alertas de segurança,


tarefas de fluxo de trabalho, informações sobre documentos do servidor e mensagens de
diretiva.
A caixa de seleção Barra de Mensagens só estará disponível se houver itens da Barra de
Mensagens.
Para habilitar, basta clicar no botão Habilitar Conteúdo conforme imagem abaixo.

Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

A Barra de Ferramentas de Acesso Rápido é exibida acima da Faixa de Opções e


contém um conjunto de comandos independentes da guia exibida no momento.

Essa barra é personalizável, podendo receber novos botões de comandos e ser posicionada
acima ou abaixo da Faixa de Opções.
Personalizar a Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Além das ferramentas padrão é possível personalizar a Barra de Ferramentas de Acesso


Rápido incluindo outros comandos que são utilizados com mais frequência.

Veja a seguir como personalizar a Barra de Ferramentas de Acesso Rápido:

 Clique em Personalizar Barra de Ferramentas de Acesso Rápido e, em seguida, em


Mais comandos;
 Na janela aberta clique em Barra de Ferramentas de Acesso Rápido;

 Na lista da esquerda selecione os comandos que deseja adicionar e clique em Adicionar;

 Para mover um comando, selecione-o na lista à direita e, em seguida, clique em


Remover;

 Clique em OK para finalizar.


A Barra de Ferramentas de Acesso Rápido ficará com a seguinte aparência:

O Excel 2013 também permite adicionar um comando à Barra de Ferramentas de Acesso


Rápido diretamente dos comandos exibidos na Faixa de Opções. Acompanhe os passos a
seguir:
1. Na Faixa de Opções, clique na guia que contém o comando que será adicionado à
Barra de Ferramentas de Acesso Rápido;
2. Clique com o botão direito do mouse no comando e, no menu de atalho exibido, clique
em Adicionar à Barra de Ferramentas de Acesso Rápido.

Mover a Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Acompanhe a seguir os passos para colocar a Barra de Ferramentas de Acesso Rápido abaixo
da Faixa de Opções:

 Clique em Personalizar Barra de Ferramentas de Acesso Rápido e, em seguida, em


Mais comandos;

 Na janela aberta clique na caixa de seleção Mostrar a Barra de Ferramentas de Acesso


Rápido abaixo da Faixa de Opções;

 Clique em OK para finalizar.

Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Personalizando a Barra de Status

A Barra de Status na inferior dos programas do Microsoft Office exibe informações indicando
se as opções como contagem de palavras, assinaturas, permissões, controle de alterações
e macros estão ativadas ou desativadas. Nesta barra também é possível utilizar recursos de
Zoom e modos de exibição da planilha.
Veja a seguir como personalizar a barra de status:

1. Clique com o botão direito do mouse na barra de status;


2. No menu de atalho exibido marque as opções que deseja inserir e
desmarque as opções que deseja excluir.

2. FUNÇÕES

Relembrando Lógica

Os operadores numéricos efetuam as operações matemáticas básicas e avançadas,


combinam números e produzem resultados numéricos. Para irmos adiante ao nosso
treinamento de Excel no módulo avançado, não podemos esquecer da lógica que os
operadores aritméticos trabalham. Na tabela abaixo, temos a descrição cós operadores
aritméticos utilizados do Excel:

Operador Descrição Exemplo


+ Adição =B1+B2+B3
- Subtração =C5-D5
* Multiplicação =C5*2
/ Divisão =A20/B4
% Porcentagem. Utilizado para especificar =A2*20% ou =A2*0,20
porcentagens. Por exemplo, para inserir o
valor de cinco por cento em uma célula digite
^ 5% ou 0,05
Exponenciação. É utilizado para elevar o =A2^B2
primeiro operando ao expoente definido pelo
segundo operando. O seguinte exemplo, eleva
2 no expoente 3: =2^3
A lógica do Excel, aplica-se a seguinte escala de prioridade:

1) ^ Exponenciação

2) * Multiplicação

3) / Divisão

4) + Adição

5) - Subtração

Relembrando Operadores no Excel

Operador Descrição
: (dois pontos) Operadores de referência
; (ponto e vírgula)
(espaço simples)
- Negação (como em -1)
% Percentagem
^ Exponenciação
*e/ Multiplicação e Divisão
+e- Adição e Subtração
& Concatenação
= < > <= >= <> Comparação

Relembrando Operadores Relacionais

Para poder comparar grandezas há a necessidade de saber trabalhar com os Operadores


Lógicos, pois serão eles que darão condições de informamos ao Excel o que desejamos.

Operador Descriçao
> Maior Que
< Menor Que
>= Maior Que ou igual
<= Menor Que ou igual
+ Igual
<> Diferente
Função Cont.Núm

Função utilizada para contar quantas células contém números. Use CONT.NÚM para obter o
número de entradas em um campo de número que estão em um intervalo ou matriz de
números. Esta função NÃO CONTA textos inseridos na planilha. A função conta somente
números.
Sintaxe: =cont.núm(...)
A função exige uma faixa de valores ou matriz de dados.
Exemplo: Na amostragem de produção, contar quantos números de apontamentos foram
utilizados:

Função Cont.valores

A função cont.valores é utilizada para contagem de células preenchidas em uma planilha.


Em uma planilha pequena, utilizamos o visual para identificar e fazer a contagem. Em uma
planilha grande, para melhorarmos nossa produtividade, utilizamos a fórmula cont.valores. No
exemplo abaixo, a fórmula contará somente as células que estiverem preenchidas na faixa de
valores de C4 a C13. O resultado da função cont.valores é 4.
Sintaxe: =cont.valores(...)

A função exige uma faixa de valores ou matriz de dados.


Função Contar.Vazio

Função utilizada para


contagem de células vazias
dentro de uma matriz de
dados.
Sintaxe:

=contar.vazio(intervalo)
O intervalo deve ser a faixa de células que se deseja contar.
Exemplo:
Observe que o resultado (5) refere-se às células vazias no conjunto de dados (de B2 até E7).

Função Hoje

Esta função insere a data do sistema operacional automaticamente em uma planilha. Essa
função é muito utilizada em matrizes, pois não há a necessidade da digitação constante da
data. Requer um pouco de atenção, pois se esta função for inserida em um orçamento, por
exemplo, exibirá sempre a data em que o arquivo estará sendo aberto.
Sintaxe: =hoje()

A função não exige parâmetros adicionais.

Para inserir rapidamente a DATA na sua planilha pressione CTRL + ;


(CONTROL + PONTO E VÍRGULA).

Função Agora

Muito parecida com a função anterior, mas com uma pequena diferença. A função agora
insere automaticamente a DATA e a HORA do sistema operacional.
Sintaxe: =agora()

A função não exige parâmetros adicionais.


Veja o exemplo:
Função Hora

A função Hora extrai a hora de uma célula que contenha uma hora válida.
Sintaxe: =hora(núm_série)

Onde: num_série refere-se a célula que possui da hora completa.

Função Minuto

A função Minuto extrai os minutos de uma célula que contenha uma hora válida.
Sintaxe: =minuto(núm_série)

Onde: num_sérierefere-se a célula que possui da hora completa.

Função Segundo

A função Segundo extrai os segundos de uma célula que contenha uma hora válida.
Sintaxe: =segundo(núm_série)

Onde: num_série refere-se a célula que possui da hora completa.

Veja o exemplo:

Função Tempo

A função Tempo é utilizada para unir as células separadas pelas funções HORA, MINUTO e
SEGUNDO formando uma nova célula com a hora completa.
Sintaxe: =tempo(hora;minuto;segundo)
Onde:
hora: célula que possui o valor das horas

(B3) minuto: célula que possui o valor dos

minutos (B4)

segundo: célula que possui o valor dos segundos (B5)

Veja o exemplo:

Função Dia

A função Dia é utilizada para extrair, de uma data, o valor inteiro do dia.
Sintaxe: =dia(núm_serie)

A função exige apenas 1 data para a extração do dia.


Veja o exemplo:

Função Mês

A função Mês é utilizada para extrair, de uma data, o valor inteiro do mês.
Sintaxe: =mês(núm_serie)

A função exige apenas 1 data para a extração do mês.

Função Ano

A função Ano é utilizada para extrair, de uma data, o valor inteiro do ano.
Sintaxe: =ano(núm_serie)

A função exige apenas 1 data para a extração do ano.


Veja o exemplo, exemplo utilizando as 3 funções (DIA, MÊS e ANO):

Função data

A função data é utilizada para fazer o inverso das funções dia, mês e ano. A função junta
esses dados para formar uma data válida. Esta data poderá ser utilizada para realização de
cálculos inclusive.
Sintaxe: =data(ano;mês;dia)

Deve-se informar a função as células que contém o ano, mês e dia nesta ordem para
composição do ano.
Veja o exemplo:

Função Esquerda

A função Esquerda é utilizada para extrair parte do texto à esquerda de uma célula. Deve-
se indicar qual a célula que possui o texto e a quantidade de caracteres que se deseja
extrair.
Sintaxe: =esquerda(texto;núm_caract)
Onde:
Texto refere-se a célula que contém o texto.
Num_caract refere-se ao número de caracteres (letras) que se deseja extrair.

Veja o exemplo:
Função Direita

A função Direita é utilizada para extrair parte do texto à direita de uma célula. Deve-se indicar
qual a célula que possui o texto e a quantidade de caracteres que se deseja extrair.
Sintaxe: =direita(texto;núm_caract)
Onde:
Texto refere-se a célula que contém o texto.
Num_caract refere-se ao número de caracteres (letras) que se deseja extrair.

Função Ext.Texto

A função Ext.texto é utilizada para extrair parte do texto de acordo com o número de
caracteres estipulado e a partir de uma posição pré-definida. Utilizada quando a função
esquerda e a função direita não atendem a necessidade.
Sintaxe: =ext.texto(texto;núm_inicial;num_caract)
Onde:
Texto refere-se a célula que contém o texto.
Num_inicial refere-se a posição inicial de onde será extraído o texto. Num_caract refere-se ao
número de caracteres (letras) que se deseja extrair. Veja o exemplo:

Resultado: Extraído 7 caracteres do texto localizado a partir da posição 5 (NAMENTO).

Função Concatenar

A função CONCATENAR é muito utilizada para agrupar duas ou mais células para formar um
resultado único. Podemos juntar resultados de fórmulas, trechos de textos, datas e qualquer
informação que esteja contida em células alternadas.

Sintaxe: =concatenar(...)
(...) insira várias células separadas pelo; (ponto
e vírgula)

Resultado: Em cada uma das linhas de Resultado ocorre a junção das células das colunas A,
B e C. Observe que existe um separador entre os campos. Se não for colocado o resultado
da primeira fórmula seria (Show MusicalBanda EstrelaEstádio Aberto), observe que o
resultado da fórmula fica ilegível. Para colocar separadores, insira entre os ponto e vírgula o
separador “ / “.

Exemplo: =CONCATENAR(A2; “ / “;B2; “ / “; C2)


Função Texto

A função TEXTO converte valores para o texto. Pode ser utilizado quando é necessário
converter valores para texto e ainda aplicar formatação específica sobre esta conversão.
Sintaxe: =texto(valor;formato_texto)
Onde:
Valor: célula que contém o valor a ser convertido para texto. Formato_texto: formato que pode
ser aplicado ao texto.

Resultado: No exemplo acima, convertemos o valor 100 para o texto R$ 100,00 formatado como
moeda. Observe o parâmetro de formato (“R$ 0,00”).

Função Maiúscula

A função MAIÚSCULA converte valores digitados em minúscula para maiúscula. É utilizado


quando a planilha já está pronta e deseja-se converter os valores sem redigita-los.
Sintaxe: =maiúscula(texto)
Onde: Texto – célula em que o texto se encontra.

Função Minúscula

A função MINÚSCULA converte valores digitados em letras maiúsculas para minúsculas. É


utilizado quando a planilha já está pronta e deseja-se converter os valores sem indigitá-los.
Sintaxe: =minúscula(texto)

Onde:Texto – célula em que o texto se encontra.

Função Pri.Maiúscula

A função Pri.Maiúscula converte a primeira letra de uma palavra para maiúscula. Muito útil para
conversão de nomes quando digitados em letras minúsculas.
Sintaxe: =pri.maiúscula(texto)

Onde: Texto – célula em que o texto se encontra.


Validação

Para formulários, normalmente utilizamos o comando de Validação para restringir o acesso


aos dados dos usuários. Por exemplo, em um campo idade, restrinja a faixa etária, por exemplo,
para controle de acesso a uma festa, a um concurso, etc...
Abaixo segue a sequência de telas para chegar a esta configuração.

1. Clique na guia Dados;


2. No grupo de Ferramentas de Dados clique em Validação de Dados e, em seguida,
na opção Validação de Dados. Será exibida a tela abaixo;

Neste ponto definimos que é permitido


somente Números Inteiros, com faixa de
dados entre 18 e 25.

Neste ponto definimos a mensagem que será


exibida quando o usuário colocar o cursor
sobre o campo ou quando a célula receber o
foco.
Neste ponto definimos a mensagem que será
exibida quando o usuário inserir um valor
inválido na célula com a validação.

Função SE

A função SE é utilizada para criar soluções quando há condições a serem analisadas.


Por exemplo: Se o sexo informado for masculino, então execute a função para Homens. Se o
sexo informado for feminino, então execute a função para Mulheres. Se a nota é maior que
7 então está aprovado, senão está reprovado.
SÍMBOLOS DE COMPARAÇÃO UTILIZADOS NO EXCEL:
= IGUAL

< > DIFERENTE

> MAIOR

>= MAIOR OU IGUAL

< MENOR

<= MENOR OU IGUAL

EXEMPLO 1: Vamos criar um controle de notas de alunos. Após a digitação da média, a função
deverá retornar se o aluno foi aprovado ou reprovado. Condições para a planilha: Se o aluno
tiver média igual ou superior a 7 (sete) estará aprovado, senão estará de recuperação.

Onde:
C2 _ célula que está armazenada a média do aluno.
>= 7 _ é o teste lógico ou condição para a checagem da função.

“Aprovado” _ refere-se à resposta verdadeira, ou seja, se a condição for


verdadeira (a nota for maior ou igual a 7) então a função escreverá Aprovado.
; (ponto e vírgula) _ é o separador de lista de argumentos.

“em Recuperação” _ refere-se a resposta falso, ou seja, se a condição for falsa (a


nota for menor que 7), a função escreverá em Recuperação.
OBS.: Sempre que uma função precisar retornar um texto para a célula (Aprovado,
reprovado, rejeitado, com defeito, etc...), digite o termo entre aspas.
Isso informa a função que o retorno será um texto (ou em linguagem de programação, uma
String). Se ela for omitida a função tentará resolver o termo e na maioria das vezes retornará um
erro (normalmente de fórmula inconsistente).
EXEMPLO 2: Vamos verificar o estoque de materiais, informando quando o estoque está
no nível Crítico.

Observe as
fórmulas:

D2 _ Refere-se a Célula que contém o estoque atual.

<= _ Operador lógico que significa menor ou igual. C2


_ Refere-se a célula que contém o estoque crítico.

D2<=C2 _ Operador lógico. Condição a ser verificada pela condição SE. Se o


valor de D2 for Menor ou igual a C2 então...
“Estoque Crítico” _ refere-se a condição verdadeira, quando o estoque for menor
ou igual ao estoque mínimo.

“Estoque normal” _ refere-se a condição falsa, quando o estoque estiver acima do


estoque mínimo.

Função E

A função E retornará VERDADEIRO (resultado lógico, não confundir com texto) se todos os
argumentos forem verdadeiros; retornará FALSO se um ou mais argumentos forem falsos.
Em uma lista de checagens todos os critérios terão quer ser verdadeiros para que a função
retorne o valor VERDADEIRO.
Sintaxe: =e(...)
A função exige apenas critérios lógicos para validação. Pode ser quantos desejar.
Exemplo: Para que seja autorizado uma compra de produto, todos os gerentes de uma
empresa precisam vistar como OK uma proposta de compra. Caso algum gerente não
aprove o pedido será rejeitado

Função OU

A função OU retornará VERDADEIRO (resultado lógico, não confundir com texto) se


APENAS UM dos argumentos for verdadeiro; retornará FALSO se todos os argumentos
forem falsos. Em uma lista de checagens pelo menos UM critério terá quer ser verdadeiro para
que a função retorne o valor VERDADEIRO.
Sintaxe: =OU(...)

A função exige apenas critérios lógicos para validação. Pode ser quantos desejar.
Exemplo: Em um julgamento, se apenas 1 juiz considerar o réu inocente então o julgamento
deverá ser reagendado para uma nova decisão.

Função Somase

Uma outra necessidade que pode surgir é a soma condicional que realiza a soma de
acordo com critérios pré-definidos, por exemplo: somar o valor dos pagamentos que tem
status de “PG”.
=SOMASE(C2:C4;"PG";B2:B4)
O critério a ser utilizado é a situação PG
C2:C4 _ Faixa de dados onde se encontra o critério a ser analisado.
PG _ critério que será analisado. Deve estar entre aspas pois a comparação será realizada
como texto (String)

B2:B4 _ Faixa de dados que incluem os valores a serem somados.

Função Cont.se

Outra função do Excel que também utiliza critérios para poder exibir seus resultados é a função
Cont.se. A Função conta um determinado número de valores desde que atenda ao critério
estipulado. Por exemplo: Dentro de uma amostragem de dados você gostaria de saber quantos
registros tem o status de pago. Basta usar a função CONT.SE.

Onde:
E2:E15 _ Faixa de dados onde se encontra o critério a ser analisado.

 ; _ separador de argumentos;
 “cancelada” _ Critério que será analisado pela função Cont.se. O valor do texto
tem que estar exatamente como está na planilha de dados.

A função retorna todas as notas que tem o status na cidade como Cancelada.

Função ProcV (Procura Vertical)

Definição: Localiza um valor na primeira coluna à esquerda de uma tabela e retorna um


valor na mesma linha de uma coluna especificada na tabela. Use PROCV em vez de
PROCH quando os valores da comparação estiverem posicionados em uma coluna à
esquerda ou à direita dos dados que você deseja procurar. O V em PROCV significa
"Vertical".
Sintaxe:
PROCV(valor_procurado;matriz_tabela;núm_índice_coluna;procurar_intervalo)

Onde:
Valor_procurado: é o valor a ser localizado na primeira coluna da matriz de dados. Pode
ser um valor, uma referência ou uma seqüência de caracteres de texto, desde que esteja entre
“(aspas). Importante: Deve obrigatoriamente estar na primeira coluna.
Matriz_tabela é a tabela de informações em que os dados são procurados. Use uma referência
para um intervalo ou nome de intervalo.

Função ProcV (Procura Vertical)

Definição: Localiza um valor na primeira coluna à esquerda de uma tabela e retorna um


valor na mesma linha de uma coluna especificada na tabela. Use PROCV em vez de PROCH
quando os valores da comparação estiverem posicionados em uma coluna à esquerda ou
à direita dos dados que você deseja procurar. O V em PROCV significa "Vertical".
Sintaxe:
PROCV(valor_procurado;matriz_tabela;núm_índice_coluna;procurar_intervalo)

Onde:

Valor_procurado: é o valor a ser localizado na primeira coluna da matriz de dados. Pode


ser um valor, uma referência ou uma seqüência de caracteres de texto, desde que esteja entre
“ (aspas). Importante: Deve obrigatoriamente estar na primeira coluna.
Matriz_tabela é a tabela de informações em que os dados são procurados. Use uma referência
para um intervalo ou nome de intervalo.

Função ProcH (Procura Horizontal)

Definição: Localiza um valor especifico na linha superior de uma tabela ou matriz e retorna
um valor na mesma coluna de uma linha especificada na tabela ou matriz. Use PROCH em vez
de PROCV quando os valores da comparação estiverem posicionados em uma coluna a
esquerda dos dados que você quiser localizar. O H em PROCH significa "Horizontal".
Sintaxe:
PROCH(valor_procurado;matriz_tabela;núm_índice_lin;procurar_intervalo)

Onde:
Valor_procurado: é o valor a ser localizado na primeira linha da matriz de dados. Pode ser um
valor, uma referência ou uma seqüência de caracteres de texto, desde que esteja entre “ “
(aspas). Importante: Deve obrigatoriamente estar na primeira linha.
Matriz_tabela é a tabela de informações em que os dados são procurados. Use uma referência
para um intervalo ou nome de intervalo.
Num_índice_lin é o número da linha que está o resultado que a função deverá retornar. O
índice inicia-se em 1 (sendo a primeira linha) e sucessivamente até a última linha dos dados.

procurar_intervalo é o modo que a função irá retornar os dados. É um valor lógico


(Verdadeiro ou falso), que indicará se a função retornará o valor exato ou o aproximado. Utilize
0 (zero) para a procura exata do valor ou 1 (um) para pesquisa aproximada. Para que o
retorno seja EXATO (Verdadeiro), os valores na primeira linha de matriz_tabela deverão estar
em ordem crescente, da esquerda para a direita; caso contrário, PROCH pode não retornar
o valor correto. Se procurar_intervalo for FALSO, matriz_tabela não precisará ser ordenada.

Possíveis erros:

#VALOR! – quando núm_índice_lin for menor do que 1

#REF! – se núm_índice_lin for maior do que o número de linhas em


matriz_tabela.
#N/D – quando o valor não é encontrado em matriz_tabela.

Função Éerros

Em algumas situações específicas precisamos verificar se o retorno de uma função será


um erro.
Essa checagem é necessária para eliminarmos a verificação manual de situações onde há
uma falha em uma função qualquer criada. Retorna um valor lógico (verdadeiro ou falso) se
referir a qualquer valor de erro (#N/D, #VALOR!,
#REF!, #DIV/0!, #NÚM!, #NOME? ou #NULO!).
Sintaxe: =éerros(valor)
A função exige apenas uma célula que contenha a função a ser checada.
Exemplo: a função SOMA foi digitada errada na célula A2 (figura abaixo). Na célula A5 foi
digitada a função para verificação. O retorno for VERDADEIRO pois há um erro na fórmula.

3. GERENCIANDO INFORMAÇÕES
Quando as informações de uma planilha estão organizadas no formato de um banco de
dados é possível gerenciá-las para extrair apenas do dados necessários.
Estar no formato de banco de dados significa que as informações estão dispostas de modo
que cada coluna corresponda a um campo e cada linha um registro. Além disso, a primeira
linha deve conter o nome dos campos.

Exemplo de planilha organizada no formato de banco de dados.


Ao manipular listas desse tipo é importante não deixar colunas e linhas completamente vazias
para não comprometer o resultado das filtragens.

Tabela Dinâmica

A tabela dinâmica é um recurso do Excel 2013 capaz de resumir dados de uma planilha que
possui uma grande quantidade de informação. Assim, a tabela dinâmica é capaz de gerar
rapidamente respostas que seriam difíceis de obter apenas analisando os dados da planilha.
Com base na tabela dinâmica é possível gerar relatórios e gráficos dinâmicos para uma
melhor análise das informações.

Criando tabela dinâmica

Depois de organizados siga os passos abaixo:

1) Clique em qualquer local do intervalo de dados da planilha;


2) Clique na guia Inserir, no grupo Tabelas clique em Tabela Dinâmica e, em seguida, clique
em Tabela Dinâmica;
3) A caixa de diálogo Criar Tabela Dinâmica é exibida com o campo Tabela/Intervalo já
preenchido com a referência do intervalo de dados. Isso ocorre porque selecionamos uma
célula do intervalo.

4) Selecione a opção Nova Planilha e clique em OK;


5) Uma nova planilha é criada exibindo do lado esquerdo a área de layout da tabela dinâmica
e do lado direito o painel Lista de campos de tabela dinâmica;

6) Acompanhe a seguir como escolher os campos na Lista de campos da tabela dinâmica:


Clique com o botão direito do mouse sobre o campo Empresa e selecione a
opção Adicionar aos Rótulos de Colunas;
Clique com o botão direito do mouse sobre o campo Curso e selecione a
opção Adicionar aos Rótulos de linha;
Marque a caixa de seleção ao lado do campo Custo;
Observe que a tabela dinâmica criada permite analisar com muita clareza a quantidade de
produto vendido por cada vendedor por cada vendedor em cada cidade, o que seria trabalhoso
fazer na planilha original.

Um recurso que também pode ser utilizado na tabela dinâmica é o campo como filtro.
Acompanhe a seguir como inserir o campo Data como filtro:

1. Clique com o botão direito do mouse sobre o campo Data e no menu


exibido clique em Adicionar ao Filtro de Relatório;

2. O campo Data é adicionado à tabela dinâmica com todas as opções de


datas disponíveis;
3. Selecione a data desejada para exibir a quantidade de produtos vendida
por cada vendedor em cada cidade naquela data e clique em OK;
4. São exibidas apenas as informações referentes àquela data.

Se os dados de origem forem alteradas clique na guia Dados e no grupo de opção Conexões
clique em Atualizar Tudo para atualizar a tabela dinâmica.

Criando um Gráfico Dinâmico

Acompanhe a seguir como criar um gráfico dinâmico;

1. Verifique se o intervalo de células que contém os dados que serão


utilizados está no formato de banco de dados;
2. Selecione uma célula do intervalo;
3. Clique na guia Inserir, no grupo Gráfico clique em Tabela
Dinâmica e, em seguida, em OK;

Acompanhe a seguir como escolher os campos que irão compor o gráfico:

3. Clique com o botão direito do mouse sobre o campo Participante e


selecione a opção Adicionar a Campo de Legendas (Série);

4. Com o botão direito do mouse sobre o campo Cidade e selecione a


opção Adicionar a Campos de Eixo (Depto.);
5. O Gráfico dinâmico ficará com o seguinte formato:

O gráfico dinâmico pode ser formatado da mesma maneira que os outros gráficos.
Filtro Avançado

O filtro avançado é utilizado quando há mais de duas condições em um campo para ser
analisada.
Para aplicar o filtro avançado é necessário que os dados da planilha estejam organizados
em colunas e cada coluna deve ter seu nome na primeira linha, como em um banco de
dados. Além disso, cada linha da planilha deve conter apenas um registro.

Aplicando filtro avançado

Para aplicar filtro avançado é necessário antes criar um intervalo de critérios que serão
aplicados na filtragem.
Acompanhe a seguir como criar o nome dos campos:

 A primeira linha deve conter o nome dos campos.

 Abaixo dos nomes dos campos devem ficar as condições do respectivo campo;
 O resultado de uma linha só é VERDADEIRO se todas as condições forem
verdadeiras.
 Considerando a mesma planilha de dados do tópico anterior, vamos criar um filtro
avançado para retornar os registros com Custo acima de R$ 400,00 do
Departamento de Contabilidade da empresa Rotram Associados.
Acompanhe os passos a seguir:

1. Abaixo da lista de dados digite os critérios do filtro avançado como mostra a


imagem a seguir:

2. Selecione uma célula do intervalo de dados. Lembre-se que os dados devem


estar no formato de banco de dados;

3. Clique na guia Dados e no grupo Classificar


e Filtrar, clique em Avançado;
4. Será exibida a caixa de diálogo Filtro
Avançado. Nela proceda da seguinte maneira:
a. Em Ação selecione a opção Copiar para outro local para que o
resultado da filtragem não sobreponha os dados da lista;
b. O campo Intervalo da lista já está preenchido com referência do intervalo
de dados. Isso ocorre porque selecionamos uma célula do intervalo
antes de gerar o filtro;
c. Clique no campo Intervalo de critérios e selecione as células que
possuem os critérios do filtro;

d. Clique no campo Copiar para e selecione a célula A19;


e. Clique em OK;

Na linha A19 será exibida os nomes dos campos e abaixo deles o resultado da filtragem.

Subtotais

O recurso Subtotal do Excel permite inserir linhas com subtotais em uma lista de dados. Para
esse recurso também é necessário que as informações estejam no formato de banco de dados,
ou seja, em colunas especificadas por nome e cada registro em uma linha.

Inserir Subtotais

Para inserir subtotais em uma lista de dados é necessário que a coluna contém os dados
utilizados como referência esteja classificada em ordem crescente para que o Excel saiba
onde inserir a linha com os subtotais. Assim, quando houver mudança no conteúdo do campo
uma linha é inserida com o total daqueles dados.
Como exemplo, considere que na lista de dados é preciso inserir o total do custo e departamento
por empresa.

1. Verifique se o intervalo de células que contém os dados que serão utilizados


está no formato de banco de dados;
2. Selecione uma célula do intervalo de dados;
3. Clique na guia Dados e, no grupo Estrutura de Tópicos, clique em Subtotal;
4. A caixa de diálogo Subtotais será exibida, execute os seguintes passos:
a. No campo A cada alteração escolha Custo;
b. No campo Usar função escolha a função SOMA;
c. Marque a opção Quebra de página entre grupos para inserir uma
quebra de página após cada linha do subtotal;
d. Marque a opção Resumir abaixo dos dados para que a linha de subtotal
fique abaixo dos registros;
e. Clique em OK
5. As linhas com os subtotais são exibidas na lista de dados.
Observe que primeiro estão listados os dados da primeira linha “R$ 750,00” com a soma da
quantidade e do valor total e, em seguida, vêm os dados da próxima cidade.

Note na célula F3 que a função SUBTOTAL é utilizada para o cálculo dos subtotais. Essa
função possui dois argumentos, sendo o primeiro o número referente à função escolhida no
campo Usar função da caixa de diálogo Subtotais, e o segundo a referência do intervalo de
dados a calcular.
Ao inserir subtotais na lista de dados é exibido do lado esquerdo da planilha uma estrutura
de tópicos de forma que é possível exibir e ocultar as linhas de detalhes de cada subtotal.
Veja a função de cada botão:

 O botão 1 exibe somente os dados globais.

 O botão 2 exibe os dados subtotais e globais.


 O botão 3 exibe todos os dados.

Excluir Subtotais

Veja a seguir como excluir os subtotais:


Clique em uma célula na lista que contém um subtotal;
1. Clique na guia Dados e, no grupo Estrutura de tópicos, clique em Subtotal;
2. A caixa de diálogo Subtotal é exibida;
3. Clique em Remover todos.
Ao excluir os subtotais da lista de dados, a estrutura de tópicos e as quebras de página que
foram inseridas na lista junto com os subtotais também são removidas.
Não é possível remover subtotais parciais de uma lista.

Imprimindo Relatórios de Tabelas Dinâmicas

O recurso de impressão de um relatório de Tabela Dinâmica demanda o uso de uma


combinação de recursos de impressão para planilhas e relatórios de Tabela Dinâmica. Para
usar tais recursos, você deve ter somente uma relatório na planilha ou então definir uma área
de impressão que inclua somente um relatório.
Caso você tenha mais de um relatório de Tabela Dinâmica na mesma planilha, é essencial definir
uma área de impressão que inclua somente o relatório que irá ser impresso.

Para imprimir um relatório de uma tabela dinâmica siga os passos abaixo:


1. Clique no relatório da Tabela Dinâmica, note que aparecem duas novas
guias na faixa de opções: Analisar e Design;

2. Clique na guia Analisar, e no grupo Ações clique em Selecionar e, em


seguida, clique em Tabela Dinâmica Inteira;

3. Na guia Layout de Página, no grupo Configurar Página, clique em Área


de impressão e, em seguida, clique em Definir Área de Impressão.
4. Caso sua tabela dinâmica seja muito extensa siga os passos abaixo para
exibir os rótulos de linha e coluna em cada página impressa como título
de impressão:
a. Ainda na guia Layout de Página, no grupo de opções Configurar
Página, clique em Imprimir Títulos;
b. Na caixa de diálogo Configurar Página, verifique se as caixas de
seleção Linhas a repetir na parte superior e Colunas a repetir à
esquerda estão desmarcadas;
c. Clique em OK;
d. Clique na guia Analisar, clique em Tabela Dinâmica e, em
seguida, clique em Opções;
e. Na caixa de diálogo Opções da Tabela Dinâmica, clique na guia
Impressão e marque a caixa de seleção Definir títulos de
impressão;
f. Marque a caixa de seleção Repetir rótulos de linha em cada
página impressa.
5. Para verificar como a impressão irá ficar clique em Arquivo e, em seguida
clique em Imprimir, ao lado direito da tela será exibido como o documento
será impresso.
6. Clique em Próxima Página ou Página Anterior para se mover entre as
páginas do relatório;
7. Marque a caixa de seleção Mostrar Margens para visualizar e modificar
as margens;
8. Se for necessário fazer alguns ajustes clique em Configurar Página;
9. A caixa de diálogo Configurar Página será aberta, faça os ajustes
necessários e clique em OK;
10. Clique em Imprimir.

4. MACROS
As macros são uma sequência de comandos e funções armazenadas em um módulo do
Visual Basic for Applications (VBA) que são utilizadas para automatizar determinadas
tarefas. Assim, quando uma ação precisa ser realizada várias vezes, ela pode ser
transformada em uma macro e sempre que for necessário ela é executada evitando um
trabalho repetitivo. Por isso, as macros são tão utilizadas junto aos aplicativos do pacote Office.

As macros podem ser gravadas ou criadas por meio de programação na Editor do Visual
Basic (VBE). Em ambas as maneiras há a existência de código, no entanto, ao gravar uma
macro o Excel transforma automaticamente cada ação executada em uma série de comandos.
Depois de criadas, as macros podem ser executadas para reproduzir as ações.
Trabalhando com Macros

Antes de iniciar o trabalho com as macros é preciso conhecer alguns procedimentos que
devem ser executados quando trabalhamos com elas.

Exibir Guia Desenvolvedor


Para trabalhar com macros é preciso que a guia Desenvolvedor esteja disponível na Faixa
de Opções do Excel, conforme estudado no tópico 1.1 deste material.

Habilitar Macros
As macros podem conter códigos capazes de executar vários comandos no computador.
Por isso, as macros são consideradas um possível risco à segurança e, por padrão, ficam
desabilitadas.
As configurações de segurança de macro estão localizadas na Central de Confiabilidade.
Para definir o nível de segurança temporariamente e habilitar todas as macros, faça o seguinte:

1. Clique na guia Desenvolvedor e, no grupo Código, clique em Segurança


de Macro;
2. A janela Central de Confiabilidade é exibida;
3. Em Configurações de Macro, clique em Habilitar todas as macros e,
em seguida, clique em OK.
Antes de habilitar as macros é preciso certificar-se que o desenvolvedor que a criou é
confiável, pois usuários mal intencionados podem utilizar macros para inserir vírus no
computador.
Salvar pasta de trabalho
Ao criar uma pasta de trabalho que possui macros é preciso salvá-la no formato que suporta a
existência de macros.
Veja como fazer isso nos passos a seguir:
1. Clique na guia Arquivo;
2. No menu exibido clique em Salvar Como;
3. Clique na pasta documentos e, em seguida crie uma pasta de trabalho no
campo Nome do arquivo;
4. Clique na caixa Tipo e escolha a opção Pasta de Trabalho Habilitada para
Macro do Excel;
5. Clique em Salvar.

Esse tipo de arquivo possui uma extensão XLSM.

Gravar Macros

Gravar uma macro é uma maneira prática de cria-la, pois não é preciso conhecimento sobre
programação. Quando uma macro é gravada, o Excel gera os comandos sobre cada etapa
executada.

Acompanhe a seguir como criar uma macro usando o Microsoft Visual Basic.
1. Se for necessário habilite as macros temporariamente;
2. No grupo Código da guia Desenvolvedor, clique em Gravar Macro;
3. Na caixa de diálogo Gravar Macro siga os procedimentos:
a. Na caixa Nome da macro, insira um nome para a macro;
b. Para atribuir uma tecla de atalho em combinação com a tecla
<CTRL> para executar a macro, na caixa Tecla de Atalho, digite a letra
que deseja usar;
c. Na linha Armazenar macro em, selecione a pasta de trabalho na
qual deseja armazenar a macro;
d. Para incluir uma descrição da macro, na caixa Descrição, digite o
texto desejado;
e. Clique em OK para iniciar a gravação;
4. Execute as ações que deseja gravar;
5. Ao finalizar as ações clique na guia Desenvolvedor e, no grupo Código,
clique em Parar Gravação;
6. Salve a pasta de trabalho.
O nome da macro precisa ter obrigatoriamente como primeiro caractere uma letra, e os
demais caracteres podem ser letras, números ou caracteres sublinhados. Não são permitidos
referência de célula nem espaços no nome de uma macro.

Escrever Macros

Para escrever o código de uma macro é preciso conhecimento sobre a linguagem de


programação Visual Basic for Applications (VBA) e o seu editor.

Editor do Visual Basic


O Editor do Visual Basic (VBE) é uma ambiente utilizado para escrever códigos e
procedimentos em Visual Basic for Applications (VBA) que é a linguagem de programação
do Excel. Essa linguagem é simples, mas permite criar macros complexas por meio de
código utilizando os vários objetos da planilha do Excel. Um exemplo da utilização de código
VBA é criar uma rotina para validação do número do CPF ou CNPJ.

Apesar de estar embutido no Excel, o Editor do Visual Basic (VBE) é exibido em uma janela
própria contendo um conjunto de ferramentas para criação de macros.

Veja a seguir como abrir a janela do Editor do Visual Basic;

1. Clique na guia Desenvolvedor;


2. No grupo Código clique em Visual Basic;
3. A janela Microsoft Visual Basic é exibida.

Código da Macro
Siga os passos a seguir para construir uma macro que formata o conteúdo das células com
itálico, negrito e azul:
1. Abra a janela do Editor do Visual Basic (F7);
2. Digite o seguinte código na janela de código:

Sub FormataTotal()
Formata a célula com o resultado total
Selection.Font.Italic = True Selection.Font.Bold = True Selection.Font.ColorIndex = 5 End Sub

Em seguida, salve a pasta de trabalho.

Analisando o código da macro neja que ela possui comandos que indicam seu ínicio e fim:
Sub FormataTotal()

End Sub

Na primeira linha de uma macro a instrução Sub indica o seu início e, em seguida, o
nome da macro que nesse exemplo é FormataTotal(). O final da macro é definido pela
instrução End Sub. Assim, essas instruções e tudo que estiver entre elas, faz parte da macro.

Os comandos que excutam a formatação da célula são:

Selection.Font.Italic =True Selection.Font.Bold = True Selection.Font.ColorIndex = 5


Para saber utilizar esses comandos é preciso um conhecimento mais aprofundado sobre a
linguagem de programação VBA.

Dentro da janela de código há palavras que aparecem em azul, isso ocorre para identificar as
palavras chaves. Essas palavras fazem parte da linguagem de programação do VBA e
sempre possuem a primeira letra em maiúscula.

Logo abaixo da primeira linha aparecem linhas preenchidas por apótrofos(`) e em verde.
Essas linhas são comentários que devem ser inseridos em qualquer lugar do código para
documentar o trabalho. Os comentários não influenciam na execução da macro.

Executar Macros

No Excel as macros podem ser executadas manualmente, pelo Editor do Visual Basic, por meio
do botão ou automaticamente.
Antes de executar uma macro é preciso verificar o nível de segurança. Se a segurança de
macro no Excel não estiver habilitado para a execução das macros, apenas as macros
digitalmente assinadas ou armazenadas em um local confiável, como a pasta de inicialização
do Excel, serão executadas. Nesse caso é preciso alterar temporariamente o nível de segurança
que habilita todas as macros.
Executar macros manualmente
Uma macro pode ser executada manualmente usando um comando do Excel ou pressionando
as teclas de atalho especificadas ao criar a macro.
Acompanhe a seguir como executar uma macro manualmente:

1. Abra a pasta de trabalho que contém a macro;


2. No grupo Código da guia Desenvolvedor, clique em Macros;
3. Na caixa de diálogo Macro, clique na macro que deseja executar na caixa Nome da
macro;

4. Clique em Executar.

Executar Macros pelo Editor do Visual Basic

Acompanhe a seguir como executar uma macro a partir do Editor do Visual Basic:

1. Selecione as células que serão formatadas;


2. No grupo Código da guia Desenvolvedor, clique em Macros;
3. Na caixa de diálogo Macro clique na macro que deseja executar na caixa Nome
da macro e, em seguida, clique em Editar;
4. Na janela do VBE clique em qualquer linha do código;
5. Clique no botão Executar Sub/UserForm;
6. Veja qua as células selecionadas na planilha foram formatadas.

Executar Macros por um botão

Ao associar uma macro a um botão, bastará clicar sobre ele para executar a macro. Veja a
seguir como criar e associar um botão a uma macro;

1. Abra a planilha que possui a macro;


2. Clique na guia Desenvolvedor e, no grupo Controles, clique em Inserir;
3. Nas opções Controles de Formulário clique em Botão;
4. Clique e arraste o mouse na planilha para criar o botão;
5. A caixa de diálogo Atribuir macro é exibida. Selecione a macro desejada e clique
em OK;
6. Edite o texto que aparece no botão e clique na célula da planilha que será
formatada;
7. Clique no botão para executar a macro.
Executar Macro Automaticamente

Há duas maneiras de executar uma macro automaticamente. A primeira é gravar uma macro
e salvá-la como nome “Auto_open”, assim ela será executada sempre que a pasta de trabalho
que a contém for aberta. A segunda é criar um procedimento no evento Open da pasta de
trabalho usando o Editor do Visual Basic. O evento Open é interno e executado quando
a pasta de trabalho é aberta.
Veja a seguir como criar uma macro automática que limpa os dados da planilha sempre que a
pasta de trabalho é aberta:

1. Abra a pasta de trabalho;


2. Clique na guia Desenvolvedor e, no grupo Código, clique em Gravar macro;
3. Na caixa de diálogo Gravar macro execute os seguintes passos:
a. Na caixa Nome da macro, digite Auto_open;
b. Na lista Armazenar macro em, selecione a pasta de trabalho onde
deseja armazenar a macro;
c. Clique em OK;

4. Selecione o intervalo da células B2:B6;


5. Clique com o botão direito do mouse sobre a seleção e no menu de atalho
clique em Limpar Conteúdo;
6. Clique novamente na guia Desenvolvedor e, no grupo Código, clique em
Para Gravação;
7. Digite os valores novamente nas células, salve e feche a pasta de trabalho;
8. Abra o arquivo novamente e veja que células estão sem os dados.
Para criar essa mesma macro por meio de código no evento Open da pasta de trabalho, siga
os passos a seguir:

1. Abra a pasta de trabalho a qual deseja adicionar a macro;


2. Clique na guia Desenvolvedor e, no grupo Código, clique em Visual Basic;
3. Na janela Microsoft Visual Basic, clique com o botão direito do mouse no
objeto EstaPasta_de_trabalho localizado na janela Explorador de Projeto e
clique em Exibir código;
4. Clique na lista Objeto acima da janela de código e selecione Workbook
para criar um procedimento vazio para o evento Open;
5. Adicione as linhas de código que selecionam e limpam as células de modo
que o procedimento fique da seguinte maneira:

Private Sub Workbook_Open()


Range (“B2:B6”).Select Selection.ClearContents
End Sub

6. Alterne para o Excel e salve a pasta de trabalho como uma pasta de trabalho
habilitada para a macro (.xlsm);
7. Teste para verificar se a macro será executada corretamente.

Para que o Excel seja iniciado sem executar uma macro Auto_open, mantenha pressionada a
tecla <SHIFT> enquanto inicia o Excel.
5. Funções do Excel (por categoria)

Funções de banco de dados

Função Descrição
BDMÉDIA (Função Retorna a média das entradas selecionadas de um banco de dados
BDMÉDIA)
BDCONTAR Conta as células que contêm números em um banco de dados
(Função
BDCONTAR)
BDCONTARA Conta células não vazias em um banco de dados
(Função
BDCONTARA)
BDEXTRAIR Extrai de um banco de dados um único registro que corresponde a
(Função um critério específico
BDEXTRAIR)
BDMÁX (Função Retorna o valor máximo de entradas selecionadas de um banco de
BDMÁX) dados
BDMÍN (Função Retorna o valor mínimo de entradas selecionadas de um banco de
BDMÍN) dados
BDMULTIPL Multiplica os valores em um campo específico de registros que
(Função correspondem ao critério em um banco de dados
BDMULTIPL)
BDEST (Função Estima o desvio padrão com base em uma amostra de entradas
BDEST) selecionadas de um banco de dados
BDDESVPA (Função Calcula o desvio padrão com base na população inteira de entradas
BDDESVPA) selecionadas de um
banco de dados
BDSOMA (Função Adiciona os números à coluna de campos de registros do
BDSOMA) banco de dados que correspondem ao critério
BDVAREST (Função Estima a variação com base em uma amostra de entradas
BDVAREST) selecionadas de um banco de dados
BDVARP (Função Calcula a variação com base na população inteira de entradas
BDVARP) selecionadas de um banco de dados

Funções de data e hora

Função Descrição
DATA (Função DATA) Retorna o número de série de uma data específica
DATA.VALOR (Função Converte uma data na forma de texto em um número de série
DATA.VALOR)
DIA (Função DIA) Converte um número de série em um dia do mês
Função DIAS Retorna o número de dias entre duas datas
DIAS360 (Função DIAS360) Calcula o número de dias entre duas datas com base em um
ano de 360 dias
DATAM (Função DATAM) Retorna o número de série da data que é o número
indicado de meses antes ou depois da data inicial

FIMMÊS (Função FIMMÊS) Retorna o número de série do último dia do mês antes ou
depois de um número
HORA (Função HORA) especificado
Converte um de mesesde série em uma hora
número
Função NÚMSEMANAISO Retorna o número da semana ISO do ano referente a
determinada data
MINUTO (Função MINUTO) Converte um número de série em um minuto
MÊS (Função MÊS) Converte um número de série em um mês
DIATRABALHOTOTAL Retorna o número de dias úteis inteiros entre duas datas
(Função
DIATRABALHOTOTAL)
DIATRABALHOTOTAL.INTL Retorna o número de dias de trabalho totais entre duas
(Função datas usando parâmetros para indicar quais e quantos
DIATRABALHOTOTAL.INTL) dias caem em finais de semana

AGORA (Função AGORA) Retorna o número de série sequencial da data e hora atuais
SEGUNDO (Função Converte um número de série em um segundo
SEGUNDO)
TEMPO (Função TEMPO) Retorna o número de série de uma hora específica
Função VALOR.TEMPO Converte um horário na forma de texto em um número de
HOJE (Função HOJE) série
Retorna o número de série da data de hoje
DIA.DA.SEMANA Converte um número de série em um dia da semana
(Função
DIA.DA.SEMANA)
NÚMSEMANA Converte um número de série em um número que
(Função representa onde a semana cai numericamente em um
NÚMSEMANA) ano
DIATRABALHO Retorna o número de série da data antes ou depois de
(Função um número específico de dias úteis
DIATRABALHO)
DIATRABALHO.INTL Retorna o número de série da data antes ou depois de um
(Função número específico de dias úteis usando parâmetros para
DIATRABALHO.INTL) indicar quais e quantos dias são de fim de semana
ANO (Função ANO) Converte um número de série em um ano
FRAÇÃOANO (Função Retorna a fração do ano que representa o número de
FRAÇÃOANO) dias entre data_inicial e data_final

Funções financeiras

Função Descrição
JUROSACUM Retorna a taxa de juros acumulados de um título que paga uma taxa
(Função periódica de juros
JUROSACUM)
JUROSACUMV Retorna os juros acumulados de um título que paga juros no
(Função vencimento
JUROSACUMV)
AMORDEGRC Retorna a depreciação para cada período contábil usando o
(Função coeficiente de depreciação
AMORDEGRC)
AMORLINC Retorna a depreciação para cada período contábil
(Função
AMORLINC)

CUPDIASINLIQ Retorna o número de dias do início do período de cupom até a data


(Função de liquidação
CUPDIASINLIQ)
CUPDIAS (Função Retorna o número de dias no período de cupom que contém a data de
CUPDIAS) quitação
CUPDIASPRÓX Retorna o número de dias da data de liquidação até a data do próximo
(Função cupom
CUPDIASPRÓX)
CUPDATAPRÓX Retorna a próxima data de cupom após a data de quitação
(Função
CUPDATAPRÓX)

CUPNÚM (Função Retorna o número de cupons pagáveis entre as datas de quitação e


CUPNÚM) vencimento
CUPDATAANT Retorna a data de cupom anterior à data de quitação
(Função
CUPDATAANT)

Função Retorna os juros acumulados pagos entre dois períodos


PGTOJURACUM
Função Retorna o capital acumulado pago sobre um empréstimo entre dois
PGTOCAPACUM períodos
BD (Função BD) Retorna a depreciação de um ativo para um período
especificado, usando o método de balanço de declínio fixo
BDD (Função BDD) Retorna a depreciação de um ativo com relação a um período
especificado usando o método de saldos decrescentes duplos ou
qualquer outro método especificado por você

DESC (Função DESC) Retorna a taxa de desconto de um título

MOEDADEC Converte um preço em moeda expresso como uma fração em um


(Função preço em moeda expresso como um número decimal
MOEDADEC)
MOEDAFRA Converte um preço em moeda expresso como um número decimal
(Função em um preço em moeda expresso como uma fração
MOEDAFRA)
DURAÇÃO Retorna a duração anual de um título com pagamentos de juros
(Função periódicos
DURAÇÃO)

EFETIVA Retorna a taxa de juros anual efetiva


(Função EFETIVA)

VF (Função VF) Retorna o valor futuro de um investimento


VFPLANO Retorna o valor futuro de um capital inicial após a aplicação de uma
(Função série de taxas de juros compostas
VFPLANO)
TAXAJUROS Retorna a taxa de juros de um título totalmente investido
(Função
TAXAJUROS)
IPGTO Retorna o pagamento de juros para um investimento em um
(Função IPGTO) determinado período

TIR (Função TIR) Retorna a taxa interna de retorno de uma série de fluxos de caixa
ÉPGTO Calcula os juros pagos durante um período específico de um
(Função ÉPGTO) investimento
MDURAÇÃO Retorna a duração de Macauley modificada para um título com
(Função um valor de paridade equivalente a R$ 100
MDURAÇÃO)
MTIR (Função MTIR) Calcula a taxa interna de retorno em que fluxos de caixa
positivos e negativos são financiados com diferentes taxas
NOMINAL Retorna a taxa de juros nominal anual
(Função
NOMINAL)

NPER (Função NPER) Retorna o número de períodos de um investimento


VPL (Função VPL) Retorna o valor líquido atual de um investimento com base em uma
série de fluxos de caixa periódicos e em uma taxa de desconto
PREÇOPRIMINC Retorna o preço por R$ 100 do valor nominal de um título com um
(Função período inicial
PREÇOPRIMINC) incompleto
LUCROPRIMINC Retorna o rendimento de um título com um período inicial incompleto
(Função
LUCROPRIMINC)
PREÇOÚLTINC Retorna o preço por R$ 100 do valor nominal de um título com um
(Função período final incompleto
PREÇOÚLTINC)
LUCROÚLTINC Retorna o rendimento de um título com um período final incompleto
(Função
LUCROÚLTINC)

Função DURAÇÃOP Retorna o número de períodos necessários para que um investimento


atinja um valor
especificado
PGTO (Função PGTO) Retorna o pagamento periódico de uma anuidade
PPGTO (Função Retorna o pagamento de capital para determinado período de
PPGTO)
PREÇO (Função investimento
Retorna a preço por R$ 100,00 do valor nominal de um título que paga
PREÇO) juros periódicos
PREÇODESC Retorna o preço por R$ 100,00 do valor nominal de um título
(Função descontado
PREÇODESC)
PREÇOVENC Retorna o preço por R$ 100,00 do valor nominal de um título que paga
(Função juros no vencimento
PREÇOVENC)
VP (Função VP) Retorna o valor presente de um investimento
TAXA (Função TAXA) Retorna a taxa de juros por período de uma anuidade
RECEBIDO Retorna a quantia recebida no vencimento de um título totalmente
(Função investido
RECEBIDO)
Função TAXAJURO Retorna uma taxa de juros equivalente referente ao crescimento de
um investimento
DPD (Função DPD) Retorna a depreciação em linha reta de um ativo durante um período

SDA (Função SDA) Retorna a depreciação dos dígitos da soma dos anos de um
ativo para um período especificado
OTN (Função OTN) Retorna o rendimento de um título equivalente a uma obrigação do
Tesouro
OTNVALOR Retorna o preço por R$ 100,00 do valor nominal de uma obrigação do
(Função Tesouro
OTNVALOR)
OTNLUCRO (Função Retorna o rendimento de uma obrigação do Tesouro
OTNLUCRO)
BDV (Função BDV) Retorna a depreciação de um ativo para um período especificado
ou parcial usando um método de balanço declinante
XTIR (Função XTIR) Fornece a taxa interna de retorno para um programa de fluxos de
caixa que não é
necessariamente periódico
XVPL (Função XVPL) Retorna o valor presente líquido de um programa de fluxos
de caixa que não é necessariamente periódico
LUCRO (Função Retorna o lucro de um título que paga juros periódicos
LUCRO)
LUCRODESC Retorna o rendimento anual de um título descontado. Por
(Função exemplo, uma obrigação do Tesouro
LUCRODESC)
LUCROVENC Retorna o lucro anual de um título que paga juros no vencimento
(Função
LUCROVENC)

Funções de informação

Função Descrição
CÉL (Função CÉL) Retorna informações sobre a formatação, a localização
ou o conteúdo de uma célula
Observação Esta função não está disponível no Excel Web
App.
TIPO.ERRO (Função Retorna um número correspondente a um tipo de erro
TIPO.ERRO)
INFORMAÇÃO Retorna informações sobre o ambiente
(Função operacional atual Observação Esta função
INFORMAÇÃO) não está disponível no Excel Web App.
Função ÉCÉL.VAZIA Retorna VERDADEIRO se o valor for vazio
Função ÉERRO Retorna VERDADEIRO se o valor for um valor de erro diferente
de #N/D
Função ÉERROS Retorna VERDADEIRO se o valor for um valor de erro
ÉPAR (Função ÉPAR) Retorna VERDADEIRO se o número for par
Função ÉFÓRMULA Retorna TRUE quando há uma referência a uma célula que
contém uma fórmula
Função ÉLÓGICO Retorna VERDADEIRO se o valor for um valor lógico
Função É.NÃO.DISP Retorna VERDADEIRO se o valor for o valor de erro #N/D
Função É.NÃO.TEXTO Retorna VERDADEIRO se o valor for diferente de texto
Função ÉNÚM Retorna VERDADEIRO se o valor for um número
ÉIMPAR (Função ÉIMPAR) Retorna VERDADEIRO se o número for ímpar
Função ÉREF Retorna VERDADEIRO se o valor for uma referência
Função ÉTEXTO Retorna VERDADEIRO se o valor for texto
N (Função N) Retorna um valor convertido em um número
NÃO.DISP (Função Retorna o valor de erro #N/D
NÃO.DISP)
Função PLAN Retorna o número da planilha referenciada
Função PLANS Retorna o número de planilhas em uma referência
TIPO (Função TIPO) Retorna um número indicando o tipo de dados de um valor
Funções lógicas

Função Descrição
E (Função E) Retorna VERDADEIRO se todos os seus argumentos forem
FALSO (Função VERDADEIROS
Retorna o valor lógico FALSO
FALSO)
SE (Função SE) Especifica um teste lógico a ser executado
SEERRO (Função Retornará um valor que você especifica se uma fórmula for
SEERRO) avaliada para um erro; do contrário, retornará o resultado da
fórmula
Função SENÃODISP Retorna o valor especificado quando a expressão é resolvida como
#N/D; caso contrário,
NÃO (Função NÃO) retorna
Inverte oo valor
resultado dado
lógico expressão
argumento
OU (Função OU) Retorna VERDADEIRO se um dos argumentos for VERDADEIRO
VERDADEIRO Retorna o valor lógico VERDADEIRO
(Função
VERDADEIRO)
Função XOR Retorna um OU exclusivo lógico de todos os argumentos

Funções de pesquisa e referência

Função Descrição
Função ENDEREÇO Retorna uma referência como texto para uma única
ÁREAS (Função ÁREAS) célula
Retornaemo uma planilha
número de áreas em uma referência
Função ESCOLHER Escolhe um valor a partir de uma lista de valores
Função COLUNA Retorna o número da coluna de uma referência
Função COLS Retorna o número de colunas em uma referência
Função FÓRMULATEXTO Retorna a fórmula em determinada referência como
texto
INFODADOSTABELADINÂMICA Retorna os dados armazenados em um relatório de
(Função tabela dinâmica
INFODADOSTABELADINÂMICA)
PROCH (Função PROCH) Procura na linha superior de uma matriz e retorna
o valor da célula especificada
HIPERLINK (Função HIPERLINK) Cria um atalho ou salto que abre um documento
armazenado em um servidor de rede, uma
ÍNDICE (Função ÍNDICE) intranet
Usa umouíndice
na Internet
para escolher um valor de uma
referência ou matriz
INDIRETO (Função INDIRETO) Retorna uma referência indicada por um valor de
PROC (Função PROC) texto
Procura valores em um vetor ou em uma matriz
CORRESP (Função CORRESP) Procura valores em uma referência ou em uma
DESLOC (Função DESLOC) matriz
Retorna um deslocamento de referência
com base em uma determinada referência
LIN (Função LIN) Retorna o número da linha de uma referência
LINS (Função LINS) Retorna o número de linhas em uma referência
Função RTD Recupera dados em tempo real de um programa
que ofereça suporte a automação COM
(automação: uma forma de trabalhar com
objetos de um aplicativo a partir de outro
aplicativo ou ferramenta de desenvolvimento.
Chamada inicialmente de automação OLE, a
automação é um padrão industrial e um recurso
TRANSPOR (Função TRANSPOR) Retorna a transposição de uma matriz
do modelo de objeto componente (COM).)
PROCV (Função PROCV) Procura na primeira coluna de uma matriz e
se move ao longo da linha para retornar o
valor de uma célula

Funções matemáticas e trigonométricas

Função Descrição
ABS (Função ABS) Retorna o valor absoluto de um número
ACOS (Função ACOS) Retorna o arco cosseno de um número
ACOSH (Função ACOSH) Retorna o cosseno hiperbólico inverso de um número
Função ACOT Retorna o arco cotangente de um número
Função ACOTH Retorna o arco cotangente de um número complexo
AGREGAR Retorna uma soma em uma lista ou em um banco de dados.
(Função AGREGAR)
Função ARÁBICO Converte um número romano em arábico, como um número
ASEN (Função ASEN) Retorna o arco seno de um número
ASENH (Função ASENH) Retorna o seno hiperbólico inverso de um número
ATAN (Função ATAN) Retorna o arco tangente de um número
ATAN2 (Função ATAN2) Retorna o arco tangente das coordenadas x e y
ATANH (Função ATANH) especificadas
Retorna a tangente hiperbólica inversa de um número
Função BASE Converte um número em uma representação de texto com a
determinada base
Função TETO Arredonda um número para o inteiro mais próximo ou para o
múltiplo mais próximo de significância
Função TETO.MAT Arredonda um número para cima para o inteiro mais próximo
ou para o
múltiplo mais próximo de significância
TETO.PRECISO (Função Arredonda um número para o inteiro mais próximo ou para o
TETO.PRECISO) múltiplo mais próximo de significância. Independentemente
do sinal do número, ele é arredondado para cima.

COMBIN (Função COMBIN) Retorna o número de combinações de um determinado


número de objetos
Função COMBINA Retorna o número de combinações com repetições de um
determinado número de itens.
COS (Função COS) Retorna o cosseno de um número
COSH (Função COSH) Retorna o cosseno hiperbólico de um número
Função COT Retorna a cotangente de um ângulo
Função COTH Retorna a cotangente hiperbólica de um número
Função COSEC Retorna a cossecante de um ângulo
Função COSECH Retorna a cossecante hiperbólica de um ângulo
Função DECIMAL Converte em um número decimal a representação de
texto de um número em determinada base
GRAUS (Função GRAUS) Converte radianos em graus
PAR (Função PAR) Arredonda um número para cima até o inteiro par mais
EXP (Função EXP) próximo
Retorna e elevado à potência de um número especificado
FATO (Função FATO) Retorna o fatorial de um número
FATDUPLO (Função Retorna o fatorial duplo de um número
FATDUPLO)
ARREDMULTB (Função Arredonda um número para baixo até zero
ARREDMULTB)
Função ARREDMULTB.MAT Arredonda um número para baixo para o inteiro mais
próximo ou para o múltiplo mais próximo de
significância.

ARREDMULTB.PRECISO Arredonda um número para baixo para o inteiro


(Função mais próximo ou para o múltiplo mais próximo
ARREDMULTB.PRECISO) de significância. Independentemente do sinal do
número, ele é arredondado para baixo.
MDC (Função MDC) Retorna o máximo divisor comum
INT (Função INT) Arredonda um número para baixo até o número inteiro
mais próximo
ISO.TETO (Função ISO.TETO) Retorna um número para o inteiro mais próximo
ou para o múltiplo mais próximo de significância

MMC (Função MMC) Retorna o mínimo múltiplo comum


LN (Função LN) Retorna o logaritmo natural de um número
LOG (Função LOG) Retorna o logaritmo de um número de uma base
especificada
LOG10 (Função LOG10) Retorna o logaritmo de base 10 de um número
MATRIZ.DETERM Retorna o determinante de uma matriz de uma variável
(Função do tipo matriz
MATRIZ.DETERM)
MATRIZ.INVERSO Retorna a matriz inversa de uma matriz
(Função
MATRIZ.INVERSO)

Função MATRIZ.MULT Retorna o produto de duas matrizes


Função RESTO Retorna o resto da divisão
Função MARRED Retorna um número arredondado ao múltiplo desejado
Função MULTINOMIAL Retorna o multinômio de um conjunto de números
Função MUNIT Retorna a matriz de unidade ou a dimensão
especificada
Função ÍMPAR Arredonda um número para cima até o inteiro ímpar
mais próximo
Função PI Retorna o valor de pi
Função POTÊNCIA Fornece o resultado de um número elevado a uma
potência
PRODUTO (Função PRODUTO) Multiplica seus argumentos
QUOCIENTE (Função QUOCIENTE) Retorna a parte inteira de uma divisão
RADIANOS (Função RADIANOS) Converte graus em radianos
ALEATÓRIO (Função ALEATÓRIO) Retorna um número aleatório entre 0 e 1
ALEATÓRIOENTRE Retorna um número aleatório entre os números
(Função especificados
ALEATÓRIOENTRE)
ROMANO (Função ROMANO) Converte um numeral arábico em romano, como texto
ARRED (Função ARRED) Arredonda um número até uma quantidade
especificada de dígitos
ARREDONDAR.PARA.BAIXO Arredonda um número para baixo até zero
(Função
ARREDONDAR.PARA.BAIXO)

ARREDONDAR.PARA.CIMA Arredonda um número para cima, afastando-o de zero


(Função
ARREDONDAR.PARA.CIMA)
Função SEC Retorna a secante de um ângulo
Função SECH Retorna a secante hiperbólica de um ângulo
SOMASÉRIE (Função SOMASÉRIE) Retorna a soma de uma série polinomial baseada na
fórmula
SINAL (Função SINAL) Retorna o sinal de um número
SEN (Função SEN) Retorna o seno de um ângulo dado
SENH (Função SENH) Retorna o seno hiperbólico de um número
RAIZ (Função RAIZ) Retorna uma raiz quadrada positiva
RAIZPI (Função RAIZPI) Retorna a raiz quadrada de (núm* pi)
SUBTOTAL (Função SUBTOTAL) Retorna um subtotal em uma lista ou em um banco de
dados

SOMA (Função SOMA) Soma seus argumentos


SOMASE (Função SOMASE) Adiciona as células especificadas por um determinado
critério
SOMASES (Função Adiciona as células em um intervalo que atende a vários
SOMASES)
SOMARPRODUTO critérios a soma dos produtos de componentes
Retorna
(Função correspondentes de matrizes
SOMARPRODUTO)
SOMAQUAD (Função Retorna a soma dos quadrados dos argumentos
SOMAQUAD)
SOMAX2DY2 (Função Retorna a soma da diferença dos quadrados dos valores
SOMAX2DY2) correspondentes em duas matrizes
SOMAX2SY2 (Função Retorna a soma da soma dos quadrados dos valores
SOMAX2SY2) correspondentes em duas
matrizes
SOMAXMY2 (Função Retorna a soma dos quadrados das diferenças dos valores
SOMAXMY2) correspondentes em duas matrizes
TAN (Função TAN) Retorna a tangente de um número
TANH (Função TANH) Retorna a tangente hiperbólica de um número
TRUNC (Função TRUNC) Trunca um número para um inteiro

Funções estatísticas

Função Descrição
DESV.MÉDIO (Função Retorna a média aritmética dos desvios médios dos
DESV.MÉDIO) pontos de dados a partir de sua média
MÉDIA (Função MÉDIA) Retorna a média dos argumentos
MÉDIAA (Função MÉDIAA) Retorna a média dos argumentos, inclusive números,
texto e valores lógicos
MÉDIASE (Função MÉDIASE) Retorna a média (média aritmética) de todas as células
em um intervalo que atendem a um determinado critério

MÉDIASES (Função MÉDIASES) Retorna a média (média aritmética) de todas as células


que satisfazem vários
critérios
DIST.BETA (Função DIST.BETA) Retorna a função de distribuição cumulativa beta
INV.BETA (Função INV.BETA) Retorna o inverso da função de distribuição cumulativa
para uma distribuição beta especificada
DISTR.BINOM (Função Retorna a probabilidade de distribuição binomial do
DISTR.BINOM) termo individual
Função INTERV.DISTR.BINOM Retorna a probabilidade de um resultado de teste
usando uma distribuição binomial
INV.BINOM (Função INV.BINOM) Retorna o menor valor para o qual a distribuição
binomial cumulativa é menor ou igual ao valor padrão

DIST.QUIQUA (Função Retorna a função de densidade da probabilidade beta


DIST.QUIQUA) cumulativa
DIST.QUIQUA.CD Retorna a probabilidade unicaudal da distribuição qui-
(Função quadrada
DIST.QUIQUA.CD)

INV.QUIQUA (Função Retorna a função de densidade da probabilidade beta


INV.QUIQUA) cumulativa
INV.QUIQUA.CD (Função Retorna o inverso da probabilidade unicaudal da
INV.QUIQUA.CD) distribuição qui-quadrada
TESTE.QUIQUA (Função Retorna o teste para independência
TESTE.QUIQUA)
INT.CONFIANÇA.NORM Retorna o intervalo de confiança para uma média da
(Função população
INT.CONFIANÇA.NORM)

INT.CONFIANÇA.T (Função Retorna o intervalo de confiança para um meio de


INT.CONFIANÇA.T) preenchimento, usando a
distribuição t de um Aluno
CORREL (Função CORREL) Retorna o coeficiente de correlação entre dois conjuntos
de dados

CONT.NÚM (Função CONT.NÚM) Calcula quantos números há na lista de argumentos


CONT.VALORES (Função Calcula quantos valores há na lista de argumentos
CONT.VALORES)
CONTAR.VAZIO (Função Conta o número de células vazias no intervalo
CONTAR.VAZIO) especificado
CONT.SE (Função CONT.SE) Calcula o número de células não vazias em um
intervalo que corresponde a determinados critérios
CONT.SES (Função CONT.SES) Conta o número de células dentro de um intervalo que
atende a múltiplos
critérios
COVARIAÇÃO.P (Função Retorna a covariação, a média dos produtos dos desvios
COVARIAÇÃO.P) pares
Função S.COVARIAÇÃO Retorna a covariação de exemplo, a média de desvios
de produtos para cada par de pontos de dados em dois
conjuntos de dados
Função DESVQ Retorna a soma dos quadrados dos desvios
DISTR.EXPON (Função Retorna a distribuição exponencial
DISTR.EXPON)
DIST.F (Função DIST.F) Retorna a distribuição de probabilidade F
DIST.F.CD (Função DIST.F.CD) Retorna a distribuição de probabilidade F
INV.F (Função INV.F) Retorna o inverso da distribuição de probabilidades F
INV.F.CD (Função INV.F.CD) Retorna o inverso da distribuição de probabilidades F
TESTE.F (Função TESTE.F) Retorna o resultado de um teste F
FISHER (Função FISHER) Retorna a transformação Fisher
FISHERINV (Função FISHERINV) Retorna o inverso da transformação Fisher
PREVISÃO (Função PREVISÃO) Retorna um valor ao longo de uma linha reta
FREQUÊNCIA (Função Retorna uma distribuição de frequência como uma
FREQUÊNCIA) matriz vertical
Função GAMA Retorna o valor da função GAMA
DIST.GAMA (Função DIST.GAMA) Retorna a distribuição gama
INV.GAMA (Função INV.GAMA) Retorna o inverso da distribuição cumulativa gama
LNGAMA (Função LNGAMA) Retorna o logaritmo natural da função gama, G(x).
LNGAMA.PRECISO Retorna o logaritmo natural da função gama, G(x).
(Função
LNGAMA.PRECISO)
Função GAUSS Retorna menos 0,5 que a distribuição cumulativa normal
padrão
MÉDIA.GEOMÉTRICA Retorna a média geométrica
(Função
MÉDIA.GEOMÉTRICA)
CRESCIMENTO (Função Retorna valores ao longo de uma tendência exponencial
CRESCIMENTO)
MÉDIA.HARMÔNICA Retorna a média harmônica
(Função
MÉDIA.HARMÔNICA)
DIST.HIPERGEOM.N Retorna a distribuição hipergeométrica
(Função
DIST.HIPERGEOM.N)

INTERCEPÇÃO (Função Retorna a intercepção da linha de regressão linear


INTERCEPÇÃO)
CURT (Função CURT) Retorna a curtose de um conjunto de dados
MAIOR (Função MAIOR) Retorna o maior valor k-ésimo de um conjunto de dados
PROJ.LIN (Função PROJ.LIN) Retorna os parâmetros de uma tendência linear
PROJ.LOG (Função PROJ.LOG) Retorna os parâmetros de uma tendência exponencial
DIST.LOGNORMAL.N Retorna a distribuição lognormal cumulativa
(Função
DIST.LOGNORMAL.N)

Função INV.LOGNORMAL Retorna o inverso da distribuição cumulativa lognormal


MÁXIMO (Função MÁXIMO) Retorna o valor máximo em uma lista de argumentos

MÁXIMOA (Função MÁXIMOA) Retorna o maior valor em uma lista de argumentos,


inclusive números, texto e valores lógicos
MED (Função MED) Retorna a mediana dos números indicados
MIN (Função MIN) Retorna o valor mínimo em uma lista de argumentos
MÍNIMOA (Função MÍNIMOA) Retorna o menor valor em uma lista de argumentos,
inclusive números, texto e valores lógicos

MODO.MULT (Função MODO.MULT) Retorna uma matriz vertical do valor que ocorre com
mais frequência, ou
valores repetitivos em uma matriz ou intervalo de
dados
MODO.ÚNICO (Função Retorna o valor mais comum em um conjunto de
MODO.ÚNICO) dados
DIST.BIN.NEG.N (Função Retorna a distribuição binomial negativa
DIST.BIN.NEG.N)
DIST.NORM.N (Função Retorna a distribuição cumulativa normal
DIST.NORM.N)
INV.NORM.N (Função INV.NORM.N) Retorna o inverso da distribuição cumulativa normal
DIST.NORMP.N (Função Retorna a distribuição cumulativa normal padrão
DIST.NORMP.N)
INV.NORMP.N (Função Retorna o inverso da distribuição cumulativa normal
INV.NORMP.N) padrão
PEARSON (Função PEARSON) Retorna o coeficiente de correlação do momento do
produto Pearson
PERCENTIL.EXC (Função Retorna o percentil k de valore em um intervalo,
PERCENTIL.EXC) onde k está no intervalo 0..1, exclusive
PERCENTIL.INC (Função Retorna o k-ésimo percentil de valores em um
PERCENTIL.INC) intervalo
ORDEM.PORCENTUAL.EXC Retorna a ordem percentual de um valor em um
(Função conjunto de dados como um percentual (0..1,
ORDEM.PORCENTUAL.EXC) exclusive) do conjunto de dados.
ORDEM.PORCENTUAL.INC Retorna a ordem percentual de um valor em um
(Função conjunto de dados
ORDEM.PORCENTUAL.INC)

PERMUT (Função PERMUT) Retorna o número de permutações de um


determinado número de objetos
Função PERMUTAS Retorna o número de permutações referentes a
determinado número de objetos (com repetições)
que podem ser selecionadas do total de objetos

Função PHI Retorna o valor da função de densidade referente a


uma distribuição normal
padrão
DIST.POISSON (Função Retorna a distribuição Poisson
DIST.POISSON)
PROB (Função PROB) Retorna a probabilidade de valores em um intervalo
estarem entre dois limites
QUARTIL.EXC (Função Retorna o quartil do conjunto de dados, com base
QUARTIL.EXC) em valores percentuais de 0..1, exclusive

QUARTIL.INC (Função Retorna o quartil do conjunto de dados


QUARTIL.INC)
ORDEM.MÉD (Função ORDEM.MÉD) Retorna a posição de um número em uma lista de
números
ORDEM.EQ (Função ORDEM.EQ) Retorna a posição de um número em uma lista de
números
RQUAD (Função RQUAD) Retorna o quadrado do coeficiente de correlação do
momento do produto de Pearson

DISTORÇÃO (Função DISTORÇÃO) Retorna a distorção de uma distribuição


Função DISTORÇÃO.P Retorna a inclinação de uma distribuição com base
em uma população: uma caracterização do grau de
assimetria de uma distribuição em torno de sua
média

INCLINAÇÃO (Função INCLINAÇÃO) Retorna a inclinação da linha de regressão linear


MENOR (Função MENOR) Retorna o menor valor k-ésimo do conjunto de dados
Função PADRONIZAR Retorna um valor normalizado
Função DESVPAD.P Calcula o desvio padrão com base na população total
DESVPAD.A (Função DESVPAD.A) Estima o desvio padrão com base em uma amostra

DESVPADA (Função Estima o desvio padrão com base em uma amostra,


DESVPADA) inclusive números, texto e valores lógicos

DESVPADPA (Função Calcula o desvio padrão com base na população total,


DESVPADPA) inclusive números, texto
e valores lógicos
EPADYX (Função EPADYX) Retorna o erro padrão do valor-y previsto para cada x da
regressão
DIST.T (Função DIST.T) Retorna os Pontos Percentuais (probabilidade) para a
distribuição t do Aluno
DIST.T.BC (Função DIST.T.BC) Retorna os Pontos Percentuais (probabilidade) para a
distribuição t do Aluno
DIST.T.CD (Função DIST.T.CD) Retorna a distribuição t de Student
INV.T (Função INV.T) Retorna o valor t da distribuição t de Aluno como
uma função da probabilidade e dos graus de
liberdade

INV.T.BC (Função INV.T.BC) Retorna o inverso da distribuição t de Student


TESTE.T (Função TESTE.T) Retorna a probabilidade associada ao teste t de Student
TENDÊNCIA (Função Retorna valores ao longo de uma tendência linear
TENDÊNCIA)
MÉDIA.INTERNA (Função Retorna a média do interior de um conjunto de dados
MÉDIA.INTERNA)
VAR.P (Função VAR.P) Calcula a variação com base na população inteira
VAR.A (Função VAR.A) Estima a variação com base em uma amostra
VARA (Função VARA) Estima a variação com base em uma amostra,
inclusive números, texto e valores lógicos
VARPA (Função VARPA) Calcula a variação com base na população total,
inclusive números, texto e valores lógicos

DIST.WEIBULL (Função Retorna a distribuição Weibull


DIST.WEIBULL)
TESTE.Z (Função TESTE.Z) Retorna o valor de probabilidade unicaudal de um teste z

Funções de texto

Função Descrição
ASC (Função ASC) Altera letras do inglês ou katakana de largura total
(bytes duplos) dentro de uma cadeia de caracteres para
caracteres de meia largura (byte único).
BAHTTEXT (Função Converte um número em um texto, usando o formato de
BAHTTEXT) moeda ß (baht)
CARACT (Função CARACT) Retorna o caractere especificado pelo número de código
TIRAR (Função TIRAR) Remove todos os caracteres do texto que não podem ser
impressos
CÓDIGO (Função CÓDIGO) Retorna um código numérico para o primeiro
caractere de uma cadeia de texto
CONCATENAR (Função Agrupa vários itens de texto em um único item de texto
CONCATENAR)
Função DBCS Altera letras do inglês ou katakana de meia largura
(byte único) dentro de uma cadeia de caracteres para
caracteres de largura total (bytes duplos)
MOEDA (Função MOEDA) Converte um número em texto, usando o formato de
moeda $ (cifrão)
EXATO (Função EXATO) Verifica se dois valores de texto são idênticos
PROCURAR , Procura um valor de texto dentro de outro
PROCURARB (Funções (diferencia maiúsculas de minúsculas)
PROCURAR,
PROCURARB)
FIXO (Função FIXO) Formata um número como texto com um número fixo de
decimais
ESQUERDA , Retorna os caracteres mais à esquerda de um valor de
ESQUERDAB (Funções texto
ESQUERDA,
ESQUERDAB)

NÚM.CARACT , Retorna o número de caracteres em uma cadeia de texto


NÚM.CARACTB (Funções
NÚM.CARACT,
NÚM.CARACTB)
MINÚSCULA (Função Converte texto em minúsculas
MINÚSCULA)
EXT.TEXTO , Retorna um número específico de caracteres de
EXT.TEXTOB (Funções uma cadeia de texto começando na posição
EXT.TEXTO, especificada
EXT.TEXTOB)
Função VALORNUMÉRICO Converte texto em número de uma maneira independente
de localidade
FONÉTICA (Função FONÉTICA) Extrai os caracteres fonéticos (furigana) de uma cadeia de
texto
Função PRI.MAIÚSCULA Coloca a primeira letra de cada palavra em maiúscula em
um valor de texto
MUDAR , MUDARB Muda os caracteres dentro do texto
(Função MUDAR,
MUDARB)
REPT (Função REPT) Repete o texto um determinado número de vezes
DIREITA , DIREITAB Retorna os caracteres mais à direita de um valor de texto
(Função DIREITA,
DIREITAB)
PESQUISAR, Localiza um valor de texto dentro de outro (não diferencia
PESQUISARB (Funções maiúsculas de minúsculas)
PESQUISAR,
PESQUISARB)
SUBSTITUIR (Função Substitui um novo texto por um texto antigo em uma
SUBSTITUIR) cadeia de texto
T (Função T) Converte os argumentos em texto
TEXTO (Função TEXTO) Formata um número e o converte em texto
ARRUMAR (Função ARRUMAR) Remove espaços do texto
Função CARACTUNICODE Retorna o caractere Unicode referenciado por
determinado valor numérico
Função UNICODE Retorna o número (ponto de código) que corresponde ao
primeiro caractere do texto

MAIÚSCULA (Função Converte texto em maiúsculas


MAIÚSCULA)
VALOR (Função VALOR) Converte um argumento de texto em um número

6. REFERÊNCIAS
HA103673690.aspx

Sobre operadores de Cálculos http://office.microsoft.com/pt-br/excel-help/sobre-


os- operadores-de-calculo-HP005198697.aspx

Você também pode gostar