Você está na página 1de 4

Capítulo 3 – Retificadores com diodos 111

Ŷ Principais pontos da Seção 3.14

– Um indutor CC é mais caro e tem peso maior do que um CA. Existem dois tipos de capacitores: CC e CA.
Os capacitores disponíveis comercialmente podem ser classificados em cinco categorias: (a) capacitores CA
de filme, (b) capacitores cerâmicos, (c) capacitores eletrolíticos de alumínio, (d) capacitores de tântalo sólido
e (e) supercapacitores.

RESUMO
Existem diferentes tipos de retificador, dependendo das conexões dos diodos e do transformador de entrada.
Os parâmetros de desempenho dos retificadores foram definidos, mostrando que ele varia de acordo com o tipo.
Os retificadores geram harmônicas na carga e na rede de alimentação; essas harmônicas podem ser reduzidas por
filtros. Os desempenhos dos retificadores também são influenciados pelas indutâncias da fonte e da carga.

QUESTÕES PARA REVISÃO

3.1 O que é relação de espiras de um transformador?


3.2 O que é um retificador? Qual é a diferença entre um retificador e um conversor?
3.3 Qual é a condição de bloqueio de um diodo?
3.4 Quais são os parâmetros de desempenho de um retificador?
3.5 Qual é a relevância do fator de forma de um retificador?
3.6 Qual é a relevância do fator de ondulação de um retificador?
3.7 Qual é a eficiência de uma retificação?
3.8 Qual é a relevância do fator de utilização de um transformador?
3.9 O que é fator de deslocamento?
3.10 O que é fator de potência de entrada?
3.11 O que é fator harmônico?
3.12 Qual é a tensão de saída CC de um retificador monofásico de onda completa?
3.13 Qual é a frequência fundamental da tensão de saída de um retificador monofásico de onda completa?
3.14 Quais são as vantagens de um retificador trifásico em relação a um monofásico?
3.15 Quais são as desvantagens de um retificador polifásico de meia onda?
3.16 Quais são as vantagens de um retificador trifásico em ponte em relação a um de seis fases em estrela?
3.17 Quais são as finalidades dos filtros em circuitos retificadores?
3.18 Quais são as diferenças entre filtros CA e CC?
3.19 Quais são os efeitos das indutâncias da fonte na tensão de saída de um retificador?
3.20 Quais são os efeitos das indutâncias da carga na saída do retificador?
3.21 O que é uma comutação de diodos?
3.22 Qual é o ângulo de comutação de um retificador?

PROBLEMAS

3.1 O retificador monofásico em ponte da Figura 3.3a tem uma carga puramente resistiva R = 5 , tensão
de alimentação com pico de Vm = 170 V e frequência f = 60 Hz. Determine a tensão média de saída do
retificador se a indutância da fonte for desprezável.
3.2 Repetir o Problema 3.1 para uma indutância da fonte por fase (incluindo a indutância de fuga do
transformador) Lc = 0,5 mH.

M03_RASHID_5942_12_SE_C03.indd 111 16/09/14 14:23


112 Eletrônica de potência

3.3 O retificador de seis fases em estrela da Figura 3.10 tem uma carga puramente resistiva R = 5 ,
tensão de alimentação com pico de Vm = 170 V e frequência f = 60 Hz. Determine a tensão média de
saída do retificador se a indutância da fonte for desprezável.
3.4 Repetir o Problema 3.3 para uma indutância da fonte por fase (incluindo a indutância de fuga do
transformador) Lc = 0,5 mH.
3.5 O retificador trifásico em ponte da Figura 3.11 tem uma carga puramente resistiva R = 40 e é
alimentado a partir de uma fonte de 280 V, 60 Hz. O primário e o secundário do transformador de
entrada estão conectados em Y. Determine a tensão média de saída do retificador se a indutância da
fonte for desprezável.
3.6 Repetir o Problema 3.5 para uma indutância da fonte por fase (incluindo a indutância de fuga do
transformador) Lc = 0,5 mH.
3.7 O retificador monofásico em ponte da Figura 3.3a deve fornecer uma tensão média VCC = 240 V para
uma carga resistiva R = 10 . Determine as especificações de tensão e de corrente dos diodos e do
transformador.
3.8 Um retificador trifásico em ponte deve fornecer uma tensão média VCC = 750 V com uma corrente
sem ondulações ICC = 6000 A. O primário e o secundário do transformador estão conectados em Y.
Determine as especificações de tensão e de corrente dos diodos e do transformador.
3.9 O retificador monofásico da Figura 3.3a tem uma carga RL. Para uma tensão de entrada de pico
Vm = 170 V, frequência de alimentação f = 60 Hz e resistência de carga R = 10 , determine a indutância
de carga L para limitar as harmônicas da corrente de carga a 4% do valor médio ICC.
3.10 O retificador trifásico em estrela da Figura 3.10a tem uma carga RL. Para uma tensão de fase de pico
no secundário Vm = 170 V em 60 Hz e uma resistência de carga R = 10 , determine a indutância de
carga L para limitar as harmônicas da corrente de carga a 2% do valor médio ICC.
3.11 A tensão da bateria na Figura P3.11 é E = 10 V, e sua capacidade, 200 Wh. A corrente média da
carga deve ser ICC = 10 A. A tensão de entrada no primário é Vp = 120 V, 60 Hz, e o transformador
tem uma relação de espiras de h = 2:1. Calcule (a) o ângulo de condução d do diodo, (b) a resistência
R de limitação de corrente, (c) a faixa de potência PR de R, (d) o tempo de carga h0 em horas, (e) a
eficiência do retificador  e (f) a tensão reversa máxima (PIV) do diodo.

FIGURA P3.11

n:1 R D1

io

vp vs E

3.12 A tensão da bateria na Figura P3.11 é E = 12 V, e sua capacidade, 100 Wh. A corrente média da
carga deve ser ICC = 5 A. A tensão de entrada no primário é Vp = 120 V, 60 Hz, e o transformador
tem uma relação de espiras de h = 2:1. Calcule (a) o ângulo de condução δ do diodo, (b) a resistência
R de limitação de corrente, (c) a faixa de potência PR de R, (d) o tempo de carga h0 em horas, (e) a
eficiência do retificador  e (f) a tensão reversa máxima (PIV) do diodo.
3.13 O retificador monofásico de onda completa da Figura 3.4a tem L = 4,5 mH, R = 4 e E = 20 V. A tensão
de entrada é Vs = 120 V em 60 Hz. (a) Determine (1) a corrente de carga em regime permanente I0
em t = 0, (2) a corrente média no diodo ID(med), (3) a corrente rms no diodo ID(rms) e (4) a corrente rms
de saída Io(rms). (b) Utilize o PSpice para fazer o gráfico da corrente instantânea de saída i0. Assuma
parâmetros do diodo IS = 2,22E – 15, BV = 1800 V.
3.14 O retificador trifásico de onda completa da Figura 3.11 tem uma carga L = 2,5 mH, R = 5 e E = 20 V.
A tensão de linha de entrada é Vab = 208 V, 60 Hz. (a) Determine (1) a corrente de carga em regime
permanente I0 em t = /3, (2) a corrente média no diodo ID(med), (3) a corrente rms no diodo ID(rms) e

M03_RASHID_5942_12_SE_C03.indd 112 16/09/14 14:23


Capítulo 3 – Retificadores com diodos 113

(4) a corrente rms de saída Io(rms). (b) Utilize o PSpice para fazer o gráfico da corrente instantânea de
saída i0. Assuma parâmetros do diodo IS = 2,22E – 15, BV = 1800 V.
3.15 O retificador monofásico em ponte da Figura 3.3a é alimentado a partir de uma fonte de 120 V, 60 Hz.
A resistência de carga é RL = 140 . (a) Projete um filtro C, de modo que o fator de ondulação da
tensão de saída seja menor que 5%. (b) Com o valor do capacitor Ce da parte (a), calcule a tensão
média de carga VCC.
3.16 Repetir o Problema 3.15 para o retificador monofásico de meia onda da Figura P3.16.

FIGURA P3.16

 vD 
is D1

  

vp vs  Vm sen  t R vo

  
Diagrama do circuito

3.17 O retificador monofásico de meia onda da Figura P3.16 tem uma carga puramente resistiva R. Deter-
mine (a) a eficiência, (b) o FF, (c) o FR, (d) o FUT, (e) a tensão reversa máxima do diodo, (f) o FC da
corrente de entrada e (g) o FP de entrada. Suponha que Vm = 100 V.
3.18 O retificador monofásico de meia onda da Figura P3.16 está conectado a uma fonte de 60 Hz. Expresse
a tensão instantânea de saída em série de Fourier.
3.19 A tensão rms de entrada para o circuito da Figura 3.20a é 120 V, 60 Hz. (a) Se a tensão de saída CC
for VCC = 48 V com ICC = 20 A, determine os valores da indutância Le ,  e Irms. (b) Para ICC = 15 A e
Le = 6,5 mH, utilize a Tabela 3.6 a fim de calcular os valores de VCC , ,  e Irms.
3.20 O retificador monofásico da Figura 3.3a tem uma carga resistiva R, e um capacitor C está conectado
nessa carga. A corrente média da carga é ICC. Supondo que o tempo de carga do capacitor seja
insignificante em comparação ao tempo de descarga, determine a tensão harmônica rms de saída, VCA.
3.21 O filtro LC mostrado na Figura 3.16c é usado para reduzir a ondulação da tensão de saída de um
retificador de seis fases em estrela. A resistência da carga é R = 10 , a indutância da carga é L = 5 mH
e a frequência da fonte é 60 Hz. Determine os parâmetros Le e Ce do filtro, de modo que o fator de
ondulação da tensão de saída seja de 5%.
3.22 O retificador trifásico da Figura 3.13 tem uma carga RL e é alimentado a partir de uma fonte conectada
em Y. (a) Utilize o método da série de Fourier a fim de obter expressões para a tensão de saída vo(t)
e a corrente de carga i0(t). (b) Para a tensão de fase de pico Vm = 170 V em 60 Hz e a resistência da
carga R = 200 , determine a indutância de carga L que limita a corrente de ondulação a 2% do valor
médio ICC.
3.23 O retificador monofásico de meia onda da Figura P3.23 tem um diodo de roda livre e uma corrente
média de carga sem ondulação igual a Ia. (a) Esboce as formas de onda para as correntes em D1,
Dm e no primário do transformador; (b) expresse a corrente no primário em série de Fourier; e
(c) determine o FP de entrada e o FH da corrente na entrada do retificador. Suponha que a relação
de espiras do transformador seja igual a 1.
3.24 O retificador monofásico de onda completa da Figura 3.2a tem uma corrente média de carga sem ondulação
igual a Ia. (a) Esboce as formas de onda para as correntes em D1 , D2 e no primário do transformador;
(b) expresse a corrente no primário em série de Fourier; e (c) determine o FP de entrada e o FH da
corrente na entrada do retificador. Suponha uma relação de espiras do transformador igual a 1.
3.25 O retificador polifásico em estrela da Figura 3.10a tem três pulsos e fornece uma corrente média de
carga sem ondulações igual a Ia. O primário e o secundário do transformador são conectados em Y.
Suponha uma relação de espiras do transformador igual a 1. (a) Esboce as formas de onda para as

M03_RASHID_5942_12_SE_C03.indd 113 16/09/14 14:23


114 Eletrônica de potência

FIGURA P3.23

 vD 

  D1  io 
R vR

vp vs  Vm sen t vo Dm 
L vL
   

Diagrama do circuito

correntes em D1, D2, D3 e no primário do transformador; (b) expresse a corrente no primário em série
de Fourier; e (c) determine o FP de entrada e o FH da corrente de entrada.
3.26 Repita o Problema 3.25 para o caso de o primário do transformador estar conectado em delta e o
secundário, em Y.
3.27 O retificador polifásico em estrela da Figura 3.10a tem seis pulsos e fornece uma corrente média de
carga sem ondulações igual a Ia. O primário do transformador está conectado em delta e o secundário,
em Y. Suponha uma relação de espiras do transformador igual a 1. (a) Esboce as formas de onda para
as correntes em D1, D2, D3 e no primário do transformador; (b) expresse a corrente no primário em
série de Fourier; e (c) determine o PF de entrada e o FH da corrente de entrada.
3.28 O retificador trifásico em ponte da Figura 3.11 fornece uma corrente de carga sem ondulações igual
a Ia. O primário e o secundário do transformador estão conectados em Y. Suponha uma relação de
espiras do transformador igual a 1. (a) Esboce as formas de onda para as correntes em D1, D3, D5 e a
corrente de fase no secundário do transformador; (b) expresse a corrente de fase no secundário em
série de Fourier; e (c) determine o FP de entrada e o FH da corrente de entrada.
3.29 Repita o Problema 3.28 para o caso de o primário do transformador estar conectado em delta e o
secundário, em Y.
3.30 Repita o Problema 3.28 para o caso de o primário e o secundário do transformador estarem conectados
em delta.
3.31 O retificador de doze fases em estrela da Figura 3.10a tem uma carga puramente resistiva com
R ohms. Determine (a) a eficiência, (b) o FF, (c) o FR, (d) o FUT, (e) a tensão reversa máxima de cada
diodo e (f) a corrente de pico através de um diodo para que o retificador forneça ICC = 300 A em uma
tensão de saída de VCC = 240 V.
3.32 O retificador em estrela da Figura 3.10a tem q = 12 e Vm = 170 V, e sua frequência de alimentação é
f = 60 Hz. Determine o valor rms da harmônica dominante e sua frequência.

REFERÊNCIAS
1. SCHAEFER, J. Rectifier Circuits—Theory and Design. Nova York: John Wiley & Sons, 1975.
2. LEE, R. W. Power Converter Handbook—Theory Design and Application. Peterborough; Ontário: Canadian
General Electric, 1979.
3. LEE, Y.-S.; CHOW, M. H. L. Power Electronics Handbook. Editado por M. H. Rashid. San Diego, CA:
Academic Press, 2001. Capítulo 10.
4. IEEE Standard 597. Practices and Requirements for General Purpose Thyristor Drives, Piscataway, NJ, 1983.
5. Capacitors for Power Electronics—Application Guides, CDM Cornell Dubilier, Liberty, Carolina do Sul.
Disponível em: <http://www.cde.com/catalog/>. Acesso em: nov. 2011.

M03_RASHID_5942_12_SE_C03.indd 114 16/09/14 14:23

Você também pode gostar