Você está na página 1de 4

ATIVIDADE DE ESTUDO ORIENTADO 8º ANO

1ª AULA

Prática de Análise da Língua


 Compreender e aplicar técnicas de estudo na rotina diária
 Assistir a video aula do link abaixo:
 https://www.youtube.com/watch?v=LuiKsNB1GFg

Pesquisa de campo - Busca da informação

Oriente os estudantes para a realização de uma busca de informação. Vocês irão em busca de informação,
através em livros pela internet ou biblioteca a respeito de algum tema elegido por vocês jovens, a história da
cidade onde se localiza a escola pode ser um tema.

1: Busca da informação- É responsável pela busca de informações em pelo menos em 4 livros diferentes,
farão um resumo da informação encontrada e guardar as fontes teóricas nas quais pesquisaram.

2: Elaboração da informação – a 2ª atividade colocarás as fontes teóricas da número 1 nas nos normas da
ABNT e fara uma ficha de leitura baseada no resumo anterior.

EXEMPLO DE FICHA DE LEITURA:


Autor:
Título:
Edição:
Lugar:
Páginas (onde estavam as informações retiradas):
Tema ou argumento:
Opinião pessoal do grupo:

2ª Aula

Prática de Análise da Língua


 Aprender na prática a utilizar se das Técnicas de Estudos
 Assistir a video aula do link abaixo:
 https://www.youtube.com/watch?v=sXmKaZ-9fWc

Orientações:
Após todas as aulas teóricas de estruturação do correto uso dos horários de Estudo Orientado, essa
aula foi estruturada em forma de um passo a passo para os estudantes elaborarem seus Planos de Estudos,
unindo a teoria com sua prática cotidiana de estudos.

Guia de orientação na elaboração do plano de estudo

Antes de iniciar o Plano de Estudo propriamente dito, é preciso se fazer algumas perguntas:

Etapa 1 – o que antecede o Plano de Estudos.


QUANDO estudar?
-Em horários que garantam o máximo rendimento do aluno.
Dica: Autoconhecimento como ferramenta para a elaboração de um bom plano de estudo. O aluno
necessita descobrir qual é o horário de maior rendimento pessoal (De manhã? De tarde? À noite?) e
distribuir as disciplinas.
-Em horários sem nenhuma outra atividade programada.
Dica: Fazer uma análise cuidadosa do horário das aulas e das demais atividades extra-escolares
(dança, natação), tomando consciência de como o aluno ocupa seu tempo ao longo da semana. Devem ser
discriminados os horários livres e entre eles selecionar os mais adequados ao estudo.
Dica: Construção de um plano de estudo realista. Nenhuns dos horários programados para estudar
devem coincidir com alguma atividade preferida do aluno (um programa televisivo, por exemplo), o que
provocaria infrações em seu cumprimento ou falta de concentração. O aluno deve ajustar o plano de estudo
às condições e às circunstâncias particulares da sua vida pessoal e escolar.
2. O QUE estudar?
-A ordem de abordagem das disciplinas a estudar, pode ser guiada através do seguinte método:
O estudo deve ser iniciado por uma disciplina de dificuldade média, seguindose as mais difíceis ou
que se tem menos afinidade e deixando-se para o fim (quando está mais cansado) as mais fáceis.
-Revisar como estratégia fundamental para a retenção do conteúdo.
Dica: O plano de estudo deve contemplar um tempo dedicado a REVISAR as matérias vistas em
classe do dia corrente.
3. ONDE estudar?
-Biblioteca: Garante tranquilidade e silêncio, além de um acervo de livros onde o aluno pode
consultar.
-Casa: Se faz necessário uma avaliação desse ambiente por conta do aluno. Questionamentos como:
Posso equilibrar as distrações de forma que não diminuam meu rendimento no estudo?
Meus familiares estão colaborando para que eu obtenha a concentração exigida?
Dica: O plano de estudo deve ser do conhecimento de toda a família e respeitado por todos. O
estudante compromete-se a estudar. Os pais comprometemse a facilitar-lhe a criação de um ambiente de
estudo favorável, sem ruídos nem interrupções.
-Sala de aula: No nosso caso em especifico, dispomos de momentos, na agenda semanal da escola,
que objetivam e viabilizam horários apenas para o estudo dos alunos. Para tanto, deve-se criar a consciência
de respeitar o ambiente coletivo, evitando ruídos desnecessários. Também se deve fazer uso dos recursos
disponíveis nesse espaço, como amigos e professores para o esclarecimento das dúvidas.
4. QUANTO tempo estudar?
-Evitar sobrecarregar os dias que possuam muitas aulas. Em contrapartida, priorizar os dias com
pouca carga horária voltada às aulas, para empregar estudos mais longos e de maior complexidade, que
exijam uma grande capacidade de raciocínio do alunado.
– O plano de estudo deve se comportar como um instrumento que respeita as individualidades de
cada aluno. Alguns precisam estudar mais tempo do que outros.
Etapa 2 – Entendendo como se faz um Plano de Estudos
Na hora de planejar o corpo do seu plano de estudo, o aluno deve ter claramente as respostas das
seguintes questões:
O que tem que fazer?
Listar todas as atividades pendentes. Exemplo:
• Trabalhos de casa das disciplinas de...
• Rever a matéria dada nas aulas de...
• Se preparar para o teste de...
• Fazer revisões da matéria... da disciplina de...

Como distribuir as atividades?


• Elaborar um plano de estudo, a partir da definição de três momentos fundamentais:
Momento de preparação (5 minutos): Preparação do material necessário para evitar posteriores
interrupções e quebras de atenção e rendimento.
Tempo de estudo: Escolher um tempo, que dê ao estudo o rendimento pretendido.
Tempo de descanso: Não devem ser dedicados a atividades demasiado motivadoras (ex:
computador, TV), que poderiam levar o aluno a perder a motivação para regressar ao estudo.
Qual material vai precisar?
• Pensa no material necessário: manuais, cadernos diários, dicionários, máquina de calcular, lápis,
borracha, etc;
• Coloca todo esse material no local de estudo.
O que vai fazer exatamente?
• Que assunto/matéria vai estudar?
• Em que capítulos/páginas do manual está essa matéria?
• Em que lições do caderno está essa matéria?
• Que atividade vai fazer para estudar?
No seu horário de estudo deve constar atividades como:
• Fazer as leituras exigidas e necessárias.
• Sempre fazer anotações e esquemas.
• Fazer exercícios de fixação do tipo questionário ou exercícios de raciocínio (matemáticos, testes, múltipla
escolha).
Etapa 3 – Montando o Plano de Estudos
Os quadros abaixo auxiliam o estudante a desenvolver o hábito de especificar ao máximo o
conteúdo do seu plano de estudo.
No primeiro quadro estão listadas algumas propostas amplas e muito vagas que favorecem o
esquecimento e também outras propostas alternativas e mais detalhadas.

O segundo quadro expõe o método que o estudante deve utilizar na sua preparação.

Etapa 4- Avaliando o Plano de Estudos


O exercício avaliativo é uma prática primordial para quem almeja sucesso nos projetos que executa.
O plano de estudo é uma espécie de processo em que ao longo do seu desenvolvimento, o aluno vai
adquirindo experiências do que é de fato eficaz, e do que não funciona. Podendo refazer seu plano de estudo
substituindo os pontos falhos por melhoras oportunas.
Abaixo segue um exemplo quadro avaliativo para ser exposto em classe. Lembra-se que podem ser
acrescentadas mais questões, se for da necessidade individual do aluno.

AVALIAÇÃO
QUESTÕES A COLOCAR SIM NÃO
Cumpri os objetivos a que me propus?
Que dúvidas ficaram por esclarecer?
O que é que vou ter que voltar a estudar?
Houve exercícios que não soube resolver?
Vou ter que repetir o estudo desta matéria?
O tempo dedicado ao estudo de cada disciplina estava bem distribuído?
Encontrei o que precisava nos materiais que utilizei para estudar?
Preciso de ajuda do professor?
Quais os exercícios que não consegui resolver?

O que gostaria de fazer se tivesse tido mais tempo?

O ambiente escolhido garantiu 100% do meu rendimento?

O horário escolhido foi coerente com meus limites e capacidades?