Você está na página 1de 40

UNIVERSIDADE DE COIMBRA

FACULDADE DE CIÊNCIAS DO DESPORTO E EDUCAÇÃO FÍSICA


MESTRADO EM ENSINO DA EDUCAÇÃO FÍSICA NOS ENSINOS BÁSICO E SECUNDÁRIO
UNIDADE CURRICULAR: INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

PROJETO INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

A intervenção pedagógica do professor de


Educação Física: uma comparação entre a
perspetiva do professor e do aluno

Escola Secundária Avelar Brotero

DOCENTE DA UNIDADE CURRICULAR: Professor Dr. Miguel Fachada


ORIENTADOR DE ESTÁGIO: Professor Mestre António Miranda
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Dr.ª Elsa Ribeiro
PROFESSOR ESTAGIÁRIO: Ana Fonseca (2013146150)

ANO LETIVO: 2017/2018


FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

Coimbra, janeiro de 2018

ÍNDICE

1. INTRODUÇÃO...........................................................................................................4
2. ENQUADRAMENTO TEÓRICO....................................................................................5
3. JUSTIFICAÇÃO DO TEMA............................................................................................8
4. QUESTÕES DE PARTIDA.............................................................................................9
5. OBJETIVOS........................................................................................................................9
5.1. OBJETIVOS GERAIS.................................................................................................9
5.2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS....................................................................................9
6. PROCEDIMENTOS........................................................................................................10
6.1. PLANO DO ESTUDO...............................................................................................10
7. METODOLOGIA..............................................................................................................11
7.1. LIMITAÇÕES DO ESTUDO....................................................................................12
8. SELEÇÃO DA AMOSTRA............................................................................................13
10. ANÁLISE DOS RESULTADOS.................................................................................14
10.1. DISTRIBUIÇÃO DOS ITENS POR CATEGORIAS.......................................15
10.2. RESULTADOS POR DIMENSÃO......................................................................17
10.2.1. DIMENSÃO INSTRUÇÃO..............................................................................17
10.2.2. DIMENSÃO AVALIAÇÃO...............................................................................19
10.2.3. DIMENSÃO GESTÃO......................................................................................20
10.2.4. DIMENSÃO CLIMA/DISCIPLINA.................................................................21
10.3. RESULTADOS GERAIS........................................................................................23
11. REFLEXÃO CRÍTICA...................................................................................................25
12. CONSIDERAÇÕES FINAIS.......................................................................................26
13. REFERÊNICAS BIBLIORÁFICAS............................................................................27
14. ANEXOS..........................................................................................................................29
14.1. Modelo de questionário.........................................................................................30
14.2. Levantamento de dados – respostas dos alunos...........................................32
14.3. Levantamento de dados – respostas do professor........................................34
14.4. Tratamento de dados – SPSS.............................................................................36

2
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

ÍNDICE DE TABELAS

Tabela 1 – Plano do estudo (calendarização)....................................................10


Tabela 2 – Frequência e percentagem do sexo e idades dos inqueridos.........13
Tabela 3 – Distribuição dos itens/afirmações por categoria: dimensão instrução.
............................................................................................................................15
Tabela 4 – Distribuição dos itens/afirmações por categoria: dimensão
avaliação.............................................................................................................15
Tabela 5 – Distribuição dos itens/afirmações por categoria: dimensão gestão.16
Tabela 6 – Distribuição dos itens/afirmações por categoria: dimensão
clima/disciplina....................................................................................................16
Tabela 7 – Tratamento estatístico – resultados dos questionários....................17
Tabela 8..............................................................................................................17
Tabela 9 – Tratamento estatístico – resultados dos questionários....................19
Tabela 10 – Tratamento estatístico – resultados dos questionários..................20
Tabela 11 – Tratamento estatístico – resultados dos questionários..................22
Tabela 12 – Tratamento estatístico – resultados gerais....................................23

ÍNDICE DE GRÁFICOS

Gráfico 1 – Estatística descritiva: Dimensão Instrução......................................18


Gráfico 2 – Estatística descritiva: Dimensão Avaliação....................................19
Gráfico 3– Estatística descritiva: Dimensão Gestão..........................................20
Gráfico 4 – Estatística descritiva: Dimensão Clima/disciplina............................22
Gráfico 5 – Estatística descritiva: resultados gerais..........................................23

3
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

1. INTRODUÇÃO

No âmbito da unidade curricular Investigação-Ação do 3º semestre do 2º


ano do Mestrado em Ensino da Educação Física nos Ensinos Básico e
Secundário (MEEFEBS) da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação
Física da Universidade de Coimbra (FCDEF-UC) pretende-se que o aluno ao
longo da sua formação e atuação enquanto professor estagiário identifique,
analise, aplique uma resolução e avalie um problema ou questão relacionada
com o planeamento do ensino, a sua intervenção pedagógica ou a avaliação.
Neste sentido, por forma a tomar consciência da minha intervenção
pedagógica, aos meus olhos e aos olhos dos alunos e a poder melhorar,
evoluir e progredir na minha prática docente, no decorrer do presente período
foi aplicado um questionário à minha turma, como forma de obter o sentimento
dos alunos para com a minha intervenção pedagógica nas aulas práticas de
Educação Física, seja ao nível da instrução, da avaliação, da
gestão/organização ou do clima/disciplina. Assim, foram construídas 39
questões distribuídas de acordo com as dimensões que se pretendiam analisar
e avaliar, com 5 níveis de resposta, do 1 (nunca) ao 5 (sempre).
Assim, o presente projeto tem como finalidade observar, analisar, avaliar
e refletir sobre a noção dos alunos relativamente à minha prática pedagógica,
podendo evidenciar-se situações que necessitarão de melhoria, o que me
parece bastante elucidador e importante, uma vez que me encontro em
processo de aprendizagem, todos os sinais ou formas capazes de melhorar a
minha prática docente são bem-vindos e encarados com positivismo. No
seguimento do trabalho constará: um enquadramento teórico da intervenção
pedagógica e das escalas de avaliação; uma justificação do tema; as questões
de partida; os objetivos gerais e específicos; os procedimentos; os planos do
estudo; a metodologia; a seleção da amostra; a análise dos resultados com
tratamento de dados estatísticos; uma reflexão crítica; e, as considerações
finais.

4
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

2. ENQUADRAMENTO TEÓRICO

A intervenção pedagógica define-se como uma interferência que um


profissional faz sobre o processo de desenvolvimento e aprendizagem de uma
criança/jovem que no momento apresenta problemas na aquisição dos
conhecimentos, entende-se por isso que na intervenção o procedimento
adotado interfere no processo, com o objetivo de compreendê-lo, explicitá-lo ou
corrigi-lo. No contexto educativo, a intervenção pedagógica depende da
qualidade dos comportamentos de ensino e da qualidade das suas
escolhas/decisões sobre esses comportamentos, assim a forma de atuação de
um professor e o seu comportamento interativo condicionam a qualidade de
participação dos alunos o que consequentemente alterará a qualidade da sua
aprendizagem. (Costa, F. e Onofre, M. 1994).
Segundo Siedentop (1983), citado por Costa, F. e Onofre, M. (1994),
existe um conjunto de princípios e procedimentos/ações de intervenção
pedagógica que se revelam estreitamente relacionados com o sucesso das
aprendizagens dos alunos e que se devem constituir como elementos técnicos
a utilizar pelos professores. Desta forma, as dimensões do processo ensino
aprendizagem encaram-se como um conjunto didático de técnicas de
intervenção pedagógica numa taxonomia destinada a estudá-las analiticamente
sem perder de vista a globalidade da competência a ensinar. Assim, a
intervenção pedagógica divide-se em quatro dimensões: instrução;
gestão/organização; clima; e, disciplina.
A dimensão instrução consiste em todos os comportamentos e técnicas
de intervenção pedagógica que fazem parte do reportório do professor para
fornecer informação, por outras palavras, esta dimensão pressupõe de uma
transmissão de informação do professor para o aluno relativamente aos
conteúdos a abordar, tendo como referência os objetivos de aprendizagem.
Fazem parte desta a preleção, o feedback, o questionamento e a
demonstração.
A dimensão gestão/organização consiste num comportamento do
professor que produza elevados índices de envolvimento dos alunos nas
atividades das aulas, um número reduzido de comportamentos inapropriados,

5
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

e, o uso eficaz do tempo de aula, ou seja, pressupõe de uma organização das


atividades da aula, gerindo a formação de grupos, a transição entre exercícios,
a arrumação do material e equipamento prático e os momentos de interrupção
e início das tarefas por forma a proporcionar um maior tempo útil de
empenhamento motor possível.
A dimensão disciplina está intimamente ligada ao Clima sendo
fortemente afetada pela gestão e qualidade da instrução. Neste campo, as
regras devem ser definidas com clareza, os alunos devem ser motivados para
a realização de comportamentos apropriados por forma a ignorar os
comportamentos inapropriados e o quanto possível devem ser utilizadas
estratégias de castigo específicas e eficazes. A dimensão clima engloba
aspetos de intervenção pedagógica relacionados com interações pessoais,
relações humanas e ambiente.
A eficácia das dimensões da intervenção pedagógica, segundo
Siedentop (1983), depende, portanto, da capacidade de quem as utiliza para as
adequar às circunstâncias de cada contexto de intervenção pedagógica. Para o
autor, o valor de cada princípio deve ser aferido pela sua adequabilidade às
caraterísticas dos alunos, às caraterísticas dos conteúdos de aprendizagem,
dos espaços e materiais de ensino. (…) A qualidade da intervenção
pedagógica está intimamente dependente da qualidade da decisão que
precede a utilização dos comportamentos interativos. (Siedentop, D. (1983))
Clark et Peterson (1986), citado por Costa, F. e Onofre, M. (1994),
afirmam que as decisões interativas (valores, crenças e conhecimentos que o
professor possui acerca do ensino) caraterizam-se pela opção por utilizar
comportamentos de rotina, sejam previamente escolhidos para uma dada
situação, ou então escolhidos no momento próprio da intervenção.
Em remate, Costa, F. e Onofre, M. (1994) afirmam que uma intervenção
pedagógica de sucesso depende, por parte do professor, de um conhecimento
dos princípios e procedimentos de sucesso e da sua correta adequação a cada
momento de ensino, aprendizagem e caraterísticas individuais e coletivas dos
alunos que compõem a turma, no entanto, o autor reconhece que o que está
na base de um intervenção pedagógica de sucesso é o sentimento de domínio

6
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

dos princípios e procedimentos de intervenção pedagógica conotados como os


de mais eficácia.

Neste estudo, realizado com alunos do 10º ano de escolaridade da Escola


Secundária Avelar Brotero (ESAB) e comigo, enquanto professora estagiária de
Educação Física do Mestrado em Ensino de Educação Física nos Ensinos
Básico e Secundário (MEEFEBS), parto do princípio de que existe uma
divergência de opiniões relativas à intervenção pedagógica do professor que
consequentemente, se reflete no processo de ensino aprendizagem dos
alunos.

Tal como afirma Carreiro da Costa, Carvalho, Onofre & Diniz (1992), citado
por Piéron, M. (1996), os professores que se encontram em início de carreira,
como é o meu caso, consideram que o sucesso depende da sua própria
capacidade na intervenção pedagógica, sendo por isso, uma aula considerada
com sucesso, quando se verifica o desenvolvimento das capacidades, das
atitudes e das aprendizagens específicas nos alunos. No entanto, de acordo
com Piéron, M. (1996), o conhecimento, as atitudes e os valores relativos ao
ensino das atividades físicas e desportivas constroem-se a partir de várias
origens, que para atingirem o sucesso na ação (aula), o processo de ensino-
aprendizagem deverá ser analisado e refletido pelo docente. Contudo, o
sucesso do professor na prática docente não deve tomar apenas importância
no momento da sua ação real, mas sim, em toda a sua formação, devendo este
possuir um conjunto de instrumentos teóricos, práticos e técnicos que lhe
permitam desempenhar uma prática que responda à escola atual, cada vez
mais dinâmica e multicultural (Ribeiro da Silva, E. (2017)).

De acordo com as ideias expressas acima, para efeitos de análise,


avaliação e reflexão dos sentimentos e considerações dos alunos relativos à
intervenção pedagógica do professor ao longo das aulas práticas de Educação
Física, foi produzido um modelo de questionário (apresentado em anexo),
baseado em questionários de Moreno-Múrcia, J. A. et al. e em itens que o
núcleo de estágio pedagógico da ESAB considerou pertinentes para as
considerações, conclusões e discussões do estudo. Assim, para efeitos de
opção de resposta foi utilizada uma escala do tipo Likert, composta por um
7
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

conjunto de itens/afirmações, de resposta fechada, em relação a cada uma das


quais se pede ao aluno que está a ser avaliado para manifestar o grau de
concordância desde nunca (nível 1) a sempre (nível 5), portanto, os valores de
4 e 5 (frequentemente e sempre) indicam uma intervenção pedagógica
adequada ou positiva e os valores de 1 e 2 (nunca e raramente) indicam uma
intervenção pedagógica inadequada ou negativa, no entanto, como forma de
verificar a veracidade e sinceridade das respostas, os itens/afirmações 4, 9, 35
e 36 foram invertidos em relação aos restantes, convertendo-se assim os
valores baixos de 1 e 2 em “sempre” e “frequentemente” e os valores altos de 4
e 5 como “raramente” e “nunca”.

3. JUSTIFICAÇÃO DO TEMA

O estágio pedagógico do Mestrado em Ensino de Educação Física nos


Ensinos Básico e Secundário marca o primeiro momento de prática docente de
um professor, sendo por isso um ano repleto de momentos de ensino e de
aprendizagem, existindo a oportunidade de transmitir os nossos conhecimentos
aos alunos da escola, e por outro lado, de aprendermos através dessa mesma
transmissão de conhecimentos. Uma vez que se define como uma primeira
experiência, é natural que sejam cometidos erros que com o tempo e
juntamente com o auxílio do professor orientador, se vão corrigindo e
melhorando.

Desta forma, optei por este tema por forma a conseguir dados concretos
relativos à minha intervenção pedagógica, pretendendo perceber se os alunos
encaram a minha intervenção da mesma forma que eu e se existem alguns
aspetos que deva melhorar e/ou alterar, ou mesmo manter. Assim, conseguirei
uma visão da turma perante as várias dimensões de intervenção pedagógica,
possibilitando-me uma avaliação crítica da minha prática docente, com vista à
melhoria e progresso, o que na minha opinião é bastante benéfico, permitindo-
me perceber as ações e metodologias a melhorar e consequentemente, ajudar-
me a refletir sobre elas. Por outro lado, também conseguirei concluir se a
minha avaliação crítica está de acordo com a avaliação dos alunos,
comparando os dados de ambas no final do presente projeto.
8
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

4. QUESTÕES DE PARTIDA

No decorrer da prática pedagógica diária são várias as questões com


que nos deparamos, seja diretamente com a nossa intervenção, no que toca às
várias dimensões, ou mesmo em relação a uma atitude ou postura de algum
aluno, por isso considero que todos os dias são dias de aprendizagem, todos
os dias nos desafiamos a sermos melhores que no dia anterior. Deste modo, a
principal questão que se coloca deve-se com a qualidade da minha intervenção
pedagógica nas aulas de Educação Física, identificando as minhas maiores
fragilidades para que mais tarde sejam melhoradas, contribuindo assim para
um melhor processo de ensino aprendizagem aos alunos da turma, o que
consequentemente leva a uma melhoria da minha prestação enquanto docente.

5. OBJETIVOS

5.1. OBJETIVOS GERAIS

O presente projeto pretende, como já referido acima, perceber se a


minha intervenção pedagógica é adequada ou não, verificando se a noção
dos alunos se identifica com a noção da professora relativamente à prática
pedagógica.

5.2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Para verificar o conteúdo acima referido, a intervenção pedagógica foi


fragmentada em várias dimensões chave, como forma de analisar a minha
prática pedagógica nos vários elementos técnicos que constituem a
preocupação de um professor. Assim, pretendo percecionar quais os
elementos com maiores fragilidades sentidos e descritos pelos alunos,
conseguindo uma análise mais direta das ações a melhorar.

9
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

6. PROCEDIMENTOS

Para a concretização do presente projeto de investigação-ação foi


necessário elaborar um guia estratégico e cronológico dos acontecimentos,
como forma de conseguir um resultado final o mais acertado, coerente e
completo possível. Assim, conjuntamente com o núcleo de estágio, procedi à
seguinte ordem de procedimentos:

6.1. PLANO DO ESTUDO

Nº da tarefa Data limite Descrição da tarefa


1 31/10/2017 Elaboração do tema e dos subtemas a analisar.
Elaboração da forma de escala a utilizar.
Pesquisa de questões/itens relacionados com a resolução do
problema a analisar.
2 07/11/2017 Interligação e correspondência dos itens escolhidos aos subtemas
(dimensões de intervenção pedagógica)
Elaboração das questões.
3 14/11/2017 Elaboração de um questionário modelo.
Verificação e interpretação das questões, por forma a adequar
vocabulário à faixa etária dos alunos.
Distribuição das questões com vista a uma constante de respostas
pretendidas (do nível 1 ao nível 5, ou seja, de um grau de
concordância negativo para positivo).
Inversão das respostas de algumas questões para verificar a
veracidade das respostas.
4 21/11/2017 Aplicação dos questionários a uma população idêntica (turma
aleatória) à turma a ser inquirida, como forma de validar a escala do
tipo Likert e testar a articulação e a correta elaboração das questões,
corrigindo possíveis erros detetados pelos alunos.
Analisar as suas respostas e modificar o que se considerar
necessário.
5 28/11/2017 Aplicação dos questionários à população alvo pretendida (10º 1F) e
à professora da turma.
Esclarecimento de potenciais dúvidas que surjam.
6 10/01/2018 Observação, análise, avaliação e reflexão relativamente às respostas
dos alunos.
Tratamento de dados estatístico (através do programa de análise
10
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

estatística SPSS) distribuído por subtemas previamente definidos.


Reflexão aprofundada dos resultados obtidos, comparando-os com
as perceções da professora.
7 26/01/2018 Elaboração de um projeto descritivo de todo o processo de
investigação, complementado com uma reflexão crítica baseada em
fatos reais.
Tabela 1 – Plano do estudo (calendarização).

7. METODOLOGIA

Numa fase inicial do estudo contámos com a colaboração do professor


orientador da ESAB, o professor António Miranda e com a professora
orientadora da FCDEF-UC, a professora Elsa Silva, que nos ajudaram com as
fontes de pesquisa, a seleção dos conteúdos pretendidos e a sua adequação
ao objetivo da investigação. Assim, através da seleção de alguns
itens/afirmações de questionários e do acréscimo de outros tópicos
considerados relevantes, conseguimos iniciar a sua distribuição pelos
elementos técnicos constituintes da intervenção pedagógica de um docente,
constituindo um total de quatro dimensões: dimensão instrução, distribuída em
instrução, feedback e demonstração, com cerca de 15 questões; dimensão
avaliação, com 1 questão; dimensão gestão, distribuída em gestão/organização
e planeamento, com cerca de 8 questões; e, dimensão clima e disciplina,
distribuída em clima e disciplina, com cerca de 15 questões. Deste modo, o
questionário engloba um total de 39 questões, podendo ser respondidas num
grau de concordância de 1 “nunca”, 2 “raramente”, 3 “às vezes”, 4
“frequentemente” e 5 “sempre”, sendo que apenas é válido um nível de
resposta por item/afirmação.

Por forma a proporcionar um ambiente o mais adequado possível ao


preenchimento dos questionários, e uma vez que me encontrava a lecionar a
modalidade de natação, decidi que o seu preenchimento seria realizado no
início da aula do dia 28/11/2017 num espaço com mesas e cadeiras no piso -1
do espaço interior do centro olímpico de piscinas de Coimbra, assim consegui
que os alunos preenchessem os seus questionários com condições de escrita,
conforto e um ambiente sereno, por forma a evitar respostas inadequadas e
com pouca veracidade. O preenchimento individual demorou cerca de 10 a 15’,
sendo que no total, o preenchimento dos questionários demorou cerca de 30’

11
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

do tempo útil de aula. Aquando da entrega dos questionários e antes do seu


preenchimento, os alunos foram sensibilizados e esclarecidos em relação à
importância e à grandiosidade do seu preenchimento, foi-lhes pedido
sinceridade e rigor na sua realização e explicado o objetivo da sua execução,
assim como o grau de concordância que poderiam escolher, por outro lado, no
decorrer do seu preenchimento foram também respondidas todas as dúvidas
colocadas pelos alunos. No final, os questionários foram recolhidos à medida
que iam sendo terminados pelos alunos.

7.1. LIMITAÇÕES DO ESTUDO

O presente estudo sofreu algumas limitações, principalmente aquando


da colocação em prática do instrumento de análise e avaliação. Primeiramente,
o aspeto de maior realce deveu-se com as comodidades de preenchimento do
questionário. Apesar de ter existido uma preocupação para com este aspeto, o
momento de preenchimento do mesmo coincidia com a lecionação da unidade
didática de natação e por isso, as aulas eram realizadas no Complexo Olímpico
de Piscinas de Coimbra, assim, conseguiu-se usufruir do piso -1 (zona com
mesas e cadeiras), possibilitando algum conforto. No entanto, os alunos
encontravam-se numa disposição de “reunião”, consequentemente resultando
numa falta de veracidade nas respostas. O fator tempo destaca-se como
segundo aspeto limitativo ao correto preenchimento, contendo as aulas de
Educação Física um tempo letivo tão curto para a prática, a componente
prática da aula não poderia ser revogada e por isso, o preenchimento do
questionário sucedeu-se na fase inicial da aula, sem ocupar muito tempo útil da
prática.

Outro aspeto a realçar que pode tornar-se um limitador em termos


verídicos das respostas às afirmações, deve-se com a faixa etária da amostra.
Tendo os alunos idades compreendidas entre os 14 e os 16 anos, considero
que o sentido de responsabilidade e a falta de maturidade para encarar um
estudo desta natureza podem prejudicar as considerações a retirar do mesmo,
no entanto, apesar do apelo ter sido feito, este fator ultrapassa-nos. Por outro
lado, o fator “tamanho da amostra” também representa alguma limitação,

12
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

tornando-se bastante pequena para se poder proceder a considerações


efetivas e conclusivas.

Relativamente à fase de preparação, estruturação e seleção dos


itens/afirmações do questionário, penso que este poderia ter sido cumprido
com melhor rigor no que toca à distribuição das dimensões de intervenção
pedagógica, uma vez que a quantidade de elementos de análise por categoria
se encontra desproporcional. Assim, considero que num próximo estudo, este
aspeto poderá ser tido em consideração.

8. SELEÇÃO DA AMOSTRA

A seleção da amostra foi uma decisão relativamente fácil, uma vez que o
objetivo do estudo foi analisar e avaliar a minha performance e intervenção
enquanto docente, a única população alvo que se destacava como válida para
o fazer seria a turma ao qual me encontro a lecionar aulas e eu, enquanto
professora estagiária, assim, a amostra da investigação é constituída pela
professora estagiária de Educação Física e um total de 26 alunos da turma 1F
do 10º ano de escolaridade do Curso Científico-Humanístico da Escola
Secundária Avelar Brotero, constituído por 22 alunos do sexo masculino e 4
alunas do sexo feminino com idades compreendidas entre os 14 e os 16 anos
de idade.

Alunos

Frequência Percentagem

SEXO Feminino 3 11,5%


Masculino 23 88,5%
TOTAL 26 100%
IDADE 14 anos 2 7,7%
15 anos 20 76,9%
16 anos 3 11,5%
Sem resposta 1 3,8%
TOTAL 26 100%
Tabela 2 – Frequência e percentagem do sexo e idades dos inqueridos.

De acordo com o panorama observado acima, conseguimos perceber


que existe bastante discrepância, seja na variável sexo como na variável idade,
assim, relativamente ao sexo predominante, o sexo masculino representa cerca
de 88,5% da totalidade da amostra. Em relação à variável idade, a maioria da
13
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

turma apresentava uma maioria, no momento do preenchimento, 15 anos de


idade, representando cerca de 76,9% da totalidade da amostra. Em término,
referir que a professora estagiária apresenta 21 anos de idade.

10. ANÁLISE DOS RESULTADOS

Por forma a obter uma análise dos dados recolhidos o mais criteriosa e
objetiva possível, foi utilizado o programa IBM SPSS Statistics 25, conseguindo
efetuar-se um tratamento estatístico das respostas às questões (fechadas) de
valor quantitativo. Assim, cada nível de resposta correspondeu a um valor
quantitativo, através de uma escala tipo Likert, com os seguintes graus de
concordância: 1- nunca; 2- raramente; 3- às vezes; 4- frequentemente; 5-
sempre. Desta forma, o objetivo centrava-se no cálculo da média das respostas
dos alunos, apurando as dimensões e/ou categorias que se representam como
maiores facilidades (valores positivos entre o 4 e o 5) ou maiores fragilidades
(valores menos positivos entre o 1 e o 2), já o nível 3 (às vezes) representa
uma resposta de incerteza por parte do inquerido. No entanto, de forma a
verificar a veracidade do conteúdo das respostas, foram criados 4
itens/afirmações de resposta inversa (itens: 4, 9, 35 e 36), ou seja, para que o
aluno caraterize positivamente a intervenção pedagógica da professora a uma
dessas afirmações, a sua resposta deveria centrar-se entre os valores 1 e 2,
contrariamente aos restantes itens do questionário, em que a resposta positiva
se deveria concentrar entre os valores 4 e 5.

Portanto, como já referido anteriormente, o questionário contempla um


conjunto de 39 itens/afirmações, distribuídos por quatro dimensões e suas
respetivas subcategorias da intervenção pedagógica: a Dimensão Instrução,
distribuída entre instrução, feedback e demonstração; a Dimensão Avaliação; a
Dimensão Gestão, distribuída entre gestão/organização e planeamento; e, a
Dimensão Clima/Disciplina, distribuída entre clima e disciplina.

Relativamente a estas, numa visão geral, a professora estagiária


apresenta, no que respeita à sua intervenção pedagógica, uma postura crítica e

14
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

reflexiva menos positiva que os alunos da sua turma, com uma diferença de
3,56 para 4,50, respetivamente.

10.1. DISTRIBUIÇÃO DOS ITENS POR CATEGORIAS

As seguintes tabelas representam a distribuição dos itens/afirmações,


incluídas no questionário, pelas quatro dimensões a analisar e avaliar,
permanecendo ainda distribuídas por categorias.

DIMENSÃO INSTRUÇÃO
O professor nas aulas de Educação Física …
Instrução 6. … dá a conhecer se o aluno realizou bem ou mal o exercício proposto?
7. … verifica se os alunos saem da aula sem dúvidas?
11. … demonstra um conhecimento aprofundado da matéria que ensina?
12. … é seguro a transmitir as matérias?
16. … questiona os alunos fazendo-os refletir sobre os conteúdos abordados?
21. … apresenta de forma clara e concisa os conteúdos teóricos da modalidade, ajustando-
os ao nível de conhecimento dos alunos?
22. … preocupa-se em ligar os conhecimentos novos com os conhecimentos já
aprendidos?
23. … realiza um balanço dos conteúdos no início e no final da aula, tendo como objetivo a
aprendizagem dos alunos?

Feedback 5. … está, constantemente, a encorajar os alunos com dificuldades?


17. … transmite-te feedback pertinente, capaz de melhorar o teu desempenho?
18. … transmite-te um feedback claro e de fácil compreensão?
39. … fornece feedbacks nas várias partes da aula?

Demonstração 2. … utiliza um aluno que realizou bem a atividade para servir de exemplo aos colegas?
19. … demonstra os exercícios antes da sua realização?
20. … utilizando a demonstração como meio auxiliar da sua instrução, proporciona uma
melhor compreensão do exercício?

Tabela 3 – Distribuição dos itens/afirmações por categoria: dimensão instrução.

DIMENSÃO AVALIAÇÃO
O professor nas aulas de Educação Física …
Avaliação 1. … é justo nas avaliações?

Tabela 4 – Distribuição dos itens/afirmações por categoria: dimensão avaliação.

15
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

DIMENSÃO GESTÃO
O professor nas aulas de Educação Física …
Gestão/Organizaçã 3. … combina com os alunos, sinais de atenção, reunião ou transição?
o
30. … consegue manter a turma organizada e disciplinada?
34. … começa a aula a horas?
35. … demora muito tempo durante as instruções ou explicações?
36. … demora muito na transição entre exercícios?
37. … define o ritmo e o entusiasmo da aula?

Planeamento 13. … preocupa-se em realizar tarefas diversificadas, originais e motivadoras?


14. … apresenta a matéria, em cada aula e de aula para aula seguindo uma sequência
lógica?

Tabela 5 – Distribuição dos itens/afirmações por categoria: dimensão gestão.

DIMENSÃO CLIMA/DISCIPLINA
O professor nas aulas de Educação Física …
Clima 15. … estimula a intervenção do aluno e a expressão das suas ideias?
24. … permite e estimula a participação do aluno na aula?
25. … trata os alunos com respeito?
26. … mantém uma relação positiva com os alunos?
27. … preocupa-se em tratar os alunos de forma igual?
28. … demonstra-se recetivo a novas ideias dos alunos, em relação à matéria de Educação
Física?
31. … promove e realiza atividades capazes de desenvolver o espírito de equipa e
competitivo na turma?
32. … preocupa-se com o bem-estar físico e psicológico dos alunos?
33. … permite uma relação aluno-professor e professor-aluno
agradável?

Disciplina 4. … permite que, por vezes, os alunos “brinquem” na sua aula?


8. … é justo quando pune um determinado aluno?
9. … entra em confronto com algum aluno, sem razão aparente para tal?
10. … repreende os comportamentos inapropriados?
29. … é justo e coerente nas decisões que toma perante situações de indisciplina?
38. … previne comportamentos de desvio?

Tabela 6 – Distribuição dos itens/afirmações por categoria: dimensão clima/disciplina.

10.2. RESULTADOS POR DIMENSÃO

No sentido de conseguir um tratamento estatístico mais eficiente e


ilustrativo das perspetivas dos alunos e da professora estagiária, como já

16
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

referido anteriormente, procedeu-se ao cálculo da média por cada item,


categoria e dimensão, conseguindo concluir quais os aspetos que representam
uma maior fragilidade e/ou facilidade e, por outro lado, comparar a perspetiva
dos alunos e do professor, ilustrando visões diferentes da mesma intervenção
pedagógica.

10.2.1. DIMENSÃO INSTRUÇÃO

A presente dimensão, composta por 15 itens/afirmações, divide-se em


três categorias: instrução, feedback e demonstração.

Categoria Itens Alunos Professor


Média por Média por Média por Média por
item categoria item categoria
6. … dá a conhecer se o aluno realizou bem ou mal o exercício
4,46 4
proposto?
7. … verifica se os alunos saem da aula sem dúvidas? 4,62 3
11. … demonstra um conhecimento aprofundado da matéria que
4,73 3
ensina?
12. … é seguro a transmitir as matérias? 4,77 3
16. … questiona os alunos fazendo-os refletir sobre os conteúdos
Instrução 4,69 4,61 3 3,25
abordados?
21. … apresenta de forma clara e concisa os conteúdos teóricos da
4,73 3
modalidade, ajustando-os ao nível de conhecimento dos alunos?
22. … preocupa-se em ligar os conhecimentos novos com os
4,50 3
conhecimentos já aprendidos?
23. … realiza um balanço dos conteúdos no início e no final da aula,
4,38 4
tendo como objetivo a aprendizagem dos alunos?

5. … está, constantemente, a encorajar os alunos com dificuldades? 4,50 5


17. … transmite-te feedback pertinente, capaz de melhorar o teu
4,69 3
Feedback desempenho? 4,57 3,75
18. … transmite-te um feedback claro e de fácil compreensão? 4,73 4
39. … fornece feedbacks nas várias partes da aula? 4,35 3
2. … utiliza um aluno que realizou bem a atividade para servir de
4,35 3
exemplo aos colegas?
Demonstração 19. … demonstra os exercícios antes da sua realização? 4,50 4,50 4 3,66
20. … utilizando a demonstração como meio auxiliar da sua
4,65 4
instrução, proporciona uma melhor compreensão do exercício?
TOTAL DIMENSÃO INSTRUÇÃO 4,58 3,46
Tabela 7 – Tratamento estatístico – resultados dos questionários

17
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

6 DIMENSÃO INSTRUÇÃO

0
Aluno Professor

6 7 11 12 16 21 22 23 5 17 18 39 2 19 20

------------------------ Instrução --------------------- ------ Feedback -------- -- Demonstração --

Gráfico 1 – Estatística descritiva: Dimensão Instrução.

De acordo com o gráfico e a tabela apresentados acima consigo


perceber que existem algumas variações entre a perspetiva dos alunos e da
professora estagiária. Relativamente à categoria instrução, a grande maioria
dos alunos considerou a intervenção da professora bastante positiva,
enaltecendo a sua segurança na transmissão das matérias (4,77) e indicando
que o balanço dos conteúdos no início e no final da aula pode melhorar, apesar
de se caraterizar bastante positivo (4,38), já a professora apresenta uma
perspetiva diferente, indicando este último item como um dos mais valorados
(4), à semelhança do item, dá a conhecer se o aluno realizou bem ou mal o
exercício proposto, apresentado com uma valoração superior pelos alunos
(4,46).

No que concerne à categoria feedback, alunos e professora encontram-


se em concordância indicando com uma valoração inferior, mas com alguma
disparidade, o fornecimento de feedback nas várias partes da aula, com 4,35 e
3, respetivamente, no entanto, a transmissão de feedback claro e de fácil
compreensão representa para os alunos o item com maior valoração à
categoria (4,73), enquanto que para a professora, o item de maior valoração

18
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

destina-se a encorajar os alunos com dificuldades (5), destacado pelos alunos


com uma valoração menor (4,50).

A categoria demonstração destaca nos alunos uma consideração


superior na utilização da demonstração como meio auxiliar da instrução (4,65),
um pouco acima da valoração atribuída pela professora (4).

De uma análise geral, percebe-se que a professora apresenta


tendencialmente uma valoração inferior às considerações dos alunos, que
consideram, na sua grande maioria, uma intervenção pedagógica bastante
positiva em todas as categorias da dimensão instrução (4,58),
comparativamente à valoração inferior da professora de 3,46.

10.2.2. DIMENSÃO AVALIAÇÃO

A presente dimensão apenas é composta por 1 item/afirmação, não


sendo por isso distribuída em categorias.

Categoria Itens Alunos Professor


Média por Média por Média por Média por
item categoria item categoria
Avaliação 1. … é justo nas avaliações? 4,81 4,81 3 3
TOTAL DIMENSÃO AVALIAÇÃO 4,81 3
Tabela 9 – Tratamento estatístico – resultados dos questionários

6 DIMENSÃO AVALIAÇÃO
5 4.81

4
3
3

0
Aluno Professor

Gráfico 2 – Estatística descritiva: Dimensão Avaliação..

A dimensão avaliação, por apenas ser constituída por um item, não


constitui, na minha opinião, um bom termo de comparação, no entanto, ressalta
logo à vista uma grande disparidade, considerando os alunos que a professora

19
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

é justa nas avaliações, com uma valoração superior (4,81), contrariamente à


perspetiva da professora, com uma menor valoração (3).

10.2.3. DIMENSÃO GESTÃO

A presente dimensão, composta por 8 itens/afirmações, divide-se em


duas categorias: gestão/demonstração e planeamento.

Categoria Itens Alunos Professor


Média por Média por Média por Média por
item categoria item categoria
3. … combina com os alunos, sinais de atenção, reunião ou transição? 4,04 2
34. … começa a aula a horas? 4,77 4
Gestão/
35. … demora muito tempo durante as instruções ou explicações? 3,58 3
organização 36. … demora muito na transição entre exercícios? 4,03 3
3,42 3
37. … define o ritmo e o entusiasmo da aula? 4,23 3
30. … consegue manter a turma organizada e disciplinada? 4,19 3
13. … preocupa-se em realizar tarefas diversificadas, originais e
Planeamento

4,38 5
motivadoras?
14. … apresenta a matéria, em cada aula e de aula para aula 4,56 4,50
seguindo uma sequência lógica? 4,73 4

TOTAL DIMENSÃO GESTÃO 4,17 3,38


Tabela 10 – Tratamento estatístico – resultados dos questionários.

6 DIMENSÃO GESTÃO

0
Aluno Professor
3 34 35 36 37 22 13 14

20
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

------- Gestão/organização --------- Planeamento

Gráfico 3– Estatística descritiva: Dimensão Gestão.

Na dimensão gestão, professora e alunos apresentam concordância na


categoria gestão/organização, indicando que a aula começa a horas, com uma
valoração elevada de 4 e 4,77, respetivamente, por outro lado, como fator a
melhorar, ambos os inqueridos consideram que a professora demora muito na
transição entre exercícios (3,42), apesar da docente apresentar uma valoração
inferior (3). Ainda mais, a menor valoração da categoria (2) destaca-se, para a
docente, em combinar com os alunos, sinais de atenção, reunião ou transição,
aspeto que os alunos discordam, atribuindo valores superiores (4,04).

Relativamente à demonstração, professora e alunos atribuem valores


positivos, apesar de discordarem na preocupação em realizar tarefas
diversificadas, originais e motivadoras, com 5 e 4,38, respetivamente. No
entanto, relativamente à matérias, ambos concordam (com uma valoração
superior dos alunos) que esta é apresentada, em cada aula e de aula para
aula, seguindo uma sequência lógica, com 4 e 4,73.

Finalmente, e seguindo a mesma tese que as dimensões anteriores,


professora e alunos conferem uma valoração distinta à dimensão gestão, com
3,38 e 4,17, respetivamente, o que me leva a crer que a opinião da professora
apresenta um maior índice de crítica.

10.2.4. DIMENSÃO CLIMA/DISCIPLINA

A presente dimensão, composta por 15 itens/afirmações, divide-se em


duas categorias: clima e disciplina.

Categoria Itens Alunos Professor


Média por Média por Média por Média por
item categoria item categoria
Clima 15. … estimula a intervenção do aluno e a expressão das suas ideias? 4,35 4,75 4 4,66

21
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

24. … permite e estimula a participação do aluno na aula? 4,77 5


25. … trata os alunos com respeito? 4,96 5
26. … mantém uma relação positiva com os alunos? 5,00 5
27. … preocupa-se em tratar os alunos de forma igual? 4,69 5
28. … demonstra-se recetivo a novas ideias dos alunos, em relação à
4,54 4
matéria de Educação Física?
31. … promove e realiza atividades capazes de desenvolver o espírito
4,65 4
de equipa e competitivo na turma?
32. … preocupa-se com o bem-estar físico e psicológico dos alunos? 4,88 5
33. … permite uma relação aluno-
professor e professor-aluno agradável?
4,96 5

4. … permite que, por vezes, os alunos “brinquem” na sua aula? 3,12 2


8. … é justo quando pune um determinado aluno? 4,35 3
9. … entra em confronto com algum aluno, sem razão aparente para
4,54 5
tal?
Disciplina
10. … repreende os comportamentos inapropriados? 4,14 2,66
4,38 3
29. … é justo e coerente nas decisões que toma perante situações de
4,50 3
indisciplina?
38. … previne comportamentos de desvio? 3,92 2
TOTAL DIMENSÃO CLIMA/DISCIPLINA 4,51 3,73
Tabela 11 – Tratamento estatístico – resultados dos questionários.

6 DIMENSÃO CLIMA/DISCIPLINA

0
Aluno Professor
15 24 25 26 27 28 31 32 33 4 8 9 10 29 38

22
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

--------------------------------- Clima ------------------------------ ------------- Disciplina --------------

Gráfico 4 – Estatística descritiva: Dimensão Clima/disciplina.

A dimensão clima/disciplina, revela uma maior proximidade de


considerações à categoria clima, sendo de consenso geral que existe uma
relação positiva com os alunos, com igual valoração (5) e que a professora
estimula a intervenção do aluno e a expressão das suas ideias, apesar da
professora atribuir uma valoração inferior, relativamente aos alunos (4 e 4,35).
A categoria disciplina, em concordância nos aspetos menos positivos e mais
positivos, professora e alunos confessam que, por vezes, os alunos brincam na
sua aula, com uma atribuição mais crítica da professora (2) em relação aos
alunos (3,12), por outro lado, consideram positivo não existir confronto com
algum aluno, sem razão aparente para tal, com uma apreciação notória da
professora em relação aos alunos: 5 e 4,54. Em término, uma vez mais, a
professora estagiária apresenta uma posição crítica superior, relativamente à
sua intervenção pedagógica, com uma valoração mediana de 3,73,
comparativamente à apreciação positiva dos alunos (4,51).

10.3. RESULTADOS GERAIS

Após uma análise comparativa, por item/afirmação e categoria, da


perspetiva da professora estagiária em comparação com os alunos da turma,
exponho agora, uma análise geral da intervenção pedagógica da professora.

Dimensões Categorias Alunos Professor


Média por categoria
Dimensão
Instrução 4,61 3,25
Feedback 4,57 3,75
Instrução
Demonstração 4,50 3,66
TOTAL 4,58 3,46
D. Avaliação Avaliação 4,81 3
TOTAL 4,81 3
Gestão/organização 4,03 3
D. Gestão
Planeamento 4,56 4,50
TOTAL 4,17 3,38
D. Clima/ Clima 4,75 4,66
Disciplina Disciplina 4,14 2,66
23
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

TOTAL 4,51 3,73


TOTAL INTERVENÇÃO
4,50 3,56
PEDAGÓGICA
Tabela 12 – Tratamento estatístico – resultados gerais.

INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA

Gráfico 5 – Estatística descritiva: resultados gerais


Neste sentido, a visão geral e efetiva da perspetiva da professora e dos
alunos merece uma atenção especial, pela sua relevância para a qualidade do
processo de ensino-aprendizagem e pelo contributo transmitido à melhoria e
evolução da intervenção pedagógica da professora, enquanto estagiária.

Assim sendo, consigo verificar que a dimensão avaliação se regista como


a categoria da intervenção pedagógica que apresenta maior disparidade entre
a opinião/perspetiva da professora e dos alunos (3 e 4,81), com uma diferença
de média de 1,60. Seguidamente, com uma diferença de média de 1,48,
destaca-se a categoria da disciplina (dimensão clima/disciplina), com uma
valoração superior por parte dos alunos (4,14), relativamente à professora
(2,66). Contrariamente, as categorias que se destacam pela concordância são
a categoria do planeamento (dimensão gestão), com uma diferença de média
de 0,06 e a categoria do clima (dimensão clima/disciplina), com uma diferença
de medida de 0,09.

Através de uma análise geral das categorias e dimensões, foi possível


hierarquizar, tendo em conta a comparação das médias, verificando-se numa
escala crescente, do menor grau de concordância, ao maior grau de
concordância entre a professora estagiária e os alunos: 8º- categoria avaliação;
7º- categoria disciplina; 6º- categoria instrução; 5º- categoria
24
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

gestão/organização; 4º- categoria disciplina; 3º- categoria feedback; 2º-


categoria clima; e, 1º- categoria planeamento.

No entanto, relativamente às dimensões mais positivas, os alunos


consideram a seguinte hierarquia: 1º- dimensão avaliação; 2º- dimensão
instrução; 3º- dimensão clima/disciplina; 4º- dimensão gestão. Contrariamente,
a professora destaca a seguinte ordem como dimensões mais positivas: 1º-
dimensão clima/disciplina; 2º- dimensão instrução; 3º- dimensão Gestão; 4º-
dimensão avaliação. Isto significa que, enquanto que os alunos consideram
que a professora aplica de forma adequada a sua avaliação, a professora
considera este campo como aspeto a melhorar e como o menos positivo da
sua intervenção pedagógica. Relativamente à dimensão instrução, existe uma
concordância entre a professora e os alunos, no entanto, volta-se a rever uma
discordância entre as outras dimensões que não se revela significativa.

Em última análise, conferindo e analisando todas as atribuições


valorativas dos alunos aos itens/afirmações, posso aferir que a intervenção
pedagógica da professora estagiária de Educação Física é considerada, na
perspetiva dos alunos, como bastante positiva, com uma média valorativa de
4,50, já a professora, revela-se na sua totalidade, com uma opinião e
perspetiva bastante crítica, atribuindo-se um valor mediano de 3,56, obtendo
uma diferença média de 0,94.

11. REFLEXÃO CRÍTICA

Após o tratamento e análise dos dados recolhidos, como já referido


anteriormente, concluiu-se que a intervenção pedagógica da professora de
Educação Física, no decorrer das suas aulas práticas e numa perspetiva dos
alunos, se carateriza entre valores positivos (4,50), sendo por isso, considerada
uma prática pedagógica adequada. Já na perspetiva da professora, um pouco
mais crítica e com uma visão diferente das técnicas e conceitos de prática
pedagógica, a intervenção pedagógica carateriza-se em valores medianos,
com bastantes aspetos a necessitarem de melhoria e atenção (3,56).

Neste sentido, com a apresentação final dos valores atribuídos a cada


item ou categoria, percebe-se que a professora atribuiu valores sempre abaixo

25
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

da perspetiva dos alunos, o que transparece para uma postura crítica e


bastante reflexiva. Seguindo este contexto, podemos encarar a finalidade do
presente estudo com uma perspetiva reflexiva da prática docente, levando o
professor a questionar-se e refletir sobre as suas ações e posteriormente, a
perceber a visão dos alunos, comparando-a com a sua.

Desta comparação, surge uma nova reflexão e reformulação de ideias,


permitindo evidenciar possíveis “falhas” e/ou estratégias na sua intervenção
pedagógica que não são encaradas com tanta positividade pelos alunos, como
o docente considerava ou, contrariamente, como demonstrado ao longo do
documento, possibilitando à professora uma reflexão positiva da sua ação
docente, uma vez que a sua perspetiva se demonstrava sempre em valores
abaixo. Segundo Zeichner (1993:20), citado por Nunes, J. (2000), a reflexão é
um processo que ocorre antes e depois da ação e, em certa medida, durante a
ação, pois os práticos têm conversas reflexivas com as situações que estão a
praticar, enquadrando e resolvendo problemas in loco.

Em suma, o resultado concluído do presente estudo demonstra para


mim, enquanto professora em processo de formação, um fator bastante
positivo, uma vez que a maioria dos valores atribuídos pelos alunos se
enquadra entre valores positivos de 4 (frequentemente) e 5 (sempre), no
entanto, considero que a comparação entre a amostra dos alunos (turma do
10º 1F) e a do professor (professora estagiária de Educação Física) não se
enquadra num quadro válido, uma vez que a quantidade da amostra se revela
pequena, com apenas 26 alunos e 1 professor.

12. CONSIDERAÇÕES FINAIS

A investigação-ação, entendida, segundo McKernan (1996), citado por


Cruz, H. (2012), como uma estratégia de questionamento autorreflexivo,
realizada pelo próprio, com vista à melhoria da sua prática, destaca-se
bastante no contexto da formação de professores e da promoção do seu
desenvolvimento profissional, assim, podemos referir-nos a esta, como uma
procura da melhoria da prática docente e educativa, através da reflexão das

26
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

suas ações e do seu efeito na prática (Ebbutt, 1985), citado por Cruz, H.
(2012).
Neste sentido, considero que o presente estudo ilustrou bastante a
perceção dos alunos perante a minha intervenção pedagógica, permitindo-me
tomar consciência da minha prática docente na ação, e seguidamente, refletir
sobre a mesma, centrando-me agora na melhoria dos aspetos apontados como
fatores menos positivos. Desta forma, tencionarei encontrar estratégias que
melhorem determinadas posturas na minha intervenção, conseguindo progredir
cada vez mais na minha formação enquanto futura professora de Educação
Física e consequentemente, melhorar o processo de ensino-aprendizagem dos
alunos.

13. REFERÊNICAS BIBLIORÁFICAS

o Belando, N., Ferriz-Morell, R., y Moreno-Murcia, J. A. (2012). Validación de


la escala de grado de compromiso deportivo en el contexto español.
Motricidad. European Journal of Human Movement, 28, 111-124.
o Costa, F. e Onofre, M. (1994). O Sentimento de capacidade na intervenção
pedagógica em Educação Física. Sociedade Portuguesa de Educação
Física. Boletim nº 9, pp. 15-26. FMH/UTL.
o Cruz, Hélia (2012). Relatório de Estágio Profissional. Dissertação com vista
à obtenção do grau de Mestre em Ensino de Educação Física nos Ensinos
Básico e Secundário. Faculdade de Desporto da Universidade do Porto.
Porto.
o Cunha, L. (2007) Modelos Rasch e escalas de Likert e Thurstone na
medição de atitudes. Dissertação de Mestrado em Probabilidade e
Estatística. Universidade de Lisboa.

27
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

o Huéscar, E., y Moreno-Murcia, J. A. (2012). Relación del tipo de feed-back


del docente con la percepción de autonomía del alumnado en clases de
educación física. Infancia y Aprendizaje, 35(1), 87-98.
o Martins, C. (2011). Manual de análise de dados quantitativos com recurso ao
IBM SPSS: saber decidir, fazer, interpretar e redigir. Psiquilibrios edições.
o Moreno-Murcia, J. A., Huéscar, E., Peco, N., Alarcón, E., y Cervelló, E.
(2012). Desarrollo y validación de escalas para la medida de la
comunicación en Educación Física y relación con la motivación intrínseca.
Universitas Psychologica, 11(3), 957-967.
o Moreno-Murcia, J. A., Ruiz, M., y Vera, J. A. (2015). Predicción del soporte
de autonomía, los mediadores psicológicos y la motivación académica sobre
las competencias básicas en estudiantes adolescentes. Revista de
Psicodidáctica, 20(2), 359-376.
o Moreno-Murcia, J. A., Silveira, Y., y Belando, N. (2015). Questionnaire
evaluating teaching competencies in the university environment. Evaluation
of teaching competencies in the university. New Approaches in Educational
Research, 4(1), 54-61.
o Moreno-Murcia, J. A., Silveira, Y., y Belando, N. (2015). Questionnaire
evaluating teaching competencies in the university environment. Evaluation
of teaching competencies in the university. New Approaches in Educational
Research, 4(1), 54-61.
o Nunes, J. (2000). O professor e a ação reflexiva. Portfolios, “vês” heurísticos
e mapas de conceitos como estratégias do desenvolvimento profissional.
Cadernos do CRIAP. Edições ASA, S.A.
o Ortega, A., Sicilia, A., y González-Cutre, D. (2013). Validación preliminar del
cuestionario del clima motivacional iniciado por los padres-2 (PIMCQ-2).
Revista Latinoamericana de Psicología, 45, 35-45.
o Ribeiro da Silva. EM. (2017). Calidad de la intervención pedagógica en el
aula, en la perspectiva del professorado y del alumnado. Revista Prácticum,
vol 2(2) 18-31. ISSN 2530-4550.
o Sáenz-Álvarez, P., Sicilia, A., González-Cutre, D., y Ferriz, R. (2013).
Psychometric properties of the Social Physique Anxiety Scale (SPAS–7) in
Spanish adolescents. Spanish Journal of Psychology, 16, e86, 1-9.
28
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

o Sicilia, A., Ferriz, R., Trigueros, R., y González-Cutre, D. (2014). Adaptación


y validación española del Physical Activity Class Satisfaction Questionnaire
(PACSQ). Universitas Psychologica, 13(4), 1321-1332.

29
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

14. ANEXOS

14.1. Modelo de questionário

QUESTIONÁRIO
“A intervenção pedagógica do professor de Educação Física”

O presente questionário procura conhecer a forma como pensas, sentes e vives as situações que te são
apresentadas nas aulas de Educação Física. O documento é composto por 40 questões e 5 opções de resposta (1 -
nunca; 2 - raramente; 3 - às vezes; 4 - frequentemente; 5- sempre), lê atentamente e responde com sinceridade
segundo o que consideras ser a realidade.

Para responder, basta colocares uma (x) na opção que consideras mais adequada. Não é necessário que
coloques o teu nome mas sim o resto dos dados. Lembra-te, não há respostas certas e erradas, tudo o que preenchas
será analisado de forma privada e confidencial.
Frequentemente

Data: _____________
Sexo: Masculino Feminino
Raramente

Às vezes

Idade: ____________
Sempre
Nunca

O professor nas aulas de Educação Física…


1 2 3 4 5

1. … é justo nas avaliações?

30
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

2. … utiliza um aluno que realizou bem a atividade para servir de exemplo aos

colegas?

3. … combina com os alunos, sinais de atenção, reunião ou transição?

4. … permite que, por vezes, os alunos “brinquem” na sua aula?

5. … está, constantemente, a encorajar os alunos com dificuldades?

6. … dá a conhecer se o aluno realizou bem ou mal o exercício proposto?

7. … verifica se os alunos saem da aula sem dúvidas?

8. … é justo quando pune um determinado aluno?

9. … entra em confronto com algum aluno, sem razão aparente para tal?

10. … repreende os comportamentos inapropriados?

11. … demonstra um conhecimento aprofundado da matéria que ensina?

12. … é seguro a transmitir as matérias?

13. … preocupa-se em realizar tarefas diversificadas, originais e motivadoras?

14. … apresenta a matéria, em cada aula e de aula para aula seguindo uma

sequência lógica?

15. … estimula a intervenção do aluno e a expressão das suas ideias?

16. … questiona os alunos fazendo-os refletir sobre os conteúdos abordados?

17. … transmite-te feedback pertinente, capaz de melhorar o teu desempenho?

Frequentemente
Raramente

Às vezes

Sempre
Nunca

18. … transmite-te um feedback claro e de fácil compreensão? 1 2 3 4 5

19. … demonstra os exercícios antes da sua realização?

20. … utilizando a demonstração como meio auxiliar da sua instrução,

proporciona uma melhor compreensão do exercício?

21. … apresenta de forma clara e concisa os conteúdos teóricos da

modalidade, ajustando-os ao nível de conhecimento dos alunos?

22. … preocupa-se em ligar os conhecimentos novos com os conhecimentos já

aprendidos?

23. … realiza um balanço dos conteúdos no início e no final da aula, tendo

como objetivo a aprendizagem dos alunos?

24. … permite e estimula a participação do aluno na aula?

31
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

25. … trata os alunos com respeito?

26. … mantém uma relação positiva com os alunos?

27. … preocupa-se em tratar os alunos de forma igual?

28. … demonstra-se recetivo a novas ideias dos alunos, em relação à matéria

de Educação Física?

29. … é justo e coerente nas decisões que toma perante situações de

indisciplina?

30. … consegue manter a turma organizada e disciplinada?

31. … promove e realiza atividades capazes de desenvolver o espírito de

equipa e competitivo na turma?

32. … preocupa-se com o bem-estar físico e psicológico dos alunos?

33. … permite uma relação aluno-professor e professor-aluno agradável?

34. … começa a aula a horas?

35. … demora muito tempo durante as instruções ou explicações?

36. … demora muito na transição entre exercícios?

37. … define o ritmo e o entusiasmo da aula?

38. … previne comportamentos de desvio?

39. … fornece feedbacks nas várias partes da aula?

Obrigado pela tua colaboração.


14.2. Levantamento de dados – respostas dos alunos

DIMENSÃO INSTRUÇÃO 1 2 3 4 5 T
O professor nas aulas de Educação Física …
6. … dá a conhecer se o aluno realizou bem ou mal o exercício proposto? 1 12 13 26
7. … verifica se os alunos saem da aula sem dúvidas? 2 6 18 26
11. … demonstra um conhecimento aprofundado da matéria que ensina? 1 5 20 26
12. … é seguro a transmitir as matérias? 6 20 26
16. … questiona os alunos fazendo-os refletir sobre os conteúdos
4 9 13 26
Instrução

abordados?
21. … apresenta de forma clara e concisa os conteúdos teóricos da
9 17 26
modalidade, ajustando-os ao nível de conhecimento dos alunos?
22. … preocupa-se em ligar os conhecimentos novos com os
7 19 26
conhecimentos já aprendidos?
23. … realiza um balanço dos conteúdos no início e no final da aula,
1 11 14 26
tendo como objetivo a aprendizagem dos alunos?

5. … está, constantemente, a encorajar os alunos com dificuldades? 3 7 16 26


Feedback

17. … transmite-te feedback pertinente, capaz de melhorar o teu


6 20 26
desempenho?
18. … transmite-te um feedback claro e de fácil compreensão? 6 20 26
32
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

39. … fornece feedbacks nas várias partes da aula? 2 9 15 26


2. … utiliza um aluno que realizou bem a atividade para servir de exemplo
Demonstração

1 2 10 13 26
aos colegas?
19. … demonstra os exercícios antes da sua realização? 1 10 15 26
20. … utilizando a demonstração como meio auxiliar da sua instrução,
8 18 26
proporciona uma melhor compreensão do exercício?

DIMENSÃO AVALIAÇÃO 1 2 3 4 5 T
O professor nas aulas de Educação Física …
1. … é justo nas avaliações? 5 21 26
A

DIMENSÃO GESTÃO 1 2 3 4 5 T
O professor nas aulas de Educação Física …
3. … combina com os alunos, sinais de atenção, reunião ou transição? 2 1 2 10 11 26
30. … consegue manter a turma organizada e disciplinada? 2 17 7 26
Gestão

34. … começa a aula a horas? 6 20 26


35. … demora muito tempo durante as instruções ou explicações? 1 18 3 2 2 26
36. … demora muito na transição entre exercícios? 17 6 26
37. … define o ritmo e o entusiasmo da aula? 1 12 13 26

13. … preocupa-se em realizar tarefas diversificadas, originais e


Planeamento

3 10 13 26
motivadoras?
14. … apresenta a matéria, em cada aula e de aula para aula seguindo
1 6 19 26
uma sequência lógica?

DIMENSÃO CLIMA/DISCIPLINA 1 2 3 4 5 T
O professor nas aulas de Educação Física …
15. … estimula a intervenção do aluno e a expressão das suas ideias? 3 11 12 26
24. … permite e estimula a participação do aluno na aula? 6 20 26
25. … trata os alunos com respeito? 1 25 26
26. … mantém uma relação positiva com os alunos? 26 26
27. … preocupa-se em tratar os alunos de forma igual? 1 2 23 26
Clima

28. … demonstra-se recetivo a novas ideias dos alunos, em relação à


1 8 17 26
matéria de Educação Física?
31. … promove e realiza atividades capazes de desenvolver o espírito de
1 7 18 26
equipa e competitivo na turma?
32. … preocupa-se com o bem-estar físico e psicológico dos alunos? 3 23 26
33. … permite uma relação aluno-professor e
1 25 26
professor-aluno agradável?

4. … permite que, por vezes, os alunos “brinquem” na sua aula? 1 8 11 5 1 26

33
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

8. … é justo quando pune um determinado aluno? 3 10 13 26


9. … entra em confronto com algum aluno, sem razão aparente para tal? 23 1 2 26
Disciplina

10. … repreende os comportamentos inapropriados? 1 13 12 26


29. … é justo e coerente nas decisões que toma perante situações de
1 10 15 26
indisciplina?
38. … previne comportamentos de desvio? 4 2 12 8 26

14.3. Levantamento de dados – respostas do professor

DIMENSÃO INSTRUÇÃO R
Durante a minha prática pedagógica …
6. … dou a conhecer se o aluno realizou bem ou mal o exercício proposto? 4
7. … verifico se os alunos saem da aula sem dúvidas? 3
11. … demonstro um conhecimento aprofundado da matéria que ensino? 3
12. … sou seguro a transmitir as matérias? 3
Instrução

16. … questiono os alunos fazendo-os refletir sobre os conteúdos abordados? 4


21. … apresento de forma clara e concisa os conteúdos teóricos da modalidade, ajustando-os
3
ao nível de conhecimento dos alunos?
22. … preocupo-me em ligar os conhecimentos novos com os conhecimentos já aprendidos? 3
23. … realizo um balanço dos conteúdos no início e no final da aula, tendo como objetivo a
3
aprendizagem dos alunos?
5. … estou, constantemente, a encorajar os alunos com dificuldades? 5
Feedback

17. … transmito feedback pertinente, capaz de melhorar o teu desempenho? 3


18. … transmito um feedback claro e de fácil compreensão? 4
39. … forneço feedbacks nas várias partes da aula? 3
2. … recorro a um aluno que realizou bem a atividade como agente de ensino? 3
Demonstração

19. … demonstro os exercícios antes da sua realização? 4


20. … utilizo a demonstração como meio auxiliar da sua instrução, proporcionando uma melhor
4
compreensão do exercício?

DIMENSÃO AVALIAÇÃO R
Durante a minha prática pedagógica …
1. … sou justo nas avaliações? 3
A

DIMENSÃO GESTÃO R
Durante a minha prática pedagógica …
3. … combino com os alunos, sinais de atenção, reunião ou transição? 2
30. … consigo manter a turma organizada e disciplinada? 3
Gestão

34. … começo a aula a horas? 4


35. … demoro muito tempo durante as instruções ou explicações? 3
36. … demoro muito na transição entre exercícios? 3
37. … defino o ritmo e o entusiasmo da aula? 3

13. … preocupo-me em realizar tarefas diversificadas, originais e motivadoras? 5


14. … apresento a matéria, em cada aula e de aula para aula seguindo uma sequência lógica? 4
34
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

Planeam.

DIMENSÃO CLIMA/DISCIPLINA R
Durante a minha prática pedagógica …
15. … estimulo a intervenção do aluno e a expressão das suas ideias? 4
24. … permito e estimulo a participação do aluno na aula? 5
25. … trato os alunos com respeito? 5
26. … mantenho uma relação positiva com os alunos? 5
27. … preocupo-me em tratar os alunos de forma igual? 5
Clima

28. … demonstro-me recetivo a novas ideias dos alunos, em relação à matéria de Educação
4
Física?
31. … promovo e realizo atividades capazes de desenvolver o espírito de equipa e competitivo
4
na turma?
32. … preocupo-me com o bem-estar físico e psicológico dos alunos? 5
33. … permito uma relação aluno-professor e professor-aluno agradável? 5
4. … permito que, por vezes, os alunos “brinquem” na sua aula? 4
8. … sou justo quando puno um determinado aluno? 3
Disciplina

9. … entro em confronto com algum aluno, sem razão aparente para tal? 1
10. … repreendo os comportamentos inapropriados? 3
29. … sou justo e coerente nas decisões que toma perante situações de indisciplina? 3
38. … previno comportamentos de desvio? 2

14.4. Tratamento de dados – SPSS

Estatística Descritiva – Dimensão Instrução


N Mínimo Máximo Média Erro Desvio

35
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

...dá a conhecer se o aluno realizou bem ou 26 3 5 4,46 ,582


mal o exercício proposto?
...verifica se os alunos saem da aula sem 26 3 5 4,62 ,637
dúvidas?
...demonstra um conhecimento aprofundado 26 3 5 4,73 ,533
da matéria que ensina?
...é seguro a transmitir as matérias? 26 4 5 4,77 ,430
...apresenta de forma clara e concisa os 26 4 5 4,69 ,471
conteúdos teóricos da modalidade,
ajustando-os ao nível de conhecimentos dos
alunos?
...preocupa-se em ligar os conhecimentos 26 4 5 4,73 ,452
novos com os conhecimentos já
aprendidos?
...realiza um balanço dos conteúdos no 26 3 5 4,50 ,583
início e no final da aula, tendo como objetivo
a aprendizagem dos alunos?
...questiona os alunos fazendo-os refletir 26 3 5 4,38 ,752
sobre os conteúdos abordados?
...está, constantemente, a encorajar os 26 3 5 4,50 ,707
alunos com dificuldades?
...transmite-te feedback pertinente, capaz de 26 4 5 4,69 ,471
melhorar o teu desempenho?
...transmite-te um feedback claro e de fácil 26 4 5 4,73 ,452
compreensão?
...fornece feedbacks nas várias partes da 26 2 5 4,35 ,797
aula?
...utiliza um aluno que realizou bem a 26 2 5 4,35 ,797
atividade para servir de exemplo aos
colegas?
...demonstra os exercícios antes da sua 26 3 5 4,50 ,648
realização?
...utilizando a demonstração como meio 26 3 5 4,65 ,562
auxiliar da sua instrução, proporcionando
uma melhor compreensão do exercício?
N válido (de lista) 26

Estatística Descritiva – Dimensão Avaliação


N Mínimo Máximo Média Erro Desvio
...é justo nas avaliações? 26 4 5 4,81 ,402
N válido (de lista) 26

36
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

Estatística Descritiva – Dimensão Gestão/organização


N Mínimo Máximo Média Erro Desvio
...combina com os alunos, sinais de 26 1 5 4,04 1,183
atenção, reunião ou transição?
...começa a aula a horas? 26 4 5 4,77 ,430

...demora muito tempo durante as 26 1 5 2,65 1,231


instruções ou explicações?
...demora muito tempo na transição entre 26 2 5 2,58 ,987
exercícios?
...define o ritmo e o entusiasmo da aula? 26 2 5 4,23 ,863

...consegue manter a turma organizada e 26 3 5 4,19 ,567


disciplinada?
...preocupa-se em realizar tarefas 26 3 5 4,38 ,697
diversificadas, originais e motivadoras?
...apresenta a matéria, em cada aula e de 26 3 5 4,73 ,533
aula para aula seguindo uma sequência
lógica?
N válido (de lista) 26

Estatística Descritiva – Dimensão Clima/Disciplina


N Mínimo Máximo Média Erro Desvio
...estimula a intervenção do aluno e a 26 3 5 4,35 ,689
expressão das suas ideias?
...permite e estimula a participação do aluno 26 4 5 4,77 ,430
na aula?
...trata os alunos com respeito? 26 4 5 4,96 ,196

...mantém uma relação positiva com os 26 5 5 5,00 ,000


alunos?
...preocupa-se em tratar os alunos de forma 26 0 5 4,69 1,011
igual?
...demonstra-se recetivo a novas ideias dos 26 3 5 4,54 ,647
alunos, em relação à matéria de Educação
Física?
...promove e realiza atividades capazes de 26 3 5 4,65 ,562
desenvolver o espírito de equipa e
competitivo na turma?
...preocupa-se com o bem-estar físico e 26 4 5 4,88 ,326
psicológico dos alunos?

37
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

...permite uma relação aluno-professor e 26 4 5 4,96 ,196


professor-aluno agradável?
...permite que, por vezes, os alunos 26 1 5 2,88 ,909
"brinquem" na sua aula?
...é justo quando pune um determinado 26 3 5 4,35 ,745
aluno?
...entra em confronto com algum aluno, sem 26 1 5 1,46 1,208
razão aparente para tal?
...repreende os comportamentos 26 1 5 4,38 ,852
inapropriados?
...é justo e coerente nas decisões que toma 26 3 5 4,50 ,583
perante situações de indisciplina?
...previne comportamentos de desvio? 26 2 5 3,92 1,017

N válido (de lista) 26

Estatística Descritiva – Questionário do Professor


N Mínimo Máximo Média Erro Desvio
...sou justo nas avaliações? 1 3 3 3,00 .

...recorro a um aluno que realizou bem a 1 3 3 3,00 .


atividade como agente de ensino?
...combino com os alunos, sinais de 1 2 2 2,00 .
atenção, reunião ou transição?
...permito que, por vezes, os alunos 1 4 4 4,00 .
"brinquem" na minha aula?
...estou, constantemente, a encorajar os 1 5 5 5,00 .
alunos com dificuldades?
...dou a conhecer se o aluno realizou bem 1 4 4 4,00 .
ou mal o exercício proposto?
...verifico se os alunos saem da aula sem 1 3 3 3,00 .
dúvidas?
...sou justo quando puno um determinado 1 3 3 3,00 .
aluno?
...entro em confronto com algum aluno, sem 1 1 1 1,00 .
razão aparente para tal?
...repreendo os comportamentos 1 3 3 3,00 .
inapropriados?
...demonstro um conhecimento aprofundado 1 3 3 3,00 .
da matéria que ensino?
...sou seguro a transmitir as matérias? 1 3 3 3,00 .

38
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

...preocupo-me em realizar tarefas 1 5 5 5,00 .


diversificadas, originais e motivadoras?
...apresento a matéria, em cada aula e de 1 4 4 4,00 .
aula para aula seguindo uma sequência
lógica?
...estimulo a intervenção do aluno e a 1 4 4 4,00 .
expressão das suas ideias?
...questiono os alunos fazendo-os refletir 1 4 4 4,00 .
sobre os conteúdos abordados?
...transmito feedback pertinente, capaz de 1 3 3 3,00 .
melhorar o desempenho do aluno?
...transmito um feedback claro e de fácil 1 4 4 4,00 .
compreensão?
...demonstro os exercícios antes da sua 1 4 4 4,00 .
realização?
...utilizo a demonstração como meio auxiliar 1 4 4 4,00 .
da sua instrução, proporcionando uma
melhor compreensão do exercício?
...apresento de forma clara e concisa os 1 3 3 3,00 .
conteúdos teóricos da modalidade,
ajustando-os ao nível de conhecimentos dos
alunos?
...preocupo-me em ligar os conhecimentos 1 3 3 3,00 .
novos com os conhecimentos já
aprendidos?
...realizo um balanço dos conteúdos no 1 3 3 3,00 .
início e no final da aula, tendo como objetivo
a aprendizagem dos alunos?
...permito e estimulo a participação do aluno 1 5 5 5,00 .
na aula?
...trato os alunos com respeito? 1 5 5 5,00 .

...mantenho uma relação positiva com os 1 5 5 5,00 .


alunos?
...preocupo-me em tratar os alunos de forma 1 5 5 5,00 .
igual?
...demonstro-me recetivo a novas ideias dos 1 4 4 4,00 .
alunos, em relação à matéria de Educação
Física?
...sou justo e coerente nas decisões que 1 3 3 3,00 .
tomo perante situações de indisciplina?

39
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018
FCDEF-UC | MEEFEBS | ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO
NÚCLEO DE ESTÁGIO PEDAGÓGICO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2017/2018
PROJETO DE INVESTIGAÇÃO-AÇÃO

...consigo manter a turma organizada e 1 3 3 3,00 .


disciplinada?
...promovo e realizo atividades capazes de 1 4 4 4,00 .
desenvolver o espírito de equipa e
competitivo na turma?
...preocupo-me com o bem-estar físico e 1 5 5 5,00 .
psicológico dos alunos?
...permito uma relação aluno-professor e 1 5 5 5,00 .
professor-aluno agradável?
...começo a aula a horas? 1 4 4 4,00 .

...demoro muito tempo durante as 1 3 3 3,00 .


instruções ou explicações?
...demoro muito tempo na transição entre 1 3 3 3,00 .
exercícios?
...defino o ritmo e o entusiasmo da aula? 1 3 3 3,00 .

...previno comportamentos de desvio? 1 2 2 2,00 .

...forneço feedbacks nas várias partes da 1 3 3 3,00 .


aula?
N válido (de lista) 1

40
DOCENTE UNIDADE CURRICULAR: Professor Miguel Fachada
ORIENTADORA DA FCDEF-UC: Professora Elsa Silva
PROFESSORA ESTAGIÁRIA: Ana Fonseca (2013146150) ANO LETIVO: 2017/2018