Você está na página 1de 11

Capítulo 1

Introdução à Teoria da Personalidade

Objetivos de aprendizado

1. Expressar sua própria definição de personalidade.

2. Diferencie a teoria de (a) filosofia, (b) especulação, (c) hipótese e (d) taxonomia.

3. Defenda a necessidade de mais de uma teoria.

4. Mostre como uma compreensão da história de vida dos vários teóricos está relacionada à
sua teoria.

5. Explique a relação entre teoria e observações.

6. Liste e explique os critérios de uma teoria útil.

7. Explique por que a falseabilidade é uma característica positiva de uma teoria.

8. Discuta vários componentes para um conceito de humanidade.

9. Defina confiabilidade e validade e explique por que ambos os conceitos são importantes na
pesquisa da personalidade.

Resumo do Resumo

I. Visão Geral da Teoria da Personalidade

Desde as investigações de Freud durante a última década do século XIX até a atualidade, vários
teóricos da personalidade (1) fizeram observações controladas do comportamento humano e
(2) especularam sobre o significado dessas observações. Diferenças nas teorias desses homens
e mulheres são devidas a mais do que diferenças na terminologia. Eles resultam de diferenças
em questões básicas relativas à natureza da humanidade.

II. O que é personalidade?

O termo personalidade vem da palavra latina persona, que significa a máscara que as pessoas
usam ou o papel que desempenham na vida. No entanto, a maioria dos psicólogos usa o termo
para se referir a muito mais do que a face ou a fachada que as pessoas mostram para os
outros. Personalidade pode ser definida como um padrão de traços relativamente
permanentes e características únicas que dão consistência e individualidade ao
comportamento humano.
III. O que é uma teoria?

O termo teoria é frequentemente usado de forma bastante imprecisa e incorreta para sugerir
algo diferente de um conceito científico útil. Teorias são usadas pelos cientistas para gerar
pesquisas e organizar observações.

A. Teoria Definida

Uma teoria é um conjunto de suposições relacionadas que permitem aos cientistas usar o
raciocínio lógico dedutivo para formular hipóteses testáveis.

B. Teoria e seus parentes

As pessoas muitas vezes confundem teoria com filosofia, especulação, hipótese ou taxonomia.
Embora a teoria esteja relacionada a cada um desses conceitos, não é sinônimo de nenhum
deles. A filosofia - o amor à sabedoria - é um termo mais amplo que a teoria, mas um ramo da
filosofia - a epistemologia - relaciona-se à natureza do conhecimento, e as teorias são usadas
pelos cientistas em busca do conhecimento. As teorias dependem da especulação, mas a
especulação deve basear-se nas observações controladas dos cientistas. A ciência é o ramo de
estudo preocupado com a observação e classificação de dados e com a verificação de leis
gerais. As teorias são ferramentas práticas usadas pelos cientistas para orientar a pesquisa.
Uma teoria é mais geral do que uma hipótese e pode gerar uma multiplicidade de hipóteses,
isto é, suposições educadas. Uma taxonomia é um sistema de classificação e a classificação é
necessária para a ciência. As taxonomias, no entanto, não geram hipóteses - um critério
necessário de uma teoria útil.

C. Por que teorias diferentes?

Psicólogos e outros cientistas desenvolveram uma variedade de teorias de personalidade


porque diferiram em sua formação pessoal, sua orientação filosófica e os dados que
escolheram observar. Além disso, as teorias permitem a interpretação individual das mesmas
observações, e cada teórico teve seu próprio modo de ver as coisas.

D. As personalidades dos teóricos e suas teorias da personalidade

Como as teorias da personalidade evoluem da personalidade de um teórico, os psicólogos


interessados na psicologia da ciência começaram a estudar os traços pessoais dos principais
teóricos da personalidade e seu possível impacto em suas teorias e pesquisas científicas.

E. O que faz uma teoria útil?

Uma teoria útil (1) gera pesquisa, tanto descritiva quanto teste de hipóteses; (2) é falseável;
isto é, deve gerar pesquisas que possam confirmar ou não seus princípios principais; (3)
organiza e explica dados em alguma estrutura inteligível; (4) orienta a ação; isto é, fornece ao
praticante um roteiro para a tomada de decisões do dia-a-dia; (5) é internamente consistente
e depende de definições operacionais que definem conceitos em termos de operações
específicas; e (6) é parcimonioso ou simples.
IV. Dimensões para um conceito de humanidade

Teóricos da personalidade tiveram diferentes concepções da natureza humana, e os autores


de Teorias da Personalidade usam seis dimensões para comparar essas concepções. As
dimensões incluem: determinismo versus livre escolha, pessimismo versus otimismo,
causalidade versus teleologia, determinantes conscientes versus inconscientes do
comportamento, influências biológicas versus sociais sobre a personalidade e singularidade
versus semelhanças entre as pessoas.

V. Pesquisa em Teoria da Personalidade

Teorias de personalidade, como outras teorias, são baseadas em pesquisas sistemáticas que
permitem a previsão de eventos. Ao pesquisar o comportamento humano, os teóricos da
personalidade costumam usar vários procedimentos de medição, que devem ser confiáveis e
válidos. Confiabilidade refere-se à consistência de um instrumento de medição e inclui
confiabilidade teste-reteste e consistência interna. Validade refere-se à precisão ou veracidade
do teste e inclui validade preditiva e validade de construto.

Teste

Preencha os espaços em branco:

1. O termo personalidade vem da palavra persona, significando um _____________ teatral.

2. Personalidade é um padrão de disposições, _______________________ ou


___________________relativamente permanentes dentro de um indivíduo que dão alguma
consistência ao comportamento dessa pessoa.

3. Um ___________________ é um conjunto de suposições relacionadas que permite aos


cientistas usar o raciocínio lógico dedutivo para formular hipóteses testáveis.

4. As teorias estão mais intimamente relacionadas com _________________________, o ramo


da filosofia que lida com a natureza do conhecimento.
5. O campo de estudo relacionado com a observação e classificação de dados e com a
verificação de leis gerais através do teste de hipóteses é chamado
_______________________.

6. A _________________________ é uma classificação das coisas de acordo com seus


relacionamentos naturais.

7. Uma hipótese é frequentemente definida como uma suposição ___________________.

8. A psicologia de _______________________ é uma subdisciplina da psicologia que estuda os


traços pessoais dos cientistas.

9. Uma teoria útil deve ser _____________________, o que significa que a pesquisa deve ser
capaz de confirmar ou não seus princípios principais.

10. A lei da parcimônia afirma que o ______________________ de duas teorias é o preferido.

11. A função mais importante de um ___________________ é gerar pesquisa.

12. Uma definição _________________ é aquela que define conceitos e unidades em termos
de operações específicas.

13. A teleologia é uma explicação do comportamento em termos de objetivos


_______________________.

14. Um teste confiável produzirá resultados ___________________.

15. Um teste que mede o que é suposto medir é dito ser ___________________.

Verdadeiro/ falso
_____1. Teorias úteis são baseadas em especulações e evidências científicas.

_____2. A palavra personalidade vem do latim persona, que significa máscara ou fachada.

_____3. Personalidade refere-se principalmente àquelas características que uma pessoa


projeta para o resto do mundo.

_____4. Os termos teoria e hipótese são sinônimos.

_____5. Filosofia é um termo mais amplo que a teoria.

_____6. Os termos teoria e palpite são usados indistintamente pelos cientistas.

_____7. Epistemologia é o ramo da filosofia que lida com a natureza do conhecimento.

_____8. A ciência é o ramo de estudo preocupado com a observação e classificação de dados e


com a verificação de leis gerais.

_____9. As teorias devem ser vistas como especulações impraticáveis, mas interessantes.

____10. Teoria é um termo mais amplo que a hipótese.

____ 11. As taxonomias são dinâmicas e geram uma multiplicidade de hipóteses.

____12. Uma teoria útil deve gerar várias hipóteses.

____13. Um relacionamento cíclico deve existir entre teoria e observação.


____14. A psicologia da ciência estuda os traços pessoais dos teóricos da personalidade.

____15. Uma teoria útil da personalidade deve ser falsificável.

____16. Os teóricos da personalidade devem evitar ser influenciados por suas próprias
personalidades e origens.

____17. A psicologia da ciência investiga maneiras pelas quais as características pessoais dos
cientistas influenciam a teoria científica e a pesquisa.

____18. O valor de uma teoria baseia-se principalmente nas características pessoais do teórico
que a desenvolveu.

____19. Se uma teoria é falsificável, ela se provou falsa.

____20. Os testes de personalidade podem ser confiáveis, mas não têm validade.

Múltipla escolha

_____1. A palavra personalidade vem de "persona", que originalmente significava

a. máscara teatral.

b. alma.

c. o lado animal da natureza humana.

d. aquilo que verdadeiramente é.

_____ 2. Os psicólogos têm maior probabilidade de concordar que

a. três traços de personalidade podem explicar todo o comportamento humano.

b. personalidade refere-se principalmente à aparência superficial.

c. existe uma melhor definição de personalidade.


d. nenhuma das acima.

_____ 3. Um padrão de traços relativamente permanentes e características únicas que dão


consistência e individualidade ao comportamento humano é chamado:

a. personalidade.

b. uma característica geral.

c. uma característica específica.

d. uma predisposição genética.

_____4. Qual termo deve estar mais intimamente associado à palavra teoria?

a. especulação

b. taxonomia

c. Ciência

d. filosofia

______5. Uma teoria pode ser definida como

a. uma hipótese não verificada.

b. um palpite educado.

c. um grupo de especulações filosóficas sobre a natureza da realidade.

d. um conjunto de suposições relacionadas que geram hipóteses testáveis.

______6. Qual afirmação reflete melhor a relação entre teoria e hipótese?

a. Teorias são mais estreitas que hipóteses.

b. Uma teoria única pode gerar várias hipóteses.

c. As teorias fluem logicamente de hipóteses específicas.

d. Teorias podem ser provadas; hipóteses não podem.

______7. Uma hipótese é melhor definida como


a. um sistema de classificação.

b. especulação de poltrona.

c. uma teoria não comprovada.

d. um palpite ou previsão educada.

______ 8. Taxonomias são

a. sistemas de classificação de dados.

b. princípios de aprendizagem que compõem uma teoria.

c. diretrizes para viver uma vida baseada em princípios.

d. pessoas jurídicas para aumentar a receita.

______9. Qual é a relação entre teoria, hipótese e observação?

a. As observações são ferramentas práticas; teorias e hipóteses são impraticáveis.

b. Teorias geram hipóteses que levam a observações que podem alterar a teoria original.

c. Hipóteses geram teorias, que resultam em observações.

d. As observações geram hipóteses, que por sua vez geram teorias.

_____10. O valor final de uma teoria é a sua

a. veracidade.

b. utilidade.

c. simplicidade.

d. lógica.

_____11. Uma teoria deveria estar aberta à desconfirmação. Isso se refere à capacidade da
teoria de

a. ser comprovado.

b. gerar pesquisa.

c. fornecer orientações para o praticante.


d. ser falsificado.

_____ 12. Um conjunto relacionado de pressupostos se constituiria um:

a. hipótese.

b. filosofia.

c. teoria.

d. Experimento científico.

_____ 13. A subdisciplina da psicologia que examina os traços pessoais dos cientistas é
chamada

a. psicologia da ciência.

b. a ciência da psicologia.

c. ciência em estudo autobiográfico.

d. psicologia em estudo autobiográfico.

_____ 14. Embora os cientistas sejam influenciados por suas características pessoais, a
utilidade de seu trabalho é

a. a clareza de suas observações.

b. a confiabilidade de seus instrumentos de medição.

c. julgado pelo seu produto científico.

d. julgados por sua capacidade de criar uma taxonomia viável.

_____15. Uma teoria útil deveria

a.. servir como um guia para a ação.

b. organizar observações.

c. gerar pesquisa.

d. tudo acima.
_____16. Uma teoria internamente consistente

a. gera uma única hipótese.

b. pode ser verificado diretamente.

c. pode explicar quase todas as observações empíricas.

d. inclui definições operacionais de seus termos.

_____17. Uma teoria tão simples quanto possível é

a. Internamente consistente.

b. parcimonioso.

c. sem utilidade.

d. uma teoria operacional.

_____ 18. Uma explicação do comportamento em termos de metas ou propósitos futuros é

a. uma teoria parcimoniosa.

b. também hipotético.

c. causal.

d. teleológico.

_____19. Um teste que produz resultados consistentes é dito ser

a. padronizado.

b. um teste referenciado pela norma.

c. confiável.

d. válido.

_____ 20. Um teste válido

a. também é confiável.

b. tem um formato de lápis e papel.


c. geralmente não é confiável.

d. também é padronizado.

Resposta curta

1. Defina a teoria e mostre sua relação com (a) filosofia, (b) especulação, (c) hipótese e
(d) taxonomia.

2. Explique a interação entre teoria, hipóteses e observações.

3. Relacione seis critérios de uma teoria útil.

4. Liste e discuta as seis dimensões para um conceito de humanidade discutido pelos


autores.

5. Defina confiabilidade e validade e discuta pelo menos dois tipos de cada.