Você está na página 1de 32

PRIMEIROS PASSOS

NO ACORDEOM
Este eBook foi escrito por Sobre o

Acordeom em Casa
É uma comunidade de pessoas que
querem aprender
a tocar acordeom sem sair de casa,
de forma prática e eficiente.

Marina Camargo
Licenciada em Música pela UFPR.
Professora de Acordem há 18 anos. Atualmente
é professora de acordeom do Conservatório de MPB de
Curitiba. Acordeonista dos grupos Baque Solto e Folebaixo.
Sumário
Introdução.................................1 Cuidados com o Acordeom.................17
Como funciona o Acordeom.....3 Como aprender a tocar Acordeom......20
Qual Acordeom devo comprar..6 Primeiros Passos................................21
Tipos de Acordeom...................7 1. Postura............................................21
1.Tamanho................................7 2. Dedilhado........................................24
2. Marcas...................................9 3. Técnica do fole................................27
3. Modelos.................................11 4. Coordenar as duas mãos................27
Afinação e Manutenção............15 Conclusão...........................................28
Introdução
Então finalmente você decidiu realizar seu sonho de tocar Acordeom. Mas e agora? Por onde
começar, ainda nem tenho um instrumento. E será que vou aprender?

Muitas pessoas acham que para aprender um instrumento é preciso ter um “dom”, algo que
somente alguns poucos privilegiados possuem.

Eu acredito que cada um nasce com uma caixa de ferramentas. E cada caixa é diferente da
outra. Algumas caixas terão bisturis, aparelhos de pressão, outras calculadoras, outras pás e
enxadas, outras livros, outras instrumentos musicais. E todas as caixas podem vir com várias
ferramentas diversas. O que precisamos é olhar para as ferramentas e perceber aquilo que nos
dá satisfação, aquilo que nos apaixona e nos faz trabalhar duro todos os dias pra alcançar.

1
Algumas ferramentas podem estar precisando de uma lapidação, como uma tesoura sem corte.
E nosso papel é lapidar, afiar, para que a ferramenta possa fazer seu trabalho melhor.

E se você quer, do fundo do seu coração, aprender um instrumento, quer dizer que dentro da
sua caixa de ferramentas tem uma que precisa ser lapidada e afiada musicalmente. E para
executar um trabalho não basta somente ter a ferramenta, é preciso saber manuseá-la.

É aí que entra a prática, o estudo, o treino diário. Para dominar um instrumento musical é preciso
dedicação, esforço, mas também perceber as vitórias e sentir o prazer de ter conseguido.

A satisfação deve estar no processo


e não somente na linha de chegada.

2
Como funciona o Acordeom
O Acordeom é um instrumento aerofone, isto é, seu som é produzido pelo ar. O Fole produz o ar
que é lançado para dentro das caixas acústicas. Esse ar passa pelas palhetas localizadas dentro
do instrumento e produz o som quando as teclas ou botões são acionadas pelos dedos do músico.

Ele possui um teclado, que é utilizado pela mão direita e uma série de baixos tocados pela mão
esquerda. O teclado vertical tem as notas mais graves em cima e as mais agudas embaixo. Ele é
responsável pela melodia das músicas. Os baixos são divididos em colunas e linhas e são
responsáveis pelo ritmo, isto é o acompanhamento das músicas.

3
O Fole é o responsável pela produção do
som através do bombeamento de ar pelo
braço esquerdo. Quanto mais ar mais som,
isto é, o som será mais forte. Podemos
dizer que o volume do acordeom está no
fole.

Os registros são responsáveis pelo timbre


("cor do som"). Através das combinações
de palhetas podemos ter diferentes timbres
que se assemelham a outros instrumentos.
Os mais comuns são: Master, Basson,
Bandoneon, Piccolo, Clarinete, Violino,
Flauta, Oboé, Orgão, Musette, Harmon.

4
No teclado podemos ter duas ou mais oitavas. Uma oitava significa oito notas, isto é de dó a dó.
Ele pode ter de 31 a 47 teclas dependendo do tamanho.

O número de baixos também varia de acordo com o tamanho podendo ser de 12 a 120 baixos.
Os baixos se dividem em baixos e contrabaixos responsáveis pela tônica do acorde, isto é, a
nota que dará nome ao acorde. Temos também 4 tipos de acordes: maiores, menores, com
sétima e diminuto. A combinação entre os baixos e acordes produzirá o ritmo e assim você pode
tocar uma valsa, um xote, uma vaneira, um baião.

Quadro de um acordeom de 80 baixos

5
Qual Acordeom devo comprar?
Para tocar um instrumento é necessário que você tenha um em mãos, pois é o treino diário que
fará com que você aprenda.

Mas qual é o instrumento ideal para você que está iniciando no Acordeom?

Os acordeões tem vários modelos, marcas, tamanhos e consequentemente preços. Já te aviso


que não é um dos instrumento mais baratos. Mas com uma boa pesquisa é possível encontrar
o instrumento que caiba no seu bolso e satisfaça suas necessidades. Então vamos entender
essas diferenças.

6
Tipos de Acordeom
1. Tamanho
O que vai diferenciar o tamanho do acordeom é quantos baixos ele possui.
Dessa forma os acordeões se dividem em:
12, 24, 48, 60, 80, 96 e 120 baixos.
Sendo que os mais usados são: 48, 80 ou 120 baixos.

Os de 12 e 24 baixos são instrumentos bem pequenos e leves, indicados para crianças. Para um
adulto o ideal é um acordeom de no mínimo 48 baixos. Isso porque os menores do que isso não
terão os acordes suficientes para tocar todas as músicas.

7
Mas é necessário eu ter um acordeom de 120 baixos?

Não. Para você que está iniciando nos estudos não há necessidade de ter um acordeom 120
baixos. Um acordeom de tamanho médio, que pode ser de 60, 80 ou 96 baixos cumpre
perfeitamente sua função. Ele terá praticamente todos os acordes necessários para tocar a
maioria das músicas existentes.

Lembre-se que quanto maior o acordeom mais pesado ele é. Então, se você não quer um
instrumento muito grande e pesado procure acordeões de tamanho médio (60, 80 ou 96 baixos).

8
5
2. Marcas
Existem hoje no Brasil acordeões de marcas nacionais
e importadas. Uma curiosidade é que na década de
1950 chegaram a existir mais de 30 fábricas de
Acordeom no país. Nessa época o instrumento era
muito popular. Dentre as marcas que eram fabricadas
estavam: Todeschini, Universal, Scala, Somenzi,
Veronese, Sonelli, Mondiale, entre outras.

Esses instrumentos ainda podem ser encontrados em


lojas e comercializados pelos próprios donos. Todos
eles são usados pois, com exceção da marca
Todeschini que voltou recentemente a fabricar
acordeões, todas as outras não existem mais.
Fábrica da Todeschini em 1964.
Eram produzidos 1400 acordeões por mês.

9
Dentre as marcas importadas se destacam os de fabricação italiana e alemã. Dentre as mais
conhecidas estão: Scandalli, Settimio Soprani, Sonola, Borsini, Weltmeister, Hohner, Giulietti,
Pigini, entre outras.

Da mesma forma é comum se comercializar acordeões usados dessas marcas. Não há


problema nenhum em se ter um instrumento usado, desde que esteja em bom estado de
conservação.
10
3. Modelos
Cada marca tem características muito específicas de acordeom. A forma como é fabricado, a
madeira utilizada, o tipo de peças, tudo dá um caráter individual para cada instrumento. A
sonoridade, o peso, tamanho e pressão das teclas, tudo isso vai variar muito de instrumento para
instrumento. Por isso, antes de comprar um acordeom é importante experimentá-lo.

Costumo dizer que acordeom é como sapato, precisa provar antes de comprar!

Mas de uma forma geral os acordeões dividem-se por número de vozes, o que irá interferir na
quantidade de registros que eles possuem.

Os mais comuns são em 2ª., 3ª. e 4ª. de voz. Isso significa que num acordeom em quarta de
voz, por exemplo, quando você tocar um dó ouvirá quatro dós ao mesmo tempo. Duas notas em
uníssono (na mesma oitava), um dó mais grave e outro mais agudo.

11
Quanto menos vozes menos notas tocadas ao mesmo tempo. Essa diferença vai interferir no
número de registros e também no tamanho e peso do instrumento, já que quanto mais vozes mais
castelos com palhetas e mais peso. Em contrapartida um acordeom em quarta de voz terá uma
sonoridade muito mais “cheia”, pois são várias notas soando ao mesmo tempo.

Palhetas e castelos onde são inseridas as palhetas.

12
Cada acordeom pode ter algumas especificidades que não irão interferir tanto na
sonoridade mas sim na aparência e tamanho do instrumento.

Número de registros: como falei acima o


número de registros vai variar conforme o
número de vozes. Podemos ter acordeões
sem nenhum registro até acordeões com 13
registros. Isso não vai interferir na sua
maneira de tocar, você só terá uma variação
de timbre (“cor” do som) maior.

13
Abafadores: são peças redondas ou
quadradas que se encontram na tampa
central do acordeom. Servem, como o
nome diz, para abafar o som do teclado.
Os acordeões podem ter ou não
abafadores, isso vai depender do
modelo, mas não vai interferir na sua
maneira de tocar.

Acordeões reduzidos: são instrumentos menores, de tamanho reduzido do


que o normal. Os acordeões reduzidos serão menores e mais leves do que o
modelo normal. Existem acordeões reduzidos geralmente no modelo 120 e
80 baixos. Ele terá as teclas da mão direita um pouco menores do que o
tamanho normal, o que fará com que fique menor na sua altura e
consequentemente mais leve.

14
Afinação e Manutenção
O Acordeom é um instrumento feito de palhetas. Para produzir o som o ar, que é bombado
para dentro do instrumento através do fole, passa pelas palhetas.

Cada palheta tem sua afinação específica dentro das notas musicais. Diferentemente de um
violão, por exemplo, onde as cordas são afinadas manualmente pelo instrumentista, o
acordeom não pode ser afinado pelo estudante.

Para fazer uma afinação o acordeom é desmontado e o castelo (onde ficam as palhetas) é
inserido em um afinador eletrônico. Detectada que a nota não está afinada conforme o afinador
indicar a palheta é lixada até que chegue na nota correta. Esse procedimento deve ser feito por
um profissional, um afinador.

15
ATENÇÃO!!!
Qualquer manutenção em peças e acessórios do acordeom deve ser realizada por um
profissional capacitado.

Caso você compre um acordeom e perceba que ele não está perfeitamente afinado, é
possível fazer uma afinação e o instrumento ficar em perfeito estado. Geralmente,
instrumentos usados que ficaram muito tempo sem uso requerem uma afinação e
possivelmente uma limpeza interna.

16
Cuidados com o Acordeom
Depois que o seu Acordeom está afinado e em perfeito estado, você deve cuidar para
mantê-lo dessa forma. Não é necessário que ele fique sempre fechado em seu case,
que geralmente é de madeira e em instrumentos usados pode não estar em bom
estado.

Ele pode ficar no


chão da sua sala de
estudos colocado
dessa forma:

17
Evite deixar o acordeom em cima de mesas ou cadeiras, pois ele pode cair no
chão e o estrago será grande!!!

Ele pode também ser deixado em cima de um sofá, mas certifique-se que ele
não corre o risco de cair!

Para evitar poeira, cubra-o com um pano ou toalha.


Jamais deixe o Acordeom exposto ao sol, pois o calor pode deteriorá-lo.
Ao transportá-lo procure deixá-lo sempre com a baixaria e o teclado na
vertical.
Evite deitá-lo deitado de forma que a baixaria fique na horizontal. Essa
forma de transporte pode acarretar problemas aos baixos, eles podem
entrar para dentro do instrumento.

18
Deixe o acordeom num local de fácil acesso
para que você possa estudar sempre que tiver
um tempinho!

Agora que você já está com seu instrumento em mãos vamos para
a parte prática!

19
Como aprender a tocar
Acordeom
Aprender a tocar acordeom e qualquer outro instrumento musical requer estudo, prática e
dedicação. Muitas pessoas são autodidatas, isto é, aprendem por conta própria através de
pesquisa e observação. É o chamado "aprender de ouvido". Te aviso que essa prática
não é para todos, pois requer muita, mas muita dedicação pois você estará sozinho.

A outra forma de aprender é encontrar um professor. Ele será a pessoa que vai te
direcionar, te mostrar os caminhos, as técnicas, a forma mais prática de aprender,
vai te levar direto ao ponto.

Mas não é o professor que vai te fazer tocar. Isso só depende de você! Ele vai te mostrar
os caminhos, mas cabe a você percorrê-los.
20
Primeiros Passos
1. Postura
A primeira coisa a fazer é vestir o
acordeom como se fosse uma
mochila voltada para frente. O
teclado deve ficar do seu lado direito
e os baixos do lado esquerdo.
Certifique-se de regular
corretamente as alças, elas não
devem ficar muito soltas nem muito
justas, mas o acordeom deve estar
firme em você.

21
Se o seu acordeom for de 80 baixos ou
maior ele será um pouco maior que o seu
tronco. Para que você não se sinta
"sufocado" com o acordeom prenda a
ponta do teclado na parte interna da sua
coxa direita, isso vai te deixar mais
confortável. Mas cuidado para não deixar
as alças muito grandes e uma parte do
teclado ficar obstruída por sua coxa.
Posicione a mão direita de forma relaxada
sobre as teclas do acordeom. Deixe o
pulso paralelo ao teclado. A sua mão deve
ficar em forma de concha. Todos os dedos
tocarão as teclas, inclusive o polegar.

22
Passe a mão esquerda pela alça dos
baixos. Regule a alça para ela fique
firme sobre seu pulso esquerdo.
Posicione a palma da mão na parte
lateral dos baixos. Os dedos devem
ficar livres para tocar os baixos. O
polegar não será utilizado nos baixos.

Para que você tenha uma boa execução


e adquira bons hábitos desde o início é
importante uma postura correta. Assista
o vídeo - Dicas de Acordeom para
Iniciantes - Aula #1 Postura

23
2. Dedilhado

Para a mão direita você usará todos os dedos.


Vamos numerá-los a partir do polegar. O polegar
será dedo 1, seguindo pelo dedo 2, 3, 4 e 5 que
será o dedo mínimo.

Posicione o dedo 1 sobre a nota dó. Na sequência


você terá o dedo 2 no Ré, 3 no Mi, 4 no Fá e 5 no
Sol.

Exercite essas cinco notas abrindo e fechando o


fole. Procure decorar as notas na sequência, dó,
ré, mi, fá, sol e ao contrário, sol, fá, mi, ré, dó.

24
Assista o vídeo - Dicas de Acordeom para Iniciantes - Aula #2 Dedilhado
Você pode praticar o dedilhado com o exercício que mostrei no vídeo

Para praticar os baixos localize a nota marcada


que está no centro dos baixos.
Esta é a nota Dó. Posicione seu dedo 3 sobre
ela. Este é o baixo de dó. Agora localize o
botão que está ao lado do baixo de dó na linha
diagonal dos baixos e posicione o dedo 2. Esse
é o Acorde de Dó Maior. Repare que ele tem
um som diferente. Na verdade nesse botão
soam 3 notas (dó, mi e sol) que são as notas
do acorde de Dó Maior. Um acorde é esse
conjunto de 3 notas.

25
Vamos agora fazer um ritmo de Valsa com esses dois botões.
Toque uma vez a nota DÓ e duas vezes o botão do Acorde.
Pra facilitar vamos chamar o botão do Acorde Maior de M.

Dessa forma a valsa ficará assim:

DÓ M M

Repita várias vezes tomando cuidado para que todas as notas tenham
a mesma duração.

26
3. Técnica de Fole
O Fole é uma parte essencial do Acordeom, pois é ele que produz o
som no instrumento.
Para entender a dinâmica do fole assista o vídeo - Dicas de Acordeom
para Iniciantes - Aula #3 Técnica de Fole

4. Coordenar as duas mãos


Essa é a parte mais complexa para você que está iniciando no Acordeom. É aqui que muitas
pessoas desistem por achar impossível conseguir coordenar as duas mãos. Saiba que todos os
estudantes de Acordeom tem essa dificuldade inicial, porém é muito possível conseguir coordenar
as mãos, basta praticar com paciência e persistência.
Pratique o exercício mostrado no vídeo: Dicas de Acordeom para Iniciantes - Aula #4
Coordenando as mãos
27
Conclusão
Espero que esse eBook Primeiros Passos no Acordeom tenha te ajudado a dar os passos
iniciais. Agora você já sabe como o acordeom funciona, quais os tipos de instrumentos que
existem e que você deve sempre testar antes de comprar.
Também pôde dar os primeiros passos na prática do Acordeom.
Lembre-se que: aprender um instrumento requer tempo de estudo, disciplina, dedicação e
principalmente paciência. Por isso mantenha-se firme no seu propósito e realize seu sonho
de tocar acordeom.
Se você quiser saber mais e acompanhar os vídeos e conteúdos do Acordeom em Casa
acesse nosso site e nossas redes sociais.

Bons Estudos! Grande Abraço!

Marina Camargo.
28
Fontes
http://pt.wikihow.com/Tocar-Acorde%C3%A3o
https://pt.wikipedia.org/wiki/Acorde%C3%A3o
http://www.valerio.com.br/valerio25/index.php/2013-01-28-04-13-
40/funcionamento-do-acordeon
http://www.mvhp.com.br/acordeon1.htm#
http://recantodasgaitas.blogspot.com.br/p/acordeoes-todeschini.html