Você está na página 1de 22

A EXPOSIÇÃO DE 1908 OU O BRASIL VISTO POR DENTRO

THE 1908 EXHIBITION OR BRAZIL SEEN FROM WITHIN


Margareth da Silva Pereira
Tradução português-inglês: Rafael Saldanha Duarte
ARQTEXTO 16

6
1 Aquarela abertura dos portos - Coleção Elyseo
Belchior.
1 Watercolor of the opening of Brazilian ports to
foreign trade.

O Brasil vive hoje um novo momento de afirmação Brazil is currently experiencing a new period of affir-

ARQTEXTO 16
de sua importância no plano internacional e tem se visto mation of its international importance and finds itself faced
diante do desafio de organizar uma série de eventos with the challenge of organising a series of large-scale
de grande porte. Contudo, a história do país e de suas events. However, the history of the country and its cities
cidades exibem, desde o século XIX, momentos e situa- has displayed comparable periods and situations since
ções comparáveis. A abertura dos portos (1808) e a pro- the 19th century. The opening of the ports (1808) and the
clamação da Independência (1922) – ao representarem o proclamation of independence (1822) represented the end
fim do pacto colonial – deram início à inserção do Brasil of the colonial pact and began Brazil’s insertion into a
em uma rede de relações com diferentes continentes e network of relationships with continents and peoples to
povos e delinearam um campo de lutas econômicas e po- define a field of economic and political struggles in which
líticas no interior do qual o país passou a dar visibilidade the country increasingly began to review its own identity.
a si próprio como, a cada vez, reatualizar sua identidade. The organisation of the National Exposition of 1908
A realização da Exposição Nacional de 1908 e as and the commemorations of the first centenary of the ope-
comemorações do primeiro centenário da abertura dos ning of the country’s ports to free trade with different na-
portos do país ao livre comércio foi um momento forte tions was a powerful moment in this process. The event
nesse processo. O evento pode ser considerado como o can be seen as the grand finale to a first period of Brazil’s
grand finale de um primeiro tempo de interações econô- economic and cultural interactions with an increasingly
micas e culturais do Brasil com um mundo cada vez mais urban and cosmopolitan world, of which the remodelling
urbano e cosmopolita, que teve nas reformas do Rio de of Rio de Janeiro from 1903 to 1906 was one of its most
Janeiro, entre 1903 e 1906 uma das suas maiores expres- glamorous expressions. At the start of the 20th century,
sões. No início do século XX as autoridades municipais e municipal and federal authorities, increasingly confident
federais, ainda mais confiantes com as potencialidades about the country’s potential, did not confine the program-
do país, não restringiriam o programa de transformação me of transforming and modernising the national image
e modernização da imagem nacional à arquitetura, ao ur- to works of architecture, urbanism and landscaping in the
banismo e ao paisagismo na Capital Federal. Em 1908 o Federal Capital. The challenge in 1908 would be more
desafio seria mais ambicioso: celebrar o próprio comércio ambitious: to celebrate the trade and development of the
e desenvolvimento do país, realizando, ao mesmo tempo, country itself, organising at the same time an “inventory”
um “inventário” do Brasil para os próprios brasileiros. of Brazil for Brazilians themselves.
Nos seus três meses de abertura, a exposição foi vi- During the three months that it was open, the exibition
sitada por mais de um milhão de pagantes, muitos deles was visited by more than one million paying visitors, many
oriundos de diferentes pontos de um território em grande coming from different parts of a territory hardly known by
parte sequer conhecido pelos demais brasileiros. Todos os other Brazilians. All the states in the Federation organised
estados da Federação organizaram pavilhões ou estandes pavilions or stands displaying albums, photographs or ca-
exibindo seus avanços culturais e econômicos em álbuns, talogues of their cultural and economic progress. The Fede-
fotografias ou catálogos. Além disso, o Governo Federal ral Government and the Federal District Council were also
e a Prefeitura do Distrito Federal também se fizeram repre- represented, building important pavilions and demonstra-
sentar, construindo importantes pavilhões e mostrando o ting the development of their public services.
desenvolvimento de seus serviços públicos. But if the country’s account of itself in 1908 was surpri-
Mas se o balanço que o país fazia de si próprio em sing, even more so is the evidence that many of our current
1908 mostrava-se surpreendente, mais ainda o é a consta- institutions were conceived and modelled in the temporary
tação de que inúmeras das nossas instituições atuais foram spaces of these past exhibitions. From words to behaviour,
concebidas e moldadas nos espaços efêmeros dessas the actual culture of the 20th century or the challenges of
mostras do passado. Das palavras aos comportamentos: é today can be found outlined there in their strength and
a própria cultura do século XX ou os desafios de hoje que limits, in their dreams and ability to achieve them, in their
se encontram aí delineados em sua força e em seus limites, temporary achievements and their enduring values.
em seus sonhos e capacidade realizadora, em suas con-
quistas efêmeras e em seus valores duradouros. TEACHING HOW TO LOOK AT THE WORLD
Looking, comparing, judging: actions that seem so com-
Ensinando a olhar o mundo mon were in fact the object of a long and intensive pro-
Olhar, comparar, julgar: esses atos que nos parecem cess of education of meanings and above all visions, de-
tão comuns foram, na verdade, objeto de um longo e veloped particularly throughout the 19th century. Knowing

7
intenso processo de educação do sentidos e, sobretu- how to see through images, and above all teaching how
ARQTEXTO 16

do da visão, desenvolvido particularmente ao longo do to see, were cultural processes shared by different western
século XIX. Saber ver por imagens e sobretudo, ensinar societies, including Brazil.
a ver foi uma construção cultural compartilhada por dife- This cult of the image was demonstrated in the wide-
rentes sociedades no Ocidente – dentre as quais o Brasil. ranging iconographic production that would boost the cre-
Esse culto à imagem se manifestou em uma produção ation of various technical procedures. It was a swift move
iconográfica diversificada e que impulsionaria a criação from the large circular panoramas, the first of these optical
de diferentes procedimentos técnicos. Dos grandes pano- devices aimed at education of the masses, which were
ramas circulares, os primeiros desses dispositivos óticos imposed in the early decades of the 19th century, to the
voltados para a educação visual das massas, que se impu- more agile circulation offered by picture albums, daguer-
seram nas primeiras décadas do século XIX, rapidamente reotypes, photographs and, decades later, by stereotypes,
passou-se à circulação mais ágil oferecida pelos álbuns picture postcards and cinematography.
pitorescos, daguerreotipias, fotografias e, décadas mais Among the various modes of seeing, comparing and
tarde, pelas estereotipias, pelos bilhetes postais e pelo ci- judging, the Universal Expositions were perhaps the most
nematógrafo. efficient. These large fairs represented one of the most
Dentre os diversos modos de olhar, comparar e julgar, important educational spaces in 19th-century culture, tea-
as Exposições Universais, talvez tenham sido dos mais efi- ching the new urban masses how to look at cities, peoples
cientes. Estas grandes feiras representaram um dos mais and cultures and also to evaluate them from a single, evo-
importantes espaços educativos da cultura do século XIX, lutionist view of development and history.
ensinando as novas massas urbanas a observar cidades, Since the late 18th century, France had begun to or-
povos, culturas e também a hierarquizá-los a partir de uma ganise national trade and industry expositions driven by
visão única e evolucionista de desenvolvimento e história. the desire to discover its own output and set itself on a le-
Desde o fim do século XVIII, a França havia começa- vel with English industrial development. But a comparative
do a realizar exposições nacionais de indústria e comér- “universal” exposition, that is, a fair that serves as a gauge
cio, impulsionada pelo desejo de conhecer suas próprias of the manufacturing, industrial and commercial activity
produções e de igualar-se ao desenvolvimento industrial of different countries would only be organised for the first
inglês. Contudo, uma exposição comparativa “universal”, time in 1851, in a huge building in London that became
isto é, uma feira que servisse de termômetro das ativida- known as Crystal Palace.
des manufatureiras, industriais e comerciais de diferentes Universal Expositions have since then established the-
países só se realizaria pela primeira vez em 1851, em mselves as regular major world events, indicating how
Londres, em um vasto edifício que passaria a ser conheci- much the exercise of looking, comparing and judging has
do como o Palácio de Cristal. been disseminated and consolidated as a social practice
A partir de então, as Exposições Universais se instituem of the majority of city dwellers. The dizzying circulation of
como grandes eventos mundiais regulares o que sinaliza images then began to be felt in other fields, and the com-
em que medida o exercício de olhar, comparar e julgar parison of cultural customs and urban settings of different
já havia se difundido e se consolidado como uma prática regions was not just inevitable but became ‘natural’: from
social de grande parte dos habitantes das cidades. A cir- the Glasgow or Liverpool suburbs to the gardens of Plater
culação vertiginosa de imagens passou, assim, a se fazer in Vienna, from the lives of the Maharajas to the tea cere-
sentir também em outros campos e as comparação entre mony in Japan or the use of hookahs in Istanbul.
hábitos culturais e cenas urbanas de diferentes regiões Looking at the world and then classifying it led to the
não só foi inevitável como tornou-se “natural”: do interior architecture and images of cites being seen as a “portrait”
da África aos Balcãs, dos subúrbios de Glasgow ou Liver- of civilisations and peoples. The climax of this reading of
pool aos jardins do Plater em Viena, do modo de vida dos cultures through objects and buildings was consolidated in
marajás ao rito do chá no Japão ou ao uso dos narguilés the second half of the 19th century. Each country’s level of
em Istambul. civility, cosmopolitanism and progress was judged through
Olhar o mundo e, em seguida, classificá-lo fez com que the stylistic language adopted: Greco-Roman, Gothic, Mo-
a arquitetura e a imagem das cidades fossem vistas como orish, Turkish... or through its technological development. It
um “retrato” das civilizações e dos povos. O clímax dessa might even be said that the idea of an Universal Exposition
leitura das culturas através de objetos e edifícios se fixa and particularly this comparative assessment of peoples
na segunda metade do século XIX. Através da linguagem and cultures would consolidate new social practices and a
estilística adotada em cada contexto e país – greco-ro- new trio of terms: Displaying, Admiring, Consuming.

8
2 Museu da República.
2 Republic Museum.

ARQTEXTO 16
2

9
3 Museu da República.
3 Republic Museum.
ARQTEXTO 16

10
mana; gótica, mourisca, turca... – ou do desenvolvimento During the big events that become the Universal Exhibi-

ARQTEXTO 16
tecnólogico exibido, julgava-se o seu nível de civilidade, tions, the countries themselves – firstly in stands and then
cosmopolitismo e progresso. Na verdade, pode-se dizer gradually in isolated pavilions – moved on to display pro-
que a idéia de Exposição Universal e sobretudo esse jul- ducts and inventions from different areas, further extending
gamento comparativo de povos e culturas veio consolidar the possibilities for comparison and, of course, for admi-
novas práticas sociais e um novo trinômio: exibir, admirar ration, and attracting followers and consumers. It could
e consumir. be said that these fairs tightened contacts and exchanges
Durante os grandes eventos que se tornam as Exposi- between officials, technicians, artists and scientists, and
ções Universais, os próprios países – primeiro em estan- that there was a gradual consolidation of a liberal mindset
des e pouco a pouco em pavilhões isolados – passaram, alert to new inventions but also eager for consumption of
assim, a exibir produtos e invenções em diferentes áreas, novelties.
ampliando ainda mais as possibilidades de compara- Displaying had now become an art, but reports from
ções e atraindo, evidentemente, admiração e também the authorities reveal that it also feeds the economy. Inde-
adeptos e consumidores. Pode-se dizer que nessas feiras ed, cultural comparisons began to creep in from the 1855
estreitavam-se contatos e intercâmbios entre autoridades, Universal Exposition in Paris, when participating countries
técnicos, artistas e cientistas, e pouco a pouco consolida- also began to display their achievements in the arts. Se-
va-se uma mentalidade liberal atenta às invenções mas, veral of today’s design schools would be created in the
também, voraz no consumo de novidades. world, and in Brazil, including the Liceus de Artes e Ofícios
Mostrar – o que e como – já havia se tornado uma arte, in Rio and Sao Paulo, aimed at training and developing
mas os relatórios de autoridades revelam que também ali- the abilities and taste of craftspeople to enable them to res-
menta a economia. De fato, as comparações do ponto pond the demands of an increasingly competitive market
de vista cultural, se insinuariam a partir de 1855, na Ex- for manufactured goods or processed products.
posição Universal de Paris, quando os países participan- Brazil took part in all the Universal Expositions for al-
tes também passaram a exibir seus avanços no campo most a century, firstly just in Europe and then in the United
das artes. Diversas escolas de desenho existentes hoje no States as well. It began by assembling its products into a
mundo e, entre nós, os próprios Liceus de Artes e Ofícios, few showcases (London, 1851 and 1862; Paris, 1855 and
seriam criados no Rio e em São Paulo, com o objetivo 1867) and later built admirable gardens and buildings (Pa-
agora de formar e desenvolver a manualidade e o gosto ris, 1889; Chicago, 1893; Saint Louis, 1904; New York,
dos artesãos, capacitando-os a responder às demandas 1939).
de um mercado de objetos manufaturados ou industriali- Since organizing the preliminary exhibition in 1861 for
zados cada vez mais competitivo. the Universal Exhibition of 1862 in London, the Brazilian
O Brasil participou de todas as Exposições Universais government had started to hold “national” exhibitions to
realizadas durante quase um século, primeiro somente na pre-select the products and achievements of local indus-
Europa e depois também nos Estados Unidos: de início try that would represent the country. The word “industry”
reunindo seus produtos em algumas vitrines (Londres, would not have the same meaning in nineteenth-century
1851 e 1862; Paris, 1855 e 1867) e mais tarde construin- culture that it has today, and so with the increasing size
do jardins e edifícios admiráveis (Paris, 1889; Chicago, of Universal Exhibitions, displaying a nation’s industrial
1893; Saint Louis, 1904; Nova Iorque, 1939). achievements meant showing the work of its inhabitants in
Desde 1861, quando organizou a mostra preparatória a wide range of fields: from the mechanical or manual to
da Exposição Universal de 1862 em Londres, o governo the moral and intellectual.
brasileiro passou a realizar exibições “nacionais” com o These achievements were so diverse they began to be
objetivo de pré-selecionar os produtos e realizações da divided into classes, genres and types of activity. In Brazil,
indústria local que iriam representar o país. Na cultura but also in the more distant regions of the planet, all the
do século XIX a palavra indústria não possuía o significa- provinces and later the federal states began to take part in
do que tem hoje e, assim, à medida que as Exposições these displays, internalizing their reasons for classification
Universais foram ficando cada vez maiores, exibir as re- of human activities and creating their identities based on
alizações da indústria de uma nação significava mostrar a hierarchy of peoples and cultures divided into “civilized”
o trabalho dos seus habitantes nos mais diversos campos: or “uncivilised”, “advanced” or “backward”, “developed”
do mecânico ou manual ao moral e intelectual. or “developing.”
Por sua vez essas realizações tão diferenciadas passa- From this classifying and evolutionary viewpoint we
ram a ser divididas em classes, gêneros e tipos de ativida- can understand the pride of the new Brazilian republic and

11
des. No Brasil, mas também nas mais longínquas regiões the people of Rio in affirming through the restoration works
ARQTEXTO 16

do planeta, todas as províncias e depois os estados da in the Federal Capital implemented by the Rodrigo Alves
federação passaram a participar dessas mostras, inte- government: Rio is civilizing itself!
riorizando suas lógicas de classificação das atividades The temporary nature of these exhibitions attracting the
humanas, criando suas identidades a partir de uma hierar- crowds has repeatedly been seen to establish long-lasting
quia dos povos e culturas em “civilizados” ou “bárbaros”, perception of the self and others. On the other hand, the
“adiantados” ou “atrasados”, “desenvolvidos” ou “em de- massive scale of these displays of work and “universal” ci-
senvolvimento”. vilization since the 1870s has increasingly raised the ques-
É a partir da ótica classificatória e evolucionista que tion of what to keep after the end of each event and made
podemos entender o orgulho da jovem república brasilei- it necessary to assess its impact or contribution for urban
ra e dos cariocas em afirmar, com as obras de reformas development itself.
da Capital Federal implementadas no governo Rodrigues After housing Universal Expositions, urban spaces and
Alves: o Rio civiliza-se! regions on the outskirts of cities thus become the origin of
O caráter efêmero dessas mostras que atraiam multi- entirely new districts and the remaining buildings or amu-
dões como se vê paulatinamente foram instituindo formas sement areas begin to house institutions and museums or
de percepção de si e do outro duradouras. Por outro lado, become part of the tourist circuit. Pavilions are also plan-
a partir dos anos 1870 o gigantismo que adquiriram estas ned to be dismantled and reassembled in other cities and,
mostras do trabalho e da civilização “universal” fez com within a logic in which everything is commercialised, many
que cada vez mais se colocasse o problema do que pre- buildings are designed and even built to be sold to other
servar ao término de cada evento e passou-se ainda a countries.
avaliar qual o seu impacto ou contribuição para o próprio
desenvolvimento urbano. THE INTERNETIONALISATION OF BRAZIL
Vazios urbanos e áreas limítrofes das cidades após The internationalisation of contact between different
abrigarem as Exposições Universais dão origem, assim, a regions of the world and the organisation of an exchange
bairros inteiramente novos e os edifícios ou áreas de diver- system boosted by economic liberalism were driven by Uni-
são remanescentes passam a acolher instituições, museus versal Expositions, as we can see, and the participation of
ou serem integrados nos circuitos turísticos. Pavilhões Brazil was one of the gauges of the economic and cultural
também são pensados para serem desmontados e remon- internationalisation of the country.
tados em outras cidades e, dentro de uma lógica onde tudo However, if the first pages in the history of globalisation
se comercializa, muitos edifícios são projetados e constru- could still be written in the 19th century, it would only be
ídos até mesmo para serem vendidos para outros países. possible through the unprecedented development of trans-
port and, particularly, communications services. Circula-
a internacionalização do Brasil tion and communication are activities that support the ac-
A internacionalização dos contatos entre diferentes tual process of economic exchange between nations and
regiões do mundo e a organização de um sistema de inter- the creation of shared social and cultural practices, despite
câmbio, impulsionada pelo liberalismo econômico, como the individualities of each country.
vemos, tiveram nas Exposições Universais seu motor e a The basis of the contemporary system of communication
participação do Brasil foi um dos termômetros da interna- and circulation of people, products, goods and informa-
cionalização econômica e cultural do país. tion was constructed in a rhythm almost synchronised with
Entretanto, se as primeiras páginas da história da glo- this system of cultural interaction and construction. Prior to
balização puderam ser escritas ainda no século XIX, isso the 19th century, the regions of the planet had never kno-
só seria possível pelo desenvolvimento sem precedente wn such a network of economic and cultural exchange that
dos serviços de transporte e, sobretudo, de comunicações. could cross seas and oceans and penetrate the inner re-
Circular e comunicar são atividades que dão suporte ao gions of the five different continents. The expansion of road
próprio processo de intercâmbio econômico entre nações networks in the first half of the 19th century was followed
e à criação de práticas sociais e culturais compartilhadas, by the development of sea and coastal transport.
malgrado as singularidades de cada país. By the mid 19th century the railways had been establi-
As bases do sistema contemporâneo de comunicação shed and a system of communication constructed with the
e circulação de indivíduos, produtos, bens e informação invention of the postage stamp in England in 1840 and its
foram construídos em ritmos quase sincrônicos a esse rapid international recognition (Brazil would be the third
sistema de interações e construções culturais. Até o século country, after Switzerland, to adopt it in 1843). Commer-

12
XIX, as regiões do planeta não haviam conhecido uma cial trade thus takes a double leap forward thanks to firm

ARQTEXTO 16
rede de trocas econômicas e culturais tão estreita capaz guarantees of mail exchange and transport networks that
de cruzar oceanos e mares, embrenhando-se pelo interior allow circulation of letters, samples, orders, contacts and
das terras dos cinco diferentes continentes. Na primeira products. If one wanted to draw parallels, it could be said
metade do século XIX observa-se a expansão das redes that this period, also known as the Second Industrial Re-
de estradas e caminhos, seguidas pelo desenvolvimento volution, is what turns the Universal Expositions into major
dos transportes marítimo e de cabotagem. showcases of trade and culture.
Em meados do século XIX firma-se o desenvolvimento The development of the Brazilian economy throughout
ferroviário e o sistema de comunicação se estrutura com a the 19th century was taking place within these large-scale
invenção do selo postal na Inglaterra em 1840 e seu rápido economic networks. Alongside the significant role of the de-
reconhecimento internacional (o Brasil, após a Suíça, seria o velopment of postal services, economic growth was given
terceiro país a adotá-lo, em 1843). As trocas comerciais dão, further impetus by the expansion of telegraphy following
assim, um duplo salto, graças às garantias sólidas na troca the first experiments in telegraph transmission in 1852. Be-
de correspondências e às redes de transporte e circulação tween the Vienna Exposition of 1873 and the Paris Expo-
que permitem fazer circular cartas, amostras, pedidos, con- sition of 1878, the more economically active countries had
tatos, produtos. Se quisermos tecer paralelos pode-se dizer built new bases for their postal services, including Brazil,
que este período, também designado como o da Segunda which opened its first building especially constructed for
Revolução Industrial, é aquele que torna as Exposições Uni- this purpose on Rua 1º de Março.
versais as grandes vitrines culturais e de negócios. The organisation of Universal Expositions on the Ame-
Ora, o desenvolvimento da economia brasileira ao rican continent, firstly in Philadelphia, and at the turn of
longo do século XIX vinha construindo seu lugar dentro the century in Chicago and St Louis, would shift the focus
destas redes econômicas em larga escala. Paralelamen- of economic development from the European setting in a
te vinha se desenhando o papel relevante dos serviços way that would also favour Brazil. Brazilian pavilions had
postais para o próprio crescimento econômico, impulsio- begun to attract public attention since 1889 in Paris, but
nando, ainda, a expansão da telegrafia, desde 1852 com in this new arrangement of transnational forces Brazilian
as primeiras experiências de transmissão telegráficas. engineers would become recognised in the expositions in
Entre a Exposições de Viena em 1873 e a de Paris de the USA, firstly with the prize awarded to Francisco Marce-
1878, os países economicamente mais ativos já haviam lino de Souza Aguiar in Chicago and then with the design
construído novas sedes para seus serviços postais, inclusi- for the Brazilian pavilion in St Louis (which would be re-
ve o Brasil, que inaugura o seu primeiro edifício especial- constructed in Rio as the Federal Senate Building - Palácio
mente construído para esse fim, na rua 1° de Março. Monroe, now destroyed).
A organização de Exposições Universais no continente So the third wave of economic and technological ex-
americano – primeiro na Filadélfia, e na virada do século pansion caused by the development of electricity, the tele-
XIX em Chicago e Saint Louis – deslocariam, contudo, o phone and the motor vehicle accelerates the internationali-
foco do desenvolvimento econômico do cenário europeu, o sation of the domestic economy. But it is from an American
que de certo modo também favoreceria o Brasil. Os pavi- point of view that Brazilian intellectuals and authorities see
lhões brasileiros começaram a atrair a atenção do público themselves and the modernisation of the country.
desde 1889, em Paris. Contudo, é neste novo arranjo de Within this context the expansion of the Mail and Te-
forças transnacionais que engenheiros brasileiros se notabi- legraph services becomes a valuable strategic task. They
lizaram nas exposições realizadas nos EUA, primeiro com have to contribute to a dual process of unifying Brazil by
a premiação de Francisco Marcelino de Souza Aguiar em creating regular networks through agencies and service
Chicago e, depois, com o projeto para o pavilhão do Brasil posts spread throughout the country and continuing the
em Saint Louis (que seria remontado no Rio como sede do faster integration of an increasingly large and more esta-
Senado Federal – o Palácio Monroe, hoje destruído). blished Brazil with an economic system and an ever more
Assim, esta terceira onda de expansão econômica e international borderless network of trade and exchange.
tecnológica provocada pelo desenvolvimento da eletri-
cidade, da telefonia e, pouco a pouco, do automóvel, GLOBALISATION AND PAN-AMERICANISM
acelera a internacionalização da economia nacional. The 1908 National Exposition was the seventh national
Entretanto, é de um ponto de vista americano que intelec- exposition organised in Rio de Janeiro. It represented the
tuais e autoridades brasileiras se vêem e a própria moder- peak and also the start of a questioning of the classifi-
nização do país. cation process of countries whose parameters had been

13
Nesse contexto, os Correios e Telégrafos e a expansão constructed based on a Eurocentric concept of culture. On
ARQTEXTO 16

de seus serviços passam a ser uma tarefa estratégica e the other hand, by commemorating the centenary of the
que exige ser valorizada. Eles deveriam contribuir em um Opening of the Ports to free trade, it celebrated the actual
duplo processo: unificar o Brasil criando redes regulares capitalist and industrialist culture whose bases had been
de contato através de agências e postos de serviço dis- established during the 19th century.
tribuídos por todo o território e continuar a integrar mais But it also marks a change in encouraging organisa-
rapidamente esse Brasil cada vez mais concreto e vasto tion of an inventory of the country that was not for display
como sistema econômico à uma rede sem fronteiras de beyond its borders but for Brazilians themselves. Based on
comércio e trocas, cada vez mais internacional. the exposition of Brazil the country will begin to be seen
from within and an ‘inner’ view of the Brazil will also start
Globalização e pan-americanismo to take shape, together with clearer definition of relevant
A Exposição Nacional de 1908 foi a sétima exibição policies for the nation and its cities and regions.
nacional realizada no Rio de Janeiro. Ela representou o Indeed, the proclamation of the Republic, and particu-
auge mas também o início do questionamento de um pro- larly the urban modifications to the Federal Capital car-
cesso classificatório de países cujos parâmetros haviam ried out by the Ministry of Roads and Public Works and
sido construídos a partir de um conceito eurocêntrico de the Federal District Council, marked a new period in the
cultura. Por outro lado, ao comemorar o centenário da country’s history. As a result of the simplest mechanisms of
Abertura dos Portos ao livre comércio, ela celebrava a display and reading of the development of countries with
própria cultura capitalista e industrial que firmara suas established Universal Expositions, the modernisation of the
bases durante o século XIX. architecture in the central and port areas of Rio de Janeiro
Entretanto, ela marca também uma inflexão ao propi- was perceived as if the whole of Brazil had magically mo-
ciar a realização de um inventário do país não para ser dernised its institutions and the actual mindset and customs
exibido para fora de suas fronteiras, mas para os próprios of its inhabitants.
brasileiros. É a partir desse “Brasil em exposição” que o The success of the Brazilian pavilions at the 1893 Uni-
país passa a ser visto de dentro e uma visão “interna” versal Fair in Chicago and in St Louis in 1904, together
também começa a ganhar forma e, mais do que isso, a with the accumulation of medals and awards by exhibitors
definir com mais clareza políticas conseqüentes para o at each exposition, contributed to the construction of a cli-
país e suas cidades e regiões. mate of optimism in relation to the country’s growth during
Na verdade, a proclamação da República e, sobre- the first decade of the 20th century. It seemed as if Brazil
tudo, as reformas urbanas da Capital Federal realizadas had found its own way of ramping up its development.
pelo Ministério de Viação e Obras Públicas e pela Prefeitu- Two other factors added to this positive feeling: firstly
ra do Distrito Federal, marcaram novos tempos na história the successful reconstruction in Rio de Janeiro of the Bra-
do país. Juntamente com os mecanismos simplistas de exi- zilian pavilion from the St Louis Exposition, christened the
bição e leitura do desenvolvimento dos países instituídos Palácio Monroe; secondly the organisation of the 3rd Pan-
com as Exposições Universais, a modernização da arqui- American Conference in 1906, also in the Federal Capital,
tetura da área central e do Porto do Rio de Janeiro era on the premises of the recently reconstructed pavilion. Both
percebida como se o Brasil inteiro subitamente houvesse events reignited discussions about how the new economic
modernizado o conjunto de suas instituições e a própria period the country was experiencing was in less than “five
mentalidade e os hábitos dos seus habitantes. years Brazil better known than in the four centuries of its
O sucesso obtido pelos pavilhões brasileiros na Expo- existence”.
sição Universal de 1893 em Chicago e na Exposição Uni- This mixture of Pan-American feelings and “mild patrio-
versal de Saint-Louis em 1904, além do acúmulo de me- tic joy” can be seen in Kosmos magazine, with comments
dalhas e prêmios que os expositores passaram a ganhar on its pages about how much, on the occasion of the event
em cada exposição, contribuiu para construir o clima de in the Unites States,
otimismo em relação ao crescimento do país durante a
primeira década do século XX. Parecia, dessa forma, que “our economic strengths were defined as comparable
o Brasil tinha encontrado o seu próprio rumo para alavan- with the old countries of other continents, seen to be perfect
car o seu desenvolvimento. in our industrial products, huge in the expansion of our agri-
Favoreceram esse sentimento positivo ainda dois outros culture, wonderful in the products of our nature, so as to pla-
fatores: a reconstrução, com sucesso, do pavilhão do Brasil ce Brazil in such an advantageous situation in which it could
na Exposição de Saint-Louis no Rio de Janeiro, batizado well be said we are the winners at the giant fair.”

14
como Palácio Monroe; e a realização da III Conferência The idea of a national exposition thus arose at the

ARQTEXTO 16
Pan-Americana de 1906, também na Capital Federal, nas 1905 Congress of Economic Expansion on the suggestion
próprias dependências do pavilhão recém construído. of the press and was accepted by the National Congress,
Ambos eventos reativavam as discussões sobre o novo which voted a budget for its completion in July 1907. In-
momento econômico do país que vinha fazendo com que tended, in the words of the time, to “mark the path though
em menos de “um lustro se tornasse o Brasil mais conheci- the centuries of the early stages of life of Brazil in the civi-
do do que nos quatro séculos que tem de existência”. lised world”, four major fields of domestic activity were to
Esse misto de sentimento pan-americanista e “suave be considered – agriculture, industry, livestock and liberal
alegria patriótica” podia ser acompanhado na revista arts.
Kosmos que comentava em suas páginas o quanto, por But did the Brazilians know Brazil? The question was
ocasião do evento nos Estados Unidos, relevant in that the St Louis exposition had removed the
country from the fond illusion of its comfortable periphe-
“desenharam-se as nossas forças econômicas, dignas de ral position and revealed fertile activity and progress in
ombrear com as dos velhos povos dos outros continentes, various sectors of domestic industry, which had previously
manifestando-se perfeitas em nossos artefatos industriais, only been spoken of jokingly. Brazilians seemed more inte-
enormes na expansão de nossa agricultura, maravilhosas rested in “what is going overseas than what is happening
nos produtos de nossa natureza, de sorte a colocar o Brasil in our enormous territory”. If the St Louis exposition was a
em tal situação de avantajamento, que na gigantesca feira “wonder” for others, it had to be admitted that “perhaps
bem se pode afirmar – fomos nós os vencedores.” we could be the most marvellous”.
The fact that the country ignored its own successes and
A idéia da exposição nacional surgiu no Congresso de even more so its potential during almost a century of inde-
Expansão Econômica, em 1905, por sugestão da impren- pendence, explains the speed and enthusiasm with which
sa e foi acatada pelo Congresso Nacional, que votou o the National Exposition was organised in 1908. The com-
orçamento para sua realização em julho de 1907. Destina- memoration of the centenary of the opening of the ports
da “a marcar no caminho dos séculos o primeiro estágio was the pretext for constructing a “portrait” of the nation.
da vida do Brazil no mundo civilizado”, quatro grandes
ramos da atividade nacional deveriam ser contemplados THE PREPARATIONS
– agricultura, indústria, pecuária e artes liberais. Preparations for the National Exposition began under
Mas os brasileiros, conheciam eles o Brasil? A pergun- the presidency of Afonso Pena, supervised by his Minis-
ta era pertinente na medida em que a exposição de Saint- ter of Industry, Trade, Roads and Public Works, Miguel
Louis retirara o país da doce ilusão e do conforto da sua Calmon du Pin e Almeida. In October 1907, the minister
posição periférica revelando a fecunda atividade e os pro- formed an executive committee of 41 members presided
gressos de vários setores da industria nacional, do quais over by the Engineer Antônio Olyntho dos Santos Pires,
só se falava em tons de piada. Os brasileiros pareciam ex-Minister of Roads and teacher at the School of Mines
mais se interessar “pelo que vai por além-mar do que o in Ouro Preto. It was also decided that in terms of logistics
acontecido dentro das raias do nosso vastíssimo território”. all the transport costs for exhibited objects would be paid
Se a Exposição de Saint Louis foi uma “maravilha” para by the Federal Government and delegates were sent to all
o estrangeiro, era preciso confessar “que talvez fossemos states of the Federation to promote the event.
nós mesmo os mais maravilhados.” Mindful of the impact of the exhibition for the develop-
É a constatação de que o país ignorava as suas pró- ment of the city, Minister Miguel Calmon analysed various
prias conquistas e as suas potencialidades, em quase um locations for hosting the event. It should be noted that the
século de Independência que explica a rapidez e o entu- Federal District Council was headed by the engineer Colo-
siasmo com que foi montada a Exposição Nacional de nel Francisco Marcelino de Souza Aguiar, who as a dele-
1908. A comemoração do centenário da abertura dos gate and recipient of honours and awards at the Chicago
portos foi o pretexto para compor o “retrato” da nação. and St Louis expositions had accumulated considerable
experience at organising this type of exhibition.
Os preparativos Several sites in the city were therefore analysed and re-
Os preparativos da Exposição Nacional começaram jected, either for being too small or for locational reasons
sob a presidência de Afonso Pena sob a tutela do seu or because operational costs: the as yet unconstructed lan-
Ministro da Indústria, Comércio, Viação e Obras Públicas, dfill site of the new Port, Campo de São Cristovão and
Miguel Calmon du Pin e Almeida. Em outubro de 1907, the Quinta, Campo de Santana, Russel and Santa Luzia

15
o ministro formou uma comissão executiva composta por beaches. At the end of 1907, the minister himself decided
ARQTEXTO 16

41 membros tendo como presidente o engenheiro Antônio on the region of Praia da Saudade, where the two perma-
Olyntho dos Santos Pires, ex-Ministro da Viação e profes- nent federal buildings could be used, reducing costs. The
sor da Escola de Minas de Ouro Preto. Decidiu-se que do first was the Military School, in a state of neglect at the
ponto de vista logístico, todos os gastos com os transporte time, and the second was the planned University of Brazil,
dos objetos que deveriam ser expostos seriam pagos pelo whose foundation stone had been laid in 1881, but which
Governo Federal e, a fim de promover o evento, foram remained unfinished.
enviado delegados a todos os estados da Federação. The 182,000 m² area between Praia da Saudade and
Cioso do impacto da mostra para o desenvolvimen- Praia Vermelha, situated between the sea and the moun-
to da cidade, o Ministro Miguel Calmon analisou vários tain offered a picturesque view and its choice already
locais para sediar o evento. Deve-se notar que à frente pointed to appreciation of the shore as a leisure area. A
da Prefeitura do Distrito Federal estava o próprio coronel- new area of urbanisation would therefore be “created”
engenheiro Francisco Marcelino de Souza Aguiar, que, with new landfills in the area and, from the point of access,
como delegado e recebedor de honras e prêmios nas the transport scheme featuring the new Light and Power
exposições de Chicago e Saint-Louis, acumulava grande trams and modern boats belonging to the Cantareira Com-
experiência na organização desse tipo de mostra. pany, requiring the construction of moorings.
Assim, foram analisados e descartados diversos terre- Work began on the infrastructure even before the ove-
nos na cidade, ora por serem muito pequenos, ora por rall exhibition plan had been decided. During a very short
questões locacionais, ora pelos custos da operação: period of hesitation, the initial proposal for occupation of
a área aterrada e ainda não construída no novo Porto, the Praia da Saudade area was studied by Dr. Buarque de
o Campo de São Cristovão e a Quinta, o Campo de Macedo and published in the press, but was soon abando-
Santana, as Praias do Russel e de Santa Luzia. Em fins de ned. The project approved by the committee in September
1907, o próprio ministro decidiu-se pela região da Praia and October 1908 began by changing the location and
da Saudade, onde dois edifícios pertencentes à esfera paying greater attention to importance of the National Ex-
federal poderiam ser aproveitados, reduzindo os custos. position site access gate, designed by the architect René
O primeiro era o da Escola Militar, em estado de aban- Barba based on the Triumphal Gateway to the 1889 Uni-
dono à época, e o segundo o da projetada Universidade versal Exposition in Paris.
do Brasil, cuja pedra fundamental havia sido lançada em The group was structured by an imposing access some
1881, mas que permanecia inacabado. 30 m wide and 560 m long, known as Avenida dos Es-
A área de 182.000m2, compreendida entre a Praia tados – now part of Avenida Pasteur. Starting from the
da Saudade e a Praia Vermelha, e situada entre o mar e Monumental Gateway, the avenue led visitors to the old
a montanha, oferecia um aspecto pitoresco e sua escolha Military School building, totally restored as the Pavilion of
já apontava para a valorização da orla como espaço de Industries. The perspective was crowned by an illumina-
lazer. Uma nova frente de urbanização acabaria, assim, ted fountain consisting of planes of water and fountains
sendo “criada” graças a novos aterros hidráulicos na área forming a huge Château d´eau or reservoir built with the
e, do ponto de vista do acesso, a um esquema de trans- modern technology of reinforced concrete.
portes que contava com os novos bondes elétricos da Light At the beginning of the avenue the old University be-
and Power e modernas barcas da Companhia Cantareira, came the Palace of the States and was adapted to receive
construindo-se para tanto um ancoradouro. representations from several states in the Federation. A suc-
Antes mesmo que o plano geral da exposição estives- cession of grass and gardens ran along the axis, punctua-
se decidido, foram iniciadas as obras de infra-estrutura. ted by squares and streets, housing isolated pavilions. Two
Durante um curtíssimo período de hesitações, uma primeira ring roads skirted the slopes of the Urca and Babilônia hills
proposta para a ocupação da área da Praia da Saudade and a small railway was built inside for public transport.
chegou a ser estudada pelo Dr. Buarque de Macedo e vei- From January to June 1908, architects, masons, carpen-
culada pela imprensa, mas seria rapidamente abandona- ters, mechanics, plasterers, plumbers, electricians, tilers,
da. O projeto aprovado pela comissão entre setembro e wall painters and artist painters transformed the construc-
outubro de 1908 começou por mudar a localização e dar tion site into a swarm of workers and craftsmen, as recor-
maior grandiosidade à porta de acesso ao recinto pro- ded in the memoirs of Ferreira da Rosa, allowing construc-
priamente dito da Exposição Nacional. Sua concepção tion of the National Exposition setting as an enchantment.
foi confiada ao arquiteto René Barba, que inspirou-se na The National Exposition opened on August 11 and re-
Porta Triunfal da Exposição Universal de 1889, em Paris. mained open to the public until November 15 1908, with

16
Um imponente eixo com 30 metros de largura e 560 substantial investments from the National Government, the

ARQTEXTO 16
metros de extensão, a chamada Avenida dos Estados – Federal District Council and the states.
hoje parte da Avenida Pasteur – estruturava o conjunto.
Partindo da Porta Monumental a avenida levava os visi- THE 1908 EXPOSITION AND ITS BUILDERS
tantes até o edifício da antiga Escola Militar, totalmente re- “The appearance of the little town of palaces on the
formada para receber o Pavilhão das Indústrias. Coroava sands of Urca still seems like a dream…” was how Kos-
a perspectiva uma fonte luminosa, composta por planos mos magazine translated the sense of wonder surrounding
d’água sinuosos e chafarizes, formando um gigantesco the construction works for the National Exposition. More
Château d´eau – isto é, um reservatório – construído com than thirty new buildings had appeared on the esplana-
a moderna tecnologia do cimento armado. de between Praia da Saudade and Praia Vermelha from
Situado no início da avenida, o edifício da antiga Uni- January to August 1908, when the fair opened its gates.
versidade passou a ser chamado Palácio dos Estados e The person directly responsible for this feat had been José
foi adaptado para receber as representações de diversos Mattoso Sampaio Correa, the General Inspector of Public
estados da Federação. Ao longo do eixo, sucediam-se Works designated by Minister Miguel Calmon, Honorary
gramados e jardins, entrecortados por praças e ruas, aco- President of the Exposition and chief engineer of the Buil-
lhendo os pavilhões isolados. Duas vias de contorno mar- ding Committee.
geavam as encostas dos morros da Urca e da Babilônia e Sampaio Correa carried out enterprising work at the
uma pequena via férrea foi construída para a locomoção Exposition, introducing the new technique of reinforced
do público, internamente. concrete for the walls, structures and mouldings of almost
Arquitetos, pedreiros, carpinteiros, mecânicos, estuca- all the buildings he was responsible for. He also introduced
dores, bombeiros, eletricistas, ladrilheiros, pintores “de complex water supply and pumping systems using another
liso” e artistas pintores transformaram o canteiro de obras technology that had only recently become common in Rio
de janeiro a junho de 1908 em um formigueiro de operá- de Janeiro: electricity.
rios e artífices, como registra Ferreira da Rosa em suas me- The Building Committee consisted of four engineers and
mórias, permitindo a construção do cenário da Exposição two architects, and faced various technical problems. So-
Nacional, como um “encantamento”. metimes it was the foundation stones and concrete coating
A Exposição Nacional foi inaugurada em 11 de agosto for building the wharfs, the stability of the construction of
e esteve aberta ao público até 15 de novembro de 1908, the Palace of Industries, supply to the Château d’eau to
recebendo investimentos maciços do Governo da União, enable a constant flow of water to the Fountains, or the
da Prefeitura do Distrito Federal e dos estados. electric lighting of the Monumental Gateway. Sometimes it
involved definition of sites to house pavilions that had not
A Exposição de 1908 e seus construtores initially been programmed, such as the Fire Brigade, and
“Parece-nos, ainda, um sonho esse inesperado apa- the Press. However, nothing required so much attention as
recimento da pequenina cidade de palacetes nos areais the short-notice change of location and design of the Portu-
da Urca...” A revista Kosmos traduzia assim o sentimento guese Pavilion while still guaranteeing dimensions compa-
de deslumbramento em relação às obras realizadas para tible with those of the original project to be able to house
a Exposição Nacional. Mais de trinta novas construções the showcases and material that had been sent by ship.
haviam surgido na esplanada entre a Praia da Saudade e Sampaio Correa received many official honours and
a Praia Vermelha entre janeiro e agosto de 1908, quando compliments in the press for his work. The two architects
a feira abriu suas portas. O responsável direto por este from the Building Committee were also singled out. In addi-
feito havia sido José Mattoso Sampaio Correa, Inspe- tion to the Monumental Arch, René Barba also devised the
tor Geral das Obras Públicas, designado pelo Ministro new facades for the Pavilion of Industries and the Sugarlo-
Miguel Calmon como Presidente Honorário da Exposição af Restaurant, the most elegant of the Exposition. Francisco
e engenheiro-chefe da Comissão Construtora. Isidoro Monteiro was responsible for the João Caetano
Sampaio Correa realizou uma obra arrojada na Expo- Theatre and adaptation of the Palace of the States.
sição, introduzindo em quase todos os edifícios sob sua
responsabilidade a nova técnica do cimento armado em THE RHETORIC OF THE PAVILIONS
paredes, estruturas e moldagens. Introduziu também siste- In addition to the Federal District and Portugal, the only
mas complexos de adução e bombeamento d’água utili- guest country, four federal states would build their own pa-
zando ainda uma outra tecnologia que apenas começava vilions – Bahia, Minas Gerais, São Paulo and Santa Cata-
a generalizar-se no Rio de Janeiro: a energia elétrica. rina. Modernisation of the country and certain federal and

17
4 - Palácio dos Estados, edifício onde foram exibi- 5 Projeto do edifício que acolheu a exposição
dos os produtos de diversos Estados da Federação preparatória para escolher os produtos do Estado
e de Repartições Públicas do Governo Federal. de São Paulo que seriam enviados à Exposição
4 Palácio dos Estados, the building where the de 1908. Projeto do engenheiro Hipólito Gustavo
products of various states and of the Public Offices Pujol Junior.
of Federal Government were displayed. 5 Project of the building that housed the exhibition
preparatory to choose the products of the State of
Sao Paulo, which would be sent to the Exhibition
of 1908. Project done by the engineer Gustavo
Hipolito Pujol Junior.
ARQTEXTO 16

5
18
A Comissão Construtora era composta por quatro en- municipal administrative sectors could also be seen in seve-

ARQTEXTO 16
genheiros e dois arquitetos e se desdobrou, enfrentando ral other buildings, such as the Pavilions of the States, Indus-
diferentes problemas técnicos: ora tratava-se do enroca- tries, Mail and Telegraphs, the Fire Brigade, the Forests and
mento e vedação em cimento da construção do cais, da Woodland Inspectors, the Botanical Gardens and even the
estabilidade da construção do Palácio das Indústria, do discreet presence of the Municipal Assistance building.
abastecimento do Chateu d’eau para permitir o constante Certain branches of industrial or economic activity were
fluxo e nível de água dos chafarizes ou da iluminação elé- also present, confirming their development in sophisticated
trica da Porta Monumental, ora tratava-se da definição de pavilions – such as the Bangu textiles factory (a Moorish
terrenos para acolher pavilhões inicialmente não progra- design by the company director, José Villas Boas) or the
mados como o do Corpo de Bombeiros e o da Imprensa. National Agriculture Society , in a renaissance style (built
Nada, entretanto exigiu tanta atenção como resolver, em by the engineer Souza Reis, the institution secretary).
tempo hábil, a mudança de local e projeto do Pavilhão de The country’s development, refinement and modernisa-
Portugal, garantindo, entretanto, dimensões compatíveis tion in the field of the arts could be measured by the work
com as do projeto primitivo para poder receber as vitrines displayed in the pavilion of the Liberal Arts, with an exhi-
e o material que já havia sido expedido em navio. bition of the exposition building plans and models and the
Sampaio Correa recebeu inúmeras homenagens ofi- work of artists like the Bernardelli brothers, Visconti, Batista
ciais e elogios na imprensa por seu trabalho. Os dois da Costa, Rodolfo Amoedo, Belmiro de Almeida, Nicolina
arquitetos da Comissão Construtora também se notabili- Vaz de Assis, Ernesto Giradet.
zaram. René Barba, além do Arco Monumental também In the Egyptian pavilion the conductor Alberto Nepo-
concebeu as novas fachadas do Pavilhão das Indústrias e muceno, head of the National Institute of Music, had run
o Restaurante do Pão de Açúcar, o mais elegante da Ex- a campaign in favour of singing in the national language,
posição. Francisco Isidoro Monteiro, além da adaptação but organised concerts honouring recognised European
do Palácio dos Estados, foi o responsável pelo edifício do composers such as Rimski-Korsakov, who died in 1908,
Teatro João Caetano. and the modern composer Claude Debussy.
The 870m2 Teatro João Caetano was an imposing part
A retórica dos pavilhões of the group and its green and gold internal decoration de-
Além do Distrito Federal e de Portugal, único país con- vised by the bold fantasy of Raul Pederneiras, was celebra-
vidado, quatro estados da federação construíram pavi- ted for its originality. Its large, pleasant, perfectly designed
lhões próprios – Bahia, Minas Gerais, São Paulo e Santa practical and comfortable space, staged various plays by
Catarina. A modernização do país e de certos setores Arthur Azevedo.
administrativos federais e municipais podia também ser In all the works for the 1908 National Exposition the
atestada em vários outros edifícios como os Pavilhões dos contracted architects intended the architectural langua-
Estados, o das Indústrias, o dos Correios e Telégrafos, o ge of their buildings to emblematise the importance of
do Corpo de Bombeiros, o da Inspeção de Matas e Flo- each state, the “industry” of its population or its economic
restas, o do Jardim Botânico e até mesmo na presença strength. However, four buildings stood out for being not
discreta do edifício da Assistência Municipal. just almost face to face or side by side but also for their
Certos ramos da atividade industrial ou econômica messages of magnificence, sobriety, elegance, monumen-
também se fizeram presentes afirmando seu desenvolvi- tality, luxury or rusticity, seeming at times complementary
mento em requintados pavilhões – como o da fábrica de but above all contrasting, if not contradictory.
tecidos Bangu (projeto em estilo mourisco do diretor da Immediately after passing through the Monumental Ga-
empresa José Villas Boas) ou o da Sociedade Nacional teway, the visitor would be surprised by the pavilions of
da Agricultura, em estilo renascença (construído pelo en- Bahia and Minas Gerais, both from the architect Rafael
genheiro Souza Reis, secretário da instituição). Rebecchi. The former, occupying 450m2, was in an Italian
No campo artístico, o desenvolvimento, refinamento renaissance style with its 38-metre height and three floors
e atualização do país podia ser medido na produção crowned by a dome featuring a sculpture of the goddess
exibida no Pavilhão das Artes Liberais, que expunha of Victory holding a laurel wreath. On the ground floor
plantas e maquetes dos edifícios da exposição e a obra a sculptural group allegorically represented the state of
de artistas como os irmãos Bernardelli, Visconti, Batista Bahia, and on the first landing an allegory of the state
da Costa, Rodolfo Amoedo, Belmiro de Almeida, Nicolina capital could be seen with the figure of Catarina de Pa-
Vaz de Assis, Ernesto Giradet, entre outros. raguassú. It was built by the director of the Polytechnic
No Pavilhão Egípcio, o maestro Alberto Nepomuceno, School of Bahia, the engineer Arlindo Fragozo.

19
à frente do Instituto Nacional de Música, vinha fazendo As well a occupying a significantly larger area of
ARQTEXTO 16

uma campanha em prol do canto em língua nacional, mas 650m2 and with a 62-metre tower topped by a light sour-
organizou concertos homenageando reconhecidos com- ce, the Minas Gerais pavilion pointed to the political im-
positores europeus como Rimski-Korsakov, que faleceu em portance of Minas Gerais in the play of power in the 1st
1908, e o moderno Claude Debussy. Republic. The president of the state himself had done the
O Teatro João Caetano se impunha no conjunto com initial drawings for the building. Here, Rebecchi had deve-
seus 870m2 e sua decoração interna em tons de verde e loped the project by adopting a revolutionary approach
ouro, idealizada pela fantasia audaz de Raul Pederneiras, at the time – a building with no defined style – which,
foi celebrada pela sua originalidade. Em seu espaço bas- however, made an imposing presence through the wealth
tante vasto, agradável, perfeitamente delineado, prático and elegance of its ornamentation. Press comments on the
e confortável foram encenadas várias peças de Arthur Minas Gerais pavilion emphasised how the building knew
Azevedo. how to symbolise the capital virtues of the state’s inhabi-
Em todas as obras da Exposição Nacional de 1908 os tants: quiet pride and affable modesty, while the State of
arquitetos contratados buscavam que a linguagem arquite- São Paulo pavilion seems to be criticised for its stylistic
tônica de seus edifícios emblematizasse a importância de exuberance and monumentality.
cada estado, a “indústria” de sua população ou a própria The São Paulo representation was the most acclaimed
pujança econômica. Entretanto, quatro edifícios se sobres- by visitors, and the products from different areas of the
saíram, não apenas por estarem quase frente a frente ou state occupied several buildings, particularly two wings on
lado a lado, mas também por que suas mensagens de two floors at the Pavilion of the States. Besides showing
magnificência, sobriedade, elegância, monumentalismo, the state’s agricultural production and natural resources,
luxo ou rusticidade, mostravam-se em alguns casos com- the stands, showcases and kiosks also displayed textiles,
plementares mas, sobretudo, contrastantes, senão contra- machinery, leather products, ceramics, models of buildings
ditórias. and even a huge 11-meter panorama by the photographer
Apenas ultrapassando a Porta Monumental o visitante Valério with a view of the state capital. But it was the pavi-
já se surpreendia com os pavilhões da Bahia e de Minas lion built especially by the São Paulo state government for
Gerais, ambos projetados pelo arquiteto Rafael Rebec- the National Exposition that caused greatest visitor impact.
chi. O primeiro, com área de 450m², exibia estilo Renas- Dominating the main square, this pavilion was the bi-
cença Italiana e com seus 38 metros de altura em três ggest and most luxurious of the event. Designed by senior
pavimentos era coroado com uma cúpula destacando-se figures in São Paulo architectural scene at the time, Ra-
uma escultura da deusa Vitória, com uma palma de louros mos de Azevedo and Ricardo Severo, it was executed by
nas mãos. No térreo, um grupo escultórico representava the architect Domiziano Rossi. The 1500m2 building was
alegoricamente o estado da Bahia em seu conjunto e no even bigger than the Federal District pavilion. It had an
primeiro patamar, via-se a alegoria da própria capital do exhibition wing, but was intended mainly for official acti-
estado e a figura de Catarina de Paraguassú. Foi constru- vities, with a main hall for receiving Brazilian and foreign
ído pelo diretor da Escola Politécnica da Bahia, o enge- dignitaries and delegations, a ballroom and conference
nheiro Arlindo Fragozo. areas. The pavilion was profusely decorated with sculptu-
O pavilhão de Minas Gerais, além de possuir área sig- res and decorative reliefs and was topped by no less than
nificativamente maior, com seus 650m² e com sua torre de 12 domes. It was considered the most beautiful building at
62 metros de altura encimada por um foco luminoso, pon- the National Exhibition, winning a contest sponsored by
tuava a importância política de Minas Gerais na relação the Jornal de Commércio. Its opulence allows it be seen
de forças políticas da 1a República. O próprio presidente as the ultimate expression of the grandiloquent language
do Estado fizera os desenhos iniciais do edifício. Aqui, no attained by half a century of National and Universal exhi-
desenvolvimento de projeto, Rebecchi adotara o que era bitions.
uma revolução na época – um edifício sem estilo definido In contrast to São Paulo, the state of Santa Catarina at-
– que, no entanto, impunha-se pela riqueza e elegância tracted attention for its simple pavilion as a modest chalet
de sua ornamentação. A imprensa, ao comentar o pavi- built with 150 species of timber from the region, evoking
lhão de Minas Gerais, sublinhava como o edifício soubera the homes of immigrants and settlers. Noting the excessive
simbolizar duas virtudes capitais dos mineiros: a altivez Europeanization of the architecture of some of the buil-
serena e a modéstia afável, mas na verdade parecia, in- dings the Exhibition Journal recorded that certain natio-
diretamente, criticar o pavilhão do estado de São Paulo, nal feelings had only been roughly sketched out: “Santa
em sua exuberância estilistica e em seu monumentalismo. Catarina can say to the other states (...) ‘ your palaces

20
6 Pavilhão Santa Catarina.
6 Santa Catarina Pavilion.

ARQTEXTO 16

21
A representação de São Paulo foi a mais aclama- came from abroad, while in my modest home, everything
ARQTEXTO 16

da pelo público e os produtos enviados pelos diversos is mine, everything came from my own heart, everything is
participantes do Estado ocuparam vários edifícios e, so- a child of my small blessings and my honourable work’. “
bretudo, duas alas em dois pavimentos do Pavilhão dos
Estados. Os estandes, vitrines e quiosques do estado, LEARNING ABOUT BRAZIL AND THE FEDERAL CAPITAL
além de mostrar sua produção agrícola e seus recursos The mayor, Francisco Marcelino de Souza Aguiar, ap-
naturais, também exibia tecidos, máquinas, artefatos em pointed a committee to organize the presentation of the
couro, cerâmica, maquete de edifícios e até mesmo um Federal District exhibitors. It was decided to build a special
grandioso panorama com uma vista de sua capital – o pavilion for the city council exhibition, with the remaining
chamado panorama do fotógrafo Valério, com onze exhibitors occupying several buildings such as the Palace
metros de extensão. Entretanto, era o pavilhão cons- of the States and the Palace of Industries. The Botanical
truído especialmente pelo governo do Estado de São Gardens built a stand to show its own collection, and the
Paulo para a Exposição Nacional que causava o maior Forest, Gardens, Planting, Fishing and Hunting Inspectora-
impacto nos visitantes. te also held a special exhibition, occupying approximately
Dominando a praça principal o pavilhão era o 1,400m². The exhibitions as a whole occupied more than
maior e mais luxuoso do evento. Projeto de Ramos de 4,000m².
Azevedo e Ricardo Severo, figuras eminentes da arqui- The Federal District pavilion occupied about 1,100m²
tetura paulista da época, foi executado pelo arquiteto and was designed by the engineer Francisco Oliveira Pas-
Domiziano Rossi. O edifício, com 1.500m2 era maior até sos, who was also responsible for Rio de Janeiro Municipal
mesmo que o Pavilhão do Distrito Federal e possuía uma Theatre. This was a sober building with the façade orna-
ala expositiva mas destinava-se, sobretudo, às ativida- mentation confined to a few reliefs, featuring the municipal
des oficiais, reunindo a sala de honra para receber as coat of arms and the symbol of the republic – a female
autoridades e delegações brasileiras e estrangeiras, o head. The building was crowned by a rotunda covered by
salão de festas e as áreas destinadas às conferências. a transparent dome. Its two floors showed the municipal
O pavilhão era profusamente decorado com esculturas e administration’s most recent projects, focusing on primary
relevos ornamentais e era coberto por nada menos que and vocational education, health, hygiene and public as-
12 cúpulas. Foi considerado o mais belo da Exposição sistance, and other urban improvements. The second floor
Nacional, vencendo um concurso promovido pelo Jornal was reserved for balls and receptions.
do Commércio. Com sua opulência, pode ser visto como Apart from the elegance of the modernized classic sty-
a expressão máxima da linguagem grandiloqüente que le of the architecture, attention was also focused on statis-
a arquitetura das exposições Universais e Nacionais al- tics. Under the organisation of Bulhões de Carvalho much
cançara em meio século. data about the city and municipal services were shown,
Contrastando com São Paulo, Santa Catarina chamava while the General Board of Statistics, an agency linked to
a atenção pela sua simplicidade. Seu pavilhão era um the Federal Government, also displayed charts, maps and
modesto chalet construído com 150 espécies de madeira texts, providing a comprehensive picture of the country in
da região, evocando as residências dos seus imigrantes. figures and allowing analysis of imbalances of growth for
Observando a europeização excessiva da arquitetura de the first time since the proclamation of the Republic.
alguns edifícios o Jornal da Exposição registrava um certo A Notícia newspaper summed up the 1908 National
sentimento nacional que apenas se esboçava: Exhibition by noting that Rio de Janeiro had experienced
the joy of thousands of people at first hand, “passing throu-
“Santa Catarina pode dizer aos outros estados (...) ‘seus gh lovely avenues by the seaside, or visiting the luxurious
palácios vieram do estrangeiro, ao passo que, em minha casa halls with such glorious displays of Brazilian energy and
modesta, tudo é meu, tudo saiu do meu próprio seio, tudo é strength...”
filho de minha pouca fortuna e do meu honrado trabalho.”
LOOKING, STROLLING, LEARNING
Aprendendo SOBRE o Brasil e a Capital Federal
O prefeito Francisco Marcelino de Souza Aguiar Such a beautiful thing, an opulent combination of lights,
nomeou uma comissão para organizar a forma de apre- until yesterday, we could only see it through the elegance of
sentação dos expositores do Distrito Federal. Foi decidida magazine pages... Yesterday Rio de Janeiro saw it first hand;
a construção de um pavilhão específico para a mostra noted the collective joy of maybe sixty-thousand people,
da prefeitura, sendo que os demais expositores ocuparam walking through lovely avenues by the seaside, or visiting the

22
vários edifícios, como o Palácio dos Estados e o Palácio luxurious halls with such glorious displays of Brazilian energy

ARQTEXTO 16
das Indústrias. O Jardim Botânico construiu um quios- and strength… Cantareira and especially the Botanical Gar-
que próprio para mostrar sua coleção, e a Inspetoria de dens have made the greatest efforts to serve the huge crowds
Matas, Jardins, Arborização, Caça e Pesca também rea- passing through the monumental gateway of our Exposition
lizou uma exposição especial que ocupava aproximada- minute by minute.
mente 1.400m². Todas as exibições reunidas ocuparam
mais de 4.000m². A Notícia newspaper’s report from the exhibition ope-
O pavilhão do Distrito Federal possuía cerca de ning may have been the feelings of locals and the thousan-
1.100m² e fora desenhado pelo engenheiro Francis- ds of visitors during the three months that it remained open.
co Oliveira Passos, também autor do projeto do Teatro The material appearing daily in the Rio press, together
Municipal do Rio de Janeiro. O edifício caracterizava-se with the affordable entry price, made the National Expo-
pela sobriedade, e os ornamentos da fachada se limita- sition into a success.
vam a alguns relevos, destacando-se as armas municipais The symphony concerts in the Egyptian Pavilion intro-
e o símbolo da República – uma cabeça feminina. Uma duced young audiences to a mixed repertoire of classical
rotunda coroava o edifício, sobre a qual se elevava uma music. Even before the opening, the Jornal de Commércio
alta cúpula transparente. Nos seus dois pavimentos foram reported, a real musical education is intended with these
exibidas as obras recentíssimas da administração muni- concerts, which promise to be most interesting in terms of
cipal, voltadas para a educação primária e profissional, musical performance, choice of pieces, or the soloists.
saúde, higiene e assistência pública, além de outros me- The Exposition Theatre also included several Brazilian
lhoramentos urbanos. O segundo pavimento foi reservado and foreign companies presenting comic operas and mu-
aos bailes e às recepções. sical concerts, in a clear aim at forming local taste. Visi-
Para além da elegância da arquitetura em estilo clás- tors could also take part in battles of flowers and confetti,
sico modernizado, o outro foco de atenções foram as es- watch riding competitions, be captivated by the electric
tatísticas. Sob o comando de Bulhões de Carvalho foram lighting in some of the pavilions or wonder at the domes-
mostrados muitos dados da cidade e dos serviços munici- tic, Japanese and English fireworks. They could also go
pais. Ao mesmo tempo, a Diretoria Geral de Estatística, skating, watch the cinematographer Segreto or enjoy the
órgão afeito ao Governo Federal, também exibiu diversos wonderful view of the Bay, leaning over the railings in the
pictogramas, mapas e textos do país, fornecendo, pela Amusements Sector or at the two Restaurants – the Sugar-
primeira vez desde a proclamação da República, um loaf and the Rustic.
vasto retrato do país em números, possibilitando, inclusive, More than one million people attended the 1908 Na-
a constatação das assimetrias de seu crescimento. tional Exposition, and it brought in 11,286 exhibitors from
Como sintetizou o jornal A Notícia, na Exposição Na- Brazil and a further 671 from Portugal, definitively putting
cional de 1908 o Rio de Janeiro viu ao vivo e observou a Brazil face to face with itself and the challenge of defining
alegria em conjunto de milhares de pessoas, “passando its place within an increasingly globalized and complex
por encantadoras avenidas à beira mar, ou percorrendo culture.
os luxuosos salões em que a energia e a força brasileiras
ostentavam gloriosamente...”

Ver, flanar e instruir-se

Coisa assim tão bella, combinação tão opulenta de luzes,


até hontem, só nos fora dado ver na polidez de paginas de
revistas... Ontem o Rio de Janeiro viu ao vivo; observou a
alegria de conjuncto de talvez sessenta mil pessoas, passe-
ando por encantadoras avenidas à beira mar, ou percor-
rendo os luxuosos salões em que a energia e a força brasi-
leiras ostentavam gloriosamente... quer a Cantareira, quer,
principalmente, a Jardim Botanico empregaram o maximo de
esforço em servir a estupenda onda de gente que, de minuto
em minuto, invadiu a monumental porta de nossa Exposição.

23
7 Planta baixa do 1o pavimento do Palácio dos
Estados mostrando as áreas ocupadas pelos
expositores do Distrito Federal e Estados do Rio
Grande do Sul, Santa Catarina, Paraiba, Minas
Gerais, Alagoas , Bahia , Piauí, Ceará, Sergipe,
espírito Santo, Rio Grande do Norte, São Paulo,
Rio de Janeiro, entre outros.
7 First floor plan of the Palácio dos Estados
showing areas occupied by the expositor of Distrito
Federal and by the folowing States: Rio Grande
do Sul, Santa Catarina, Paraiba, Minas Gerais,
Alagoas , Bahia , Piauí, Ceará, Sergipe, espírito
Santo, Rio Grande do Norte, São Paulo, Rio de
Janeiro, among others.
ARQTEXTO 16

24
8 Planta baixa do 2o pavimento do Palácio dos
Estados mostrando as áreas ocupadas pelos
expositores do Distrito Federal e Estados do Rio
de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Rio Grande
do Sul, Pará e Amazonas.
8 Second floor plan of the Palácio dos Estados
showing areas occupied by the expositors os
Distrito Federal and by the folowing States: Rio de
Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Rio Grande do
Sul, Pará and Amazonas.

ARQTEXTO 16

25
O jornal A Notícia registrou, na abertura da Exposi-
ARQTEXTO 16

ção, o que talvez tenha sido o sentimento dos cariocas e


dos milhares de visitantes durante os três meses em que
esteve aberta a mostra. As matérias veiculadas diaria-
mente na imprensa carioca, além dos preços módicos da
entrada, fizeram da Exposição Nacional um sucesso.
Os concertos sinfônicos, realizados no Pavilhão
Egípcio, introduziram as jovens platéias a um repertório
variado e erudito. “É uma verdadeira educação musical
o que se visa com esses concertos, que prometem ser
do mais alto interesse, quer como execução, quer como
escolha de peças, quer como solistas.”, comentava o
Jornal do Commércio, antes mesmo da inauguração.
Com um intuito claro de formar o gosto local também se
exibiram no Teatro da Exposição várias companhias brasi-
leiras e estrangeiras, produzindo óperas cômicas, varieda-
des e também concertos de música. Os visitantes podiam
ainda participar das batalhas de flores e de confete, as-
sistir aos concursos hípicos, se encantar com a própria
iluminação elétrica de vários pavilhões ou se maravilhar
com os fogos de artifícios de fábricas nacionais, inglesas
e japonesas. Podiam também patinar, assistir ao cinema-
tógrafo Segreto ou apreciar a maravilhosa vista da Baía,
debruçando-se nas balaustradas do Setor de Diversões ou
nos dois restaurantes – o do Pão de Açúcar e o Rústico.
Freqüentaram a Exposição Nacional de 1908 mais
de um milhão de pessoas, e ela reuniu 11.286 exposito-
res brasileiros e outros 671 portugueses. Definitivamente,
colocou o Brasil diante de si próprio e do desafio de de-
senhar o seu lugar dentro de uma cultura cada vez mais
globalizada e complexa.

26
BIBLIOGRAFIA BIBLIOGRAPHY

ARQTEXTO 16
Ory, Pascal. Les Expositions Universelles de Paris. Paris: Ed. Ram- Ory, Pascal. Les Expositions Universelles de Paris. Paris: Ed. Ram-
say, 1982. say, 1982.
Union Centrale des Arts. Le livre des Expositions Universelles. Union Centrale des Arts. Le livre des Expositions Universelles.
Paris: Ed. des Arts Décoratifs, 1983. Paris: Ed. des Arts Décoratifs, 1983.
Aimone, Linda, e Carlo Olmo. Les Expositions Universelles 1851- Aimone, Linda, and Carlo Olmo. Les Expositions Universelles
1900. Paris: Belin, 1993. 1851-1900. Paris: Belin, 1993.
Chalet-Bailhace, Isabelle. Paris et ses expositions universelles. Chalet-Bailhace, Isabelle. Paris et ses expositions universelles.
Paris: Ed. du Patrimoine, 2008. Paris: Ed. du Patrimoine, 2008.
Neves, Margarida de Souza. As vitrines do progresso. Rio de Neves, Margarida de Souza. As vitrines do progresso. Rio de
Janeiro: PUC, 1986. Janeiro: PUC, 1986.
Pereira, Margareth da Silva. “Uma arqueologia da modernidade Pereira, Margareth da Silva. “Uma arqueologia da modernidade
brasileira – A participação do Brasil nas Exposições Universais.” brasileira – A participação do Brasil nas Exposições Universais.“
em Revista Projeto 139, 1991. in Revista Projeto 139, 1991.
Pesavento, Sandra Jatahy. Exposições Universais: espetáculos Pesavento, Sandra Jatahy. Exposições Universais: espetáculos
da modernidade do século XIX. São Paulo: HUCITEC, 1997. da modernidade do século XIX. São Paulo: HUCITEC, 1997.
Levy, Ruth. Entre Palácios e Pavilhões, a arquitetura efêmera da Levy, Ruth. Entre Palácios e Pavilhões, a arquitetura efêmera da
Exposicão Nacional de 1908. Rio de Janeiro: EBA, 2008. Exposicão Nacional de 1908. Rio de Janeiro: EBA, 2008.
Correa, José Mattoso Sampaio. Relatório dos trabalhos executa- Correa, José Mattoso Sampaio. Relatório dos trabalhos executa-
dos durante os anos 1907 e 1908 apresentado ao Ministro da dos durante os anos 1907 e 1908 apresentado ao Ministro da
Indústria, Viação e Obras Públicas. Rio de Janeiro: Imprensa Indústria, Viação e Obras Públicas. Rio de Janeiro: Imprensa
Nacional, 1909. Nacional, 1909.
Diretoria Geral de Estatística. Boletim Comemorativo da Ex- Diretoria Geral de Estatística. Boletim Comemorativo da Ex-
posição Nacional de 1908. Rio de Janeiro: Tip. da Estatística, posição Nacional de 1908. Rio de Janeiro: Tip. da Estatística,
1908. 1908.
Kosmos. Revista Artística, Scientifica e Literaria. Rio de Janeiro: Kosmos. Revista Artística, Scientifica e Literária. Rio de Janeiro:
Anno 1907. Anno 1907.
Kosmos. Revista Artística, Scientifica e Literaria. Rio de Janeiro: Kosmos. Revista Artística, Scientifica e Literária. Rio de Janeiro:
Anno 1908. Anno 1908.
Ministério da Indústria, Viação e Obras Públicas: Relatório Ministério da Indústria, Viação e Obras Públicas: Relatório
apresentado ao Presidente da República dos Estados Unidos do apresentado ao Presidente da República dos Estados Unidos do
Brasil pelo Ministro Miguel Calmon Du Pin e Almeida. Rio de Brasil pelo Ministro Miguel Calmon Du Pin e Almeida. Rio de
Janeiro: Imprensa Nacional, vol. 1, 1909. Janeiro: Imprensa Nacional, vol. 1, 1909.
Rio de Janeiro, Guia da Exposição Nacional -1908. Rio de Ja- Rio de Janeiro, Guia da Exposição Nacional -1908. Rio de Ja-
neiro: José Salerno, 1908. neiro: José Salerno, 1908.

27