Você está na página 1de 32

!

"#2 FEVEREIRO DE 2011

A verdade
sobre o
ocultismo

´ ˆ ´
TAMB
˜ EM: A CI´ ENCIA E ´ A BIBLIA
SAO COMPATIVEIS? PAGINA 22
!"#2 A verdade sobre o ocultismo
´ ´
TIRAGEM MEDIA 39.913.000 3 Por que as pessoas se sentem atraıdas
PUBLICADA EM 83 IDIOMAS ao ocultismo?
´ ´
4 Quem realmente esta por tras
do ocultismo?
˜
7 Uma fonte segura de orientaçao
e esperança
´
8 A verdade da Bıblia os libertou

10 Os Jovens Perguntam 24 Teve um Projeto?


˜
Por que meus pais nao querem O flagelo bacteriano
que eu me divirta?
25 Uma vida muito gratificante
13 Dicas de segurança para os idosos ˜
´ 28 Seus objetivos sao realistas?
16 Um Livro Confiavel
´ ´ ´
Parte 4 — A Medo-Persia na historia bıblica 29 Observando o Mundo
´
19 Alem de ouro, encontraram um lar ´
´ 30 Para Considerar em Famılia
22 O Conceito da Bıblia
ˆ ´ ˜ ´ ˜ ˜
A ciencia e a Bıblia sao compatıveis? 32 Elas nao sao jovens demais
´
Por que as pessoas se sentem atraıdas ao
ocultismo?
A RESPOSTA a essa pergunta depende em
grande parte de onde a pessoa mora e
de sua formação religiosa e cultural. E na sua
dicional procuram tratamentos que usam o
ocultismo. A doença talvez seja atribuı́da a al-
gum feitiço ou maldição. Para livrá-las disso,
região, o que atrai as pessoas ao ocultismo? parentes e amigos buscam a ajuda de um feti-
Pode ser uma das seguintes coisas. chista ou praticante de ocultismo, que talvez
˘ Curiosidade Os humanos são curiosos cobre muito caro por seus serviços.
por natureza, e o ocultismo é cheio de misté- ˜
rios. Isso leva alguns a se perguntar se existe ´ çao e boa sorte Em algumas par-
˘ Prote
tes da Africa, aldeões contratam um “profeta”
uma força sobrenatural por trás dele. Outros de alguma igreja carismática para exorcizar os
usam uma prancheta ouija ou leem o horósco- maus espı́ritos da comunidade. Os rituais in-
po para ver se as predições acontecem mes- cluem beber poções e água benta. Em outros
mo. Ainda outros vão a uma sessão espı́rita ou lugares, as pessoas procuram médiuns espı́ri-
consultam um paranormal. tas para invocarem boa sorte sobre uma casa
˜
˘ Diversao Nos últimos anos, surgiu uma nova ou para realizarem rituais sobre um tú-
onda de entretenimento — livros, filmes e vi- mulo, visto que acreditam que os mortos po-
deogames — baseado em temas mı́sticos e dem trazer boa sorte.
antigas superstições pagãs. Alguns desses tam- ˜
˘ Proteçao para os filhos Em Papua-Nova
bém contêm violência e sexo explı́citos.
˜ Guiné, algumas mães não saem de casa à noi-
˘ Preocupaçao com o futuro A Bı́blia pre-
te com seu recém-nascido. Por quê? Elas têm
disse: “Nos últimos dias haverá tempos crı́- medo de que espı́ritos maus prejudiquem seu
ticos, difı́ceis de manejar.” (2 Timóteo 3:1)
filho. Em Uganda, é comum as mães amarra-
Realmente, vivemos em tempos difı́ceis, e
muitas pessoas procuram a orientaç ão de rem nos punhos e tornozelos de seus bebês um
astrólogos, videntes, quiromantes e para- barbante, às vezes com contas e conchas, para
´ protegê-los.
normais, entre outros. “E um dos poucos ne-
gócios que não é afetado por uma crise fi- ˘ Morte de um parente ou amigo O famo-
nanceira”, disse um paranormal. “Em geral, so escritor britânico Sir Arthur Conan Doyle
as pessoas não nos procuram quando estão fe- perdeu filho, irmão, cunhado e sobrinho na
lizes.” Uma vidente no Canadá disse: “Ulti- Primeira Guerra Mundial. Aflito e desespera-
mamente, empresários me telefonam de seus do, Doyle e sua esposa iam a sessões espı́ritas
escritórios ou de seus celulares, de modo dis- na esperança de entrarem em contato com o
creto e procurando não dar nas vistas.” Ela filho. Hoje, também, muitas pessoas consul-
acrescentou: “No passado, em geral, essas pes- tam médiuns para conversar com parentes e
soas eram céticas e não se sentiam à vontade amigos. Em alguns paı́ses, as religiões tradicio-
para consultar um paranormal.” nais e as que se dizem cristãs ensinam que a
˘ Doenças Em alguns paı́ses, pessoas mui- morte é o resultado de ações maldosas de espı́-
to doentes e descontentes com a medicina tra- ritos enfurecidos. Vários rituais obrigatórios e
Despertai! fevereiro de 2011 3
caros talvez sejam realizados para evitar uma luto por meses, trancados em casa e proibidos
sequência de mortes na comunidade. de comer os alimentos favoritos do falecido.
˘ Medo dos mortos Crenças sobre a morte Alguns que fazem isso acabam ficando depri-
e os mortos têm influenciado fortemente a hu- midos, malnutridos ou até mesmo morrem.
manidade. Por isso, em muitos paı́ses, as pes- Fica claro que são muitas as coisas que
soas realizam todo tipo de rituais — incluindo atraem as pessoas ao ocultismo. Então, é mui-
autoflagelação — para apaziguar os mortos ou to importante saber a verdadeira origem dele.
para “provar” seu amor por eles. Entre alguns Para isso, vejamos o que diz o único livro que
povos das ilhas do Pacı́fico, viúvos e viúvas pode nos dar todos os detalhes sobre o ocul-
são obrigados a se vestir de preto e ficar de tismo: a Bı́blia.

´ ´
Quem realmente esta por tras do
ocultismo?
S OBRE o nosso Criador, a Bı́blia diz: “Deus
é luz e não há nenhuma escuridão em
união com ele.” (1 João 1:5) Isso é especial-
inı́cio na antiga Babilônia, cujas ruı́nas se en-
contram no Iraque. (Isaı́as 47:1, 12, 13) A par-
tir dali, o ocultismo se espalhou por todo o
mente verdade em sentido espiritual. Assim, mundo antigo e se infiltrou em muitas culturas
será que o Deus verdadeiro poderia estar por e civilizações.
trás do ocultismo? Ou existe uma força sinis- Vejamos um episódio ocorrido em Filipos,
tra envolvida? na antiga Macedônia. Ali, um pequeno gru-
Entre as principais práticas de ocultismo es- po de ministros cristãos, que incluı́a o após-
tão a adivinhação e o espiritismo, que incluem tolo Paulo e o médico Lucas, encontrou uma
astrologia, numerologia, quiromancia, magia, jovem que tinha poderes mı́sticos. Note como
comunicação com os “mortos” e feitiçaria. Es- o escritor bı́blico Lucas revelou a fonte oculta
sas práticas são muito antigas; a maioria teve dos poderes dela. Ele escreveu: “Veio-nos ao

!"#2 6 Esta publicaçao


˜ ˜ ´
´ nao e vendida. Ela faz parte de uma
obra educativa bıblica, mundial,
´
ESTA REVISTA E PUBLICADA visando o esclarecimento de toda a ˜ mantida por´ donativos. A
menos que haja˜ outra indicaçao, os textos bıblicos citados
´ ˜
famılia. Mostra-nos como enfrentar os problemas atuais. Veicula as sao da Traduˆ çao do Novo Mundo das Escrituras Sagradas
´ ˜ com Referencias.
notıcias, fala sobre pessoas de muitas terras, examina a religiao e a
ˆ ´ ´
ciencia. Mas faz mais do que isso. Ela sonda abaixo da superfıcie e Despertai! e publicada e impressa mensalmente pela As-
´ ˜ ´ ´
aponta o verdadeiro significado por tras dos eventos correntes; todavia, sociaçao Torre de Vigia de Bıblias ´ e Tratados. Sede e grafi-
˜ ca: Rodovia SP-141, km 43, Ces ario Lange - SP, 18285-000.
permanece sempre politicamente neutra e nao exalta raça alguma como ´
´ ´ Diretor responsavel: Augusto
superior a outra. Importantıssimo e que esta revista gera confiança na
´ ´ dos Santos Machado Filho.
promessa do Criador de estabelecer um novo mundo pacıfico e seguro, Revista registrada sob o numero de ordem 511. 5 2011
´ Watch Tower Bible and Tract Society of Pennsylvania. Todos
prestes a substituir o atual mundo perverso e anarquico. os direitos reservados. Impressa no Brasil
4 Despertai! fevereiro de 2011 Vol. 92, No. 2 Monthly PORTUGUESE (Brazilian Edition)
´
encontro certa serva com um espırito, um de- sua rebelião. (Gênesis 6:1, 2) Mais adiante,
mônio de adivinhação. Ela costumava fornecer a Bı́blia refere-se a eles como “os anjos que
muito ganho aos seus amos por praticar a arte pecaram” e “os anjos que não conservaram a
do vaticı́nio.” — Atos 16:16-18. sua posição original, mas abandonaram a sua
Fica claro, então, que os poderes dessa jo- própria moradia correta”, ou seu lugar no céu.
vem não vinham do Deus verdadeiro, Jeová, (2 Pedro 2:4; Judas 6) Passaram a ser chama-
mas de um demônio — um espı́rito mau. Por dos de demônios. (Tiago 2:19) Eles estão deci-
isso, Paulo e seus companheiros se recusaram didos a desviar o maior número possı́vel de
a ouvi-la. Talvez você esteja se perguntando: pessoas da adoração verdadeira, como fizeram
‘Quem são os demônios? E de onde vieram?’ com muitos dos israelitas nos tempos bı́blicos.
Mais uma vez, veja as respostas da Bı́blia. (Deuteronômio 32:16, 17) Assim como no pas-
˜ ˆ sado, Satanás e seus demônios hoje usam men-
Quem sao os demonios? tiras religiosas com muita habilidade. — 2 Co-
Muito antes de criar os humanos, Jeová rı́ntios 11:14, 15.
criou no céu um número incontável de cria-
turas espirituais inteligentes, chamadas “filhos Proteja-se!
de Deus”. (Jó 38:4, 7) Iguais aos humanos, Apesar de os espı́ritos maus terem poderes
elas têm livre-arbı́trio, e por muito tempo to- sobre-humanos, nós podemos, com a ajuda de
das permaneceram leais a Deus. Mas essa si- Deus, ‘tomar nossa posição contra eles’ e sair
tuação mudou de repente. Como? vitoriosos. (1 Pedro 5:9) Mas, para conseguir
Depois que Deus criou a humanidade, uma essa ajuda, precisamos aprender os requisitos
criatura espiritual começou a cobiçar algo a de Deus e agir de acordo com eles. O apósto-
que não tinha direito — a adoração. Igual a um lo Paulo escreveu a respeito dos cristãos dos
ventrı́loquo, esse anjo rebelde usou uma ser- seus dias: “Nós . . . não cessamos de orar por
pente como marionete para seduzir a primeira vós e de pedir que fiqueis cheios do conheci-
mulher, Eva, e levá-la a desobedecer a seu Cria- mento exato da sua vontade, em toda a sabe-
dor. (Gênesis 3:1-6) A Bı́blia chama esse anjo doria e compreensão espiritual, para andardes
de “a serpente original, o chamado Diabo e Sa- dignamente de Jeová, com o fim de lhe agra-
tanás”. (Revelação [Apocalipse] 12:9) Jesus o dardes plenamente.” — Colossenses 1:9, 10.
chamou de “um homicida” que “não permane- Entre os que adquiriram “conhecimento
ceu firme na verdade”, e acrescentou: “Quan- exato” ´ estavam muitos habitantes da cidade
do fala a mentira, fala segundo a sua própria de Efeso que praticavam artes mágicas. Veja
disposição, porque é um mentiroso e o pai da como o conhecimento da verdade os afetou.
mentira.” — João 8:44. A Bı́blia declara: “Um número considerável
Com o tempo, outros “filhos [espirituais] dos que haviam praticado artes mágicas trou-
do verdadeiro Deus” se juntaram a Satanás na xeram os seus livros e os queimaram diante

ˆ ˆ ˜ ´ ´ ˆ ˜ ´
Idiomas: africaner, albanes, alemao,67 amarico, arabe, armenio, Gostaria ` de ter mais informa ´ çoes ou um curso bıblico domiciliar gratuito?
´ ˆ ˆ Escreva as Testemunhas de Jeova, usando o endereço apropriado. Para uma lista completa dos
bislama, bulgaro, canares, cebuano, chicheva, chines (simplificado), chi- ´
ˆ ´ endereços das sedes, veja www.watchtower.org/address. Africa do Sul: Private Bag X2067, Krugersdorp,
nes (tradicional)7 (audio apenas em mandarim), chitonga, chona, cibem- 1740. Alemanha: Am Steinfels, 65617 Selters. Angola: Caixa Postal 6877, Luanda Sul. Argentina: Casilla 83 (Suc 27B),
ˆ ˆ ´ ´
ba, cingales, coreano,67 croata, dinamarques,7 eslovaco, esloveno, es- C1427WAB Cdad. Aut. de Buenos´ Aires. Belgica: rue d’Argile-Potaardestraat
´ 60, B-1950 Kraainem. Bolıvia: Casilla 6397,
ˆ ˆ Santa Cruz. Brasil: CP 92, Tatuı - SP, 18270-970. Canada: PO Box ´ 4100, Georgetown, ON L7G 4Y4. Costa do Mar-´
panhol,67 estoniano, eve, fijiano, finlandes,7 frances,67 georgiano,
ˆ ´ fim: 06 BP 393, Abidjan 06. Espanha: Apartado 132, 28850 Torrejon de Ardoz (Madrid). Estados Unidos da Ame-
grego, guzerate, hebraico, hiligaino, hindi, holandes,7 hungaro, ibo, ilo- rica: 25 Columbia Heights, Brooklyn, NY 11201-2483. França: BP 625, F-27406 Louviers cedex. Gana: PO Box GP 760,
´ ˆ ˆ ˆ ˜ ´
cano, indonesio, ingles,67 ioruba, islandes, italiano,67 japones,7 kirun- Accra. Gra-Bretanha: The Ridgeway, London´ NW7 1RN. Guadalupe, I.O.F.: Montmain, 97180 Sainte-Anne. Holanda:
˜ ˆ ˆ ˜
di, letao, lingala, lituano, macedonio, malaiala, malgaxe, maltes, mian- Noordbargerstraat 77, NL-7812 AA Emmen. Italia: Via della Bufalotta 1281, I-00138 Roma RM. Japao: 4-7-1 Nakashinden,
ˆ ˆ ˆ Ebina City, Kanagawa-Pref, 243-0496. Malaui: PO Box 30749, Lilongwe 3. Martinica: BP 585, 97207 Fort de France´ Ce-
mar, noruegues,7 polones,7 portugues,687 punjabi, quiniaruanda, ´
´ dex. Maurıcio: Rue Baissac, Petit Verger, Pointe aux Sables.
ˆ Moçambique: PO Box 2600, 1100 Maputo. Nigeria:
quirguiz, rarotongano, romeno, russo,7 samoano, sepedi, servio, sesoto, PMB 1090, Benin City 300001, Edo State. Nova Caledonia: BP 1741, 98874 Pont des Francais. Paraguai: Casilla 482,
´ ˆ ˆ ´ ˆ ˜
silozi, suaıli, sueco,7 tagalo, tai, tamil, tcheco,7 tok pisin, tonganes, tson- 1209 Asuncion. Portugal: Apartado 91, P-2766-955 Estoril. Quenia: PO Box ´ 21290, Nairobi 00505. Reuniao: 76, Che-
ga, tsuana, turco, ucraniano, urdu, vietnamita, xosa e zulu. min Bœuf Mort, 97419 La Possession. Senegal: ´ BP 29896, 14523 ´ Dakar. Suıça: PO Box 225, 3602 Thun. Timorˆ Les-
´ ´ te: Box 248, Dili. Uruguai: Casilla 17030, Cesar Mayo Gutierrez 2645 y Cno. Varzi, 12500 Montevideo. Zambia:
´
6 Tambem disponıvel em CD. PO Box 33459, 10101 Lusaka. Zimbabue: Private Bag WG-5001, Westgate.
´ ´
8 Tamb
´ em dispon ıvel em MP3 CD-ROM.
´ ´
7 Audio tambem disponıvel no “site” www.jw.org. Despertai! fevereiro de 2011 5
de todos.” Esses livros valiam “cinquenta mil medo dos demônios. Na verdade, esses espı́ri-
moedas de prata” — o que não era pouco! tos maus “estremecem” diante de Deus, cons-
(Atos 19:17-19) Esse exemplo de coragem foi cientes do imenso poder dele, que será usado
registrado para o nosso benefı́cio. — 2 Timóteo para destruı́-los. (Tiago 2:19) Deus vai “mos-
3:16. trar a sua força a favor daqueles cujo coração
´ é pleno para com ele” e “nunca permitirá que
Princıpios que protegem o justo seja abalado”. — 2 Crônicas 16:9; Sal-
Há outras coisas que podemos fazer para mo 55:22.
nos proteger dos demônios. Considere as se- “Os viventes estão cônscios de que morrerão;
guintes orientações bı́blicas. os mortos, porém, não estão cônscios de absolu-
“Não acrediteis em toda expressão inspirada, tamente nada.” (Eclesiastes 9:5) A Palavra de
mas provai as expressões inspiradas para ver se Deus ensina que os mortos estão exatamen-
se originam de Deus.” (1 João 4:1) Algumas de- te assim: mortos! Não é preciso ter medo de-
clarações feitas por astrólogos, paranormais, les, pois não podem mais prejudicar ninguém.
médiuns e curandeiros podem ser verdadeiras. (Isaı́as 26:14) Os demônios às vezes fingem ser
Por exemplo, a jovem endemoniada em Filipos espı́ritos de mortos para enganar as pessoas, e
falou a verdade quando disse o seguinte sobre isso explica por que algumas acham que o “es-
Paulo e seus companheiros: “Estes homens pı́rito” de uma pessoa que era bondosa agora
são escravos do Deus Altı́ssimo, que vos es- parece diferente.
tão publicando o caminho da salvação.” (Atos “Não podeis estar participando da ‘mesa de
16:17) Mesmo assim, Paulo e seus amigos não Jeová’ e da mesa de demônios.” (1 Corı́ntios
quiseram a companhia daquela jovem, e ele 10:21, 22) Todas as pessoas que amam a Jeová
ordenou que o espı́rito mau saı́sse dela. Por de verdade ficam longe de livros, filmes e
isso, sempre que você ouvir uma declaração re- videogames relacionados com o ocultismo ou
ligiosa, veja se ela está de acordo com a Bı́blia. que promovem práticas ou crenças espı́ritas.1
— Atos 17:11. “Não porei diante dos meus olhos nenhuma
“Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas oponde- coisa imprestável”, diz o Salmo 101:3. Além
vos ao Diabo, e ele fugirá de vós.” (Tiago 4:7) Os disso, formas de diversão relacionadas com o
demônios são inimigos de Deus, e seus tam- ocultismo muitas vezes apresentam de modo
bém. Nem mesmo fique curioso de seus ca- atraente a violência e a imoralidade, coisas
minhos mı́sticos. Sujeite-se a Deus por aca- que os “amantes de Jeová” repudiam. — Salmo
tar seus mandamentos amorosos — que não 97:10.
são pesados. (1 João 5:3) Por exemplo, Deus Os demônios sempre tentaram esconder
disse à antiga nação de Israel: “Não se deve dos humanos sua verdadeira identidade. Mas
achar em ti alguém que . . . empregue adivinha- n ão foram totalmente bem-sucedidos. Por
ção, algum praticante de magia ou quem pro- meio da Bı́blia, Jeová tem exposto sua verda-
cure presságios, ou um feiticeiro, ou alguém deira natureza: mentirosos cruéis e inimigos
que prenda outros com encantamento, ou al- enfurecidos da humanidade. Que contraste
guém que vá consultar um médium espı́rita, com o nosso Criador, Jeová Deus! Como o
ou um prognosticador profissional de eventos, próximo artigo vai mostrar, ele nos ama, sem-
ou alguém que consulte os mortos. Pois, todo pre diz a verdade e quer que vivamos felizes
aquele que faz tais coisas é algo detestável para para sempre. — João 3:16; 17:17.
Jeová.” (Deuteronômio 18:10-12) O conceito
de Deus não mudou. — Gálatas 5:19, 20. 1 A sensibilidade da consciência das pessoas varia de acor-
do com sua formação religiosa e madureza espiritual. O impor-
“Contra [os servos de Deus] não há feitiço tante é que a pessoa mantenha uma consciência limpa perante
de azar.” (Números 23:23) Todas as pessoas Deus e que não ofenda a consciência de outra, incluindo mem-
bros de sua famı́lia. “Nós todos ficaremos postados diante da
que querem agradar a Deus não precisam ter cadeira de juiz de Deus”, diz Romanos 14:10, 12.

6 Despertai! fevereiro de 2011


˘ Como posso encontrar verdadeira paz
´ ´
interior? A Bıblia declara: “Eu, Jeova, sou
teu Deus, Aquele que te ensina a tirar pro-
veito, Aquele que te faz pisar no caminho
˜
em que deves andar. Oh! se tao somente
˜
prestasses realmente atençao aos meus
mandamentos! A tua paz se tornaria en-
˜
tao como um rio e a tua justiça como as
´
ondas do mar.” — Isaıas 48:17, 18.

Uma fonte ´ ˜
˘ O mal sempre existira? “Os retos sao os

segura
˜ ˜
que residirao na terra e os inculpes sao
˜
os que remanescerao nela. Quanto aos
˜ ´ ˜ ´
inıquos, serao decepados da propria terra;
de orientaçao ˜
e quanto aos traiçoeiros, serao arranca-
´
dos dela.” (Proverbios 2:21, 22) Por tanto,
e esperança ˜ ´
os humanos maus serao destruıdos para
´ sempre, como que por fogo. O mesmo
´ ˆ
A O CONTRARIO dos demônios, Jeová
Deus é todo-sábio e todo-poderoso. Ele
também é a personificação do amor. (1 João
acontecera com os demonios. — Revela-
˜
çao (Apocalipse) 20:10, 14.
˜
4:8) Seus conselhos são sempre sábios e para ˘ As doenças e o sofrimento acabarao
o nosso bem, e ele os dá de graça. Que con- ´
algum dia? “Eis que a tenda de Deus esta
traste com os videntes e paranormais! Deus ´
com a humanidade, e ele residira com
diz: “Eh! todos vós sedentos [em sentido es- ˜ ´
eles e eles serao os seus povos. E o pro-
piritual]! Vinde à água. E vós os que não ten- ´ ´
prio Deus estara com eles. E enxugara
des dinheiro! Vinde, comprai e comei. Sim, ´ ˜ ´
dos seus olhos toda lagrima, e nao havera
vinde, comprai vinho e leite mesmo sem di- ´
mais morte, nem havera mais pranto,
nheiro e sem preço. Por que continuais a pa- nem clamor, nem dor. As coisas anteriores
gar dinheiro por aquilo que não é pão e por ´
[os muitos problemas de hoje] ja passa-
que é a vossa labuta por aquilo que não resul- ˜
ram.” — Revelaçao 21:3, 4.
ta em saciedade? Escutai-me atentamente e
comei o que é bom, e deleite-se a vossa alma ´ ˆ
Ao contrario dos demonios, Deus nunca
com a própria gordura.” — Isaı́as 55:1, 2. ˜
mente. Na verdade, ele “nao pode mentir”.
Por ser inspirada por nosso amoroso Cria- ´
(Tito 1:2) E como o ultimo artigo desta
dor, a Bı́blia nos dá esperança, proteção espi- ´ ´
serie mostrara, a verdade de Deus liberta
ritual, um objetivo na vida e os melhores prin- ´ ´ ˜
e tambem da vida. — Joao 8:32; 17:3.
cı́pios a seguir. Que tal tirar alguns minutos
para refletir nas seguintes perguntas e nos tre-
chos bı́blicos relacionados com elas?
Despertai! fevereiro de 2011 7
A verdade
´
da Bıblia
os libertou
Jbertar
ESUS CRISTO disse a um grupo de pessoas:
“Conhecereis a verdade, e a verdade vos li-
á.” (João 8:32) Como mostram os exem-
plos a seguir, isso inclui libertação dos demô-
nios, que são os mentirosos e enganadores por
trás do ocultismo. — João 8:44. ´
˘ Timothy, que mora na Africa
Cada um desses casos mostra o poder liber- ´
Ocidental, e surdo-mudo.1 Visto que
tador da verdade da Bı́blia. De fato, só ela real- ´ ˜ ´
os medicos nao conseguiram ajuda-
mente liberta as pessoas. O que acha de fazer lo, ele procurou curandeiros, mas
uma pesquisa da Bı́blia? Você não ficará desa- ´
foi inutil. “Fiquei muito decepciona-
pontado. do”, escreveu ele. Depois, Timothy
´
estudou a Bıblia com as Testemu-
˜ ˜
As fotos sao encenaçoes ´
nhas de Jeova e aprendeu sobre o
´
proposito de Deus de acabar com to-
ˆ ´
das as doenças e deficiencias fısi-
cas. Ele disse: “Aguardo ansiosa-
mente o novo mundo de Deus, onde
˜
‘os ouvidos dos surdos serao desta-
´ ´
pados e a lıngua do mudo gritara de
´ ´
jubilo’.” (Isaıas 35:1-6) Enquanto
isso, ele gosta de usar um aparelho
´
de DVD portatil para divulgar as ver-
´ ˆ
dades da Bıblia para os que tem de-
ˆ
ficiencia auditiva, ajudando-os a en-
contrar a verdadeira liberdade.

˜
˘ Susana era uma mae de santo no Brasil. Seu desejo era usar seus
´
poderes paranormais para ajudar os necessitados. Ela tambem gostava
˜
de “conversar com sua falecida mae”. Mas, depois de um tempo, a
˜
“mae” implorou que Susana se matasse para que pudessem viver juntas
´
no mundo espiritual. Isso perturbava Susana e provocava pesadelos. Daı,
´
Susana e seu marido começaram a estudar a Bıblia com as Testemunhas
´ ´
de Jeova. Foi muito difıcil ‘se oporem ao Diabo’, mas com o tempo ele ‘fu-
˜
giu deles’. (Tiago 4:7) Agora eles sentem paz, e Susana nao tem mais
´
pesadelos. “Agradeço a Jeova por muitas coisas”, escreveu ela, “mas sou
˜
especialmente grata por ele nos ter libertado da escuridao espiritual”.
1 Alguns nomes foram mudados.
ˆ
˘ Evelyn, da Estonia, estava muito
envolvida no ocultismo. Visto que Jesus
curava as pessoas, ela queria fazer o
mesmo. Ela desejava principalmente aju-
˜ ˆ
dar sua mae, que tinha uma doença cro-
ˆ
nica. Assim, aprendeu a usar pendulos
para tentar diagnosticar e tratar doen-
ças graves. Com o tempo, ela fez um es-
´
tudo da Bıblia. O que descobriu? “Desco-
bri como eu estava enganada”, disse ela.
˜ ´
“Entao queimei meus livros espıritas e
ˆ
pendulos.” Hoje ela ensina as verdades li-
´
bertadoras da Bıblia a outras pessoas.

˘ Mary cresceu numa ilha de Papua-Nova


´ ˆ
Guine, onde as pessoas tem medo dos
´
mortos. Quando morria alguem na sua al-
deia, ela ia dormir debaixo da cama de ou-
´
tra pessoa, porque tinha medo que o espıri-
to do morto pudesse persegui-la, caso
˜
estivesse sozinha. Entao, ela aprendeu na
´ ˜
Bıblia que os mortos estao dormindo
˜ ´
— estao nos tumulos, esperando a ressur-
˜ ´
reiçao para a vida no Paraıso na Terra. (Lu-
˜
cas 23:43; Joao 11:11-14) Depois disso,
˜
ela nao teve mais medo dos mortos.

´ ˜
˘ Alıcia, que cresceu num lar cristao
nos Estados Unidos, passou a se inte-
ressar em livros e filmes sobre ocultis-
˜
mo. Entao, começou a pensar seria-
´
mente nas verdades bıblicas que tinha
aprendido. Percebendo que, na reali-
dade, estava tentando ‘participar da
´ ˆ
mesa de Jeova e da mesa de demo-
nios’, ela fez mudanças e agora tem
ˆ
uma consciencia limpa perante Deus.
´
— 1 Corıntios 10:21.

9
˜
OS JOVENS Por que meus pais nao
PERGUNTAM querem que eu me divirta?
´ ˜
Para Alice,1 uma adolescente na Australia, as manhas
˜ ´
de segunda-feira na escola sao previsıveis e estressantes.
Ela diz: “Todas as minhas colegas ficam falando sobre
´
o que fizeram no fim de semana. Contam historias que
˜
parecem tao empolgantes, como a quantas festas
´
foram e quantos garotos beijaram — e ate como fugiram
´ ˜
da polıcia . . . Parece tao assustador, mas divertido! Elas
` ˜
chegam em casa as cinco da manha, e os pais nem ligam.
Mas eu tenho de estar na cama antes mesmo de começar
a noite delas.
“Depois de me contarem suas aventuras do fim de
semana, minhas colegas perguntam o que eu fiz. E o que
` ˜ ˜ ˜
eu fiz? Fui as reunioes cristas e participei na pregaçao.
˜
Tenho a sensaçao de que perdi algo de bom. Por isso,
˜ ˜
acabo dizendo que nao fiz nada. Entao, perguntam por
˜
que nao fui com elas.
“Quando a segunda-feira termina, seria de esperar que
´ ˜
as coisas ficassem mais faceis. Mas nao ficam. A partir
da terça, todo mundo começa a falar dos planos para
´
o proximo fim de semana. E eu fico sentada escutando.
˜
Fico tao deslocada!”
1 O nome foi mudado.

M ir a uma festa
S UAS segundas-feiras na escola também
são assim? Você talvez tenha a sensação
de que existe um mundo lá fora cheio de di-
M outra ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝ ˝
Voc ê precisa se divertir. (Eclesiastes
versão, mas seus pais não deixam você entrar 3:1, 4) Na verdade, o Criador quer que você
nele. Em outras palavras, é como se você esti- aproveite sua juventude. (Eclesiastes 11:9) E,
vesse num parque de diversões, mas não tem embora às vezes não pareça, seus pais tam-
permissão para andar em todos os brinque- bém querem que você se divirta. Mas eles
dos. Não que você queira fazer tudo que seus
colegas fazem. Você quer apenas se divertir provavelmente têm duas preocupações váli-
de vez em quando. Por exemplo, o que você das: (1) o que você vai fazer e (2) com quem.
mais gostaria de fazer no próximo fim de se- E se você receber um convite para sair
mana? com os amigos, mas não sabe como seus pais
M dançar vão reagir? Quando você precisa tomar uma
M assistir a um show decisão, a Bı́blia o incentiva a avaliar as op-
M ir ao cinema ções, boas e más, e a considerar as conse-
10 Despertai! fevereiro de 2011
quências. (Deuteronômio 32:29; Provérbios
7:6-23) Que opções você tem numa situação
assim?
˜ ˜ ´
OPÇAO A: NAO PERGUNTE — VA E PRONTO.
ˆ
Por que voce talvez pense em fazer isso:
Você quer impressionar seus amigos por
“ Meus pais confiam
em mim porque criei uma
˜
do nada sobre meus
´
˜
boa reputaçao. Nao escon-

amigos. Tambem, quando


mostrar que é independente. Acha que sabe estou com eles em algum
mais que seus pais ou não liga muito para a ˜
lugar, nao tenho vergonha
opinião deles. — Provérbios 15:5. ˜
de sair se nao gosto do
ˆ ˜


Consequencias: Seus amigos vão desco- que estao fazendo.
brir algo — que você não é de confiança. Se
você engana seus pais, pode também enganar Kimberly
seus amigos. E se seus pais descobrirem, fi-
carão tristes e se sentirão traı́dos, e é bem
provável que o coloquem de castigo. Desobe- ˜
Por que os pais talvez digam nao
decer a seus pais e sair sem pedir permissão
é uma péssima escolha. — Provérbios 12:15. E se seus pais disserem não? Isso pode ser
˜ ˜ ˜ ´ frustrante. Mas entender o ponto de vista de-
OPÇAO B: NAO PERGUNTE — NAO VA. les pode ajudar você a lidar com as restri-
ˆ
Por que voce talvez pense em fazer isso: ções. Por exemplo, talvez seja por causa de
Você pensa no convite e conclui que é contra um ou mais dos motivos abaixo.
os seus princı́pios ou que alguns dos convi- ˆ
Mais experiencia. Se pudesse escolher,
dados não são boa companhia. (1 Corı́ntios provavelmente preferiria nadar numa praia
15:33; Filipenses 4:8) Ou você talvez queira com salva-vidas. Por quê? Porque, enquanto
ir, mas não tem coragem de pedir permissão. você se diverte na água, tem pouca noção do
ˆ
Consequencias: Se você não vai porque perigo. Mas o salva-vidas tem uma visão me-
sabe que não é uma boa ideia, terá mais segu- lhor dos riscos.
rança de dizer não aos seus amigos. Mas, se De modo similar, por serem mais expe-
você não vai só porque não tem coragem de rientes, seus pais podem enxergar perigos
pedir aos seus pais, vai acabar ficando em que você não percebe. Como o salva-vidas na
casa de mau humor, achando que é o único praia, o objetivo de seus pais não é estragar
que não está se divertindo. sua diversão, mas ajudar você a evitar perigos
˜
OPÇAO C: PERGUNTE — E ESPERE que poderiam tirar sua alegria.
ˆ
PARA VER. Amor por voce. Seus pais querem muito
ˆ protegê-lo. Por amor a você, eles dizem sim
Por que voce talvez pense em fazer isso:
Você reconhece a autoridade de seus pais e quando dá e não quando é necessário. Quan-
confia no critério deles. (Colossenses 3:20) do pede a permissão deles para fazer algo,
Você ama seus pais e não quer magoá-los eles perguntam a si mesmos: ‘Se atendermos
saindo com os amigos às escondidas. (Pro- o pedido, poderemos lidar com as conse-
vérbios 10:1) Isso também lhe dá a oportuni- quências?’ Eles só dirão sim a si mesmos — e
dade de expressar seu ponto de vista. a você — se tiverem boa dose de certeza de
ˆ que não acontecerá nada de ruim a você.
Consequencias: Seus pais vão se sentir
˜
amados e respeitados. E se não virem nada Falta de informaçoes. Se tiverem algu-
demais no seu pedido talvez digam sim. ma d úvida, pais amorosos preferem ser
Despertai! fevereiro de 2011 11
Como salva-vidas ˆ na Por outro lado, eles vão gostar se você pedir
praia,
˜ seus pais tem uma com boa antecedência.
visao melhor das coisas
´
que podem prejudica-lo Detalhes: Não seja vago. Explique em de-
talhes o que quer fazer. Os pais não gostam
quando a resposta é “Não sei”, principalmen-
te quando perguntam “Quem vai estar lá?”,
“Haverá algum adulto responsável?” ou “A
que horas vai acabar?”.
Atitude: Não encare seus pais como ini-
migos. Considere-os seus aliados — porque,
no fim das contas, é o que eles realmente
são. Se os encarar dessa maneira, você prova-
velmente vai parecer menos agressivo e eles
vão ser mais cooperadores. Se eles disserem
não, respeitosamente pergunte o motivo. Por
cautelosos. Se não entenderem o que você exemplo, se eles não permitirem que você vá
está pedindo ou se acharem que faltam algu- a um show, tente entender as preocupações
mas informações importantes, é bem prová- deles. Será que é por causa do artista, do lo-
vel que digam não. cal, da companhia ou do preço do ingres-
Como aumentar suas chances so? Evite expressões como “Vocês não con-
de ouvir um sim fiam em mim”, “Todo muito vai estar lá” ou
Quatro fatores estão envolvidos. “Os pais dos meus amigos vão deixar”. Mos-
tre a seus pais que você é maduro o suficien-
Honestidade: Primeiro, seja honesto con-
te para aceitar e respeitar a decisão que eles
sigo mesmo e pergunte-se: ‘Por que ´ realmen- tomaram. Assim, você ganhará o respeito de-
te quero sair com meus amigos? E porque les. E, da próxima vez, talvez fiquem mais
gosto do que eles vão´ fazer ou é porque que- dispostos a atender seu pedido.
ro ser igual a eles? E porque estou interes-
sado em alguém que vai estar lá?’ Daı́, seja ´
Outros
˜ artigos´ da serie “Os Jovens Perguntam”
honesto com seus pais. Eles já foram jovens estao disponıveis no site
e conhecem bem você. Por isso, é provável www.watchtower.org/ypt
que vão descobrir quais são seus reais moti-
vos. Se falar a verdade, eles vão gostar disso QUE TAL PERGUNTAR A SEUS PAIS?
e você vai ser ajudado pela sabedoria deles.
(Provérbios 7:1, 2) Mas, se não for sincero, Quer saber o que seus pais pensam so-
você perderá a credibilidade deles e terá me- bre os pontos abordados neste artigo e
˜
quais as preocupaçoes deles sobre diver-
nos chances de ouvir um sim. ˜ ´ ´
sao? A unica forma de descobrir e por
Momento certo: Não bombardeie seus perguntar a eles. Escolha um momento
pais com um monte de pedidos assim que apropriado. Escreva abaixo uma pergunta
eles chegarem do trabalho ou quando estive- que gostaria de fazer a eles.
rem concentrados em outros assuntos. Fale ˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝
com eles quando estiverem mais à vontade. ˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝
Mas não deixe para a última hora, pressio-
˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝
nando-os a darem uma resposta. Eles não
vão gostar de tomar uma decisão às pressas.
12 Despertai! fevereiro de 2011
DICAS DE
SEGURANÇA
para os idosos

U MA jovem se diverte numa pista de pa-


tinação. De repente, ela escorrega e cai.
Segundos depois, ela já está de pé. Tirando a
quece seus músculos e ossos. Mas atividade
fı́sica regular e bons hábitos de alimenta
podem retardar esse processo. “E importan-
´ ção

vergonha, nada de mal lhe aconteceu. Uma se- te fazer exercı́cios que melhoram o equilı́brio,
nhora idosa tropeça e cai em casa, fraturando postura, força e flexibilidade”, diz Nita, uma
o quadril. Ela passa por uma cirurgia e leva fisioterapeuta.
meses para se recuperar. Agora ela tem mais O Departamento de Saúde e Serviços Hu-
medo de cair e evita atividades fı́sicas, o que a manos, dos EUA, publicou o seguinte comen-
deixa ainda mais fraca. tário: “Adultos mais velhos têm muito a ga-
Todo ano, em certo paı́s ocidental, mais de nhar por se manterem fisicamente ativos, não
um terço das pessoas com 65 anos ou mais so- importa a saúde e habilidades fı́sicas. Mesmo
fre uma queda. Além disso, nessa faixa etária, se tiverem dificuldade para andar ou levantar,
quedas são a principal causa de morte relacio- eles podem se exercitar e sentir os bons re-
nada com ferimentos. Não é à toa que a Bı́blia sultados disso. Na realidade, na maioria dos
diz o seguinte sobre os idosos: “Ficaram com casos, não fazer nada pode ser mais preju-
medo do que é meramente alto, e há terrores dicial.”1 Entre outras coisas, a atividade fı́si-
no caminho.” — Eclesiastes 12:5. ca pode ajudar a combater doenças cardı́acas,
dores nas juntas, osteoporose e depressão.
Embora a idade avançada traga dificulda-
Melhora a circulação, a digestão, o sono e au-
des fı́sicas, os idosos podem tomar providên- menta a autoestima e o nı́vel de atenção.
cias para aumentar sua segurança e melhorar
a qualidade de vida. Uma delas é se esforçar Se você não tem o hábito de fazer exercı́-
para manter certa medida de saúde e força fı́- cios, seria bom consultar um médico primei-
sica. Outra é aumentar a segurança na casa. ro. Faça isso também se sentir tontura ou dor
no peito durante os exercı́cios. Numa situação
´ ´
Manter a saude e força fısica assim, é sábio ligar para a emergência. Leve a
O envelhecimento pode prejudicar a coor- sério esses sintomas, pois podem ser sinal de
denação, a visão e o equilı́brio. Também pode 1 A Despertai! de 22 de maio de 2005 dá mais informações
deixar a pessoa mais frágil à medida que enfra- sobre os benefı́cios do exercı́cio regular.
Despertai! fevereiro de 2011 13
algo sério. E recomenda-se consultar um oftal- Escadas:
###################################################################
mologista uma vez por ano. ˘ Mantenha as escadas desobstruı́das, em
No que diz respeito à alimentação, evite ali- boas condições e bem iluminadas.
mentos pobres em vitaminas e minerais, mes- ˘ Coloque corrimãos firmes (se possı́vel,
mo que sejam de preparação rápida e fácil. dos dois lados), fitas adesivas antiderrapantes
Os idosos precisam especialmente de comi- nos degraus e interruptores de luz nas extremi-
das ricas em vitamina D e cálcio, pois aju- dades da escada.
dam a manter a massa óssea ou pelo menos di-
˘ Subir e descer escadas pode ajudar os
minuir a perda dela. Por isso, procure comer
idosos a não perder a força nas pernas. Mas,
alimentos que contêm cereais integrais, laticı́-
se você tem problemas de equilı́brio, evite usar
nios magros, frutas, verduras e legumes fres- escadas sozinho.
cos. Consulte seu médico antes de fazer gran-
des mudanças em sua dieta. Ele pode dar boas Quarto:
###################################################################
sugestões sobre o que você deve ou não comer. ˘ Deixe espaço suficiente ao redor da cama
Além disso, mantenha-se bem hidratado. A e entre os móveis para você circular com segu-
desidratação, que é comum entre os idosos rança.
— especialmente os que vivem sozinhos ou em ˘ Tenha uma cadeira para sentar ao se ves-
casas de repouso —, pode deixá-lo mais pre- tir.
disposto a quedas, confusão mental, prisão de
ventre, falta de elasticidade na pele, infecções ˘ Ao se deitar, tenha um abajur ou lanterna
e até mesmo à morte. à mão.

Casa mais segura


Cozinha:
###################################################################
A maioria das quedas ocorre em casa. Mas, ˘ Os balcões devem estar livres para você
se forem tomadas algumas precauções, pode- colocar sacolas de compras e outros itens com
se reduzir muito os riscos. Pense em como os facilidade.
pontos a seguir se aplicam a sua casa. ˘ O chão da cozinha não deve ser escorre-
gadio nem brilhante.
Banheiro:
################################################################### ˘ Para fácil acesso, os itens dos armários
˘ O piso não deve ser escorregadio, mesmo não devem ficar muito no alto nem muito em
quando molhado. baixo. Evite usar escadas ou escadas banque-
˘ O chuveiro ou a banheira deve ter um tas, e nunca suba em cadeiras.
acabamento ou tapete antiderrapante. Se você
Geral:
usa uma cadeira de banho, ela deve permitir ###################################################################
alcançar com facilidade os registros de água. ˘ Coloque luzes noturnas para iluminar o
Também pode ser de ajuda ter uma ducha ma- caminho até o banheiro e outras áreas que
nual para que você possa tomar banho sen- você talvez use à noite.
tado. ´ ˘ Pode ser útil usar uma bengala ou anda-
˘ E bom ter barras para se apoiar ao entrar dor à noite quando não estiver totalmente
e sair da banheira e ao usar o vaso sanitário. acordado ou alerta.
Elas devem ser fortes e estar bem fixadas. O ˘ As cadeiras devem ser estáveis (sem ro-
vaso sanitário deve estar numa altura em que das), com apoio para os braços e ter a altura
você consiga se sentar e levantar sem muita di- certa para se sentar e levantar com facilidade.
ficuldade. ˘ Para evitar tropeços, conserte, troque ou
˘ Deixe luzes noturnas ligadas ou use uma remova carpetes esgarçados, linóleos soltos ou
lanterna. pisos quebrados. Ajeite os fios elétricos rente
14 Despertai! fevereiro de 2011
à parede para que não fiquem no meio do ca- soa dum homem idoso, e tens de ter temor de
minho. teu Deus.” (Levı́tico 19:32) O respeito pelos
˘ Tapetes pequenos representam sérios ris- mais velhos é na verdade uma demonstração
cos e não devem ser colocados sobre áreas de nossa reverência a Deus. Por sua vez, quan-
acarpetadas. Se usados sobre piso liso, como do os idosos mostram genuı́na gratidão pela
de cerâmica ou madeira, devem ter fitas adesi- ajuda que recebem, fica mais fácil para que
vas antiderrapantes para não escorregarem. outros lhes deem ajuda amorosa e respeitosa.
˘ Evite chinelos folgados, gastos demais, Ajudar os idosos está longe de ser apenas um
sem contrafortes ou sem solas antiderrapan- dever; é um prazer!
tes. Não use sapatos e sandálias com salto
alto.
˘ Alguns remédios podem causar tontura.
Se você já se sentiu assim após tomar um re-
médio, não deixe de dizer isso ao seu médico.
Ele pode mudar a dosagem ou trocar o medi-
camento.
Se perceber que algo em sua casa precisa de
atenção e você não pode cuidar disso sozinho
com segurança, peça ajuda a parentes, amigos
ou aos responsáveis pela manutenção do pré-
dio. Não adie isso. ˆ
O que outros podem fazer AJUDA ELETRONICA
ˆ
Se você tem pais, avós ou amigos idosos, o PARA EMERGENCIAS
que pode fazer para ajudá-los a evitar quedas? ´
Em alguns paıses, os idosos podem
De forma respeitosa, considere com eles a lis- ˆ
obter um pequeno aparelho eletronico para
ta contida neste artigo e ajude-os a resolver os ˆ
ser usado em emergencias, como uma
pontos que precisam de atenção. Dependendo queda grave. Para pedir ajuda, basta aper-
do caso, talvez possa preparar refeições saudá- ˜
tar um botao. Esse aparelho pode ficar pen-
veis para eles uma ou duas vezes por sema- durado no pescoço ou preso no pulso. Se
na. Os idosos também precisam de exercı́cios ´ ˆ
ele estiver disponıvel onde voce mora, pen-
regulares. Será que você poderia levá-los para ˆ
se na possibilidade de obte-lo, principal-
fazer uma caminhada, talvez aproveitando o mente se mora sozinho.
tempo enquanto faz outras atividades? Muitos
idosos gostariam de sair de casa se tivessem
uma pessoa confiável para acompanhá-los.
Em alguns paı́ses, o governo oferece assistên-
cia na forma de cuidadores, fisioterapia, tera-
pia ocupacional e segurança do lar. Seu médi-
co pode indicar-lhe esses serviços.
Nosso Criador, que é chamado de “o An-
tigo de Dias”, exige que mostremos respeito
pelos idosos, especialmente se forem nossos
pais. (Daniel 7:9)
ˆ Ele ordena: “Honra a teu pai
e a tua mãe.” (Exodo 20:12) Também manda:
“Deves levantar-te diante do cabelo grisalho e
tens de mostrar consideração para com a pes-
´
UM LIVRO CONFIAVEL

Parte 4
´ ´ ´
A Medo-Persia na historia bıblica
´ ´ ´
Este e o quarto de uma serie de sete artigos em numeros consecutivos de Despertai!
ˆ ´ ´ ´
que trata das sete potencias mundiais da historia bıblica. O objetivo e mostrar que a
´ ´ ´ ´
Bıblia e confiavel e inspirada por Deus e contem uma mensagem de esperança — de
´ ´
que um dia o sofrimento causado pelo domınio cruel do homem acabara.

´
A S RUINAS de palácios e túmulos reais
dão apenas uma ideia do esplendor, do
poderio e da riqueza do antigo império duplo
nhecido como Cilindro de Ciro, descoberto
em 1879 nas ruı́nas da antiga Babilônia, con-
firma esse relato. A inscrição identifica Ciro
formado pela Média e Pérsia. Antes da fusão por nome e descreve sua polı́tica de permi-
dessas duas nações, a Média era o reino do- tir que povos capturados voltassem para seus
minante. Mas, em 550 AEC, os medos fica- paı́ses de origem com seus objetos religiosos.
ram sob o controle do rei persa Ciro II, que O escritor bı́blico Isaı́as registrou as seguin-
passou a governar o reino da Medo-Pérsia. tes palavras proféticas de Jeová sobre Ciro:
Centralizado na região norte do golfo Pérsi- “ ‘Executará completamente tudo aquilo em
co, esse vasto império chegou a abranger um que me agrado’; dizendo eu de Jerusalém:
território que´ ia do mar Egeu até o Egito e o ‘Ela será reconstruı́da’, e do templo: ‘Lançar-
noroeste da India, incluindo a Judeia. se-á teu alicerce.’ ” — Isaı́as 44:28.
A Medo-Pérsia reinou sobre a nação judai- De fato, Ciro ordenou que os fundos para
ca por mais de 200 anos — desde a derrota a reconstrução do templo fossem pagos “pela
de Babilônia em 539 AEC até que a própria
Medo-Pérsia foi derrotada pelos gregos em
331 AEC. Muitos livros bı́blicos comentam
os eventos importantes que ocorreram naque-
la época.
´ ´
Historia confiavel
A Bı́blia conta que o Rei Ciro II libertou os
judeus que eram cativos em Babilônia, per-
mitindo seu retorno a Jerusalém e a recons-
trução do templo de Deus, que havia sido
destruı́do em 607 AEC pelos babilônios. (Es-
dras 1:1-7; 6:3-5) Um documento de argila co-
16 Despertai! fevereiro de 2011
casa do rei”, diz Esdras 6:3, 4. Essas palavras
tência mundial. A primeira fera, um leão com
asas, representava Babilônia. A segunda era
estão de acordo com a História. “Os reis per-
“semelhante a um urso”. O relato continua:
sas tinham uma polı́tica consistente de ajudar
“E dizia-se-lhe o seguinte: ‘Levanta-te, come
a restaurar santuários em seu império”, diz o
muita carne.’ ” (Daniel 7:5) Esse urso ame-
livro Persia and the Bible (A Pérsia e a Bı́blia).
´ anico; relevo de parede
persa: Museu do Louvre, Paris; em baixo, Cilindro de Ciro: Foto tirada por cortesia do Museu Britanico; pagina 17, tumulo de Ciro: 5 Richard

A Bı́blia conta que, mais tarde, inimigos drontador representava a Medo-Pérsia.


dos judeus escreveram a Dario, o Grande Em cumprimento da profecia de Daniel,
(também chamado de Dario I), contestan- a Medo-Pérsia mostrou um apetite insaciável
do a afirmação dos judeus de que Ciro ha- por conquistas. Pouco tempo após a visão de
ˆ

Daniel, Ciro derrotou os medos e guerreou


´ Museu Brit

via autorizado a reconstrução do templo. Da-


rio ordenou que fosse feita uma procura pelo contra os reinos de Lı́dia e Babilônia. Seu fi-
decreto original. O resultado? Um rolo foi lho Cambises II conquistou o Egito. Mais tar-
do

de, os governantes medo-persas expandiram


Pagina 16, acima, linha do tempo: Relevo de parede egıpcio e busto de Nero: Fotos tiradas por cortesia

encontrado em Ecbátana, capital da Média,


o império ainda mais.
ˆ

contendo o decreto de Ciro. Em resposta, Da-


rio escreveu: “Eu, Dario, dou deveras a or- Como podemos ter certeza de que essa in-
dem. Seja executada prontamente [a recons- terpretação é verdadeira? Numa outra visão
relacionada com esse assunto, Daniel viu um
trução do templo].” Daı́, acabou a oposição à
obra.1 — Esdras 6:2, 7, 12, 13. carneiro “dar marradas para o oeste, e para o
A História confirma esses detalhes. Em norte, e para o sul”. A profecia foi cumprida
quando a Medo-Pérsia deu “marradas” con-
primeiro lugar, Ecbátana era a residência de
tra outras nações, incluindo a poderosa Babi-
verão de Ciro, e pode ser que ele tenha emiti-
lônia. Um anjo de Deus interpretou essa vi-
do esse decreto dali. Além disso, descobertas
´

arqueológicas mostram que os reis medo-per- são, dizendo a Daniel: “O carneiro que viste,
sas tinham muito interesse nos assuntos re- tendo dois chifres, representa os reis da Média
ligiosos dentro de seu domı́nio e escreviam e da Pérsia.” — Daniel 8:3, 4, 20.
cartas para resolver disputas. Além disso, uns 200 anos antes da derrota
´ de Babilônia, o profeta Isaı́as predisse tanto o
Profecias confiaveis nome do rei persa que a conquistaria — que
Ashworth/age fotostock

Em um sonho inspirado por Deus, o profe- nem tinha nascido — como a estratégia usa-
ta Daniel viu quatros feras saindo do mar em da. Isaı́as escreveu: “Assim disse Jeová ao seu
sequência, cada uma representando uma po-
1 Houve pelo menos três reis chamados Dario.
´

´
O Cilindro de Ciro descreve
` a polıtica de permitir
que cativos voltassem a sua terra natal

´
O tumulo de Ciro ainda ´
pode ser visto ´ nas ruınas
da antiga
˜ Pasargada,
hoje Ira
ungido, a Ciro, cuja direita tomei para sujei- ta e duas semanas”, um total de 69 semanas.
tar diante dele nações, . . . para abrir dian- (Daniel 9:25) Quando começou esse perı́odo
te dele as portas duplas, de modo que nem profético?
mesmo os portões se fecharão.” (Isaı́as 45:1) Apesar de Ciro ter permitido que os judeus
Isaı́as e Jeremias predisseram que os “rios” retornassem ao seu paı́s logo após a queda
de Babilônia, ou canais alimentados pelo de Babilônia, muitos anos se passaram, e Je-
rio Eufrates, que serviam como um fosso de rusalém e suas muralhas ainda não haviam
proteção, se secariam. (Isaı́as 44:27; Jeremias sido reconstruı́das. Em 455 AEC, o Rei Arta-
50:38) Os historiadores gregos Heródoto e xerxes deu permissão para seu copeiro judeu
Xenofonte confirmam a exatidão profética da Neemias voltar a Jerusalém e liderar a obra
Bı́blia, incluindo o fato de que os babilônios de reconstrução. (Neemias 2:1-6) Foi então
estavam se divertindo na mesma noite em que começaram as 69 semanas.
que Ciro conquistou a cidade. (Isaı́as 21:5, 9; Mas essas semanas não eram´ semanas lite-
Daniel 5:1-4, 30) Após desviar o rio Eufrates, rais de sete dias, mas de anos. E por isso que
os exércitos de Ciro entraram na cidade pelos algumas traduções da Bı́blia vertem a expres-
portões abertos próximos ao rio, encontran- são “semanas” por “semanas de anos”.1 (Da-
do pouca resistência. Em uma noite a pode- niel 9:24, 25) O Messias apareceria após um
rosa Babilônia caiu! perı́odo de 69 “semanas” de sete anos cada
Esse fato, por sua vez, levou ao cumpri- — um total de 483 anos. A profecia se cum-
mento incrı́vel de outra profecia. O profeta priu em 29 EC quando Jesus foi batizado,
Jeremias havia predito que o povo de Deus fi- exatamente 483 anos depois de 455 AEC.2
caria exilado em Babilônia por 70 anos. (Je- O cumprimento exato da profecia de Da-
remias 25:11, 12; 29:10) Essa profecia se cum- niel é mais uma das muitas evidências que
priu na hora certa, e os exilados puderam confirmam a identidade de Jesus. Essa evi-
voltar à sua terra natal. dência também fortalece nossa esperança
´ para o futuro. Jesus, o Rei do Reino de Deus,
Uma esperança confiavel
vai acabar com o domı́nio cruel do homem.
Pouco depois da conquista de Babilônia Depois disso, ele cumprirá muitas profecias
pela Medo-Pérsia, Daniel registrou uma pro- bı́blicas, incluindo aquelas que falam que os
fecia que ajuda a entender um acontecimen- mortos serão ressuscitados para viver eterna-
to muito importante no cumprimento do pro- mente no Paraı́so na Terra. — Daniel 12:2;
pósito de Deus para a humanidade. O anjo João 5:28, 29; Revelação (Apocalipse) 21:3-5.
Gabriel informou Daniel exatamente quando
o Messias — o “descendente” prometido em 1 A tradução Matos Soares (Edições Paulinas)
´ usa a expres-
´
Gênesis 3:15 — apareceria! O anjo de Deus são “semanas
´ de anos”. As tradu
´ ções Pontifıcio Instituto Bıblico,
Centro Bıblico Católico e a Bıblia de Jerusalém usam essa ex-
disse: “Desde a saı́da da palavra para se res- pressão na nota de rodapé.
taurar e reconstruir Jerusalém até o Messias, 2 Para mais detalhes sobre a profecia, incluindo um diagra-
ma das 69 ´ semanas de anos, veja as páginas 197-199 do livro
o Lı́der, haverá sete semanas, também sessen- O Que a Bıblia Realmente Ensina?.

455 AEC 29 EC

Do tempo´ que´ a ordem foi dada para reconstruir


Jerusalem ate o aparecimento do Messias
passaram-se exatamente 483 anos
´
ALEM DE OURO,
ENCONTRARAM
UM LAR
M UITAS cidades do mundo possuem bair-
ros chineses. A primeira coisa que vem à
mente ao pensar neles são lojas tı́picas, restau- Minerador de ouro
ˆ ´
rantes, festas e danças com dragões. Mas cada chines, decada de
bairro chinês tem sua própria história. Os da 1860
Austrália devem muito às antigas gerações de
corajosos imigrantes chineses que chegaram
Bairro chines em Sydney: 5 ARCO/G Muller/age fotostock; minerador de ouro: John

com o sonho de ficar ricos nas recém-desco- tal. A China havia sido afligida por guerra ci-
bertas jazidas de ouro. vil, desastres naturais e pobreza, o que resultou
Nova Montanha de Ouro em muitas dificuldades.
A descoberta de ouro na Austrália em 1851 Tragicamente, alguns desses homens deste-
provocou um grande aumento da imigração midos nem chegaram a ver o litoral australia-
Oxley Library, Image 60526, State Library of Queensland

chinesa. Milhares de homens deixaram o delta no. Morreram de doenças que se alastravam
do rio Pearl, na provı́ncia chinesa de Guang- por navios superlotados nessa longa viagem. E
dong, para embarcar na difı́cil viagem marı́ti- para os sobreviventes, a vida não era nada fácil
ma rumo ao sul. Antes disso, quando se desco- na nova terra.
¨

briu ouro na Califórnia, EUA, os chineses que O trabalho duro nas jazidas
falavam cantonês chamaram aquelas jazidas de Em pouco tempo, a solidão se tornou uma
Montanha de Ouro. Por isso, as jazidas austra- companheira constante, visto que a tradição
lianas receberam o nome de Nova Montanha exigia que a esposa e os filhos permanecessem
de Ouro. na China para ocupar o lugar dos homens na li-
ˆ

Não foi apenas a esperança de encontrar nhagem familiar ancestral. Em 1861, mais de
ouro que levou os homens a deixar sua terra na- 38 mil homens chineses viviam na Austrália,
Despertai! fevereiro de 2011 19
MAIS LONGE DO QUE PENSAVAM vombates que encontravam no
´
caminho. Tambem escavavam
˜
Para evitar pagar uma taxa Numa demonstraçao impres- poços e deixavam uma trilha
de desembarque, os passagei- sionante de perseverança e para outros seguirem.
˜
ros chineses desembarcavam cooperaçao, centenas de ho-
Com seus tradicionais rabi-
ao longo do litoral australiano, mens por vez iam para o inte- ´
´ cho e chapeu de palha, os ho-
longe dos principais portos, e a rior, passando por territorios
Image H17071, State Library of Victoria

ˆ ´ mens muitas vezes corriam em


centenas de quilometros das ja- praticamente desabitados ate
` fila cantando. Moedas chinesas
zidas de ouro. Robe, cidade do chegarem as jazidas de ouro.
´ ˆ foram encontradas no cami-
Estado da Australia do Sul, foi Mas a distancia era muito ´
um desses lugares. Ela tinha de maior do que pensavam, e a nho, porque esses recem-che-
´ gados as jogavam fora quando
100 a 200 habitantes, e, num viagem levava ate cinco sema- ˜
´ descobriam que elas nao ti-
perıodo de apenas cinco meses nas. Os imigrantes se alimenta- ´
em 1857, pelo menos 12 mil vam de algas marinhas que ha- nham nenhum valor na Austra-
chineses passaram por ali. viam colhido e de cangurus e lia.

mas apenas 11 mulheres chinesas. Poucos de- ças (18.662 kg) de ouro encontradas no Estado
les, porém, tinham planejado se estabelecer ali. de Victoria foram enviadas para a China.
A maioria estava decidida a voltar para seus la- Infelizmente, alguns desperdiçaram parte
res e famı́lias com riqueza e honra. dessa riqueza recém-encontrada em apostas e
Essa ambição os motivou a ir em busca de ópio — em especial os solitários, que eram mais
ouro. Os mineradores viviam em barracas e tra- vulneráveis a esses vı́cios. Isso muitas vezes
balhavam arduamente por horas debaixo de sol acabava com a saúde, o dinheiro e a perspecti-
quente. Alguns, pelo menos de inı́cio, tinham va de voltar para casa. Alguns recebiam ajuda
medo de garimpar debaixo do solo por causa de organizações chinesas e de pessoas carido-
de superstições. Por isso, eles começaram esca- sas, ao passo que outros morriam prematura-
vando e peneirando na superfı́cie, enxaguando mente, pobres e sozinhos.
o cascalho com a água vinda de calhas de ma- Os chineses também tinham de suportar a
deira. Seus esforços deram resultado. Segundo inveja e a desconfiança de mineradores que
registros, entre 1854 e 1862, quase 600 mil on- não eram chineses e encaravam os estrangei-
20 Despertai! fevereiro de 2011
ros como uma comunidade mineradora con-
corrente bem-sucedida e unida. Essa atitu-
de resultou em tumultos e ataques contra
os chineses. O ouro deles era saqueado, e
suas barracas e mantimentos eram queima-
dos. Com o tempo, essa hostilidade dimi-
nuiu. Mesmo assim, em 1901, uns 50 anos
após a descoberta do ouro, foi emitida uma
lei que impedia a entrada de imigrantes asiá- ALGO MELHOR
ticos na Austrália. Essa situação só mudou QUE OURO
em 1973.
Wayne Qu trabalhava como cientista am-
Quando o ouro acabou ˆ
biental na Academia de Ciencias da China. Na
´
Quando as minas pararam de produzir, decada de 90, ele e a esposa, Sue, foram para
alguns chineses decidiram permanecer na a Europa com o objetivo de estudar mais e se
´
Austrália. Por causa disso, as cidades que desenvolver profissionalmente. La, eles conhe-
´
abrigavam os mineradores presenciaram o ceram as Testemunhas de Jeova e estudaram
´
surgimento de estabelecimentos comerciais a Bıblia com elas. Em 2000, Wayne e Sue se
´
chineses: lavanderias, restaurantes, hortas e mudaram para a Australia, onde os dois conti-
ˆ
pomares. Os chineses também ficaram co- nuaram seus estudos academicos — Sue na
´ ´
nhecidos como excelentes marceneiros e area de biologia molecular. Eles tambem reto-
´
vendedores de frutas e hortaliças frescas. As- maram seu estudo da Bıblia.
´
sim, no fim do século 19, comunidades chi- Wayne conta: “Passamos decadas nos apri-
´
nesas podiam ser encontradas em muitas ci- morando em cursos universitarios. Mas eu
´
dades da Austr ália, incluindo Atherton, pensava: ‘No fim das contas, todos nos enve-
´
Brisbane, Broome, Cairns, Darwin, Mel- lhecemos, adoecemos e morremos. Sera que
´ ´ ˜ ´
bourne, Sydney e Townsville. a vida e so isso?’ Tudo parecia em vao. A Bı-
´ ´
Visto que poucas mulheres chinesas se blia, porem, nos deu respostas logicas e satis-
´
mudaram para a Austrália, muitos homens fatorias para as perguntas mais importantes
ficaram solteiros. Alguns, porém, se casa- da vida.
´ ´
ram com australianas, apesar do preconcei- “Nosso estudo da Bıblia tambem nos
to local. Com o tempo, os descendentes des- fez analisar pela primeira vez o conceito sobre
ˆ
ses casamentos mistos se tornaram parte a existencia de um Criador. Li um livro das Tes-
´
integrante da sociedade australiana. temunhas de Jeova chamado A Vida — Qual a
˜ ˜
Sua Origem? A Evoluçao ou a Criaçao? e uma
Hoje, há mais imigrantes chineses na Aus- ˜
obra de Charles Darwin sobre a evoluçao. Es-
trália do que nunca. A maioria busca ensi- sas leituras e minhas pesquisas cientıficas me
´
no superior e oportunidades de negócios. Só convenceram de que existe um Criador. Sue
que agora esse número inclui muitas mulhe- ` ˜
chegou a mesma conclusao.
res. E, ironicamente, por causa das mudan-
ças na economia mundial, muitos chefes de “Outra coisa que nos convenceu da exis-
ˆ ´
famı́lia, após estabelecerem suas famı́lias na tencia de Deus foi o poder da Bıblia de melho-
´ ´
rar a vida das pessoas. De fato, alem de nos
Austrália, vão à Asia para trabalhar na Chi-
dar uma esperança para o futuro, esse livro
na, Cingapura, Hong Kong e Taiwan. ´ ´
incrıvel tambem nos deu amigos verdadeiros e
De fato, os tempos mudaram. Mas, para um casamento mais forte. Eu e Sue fomos ba-
os imigrantes do mundo todo, os motivos tizados em 2005, felizes por termos encontra-
são basicamente os mesmos: encontrar segu- ˜
do algo de muito mais valor que a educaçao
rança e ser bem-sucedido num paı́s estran- ´
superior e ‘o ouro perecıvel’.” — 1 Pedro 1:7.
geiro.
O CONCEITO
´
DA B IBLIA ˆ ´
A ˜ ciencia e a´ Bıblia
sao compatıveis?
ˆ ˜
“Encontro significado e alegria no meu ramo da ciencia nas ocasioes em que
˜
descubro algo novo, e digo a mim mesmo: ‘Entao foi assim que Deus fez!’ ”
´
— HENRY SCHAEFER, PROFESSOR DE QUIMICA.

ˆ
A CIENCIA nos ajuda muito a compreen-
der a natureza, revelando um nı́vel de or-
dem, precisão e sofisticação que aponta, aos
De maneira similar, a ciência nos “fornece
muitos fatos”, escreveu o fı́sico austrı́aco e ga-
nhador do Prêmio Nobel Erwin Schrödinger,
olhos de muitas pessoas, para um Deus de in- “mas não revela absolutamente nada sobre as
finita inteligência e poder. Do ponto de vista coisas . . . que são realmente importantes para
delas, a ciência revela não somente detalhes nós”. Isso inclui, conforme ele disse, “Deus e
da natureza, mas também aspectos da mente a eternidade”. Por exemplo, só Deus pode res-
de Deus. ponder às seguintes perguntas: Por que o Uni-
Esse ponto de vista encontra amplo apoio verso existe? Por que nosso planeta está reple-
na Bı́blia. Romanos 1:20 diz: “As suas quali- to de vida, incluindo vida inteligente? Se Deus
dades invisı́veis [de Deus] são claramente vis- é realmente todo-poderoso, por que ele permi-
tas desde a criação do mundo em diante, por- te a maldade e o sofrimento? Há esperança
que são percebidas por meio das coisas feitas, após a morte?
mesmo seu sempiterno poder e Divindade.” Será que Deus responde a essas perguntas?
De modo similar, o Salmo 19:1, 2 afirma: “Os Sim, nas páginas da Bı́blia. (2 Timóteo 3:16)
céus declaram a glória de Deus; e a expansão
Mas você talvez se pergunte: ‘Como posso ter
está contando o trabalho das suas mãos. Um
dia após outro dia faz borbulhar a fala, e uma certeza de que a Bı́blia é um livro de Deus?’
noite após outra noite exibe conhecimento.” Do ponto de vista cientı́fico, o que a Bı́blia diz
Mas, apesar de todas as suas maravilhas, a na- sobre o mundo que nos cerca precisa se har-
tureza revela apenas algumas facetas da perso- monizar com os fatos cientı́ficos, pois Deus
nalidade de nosso Criador. não se contradiz. Será que a Bı́blia reflete essa
ˆ harmonia? Veja alguns exemplos.
Os limites da ciencia
Muitas verdades sobre Deus estão além do Cientificamente avançada
alcance da ciência. Por exemplo, um cientis- Quando a Bı́blia foi escrita, muitas pes-
ta talvez possa descrever cada molécula de soas acreditavam que vários deuses habitavam
um bolo de chocolate, mas será que sua análi- a Terra e que eles — não as leis naturais —
se revela por que e para quem ele foi feito? controlavam o Sol, a Lua, o tempo, a fertili-
Para responder a perguntas como essas — que, dade e assim por diante. Mas os antigos pro-
segundo a maioria das pessoas, são as mais fetas hebreus´ que serviam a Deus não pensa-
importantes —, ele precisa perguntar à pessoa vam assim. E claro que eles sabiam que Jeová
que fez o bolo. Deus podia controlar diretamente a natureza
22 Despertai! fevereiro de 2011
´
O Universo e governado por´ leis
exatas: “os estatutos do ceu e da
terra”. — JEREMIAS 33:25

e que tinha feito isso em certas ocasiões. (Jo- Assim como muitos cientistas hoje, os he-
sué 10:12-14; 2 Reis 20:9-11) No entanto, John breus antigos também acreditavam que o Uni-
Lennox, professor de matemática na Universi- verso teve um princı́pio. “No princı́pio Deus
dade de Oxford, Inglaterra, disse que aqueles criou os céus e a terra”, diz Gênesis 1:1. Além
profetas “não precisaram deixar de acreditar disso, Deus revelou ao seu servo Jó que a Ter-
que [deuses mı́sticos] controlavam o Universo ra está ‘suspensa sobre o nada’, isto é, suspen-
. . . , pelo simples fato de que eles nunca ti- sa no espaço. (Jó 26:7) E mais de 2.500 anos
nham acreditado nesses deuses. O que os pro- atrás, o profeta Isaı́as escreveu que a Terra é
tegeu dessa superstição foi acreditar em Um um cı́rculo, ou esfera. — Isaı́as 40:22.1
Deus Verdadeiro, Criador do céu e da Terra”. Realmente, a Bı́blia se harmoniza com as
Como essa crença os protegeu de supersti- verdades cientı́ficas sobre a natureza. Na ver-
ções? Uma maneira foi que o Deus verdadei- dade, esses dois campos de estudo não são
ro revelou a eles que o Universo é governa- apenas compatı́veis, mas se complementam
do por estatutos, ou leis, exatos. Por exemplo, perfeitamente. Desconsiderar um deles é per-
mais de 3.500 anos atrás, Jeová Deus pergun- der uma oportunidade de aprender sobre
tou a seu servo Jó: “Chegaste a conhecer os es- Deus. — Salmo 119:105; Isaı́as 40:26.
tatutos dos céus?” (Jó 38:33) No sétimo sécu- 1 Para uma explicação mais detalhada sobre a existência de
lo AEC, o profeta Jeremias escreveu sobre “os Deus e a exatidão da Bı́blia, leia a brochura A Vida — Teve um
Criador? e o livro Existe um Criador Que Se Importa com Você?,
estatutos do céu e da terra”. — Jeremias 33:25. publicados pelas Testemunhas de Jeová.
Assim, todos os que viviam nos tempos an-
tigos e tinham fé nos escritos dos profetas da ´
JA SE PERGUNTOU?
Bı́blia sabiam que o Universo não é governado ˜
por deidades mı́sticas temperamentais, mas ˘ O que a criaçao nos revela sobre Deus?
por leis racionais. Por isso, essas pessoas te- — Romanos 1:20.
˜ ´
mentes a Deus não precisavam se curvar dian- ˘ Que verdades sobre Deus estao alem do
ˆ ´
te das coisas criadas por Deus, como o Sol, a alcance da ciencia? — 2 Timoteo 3:16.
Lua ou as estrelas, nem adotar um conceito ˜
˘ Por que os profetas antigos de Deus nao
supersticioso sobre elas. (Deuteronômio 4:15- tinham um conceito supersticioso sobre
19) Elas encaravam as obras de Deus como ˜
a criaçao? — Jeremias 33:25.
objetos de estudo que revelam a sabedoria, o
poder e outras qualidades dele. — Salmo 8:3-9;
Provérbios 3:19, 20.
Despertai! fevereiro de 2011 23
TEVE UM PROJETO?

O flagelo ˘ Mesmo visto por meio de um microsco-


pio potente, ele parece minusculo e insig-
nificante. Foi comparado a um potente
´

bacteriano
motor de popa preso a um barco. O que e
o flagelo bacteriano?
´ ´
Ha varios tipos de flagelos (do latim,
´ ´
“açoite”), mas e provavel que o bacteriano
`
seja o mais estudado. Preso a parede ce-
Imagem ´
lular da bacteria, o flagelo gira, permitin-
ampliada de ´
´ do que o micro-organismo va para frente,
uma bacteria ´ ˜
para tras, pare e mude de direçao. Acre-
´
Flagelos dita-se que metade de todas as bacterias
˜
conhecidas possui variaçoes de flagelos.
´
O DNA das bacterias ou de outros mi-
´
cro-organismos contem o “projeto” do fla-
gelo e de sua unidade propulsora. O in-
´
teiro sistema e composto por cerca de 40
´
´ proteınas, que podem ser comparadas a
Helice peças de um motor. Surpreendentemente,
ele se monta em apenas 20 minutos!
˜
A publicaçao The Evolution Controversy
diz: “O flagelo bacteriano possui um mo-
tor de rotor que gira a uma velocidade de
Junta universal
6 mil a 17 mil rpm. Ainda mais sur-
´
preendente e que ele pode mudar de di-
˜ ˜
reçao com apenas um quarto de rotaçao
Bucha ´
e daı girar a 17 mil rpm na outra dire-
˜
çao.” A revista New Scientist chama o fla-
gelo bacteriano de “excelente exemplo de
um complicado sistema molecular — uma
´ ´ ´
nanomaquina complexa que esta alem da
´
perıcia de qualquer engenheiro humano”.
Os cientistas ficam perplexos com o
´
fato de que o minusculo flagelo bacteria-
´ ˆ
no monta a si proprio na sequencia exata
´
necessaria para que todas as 40 partes
fiquem encaixadas e funcionem do modo
correto.
ˆ ´
O que voce acha? Sera que o flagelo
bacteriano surgiu por acaso? Ou teve um
projeto?

´
Bacteria em destaque: 5 Scientifica/Visuals Unlimited, Inc.;
Rotor diagrama do flagelo: Fonte de arte, cortesia de www.arn.org
Lago Toba
´
Padang Borneu

Sumatra ´
I N D O N E S I A
Cirebon ´
JACARTA Java
PAPUA-NOVA GUINE
Daru
PORT MORESBY ILHAS˜

Uma vida muito SALOMAO

gratificante
NARRADO POR HERAWATI NEUHARDT

´ ´
Nasci na cidade de Cirebon, na Indonesia, que e fa-
mosa pelo batique — tecido vistoso, tingido com es-
` ˜
tampas alegres e bem coloridas, desenhadas a mao.
´
De certa maneira, minha vida como missionaria
tem sido similar ao batique — cheia de cor e alegria
´
por causa das variadas culturas do Sudeste Asiatico
´
e do Pacıfico Sul com as quais tive contato. As coisas
aconteceram mais ou menos assim . . .

˜
E M 1962, quando eu tinha 10 anos, minha
mãe começou a estudar a Bı́blia com as
Testemunhas de Jeová. Meus pais nasceram na
A pregaçao em Sumatra
Nosso circuito, ou área designada, se esten-
dia da quente e movimentada cidade de Pa-
Indonésia, mas eram de famı́lia chinesa. Com dang, na Sumatra Ocidental, até o belo Toba,
o tempo, eles, eu e mais quatro irmãos nos tor- um grande lago vulcânico alojado na região
namos Testemunhas de Jeová. montanhosa da Sumatra do Norte. Mais tarde,
Nossa casa sempre estava aberta para mis- nossa área passou a incluir o sul da ilha. Viajá-
sionários e superintendentes viajantes que vi- vamos num pequeno carro velho por estradas
sitavam nossa congregação para dar encora- esburacadas na selva, atravessando pontes pre-
jamento espiritual. Seu excelente exemplo e cárias feitas de coqueiros e contornando vul-`
conversas causaram uma grande impressão em cões altos — alguns inativos, outros ativos. A
mim. Aos 19 anos, comecei a participar na pre- noite, dormı́amos no chão em casas de sapê.
gação por tempo integral. Cerca de um ano de- Elas não tinham eletricidade, água encanada
pois, eu me casei com Josef Neuhardt, um mis- nem banheiro. Tomávamos banho e lavávamos
sionário alemão que tinha chegado à Indonésia a roupa em lagos e rios. Era uma vida simples,
em 1968. Depois da lua de mel, fomos mo- e amávamos as pessoas dali. Elas nos acolhiam
rar em Sumatra, a segunda maior das mais de muito bem e nos alimentavam, e muitas mos-
17 mil ilhas da Indonésia. Ali, eu acompanhava travam interesse na Bı́blia.
Josef no serviço de superintendente viajante, Na região de Padang, as pessoas do povo mi-
que envolvia visitar congregações das Testemu- nangkabau, de maioria muçulmana, ficavam
nhas de Jeová. surpresas e felizes quando mostr ávamos na
Despertai! fevereiro de 2011 25
Bı́blia que Deus é um — não uma trindade, Na capital da Indonésia, Jacarta, que fica
como afirmam as igrejas da cristandade. (Deu- em Java, falei da esperança de vida eterna num
teronômio 6:4) Muitas pessoas aceitavam as re- paraı́so na Terra a uma moça de 19 anos que ti-
vistas A Sentinela e Despertai!, e algumas mais nha um semblante abatido. Quando li um tex-
tarde fizeram excelente progresso espiritual. to da Bı́blia, ela começou a chorar. “Obrigada
No lago Toba, o povo bataque, formado em sua por me dizer essas coisas”, disse ela de modo
maioria por pessoas que se dizem cristãs, co- respeitoso. Continuou: “Amanhã, vou pagar a
nhecia o nome de Deus, Jeová, por tê-lo visto universidade e ainda faltam 1,5 milhão de ru-
em sua Bı́blia bataque. (Salmo 83:18) Mas elas pias [160 dólares]. Por isso, estava pensando
precisavam de um entendimento mais claro so- em vender minha virgindade. Antes de você
bre Deus e seu propósito para a humanidade. chegar, eu estava orando, pedindo orientação.
Muitas delas aceitaram um estudo bı́blico e se Agora encontrei a resposta. Estou decidida a
tornaram zelosos cristãos evangelizadores. adiar meus estudos e não sujar minha moral.”
˜ Essa jovem gostou muito de aprender mais so-
A pregaçao em Java bre a Bı́blia.
Em 1973, eu e Josef fomos enviados para Desde então, muitos outros javaneses, in-
Java, uma ilha com metade do tamanho da cluindo sundaneses e chineses, harmonizaram
Grã-Bretanha, com mais de 80 milhões de ha- a vida com os elevados padrões da Palavra de
bitantes.1 Pregamos as boas novas a grupos ét- Deus. E isso lhes trouxe paz interior e feli-
nicos javaneses, sundaneses e chineses. cidade, assim como Deus prometeu. — Isaı́as
Por causa de minha criação chinesa e indo- 48:17, 18.
nésia, eu falava vários idiomas, incluindo java- Kalimantan — lar dos daiaques
nês, sundanês e indonésio, bem como inglês.
Por isso, tive muitas conversas interessantes so- De Java, eu e Josef nos mudamos para Kali-
bre a Bı́blia com as pessoas em sua lı́ngua na- mantan, uma provı́ncia indonésia de Bornéu, a
tiva. terceira maior ilha do mundo (perdendo ape-
nas para a Groenlândia e Nova Guiné). Uma
1 Hoje, a população de Java ultrapassa 120 milhões. terra de florestas densas, montanhas escar-

´
Com estudantes
˜ da Bıblia nas
Ilhas Salomao

Com Josef na Holanda,


pouco antes de sua
morte em 2005
padas e rios grandes, Bornéu é habitada por de bı́blica, ficava ainda mais claro para nós o
chineses, malaios muçulmanos e os daiaques significado das palavras do Salmo 34:8: “Sabo-
— um povo nativo, em sua maioria ribeirinho, reai e vede que Jeová é bom.”
que em certa época eram caçadores de cabe- Mais tarde, Josef voltou a ser superintenden-
ças. te viajante, e nós visitamos quase toda a Pa-
Para chegar às comunidades daiaques remo- pua-Nova Guiné, um paı́s com cerca de 820
tas, costumávamos ir de barco ou canoa por idiomas. Assim, para podermos falar com mais
rios no meio da selva. Vı́amos crocodilos enor- pessoas, acrescentamos um desses idiomas ao
mes tomando sol às margens do rio, macacos nosso repertório — o tok pisin, a lı́ngua fran-
olhando para nós no alto das árvores e pássa- ca local. Para chegar a várias cidades e povoa-
ros exibindo sua plumagem colorida. Sem dú- dos, viajávamos a pé, de carro, barco, canoa e
vida, o serviço missionário ali era uma aven- aviões pequenos, suportando o calor sufocan-
tura. te, mosquitos e surtos regulares de malária.
A maioria das famı́lias daiaques morava em Então, em 1985, aceitamos outra designação
palafitas construı́das com materiais da selva. missionária — as Ilhas Salomão, ao leste de Pa-
Algumas casas eram pequenas; outras eram pua-Nova Guiné. Ali, trabalhamos na sede lo-
compridas e acomodavam várias famı́lias. Mui- cal das Testemunhas de Jeová e também viaja-
tas pessoas nunca tinham visto um europeu, mos por todo o arquipélago para encorajar as
então Josef se tornou uma celebridade. As congregações e assistir a assembleias cristãs.
crianças corriam pelo povoado gritando: “Pas- De novo, tivemos de aprender um novo idioma
tor! Pastor!” Daı́, todos se juntavam para ouvir — dessa vez o pidgin das Ilhas Salomão. Mas
o que o ministro branco tinha a dizer. Teste- era um prazer conversar com os habitantes des-
munhas de Jeová locais traduziam o que Josef
sas ilhas que amavam a Bı́blia.
dizia e depois combinavam um estudo bı́blico
´
com as muitas pessoas interessadas. Minha viagem mais difıcil
´ Em 2001, acabou a proscrição das Testemu-
Para Papua-Nova Guine
Por causa da crescente pressão de oposito- nhas de Jeová na Indonésia, e eu e Josef re-
res religiosos, o governo da Indonésia proibiu tornamos a Jacarta. Logo após, porém, meu
as atividades das Testemunhas de Jeová em de- querido marido foi diagnosticado com um me-
zembro de 1976. Por causa disso, eu e Josef fo- lanoma maligno, um tipo de câncer de pele
mos designados para Papua-Nova Guiné. agressivo. Viajamos para a terra natal de Josef,
Depois de chegarmos a Port Moresby, a ca- Alemanha, para fazer um tratamento. Mas, in-
pital, fizemos um curso de dois meses para felizmente, ele adormeceu na morte em 2005,
aprender o idioma hiri motu, usado pelos co- no dia em que fizemos 33 anos de casados, e
merciantes locais. Da ı́, nos mudamos para ele está aguardando ser ressuscitado para viver
Daru, uma ilha muito pequena numa remota no Paraı́so, no novo mundo. (João 11:11-14) Jo-
provı́ncia ao oeste. Lá, conheci Eunice, uma sef tinha 62 anos e havia dedicado 40 anos ao
mulher grande, forte e amável, que tinha os ministério de tempo integral.
dentes manchados de vermelho bem escuro Eu continuei em Jacarta, onde ainda sirvo
por ter mascado noz de bétele por muitos anos. como missionária. Sinto muita saudade do
Quando Eunice aprendeu que Deus quer que meu marido. Mas o que me ajuda é ensinar as
seus servos sejam puros não só em sentido mo- preciosas verdades da Palavra de Deus, pois fa-
ral e espiritual, mas também fı́sico, ela aban- zer isso me dá grande satisfação e um objeti-
donou seu vı́cio e se tornou uma cristã fiel. vo na vida. Posso dizer com toda certeza que
(2 Corı́ntios 7:1) Toda vez que vı́amos pessoas Jeová me presenteou com uma vida plena e
humildes assim colocarem em prática a verda- gratificante.
Despertai! fevereiro de 2011 27
˜
Seus objetivos sao realistas?
ˆ ˜ ´
˘ O que voce espera da vida? Suas expecta- mero amante da prata nao se fartara de prata,
˜ ´ ˆ ˆ
tivas sao razoaveis ou voce fica sonhando nem o amante da opulencia, da renda. Tam-
˜ ´ ´ ´
com coisas que estao alem das suas condi- bem isto e vaidade.” (Eclesiastes 5:10) Mas os
˜ ´
çoes ou capacidade? Um atento observador da espiritualmente sabios tentam estar satisfei-
´ ˆ
natureza humana deu o seguinte conselho sa- tos com o que tem, “o que os [seus] olhos
´ ˜
bio: “Melhor e contentar-se com o que os olhos veem”. Eles reconhecem esta verdade: “Nao
veem do que sonhar com o que se deseja. Isso trouxemos nada ao mundo, nem podemos le-
´ ˜ ´ ´ ´
tambem nao faz sentido; e correr atras do var nada embora.” — 1 Timoteo 6:7.
˜
vento.” — Eclesiastes 6:9, Nova Versao Interna- Por natureza, para ter verdadeira felici-
cional. dade, o ser humano precisa satisfazer suas ne-
` cessidades espirituais. (Mateus 5:3) Como fa-
“O que os olhos veem” ´ refere-se as nossas
ˆ ˜ ´ zer isso? Jesus Cristo disse: “O homem tem de
circunstancias atuais. E claro que nao ha nada ˜ ˜
de errado em tentar melhorar de vida. Mas o viver, nao somente de pao, mas de cada pro-
´ ´ ˜ ´ ´ ˜ ´
que a Bıblia quer dizer e que nao e sabio correr nunciaçao procedente da boca de Jeova.” (Ma-
´ ˜ ˜
atras de objetivos irrealistas. Esses podem in- teus 4:4) Essas valiosas ‘pronunciaçoes’ estao
´ ` ˜
cluir fama, riquezas, um marido ou esposa na Bıblia, a disposiçao de todas as pessoas.
´ ˜ ´
sem defeitos ou saude perfeita. Uma dessas pronunciaçoes esta no Sal-
´
´ mo 37:4, que diz: “Deleita-te tambem em
Alem disso, alguns que conseguem realizar ´ ´
Jeova, e ele te concedera os pedidos do teu co-
um objetivo, como o de ficar rico, continuam ˜ ´
´ raçao.” Por ser o Deus Todo-Poderoso, Jeova
querendo mais. A Bıblia diz francamente: “O ´ ´
dara a seus adoradores fieis coisas que ne-
´
nhum ser humano pode oferecer: saude perfei-
ta, segurança material e vida eterna num pa-
´ ˜
1. Leito. 2. Mesa. 3. Cadeira. 4. 2.000. 5. A. raıso na Terra. (Lucas 23:43; Revelaçao
[Apocalipse] 21:3, 4) Confiar nessas palavras
˜ ´
RESPOSTAS DAS PAGINAS 30 E 31
´ nao e irrealista.
28 Despertai! fevereiro de 2011
OBSERVANDO O MUNDO

Poucos amigos verdadeiros


˜
“O britânico mediano tem apenas três ami- Menos de um quarto dos alemaes com ida-
gos verdadeiros em quem pode confiar”, disse de inferior a 40 anos concorda com a ideia de
o Daily Telegraph, de Londres. Segundo uma orar diariamente com os filhos e, entre os que
pesquisa, dentre os motivos para uma pessoa frequentam uma igreja, apenas 4 em 10
perder contato “com uma média de 36 ami- acham isso importante. — APOTHEKEN UM-
gos ao longo dos anos” estão uma “vida ocupa- SCHAU, ALEMANHA.
da”, ‘um simples distanciamento’ e, no caso de
43% dos entrevistados, “desentendimentos . . . Um doador de ˜ esperma
´ portador
˜ de
uma mutaçao genetica nao´ detecta-
e a decisão de nunca mais falar com a pessoa”. da relacionada com doença cardıaca transmi-
Cerca de um quinto desabafa com colegas de tiu a mesma doença a 9 dos 24 filhos que
trabalho, pois “não tem mais ninguém a quem se tem conhecimento que ele gerou. Um deles
recorrer”. ˆ ´
´ Um representante dos pesquisadores morreu de insuficiencia cardıaca aos 2 anos
disse: “E preciso ter algo especial para que os de idade. — JAMA, EUA.
outros confiem em você.”
´ “Mais de 50%
˜ ´ dos russos
´ acreditam que a
Traficantes usam semissubmersıveis corrupçao e inevitavel e um fato ´
per-
Os métodos usados pelos traficantes colom- manente da vida.” — RIA NOVOSTI, RUSSIA.
bianos para levar cocaı́na para a América Cen-
tral, México e Estados Unidos estão ficando
cada vez mais sofisticados. Desde 1993, pelo Embora elas não possam submergir, são muito
menos 42 semissubmersı́veis usados para trans- difı́ceis de ser detectadas por radar. Algumas
portar drogas foram interceptados e apreendi- têm autonomia de 3.200 quilômetros, podem
dos pelas autoridades colombianas. Também transportar entre 6 e 10 toneladas de cocaı́na e
foram descobertas várias oficinas onde essas podem custar até 1 milhão de dólares para se-
embarcações movidas a diesel são montadas. rem construı́das.

´ ˜ ´
Benefıcios das refeiçoes em famılia
Menos da metade dos finlandeses entre 14 e 16 anos en-
trevistados recentemente numa pesquisa come com a famı́-
lia. O estudo mostrou que, em muitos lares, nenhuma refei-
ção é preparada para ser servida em famı́lia. Mas os jovens
desejam muito esses momentos regulares de descontração.
Quando perguntados sobre o que eles queriam dos pais, a
resposta foi clara: “Refeições quentes, comer com a fa-
mı́lia e alguém que nos escute e tenha tempo para
nós”, relata o jornal Helsingin Sanomat. Re-
feições em famı́lia desempenham um papel
importante na saúde mental dos jovens.
Segundo o artigo, “jovens que tomam re-
feições com a famı́lia geralmente se saem
bem na escola, dificilmente fumam, be-
bem ou usam drogas, e ficam deprimi-
dos com menos frequência”.
´
PARA CONSIDERAR EM FAM ILIA

´
O que esta faltando PARA CONVERSAR: Como
essa mulher demonstrou
nesta figura? bondade? Como Jeova
´
Leia 2 Reis 4:8-10. Agora olhe para a figura. O que abençoou o que ela fez para
´ apoiar o profeta? PISTA: Leia
esta faltando? Escreva as respostas nas linhas abaixo. ˆ
Complete a cena, ligando os pontos e colorindo a figura. 2 Reis 4:32-37. Como voce
pode mostrar bondade aos
´
servos de Jeova hoje? PISTA:
´
1˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝ Leia Romanos 12:13; Galatas
6:10.
2˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝ ´
ATIVIDADE´ EM FAMILIA:
Fazendo mımica, um membro
3˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝˝ ´
da famılia interpreta um dos
´ ´ personagens desse relato
˘ Respostas das paginas 30 e 31 na pagina 28 ´ ´
bıblico. O restante da famılia
tenta adivinhar a identidade
desse personagem.

´
1 INICIO

2
4
3

5
37
43
42
FIM 11
36 41 13 6
12 10 7
40

9 8

22
38
14
39 17

35 27
21 18
23
32
24
31 28
25
34 33 26

30 29 16 15
30 Despertai! fevereiro de 2011
19
20
Colecione e aprenda Recorte, dobre no meio e guarde

Bıblia e escrito
Ultimo ´ livro da
98 EC
ˆ
Babilonia

´
´
´
Jerusalem
Foi levado
´ de

1 EC

setimo seculo AEC


por´ volta do
Jerusal
ˆ em para
Babilonia

D A N I E L
DA NIEL

Viveu
´
PERFIL Nasceu na tribo de ´ Juda e

´
provavelmente era um prıncipe. Profeta ´ fiel
que foi inspirado a escrever o livro bıblico
que leva o seu nome. Talvez ainda fosse
adolescente
´ quando ele e outros membros
da famılia real e nobres foram levados ˆ
cativos por Nabucodonosor para Babilonia.

PERGUNTAS RESPOS TAS


B IBLICO
´ RT AO

´ ˜
A. ˜ Por que Daniel foi jogado na cova dos A. Ele orou a Jeova apesar da proibiçao.
˜

leoes? — Daniel 6:6-17.


B.ˆ Quais eram os nomes hebraicos dos B. Hananias, Misael e Azarias. — Daniel
CA

tres amigos de Daniel? 1:6, 7.


ˆ ˆ ´
C. Sob que duas potencias estrangeiras
2
C. Babilonia e Medo-Persia. — Daniel 5:30;
4026 AEC

Adao e
criado

Daniel serviu?
˜ ´

6:8.

´
Povos e paıses
˜
4. Nossos nomes sao Jorge, Nicolas e Priscilian.
´
Moramos em Belize, que fica na America Central.
´
Mais ou menos quantas Testemunhas de Jeova
˜
vivem em Belize? Sao 600, 2.000 ou 3.500?
´
5. Faça um cırculo no ponto que mostra onde
´ ˆ
nos moramos. Faça um ponto onde voce mora e
´
veja se esta perto ou longe de Belize.

Para as
crianças B
Consegue encontrar estas figuras
nesta revista? Descreva em suas
´ ´
proprias palavras o que esta D
acontecendo em cada figura. A C
˜ ˜
Elas nao sao jovens demais
˜ ´
˘ Foi isso que uma mae na California, EUA, escreveu so-
bre um assunto considerado no livro Aprenda do Grande
Instrutor. Ela conta: “Na semana passada, levei nosso fi-
`
lho Javan, de 3 anos, a pediatra. Ela perguntou se eu
´ ´
e meu marido ja tınhamos conversado com Javan sobre
˜ ´
nao deixar que qualquer um toque em suas partes ınti-
mas. Fiquei feliz de poder falar a ela sobre o livro Instru-
´ ´
tor, que explica que e errado alguem brincar com as
´ ´
partes ıntimas. A medica ficou muito impressionada por
termos falado com Javan sobre isso.”
˜ ´
A mae continuou: “E perfeito o modo como o livro tra-
´ ´
ta desse assunto.” O tıtulo do capıtulo a que ela se refe-
´
riu e “Como Jesus foi protegido”. Descreve como o Pai
celestial de Jesus o protegeu do Rei Herodes quando Je-
sus era jovem demais para se proteger sozinho. (Mateus
´ ´
2:7-23) Daı o livro mostra como ate crianças pequenas
´ ´
podem se proteger se alguem tentar molesta-las.
Para pedir este livro belamente ilustrado, com
´
256 paginas do tamanho desta revista, preencha o cu-
pom abaixo e o envie pelo correio para um dos endere-
´
ços alistados na pagina 5 desta revista.

Q Sem compromisso, Nome """"""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""


solicito o livro mostrado
aqui.
˜ Endereço """""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""
´
Q Peço informaçoes (Rua, numero e bairro)
sobre seus cursos
´
bıblicos gratuitos, """""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""
´
em domicılio.
APRENDA DO
GRANDE INSTRUTOR Cidade """""""""""""""""""""""""""""""""" Estado """"""""""" CEP """"""""""""""""""""""

www.watchtower.org g11 02-T

Interesses relacionados